Enterprise JavaBeans. Java Deployment Course. por Jorge H. C. Fernandes DI-UFPE Julho de 1999

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Enterprise JavaBeans. Java Deployment Course. por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE Julho de 1999"

Transcrição

1 Enterprise JavaBeans Java Deployment Course por Jorge H. C. Fernandes DI-UFPE Julho de 1999

2 Enterprise JavaBeans Java Deployment Course Copyright 1999 by Jorge H. C. Fernandes Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta publicação pode ser reproduzida, armazenada em sistema de retrieval, ou transmitida, em quaisquer formas, ou através de quaisquer meios, eletrônicos, mecânicos, fotocópias, gravações, etc, sem a prévia autorização, por escrito, de Jorge Henrique Cabral Fernandes. All rights reserved. No part of this publication may be reproduced, stored in a retrieval system, or transmitted, in any form, or by any means, electronic, mechanical, photocopying, recording, or otherwise, without the prior consent of the publisher. Java TM is a trademark of Sun Microsystems.

3 Referências Enterprise JavaBeans Specification. V.1.0, March, Enterprise JavaBeans Specification. V.1.1-Draft, May, Enterprise JavaBeans White Paper WebLogic WebLogic Server Documentation and Examples (www.weblogic.com) Using WebLogic Enterprise Java Beans

4 Construindo Objetos Distribuídos Java com Enterprise JavaBeans Relações com outras APIS e Modelos Princípios Meta Business Objects O Modelo Computacional Alguns Exemplos (WebLogic)

5 Relações com Outras APIs e Modelos JavaBeans JNDI (Java Naming and Directory Interface) RMI Java Security Java to IDL Mapping OMG Object Transaction Service ORB Portability

6 Princípios

7 Enterprise JavaBeans: Meta Conceber uma arquitetura de componentes software distribuído para Java, conforme o mote write-once, run-anywhere. Tal arquitetura deve ser adequada à construção de aplicações transacionais para empresas, segundo a perspectiva de construção de business objects

8 Business Objects Componentes distribuídos que modelam objetos do mundo real no nível do domínio da aplicação contas bancárias, carrinhos de compras, corretores, etc Business Objects são desenvolvidos e comercializados de forma independente por vários fornecedores diferentes Business Objects são integrados de modo a criar aplicações distribuídas A princípio, o criador de Business Objects NÃO deve determinar detalhes de implementação como transações, persistência, distribuição, nomeação, replicação, segurança, etc

9 Enterprise JavaBeans (EJBs) devem: Ser compatíveis com CORBA Suportar integração de componentes desenvolvidos por empresas diversas Liberar o desenvolvedor da compreensão de APIs de baixo nível Suportar instalação e execução em múltiplas plataformas, sem recompilação Permitir representar e manipular aspectos pertinentes ao desenvolvimento, instalação e eventos do ciclo de vida do componente Oferecer interoperabilidade garantida entre desenvolvedores de Enterprise JavaBeans e construtores de servidores Ser interoperáveis com aplicações em desenvolvidas em outras linguagens

10 Diferentes Papéis no Contexto de Desenvolvimento e Uso Enterprise Bean Provider (EJB Provider) Application Assembler Deployer EJB Server Provider EJB Container Provider System Administrator

11 Enterprise Java Bean Provider EJB Provider Implementa business objects business tasks business entities Não trata (necessariamente) de transações, concorrência, persistência, segurança Empacotados em um arquivo jar classes Java que compõem os componentes contratos com clientes (remote e home interfaces) deployment descriptor

12 Application Assembler Compõe aplicações com vários EJBs Trabalha com os contratos com cliente Cria novos EJBs, servlets ou applets Pode ignorar aspectos operacionais do ambiente de execução

13 Deployer Instalação de EJBs e containers Adapta EJBs às restrições do ambiente operacional Adequação de parâmetros contidos no deployment descriptor

14 EJB Server Provider Cria APIs de baixo nível para suporte à construção de containers dentro de um servidor (Web Server, SGBD, ORB, etc) session container permite o funcionamento de session beans entity container permite o funcionamento de entity beans

15 EJB Container Provider Cria containers Isolam EJBs dos servidores onde executam Suportam Transacões Movimento de dados persistentes entre SGBDs e EJBs Versionamento de EJBs Monitoração

16 System Administrator

17 Modelo Computacional

18 EJBs Deployment Name Server EJB Server EJB Container Segurança Transações EJB-jar EJB Object EJB Home EJB Class Persistência EJB Home EJB Class Deployment Descriptor

19 Servers, Containers, Interfaces e Enterprise Java Beans Name Server EJB Server EJB Container Component Managed Persistence Lookup Lookup Client EJB Object EJB Object EJB Object EJB Home EJB Object EJB Object EJB Object EJB Home EJB EJB EJB EJB Class EJB EJB EJB EJB Class Container Managed Persistence

20 Session Beans versus Entity Beans

21 Session Bean Suporte obrigatório desde a versão 1.0 Representa uma lógica de negócios (business logic) executando no servidor Extensão lógica do cliente, executando no servidor Atende a um único cliente (não é compartilhado entre clientes) Pode ser transacional Não tem uma representação direta de dados em um SGBD, mas pode realizar alterações Curto tempo de vida Removido em caso de interrupções do servidor

22 Entity Beans Suporte obrigatório após a versão 1.1 Representa dados no SGBD É transacional Permite acesso compartilhado por múltiplos usuários Tempo de vida longo Sobrevive a interrupções no servidor

23 Contratos

24 Contratos entre clientes, Containers e Componentes EJB Container Client Contrato com Cliente Contrato entre Container e Componente EJB Object EJB EJB Home EJB Class

25 Contrato com Cliente Home interface Acessível via JNDI Cada classe de EJB instalada (deployed) possui uma home interface, implementada pelo EJB Provider Métodos para criar e remover EJBs Métodos para buscar EJBs e metadados Metadata interface Handle Identidade de objetos Primary key no caso de entity beans Identificador único no caso de session beans Invocação de métodos Mediada pelo container Através da object (remote) interface (RMI) implementada pelo EJB Provider business methods implementados pelo EJB Provider

26 Home Interface interface MyEJBHome extends javax.ejb.ejbhome { // creator methods MyEJB create(...); // finder methods EJB find<method>(...); }

27 Contrato EJBBean com Container Business Methods (EJBBean) Gerenciamento do Life Cycle ejbcreate(...), ejbpostcreate(...), ejbremove(...) SessionBean implementa as interfaces javax.ejb.sessionbean e javax.ejb.sessionsynchroniza tion EntityBean implementa a interface javax.ejb.entitybean ejbfind<metod> - bean managed persistente Interface home e remote (EJBBean) Classes criadas pelo container Container deve suportar persistência quando requerido Contexto SessionBean recebe um javax.ejb.sessioncontext EntityBean recebe um javax.ejb.entitycontext Container gerenciar transações, segurança e exceções

28 SessionBeans

29 Ver Projeto BasicStatelessSession Client DeploymentDescriptor Trader (EJB Object - Remote) TraderBean TraderHome TraderResult ProcessingErrorException

30 Ver Projeto BasicStatefullSession Client (diferenças) DeploymentDescriptor (diferenças) Trader TraderBean (diferenças) TraderHome TraderResult ProcessingErrorException

31 EntityBeans

32 Ver Projeto BasicContainerManagedFile Account AccountBean AccountHome AccountPK ProcessingErrorException DeploymentDescriptor Client

33 Ver Projeto BasicBeanManaged Account AccountBean AccountHome AccountPK ProcessingErrorExce ption DeploymentDescripto r Clientes Client MultiClient Servlet

34 Ver Projeto BasicContainerManagedJDBC Account AccountBean AccountHome AccountPK ProcessingErrorExce ption DeploymentDescripto r Clientes Client MultiClient Servlet

35 Fim

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans Enterprise Java Bean Introdução Elementos do Modelo Enterprise JavaBeans A especificação do Enterprise JavaBeansTM (EJB) define uma arquitetura para o desenvolvimento de componentes de software distribuídos

Leia mais

J2EE. J2EE - Surgimento

J2EE. J2EE - Surgimento J2EE Java 2 Enterprise Edition Objetivo: Definir uma plataforma padrão para aplicações distribuídas Simplificar o desenvolvimento de um modelo de aplicações baseadas em componentes J2EE - Surgimento Início:

Leia mais

Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas

Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas Introdução Desenvolver e distribuir Servlets e aplicativos EJB. Desenvolver e distribuir aplicativos Enterprise JavaBeans (EJB). Introdução Simples

Leia mais

Entity Beans. Introdução Entity Beans BMP

Entity Beans. Introdução Entity Beans BMP Entity Beans Introdução Entity Beans BMP Agenda Conceitos básicos de persistência Definição de entity beans Recursos Conceitos de programação Típos de entity beans Exemplos de entity beans usando Bean-

Leia mais

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS MODELO J2EE COMPONENTES DE Camada de Negócios NEGÓCIOS JAVA SERVLET, JSP E EJB Nos capítulos anteriores, foi mostrado como desenvolver e distribuir aplicações servlet e

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition Session Beans

Java 2 Enterprise Edition Session Beans Java 2 Enterprise Edition Session Beans Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Session Beans São objetos de processo de negócio Implementam lógica de negócio, algoritmos, workflow Representam ações Uma

Leia mais

Stateful Session Beans

Stateful Session Beans J530 - Enterprise JavaBeans Stateful Session Beans Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Stateful Session Beans Quando um cliente chama um método de um bean, ele está iniciando um diálogo

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

J530 - Enterprise JavaBeans. Introdução a EJB e Stateless. Session Beans. argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org)

J530 - Enterprise JavaBeans. Introdução a EJB e Stateless. Session Beans. argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org) J530 - Enterprise JavaBeans Introdução a EJB e Stateless Session Beans Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Componentes de um EJB Para que o container possa gerar o código necessário é preciso

Leia mais

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition)

Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) Sumário. Java 2 Enterprise Edition. J2EE (Java 2 Enterprise Edition) Sistemas Distribuídos na WEB (Plataformas para Aplicações Distribuídas) J2EE () Sumário Introdução J2EE () APIs J2EE Web Container: Servlets e JSP Padrão XML 2 J2EE é Uma especificação para servidores

Leia mais

Argo Navis J931 - Padrões de Design J2EE. Introdução. Objetivos de aprender padrões J2EE. Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE

Argo Navis J931 - Padrões de Design J2EE. Introdução. Objetivos de aprender padrões J2EE. Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE Padrões de Projeto J2EE J931 Introdução Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br Objetivos de aprender padrões J2EE Conhecer padrões para uso na plataforma J2EE Padrões permitem maior reuso, menos

Leia mais

EXPLORE - UMA FERRAMENTA DE SOFTWARE PARA EXPERIMENTAÇÃO PRÁTICA COM TRANSAÇÕES DISTRIBUÍDAS EM SISTEMAS BASEADOS EM COMPONENTES

EXPLORE - UMA FERRAMENTA DE SOFTWARE PARA EXPERIMENTAÇÃO PRÁTICA COM TRANSAÇÕES DISTRIBUÍDAS EM SISTEMAS BASEADOS EM COMPONENTES TRABALHO DE GRADUAÇÃO EXPLORE - UMA FERRAMENTA DE SOFTWARE PARA EXPERIMENTAÇÃO PRÁTICA COM TRANSAÇÕES DISTRIBUÍDAS EM SISTEMAS BASEADOS EM COMPONENTES Aluno: Fábio Ottobeli Machado Orientador: Márcia Pasin

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 6 EJB Enterprise Java

Leia mais

Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br)

Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) Marcos Kalinowski (kalinowski@ic.uff.br) Arquitetura JEE Introdução à Camada de Negócios: Enterprise Java Beans (EJB) (kalinowski@ic.uff.br) Agenda Arquiteturas Web em Java (Relembrando) Arquitetura Java EE Introdução a Enterprise Java Beans

Leia mais

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCC-0263. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCC-0263 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Como criar um EJB Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Gabriel Novais Amorim Abril/2014 Este tutorial apresenta o passo a passo para se criar um projeto EJB no Eclipse com um cliente web

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition

Java 2 Enterprise Edition Java 2 Enterprise Edition Pablo Vieira Florentino 8/11/2006 Contexto Linguagem Java A linguagem Java é Orientada a Objetos Influenciada diretamente por C++ e Eiffel, a linguagem segue a grande tendência

Leia mais

Enterprise Java Beans (III)

Enterprise Java Beans (III) Enterprise Java Beans (III) Professor: Diego Passos UFF dpassos@ic.uff.br Baseado no material original cedido pelo Professor Carlos Bazilio Última Aula Disponibilização do EJB no container. Arquivo descritor.

Leia mais

TDC2012. EJB simples e descomplicado, na prática. Slide 1

TDC2012. EJB simples e descomplicado, na prática. Slide 1 TDC2012 EJB simples e descomplicado, na prática Slide 1 Palestrantes Kleber Xavier Arquiteto Senior / Globalcode kleber@globalcode.com.br Vinicius Senger Arquiteto Senior / Globalcode vinicius@globalcode.com.br

Leia mais

Laboratório EJB e J2EE Uma aplicação completa

Laboratório EJB e J2EE Uma aplicação completa J530 - Enterprise JavaBeans Laboratório EJB e J2EE Uma aplicação completa Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Objetivos O objetivo deste módulo é construir e implantar uma aplicação J2EE

Leia mais

WWW, CGI e HTTP Java Deployment Course: Aula 2. por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE 28 de Abril de 1999

WWW, CGI e HTTP Java Deployment Course: Aula 2. por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE 28 de Abril de 1999 WWW, CGI e HTTP Java Deployment Course: Aula 2 por Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br) DI-UFPE 28 de Abril de 1999 WWW, CGI e HTTP Copyright 1999, 1998, 1997 Jorge H. C. Fernandes (jhcf@di.ufpe.br)

Leia mais

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition

J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition CURSO DE GRADUAÇÃO J2EE TM Java 2 Plataform, Enterprise Edition Antonio Benedito Coimbra Sampaio Junior abc@unama.br OBJETIVOS DO CURSO Capacitar os alunos no desenvolvimento de aplicações para a WEB com

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition Fundamentos básicos de Transações

Java 2 Enterprise Edition Fundamentos básicos de Transações Java 2 Enterprise Edition Fundamentos básicos de Transações Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetivos Apresentar conceitos essenciais sobre transações em aplicações J2EE Este curso não aborda o

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition Uma aplicação J2EE completa

Java 2 Enterprise Edition Uma aplicação J2EE completa Java 2 Enterprise Edition Uma aplicação J2EE completa Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetivos O objetivo deste módulo é construir e implantar uma aplicação J2EE completa Inicialmente, será mostrada

Leia mais

Entity Beans CMP. O que é CMP? Criação de Entity Beans CMP Deployment no JBoss EJB-QL Exemplo Prático

Entity Beans CMP. O que é CMP? Criação de Entity Beans CMP Deployment no JBoss EJB-QL Exemplo Prático Entity Beans CMP O que é CMP? Criação de Entity Beans CMP Deployment no JBoss EJB-QL Exemplo Prático O que é CMP? Container Managed Persistence é a criação automática de lógica de persistência pelo servidor

Leia mais

Web Technologies. Tópicos da apresentação

Web Technologies. Tópicos da apresentação Web Technologies Tecnologias de Middleware 2004/2005 Hugo Simões hsimoes@di.fc.ul.pt 1 A Web Tópicos da apresentação Tecnologias Web para suporte a clientes remotos (Applets,CGI,Servlets) Servidores Aplicacionais

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Paralelos

Sistemas Distribuídos e Paralelos Sistemas Distribuídos e Paralelos Objectos e Componentes Distribuídos Ricardo Mendão Silva Universidade Autónoma de Lisboa r.m.silva@ieee.org November 19, 2014 Ricardo Mendão Silva (UAL) Sistemas Distribuídos

Leia mais

Mini-curso Gratuito Globalcode Slide 1

Mini-curso Gratuito Globalcode Slide 1 Mini-curso Gratuito Slide 1 Mini-curso Gratuito Introdução Enterprise Java Beans (EJB) 3.0 Slide 2 Agenda Plataforma Java EE Conceitos Iniciais (EJB) Session Bean Message-Driven Bean (MDB) Java Persistence

Leia mais

JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS

JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS COLÉGIO ESTADUAL ULYSSES GUIMARÃES CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE EM INFORMÁTICA ERINALDO SANCHES NASCIMENTO JAVA ENTERPRISE EDITION: PERSISTÊNCIA DE BANCO DE DADOS FOZ DO IGUAÇU 2013 SUMÁRIO 1. PERSISTÊNCIA

Leia mais

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M

PadrãoIX. Módulo II JAVA. Marcio de Carvalho Victorino. Servlets A,L,F,M JAVA Marcio de Carvalho Victorino 1 Servlets 2 1 Plataforma WEB Baseada em HTTP (RFC 2068): Protocolo simples de transferência de arquivos Sem estado (não mantém sessão aberta) Funcionamento (simplificado):

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 10 Persistência de Dados

Leia mais

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Curso de Mestrado em Informática Coordenação de Pós-Graduação em Informática

Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Curso de Mestrado em Informática Coordenação de Pós-Graduação em Informática Universidade Federal de Campina Grande Centro de Ciências e Tecnologia Curso de Mestrado em Informática Coordenação de Pós-Graduação em Informática Ferramenta para Aumento da Produtividade no Desenvolvimento

Leia mais

Aplicação da Arquitetura Multicamadas Utilizando Java. Raquel Schlickmann Orientador: Marcel Hugo

Aplicação da Arquitetura Multicamadas Utilizando Java. Raquel Schlickmann Orientador: Marcel Hugo Aplicação da Arquitetura Multicamadas Utilizando Java Raquel Schlickmann Orientador: Marcel Hugo Roteiro Introdução Histórico da Arquitetura de Software Enterprise JavaBeans - EJB Voyager Implementação

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 5 Servidores de Aplicação

Leia mais

EJB. Session Beans. J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1

EJB. Session Beans. J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1 EJB Session Beans J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1 Autores! Autores " Cláudio Geyer " Eduardo Studzinski Estima de Castro (EJB 3.0) " Gisele Pinheiro Souza (EJB 3.0) J2EE (C. Geyer) Introdução

Leia mais

J2EE. Tecnologias de Middleware. Fernando Martins - fmp.martins@gmail.com

J2EE. Tecnologias de Middleware. Fernando Martins - fmp.martins@gmail.com J2EE Tecnologias de Middleware 2006/2007 Fernando Martins - fmp.martins@gmail.com Tópicos J2EE Objectivo Paradigma e Conceitos Servidor J2EE Tecnologias Container Enterprise Beans Session Bean Entity Bean

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Faculdades SENAC Análise e Desenvolvimento de Sistemas 28 de abril de 2010 Principais suportes de Java RMI (Remote Method Invocation), da Sun Microsystems DCOM (Distributed Component Object Model), da

Leia mais

Padrões de Projeto Implementados em Infraestrturas de Componentes

Padrões de Projeto Implementados em Infraestrturas de Componentes Padrões de Projeto Implementados em Infraestrturas de Componentes Paulo Pires paulopires@nce.ufrj.br http//genesis.nce.ufrj.br/dataware/hp/pires 1 distribuídas baseadas em componentes Comunicação transparente,

Leia mais

Enterprise Java Beans

Enterprise Java Beans Enterprise Java Beans Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior DCC PUC Minas Disponível em www.pasteurjr.blogspot.com 1-O que é um Enterprise Java Bean? O Entertprise Java Bean (EJB) é um componente server-side

Leia mais

J530 - Enterprise JavaBeans. Entity Beans. com persistência implícita (CMP) argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org)

J530 - Enterprise JavaBeans. Entity Beans. com persistência implícita (CMP) argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org) J530 - Enterprise JavaBeans Entity Beans com persistência implícita (CMP) Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Características de EJB CMP Com container-managed persistence o programador

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition RMI-IIOP e Enterprise JavaBeans

Java 2 Enterprise Edition RMI-IIOP e Enterprise JavaBeans Java 2 Enterprise Edition RMI-IIOP e Enterprise JavaBeans Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetos Distribuídos A comunicação em rede pode ser realizada... Usando soquetes e portas, lidando com todas

Leia mais

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com

Java II. Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java II Sérgio Luiz Ruivace Cerqueira sergioruivace@gmail.com Java Web Arquitetura Aplicações web são basicamente constituídas de: Requisições Respostas Model View Controller (MVC) O que é MVC? Padrão

Leia mais

Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre

Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre Sistemas Distribuídos e Tolerância a Falhas Mestrado em Engenharia Informática 1ª ano / 2ª semestre Prática: 1 - A plataforma JEE (Java Enterprise Edition) UBI, DI, Paula Prata SDTF T01 1 Arquitectura

Leia mais

Session Beans. Modelam o estado não-persistente

Session Beans. Modelam o estado não-persistente EJB Session Beans Session Beans Modelam o estado não-persistente O estado será perdido entre chamadas de métodos (sessão sem estado) ou chamadas do servidor (sessão com estado) Modelam processos do negócio

Leia mais

Odyssey-MDA: Uma Ferramenta para Transformações de Modelos UML

Odyssey-MDA: Uma Ferramenta para Transformações de Modelos UML Odyssey-MDA: Uma Ferramenta para Transformações de Modelos UML Natanael E. N. Maia, Ana Paula B. Blois, Cláudia M. Werner COPPE/UFRJ Programa de Engenharia de Sistemas e Computação Caixa Postal 68.511

Leia mais

J530 - Enterprise JavaBeans. Relacionamentos em EJB com. CMP e BMP. argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org)

J530 - Enterprise JavaBeans. Relacionamentos em EJB com. CMP e BMP. argonavis.com.br. Helder da Rocha (helder@acm.org) J530 - Enterprise JavaBeans Relacionamentos em EJB com CMP e BMP Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo aborda a modelagem de aplicações orientadas a objetos e sua implementação

Leia mais

Componentes para Computação Distribuída

Componentes para Computação Distribuída Componentes para Computação Distribuída Conceitos Foi a partir do fenômeno da Internet (WWW), no início dos anos noventa, que a computação distribuída passou a ter relevância definitiva, a ponto de a Internet

Leia mais

Padrões do Catálogo J2EE. Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com)

Padrões do Catálogo J2EE. Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com) Padrões do Catálogo J2EE Lincoln Souza Rocha, M.Sc. (lincolnrocha@gmail.com) Livros Deepak Alur, John Crupi e Dan Malks. Core J2EE Patters: Best Practices and Design Strategies, Second Edition (2003).

Leia mais

Pramod J. Sadalage Martin Fowler

Pramod J. Sadalage Martin Fowler Pramod J. Sadalage Martin Fowler Novatec Authorized translation from the English language edition, entitled NOSQL DISTILLED: A BRIEF GUIDE TO THE EMERGING WORLD OF POLYGLOT PERSISTENCE, 1st Edition, 0321826620

Leia mais

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural

Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Resumo: Perguntas a fazer ao elaborar um projeto arquitetural Sobre entidades externas ao sistema Quais sistemas externos devem ser acessados? Como serão acessados? Há integração com o legado a ser feita?

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE BACHARELADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Modelagem do Catálogo e Autenticação do Direto utilizando J2EE e JAAS por FLÁVIO RODRIGUES

Leia mais

Uso de Design Patterns e J2EE: um estudo de caso

Uso de Design Patterns e J2EE: um estudo de caso Uso de Design Patterns e J2EE: um estudo de caso Rogério Sorroche (FURB) rs@furb.br Maurício Capobianco Lopes (FURB) mclopes@furb.br Resumo. Este trabalho apresenta um estudo de caso sobre o desenvolvimento

Leia mais

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br)

Fundamentos da Plataforma Java EE. Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Fundamentos da Plataforma Java EE Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Como a plataforma Java EE trata o SERVIÇO DE NOMES Serviço de Nomes Num sistema distribuído os componentes necessitam

Leia mais

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução

4 - Padrões da Camada de Integração. Introdução Padrões de Projeto J2EE J931 Padrões da Camada de Integração Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br Introdução A camada de integração encapsula a lógica relacionada com a integração do sistema

Leia mais

O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções. Marx.

O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções. Marx. Session Beans O caminho do inferno está pavimentado de boas intenções. Marx. Finalmente implementando um EJB A especificação da Sun Vamos agora utilizar a tecnologia especificada pela sun, chamada Enterprise

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos 11 Objetivos Este capítulo apresenta uma introdução aos sistemas distribuídos em geral Arquiteturas de cliente servidor Características das arquiteturas de 2 e 3 camadas Ambiente

Leia mais

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components

Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Desenvolvimento Baseado em Componentes e o Processo UML Components Cecília Mary Fischer Rubira Patrick Henrique da Silva Brito Instituto de Computação (IC) Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) INF064

Leia mais

Tecnologias Web. Java Enterprise Edition

Tecnologias Web. Java Enterprise Edition Tecnologias Web Java Enterprise Edition Cristiano Lehrer, M.Sc. Introdução Java Enterprise Edition (JEE): Plataforma de tecnologias para o desenvolvimento de aplicações corporativas distribuídas. É uma

Leia mais

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES

DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES DESENVOLVIMENTO COM JAVA EE E SUAS ESPECIFICAÇÕES Hugo Henrique Rodrigues Correa¹, Jaime Willian Dias 1 Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil hugohrcorrea@gmail.com, jaime@unipar.br Resumo.

Leia mais

Desenvolvimento WEB II. Professora: Kelly de Paula Cunha

Desenvolvimento WEB II. Professora: Kelly de Paula Cunha Desenvolvimento WEB II Professora: Kelly de Paula Cunha O Java EE (Java Enterprise Edition): série de especificações detalhadas, dando uma receita de como deve ser implementado um software que utiliza

Leia mais

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink

Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Persistência de Dados em Java com JPA e Toplink Vinicius Teixeira Dallacqua Curso de Tecnologia em Sistemas para Internet Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia - IFTO AE 310 Sul, Avenida

Leia mais

Princípios de Sistemas Distribuídos. Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5

Princípios de Sistemas Distribuídos. Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5 Princípios de Sistemas Distribuídos Tecnologias utilizadas em sistemas distribuídos Aula 5 Conceitos de comunicação entre processos Interprocess Communication (IPC) Sistemas distribuídos são construídos

Leia mais

UEM Universidade Estadual de Maringá Aplicações para WEB utilizando EJB

UEM Universidade Estadual de Maringá Aplicações para WEB utilizando EJB UEM Universidade Estadual de Maringá Aplicações para WEB utilizando EJB Eliezer Gomes Parangaba Filho Maringá 2003 UEM Universidade Estadual de Maringá Aplicações para WEB utilizando EJB Eliezer Gomes

Leia mais

Prova Específica Cargo Desenvolvimento

Prova Específica Cargo Desenvolvimento UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

Introdução ao kit J2EE SDK (Sun)

Introdução ao kit J2EE SDK (Sun) Introdução ao kit J2EE SDK (Sun) J2EE (C. Geyer) Introdução ao J2EESDK 1 Autoria Autores C. Geyer Local Instituto de 1a versão: 2002 cursos: J2EE (C. Geyer) Introdução ao J2EESDK 2 Súmula Súmula objetivos

Leia mais

NOME DA APRESENTAÇÃO

NOME DA APRESENTAÇÃO 25 DE MAIO @MICROSOFT Novidades de Java EE 7 Ernest Duarte NOME DA APRESENTAÇÃO Nome (Nick no Fórum) About me! Nickname na Comunidade Ernest Duarte Profissão Instrutor em Ciências e Tecnologias Numéricas

Leia mais

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS

SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS SISTEMA DE AGENDAMENTO E GERENCIAMENTO DE CONSULTAS CLÍNICAS Pablo dos Santos Alves Alexander Roberto Valdameri - Orientador Roteiro da apresentação Introdução Objetivos Motivação Revisão bibliográfica

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Relatório Apresentação Java Server Pages Adolfo Peixinho nº4067 Nuno Reis nº 3955 Índice O que é uma aplicação Web?... 3 Tecnologia Java EE... 4 Ciclo de Vida de uma Aplicação

Leia mais

MÓDULO. Linguagem de Programação para Web 2

MÓDULO. Linguagem de Programação para Web 2 MÓDULO Linguagem de Programação para Web 2 Distribuição das Disciplinas de Programação para Web LPW 1: MVC Servlets JSP LPW2: Visão geral do JEE, JSF MVC, Facelets, PrimeFaces,... Padrões de projeto relacionadas

Leia mais

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec

Josh Pauli Revisão técnica Scott White. Novatec Josh Pauli Revisão técnica Scott White Novatec Copyright 2013 Elsevier Inc. All rights reserved. No part of this publication may be reproduced or transmitted in any form or by any means, electronic or

Leia mais

SCE-557. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br

SCE-557. Técnicas de Programação para WEB. Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br SCE-557 Técnicas de Programação para WEB Rodrigo Fernandes de Mello http://www.icmc.usp.br/~mello mello@icmc.usp.br 1 Cronograma Fundamentos sobre servidores e clientes Linguagens Server e Client side

Leia mais

Daniel Berti Fonseca RA 0310096-8º semestre INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS CORPORATIVOS COMPLEXOS COM JAVA EE

Daniel Berti Fonseca RA 0310096-8º semestre INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS CORPORATIVOS COMPLEXOS COM JAVA EE Daniel Berti Fonseca RA 0310096-8º semestre INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS CORPORATIVOS COMPLEXOS COM JAVA EE Jaguariúna 2006 Daniel Berti Fonseca RA 0310096-8º Semestre INTEGRAÇÃO DE SISTEMAS CORPORATIVOS COMPLEXOS

Leia mais

Programação Web Aula 12 - Java Web Software

Programação Web Aula 12 - Java Web Software Programação Web Aula 12 - Java Web Software Bruno Müller Junior Departamento de Informática UFPR 25 de Maio de 2015 1 Java 2 Java Web Software 3 Servlets Modelo de Trabalho Funcionamento API Java Código

Leia mais

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS

UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ENTERPRISE JAVABEANS NO DESENVOLVIMENTO DE APLICAÇÕES DISTRÍBUIDAS ¹Lucas Martins de Andrade, ¹Jaime William Dias ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil lucasm748@gmail.com

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition. Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática. Helder da Rocha www.argonavis.com.br

Java 2 Enterprise Edition. Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática. Helder da Rocha www.argonavis.com.br Java 2 Enterprise Edition Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo tem três objetivos Configurar o ambiente de trabalho Oferecer uma

Leia mais

OMA (Object Management Arquitecture): Application Interfaces. Domain Interfaces. Domain. Interfaces. Object Request Broker (ORB) Object Services

OMA (Object Management Arquitecture): Application Interfaces. Domain Interfaces. Domain. Interfaces. Object Request Broker (ORB) Object Services 1 Copyright 1998, 1999 Francisco Reverbel OMA (Object Management Arquitecture): Application Interfaces Domain Domain Interfaces Interfaces Object Request Broker (ORB) Object Services 2 Copyright 1998,

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática

Java 2 Enterprise Edition Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática Java 2 Enterprise Edition Plataforma J2EE: fundamentos e introdução prática Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo tem três objetivos Configurar o ambiente de trabalho Oferecer uma

Leia mais

http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado

http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado http://www.hibernate.org Fernando Kasten Peinado O que é? Pra que serve? Por que foi criado? Como funciona? Abstrações Importantes? Como começar? (Exemplos) Quais são seus recursos interessantes e como

Leia mais

Message Driven Beans. Apresentação. Introdução Implementação de MDBs Deployment no JBoss Java Messaging Service Exemplo

Message Driven Beans. Apresentação. Introdução Implementação de MDBs Deployment no JBoss Java Messaging Service Exemplo Message Driven Beans Apresentação Introdução Implementação de MDBs Deployment no JBoss Java Messaging Service Exemplo 1 Introdução Message Driven Beans são EJBs que consomem mensagens enviadas para filas

Leia mais

J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web

J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web J550 Padrões de Projeto J2EE para Aplicações Web Helder da Rocha (helder@acm.org) www.argonavis.com.br 1 Introdução Este módulo aborda os principais padrões de projeto J2EE, dentre o catálogo organizado

Leia mais

Introdução a J2EE e servidores de aplicação EJB

Introdução a J2EE e servidores de aplicação EJB J530 - Enterprise JavaBeans Introdução a J2EE e servidores de aplicação EJB Helder da Rocha (helder@acm.org) argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo tem três objetivos Configurar o ambiente de trabalho

Leia mais

Framework. Marcos Paulo de Souza Brito João Paulo Raittes

Framework. Marcos Paulo de Souza Brito João Paulo Raittes Framework Marcos Paulo de Souza Brito João Paulo Raittes Sobre o seu surgimento A primeira versão do spring foi escrita por Rod Johnson em 2002, quando ele estava Lancando o seu livro Expert One-on-One

Leia mais

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Projeto de Sistemas Distribuídos Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Exemplos de SD Quais podem ser? Ex. de SD: Internet Internet é um conjunto de redes de computadores, de muitos tipos diferentes,

Leia mais

Java 2 Enterprise Edition Serviços de Localização

Java 2 Enterprise Edition Serviços de Localização Java 2 Enterprise Edition Serviços de Localização Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Objetivos Este módulo descreve os serviços básicos para localização de recursos em J2EE Localização de componentes

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas

Linguagem de Programação JAVA. Professora Michelle Nery Nomeclaturas Linguagem de Programação JAVA Professora Michelle Nery Nomeclaturas Conteúdo Programático Nomeclaturas JDK JRE JEE JSE JME JVM Toolkits Swing AWT/SWT JDBC EJB JNI JSP Conteúdo Programático Nomenclatures

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

RMI/JNDI - Fundamentos

RMI/JNDI - Fundamentos c o l u n a Professor J RMI/JNDI - Fundamentos Um exemplo prático do que são e de como funcionam RMI e JNDI Roberto Vezzoni (roberto.vezzoni@gmail.com): SCJP, faz Ciência da Computação na Faesa e atua

Leia mais

EJB ainda tem vez no Java EE 6? Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br

EJB ainda tem vez no Java EE 6? Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br EJB ainda tem vez no Java EE 6? Fernando Lozano Consultor 4Linux lozano@4linux.com.br Você Gosta do EJB? O EJB esteve por muito tempo na berlinda do mundo Java É pesado... É complicado... Código muito

Leia mais

Java EE 6. A revolução do. Um overview sobre as novidades da JSR 316. a r t i g o

Java EE 6. A revolução do. Um overview sobre as novidades da JSR 316. a r t i g o a r t i g o Pedro Henrique S. Mariano (pedro.mariano@caelum.com.br) técnologo em Análise e Desenvolvimento de Sofware pela FIAP, possui as certificações SCJP 6 e SCRUM master.trabalha como consultor e

Leia mais

Oracle WebLogic Server 11g: Conceitos Básicos de Administração

Oracle WebLogic Server 11g: Conceitos Básicos de Administração Oracle University Entre em contato: 0800 891 6502 Oracle WebLogic Server 11g: Conceitos Básicos de Administração Duração: 5 Dias Objetivos do Curso Este curso treina administradores Web nas técnicas para

Leia mais

Mini-curso Gratuíto. http://vofficejava.googlecode.com/

Mini-curso Gratuíto. http://vofficejava.googlecode.com/ Mini-curso Gratuíto http://vofficejava.googlecode.com/ Slide 1 Mini-curso Gratuíto Certificação em Java: Vale a Pena? Slide 2 Palestrante Rodrigo Cândido da Silva rcandidosilva@gmail.com Trabalha: Arquiteto

Leia mais

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008.

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. Common Object Request Broker Architecture [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. From: Fintan Bolton Pure CORBA SAMS, 2001 From: Coulouris, Dollimore and

Leia mais

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos

Web Services. Integração de aplicações na Web. Sistemas Distribuídos Web Services Integração de aplicações na Web Integração de Aplicações na Web Interoperação entre ambientes heterogêneos desafios diversidade de componentes: EJB, CORBA, DCOM... diversidade de linguagens:

Leia mais

Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério.

Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério. EDSON GONÇALVES Este livro é dedicado a minha esposa Edna e a todos os desenvolvedores que fizeram do software livre um meio profissional levado a sério. AGRADECIMENTOS Primeiramente gostaria de agradecer

Leia mais

Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda

Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda Como sobreviver com Java 2? Saulo Arruda Agenda Apresentação Contexto do mercado Soluções para Java 5+ Soluções para Java 2 Conclusões Apresentação Saulo Arruda (http://sauloarruda.eti.br) Trabalha com

Leia mais

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF)

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) Sessão Prática II JPA entities e unidades de persistência 1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) a) Criar um Web Application (JPAsecond) como anteriormente:

Leia mais

A utilização do JSWDP para construção de Web Services

A utilização do JSWDP para construção de Web Services A utilização do JSWDP para construção de Web Services Fabiana Ferreira Cardoso 1, Francisco A. S. Júnior 1, Madianita Bogo 1 1 Centro de Tecnologia da Informação Centro Universitário Luterano de Palmas

Leia mais