Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Java RMI

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Java RMI"

Transcrição

1 Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Java RMI Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática / UFMA 19 de agosto de 2010 Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

2 Introdução a Java RMI Sistemas distribuídos requerem que aplicações executando em diferentes espaços de endereçamento, potencialmente em máquinas diferentes, sejam capazes de trocar dados; Java RMI é o mecanismo que permite um objeto invocar um método de outro objeto que existe em outro espaço de endereçamento; A invocação de método remoto permite que um objeto executando sobre uma determinada JVM invoque métodos sobre um objeto executando sobre outra JVM. Fontes: ou Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

3 Introdução a Java RMI A definição do comportamento e a implementação do comportamento são conceitos separados: a definição do serviço remoto é codificado usando uma interface (interface) Java, e a implementação do serviço remoto é codificado usando uma classe (class); A arquitetura RMI torna o uso de objetos Java distribuídos similar ao uso de objetos Java locais = transparência de acesso. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

4 Implementação Java RMI Camada Stub e Skeleton: intercepta as chamadas de métodos feitas pelo cliente para que a variável de referência da interface redirecione essas chamadas para o serviço RMI remoto; Camada Remote Reference Layer: interpreta e gerencias referências feitas dos clientes para os objetos do serviço remoto. A conexão do cliente ao servidor é Unicast (um-para-um); Camada de transporte: é baseada nas conexões TCP/IP entre as maquinas em uma rede. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

5 Argumentos e Valores de Retorno Podem ser passados de ou para um método remoto qualquer entidade que seja uma instância de um tipo primitivo, objeto remoto ou objeto serializável (que implementa a interface java.io.serializable; Alguns objetos não atendem a estes critérios, normalmente por encapsular informação que faz sentido somente em um único espaço de endereçamento, como threads e descritores de arquivos; Muitas classes core Java, incluindo as constantes dos pacotes java.lang e java.util implementam a interface Serializable. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

6 Objetos Remotos e Locais Objetos remotos são passados por referência; Objetos locais são passados por cópia, utilizando-se o mecanismo de serialização; Por padrão, todos os campos são copiados excetos aqueles marcados como estáticos ou transientes. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

7 Localizando o Serviço Remoto RMI Pode-se utilizar diferentes tipos de serviços de diretório, incluindo o JNDI (Java Naming and Directory Interface); O próprio RMI inclue um simples serviço, chamado de RMI Registry; Ele executa em cada maquina que hospeda o serviço remoto, por definição na porta 1099; Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

8 Localizando o Serviço Remoto RMI O servidor: Cria um serviço remoto, instanciando o objeto que implemente aquele serviço; Exporta aquele objeto para o RMI. Quando o objeto é exportado o RMI cria um serviço que aguarda as conexões do cliente; Registra o objeto no RMI Registry, com um nome público. O Cliente: O RMI Registry é acessado através da classe estática Naming; Ela provém o método lookup(), que aceita a URL que especifica o nome do servidor e o nome do serviço desejado e retorna uma referência remota para o objeto do serviço; A URL é formada como seguinte: rmi://<host_name>[:port_number]/<service_name> Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

9 Passos para o Desenvolvimento do Servidor 1 Criar a interface do servidor, que deve estender a classe Remote. Todo método deve lançar a exceção RemoteException; 2 Implementar a interface criada; 3 Escrever o código que instancia a implementação do servidor, exporta o objeto para o RMI e o registra junto ao serviço de nomes da tecnologia Java (RMI registry). Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

10 Serviço de Nomes RMI Registry LocateRegistry: classe responsável por criar o stub para acesso ao serviço de registro (Registry); Alguns Métodos: createregistry(int port): cria e exporta uma instância de Registry em uma máquina local que aceita pedidos em uma porta específica; getregistry(): retorna uma referência para o objeto remoto Registry para a máquina local no porta 1099, que é a porta padrão do serviço de registro; getregistry(string host): retorna um referência para o objeto remoto Registry na máquina específica na porta Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

11 Serviço de Nomes RMI Registry Métodos da interface Registry: void bind(string name, Remote obj): associa a referência remota ao nome especificado; String[] list(): retorna um array dos nomes registrados; Remote lookup(string name): retorna a referência remota correspondente ao nome especificado; void rebind(string name, Remote obj): substitui a amarração para o nome espeficado, associando-o à referência remota especificada; void unbind(string name): remove a amarração para o nome especificado. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

12 Exemplo de Código Exemplo de código: calculadora Calculator.java CalculatorImpl.java CalculatorServer.java Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

13 Implementando o Cliente Obter uma referência ao objeto remoto através de uma chamada ao método lookup( servidor ) da interface Registry; Basta agora utilizar o objeto remoto como se fosse local. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

14 Exemplo de Código Exemplo de código: cliente da calculadora. CalculatorClient.java Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

15 Segundo Exemplo: Novas Funcionalidades do Servidor de Cotações Consultar a cotação de uma moeda; Cadastrar uma nova cotação para uma moeda; Alterar a cotação de uma moeda; Excluir a cotação de uma moeda. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

16 Segundo Exemplo de Código Servidor RMI do Sistema de Cotações: BDCotacoes.java BDCotacoesImpl.java ServidorBDCotacoes.java Cliente RMI do Sistema de Cotações: ClienteBDCotacoes.java Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

17 Terceiro Exemplo de Código Compute Engine. Francisco Silva (UFMA/LSD) SD: Conceitos e Projeto 19 de agosto de / 17

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Comunicação Remota Gustavo Reis gustavo.reis@ifsudestemg.edu.br 1 Comunicação entre processos está no coração de todo sistema distribuído. Não tem sentido estudar sistemas distribuídos

Leia mais

Adriano Reine Bueno Rafael Barros Silva

Adriano Reine Bueno Rafael Barros Silva Adriano Reine Bueno Rafael Barros Silva Introdução RMI Tecnologias Semelhantes Arquitetura RMI Funcionamento Serialização dos dados Criando Aplicações Distribuídas com RMI Segurança Exemplo prático Referências

Leia mais

Invocação de Métodos Remotos

Invocação de Métodos Remotos Invocação de Métodos Remotos Java RMI (Remote Method Invocation) Tópicos Tecnologia RMI Introdução Modelo de camadas do RMI Arquitetura Fluxo de operação do RMI Passos para implementação Estudo de caso

Leia mais

Java RMI - Remote Method Invocation. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1

Java RMI - Remote Method Invocation. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1 Java RMI - Remote Method Invocation Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1 Autores Autoria Cláudio Geyer Marcelo Castiglia Pereira Local Instituto de Informática UFRGS disciplinas:

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Soquetes Um soquete é formado por um endereço IP concatenado com um número de porta. Em geral, os soquetes utilizam uma arquitetura cliente-servidor. O servidor espera por pedidos

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Marcelo Lobosco DCC/UFJF Comunicação em Sistemas Distribuídos Aula 06 Agenda Modelo Cliente-Servidor (cont.) Invocação Remota de Método (Remote Method Invocation RMI) Visão Geral

Leia mais

Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) O Conceito de Procedimentos. RPC: Programa Distribuído. RPC: Modelo de Execução

Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) O Conceito de Procedimentos. RPC: Programa Distribuído. RPC: Modelo de Execução Chamadas Remotas de Chamada Remota de Procedimento (RPC) ou Chamada de Função ou Chamada de Subrotina Método de transferência de controle de parte de um processo para outra parte Procedimentos => permite

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS CUP Disk Memoey CUP Memoey Disk Network CUP Memoey Disk Remote Method Invocation (RMI) Introdução Solução JAVA para Objetos Distribuídos Um objeto existe em uma máquina É possível

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos LICENCIATURA EM COMPUTAÇÃO Prof. Adriano Avelar Site: www.adrianoavelar.com Email: eam.avelar@gmail.com Relembrando... Mecanismos de Comunicação Middleware Cenário em uma rede Local

Leia mais

Java 2 Standard Edition. Fundamentos de. Objetos Remotos. Helder da Rocha www.argonavis.com.br

Java 2 Standard Edition. Fundamentos de. Objetos Remotos. Helder da Rocha www.argonavis.com.br Java 2 Standard Edition Fundamentos de Objetos Remotos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Sobre este módulo Este módulo tem como objetivo dar uma visão geral, porém prática, da criação e uso de objetos

Leia mais

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation)

Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Invocação de Métodos Remotos RMI (Remote Method Invocation) Programação com Objetos Distribuídos Um sistema de objetos distribuídos permite a operação com objetos remotos A partir de uma aplicação cliente

Leia mais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais

MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Camadas Protocolo Requesição-Respostal Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI JAVA MIDDLEWARE Aplicativos RMI, RPC e eventos Protocolo Requesição-Respostal Camadas Middleware Representação Externa dos Dados Sistemas Operacionais RMI REMOTE METHOD INVOCATION Invocação remota

Leia mais

Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas

Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas Computação Paralela Middleware de Aplicações Paralelas/Distribuídas João Luís Ferreira Sobral Departamento do Informática Universidade do Minho Outubro 2005 Principais aspectos a gerir pelo Middleware

Leia mais

Invocação de Métodos em Objectos Remotos

Invocação de Métodos em Objectos Remotos Invocação de Métodos em Objectos Remotos Invocações de métodos remotas e locais A remote invocation B local C invocation local E invocation local invocation D remote invocation F Page 1 1 Invocação de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS INSTITUTO DE INFORMÁTICA Sistemas Distribuídos Mestrado em Ciência da Computação 1o. Semestre / 2006 Prof. Fábio M. Costa fmc@inf.ufg.br www.inf.ufg.br/~fmc/ds-msc2006 Aula

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Faculdades SENAC Análise e Desenvolvimento de Sistemas 28 de abril de 2010 Principais suportes de Java RMI (Remote Method Invocation), da Sun Microsystems DCOM (Distributed Component Object Model), da

Leia mais

Enterprise Java Beans

Enterprise Java Beans Enterprise Java Beans Prof. Pasteur Ottoni de Miranda Junior DCC PUC Minas Disponível em www.pasteurjr.blogspot.com 1-O que é um Enterprise Java Bean? O Entertprise Java Bean (EJB) é um componente server-side

Leia mais

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II. Prof. MSc. Hugo Souza

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II. Prof. MSc. Hugo Souza Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota II Prof. MSc. Hugo Souza Nesta aula, complementando os conceitos que vimos nas aulas anteriores [aula 15], vamos praticar a programação de laboratório

Leia mais

Java RMI. RMI Remote Method Invocation. Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) RPC - Implementação

Java RMI. RMI Remote Method Invocation. Chamadas Remotas de Procedimentos (RPC) RPC - Implementação Java Remote Method Invocation Java Remote Method Invocation () é um protocolo Java para comunicação entre processos Permite objetos Java invocar transparentemente métodos de outros objetos (que podem estar

Leia mais

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008.

Capítulo VI CORBA. Common Object Request Broker Architecture. [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. Common Object Request Broker Architecture [Cardoso2008] Programação de Sistemas Distribuídos em Java, Jorge Cardoso, FCA, 2008. From: Fintan Bolton Pure CORBA SAMS, 2001 From: Coulouris, Dollimore and

Leia mais

Java RMI. Alcides Calsavara

Java RMI. Alcides Calsavara Java RMI Alcides Calsavara Objetivos Permitir que um método de uma classe Java em execução em uma máquina virtual JVM chame um método de um objeto (instância de uma classe Java) situado em outra máquina

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira neto Aula 17-18: Middleware: Implementação de RMI (cont.), RPC, Modelo de Eventos, Exemplo com Java RMI Chamadas dinâmicas

Leia mais

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática

Sistemas Paralelos e Distribuídos - 2003/2004 Curso: Matemática /Informática Sistemas Distribuídos - 2003/2004 Curso: Ensino da Informática Java RMI - Remote Method Invocation Folha 5-1 No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

Java RMI - Remote Method Invocation. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1

Java RMI - Remote Method Invocation. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1 Java RMI - Remote Method Invocation Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) Java-RMI 1 ! Autores Autoria " Cláudio Geyer " Marcelo Castiglia Pereira! Local " Instituto de Informática " UFRGS "

Leia mais

Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006

Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006 Departamento de Informática Faculdade de Ciências e Tecnologia UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA Licenciatura em Engenharia Informática PROVA DE TESTE PRÁTICO Sistemas Distribuídos I 2º Semestre, 2005/2006 NOTAS:

Leia mais

Sistemas Distribuídos RPC x RMI. Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br

Sistemas Distribuídos RPC x RMI. Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br Sistemas Distribuídos RPC x RMI Edeyson Andrade Gomes www.edeyson.com.br Roteiro da Aula Chamada Remota a Procedimento Definição Passagem de Parâmetros STUBS Semântica de Falhas 2 RPC Chamada Remota a

Leia mais

RMI: Uma Visão Conceitual

RMI: Uma Visão Conceitual RMI: Uma Visão Conceitual Márcio Castro, Mateus Raeder e Thiago Nunes 11 de abril de 2007 Resumo Invocação de Método Remoto (Remote Method Invocation - RMI) trata-se de uma abordagem Java para disponibilizar

Leia mais

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais.

Num sistema de objectos distribuídos, dois conceitos são fundamentais. Folha 10-1 Java RMI - Remote Method Invocation No modelo de programação orientada a objectos, vimos que um programa consiste numa colecção de objectos que comunicam entre si através da invocação dos seus

Leia mais

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota IV. Prof. MSc. Hugo Souza

Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota IV. Prof. MSc. Hugo Souza Sistemas Distribuídos Métodos de Invocação Remota IV Prof. MSc. Hugo Souza Nesta aula, complementando os conceitos que vimos nas aulas anteriores [aula 15, aula 16 e aula 17], vamos praticar a segunda

Leia mais

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres

Linguagem de Programação Orientada a Objeto. Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Linguagem de Programação Orientada a Objeto Introdução a Orientação a Objetos Professora Sheila Cáceres Introdução a Orientação a Objetos No mundo real, tudo é objeto!; Os objetos se relacionam entre si

Leia mais

OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA

OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA OBJETOS DISTRIBUÍDOS E INVOCAÇÃO REMOTA SUMÁRIO Introdução Comunicação entre objetos distribuídos Eventos e Notificações 1.INTRODUÇÃO Middleware oferece: Transparência de localização Independência de protocolos

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Aula 19-20: Arquitetura CORBA (continuação) Exemplo de cliente e servidor em CORBA Interfaces IDL Shape e ShapeList Exemplo de cliente e servidor

Leia mais

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java

FBV - Linguagem de Programação II. Um pouco sobre Java FBV - Linguagem de Programação II Um pouco sobre Java História 1992: um grupo de engenheiros da Sun Microsystems desenvolve uma linguagem para pequenos dispositivos, batizada de Oak Desenvolvida com base

Leia mais

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos

Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Exemplos práticos do uso de RMI em sistemas distribuídos Elder de Macedo Rodrigues, Guilherme Montez Guindani, Leonardo Albernaz Amaral 1 Fábio Delamare 2 Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande

Leia mais

UFG - Instituto de Informática

UFG - Instituto de Informática UFG - Instituto de Informática Especialização em Desenvolvimento de Aplicações Web com Interfaces Ricas EJB 3.0 Prof.: Fabrízzio A A M N Soares professor.fabrizzio@gmail.com Aula 3 Invocação de Objetos

Leia mais

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Este tutorial explica basicamente como se implementa a API chamada RMI (Remote Method Invocation). O RMI nada mais é que a Invocação de Métodos

Leia mais

Programação Orientada a Objetos. Pacotes e CLASSPATH: Definifdo e Usando Pacotes

Programação Orientada a Objetos. Pacotes e CLASSPATH: Definifdo e Usando Pacotes + Programação Orientada a Objetos Pacotes e CLASSPATH: Definifdo e Usando Pacotes + Pacotes 2 Um pacote é uma coleção de classes e interfaces que provem proteção de acesso e gerenciamento de espaços de

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos 11 Objetivos Este capítulo apresenta uma introdução aos sistemas distribuídos em geral Arquiteturas de cliente servidor Características das arquiteturas de 2 e 3 camadas Ambiente

Leia mais

Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos

Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Computação Aula 03-04: Modelos de Sistemas Distribuídos 2o. Semestre / 2014 Prof. Jesus Principais questões no projeto de um sistema distribuído (SD) Questão de acesso (como sist. será acessado)

Leia mais

CAPÍTULO 7 JAVA 7.1 CARACTERÍSTICAS DA LINGUAGEM

CAPÍTULO 7 JAVA 7.1 CARACTERÍSTICAS DA LINGUAGEM CAPÍTULO 7 JAVA Java é uma linguagem orientada a objeto cujo projeto foi desenvolvido pela Sun Microsystems no início de 1991. Ela foi originalmente concebida para ser utilizada na programação de dispositivos

Leia mais

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira

ENTERPRISE JAVABEANS 3. Msc. Daniele Carvalho Oliveira ENTERPRISE JAVABEANS 3 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Apostila Servlets e JSP www.argonavis.com.br/cursos/java/j550/index.html INTRODUÇÃO Introdução Enterprise JavaBeans é um padrão de modelo de componentes

Leia mais

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education

Slide 1 Deitel/Deitel, 8e. Java Como programar Copyright 2010 Pearson Education Java Como Programar, 8/E Slide 1 Slide 2 Slide 3 Métodos genéricos e classes genéricas (e interfaces) permitem especificar, com uma única declaração de método, um conjunto de métodos relacionados ou, com

Leia mais

Grupo I [6v] Considere o seguinte extracto de um programa de definição de uma calculadora apenas com a função soma de dois valores reais

Grupo I [6v] Considere o seguinte extracto de um programa de definição de uma calculadora apenas com a função soma de dois valores reais Número: Nome: Página 1 de 5 LEIC/LERC 2012/13, Repescagem do 1º Teste de Sistemas Distribuídos, 25 de Junho de 2013 Responda no enunciado, apenas no espaço fornecido. Identifique todas as folhas. Duração:

Leia mais

Conexão com Banco de Dados

Conexão com Banco de Dados Conexão com Banco de Dados Projeto 1 A pasta Programas distribuída no início do semestre letivo acompanha a versão do MySQL Coneector/J um driver JDBC que permite aos programadores acessar bancos de dados

Leia mais

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes

Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos. Luiz Affonso Guedes Objetos Distribuídos - Programação Distribuída Orientado a Objetos Luiz Affonso Guedes Introdução Conceitos básicos programação distribuída + programação orientada a objetos = Objetos distribuídos Motivação

Leia mais

Prova Específica Cargo Desenvolvimento

Prova Específica Cargo Desenvolvimento UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Educação Aberta e a Distância CEAD/UFPI Rua Olavo Bilac 1148 - Centro CEP 64.280-001 Teresina PI Brasil Fones (86) 3215-4101/ 3221-6227 ; Internet: www.uapi.edu.br

Leia mais

Android e Bancos de Dados

Android e Bancos de Dados (Usando o SQLite) Programação de Dispositivos Móveis Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do

Leia mais

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans

Enterprise Java Bean. Enterprise JavaBeans Enterprise Java Bean Introdução Elementos do Modelo Enterprise JavaBeans A especificação do Enterprise JavaBeansTM (EJB) define uma arquitetura para o desenvolvimento de componentes de software distribuídos

Leia mais

INE5380 - Sistemas Distribuídos

INE5380 - Sistemas Distribuídos INE5380 - Sistemas Distribuídos Object Request Broker e CORBA Por: Léo Willian Kölln - 0513227-4 Novembro de 2006 ORB Object Request Broker ORB aqui será tratado como um Middleware que permite a construção

Leia mais

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com

Projeto de Sistemas Distribuídos. Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Projeto de Sistemas Distribuídos Prof. Andrêza Leite andreza.lba@gmail.com Exemplos de SD Quais podem ser? Ex. de SD: Internet Internet é um conjunto de redes de computadores, de muitos tipos diferentes,

Leia mais

Rede de Computadores (REC)

Rede de Computadores (REC) Rede de Computadores (REC) Aula 04 Camada de Aplicação Prof. Jackson Mallmann dcc2jm@joinville.udesc.br Exemplos de requisição via telnet. iniciar / executar / cmd (Windows) telnet endereço telnet 192.168.1.3

Leia mais

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente Java RMI - Remote Method Invocation Callbacks Folha 9-1 Vimos, na folha prática anterior, um exemplo muito simples de uma aplicação cliente/ servidor em que o cliente acede à referência remota de um objecto

Leia mais

Fundamentos de JNDI. Paulo Pires - 2003

Fundamentos de JNDI. Paulo Pires - 2003 Fundamentos de JNDI Paulo Pires - 2003 Serviço de nomes A principal função de um serviço de nomes é permitir a associação de um nome (ou uma outra representação alternativa mais simples) a recursos computacionais

Leia mais

Comunicação em Sistemas Distribuídos. Bruno M. Carvalho Sala: 3B2 Horário: 35T34

Comunicação em Sistemas Distribuídos. Bruno M. Carvalho Sala: 3B2 Horário: 35T34 Comunicação em Sistemas Distribuídos Bruno M. Carvalho Sala: 3B2 Horário: 35T34 Comunicação em Sistemas Distribuídos Protocolos regras que os processos que estão se comunicando tem de seguir Protocolos

Leia mais

RMI/JNDI - Fundamentos

RMI/JNDI - Fundamentos c o l u n a Professor J RMI/JNDI - Fundamentos Um exemplo prático do que são e de como funcionam RMI e JNDI Roberto Vezzoni (roberto.vezzoni@gmail.com): SCJP, faz Ciência da Computação na Faesa e atua

Leia mais

Sistemas distribuídos:comunicação

Sistemas distribuídos:comunicação M. G. Santos marcela@estacio.edu.br Faculdade Câmara Cascudo - Estácio de Sá 16 de abril de 2010 Formas de comunicação Produtor-consumidor: comunicação uni-direccional, com o produtor entregando ao consumidor.

Leia mais

5.1 Exemplos de uso Mediante a instanciação de componentes específicos, o OiL pode ser configurado

5.1 Exemplos de uso Mediante a instanciação de componentes específicos, o OiL pode ser configurado 5 Avaliação Decidimos avaliar a arquitetura de componentes para o OiL proposta neste trabalho em duas dimensões diferentes. Na primeira, demonstramos a capacidade de configuração do middleware com alguns

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

Sistemas Distribuídos

Sistemas Distribuídos Sistemas Distribuídos Aula 4 Msc. Daniele Carvalho Oliveira Doutoranda em Ciência da Computação - UFU Mestre em Ciência da Computação UFU Bacharel em Ciência da Computação - UFJF Migração de Código Em

Leia mais

Projetar Arquitetura

Projetar Arquitetura Projetar Arquitetura Objetivos desta atividade Definir mecanismos de projeto e de implementação Definir elementos (classes e subsistemas) de projeto e organizá-los em pacotes Identificar oportunidades

Leia mais

1 a. Sumário. 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI) b. Semântica de invocação remota c. Invocação remota de métodos (RMI)

1 a. Sumário. 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI) b. Semântica de invocação remota c. Invocação remota de métodos (RMI) PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI)

Leia mais

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063)

Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Programação Orientada a Objetos (DPADF 0063) Aula 11 Applets Universidade Federal de Santa Maria Colégio Agrícola de Frederico Westphalen Curso Superior de Tecnologia em Sistemas para Internet Prof. Bruno

Leia mais

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único Pacotes e Encapsulamento Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Introdução Permite o agrupamento de classes em uma coleção chamada pacote Um pacote é uma coleção de classes

Leia mais

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS

UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS UNIDADE IV ENTERPRISE JAVABEANS MODELO J2EE COMPONENTES DE Camada de Negócios NEGÓCIOS JAVA SERVLET, JSP E EJB Nos capítulos anteriores, foi mostrado como desenvolver e distribuir aplicações servlet e

Leia mais

Paradigma Cliente/Servidor

Paradigma Cliente/Servidor Paradigma Cliente/Servidor Mário Meireles Teixeira UFMA Departamento de Informática Dezembro, 2012 Comunicação em Sistemas Distribuídos! Os processos em um SD estão lógica e fisicamente separados. Precisam

Leia mais

COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC. Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla

COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC. Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ COMUNICAÇÃO INTER-PROCESSOS JAVA RMI e RPC Prof. Cesar Augusto Tacla http://www.dainf.ct.utfpr.edu.br/~tacla 1 1. Conceitos Básicos a. Invocação remota (RPC/RMI)

Leia mais

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1

Desenvolvimento Cliente-Servidor 1 Desenvolvimento Cliente- 1 Ambiienttes de Desenvollviimentto Avançados Engenharia Informática Instituto Superior de Engenharia do Porto Alexandre Bragança 1998/99 Ambientes de Desenvolvimento Avançados

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

CORBA. Common Object Request Broker Architecture. Unicamp. Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br

CORBA. Common Object Request Broker Architecture. Unicamp. Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br CORBA Common Object Request Broker Architecture Unicamp Centro de Computação Rubens Queiroz de Almeida queiroz@unicamp.br Objetivos Apresentação Tecnologia CORBA Conceitos Básicos e Terminologia Considerações

Leia mais

2 Ferramentas Utilizadas

2 Ferramentas Utilizadas 2 Ferramentas Utilizadas Esta dissertação utiliza vários outros trabalhos para implementar os mecanismos de adaptação abordados. Essas ferramentas são descritas nas seções seguintes. 2.1 Lua Lua [7, 8]

Leia mais

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia

BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EaD UAB/UFSCar Sistemas de Informação - prof. Dr. Hélio Crestana Guardia O Sistema Operacional que você usa é multitasking? Por multitasking, entende-se a capacidade do SO de ter mais de um processos em execução ao mesmo tempo. É claro que, num dado instante, o número de processos

Leia mais

Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados

Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC GOIÁS SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO Projeto Integrador Segurança de Redes e Transmissão de Dados AYLSON SANTOS EDFRANCIS MARQUES HEVERTHON LUIZ THIAGO SHITINOE AYLSON SANTOS EDFRANCIS

Leia mais

J2EE. J2EE - Surgimento

J2EE. J2EE - Surgimento J2EE Java 2 Enterprise Edition Objetivo: Definir uma plataforma padrão para aplicações distribuídas Simplificar o desenvolvimento de um modelo de aplicações baseadas em componentes J2EE - Surgimento Início:

Leia mais

Invocação Remota MC704

Invocação Remota MC704 Invocação Remota MC704 Aplicações distribuídas Aplicação distribuída: conjunto de processos que cooperam entre si para prover um serviço ou realizar uma computação normalmente processos precisam invocar

Leia mais

Alocação Dinâmica e Transparente de Computadores Ociosos em Java

Alocação Dinâmica e Transparente de Computadores Ociosos em Java Alocação Dinâmica e Transparente de Computadores Ociosos em Java Márcia Cristina Cera, Rodrigo Righi e Marcelo Pasin {cera, rodrigor, pasin}@inf.ufsm.br Universidade Federal de Santa Maria - UFSM Laboratório

Leia mais

Processos (Threads,Virtualização e Migração de Código)

Processos (Threads,Virtualização e Migração de Código) Processos (Threads,Virtualização e Migração de Código) Roteiro Processos Threads Virtualização Migração de Código O que é um processo?! Processos são programas em execução. Processo Processo Processo tem

Leia mais

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010 Módulo 02 Programação Orientada a Objetos Última atualização: 07/06/2010 1 Objetivos Definir conceitos de orientação a objetos: o abstração, encapsulamento, pacotes. Discutir reutilização de código em

Leia mais

Capítulo 11: Implementação de Sistemas de Arquivos. Operating System Concepts 8 th Edition

Capítulo 11: Implementação de Sistemas de Arquivos. Operating System Concepts 8 th Edition Capítulo 11: Implementação de Sistemas de Arquivos Silberschatz, Galvin and Gagne 2009 Sobre a apresentação (About the slides) Os slides e figuras dessa apresentação foram criados por Silberschatz, Galvin

Leia mais

Introdução ao Modelos de Duas Camadas Cliente Servidor

Introdução ao Modelos de Duas Camadas Cliente Servidor Introdução ao Modelos de Duas Camadas Cliente Servidor Desenvolvimento de Sistemas Cliente Servidor Prof. Esp. MBA Heuber G. F. Lima Aula 1 Ciclo de Vida Clássico Aonde estamos? Page 2 Análise O que fizemos

Leia mais

Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4

Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4 Sistemas Distribuídos Capítulos 3 e 4 - Aula 4 Aula passada Threads Threads em SDs Processos Clientes Processos Servidores Aula de hoje Clusters de Servidores Migração de Código Comunicação (Cap. 4) Fundamentos

Leia mais

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos

UNIVERSIDADE. Sistemas Distribuídos UNIVERSIDADE Sistemas Distribuídos Ciência da Computação Prof. Jesus José de Oliveira Neto Web Services (continuação) WSDL - Web Service Definition Language WSDL permite descrever o serviço que será oferecido

Leia mais

Informática UFRGS. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) C# Remote V0 1

Informática UFRGS. Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) C# Remote V0 1 .NET Remoting Programação com Objetos Distribuídos (C. Geyer) C# Remote V0 1 Autoria Autores 1a versão Fabio Augusto Dal Castel colaboração revisão Eduardo F. Seganfredo Rodrigo Gatto C. Geyer Programação

Leia mais

No projeto das primeiras redes de computadores, o hardware foi a principal preocupação e o software ficou em segundo plano.

No projeto das primeiras redes de computadores, o hardware foi a principal preocupação e o software ficou em segundo plano. No projeto das primeiras redes de computadores, o hardware foi a principal preocupação e o software ficou em segundo plano. Essa estratégia foi deixada para trás. Atualmente, o software de rede é altamente

Leia mais

Padrões Arquiteturais e de Integração - Parte 1

Padrões Arquiteturais e de Integração - Parte 1 1 / 58 - Parte 1 Erick Nilsen Pereira de Souza T017 - Arquitetura e Design de Aplicações Análise e Desenvolvimento de Sistemas Universidade de Fortaleza - UNIFOR 11 de fevereiro de 2015 2 / 58 Agenda Tópicos

Leia mais

SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira

SOA - Service Oriented Architecture. Marcelo Canevello Ferreira SOA - Service Oriented Architecture Marcelo Canevello Ferreira Índice Arquitetura baseada em componentes Introdução a SOA Principais conceitos de SOA SOA Framework Abordagem de integração Conclusões Evolução

Leia mais

EJB. Session Beans. J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1

EJB. Session Beans. J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1 EJB Session Beans J2EE (C. Geyer) Introdução a SessionBean 1 Autores! Autores " Cláudio Geyer " Eduardo Studzinski Estima de Castro (EJB 3.0) " Gisele Pinheiro Souza (EJB 3.0) J2EE (C. Geyer) Introdução

Leia mais

UML Itens Estruturais - Interface

UML Itens Estruturais - Interface Itens Estruturais - Interface Coleção de operações que especificam serviços de uma classe ou componente Descreve o comportamento visível externamente Raramente aparece sozinha. Em geral vem anexada à classe

Leia mais

Suporte ao desenvolvimento de jogos multi-jogador, sem exigência de tempo real

Suporte ao desenvolvimento de jogos multi-jogador, sem exigência de tempo real UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA CENTRO TECNOLÓGICO DEPARTAMENTO DE INFORMÁTICA E ESTATÍSTICA BACHARELADO EM CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO Suporte ao desenvolvimento de jogos multi-jogador, sem exigência

Leia mais

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos

Descrição. Implementação. Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Departamento de Informática e Estatística Universidade Federal de Santa Catarina LAB 4 Transferência de Arquivos Descrição Implemente nesta atividade de laboratório um programa em Java utilizando threads

Leia mais

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Threads e Migração de Processos

Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Threads e Migração de Processos Sistemas Distribuídos: Conceitos e Projeto Threads e Migração de Processos Francisco José da Silva e Silva Laboratório de Sistemas Distribuídos (LSD) Departamento de Informática / UFMA http://www.lsd.deinf.ufma.br

Leia mais

INF01018 Aula Prática 2 RMI Remote Method Invocation

INF01018 Aula Prática 2 RMI Remote Method Invocation 1 / 18 INF01018 Aula Prática 2 RMI Remote Method Invocation Lucas Mello Schnorr, Alexandre Silva Caríssimi {lmschnorr,asc}@inf.ufrgs.br http://www.inf.ufrgs.br/ lmschnorr/ad/ INF01018 Sistemas Operacionais

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Web Services. (Introdução)

Web Services. (Introdução) Web Services (Introdução) Agenda Introdução SOA (Service Oriented Architecture) Web Services Arquitetura XML SOAP WSDL UDDI Conclusão Introdução Comunicação distribuída Estratégias que permitem a comunicação

Leia mais

Capítulo 4. Packages e interfaces

Capítulo 4. Packages e interfaces Capítulo 4. Packages e interfaces 1/17 Índice Indice 4.1 - Package 4.2 - Interface 2/17 Índice 4.1 Package 4.1 - Package 4.2 -- Interface 3/17 4.1 Package Package ou pacote está para o Java como as directorias

Leia mais

Arquiteturas de Sistemas Distribuídos

Arquiteturas de Sistemas Distribuídos Arquiteturas de Sistemas Distribuídos Sistema distribuído O processamento de informações é distribuído em vários computadores ao invés de confinado em uma única máquina. Bastante comum em qualquer organização

Leia mais

Programação em Java. Subtítulo

Programação em Java. Subtítulo Programação em Java Subtítulo Sobre a APTECH A APTECH é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras em

Leia mais

Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas

Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas Aplicações Distribuídas Cliente/ Servidor Corporativas Introdução Desenvolver e distribuir Servlets e aplicativos EJB. Desenvolver e distribuir aplicativos Enterprise JavaBeans (EJB). Introdução Simples

Leia mais

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java

Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br. Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java RedFoot J Dukes Uma Visão Geral Sobre Plataforma Java Marco Aurélio malbarbo@din.uem.br 1 Roteiro Objetivos Plataforma Java Linguagem de Programação Maquina Virtual Tecnologias Conclusão 2 Objetivos Geral

Leia mais