Direito Processual Penal Especial

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Direito Processual Penal Especial"

Transcrição

1 FACULDADE DE DIREITO DA UNIVERSIDADE NOVA DE LISBOA FREDERICO DE LACERDA DA COSTA PINTO Direito Processual Penal Especial Programa (Ano lectivo de , 2.º ciclo, 2.º semestre) Introdução 1. Objecto da disciplina de Direito Processual Penal Especial. 2. Articulação com a disciplina de Direito Processual Penal. 3. Métodos de trabalho e objectivos. 4. Projectos de investigação e sistema de avaliação. 5. A revisão de 2013 do Código de Processo Penal. I MEDIDAS DE COACÇÃO E DE GARANTIA PATRIMONIAL 1. Conceito e função das medidas de coacção e das medidas de garantia patrimonial. 2. Referentes constitucionais e legais: os princípios da liberdade, da presunção de inocência, da legalidade e da proporcionalidade. 3. Detenção e prisão preventiva: conceitos, finalidades e regimes. 4. Regime geral das medidas de coacção e de garantia patrimonial. Natureza e finalidades das diversas medidas. Legalidade, proporcionalidade e subsidiariedade. Legitimidade para a promoção e legitimidade para a decisão. A fundamentação do despacho judicial de aplicação das medidas. Valoração dos indícios e presunção de inocência. 5. As medidas de coacção em especial: o termo de identidade e de residência. A caução. A obrigação de apresentação periódica. A suspensão do exercício de funções, de profissão e de direitos. A proibição de permanência, de ausência e de contactos. A obrigação de permanência da habitação. O sistema de vigilância electrónica (Lei n.º 122/99, de 20 de Agosto). A prisão preventiva. 6. Legislação especial e medidas de coacção. 1

2 7. As medidas de garantia patrimonial: a caução económica e o arresto preventivo de bens. Conteúdo e articulação. 8. O regime da revogação, alteração e extinção das medidas de coacção. 9. Os modos de impugnação das medidas: o recurso e o habeas corpus. 10. Indemnização por privação ilegal ou injustificada da liberdade. II TEORIA DA PROVA 1. Conceito e função da prova em processo penal. 2. Meios de prova, meios de obtenção da prova, regras de produção da prova e valoração da prova produzida. 3. A verdade ontológica e a verdade judicial. 4. Prova, contraditório e fundamentação. 5. Objecto da prova, facto e valoração. 6. A actividade probatória da acusação, da defesa e do assistente. O Tribunal e a prova num sistema acusatório mitigado. Ónus da prova e ónus da argumentação. 7. A prova de pressupostos positivos e negativos da responsabilidade penal. 8. A prova de factos previstos em normas penais favoráveis. 9. Princípio da investigação e verdade material: sentido e limites. 10. O princípio da livre apreciação da prova, a imediação e a vinculação do Tribunal à prova realizada. 11. O princípio in dubio pro reo: conteúdo, fundamento e alcance. 12. Perspectiva geral dos meios de prova em processo penal. Liberdade e legalidade. Meios «atípicos» de prova. Prova estática e prova dinâmica. A prova testemunhal e a prova por declarações de interessados. A prova pericial. Prova documental. Os autos e o valor probatório do auto de notícia. 13. Meios de prova: análise na especialidade. A prova testemunhal; a lei de protecção de testemunhas (Lei n.º 190/2003, de 22 de Agosto); os impedimentos, recusas e regimes de segredo; os regimes de segredo e a Lei n.º 5/2002, de 11 de Janeiro (medidas de combate à criminalidade organizada e económico-financeira); as declarações do arguido, do assistente e das partes civis; a acareação; a prova por reconhecimento; a reconstituição do facto; a prova documental; as perícias e o regime jurídico das perícias médico-legais e 2

3 forenses (Lei n.º 45/2004, de 18 de Agosto). Direito ao silêncio e privilégio contra a auto-incriminação: origem, fundamento e conteúdo. A revisão e 2013: o novo regime de prestação e uso de declarações prévias do arguido. 14. Meios de obtenção da prova: exames, revistas e buscas; as apreensões; gravações, intercepção de correspondência e escutas telefónicas. Dados de tráfego e conteúdo das telecomunicações. A jurisprudência nacional sobre a obtenção de dados de tráfego e o seu regime depois de A delimitação de regimes decorrente da entrada em vigor da Lei do Cibercrime (Lei n.º 109/2009, de 15 de Setembro). As provas obtidas por agentes infiltrados e agentes provocadores - a Lei n.º 101/2001, de 25 de Agosto (acções encobertas para fins de prevenção e investigação criminal). Os conhecimentos fortuitos: validade jurídica e admissibilidade de uso (processual e extra processual). 15. Os princípios relativos à produção de prova (ou princípios relativos à forma): conteúdo, sentido e limites. A publicidade, a imediação e a concentração temporal. A sujeição dos meios de prova ao contraditório. O registo de declarações para memória futura. 16. Valoração das provas: o sistema da prova livre e a livre apreciação da prova origem, evolução histórica, vantagens e debilidades. A regra da imediação e a proibição de valoração das provas. Valoração das provas periciais e documentais. Ausência de prova no julgamento e direito do arguido ao silêncio. Valoração das provas obtidas por colaboração de arguidos e arrependidos. Valoração da prova obtida em «acções encobertas»: o relatório da acção e o depoimento do agente encoberto. Valoração da prova e fundamentação da decisão (remissão para o n.º 19). 17. Proibições de prova e Constituição material. O artigo 32.º, n.º 8 CRP e o artigo 126.º CPP. A cláusula de «abusiva intromissão» (artigo 32.º, n.º 8, CRP). Temas proibidos de prova. Proibição de obtenção e proibição de valoração da prova. Proibições absolutas e relativas. A legalidade, a necessidade, a proporcionalidade, a protecção do núcleo essencial do Direito. Casos especiais de proibição de prova. 18. O regime jurídico das provas proibidas: prova ilegal e prova proibida. Meios ilícitos de prova, nulidade e inadmissibilidade das provas. Regime das nulidades. A nulidade prevista no artigo 126.º do CPP. O efeito consequencial das nulidades: o efeito-à-distância e a teoria da árvore envenenada. Interrupção do efeito consequencial das provas proibidas: critérios legais, doutrinários e a jurisprudência do Tribunal Constitucional. Consequências no Direito Penal substantivo. Utilidade remanescente das provas nulas: responsabilização criminal de autoridades judiciárias ou agentes policiais; prova proibida e notícia do crime. 3

4 19. A produção da prova na audiência de julgamento. Os limites decorrentes da estrutura acusatória e o alcance do princípio da imediação. A leitura de autos. A leitura do auto de notícia em audiência e o depoimento de quem o lavrou. A documentação da audiência e o registo da prova. Os requisitos da sentença, a crítica da prova e dever de fundamentação da decisão. III OS ACTOS PROCESSUAIS E O SISTEMA LEGAL DE DESVALOR DOS ACTOS 1. Os actos processuais: modalidades e regimes. 2. A forma dos actos e o dever de fundamentação. 3. Publicidade, limites à publicidade e segredo de justiça. 4. A comunicação dos actos e o regime de notificações. 5. Os prazos processuais. A prescrição das penas e do procedimento criminal. 6. O regime de aceleração do processo. 7. O sistema legal do desvalor dos actos processuais: nulidades e irregularidades. O problema da inexistência. A inadmissibilidade das provas proibidas e das provas ilegais. A ineficácia. 8. Regime das nulidades: conteúdo, sanação e efeitos. As nulidades absolutas e as nulidades mistas. Nulidades especiais. 9. Regime de arguição e efeitos das irregularidades processuais. 10. O sistema de invalidade e o recurso à analogia. IV IMPUGNAÇÃO DOS ACTOS JUDICIAIS E O REGIME DOS RECURSOS 1. Noções básicas: conceitos, modalidades e funções dos recursos. 2. Aspectos gerais: recorribilidade e legitimidade. 3. Momento, forma e efeitos da interposição do recurso. Reparação e recurso. 4. Âmbito, fundamento, efeitos e limites dos recursos. 4

5 5. A tramitação do recurso. Recursos para a Relação e para o Supremo Tribunal de Justiça. 6. Os recursos extraordinários: conceito, função e espécies. O recurso para fixação de jurisprudência e o recurso de revisão. 7. O recurso para o Tribunal Constitucional. 5

DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PROCESSUAL PENAL Objectivos, métodos de trabalho, programa e bibliografia Ano lectivo de 2015-2016 (1.º Ciclo, 1.º Semestre) Regente: Frederico de Lacerda da Costa Pinto OBJECTIVOS 1. Conhecer

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS

DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS Germano Marques da Silva Professor da Faculdade de Direito Universidade Católica Portuguesa DIREITO PROCESSUAL PENAL PORTUGUÊS VOL. I Universidade Católica Editora Lisboa, 2013 PREFÁCIO Este livro deveria

Leia mais

3.12 Questões comentadas 3.13 Questões Cespe/UNB

3.12 Questões comentadas 3.13 Questões Cespe/UNB SUMÁRIO 1. NOÇÕES INICIAIS 1.1 Sistemas Processuais Penais 1.1.1 Sistema inquisitório 1.1.2 Sistema misto (ou híbrido) 1.1.3 Sistema acusatório 1.1.4 Modelo adotado no Brasil 1.2 Fontes do Processo Penal

Leia mais

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO...

CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... APRESENTAÇÃO DA COLEÇÃO...19 DEDICATÓRIA...21 CAPÍTULO I - FUNÇÃO E CARREIRA DO ADVOGADO... 23 1. Antecedentes históricos da função de advogado...23 2. O advogado na Constituição Federal...24 3. Lei de

Leia mais

Constituição e Processo: direitos e garantias fundamentais de natureza processual.

Constituição e Processo: direitos e garantias fundamentais de natureza processual. PONTO Nº 01 Hermenêutica: interpretação, integração e aplicação do Direito do Trabalho. Métodos básicos de exegese. O papel da equidade. Eficácia das normas trabalhistas no tempo e no espaço. Revogação.

Leia mais

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários:

CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL. Proposta de programa a desenvolver em sumários: CNEF FASE DE FORMAÇÃO INICIAL SUMÁRIOS DE PRÁTICA PROCESSUAL PENAL Proposta de programa a desenvolver em sumários: I Do inicio do processo o crime e sua natureza. - Crimes públicos, semi-públicos e particulares;

Leia mais

I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO

I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO PROGRAMA ESPECÍFICO DA PROVA ORAL XX CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DE CARGOS DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA SEXTA REGIÃO I) DIREITO INDIVIDUAL E COLETIVO DO TRABALHO

Leia mais

Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações

Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações Nota informativa CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações DGAJ/DSAJ/DF - 2013 Direção-Geral da Administração da Justiça CÓDIGO DE PROCESSO PENAL - alterações LEI N.º 20/2013, DE 21 DE FEVEREIRO Entram em

Leia mais

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade...

APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL. APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... Sumário Título I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL Capítulo I APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL PENAL NO ESPAÇO Dispositivo Legal... 35 Princípio da territorialidade... 35 Capítulo II APLICAÇÃO DA LEI PROCESSUAL

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL

PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU DIREITO PROCESSUAL CIVIL Apresentação O curso de Pós-graduação em Direito Processual Civil e Práticas Processuais qualifica o participante para a aprovação em concursos públicos,

Leia mais

P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO

P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO P O D E R J U D I C I Á R I O TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO SECRETARIA DA COMISSÃO DE CONCURSO XXI CONCURSO PÚBLICO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO EDITAL nº 7/2008

Leia mais

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B

Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B Faculdade de Direito de Lisboa Ano lectivo de 2015/2016 TEORIA GERAL DO DIREITO CIVIL II TURMA B Coordenação e regência: Profª Doutora Maria do Rosário Palma Ramalho Colaboradores: Prof. Doutor Pedro Leitão

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO LICENCIATURA EM DIREITO (Língua Portuguesa) DIREITO E PROCESSO CRIMINAL (4.º Ano) COORDENADOR CIENTÍFICO: Professor Doutor Jorge de Figueiredo Dias ASSISTENTES:

Leia mais

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial

Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial Tribunal de Justiça do Piauí TJ/PI Área Judiciária Carreira de Escrivão Judicial ÍNDICE VOLUME 1 CONHECIMENTOS BÁSICOS LÍNGUA PORTUGUESA Elementos de construção do texto e seu sentido: gênero do texto

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito

PLANO DE ENSINO. Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal I PLANO DE ENSINO Código

Leia mais

Curso de Pós-Graduação Prática Jurídica Tributária

Curso de Pós-Graduação Prática Jurídica Tributária Curso de Pós-Graduação Prática Jurídica Tributária Programa I Seminário 18 de Janeiro Introdução ao processo tributário (Jesuíno Alcântara Martins) 1. A jurisdição tributária Âmbito e limites Graus de

Leia mais

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1

Apostila Exclusiva Direitos Autorais Reservados www.thaisnunes.com.br 1 Direito - Técnico do TRF 4ª Região É possível estudar buscando materiais e aulas para cada uma das matérias do programa do concurso de Técnico do TRF 4ª Região. Basta disciplina e organização. Sugestão

Leia mais

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL

ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL ÍNDICE SISTEMÁTICO DO NOVO CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL PARTE GERAL LIVRO I - DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO - DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS CAPÍTULO I - DAS NORMAS

Leia mais

www.ualdireitopl.home.sapo.pt

www.ualdireitopl.home.sapo.pt UNIVERSIDADE AUTÓNOMA DE LISBOA 1º ANO JURÍDICO CIÊNCIA POLÍTICA E DIREITO CONSTITUCIONAL Regente: Prof. Doutor J.J. Gomes Canotilho Docente aulas teóricas: Prof. Doutor Jonatas Machado Docente aulas práticas:

Leia mais

Faculdade de Direito de Franca. Processo Penal II. I Plano de ensino. II - Programa

Faculdade de Direito de Franca. Processo Penal II. I Plano de ensino. II - Programa Faculdade de Direito de Franca Processo Penal II I Plano de ensino II - Programa 2015 2 I PLANO DE ENSINO 1. INFORMAÇÕES GERAIS: 1.1 Professor: Antonio Milton de Barros 1.2 Departamento: Direito Público

Leia mais

IX ENCONTRO NACIONAL DO IAPI. Gondomar, 20 de junho de 2015 ARMANDO DIAS RAMOS

IX ENCONTRO NACIONAL DO IAPI. Gondomar, 20 de junho de 2015 ARMANDO DIAS RAMOS IX ENCONTRO NACIONAL DO IAPI Gondomar, 20 de junho de 2015 ARMANDO DIAS RAMOS A prova em Processo Penal; O que é a prova digital?; Caraterísticas da prova digital; A prova digital e a legislação; Valor

Leia mais

SUMÁRIO. CAPÍTULO II - Polícia Judiciária Militar... 17 1 Polícia Judiciária Militar... 17

SUMÁRIO. CAPÍTULO II - Polícia Judiciária Militar... 17 1 Polícia Judiciária Militar... 17 Direito Processual Penal Militar - 4ª Edição SUMÁRIO CAPÍTULO I Princípios... 13 1 Princípios aplicados no processo penal militar... 13 2 Lei do processo penal militar e sua aplicação... 15 3 Aplicação

Leia mais

Exmos. Colegas, Com os melhores cumprimentos e a mais elevada estima, dos colegas,

Exmos. Colegas, Com os melhores cumprimentos e a mais elevada estima, dos colegas, Exmos. Colegas, Foi publicado em anexo à Lei n.º 41/2013, de 26 de Junho, o Novo Código de Processo Civil, que entrará em vigor já no próximo dia 01 de Setembro, aplicando se o mesmo aos processos pendentes

Leia mais

DIREITO PROCESSUAL CIVIL II

DIREITO PROCESSUAL CIVIL II Cândida da Silva Antunes Pires Mestre em Ciências Jurídicas Professora Associada Faculdade de Direito, Universidade de Macau DIREITO PROCESSUAL CIVIL II Disciplina semestral do 4.º ano do Curso de Licenciatura

Leia mais

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO

Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO Ministério da Educação Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Sociais e Humanas Departamento de Direito PLANO DE ENSINO 1) IDENTIFICAÇÃO DA DISCIPLINA Disciplina Processo Penal II Código

Leia mais

(Tabela de correspondência de artigos com o código antigo)

(Tabela de correspondência de artigos com o código antigo) (Tabela de correspondência de artigos com o código antigo) CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL 49 LEI N.º 41/2013, DE 26 DE JUNHO 49 Artigo 1.º Objeto 49 Art. 2.º Remissões 49 Art. 3.º Intervenção oficiosa do juiz

Leia mais

Acção Administrativa Especial de Impugnação. Tramitação

Acção Administrativa Especial de Impugnação. Tramitação Acção Administrativa Especial de Impugnação Tramitação Seminário Aspectos Práticos da Lei do Asilo Comissão dos Direitos Humanos e Instituto dos Advogados em Prática Individual da Ordem dos Advogados -

Leia mais

ESTRUTURA DO CURSO PREPARATÓRIO PARA PROCESSO SELETIVO

ESTRUTURA DO CURSO PREPARATÓRIO PARA PROCESSO SELETIVO ESTRUTURA DO CURSO PREPARATÓRIO PARA PROCESSO SELETIVO As Aulas serão no Edf. Metrópole, Auditório do Terraço, R. Dr. José Peroba, no Costa Azul. 18/10 18hs às 22hs (total 4hs) PROFESSOR: JOSINALDO LEAL

Leia mais

PROCURADORIA-GERAL DISTRITAL DE LISBOA Coadjuvação Outubro 2012. Estudo sobre a atuação do Ministério Público face à Lei 5/2008, de 12/02

PROCURADORIA-GERAL DISTRITAL DE LISBOA Coadjuvação Outubro 2012. Estudo sobre a atuação do Ministério Público face à Lei 5/2008, de 12/02 PROCURADORIA-GERAL DISTRITAL DE LISBOA Coadjuvação Outubro 2012 Estudo sobre a atuação do Ministério Público face à Lei 5/2008, de 12/02 A Lei n.º 5/2008, de 12 de Fevereiro, aprovou a criação de uma base

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015

PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015 Governo dos Açores Escola Básica e Secundária de Velas PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO 12ºANO DE ESCOLARIDADE ANO LECTIVO 2014/2015 (Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho, alterado pelo Decreto-Lei nº 91/2013,

Leia mais

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos

PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL. Exposição de motivos PROPOSTA DE LEI N.º 101/VIII AUTORIZA O GOVERNO A LEGISLAR EM MATÉRIA DE PROPRIEDADE INDUSTRIAL Exposição de motivos Os sinais de uma nova economia, assentes em processos de globalização e de virtualização

Leia mais

Ementário do curso de

Ementário do curso de Introdução ao Estudo de I Fase: I Carga Horária: 60 h/a Créditos: 04 A sociedade. e ordem jurídica. Conceito de justiça. e moral. Fontes do. Positivo. objetivo e subjetivo. Público e Privado. Capacidade

Leia mais

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil

Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil Índice Sistemático do Novo Código de Processo Civil LEI CÓDIGO DE PROCESSO CIVIL Parte Geral Livro I DAS NORMAS PROCESSUAIS CIVIS TÍTULO ÚNICO DAS NORMAS FUNDAMENTAIS E DA APLICAÇÃO DAS NORMAS PROCESSUAIS

Leia mais

Súmulas em matéria penal e processual penal.

Súmulas em matéria penal e processual penal. Vinculantes (penal e processual penal): Súmula Vinculante 5 A falta de defesa técnica por advogado no processo administrativo disciplinar não ofende a Constituição. Súmula Vinculante 9 O disposto no artigo

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS PODER JUDICIÁRIO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DO ÚNICO OFÍCIO DE BOCA DA MATA EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS

ESTADO DE ALAGOAS PODER JUDICIÁRIO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DO ÚNICO OFÍCIO DE BOCA DA MATA EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS ESTADO DE ALAGOAS PODER JUDICIÁRIO JUÍZO DE DIREITO DA VARA DO ÚNICO OFÍCIO DE BOCA DA MATA EDITAL DE SELEÇÃO DE ESTAGIÁRIOS O Doutor ANDRÉ GUASTI MOTTA, MM Juiz de Direito Titular da Comarca de Boca da

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES

CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES CONCURSO PÚBLICO Nº 001/2011 2ª RETIFICAÇÃO DO EDITAL E REABERTURA DE INSCRIÇÕES O Prefeito Municipal de Gurupi, através da Resolução nº 528/2012 do Tribunal de Contas do Estado do Tocantins, e, no uso

Leia mais

ADVOCACIA E CIDADANIA II PRIORIDADES DE VERTENTES DAS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES

ADVOCACIA E CIDADANIA II PRIORIDADES DE VERTENTES DAS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES CONCLUSÕES da 2ª Secção ADVOCACIA E CIDADANIA (...) II PRIORIDADES DE VERTENTES DAS ATRIBUIÇÕES E RESPONSABILIDADES 53. Deve a Ordem dos Advogados assumir como posição institucional a inconstitucionalidade

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO. Ementário de Disciplinas Matriz curricular 154

UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO. Ementário de Disciplinas Matriz curricular 154 UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PRÓ-REITORIA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO COORDENAÇÃO DO CURSO DE DIREITO Ementário de Disciplinas Matriz curricular 154 Língua Portuguesa e Comunicação Leitura, análise, interpretação

Leia mais

FICHA TÉCNICA DE LEGISLAÇÃO GERAL

FICHA TÉCNICA DE LEGISLAÇÃO GERAL FICHA TÉCNICA DE LEGISLAÇÃO GERAL Guarda Nacional Republicana TÍTULO ARMAS E MUNIÇÕES ASSUNTO FISCALIZAÇÃO DE ARMAS E MUNIÇÕES FICHA N.º 2.1 DATA OUT10 REVISÃO CLASS. SEG. N/CLASS 1. ENQUADRAMENTO JURIDICO/LEGAL

Leia mais

Coordenação e Regência Professor Doutor Paulo de Sousa Mendes. Colaboração Mestres João Gouveia de Caires e Rui Soares Pereira

Coordenação e Regência Professor Doutor Paulo de Sousa Mendes. Colaboração Mestres João Gouveia de Caires e Rui Soares Pereira DIREITO PROCESSUAL PENAL 4.º ANO DIA Coordenação e Regência Professor Doutor Paulo de Sousa Mendes Colaboração Mestres João Gouveia de Caires e Rui Soares Pereira Exame escrito / Frequência 05 de Junho

Leia mais

DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES

DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES GRUPO DE ECONOMIA E CONTABILIDADE Cursos Profissionais Ano Letivo 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DIREITO DAS ORGANIZAÇÕES (2º ano de formação) Página 1 de 5 Competências Gerais Utilizar correctamente a terminologia

Leia mais

Economia Digital e Direito. Privacy, Dados Pessoais e Correio Electrónico nas Empresas. Carolina Leão Oliveira. 19 Novembro 2013

Economia Digital e Direito. Privacy, Dados Pessoais e Correio Electrónico nas Empresas. Carolina Leão Oliveira. 19 Novembro 2013 Economia Digital e Direito Privacy, Dados Pessoais e Correio Electrónico nas Empresas Partilhamos a Experiência. Inovamos nas Soluções. Carolina Leão Oliveira 19 Novembro 2013 Matéria em causa: Uso do

Leia mais

Especificidades do Processo Administrativo relativamente ao actual Código de Processo Civil

Especificidades do Processo Administrativo relativamente ao actual Código de Processo Civil Especificidades do Processo Administrativo relativamente ao actual Código de Processo Civil A 3ª Reunião Anual da Justiça Administrativa, tem como tema Um Novo Processo para a Justiça Administrativa. O

Leia mais

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Processual Penal I. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º.

PLANO DE ENSINO. I Identificação Direito Processual Penal I. Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º. PLANO DE ENSINO I Identificação Disciplina Direito Processual Penal I Código PRO0065 Carga horária 72 horas/aula Créditos 4 Semestre letivo 5º II Ementário O direito processual penal. A norma: material

Leia mais

JUSTIÇA MILITAR. ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA

JUSTIÇA MILITAR. ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA JUSTIÇA MILITAR. ORGANIZAÇÃO E COMPETÊNCIA CONFORMAÇÃO CONSTITUCIONAL Constituição Federal (OBS: o Decreto 4.346/02 exige o cumprimento do contraditório na apuração das infrações disciplinares) Art. 92.

Leia mais

Processo n.º 441/2008 Data do acórdão: 2010-07-22

Processo n.º 441/2008 Data do acórdão: 2010-07-22 Processo n.º 441/2008 Data do acórdão: 2010-07-22 (Autos de recurso penal com enxerto cível) Assuntos: insuficiência para a decisão da matéria de facto provada objecto do processo acção penal enxerto cível

Leia mais

A >> Abuso de Direito

A >> Abuso de Direito CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR "O consumidor deve ser tratado com respeito, independente do estado de espírito momentâneo de quem o atende. A >> Abuso de Direito - atuação do juiz - Art. 28 Lei no 8.078,

Leia mais

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA PRIMEIRA REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO 2012 PONTOS DA PROVA ORAL

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA PRIMEIRA REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO 2012 PONTOS DA PROVA ORAL TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA PRIMEIRA REGIÃO CONCURSO PÚBLICO PARA PROVIMENTO DO CARGO DE JUIZ DO TRABALHO SUBSTITUTO 2012 PONTOS DA PROVA ORAL PONTO 1 Segurança e higiene do trabalho. Labor em circunstâncias

Leia mais

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito

Plano de Curso de Direito das Obrigações. Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Faculdade de Direito da Universidade de Macau Plano de Curso de Direito das Obrigações Disciplina do 3º Ano da Licenciatura em Direito Ano Lectivo 2010/2011 Regente: Manuel M. E. Trigo Assistente: João

Leia mais

Convocação de intérpretes e tradutores para prestação de serviços junto dos tribunais portugueses no âmbito de processos penais

Convocação de intérpretes e tradutores para prestação de serviços junto dos tribunais portugueses no âmbito de processos penais 1 Convocação de intérpretes e tradutores para prestação de serviços junto dos tribunais portugueses no âmbito de processos penais Autora: Vânia Costa Ramos, a d v o g a d a estagiária, e-mail: Vaniacostaramos@netcabo.pt

Leia mais

SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS

SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS SUSPENSÃO DO PROCESSO NO DIREITO PENAL TRIBUTÁRIO PORTUGUÊS No Processo Penal Português está plasmado o princípio da suficiência daquele, o qual, nos termos do disposto no artigo 7.º, n.º 1, CPP, prevê

Leia mais

PRINCÍPIOS NORTEADORES DO PROCESSO PENAL

PRINCÍPIOS NORTEADORES DO PROCESSO PENAL PRINCÍPIOS NORTEADORES DO PROCESSO PENAL Carlos Antonio da Silva 1 Sandro Marcos Godoy 2 RESUMO: O Direito Penal é considerado o ramo jurídico mais incisivo, uma vez que restringe um dos maiores bens do

Leia mais

Concurso Virtual LTDA

Concurso Virtual LTDA Concurso Virtual LTDA Banca Virtual Simulado Virtual para Ingresso no Quadro Permanente dos Serviços Auxiliares do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro Edital Virtual O Presidente da Comissão

Leia mais

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014)

PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores /2014) PROGRAMA PROCESSO PENAL (V Curso formação Juízes, Procuradores e Defensores - 2013/2014) 1. Aulas: I- METODOLOGIA As sessões de trabalho vão decorrer: a) Leitura, seguida de esclarecimentos e discussão

Leia mais

( Até às alterações do Decreto-Lei n.º 20/2008, de 31 de Janeiro) REGISTO AUTOMÓVEL

( Até às alterações do Decreto-Lei n.º 20/2008, de 31 de Janeiro) REGISTO AUTOMÓVEL ( Até às alterações do Decreto-Lei n.º 20/2008, de 31 de Janeiro) REGISTO AUTOMÓVEL Artigo 1.º 1 - O registo de veículos tem essencialmente por fim dar publicidade à situação jurídica dos veículos a motor

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO PREPARAÇÃO PARA O EXAME DE ADMISSÃO A ESTÁGIO DE AGENTES DE EXECUÇÃO

PÓS-GRADUAÇÃO PREPARAÇÃO PARA O EXAME DE ADMISSÃO A ESTÁGIO DE AGENTES DE EXECUÇÃO Coordenadora: Prof.ª Mestre Cláudia Boloto Secretário Pedagógico: Prof. Dr. Jorge Gregório Corpo Docente: Prof.ª Mestre Cláudia Boloto PÓS-GRADUAÇÃO PREPARAÇÃO PARA O EXAME DE ADMISSÃO A ESTÁGIO DE AGENTES

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM DIREITO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS

CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM DIREITO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CURSO SUPERIOR DE GRADUAÇÃO EM DIREITO GRADE DETALHADA DO CURSO COM AS EMENTAS DAS DISCIPLINAS Introdução ao Estudo do Direito 1º PERÍODO Direito e perfil da Introdução ao Estudo do Direito. Direito, Estado

Leia mais

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA. REQUERIMENTO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA N DE 2012 (do Sr. Marcos Rogério)

COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA. REQUERIMENTO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA N DE 2012 (do Sr. Marcos Rogério) COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA E DE CIDADANIA REQUERIMENTO DE AUDIÊNCIA PÚBLICA N DE 2012 (do Sr. Marcos Rogério) Solicita que seja realizada Reunião de Audiência Pública com a presença dos Srs.: Ministro

Leia mais

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.

C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág. C U R S O D IREITO Autorizado pela Portaria no 131, de 13/01/11, publicada no DOU no 11, de17/01/11, seção 1, pág.145 Componente Curricular: DIREITO PROCESSUAL PENAL I Código: DIR-462 CH Total: 60h Pré-requisito:

Leia mais

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade Milton Campos Curso: Direito Departamento: Ciências Penais FACULDADE MILTON CAMPOS Disciplina: Direito Processual Penal II Carga Horária: 80 h/a Área: Direito PLANO DE ENSINO EMENTA Atos processuais:

Leia mais

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE

15/05/2013 MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Direito Processual Penal 2ª Fase OAB/FGV Professora Beatriz Abraão MODELO DE RELAXAMENTO DA PRISÃO EM FLAGRANTE Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da... Vara Criminal da Comarca... (especificar

Leia mais

CENTRO DE FORMAÇÃO JURÍDICA

CENTRO DE FORMAÇÃO JURÍDICA 1 CENTRO DE FORMAÇÃO JURÍDICA ESTÁGIO DE FORMAÇÃO PARA MAGISTRADOS E DEFENSORES PÚBLICOS 2 o CURSO PLANO DE ACTIVIDADES FORMATIVAS PARA O 2º CURSO ANOS DE 2006/2007 I. APRESENTAÇÃO DO PLANO DE FORMAÇÃO

Leia mais

Sumário. Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25

Sumário. Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25 Sumário Palavras Prévias (Apresentação da 10ª edição)... 21 Prefácio... 27 Apresentação... 25 Capítulo I Introdução ao Direito Civil... 29 1. Noções Conceituais sobre o Direito... 29 2. Acepções da Palavra

Leia mais

CDs Atualizado em 08-Mar-2011

CDs Atualizado em 08-Mar-2011 CDs Atualizado em 08-Mar-2011 Informações : info@proconsciencia.com.brâ Loja virtual: Â http://www.marcosdearaujo.com.br/index.php?option=com_virtuemart&page=shop.browse&category_id=2&itemid=6 Remetemos

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 1 Rosivaldo Russo ESPÉCIES DE PRISÃO: 1. P. Penal sentença condenatória transitada em julgado 2. P. Processuais, cautelares ou provisórias antes da formação da culpa

Leia mais

ANEXO V PROGRAMA DE PROVA PARA OS CARGOS DE: AGENTE DE POLÍCIA, ESCRIVÃO DE POLÍCIA, PAPILOSCOPISTA E AGENTE DE NECROTOMIA

ANEXO V PROGRAMA DE PROVA PARA OS CARGOS DE: AGENTE DE POLÍCIA, ESCRIVÃO DE POLÍCIA, PAPILOSCOPISTA E AGENTE DE NECROTOMIA ANEXO V PROGRAMA DE PROVA PARA OS CARGOS DE: AGENTE DE POLÍCIA, ESCRIVÃO DE POLÍCIA, PAPILOSCOPISTA E AGENTE DE NECROTOMIA CONHECIMENTOS BÁSICOS PARA OS CARGOS COM REQUISITO DE QUALIFICAÇÃO DE NÍVEL SUPERIOR

Leia mais

SENTENÇA N.º 51/2013-2ª SECÇÃO

SENTENÇA N.º 51/2013-2ª SECÇÃO Transitada em julgado Proc. n.º 70/2013 - PAM 2ª Secção SENTENÇA N.º 51/2013-2ª SECÇÃO I. Relatório 1 Nos presentes autos vai o presidente da Assembleia Distrital da Guarda, Júlio José Saraiva Sarmento,

Leia mais

ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE

ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE ESCOLA DE DIREITO DA UNIVERSIDADE DO MINIJO CURSO DE DIREITO CADEIRA OPCIONAL RECURSOS E PROCESSOS ESPECIAIS ANO LECTIVO 2005-2006 5º ANO 2º SEMESTRE 6 de Junho de 2006 Nome: N.º Leia atentamente as questões

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO Concurso Público n 01/2010 para provimento do carg o de Juiz do Trabalho Substituto do TRT/3ª Região PROVA ORAL PONTO N 01 Direito Individual e Coletivo do Trabalho Princípios do Direito do Trabalho. Direito

Leia mais

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO

UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO UNIVERSIDADE DE MACAU FACULDADE DE DIREITO LICENCIATURA EM DIREITO (Língua Portuguesa) DIREITO E PROCESSO CRIMINAL (4.º Ano) COORDENADOR CIENTÍFICO: Professor Doutor Jorge de Figueiredo Dias ASSISTENTES:

Leia mais

Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências.

Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição de certidões judiciais e dá outras providências. (Publicada no DJ-e nº 187/2010, em 11/10/2010, pág. 4-6) RESOLUÇÃO Nº 121, DE 5 DE OUTUBRO DE 2010. Dispõe sobre a divulgação de dados processuais eletrônicos na rede mundial de computadores, expedição

Leia mais

LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO. Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho

LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO. Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho LEI DE COMBATE À CORRUPÇÃO Lei n.º 06/2004 de 17 de Junho Lei nº 06/2004 de 17 de Junho Havendo necessidade de introduzir mecanismos complementares de combate à corrupção, nos termos do n.º 1 do artigo

Leia mais

MATERIAL DE AULA DOS DOCUMENTOS. Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em qualquer fase do processo.

MATERIAL DE AULA DOS DOCUMENTOS. Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em qualquer fase do processo. MATERIAL DE AULA I) Ementa da aula Documentos, Indícios e Busca e Apreensão. II) Legislação correlata DOS DOCUMENTOS Art. 231. Salvo os casos expressos em lei, as partes poderão apresentar documentos em

Leia mais

Um Novo Processo Penal: Precisa-se

Um Novo Processo Penal: Precisa-se compilações doutrinais UM NOVO PROCESSO PENAL PRECISA-SE Rogério Osório PROCURADOR-ADJUNTO VERBOJURIDICO VERBOJURIDICO UM NOVO PROCESSO PENAL - PRECISA-SE : 2 Um Novo Processo Penal: Precisa-se Rogério

Leia mais

O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais; e

O COLÉGIO DE PROCURADORES DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais; e RESOLUÇÃO Nº 20/2004 - CPJ Cria a CENTRAL DE ACOMPANHAMENTO DE INQUÉRITOS POLICIAIS E CONTROLE EXTERNO DA ATIVIDADE POLICIAL, no âmbito do Ministério Público do Estado de Mato Grosso e dá outras providências.

Leia mais

SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...11 EXERCÍCIOS PRÁTICOS...21 3. REMUNERAÇÃO E SALÁRIO...27

SUMÁRIO ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...11 EXERCÍCIOS PRÁTICOS...21 3. REMUNERAÇÃO E SALÁRIO...27 5 ORIENTAÇÕES AO EXAMINANDO...11 1. Provimento 144/11: o Novo Exame de Ordem...11 2. Pontos a serem destacados no edital do exame...13 2.1. Materiais/procedimentos permitidos e proibidos...13 2.2. Legislação

Leia mais

CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA

CONSELHO SUPERIOR DA MAGISTRATURA justifiquem, concretamente, como e quando vieram à sua posse ou não demonstrem satisfatoriamente a sua origem lícita, são punidos com pena de prisão até três anos e multa até 360 dias. 2 O disposto no

Leia mais

O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais,

O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE, no uso de suas atribuições legais, RESOLUÇÃO N.º102 /97 - P.G.J. Estabelece normas para o exercício do controle externo da atividade de Polícia Judiciária pelo Ministério Público, previsto no artigo 129, inciso VII, da Constituição Federal

Leia mais

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1

SUMÁRIO. I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 SUMÁRIO I - Introdução ao Direito Processual do Trabalho, 1 1 Fontes do direito processual do trabalho, 2 1.1 Fontes materiais, 2 1.2 Fontes formais, 3 1.2.1 Fontes formais diretas, 3 1.2.2 Fontes formais

Leia mais

ENUNCIADOS DA ASSESSORIA DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS DE 2009

ENUNCIADOS DA ASSESSORIA DE ASSUNTOS INSTITUCIONAIS DE 2009 O PROCURADOR-GERAL DE JUSTIÇA, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o procedimento nº 2009.000.30103, da Subprocuradoria-Geral de Justiça de Planejamento Institucional, AVISA aos Membros

Leia mais

Certificação Digital - Será Que é Para Valer? 29 abril 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel

Certificação Digital - Será Que é Para Valer? 29 abril 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel Certificação Digital - Será Que é Para Valer? 29 abril 2015 Auditório Escola Profissional Gustave Eiffel Apoio Institucional Patrocinadores Globais CERTIFICAÇÃO DIGITAL: SERÁ QUE É PARA VALER? Armando

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014. 1.4 Série: 3ª Turmas: A e B Turno: Diurno

FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014. 1.4 Série: 3ª Turmas: A e B Turno: Diurno FACULDADE DE DIREITO DE FRANCA PLANO DE ENSINO - 2014 1. INFORMAÇÕES GERAIS: 1.1 Professor: Décio Antônio Piola 1.2 Departamento: Direito Público 1.3 Disciplina: Direito Processual Penal I 1.4 Série: 3ª

Leia mais

SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO

SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO SUJEITOS PROCESSUAIS: JUIZ E MINISTÉRIO PÚBLICO Sujeitos processuais são as pessoas que atuam no processo, ou seja, autor, réu e juiz, existem outros sujeitos processuais, que podem ou não integrar o processo,

Leia mais

Rede de Cooperação Jurídica e Judiciária Internacional dos Países de Língua Portuguesa

Rede de Cooperação Jurídica e Judiciária Internacional dos Países de Língua Portuguesa Rede de Cooperação Jurídica e Judiciária Internacional dos Países de Língua Portuguesa Cooperação Jurídica e Judiciária em Matéria Civil e Comercial A Rede Judiciária da CPLP Artigo 1.º Criação 1. A Conferência

Leia mais

Reforma do Regime dos Recursos em Processo Civil. (Decreto-Lei n.º 303/2007, de 24 de Agosto)

Reforma do Regime dos Recursos em Processo Civil. (Decreto-Lei n.º 303/2007, de 24 de Agosto) Reforma do Regime dos Recursos em Processo Civil (Decreto-Lei n.º 303/2007, de 24 de Agosto) Sumário Aplicação da lei no tempo e regime dos recursos em legislação extravagante Simplificação do regime de

Leia mais

Declaração de Rendimentos e Interesses Patrimoniais

Declaração de Rendimentos e Interesses Patrimoniais REGIÃO ADMINISTRATIVA ESPECIAL DE MACAU Lei n.º /2003 (Proposta de lei) Declaração de Rendimentos e Interesses Patrimoniais A Assembleia Legislativa decreta, nos termos da alínea 1) do artigo 71.º da Lei

Leia mais

Direito Ambiental: - Princípios fundamentais de Direito Ambiental. Fontes do Direito Ambiental.

Direito Ambiental: - Princípios fundamentais de Direito Ambiental. Fontes do Direito Ambiental. Direito Constitucional: - Direitos e Garantias Fundamentais: direitos e deveres individuais, sociais e coletivos. - Direito de ação, devido processo legal, habeas corpus, mandado de segurança, mandado

Leia mais

Processo nº 194/2006 Data : 27 de Julho de 2006. Sumário

Processo nº 194/2006 Data : 27 de Julho de 2006. Sumário Processo nº 194/2006 Data : 27 de Julho de 2006 Assuntos: - Identificação do arguido - Identidade real - Prova vinculada - Reenvio não próprio - Revogação da sentença absolutória - Aplicação da pena -

Leia mais

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA

FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA FACULDADE ZUMBI DOS PALMARES CURSO DE DIREITO PRÁTICA JURÍDICA Regras Básicas para as Atividades de Prática Jurídica a partir do ano letivo de 2010 Visitas Orientadas 72 Horas 36 horas para atividades

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO NEGÓCIO JURÍDICO Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO NEGÓCIO JURÍDICO Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular TEORIA GERAL DO NEGÓCIO JURÍDICO Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Direito (1º Ciclo) 2. Curso Direito 3. Ciclo de Estudos 1º 4. Unidade Curricular TEORIA GERAL DO

Leia mais

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19

140 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19 1 TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª CÂMARA CRIMINAL HABEAS CORPUS Nº. 0063587-40.2013.8.19.0000 PACIENTE: FABIO FERREIRA CHAVES DA SILVA AUTORIDADE COATORA: JUÍZO DE DIREITO DA 1ª VARA

Leia mais

. PROFESSOR (A) RESPONSÁVEL: ALEXANDRE LEOPOLDINO POLONIATO PLANO DE CURSO

. PROFESSOR (A) RESPONSÁVEL: ALEXANDRE LEOPOLDINO POLONIATO PLANO DE CURSO FIBRA Faculdade do Instituto Brasil Instituto Brasil de Ciência e Tecnologia Ltda I.B.C.T. BR 060/153, km 97, nº 3.400, B. São João, Anápolis/GO, CEP 75.133-050 Fone: (62) 3313-3500 Site: www.fibra.edu.br

Leia mais

O CONGRESSO NACIONAL decreta:

O CONGRESSO NACIONAL decreta: REDAÇÃO FINAL PROJETO DE LEI Nº 2.384-B DE 2015 Disciplina o processo e o julgamento do recurso extraordinário e do recurso especial; altera a Lei nº 13.105, de 16 de março de 2015 Código de Processo Civil;

Leia mais

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AERONÁUTICA

FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE AERONÁUTICA Regulamento Contra a Violência, Racismo, Xenofobia e Intolerância (*) Disposições gerais Artigo 1.º Objecto O presente regulamento visa o combate à violência, ao racismo, à xenofobia e à intolerância nas

Leia mais

S E N T E N Ç A 45.2014.4.05.8308. Sentença : Tipo A

S E N T E N Ç A 45.2014.4.05.8308. Sentença : Tipo A MANDADO DE SEGURANÇA Classe : 126 Poder Judicário Processo : 0000419-58.2014.4.05.8308 Impetrante : IURIC PIRES MARTINS Impetrado : DELEGADO DE POLÍCIA FEDERAL EM JUAZEIRO Referente : IPL n.º 0115/2013

Leia mais

Como pensa a Cesgranrio?

Como pensa a Cesgranrio? AÇÃO CIVIL PÚBLICA antecipação de tutela coisa julgada competência direitos indisponíveis inquérito civil legitimidade ativa legitimidade ativa da Defensoria Pública legitimidade ativa da União e dos Estados,

Leia mais

Conteúdo programático do curso OAB

Conteúdo programático do curso OAB Conteúdo programático do curso OAB Disciplinas Carga Horária ( 30 min.) No. Aulas (noite) Estatuto da Criança e do Adolescente 6 horas/aulas 01 Histórico e Visão Geral do Estatuto Direitos Fundamentais

Leia mais