Processos de produção jornalística: cobertura do caso Isabella Nardoni

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Processos de produção jornalística: cobertura do caso Isabella Nardoni"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DE MARÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO Processos de produção jornalística: cobertura do caso Isabella Nardoni Tiago da Costa Pettenuci Marília 2009

2 2 UNIVERSIDADE DE MARÍLIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM COMUNICAÇÃO Processos de produção jornalística: cobertura do Caso Isabella Nardoni Dissertação apresentada à Universidade de Marília (Unimar), Programa de Pós-Graduação em Comunicação, para obtenção do Título de Mestre em Comunicação. Orientadora Profª Drª Maria Cecília Guirado Marília 2009

3 3 Universidade de Marília - UNIMAR Reitor Dr. Márcio Mesquita Serva Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação Pró-reitora Profª. Drª. Suely Fadul Villibor Flory Programa de Pós-graduação em Comunicação Área de Concentração Mídia e Cultura Linha de Pesquisa Produção e Recepção de Mídia Coordenadora Profª Drª Rosângela Marçolla

4 4 UNIMAR UNIVERSIDADE DE MARÍLIA Processos de produção jornalística: cobertura do caso Isabella Nardoni (Tiago da Costa Pettenuci) Banca Examinadora Profª Drª Maria Cecília Guirado (Orientadora) Avaliação: Assinatura: Profª Drª Rosângela Marçolla. Avaliação: Assinatura: Profª. Drº. Cesar Augusto de Carvalho Avaliação: Assinatura:

5 5 Agradecimentos Agradeço primeiramente a Deus que permitiu a realização desse trabalho e meu deu forças e tornou possível esse sonho, a minha esposa Ana Carolina pela compreensão e cooperação em todos os momentos, aos meus pais Antonio Carlos Pettenuci e Maria Helena da Costa Pettenuci pelo apoio, aos professores que me instruíram ao longo destes dois anos de mestrado e em especial a minha orientadora, Profª Drª Maria Cecília Guirado. Agradeço também todos os funcionários do Programa de Pós-graduação em Comunicação, especialmente os profissionais da secretaria pela prestatividade.

6 6 RESUMO Analisar o caso Isabella Nardoni, com base no processo de produção jornalística, é o principal objetivo desta pesquisa. Para compreender os fatores que contribuíram para o fato repercutir durante quase dois meses da imprensa brasileira, o trabalho estuda o início da cobertura jornalística feita pelo site estadao.com.br, a fim de constatar como surgiu o enredo do acontecimento e quais os recursos utilizados para conquistar os leitores. A pesquisa está amparada nos estudos das teorias da comunicação, do jornalismo e narratologia. O trabalho aborda a seleção dos fatos, a característica da notícia, pauta, hipóteses do newsmaking e do agenda-setting, tematização e caráter mercadológico da informação, o consumo da violência, a espetacularização da notícia e seus efeitos representativos na sociedade. Palavras-chave Processo de produção jornalística, Caso Isabella Nardoni, teorias da comunicação, espetacularização, narratologia

7 7 ABSTRACT To analyze the Case of Isabella Nardoni, base on the process of produtions journalistic, ist the main objective of this research. To understand the factors that contributed to the fact that the repercussions remained for almost two months in the Brazilian press, ther paper begins the start ofe the coverage made by the site estadao.com.br to see how the story emerged of the event ande what resources are used to hook the reader. The research is supported bay the study of communication theories of narratology journalistic and journalism. This paper addresses the selection of facts, the features of the news, the staff the news making assumptions and agenda-setting and character merchandising information, in order to use the x-ray of violence, the spectacle of that case and the effects of their repercussions within the society. Keywords Production process journalistic, Isabella Nardoni s case, communication theories, spectacle, narratology journalistic

8 8 SUMÁRIO INTRODUÇÃO COBERTURA JORNALÍSTICA Caso Isabella Nardoni Jornal Estado de S. Paulo PROCESSO DE CRIAÇÃO JORNALÍSTICA Seleção dos Fatos Características da Notícia Pauta As hipóteses do Newsmaking e Agenda Setting A informação como Mercadoria ESPETACULARIZAÇÃO DA NOTÍCIA Consumo da Violência Recepção da Notícia Narrativa Mítica? CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS FONTES DIGITAIS

9 9 INTRODUÇÃO Entender o processo de produção jornalística por meio da cobertura do caso Isabella Nardoni, não é uma tarefa fácil. O crime permaneceu na mídia durante quase dois meses. Muito se questionou o motivo deste fato ter se destacado nos jornais, revistas, sites e telejornais. O crime comoveu a sociedade que acompanhou a trama não apenas pela mídia. Em março de 2008, a garota foi jogada pela janela do apartamento onde moravam o pai Alexandre Nardoni e a madrasta Anna Carolina Trota Peixoto Jatobá. A princípio, a hipótese de um ladrão ter arremessado a garota foi apresentada pelo casal. Mas a versão não convenceu a polícia e as evidências periciais apontaram Alexandre e Anna Carolina como os autores do assassinato. A reviravolta do caso repercutiu na sociedade. Diversas pessoas foram protestar na frente da casa dos suspeitos e acompanhar o depoimento e a prisão dos acusados. Mas por quê esse fato repercutiu por quase dois meses na mídia? A espetacularização foi um dos recursos utilizados na cobertura jornalística? Crimes acontecem todos dos dias, entretanto, por qual motivo a mídia selecionou esse fato para dramatizar? A cobertura jornalística do caso Isabella Nardoni foi roteirizada para comover o público. Os veículos de comunicação vasculharam a vida da vítima e de sua família. A mídia apresentou Isabella como uma criança normal e feliz, que sempre adorava a companhia da mãe. Num primeiro momento, o pai Alexandre e a madrasta Anna Carolina surgiram como vítimas da tragédia. Bastaram as primeiras declarações da polícia para que a situação se revertesse. De vítimas, o casal passou a ser considerado suspeito. O enredo

10 10 estava pronto: vítimas (Isabela e sua mãe) e vilões (pai e madrasta). Tudo indica que a mídia se aproveitou do arquétipo da madrasta malvada presente nas histórias de tradição oral e na indústria cultural para formular a estrutura deste caso, transformando a cobertura jornalística numa trama carregada de suspense. Para compreender o por quê dessa exposição do acontecimento, o trabalho analisa a primeira semana da cobertura do caso feita pelo estadao.com.br. A internet é um dos meios de comunicação mais utilizados atualmente por causa da agilidade. O público tem a possibilidade de acompanhar ou acessar a informação em tempo real. A pesquisa está amparada nos estudos da teoria da comunicação (newsmaking e do agenda-setting, tematização), do jornalismo (gatekeeper, pauta e características da notícia) e da narratologia. O trabalho consiste numa tentativa de demonstrar, por meio da análise de conteúdo das matérias do site estadao.com.br, os mecanismos da produção jornalística impressa na cobertura do assassinato da garota Isabella Nardoni. Por meio da análise de conteúdo das matérias e pesquisa documental, o trabalho expõe as etapas do processo de produção jornalística e sensacionalismo e como o jornalismo cria personagens ou reitera arquétipos. Como procedimentos metodológicos, o trabalho foi fundamentado na pesquisa bibliográfica, documental e análise interpretativa. O estudo foi dividido em três capítulos. O primeiro consiste na apresentação do caso Isabella Nardoni na primeira semana de cobertura do fato pelo site estadao.com.br. Ao interpretar as primeiras matérias é possível notar como o caso ganhou tamanha repercussão na sociedade, como foi a abordagem do site e conhecer os personagens da trama. Já a segunda etapa da dissertação aplica o caso no processo de produção jornalística nas teorias da comunicação e do jornalismo, analisando a seleção dos fatos, a

11 11 característica da notícia, pauta, hipóteses do newsmaking e do agenda-setting, tematização e o caráter mercadológico da informação. Essa fase da pesquisa ajuda a entender as operações do jornalismo na elaboração das matérias do caso Isabella Nardoni. No terceiro capítulo, a pesquisa traz reflexões sobre o consumo da violência, a espetacularização da notícia e seus efeitos representativos na sociedade. O signo da dramatização dos fatos é um dos recursos utilizados pela mídia para conquistar o público. Assim como os filmes, as novelas e os seriados, o jornalismo precisa de conflitos, heróis e vilões. Dependendo da abordagem, a representação da realidade ganha formas cinematográficas, especialmente nos programas televisivos. Todos os dias acontecem crimes da mesma natureza ou piores do que o assassinato da garota Isabella Nardoni. Por qual motivo, o jornalismo deu tanto destaque a esse caso? A análise da cobertura jornalística do caso Isabella Nardoni serve de reflexão sobre o papel do jornalismo, o poder da imprensa na reconstrução de personagens e de artifícios que ampliam a espetacularização e a dramatização deste tipo de fenômeno miadiático.

12 12 1 -COBERTURA JORNALÍSTICA Caso Isabella Nardoni O caso Isabella Nardoni entrou para a história do jornalismo brasileiro. No dia 29 de março de 2008, a criança foi jogada do sexto andar de um edifício na zona norte da capital paulista, onde morava o pai Alexandre Alves Nardoni e a madrasta Anna Carolina Trota Peixoto Jatobá. A menina caiu sobre o gramado em frente ao prédio. Foi socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa de Misericórdia. Na delegacia, o casal disse que alguém entrou no prédio e jogou Isabella do sexto andar. Na noite do crime, o casal, acompanhado dos dois filhos e de Isabella, voltavam da casa da sogra de Alexandre, em Guarulhos, onde participaram de uma festa. Quando a família chegou no Edifício London, na Vila Mazzei, zona norte de São Paulo, o pai conta que subiu com Isabella até o quarto dela onde ligou o abajur. Depois trancou a porta do apartamento e voltou à garagem onde Anna Carolina e seus outros dois filhos o aguardavam. Assim que retornou ao apartamento, notou que a tela de proteção da janela estava rompida e a filha caída no jardim. Mas essa versão do casal, que passou a noite prestando depoimento no 9º Distrito Policial Carandiru, não convenceu os policiais. No dia 30 de março de 2008, o delegado Calixto Calil Filho, em entrevista coletiva, descartou a hipótese de acidente e defendeu a tese de homicídio de autoria desconhecida. Para a polícia, alguém rompeu a tela protetora e jogou Isabella do sexto andar. Naquela conversa com a imprensa, o delegado negou que Alexandre e Anna Carolina fossem os principais suspeitos do assassinato.

13 13 Durante as investigações, os peritos descobriram que a tela rompida é a da janela do quarto dos irmãos, não a do quarto da vítima. Eles recolheram a tela e alguns utensílios que poderiam ter sido usados para fazer o corte. Levaram as amostras do sangue encontradas em alguns pontos do apartamento e as roupas da vítima. Os médicos legistas analisaram o corpo de Isabella e encontraram ferimentos provocados antes da queda. Diante das evidências que contrariam a versão do casal, a Justiça de São Paulo decretou, no dia 2 de abril de 2008, a prisão preventiva de Alexandre Nardoni e Anna Carolina. Já no dia 11 de abril, a Justiça concedeu habeas corpus e o casal foi libertado. As investigações prosseguem com base em depoimentos e exames periciais. No dia 6 de maio, o promotor do Ministério Público de São Paulo, Francisco Cembranelli, denunciou o casal por homicídio doloso, quando há intenção de matar, triplamente qualificado. O juiz Maurício Fossen, da 2ª Vara do Tribunal do Júri da capital paulista, aceitou integralmente a denúncia do Ministério Público de São Paulo contra os acusados. O magistrado decretou a prisão preventiva do pai e da madrasta de Isabella. Alexandre e Anna Carolina se entregaram à polícia no dia 7 de maio. O casal continua preso até a presente data. Em abril de 2009, a defesa dos acusados solicitou a anulação do processo por falta de provas que incriminam o casal. Mas a Justiça negou o pedido. O pai e a madrasta nunca confessaram a autoria do crime. Eles irão a júri popular. Mesmo após um ano do acontecimento, a imprensa acompanha o desenrolar do caso. O assassinato de Isabella Nardoni comoveu a sociedade. Durante quase dois meses, o público acompanhou cada etapa da investigação policial. O fato teve maior destaque na mídia depois que a polícia passou a suspeitar que a menina foi morta pelo pai e pela madrasta. A cobertura jornalística diária perdurou até a prisão preventiva do casal.

14 14 Mesmo passada toda a euforia do crime e suas conseqüências, a criança e o casal acusado ainda são notícia. Alexandre e Anna Carolina aguardam julgamento e a rotina do casal na prisão desperta o interesse da imprensa brasileira. Mas como começou a cobertura desta tragédia? Para entendermos a postura da imprensa, o trabalho mostra e analisa a cobertura do jornal online do Estado de S. Paulo. Neste início de século XXI, a Internet tornou-se um dos meios de comunicação mais utilizados pela sociedade brasileira. Milhões de brasileiros acessam a rede mundial de computadores para consumirem notícias. A agilidade e a interação são as principais características desta tecnologia. Por isso, optamos por analisar o conteúdo do jornal online. Além da cobertura diária, este veículo destinou um espaço para que o público comentasse as notícias do caso Isabella Nardoni. Essa interatividade ajudou a compreender como o crime repercutiu entre os leitores. Optamos pelo jornal online do Estado de S. Paulo por ser uma dos principais veículos de comunicação do Brasil. A prática jornalística deste veículo é considerada modelo para empresas do setor e estudantes de comunicação. 1.2 Jornal Estado de S. Paulo O jornal Estado de S. Paulo é o mais antigo dos jornais da capital paulista em circulação. Surgiu em 4 de janeiro de 1875, durante o Império, quando circulou pela primeira vez com o nome A Província de S. Paulo. Em janeiro de 1890 passou a utilizar a atual nomenclatura. Manoel Ferraz de Campos Salles e Américo Brasiliense reuniram 16 pessoas para fundar o jornal com o objetivo de combater a monarquia e a escravidão. Em 1902, Júlio Mesquista, que era redator desde 1885, torna-se o único

15 15 proprietário. O espírito abolicionista e republicano marcou a história deste veículo de comunicação. O jornal sempre se posicionou ideologicamente perante o cenário político brasileiro. Esse engajamento resultou em perseguições, censuras e prisões durante o governo de Getúlio Vargas e regime militar. Por causa de sua participação na luta pela democratização do país, o Estado de S. Paulo é considerado um dos jornais mais importantes do Brasil que não segue a linha sensacionalista. Já o estadao.com.br é resultado da fusão dos sites da Agência Estado, Estado de S. Paulo e Jornal da Tarde, ambos pertencentes ao grupo de comunicação da família Mesquita. O portal tornou-se um veículo informativo em tempo real, com textos próprios e matérias da versão impressa do jornal. Ao digitar o nome Isabella Nardoni na ferramenta de busca do site estadao.com.br, no dia 24 de setembro de 2009, encontravam-se 815 registros do caso. São 787 notícias, 26 fotos e dois especiais que resumem a tragédia. Um ano depois do crime, o público pode reler as matérias e descobrir como vive atualmente o casal Nardoni. Com o objetivo de compreender o processo de produção jornalística, sem apresentar culpados ou inocentes, a análise se concentra nas notícias veiculadas pelo site no período de 30 de março de 2008 a 9 de abril de A primeira matéria no site estadao.com.br foi publicada um dia após o assassinato, no dia 30 de março de 2008, às 12h30 min. O Estado de S. Paulo online publicou o seguinte texto: Criança morre após cair de prédio; polícia suspeita de homicídio Para delegado, há fortes indícios de que menina tenha sido arremessada; enterro será na manhã de segunda

16 Uma menina de 5 anos morreu após cair do 6º andar de um prédio localizado na Vila Mazzei, zona norte de São Paulo, na noite deste sábado, 29. De acordo com informações preliminares do Corpo de Bombeiros, que enviou três equipes ao local, o acidente aconteceu por volta da meia-noite e a criança foi encaminhada à Santa Casa de Misericórdia, mas não resistiu aos ferimentos e chegou morta ao hospital. As causas do acidente ainda são desconhecidas. A policia vai aguardar os laudos dos exames necroscópico, de lesões corporais e toxicológicos, que ficarão prontos em cerca de 30 dias, para esclarecer as circunstâncias que causaram a morte da menor Isabella de Oliveira Nardoni. O delegado titular do 9º Distrito Policial, no Carandiru, Calixto Calil Filho, trabalha com a hipótese de homicídio, apontando que há fortes indícios de que a criança tenha sido arremessada por alguém. Filha de consultor jurídico Alexandre Alves Nardoni, 29 anos, e da bancária Ana Carolina Cunha de Oliveira, que estão separados, Isabella visitava a cada 15 dias o pai e a madrasta Anna Carolina Trotta Peixoto, 24 anos. Segundo o depoimento de Alexandre, no sábado ele levou a menina até o apartamento e deixou-a acomodada na cama, descendo em seguida para buscar sua atual mulher que aguardava no carro com outras duas crianças, de 11 meses e três anos. O pai contou que ao retornar ao apartamento ouviu um barulho, olhou pela janela e viu a criança estendida no solo. Segundo Alexandre, o apartamento havia sido invadido por um ladrão. "Esta versão não me convence, devido a ausência de sinais de arrombamento no apartamento", afirmou o delegado Calil Filho. Além disso, ele chamou a atenção para o fato de a tela da janela do quarto ter sido cortada e de ninguém ter dado queixa de desaparecimento de pertences. No entanto, Calil afirmou, em entrevista coletiva, que Alexandre e Anna Carolina não são suspeitos. "Eles são averiguados", afirmou. Entre outros depoimentos que pretende reunir no inquérito, o delegado informou que deverá ouvir um engenheiro com quem Alexandre teria brigado há dias. O porteiro do edifício também afirmou não ter notado nenhum movimento ou sinal que indicasse arrombamento; ouviu apenas o barulho do corpo da menina caindo no solo. Alexandre Nardoni e Anna Carolina Peixoto deverão ser liberados ainda neste domingo. O corpo de Isabella Oliveira já foi liberado pelo Instituto Médico Legal (IML) e será sepultado na manhã desta segunda-feira, no Cemitério Parque dos Pinheiros. O avô materno da menina, Jorge Arcanjo Oliveira, disse no IML que a relação de Isabella com a madrasta "era ótima". A mãe, Ana Carolina Cunha de Oliveira, não teve condições de ir ao IML porque estava em estado de choque. (MARCHEZI, Fabiana; SILVIA, Maria Regina. Criança morre após cair de prédio; polícia suspeita de homicídio. estadao.com.br, 30 de mar Disponível em: <http://www.estadao.com.br/geral/not_ger148318,0.htm>. Acesso em: 4 mar. 2009) 16

17 17 (Mistério na Zona Norte de SP. estadao.com.br, 2 de abr Disponível em: <http://www.estadao.com.br/especiais/misterio-na-zonanorte-desp,15168.htm>. Acesso em: 4 mar. 2009) A princípio parece mais uma notícia do setor policial. O caso é citado como um acidente cuja circunstância será investigada. O título do texto nem menciona o nome Isabella. A matéria contém informações sobre a morte, com a versão de Alexandre. No entanto, o texto traz um personagem que será crucial na trama: o delegado titular do 9º Distrito Policial, no Carandiru, Calixto Calil Filho, que não descartou a hipótese de homicídio. Apesar de sua tese, o delegado não acusou o pai e a madrasta. Mesmo sem acusação, a madrasta chama a atenção das jornalistas Fabiana Marchezi e Maria Regina Silvia. Elas reportaram o depoimento do avô materno da menina, Jorge Arcanjo Oliveira, que classifica como ótima a relação da criança com Anna Carolina. Isso supõe que o site teve cautela e não acusou ninguém, entretanto, os profissionais que cobriram a tragédia

18 18 suspeitaram da participação da madrasta e inseriram essa personagem arquetípica 1 como mais um elemento que realçaria o mistério do assassinato. No mesmo dia, o site estadao.com traz a seguinte notícia: Polícia suspeita de homicídio em queda de menor em SP A policia vai aguardar os laudos dos exames periciais, que ficarão prontos em cerca de 30 dias, para esclarecer as circunstâncias que causaram a morte da menor Isabella de Oliveira Nardoni, de 5 anos, ontem à noite na zona norte de São Paulo. Ela morreu ao cair do sexto andar de um edifício localizado na Vila Isolina Mazzei. O delegado titular do 9º Distrito Policial Carandiru, Calixto Calil Filho, afirmou trabalhar com a hipótese de homicídio, apontando que há fortes indícios de que a criança tenha sido arremessada por alguém. (SILVIA, Maria Regina; MARCHEZI, Fabiana. Polícia suspeita de homicídio em queda de menor em SP. estadao.com.br, 30 de mar Disponível em: < Acesso em: 4 mar. 2009) Mais uma vez o nome de Isabella não é mencionado no título. Nesta altura da cobertura jornalística do estadao.com.br, a garota era mais uma vítima da violência da sociedade, ou seja, um número que será contabilizado nas estatísticas da Secretaria Estadual de Segurança. A matéria traz informações do texto anterior, apenas o lead é diferente. A ênfase está na suspeita de homicídio e não no acidente. O delegado trabalha com a hipótese de que a garota foi arremessada. Alexandre e Anna Carolina ainda postulam o título de vítimas da tragédia. versão do pai. A notícia traz o depoimento do delegado que não está convencido da "Esta versão não me convence, devido à ausência de sinais de arrombamento no apartamento", afirmou o delegado Calil Filho. Além disso, ele chamou a atenção para o fato de a tela da janela do quarto ter sido cortada e de ninguém ter dado queixa de desaparecimento de pertences. No entanto, o delegado 1 Arquétipos são modelos criados pela sociedade como base em experiências. Para o psiquiatra suíço Carl Gustav Jung estes modelos nascem da constante repetição de certa experiência, durante muitas gerações, portanto, os arquétipos não se desenvolveriam individualmente, mas seriam herdados, podendo se manifestar de maneira diferente de uma geração para outra.

19 19 afirmou que Alexandre e Anna Carolina não são suspeitos. "Eles são averiguados", frisou. (SILVIA, Maria Regina; MARCHEZI, Fabiana. Polícia suspeita de homicídio em queda de menor em SP. estadao.com.br, 30 de mar Disponível em: < Acesso em: 4 mar. 2009) A reviravolta do caso acontece no dia 31 de março. O título da matéria do site estadao.com.br reforça a hipótese do delegado. Polícia não crê em versão de pai de garota que caiu de prédio Segundo delegado, a polícia trabalha com a hipótese de homicídio; pai e madrasta ainda não são suspeitos Apesar de ainda não tratar o pai biológico e a madrasta como suspeito da morte de Isabella de Oliveira Nardoni, de 5 anos, o delegado titular do 9º Distrito Policial (Carandiru), Calixto Calil Filho, não descarta seu envolvimento no caso. Segundo a polícia, a menina morreu depois de ser arremessada do 6º andar do edifício em que o casal mora, na zona norte de São Paulo. O corpo da menina será enterrado nesta segunda-feira, 31, no Cemitério Parque dos Pinheiros, em Guarulhos, na Grande São Paulo. A polícia pretende fazer uma reconstituição do crime. A reconstituição ainda não tem data definida. "Temos certeza de que se trata de homicídio e trabalhamos com duas hipóteses: alguém invadiu o apartamento ou o casal tem culpa." Alexandre e Anna Carolina foram à delegacia à 1 hora da manhã e até as 20 horas de ontem ainda prestavam depoimento. O delegado diz que a versão do casal não convence. "Não me convenci por causa da ausência de arrombamento, por nenhum objeto ter sido furtado e, principalmente, pela tela cortada." No quarto do apartamento, peritos da Polícia Civil encontraram gotas de sangue e constataram o corte na tela de proteção da janela. Também havia marcas de sangue em outros cômodos, como se tivessem sido espalhadas por pegadas. Vários exames foram solicitados pelo delegado: toxicológico, para o casal, necroscópico e de lesão corporal, no corpo da Isabella. "Trabalhamos com a possibilidade de a menina já estar bem machucada quando foi arremessada pela janela." (ODA, Felipe. Polícia não crê em versão de pai de garota que caiu de prédio. estadao.com.br, 31 de mar Disponível em: <http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid148638,0.htm>. Acesso em: 4 mar. 2009) O jornal online Estado de S. Paulo mantém, inicialmente, a cobertura do caso evitando adjetivos que condenem qualquer personagem envolvido na história. Mesmo enfatizando a hipótese do delegado, o veículo de comunicação cumpre o seu papel

20 20 ao apurar e oferecer o desdobramento do fato. O terceiro parágrafo traz novas evidências gotas de sangue, corte na tela de proteção da janela e marcas de sangue espalhadas por pegadas. Essas informações transformam a cena do crime e reforçam a tese de homicídio. No entanto, o delegado não aponta o pai e a madrasta como suspeitos. Neste mesmo texto, o site traz versão do pai de Isabella, que suspeita de um construtor ou engenheiro com que ele teria discutido ser o autor do crime. No entanto, outra declaração que nos chama a atenção faz referência ao bom relacionamento da madrasta com a menina. Mesmo a polícia não considerando Anna Carolina suspeita, o jornalista explora a figura da madrasta ao citar informações dos parentes. Isabella morava com a mãe, a bancária Ana Carolina Cunha de Oliveira, de 23 anos, e o avô materno. Visitava o pai a cada 15 dias e gostava de ir à piscina com os dois irmãos. Ana Carolina engravidou de Isabella aos 17 anos e era muito apegada à filha. No Orkut, além de colocar várias fotos dela com a menina, definia a filha como maravilhosa e paixão de sua vida. Segundo parentes, a madrasta também tinha bom relacionamento com a enteada e costumava buscá-la para passar o fim de semana com a família. (ODA, Felipe. Polícia não crê em versão de pai de garota que caiu de prédio. estadao.com.br, 31 de mar Disponível em: <http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid148638,0.htm>. Acesso em: 4 mar. 2009) A cobertura do site estadao.com.br traz mais dois textos no dia 31 de março com os seguintes títulos: Boletim policial diz que menina foi jogada do quarto dos irmãos e Pai da menina que caiu de prédio ficou desesperado, diz vizinho. A primeira matéria traz novas evidências que eliminam a possibilidade de acidente e reforça a tese de homicídio. As informações também divergem da versão apresentada pelo pai. O texto é construído com base no boletim de ocorrência da Polícia Militar e mantém a versão de Alexandre. O site apenas reporta os fatos com base nos depoimentos dos personagens.

21 21 Já a segunda matéria traz o relato de um vizinho, apesar da reportagem não divulgar o nome do morador, que presenciou o desespero de Alexandre ao ver a filha caída no jardim. O texto resume os fatos já reportados anteriormente pelo site e detalha como foi o enterro da garota, citando a presença do pai e da mãe biológica que ficam lado a lado. Por ser um jornal online, o Estado de S. Paulo trabalha as informações de forma fragmentada. Apresenta novas evidências e reforça tudo o que foi apurado até o momento. As primeiras notícias do site estadao.com.br retratam o impacto da morte e o suspense que ronda a tragédia. A versão da polícia ganha cada vez mais espaço à medida que mais evidências que divergem da versão de Alexandre são apresentadas. O acontecimento tem características de tramas policiais. O público começa a se envolver não mais pelo choque da morte, mas pelo suspense. Poderia ser mais um crime que repercutiria apenas um ou dois dias na imprensa. No entanto, o assassino não foi descoberto, novos elementos mudaram a cena do crime e o pai suspeitava de um desafeto. No dia 1º de abril, a primeira matéria sobre o caso Isabella reforça ainda mais o suspense do caso. O site traz a versão dos peritos e a citação de um vizinho que ouviu gritos de uma criança. Peritos acreditam que menina foi sufocada antes de cair Profissionais do Instituto Médico-Legal (IML) acreditam que a menina Isabella de 5 anos, que morreu ao cair do sexto andar de um prédio na zona norte de São Paulo, tenha sido sufocada antes da queda. Um morador do prédio relatou à polícia ter ouvido gritos de uma criança pouco antes do crime. Não bate em mim, teria dito a menina. O morador, no entanto, não soube dizer se a criança que implorou para não apanhar era Isabella. O depoimento da testemunha, que é conselheiro do condomínio, foi colhido anteontem no 9º DP. Os profissionais do IML que trabalham no laudo observaram características típicas de estrangulamento no corpo da menina, como a língua e a extremidade das unhas arroxeadas. O delegado Calixto Calil

22 22 Filho, titular do 9º DP, afirmou que exames preliminares indicaram que a queda pode não ter sido o motivo da morte de Isabella. Os legistas estranharam um ferimento na testa e outro nas coxas da menina. Inicialmente, eles acreditavam que as feridas eram mordidas. Mas, após análise, a hipótese foi descartada. A camiseta azul da menina estava rasgada nas costas. Oficialmente, o diretor do IML, Hideaki Kawata, afirma que, por ora, não tem condições de dizer se a garota foi agredida. Ela morreu em decorrência da queda, isso é fato, disse Kawata. Nesse momento, qualquer afirmação diferente dessa é especulação. Desde o início das investigações, a polícia crê em assassinato. Isabella caiu do 6º andar do edifício London na madrugada de sábado. Ela estava no apartamento do pai, o consultor jurídico Alexandre Alves Nardoni e da madrasta Anna Carolina Trotta. (AGÊNCIA ESTADO, Peritos acreditam que menina foi sufocada antes de cair. estadao.com.br; 1 de abr de 2008, Disponível em <http://www.estadao.com.br/geral/not_ger149214,0.htm>. Acesso em 14 de jul. 2009) Neste processo de apuração, o site traz novas constatações da polícia que reforçam o mistério do caso. A investigação não aponta o autor ou os autores do assassinato. Isso ajuda a despertar ainda mais a atenção do público. A segunda matéria do dia 1º de abril enfatiza a apuração do crime e desmente a versão de desentendimento com um funcionário da construtora do edifício, apresentada por Alexandre. Mesmo sem acusar, a matéria investiga as informações fornecidas pelo pai de Isabella. Vizinhos vão depor sobre morte de menina na zona norte de SP Caso da morte é considerado mistério; legistas encontraram sinais de tentativa de asfixia no corpo da garota Pelo menos cinco moradores do Edifício Residencial London - edifício de onde a polícia diz que a garota Isabella de Oliveira Nardoni, de 5 anos, foi jogada, na Parada Inglesa, zona norte de São Paulo, são esperados para depoimento na tarde desta terça-feira, 1, no 9º Distrito Policial, no Carandiru, onde o caso é investigado. O caso da morte da garota é considerado um mistério na polícia de São Paulo (veja o que se sabe até agora). Embora tenha sido deixada dormindo no quarto de hóspedes, a garota foi jogada do 6º andar, pela janela do quarto dos irmãos. A Polícia Civil também já sabe que a menina morreu em decorrência da queda de mais de 20 metros de altura. A constatação foi feita por peritos do Instituto Médico-Legal (IML) que examinaram o cadáver na madrugada de domingo. Os legistas encontraram outras escoriações e ferimentos no corpo, mas dizem ser impossível afirmar, por ora, se são resultado da queda ou se a menina teria sido agredida anteriormente. A camiseta de manga curta que Isabella vestia estava rasgada nas costas e também passará por perícia.

ESTUDO DA VITIMOLOGIA 3ª Parte Estudo caso Izabella Nardoni/ 11/04/2008.

ESTUDO DA VITIMOLOGIA 3ª Parte Estudo caso Izabella Nardoni/ 11/04/2008. ORGANOGRAMA DO PROGRAMA DE CRIMINOLOGIA ACADEMIA DE ENSINO SUPERIOR SOROCABA-2008 TOMO V ESTUDO DA VITIMOLOGIA 3ª Parte Estudo caso Izabella Nardoni/ 11/04/2008. Informações e imagens obtidas de Jornais,

Leia mais

Processos de produção jornalística: o caso Isabella Nardoni

Processos de produção jornalística: o caso Isabella Nardoni 1 Processos de produção jornalística: o caso Isabella Nardoni Resumo Maria Cecília (Ciça) GUIRADO 1 e Tiago PETTENUCI 2 Entender o processo de produção jornalística por meio da cobertura do caso Isabella

Leia mais

Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia

Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia Delegado diz não ter dúvida de que Mizael é o assassino de Mércia O delegado Antônio Olim (sentado) (Foto: Reprodução) O delegado Antônio Assunção de Olim, ouvido como testemunha nesta terça-feira (12),

Leia mais

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual

Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Palestra Depois do Abuso Sexual Como encaminhar e lidar com criança vítima de abuso sexual Guilherme Schelb, Promotor de Justiça da Infância em Brasília (1992-1995), especialista em temas da infância e

Leia mais

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL

DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL DIREITO PENAL E DIREITO PROCESSUAL PENAL PEÇA PROFISSIONAL Mariano Pereira, brasileiro, solteiro, nascido em 20/1/1987, foi denunciado pela prática de infração prevista no art. 157, 2.º, incisos I e II,

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS

PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS PROFESSOR: EQUIPE DE PORTUGUÊS BANCO DE QUESTÕES - PORTUGUÊS - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================== BRINCADEIRA Começou

Leia mais

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA

PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA Memorial da Resistência de São Paulo PROGRAMA LUGARES DA MEMÓRIA Cemitério de Areia Branca Endereço: Avenida Nossa Senhora de Fátima, 854 Areia Branca, Santos, SP. Classificação: Cemitério Identificação

Leia mais

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro

70% 500.000. De acordo com a nova lei, são crianças e adolescentes. 1. de estupro O QUE É VIOLÊNCIA SEXUAL Todos os anos, estima-se que 500.000 70% Mulheres das vítimas sejam vítimas de estupro no Brasil, e que outros tantos milhões sofram com abusos e violências sexuais. de estupro

Leia mais

Vol. II. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br

Vol. II. Condomínios Residenciais. Manual de Segurança. Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Vol. II Condomínios Residenciais Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br F Apresentação inal de um dia de trabalho. O provável morador acaba de chegar em frente ao seu prédio, esperando

Leia mais

CLIPPING Comunicação e Marketing Ltda. IMPRESSO Veículo: www.acritica.uol.com.br

CLIPPING Comunicação e Marketing Ltda. IMPRESSO Veículo: www.acritica.uol.com.br Comunicação e Marketing Ltda www.acritica.uol.com.br Editoria: Notícias -- Acidente de trânsito na Zona Norte de Manaus resulta na morte de bebê Acidente de trânsito na Zona Norte de Manaus resulta na

Leia mais

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois

Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Lei MARIA DA PENHA 3 anos depois Três anos depois, lei Maria da Penha diversifica perfil de mulheres que procuram ajuda contra violência doméstica. Quais são os resultados trazidos pela lei Maria da Penha?

Leia mais

Assim nasce uma empresa.

Assim nasce uma empresa. Assim nasce uma empresa. Uma história para você que tem, ou pensa em, um dia, ter seu próprio negócio. 1 "Non nobis, Domine, non nobis, sed nomini Tuo da gloriam" (Sl 115,1) 2 Sem o ar Torna-te aquilo

Leia mais

NÚMEROS DISQUE DEFESA HOMOSSEXUAL DDH

NÚMEROS DISQUE DEFESA HOMOSSEXUAL DDH 1 ANO EM NÚMEROS DISQUE DEFESA HOMOSSEXUAL DDH DISQUE DEFESA HOMOSSEXUAL RELATÓRIO 1 ANO Em 1 ano de funcionamento (1 de julho de 1999 a 28 de junho de 2000), foram atendidos 382 casos pelos voluntários

Leia mais

Violência aumenta em cidades turísticas do Rio

Violência aumenta em cidades turísticas do Rio Clipping produzido pelo Instituto de Políticas Públicas de Segurança da Fundação Santo André INSEFUSA 17/04/2006 Violência aumenta em cidades turísticas do Rio Folha de São Paulo, 15 de abril de 2006 -

Leia mais

Criança de quatro anos precisa de doador de medula óssea em Tietê, SP

Criança de quatro anos precisa de doador de medula óssea em Tietê, SP Criança de quatro anos precisa de doador de medula óssea em Tietê, SP Andressa com a filha no colo (Foto:Arquivo pessoal) Uma adolescente de 16 anos, moradora do Jardim América, na Zona Norte do Rio de

Leia mais

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS

USUÁRIO É CONDENADO POR DROGAS DE TERCEIROS NOME DEFENSOR: DAWIDSON PAULA DA JESUS ESTADO: SÃO PAULO DESCRIÇÃO DO CASO QUALIFICAÇÃO NOME: SEXO: ROGERIO ALMEIDA BARBOSA MASCULINO IDADE: 18-21 COR: PARDO GRAU DE INSTRUÇÃO: RELIGIÃO: CATÓLICA FUNDAMENTAL

Leia mais

LAUDO TÉCNICO. Respostas entre asteriscos indicam que o assunto perturba o depoente.

LAUDO TÉCNICO. Respostas entre asteriscos indicam que o assunto perturba o depoente. Porto Alegre, 21 de julho de 2010. LAUDO TÉCNICO No dia de hoje através de um áudio extraído da entrevista de Fernanda Gomes de Castro para o programa Mais Você de 21/07/2010, foi realizada uma analise

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO DISTRITO FEDERAL E DOS TERRITÓRIOS Órgão : Segunda Turma Criminal Classe : Apelação Criminal Nº Processo : 1999 04 1 000829-4 Apelante : JOÃO AMARO FERNANDES Apelada : A JUSTIÇA PÚBLICA Relator : Des or GETULIO PINHEIRO Delito de trânsito.

Leia mais

São Paulo, 8 de setembro de 1999. BOLETIM GERAL PM 171 1 - DIRETRIZES A SEREM SEGUIDAS NO ATENDIMENTO DE LOCAIS DE CRIME

São Paulo, 8 de setembro de 1999. BOLETIM GERAL PM 171 1 - DIRETRIZES A SEREM SEGUIDAS NO ATENDIMENTO DE LOCAIS DE CRIME São Paulo, 8 de setembro de 1999. BOLETIM GERAL PM 171 1 - DIRETRIZES A SEREM SEGUIDAS NO ATENDIMENTO DE LOCAIS DE CRIME Resolução SSP- 382, de 1/9/99 O Secretario da Segurança Pública Considerando que

Leia mais

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO BE_310 CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNICAMP ESTUDO (Turma 2012) Disponível em: http://www.ib.unicamp.br/dep_biologia_animal/be310 A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA)

Leia mais

"JOSÉ LEÃO, UM MITO SANTO E O CLAMOR DE UM POVO POR JUSTIÇA".

JOSÉ LEÃO, UM MITO SANTO E O CLAMOR DE UM POVO POR JUSTIÇA. "JOSÉ LEÃO, UM MITO SANTO E O CLAMOR DE UM POVO POR JUSTIÇA". Capela de José Leão. Erguida em honra ao jovem assassinado no ano de 1877. Fonte: Foto do Portal Cabuginet. A História de José Leão é cercada

Leia mais

SAIA DA MIRA SAIA DA MIRA DICAS DE PREVENÇÃO

SAIA DA MIRA SAIA DA MIRA DICAS DE PREVENÇÃO SAIA DICAS DE PREVENÇÃO Todos os dias, em vários lugares, estamos expostos a riscos. Seja no trabalho, em casa, na escola, ou quando estamos passeando. Por isso, a Prefeitura de São José dos Campos elaborou

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

Cidadão com Segurança. Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia

Cidadão com Segurança. Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia Cidadão com Segurança Respeito mútuo entre Cidadão e Polícia Presidente do Conselho Nacional do Ministério Público e Procurador-Geral da República Roberto Monteiro Gurgel Santos Comissão do Sistema Prisional,

Leia mais

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas Nicholas Sparks Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas A ÚLTIMA MÚSICA 1 Ronnie Seis meses antes Ronnie estava sentada no banco da frente do carro sem entender por que seus pais a odiavam tanto. Era

Leia mais

Análise argumentativa sobre discurso do advogado de defesa do caso Nardoni

Análise argumentativa sobre discurso do advogado de defesa do caso Nardoni Análise argumentativa sobre discurso do advogado de defesa do caso Nardoni Carolina Cardoso 1 Edna Barcela 1 Débora Leffa 1 Cristina Maria de Oliveira 2 Resumo: Neste estudo, o objetivo é analisar o discurso

Leia mais

Elaboração de pauta para telejornal

Elaboração de pauta para telejornal Elaboração de pauta para telejornal Pauta é a orientação transmitida aos repórteres pelo pauteiro, profissional responsável por pensar de que forma a matéria será abordada no telejornal. No telejornalismo,

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V

REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V REFLEXÕES SOBRE A PROFISSÃO DE DELEGADO DE POLÍCIA CIVIL - V edilbertodonsantos@gmail.com Vocês já ouviram alguém dizer que polícia é igual criança, quando está perto incomoda e quando está longe faz falta?

Leia mais

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal Mantidas pela Associação Educacional de Rondônia E-mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet.

UNESC Faculdades Integradas de Cacoal Mantidas pela Associação Educacional de Rondônia E-mail: unesc@unescnet.br - Internet: www.unescnet. NÚCLEO DE PRÁTICA JURÍDICA (NPJ) ANEXO VI (Edital n. 02/2014-2) CRONOGRAMA SEMESTRAL 9.º PERÍODO DEPENDÊNCIA N. DATAS ATIVIDADES EQUIVALÊNCIA Disponibilização do Cronograma Semestral de atividades no átrio

Leia mais

MEU TIO MATOU UM CARA

MEU TIO MATOU UM CARA MEU TIO MATOU UM CARA M eu tio matou um cara. Pelo menos foi isso que ele disse. Eu estava assistindo televisão, um programa idiota em que umas garotas muito gostosas ficavam dançando. O interfone tocou.

Leia mais

Após manifestações, 15 pessoas continuam presas em Belo Horizonte

Após manifestações, 15 pessoas continuam presas em Belo Horizonte Após manifestações, 15 pessoas continuam presas em Belo Horizonte Dos 56 detidos, 11 são adolescentes; 30 foram ouvidos e liberados. Manifestantes e polícia se enfrentaram em dois momentos neste sábado.

Leia mais

DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira

DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira DOCE BALANÇO Novela de Antonio Figueira Escrita por Antonio Figueira Personagens deste capítulo: DETETIVE AMADEU ALFREDINHO DELEGADO NOGUEIRA VALÉRIA MONTEIRO PRADO MALU CARMEN HUGO MATIAS MARCELÃO ISADORA

Leia mais

Lei Maria da Penha. Pelo fim da violência. ulher. contra a

Lei Maria da Penha. Pelo fim da violência. ulher. contra a Lei Maria da Penha Pelo fim da violência ulher contra a Ligação gratuita, 24 horas, para informações sobre a Lei Maria da Penha e os serviços para o atendimento às mulheres em situação de violência. Lei

Leia mais

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS

CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS CARTILHA DOS JUIZADOS ESPECIAIS CRIMINAIS Os Juizados Especiais foram criados para atender; de uma forma rápida e simples, problemas cujas soluções podem ser buscadas por qualquer cidadão. Antes deles,

Leia mais

Felipe Perin. AUV surveyor. Consultor de TI. Desenvolvedor web. Entusiasta em software livre. Segurança em Redes de Computadores.

Felipe Perin. AUV surveyor. Consultor de TI. Desenvolvedor web. Entusiasta em software livre. Segurança em Redes de Computadores. Felipe Perin E-mail: Linkedin: Sites: AUV surveyor Consultor de TI Desenvolvedor web Entusiasta em software livre Segurança em Redes de Computadores Palestrante perin.ng@gmail.com http://br.linkedin.com/in/felipeperin

Leia mais

Bandidos explodem Banco do Brasil de São Cristovão

Bandidos explodem Banco do Brasil de São Cristovão Bandidos explodem Banco do Brasil de São Cristovão Muita fumaça ainda pôde ser vista na explosão do Banco. Foto: Internauta A informação recebida pelo nosso Portal é que por volta das 22h30 deste domingo,

Leia mais

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque

Fantasmas da noite. Uma peça de Hayaldo Copque Fantasmas da noite Uma peça de Hayaldo Copque Peça encenada dentro de um automóvel na Praça Roosevelt, em São Paulo-SP, nos dias 11 e 12 de novembro de 2011, no projeto AutoPeças, das Satyrianas. Direção:

Leia mais

Como dicas de segurança, sugerimos:

Como dicas de segurança, sugerimos: POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE SÃO PAULO QÜINQUAGÉSIMO PRIMEIRO BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR DO INTERIOR SETOR DE ASSUNTOS CIVIS Como dicas de segurança, sugerimos: Edifícios: - As normas de segurança a serem

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª Central de Inquéritos Policiais 23ª Promotoria de Investigação Penal DENÚNCIA

MINISTÉRIO PÚBLICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO 1ª Central de Inquéritos Policiais 23ª Promotoria de Investigação Penal DENÚNCIA EXMO. SR. DR. JUIZ DE DIREITO DA 35ª VARA CRIMINAL DO FORO DA COMARCA DA CAPITAL - RIO DE JANEIRO. Processo n.º 0271912-17.2013.8.19.0001 Inquérito Policial nº.: 015/027/2013. Origem: Divisão de Homicídios

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA SENTENÇA PENAL

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA SENTENÇA PENAL TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO XLIII CONCURSO PARA INGRESSO NA MAGISTRATURA DE CARREIRA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SENTENÇA PENAL Leia o relatório abaixo com atenção e complemente a sentença.

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons.

Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet Brasil licencia seus materiais de forma aberta através do Creative Commons. Olá, você esta acessando um dos materiais vencedores no concurso InternÉtica 2011, realizado pela SaferNet Brasil e o Instituto Childhood Brasil. Facilitando a criação e distribuição de conteúdos, a SaferNet

Leia mais

Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado

Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado Editoria: Noticia www.acritica.com.br Coluna: -- Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado Acidentes de trânsito causam transtorno no feriado -- Acidentes na capital e no interior marcam o feriado

Leia mais

DIREITOS DESRESPEITADOS - A nefasta alta-programada do INSS

DIREITOS DESRESPEITADOS - A nefasta alta-programada do INSS DIREITOS DESRESPEITADOS - A nefasta alta-programada do INSS Divulgamos aqui no site uma matéria especial do Programa Frantástico, da Rede Globo, veiculada neste domingo (20/02) sobre a chamada alta-programada

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a

Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a João do Medo Era uma vez um menino muito pobre chamado João, que vivia com o papai e a mamãe dele. Um dia, esse menino teve um sonho ruim com um monstro bem feio e, quando ele acordou, não encontrou mais

Leia mais

PACIENTE DO OUTRO MUNDO

PACIENTE DO OUTRO MUNDO PACIENTE DO OUTRO MUNDO Os dois médicos conversavam e um queria ser mais importante que o outro. Diz o primeiro: O colega há de ouvir que eu sou realmente um grande cirurgião. Só pra você ter uma idéia,

Leia mais

Storyline : Argumento do Episódio :

Storyline : Argumento do Episódio : Storyline : No 1 episódio a Duquesa Beaumont é sequestrada. Os sequestradores gravam um vídeo fazendo a exigência do resgate, o mesmo é postado no Youtube, sua liberdade está garantida com uma condição:

Leia mais

VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA.

VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA. VIVENDO EM CONDOMINIOS COM SEGURANÇA. Viver em condomínio exige mais no aspecto da segurança, além dos cuidados rotineiros com as medidas de segurança individual de cada morador temos que observar se os

Leia mais

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead)

A Última Carta. Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) A Última Carta Sempre achamos que haverá mais tempo. E aí ele acaba. (The Walking Dead) E la foi a melhor coisa que já me aconteceu, não quero sentir falta disso. Desse momento. Dela. Ela é a única que

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME"

MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O BULLYING/IJIME MANUAL PARA PAIS E RESPONSÁVEIS SOBRE COMO LIDAR COM O "BULLYING/IJIME" Consulado Geral do Brasil em Tóquio 2014 1. DEFINIÇÃO DE "IJIME" A expressão japonesa "ijime" significa maltrato. Já a expressão

Leia mais

Ministério da Justiça. Um guia para os. Procuradores. e para os Inquéritos

Ministério da Justiça. Um guia para os. Procuradores. e para os Inquéritos Ministério da Justiça Um guia para os Procuradores e para os Inquéritos Um guia para os Procuradores e para os Inquéritos Conteúdo 1. O que é um procurador? 3 2. O que é que os procuradores fazem? 4 3.

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem Tudo bem. Eu vou para casa! Foi o que uma moça disse a seu namorado, na República Central-Africana. Tudo começou porque ele ia fazer uma viagem

Leia mais

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL E MEDIO MARIO QUINTANA REDAÇÃO PROFª ALINE NEUSCHRANK

ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL E MEDIO MARIO QUINTANA REDAÇÃO PROFª ALINE NEUSCHRANK ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL E MEDIO MARIO QUINTANA REDAÇÃO PROFª ALINE NEUSCHRANK ÁLBUM DESCRITIVO NOME: TURMA: DATA DE ENTREGA: 02/05/08 INTRODUÇÃO Este trabalho está sendo desenvolvido no Projeto de

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes

A criança preocupada. Claudia Mascarenhas Fernandes A criança preocupada Claudia Mascarenhas Fernandes Em sua época Freud se perguntou o que queria uma mulher, devido ao enigma que essa posição subjetiva suscitava. Outras perguntas sempre fizeram da psicanálise

Leia mais

João Evangelista dos Santos Gestor da GPAC/SDS

João Evangelista dos Santos Gestor da GPAC/SDS A SDS através da Gerência de Prevenção e Articulação Comunitária GPAC/UPP, apresenta a mensagem informativa, por meio de Literatura popular sobre a lei 11.340/06, Lei Mª. da Penha. Parabenizamos o NUPREV-Sertão

Leia mais

Formas de Violência Doméstica (contra crianças, adolescentes e mulheres)

Formas de Violência Doméstica (contra crianças, adolescentes e mulheres) VIOLÊNCIA DOMÉSTICA A violência é uma questão social que afeta a todas as pessoas, mulheres e homens, sejam elas crianças, adolescentes, jovens, adultos, idosos. Ela acontece em todas as classes sociais,

Leia mais

REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA

REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA REFLEXÕES SOBRE A VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO. NÚCLEO DE DEFESA DO IDOSO E PESSOA COM DEFICIÊNCIA ALEXANDRE DE OLIVEIRA ALCÂNTARA FORTALEZA, 17 de junho de 2011. VIOLÊNCIA CONTRA O IDOSO PESQUISA: Violência

Leia mais

Ref: Tortura e subseqüente morte de Chan Kim Chang, Rio de Janeiro, Brasil

Ref: Tortura e subseqüente morte de Chan Kim Chang, Rio de Janeiro, Brasil Oficio nº JG/RJ 129/03 Rio de Janeiro, 23 de setembro de 2003 Exmo. Sr. Theo C. van Boven Relator Especial da ONU sobre Tortura Centro de Direitos Humanos das Nações Unidas Palácio Wilson Genebra, Suíça

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Segurança no dia-a-dia Vol. X Manual de Segurança Apresentação N ão há estratégias ou sistemas de segurança intransponíveis. Isso é o que dizem todos os especialistas

Leia mais

DIREITO PENAL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL

DIREITO PENAL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO DIREITO PENAL PROVA PRÁTICO - PROFISSIONAL SEU CADERNO Além deste caderno de rascunho contendo o enunciado da peça prático-profissional e das quatro questões discursivas,

Leia mais

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento 1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento O momento em que entramos ou saímos de nossas residências, costuma oferecer grande risco, pois normalmente estamos distraídos, além de abrirmos,

Leia mais

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena

JANEIRO DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. escrito por: Antפnio Carlos Calixto. Filho. Personagens: Dana de. Oliveira uma moça. simples ingênua morena OSUTERBOS DE 2013,SEXTA FEIRA DIA 11. JANEIRO escrito por: Antפnio Carlos Calixto Filho Personagens: Dana de Oliveira uma moça simples ingênua morena olhos pretos como jabuticaba,1.70a,sarad a cabelos

Leia mais

S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S

S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S S E G U R A N Ç A E M C O N DO MÍN IO S, P R É DIO S E R E S IDÊ N C IA S Caxias do Sul, RS, Outubro de 2012. S lide - 1 S um á rio Apresentação do Palestrante e sua empresa; Objetivo da Palestra Dados

Leia mais

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma.

Duração: Aproximadamente um mês. O tempo é flexível diante do perfil de cada turma. Projeto Nome Próprio http://pixabay.com/pt/cubo-de-madeira-letras-abc-cubo-491720/ Público alvo: Educação Infantil 2 e 3 anos Disciplina: Linguagem oral e escrita Duração: Aproximadamente um mês. O tempo

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

Jaime Wright por Dom Paulo Evaristo Arns

Jaime Wright por Dom Paulo Evaristo Arns Jaime Wright por Dom Paulo Evaristo Arns "Éramos dois contratados de Deus" JOSÉ MARIA MAYRINK (Jornal do Brasil - 13/6/99) SÃO PAULO - Campeão da defesa dos direitos humanos durante os anos da ditadura

Leia mais

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1

A ABDUZIDA. CELIORHEIS Página 1 CELIORHEIS Página 1 A Abduzida um romance que pretende trazer algumas mensagens Mensagens estas que estarão ora explícitas ora implícitas, dependendo da ótica do leitor e do contexto em que ela se apresentar.

Leia mais

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves

Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão. Jorge Esteves Catequese nº 13 (4º Catecismo) Jesus presente no irmão Jorge Esteves Objectivos 1. Reconhecer que Jesus se identifica com os irmãos, sobretudo com os mais necessitados (interpretação e embora menos no

Leia mais

Gratuidade com os outros

Gratuidade com os outros 2ª feira, dia 21 de setembro de 2015 Gratuidade com os outros Bom dia! Com certeza, todos nós já experimentamos como é bom brincar com amigos, como nos faz felizes trocar jogos e brinquedos, como sabe

Leia mais

OAB 2ª Fase Penal Espelho Simulado Estefânia Rocha & Emerson Castelo Branco

OAB 2ª Fase Penal Espelho Simulado Estefânia Rocha & Emerson Castelo Branco OAB 2ª Fase Penal Espelho Simulado Estefânia Rocha & Emerson Castelo Branco 2013 Copyright. Curso Agora eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. José foi denunciado como incurso no art. 155, 4o,

Leia mais

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência

5 ADOLESCÊNCIA. 5.1. Passagem da Infância Para a Adolescência 43 5 ADOLESCÊNCIA O termo adolescência, tão utilizado pelas classes médias e altas, não costumam fazer parte do vocabulário das mulheres entrevistadas. Seu emprego ocorre mais entre aquelas que por trabalhar

Leia mais

FORENSIC Training Seminars

FORENSIC Training Seminars FORENSIC Training Seminars FORENSIC Training Seminars Temos o prazer de apresentar a nossa proposta comercial para um programa de treinamento abaixo discriminado, que julgamos pó ser útil à sua organização:

Leia mais

Nome: Diurno Curso: Matrícula: Período: Prova Amarela Sala:

Nome: Diurno Curso: Matrícula: Período: Prova Amarela Sala: Nome: Diurno Curso: Matrícula: Período: Prova Amarela Sala: Livro: O marido Perfeito Mora ao Lado 1-Raquel conhecia Marcos desde a infância porque: a) Raquel e Marcos eram primos de primeiro grau. b) a

Leia mais

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança

Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br. Manual de Segurança Tel. (11) 5592-5592 / www.fortknox.com.br Instituições de Ensino Vol. VIV Manual de Segurança U Apresentação m dos maiores desafios durante a elaboração de um sistema de segurança para uma instituição

Leia mais

RESPONSABILIDADE CIVIL DE SHOPPING CENTER EM CASO DE SUICÍDIO

RESPONSABILIDADE CIVIL DE SHOPPING CENTER EM CASO DE SUICÍDIO RESPONSABILIDADE CIVIL DE SHOPPING CENTER EM CASO DE SUICÍDIO ROBERVAL CASEMIRO BELINATI Desembargador do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios Membro da 2ª Turma Criminal Professor

Leia mais

O CASO ESCOLA BASE E A IMPORTANCIA DA ÉTICA NA PRÁTICA DO JORNALISMO

O CASO ESCOLA BASE E A IMPORTANCIA DA ÉTICA NA PRÁTICA DO JORNALISMO O CASO ESCOLA BASE E A IMPORTANCIA DA ÉTICA NA PRÁTICA DO JORNALISMO Fernando Lopes da Silva * RESUMO No ano de 1994 duas mães denunciam os proprietários da Escola Base de abusarem sexualmente dos seus

Leia mais

Arquétipos na publicidade e propaganda

Arquétipos na publicidade e propaganda Arquétipos na publicidade e propaganda Mauricio BARTH 1 Moris Mozart MUSSKOPF 2 Resumo Diversos indicadores comprovam o processo de envelhecimento da população brasileira. Esta tendência, do ponto de vista

Leia mais

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades.

Maternal B. A adaptação foi um período bastante especial para a turma do Maternal, com muitas novidades. Relatório de Grupo Maternal B 2013 Neste relatório, desejamos compartilhar com vocês o início da história do nosso grupo, contando como foram os primeiros dias e as primeiras descobertas. A adaptação foi

Leia mais

MÍDIA E VIOLÊNCIA COMO OS JORNAIS RETRATAM A VIOLÊNCIA E A SEGURANÇA PÚBLICA NA BAIXADA FLUMINENSE. Silvia Ramos

MÍDIA E VIOLÊNCIA COMO OS JORNAIS RETRATAM A VIOLÊNCIA E A SEGURANÇA PÚBLICA NA BAIXADA FLUMINENSE. Silvia Ramos MÍDIA E VIOLÊNCIA COMO OS JORNAIS RETRATAM A VIOLÊNCIA E A SEGURANÇA PÚBLICA NA BAIXADA FLUMINENSE Silvia Ramos A pesquisa mídia e violência O Centro de Estudos de Segurança e Cidadania da Universidade

Leia mais

Conversando com os pais

Conversando com os pais Conversando com os pais Motivos para falar sobre esse assunto, em casa, com os filhos 1. A criança mais informada, e de forma correta, terá mais chances de saber lidar com sua sexualidade e, no futuro,

Leia mais

LEI SECA de trânsito

LEI SECA de trânsito LEI SECA de trânsito Tire algumas dúvidas sobre a nova Lei Seca no trânsito O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, está apresentando em sua edição desta segunda-feira (23) um interessante serviço público.

Leia mais

Sinopse. Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu

Sinopse. Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu 1 Sinopse Teria sido uma noite como qualquer outra, se ele não tivesse aparecido. E se eu não estivesse completamente sozinha. Com um estranho em um Penhasco e sem lembrar de como fui parar ali. Me assustei

Leia mais

Criança com deficiência

Criança com deficiência Criança com deficiência Não espero pelos outros. Começo eu mesmo. Como toda criança, a criança com deficiência precisa de muito amor, atenção, cuidados e proteção. Precisa também brincar com outras crianças

Leia mais

Antes da leitura do livro Sugestões de atividades

Antes da leitura do livro Sugestões de atividades PROJETO DE LEITURA PARTE 1 PRÉ-LEITURA ATIVIDADES ANTERIORES À LEITURA INTENÇÃO: LEVANTAR HIPÓTESES SOBRE A HISTÓRIA, INSTIGAR A CURIOSIDADE E AMPLIAR O REPERTÓRIO DO ALUNO. Antes da leitura do livro Sugestões

Leia mais

Análise de Uma Carta de Evento. -Um Caso de Assassinato-

Análise de Uma Carta de Evento. -Um Caso de Assassinato- Análise de Uma Carta de Evento -Um Caso de Assassinato- Dezenas de milhares de pessoas são mortas anualmente no Brasil, mas o assassinato de uma criança de cinco anos de idade manteve o Brasil, a opinião

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema)

MODELO QUEIXA-CRIME. (especificar a Vara de acordo com o problema) Disciplina Processo Penal Aula 10 Professora Beatriz Abraão MODELO DE PETIÇÃO DE INTERPOSIÇÃO E RAZÕES DE APELAÇÃO EM CASO DE CONDENAÇÃO POR CRIME COMUM Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da...

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL

PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL PROCESSO PENAL RESUMO DE PROCESSO PENAL 3 Rosivaldo Russo 1) AÇÃO PENAL: 2. INÍCIO DA AÇÃO PENAL AÇÃO PENAL PÚBLICA tem início através de uma peça que se chama denúncia. Essa é a petição inicial dos crimes

Leia mais

Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia

Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia 1 2015 VICE Media LLC Uma Prostituta Carioca Foi (de Novo) Sequestrada e Ameaçada pela Polícia março 19, 2015 Por Matias Maxx Repórter Foto por Matias Max. No ano passado, poucas semanas antes do início

Leia mais

2011 ano Profético das Portas Abertas

2011 ano Profético das Portas Abertas 2011 ano Profético das Portas Abertas Porta Aberta da Oportunidade I Samuel 17:26 - Davi falou com alguns outros que estavam ali, para confirmar se era verdade o que diziam. "O que ganhará o homem que

Leia mais

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997.

017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. 017. Segunda-Feira, 05 de Julho de 1997. Acordei hoje como sempre, antes do despertador tocar, já era rotina. Ao levantar pude sentir o peso de meu corpo, parecia uma pedra. Fui andando devagar até o banheiro.

Leia mais

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você!

Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Vamos mudar o mundo? Mais esta mudança deve começar por você! Este Livro Digital (Ebook) é fruto de uma observação que eu faço no mínimo há dez anos nas Redes Sociais, e até pessoalmente na convivência

Leia mais

Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu

Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe) II.Coríntios 12:2

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes

BRINCADEIRA. por. Vinícius Bernardes BRINCADEIRA por Vinícius Bernardes baseado na crônica "Brincadeira" de Luís Fernando Veríssimo oliverplentz@gmail.com Copyright (c) 2015 This screenplay may not be used or reproduced without the express

Leia mais