REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5)"

Transcrição

1 REGULAMENTO ESPECÍFICO (apenas modalidade 5) 1. PARTICIPAÇÃO 1.1 Os trabalhos acadêmicos inscritos deverão ter sido implementados nos últimos 02 anos e os autores deverão ser portadores de diplomas de nível superior, podendo concorrer individualmente ou em grupo, limitado a 04 participantes por grupo, de qualquer nacionalidade e formação acadêmica. 1.2 É vedada a participação de funcionários, consultores e colaboradores contratados das entidades do Sistema FIEB, bem como de seus familiares e parentes até o segundo grau. 2. SELEÇÃO 2.1 Os trabalhos acadêmicos inscritos serão selecionados, previamente, por uma Comissão Julgadora, idônea, composta por especialistas das áreas ambiental e social, indicados pelos Conselhos de Meio Ambiente COMAM e de Responsabilidade Social CORES da Federação das Indústrias do Estado da Bahia. 2.2 A Comissão Julgadora considerará como projeto selecionado aquele que apresentar na Ficha de Cadastro os Benefícios das Ações Implementadas (socioculturais, ambientais, econômicos e tecnológicos), bem como, pelo menos dois Indicadores de Desempenho das Ações Implementadas Para os casos que por especificidade do Projeto não houver indicador, deve ser apresentado o método de monitoramento da ação. 2.3 A decisão da Comissão Julgadora é irrecorrível. 3. AVALIAÇÃO 3.1 A avaliação dos Projetos selecionados será realizada pela mesma Comissão Julgadora e terá como base a contribuição efetiva e mensurável do 1

2 projeto implantado pela empresa acerca das melhorias alcançadas de desempenho socioambiental e aprimoramento dos níveis de produtividade e competitividade empresarial. 3.2 O julgamento e a classificação dos Projetos apresentados serão realizados com base nos critérios n e seus respectivos pesos Tabela 1. W i,apresentados na Nº ORDEM Tabela 1 Critérios e pesos para avaliação dos projetos. CRITÉRIOS ( n ) PESOS ( W i ) 01 Caráter inovador do projeto 0,10 02 Avaliação dos indicadores desempenho, quanto aos 0,25 quantitativos alcançados. 03 Caráter integrador: parceria na implementação das atividades 0,15 do projeto com empresa, entidades de proteção ambiental, comunidades, público consumidor, ONGs. 04 Reprodutibilidade e potencial de difusão do projeto para outras 0,10 empresas. 05 Avaliação das ações implementadas quanto aos benefícios: 0,25 socioculturais, ambientais, econômicos e tecnológicos. 06 Contribuições do Projeto na conquista de novos mercados e 0,15 desenvolvimento de novos processos e produtos mais ambientalmente corretos Os pesos conferidos para cada critério foram definidos conforme juízo crítico da comissão organizadora. 3.4 Metodologia de cálculo O cálculo das notas será realizado mediante a equação (1) abaixo. NT n i ( PC i * W ) (1) 1 i 2

3 Em que: O cálculo da Nota Técnica (NT) contempla os seguintes passos: a) O projeto selecionado receberá uma pontuação, na escala de 0 a 10, em cada critério a ser avaliado; b) Multiplicar pontuação ( ) pelo seu respectivo peso. c) Por último, somar o score resultante do produto PC i * W i, em cada critério. Obs.: A Nota Técnica será, então, interpretada como uma média ponderada da avaliação do projeto. As notas mínima e máxima serão respectivamente 0 e Ganhará aquele que conseguir alcançar a maior nota NT. Observação: A Comissão Julgadora poderá solicitar, sempre que necessário, esclarecimentos, informações adicionais e/ou visitas técnicas para uma melhor compreensão do projeto apresentado, ou para ter evidências objetivas da sua efetiva implantação. 3

4 4. PREMIAÇÃO 4.1 O 11º Prêmio FIEB de Desempenho Socioambiental da Indústria Baiana será concedido aos melhores trabalhos que tenham como foco principal melhoria do desempenho Sócio ambiental e da competitividade da indústria baiana. 4.2 Será premiado o melhor trabalho, no valor de 5.000,00 (cinco mil reais), considerando: a) O prêmio será pago ao (s) autor (es) em reais, moeda corrente brasileira. b) O valor do prêmio estará sujeito à incidência, dedução e retenção de impostos, conforme legislação em vigor por ocasião da data do pagamento do prêmio. c) Caso o premiado resida fora do Brasil, as despesas com câmbio e remessa de valores para o exterior, além de outros eventuais custos, serão de sua inteira responsabilidade. 4.3 A Comissão Julgadora poderá decidir não conferir o prêmio quando nenhum trabalho possuir qualidade satisfatória e/ou não estiver adequado ao tema. 4.4 A Comissão Julgadora poderá conceder até 02 (duas) Menções Honrosas aos trabalhos apresentados. As Menções Honrosas não receberão premiação em dinheiro, fazendo jus a um certificado. 4.5 O trabalho acadêmico vencedor deverá realizar apresentação em 10 minutos, com fotos para facilitar a visualização, e terá ampla divulgação, através dos veículos de comunicação e publicações do Sistema FIEB. A solenidade de entrega do prêmio está programada para 07 de agosto de INSCRIÇÃO 5.1 Para participar do 11º Prêmio FIEB de Desempenho Socioambiental da 4

5 Indústria Baiana os candidatos devem encaminhar, até 07 de julho de 2014, para a sede da Federação das Indústrias do Estado da Bahia. Os candidatos deverão enviar a Ficha de Cadastro juntamente com o Trabalho Acadêmico. 5.2 O regulamento do Prêmio e a Ficha de Cadastro estão disponíveis no nosso site: <http://www.fieb.org.br/desenvolvimento_sustentavel/>. Cronograma Ação Data Apresentação dos Trabalhos e Ficha de 07/07/2014 Cadastro. (Inscrição) Solenidade de Entrega dos Prêmios 07/08/ No ato da inscrição, os candidatos devem anexar os seguintes documentos: a) cópia eletrônica do artigo técnico em formato PDF que não exceda o tamanho de 10 MB; b) cópias do documento de identidade e do CPF em formato PDF, JPEG ou PNG que não excedam o tamanho de 2 MB; c) currículo atualizado, sendo aceito somente o currículo Lattes do CNPq. 5.4 Os documentos anexados no ato da inscrição serão de acesso restrito ao Coordenador do 11º Prêmio FIEB de Desempenho Socioambiental da Indústria Baiana, funcionário da instituição, até a divulgação dos resultados pela FIEB. 5.5 Somente serão considerados inscritos os trabalhos acadêmicos enviados (via upload) cuja autoria seja identificada apenas por meio de um pseudônimo impresso na capa do texto, mantendo anônima a verdadeira autoria do texto no momento do seu julgamento por parte dos membros da Comissão Julgadora. 5

6 5.6 No caso de trabalho em grupo, todos os integrantes da equipe deverão encaminhar os documentos de que tratam as alíneas "b" e "c" do item 5.3. O grupo indicará expressamente o coordenador do trabalho quando da inscrição, assim como o pseudônimo de identificação adotado. O Prêmio em dinheiro será entregue ao coordenador indicado. 6. ORIENTAÇÕES PARA A ELABORAÇÃO DOS TRABALHOS ACADÊMICOS APLICADOS À INDÚSTRIA 6.1 O Trabalho Acadêmico deverá obrigatoriamente conter e observar os seguintes requisitos: a) capa contendo o nome do prêmio, o título do trabalho e o pseudônimo de identificação; b) resumo de no máximo 100 palavras; c) máximo de 10 páginas, incluindo capa, bibliografia e anexos; d) redigido em língua portuguesa; e) digitado em espaço 1,5 entrelinhas, fonte arial, corpo 11, papel tamanho A4, com no máximo 35 linhas por página, impressão dupla face; f) gravado em formato Microsoft Word ou similar. 7. ROTEIRO PARA ELABORAÇÃO DOS TRABALHOS ACADÊMICOS (Modalidade 5) a) Apresentação; b) Objetivo do projeto; c) Descrição do projeto: referencial teórico, metodologia de trabalho; d) Indicadores quantitativos de desempenho ambiental, tecnológico e sociocultural e econômico; e) Caráter integrador: parceria na implementação das atividades do projeto com empresa, entidades de proteção ambiental, comunidades, público consumidor, ONGs; f) Caráter inovador do projeto; 6

7 g) Reprodutibilidade e potencial de difusão do projeto para outras empresas; h) Contribuições do Projeto na conquista de novos mercados e desenvolvimento de novos processos e produtos mais ambientalmente corretos. i) Considerações finais. j) Referências 7

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO

PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO PRÊMIO CNI DE ECONOMIA 2014 REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Artigo 1º - Idealizado e instituído pela Confederação Nacional da Indústria, o Prêmio CNI de Economia, cuja periodicidade é anual, tem por finalidade

Leia mais

V Prêmio DEST Monografias Empresas Estatais REGULAMENTO

V Prêmio DEST Monografias Empresas Estatais REGULAMENTO Art. 1º Idealizado pelo Departamento de Coordenação e Controle das Empresas Estatais e instituído pela Portaria nº 113, de 1º de junho de 2005, cuja nova denominação foi dada pela Portaria 137, de 9 de

Leia mais

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DA BAHIA Superintendência de Desenvolvimento Industrial. Prêmio FIEB de História Econômica Industrial

FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DA BAHIA Superintendência de Desenvolvimento Industrial. Prêmio FIEB de História Econômica Industrial FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO ESTADO DA BAHIA Superintendência de Desenvolvimento Industrial Prêmio FIEB de História Econômica Industrial REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Art. 1º - O Prêmio FIEB de História Econômica

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA

RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA XI PRÊMIO SER HUMANO AS MELHORES PRÁTICAS EM GESTÃO DE PESSOAS ABRH- MG MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA BELO HORIZONTE, DEZEMBRO DE 2011. MODALIDADE RESPONSABILIDADE SOCIAL CORPORATIVA REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015

REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015 REGULAMENTO DO PRÊMIO BANCO CENTRAL DE ECONOMIA E FINANÇAS 2015 Disposições Gerais Art. 1º O Banco Central do Brasil (BCB), com o apoio da Federação Nacional de Associações de Servidores do Banco Central

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Federação das Indústrias do Estado da Bahia FIEB. Conselho de Meio Ambiente COMAM

APRESENTAÇÃO. Federação das Indústrias do Estado da Bahia FIEB. Conselho de Meio Ambiente COMAM APRESENTAÇÃO A FIEB, através do seu Conselho de Meio Ambiente - COMAM, vem realizando desde o ano de 2000, o Prêmio FIEB Desempenho Ambiental. Em suas duas primeiras edições o Prêmio abrangeu as categorias

Leia mais

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO

BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO BOLSA DE ESTUDOS FGC REGULAMENTO Art. 1º - O Fundo Garantidor de Créditos FGC concederá, nos termos deste Regulamento, auxílio bolsa de estudos para os melhores projetos de monografia de conclusão de curso,

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS - ORGANIZAÇÃO Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH PB - Modalidade Gestão de Pessoas - Profissional, premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados à projetos implantados pelo profissional,

Leia mais

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE RECURSOS HUMANOS SECCIONAL DO DISTRITO FEDERAL ABRH-DF PRÊMIO SER HUMANO BRASÍLIA EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO 1. DO OBJETIVO: Reconhecer, disseminar e premiar boas práticas e bons

Leia mais

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR

REGULAMENTO 2015 PRÊMIO SER HUMANO ABRH PB MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL RESPONSABILIDADE SOCIAL- TERCEIRO SETOR Página 1 A. OBJETIVO A.1. O Prêmio Ser Humano ABRH-PB - Desenvolvimento Sustentável e Responsabilidade Social / Organização do Terceiro Setor tem o objetivo de reconhecer e premiar projetos desenvolvidos

Leia mais

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA

MEIO AMBIENTE E CIDADANIA REGULAMENTO A Universidade Comunitária da Região de Chapecó, em conjunto com a Caixa Econômica Federal, abre inscrições para 6º Prêmio Unochapecó/Caixa de Jornalismo Ambiental 2014 e dá outras providências.

Leia mais

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor.

B2. Os cases poderão ser de autoria individual ou em coautoria, porém será entregue apenas um troféu por case vencedor. PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / PROFISSIONAL A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Profissional premia casos de caráter técnico

Leia mais

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE

REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE REGULAMENTO CIDADANIA ABRH-RS EDIÇÃO 2012 CATEGORIA ESTUDANTE ARTIGO I DEFINIÇÃO E NATUREZA O Prêmio Cidadania, categoria Estudante, premia trabalhos de caráter técnico ou científico, referente a implementação

Leia mais

PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015

PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015 PRÊMIO IBRAC COMERCIO INTERNACIONAL 2015 REGULAMENTO CONCURSO DE MONOGRAFIAS SOBRE COMÉRCIO INTERNACIONAL O Instituto Brasileiro de Estudos de Concorrência, Consumo e Comércio Internacional ( IBRAC ) promoverá

Leia mais

INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS

INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS INSTITUTO PAULO MARTINS REGULAMENTO DO CONCURSO 400 ANOS DE ALIMENTAÇÃO EM BELÉM COM ENFOQUE NA CULINÁRIA E HÁBITOS CULTURAIS RELACIONADOS EDITAL Nº 002 /2015 O Festival Ver-o-Peso da Cozinha Paraense

Leia mais

1º PRÊMIO ENFIL DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL REGULAMENTO 2012 DOS OBJETIVOS

1º PRÊMIO ENFIL DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL REGULAMENTO 2012 DOS OBJETIVOS 1º PRÊMIO ENFIL DE INOVAÇÃO EM TECNOLOGIA AMBIENTAL REGULAMENTO 2012 DOS OBJETIVOS Artigo 1º - O Prêmio Enfil de Inovação em Tecnologia Ambiental irá contemplar o autor e o orientador da melhor Dissertação

Leia mais

II Edição do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL

II Edição do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL II Edição do Prêmio IPEN de Inovação Tecnológica REGULAMENTO GERAL 1. Objetivos 2. Participantes 3. Temas 4. Inscrição 5. Julgamento 6. Critérios de Avaliação 7. Premiação e Divulgação 8. Direitos e Obrigações

Leia mais

R E G U L A M E N T O 1

R E G U L A M E N T O 1 R E G U L A M E N T O 1 APRESENTAÇÃO Art. 1 o O PRÊMIO IPEA-CAIXA 2006, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada IPEA e da Caixa Econômica Federal CAIXA, instituído pela Portaria Conjunta n o 01 de

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS e 2) ESTUDANTES MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIA: EMPRESAS PRIVADAS E

Leia mais

DISPOSIÇÕES GERAIS DO PERÍODO

DISPOSIÇÕES GERAIS DO PERÍODO REGULAMENTO 1 DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) e instituído pela Portaria nº 26, de 18 de fevereiro de 2014, da Escola de Administração Fazendária (Esaf),

Leia mais

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015

12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 12º PRÊMIO SER HUMANO ABRH-ES EDIÇÃO 2015 REGULAMENTO A ABRH-ES (Associação Brasileira de Recursos Humanos Seccional Espírito Santo) é integrante do Sistema Nacional ABRH e configura-se como instituição

Leia mais

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014

1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1º Prêmio de Comunicação - Grupo SMS 2014 1 INTRODUÇÃO O 1º Prêmio de Comunicação Grupo SMS 2014, com o tema Mobilidade Urbana é uma iniciativa do Grupo SMS, formado pelas empresas Auto Viação Salineira,

Leia mais

REGULAMENTO. 1º - Serão aceitos projetos inovadores desenvolvidos em 2009 e 2010, e que já estejam no mercado por um período mínimo de 6 meses.

REGULAMENTO. 1º - Serão aceitos projetos inovadores desenvolvidos em 2009 e 2010, e que já estejam no mercado por um período mínimo de 6 meses. REGULAMENTO APRESENTAÇÃO Art. 1º O Prêmio de Nacional de Inovação na Indústria, promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), com o apoio da Financiadora

Leia mais

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO

SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO SINEPE-ES em Ação REGULAMENTO 1. Objetivos da Diplomação e Premiação A diplomação SINEPE-ES em Ação é uma iniciativa do Sindicato das Empresas Particulares de Ensino do Estado do Espírito Santo SINEPE/ES,

Leia mais

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa

REGULAMENTO. Modalidade Gestão de Pessoas Categoria Empresa A. Objetivo O Prêmio Ser Humano ABRH Amazonas, premia casos relacionados à Gestão de Pessoas, implantados, preferencialmente desenvolvidos por equipes, no âmbito da organização, seja ela de qualquer ramo

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2012 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES Lançamento e Abertura das Inscrições Encerramento das Inscrições Anúncio Oficial dos Finalistas Cerimônia de Premiação dos Vencedores

Leia mais

Tema: CENTENÁRIO DA PROFESSORA OFENÍSIA SOARES FREIRE

Tema: CENTENÁRIO DA PROFESSORA OFENÍSIA SOARES FREIRE CONCURSO LITERÁRIO OFENÍSIA SOARES FREIRE Tema: CENTENÁRIO DA PROFESSORA OFENÍSIA SOARES FREIRE REALIZAÇÃO Secretaria de estado da Educação e Secretaria de Estado da Cultura 1 APRESENTAÇÃO Há uma opinião

Leia mais

Modalidades/Categorias

Modalidades/Categorias 1 VII Prêmio EBAPE-FGV/MTur Monografias e Reportagens do Setor de Turismo REGULAMENTO O VII Prêmio EBAPE-FGV/MTur de Monografias e Reportagens do Setor de Turismo, idealizado pela Fundação Getulio Vargas

Leia mais

AS PROFISSÕES E A CONSTRUÇÃO DA SUSTENTABILIDADE EM SUAS DIMENSÕES:

AS PROFISSÕES E A CONSTRUÇÃO DA SUSTENTABILIDADE EM SUAS DIMENSÕES: REGULAMENTO CAPÍTULO I - DO CONCURSO Art. 1 o O Concurso de Monografias e Trabalhos de Iniciação Científica é uma iniciativa da ArcelorMittal Brasil e tem como objetivo estimular e apoiar as ações e os

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 EDITAL CPG/IE-Nº 01/2016 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

REGULAMENTO CAPÍTULO I DA FINALIDADE

REGULAMENTO CAPÍTULO I DA FINALIDADE REGULAMENTO O SINDICATO DAS EMPRESAS DE INFORMÁTICA DO ESPÍRITO SANTO SINDINFO/ES promove, com apoio da START YOU UP e sua empresa de educação empreendedora STARTIFY, a I Edição do Prêmio SINDINFO de Trabalhos

Leia mais

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição

REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013. 1ª edição REGULAMENTO SINDUSCON PREMIUM ETAPA LITORAL NORTE 2013 1ª edição 1 DA INSTITUIÇÃO DA PREMIAÇÃO 1.1 O Sinduscon Premium Etapa Litoral Norte 1ª edição instituído pelo SINDUSCON RS, Sindicato das Indústrias

Leia mais

REGULAMENTO. Prêmio Nacional de Monografia do FGTS

REGULAMENTO. Prêmio Nacional de Monografia do FGTS REGULAMENTO Prêmio Nacional de Monografia do FGTS DO PRÊMIO Art. 1º Idealizado e instituído pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço por meio da Resolução nº 763, de 9 de dezembro

Leia mais

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015

Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Regulamento Prêmio Telecentros Brasil 2015 Seção I - Introdução Art. 1º O Prêmio Telecentros Brasil, criado pela Associação Telecentro de Informação e Negócios (ATN) em parceria com o SEBRAE, TICKET, Ministério

Leia mais

Modalidade Franqueado

Modalidade Franqueado PRÊMIO o cumprimento ABF DESTAQUE de todos os critérios FRANCHISING deste Categoria regulamento, selecionando Sustentabilidade os melhores trabalhos. Modalidade Franqueado REGULAMENTO Objetivos O Prêmio

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014

REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 REGULAMENTO DO PRÊMIO 2014 1 ÍNDICE CRONOGRAMA ------------------------------------------------------------------------------- 3 CATEGORIAS -------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

PRÊMIO ETCO DE JORNALISMO

PRÊMIO ETCO DE JORNALISMO PRÊMIO ETCO DE JORNALISMO JORNAIS REVISTAS RADIOJORNALISMO TELEJORNALISMO JORNALISMO ON LINE R E G U L A M E N T O 1. O Prêmio ETCO de Jornalismo será regido pelo presente Regulamento que se encontra arquivado

Leia mais

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias:

A1. A partir de 2013, a modalidade Gestão de Pessoas/Empresas contará com as seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/EMPRESAS A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Empresas premia os casos relacionados à gestão de pessoas desenvolvidos e implantados,

Leia mais

REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015

REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 REGULAMENTO 17º PRÊMIO EMPRESA CIDADÃ ADVB/SC 2015 Resumo do Prêmio O Prêmio Empresa Cidadã ADVB/SC 2015 vai homenagear as empresas catarinenses que fazem da responsabilidade social o seu melhor exemplo,

Leia mais

1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos

1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos 1º Prêmio Instituto Sprinkler Brasil de Trabalhos Técnicos APRESENTAÇÃO O Instituto Sprinkler Brasil ISB (www.sprinklerbrasil.org.br) é uma organização sem fins lucrativos dedicada a fomentar a prevenção

Leia mais

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor.

B2. Os casos poderão ser de autoria individual ou em co-autoria, porém será entregue apenas um troféu por caso vencedor. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/PROFISSIONAL A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Profissionais premia casos de caráter técnico ou organizacional, relacionados

Leia mais

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A1. A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2013 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS/ACADÊMICA A. OBJETIVO A modalidade Gestão de Pessoas/Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico ou científico produzidos por alunos

Leia mais

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2

Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Índice Cronograma -------------------------------------------------------------------------------------------- 2 Prefácio --------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

EDITAL N 56/2013 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2012

EDITAL N 56/2013 UEPA PRÊMIO MELHOR TCC 2012 A Universidade do Estado do Pará, por meio da Pró-Reitoria de Graduação, torna público no âmbito desta Instituição o processo de seleção de Trabalhos de conclusão de Curso produzidos por estudantes de

Leia mais

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH

PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH PRÊMIO DE INOVAÇÃO UNIVERSITÁRIA EM RH A. OBJETIVO E TEMA CENTRAL A1. O Prêmio de inovação universitária em RH premia projetos inovadores de alunos de graduação e recém formados (até 2 anos) referentes

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA

Leia mais

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias:

A2. A modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica está dividida nas seguintes categorias: PRÊMIO SER HUMANO PAULO FREIRE 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ACADÊMICA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Paulo Freire Modalidade Gestão de Pessoas / Acadêmica premia trabalhos de caráter técnico

Leia mais

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES EDITAL Nº 056/2013 Prêmio Emerald/Capes 2013 de Pesquisa nas áreas de Ciência da Informação e Administração e Gestão A Fundação Coordenação

Leia mais

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015

PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES. Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES Lançamento do PRÊMIO DE MONOGRAFIA ECONOMISTA JAIRO SIMÕES 2015 ABRIL/2015 COMISSÃO TÉCNICA: Prêmio Monografia Economista Jairo Simões Econ. Gildásio Santana

Leia mais

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012

REGULAMENTO FESTIVAL SESI MÚSICA ETAPA ESTADUAL/2012 O SERVIÇO SOCIAL DA INDÚSTRIA, DEPARTAMENTO REGIONAL DA BAHIA - SESI/DR/BA, doravante denominado SESI/DR/BA, faz saber, para conhecimento dos trabalhadores da indústria e dependentes, e alunos da Rede

Leia mais

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013.

Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. 1 o Prêmio ABED Adobe de Conteúdos Educacionais Interativos para Tablets Importante: ABED e Adobe autorizaram a prorrogação do prazo de inscrição até 31 de julho de 2013. A Educação a Distância tem papel

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2013

EDITAL CPG/IE-Nº 01/2013 EDITAL CPG/IE-Nº 01/2013 PROCESSO SELETIVO PARA OS CURSOS DE MESTRADO E DOUTORADO DO INSTITUTO DE ECONOMIA 2014 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

Regulamento Prêmio Top de Arquitetura e Decoração 2011

Regulamento Prêmio Top de Arquitetura e Decoração 2011 Regulamento Prêmio Top de Arquitetura e Decoração 2011 Do concurso 1) O concurso Prêmio Top de Arquitetura e Decoração, promovido pela C&C Casa e Construção Ltda., com sede na Av. Miguel Stéfano, 2.394

Leia mais

R E G U L A M E N T O

R E G U L A M E N T O R E G U L A M E N T O PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE INFORMAÇÃO DE CUSTOS E QUALIDADE DO GASTO NO SETOR PÚBLICO I. DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Idealizado pelo Instituto Social IRIS, o PRÊMIO CHICO RIBEIRO SOBRE

Leia mais

EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ

EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ EDITAL PICVOL UNITAU Período: agosto 2015 julho 2016 PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ DEFINIÇÃO O Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica

Leia mais

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014

REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 REGULAMENTO Prêmio IEL de Estágio 2014 Curitiba, Fevereiro de 2014 Sumário 1. O PRÊMIO... 3 2. OBJETIVOS... 4 3. CATEGORIAS DE PREMIAÇÃO... 5 4. ETAPAS DE AVALIAÇÃO... 5 5. PREMIAÇÃO... 5 6. PARTICIPAÇÃO/INSCRIÇÃO...

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO Objetivo: O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, Instituições Científicas e Tecnológicas - ICTs e inventores

Leia mais

1º É vedada a participação de funcionários e estagiários do IBGC, dos patrocinadores do prêmio ou dos pesquisadores associados ao IBGC.

1º É vedada a participação de funcionários e estagiários do IBGC, dos patrocinadores do prêmio ou dos pesquisadores associados ao IBGC. Art. 1º Idealizado pelo Instituto Brasileiro de Governança Corporativa, IBGC, o Prêmio IBGC de Trabalhos Acadêmicos em Governança Corporativa ( Prêmio ) será regido pelo presente Regulamento. Art. 2º O

Leia mais

EDITAL Nº 001/2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI, Campus ITABIRA

EDITAL Nº 001/2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI, Campus ITABIRA EDITAL Nº 001/2015 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI, Campus ITABIRA 1. OBJETIVO: O presente Edital tem por objetivo selecionar

Leia mais

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA E POESIA DO CRO-MG

III CONCURSO DE FOTOGRAFIA E POESIA DO CRO-MG III CONCURSO DE FOTOGRAFIA E POESIA DO CRO-MG 2015 REGULAMENTO GERAL DO CONCURSO Art.1º - O Conselho Regional de Odontologia de Minas Gerais promove o III CONCURSO DE FOTOGRAFIA E POESIA, com o objetivo

Leia mais

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga

EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga EDITAL 191/2015 Programa de Iniciação Científica Voluntária/IFSP Campus Itapetininga A Direção Geral do campus Itapetininga do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), torna

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE NUTRICIONISTAS - 1ª REGIÃO DISTRITO FEDERAL - GOIÁS - MATO GROSSO - TOCANTINS IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ 2011 REGULAMENTO CAPÍTULO I DA INSTITUIÇÃO DO PRÊMIO SEÇÃO I DOS OBJETIVOS Art. 1º O IV PRÊMIO CIENTÍFICO HELENA FEIJÓ, promovido pelo Conselho Regional de Nutricionistas

Leia mais

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014

SELO DE MÉRITO ABC/FNSHDU EDIÇÃO 2014 SUMÁRIO ITEM SUMÁRIO 1 1. DOS OBJETIVOS 2 2. DAS CONDIÇÕES DE PARTICIPAÇÃO E DA PREMIAÇÃO 2 3. DO PROCEDIMENTO DA INSCRIÇÃO 3 4. DAS CATEGORIAS 3 4.1 Projetos de impacto regional, com foco em ações de

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCIA 2014 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / ORGANIZAÇÃO A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia - Modalidade Gestão de Pessoas / Organização, premia os cases ou

Leia mais

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores

PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO. Encerramento das inscrições. Cerimônia de premiação dos vencedores PRÊMIO DE JORNALISMO FAEPA/SENAR-PB 2015 REGULAMENTO Calendário ATIVIDADES DATA Lançamento no site Encerramento das inscrições Anúncio oficial dos finalistas Cerimônia de premiação dos vencedores 03 de

Leia mais

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015

EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL INSTITUTO FEDERAL DE SÃO PAULO CÂMPUS CAPIVARI EDITAL 016/2015 PROGRAMA DE BOLSAS DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA 2015 O Diretor do câmpus Capivari do Instituto Federal de Educação, Ciência

Leia mais

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016

EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015. PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 EDITAL CPG/IE-Nº 04/2015 PROCESSO SELETIVO Curso de Especialização em Economia do Trabalho e Sindicalismo 2016 1. INTRODUÇÃO 1.1. O Coordenador da Comissão de Pós-Graduação do Instituto de Economia da

Leia mais

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas.

B1. Os cases deverão constituir real contribuição prática ao avanço técnico ou operacional da gestão de pessoas. PRÊMIO SER HUMANO OSWALDO CHECCHIA 2015 MODALIDADE: GESTÃO DE PESSOAS / EMPRESA A. OBJETIVO A1. O Prêmio Ser Humano Oswaldo Checchia Modalidade Gestão de Pessoas / Empresa premia os cases ou projetos implantados

Leia mais

A Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Fesp), no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto Social, resolve:

A Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Fesp), no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto Social, resolve: 32º PRÊMIO CASOS DE SUCESSO - REGULAMENTO 1) CONSIDERAÇÕES GERAIS A Federação das Unimeds do Estado de São Paulo (Fesp), no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo Estatuto Social, resolve: 1.1

Leia mais

VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO

VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO VIII PRÊMIO ANATEC REGULAMENTO 1. DO PRÊMIO O Prêmio ANATEC é uma iniciativa da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE PUBLICAÇÕES - ANATEC e é organizado pela GARRIDO MARKETING. O prêmio tem amplitude nacional

Leia mais

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS

Grupo Educacional UNIS - MG Núcleo de Empreendedorismo do UNIS - NEUNIS 2º CONCURSO UNIVERSITÁRIO DE PLANOS DE NEGÓCIO DO UNIS 2015 REALIZAÇÃO: UNIS/MG REGULAMENTO CAPÍTULO 1 DOS OBJETIVOS Art. 1º O 2º Concurso Universitário de Planos de Negócio do Unis-MG é uma iniciativa

Leia mais

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações.

critérios para indicação referem-se à abrangência e qualidade do trabalho, sua permanência, amplitude e articulação das ações. Art. 1º O Prêmio VIVALEITURA foi criado por meio da Portaria Interministerial nº 214, de 23 de novembro de 2005, publicado no D.O.U. de 28.11.2005, do Ministério da Cultura e do Ministério da Educação.

Leia mais

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo

PONTIFÍCIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE SÃO PAULO PUC-SP Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação: Currículo EDITAL PARA O PROCESSO SELETIVO 2º/2015 Coordenadora: Profa. Dra. Branca Jurema Ponce Vice-Coordenadora: Profa. Dra. Marina Graziela Feldmann Estarão abertas, no período de 01/04/2015 a 24/04/2015, as

Leia mais

5º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR

5º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 5º PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR R E G U L A M E N T O 1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR 1.1. O PRÊMIO IMPRENSA DE EDUCAÇÃO AO INVESTIDOR é uma iniciativa do Comitê Consultivo

Leia mais

8º PRÊMIO ABCR DE JORNALISMO 2015

8º PRÊMIO ABCR DE JORNALISMO 2015 9º Congresso Brasileiro de Rodovias & Concessões 9ª Exposição Internacional de Produtos para Rodovias CBR&C BRASVIAS Brasília 2015 Centro Internacional de Convenções do Brasil 8º PRÊMIO ABCR DE JORNALISMO

Leia mais

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO

I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 REGULAMENTO RETIFICADO I PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA Tema: Paisagens Brasileiras Edição 2015 DISPOSIÇÕES INICIAIS REGULAMENTO RETIFICADO O PREMIO BRASILEIRO DE FOTOGEOGRAFIA, é uma iniciativa do Laboratório de Geoiconografia

Leia mais

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 455, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014

RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 455, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 455, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2014 Aprova o Regulamento do PRÊMIO GUERREIRO RAMOS DE GESTÃO PÚBLICA, e dá outras providências. O CONSELHO FEDERAL DE ADMINISTRAÇÃO, no uso da competência

Leia mais

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON 2015 MODALIDADE: DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL CATEGORIAS: 1) EMPRESAS PRIVADAS E ÓRGÃOS PÚBLICOS E 2) TERCEIRO SETOR MODALIDADE 2: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA

Leia mais

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO

PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO PRÊMIO CNH INDUSTRIAL DE JORNALISMO ECONÔMICO REGULAMENTO EDIÇÃO 2015 O Prêmio CNH Industrial de Jornalismo Econômico é um concurso cultural, promovido pela CNH Industrial, que tem como objetivo valorizar

Leia mais

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir:

B.3. Os projetos que concorrerem ao PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, deverão ser apresentados conforme a seguir: MODALIDADE: Desenvolvimento Sustentável CATEGORIA: EMPRESA A. Objetivo: O PRÊMIO SER HUMANO LUIZ HAMILTON BERTON, Modalidade: Desenvolvimento Sustentável, Categoria: Empresa objetiva premiar projetos sociais

Leia mais

Novas Formas de Aprender e Empreender

Novas Formas de Aprender e Empreender Novas Formas de Aprender e Empreender DÚVIDAS FREQUENTES 1. Sobre o Prêmio Instituto Claro, Novas Formas de Aprender e Empreender 1.1. O que é o Prêmio? O Prêmio Instituto Claro Novas Formas de Aprender

Leia mais

3.2. Não serão aceitas inscrições após o horário e período definidos no item 4 deste edital.

3.2. Não serão aceitas inscrições após o horário e período definidos no item 4 deste edital. EDITAL PARA CONCURSO DO SELO OFICIAL DAS COMEMORAÇÕES DO CENTENÁRIO DO ARQUITETO VILANOVA ARTIGAS A ESCOLA DA CIDADE, junto com a Comissão Organizadora das Comemorações do Centenário do Arquiteto VILANOVA

Leia mais

Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare. Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare

Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare. Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare Regulamento para Inscrições no X Prêmio Innovare Nota de Esclarecimento do Instituto Innovare Em razão da recente resolução do CNJ sobre o tema, o Instituto Innovare decidiu que não distribuirá mais premiação

Leia mais

EDITAL Nº 004/2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI Campus ITABIRA

EDITAL Nº 004/2015. SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI Campus ITABIRA EDITAL Nº 004/2015 SELEÇÃO DE PROJETOS DE PESQUISA CIENTÍFICA SEM FINANCIAMENTO EXTERNO, DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PRPPG/DPI Campus ITABIRA 1. OBJETIVO: 1.1 - O presente Edital tem por objetivo

Leia mais

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO

PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO PRÊMIO FINEP DE INOVAÇÃO 15ª EDIÇÃO REGULAMENTO 1. Objetivo O Prêmio FINEP de Inovação foi criado para reconhecer e divulgar esforços inovadores realizados por empresas, instituições sem fins lucrativos

Leia mais

POP - Prêmio Opinião Pública

POP - Prêmio Opinião Pública POP - Prêmio Opinião Pública O Prêmio Nacional de Opinião Pública foi criado pelo Conrerp 2ª Região - SP/PR em 1979, tendo sua primeira edição oficial no ano de 1980. Nestes 25 anos, o POP já contemplou

Leia mais

Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar

Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar Prêmio IESS de Produção Científica em Saúde Suplementar Regulamento 2013 1 - Do Objetivo 1.1 O tem por objetivo o incentivo à pesquisa na área de saúde suplementar, reconhecendo os trabalhos de qualidade

Leia mais

II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA

II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA II CONCURSO DE REDAÇÃO DA ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL JUIZ IRINEU JOÃO DA SILVA, DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DE SANTA CATARINA REGULAMENTO 1. DO CONCURSO 1.1 O II Concurso de Redação da Escola Judiciária

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009 MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.061, DE 10 DE NOVEMBRO DE 2009 Dispõe sobre a instituição do Prêmio Experiências Educacionais Inclusivas - A escola aprendendo com as diferenças,

Leia mais

REGULAMENTO DO PRÊMIO MÁRIO E INAH BARROS 2015 APRESENTAÇÃO

REGULAMENTO DO PRÊMIO MÁRIO E INAH BARROS 2015 APRESENTAÇÃO APRESENTAÇÃO No ano de 2012, em 22 de setembro, completaram-se 100 anos do nascimento do Professor Mário Barros, que foi Professor Catedrático de Direito Comercial da Faculdade de Direito da Universidade

Leia mais

FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO

FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE DE MINAS FUNORTE DIRETORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUÇÃO COORDENAÇÃO DE PESQUISA CAMPUS SÃO NORBERTO EDITAL UNIVERSAL DE PESQUISA 1º /2010 AS FACULDADES INTEGRADAS DO NORTE

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GABINETE DA SECRETÁRIA

GOVERNO DO ESTADO DO AMAPÁ SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO GABINETE DA SECRETÁRIA EDITAL SEED-AP Nº 001/2014 GAB/PERGE/SEED. A Secretária de Estado de Educação do Amapá, no uso de suas atribuições, torna pública a realização do II Prêmio Estadual de Referência em Gestão Escolar 2014,

Leia mais

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL

EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL EDITAL DE CHAMAMENTO PARA 1ª MOSTRA DE PROJETOS DO EMPRENDE LITORAL A DINÂMICA CONSULTORIA, com a oportunidade do 2º EMPREENDE LITORAL, convida todos os interessados, a participarem da 1ª MOSTRA DE PROJETOS

Leia mais

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica PPEE/UFJF EDITAL 001/2015

Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica PPEE/UFJF EDITAL 001/2015 EDITAL 001/2015 PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA DE PÓS-DOUTORADO (PNPD) DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA ELÉTRICA (PPEE-UFJF) EDITAL Nº 001/2015 O Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica

Leia mais

EDITAL 2016/2017 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESPM

EDITAL 2016/2017 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESPM EDITAL 2016/2017 PROCESSO SELETIVO DO PROGRAMA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA ESPM Em atendimento às diretrizes do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Desenvolvimento

Leia mais

Prêmio Sistema Fecomércio de Jornalismo 2015

Prêmio Sistema Fecomércio de Jornalismo 2015 1 OBJETIVO Regulamento 1.1 - O, promovido pelo Sistema Fecomércio, Sesc, Senac e Instituto Fecomércio Tocantins, visa fomentar a produção de reportagens e a divulgação de informações sobre o setor do comércio

Leia mais

19º PRÊMIO DE MARKETING UNIMED DR. NILO MARCIANO DE OLIVEIRA REGULAMENTO

19º PRÊMIO DE MARKETING UNIMED DR. NILO MARCIANO DE OLIVEIRA REGULAMENTO 19º PRÊMIO DE MARKETING UNIMED DR. NILO MARCIANO DE OLIVEIRA REGULAMENTO Dr. Nilo Marciano de Oliveira, mineiro, pediatra, fundador da Federação das Unimeds de Minas Gerais, foi reconhecido por sua conduta

Leia mais

EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014

EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014 EDITAL PPGEP/UFRGS 003/2014 O PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO torna público que receberá inscrições de candidatos ao processo seletivo para o nível de Mestrado Acadêmico, Mestrado Profissional

Leia mais

REGULAMENTO. VII Prêmio ANATEC

REGULAMENTO. VII Prêmio ANATEC REGULAMENTO VII Prêmio ANATEC O PRÊMIO ANATEC é uma realização da ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE EDITORES DE PUBLICAÇÕES, com organização da GARRIDO MARKETING. Este projeto tem amplitude nacional e é dirigido

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE DA INTEGRAÇÃO INTERNACIONAL DA LUSOFONIA AFRO-BRASILEIRA (UNILAB) Edital PROEX 05/2015 - Programa de Bolsas de Extensão de Línguas Estrangeiras e Portuguesa da UNILAB

Leia mais