APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NO INSTITUTO DE PESQUISAS HIDRÁULICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS)

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NO INSTITUTO DE PESQUISAS HIDRÁULICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS)"

Transcrição

1 APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NO INSTITUTO DE PESQUISAS HIDRÁULICAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL (UFRGS) Apresentamos neste case a implantação do software E3 no Laboratório de Eficiência Energética e Hidráulica da UFRGS NECESSIDADE Augusto Ribeiro Mendes Filho Assessoria de Comunicação da Elipse Software No último dia 17 de maio, segunda-feira, a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) inaugurou o Laboratório de Eficiência Energética e Hidráulica em Saneamento (Lenhs). Localizado no Pavilhão Marítimo do Instituto de Pesquisas Hidráulicas (IPH) da UFRGS, o Lenhs é um projeto financiado pela Eletrobrás voltado ao ensino, pesquisa e extensão. Com isso, busca atender diversos alunos de engenharia tanto da graduação, quanto da pós-graduação e extensão, além das empresas de saneamento como a Corsan, o Dmae e a Comusa, por exemplo. O laboratório tem um grande caráter educativo, onde boa parte da teoria passada nas salas de aula pode ser colocada em prática, dando um embasamento mais sólido ao aluno e também ao público externo que queira participar dos cursos promovidos pelo IPH, explicou o integrante da equipe do Lenhs, o doutorando do IPH/UFRGS Eduardo Pedro Eidt. Figura 1. Laboratório de Eficiência Energética e Hidráulica em Saneamento da UFRGS 1

2 A cerimônia de abertura do Lenhs contou com as presenças do reitor da UFRGS, Carlos Alexandre Netto; do chefe do Departamento de Projetos de Eficiência Energética e do Assistente da Diretoria de Tecnologia da Eletrobras, Fernando Pinto Dias Perrone e Djamil Barbosa; do Diretor do IPH, André Luis Lopes da Silveira; além de toda a equipe do Lenhs coordenada pelo Prof. Engº Marcelo Giulian Marques. O laboratório deve se constituir como uma referência não apenas à cidade de Porto Alegre, mas também ao Estado do Rio Grande do Sul, servindo de suporte para as indústrias e empresas de saneamento da região, afirmou o chefe do Departamento de Projetos de Eficiência Energética da Eletrobras, Fernando Pinto Dias Perrone. Figura 2. Momento que marcou o descerramento das placas comemorativas à inauguração do laboratório. Na frente e mais à direita, Perrone Buscando controlar e monitorar os diferentes equipamentos que integram o laboratório, o IPH decidiu implementar o E3, solução de supervisão e controle desenvolvida pela Elipse Software. No total, foram adquiridas duas licenças do E3, sendo uma de Server, localizada em uma sala próxima ao Lenhs, e outra de Viewer, instalada em um dos computadores do Pavilhão Marítimo. Importante salientar a participação da Unidigital, empresa responsável pela montagem e integração da automação e controle do laboratório. "Desenvolver o software supervisório do laboratório foi uma experiência muito positiva. A solução torna a tarefa de desenvolvimento bastante amigável, em função dos imensos recursos que disponibiliza ao usuário. O apoio técnico da Elipse também é merecedor de elogios, visto estar sempre à disposição do integrador", afirmou o técnico de automação industrial da Unidigital, Delcio Damin. 2

3 SOLUÇÃO O E3 permite que os alunos possam operar toda a planta do laboratório. Para isto, o software coleta e exibe as informações em uma interface gráfica intuitiva, ou seja, de fácil compreensão sob a forma de gráficos e históricos. Através dele, os operadores podem não só monitorar de modo rápido e preciso o processo de abastecimento de água, como também controlar os diferentes equipamentos de medição e atuação que integram o Lenhs. Figura 3. Sala de controle contendo o servidor e o CLP localizada ao lado do laboratório O sistema de monitoração e controle oferecido pelo E3 apresenta, como tela inicial, uma visão panorâmica do laboratório. Através dela é possível acessar qualquer um dos equipamentos mediante um clique apenas sobre o objeto que o operador deseja controlar. Nesta tela, é possível verificar todos os valores verificados em cada um dos instrumentos que compõem o laboratório, 51 no total, sendo 28 de pressão e 23 de vazão. Além destes, existem as válvulas solenoides, proporcionais, motobombas e, por fim, o controle do nível da água armazenada nos reservatórios. 3

4 Figura 4. Vista geral do laboratório O acompanhamento da performance das motobombas é um dos principais recursos oferecidos pelo E3 e que merece ser destacado. Para isto, basta clicar sobre a figura que representa a motobomba e ter acesso, em tempo real, a todas as grandezas elétricas, mecânicas e hidráulicas envolvidas no processo de bombeamento de água (tensão, corrente elétrica, potência ativa, reativa, mecânica, hidráulica, torque, velocidade de bombeamento, entre outras). Figura 5. Tela exibindo o sistema de bombeamento da água 4

5 A próxima tela disponibilizada pelo E3 permite ao usuário monitorar a chamada malha de consumo. Uma área composta por válvulas solenoides que se abrem ou fecham de acordo com a zona que o operador deseja abastecer. O objetivo é simular as melhores práticas de abastecimento de água para atender a região selecionada. Como se este controle já não bastasse, o software também dispõe ao usuário a possibilidade de acompanhar, através do acionamento de câmeras de alta resolução, a imagem real do processo de abastecimento de água. A ideia é gastar a menor quantidade possível de energia e água para atender a demanda escolhida, explicou Jeferson de Jesus, técnico de automação industrial da Unidigital. Figura 6. Tela de controle da malha de consumo. No canto direito, imagem gerada por uma das câmeras exibindo o escoamento da água em direção a um dos reservatórios Outra região do laboratório também controlada pelo software da Elipse é a linha de aferição de vazão. Uma zona composta por diferentes aparelhos de medição dos tipos turbina, eletromagnético, pitometria, calha-parshall, entre outros, todos eles dispostos em uma linha. Desse modo, permitem ao usuário verificar quais dos instrumentos analisados melhor se comporta mediante uma determinada vazão e situação. 5

6 Figura 7. Sistema de aferição da vazão da água O acompanhamento do processo de abastecimento nos reservatórios superior e inferior, permitindo monitorar a quantidade de água armazenada, bem como a situação das válvulas, é outro recurso que pode ser controlado pelo E3. A facilidade de integração aliada aos elementos gráficos disponibilizados pelo software permitem a qualquer usuário visualizar e compreender o funcionamento do laboratório, concluiu Eidt. Figura 8. Tela de controle dos reservatórios 6

7 BENEFÍCIOS Interface de fácil leitura e compreensão por parte dos usuários que acessam o sistema; Possibilidade de acompanhar através de câmeras de alta definição o processo de abastecimento da água; Agilidade na coleta e amostragem das informações; Monitoração e controle dos diferentes equipamentos de medição, válvulas, motobombas, selenoides, reservatórios, enfim, toda a parte instrumental que constitui a estrutura física do laboratório; Capacidade de simular o abastecimento de água em uma determinada região, bairro ou cidade utilizando a menor quantidade de energia possível; Possibilidade de realizar a comparação entre diferentes mecanismos de aferição de vazão; Fácil monitoramento das condições de cada um dos dois reservatórios. CONSIDERAÇÕES FINAIS Figura 9. O doutorando do IPH/UFRGS junto ao seu foco de pesquisa (sistemas de bombeamento) 7

8 Segundo Eidt, o objetivo central do laboratório é revelar quais são as melhores formas para se atingir a maior eficiência energética e hidráulica levando-se em conta a seleção, instalação e operação dos equipamentos. A ideia é simular diversas possibilidades para realização do abastecimento de água e, com isso, mostrar aos alunos, pesquisadores e empresas algumas alternativas de automação para otimizar o processo. Tudo controlado pelo E3, afirmou ele. Para a estudante de mestrado do curso de Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental da UFRGS e membro da equipe Lenhs, Fernanda de Carli Tonial, mais do que um simples laboratório, o Lenhs foi criado com o propósito de auxiliar as pessoas a visualizar quais as melhores práticas, programas e equipamentos voltados à área de saneamento. Muitas vezes, as pessoas acham que estão usando a ferramenta errada, quando, na verdade, estão utilizando o equipamento certo, porém no lugar inapropriado ou de forma incorreta. Isto e outros detalhes importantes podem ser observados no laboratório através das telas do E3, afirmou ela. Já em relação aos benefícios proporcionados aos alunos. A partir do instante em que podemos ter uma visão bem mais ampla de todo o processo, graças ao E3, fica muito mais fácil de entendê-lo abrindo um leque muito grande para publicação de trabalhos técnicos sobre o projeto, disse a estudante que inclusive fez seu trabalho de conclusão de curso baseado no Lenhs. FICHA TÉCNICA CLIENTE: Instituto de Pesquisas Hidráulicas da UFRGS INTEGRADOR: Unidigital PACOTE ELIPSE UTILIZADO: Elipse E3 NÚMERO DE CÓPIAS: 2 PLATAFORMA: Windows XP Professional NÚMERO DE PONTOS DE I/O: 700 DRIVER DE COMUNICAÇÃO: ALTUSTCPIP.DLL (Protocolo ALNET ll via TCP/IP) 8

Augusto Ribeiro Mendes Filho Assessoria de Comunicação da Elipse Software

Augusto Ribeiro Mendes Filho Assessoria de Comunicação da Elipse Software APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO E DISTRIBUIÇÃO DE ÁGUA E ESGOTO DO DEPARTAMENTO MUNICIPAL DE ÁGUA E ESGOTOS DE PORTO ALEGRE-RS (DMAE) Apresentamos neste case a implantação do

Leia mais

SOFTWARE ELIPSE E3 AUTOMATIZA AS USINAS TERMELÉTRICAS TERMOMANAUS E PAU FERRO I

SOFTWARE ELIPSE E3 AUTOMATIZA AS USINAS TERMELÉTRICAS TERMOMANAUS E PAU FERRO I SOFTWARE ELIPSE E3 AUTOMATIZA AS USINAS TERMELÉTRICAS TERMOMANAUS E PAU FERRO I Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para automatizar os equipamentos e processos envolvidos na geração de

Leia mais

Solução da Elipse Software exibe todos os eventos e alarmes relacionados à subestação do hospital localizado em Porto Alegre

Solução da Elipse Software exibe todos os eventos e alarmes relacionados à subestação do hospital localizado em Porto Alegre ELIPSE E3 SUPERVISIONA O FORNECIMENTO DE ENERGIA PARA O HOSPITAL FÊMINA Solução da Elipse Software exibe todos os eventos e alarmes relacionados à subestação do hospital localizado em Porto Alegre Augusto

Leia mais

Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo

Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo Aplicação do software Elipse E3 na Estação de Tratamento de Esgoto ABC ETEABC, em São Paulo Apresentamos neste case a implantação do software E3 para monitorar o processo realizado na Estação de Tratamento

Leia mais

AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER

AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER AUTOMAÇÃO DA SUBESTAÇÃO DA USINA TERMELÉTRICA DE LINHARES (ES) COM O ELIPSE POWER Este case apresenta a aplicação da solução Elipse Power para controlar a subestação da Usina Termelétrica de Linhares,

Leia mais

APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON

APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON APLICAÇÕES DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA SUPERVISIONAR DIFERENTES AUTOMAÇÕES DO PARQUE FABRIL DA RANDON Este case apresenta a utilização do E3 para monitorar os processos de abastecimento de água, tratamento

Leia mais

PLATAFORMA ELIPSE E3 TRAZ AGILIDADE E SEGURANÇA AO SISTEMA ELÉTRICO DO SERVIÇO DE TRENS URBANOS DO RIO DE JANEIRO OPERADO PELA SUPERVIA

PLATAFORMA ELIPSE E3 TRAZ AGILIDADE E SEGURANÇA AO SISTEMA ELÉTRICO DO SERVIÇO DE TRENS URBANOS DO RIO DE JANEIRO OPERADO PELA SUPERVIA PLATAFORMA ELIPSE E3 TRAZ AGILIDADE E SEGURANÇA AO SISTEMA ELÉTRICO DO SERVIÇO DE TRENS URBANOS DO RIO DE JANEIRO OPERADO PELA SUPERVIA Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para automatizar

Leia mais

ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO

ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO ELIPSE E3 AGILIZA A DETECÇÃO DE OCORRÊNCIAS QUE VENHAM A ATINGIR A LINHA 4 DO METRÔ DE SÃO PAULO Este case apresenta a aplicação do E3 para monitorar e executar comandos junto aos mais diferentes setores,

Leia mais

AUTOMAÇÃO NA SULGÁS COM O SOFTWARE ELIPSE E3

AUTOMAÇÃO NA SULGÁS COM O SOFTWARE ELIPSE E3 AUTOMAÇÃO NA SULGÁS COM O SOFTWARE ELIPSE E3 Este case apresenta a solução adotada para monitorar as diferentes variáveis de campo envolvidas no processo de distribuição de gás natural realizado pela Altus

Leia mais

ELIPSE E3 REDUZ AS DESPESAS DA COGERH COM MANUTENÇÃO E CONSUMO DE ÁGUA

ELIPSE E3 REDUZ AS DESPESAS DA COGERH COM MANUTENÇÃO E CONSUMO DE ÁGUA ELIPSE E3 REDUZ AS DESPESAS DA COGERH COM MANUTENÇÃO E CONSUMO DE ÁGUA Controle disponibilizado pela solução da Elipse Software contribuiu para que a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos - COGERH

Leia mais

TECNOLOGIA INOVADORA DA GCTBIO APOIADA PELA FINEP EMPREGA SISTEMA SUPERVISÓRIO DA ELIPSE

TECNOLOGIA INOVADORA DA GCTBIO APOIADA PELA FINEP EMPREGA SISTEMA SUPERVISÓRIO DA ELIPSE TECNOLOGIA INOVADORA DA GCTBIO APOIADA PELA FINEP EMPREGA SISTEMA SUPERVISÓRIO DA ELIPSE Este case apresenta a utilização do E3 para controlar o processo de tratamento de efluentes provenientes das estações

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR O CENTRO DE OPERAÇÃO DA GERAÇÃO (COG) QUE CONTROLA 17 USINAS HIDRELÉTRICAS DO GRUPO CPFL ENERGIA Este case apresenta a aplicação do Elipse E3 para controlar

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA O CONTROLE DO PROCESSO DE PRODUÇÃO ENZIMÁTICA NA NOVOZYMES

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA O CONTROLE DO PROCESSO DE PRODUÇÃO ENZIMÁTICA NA NOVOZYMES APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA O CONTROLE DO PROCESSO DE PRODUÇÃO ENZIMÁTICA NA NOVOZYMES Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para automatizar e coletar mais informações sobre as etapas

Leia mais

ELIPSE E3 OTIMIZA O SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DE MARABÁ (PA)

ELIPSE E3 OTIMIZA O SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DE MARABÁ (PA) ELIPSE E3 OTIMIZA O SISTEMA DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA DE MARABÁ (PA) Aplicação do E3 contribui para aumentar de 1870 para 3000 m³/h a capacidade do sistema pertencente à COSANPA (Companhia de Saneamento

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 NA CENTRAL TÉCNICA DE RECEPÇÃO DE SINAIS DA TV GLOBO DO RIO DE JANEIRO Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para otimizar a operação de recepção de sinais

Leia mais

Softwares da Elipse são utilizados nos processos de redução de perdas de água e eficientização energética da Águas Guariroba

Softwares da Elipse são utilizados nos processos de redução de perdas de água e eficientização energética da Águas Guariroba Softwares da Elipse são utilizados nos processos de redução de perdas de água e eficientização energética da Águas Guariroba Soluções E3 e Elipse Mobile são utilizadas pela concessionária Águas Guariroba

Leia mais

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras

Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Soluções da Elipse garantem um melhor desempenho ao Centro de Pesquisas da Petrobras Tecnologias da Elipse Software permitem controlar os sistemas de refrigeração e distribuição de energia elétrica aos

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA AUTOMATIZAR O CONDOMÍNIO INSTITUCIONAL DO SISTEMA FIERGS - FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RS

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA AUTOMATIZAR O CONDOMÍNIO INSTITUCIONAL DO SISTEMA FIERGS - FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RS APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA AUTOMATIZAR O CONDOMÍNIO INSTITUCIONAL DO SISTEMA FIERGS - FEDERAÇÃO DAS INDÚSTRIAS DO RS Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para controlar os sistemas de

Leia mais

Peça com o cilindro antes de ser cromado

Peça com o cilindro antes de ser cromado ELIPSE E3 REDUZ OS GASTOS COM REAGENTES QUÍMICOS E MÃO-DE-OBRA UTILIZADOS NA CROMAGEM DOS CILINDROS DA STIHL Solução da Elipse Software permite que apenas nove operadores, por turno, controlem todas as

Leia mais

Controle de Processos: Introdução

Controle de Processos: Introdução Controle de Processos: Introdução Prof. Eduardo Stockler Tognetti & David Fiorillo Laboratório de Automação e Robótica (LARA) Dept. Engenharia Elétrica - UnB Conteúdo 1. Panorama da engenharia de controle

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A

APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A APLICAÇÃO DO SOFTWARE ELIPSE E3 PARA AUTOMATIZAR A RELAT LATICÍNIOS RENNER S/A Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para controlar as diferentes etapas e equipamentos envolvidos no processo

Leia mais

Elipse E3 contribui para redução dos gastos com reagentes químicos usados no tratamento da água em São Gabriel

Elipse E3 contribui para redução dos gastos com reagentes químicos usados no tratamento da água em São Gabriel Elipse E3 contribui para redução dos gastos com reagentes químicos usados no tratamento da água em São Gabriel Solução da Elipse Software permite que a concessionária São Gabriel Saneamento controle a

Leia mais

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA CONTROLAR OS PROCESSOS DE ARMAZENAMENTO E MOAGEM DOS GRÃOS DE TRIGO REALIZADOS NO MOINHO C DA BUNGE

APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA CONTROLAR OS PROCESSOS DE ARMAZENAMENTO E MOAGEM DOS GRÃOS DE TRIGO REALIZADOS NO MOINHO C DA BUNGE APLICAÇÃO DO SOFTWARE E3 PARA CONTROLAR OS PROCESSOS DE ARMAZENAMENTO E MOAGEM DOS GRÃOS DE TRIGO REALIZADOS NO MOINHO C DA BUNGE Este case apresenta a aplicação da solução Elipse E3 para aperfeiçoar os

Leia mais

SOFTWARES DA ELIPSE SÃO UTILIZADOS NOS PROCESSOS DE REDUÇÃO DE PERDAS DE ÁGUA E EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA ÁGUAS GUARIROBA

SOFTWARES DA ELIPSE SÃO UTILIZADOS NOS PROCESSOS DE REDUÇÃO DE PERDAS DE ÁGUA E EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA ÁGUAS GUARIROBA SOFTWARES DA ELIPSE SÃO UTILIZADOS NOS PROCESSOS DE REDUÇÃO DE PERDAS DE ÁGUA E EFICIENTIZAÇÃO ENERGÉTICA DA ÁGUAS GUARIROBA Soluções E3 e Elipse Mobile são utilizadas pela concessionária Águas Guariroba

Leia mais

PROGRAMA DE SIMULAÇÃO HIGROTERMOENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES DOMUS PROCEL EDIFICA

PROGRAMA DE SIMULAÇÃO HIGROTERMOENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES DOMUS PROCEL EDIFICA PROGRAMA DE SIMULAÇÃO HIGROTERMOENERGÉTICA DE EDIFICAÇÕES DOMUS PROCEL EDIFICA ELETROBRAS Av. Presidente Vargas, 409 13 andar Centro Rio de Janeiro 20071-003 Caixa Postal 1639 Tel: 21 2514 5151 www.eletrobras.com

Leia mais

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL

AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL AUTOMAÇÃO RESIDENCIAL Automação e Controle AR026 SUMÁRIO I. Sistemas Supervisórios... 3 II. Automação... 4 III. Arquitetura de Redes Industriais... 5 IV. Comunicação entre Supervisório e CLP...7 V. O Protocolo

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO. Profª Danielle Casillo

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO. Profª Danielle Casillo UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO CURSO: CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO 9º PERÍODO Profª Danielle Casillo Utilizar os mesmos processos do trabalho anterior (Ladder já existente). Implementar este sistema

Leia mais

NECESSIDADE SOLUÇÃO. OPC Client para se comunicar com o PLC do Serviço Auxiliar (OPC Server Kepware);

NECESSIDADE SOLUÇÃO. OPC Client para se comunicar com o PLC do Serviço Auxiliar (OPC Server Kepware); ELIPSE E3 OTIMIZA O CONTROLE DA SUBESTAÇÃO PARAÍSO DA CHESF, REPASSANDO AS INFORMAÇÕES AO CENTRO REMOTO DE OPERAÇÃO LESTE (CROL) E DESTE PARA O OPERADOR NACIONAL DO SISTEMA (ONS) EM MILISSEGUNDOS Augusto

Leia mais

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO

SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO 01 DEZEMBRO 2005 SÃO LEOPOLDO - RS SEMINÁRIO TÉCNICO DE AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO AUTOMAÇÃO PARA SISTEMAS DE ÁGUA E ESGOTO SCAI Automação Ltda. INSTRUMENTAÇÃO NÍVEL PRESSÃO VAZÃO GRANDEZAS

Leia mais

SOLUÇÕES DA ELIPSE CONFEREM AGILIDADE À OPERAÇÃO E TOMADA DE DECISÕES NO COD DA ELEKTRO

SOLUÇÕES DA ELIPSE CONFEREM AGILIDADE À OPERAÇÃO E TOMADA DE DECISÕES NO COD DA ELEKTRO SOLUÇÕES DA ELIPSE CONFEREM AGILIDADE À OPERAÇÃO E TOMADA DE DECISÕES NO COD DA ELEKTRO Elipse Power e Elipse Plant Manager auxiliam uma das maiores distribuidoras de energia do Brasil a atender, de forma

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Gerenciamento. Controlador de Fator de Potência. Self Control MANUAL DO USUÁRIO Software de Gerenciamento Controlador de Fator de Potência Self Control ÍNDICE 1.0 INTRODUÇÃO 4 1.1 Aplicações 4 2.0 CARACTERÍSTICAS 4 2.1 Compatibilidade 4 3.0 INSTALAÇÃO 4 4.0 INICIALIZAÇÃO

Leia mais

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3

ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 ELIPSE POWER AUTOMATIZA A SUBESTAÇÃO CRUZ ALTA DA CPFL, UTILIZANDO OS PROTOCOLOS IEC 61850 E DNP3 Solução da Elipse Software apresenta rápida integração com os equipamentos da subestação localizada em

Leia mais

Controle Operacional à Distância Ferramenta Operacional

Controle Operacional à Distância Ferramenta Operacional Controle Operacional à Distância Ferramenta Operacional MÁRCIO MARTINEZ KUTSCHER mkutscher@comusa.com.br Responsável pela automação e manutenção de sistemas eletromecânicos. Eng Eletricista formado pela

Leia mais

PLANTA DIDÁTICA COMANDADA VIA SUPERVISÓRIO

PLANTA DIDÁTICA COMANDADA VIA SUPERVISÓRIO PLANTA DIDÁTICA COMANDADA VIA SUPERVISÓRIO Aline Lima Silva¹; Danilo Menezes de Abreu²; Jailson da silva Machado³; Alexandre Teles 4 (orientador) ¹Faculdade de Engenharia de Resende. Resende - RJ alinel-silva@hotmail.com

Leia mais

Elipse E3 controla o sistema de refrigeração do frigorífico da Friato

Elipse E3 controla o sistema de refrigeração do frigorífico da Friato Elipse E3 controla o sistema de refrigeração do frigorífico da Friato Solução da Elipse Software permite emitir remotamente relatórios com todas as temperaturas das salas e enviá-los, via e-mail, para

Leia mais

Augusto Ribeiro Mendes Filho Assessor de Comunicação da Elipse Software NECESSIDADE

Augusto Ribeiro Mendes Filho Assessor de Comunicação da Elipse Software NECESSIDADE ELIPSE E3 AGREGA AGILIDADE AOS SERVIÇOS DE MANUTENÇÃO DA FÁBRICA DE MOTORES DA AV MANUFACTURING Solução da Elipse Software permite executar comandos rapidamente, sem o auxílio de uma mão-de-obra especializada,

Leia mais

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética

2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010. Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética 2ª Conferência Latinoamericana de Saneamento LATINOSAN 2010 Fernando Pinto Dias Perrone Gerente do Departamento de Projetos de Eficiência Energética Março de 2010 O PROCEL SANEAR Objetivos Promover o uso

Leia mais

Reabilitação, manutenção e eficiência Poços

Reabilitação, manutenção e eficiência Poços CONSULTORÍA DE INGENIERÍA PARA SOLUCIONES INTEGRADAS Reabilitação, manutenção e eficiência Poços Reabilitação, manutenção e eficiência Reabilitação de poços Ações imediatas, funcionamento ótimo Investimento

Leia mais

Sistemas de Automação

Sistemas de Automação Sistemas de Automação Introdução Walter Fetter Lages w.fetter@ieee.org Universidade Federal do Rio Grande do Sul Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Elétrica Programa de Pós-Graduação em Engenharia

Leia mais

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação

Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação. Introdução à Engenharia de Controle e Automação Rodrigo Baleeiro Silva Engenheiro de Controle e Automação (do latim Automatus, que significa mover-se por si) ; Uso de máquinas para controlar e executar suas tarefas quase sem interferência humana, empregando

Leia mais

ELIPSE E3 PROPORCIONA MAIOR ECONOMIA DE ÁGUA E ENERGIA NO OFFICE GREEN, EM PALHOÇA (SC)

ELIPSE E3 PROPORCIONA MAIOR ECONOMIA DE ÁGUA E ENERGIA NO OFFICE GREEN, EM PALHOÇA (SC) ELIPSE E3 PROPORCIONA MAIOR ECONOMIA DE ÁGUA E ENERGIA NO OFFICE GREEN, EM PALHOÇA (SC) Solução desenvolvida pela Elipse Software otimiza os consumos de energia, água e demais sistemas integrados na automação

Leia mais

PROJETO DE READEQUAÇÃO HIDRÁULICA BUSCANDO REGULARIDADE NAS CONDIÇÕES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA

PROJETO DE READEQUAÇÃO HIDRÁULICA BUSCANDO REGULARIDADE NAS CONDIÇÕES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA PROJETO DE READEQUAÇÃO HIDRÁULICA BUSCANDO REGULARIDADE NAS CONDIÇÕES DE ABASTECIMENTO DE ÁGUA APLICAÇÃO NA REGIÃO DO BOMBEAMENTO ITAPUÍ EM BLUMENAU/SC Marcelo Torresani Pós-graduado do curso de Gestão

Leia mais

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com.

Energy Efficiency & Industrial Automation. Apresentação Institucional. São Paulo-SP (11) 2372-2112 contato@projexa.com.br www.projexa.com. 2015 Apresentação Institucional Apresentação Formada por profissionais qualificados que atuam no mercado desde 2007, a Projexa oferece soluções em Automação de Processos Industriais e Eficiência Energética.

Leia mais

Conceitos Básicos de Automação. Exemplo Motivador

Conceitos Básicos de Automação. Exemplo Motivador Conceitos Básicos de Automação Prof. Jeferson L. Curzel 2011/02 Exemplo Motivador Para uma furação manual o operador usava os olhos, o tato e a contração de seus braços para avaliar a evolução do furo

Leia mais

FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA

FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA FAPERJ & PIUES/PUC-Rio FÍSICA E MATEMÁTICA DO ENSINO MÉDIO APLICADAS A SISTEMAS DE ENGENHARIA 1) INTRODUÇÃO Rio de Janeiro, 05 de Maio de 2015. A equipe desenvolvedora deste projeto conta com: - Prof.

Leia mais

SOLUÇÕES INDUSTRIAIS

SOLUÇÕES INDUSTRIAIS Soluções em Tecnologia de Automação e Informação SOLUÇÕES INDUSTRIAIS LOGANN Soluções Especiais ESPECIALIDADES AUTOMAÇÃO E CONTROLE INDUSTRIAL Atuação em sistemas de controle, aquisição de dados e supervisão

Leia mais

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel

Software de gerenciamento do sistema Intel. Guia do usuário do Pacote de gerenciamento do servidor modular Intel Software de gerenciamento do sistema Intel do servidor modular Intel Declarações de Caráter Legal AS INFORMAÇÕES CONTIDAS NESTE DOCUMENTO SÃO RELACIONADAS AOS PRODUTOS INTEL, PARA FINS DE SUPORTE ÀS PLACAS

Leia mais

KIT EDUCACIONAL PARA CONTROLE E SUPERVISÃO APLICADO A NÍVEL

KIT EDUCACIONAL PARA CONTROLE E SUPERVISÃO APLICADO A NÍVEL KIT EDUCACIONAL PARA CONTROLE E SUPERVISÃO APLICADO A NÍVEL Jonathan Paulo Pinheiro Pereira Engenheiro de Computação UFRN 2005, Especialista em Engenharia Elétrica UFRN 2008. E-mail: jonathan@cefetrn.br

Leia mais

Automação Hidráulica

Automação Hidráulica Automação Hidráulica Definição de Sistema hidráulico Conjunto de elementos físicos associados que, utilizando um fluido como meio de transferência de energia, permite a transmissão e o controle de força

Leia mais

Quem somos nós. Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas

Quem somos nós. Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas Produtos e Serviços Quem somos nós Uma Empresa, Assistência total, Soluções completas Durante muitos anos, a Hydratight tem fornecido soluções na forma de juntas aparafusadas de categoria internacional

Leia mais

Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG

Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG Utilização do Google Earth e Google Maps na CEMIG Roberto Proença da Silva Carlos Alberto Moura Companhia Energética de Minas Gerais - CEMIG Superintendência de Tecnologia da Informação - TI Gerência de

Leia mais

A Unidade HOSPITAL UNIMED-RIO

A Unidade HOSPITAL UNIMED-RIO HOSPITAIS SAUDÁVEIS A Unidade HOSPITAL UNIMED-RIO Projeto Hospital UNIMED - RIO Construído em uma área de 30 mil m² o Hospital UNIMED RIO foi inaugurado em Dez / 2012 O Hospital tem como seus principais

Leia mais

Instalando e usando o Document Distributor 1

Instalando e usando o Document Distributor 1 Instalando e usando o 1 O é composto por pacotes de software do servidor e do cliente. O pacote do servidor deve ser instalado em um computador Windows NT, Windows 2000 ou Windows XP. O pacote cliente

Leia mais

Título: Controle de um sistema Bola- Barra com realimentação através de imagem

Título: Controle de um sistema Bola- Barra com realimentação através de imagem Título: Controle de um sistema Bola- Barra com realimentação através de imagem Autores: Caio Felipe Favaretto, Henrique Corrêa Ramiro, Rômulo de Oliveira Souza e Marcelo Barboza Silva Professor orientador:

Leia mais

Manual Básico do Usuário. Monitoramento de Iniciativas Estratégicas. Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020

Manual Básico do Usuário. Monitoramento de Iniciativas Estratégicas. Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020 Manual Básico do Usuário Monitoramento de Iniciativas Estratégicas Planejamento Estratégico - ANVISA 2010-2020 Brasília DF, Maio de 2015 1 Sumário Planejamento Estratégico Anvisa 2010 a 2020:... 4 Supervisão

Leia mais

Aula 02 Conceitos básicos elipse. INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com

Aula 02 Conceitos básicos elipse. INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com Aula 02 Conceitos básicos elipse INFORMÁTICA INDUSTRIAL II ENG1023 Profª. Letícia Chaves Fonseca leticia.chavesfonseca@gmail.com 1. Introdução O Elipse E3 trabalha totalmente orientado para a operação

Leia mais

Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de Água PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) "UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS"

Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de Água PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS Sistema de de Gerenciamento, Automação e Economia de de Água ABINEE TEC - Minas Gerais 2006 PROJETO 3T (SCADA + GIS + MODELAGEM) "UM MUNDO NOVO EM SUAS MÃOS" COPASA DIRETORIA METROPOLITANA AGOSTO / 2006

Leia mais

Automação de Ensaios Automotivos Utilizando LabVIEW. Rodrigo Ribas DAQSYS DADOS & CONTROLE NI Days Março de 2011

Automação de Ensaios Automotivos Utilizando LabVIEW. Rodrigo Ribas DAQSYS DADOS & CONTROLE NI Days Março de 2011 Automação de Ensaios Automotivos Utilizando LabVIEW Rodrigo Ribas DAQSYS DADOS & CONTROLE NI Days Março de 2011 ASPECTOS GERAIS DA EMPRESA Localizada em Joinville no Condomínio de Desenvolvimento Tecnológico

Leia mais

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html

http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html www.cni.org.br http://www.portaldaindustria.com.br/senai/iniciativas/programas/educacao-a-distancia/2012/09/1,5682/novos-cursos.html Novos Cursos O SENAI criou 40 novos cursos a distância, sendo 10 cursos

Leia mais

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia

Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia 1 Universidade Federal de Minas Gerais Escola de Engenharia Departamento de Engenharia Eletrônica Laboratório de Informática Industrial 3ª AULA - Programação Convencional de CLP - Parte I Objetivos: Analisar

Leia mais

Décima segunda aula de teoria de ME5330. Maio de 2011

Décima segunda aula de teoria de ME5330. Maio de 2011 Décima segunda aula de teoria de ME5330 Maio de 011 Vamos iniciar o estudo do inversor de frequência. Conceito dispositivo eletrônico que transforma energia elétrica CA fixa ( tensão e frequência ) em

Leia mais

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0

Manual de Instalação ( Client / Server ) Versão 1.0 1 pág. PROCEDIMENTO DE INSTALAÇÃO DO SGCOM ATENÇÃO: É OBRIGATÓRIO UMA CONEXÃO COM A INTERNET PARA EXECUTAR A INSTALAÇÃO DO SGCOM. Após o Download do instalador do SGCOM versão Server e Client no site www.sgcom.inf.br

Leia mais

Manual Do Usuário PHOTOCAM-USB. Photocam-USB Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda

Manual Do Usuário PHOTOCAM-USB. Photocam-USB Nº. PLANATC Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda Certificado de Garantia. Modelo Controle Photocam-USB Nº A Planatc Tecnologia Eletrônica Automotiva Ltda garante o equipamento adquirido contra possíveis defeitos de fabricação pelo período de 6 meses,

Leia mais

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide

UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide - SEPesq UniRitter tecnológica: integrando Engenharias para desenvolvimento de um robô humanoide 1. Introdução Diego Augusto de Jesus Pacheco Giovani Geremia Segundo Vargas (2012) é perceptível que uma

Leia mais

Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming

Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming Visualizando um vídeo através do Servidor de Streaming Função do Servidor de Streaming Quando existem muitos usuários acessando remotamente uma câmera para realizar a visualização ao vivo ou fazer gerenciamento,

Leia mais

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental

22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 22º Congresso Brasileiro de Engenharia Sanitária e Ambiental 14 a 19 de Setembro 2003 - Joinville - Santa Catarina X-015 - MONITORAMENTO VIA INTERNET DE UMA ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO TIPO

Leia mais

Leia-me do Licenciamento em Rede

Leia-me do Licenciamento em Rede Leia-me do Licenciamento em Rede Trimble Navigation Limited Divisão de Engenharia e da Construção 935 Stewart Drive Sunnyvale, California 94085 EUA Fone: +1-408-481-8000 Ligação gratuita (nos EUA): +1-800-874-6253

Leia mais

Comunicado Técnico 08

Comunicado Técnico 08 Comunicado Técnico 08 ISSN 2177-854X Setembro. 2010 Uberaba - MG Automação em Sistemas de Irrigação Responsáveis: Ana Paula P.M.Guirra E-mail: anappmg_irrig@yahoo.com.br Tecnóloga em Irrigação e Drenagem;

Leia mais

SERVIÇOS DE ADEQUAÇÃO CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO DE REDES ADEQUAÇÃO DE PAINÉIS

SERVIÇOS DE ADEQUAÇÃO CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO DE REDES ADEQUAÇÃO DE PAINÉIS SERVIÇOS DE ADEQUAÇÃO SERVIÇOS DE ADEQUAÇÃO ENGENHARIA MONTAGEM DE PAINÉIS AUTOMAÇÃO CONFIGURAÇÃO E INSTALAÇÃO DE REDES A EMPRESA A Altercon Engenharia em Automação e Sistemas Industriais Ltda., foi constituída

Leia mais

MATERIAL DIDÁTICO DE TRÂNSITO Aulas em Slide

MATERIAL DIDÁTICO DE TRÂNSITO Aulas em Slide MANUAL MATERIAL DIDÁTICO DE TRÂNSITO Aulas em Slide 1 Sumário 1. Licença de Uso... 3 2. Pré-Requisitos... 3 3. Abrir o Material (Com Microsoft Office PowerPoint 2010)... 3 4. Instalação Power Point Viewer...

Leia mais

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário

SGB Sistema de Gestão de Bolsas Manual do Usuário Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministro da Educação Fernando Haddad Secretário-Executivo José Henrique Paim Fernandes Subsecretário de Assuntos Administrativos Jose Eduardo Bueno de

Leia mais

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET

INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET INSTALAÇÃO DO CHEF FOODS NET Obs.: Caso já possua um programa compactador de arquivo pular a etapa 1. 1 - Compactador de Arquivo Para instalar o Chef Foods Net você precisa de um programa descompactador

Leia mais

Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes

Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes Introdução a Informática - 1º semestre AULA 02 Prof. André Moraes 3 MÁQUINAS VIRTUAIS Em nossa aula anterior, fizemos uma breve introdução com uso de máquinas virtuais para emularmos um computador novo

Leia mais

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração.

1) MANUAL DO INTEGRADOR Este documento, destinado aos instaladores do sistema, com informações de configuração. O software de tarifação é uma solução destinada a rateio de custos de insumos em sistemas prediais, tais como shopping centers. O manual do sistema é dividido em dois volumes: 1) MANUAL DO INTEGRADOR Este

Leia mais

Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância

Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância Monitoramento de Transformadores de Potência Gerenciamento de Dados para o Monitoramento e Avaliação da Condição Operativa de Transformadores Seminário: Transmissão de Energia Elétrica a Longa Distância

Leia mais

Potente Trabalho em Equipe

Potente Trabalho em Equipe Potente Trabalho em Equipe SISTEMAS DE MEDIÇÃO E CONTROLE DE PROCESSOS PARA ÁGUA E GERENCIAÇÃO DE ENERGIA Lider no Setor de Suprimento de Água e Energia Sistemas e soluções confiáveis que se adaptam a

Leia mais

Verificando os componentes

Verificando os componentes PPC-4542-01PT Agradecemos a aquisição do scanner de imagem em cores fi-65f. Este manual descreve os preparativos necessários para o uso deste produto. Siga os procedimentos aqui descritos. Certifique-se

Leia mais

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software

LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP. Guia de instalação do software LASERJET ENTERPRISE M4555 SÉRIE MFP Guia de instalação do software HP LaserJet Enterprise M4555 MFP Series Guia de instalação do software Direitos autorais e licença 2011 Copyright Hewlett-Packard Development

Leia mais

EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO

EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO HEBER PIMENTEL GOMES EFICIÊNCIA HIDRÁULICA E ENERGÉTICA EM SANEAMENTO Análise Econômica de Projetos 2ª Edição Revisada e Ampliada Editora Universitária - UFPB João Pessoa 2009 2ª Edição: 2009 Editora Universitária

Leia mais

Manual do Usuário Android Neocontrol

Manual do Usuário Android Neocontrol Manual do Usuário Android Neocontrol Sumário 1.Licença e Direitos Autorais...3 2.Sobre o produto...4 3. Instalando, Atualizando e executando o Android Neocontrol em seu aparelho...5 3.1. Instalando o aplicativo...5

Leia mais

Relés de Proteção Térmica Simotemp

Relés de Proteção Térmica Simotemp Relés de Proteção Térmica Simotemp Confiabilidade e precisão para controle e proteção de transformadores Answers for energy. A temperatura é o principal fator de envelhecimento do transformador Os relés

Leia mais

Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos

Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos Solução para coleta de dados e análise de consumo para controlar e otimizar os custos Quem é a Zaruc? Empresa que atua desde 2008 no desenvolvimento de projetos tecnológicos inovadores oferecendo soluções

Leia mais

das válvulas de vazão de líquidos e gases

das válvulas de vazão de líquidos e gases Válvulas de Vazão de Líquidos e Gases Wagner Britto Vaz de Oliveira 00/16144 Pedro Kouri Paim 00/16063 9 de Junho de 2005 1 Introdução No contexto de automação industrial, válvulas de comando são elementos

Leia mais

Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED

Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED Controle Supervisório e Aquisição de Dados (SCADA) Sistema de Execução da Manufatura MES Sistemas a Eventos Discretos (SED Yuri Kaszubowski Lopes Roberto Silvio Ubertino Rosso Jr. UDESC 24 de Abril de

Leia mais

Instalação do VOL Backup para Desktops

Instalação do VOL Backup para Desktops Este é o guia de instalação e configuração da ferramenta VOL Backup para desktops. Deve ser seguido caso você queira instalar ou reinstalar o VOL Backup em sistemas Windows 2000, XP, Vista ou 7, 32 ou

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá Campus de Guaratinguetá

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO. Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá Campus de Guaratinguetá UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO Faculdade de Engenharia de Guaratinguetá Campus de Guaratinguetá Trabalho de Conclusão de Curso Análise comparativa entre os aquecedores solares industrial

Leia mais

RHS CONTROLS Recursos Hídricos e Saneamento Ltda

RHS CONTROLS Recursos Hídricos e Saneamento Ltda A laje sanitária do poço está em boas condições atendendo a padronização do DAEE. O funcionamento do poço P5 ocorre com timer, no período entre 5:00 e 22:00 horas. Assim, deve-se instalar um sistema de

Leia mais

QUANTITATIVO PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS DE AUTOMAÇÃO LOCALIZADOS NOS AÇUDES PACAJUS E GAVIÃO

QUANTITATIVO PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS DE AUTOMAÇÃO LOCALIZADOS NOS AÇUDES PACAJUS E GAVIÃO ESTADO DO CEARÁ SECRETARIA DOS RECURSOS HÍDRICOS COMPANHIA DE GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS - COGERH QUANTITATIVO PARA AQUISIÇÃO E INSTALAÇÕES DOS EQUIPAMENTOS DE AUTOMAÇÃO LOCALIZADOS NOS AÇUDES PACAJUS

Leia mais

Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência

Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência Sistema de Telemetria para Hidrômetros e Medidores Aquisição de Dados Móvel e Fixa por Radio Freqüência O princípio de transmissão de dados de telemetria por rádio freqüência proporciona praticidade, agilidade,

Leia mais

GenSys. Sistema de Gerenciamento de Energia

GenSys. Sistema de Gerenciamento de Energia Controle de Demanda e Fator de Potência Automação de Grupos Geradores (controle por horário e demanda de energia) Simulação de Cargas Simulação de Faturas (Azul, Verde, Convencional) Gráficos e Tabelas

Leia mais

Moodle - Tutorial para Alunos

Moodle - Tutorial para Alunos Moodle - Tutorial para Alunos por Prof. Maurício Lima 1 agosto de 2010 Objetivo Este documento apresenta aos alunos da Faculdade Novos Horizontes os primeiros passos na utilização do pacote Moodle. Trata-se

Leia mais

Análises de Eficiência Energética em Métodos de Controle de Vazão

Análises de Eficiência Energética em Métodos de Controle de Vazão 6 a 1 de Outubro de 28 Olinda - PE Análises de Eficiência Energética em Métodos de Controle de Vazão Ronaldo R. B. de Aquino Zanoni D. Lins Pedro A. C. Rosas UFPE UFPE UFPE rrba@ufpe.br zdl@ufpe.br prosas@ufpe.br

Leia mais

PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O

PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS. CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O 2 PROCESSO SELETIVO 001/2011 SENAI-DR-RN/CTGÁS-ER PROVA DE CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS CARGO: INSTRUTOR DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLOGIAS I Nível O CÓDIGO DO CARGO/VAGA: V0013 1) Considere um transformador

Leia mais

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados.

MANUAL GDS TOUCH. Versão: 1.0 Direitos reservados. MANUAL GDS TOUCH Versão: 1.0 Direitos reservados. GDS TOUCH PAINEL TOUCH-SCREEN CONTROLE RESIDENCIAL INTERATIVO O GDS Touch é um painel wireless touch-screen de controle residencial, com design totalmente

Leia mais

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS

CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS CURSO DE INFORMÁTICA BÁSICA AULA 2 O AMBIENTE WINDOWS Relembrando... Gabinete Ligando o computador São três passos básicos O ambiente Windows O Windows é um tipo de software chamado sistema operacional

Leia mais

SMV. Sistema de Monitoramento de Variáveis

SMV. Sistema de Monitoramento de Variáveis SMV Sistema de Monitoramento de Variáveis BASE Automação Agosto / 2010 SMV Objetivo: Ser uma solução que permita o monitoramento, análise e o controle de diversas variáveis e grandezas que estão direta

Leia mais

Manual do usuário. Viewer

Manual do usuário. Viewer Manual do usuário Viewer Outubro / 2010 Manual do Heron Viewer Índice Heron Viewer... 2 Instalação... 2 Configuração... 5 Configurando o servidor (Computador que acompanha o aparelho Heron)... 5 Configurando

Leia mais

X-007 SISTEMA DE MEDIÇÃO MICROPROCESSADO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO

X-007 SISTEMA DE MEDIÇÃO MICROPROCESSADO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO X-007 SISTEMA DE MEDIÇÃO MICROPROCESSADO PARA ESTAÇÕES COMPACTAS DE TRATAMENTO DE ESGOTO SANITÁRIO Celso J. Munaro Engenheiro Eletricista pela Universidade Federal de Santa Maria. Mestre e Doutor em Automação

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup

MANUAL DO USUÁRIO. Software de Ferramenta de Backup MANUAL DO USUÁRIO Software de Ferramenta de Backup Software Ferramenta de Backup Parabéns, você acaba de adquirir um produto com a qualidade e segurança Intelbras. Este manual serve como referência para

Leia mais

Capacitação e Inserção de Profissionais no Setor Energético. Prof. Alexandro Vladno da Rocha

Capacitação e Inserção de Profissionais no Setor Energético. Prof. Alexandro Vladno da Rocha Capacitação e Inserção de Profissionais no Setor Energético Prof. Alexandro Vladno da Rocha Outubro / 2013 Agenda Estrutura e Atuação do IFRN; Estrutura Básica dos Cursos; Cursos na Área de Energia; Perfil

Leia mais