PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS *

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS *"

Transcrição

1 1 PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS * Elton Sarmanho Siqueira Universidade Federal do Pará Dalita Batista Moura Universidade Federal do Pará Ana Paula de Souza Fernandes Universidade Federal do Pará Resumo. Este projeto tem por objetivo trabalhar a elaboração de documentos eletrônicos, científicos e matemáticos com alta qualidade tipográfica usando o sistema/linguagem de marcação LaTeX. Seu grande desempenho na construção de documentos fez com que institutos com grandes renomes como MIT (Massachusetts Institute Technology), Universidade de Tokyo, Universidade de Sidney, ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica), IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers), ACM (Association for Computing Machinery) e entre outros, adotarem este editor de documentos eletrônicos como padrão para elaboração de monografias, dissertações, artigos, teses e livros. Este projeto visa transmitir os conhecimentos sobre a linguagem de marcação LaTeX por meio de oficinas presenciais e auxilio das redes do sociais. No curso são ensinados os conceitos teóricos desde básico até avançando, que permitiram aos discentes criar diversos documentos eletrônicos (monografia, dissertação, tese e livro), além de possibilitar a criação de modelos próprios ou modelos para uma determinada instituição. Todo repertório teórico sobre LaTeX será auxiliado pelo software livre KILE. Palavras-chave: LaTeX. BibTex. Software Livre. Alta Qualidade Tipográfica. Transmissão de Conhecimento. INTRODUÇÃO A apresentação de textos acadêmicos e científicos no formato exigido pelas instituições de ensino superior deve obedecer a uma organização padronizada estabelecida pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). De tal modo, que pesquisadores e discentes iniciados no mundo acadêmico se preocupam e empenha tempo na formatação gráfica destes textos, tempo este que, em tese, deveria ser utilizado no planejamento e desenvolvimento da atividade intelectual para produção textual. Todavia, as características técnicas especificadas na norma devem ser seguidas com precisão e rigor. Atualmente, existem editores de textos que facilitam este trabalho, mas a falta de conhecimento das ferramentas destes editores dificulta e, muitas vezes, inibe sua utilização. Em conformidade com as normas definidas pela ABNT para produção de * XI EVIDOSOL e VIII CILTEC-Online - junho/

2 2 monografias, teses, dissertações, pôster e livros, levam-se em consideração um numero significativo de detalhes para construção de tais elementos. Desta forma, o ensino do LaTeX para comunidade acadêmica da cidade de Tucuruí (situada no sudeste do Pará) visa buscar a padronização de documentos eletrônicos que garantem qualidade e flexibilidade na edição, despreocupando o leitor de detalhes de formatação/apresentação e direcionando-o somente para construção do conteúdo da produção, permitindo assim um maior desenvolvimento científico local. Sendo assim o presente projeto visa disseminar o conhecimento acadêmico da área de computação em sua interface com LaTeX com uso do software livre para a comunidade acadêmica de Tucuruí, conferindo aos discentes conhecimentos sobre a linguagem de marcação LaTeX, de maneira que o software proposto possa auxiliá-los na construção de qualquer documento de forma intuitiva. De modo a capacitar a comunidade acadêmica, focando na produção de documentos de acordo com as normas exigidas pela ABNT e outras instituições como IEEE (Institute of Electrical and Electronics Engineers) ou ACM (Association for Computing Machinery). Dessa forma facilitando a propagação de textos acadêmicos com alta qualidade, visando à difusão de metodologias de produção documental de alta produtividade baseadas em padrões e exigências nacionais e internacionais. 1. O QUE É LATEX? Tudo começou por sistema de tipografia de alta qualidade chamado TeX (pronuncia-se tec ) criado por Donald Knuth no final dos anos 70. O TeX também é conhecido como processador de textos, por ter sido desenvolvido para a produção de texto científico e fórmulas matemáticas (Mittelbach e Goossens, 2004). Devido sua complexidade e sobrecarga de comandos, Leslie Lamport criou uma extensão que pudesse melhorar a utilização do TeX e que possibilita-se outros usuários (fora do escopo das exatas) utilizassem essa linguagem de marcação (Lamport, 2003). Com isso, Leslie Lamport criou o LaTeX (pronuncia-se "lai-tec"), uma linguagem de marcação, comandos mais simplificados e que mantém qualidade do antigo sistema de marcação TeX. O LaTeX é amplamente utilizado no meio acadêmico para a produção de textos científicos devido sua alta qualidade tipográfica. Com o LaTeX também é possível escrever artigos, monografias, teses, livros, pôster, entre outros. O LaTeX funciona em qualquer plataforma: Windows, Linux e Mac OS. Além disso, no LaTeX é possível

3 3 trabalhar com fórmulas matemáticas, imagens vetoriais, listas, tabelas, índices remissivos, ambientes personalizados, apresentação de slides, referências bibliográficas, entre outros elementos textuais. O LaTeX não é WYSIWYG (What You See Is What You Get, traduzindo: O que você vê é o que você obtém ), ou seja, não é um editor de texto visual como o BROffice ou Microsoft Word, por exemplo. Nele escrevemos em códigos num arquivo com a extensão.tex e só depois transformamos em PDF para visualizar o documento final COMO FUNCIONA O LATEX Nesta seção é mostrado de forma simplificada o funcionamento do LaTeX. Primeiramente, o usuário deverá utilizar o Editor Kile para codificar o texto a ser formatado. Na Figura 1 mostra-se um pequeno exemplo de texto, que desejamos formatar usando LaTeX. Figura 1. Texto em LaTeX O termo codificar não estar sendo utilizado no sentido de programação de sistemas, mas no sentido de marcação de textos. Veja na Figura 1 que o texto a ser formatado estar sempre dentro de marcadores. Esses últimos são a base do LaTeX. Por fim, o usuário por meio do Kile salva o texto e gera um arquivo no formato PDF como na Figura 2 por meio de uma compilação (transformação do texto em LaTeX em PDF), com o texto perfeitamente formatado e padronizado. Figura 2. Texto Formatado

4 4 2. MATERIAL E METODOLOGIA Para a realização desse projeto o UFPA-CAMTUC (Campus Universitário de Tucuruí) firmou parceria com o Infocentro da Colônia dos Pescadores Z 32 de Tucuruí, este concedeu o espaço físico e os computadores para a realização das oficinas que são ministradas aos sábados pela manhã. As oficinas são realizadas por meio de DVD s botáveis com o sistema operacional Linux, além de todo repertório teórico sobre LaTeX ministrado pelo bolsista responsável. Este último utiliza o software livre KILE (KILE, 2005), o qual é um software de edição que facilita o uso da linguagem de marcação LaTeX. Serão repassados conceitos teóricos desde básico (compor documentos simples, contendo texto, imagens, tabelas, índices, referências internas e bibliográficas, expressões matemáticas e citações) até avançando (introdução ao modo matemático do LaTeX, índices, listas de figuras, bibliografia com BibTeX e listas de tabelas), que permitiram aos discentes criar qualquer documento eletrônico (monografia, dissertação, tese e livro), além de possibilitar a criação de modelos próprios ou modelos para uma determinada instituição. Atualmente, formaram-se quatro turmas no ano de 2013 (ressalta-se que projeto teve seu inicio no segundo semestre do ano citado) e uma em 2014, de tal forma que os discentes que participaram ficaram entusiasmados e animados com esta nova maneira de fazer seus trabalhos acadêmicos. Logo abaixo, têm-se duas imagens que mostram a estrutura física do infocentro e os discentes que participaram das oficinas. Figura 3. Primeira Turma Figura 4. Segunda Turma 3. RESULTADOS E DISCUSSÕES

5 5 Este projeto vem sendo realizado desde segundo semestre de 2013, onde no primeiro momento houve o treinamento do bolsista relacionado ao aprendizado da linguagem de marcação LaTeX. Posteriormente houve a divulgação da oficina nas universidades e faculdades de Tucuruí, a parceria com o Infocentro e a inscrição dos discentes interessados em participar da oficina. Após esta fase inicial foram formadas as turmas para a realização das oficinas, cada turma com duração de 20 horas-aulas e mais projeto final (forma de avaliação e validação do conhecimento adquirido durante o curso). Em grande parte, os discentes adotaram o sistema operacional Linux em seus notebooks para trabalhar com maior facilidade com LaTeX, assim, viram que o LaTeX facilita na preparação de seus trabalhos. Segundo os discentes que participaram das oficinas aprender a usar a linguagem de marcação LaTeX era tudo que precisavam, uma forma rápida e pratica de fazer os trabalhos acadêmicos, pois com o LaTeX é só utilizar um comando simples e o trabalho já sai formatado com o padrão desejado (por exemplo, o padrão ABNT). Torna-se mais fácil trabalhar o conteúdo do texto em si já que o LaTeX nos proporciona pensar somente no layout de cada texto, além de que é um ótimo editor de documentos matemáticos, pois com ele podemos escrever as diversas fórmulas matemáticas desde uma simples equação a uma integral, derivada, séries, algoritmos, símbolos matemáticos (PI, Alpha, Beta e outros) entre diversos recursos (Helmut e Patrick, 2003). Também temos a possibilidade de criar tabelas, citações e referência bibliográficas de forma simples e com o visual estético melhor do que os editores de textos comuns (Mittelbach e Goossens, 2004). 4. CONCLUSÃO Como o projeto se encaminhando para sua conclusão anual, algumas métricas definidas já foram alcançadas: Aproximadamente 100 discentes realizaram o curso, além disso, conseguem utilizar de forma eficiente o LaTeX na elaboração dos trabalhos acadêmicos. Propagação do ideal do Software Livre. Mostrar que software proprietário não é a única (e melhor) solução, existem soluções gratuitas e com qualidade bem superior.

6 6 Posteriormente expandir o projeto para demais IES (instituto de Ensino Superior) do estado do Pará que demandam por qualidade na produção textual das pesquisas científicas produzidas. Todos os discentes formados pela oficina aprenderam a manusear a linguagem e a utilizar para fazer seus trabalhos acadêmicos, de forma rápida e mais pratica que antes quando os mesmos utilizavam editores de texto comuns. Sem mencionar que os discentes obtiveram ganhos em aprender a manipular uma ferramenta de edição de texto (Kile) a seu favor, já que existem vários editores de textos que trabalham da mesma maneira a linguagem de marcação LaTeX, entretanto não se tem a mesma eficiência. Portanto, espera-se ao final do projeto que o mesmo qualifique e capacite os participantes, de forma agregar valor na sua formação acadêmica, além de poder ajudá-los a construir trabalhos acadêmicos de alta qualidade. REFERÊNCIAS K. HELMUT and D. PATRICK. Guide to LaTeX (4th ed.). Addison-Wesley Professional. ISBN F. MITTELBACH and M. GOOSSENS. The LaTeX Companion. 2ªedição ed. [S.l.]: Addison-Wesley Professional ISBN L. LAMPORT. LATEX - A Document Preparation System. Addison-Wesley, Reading, 4a. edition, 2003 KILE. Kile - an integrated LaTeX environment.disponível em:

PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS

PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS PROJETO LATEX PARA TODOS: PROMOVENDO A QUALIDADE NA PRODUÇÃO TEXTUAL DAS PESQUISAS CIENTÍFICAS Elton Sarmanho 1 Dalita Batista 1 Ana Paula de Souza 1 Resumo. Este projeto de extensão tem por objetivo trabalhar

Leia mais

INTRODUÇÃO À ELABORAÇÃO DE TEXTOS MATEMÁTICOS UTILIZANDO O LATEX. RESUMO

INTRODUÇÃO À ELABORAÇÃO DE TEXTOS MATEMÁTICOS UTILIZANDO O LATEX. RESUMO 2 INTRODUÇÃO À ELABORAÇÃO DE TEXTOS MATEMÁTICOS UTILIZANDO O LATEX. Rafael Martins Ribeiro Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Erlan P. Aragão Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia Laura Goulart

Leia mais

Nome do Aluno. Modelo para elaboração de monografia

Nome do Aluno. Modelo para elaboração de monografia Nome do Aluno Modelo para elaboração de monografia São José SC fevereio / 2009 Nome do Aluno Modelo para elaboração de monografia Monografia apresentada à Coordenação do Curso Superior de Tecnologia em

Leia mais

Seminários I - Introdução ao LATEX

Seminários I - Introdução ao LATEX Seminários I - Introdução ao L A TEX Salvador, Agosto - 2013 Agenda 1 Introdução 2 Requisitos 3 Instalação O que é LATEX? Pacote criado para preparação de textos impressos de alta qualidade Pode ser utilizado

Leia mais

PoliGNU. Software livre e editoração eletrônica: curso LATEX e metodologias de produção de documentos

PoliGNU. Software livre e editoração eletrônica: curso LATEX e metodologias de produção de documentos PoliGNU Software livre e editoração eletrônica: curso LATEX e metodologias de produção de documentos São Paulo Janeiro, 2011 Sumário 1 Introdução 3 1.1 Justificativa...................................

Leia mais

Documentação em Processos ITIL com LATEX

Documentação em Processos ITIL com LATEX The PracTEX Journal, 2012, No. 1 Article revision 2012/01/12 Documentação em Processos ITIL com LATEX Rayans Carvalho e Francisco Reinaldo Email Resumo lic@unilestemg.br Muitas empresas evoluiram com a

Leia mais

Pré-projeto. Título: Sistema para geração de documentos. Palavras-chave: Telefonia, Modelo, L A TEX

Pré-projeto. Título: Sistema para geração de documentos. Palavras-chave: Telefonia, Modelo, L A TEX Instituto Federal de Santa Catarina IFSC Campus São José Pré-projeto Título: Sistema para geração de documentos Palavras-chave: Telefonia, Modelo, L A TEX Aluno(s): Nome do primeiro aluno Orientador: Prof.

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO ÁREA: Ciências Naturais e Tecnológicas CURSO: Física Médica PLANO DE ENSINO

CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO ÁREA: Ciências Naturais e Tecnológicas CURSO: Física Médica PLANO DE ENSINO CENTRO UNIVERSITÁRIO FRANCISCANO ÁREA: Ciências Naturais e Tecnológicas CURSO: Física Médica PLANO DE ENSINO 1) Identificação Disciplina Física Computacional Aplicada à Física Médica Código FSM103 Turma:

Leia mais

NOME DO AUTOR TRABALHO DE CONCLUSÃO

NOME DO AUTOR TRABALHO DE CONCLUSÃO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CURSO SUPERIOR DE TÉCNOLOGIA EM AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL NOME DO AUTOR TÍTULO EM PORTUGUÊS TRABALHO DE CONCLUSÃO CORNÉLIO PROCÓPIO 2011 NOME DO AUTOR TÍTULO EM PORTUGUÊS

Leia mais

Oficina de Pesquisa Científica na Pós-Graduação- PPGIGC

Oficina de Pesquisa Científica na Pós-Graduação- PPGIGC Oficina de Pesquisa Científica na Pós-Graduação- PPGIGC Oficina de Pesquisa Científica na Pós-Graduação- PPGIGC Ferramentas para elaboração de artigos científicos Prof. Dr. Pedro Henrique Triguis Schimit

Leia mais

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE

Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Proposta do projeto de extensão: Inclusão digital dos softwares livres na comunidade escolar da rede pública em Aracaju SE Resumo O projeto tem como objetivo principal promover a inclusão digital dos softwares

Leia mais

Sandromir Almeida. Treinamentos Realizados nas Empresas

Sandromir Almeida. Treinamentos Realizados nas Empresas Sandromir Almeida Consultor de Informática desde 1995 Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas Docente de Informática há 15 anos Palestrante desde 2001 Técnico em Informática Webmaster Proprietário

Leia mais

Prof. André Di Thommazo

Prof. André Di Thommazo Unidade 3 Comunicação e Organização Pessoal Tipos de Arquivo Prof. André Di Thommazo Pacote de software para escritório Pacote de software para escritório é um conjunto de software destinados a atividades

Leia mais

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional

Visão geral do Microsoft Office Word 2007. Crie conteúdo com aparência profissional Visão geral do Microsoft Office Word 2007 Bem vindo ao Microsoft Office Word 2007, incluído na versão 2007 do Microsoft Office system. O Office Word 2007 é um poderoso programa de criação de documentos

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL COMUNITÁRIA FORMIGUENSE FUOM CENTRO UNIVERSITÁRIO DE FORMIGA UNIFOR-MG CONSELHO UNIVERSITÁRIO REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE FISIOTERAPIA (Ato de Aprovação:

Leia mais

Processos de Desenvolvimento de Software

Processos de Desenvolvimento de Software Processos de Desenvolvimento de Software Gerenciamento de Projetos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e

Leia mais

INF2135 Processos e Ambientes de Engenharia de Software

INF2135 Processos e Ambientes de Engenharia de Software INF2135 Processos e Ambientes de Engenharia de Software Arndt von Staa arndt at inf.puc-rio.br Departamento de Informática 2014/1 site: www.inf.puc-rio.br/~inf2135 Objetivo Capacitar os alunos a avaliar,

Leia mais

Como elaborar um relatório de pesquisa

Como elaborar um relatório de pesquisa Como elaborar um relatório de pesquisa Profa. Dra. Maria José B. Finatto - UFRGS - Instituto de Letras www.ufrgs.br/textecc Seminários Temáticos PROPESQ - 2012 Preâmbulo - sério! O Programa Institucional

Leia mais

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso:

Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso de Desenvolvimento de Aplicativos para Dispositivos Móveis é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para

Leia mais

Gabriel Pereira Janner. Word e Excel Básico e Avançado. Dom Pedrito 2014

Gabriel Pereira Janner. Word e Excel Básico e Avançado. Dom Pedrito 2014 1 Gabriel Pereira Janner Word e Excel Básico e Avançado Dom Pedrito 2014 2 Gabriel Pereira Janner Word e Excel Básico e Avançado Trabalho cujo objetivo passar conhecimento básico e avançado na Disciplina

Leia mais

Treinamento Migrando Usuários Microsoft Office para LibreOffice

Treinamento Migrando Usuários Microsoft Office para LibreOffice Treinamento Migrando Usuários Microsoft Office para LibreOffice Sobre o treinamento Nos últimos anos inúmeras instituições, empresas e organizações estão migrando seus aplicativos de escritório, principalmente

Leia mais

INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA

INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA INCLUSÃO DIGITAL ATRAVÉS DE CURSOS DE INFORMÁTICA NA ULBRA CAMPUS GUAÍBA Daniele Pinto Andres RESUMO Este artigo aborda uma análise das atividades realizadas na ULBRA de Guaíba sobre os cursos de informática

Leia mais

SALA DE AULA VIRTUAL DE MATEMÁTICA

SALA DE AULA VIRTUAL DE MATEMÁTICA SALA DE AULA VIRTUAL DE MATEMÁTICA GT 02 Educação Matemática no Ensino Médio e Ensino Superior Jorge Luis Palacios Felix URI jlpfelix@urisan.tche.br Resumo: O presente trabalho traz uma motivação da maneira

Leia mais

INTERNET HOST CONNECTOR

INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR INTERNET HOST CONNECTOR IHC: INTEGRAÇÃO TOTAL COM PRESERVAÇÃO DE INVESTIMENTOS Ao longo das últimas décadas, as organizações investiram milhões de reais em sistemas e aplicativos

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 4ª Série Desenvolvimento de Software Seguro A atividade prática supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Objetivo do curso: Formar profissionais qualificados na gestão comercial, possibilitando assim o crscimento individual e corporativo.

Objetivo do curso: Formar profissionais qualificados na gestão comercial, possibilitando assim o crscimento individual e corporativo. O Curso de Tecnologia em Gestão Comercial tem por finalidade formar profissionais na área de Gestão Comercial, embasando-os de conhecimentos técnicos, científicos e gerenciais. Desenvolvendo capacidades

Leia mais

Pacote Office. Subtítulo

Pacote Office. Subtítulo Pacote Office Subtítulo Sobre a APTECH A Aptech é uma instituição global, modelo em capacitação profissional, que dispõe de diversos cursos com objetivo de preparar seus alunos para carreiras em Tecnologia

Leia mais

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO REGULAMENTAÇÃO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DO CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO Resolução 012/2010 da Pró-Reitoria de Graduação CAPÍTULO I - DO CONCEITO Art. 1º - O Trabalho de Conclusão de Curso

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS CST em Análise e Desenvolvimento de Sistemas 3ª Série Programação Estruturada II A atividade prática supervisionada (ATPS) é um método de ensinoaprendizagem desenvolvido

Leia mais

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas;

Ferramentas desenvolvidas internamente não atendem às necessidades de crescimento, pois precisam estar sendo permanentemente aperfeiçoadas; APRESENTAÇÃO O Myself é um sistema de gerenciamento de conteúdo para websites desenvolvido pela Genial Box Propaganda. Seu grande diferencial é permitir que o conteúdo de seu website possa ser modificado

Leia mais

PDI DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPI

PDI DO SISTEMA DE BIBLIOTECAS DA UFPI Ministério da Educação Universidade Federal do Piauí Biblioteca Comunitária Jornalista Carlos Castello Branco Campus Universitário Ministro Petrônio Portella, Bairro Ininga, Teresina, Piauí, Brasil; CEP

Leia mais

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES DO CURSO DE MEDICINA VETERINÁRIA CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art. 1º Designamos atividades complementares o conjunto de eventos oferecidos aos alunos de

Leia mais

EMENTA DO CURSO DE BROFFICE

EMENTA DO CURSO DE BROFFICE EMENTA DO CURSO DE BROFFICE O curso de BrOffice está formatado com a duração de 44 horas-aulas e tem previsto 05 (cinco) módulos como descritos abaixo. Módulos Carga horária (horas/aula) Conhecendo o Computador

Leia mais

GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA

GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA ISSN 2316-7785 GEOGEBRA: AS NOVAS TECNOLOGIAS APLICADAS AO ENSINO DA MATEMÁTICA RESUMO Sersana Sabedra de Oliveira Universidade Federal do Pampa - UNIPAMPA sersana@hotmail.com Nívea Maria Barreto Nunes

Leia mais

Redação Técnico/Científica

Redação Técnico/Científica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Santa Catarina Departamento Acadêmico de Eletrônica Metodologia de Estudos e Pesquisas Redação Técnico/Científica Florianópolis, novembro de 2013.

Leia mais

Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013)

Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013) Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013) Eduardo Bueno Simões Pires 1, Aline da Cunha Simões Pires 2 1 Instituto de Informática Universidade

Leia mais

P2CEM. Pesquisa 2015/1. Elaboração de trabalho escrito. Profa. Dra. Zélia Soares Macedo Departamento de Física

P2CEM. Pesquisa 2015/1. Elaboração de trabalho escrito. Profa. Dra. Zélia Soares Macedo Departamento de Física P2CEM Pesquisa 2015/1 Elaboração de trabalho escrito Profa. Dra. Zélia Soares Macedo Departamento de Física Tipos de trabalho escrito: - monografia (1º semestre); - projeto (1º ou 2º semestre); - relatório

Leia mais

Sobrevivendo ao Mestrado

Sobrevivendo ao Mestrado Sobrevivendo ao Karina Mochetti de Magalhães Fabio R. Piva Instituto de Computação - UNICAMP Maio 2009 1 Escolhendo um tema/orientador 2 Visão geral Quando? Onde? Como? 3 L A TEX Porque usar L A TEX? BiBTeX

Leia mais

Formatando trabalhos acadêmicos com Word2007

Formatando trabalhos acadêmicos com Word2007 IESAP INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DO AMAPÁ Formatando trabalhos acadêmicos com Word2007 Prof. MARCOS MENDES Profa. MILENA MENDES MACAPÁ-AP 2008 Sumário O QUE É FORMATACÃO COMO CRIAR E SALVAR UM ARQUIVO

Leia mais

Aula: BrOffice Impress primeira parte

Aula: BrOffice Impress primeira parte Aula: BrOffice Impress primeira parte Objetivos Conhecer as características de um software de apresentação; Saber criar uma apresentação rápida com os recursos de imagem e texto; Saber salvar a apresentação;

Leia mais

5 - AÇÕES E CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO AÇÕES OBJETIVOS MÊS INÍCIO/ CARGA HORÁRIA TÉRMINO

5 - AÇÕES E CRONOGRAMA DE EXECUÇÃO AÇÕES OBJETIVOS MÊS INÍCIO/ CARGA HORÁRIA TÉRMINO 1 - IDENTIFICAÇÃO: TÍTULO DO PROJETO: PERÍODO DE REALIZAÇÃO: 03/08/15 a 20/10/15 ÓRGÃO RESPONSÁVEL: Núcleo de Tecnologia Educacional de Nova Andradina TIPO DE PROJETO: Formação Tecnológica. CARGA HORÁRIA

Leia mais

Algoritmos e Linguagem de Programação I

Algoritmos e Linguagem de Programação I Algoritmos e Linguagem de Programação I Roberto Ferreira roberto.ferreira@lapa.ifbaiano.edu.br 2014.1 Módulo I Aula 4 Introdução ao C Linguagem de Programação É um conjunto de regras sintáticas e semânticas

Leia mais

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO

II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO II ELPED - ENCONTRO DE LICENCIATURAS E PESQUISA EM EDUCAÇÃO Tema: PRÁTICAS PEDAGÓGICAS E CURRÍCULO: ABORDAGENS PARA O ENSINO DE CIÊNCIAS DATA: 31 de março e 1º de abril de 2016 1. OBSERVAÇÕES GERAIS a)

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ. Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ Campus Ponta Grossa ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Ponta Grossa 2012 ANDRÉ LUIS CORDEIRO DE FARIA RELATÓRIO DE ESTÁGIO Trabalho elaborado pelo

Leia mais

Migrando de Usuários Microsoft Office para BrOffice.org / OpenOffice.org

Migrando de Usuários Microsoft Office para BrOffice.org / OpenOffice.org Migrando de Usuários Microsoft Office para BrOffice.org / OpenOffice.org Tempo de Duração: 24 Horas. Investimento: Solicitar proposta comercial. Sobre o treinamento Nos últimos anos inúmeras instituições,

Leia mais

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme

Aula 1 Desenvolvimento Web. Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Aula 1 Desenvolvimento Web Curso: Técnico em Informática / 2º módulo Disciplina: Desenvolvimento Web Professora: Luciana Balieiro Cosme Plano de Aula Ementa Avaliação Ementa Noções sobre Internet. HTML

Leia mais

centena dezena unidade 10 2 10 1 10 0 275 2 7 5 200 + 70 + 5 275

centena dezena unidade 10 2 10 1 10 0 275 2 7 5 200 + 70 + 5 275 A. Sistemas de Numeração. Para se entender a linguagem do computador (o Código de Máquina), é necessário conhecer um pouco da teoria dos números. Não é uma tarefa tão difícil quanto pode parecer. Sabendo-se

Leia mais

CSF Designer Intuition SOLUÇÕES DE OUTPUT FIS

CSF Designer Intuition SOLUÇÕES DE OUTPUT FIS SOLUÇÕES DE OUTPUT FIS O CSF Designer Intuition TM da FIS ajuda organizações que lidam com o cliente a criar, de forma instantânea e interativa, documentos comerciais respeitando as regulações vigentes,

Leia mais

Manual de publicação de conteúdos no Joomla - Pós-Graduação

Manual de publicação de conteúdos no Joomla - Pós-Graduação Universidade Estadual do Oeste do Paraná Núcleo de Tecnologia da Informação (NTI) Divisão de Desenvolvimento/Sistemas Web Manual de publicação de conteúdos no Joomla da Unioeste Como incluir conteúdo na

Leia mais

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso:

MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital Objetivo do curso: Com carga horária de 420 horas o curso MBA em Gestão Estratégica e Marketing Digital é desenvolvido em sistema modular, com 01 encontro por bimestre (total de encontros no curso: 04) para avaliação nos

Leia mais

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB

PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB PADRÕES PARA O DESENVOLVIMENTO NA WEB Ederson dos Santos Cordeiro de Oliveira 1,Tiago Bonetti Piperno 1, Ricardo Germano 1 1 Universidade Paranaense (UNIPAR) Paranavaí PR- Brasil edersonlikers@gmail.com,

Leia mais

Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores

Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores PROGRAMA INSTITUCIONAL DE ACÕES AFIRMATIVAS RELATÓRIO FINAL DE ATIVIDADES (AGOSTO/2009 A AGOSTO/2010) Promovendo a Inclusão Digital Por Meio do Projeto Multiplicadores Paulo Eduardo Boeira Capeller Dr(ª).

Leia mais

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte...

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte... ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3 Acervo... 3 Meus Livros... 4 Livros em destaque... 7 Fórum... 7 Notícias... 8 Ajuda... 9 Suporte... 9 POR QUE USAR... 10 EQUIPE RESPONSÁVEL... 12 CONTATO... 13 O

Leia mais

Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares

Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares Portfólio de produtos Microsoft para servidores Estudo de caso de solução do cliente Cornell usa computação de alto desempenho para acelerar a pesquisa e ampliar o acesso a softwares Visão geral País ou

Leia mais

APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO

APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO APRENDENDO FUNÇÕES AFIM E QUADRÁTICA COM O WINPLOT Educação Matemática nos Anos Finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio (EMAIEFEM) GT 10 RESUMO O presente relato é uma experiência de bolsistas do PIBID

Leia mais

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1

Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores. Trabalho Interdisciplinar Semestral. 3º semestre - 2012.1 Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Trabalho Interdisciplinar Semestral 3º semestre - 2012.1 Trabalho Semestral 3º Semestre Curso Superior de Tecnologia em Redes de Computadores Apresentação

Leia mais

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 04 Word. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 04 Word Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Agenda da Aula Editor de Texto - Word Microsoft Office Conjunto de aplicativos para escritório que contém programas

Leia mais

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com

Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Professor: Venicio Paulo Mourão Saldanha E-mail: veniciopaulo@gmail.com Site: www.veniciopaulo.com Formação: Graduando em Analises e Desenvolvimento de Sistemas (8º Período) Pregoeiro / Bolsa de Valores

Leia mais

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso

Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Carta para a Preservação do Patrimônio Arquivístico Digital Preservar para garantir o acesso Considerando que a informação arquivística, produzida, recebida, utilizada e conservada em sistemas informatizados,

Leia mais

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc.

Informática Software. Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Informática Software Prof. Marcos André Pisching, M.Sc. Objetivos Definir e classificar os principais tipos de softwares Básico Aplicativos Software Categorias Principais de Software Básico Chamado de

Leia mais

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos

Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias. Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk Transferência de Tecnologias Parcerias tecnológicas, treinamentos e licenciamentos Soluções Autodesk na ENG AutoCAD 2010 - o software AutoCAD para arquitetos. Criação, coordenação e colaboração

Leia mais

O PaperPort 12 Special Edition (SE) possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos.

O PaperPort 12 Special Edition (SE) possui uma grande variedade de novos e valiosos recursos que ajudam a gerenciar seus documentos. Bem-vindo! O Nuance PaperPort é um pacote de aplicativos para gerenciamento de documentos da área de trabalho que ajuda o usuário a digitalizar, organizar, acessar, compartilhar e gerenciar documentos

Leia mais

Scilab. Introdução ao Scilab. Como obter ajuda

Scilab. Introdução ao Scilab. Como obter ajuda Scilab Scilab é uma linguagem de programação associada a uma rica coleção de algoritmos numéricos cobrindo muitos aspectos dos problemas de computação científica. Do ponto de vista do software, Scilab

Leia mais

Afinal o que é HTML?

Afinal o que é HTML? Aluno : Jakson Nunes Tavares Gestão e tecnologia da informacão Afinal o que é HTML? HTML é a sigla de HyperText Markup Language, expressão inglesa que significa "Linguagem de Marcação de Hipertexto". Consiste

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL BARBOSA FERRAZ

COLÉGIO ESTADUAL BARBOSA FERRAZ COLÉGIO ESTADUAL BARBOSA FERRAZ Ensino Médio, Normal e Profissional Rua Rio Grande do Sul, 1200 Centro - Telefone: (43) 3472-5009 www.colegiobarbosa.com.br e.mail: colbarbosa@ig.com.br CEP: 86870-000 -

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB

PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB INSCRIÇÕES ABERTAS! GRUPO SANTA RITA PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB FACULDADES MENSALIDADE R$ 149, 00 CAMPUS CHAPECÓ DURAÇÃO APROXIMADAMENTE 12 MESES Aulas aos Sábados DISCIPLINAS Animações

Leia mais

Implantação da Gestão de Projetos na Gerência de Planos, Metas e Políticas de Saúde

Implantação da Gestão de Projetos na Gerência de Planos, Metas e Políticas de Saúde TÍTULO DA PRÁTICA: Implantação da Gestão de Projetos na Gerência de Planos, Metas e Políticas de Saúde CÓDIGO DA PRÁTICA: T20 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 No início de 2010, após

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA

FACULDADE DE ENGENHARIA FACULDADE DE ENGENHARIA CURSO DE ENGENHARIA CIVIL REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) DOS CURSOS DA FACULDADE DE ENGENHARIA REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DOS CURSOS DA FACULDADE

Leia mais

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF)

Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO VICENTE Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de São Vicente (PIC-FATEF) Introdução O Programa de Iniciação Científica da Faculdade de Tecnologia de

Leia mais

Introdução à Programação de Computadores

Introdução à Programação de Computadores 1. Objetivos Introdução à Programação de Computadores Nesta seção, vamos discutir os componentes básicos de um computador, tanto em relação a hardware como a software. Também veremos uma pequena introdução

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADES DE ENGENHARIAS E DESIGN REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC)

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADES DE ENGENHARIAS E DESIGN REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) UNIVERSIDADE DE RIO VERDE FACULDADES DE ENGENHARIAS E DESIGN REGULAMENTO DO TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO (TCC) INTRODUÇÃO O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e é um componente curricular obrigatório

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS. Prof. M.Sc. UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E NATURAIS ESPECIALIZAÇÃO EM ESTATÍSTICAS EDUCACIONAIS Microsoft Office PowerPoint 2007 Prof. M.Sc. Fábio Hipólito Julho / 2009 Visite o site:

Leia mais

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA

GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA GANHE DINHEIRO FACIL GASTANDO APENAS ALGUMAS HORAS POR DIA Você deve ter em mente que este tutorial não vai te gerar dinheiro apenas por você estar lendo, o que você deve fazer e seguir todos os passos

Leia mais

Introdução. William Braga

Introdução. William Braga Introdução I William Braga II Introdução III William Braga Rio de Janeiro. 2007 IV - Copyright 2007 da Editora Alta Books Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5988 de 14/12/73. Nenhuma

Leia mais

Meios Físicos de Comunicação

Meios Físicos de Comunicação Meios Físicos de Comunicação Aula 4 Cabeamento Estruturado Meios Físicos de Comunicação - Cabeamento Estruturado 1 Conteúdo Cabeamento Não Estruturado Normas Meios Físicos de Comunicação - Cabeamento Estruturado

Leia mais

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR

CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR CURSO SUPERIOR DE TECNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET MATRIZ CURRICULAR 1º SEMESTRE P101 Desenvolvimento Web 80 CE05 CE06 P102 Língua Portuguesa 40 CG08 CG13 P103 Algoritmos e Lógica de Programação 80

Leia mais

:: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica

:: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica :: Cuidados na Elaboração de uma Redação Científica José Mauricio Santos Pinheiro em 21/04/2005 Os princípios indispensáveis à redação científica podem ser resumidos em quatro pontos fundamentais: clareza,

Leia mais

Apostila de. Renan Teruo Carneiro Wilson Kazuo Mizutani. 28 de maio de 2013

Apostila de. Renan Teruo Carneiro Wilson Kazuo Mizutani. 28 de maio de 2013 Apostila de Infográficos Renan Teruo Carneiro Wilson Kazuo Mizutani 28 de maio de 2013 Copyright (C) 2013 USPGameDev Escrito por: Renan Teruo Carneiro (imano ob at uspgamedev.org) Wilson Kazuo Mizutani

Leia mais

LabTeX Integração LabVIEW-LaTeX

LabTeX Integração LabVIEW-LaTeX LabTeX Integração LabVIEW-LaTeX Escola Politécnica da USP PSI2591 Projeto de Formatura 2009 Apresentação Intermediária A2 Fernando J. Capeletto Neto fc@usp.br Orientador: João Eduardo Kogler Jr. kogler@lsi.usp.br

Leia mais

Manual para conversão de Teses e Dissertações em PDF

Manual para conversão de Teses e Dissertações em PDF Manual para conversão de Teses e Dissertações em PDF 1 - Introdução Todas as Teses e Dissertações apresentadas pelos alunos de Mestrado e Doutorado da PUC-Rio deverão ser convertidas em arquivos no formato

Leia mais

PROJETO FEDERAÇÃO LUSÓFONA DE BIBLIOTECAS DIGITAIS EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO

PROJETO FEDERAÇÃO LUSÓFONA DE BIBLIOTECAS DIGITAIS EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO PROJETO FEDERAÇÃO LUSÓFONA DE BIBLIOTECAS DIGITAIS EM CIÊNCIAS DA COMUNICAÇÃO Ferreira, S. M. S.P. 1 Universidade de São Paulo, Escola de Comunicações de Artes Weitzel, S. R. 2 Universidade Federal do

Leia mais

DESCRITIVO DE CURSO. Profissionais que trabalham em escritórios e comunidade em geral. A Carga Horária Total do curso será de 160 horas/aula.

DESCRITIVO DE CURSO. Profissionais que trabalham em escritórios e comunidade em geral. A Carga Horária Total do curso será de 160 horas/aula. DESCRITIVO DE CURSO NOME DO CURSO: OPERADOR DE MICROCOMPUTADOR CBO 4121-10 (A, B, C, E, Y e Z) MODALIDADE: QUALIFICAÇÃO PROFISSIONAL BÁSICA Área: Tecnologia da Informação Nº 013 Atualização: Outubro de

Leia mais

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS

ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS ATIVIDADES PRÁTICAS SUPERVISIONADAS 6ª Série Controle Integrado de Manufatura CST em Mecatrônica Industrial A Atividade Prática Supervisionada (ATPS) é um procedimento metodológico de ensino-aprendizagem

Leia mais

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual

Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Dicas básicas para disciplinas/atividades na modalidade de educação a distância Mediação Digital Virtual Escritório de Gestão de Projetos em EAD Unisinos http://www.unisinos.br/ead 2 A partir de agora,

Leia mais

CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA

CONSELHO FEDERAL DE FONOAUDIOLOGIA RESOLUÇÃO CFFa nº 454, de 27 de setembro de 2014. Dispõe sobre os critérios para concessão e renovação de título de especialista no âmbito da Fonoaudiologia, e dá outras providências." O Conselho Federal

Leia mais

Relatório da ListEx02 Aplicação da Heurística do objetivo na definição das propostas do meu aplicativo de banco de dados e dissertação de mestrado

Relatório da ListEx02 Aplicação da Heurística do objetivo na definição das propostas do meu aplicativo de banco de dados e dissertação de mestrado ITA Instituto Tecnológico da Aeronáutica IEC Divisão de Ciência da Computação Pós-Graduação em Engenharia Eletrônica e Computação Relatório da ListEx02 Aplicação da Heurística do objetivo na definição

Leia mais

Planejando o aplicativo

Planejando o aplicativo Um aplicativo do Visual FoxPro geralmente inclui um ou mais bancos de dados, um programa principal que configura o ambiente de sistema do aplicativo, além de uma interface com os usuários composta por

Leia mais

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador

11/3/2009. Software. Sistemas de Informação. Software. Software. A Construção de um programa de computador. A Construção de um programa de computador Sistemas de Informação Prof. Anderson D. Moura Um programa de computador é composto por uma seqüência de instruções, que é interpretada e executada por um processador ou por uma máquina virtual. Em um

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO WEB PARA ELABORAÇÃO DE AVALIAÇÕES DE ENSINO UTILIZANDO NOVAS ABORDAGENS DE DESENVOLVIMENTO

DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO WEB PARA ELABORAÇÃO DE AVALIAÇÕES DE ENSINO UTILIZANDO NOVAS ABORDAGENS DE DESENVOLVIMENTO DESENVOLVIMENTO DE UMA APLICAÇÃO WEB PARA ELABORAÇÃO DE AVALIAÇÕES DE ENSINO UTILIZANDO NOVAS ABORDAGENS DE DESENVOLVIMENTO Danilo Damaceno Lima 1 NIPETI 2 - Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS),

Leia mais

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º

PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010. Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º PLANO DE ENSINO PROJETO PEDAGÓCIO: 2010 Curso: Pedagogia Disciplina: Conteúdos e Metodologia de Língua Portuguesa Carga Horária Semestral: 80 Semestre do Curso: 6º 1 - Ementa (sumário, resumo) Fundamentos

Leia mais

EMENTAS DAS DISCIPLINAS

EMENTAS DAS DISCIPLINAS EMENTAS DAS DISCIPLINAS CTS DE REDES DE COMPUTADORES INTRODUÇÃO À COMPUTAÇÃO 68 A disciplina estuda a área da informática como um todo e os conceitos fundamentais, abrangendo desde a história e a evolução

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux

Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Sistemas operacionais de rede: Windows e Linux Introdução Um sistema operacional de rede é simplesmente um sistema operacional com serviços de rede, que chamamos de um modo geral de servidor. Dependendo

Leia mais

História do Desenvolvimento das GUI

História do Desenvolvimento das GUI História do Desenvolvimento das GUI A história dos hiperdocumentos ou da IHC não pode ser descrita sem a associação indissolúvel com a a história das Graphical (or Good) User Interfaces. O conceito de

Leia mais