CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV"

Transcrição

1 CRIAÇÃO DO SITE DA DISCIPLINA DE EXPERIMENTAÇÃO E DA CENTRAL DE ANÁLISES ESTATÍSTICAS NA UTFPR-DV 1. Identificação do proponente Nome: Moeses Andrigo Danner Vínculo com a instituição: Docente permanente (dedicação exclusiva) Coordenação / Setor: Coordenação de Agronomia Unidade de Execução: Campus Dois Vizinhos 2. Identificação da proposta 2.1. Objetivos do projeto Criar o site da disciplina de Experimentação para disponibilizar o acesso à central de análises estatísticas e a conhecimentos adicionais sobre os conteúdos estudados na disciplina; Criar e desenvolver a central de análises estatísticas para auxiliar alunos de graduação na análise e interpretação estatística de seus experimentos; Criar o tire dúvidas on line para sanar as principais dúvidas e dificuldades que os alunos têm nos conteúdos estudados na disciplina de experimentação e na análise e interpretação estatística de experimentos Indicação de Cursos/Áreas de Conhecimento que podem ser beneficiadas com o recurso educacional Áreas de conhecimento: Ciências Agrárias e Ciências Biológicas : Cursos que podem ser beneficiados: Agronomia, Engenharia Florestal, Zootecnia, Licenciatura em Ciências Biológicas e Licenciatura em Educação do Campo Tecnologias utilizadas Criação do site da disciplina de experimentação usando a linguagem HTML 5; Divulgação de pesquisas de professores da UTFPR-DV através da inclusão no site da descrição resumida dos projetos, do tipo de análise estatística a ser utilizada e de fotos dos experimentos (formato JPEG); Criação de fluxogramas e de apresentações interativas com recursos visuais usando o programa Prezi e disponibilização no site; Postagem de textos e artigos sobre temas relevantes de experimentação no site criado e postagem de listas de exercícios interativas para fortalecer o conhecimento da sala de aula; Inclusão no site das apostilas criadas para os cursos de extensão em Planejamento e análise de experimentos usando ferramentas computacionais, realizados na UTFPR, Campus Dois Vizinhos; Criação da central de análises estatísticas, inclusa no site da disciplina de experimentação, em que o usuário disponibiliza informações sobre o experimento e os dados a serem analisados, através de um formulário próprio; Análises estatísticas dos dados experimentais dos usuários da central de análises estatísticas, usando o programa Assistat e o programa Genes. Criação do tire dúvidas on line em que o usuário faz questionamentos, em um formulário próprio, de suas dúvidas sobre os temas tratados em sala de aula e dúvidas sobre a análise estatística de seu experimento.

2 2.4. Vínculo com outros projetos Este projeto está vinculado ao projeto de cursos de extensão em Planejamento e análise de experimentos usando ferramentas computacionais, coordenado pelos professores Edgar de Souza Vismara, Lilian de Souza Vismara e Moeses Andrigo Danner, que foi realizado de agosto de 2013 a fevereiro de 2014 na UTFPR, Campus Dois Vizinhos, e que terá a segunda edição em 2014/ Sugestão do quantitativo de bolsistas São necessários dois bolsistas para efetuar a criação do site, criação e inclusão dos materiais no site, e atuação nas análises estatísticas a serem realizadas na central de análises Cursos de origem dos bolsistas sugeridos Poderão ser selecionados como bolsistas deste projeto os alunos que já fizeram a disciplina de experimentação dos cursos de Agronomia, Zootecnia e Engenharia Florestal da UTFPR, Campus Dois Vizinhos. 3. Descritivo Educacional 3.1. Identificação do público-alvo Para o site da disciplina de experimentação, o qual será de livre acesso, o publico alvo para o acesso geral (materiais didáticos, projetos de pesquisa e notícias) serão estudantes de ciências agrárias e ciências biológicas de todos os campi da UTFPR. Para a central de análises estatísticas, o público alvo serão estudantes dos cursos de Graduação em Agronomia, Zootecnia, Engenharia Florestal, Licenciatura em Ciências Biológicas e Licenciatura em Educação do Campo da UTFPR, Campus Dois Vizinhos (UTFPR-DV). Será dada prioridade para fazer as análises estatísticas de alunos que estão cursando as disciplinas de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC II). Para o tire dúvidas on line o público alvo serão os alunos das disciplinas de experimentação da UTFPR-DV e alunos usuários da central de análises estatísticas Definição dos objetivos educacionais ou de ensino-aprendizagem Aprimorar, consolidar e difundir os conhecimentos de experimentação utilizando ferramentas educacionais digitais, disponibilizadas através do site da disciplina de experimentação; Auxiliar o aluno na análise e interpretação dos resultados estatísticos de seus experimentos, através da central de análises estatísticas; Possibilitar que o(s) aluno(s) bolsista(s) seja treinado na execução de análises estatísticas de experimentos e na interpretação dos resultados Definição da área e subárea Área: Estatística; Subáreas: Planejamento de experimentos; e Análise de dados.

3 3.4. Definição do formato da mídia do recurso educacional Site da disciplina de experimentação em linguagem HTML ; apresentações de conteúdos de experimentação e fluxogramas no programa Prezi; fotos de experimentos em formato.jpeg ; manuais dos programas estatísticos, apostilas, artigos científicos e outros textos de experimentação em formato.pdf ; links HTML dos aplicativos computacionais Assistat e Genes para análises estatísticas, disponibilizados no site da disciplina de experimentação Descritivo do conteúdo O projeto será desenvolvido em três etapas: Etapa 1 - Criação do site da disciplina de experimentação: o site será criado para inclusão de apresentações e fluxogramas criados no programa Prezi, além de artigos científicos e outros textos que podem auxiliar os alunos das disciplinas de experimentação dos cursos de graduação na ampliação do conhecimento de planejamento de experimentos e análises estatísticas. No site, serão disponibilizadas também listas de exercícios para que os alunos possam exercitar os conceitos e temas estudados em sala de aula e para reforçar o aprendizado. Também serão incluídos os resumos de projetos de professores interessados em divulgar suas pesquisas, com foco nas variáveis-resposta e análises estatísticas a serem realizadas, contendo também fotos dos experimentos, visando demonstrar aos alunos a aplicabilidade prática das aulas de experimentação. Semanalmente, serão escritos pequenos textos sobre temas relevantes de experimentação, os quais ficarão em destaque no site. As quatro apostilas redigidas durante a versão I dos cursos de extensão em Planejamento e análise de experimentos usando ferramentas computacionais também serão disponibilizadas no site, para acesso de qualquer usuário, mas principalmente aos participantes dos cursos. Etapa 2 - Criação da central de análises estatísticas: dentro do site criado na primeira etapa, será disponibilizada a central de análises estatísticas, em que os alunos dos cursos de graduação da UTFPR, Campus Dois Vizinhos, poderão ter acesso às análises estatísticas de dados de seus experimentos. O aluno entra no site, inclui dados cadastrais em um formulário próprio, inclui a tabela com os dados de seus experimentos e algumas informações sobre o experimento. Estes dados serão enviados automaticamente ao do professor responsável por este projeto, o qual providenciará (juntamente com o aluno bolsista) a análise estatística dos dados. Após a análise ter sido realizada (no prazo de sete dias) o aluno usuário da central de análises estatísticas receberá um com as opções de data e horário para marcar uma conversa para explicar os resultados da análise estatística de seu experimento. Esta conversa é opcional do usuário. Etapa 3 - Criação do tire dúvidas on line : no site criado na etapa 1, será disponibilizado um fórum de debate e atendimento on line para tirar dúvidas de alunos sobre os assuntos abordados nas aulas de experimentação. O aluno entra no site e, em formulário próprio, escreve seus questionamentos. Isto permitirá obter informações das principais dúvidas e dificuldades sobre os conteúdos e realizar aprimoramento posterior das aulas de experimentação nos cursos de graduação. Caso for necessário, através do site, o aluno poderá agendar atendimento para dirimir as dúvidas, com o aluno bolsista deste projeto e/ou o professor coordenador do projeto. A demanda por análises estatísticas ao professor coordenador deste projeto é elevada, principalmente por alunos que fazem a disciplina de TCC II dos diversos cursos de graduação

4 da UTFPR-DV e por bolsistas de extensão, iniciação científica e tecnológica na época de enviar artigos e resumos para o Seminário de Extensão e Inovação (SEI) e Seminário de Iniciação Científica e Tecnológica (Sicite) da UTFPR. Por isso, se justifica a criação desta central de análises estatísticas. Desta forma os alunos da UTFPR-DV poderão solicitar suas análises estatísticas e tirar dúvidas sobre os conteúdos da aula na comodidade de casa, com uso de seu computador Definição de estratégias de ensino/aprendizagem A principal ferramenta a ser criada no âmbito deste projeto é o site da disciplina de experimentação. Os recursos educacionais já criados ou a serem criados durante este projeto serão disponibilizados no site. Estes recursos serão divulgados aos alunos das disciplinas de Experimentação nos cursos de graduação da UTFPR-DV e para participantes dos cursos de extensão em Planejamento e análise de experimentos usando ferramentas computacionais, além de outros usuários em geral. O link tire dúvidas on line poderá ser utilizado principalmente pelos alunos das disciplinas de experimentação, para dirimir dúvidas que restam após as aulas. A central de análises estatísticas será importante principalmente para alunos bolsistas de iniciação científica, tecnológica ou de extensão e para alunos das disciplinas de TCC II da UTFPR, Câmpus Dois Vizinhos. Todos os materiais e links do site serão também disponibilizados on line para livre acesso, consulta e compartilhamento, no repositório educacional da UTFPR, contendo os créditos de autoria, podendo ser utilizadas por professores e alunos de outros Campi da UTFPR Definição dos tipos de atividades possíveis No ambiente do site da disciplina de experimentação será possível reforçar a aprendizagem de conceitos repassados nas aulas, abstrair exemplos práticos de uso da experimentação em pesquisas da área de Ciências Agrárias e Ciências Biológicas; solução de problemas reais encontrados no planejamento, execução, coleta de dados, análise e interpretação dos resultados de experimentos; construção do conhecimento em experimentação de forma contínua, para permitir ao aluno fazer projetos de experimentos e artigos científicos (produtos inicial e final de experimentos, respectivamente); criar um fórum de discussões, permitindo ao aluno postar comentários e perguntas ao professor; será criado um espaço para o professor postar dicas curtas, de forma semanal, para que os alunos tenham maior acesso ao conhecimento em experimentação. 4. Descrição da equipe de desenvolvimento No quadro abaixo estão descritos a equipe e suas funções no projeto. 4.1 Papéis 4.2 Responsabilidades 4.3 Disponibilidade 4.4 Qualificação Professor orientador Criar o roteiro, criar e revisar os recursos educacionais, ensinar a fazer as análises estatísticas 4 horas semanais Doutor Bolsista(s) executor(es) 5. Descrição de recursos necessários Criar o site, elaborar os recursos educacionais, fazer as análises estatísticas 20 horas semanais Estudante de graduação

5 5.1. Aplicativos Serão necessários os aplicativos computacionais: o programa Prezi para elaboração de apresentações e fluxogramas, os programas estatísticos "Assistat" e "Genes" e alguns programas para criação do site em linguagem HTML e de criação de documentos formato.pdf. Todos os programas a serem utilizados são gratuitos e de livre acesso para baixar na internet Equipamentos Serão necessários os equipamentos: uma máquina fotográfica digital (para fotografar experimentos de campo, casa-de-vegetação e laboratório), computadores (para criação do site e elaboração dos recursos educacionais digitais) e impressoras. Todos estes equipamentos estão disponíveis na UTFPR, Campus Dois Vizinhos Espaço físico Para a elaboração dos recursos educacionais digitais será necessário utilizar salas de reuniões, sala de professores e o laboratório de informática da UTFPR, Campus Dois Vizinhos Materiais Serão utilizados materiais (papel, caneta e tinta de impressora) e móveis de escritório (mesas e cadeiras) Financeiros Os recursos financeiros necessários para execução deste projeto se referem a duas bolsas no valor de R$ 400,00 mensais. 6. Cronograma No quadro abaixo estão descritas as atividades do projeto e o cronograma de execução. Out Nov Dez Jan Fev Atividade Planejamento inicial das atividades com o bolsista x Criação e desenvolvimento do site da disciplina de experimentação x x x Elaboração de apresentações, exercícios e textos sobre experimentação x x x x x Fotografar os experimentos x x x x x Disponibilização dos recursos educacionais digitais no site x x x x x Criação da central de análises estatísticas e realização de análises x x x x Criação e funcionamento do tire dúvidas on line x x x x Redação de relatórios do projeto x x Mar. 2015

6 Anexo 1 Carta de anuência do Diretor do Campus Dois Vizinhos.

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO

MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS DAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO 1. Identificação do proponente 1.1. Nome: Moeses Andrigo Danner 1.2. Vínculo com a instituição: Docente permanente 1.3. Coordenação /

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DOIS VIZINHOS

UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DOIS VIZINHOS UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ CAMPUS DOIS VIZINHOS RELATÓRIO FINAL DESCRITIVO Projeto: MELHORIA DE RECURSOS EDUCACIONAIS NAS DISCIPLINAS DE EXPERIMENTAÇÃO Edital 21/2013 - Produção de Recursos

Leia mais

UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL

UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL UM ROTEIRO PARA A EXECUÇÃO DE ATIVIDADES EM UM PROJETO DE INCLUSÃO DIGITAL R.L. Stange *, A. A. Batista*. * Universidade Tecnológica federal do Paraná, Guarapuava, Brasil e-mail: rlgomes@utfpr.edu.br Resumo

Leia mais

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3

Janine Garcia 1 ; Adamo Dal Berto 2 ; Marli Fátima Vick Vieira 3 ENSINO A DISTÂNCIA: UMA ANÁLISE DO MOODLE COMO INSTRUMENTO NO PROCESSO ENSINO-APRENDIZAGEM DO ENSINO MÉDIO E SUPERIOR DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA CATARINENSE (IFC) - CÂMPUS ARAQUARI

Leia mais

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3

DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS. Maio/2005 216-TC-C3 1 DESENVOLVENDO HABILIDADES E CONSTRUINDO CONHECIMENTOS NO AMBIENTE VIRTUAL CYBERNAUTAS Maio/2005 216-TC-C3 José Antonio Gameiro Salles UNISUAM / CCET / Desenv. de Softwares & UNISUAM/LAPEAD - antoniosalles@gmail.com

Leia mais

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA

PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA 11 PVANET: PRINCIPAIS FERRAMENTAS E UTILIZAÇÃO DIDÁTICA O PVANet é o ambiente virtual de aprendizagem (AVA) de uso exclusivo da UFV. Os AVAs apresentam diferenças de layout, forma de acesso, funcionamento,

Leia mais

ANEXO II PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO

ANEXO II PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO 1 Identificação 1.1 Título da Proposta ANEXO II PROPOSTA DE PROJETO DE EXTENSÃO 1.2 Origem campus Avançado Patrocínio campus Paracatu campus Uberlândia campus Ituiutaba campus Uberaba 1.3 Coordenação Docente

Leia mais

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4

Índice. Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 Página 1 Índice Introdução... 3 Conhecendo Ambiente de estudo... 4 O QUE É EDUCAÇÃO A DISTANCIA (EAD)?... 4 O que é necessário para estudar em ead?... 4 Quais são as vantagens de estudar a distância?...

Leia mais

Edital 02/2015 Projeto UNA-SUS. Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas

Edital 02/2015 Projeto UNA-SUS. Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas Edital 02/2015 Projeto UNA-SUS Chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas A Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação torna público o presente Edital de chamada para o Programa de Bolsas Acadêmicas do

Leia mais

Apresentação. Nossa sugestão é que você experimente e não tenha medo de clicar!!!

Apresentação. Nossa sugestão é que você experimente e não tenha medo de clicar!!! Apresentação Este manual é uma orientação para os participantes de cursos no ambiente Moodle do INSTITUTO PRISMA. Tem como objetivo orientar sobre as ações básicas de acesso e utilização do ambiente virtual

Leia mais

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA: 60 horas. ANO/SEM DA TURMA: 4º Semestre TURNO: noturno TURMA: 22 EMENTA

Plano de Ensino. CARGA HORÀRIA: 60 horas. ANO/SEM DA TURMA: 4º Semestre TURNO: noturno TURMA: 22 EMENTA Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO EIXO TECNOLÓGICO: Informação e Comunicação CURSO: Técnico em Informática FORMA/GRAU: ( )integrado ( X)subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( ) licenciatura ( ) tecnólogo

Leia mais

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS

SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS SUMÁRIO 1. ACESSO À PÁGINA DO AMBIENTE VIRTUAL 2. CONTATANDO O SUPORTE 3. ATUALIZAR PERFIL 4. COMO ACESSAR AS DISCIPLINAS 5. PARTICIPANTES DA DISCIPLINA 6. ENVIAR MENSAGENS 7. PARTICIPAÇÃO NO FÓRUM 8.

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 010/2006

RESOLUÇÃO Nº 010/2006 Confere com o original RESOLUÇÃO Nº 010/2006 CRIA o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu de Educação Ambiental, em nível de Especialização. O REITOR DA UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS e PRESIDENTE DO CONSELHO

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores

II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores II Congresso Nacional de Formação de Professores XII Congresso Estadual Paulista sobre Formação de Educadores FORMANDO PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA PARA O ACESSO A INTERNET: O CURSO DE WEB DESIGN E A

Leia mais

CAPÍTULO 4. AG8 Informática

CAPÍTULO 4. AG8 Informática 2ª PARTE CAPÍTULO 4 Este capítulo têm como objetivo: 1. Tratar das etapas do projeto de um Website 2. Quais os profissionais envolvidos 3. Administração do site 4. Dicas para não cometer erros graves na

Leia mais

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL

DISCIPLINAS CURRICULARES (PCN) INFORMÁTICA PRODUÇÃO DE MATERIAL A nossa meta é envolver alunos e professores num processo de capacitação no uso de ferramentas tecnológicas. Para isto, mostraremos ao professor como trabalhar as suas disciplinas (matemática, português,

Leia mais

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça

MBA Executivo. Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça Coordenação Acadêmica: Prof. Marcos Avila Apoio em EaD: Prof a. Mônica Ferreira da Silva Coordenação Executiva: Silvia Martins Mendonça 1 O Instituto COPPEAD: O Instituto COPPEAD oferece o curso de especialização

Leia mais

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ PROEX - PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ EDITAL N 01/2014/Unifei/PROEX, DE 28 de ABRIL de 2014, FINANCIAMENTO DE PROJETOS E PROGRAMAS DE EXTENSÃO DA UNIFEI (EDITAL RETIFICADO) A

Leia mais

XI Encontro de Iniciação à Docência

XI Encontro de Iniciação à Docência 6CCSDNMT07 DESENVOLVIMENTO DE WEBSITE PARA O LABORATÓRIO DE BROMATOLOGIA DO CURSO DE NUTRIÇÂO Ilsa Cunha Barbosa (1), Estefânia Garcia Fernandes (2), Márcia Gabrielle Ferreira da Silva (2), Geraldo Antonio

Leia mais

RESOLUÇÃO nº 067/2011

RESOLUÇÃO nº 067/2011 RESOLUÇÃO nº 067/2011 Disciplina os estágios obrigatórios e não obrigatórios na Universidade Federal do Amazonas. A PRÓ-REITORA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO e PRESIDENTE DA CÂMARA DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DO CONSELHO

Leia mais

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL

RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL RELATÓRIO GERENCIAL AVALIAÇÃO DA ATUAÇÃO E CONDIÇÕES DE TRABALHO DOS TUTORES DE POLO DE APOIO PRESENCIAL ENSINO A DISTÂNCIA 2º SEMESTRE - 2014 CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER COMISSÃO PRÓPRIA

Leia mais

Manual do Aluno. O Moodle é um sistema que gerencia ambientes educacionais de aprendizagem que podem ser denominados como:

Manual do Aluno. O Moodle é um sistema que gerencia ambientes educacionais de aprendizagem que podem ser denominados como: Manual do Aluno É com muita satisfação que apresentamos o Reunir Unopar. Ambiente Virtual de Aprendizagem Colaborativa que tem por objetivo principal ser um espaço colaborativo de construção do conhecimento

Leia mais

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul

Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil. Região do Rio Grande do Sul Diretrizes da Comissão Regional de Imagem e Comunicação Dos Escoteiros do Brasil Após um mais de ano de trabalho e experiências adquiridas a CRIC apresenta à diretoria regional as diretrizes que regem

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva

Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR. Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva Ambiente Virtual de Aprendizagem TelEduc GUIA DO FORMADOR Curso de Especialização em Educação Profissional e Tecnológica Inclusiva http://teleduc.cefetmt.br Edição 2006/2 Curso de Especialização em Educação

Leia mais

MANUAL DO PROGRAMA DE CULTURA DIGITAL

MANUAL DO PROGRAMA DE CULTURA DIGITAL MANUAL DO PROGRAMA DE CULTURA DIGITAL Av. D. Pedro II, 1892- Sala 07 N. Srª. das Graças CEP: 76.804-116 - Porto Velho- Rondônia - Brasil Fone/Fax: 69-3229-2826 kaninde@kaninde.org.br / www.kaninde.org.br

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Campus Bagé Curso de Engenharia de Computação. Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Campus Bagé Curso de Engenharia de Computação. Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA Campus Bagé Curso de Engenharia de Computação Regulamento de Trabalho de Conclusão de Curso Capítulo I Da Caracterização e dos Objetivos Art. 1 o O Trabalho de Conclusão de

Leia mais

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS

Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO. SEMESTRE ou ANO DA TURMA:2013 EMENTA OBJETIVOS EIXO TECNOLÓGICO:Ensino Superior Plano de Ensino IDENTIFICAÇÃO CURSO: Licenciatura em Física FORMA/GRAU:( )integrado ( )subsequente ( ) concomitante ( ) bacharelado ( x ) licenciatura ( ) tecnólogo MODALIDADE:

Leia mais

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte

Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Sumário Apresentação O papel do Aluno Ambiente Virtual de Aprendizagem Disciplina Ofertadas na modalidade Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Ambiente Virtual Dúvida e Suporte Dúvidas 3 5 6 9 10 11 14

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTERCULTURAL DEINTER PROEXT 2014

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTERCULTURAL DEINTER PROEXT 2014 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA CAMPUS DE JI-PARANÁ DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO INTERCULTURAL DEINTER PROEXT 2014 EDITAL 02/2014 SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA PROGRAMA DE EXTENSÃO O Departamento de

Leia mais

definição, conceitos e passo a passo

definição, conceitos e passo a passo Sites e blogs: definição, conceitos e passo a passo Ana Paula Bossler Pedro Zany Caldeira Diego Venturelli Introdução O suporte de comunicação mais utilizado em todo o mundo é a Internet, um repositório

Leia mais

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0

Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Manual Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle-ESPMG 2.0 Adriano Lima Belo Horizonte 2011 SUMÁRIO Apresentação... 3 Acesso ao Ambiente Virtual de Aprendizagem AVA ESP-MG... 3 Programação do curso no AVA-ESPMG

Leia mais

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO

Associação de Ensino Superior da Amazônia - AESA Faculdade de Ciências Humanas, Exatas e Letras de Rondônia - FARO Coordenação de Pesquisa e Extensão. Título do Projeto de pesquisa/ Iniciação Cientifica. Coordenador do projeto: Curso de: Instruções para Preenchimento do Formulário. PESQUISA Caracterização e Objetivos:

Leia mais

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - CAMPUS DE CURITIBANOS

REGULAMENTO DE TRABALHO DE CONCLUSÃO DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA FLORESTAL DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - CAMPUS DE CURITIBANOS ANEXO 11 Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) Apresentação da Regulamentação do Trabalho de Conclusão de Curso, em consonância com a Resolução CNE/CES nº 11, de 11 de março de 2002. De acordo com a Resolução

Leia mais

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1

Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Blogs na Educação: uma ferramenta de auxilio na aprendizagem 1 Andreia Solange Bos 2 Rodrigo Moreira 3 Instituto Federal Farroupilha- Campus Alegrete Universidade Regional do Noroeste do Estado do RS Ijuí,

Leia mais

Alfabetização Digital

Alfabetização Digital Ferramentas de interação e sua utilização pedagógica nos Ambientes Virtuais de Aprendizagem evidenciando o papel do professor e do estudante Prof. Ana Carolina de Oliveira Salgueiro de Moura Prof. Antônio

Leia mais

UNIFESP Virtual - DIS

UNIFESP Virtual - DIS UNIFESP Virtual - DIS UNIFESP Virtual Avaliação 2003 http://www.virtual.unifesp.br Com o crescimento explosivo da Internet, da comunicação e do reconhecimento do potencial da rede em atuar na globalização

Leia mais

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA

Planos estratégicos de comunicação 2013/2014 Programa Áreas Protegidas da Amazônia - ARPA 1. Plano de Comunicação interna 1.1 Aspectos estruturantes 1.1.1 Objetivo O objetivo maior do plano de comunicação interna é fortalecer a gestão do Programa Arpa, a coesão entre parceiros e agentes diretamente

Leia mais

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança

PLANO SETORIAL DE DANÇA. DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança PLANO SETORIAL DE DANÇA DOCUMENTO BASE: Secretaria de Políticas Culturais - SPC Fundação Nacional de Artes FUNARTE Câmaras Setoriais de Dança MARÇO DE 2009 CAPÍTULO I DO ESTADO FORTALECER A FUNÇÃO DO ESTADO

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Curso de Formação Continuada em Videoconferência. Parte 1 (solicitante)

Aprovação do curso e Autorização da oferta. PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO Curso de Formação Continuada em Videoconferência. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA

A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA A CONSTRUÇÃO DE ESPAÇOS E MATERIAIS DIGITAIS PARA A EDUCAÇÃO MATEMÁTICA: O USO DO SMARTPHONE NO ENSINO DA GEOMETRIA Autores : Agata RHENIUS, Melissa MEIER. Identificação autores: Bolsista IFC-Campus Camboriú;

Leia mais

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS

TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS TVVILAEMBRATEL.WEBS.COM 1 Uma experiência com sistemas de CMS Anissa CAVALCANTE 2 Jessica WERNZ 3 Márcio CARNEIRO 4, São Luís, MA PALAVRAS-CHAVE: CMS, webjornalismo, TV Vila Embratel, comunicação 1 CONSIDERAÇÕES

Leia mais

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1

Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Fundação Presidente Antônio Carlos- FUPAC 1 Sumário Apresentação As Vantagens Dessa Moderna Sistemática do Ensino O Papel do Aluno Professor Tutor Avaliação da Aprendizagem Acesso ao Dúvidas e Suporte

Leia mais

Utilização de recursos pedagógicos de ambientes virtuais como complemento para atividades presenciais no ensino superior. Sanmya Feitosa Tajra

Utilização de recursos pedagógicos de ambientes virtuais como complemento para atividades presenciais no ensino superior. Sanmya Feitosa Tajra Utilização de recursos pedagógicos de ambientes virtuais como complemento para atividades presenciais no ensino superior Sanmya Feitosa Tajra Mestre em Educação (Currículo)/PUC-SP Professora de Novas Tecnologias

Leia mais

Aprovação do curso e Autorização da oferta

Aprovação do curso e Autorização da oferta MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

Manual de utilização do Moodle

Manual de utilização do Moodle Manual de utilização do Moodle Docentes Universidade Atlântica 1 Introdução O conceito do Moodle (Modular Object Oriented Dynamic Learning Environment) foi criado em 2001 por Martin Dougiamas, o conceito

Leia mais

APRENDENDO BIOSSEGURANÇA COM O USO DE WIKIS. Janara de Camargo Matos 1 *

APRENDENDO BIOSSEGURANÇA COM O USO DE WIKIS. Janara de Camargo Matos 1 * 1 APRENDENDO BIOSSEGURANÇA COM O USO DE WIKIS Janara de Camargo Matos 1 * RESUMO A internet ou Web 2.0 é um espaço onde se pode criar, editar e transformar páginas de maneira simples. A utilização de tecnologias

Leia mais

Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle

Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle Tema 3 Ferramentas e Funcionalidades do Moodle O Moodle dispõe de uma variedade de ferramentas que podem aumentar a eficácia de um curso online. É possível facilmente compartilhar materiais de estudo,

Leia mais

a importância de formar profissionais para atuar nos campos de trabalho emergentes na área;

a importância de formar profissionais para atuar nos campos de trabalho emergentes na área; SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA CONSELHO SUPERIOR DE ENSINO, PESQUISA E EXTENSÃO Resolução n. 66/ 2012 Aprova o Projeto Pedagógico do Curso de Graduação em Computação, Licenciatura

Leia mais

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES

CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES 1 CURSO REDES DE COMPUTADORES ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES CANINDÉ 2013 2 ALANA CAMILA ARICLÉCIO DOMINGOS EUDES JUNIOR HILDERLENE GOMES Trabalho realizado como requisito

Leia mais

Fabio Favarim 1 (Coordenador da Ação de Extensão)

Fabio Favarim 1 (Coordenador da Ação de Extensão) INCLUSÃO DIGITAL PROMOVENDO OPORTUNIDADES DE TRABALHO E CIDADANIA Área Temática: Trabalho Fabio Favarim 1 (Coordenador da Ação de Extensão) Fabio Favarim Beatriz Terezinha Borsoi 2 Palavras-chave: inclusão

Leia mais

PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB

PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB INSCRIÇÕES ABERTAS! GRUPO SANTA RITA PÓS-GRADUAÇÃO TECNOLOGIAS E APLICAÇÕES EM WEB FACULDADES MENSALIDADE R$ 149, 00 CAMPUS CHAPECÓ DURAÇÃO APROXIMADAMENTE 12 MESES Aulas aos Sábados DISCIPLINAS Animações

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR IVINHEMA/MS DEZEMBRO/2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA

Leia mais

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO

UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO Edital de chamada para submissão de propostas de mesas redondas, palestras, minicursos e oficinas para o Seminário de Iniciação à Docência e de Formação

Leia mais

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE?

Como funciona o site treinamento técnico ON-LINE? Manual do Usuário INSTRUÇÕES PARA UTILIZAÇÃO DO TREINAMENTO ON LINE A ATIC Tecnologia do Brasil Ltda. com o objetivo de atender aos seus diversos clientes, oferece treinamentos EAD - Educação a Distância

Leia mais

PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS

PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS CEEBJA - PALOTINA CENTRO ESTADUAL DE EDUCAÇÃO BÁSICA PARA JOVENS E ADULTOS NRE- Toledo MUNICÍPIO: PALOTINA PASSO A PASSO GOOGLE DOCS - FORMULÁRIOS GOOGLE DOCS O Google Docs é uma das recentes ferramentas

Leia mais

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET

CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 1 CADERNO DE ORIENTAÇÃO DIDÁTICA PARA INFORMÁTICA EDUCATIVA: PRODUÇÃO COLABORATIVA VIA INTERNET 04/2007 Mílada Tonarelli Gonçalves CENPEC - Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária

Leia mais

EDITAL 24/2014 DIRGRAD - PG SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA PROJETOS DE MELHORIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR

EDITAL 24/2014 DIRGRAD - PG SELEÇÃO DE BOLSISTAS PARA PROJETOS DE MELHORIA DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA UTFPR Ministério da Educação Universidade Tecnológica Federal do Paraná Diretoria de Graduação e Educação Profissional PR UNIVERSIDADE TECNOLÓGICA FEDERAL DO PARANÁ EDITAL 24/24 DIRGRAD - PG SELEÇÃO DE BOLSISTAS

Leia mais

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br

MANUAL DO ALUNO. Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA. http://www.fgf.edu.br MANUAL DO ALUNO Ambiente Virtual TelEduc FACULDADE INTEGRADA DA GRANDE FORTALEZA http://www.fgf.edu.br Sala Virtual TelEduc O TelEduc é um ambiente virtual desenvolvido Unicamp para apoiar professores

Leia mais

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009

ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 ANEXO II - TERMO DE REFERÊNICA EDITAL Nº 05373/2009 OBJETO: Contratação de serviços de desenvolvimento de software para criar o Website da Sudam, utilizando a linguagem de programação PHP, com o Banco

Leia mais

Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012

Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012 Manual da Ferramenta BLOG Programa de Formação Continuada 2012 1º Semestre/2012 Joice Lopes Leite e Ana Paula Daikubara 0 Índice Utilização da ferramenta BLOG...02 Criando um BLOG...04 Como administrar

Leia mais

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR

ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA NO COTIDIANO ESCOLAR IVINHEMA/MS DEZEMBRO/2014 ESCOLA ESTADUAL SENADOR FILINTO MULLER PLANO DE AÇÃO 2015: INSERINDO A TECNOLOGIA

Leia mais

Projeto de Extensão. Movie Maker: Ferramenta de Auxílio para o Aprendizado nas Aulas de Ciências para Alunos N o (na Diretoria de Extensão)

Projeto de Extensão. Movie Maker: Ferramenta de Auxílio para o Aprendizado nas Aulas de Ciências para Alunos N o (na Diretoria de Extensão) CAMPUS Projeto de Extensão Movie Maker: Ferramenta de Auxílio para o Aprendizado nas Aulas de Ciências para Alunos N o (na Diretoria de Extensão) - APROE PEQUENOS PROJETOS - Edital de Apoio a Projetos

Leia mais

TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS

TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS TECNOLOGIA CONTRIBUINDO PARA INCLUSÃO? ESCOLA DE HACKERS Ariane Mileidi Pazinato; Neuza Terezinha Oro; Eliamar Ceresoli Rizzon; Maria Elene Mallmann; Josiane Muller; Adriano Canabarro Teixeira; Jaqueline

Leia mais

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO

EDUCAÇÃO GRUPO POSITIVO EDUCAÇÃO 38 GRUPO POSITIVO Contribuição para o desenvolvimento Positivo trabalha para que sua contribuição ao ensino de O qualidade extrapole suas unidades e alcance de forma construtiva toda a sociedade.

Leia mais

18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA

18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA 18) MATRIZ CURRICULAR DO CURSO DE GRADUAÇÃO EM PEDAGOGIA LICENCIATURA 18.1) Matriz curricular do turno matutino Fase 1 a N. Ordem Código COMPONENTE CURRICULAR Créditos Horas 01 Introdução à informática

Leia mais

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD

PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD PERGUNTAS E RESPOSTAS SOBRE O FUNCIONAMENTO DO EAD I-UMA SOBRE O EAD 1. O que é EAD? EAD é a sigla para Ensino a Distância, ou Educação a Distância, uma modalidade de ensino que acontece a partir da união

Leia mais

Unidade: Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Nº: MANUAL DE PROCEDIMENTOS. TÍTULO: Modelar Processos 1/17

Unidade: Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional - PRDI Nº: MANUAL DE PROCEDIMENTOS. TÍTULO: Modelar Processos 1/17 1/17 ESTA FOLHA ÍNDICE INDICA EM QUE REVISÃO ESTÁ CADA FOLHA NA EMISSÃO CITADA R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 R. 0 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 FL. FL. 01 X 26 02 X 27 03 X 28 04 X 29 05 X 30 06 X

Leia mais

EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA

EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA EDUCAÇÃO ESPECIAL A DISTÂNCIA: UM RELATO DE EXPERIÊNCIA Andréa Tonini José Luiz Padilha Damilano Vera Lucia Marostega Universidade Federal de Santa Maria RS RESUMO A UFSM vem ofertando Cursos de Formação

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA EDITAL PROPEG Nº 013/2014 EXAME DE SELEÇÃO PARA ADMISSÃO NO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM ENSINO DE CIÊNCIAS E MATEMÁTICA A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação torna pública a abertura de processo

Leia mais

EDITAL Nº 01/2015 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO REMUNERADO, NÃO REMUNERADO E BOLSISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EMBRAPA ALGODÃO

EDITAL Nº 01/2015 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO REMUNERADO, NÃO REMUNERADO E BOLSISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EMBRAPA ALGODÃO EDITAL Nº 01/2015 SELEÇÃO PARA ESTÁGIO REMUNERADO, NÃO REMUNERADO E BOLSISTA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA NA EMBRAPA ALGODÃO 1. OBJETIVO 1.1. Este Edital tem o objetivo de formar cadastro de reserva para contratação

Leia mais

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno

Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Ambiente de Aprendizagem Moodle FPD Manual do Aluno Maio 2008 Conteúdo 1 Primeiros passos...4 1.1 Tornando-se um usuário...4 1.2 Acessando o ambiente Moodle...4 1.3 O ambiente Moodle...4 1.4 Cadastrando-se

Leia mais

Edital 01/2015. Seleção de estagiários voluntários para o Projeto de Extensão Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo em convênio com a TV UFPB

Edital 01/2015. Seleção de estagiários voluntários para o Projeto de Extensão Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo em convênio com a TV UFPB Edital 01/2015 Seleção de estagiários voluntários para o Projeto de Extensão Crítica de Esportes no Jornalismo Esportivo em convênio com a TV UFPB O Departamento de Comunicação torna pública a realização

Leia mais

Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci

Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci MATEMÁTICA - ENEM 1 2 Para estar junto não é preciso estar perto, e sim do lado de dentro. Leonardo da Vinci CARO ALUNO Não existem limites para a educação a distância. Seus desafios são os mesmos da educação

Leia mais

Apresentação. Prezado aluno,

Apresentação. Prezado aluno, A Faculdade São Judas Tadeu tem como missão promover a emancipação do indivíduo através da educação, compreendida pelo desenvolvimento do conhecimento, atitudes e valores e respeito à dignidade humana.

Leia mais

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Versão Nº 1.0 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ

PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO. Versão Nº 1.0 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ PROCEDIMENTO OPERACIONAL PADRÃO - POP Nº x.xx.xxx.xx MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Versão Nº 1.0 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAPÁ 15/10/201 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E AÇÕES COMUNITÁRIAS Data da Revisão

Leia mais

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte...

ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3. Acervo... 3. Meus Livros... 4. Livros em destaque... 7. Fórum... 7. Notícias... 8. Ajuda... 9. Suporte... ÍNDICE O QUE É... 2 COMO FUNCIONA... 3 Acervo... 3 Meus Livros... 4 Livros em destaque... 7 Fórum... 7 Notícias... 8 Ajuda... 9 Suporte... 9 POR QUE USAR... 10 EQUIPE RESPONSÁVEL... 12 CONTATO... 13 O

Leia mais

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul

Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul ANEXO I MANUAL DE ALTERAÇÃO DE PPCs DE CURSOS SUPERIORES

Leia mais

Projeto de INcentivo à Aprendizagem:

Projeto de INcentivo à Aprendizagem: Departamento de Tecnologia Mecânica E Materiais Coordenação de Área: Materiais Programa de Assistência ao Educando Projeto de INcentivo à Aprendizagem: Catálogo de Micrografias do Laboratório de Metalografia

Leia mais

Relatório Técnico de Pesquisa

Relatório Técnico de Pesquisa Projeto 5: Projeto de Pesquisa: Tele-Enfermagem para a América Latina: implantando uma rede de facilitadores em informática em Enfermagem Coordenação: Prof a Drª Maria Madalena Januário Leite Equipe de

Leia mais

ANEXO AO EDITAL DE SELEÇÃO Nº 008 /2007. Projeto I - Capacitação de Professores de Educação Pré-Secundária e Secundária (Procapes)

ANEXO AO EDITAL DE SELEÇÃO Nº 008 /2007. Projeto I - Capacitação de Professores de Educação Pré-Secundária e Secundária (Procapes) ANEXO AO EDITAL DE SELEÇÃO Nº 008 /2007 Projeto I - Capacitação de Professores de Educação Pré-Secundária e Secundária (Procapes) MODALIDADE /ÁREA VAGAS REQUISITOS PARA A CANDIDATURA ATIVIDADES A SEREM

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL. Plano de Trabalho Docente 2014 Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO PROFISSIONAL Etec Monsenhor Antônio Magliano Plano de Trabalho Docente 2014 Código: 088 Município: Garça EE: Eixo Tecnológico: Informação e Comunicação Habilitação

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Educação a Distância Definições

Educação a Distância Definições Educação a Distância Definições Educação a distância é o processo de ensino-aprendizagem, mediado por tecnologias, onde professores e alunos estão separados espacial e/ou temporalmente; Visa a interação

Leia mais

As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação na Formação Inicial do Professor de Matemática

As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação na Formação Inicial do Professor de Matemática As Novas Tecnologias de Informação e Comunicação na Formação Inicial do Professor de Matemática Rosangela Ferreira Prestes Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões DECET 1 / GEMEP

Leia mais

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS

CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS CONCEPCIONISTAS MISSIONÁRIAS DO ENSINO SETOR: TECNOLOGIA MANUAL DE PROCESSOS 110 SETOR: TECNOLOGIA Nº DOC.: FOLHA:02/16 MATRIZ DE PROCESSOS E ATIVIDADES APROVADO POR: Ir. 25/03/2010 REVISÃO: 13/09/2013

Leia mais

Formulário para submissão de Projeto de Pesquisa/Extensão 2015

Formulário para submissão de Projeto de Pesquisa/Extensão 2015 Formulário para submissão de Projeto de Pesquisa/Extensão 2015 1. IDENTIFICAÇÃO 1.1. Título do Projeto: 1.2. Câmpus: 1.3. Coordenador do Projeto: 1.4. Grupo de Pesquisa vinculado (se houver): 1.5. Demais

Leia mais

Disciplinas on-line. Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1

Disciplinas on-line. Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1 Disciplinas on-line Guia Básico sobre o Funcionamento das Disciplinas On-line 2008.1 Uma disciplina on-line é um instrumento poderoso de aprendizagem e desenvolvimento pessoal. Nosso objetivo é mostrar

Leia mais

PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JUNIOR. Tutoria e atividades didáticas no ensino dos conteúdos de Química da 1ª série do Ensino Médio

PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JUNIOR. Tutoria e atividades didáticas no ensino dos conteúdos de Química da 1ª série do Ensino Médio PROGRAMA DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA JUNIOR Tutoria e atividades didáticas no ensino dos conteúdos de Química da 1ª série do Ensino Médio RELATÓRIO JULHO/2014 A DEZEMBRO/2014 Bolsista: Caíque Ribeiro

Leia mais

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC

Art. 2º - Esta Instrução Normativa entra em vigor na data de sua publicação. Professora Sandra Denise Kruger Alves Chefe do DEC RESOLUÇÃO DEC No 01/2013 Fixa normas para Elaboração e Apresentação dos Trabalhos de Conclusão do Curso de Graduação em Engenharia Civil. A Chefia do Departamento do Curso de Engenharia Civil, no uso de

Leia mais

EDITAL CELAES Nº 001/2013 Turma 2014 INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ESTUDOS DA LINGUAGEM APLICADOS À EDUCAÇÃO DE SURDOS

EDITAL CELAES Nº 001/2013 Turma 2014 INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ESTUDOS DA LINGUAGEM APLICADOS À EDUCAÇÃO DE SURDOS EDITAL CELAES Nº 001/2013 Turma 2014 INSCRIÇÕES PARA SELEÇÃO AO CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO ESTUDOS DA LINGUAGEM APLICADOS À EDUCAÇÃO DE SURDOS A Faculdade de Letras Estrangeiras Modernas (FALEM) do Instituto

Leia mais

Manual e Normas Sistema Disciplina Online

Manual e Normas Sistema Disciplina Online Manual e Normas Sistema Disciplina Online 2011-2 1 SUMÁRIO Pág. 1. Sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.1. Acesso ao sistema Disciplina Online - Aluno (UNIP). 05 1.2. Observações. 05 2. Sistema

Leia mais

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC

Manual de Usuário. Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual de Usuário Gestion Libre de Parc Informatique (Gestão Livre de Parque de Informática) Versão 1.1 NRC Manual do Usuário GLPI 1. Introdução 3 2. Acessando o GLPI 4 3. Entendendo o processo de atendimento

Leia mais

Regulamento do Laboratório de Informática FACOS - MARQUÊS

Regulamento do Laboratório de Informática FACOS - MARQUÊS Regulamento do Laboratório de Informática FACOS - MARQUÊS Art. 1º A missão do Laboratório de Informática da FACOS/Marquês é buscar a excelência no atendimento aos seus usuários. seguintes: informática.

Leia mais

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD!

MANUAL DO ALUNO 1. APRESENTAÇÃO 2. OBJETIVOS 3. ACESSO AO CURSO. Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! MANUAL DO ALUNO MANUAL DO ALUNO Bem-vindo (a) ao curso de Capacitação para cursos em EAD! 1. APRESENTAÇÃO Preparado pela equipe da Coordenadoria de Educação Aberta e a Distância (CEAD) da Universidade

Leia mais

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015

Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha. Planejamento para 2015 Polo Universitário Santo Antônio Núcleo de Tecnologia Educacional Santo Antônio da Patrulha Planejamento para 2015 Formação Aprender faz parte da vida, sendo um processo permanente de desenvolvimento humano

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS PRÓ-REITORIA DE GESTÃO DE PESSOAS EDITAL DE ABERTURA PROGESP/UFGD Nº. 01, DE 06 DE MAIO DE 2015 ANEXO I ÁREAS E REQUISITOS EXIGIDOS Retificadas as áreas de Laboratório do Curso de Engenharia de Energia / Informática Desenvolvimento / Informática:

Leia mais