Exerc ícios de Revisão Aluno(a): Nº:

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exerc ícios de Revisão Aluno(a): Nº:"

Transcrição

1 Exerc íciosde Revisão Aluno(a): Nº: Disciplina:HistóriadoBrasil Prof(a).:Cidney Data: deagostode2009 2ªSériedoEnsinoMédio Turma: Unidade:Nilópolis 01. QuerPortugallivreser, EmferrosqueroBrasil; promoveaguerracivil, Rompeoslaçosdaunião. (Volantim,07/10/1822) A partir dos versos acima, publicados em um jornal fluminense, pode se verificar que a postura de Portugalemrelaçãoasuaantigacolônia,aolongodoanode1822,aprofundouodesgastedasrelaçõesentreos doisreinos. Assim,aindependênciadoBrasilpodeserexplicadapeloseguintefato: (A) criaçãodocargodegovernadordasarmas,gerandoconflitosinstitucionaisnoexércitonacional (B) arbitrariedadedascortesportuguesas,subordinandoosgovernosprovinciaisdiretamentealisboa (C) existênciadefacçãoseparatistabrasileiraligadaaotráficonegreiro,objetivandocontrolaraspossessões portuguesasnaáfrica (D) revogaçãodaliberdadedecultoconcedidaaosbritânicos,ampliandoosantagonismosentrelondreseas Cortesportuguesas 02. AaberturadosportosdoBrasil,logoapósachegadadeDomJoãoVI,foiresponsávelpelaentradanopaís deumagrandequantidadedemercadoriasinglesas,quepassaramadominaromercadobrasileiro. Essasituaçãodecorreu: (A) daassinaturadetratadoscomainglaterra,quepermitiramaimportaçãodessesprodutos; (B) daestruturaindustrialbrasileira,quesebaseavanaproduçãodealimentosetecidos; (C) da montagem de uma rede ferroviária, que facilitou a distribuição dos produtos ingleses no mercado brasileiro; (D) dodesenvolvimentourbanoacentuado,queacarretouoaumentodademandaporprodutossofisticados. 03. A transferência do governo português para o Brasil, em 1808, teve ligação estreita com o processo de emancipaçãopolíticadacolôniaporque: (A) Introduziuasideiasliberaisnacolônia,incentivandováriasrebeliões. (B) Reforçou os laços de dependência e monopólio do sistema colonial, aumentando a insatisfação dos colonos. (C) Incentivouasatividadesmercantis,contrariandoosinteressesdagrandelavoura. (D) InstalounoBrasilaestruturadoEstadoPortuguês,reforçandoaunidadeeautonomiadacolônia. 04. AIndependênciabrasileiraéfrutomaisdeumaclassedoquedanaçãotomadaemseuconjunto. (CaioPradoJr.) Identifiqueaalternativaquejustificaecomplementaotexto. (A) Aindependênciafoilideradapelascamadaspopulareseacompanhadadeprofundasmudançassociais. (B) Omovimentodeindependênciafoiumaaçãodaelite,preservandoseusinteresseseprivilégios. (C) Osváriossegmentossociaisuniram seemfunçãodalongaguerradeindependência. (D) Os setores médios urbanos comandaram a luta, fazendo prevalecer o modelo político dos radicais liberais.

2 05. Os movimentos de rebelião colonial e o processo de emancipação política do Brasil estão ligados às transformaçõesdomundoocidentalnofinaldoséculoxviii.assim,estácorretoafirmarque: (A) odesenvolvimentoindustrialreforçouopactocolonial,comoinstrumentodereservademercado; (B) a Ilustração promoveu expressiva modernização econômica da colônia e o reforço da religiosidade expressanobarroco; (C) aemancipaçãopolítica,nocasobrasileiro,marcouadefinitivaseparaçãoentreportugueses,agentesde metrópoleecolonosbrasileiros; (D) as reações contra o domínio metropolitano foram movimentos autóctones das elites coloniais, não se ligandoaoprocessogeraldacrisedoantigoregime; (E) asrebeliõescoloniaisforaminfluenciadaspelopensamentoliberal,apesardasdiferençasentreasáreas coloniaiseaeuropa. 06. UmadasopçõesabaixoestáligadaàconcretizaçãodaemancipaçãopolíticadoBrasilem1822: (A) ReforçodapolíticademonopóliosadotadapelogovernodeD.JoãonoBrasil. (B) Apoiodoreiaossetoresliberaisdacolônia,comonocasodaRevoluçãoPernambucana. (C) PolíticarecolonizadoradoBrasiladotadapelacortesportuguesas. (D) DesdobramentodarevoluçãoLiberaldoPortonaColônia. (E) ReaçãodaselitescoloniaisàpermanênciadopríncipeHerdeirodePortugalnacolônia 07. ComatransferênciadaCortePortuguesaparaoBrasilem1808,D.JoãoVIaochegaremSalvadorassinou aaberturadosportos.osignificadoeconômicoehierárquicoehistóricodessamedidafoi: (A) a extinção do pacto colonial e com ele do mercantilismo português em nosso país, iniciando o livre comércio,basedenossaemancipaçãopolítica; (B) orecrudescimentodasmedidasfiscalistasportuguesasqueoneraramaindanossaeconomia; (C) oreforçodomonopólioportuguêsemnossopaísparabenefíciodaburguesiadametrópole; (D) ofuncionamentodenovosdispositivosmercantilistasvisandoimpediraliberdadeindustriadacolônia; (E) anão alteraçãodasrelaçõescolônia metropole. 08. AtransferênciadacorteportuguesaparaoBrasil,em1808,aceleroutransformaçõesquefavorecessemo processodeindependência.entreessastransformaçõespodemoscitarcorretamentea(s): (A) AmpliaçãodoterritóriocomaincorporaçãodefinitivadeCaienaeCisplatina; (B) Implantaçãonacolônia,deváriosórgãosestataisedemelhoramentoscomoestradas. (C) Reduçãodacargatributáriasobreacolônia,favorecendo lheaexpansãoeconômica; (D) Restriçõescomerciaisimplantadosporinteressesdoscomerciantesportugueses; (E) Políticadascortesportuguesasdeapoioàautonomiacolonial 09. ArevoluçãodoPorto,em1820,podeserconsideradadecisivaparaaIndependênciadoBrasil,porque: (A) garantiaaautonomiadacolôniaimplementadaaduranteapermanênciadogovernoportuguêsnobrasil; (B) fortalecia os grupos liberais radicais, cada mais ativos na colônia e articulados com os grandes proprietários; (C) impunhaascolôniasumprogramadereformasliberais,comaproibiçãodotráficonegreiro; (D) transferiaacolôniaocaráterreformistadocapitalismoindustrialedoliberalismo (E) ameaçavaosinteressesdosgruposbrasileiros,tentandoreverterváriasmedidastomadaspord.joãono Brasil 10. A transferência da corte portuguesa para o Brasil, em 1808, acelerou transformações que favoreciam o processodeindependência.entreessasinformações,podemoscitarcorretamentea(s): (A) ampliaçãodoterritóriocomaincorporaçãodefinitivadecaienaecisplatina; (B) implantaçãonacolônia,deváriosórgãosestataisedemelhoramentocomoestradas; (C) reduçãodacargatributáriasobreacolônia,favorecendo lheaexpansãoeconômica; (D) políticadascortesportuguesasdeapoioàautonomiacolonial; (E) restriçõescomerciaisimplantadasporinteressesdoscomerciantesportugueses.

3 11. O início no século XIX assinalou uma significativa mudança nas relações mantidas entre a sociedade colonialbrasileiraeasprincipiaisnaçõesdaeuropaocidental,e,virtudedaexpansãodocapitalismonovelho continente.expressaanaturezadessamudança: (A) aquebradomonopóliocomercialgarantindoàmetrópoleaportuguesaatravésda AberturadosPortos àsnaçõesamigas em1808; (B) a exportação maciça de manufaturados ingleses e norte americanos para os grandes centros urbanos brasileiros,incapazesdeproduzirosmesmosprodutosapreçoscompetitivos; (C) aperdadoprestigiopolíticoemilitardacoroaportuguesa,comatransmigraçãodafamíliaimperialpara obrasil; (D) a eliminação progressiva do trabalho escravo nas grandes fazendas de café, barateando o preço desse produtonosmercadoseuropeus; (E) estreitamentodoslaçosculturaiscomaeuropacapitalista,dequeéexemploavindadamissãofrancesa de1816àcortedoriodejaneiro. 12. A constituição imperial brasileira, promulgada em 1824, estabeleceu linhas básicas da estrutura e do funcionamentodosistemapolíticoimperialtaiscomo(a): (A) equilíbriodospoderescomocontroleconstitucionaldoimperadoreasordenssociaisprivilegiadas; (B) amplaparticipaçãopolíticadetodososcidadãos,comexceçãodosescravos; (C) laicizaçãodoestadoporinfluênciadasidéiasliberais; (D) predominânciadopoderdoimperadorsobretodoosistemaatravésdopodermoderador; (E) autonomiadasprovínciase,principalmente,dosmunicípios,reconhecendo seaformaçãoregionalizada dopaís. 13. Acrisedo1ºReinado,desembocandonoprocessodeAbdicaçãodeD.PedroI,estárelacionadaavários fatores,entreosquais: (A) aoutorgadaconstituiçãode1824,aconfederaçãodoequadoreaquestãosucessóriaportuguesa; (B) a transição da mão de obra escrava para a livre assalariada, a questão religiosa e a abolição da escravidão; (C) a vinda da Família Real, a Independência das colônias espanholas da América e o autoritarismo de D. PedroI; (D) as revoltas regenciais, o centralismo da região sudeste e a exigência de autonomia das províncias do nordeste; (E) odeclíniodaproduçãomercantilcafeeiradonordeste,aascensãodaburguesiamercantilportuguesae ostratadosfavoráveiscomainglaterra. 14. A Unidade Nacional brasileira foi, sem dúvida, uma das mais demoradas e violentas das Américas. A extremacentralizaçãopolíticaefiscal,adotadapord.pedroie,posteriormenteimpostapelaconstituiçãode 1824, foram algumas das causas das diversas rebeliões separatistas que eclodiram durante as primeiras décadasapósaindependência. Assinaleaalternativacorreta: (A) A Confederação do Equador, liderada por Paes de Andrade, Frei Caneca e Cipriano Barata, buscou a independênciadepartedonordestebrasileirodorestantedopaís,duranteoprimeiroreinado. (B) A Sabinada, transcorrida na Bahia, durante o período regencial, possuiu a participação dos diversos setores da sociedade que criticavam de uma maneira ou de outra, status quo político social da região, sendomantido,contudo,oprojetomonarquista. (C) A Farroupilha, movimento separatista do sul do país, culminou na proclamação das repúblicas Rio GrandenseeJuliana. (D) A Guerra na região Cisplatina acabou por separar o extremo sul do Brasil dando origem à República OrientaldoUruguai,em1828. (E) Todasasalternativasestãocorretas. 15. O território do império não constitui somente a sua mais valiosa propriedade; a integridade, a indivisibilidadedeleé,demaisamais,nãosóumdireitofundamental,masumdogmapolítico.éumatributo

4 sagrado de seu poder e de sua independência; é uma das bases primordiais de sua grandeza interior e exterior. Fonte:MarquêsdeSãoVicente,citadoporMATTOS,IlmarR.de.OTempoSaquarema.SãoPaulo,Hucitec,1989,p.83. OMarquêsdeSãoVicente,aocomentarotextoconstitucionalde1824,explicitandoasuapreocupação comadivisãodoimpérioemprovíncias,exprimiaumafacedaslutasqueliberaiseconservadorestravaramno períodoregencialbrasileiro. Assinaleaopçãoqueinterpretaaideologiacontidanocitadopolíticoimperial: (A) OaspectosagradoeindivisíveldoterritóriobrasileirojustificavaaintegridadedoImpérioeauniãoda IgrejaedoEstado,bandeiradosconservadores. (B) A defesa das fronteiras territoriais pela Monarquia era fundamental para enfrentar as tentativas de recolonizaçãodaantigametrópoleportuguesa. (C) Caberia à Monarquia, sob a direção de uma elite ilustrada, o direito de representar e o dever de resguardar,emoposição,osinteressesdanaçãobrasileiraàspropostasdescentralizadorasemergentes comaabdicaçãoded.pedroi. (D) As preocupações fundamentais do Império brasileiro diziam respeito à defesa das fronteiras na região platina,emfacedaspretensõesargentinas. (E) Dopontodevistaeconômico,nãoseriavantajosoparaaMonarquiadesmembrar sepoliticamente,pois issocontrariavaosinteressesdotráficonegreiroeoabastecimentodeescravosnasprovíncias. 16. ARegênciaPermanente,emnomedoImperadoroSr.D.PedroII,fazsaberatodosossúditosdoImpério queacâmaradosdeputados(...)decretouasseguintesmudançaseadiçõesàmesmaconstituição: Art. 1º O direito, reconhecido e garantido pelo art. 71 da Constituição, será exercido pelas Câmaras dos distritos e pelas assembléias, que, substituindo os conselhos gerais, se estabelecerão em todas as províncias, comotítulodeassembléiaslegislativasprovinciais.(...) AtoAdicional,12/08/1834. AcriaçãodasAssembléiasprovinciaisem1834representou: (A) umavitóriaparaosliberaisexaltados,defensoresdeumamaiorautonomiaparaasprovíncias; (B) umaderrotaparaoimperadord.pedroique,atéentão,nomeavasoberanamenteosrepresentantesdos conselhosgerais; (C) ofimdacentralizaçãopolíticanobrasilatéoiníciodoperíododarepúblicadasoligarquias(1894); (D) uma derrota para os anseios federalistas, cujos partidários, em resposta, lançaram se a movimentos revoltososportodooperíodoregencial; (E) uma vitória pessoal do imperador D. Pedro II que ao contrário do seu pai, sempre defendeu a descentralizaçãopolítico administrativa. 17. AabdicaçãodeD.PedroI,em1831,significouparaoBrasil: (A) Adoçãodeumregimerepublicano,descentralizado; (B) Aconsolidaçãodopoderdosgrandesproprietáriosruraisvinculadosàeconomiacafeeira. (C) Aaberturadosportosàsnaçõesamigas,colocandooBrasilsobdominaçãodaInglaterra. (D) A consolidação da independência, pela eliminação da possibilidade de união das coroas de Brasil e Portugal. (E) Ofimdoregimemonárquico. 18. Para muitos brasileiros que vivenciaram o período regencial ( ), aquele foi um tempo de impasses,mudançaserebeliões.sobreesseperíodo,écorretoafirmarque: I. A renúncia inesperada do Imperador D. Pedro I levou à nomeação de uma regência trina e à implantação,emcaráterprovisório,deumgovernorepublicano; II. A antecipação da maioridade de D. Pedro II, em 1840, garantiu o restabelecimento da ordem monárquicaeapacificaçãodetodasasrevoltasqueameaçavamaintegridadeterritorialdoimpério; III.Houve uma série de revoltas envolvendo desde elementos das tropas regulares até escravos, destacando se,entreelas,afarroupilha,acabanagemearevoltadosmalês; IV.A ausência provisória da autoridade monárquica estimulou a proliferação de projetos políticos destinadosàreorganizaçãodoestadoimperial.

5 Assinaleaalternativa: (A) sesomenteasafirmativasieiiestiveremcorretas; (B) sesomenteaafirmativaiestivercorreta; (C) sesomenteasafirmativasii,iiieivestiveremcorretas; (D) sesomenteasafirmativasiiieivestiveremcorretas; (E) sesomenteasafirmativasieivestiveremcorretas. 19. UmadasopçõesabaixoestáligadaàconcretizaçãodaemancipaçãopolíticadoBrasilem1822: (A) ReforçodapolíticademonopóliosadotadapelogovernodeD.JoãonoBrasil. (B) Apoiodoreiaossetoresliberaisdacolônia,comonocasodaRevoluçãoPernambucana. (C) PolíticarecolonizadoradoBrasiladotadapelacortesportuguesas. (D) DesdobramentodarevoluçãoLiberaldoPortonaColônia. (E) ReaçãodaselitescoloniaisàpermanênciadopríncipeHerdeirodePortugalnacolônia. 20. ConsidereasseguintesproposiçõesarespeitodaIndependênciadoBrasil: I. ofenômenovinculou seaoprocessomaisamplodacrisedoantigosistemacolonial; II. ofenômenovinculou seàcríticadasformasabsolutistasdegovernoeapolíticamercantilista; III.aindependênciavinculou seàslutasliberaisenacionaisdesenvolvidasnaeuropaenaaméricadesde oséculoxviii; IV.o processo da nossa independência política não se vinculou, nem remotamente, ao processo de industrializaçãodaeuropa. Análise: (A) seasproposiçõesi,iieiiiestiveremcorretas; (B) seasproposiçõesiieiiiestiveremcorretas; (C) seapenasaproposiçãoiiiestivercorreta; (D) seapenasaproposiçãoiiestivercorreta; (E) seasproposiçõesieiiestiveremcorretas. 21. Os eventos de 1808 na Europa, envolvendo a decisão napoleônica de decretar o bloqueio Continental, tiveram direta influência sobre a América Portuguesa. A vinda da família real lusitana para o Rio de janeiro, Refugiando sedastropasdenapoleão,foiummarcoexpressivonahistóriacolonialdobrasil,namedidaem que representou, em principio, a suspensão do monopólio metropolitano sobre a sua área de colonização na América.Sobreestainstalaçãodacorte,noRiodeJaneiro,podemosafirmarque: I. representouapossibilidadedoestabelecimentodeempreendimentoscolôniasfrancesesemdiversas áreasaçucareirasdonordestebrasileiro,devidoaoenfraquecimentodametrópole; II. abriuocaminhoparaoenfraquecimentodosinteressesinglesesnaregião,tendoemvistaasmedidas antibritânicastomadaspelacortenoriodejaneiro; III.inaugurou nova fase política e cultural na ex colônia, na medida em que a política joanina visou o fortalecimentopolíticodacoroaportuguesajuntoaosex colonos. Está(ão)correta(as): (A) IeII; (B) IIeIII; (C) apenasaii; (D) ApenasaIII; (E) I,IIeIII. 22. Quetardamos?Aépocaéesta:Portugalnosinsulta;aAméricanosconvida;aEuropanoscontempla:o príncipenosdefende.cidadãos!soltaisogritofestivo...vivaoimperadorconstitucionaldobrasil,osenhord. PedroI: (Proclamação.CorreioExtraordináriodoRiodeJaneiro.21desetembrode1822.)

6 Esse texto mostra o rompimento total e definitivo com a antiga metrópole como necessário para a construçãodoimpériobrasileiro.neletambémestáimplícitoumdosfatoresquecontribuíramparaoprocesso deconstruçãodeindependênciadobrasil. Essefatorfoi: (A) aajudadepotênciaseuropeiasemfunçãodeseusinteresseseconômicos; (B) aintransigênciadascortesdelisboanaaceitaçãodasliberdadesbrasileiras; (C) oidealrepublicanoemconsonânciacomodasantigascolôniasespanholas; (D) omovimentoseparatistadasprovínciasdonorteemprocessodeuniãocomportugal; (E) alutadosinglesescontraosportuguesesresidentesnobrasil. 23. OsTratadosdeAliançaeAmizadeedeComércioeNavegação(1810),celebradosentreaInglaterra(Lord Strangford)ePortugal(PríncipeD.João),costumamservistoscomrestrições,entreoutroporque: (A) (B) (C) (D) (E) admitiam a criação de tarifas alfandegárias preferenciais para os produtos ingleses inferiores às pagas porprodutosportugueses; autorizavam a continuação do trabalho escravo ao mesmo tempo que ampliaram o tráfico nas colônias portuguesasnaáfrica; permitiramqueainglaterraestabelecesseportoslivresemrecife,salvadoreriodejaneiro; apoiaramapolíticadeexpansãoindustrialistaqueopríncipe regented.joãorealizavanoprata; criariam diversas condições restritivas ao desenvolvimento e à exportação de produtos da agricultura tropical. 24. O processo de independência do Brasil é, comumente, datado a partir de 1808, com a chegada da culminânciaaseparaçãoem1822entrebrasileportugal.entreosfatosabaixo,aquelebrasileportugal.entre osfatosabaixo,aquelequenãoseassociacorretamenteaoprocessodeindependênciadobrasilé: (A) apenetraçãodeideiasliberais; (B) acriaçãodocolégiodoprocessocriminal; (C) aaçãodascortesconstituintesemlisboa; (D) aaliançaentred.pedroieopartidobrasileiro; (E) ostratadosdealiançaeamizadecomainglaterra. 25. TodasasalternativasapresentamafirmaçõescorretassobreaindependênciadoBrasil,EXCETO: (A) A crença no liberalismo de dom Pedro I e a expectativa positiva quando a uma constituição brasileira estavampresentesem1822. (B) A declaração da independência estava diretamente relacionada às determinações das Cortes de Lisboa enviadasadompedro. (C) Aideologiamonárquicaenraizadafezcomqueopovoeospolíticosapoiassemopríncipe. (D) AideiadofederalismoeramaisimportanteparaosradicaisdoqueadefesadaRepública. (E) AparticipaçãopopulardeterminouosrumosdoNovoEstadoNacional.

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História

Brasil Império. Sétima Série Professora Carina História Brasil Império Sétima Série Professora Carina História Confederação do Equador Local: Províncias do Nordeste. Época: 1824. Líderes da revolta: Manuel Paes de Andrade, frei Caneca e Cipriano Barata. Causas:

Leia mais

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822).

2. (Pucrs 2014) Considere as afirmações abaixo sobre a crise do Antigo Sistema Colonial e a Independência do Brasil (1822). 1. (Enem 2014) A transferência da corte trouxe para a América portuguesa a família real e o governo da Metrópole. Trouxe também, e sobretudo, boa parte do aparato administrativo português. Personalidades

Leia mais

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA

OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA OITAVO ANO ESINO FUNDAMENTAL II PROFESSORA: ROSE LIMA http://plataformabrioli.xpg.uol.com.br/historiaresumo/2ano/epopeialusitana.pdf http://blog.msmacom.com.br/familia-real-portuguesa-quem-e-quem-na-monarquia/

Leia mais

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM.

COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. COLÉGIO ESTADUAL CESAR STANGE EFM. PLANO DE TRABALHO DOCENTE - 2012 Professora: Ana Claudia Martins Ribas Disciplina: História - 8º ano -Fundamental 1º BIMESTRE Conteúdos Básicos: -Povos, Movimentos e

Leia mais

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL

CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL CRISE DO ANTIGO SISTEMA COLONIAL BASES COMUNS DO SISTEMA COLONIAL PACTO-COLONIAL Dominação Política Monopólio Comercial Sistema de Produção Escravista ESTRUTURA SOCIAL DAS COLONIAS ESPANHOLAS Chapetones

Leia mais

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - HISTÓRIA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1ºREINADO/REGÊNCIAS/2º REINADO

EXERCÍCIOS DE REVISÃO - HISTÓRIA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1ºREINADO/REGÊNCIAS/2º REINADO EXERCÍCIOS DE REVISÃO - HISTÓRIA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL 1ºREINADO/REGÊNCIAS/2º REINADO 01) Para muitos brasileiros que vivenciaram o período regencial (1831-1840), aquele foi um tempo de impasses, mudanças

Leia mais

História Fascículo 07 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli

História Fascículo 07 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli História Fascículo 07 Cinília Tadeu Gisondi Omaki Maria Odette Simão Brancatelli Índice História do Brasil A crise do Sistema Colonial, a independência e a formação do Estado brasileiro...1 Exercícios...2

Leia mais

Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. História C Aula 08 Prof. Thiago

Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real. História C Aula 08 Prof. Thiago Movimentos de Pré- Independência e Vinda da Família Real História C Aula 08 Prof. Thiago Movimentos de Pré- Independência Século XVIII e XIX Crise do mercantilismo e do Estado Absolutista Hegemonia de

Leia mais

03. O que foi o Bloqueio Continental? 04. Qual o interesse de Napoleão Bonaparte em estabelecer esse Bloqueio?

03. O que foi o Bloqueio Continental? 04. Qual o interesse de Napoleão Bonaparte em estabelecer esse Bloqueio? Pré Universitário Uni-Anhanguera Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 2ª. Disciplina: História (p2,1ª,chamada, 3º. Bimestre) prova dia 26 setembro de 2015.

Leia mais

Imperialismo dos EUA na América latina

Imperialismo dos EUA na América latina Imperialismo dos EUA na América latina 1) Histórico EUA: A. As treze colônias, colonizadas efetivamente a partir do século XVII, ficaram independentes em 1776 formando um só país. B. Foram fatores a emancipação

Leia mais

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A Europa no século XIX Napoleão realizou uma série de batalhas para a conquista de novos territórios para a França. O exército francês aumentou o número

Leia mais

B. A partir de que fundamento os Estados Unidos reconhece a Independência do Brasil?

B. A partir de que fundamento os Estados Unidos reconhece a Independência do Brasil? Pré Universitário Uni-Anhanguera Lista de Exercícios Aluno(a): Nº. Professor: Barros Antônio Guimarães Dutra Série: 2ª. Disciplina: História (p1,1ª,chamada, 4º. Bimestre) prova dia 22 de outubro de 2015.

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

Emancipação Política do Brasil

Emancipação Política do Brasil Emancipação Política do Brasil Brasil: Colônia de Portugal. Submetido ao Pacto Colonial só pode comerciar com a Metrópole (Portugal) Insatisfação: altos impostos e autoritarismo Revoltas No Brasil Conjuração

Leia mais

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como:

1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: 1) Em novembro de 1807, a família real portuguesa deixou Lisboa e, em março de 1808, chegou ao Rio de Janeiro. O acontecimento pode ser visto como: a) incapacidade dos Braganças de resistirem à pressão

Leia mais

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA

HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA HISTÓRIA - MATERIAL COMPLEMENTAR OITAVO ANO ENSINO FUNDAMENTAL II PROF. ROSE LIMA INDEPENDÊNCIA DO Colonização: espanhola até 1697, posteriormente francesa. Produção açucareira. Maioria da população:

Leia mais

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 8º Ano - História - 1º Bimestre

Colégio SOTER - Caderno de Atividades - 8º Ano - História - 1º Bimestre Capítulo 1 1) Qual a diferença entre as colônias do Norte e as colônias do sul, na colonização inglesa na América? 2) Explique o comércio triangular. 3) Relacione a Guerra dos Sete Anos (1767-1773), entre

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Habilidades: Compreender o processo de independência Norte Americana dentro do contexto das ideias iluministas. Yankee Doodle 1 Causas Altos impostos cobrados

Leia mais

Independência do Brasil

Independência do Brasil A UA UL LA MÓDULO 3 Independência do Brasil Nesta aula No dia 7 de setembro, comemoramos a Independência do Brasil. Por isso, é feriado nacional. Todos nós sabemos que os feriados significam algo mais

Leia mais

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL

MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL MOD. 13 CRISE DO IMPÉRIO COLONIAL ESPANHOL A MUDANÇA DA POLÍTICA COLONIAL ESPANHOLA SE DEU EM FUNÇÃO: DO ENVOLVIMENTO DA ESPANHA NAS GUERRAS EUROPEIAS; DA DECADÊNCIA DA MINERAÇÃO; DAS DIFICULDADES QUE

Leia mais

Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX.

Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX. Aula 13 Os E.U.A. nos séculos XVIII e XIX. Nesta aula iremos tratar da formação dos Estados Unidos da América. Primeiramente o processo de independência dos Estados Unidos, em seguida, o processo de expansão

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes

INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes INDEPENDÊNCIA DA AMÉRICA LATINA (1808-1826) Profª Adriana Moraes A independência foi o processo político e militar que afetou todas as regiões situadas entre os vicereinados da Nova Espanha e do Rio da

Leia mais

1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento).

1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento). HB. Expansão territorial da colônia. Expansão territorial Bandeirantes. 1554 Fundação da Vila de São Paulo de Piratininga.De início pequena agricultura de substância.(via apresamento). Mão-de-obra indígena.

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 2 A História do Brasil numa dimensão ética SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500

Leia mais

BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA

BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA BRASIL NO SÉCULO XIX VINDA DA FAMÍLIA REAL INDEPENDÊNCIA Vinda da Família Real esteve ligada à conjuntura européia do início do século XIX Napoleão X Inglaterra X Portugal Bloqueio Continental Convenção

Leia mais

Regências e Segundo Reinado. Alan

Regências e Segundo Reinado. Alan Regências e Segundo Reinado Alan O Período Regencial Inicia-se com a abdicação de D. Pedro I, em 07 de Abril de 1831 e segue até o Golpe da Maioridade, em 1840. Trata-se de um período marcado por especial

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL. Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL PORTUGAL

A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL. Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL PORTUGAL A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA REAL PARA O BRASIL Está ligada às Guerras Napoleônicas e ao decreto do BLOQUEIO CONTINENTAL De um lado, a pressão napoleônica para Portugal aderir ao bloqueio PORTUGAL De outro

Leia mais

Cidade e desigualdades socioespaciais.

Cidade e desigualdades socioespaciais. Centro de Educação Integrada 3º ANO GEOGRAFIA DO BRASIL A Produção do Espaço Geográfico no Brasil nas economias colonial e primário exportadora. Brasil: O Espaço Industrial e impactos ambientais. O espaço

Leia mais

Cap. 12- Independência dos EUA

Cap. 12- Independência dos EUA Cap. 12- Independência dos EUA 1. Situação das 13 Colônias até meados do séc. XVIII A. As colônias inglesas da América do Norte (especialmente as do centro e norte) desfrutavam da negligência salutar.

Leia mais

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas.

Durante. Utilize os conteúdos multimídia para ilustrar a matéria de outras formas. Olá, Professor! Assim como você, a Geekie também tem a missão de ajudar os alunos a atingir todo seu potencial e a realizar seus sonhos. Para isso, oferecemos recomendações personalizadas de estudo, para

Leia mais

CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL CRISE DO PRIMEIRO REINADO RECONHECIMENTO DA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL O que seria necessário, para que o Brasil, após a independência fosse reconhecido como uma Nação Livre e soberana? Seria necessário que

Leia mais

Crises na Colônia Portuguesa e a Chegada da Família Real. Prof.ª viviane jordão

Crises na Colônia Portuguesa e a Chegada da Família Real. Prof.ª viviane jordão Crises na Colônia Portuguesa e a Chegada da Família Real Prof.ª viviane jordão INTRODUÇÃO Na segunda metade do século XVIII, novas ideias começaram a se difundir pela América portuguesa. Vindas da Europa,

Leia mais

HISTÓRIA 8ºano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLENTARES

HISTÓRIA 8ºano 3º Trimestre / 2015 BATERIA DE EXERCÍCIOS COMPLENTARES 1. O fuzilamento de Frei Caneca está ligado ao seguinte fato da História do Brasil: ( A ) Inconfidência Mineira ( B ) Confederação do Equador ( C ) Revolta dos Canudos ( D ) A Praieira 2. A organização

Leia mais

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D]

CADERNO 1 BRASIL CAP. 3. Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA. Resposta da questão 1: [D] Gabarito: EXERCÍCIOS DE SALA Resposta da questão 1: Somente a proposição está correta. Com a expansão napoleônica na Europa e a invasão do exército Francês em Portugal ocorreu a vinda da corte portuguesa

Leia mais

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150

COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 COLÉGIO VICENTINO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio Rua Rui Barbosa, 1324, Toledo PR Fone: 3277-8150 PLANEJAMENTO ANUAL DE HISTÓRIA 8º ANO PROFESSOR: MÁRCIO AUGUSTO

Leia mais

PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA

PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA PROFESSOR: EQUIPE DE HISTÓRIA BANCO DE QUESTÕES - HISTÓRIA - 8º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= 01- Observe a imagem.

Leia mais

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes

1º ano. I. O Surgimento do Estado e a Organização de uma Sociedade de Classes Africana: África como berço da humanidade Capítulo 1: Item 1 Européia Capítulo 1: Item 2 Asiática Capítulo 1: Item 2 Americana Capítulo 1: Item 3 Arqueologia Brasileira Capítulo 1: Item 4 A paisagem e

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA

CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA CELSO SUCKOW DA FONSECA ENSINO MÉDIO ÁREA CURRICULAR: CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE 1.ª CH 68 ANO 2012 COMPETÊNCIAS:. Compreender

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE

PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE PLANO DE ENSINO DE HISTÓRIA 5ª. SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL 1º BIMESTRE - Sistemas sociais e culturais de notação de tempo ao longo da história, - As linguagens das fontes históricas; - Os documentos escritos,

Leia mais

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo

História. baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo História baseado nos Padrões Curriculares do Estado de São Paulo 1 PROPOSTA CURRICULAR DA DISCIPLINA DE HISTÓRIA Middle e High School 2 6 th Grade A vida na Grécia antiga: sociedade, vida cotidiana, mitos,

Leia mais

Lista de exercícios para pra final de História. 7ª série

Lista de exercícios para pra final de História. 7ª série Lista de exer PROVÍNCIA BRASILEIRA DA CONGREGAÇÃO DAS IRMÃS FILHAS DA CARIDADE DE SÃO VICENTE DE PAULO COLÉGIO VICENTINO SÃO JOSÉ Rua Pe. José Joaquim Goral, 182 Abranches Curitiba Fone (041) 3355-2200

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

História. Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo

História. Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo Antigo regime, Estados nacionais e absolutismo Índice Clique sobre tema desejado: A origem dos Estados Nacionais Contexto Histórico: crise feudal (séc. XIV-XVI) Idade Média Idade Moderna transição Sociedade

Leia mais

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G

CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G CADERNO DE EXERCÍCIOS 1G Ensino Fundamental Ciências Humanas Questão Conteúdo Habilidade da Matriz da EJA/FB 1 Relevo H5 2 Agricultura Familiar H12 3 Revoltas Separatistas no Brasil Colonial H42 4 Período

Leia mais

Exercícios de Congresso de Viena, Independências na América Espanhola e Primeiro Reinado

Exercícios de Congresso de Viena, Independências na América Espanhola e Primeiro Reinado Exercícios de Congresso de Viena, Independências na América Espanhola e Primeiro Reinado Material de apoio do Extensivo 1. (FGV) Entre 1814-1815, representantes das nações europeias reuniram-se no chamado

Leia mais

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13

Nota à 14 a Edição... 11 Introdução... 13 sumário Nota à 14 a Edição................................................ 11 Introdução..................................................... 13 1. As Causas da Expansão Marítima e a Chegada dos Portugueses

Leia mais

Transferência da Corte portuguesa. D. João VI no Brasil

Transferência da Corte portuguesa. D. João VI no Brasil Transferência da Corte portuguesa D. João VI no Brasil A Corte no Brasil? Desde o século XVII, o governo de Portugal cogitava, eventualmente, transferir a sede do Império Português para a colônia na América.

Leia mais

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX)

A expansão dos EUA (séc. XVIII-XX) 1803 Os Estados Unidos compram a Louisiana da França. Cronologia 1846 a 1848 Guerra do México. Os Estados Unidos conquistam e anexam os territórios da Califórnia, Novo México, Nevada, Arizona e Utah. 1810

Leia mais

A formação da monarquia inglesa na Baixa Idade Média, mais precisamente no século XII, na época da Guerra dos Cem anos.

A formação da monarquia inglesa na Baixa Idade Média, mais precisamente no século XII, na época da Guerra dos Cem anos. HISTÓRIA 8º ANO A formação da monarquia inglesa na Baixa Idade Média, mais precisamente no século XII, na época da Guerra dos Cem anos. Por volta do século XIII, o rei João sem terras estabeleceu novos

Leia mais

CONJUNTURA PORTUGUESA NO SÉCULO XVIII 1- Reinado de D. Maria I Tradição absolutista restabeleceu privilégios do clero e nobreza; Tratado de Methuem;

CONJUNTURA PORTUGUESA NO SÉCULO XVIII 1- Reinado de D. Maria I Tradição absolutista restabeleceu privilégios do clero e nobreza; Tratado de Methuem; CONJUNTURA PORTUGUESA NO SÉCULO XVIII 1- Reinado de D. Maria I Tradição absolutista restabeleceu privilégios do clero e nobreza; Tratado de Methuem; Alvará de 1785. Morte do primogênito loucura da Rainha

Leia mais

O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831. Professor Eric Assis Colégio Pedro II

O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831. Professor Eric Assis Colégio Pedro II O IMPÉRIO DO BRASIL: PRIMEIRO REINADO 1822-1831 Professor Eric Assis Colégio Pedro II OS DESAFIOS APÓS A INDEPENDÊNCIA I- Manter a unidade territorial do Brasil. II- Construir o Estado Nacional Brasileiro.

Leia mais

Independência dos EUA. Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História

Independência dos EUA. Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História Independência dos EUA Colégio Marista Rosário Professora: Adriana Moraes - História Considerada a primeira revolução americana (a segunda foi a Guerra de Secessão, também nos Estados Unidos); considerada

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império Introdução aos estudos de História - fontes históricas - periodização Pré-história - geral - Brasil As Civilizações da Antiguidade 1º ano Introdução Capítulo 1: Todos os itens Capítulo 2: Todos os itens

Leia mais

A América Espanhola.

A América Espanhola. Aula 14 A América Espanhola. Nesta aula, trataremos da colonização espanhola na América, do processo de independência e da formação dos Estados Nacionais. Colonização espanhola na América. A conquista

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL: CRISE DO SISTEMA COLONIAL E VINDA DA FAMÍLIA REAL

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL: CRISE DO SISTEMA COLONIAL E VINDA DA FAMÍLIA REAL PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DO BRASIL: CRISE DO SISTEMA COLONIAL E VINDA DA FAMÍLIA REAL * Três etapas: 1) Revoltas Nativistas 2) Revoltas Emancipacionistas 3) Período Joanino Família Real no Brasil (1808-1822)

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. 25 de janeiro de 1835, ao amanhecer o dia na cidade de Salvador, 600 negros entre libertos e escravos levantaram-se decididos

Leia mais

MINERAÇÃO E REVOLTAS NO BRASIL COLONIAL

MINERAÇÃO E REVOLTAS NO BRASIL COLONIAL MINERAÇÃO E REVOLTAS NO BRASIL COLONIAL Portugal: crises e dependências -Portugal: acordos comerciais com a Inglaterra; -Exportação de produtos brasileiros; -Tratado de Methuen: redução fiscal para os

Leia mais

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO

CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO CRITÉRIOS ESPECÍFICOS DE AVALIAÇÃO ( Aprovados em Conselho Pedagógico de 15 outubro de 2013 ) No caso específico da disciplina de História e Geografia de Portugal, do 6ºano de escolaridade, a avaliação

Leia mais

Economia e Sociedade Açucareira. Alan

Economia e Sociedade Açucareira. Alan Economia e Sociedade Açucareira Alan Características coloniais gerais Colônia de exploração Existência de Pacto Colonial Monopólio Economia de exportação de produtos tropicais Natureza predatória extrativista,

Leia mais

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA PROCESSO DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA TREZE COLÔNIAS Base de ocupação iniciativa privada: Companhias de colonização + Grupos de imigrantes = GRUPOS DISTINTOS [excedente da metrópole;

Leia mais

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES

SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA ANTECEDENTES SÉCULO XVII A INGLATERRA INCENTIVOU A COLONIZAÇÃO DAS TERRAS NORTE- AMERICANAS INCENTIVANDO A VINDA DE EMIGRANTES INGLESES NESSA ÉPOCA

Leia mais

Transição da condição colonial para o país livre

Transição da condição colonial para o país livre Transição da condição colonial para o país livre ERA COLONIAL (1521-1810): Conhecido como Nova Espanha, a maior parte das terras era comandada por proprietários espanhóis. Economia e política mexicanas

Leia mais

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE

COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE COLÉGIO NOSSA SENHORA DA PIEDADE Programa de Recuperação Paralela 2ª Etapa 2014 Disciplina: HISTÓRIA Professora: ALESSANDRA PRADA 2ª Série Turma: FG Caro aluno, você está recebendo o conteúdo de recuperação.

Leia mais

Resoluções das Atividades

Resoluções das Atividades Resoluções das Atividades Sumário Módulo 1 A conquista da América, a história cultural dos povos indígenas e africanos e a economia açucareira...1 Módulo 2 A mineração no Período Colonial, as atividades

Leia mais

FAMÍLIA REAL PORTUGUESA

FAMÍLIA REAL PORTUGUESA FAMÍLIA REAL PORTUGUESA casada D Maria I a louca Filho D. João casado Príncipe Regente D. Miguel Seus filhos D Pedro I, Casado Proclamou a independência do Brasil D. Leopoldina A TRANSFERÊNCIA DA FAMÍLIA

Leia mais

INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA

INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA INDEPENDÊNCIA DOS ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA http://www.youtube.com/watch?v=lmkdijrznjo Considerações sobre a independência -Revolução racional científica do

Leia mais

FUNDACIÓN MAPFRE VOLUME 3_ 1890/1930 A crise do liberalismo

FUNDACIÓN MAPFRE VOLUME 3_ 1890/1930 A crise do liberalismo Cronologia 1890 11 de janeiro Ultimatum inglês, que exige a retirada das forças militares portuguesas dos territórios entre Angola e Moçambique, sob pena de corte de relações diplomáticas. 1891 31 de janeiro

Leia mais

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA

COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA COLÉGIO MARISTA DE BRASÍLIA Educação Infantil e Ensino Fundamental Aluno(a): 8º Ano: Nº Professor(a): Data: / / Componente Curricular: HISTÓRIA 2011/HIST8ANOEXE2-PARC-1ºTRI-I AVALIAÇÃO PARCIAL 1º TRIMESTRE

Leia mais

Aluno(a) : Prof: GENISCLEY PRÉ-ENEM LISTA HISTÓRIA

Aluno(a) : Prof: GENISCLEY PRÉ-ENEM LISTA HISTÓRIA Aluno(a) : Prof: GENISCLEY PRÉ-ENEM LISTA HISTÓRIA 01 - (UEFS BA) Após turbulenta travessia transatlântica, sob a escolta da marinha britânica, a Família Real, no porto, sentia-se mais segura! Afinal,

Leia mais

16. A monarquia logrou impor o centralismo unitarista acima de federalismo, criando uma unidade nacional.

16. A monarquia logrou impor o centralismo unitarista acima de federalismo, criando uma unidade nacional. Questão 01) A independência, porém, pregou uma peça nessas elites. Um ano após ser convocada, a Assembleia Constituinte foi dissolvida e em seu lugar, o imperador designou um pequeno grupo para redigir

Leia mais

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável

Rei (controla poder moderador) além de indicar o primeiro ministro e dissolve a Câmara de Deputados Monarquia torna-se estável História do Brasil Professora Agnes (Cursinho Etec Popular de São Roque) Política Interna O SEGUNDO REINADO (1840-1889) * Apogeu da monarquia brasileira. * Centralização política e administrativa. * Pacificação

Leia mais

Expansão do território brasileiro

Expansão do território brasileiro Expansão do território brasileiro O território brasileiro é resultado de diferentes movimentos expansionistas que ocorreram no Período Colonial, Imperial e Republicano. Esse processo ocorreu através de

Leia mais

7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL

7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL 7 DE SETEMBRO INDEPENDENCIA DO BRASIL A HISTÓRIA... A Independência do Brasil éum dos fatos históricos mais importantes de nosso país, pois marca o fim do domínio português e a conquista da autonomia política.

Leia mais

1822: a História de um país chamado Brasil

1822: a História de um país chamado Brasil 1822: a História de um país chamado Brasil Por: Érica Fabrícia Silva, profª de História É preciso que voltes com a maior brevidade; esteja persuadido de que não é só o amor, a amizade que me faz desejar,

Leia mais

o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14

o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14 SuMÁRIo UNIDADE I O ADVENTO DO MUNDO MODERNO: POLÍTICA E CULTURA... 12 Capítulo 1 o declínio do poder dos senhores feudais e as monarquias nacionais... 14 A fragmentação do poder na sociedade feudal...

Leia mais

GUERRA DE SECESSÃO secessão significa separação INTRODUÇÃO a Guerra de Secessão foi uma guerra civil ocorrida nos EUA entre 1861 e 1865 motivo

GUERRA DE SECESSÃO secessão significa separação INTRODUÇÃO a Guerra de Secessão foi uma guerra civil ocorrida nos EUA entre 1861 e 1865 motivo GUERRA DE SECESSÃO secessão significa separação INTRODUÇÃO a Guerra de Secessão foi uma guerra civil ocorrida nos EUA entre 1861 e 1865 motivo rivalidades e divergências entre o Norte e o Sul dos EUA (

Leia mais

Independência do Brasil

Independência do Brasil BRASIL COLÔNIA Independência do Brasil Enquanto o governo absolutista português reprimia com vigor os movimentos republicanos no Brasil, o absolutismo na Europa era contestado pela Revolução Francesa,

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 8 o ano 3 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : 1. Leia o texto e responda. Fernando VII tinha um reino, mas não podia governá-lo; a monarquia espanhola tinha um rei, mas não podia

Leia mais

HISTÓRIA. (A) afluxo de cientistas atraídos pela oportunidade de enriquecer.

HISTÓRIA. (A) afluxo de cientistas atraídos pela oportunidade de enriquecer. HISTÓRIA 1ª QUESTÃO O desenvolvimento acelerado da técnica durante a Primeira Revolução Industrial (século XVIII - Inglaterra) foi conseqüência do (A) afluxo de cientistas atraídos pela oportunidade de

Leia mais

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia

Nome: nº. Recuperação Final de História Profª Patrícia 1 Conteúdos selecionados: Nome: nº Recuperação Final de História Profª Patrícia Lista de atividades 8º ano Apostila 1: O Absolutismo; Revoluções Inglesas e colonização da América do Norte Apostila 2: Revolução

Leia mais

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I

Planejamento. Ensino fundamental I 5 o ano. história Unidade 1. Ético Sistema de Ensino Planejamento Ensino fundamental I história Unidade 1 A vinda da família real portuguesa para o Brasil Os desdobramentos sociais, políticos e econômicos da independência do Brasil Os aspectos históricos do início do Império brasileiro O

Leia mais

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais.

a) A humilhação sofrida pela China, durante um século e meio, era algo inimaginável para os ocidentais. Questões: 01. Ao final do século passado, a dominação e a espoliação assumiram características novas nas áreas partilhadas e neocolonizadas. A crença no progresso, o darwinismo social e a pretensa superioridade

Leia mais

América: a formação dos estados

América: a formação dos estados América: a formação dos estados O Tratado do Rio de Janeiro foi o último acordo importante sobre os limites territoriais brasileiros que foi assinado em 1909, resolvendo a disputa pela posse do vale do

Leia mais

Período pré-colonial

Período pré-colonial CHILE Período pré-colonial O navegador português Fernão de Magalhães, a serviço do rei da Espanha, foi o primeiro europeu a visitar a região que hoje é chamada de Chile. Os mapuches, grande tribo indígena

Leia mais

1. (Unicamp) Referindo-se à expansão marítima dos séculos XV e XVI, o poeta português Fernando Pessoa escreveu, em 1922, no poema Padrão :

1. (Unicamp) Referindo-se à expansão marítima dos séculos XV e XVI, o poeta português Fernando Pessoa escreveu, em 1922, no poema Padrão : Vai Ter Específica 1. (Unicamp) Referindo-se à expansão marítima dos séculos XV e XVI, o poeta português Fernando Pessoa escreveu, em 1922, no poema Padrão : E ao imenso e possível oceano Ensinam estas

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação História 8 o ano Unidade 5 5 Unidade 5 Nome: Data: 1. Elabore um texto utilizando as palavras do quadro. França Napoleão Bonaparte Egito 18 Brumário guerra Constituição 2. Sobre

Leia mais

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO.

AS QUESTÕES OBRIGATORIAMENTE DEVEM SER ENTREGUES EM UMA FOLHA À PARTE COM ESTA EM ANEXO. ENSINO FUNDAMENTAL Conteúdos do 8º Ano 3º/4º Bimestre 2014 Trabalho de Dependência Nome: N. o : Turma: Professor(a): Gabriel Data: / /2014 Unidade: Cascadura Mananciais Méier Taquara História Resultado

Leia mais

Gabarito oficial preliminar: História

Gabarito oficial preliminar: História 1) Questão 1 Segundo José Bonifácio, o fim do tráfico de escravos significaria uma ameaça à existência do governo porque Geraria uma crise econômica decorrente da diminuição da mão de obra disponível,

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA HISTÓRIA PROSEL/PRISE 1ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I. MUNDOS DO TRABALHO COMPETÊNCIA HABILIDADES CONTEÚDO -Compreender as relações de trabalho no mundo antigo, nas sociedades pré-colombianas e no mundo medieval.

Leia mais

Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira

Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira Disciplina - Geografia 3 a Série Ensino Médio Professor: Gelson Alves Pereira É a divisão de um espaço ou território em unidades de área que apresentam características que as individualizam. A regionalização

Leia mais

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1

FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA. Fase 1 FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS CURSO DE DIREITO VESTIBULAR 2009 PROVA DE HISTÓRIA Fase 1 Novembro 2008 INTRODUÇÃO Na prova de História de 2009 foi possível concretizar vários dos objetivos do programa do Vestibular.

Leia mais

500 anos: O Brasil - Império na TV

500 anos: O Brasil - Império na TV 500 anos: O Brasil - Império na TV Episódio 01: A Corte desembarca na Colônia Resumo O episódio A Corte Desembarca na Colônia narra os acontecimentos históricos que envolveram a transferência da corte

Leia mais

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO

PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO PROFª CLEIDIVAINE DA S. REZENDE DISC. HISTÓRIA / 8º ANO 1 CONTEXTO HISTÓRICO Crescimento econômico da Inglaterra no século XVIII: industrialização processo de colonização ficou fora. Ingleses se instalaram

Leia mais

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO

HISTÓRIA DO LEGISLATIVO HISTÓRIA DO LEGISLATIVO Maurício Barbosa Paranaguá Seção de Projetos Especiais Goiânia - 2015 Origem do Poder Legislativo Assinatura da Magna Carta inglesa em 1215 Considerada a primeira Constituição dos

Leia mais

O Brasil comemorou com festas, palestras e publicações várias

O Brasil comemorou com festas, palestras e publicações várias Os 200 anos da vinda da Família Real para o Brasil (1808-2008) Elmo Vasconcelos * O Brasil comemorou com festas, palestras e publicações várias o transcurso dos 200 anos da chegada da família real portuguesa

Leia mais

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL

TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL TEMA F.1 O IMPÉRIO PORTUGUÊS E A CONCORRÊNCIA INTERNACIONAL A partir de meados do séc. XVI, o Império Português do Oriente entrou em crise. Que fatores contribuíram para essa crise? Recuperação das rotas

Leia mais

ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE HISTÓRIA 8º ANO

ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE HISTÓRIA 8º ANO ESCOLA SÃO DOMINGOS BATERIA DE EXERCÍCIOS 3º TRIMESTRE HISTÓRIA 8º ANO 1. Se tivéssemos que definir imperialismo da forma mais breve possível, diríamos que ela é a fase monopolista do capitalismo. (LENIN,

Leia mais