CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO"

Transcrição

1 CRIACIONISMO E EVOLUCIONISMO

2 INTRODUÇÃO Síntese sobre a Teoria da Evolução Química. Criacionismo (fundamentado na fé e na religião). É a primeira explicação para perguntas sobre a origem do Universo, da Terra, da vida, dos seres humanos. Filosofia (fundamentada na razão, em pensamentos). Ideias posteriores ao criacionismo que tentam explicar essas questões da origem de tudo que conhecemos. Por exemplo, os pensamentos de filósofos gregos, como Sócrates, Platão, Aristóteles.

3 CRIACIONISMO Defende que todos os seres vivos foram criados por uma ou mais entidades inteligentes e poderosas. Essa teoria é a mais aceita no meio religioso. As diferentes religiões do mundo elaboraram versões próprias do criacionismo. Entretanto, algumas possuem explicações bem semelhantes. Vídeo

4 Segundo a mitologia grega, do Caos Primordial nasceu Gaia (deusa da Terra) e depois Eros (deus do amor). CRIACIONISMO Gaia originou outros deuses, que representavam o céu, as montanhas e o mar. A partir desses deuses, nasceram os titãs. O titã Epimeteu criou o ser humano sem vida, imperfeito a partir de um molde de barro. Por compaixão, seu irmão Prometeu roubou o fogo do deus Vulcano para dar vida à humanidade.

5 CRIACIONISMO Na mitologia chinesa, P na Ku (Deus-Absoluto) nasceu de um ovo primordial. Ele morreu e cada parte de seu corpo deu origem a tudo no Universo e na Terra. Os vermes que cobriam o corpo desse Deus morto se transformaram na humanidade. Segundo o hinduísmo, a criação e a evolução são repetidas eternamente em ciclos de destruição e renovação pela dança do deus Shiva. Shiva desperta de seu sono e através da dança faz surgir a matéria. Quando acaba seu tempo, ainda dançando, ele usa o fogo para destruir tudo que criou, voltando a dormir.

6 CRIACIONISMO Na crença africana Iorubá, o Deus universal Olorum criou todos os Orixás (deuses) para habitar Orun (mundo espiritual). Cada Orixá originou tudo da Terra, inclusive os seres vivos. Entre os egípcios, acreditava-se que antes do planeta Terra só existia trevas e a água primordial. O deus Atum teria surgido dessa água. Ele originou descendentes que criaram o ar, a terra, o céu e os seres vivos.

7 CRIACIONISMO O cristianismo e o judaísmo usam a Bíblia para explicar a origem do Universo, da Terra, do ser humano. De acordo com a Bíblia, Deus criou, o universo e planetas, inicialmente. Depois montanhas e seres vivos. Ele criou o homem a partir do barro e a mulher do homem. Após assoprar o fôlego da vida em suas narina, eles ganharam vida.

8 CRIACIONISMO No islamismo, acredita-se que um Deus (Alá) criou tudo que conhecemos, inclusive a humanidade. Os seres humanos teriam sido inseridos na Terra muito depois de sua criação. Essa explicação está no Alcorão. O surgimento da teoria evolutiva provocou muitas críticas ao criacionismo. Isto fez com que certos criacionistas desenvolvessem o Neocriacionismo, no qual a vida teria sido criada por Deus, abrindo portas para o processo evolutivo acontecer. Outras religiões aceitam ideias mais científicas. Por exemplo, os seis dias de duração da criação seriam as seis eras geológicas.

9 EVOLUCIONISMO Evolucionismo (fundamentado na ciência). Desenvolvido para tentar explicar como seres vivos complexos se originaram de organismos tão simples (unicelulares, procariontes). Essa primeira ideia foi elaborada por Jean-Baptiste de Lamarck (naturalista francês do século XIX), a partir de suas observações sobre a diversidade de espécies.

10 EVOLUCIONISMO Lamarck: observou a diversidade de formas, estruturas, órgãos, cores entre as espécies vivas e fósseis marinhos. Elaborou uma hipótese para tentar explicar essas diferenças enormes. Segundo Lamarck, O ambiente afeta a forma e a organização dos animais o que significa que, quando o ambiente torna-se muito diferente, ele produz, num período de tempo correspondente, modificações na forma e organização dos animais.

11 LAMARCKISMO Baseado em duas leis, ele elaborou sua hipótese: 1 Lei: Uso e desuso: Uma mudança do ambiente provocaria alterações nas necessidades dos organismos, causando variações comportamentais. 2 Lei: Transmissão dos caracteres adquiridos: Essas mudanças adquiridas poderiam ser passadas para os descendentes. Hipótese: um ambiente mudou, causou alterações comportamentais nos organismos desse local, fazendo com que certas estruturas ou órgãos fossem muito ou pouco usados. O uso causaria o desenvolvimento da estrutura. O desuso provocaria o atrofiamento da estrutura até desaparecer. Essas variações seriam passadas para os descendentes, sendo adaptações contínuas e graduais dos indivíduos ao seu ambiente, até que uma espécie se transformasse em outra.

12 LAMARCKISMO Alguns exemplos das ideias de Lamarck: 1 : após a vegetação rasteira de um ambiente em que girafas viviam ter ficado escassa, elas passaram a se alimentar de plantas mais altas, forçando a musculatura do pescoço. Depois de certo tempo, seu pescoço ficou grande e essa nova característica foi passada pelas gerações, resultando em girafas só com pescoço comprido.

13 LAMARCKISMO 2 : o escurecimento da pele adquirido por várias pessoas após intensa radiação solar, por causa de uma contínua exposição ao sol, passaria para as próximas gerações até que todos se tornassem negros. 3 : peixes que enxergavam passaram a viver em cavernas. Depois, por causa da falta de luz nesses locais, tiveram seus olhos atrofiados pelo desuso, o que foi transmitido pelas gerações até tornarem-se peixes cegos. 4 : os ancestrais das cobras tinham pernas, mas elas passaram a atrapalhar a passagem deles em locais apertados. Com o desuso e o tempo, as pernas foram atrofiando, até que desapareceram pelos descendentes.

14 LAMARCKISMO Problemas devido às descobertas científicas posteriores: 1 Lei: Nem todas as estruturas do corpo se desenvolvem quando são muito usadas (apenas os músculos se desenvolvem). Não há esforço interno para evoluir. O ambiente seleciona a variação do corpo que melhora o desempenho do organismo quando é submetido à mudança ambiental. A seleção dentro da espécie ocorre ao longo das gerações. 2 Lei: As características só são passadas pelas gerações se estiverem no DNA dos gametas (espermatozoide, óvulo). Exemplo: uma pessoa musculosa não terá um filho musculoso.

15 LAMARCKISMO Problemas devido às descobertas científicas posteriores: August Weissman, um biólogo alemão, fez um experimento para mostrar que Lamarck estava errado. Ele cortou a calda de camundongos por várias gerações, observando que as caudas continuavam nascendo perfeitas. Assim, provou que essas características não eram transmitidas para as novas gerações, porque não estavam no DNA dos gametas.

16 EVOLUCIONISMO A evolução das espécies segundo Lamarck foi derrubada posteriormente a partir de Darwin e Mendel, quando se conheceu o mecanismo da hereditariedade. Mas é importante ressaltar que ele foi o primeiro a pensar na evolução das espécies, iniciando essas observações. Além disso, os cientistas atualmente estão descobrindo uma área nova da genética, a epigenética. Ela consiste em pequenas mudanças químicas no DNA e em proteínas que envolvem o DNA, como consequência de fatores ambientais, que causam variações na atividade gênica (síntese de outra proteína; inativação do gene, impedindo a formação da proteína). Essas alterações passariam aos descendentes, porque é no gene. Por exemplo: uma alimentação ruim, rica em alimentos industrializados, pode causar alterações no DNA de células, inclusive dos gametas, assim como exposição a radiações. Por isso que é importante a proteção contra os raios solares e a não exposição de gestantes a exames de raio X. A epigenética mostra que Lamarck não estava tão errado assim.

Perspectivas da Evolução das Espécies

Perspectivas da Evolução das Espécies X SEMINÁRIO FILOSOFIA DAS ORIGENS 2 a 4 de junho de 2011 Perspectivas da Evolução das Espécies Marcia Oliveira de Paula Centro Universitário Adventista de São Paulo Diretrizes Curriculares para o Curso

Leia mais

das espécies Chegamos à aula 50! Durante as aulas do Os trabalhos de Charles Darwin

das espécies Chegamos à aula 50! Durante as aulas do Os trabalhos de Charles Darwin A evolução das espécies A UU L AL A Chegamos à aula! Durante as aulas do telecurso, você viu vários temas relacionados com a Biologia: genética, botânica, zoologia, fisiologia, ecologia entre outros. Finalizaremos

Leia mais

Epigenética e Memória Celular

Epigenética e Memória Celular Epigenética e Memória Celular Por Marcelo Fantappié Fonte www.revistacarbono.com A epigenética é definida como modificações do genoma que são herdadas pelas próximas gerações, mas que não alteram a sequência

Leia mais

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM

BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM BIOLOGIA EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM TESTES 1) (Santos) Muitos antibióticos, inicialmente usados com sucesso contra bactérias patogênicas, parecem ter perdido sua eficiência. Um mesmo antibiótico, usado para

Leia mais

Lista de Exercícios (BIO-LEO)

Lista de Exercícios (BIO-LEO) Lista de Exercícios (BIO-LEO) 1. (Fgv 2015) As estruturas ilustram os ossos das mãos ou patas anteriores de seis espécies de mamíferos, não pertencentes obrigatoriamente ao mesmo ecossistema. V. A recombinação

Leia mais

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são

O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são Atividade extra Fascículo 2 Biologia Unidade 4 Questão 1 O DNA é formado por pedaços capazes de serem convertidos em algumas características. Esses pedaços são chamados de genes. Assinale abaixo quais

Leia mais

Áudio. GUIA DO PROFESSOR Mendel, o pai da genética - Parte I. Os fundamentos da hereditariedade: Biografia de Gregor Mendel

Áudio. GUIA DO PROFESSOR Mendel, o pai da genética - Parte I. Os fundamentos da hereditariedade: Biografia de Gregor Mendel Mendel, o pai da genética - Parte I Conteúdos: Tempo: Objetivos: Descrição: Produções Relacionadas: Os fundamentos da hereditariedade: Biografia de Gregor Mendel 5 minutos para cada áudio. Avaliar se o

Leia mais

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética.

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia. A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Atividade extra Questão 1 A diversidade biológica é o fruto da variação genética. Falar em biodiversidade e em tempo significa, necessariamente, falar de: a. Degeneração. b. Conservação. c. Evolução. d.

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 64 EVOLUÇÃO DO HOMEM

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 64 EVOLUÇÃO DO HOMEM BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 64 EVOLUÇÃO DO HOMEM EVOLUÇÃO DO HOMEM A PARTIR DO AUSTRALOPITECUS, QUE VIVEU HÁ 1.200.000 ANOS Fixação 1) Recentes análises do DNA de chimpanzés permitiram concluir que o

Leia mais

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA

OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA OS PRIMEIROS POVOADORES DA TERRA Criacionismo: modelo de explicação para a origem de tudo que existe no universo. Seus defensores, acreditam que a vida e todas as coisas existentes foram criadas por um

Leia mais

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM

MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM MINISTÉRIO DA DEFESA EXÉRCITO BRASILEIRO DECEx DEPA COLÉGIO MILITAR DE BRASÍLIA Prof. Salomão profsalomao@gmail.com PLANO DE AULA BIOLOGIA 1º ANO/EM Sem Mês Início Término CH 1ª FEV 7 11 3 ASSUNTO: ASPECTOS

Leia mais

Professor(a): Marco Rossellini Disciplina: Biologia Aluno(a): Ano: 3 EM Nº: Data: / / Bimestre: 3º NOTA: Exercícios - Geekie

Professor(a): Marco Rossellini Disciplina: Biologia Aluno(a): Ano: 3 EM Nº: Data: / / Bimestre: 3º NOTA: Exercícios - Geekie 1) Leia os trechos seguintes, extraídos de um texto sobre a cor de pele humana. A pele de povos que habitaram certas áreas durante milênios adaptou-se para permitir a produção de vitamina D. À medida que

Leia mais

3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014

3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014 3ª Aula Gênese Mosaica e Espírita. Gênese Espiritual (Parte 1) Curso Aprendizes do Evangelho Aula 4 05/03/2014 Doutrinas Filosóficas Propõe-se a responder às questões transcendentais: Quem somos? De onde

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

SOBRE A EVOLUÇÃO LINGÜÍSTICA

SOBRE A EVOLUÇÃO LINGÜÍSTICA SOBRE A EVOLUÇÃO LINGÜÍSTICA Gabriel de Ávila Othero 1 gabnh@terra.com.br... o tempo altera todas as coisas; não existe razão para que a língua escape a essa lei universal. Ferdinand de Saussure 1. INTRODUÇÃO

Leia mais

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 CÂNCER 1) O que é? 2) Como surge? CÂNCER 1) O que é? É o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado

Leia mais

Resposta: Interbits SuperPro Web

Resposta: Interbits SuperPro Web 1. (Fuvest 2012) Uma mutação, responsável por uma doença sanguínea, foi identificada numa família. Abaixo estão representadas sequências de bases nitrogenadas, normal e mutante; nelas estão destacados

Leia mais

Contextualizando. Capítulo 2

Contextualizando. Capítulo 2 Capítulo 2 A Teoria Sintética Introdução Você já deve ter notado que para Darwin estar correto é preciso uma condição básica: tem de haver diferenças entre os organismos de uma determinada espécie, de

Leia mais

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.a TEORIAS EVOLUTIVAS

EXERCÍCIOS RESOLVIDOS ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.a TEORIAS EVOLUTIVAS BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.a TEORIAS EVOLUTIVAS ORIENTAÇÕES Esta lista contém exercícios sobre as teorias evolutivas, um assunto bastante importante e presente nos vestibulares de todo

Leia mais

EXERCÍCIO RESOLVIDO ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO EXERCÍCIOS PROPOSTOS. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS

EXERCÍCIO RESOLVIDO ORIENTAÇÕES RESUMO TEÓRICO EXERCÍCIOS PROPOSTOS. BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS BIOLOGIA II Prof.: Vinícius (Minguado) LISTA 3.b - TEORIAS EVOLUTIVAS ORIENTAÇÕES Essa lista é a continuação da lista 3.a, com mais exercícios sobre teorias evolutivas. Como sempre, resolva as questões

Leia mais

BA.28: Evolução BIOLOGIA

BA.28: Evolução BIOLOGIA ATIVIDADES 1. (UFMG) Uma população de formigas foi dividida pela passagem de um rio em seu território. As duas populações formadas ficaram isoladas durante muito tempo. Reunidas em laboratório, observouse

Leia mais

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que

3) As afirmativas a seguir referem-se ao processo de especiação (formação de novas espécies). Com relação a esse processo é INCORRETO afirmar que Exercícios Evolução - parte 2 Professora: Ana Paula Souto Nome: n o : Turma: 1) Selecione no capítulo 7 duas características de defesa de plantas. a) DESCREVA cada característica. b) Para cada característica,

Leia mais

Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é:

Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é: Aula 1 18/02/2015 Deus criou o universo do nada! E o ponto de partida é: No principio, criou Deus os céus e a terra (Gn 1.1) O verbo hebraico bãrã, criou, denota o conceito de iniciar alguma coisa nova.

Leia mais

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia

Atividade extra. Questão 1. Questão 2. Ciências da Natureza e suas Tecnologias Biologia Atividade extra Questão 1 O pesquisador Carlos Lineu nasceu na Suécia, em 1707. Ele descreveu milhares de espécies, incluindo a espécie humana. Fonte: Ciências da natureza e suas tecnologias Biologia 1.

Leia mais

A diversidade da vida: Integrando ciência e fé 2 recados 2 colocações Gen.1: NVI

A diversidade da vida: Integrando ciência e fé 2 recados 2 colocações Gen.1: NVI 2 recados 2 colocações Gen.1: NVI 1 No princípio Deus criou os céus e a terra. 2 Era a terra sem forma e vazia; trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. 3

Leia mais

1º Unidade. Capítulo I. Capítulo II. Capítulo III. Capítulo IV. Capítulo V. Apoio: Organização: Origem da Vida 3. Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 7

1º Unidade. Capítulo I. Capítulo II. Capítulo III. Capítulo IV. Capítulo V. Apoio: Organização: Origem da Vida 3. Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 7 1 1º Unidade Capítulo I Origem da Vida 3 Capítulo II Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 7 Capítulo III Teoria da Evolução 11 Capítulo IV Evolução 15 Capítulo V O que é Citologia? 21 Questões do ENEM 23

Leia mais

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012

Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 Entendendo a herança genética (capítulo 5) Ana Paula Souto 2012 CÂNCER 1) O que é? 2) Como surge? CÂNCER 1) O que é? É o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças que têm em comum o crescimento desordenado

Leia mais

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável

E C O L O G I A. Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que a tornam habitável E C O L O G I A Deriva do grego oikos, com sentido de casa e logos com sentido de estudo Portanto, trata-se do estudo do ambiente da casa Incluindo todos os organismos e todos os processos funcionais que

Leia mais

A Filosofia das Origens

A Filosofia das Origens XIII SEMINÁRIO A FILOSOFIA DAS ORIGENS Rio de Janeiro 18-19 19 / 08 / 2012 A Filosofia das Origens Nahor N. Souza Jr. INTRODUÇÃO I. EMPIRISMO (Observação e Experimentação) II. TEOLOGIA (Bíblica ou Filosófica)

Leia mais

Entendendo a herança genética. Capítulo 5 CSA 2015

Entendendo a herança genética. Capítulo 5 CSA 2015 Entendendo a herança genética Capítulo 5 CSA 2015 Como explicar as semelhanças entre gerações diferentes? Pai e filha Avó e neta Pai e filho Avó, mãe e filha Histórico Acreditava na produção, por todas

Leia mais

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA

HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Grupo 1 Universo A Pré-História Professor Carlos HISTÓRIA PRÉ-HISTÓRIA Para começarmos é importante saber como os historiadores conceituam a Pré-História: A Pré-História é conceituada como o período que

Leia mais

Biologia da Conservação. Disciplina: Biologia da Conservação Docente: Profa. Dra. Maria Elisa de Castro Almeida

Biologia da Conservação. Disciplina: Biologia da Conservação Docente: Profa. Dra. Maria Elisa de Castro Almeida Biologia da Conservação Disciplina: Biologia da Conservação Docente: Profa. Dra. Maria Elisa de Castro Almeida BIOLOGIA DA CONSERVAÇÃO Ciência multidisciplinar que foi desenvolvida como resposta à crise

Leia mais

Como surgiu o universo

Como surgiu o universo Como surgiu o universo Modelos para o universo Desde os tempos remotos o ser humano observa o céu, buscando nele pistas para compreender o mundo em que vive. Nessa busca incansável, percebeu fenômenos

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade

Unidade 7. Reprodução e hereditariedade Unidade 7 Reprodução e hereditariedade O ESTUDO DA HEREDITARIEDADE Teoria da pré-formação ou Progênese: dentro de cada semente (gameta) existiam miniaturas de seres humanos, chamados homúnculos. Gregor

Leia mais

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) -

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) - EXERCICÍOS DE FILOSOFIA I O QUE É FILOSOFIA, ETIMOLOGIA, ONDE SURGIU, QUANDO, PARA QUE SERVE.( 1º ASSUNTO ) Questão (1) - Analise os itens abaixo e marque a alternativa CORRETA em relação ao significado

Leia mais

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II

A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Meditação Crianças de 10 a 11 anos NOME: DATA: 03/03/2013 PROFESSORA: A CRIAÇÃO DO MUNDO-PARTE II Versículos para decorar: 1 - O Espírito de Deus me fez; o sopro do Todo-poderoso me dá vida. (Jó 33:4)

Leia mais

GENÉTICA HUMANA HISTÓRICO 26/08/2013 GREGOR MENDEL AULA 3 RELAÇÃO GENÓTIPO-FENÓTIPO

GENÉTICA HUMANA HISTÓRICO 26/08/2013 GREGOR MENDEL AULA 3 RELAÇÃO GENÓTIPO-FENÓTIPO GENÉTICA HUMANA AULA 3 RELAÇÃO GENÓTIPO-FENÓTIPO CURSO: Psicologia SÉRIE: 2º Semestre CARGA HORÁRIA SEMANAL: 02 Horas/aula CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 40 Horas HISTÓRICO GREGOR MENDEL 1822 Nasceu em Heinzendorf,

Leia mais

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular

Tema 5. Crescimento e renovação celular. UNIDADE 1. Crescimento e renovação celular Tema 5. Crescimento e renovação celular Crescimento e renovação celular Distinção entre DNA e RNA quanto às suas características estruturais e funcionais. Reconhecimento de que os organismos necessitam

Leia mais

Origem da Vida 3. Questões do ENEM 7. Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 9. Questões do ENEM 13. Teoria da Evolução 14. Questões do ENEM 19

Origem da Vida 3. Questões do ENEM 7. Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 9. Questões do ENEM 13. Teoria da Evolução 14. Questões do ENEM 19 1 Unidade I Capítulo I Origem da Vida 3 Questões do ENEM 7 Capítulo II Os Primeiros Seres Vivos Na Terra 9 Questões do ENEM 13 Capítulo III Teoria da Evolução 14 Questões do ENEM 19 Capítulo IV Evolução

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2012 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2012 1ª fase www.planetabio.com 1- Segundo a teoria da curva ambiental de Kuznets, o índice de poluição e de impactos ambientais nas sociedades industriais comporta-se como na figura abaixo: a degradação da natureza aumenta durante os

Leia mais

Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links

Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links Seminário de Genética BG - 380 Principal Resumo Professores Componentes Bibliografia Links Darwin Voltar Filogenia anatômica e fisiológica Filogênia Molecular A teoria da evolução de Darwin gerou o conceito

Leia mais

PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO

PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO CURSO: ODONTOLOGIA CARGA HORÁRIA: 40 HORAS SEMESTRE: 1º A Matutino 2015/1 NOME DA DISCIPLINA: GENETICA E EVOLUÇÃO PROFESSOR : GILCELE DE CAMPOS MARTIN BERBER 2. EMENTA

Leia mais

História do pensamento evolutivo

História do pensamento evolutivo Biologia Evolutiva História do pensamento evolutivo Victor Martin Quintana Flores Evolução significa mudança a em seres vivos por descendência com modificação Evolução significa mudança, mudança na forma

Leia mais

Áudio GUIA DO PROFESSOR. Idéias evolucionistas e evolução biológica

Áudio GUIA DO PROFESSOR. Idéias evolucionistas e evolução biológica Teoria sintética da evolução Parte II Conteúdos: Tempo: Objetivos: Idéias evolucionistas e evolução biológica Duração do áudio 5 minutos O objetivo deste programa é tratar das idéias neodarwinistas e mostrar

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA

BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA MARCO BRAGA ANDREIA GUERRA JOSÉ CLAUDIO REIS BREVE HISTÓRIA DA CIÊNCIA MODERNA VOLUME 4 A BELLE-ÉPOQUE DA CIÊNCIA RIO DE JANEIRO Copyright

Leia mais

Esse raciocínio é correto e não serve apenas para a espécie humana. Todas as espécies de seres vivos realizam a reprodução para a continuação da vida.

Esse raciocínio é correto e não serve apenas para a espécie humana. Todas as espécies de seres vivos realizam a reprodução para a continuação da vida. Você sabe qual é a importância da reprodução humana? Se alguém lhe perguntasse isso você responderia rapidamente: Para a manutenção ou perpetuação da espécie. Esse raciocínio é correto e não serve apenas

Leia mais

Exercícios de Evidências da Evolução

Exercícios de Evidências da Evolução Exercícios de Evidências da Evolução Material de apoio do Extensivo 1. (Unesp) No filme Avatar, de James Cameron (20th Century Fox, 2009), os nativos de Pandora, chamados Na Vi, são indivíduos com 3 metros

Leia mais

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural

CONHECIMENTO DA LEI NATURAL. Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural CONHECIMENTO DA LEI NATURAL Livro dos Espíritos Livro Terceiro As Leis Morais Cap. 1 A Lei Divina ou Natural O que é a Lei Natural? Conceito de Lei Natural A Lei Natural informa a doutrina espírita é a

Leia mais

Mutações. Escola Secundária Quinta do Marquês. Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014

Mutações. Escola Secundária Quinta do Marquês. Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014 Escola Secundária Quinta do Marquês Mutações Disciplina: Biologia e Geologia Professor: António Gonçalves Ano letivo: 2013/2014 Trabalho realizado por: Bárbara Dória, nº4, 11ºB Definição de mutação As

Leia mais

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11.

COLÉGIO DE SANTA DOROTEIA LISBOA ANO LETIVO 2014/2015 PLANIFICAÇÃO ANUAL DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11. DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS NATURAIS DISCIPLINA: BIOLOGIA E GEOLOGIA 11.º ANO... BIOLOGIA Objetivos / Finalidades Competências procedimentais e atitudinais Competências concetuais Estratégias Tempo 1 Conhecer

Leia mais

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00

A probabilidade de nascer uma menina afetada do cruzamento de 3 com 11 é: a) 0,00 b) 0,25 c) 0,50 d) 0,75 e) 1,00 Genética e Evolução 1. A mosca drosófila, de olho branco, apresenta a constituição genética X W Y e não possui gene para olho vermelho, que impede a manifestação do outro gene, para olho branco. Na frase,

Leia mais

DNA: Passado, Presente e Futuro

DNA: Passado, Presente e Futuro DNA: Passado, Presente e Futuro O passado O modelo do DNA que hoje nos é tão familiar foi divulgado em abril de 1953 na revista científica Nature pelos cientistas James Watson e Francis Crick. Eles afirmaram

Leia mais

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação

1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação 1 1ª. Apostila de Filosofia O que é Filosofia? Para que a Filosofia? A atitude filosófica. Apresentação O objetivo principal de Introdução Filosofia é despertar no aluno a percepção que a análise, reflexão

Leia mais

Genética Conceitos Básicos

Genética Conceitos Básicos Genética Conceitos Básicos O que é genética? É o estudo dos genes e de sua transmissão para as gerações futuras. É dividida em: Genética Clássica Mendel (1856 1865) Genética Moderna Watson e Crick (1953).

Leia mais

INF 1771 Inteligência Artificial

INF 1771 Inteligência Artificial Edirlei Soares de Lima INF 1771 Inteligência Artificial Aula 04 Algoritmos Genéticos Introdução Algoritmos genéticos são bons para abordar espaços de buscas muito grandes e navegálos

Leia mais

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC

Hebe Laghi de Souza. DARWIN e KARDEC Hebe Laghi de Souza DARWIN e KARDEC U M D I Á L O G O P O S S Í V E L CAMPINAS SP 2007 Sumário prefácio...xvii Capítulo 1 novos conhecimentos... 1 Dois livros, duas teorias um novo rumo...1 Detonando o

Leia mais

1.- De Mendel a Morgan. Componentes básicos das células

1.- De Mendel a Morgan. Componentes básicos das células 1.- De Mendel a Morgan Componentes básicos das células Conceitos mendelianos de genética QUESTÂO: Existe uma base celular para as características hereditárias? Período 1850-1865: Charles Darwin e Gregor

Leia mais

152 questões de biologia comentadas para você gabaritar o vestibular 12. EVOLUÇÃO

152 questões de biologia comentadas para você gabaritar o vestibular 12. EVOLUÇÃO 12. EVOLUÇÃO QUESTÃO - 145 O conhecimento do processo evolutivo é fundamental para a compreensão da vida. O estudo de fósseis é uma importante evidência de que a evolução dos organismos ocorreu. Com relação

Leia mais

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 26.09.06 BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO

2a. prova Simulado 5 Dissertativo 26.09.06 BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO Simulado 5 Padrão FUVEST Aluno: N o do Cursinho: Sala: BIOLOGIA INSTRUÇÕES PARA REALIZAÇÃO DO SIMULADO 1. Aguarde a autorização do fiscal para abrir o caderno de questões e iniciar a prova. 2. Duração

Leia mais

Trabalho, logo existo!

Trabalho, logo existo! Trabalho, logo existo! Maurício Santos da Luz Graduando em filosofia pela Unioeste Introdução A filosofia se debateu durante muitos séculos, e ainda se debate, para responder a seguinte questão: de onde

Leia mais

ENSINO FUNDAMENTAL. Aluno: Nº: Turma:

ENSINO FUNDAMENTAL. Aluno: Nº: Turma: Ensino Fundamental 9º Ano Biologia / /2013 Aluno: Nº: Turma: 01. (UNESP-SP) Os vírus são organismos obrigatoriamente parasitas, uma vez que só se reproduzem quando no interior de seus hospedeiros. Sobre

Leia mais

Genética I: Mendel, Mitose e Meiose

Genética I: Mendel, Mitose e Meiose Página 1 de 6 Genética I: Mendel, Mitose e Meiose Uma forma de estudar a função biológica é pegar um organismo/célula e dividi-lo em componentes, como as proteínas, e então estudar os componentes individuais.

Leia mais

Módulo Núcleo. 2) O esquema a seguir apresenta um experimento realizado com uma alga unicelular.

Módulo Núcleo. 2) O esquema a seguir apresenta um experimento realizado com uma alga unicelular. Módulo Núcleo Exercícios de Aula 1) O envelope nuclear encerra o DNA e define o compartimento nuclear. Assinale a afirmativa INCORRETA sobre o envelope nuclear. a) É formado por duas membranas concêntricas

Leia mais

Biologia e Geologia, 11.º Ano Evolução Biológica EVOLUÇÃO BIOLÓGICA

Biologia e Geologia, 11.º Ano Evolução Biológica EVOLUÇÃO BIOLÓGICA EVOLUÇÃO BIOLÓGICA 1. Unicelularidade e Multicelularidade o Dos Procariontes aos Eucariontes o Da Unicelularidade à Multicelularidade 2. Mecanismos da Evolução o Evolucionismo vs. Fixismo o Selecção Natural,

Leia mais

Centro de Ensino Médio Setor Leste Disciplina: Biologia Professor: João Couto Aluno: Bruce do Souza Melo Turma: 2 N. -Taxonomia-

Centro de Ensino Médio Setor Leste Disciplina: Biologia Professor: João Couto Aluno: Bruce do Souza Melo Turma: 2 N. -Taxonomia- Centro de Ensino Médio Setor Leste Disciplina: Biologia Professor: João Couto Aluno: Bruce do Souza Melo Turma: 2 N -Taxonomia- Taxionomia Os biólogos têm especial interesse pelo estudo dos organismos

Leia mais

Leis de Mendel. Genética Biologia III

Leis de Mendel. Genética Biologia III Leis de Mendel Genética Biologia III Mendel (1822-1884) Por que ervilhas? Variedades com características bem definidas, sem formas intermediárias; Fácil cultivo; Ciclo reprodutivo curto; Grande número

Leia mais

ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS

ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS ORIGEM DA FILOSOFIA GREGA O NASCIMENTO DO LÓGOS O QUE É A FILOSOFIA? A filosofia é uma forma de pensamento que nasceu na Grécia, por volta do século VI.a.C. Contrapondo-se ao pensamento mítico, que o antecede,

Leia mais

Tudo começou em África

Tudo começou em África Tudo começou em África (Expresso: 25-04-1998) Análises do D A confirmam a origem africana da espécie humana, uma ideia já defendida no século passado por Charles Darwin e Thomas Henry. A nossa árvore genealógica

Leia mais

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio

Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio Desvios de redações efetuadas por alunos do Ensino Médio 1. Substitua as palavras destacadas (ou mesmo aquelas que não estejam), de forma que os fragmentos abaixo fiquem mais elegantes, conforme à língua

Leia mais

ENSINO RELIGIOSO. Símbolos Religiosos

ENSINO RELIGIOSO. Símbolos Religiosos SÍMBOLOS RELIGIOSOS Símbolos são imagens que identificam ou representam algo, como também comunicam de maneira resumida e única, ideias, conceitos, mensagens, avisos, e muito mais. Se analisarmos o nosso

Leia mais

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas

Roteiro 15. O Corpo Físico. FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Roteiro 15 O Corpo Físico FEDERAÇÃO ESPÍRITA BRASILEIRA Estudo Aprofundado da Doutrina Espírita Programa Filosofia e Ciência Espíritas Objetivo Analisar as principais considerações filosóficas, científicas

Leia mais

BIOQUÍMICA DA CÉLULA. Mutação e Reparação. & Rotas Metabólicas. Prof. Antonio Márcio Teodoro Cordeiro Silva, M.Sc. Prof. Henrique Santana Costa, M.Sc.

BIOQUÍMICA DA CÉLULA. Mutação e Reparação. & Rotas Metabólicas. Prof. Antonio Márcio Teodoro Cordeiro Silva, M.Sc. Prof. Henrique Santana Costa, M.Sc. BIOQUÍMICA DA CÉLULA Mutação e Reparação Aspectos do Conceituais DNA & Rotas Metabólicas Prof. Antonio Márcio Teodoro Cordeiro Silva, M.Sc. Prof. Henrique Santana Costa, M.Sc. JARDIM DO ÉDEN FASES DA HISTÓRIA

Leia mais

As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade

As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade Sugestões de atividades As ciências da natureza: Ciência, Tecnologia e Sociedade 9 CIÊNCIAS 1 Ciências Naturais 1. Por que a Física é considerada uma ciência básica? 2. O que a Biologia estuda? 3. O que

Leia mais

1 PRIMEIRAS IDEIAS SOBRE HEREDITARIEDADE

1 PRIMEIRAS IDEIAS SOBRE HEREDITARIEDADE 1 PRIMEIRAS IDEIAS SOBRE HEREDITARIEDADE 1 Genética é a área da Biologia que estuda a herança biológica, ou hereditariedade, que é a transmissão de características de pais para filhos, ao longo das gerações.

Leia mais

Conteúdo Básico Comum (CBC) de BIOLOGIA do Ensino Médio Exames Supletivos/2015

Conteúdo Básico Comum (CBC) de BIOLOGIA do Ensino Médio Exames Supletivos/2015 SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DE MINAS GERAIS SUBSECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA SUPERINTENDÊNCIA DE DESENVOLVIMENTO DO ENSINO MÉDIO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS Conteúdo

Leia mais

Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota

Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota Matéria: biologia Assunto: hereditariedade e diversidade da vida Prof. enrico blota Biologia Princípios Básicos de Genética A genética é a parte da biologia que trata do estudo dos genes e de suas manifestações,

Leia mais

Bem vindo ao novo Sistema Solar

Bem vindo ao novo Sistema Solar Bem vindo ao novo Sistema Solar Bem-vindo ao novo Sistema Solar Big Bang: grande explosão que formou o universo Prótons Grande Explosão Primeiros Estrelas Galáxias Elétrons Nêutrons átomos Elemento Químico

Leia mais

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação

PLANEJAMENTO ANUAL / TRIMESTRAL 2014 Conteúdos Habilidades Avaliação COLÉGIO LA SALLE BRASÍLIA SGAS Q. 906 Conj. E C.P. 320 Fone: (061) 3443-7878 CEP: 70390-060 - BRASÍLIA - DISTRITO FEDERAL Disciplina: Biologia Trimestre: 1º Professor(a): Camilla Silva (B1) e Elisangela

Leia mais

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil

Leone Alves. O fim da cegueira intelectual. 1ª Edição. São Paulo - Brasil Leone Alves O fim da cegueira intelectual 1ª Edição São Paulo - Brasil 2015 1 Apresentação O fim da cegueira intelectual é um livro filosófico que tem como objetivo despertar na sociedade a capacidade

Leia mais

A especiação: o surgimento de novas espécies

A especiação: o surgimento de novas espécies Disciplina: Ciências Série: 2ª série EM - 1º TRIM Professora: Ivone Azevedo da Fonseca Assunto: Formação das Espécies A ESPECIAÇÃO A especiação: o surgimento de novas espécies Especiação é o nome dado

Leia mais

Lei da Segregação. Experimentos de Mendel

Lei da Segregação. Experimentos de Mendel Lei da Segregação Os trabalhos do monge Agostinho Gregor Mendel, realizados há mais de um século, estabeleceram os princípios básicos da herança, que, até hoje, são aplicados nos estudos da Genética. A

Leia mais

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo ENSINO RELIGIOSO CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 5.1 Conteúdo: As grandes Religiões de matriz ocidental Judaísmo Cristianismo Islamismo 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO

Leia mais

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 7º ANO

CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 7º ANO PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO SUBSECRETARIA DE ENSINO COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO CIÊNCIAS PROVA 1º BIMESTRE 7º ANO 2010 PROVA DE CIÊNCIAS 7º ANO Questão 1 A idade

Leia mais

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS

PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS PROCESSO SELETIVO BIOLOGIA ÁREA: CIÊNCIAS DA NATUREZA, MATEMÁTICA E SUAS TECNOLOGIAS Perceber e utilizar os códigos intrínsecos da Biologia. Relacionar o conhecimento das diversas disciplinas para o entendimento

Leia mais

Mitos gregos. Prof. Ms. Fábio Medeiros

Mitos gregos. Prof. Ms. Fábio Medeiros Mitos gregos Prof. Ms. Fábio Medeiros Prometeu e Pandora O crime de Prometeu e sua punição com o envio à terra de Pandora, a primeira mulher e maior infortúnio para os homens que trabalham. Prometeu e

Leia mais

Bilhões de estrelas no Universo. Imensidão de mundos.

Bilhões de estrelas no Universo. Imensidão de mundos. ROGER BOTTINI PARANHOS Bilhões de estrelas no Universo. Imensidão de mundos. "Há muitas moradas na casa de meu Pai" Jesus. www.ramatislajeado.org.br 1 Ciclos de evolução planetária. Nós, espíritos imortais,

Leia mais

Introdução a mitologia Africana para sala de aula

Introdução a mitologia Africana para sala de aula Introdução a mitologia Africana para sala de aula Curso de extensão Universidade Castelo Branco Prof. Dr. Arthur Vianna (PUCSP) Escola de formação de Professores Curso de História Objetivo Proporcionar

Leia mais

eoria Celular Objectivos de aprendizagem: No final desta lição, você será capaz de:

eoria Celular Objectivos de aprendizagem: No final desta lição, você será capaz de: 4 A Teor eoria Celular 345678903456789034567890345678903456789 345678903456789034567890345678903456789 Objectivos de aprendizagem: No final desta lição, você será capaz de: Mencionar os principais cientistas

Leia mais

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO BIOLOGIA NO ENEM: CONTEÚDO PROGRAMÁTICO O ENEM, Exame Nacional do Ensino Médio, em sua versão 2012, apresentará uma redação e 180 questões objetivas, divididas nas quatro áreas do conhecimento: - Ciências

Leia mais

Bases Moleculares da Hereditariedade

Bases Moleculares da Hereditariedade UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS PROG. DE PÓS GRAD. EM GENET. E MELHORAMENTO NÚCLEO DE ESTUDOS EM GENET. E MELHORAMENTO Bases Moleculares da Hereditariedade Ministrante: João Paulo

Leia mais

BIOLOGIA APROFUNDAMENTO DO ESTUDO DE EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM

BIOLOGIA APROFUNDAMENTO DO ESTUDO DE EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM BIOLOGIA APROFUNDAMENTO DO ESTUDO DE EVOLUÇÃO PROF ESTEVAM CONTEÚDO: lamarquismo, darwinismo, neodarwinismo, analogia, homologia, convergência adaptativa e irradiação adaptativa EVOLUÇÃO TEORIAS EVOLUTIVAS

Leia mais

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2010 1ª fase www.planetabio.com

PlanetaBio Resolução de Vestibulares UNESP 2010 1ª fase www.planetabio.com 1- Leia a notícia. Dengue tipo 4 reaparece após 25 anos A dengue é causada por quatro tipos de vírus: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. O tipo DENV-4 não era encontrado no país desde 1982, mas exames de

Leia mais

HERANÇA MONOGÊNICA 1ª LEI DE MENDEL. Gregor Mendel : => Nasceu na Morávia, império Austro-húngaro. Gregor Mendel

HERANÇA MONOGÊNICA 1ª LEI DE MENDEL. Gregor Mendel : => Nasceu na Morávia, império Austro-húngaro. Gregor Mendel Genética Mendeliana: aquela determinada por um ou poucos genes, cuja epressão não é influenciada ou é pouco afetada pelo meio. HERANÇA MONOGÊNICA => Conceito de gene (mas não o termo) => foi proposto pela

Leia mais

TD DE CIÊNCIAS 8ª. série PROFa. Marjory Tôrres. INTRODUÇÃO À GENÉTICA Os princípios básicos da Hereditariedade

TD DE CIÊNCIAS 8ª. série PROFa. Marjory Tôrres. INTRODUÇÃO À GENÉTICA Os princípios básicos da Hereditariedade TD DE CIÊNCIAS 8ª. série PROFa. Marjory Tôrres INTRODUÇÃO À GENÉTICA Os princípios básicos da Hereditariedade Todas as pessoas são diferentes, cada um é único, apresentam características que são próprias

Leia mais

Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina

Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina Resistência de Bactérias a Antibióticos Catarina Pimenta, Patrícia Rosendo Departamento de Biologia, Colégio Valsassina Resumo O propósito deste trabalho é testar a resistência de bactérias (Escherichia

Leia mais

Histórico da Classificação Biológica

Histórico da Classificação Biológica Texto Base: Aula 9 Histórico da Classificação Biológica Autoras: Suzana Ursi e Sônia Lopes Iniciamos nosso texto propondo que você observe por um instante os organismos representados nas figuras ao lado.

Leia mais

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia.

N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. N1001 ATENÇÃO, ALUNO! Agora, você vai responder a questões de Biologia. Questão 01 B100010RJ Observe o esquema abaixo. 46 23 46 23 46 23 23 Disponível em: . Acesso

Leia mais

A teoria evolutiva de LAMARCK

A teoria evolutiva de LAMARCK CONCEITOS EM GENÉTICA A teoria evolutiva de LAMARCK Rosana Tidon Laboratório de Biologia Evolutiva, Departamento de Genética e Morfologia, Instituto de Ciências Biológicas, Universidade de Brasília Autor

Leia mais