Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD. Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD. Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008"

Transcrição

1 Buscando Acessibilidade em Ambientes de EAD Andréa Poletto Sonza e Daniela Menegotto CEFET Bento Gonçalves RS Junho 2008

2 Tecnologia Assistiva CONCEITO: conjunto de artefatos disponibilizados às PNEs, que contribuem para proporcionar-lhes uma vida mais independente, com mais qualidade e possibilidades de inclusão social.

3 Focalizando aquelas utilizadas por deficientes visuais

4 Jaws Leitores de Telas Virtual Vision Sites de revendedores: ou Painel de Controle do Virtual Vision Site do fabricante: Gratuito para correntistas deficientes visuais do Bradesco ( ) ou do Banco Real ( )

5 Leitores de Telas NVDA Desenvolvido pela NV Access, (organização australiana) Sw com código aberto, p/ Windows Síntese em diversos idiomas, incluindo o português-brasil. Além da versão para instalação, possui também uma versão para viagem, que pode ser executada de um CD ou PenDrive Orca Na versão 7.04 do Ubuntu, o Orca já é inicializado automaticamente,

6 Dosvox Interface Especializada Dosvox (http://intervox.nce.ufrj.br/dosvox)

7 Linha Braille Equipamento eletrônico ligado ao computador por cabo, que possui uma linha régua de células Braille, cujos pinos se movem para cima e para baixo e que representam uma linha de texto da tela do computador. O número de células braille da régua pode ir de 20 a 80. Os terminais de acesso em Braille geralmente são encaixados a um teclado comum de computador.

8 Pensando também nas demais limitações...

9 Teclados Ampliado Reduzido De Conceitos Para uma mão Ergonômico Fonte:

10 Mouse e Acionadores Roller Mouse - AD Switch Mouse - AD (http://www.clik.com.br/shs_01.html) Plug Mouse - AD (http://www.clik.com.br/clik_01.html#acionador) Acionadores de Mouse TASH - AM (http://www.clik.com.br/clik_01.html#acionador) Acionador PuxeClik Acionador de Pedal - AM

11 Adaptações Físicas (órteses) Pulseira e Teclado Fixado - AD Pulseira c/ ponteira p/ digitação - AD Haste fixada na cabeça - AD Sopro pelo microfone - AM

12 Mouse Ocular HeadDev Manual do programa e Download freeware: Fundação Paulo Feitosa -

13 Motrix Usuária do Motrix: Download freeware:

14 CONCEITOS DE QUALIDADE DE USO DE SISTEMAS: ACESSIBILIDADE, USABILIDADE E COMUNICABILIDADE - ELEMENTOS PARA TESTES

15 Qualidade de uso de sistemas Acessibilidade: possibilidade de leitura com o agente de usuário (navegadores, tecnologias assistivas,...) Usabilidade: produtividade, eficiência de uso e funcionalidade do ambiente facilidade de acesso para TODOS Comunicabilidade: processo de comunicação desenvolvedorusuário; o usuário compreendeu cada evento contido na interface? Os dados/informações constantes na mesma foram transmitidos com clareza?

16 Pontos de Opacidade dos Ambientes Teleduc e Moodle

17 Acessibilidade Leitura Incompleta ou perda do foco de leitura Menu da Tela de Abertura do Teleduc Não foi possível interagir com o teclado nesse menu em conjunto com Leitor de Telas

18 Acessibilidade Leitura Incompleta ou perda do foco de leitura Bordas Tela de Abertura da atividade Diário Moodle O Foco da leitura foi perdido no conteúdo posicionado dentro das bordas

19 Acessibilidade Leitura Incompleta ou perda do foco de leitura Caixa Combinada Caixa de Contexto Ferramentas Material de Apoio e Correio do Teleduc Não foi possível interagir com o teclado nas caixas combinadas e caixas de contexto

20 Acessibilidade Leitura Incompleta ou perda do foco de leitura Caixa Combinada Moodle Tópico Tarefas Não foi possível interagir com o teclado nessa caixa combinada

21 Acessibilidade... Mas aqui foi possível interagir Caixa Combinada Botão para submeter escolha Botão para cancelar escolha Ferramentas Material de Apoio e Correio do Teleduc Com o botão para submeter a escolha é possível interagir com o teclado

22 Acessibilidade Perda de Controle do Usuário TelEduc - Editor Interno MOODLE - Editor Interno Os Editores Internos encontrados em alguns espaços para o desenvolvimento das atividades apresentam Barras de Ferramentas que não são lidas ou acessadas pelos agentes de usuário, ocasionando perda do controle do usuário.

23 Acessibilidade... Link para editor alternativo Link para editor de textos sem opções de formatação Eduquito- Editor Interno

24 Acessibilidade Perda de Controle do Usuário Campo de visualização de todas as mensagens postadas Botão para ativar ou desativar a rolagem automática da tela Campo de edição da mensagem TelEduc Ferramenta Bate Papo Chats textuais trazem muita dificuldade de interação para usuários de leitores de tela

25 Usabilidade Orientação/auxílio para navegação e formas de acesso Itens do Menu Conteúdo da Ferramenta Agenda TelEduc Menu Principal e Ferramenta Agenda Moodle Tela de um curso Usuários dv s precisaram explicações atinentes à forma como os dados estavam dispostos na tela

26 Usabilidade Atalhos TelEduc Menu Principal e Ferramenta Agenda Moodle Interior de um curso Tanto Teleduc como Moodle não possuem atalhos para locais específicos da interface, como Ir para Menu, Ir para Conteúdo, Voltar para página anterior, Voltar para página principal

27 Comunicabilidade Qualidade da Etiquetagem Figura que alude um arquivo TelEduc Ferramenta Agenda Diário Entrega atividade Fórum Entrega atividade Moodle Tela Inicial do Curso Programação Conteúdo do link é lido, mas ao acioná-lo com o teclado nada ocorre. Para acionar o link é preciso acessar a imagem alusiva a um arquivo (ou pasta) Já no Moodle, uma descrição significativa é ouvida pelo usuário de leitor de telas, comunicando a atividade que consta na programação do curso. Há necessidade de uma descrição significativa para as imagens, links, botões e quaisquer elementos não textuais relativos ao conteúdo

28 QUE ASPECTOS SÃO CONSIDERADOS FUNDAMENTAIS PARA QUE AMBIENTES VIRTUAIS ATENDAM À ACESSIBLIDADE, USABILIDADE E COMUNICABILIDADE PARA COM DEFICIENTES VISUAIS?

29 Respeito aos Web Standards Utilizar código de programação válido, acessível, semanticamente correto e amigável - utilizar o comando certo no lugar certo CSS: conjunto de declarações que especificam a apresentação (estilização) do documento Utilizar corretamente folhas de estilo: programar HTML e CSS sem erros, separar completamente layout (elementos de estilização) do conteúdo do ambiente

30 Respeito às Diretrizes, Validações Da WCAG: WCAG 1.0, 2.0 e WCAG Samurai (Errata da WCAG 1.0) E-Gov (Modelo de Acessibilidade do Governo Eletrônico) Validações Automáticas e Manuais com usuários reais em conjunto com TAs

31 Validação automática - Validadores Web Ferramentas on line que ajudam a comprovar se um sítio é acessível ou não; São geralmente rápidos, mas não são capazes de identificar todos os aspectos da acessibilidade Geram um relatório com erros e avisos encontrados no documento, após comparação do código HTML com as recomendações do W3C.

32 Validadores Automáticos WebXACT (antigo BOBBY) - (inglês) Cyntia (inglês) Lift (inglês) W3C (inglês) Valet (inglês) Ocawa (inglês) TAW (Test Accesibilidad Web) (espanhol) Da SILVA (português) examinator (português) Hera (português)

33 No que tange à Acessibilidade Descrição clara, simples, significativa e sem erros ortográficos de todos os elementos não textuais: imagens, mapas de imagens, links, botões, caixas de listagem, animações em Flash (etiquetando inclusive os controles internos) - oferecer alternativas para todo e qualquer conteúdo transmitido de forma visual Disponibilizar arquivos também em formatos DOC ou TXT, com todo o conteúdo não textual (tabelas, gráficos, imagens, organogramas,...) devidamente descritos/adaptados Separar completamente layout de conteúdo (permite a leitura em navegadores textuais e evita verborragia) Permitir a navegação via teclado em todos os elementos da página (inclusive JavaScript, Flash, caixas combinadas, caixas de contexto...)

34 No que tange à Usabilidade aplicada na Acessibilidade Não recorrer apenas à cor para transmitir informações, bom contraste, opções de ampliação Fornecer atalhos do tipo Ir para Menu, Ir para conteúdo, Ir para a Página Principal, Voltar para a Página Anterior e âncoras para locais específicos da interface Fornecer feedback localização do usuário na página

35 No que tange à Usabilidade aplicada na Acessibilidade Orientação por blocos onde cada um esteja devidamente identificado, referindo inclusive onde iniciam e findam Avisar o usuário (de forma acessível) quando da inserção de elementos novos na interface ou informações ainda não visitadas Fornecer Mapa do Site e Dicas de Navegação

36 No que tange à Comunicabilidade aplicada na Acessibilidade Especificar por extenso cada abreviatura quando de sua primeira ocorrência Identificar claramente o destino de cada link Descrição com qualidade (clara, precisa, objetiva, sem erros ortográficos, com a pontuação correta e que realmente descreva o conteúdo que agrega) de quaisquer elementos não textuais Em todo a interface é preciso utilizar linguagem clara e simples, sem erros ortográficos e com a pontuação correta

37 Muito Obrigada! Andréa e Daniela CEFET Bento Gonçalves RS

TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB. Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010

TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB. Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010 TECNOLOGIA ASSISTIVA E ACESSIBILIDADE À WEB Projeto de Acessibilidade Virtual - RENAPI Maio/2010 Tecnologia Assistiva Expressão utilizada para identificar todo o arsenal de recursos e serviços que contribuem

Leia mais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais

e-mag Checklist de Acessibilidade Manual para Deficientes Visuais Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade

I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade I Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva do CNRTA Softwares de Acessibilidade Andréa Poletto Sonza Junho de 2014 Tecnologia Assistiva Recursos: Estão incluídos brinquedos e roupas adaptadas, computadores,

Leia mais

Ambientes Virtuais Acessíveis sob a perspectiva de usuários deficientes visuais

Ambientes Virtuais Acessíveis sob a perspectiva de usuários deficientes visuais Ambientes Virtuais Acessíveis sob a perspectiva de usuários deficientes visuais Andréa Poletto Sonza 1, Lucila Santarosa 2, Débora Conforto 3 1 Centro Federal de Educação Tecnológica de Bento Gonçalves

Leia mais

Acessibilidade no SIEP (Sistema de Informações da Educação Profissional e Tecnológica) Módulo de Acessibilidade Virtual CEFET Bento Gonçalves RS Maio 2008 ACESSIBILIDADE À WEB De acordo com Cifuentes (2000),

Leia mais

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT

Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Acessibilidade nos sites das Instituições da Rede Federal de EPT Maurício Covolan Rosito Gerente do Núcleo de Bento Gonçalves do projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI Everaldo Carniel Pesquisador

Leia mais

Configurações do Windows para Leitores de Tela

Configurações do Windows para Leitores de Tela MÓDULO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL - CEFET BG SIEP (SISTEMA DE INFORMAÇÃO DA EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA) Configurações do Windows para Leitores de Tela Desenvolvido por Celio Marcos Dal Pizzol e

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais. Acessibilidade. Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007

1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais. Acessibilidade. Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007 1o. Seminário Gestão de Informação Jurídica em Espaços Digitais Acessibilidade Prof. José Antonio Borges NCE/UFRJ Fev / 2007 Entendendo o problema: Porque desenvolver sistemas que permitam o acesso a pessoas

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

Tecnologia, Acessibilidade e Inclusão

Tecnologia, Acessibilidade e Inclusão Tecnologia, Acessibilidade e Inclusão Professor Agebson Rocha Façanha Apoio PALESTRA 13 de novembro de 2012 Nem todas as pessoas têm possibilidade de acessar os recursos de hardware e software que o mundo

Leia mais

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para:

Deficiências. Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla. Tem dificuldade para: Deficiências Deficiência Física Deficiência Auditiva Deficiência Visual Deficiência Mental Deficiência Múltipla Tem dificuldade para: ver a tela usar o mouse usar o teclado ler um texto ouvir um som navegar

Leia mais

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível

SIEP / RENAPI. Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento. de um Site/Portal Acessível SIEP / RENAPI Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Setembro de 2009 Dicas HTML e CSS para Desenvolvimento de um Site/Portal Acessível Cuidados em geral Separar adequadamente

Leia mais

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites

Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Procedimentos para a análise de acessibilidade de sites Agebson Rocha Façanha, Renato Busatto Figueiredo, Phyllipe do Carmo Félix Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE) Campus

Leia mais

Rodrigo Cainelli Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI / NAPNE IFRS-BG

Rodrigo Cainelli Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI / NAPNE IFRS-BG TECNOLOGIA ASSISTIVA E TECNOLOGIA SOCIAL ASSISTIVA Tecnologias disponíveis e Aplicações Práticas Rodrigo Cainelli Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI / NAPNE IFRS-BG Tecnologia Assistiva Expressão

Leia mais

Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual

Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual Técnicas Assistivas para Pessoas com Deficiência Visual Aula 15 Os direitos desta obra foram cedidos à Universidade Nove de Julho Este material é parte integrante da disciplina oferecida pela UNINOVE.

Leia mais

Síntese de voz panorama tecnológico ANTONIO BORGES

Síntese de voz panorama tecnológico ANTONIO BORGES Síntese de voz panorama tecnológico ANTONIO BORGES Quase todos nós vamos precisar de óculos um dia (a menos que a tecnologia médica promova a substituição deste artefato por alguma outra coisa tecnológica,

Leia mais

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza

e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico Projeto de Acessibilidade Virtual da RENAPI SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza e-mag 3.0 Modelo de Acessibilidade em Governo Eletrônico SETEC/MEC Andréa Poletto Sonza Brasília, 21 de Setembro de 2011 e-mag Acessibilidade Conceitos Por que acessibilidade? e-mag Histórico Versão 3.0

Leia mais

Acessibilidade na Web

Acessibilidade na Web Acessibilidade na Web Departamento de Computação - UFS Tópicos Especiais em Sistemas de Informação Lucas Augusto Carvalho lucasamcc@dcomp.ufs.br Prof. Rogério Vídeo Custo ou Benefício? http://acessodigital.net/video.html

Leia mais

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015

Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015 Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia. IF baiano Turno: matutino Nome: Almiro,Erica,Flavia,Valdinéia Professora: Laís 2015 DISTRIBUIÇÃOS PARA DEFICIENTES DISTRIBUIÇÕES linuxacessivel.org

Leia mais

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD

TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD TECNOLOGIAS WEB AULA 8 PROF. RAFAEL DIAS RIBEIRO @RIBEIRORD Objetivos: Apresentar os principais problemas de acessibilidade na Internet. Apresentar as principais deficiências e as tecnologias de apoio.

Leia mais

TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL

TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL TIPOS DE USUÁRIOS DO PORTAL - login Estrutura que representa os usuários do portal TIPO DE USUÁRIO PERMISSÕES 114 PASSO A PASSO EFETUANDO O LOGIN Tela inicial do Portal da Escola RECURSOS PARA O ADMINISTRADOR

Leia mais

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL

Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Siep / Renapi Campus Bento Gonçalves / RS Jucélia Almeida DESENVOLVENDO UM SITE ACESSÍVEL Web para todos De acordo com Cifuentes(2000), Caplan(2002) e Dias (2003), entende-se por acessibilidade à rede

Leia mais

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados

Construtor Iron Web. Manual do Usuário. Iron Web Todos os direitos reservados Construtor Iron Web Manual do Usuário Iron Web Todos os direitos reservados A distribuição ou cópia deste documento, ou trabalho derivado deste é proibida, requerendo, para isso, autorização por escrito

Leia mais

TAW Tópicos de Ambiente Web

TAW Tópicos de Ambiente Web TAW Tópicos de Ambiente Web Teste rveras@unip.br Aula 11 Agenda Usabilidade Compatibilidade Validação Resolução de tela Velocidade de carregação Acessibilidade Testes Nesta etapa do projeto do web site

Leia mais

Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade

Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade Roteiro de Tutorial das Ferramentas de Usabilidade LEITOR DE TELA Por Heblon Motta Alves Barbosa Leitor de tela O que é Leitor de tela é um software que lê todo o conteúdo textual apresentado na tela.

Leia mais

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1

Sumário. HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Sumário HTML CSS JQuery Referências IHC AULA 6 5-09-2011 1 Linguagem HTML HTML é a abreviação de HyperText Markup Language, que pode ser traduzido como Linguagem de Marcação de Hipertexto. Não é uma linguagem

Leia mais

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março

Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Acessibilidade na Web Cesár Bomfim Brasília 15 de Março Avaliação Passos para Site Acessível -Seguir padrões Web; -Seguir as diretrizes e recomendações de acessibilidade; -Realizar avaliação de acessibilidade.

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle

Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle Ambiente Virtual de Aprendizagem Moodle No INSEP, o ambiente virtual de aprendizagem oferecido ao acadêmico é o MOODLE. A utilização dessa ferramenta é fundamental para o sucesso das atividades em EAD,

Leia mais

ANÁLISE COMPARATIVA DOS SOFTWARES LEITORES DE TELA UTILIZANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE

ANÁLISE COMPARATIVA DOS SOFTWARES LEITORES DE TELA UTILIZANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE 1 ANÁLISE COMPARATIVA DOS SOFTWARES LEITORES DE TELA UTILIZANDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE Porto Alegre RS - maio de 2012. Clóvis da Silveira PUCRS csclovis@gmail.com Adriana Beiler PUCRS

Leia mais

LEITORES DE TELA Orientações Básicas Jaws NVDA Virtual Vision - Orca

LEITORES DE TELA Orientações Básicas Jaws NVDA Virtual Vision - Orca NAPNE RENAPI LEITORES DE TELA Orientações Básicas Jaws NVDA Virtual Vision - Orca Por Celio Marcol Dal Pizzol e Josiane Pagani Agosto de 2009 Sumário LEITORES DE TELA - ORIENTAÇÕES BÁSICAS... 3 Orientações

Leia mais

Softwares de Acessibilidade (DOSVOX) Guia de Consulta

Softwares de Acessibilidade (DOSVOX) Guia de Consulta Universidade de Santo Amaro Softwares de Acessibilidade (DOSVOX) Guia de Consulta São Paulo, 2012. Índice 1. Instalação... 2. DOSVOX... 1 2.1. Testar teclado... 2 2.2. Editar Texto... 3 2.3. Ler Texto...

Leia mais

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD

CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD 0 CENTRO UNIVERSITÁRIO CATÓLICA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA ACADÊMICA NÚCLEO DE EDUCAÇÃO EM AMBIENTES DIGITAIS NEAD ORIENTAÇÕES SOBRE USO DO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM (MOODLE) PARA DISPONIBILIZAÇÃO

Leia mais

Guia de Início Rápido

Guia de Início Rápido Guia de Início Rápido O Microsoft Word 2013 parece diferente das versões anteriores, por isso criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

Leia mais

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres

Tópicos de Ambiente Web. Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Tópicos de Ambiente Web Modulo 2 Processo de desenvolvimento de um site Professora: Sheila Cáceres Roteiro Motivação Desenvolvimento de um site Etapas no desenvolvimento de software (software:site) Analise

Leia mais

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de:

AULA: BrOffice Impress terceira parte. Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: AULA: BrOffice Impress terceira parte Objetivo Ao final dessa aula, você deverá ser capaz de: Conhecer a integração dos softwares do BrOffice; Aprender a trabalhar no slide mestre; Utilizar interação entre

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft.

O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Introdução ao Microsoft Windows 7 O Windows 7 é um sistema operacional desenvolvido pela Microsoft. Visualmente o Windows 7 possui uma interface muito intuitiva, facilitando a experiência individual do

Leia mais

Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula

Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula Plano de Aula - Dreamweaver CS6 - cód.5232 24 Horas/Aula Aula 1 Capítulo 1 - Introdução ao Dreamweaver CS6 Aula 2 Continuação do Capítulo 1 - Introdução ao Dreamweaver CS6 Aula 3 Capítulo 2 - Site do Dreamweaver

Leia mais

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem

UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem UNIDADE II Conhecendo o Ambiente Virtual de Aprendizagem 2.1 Introdução Caro Pós-Graduando, Nesta unidade, abordaremos o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) que será utilizado no curso: o Moodle. Serão

Leia mais

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região

Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região Poder Judiciário Tribunal Regional Federal da Terceira Região DIMI - Divisão de Microinformática e Redes Índice: O que é a Internet? 3 O que são Intranets? 3 Sobre o Nestcape Navigator 3 Para iniciar o

Leia mais

Migrando para o Outlook 2010

Migrando para o Outlook 2010 Neste guia Microsoft O Microsoft Outlook 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber mais sobre as principais

Leia mais

Deficiência Visual. Eficiência Tátil Inteligência - Adaptações. V Compartilhando Eficiências. Seção de Educação Especial SEE - DE

Deficiência Visual. Eficiência Tátil Inteligência - Adaptações. V Compartilhando Eficiências. Seção de Educação Especial SEE - DE Deficiência Visual Eficiência Tátil Inteligência - Adaptações V Compartilhando Eficiências Seção de Educação Especial SEE - DE a voar como os pássaros, Temos aprendido a nadar como os peixes, Mas ainda

Leia mais

FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS

FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica IFRS Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul NAV Núcleo de Acessibilidade Virtual FORMULÁRIOS ACESSÍVEIS

Leia mais

PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O

PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O PROPOSTA DE MELHORIA DA INTERFACE PARA O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM MOODLE Orientado: Nestor Vicente Soares Netto Orientador: André Luiz Zambalde Co-orientador: Ahmed Ali Abdalla Esmin Roteiro 1.

Leia mais

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO

Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Interação Humano-Computador Design: estrutura e estética PROFESSORA CINTIA CAETANO Arte X Engenharia Desenvolver Sistema Web é arte? A Web oferece espaço para arte...... mas os usuários também desejam

Leia mais

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor

Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Ambiente Virtual de Aprendizagem C.S.G. M anual do Professor Sumário Pré-requisitos para o Moodle... Entrar no Ambiente... Usuário ou senha esquecidos?... Meus cursos... Calendário... Atividades recentes...

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL ALUNO Versão 1.0 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE

Leia mais

Diveo Exchange OWA 2007

Diveo Exchange OWA 2007 Diveo Exchange OWA 2007 Manual do Usuário v.1.0 Autor: Cícero Renato G. Souza Revisão: Antonio Carlos de Jesus Sistemas & IT Introdução... 4 Introdução ao Outlook Web Access 2007... 4 Quais são as funcionalidades

Leia mais

Especificações Técnicas

Especificações Técnicas 1. INTRODUÇÃO 1.1. Este documento tem por objetivo orientar a utilização dos recursos tecnológicos para o desenvolvimento dos cursos que serão disponibilizados via intranet ou internet no portal da Universidade

Leia mais

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido

INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA. Guia rápido INTRODUÇÃO AO AMBIENTE MOODLE DA UFPA Guia rápido A PLATAFORMA MOODLE Moodle (Modular Object Oriented Distance LEarning) é um Sistema para Gerenciamento de Cursos (SGC). Trata-se de um programa para computador

Leia mais

Editando textos no Siga-Doc

Editando textos no Siga-Doc Editando textos no Siga-Doc Introdução...2 Executando o editor de textos...3 Acessando pela primeira vez...3 Se o editor de textos não for exibido...4 Trabalhando com tabelas...6 Inserindo uma tabela...6

Leia mais

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos

Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos 10 Edição-2015 Análise do formato semanal do AVEA Moodle utilizando o padrão WCAG 2.0 para alunos cegos Eduardo Dalcin¹, Ana Cláudia Pavão Siluk² ¹Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Farroupilha

Leia mais

Migrando para o Word 2010

Migrando para o Word 2010 Neste guia O Microsoft Word 2010 está com visual bem diferente, por isso, criamos este guia para ajudar você a minimizar a curva de aprendizado. Leia-o para saber as partes principais da nova interface,

Leia mais

Painel de Controle e Configurações

Painel de Controle e Configurações Painel de Controle e Configurações Painel de Controle FERRAMENTAS DO PAINEL DE CONTROLE: - Adicionar Hardware: Você pode usar Adicionar hardware para detectar e configurar dispositivos conectados ao seu

Leia mais

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8

CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 CADERNO DE QUESTÕES WINDOWS 8 1) No sistema operacional Microsoft Windows 8, uma forma rápida de acessar o botão liga/desliga é através do atalho: a) Windows + A. b) ALT + C. c) Windows + I. d) CTRL +

Leia mais

RELATÓRIO DO GOMOMETER

RELATÓRIO DO GOMOMETER RELATÓRIO DO GOMOMETER Análise e conselhos personalizados para criar sites mais otimizados para celular Inclui: Como os clientes de celular veem seu site atual Verificação da velocidade de carregamento

Leia mais

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3

CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 CONHECENDO O AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Moodle - Learning Management System Versão 1.3 Este tutorial não tem como finalidade esgotar todas as funcionalidades do Ambiente, ele aborda de forma prática

Leia mais

Unidade 13: Acessibilidade de OA

Unidade 13: Acessibilidade de OA Autoria: Braga, Juliana Cristina; França, Roberta Kelly A. de; Ponchio, Rita A... Estamos na fase final do processo INTERA, é importante que as etapas onde se trabalham as qualidades técnicas e pedagógicas

Leia mais

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7.

Sumário. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7. Este Guia Rápido do Usuário ajuda você a começar a usar o IRISPen TM Executive 7. As descrições fornecidas neste guia são baseadas no sistema operacional Windows 7. Leia este guia antes de operar este

Leia mais

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados

Tutorial Plone 4. Manutenção de Sites. Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Tutorial Plone 4 Manutenção de Sites Universidade Federal de São Carlos Departamento de Sistemas Web Todos os direitos reservados Sumário Introdução 1 Como fazer a autenticação do usuário 1.1 Através do

Leia mais

Conteúdo Programático do Web Design

Conteúdo Programático do Web Design Conteúdo Programático do Web Design O Ambiente Macromedia Dreamweaver Instalação do Dreamweaver Arquivos Utilizados na Apostila A Inicialização de Dreamweaver Área de Trabalho Dreamweaver Criação de uma

Leia mais

para alunos Deficientes Visuais

para alunos Deficientes Visuais Acessibilizando conteúdo e materiais para alunos Deficientes Visuais Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica Rede Nacional de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais

Leia mais

Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013)

Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013) Inclusão digital de deficientes visuais através de Projeto Comunitário, Santana do Livramento (2013) Eduardo Bueno Simões Pires 1, Aline da Cunha Simões Pires 2 1 Instituto de Informática Universidade

Leia mais

72ABC - 2 Bimestre. Check-list para Prova Bimestral. 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML.

72ABC - 2 Bimestre. Check-list para Prova Bimestral. 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML. 72ABC - 2 Bimestre Check-list para Prova Bimestral 01 - Criar uma versão do site do primeiro bimestre em HTML. 02 Serão desenvolvidas as mesmas páginas já feitas, mas em versão HTML. A seguir, um exemplo

Leia mais

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho.

Barra de Títulos. Barra de Menu. Barra de Ferramentas. Barra de Formatação. Painel de Tarefas. Seleção de Modo. Área de Trabalho. Conceitos básicos e modos de utilização das ferramentas, aplicativos e procedimentos do Sistema Operacional Windows XP; Classificação de softwares; Principais operações no Windows Explorer: criação e organização

Leia mais

Manual de uso do Gerente

Manual de uso do Gerente Manual de uso do Gerente Manual do Hypnobox: www.hypnobox.com.br/manual Índice Acessar o Hypnobox Endereço o www Login e Senha Tela Principal Perfil de acesso Editar Dados pessoais Fila de corretores Gerenciar

Leia mais

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA

PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA EE Odilon Leite Ferraz PROJETO INFORMÁTICA NA ESCOLA AULA 1 APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA APRESENTAÇÃO E INICIAÇÃO COM WINDOWS VISTA Apresentação dos Estagiários Apresentação do Programa Acessa

Leia mais

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos

Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader. Sistemas operacionais em concursos públicos Sistema operacional Windows 7, Windows Live Mail e Adobe Reader Sistemas operacionais em concursos públicos Antes de tudo é importante relembrarmos que o sistema operacional é um tipo de software com a

Leia mais

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line)

Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Manual de Utilização do Sistema GRServer Cam on-line (Gerenciamento de Câmeras On-line) Criamos, desenvolvemos e aperfeiçoamos ferramentas que tragam a nossos parceiros e clientes grandes oportunidades

Leia mais

Acessibilidade. Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes

Acessibilidade. Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes Acessibilidade Profa. Renata Pontin de Mattos Fortes 1 Acessibilidade 2 Roteiro Acessibilidade Acessibilidade na Informática Inclusão Digital Design da Interação e Acessibilidade 3 Acessibilidade Definição

Leia mais

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0

Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 Oficina: ASES 2.0 Beta 6.0 André Luiz Andrade Rezende ¹ ¹Rede de Pesquisa e Inovação em Tecnologias Digitais (RENAPI) Doutorando em Educação e Contemporaneidade (UNEB) Estes slides são concedidos sob uma

Leia mais

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por:

Em que consiste o DOSVOX O programa é composto por: Projeto DOSVOX O que é o DOSVOX O DOSVOX é um sistema para microcomputadores que se comunica com o usuário através de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores por deficientes visuais,

Leia mais

Painel de Controle Windows XP

Painel de Controle Windows XP Painel de Controle Windows XP Autor: Eduardo Gimenes Martorano Pág - 1 - APOSTILA PAINEL DE CONTROLE Pág - 2 - ÍNDICE INTRODUÇÃO:...4 PAINEL DE CONTROLE...4 TRABALHANDO COM O PAINEL DE CONTROLE:...4 ABRINDO

Leia mais

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais

Curso técnico: Informática Disciplina: Aplicativos computacionais 01. A tecla de atalho responsável por exibir os slides no modo de "apresentação" (tela inteira), é: a) F2 b) F3 c) F4 d) F5 e) F11 02. O recurso que permite definir efeitos de entrada para cada slide,

Leia mais

Sumário. Conteúdo Certificação OFFICE 2010

Sumário. Conteúdo Certificação OFFICE 2010 Conteúdo Certificação OFFICE 2010 Sumário Access 2010... 2 Excel Core 2010... 3 Excel Expert 2010... 4 Outlook 2010... 5 PowerPoint 2010... 8 Word Core 2010... 9 Word Expert 2010... 10 Access 2010 1. Gerenciando

Leia mais

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7

CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 CONHECENDO A ÁREA DE TRABALHO DO WINDOWS 7 A Área de trabalho é a principal área exibida na tela quando se liga o computador e faz logon no Windows. É onde se exibe tudo o que é aberto (programas, pastas,

Leia mais

Manual do Aluno Moodle

Manual do Aluno Moodle Manual do Aluno Moodle Site: Moodle PUCRS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Curso: Moodle PUCRS Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Livro: Manual do Aluno Moodle Impresso

Leia mais

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4

Sumário INTRODUÇÃO 3 DICAS PARA CRIAR UM BOM SITE 4 Sumário Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 5.988 de 14/12/73. Nenhuma parte deste livro, sem prévia autorização por escrito de Celta Informática, poderá ser reproduzida total ou parcialmente,

Leia mais

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno

Guia Rápido de Utilização. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Perfil Aluno Guia Rápido de Utilização Ambiente Virtual de Aprendizagem Perfil Aluno 2015 APRESENTAÇÃO O Moodle é um Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) open source¹. Esta Plataforma tornouse popular e hoje é utilizada

Leia mais

Humano-Computador (IHC)

Humano-Computador (IHC) 1 INF1403 Introdução a Interação Humano-Computador (IHC) Turma 3WA Professora: Clarisse Sieckenius de Souza Acessibilidade: Uma questão de lei e direitos humanos 15/Mar/2010 Stephen Hawking um dos maiores

Leia mais

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1

Manual do Moodle para alunos. Manual do Moodle para alunos. 29/Junho/2009. (Versão 1.0) Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 Manual do Moodle para alunos (Versão 1.0) 29/Junho/2009 Manual Moodle para alunos (Versão 1.0) 1 O que é?... 3 Acesso... 4 Atualizando suas informações... 4 Enviando Mensagens... 5 Acessando os seus cursos...

Leia mais

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos DESIG/GPGEM

Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos DESIG/GPGEM Manual do Usuário SFC SISTEMA DE FATURAMENTO CORPORATIVO ECT EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS DESIG - DEPARTAMENTO DE SISTEMAS DE GESTÃO Elaborado por Claudimiro José dos Santos Neto Analista

Leia mais

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação

Manual do usuário Metodologia de Desenvolvimento de Sistemas Fase Especificação Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão Secretaria de Logística e Tecnologia da Informação Departamento de Governo Eletrônico Ministério da Educação Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR

NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL PROFESSOR 2014 NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NTIC MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO MOODLE 2.6 PERFIL

Leia mais

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1

Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Instituto Federal do Sertão-PE Design de Interfaces e Usabilidade - Tópico 1 Prof. Felipe Correia Conteúdo Por que estudar Design de Interfaces e Usabilidade?! Conceitos básicos sobre Design! Primeira

Leia mais

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria

Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria 1 Sumário Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria Anexo III Funcionamento detalhado do Sistema Montador de Autoria... 1 1 Sumário... 1 2 Lista de Figuras... 5 3 A Janela principal...

Leia mais

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR Com base no Windows XP, na figura ao lado, julgue os itens que se seguem: 01- É possível afirmar que ao se clicar em O que mais devo saber sobre

Leia mais

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual)

LISTA ICONOGRÁFICA - (Lista de ícones do Ambiente Virtual) 1 SUMÁRIO Funcionamento dos Cursos... 04 Geração de Login e Senha... 05 Guia de Percurso... 07 Manual Acadêmico... 09 Ambiente Virtual de Aprendizagem... 11 Edição do Perfil... 13 Ambiente Colaborar e

Leia mais

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br

Apresentando o GNOME. Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br Apresentando o GNOME Arlindo Pereira arlindo.pereira@uniriotec.br O que é o GNOME? GNOME é um ambiente desktop - a interface gráfica de usuário que roda sobre um sistema operacional - composta inteiramente

Leia mais

GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL

GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL Ambiente Virtual de Aprendizagem - MOODLE GUIA BÁSICO DA SALA VIRTUAL http://salavirtual.faculdadesaoluiz.edu.br SUMÁRIO 1. Acessando Turmas 4 2. Inserindo Material 4 3. Enviando Mensagem aos Alunos 6

Leia mais

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS

OFICINA BLOG DAS ESCOLAS OFICINA BLOG DAS ESCOLAS Créditos: Márcio Corrente Gonçalves Mônica Norris Ribeiro Março 2010 1 ACESSANDO O BLOG Blog das Escolas MANUAL DO ADMINISTRADOR Para acessar o blog da sua escola, acesse o endereço

Leia mais

Power Point. Autor: Paula Pedone

Power Point. Autor: Paula Pedone Power Point Autor: Paula Pedone INTRODUÇÃO O POWER POINT é um editor de apresentações, pertencente ao Pacote Office da Microsoft. Suas principais características são: criação de apresentações através da

Leia mais

Manual de Gerenciamento de Conteúdo

Manual de Gerenciamento de Conteúdo Manual de Gerenciamento de Conteúdo 1 Sumário 1) O que é um Gerenciador de Conteúdo...3 2) Como o Site está Estruturado...3 3) Como Gerenciar o Conteúdo do Site...5 3.1) Adicionar Itens no Menu de Navegação...6

Leia mais

MANUAL. Perfil de Professor

MANUAL. Perfil de Professor MANUAL Perfil de Professor Índice 1. Acesso 1.1. Acessando o Canal do Norte... 03 2. Disciplinas 2.1. Acessando Disciplinas... 07 3. Recursos 3.1. Adicionando Recursos... 10 3.2. Página de texto simples...

Leia mais

MANUAL DO ALUNO EAD 1

MANUAL DO ALUNO EAD 1 MANUAL DO ALUNO EAD 1 2 1. CADASTRAMENTO NO AMBIENTE VIRTUAL DE APRENDIZAGEM Após navegar até o PORTAL DA SOLDASOFT (www.soldasoft.com.br), vá até o AMBIENTE DE APRENDIZAGEM (www.soldasoft.com.br/cursos).

Leia mais

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico

Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC. Treinamento Básico do Correio Eletrônico Departamento de Tecnologia da Informação DTI Coordenadoria de Relacionamento com o Cliente CRC Treinamento Básico do Correio Eletrônico Brasília Março de 2012 SUMÁRIO 1. Introdução... 3 1.1 Como acessar

Leia mais