O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO PASSA PELAS SUAS MÃOS

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO PASSA PELAS SUAS MÃOS"

Transcrição

1 O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO PASSA PELAS SUAS MÃOS Vencedores do VII Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR ESTADUAL E FINALISTA NACIONAL NA CATEGORIA COMPRAS PÚBLICAS DOS PEQUENOS NEGÓCIOS LOCAIS Município de Lauro de Freitas - BA

2 O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO PASSA PELAS SUAS MÃOS Vencedores do VII Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor FICHA TÉCNICA Presidente do Conselho Deliberativo Nacional Roberto Simões Diretor Presidente Luiz Eduardo Pereira Barretto Filho Diretor Técnico Carlos Alberto dos Santos Diretor de Administração e Finanças José Claudio dos Santos Gerente da Unidade de Políticas Públicas Bruno Quick Gerente da Unidade de Marketing e Comunicação Cândida Bittencourt Coordenadora Nacional do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Denise Donati Consultor do Prêmio Sandro Salvatore Coordenação Editorial Plano Mídia Comunicação (61) / 67 Coordenador e Editor Abnor Gondim Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas Sebrae Textos Anna Bernardes, Carolina Andrade, Cláudio Barbosa, Emília Andrade, Pelágio Gondim, Rafael Carvalho,Valtermir Rodrigues e Vanessa Simas (Plano Mídia) Produção Elias Azeredo, Gilmara Vieira, Luiza Xavier e Veruchka Fabre Colaboração Unidades de Políticas Públicas/Sebrae UF Fotos Agência Sebrae de Notícias/Sebrae UF Assessorias das Prefeituras Capa e ilustrações Lew Lara Projeto gráfico e diagramação Vanessa Farias, Grupo Informe Comunicação Integrada Revisão Diego Freitas, Grupo Informe Comunicação Integrada Versão eletrônica Plano Mídia Comunicação/Maven Agradecimentos Aos prefeitos e às prefeitas que Hzeram inscrições habilitadas nas sete edições do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2001, 2002, 2003, 2005, 2007, 2009 e 2011) e aos futuros participantes da VIII Edição Realização Unidade de Políticas Públicas do Sebrae Sebrae SGAS 604/605 Módulos 30 e 31 Asa Sul Brasília Distrito Federal CEP: Tel.: (61) Central de Relacionamento Sebrae

3 S umário 1. Identificação do município Dados Cadastrais do Município Dados cadastrais da equipe técnica do projeto Dados estatistícos Dados do Município Relatos do prefeito Como e por que tomei a decisão de apoiar as ME e EPP do meu município Quais foram as minhas primeiras iniciativas nesta direção e quais as dificuldades que tive que superar Quais foram as minhas estratégias para apoiar os pequenos negócios do meu município e quais foram os pontos fracos e fortes destas estratégias Categorias Categorias Escolhidas para Participar Ações Descrição da Ação nº Público Alvo Histórico da Implantação Resultados Alcançados Ações Descrição da Ação nº Público Alvo Histórico da Implantação Resultados Alcançados Relato dos Beneficiados Ações Descrição da Ação nº Público Alvo Objetivos Principais Histórico da Implantação Resultados Alcançados Investimentos Realizados Relato dos Beneficiados... 13

4 1. Identificação do município 1.1. Dados Cadastrais do Município Nome do Prefeito/Administrador Regional: Moema Isabel Passos Gramacho Nome do Município/Administração Regional: Prefeitura do Município de Lauro de Freitas 2. Dados cadastrais da equipe técnica do projeto Responsável Nome: Edinalva Rodrigues do Lago Cargo: Assessora Especial Responsável Nome: Kívio Dias 3. Dados estatistícos 3.1. Dados do Município População Fonte da Informação Ano IBGE 2010 IDH-M Fonte da Informação Ano 0,771 PNUD 2000 PIB (em R$) Fonte da Informação Ano ,00 IBGE RELATOS DO PREFEITO Como e por que tomei a decisão de apoiar as ME e EPP do meu município Ainda no processo de elaboração do Plano de Governo para a Gestão , em que a metodologia de construção teve como pressuposto fundamental a participação popular, começou a ser desenhado o planejamento para efetivação de uma prática de governança integrada no Município de Lauro de Freitas, que então apresentava inúmeras contradições econômicas, sociais e políticas que deixaram uma história de desigualdades e assistencialismos, com fragilidades na condução das políticas públicas e insuficiência de bases sólidas para financiar um desenvolvimento duradouro. Tal realidade foi enfrentada ao iniciar a gestão com a formação de equipe capaz e motivada, o compartilhamento de forças técnicas e políticas para que fosse traçado o caminho para a mudança através da reorganização da estrutura municipal para garantir o crescimento ordenado da cidade, o bem estar da população e a igualdade de direitos sociais. O município necessitava de um olhar mais apurado acerca de suas necessidades. As constantes audiências realizadas nas diversas regiões revelavam um povo ávido por novas possibilidades de aumento no número de empregos formais, diretos e indiretos, bem como de outras alternativas de geração de renda. Consciente do papel fundamental que tem as micro e pequenas empresas para alavancar o crescimento de um município como Lauro de Freitas com localização privilegiada (próximo ao Aeroporto Internacional, BR 324, Linha Verde, Parque In- 4

5 Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor ( ) dustrial de Camaçari e ladeado pela Terceira maior cidade do país), abrigando em seu interior trabalhadores das mais variadas qualificações e tendo como principal característica econômica a oferta de serviços - foi elaborado, a partir de diagnostico realizado, um planejamento integrado envolvendo a Agência de Desenvolvimento de Industria e Comércio, Secretarias de Fazenda, Planejamento, Educação e Turismo para o desenvolvimento de ações voltadas para a qualificação e fomento às Micro e Pequenas empresas no município Quais foram as minhas primeiras iniciativas nesta direção e quais as dificuldades que tive que superar A partir da realização de leituras técnicas e comunitárias que indicaram a real situação do município em relação as políticas de fomento ao empreendedorismo e fortalecimento da Micro e Pequenas Empresas, foi efetivada valoroza parceria com SEBRAE que teve como primeiro fruto a criação do Pólo de Capoeira, cooperativa que organizou e passou a gerar renda para os capoeiristas locais. O exemplo foi seguido com a criação da Cooperativa de Costureiras criada a partir do Projeto Fábrica de Cidadania que priorizava, em sua composição, jovens do primeiro emprego e mulheres acima de 45 anos e, ainda, a Associação de Mulheres produtoras de beiju do Quingoma. Foi criada a Lei Municipal de Incentivo Fiscal as Micro e Pequenas Empresas (1.268/2007) que, juntamente com o PATER- Programa de Aceleração do Trabalho, Emprego e Renda do município, atingiram o objetivo de planejar, estruturar o desenvolvimento sustentável do município, atrair novos investimentos, gerar empregos e capacitar os micro e pequenos empresários do município. O estabelecimento de novas parcerias com a Caixa Econômica Federal, DESEM- BAHIA, BNB garantiram o acesso a linhas de crédito necessárias para o fortalecimento das MPE`s do município. Em virtude das ações descritas e demais executadas com vistas ao crescimento sustentável das MPE`s, o município foi agraciado em 2009, com o Prêmio SEBRAE Prefeito Empreendedor o que estimulou ainda mais a gestão a continuar desenvolvendo políticas públicas de fortalecimento deste segment, podendo citar a implementação do Projeto Empresa Amiga do Trabalhador, com foco na intermediação de mñao de obra qualificada e qualificação para o empreendedorismo; o Programa de Incentivo a Participação de MPE`s em Licitações Locais; Reedição do REFIS; Capacitação para empreendedores individuais, dentre outros. As dificuldades encontradas foram muitas, desde a inicial descrédito das MPE`s com o governo, a ausência de qualificação de mão de obra e falta de coragem no investimento e costume dos empreendedores com as antigas políticas assistencialistas e de apadrinhamentos adotados em outras gestões. Mas, todas foram enfrentadas com trabalho articulado, ouvindo a população através dos conselhos de direitos, conferências, audiências públicas, orçamento participativo, o fortalecimento e atração de parcerias e da criação de normas e procedimentos internos que propiciaram celeridade e segurança as ações Quais foram as minhas estratégias para apoiar os pequenos negócios do meu município e quais foram os pontos fracos e fortes destas estratégias Definido como importante mola impulsionadora para a redução das desigualdades sociais no município de Lauro de Freitas, o fomento ao empreendedorismo e fortalecimento das políticas de incentivo ao desenvolvimento das MPE`s foi viabilizado com a adoção das seguintes estratégias: 5

6 Realização de censo empresarial, possibilitou análise situacional e avaliação das reais possibilidades de execução das ações; Estabelecimento e fortalecimento de parcerias, sobretudo com o SEBRAE que promoveu, junto ao município, feiras, palestras, orientações para os micro e pequenos empresários para gestñao eficaz dos negócios, necessidade de regularização para participação em licitações e aquisição de benefícios fiscais; Capacitação dos servidores públicos para elaboração de projetos para captação de recursos com foco na geração de emprego e renda; Criação de legislação de amparo às ações implementadas; Criação de programas de de negociações de dívidas e formalização das MPE`s locais. As estratégias listadas serviram de base e sustentabilidade para a verdadeira revolução implementada pelo município com foco no desenvolvimento dos pequenos negócios. A transversalidade e multiplicidade de atores nas ações, nas formulações e execução de projetos foi condição essencial para o sucesso da revolucão empreendedora no município e apontou para a criação de uma rede de relações que possibilitou a produção de novos conceitos que desencadearam numa prática de pluralidade e de crescimento sustentável, geração de renda, com respeito a questões essenciais como valorização da cultura e saberes locais, bem como maior capacidade de articulação e estabelecimento de parcerias Resumo dos meus planos para os pequenos negócios do meu município até o fim do meu mandato Com a criação da figura do Microempreendedor individual através da lei complementar 126/2008, que possibilita a formalização de trabalhadores por conta própria, possibilitando assim, geração de renda para os brasileiros, o município de Lauro de Freitas formalizou, através do Portal do Empreendedor do SEBRAE, empreendedores individuais e está posicionado na quarta posição do ranking baiano em EI s formalizados. Em 2012, ultimo ano da gestão, o município implementará esforços, em parceria com o SEBRAE, para garantir a capacitação e o acesso a linhas de crédito que garantam o funcionamento e crescimento dos negócios dos empreendedores individuais, possibilitando o crescimento desses empreendimentos e fortalecendo a cultura local, além de dar continuidade as políticas de fortalecimento das MPE s do município tais como: Intensificar a execução do Programa de Incentivo a Participação de MPE s nas licitações locais; Apoio a formação de cooperativas e associações que gerem autonomia financeira; Firmar novas parcerias para fortalecer o acesso a linhas de crédito a novos investimentos; Incluir a disciplina Empreendedorismo como tema transversal em todas as escolas de ensino fundamental no município. Implementação de Projeto, com financiamento do Ministério do Trabalho, para qualificação de jovens (Projovem Trabalhador). promover a multiplicação de mecanismos de controle internos, sociais e legais que garantam que não haverá retrocessos nas ações implementadas. A Lauro de Freitas que será entregue a uma nova gestão em 2013, é uma cidade que buscou desde o início se preocupar com desenvolvimento sustentável, um de- 6

7 Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor ( ) senvolvimento sustentável que tem relação com a inclusão social. Não é concebível crescer sem que as pessoas possam viver bem com esse crescimento. A cidade hoje é considerada a mais dinâmica da Bahia, recebeu o prêmio Prefeito Empreendedor SEBRAE, porque foi o município que gerou mais emprego em três anos e que conseguiu atrair, em menos de dois anos, 400 pequenas e micro novas empresas. Isso acontece especialmente por conta de uma credibilidade que a cidade conquistou, por causa do trabalho com a participação social. Houve maior atração de empresários e investidores ao mesmo tempo em que toda a população participava das decisões do município. Nos últimos seis anos, isso fez com que a cidade crescesse em termos de desenvolvimento econômico e social. Um exemplo é o Bolsa Família. Foram encontrados em 2005, apenas 400 benefícios, hoje, são quase 17 mil. O dinheiro do Bolsa Família injeta na economia local mais de R$3 milhões por mês. Isso facilita para os pequenos e microempresários se manterem abertos, pois as famílias que não tinham dinheiro para fazer compras no mercadinho da esquina agora tem. Assim, o mercadinho não fecha. Há também uma rede de segurança alimentar que, apoiada pelo Governo do Estado e Governo Federal, faz com que a se consiga resolver três problemas ao mesmo tempo: a fome, a geração de emprego e qualificação profissional. Com isso, se cria um processo que pode parecer pequeno, mas que a repercussão disso se dá na redução da pobreza, melhor distribuição de renda e o desenvolvimento econômico, associado a uma política de fiscalização ambiental, atração de empresas não-poluentes e prestação de serviços. 5. Categorias 5.1. Categorias Escolhidas para Participar Melhor Projeto VII Edição 6. Ações 6.1. Descrição da Ação nº Título da Ação Programa de Incentivo a Participação de Micro e Pequenas Empresas em Licitações Locais Natureza da Ação Compras públicas locais Descritivo Sintético da Ação Após implantação da modalidade licitatória Pregão Eletrônico em 2006, foi realizado estudo que mostrou a grande economia gerada para os cofres públicos (31,42%) com a adoção da referida modalidade, porém indicou também a ínfima participação da empresas de Lauro de Freitas nas licitações locais, levando-se em consideração o número de empresas instaladas no município, conforme censo empresarial realizado, que destacou ainda, o grande número de empresas informais no município que, em consequencia, não participavam do bolo arrecadatório, contribuindo para que o recurso publico não circulasse na cidade. Diante de tal quadro era imperativo a implementação de ações para elevar a participação das empresas de instaladas no município, sobretudo as MPE s, nas compras governamentais. Com base nas análises realizadas do referido estudo, foi elaborado e instituído O Programa de Incentivo a Participação de das MPE s na Licitações Públicas Locais, 7

8 tendo como foco principal utilizar o alto poder de compra do governo municipal no fortalecimento das MPE s, promovendo o incentivo a participação nos processos licitatórios, contribuindo para aumentar a arrecadação, reduzir a informalidade e estimular a geração de emprego e o desenvolvimento do município, com a injeção de 20 milhões de recursos públicos na economia local Público Alvo Seq. Setor Econômico MPE Município MPE Beneficiada Percentual (%) 6.3. Objetivos Principais Realizar ações visando estimular participação e a competitividade das empresas locais nas Licitações Públicas, assegurando-lhes o tratamento diferenciado autorizado pela Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (LC 123/2006). Garantir a circulação dos recursos fruto das licitações no Município de Lauro de Freitas; Estimular o desenvolvimento local e a geração de emprego; Contribuir para reduzir a informalidade das empresas sediadas no Município; Concorrer para o incremento da arrecadação, formalização do emprego e diminuição dos problemas sociais Histórico da Implantação Para assegurar o sucesso do Programa de Incentivo a Participação de MPE s nas licitações Públicas Locais foram traçadas metas que, para serem atingidas demandou a implementação de ações estruturantes conforme segue: 1. Medidas de estímulo à participação das empresas nas licitações locais Regulamentação da Lei Geral da MPE s. (Lei Municipal n.º de 20/09/2007); Implantação do Programa de Aceleração do Trabalho, Emprego e Renda (Pater) - atração de mais de 400 novas MPE s em dois anos; Garantir a implementação de medidas que asseguram o tratamento diferenciado às MPEs nas licitações públicas como: Licitações exclusivas para MPE s até R$ 80 mil. ; Subcontratação de MPE s até 30% do total licitado (edital).; Pagamento diretamente ao subcontratado (evitar a bitributação); Quota reservada de participação das MPE s de até 25%; MPE s com irregularidade fiscal participa da Licitação, declarada vencedora tem prazo de 2 (dois) dias, prorrogáveis por mais 2 (dois) dias, para resolver a pendência; Direito de preferência - empate ficto (5% pregão e 10% demais); Direito de preferência - empate ficto (5% pregão e 10% demais); Campanha publicitária visando estimular a participação das MPE s na licitações locais. 2. Reestruturação dos órgãos envolvidos nas licitações Adaptação imóvel para funcionar em um único local setor de compras, licitações e demais órgãos envolvidos com licitações da Prefeitura Municipal de Lauro de Freitas, garantindo instalações adequadas; Promoção de cursos dirigidos aos servidores de compras e licitações. 3. Investir em tecnologia Implantação software para tornar o processo licitatório mais célere, reduzindo as falhas; Instituição o Catálogo de Produtos da Prefeitura; 8

9 Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor ( ) Ampliação os meios de divulgação das licitações, através de envio de automático para as empresas cadastradas no catálogo de fornecedores da prefeitura; Implantação do Portal de Compras da Prefeitura na internet, disponibilizando editais, catálogo de produtos, acesso ao cadastro de fornecedor, impressão de certidões de regularidade fiscal, orientações quanto à participação em licitações, documentos de habilitação básicos exigidos nas licitações e para formalização dos contratos, etc. (Em estudo); Implantação do Portal Transparência Municipal com informações gerais das contas municipais, inclusive processos licitatórios; 4. Simplificação e celeridade nos processos licitatórios Incentivo ao uso do Sistema de Registro de Preço. (Decreto n. º de 13/02/2006) Realização das licitações de interesse coletivo, preferencialmente por Registro de Preço, no ano anterior a utilização do bem ou serviço. Garantia de celeridade na assinatura dos contratos. Padronização e simplificação dos Editais, dispensando ao máximo a exigência de documentos de habilitação para as MPE s (art. 32, 1º da Lei 8.666/93) Realização de pregões eletrônicos por lotes ou itens visando incrementar a competitividade e economia. Contratação, das MPE s, através das dispensas de licitação de que trata o art. 24 da Lei 8.666/93. (Em execução) 5. Capacitação dos agentes internos e as MPE s; Promoção de cursos dirigidos aos servidores de compras e licitações e empresários de MPE s; Realização de seminários e cursos buscando orientar os empresários locais e seus colaboradores a participarem das licitações locais, destacando que negociar com o poder público pode ser uma grande oportunidade de negócio Resultados Alcançados Após o início da implementação do Programa, em 2007, foi possível levantar avanços significativos na participação de MPE s locais nos processos licitatórios realizados: N.º Empresas Interessadas 2006X2010 incremento de 33,33%. Qtde. Participações 2006X2010 incremento de 42,10%. Do total de 328 lotes adjudidados em 2006, as empresas de Lauro de Freitas venceram 3,35%. Se comparado apenas os 126 lotes adjudicados por empresas baianas, LF venceu 8,73%. Houve um incremento no número de lotes adjudicados pelas empresas de Lauro de Freitas em Do total de 279 lotes, as empresas de Lauro de Freitas venceram 6,09%. Se comparado apenas os 102 lotes adjudicados por empresas baianas, LF venceu 16,16%. Mais de 75% das empresas que venceram o pregão são MPE s. Elevação no némero de MPE s inscritas no município após a implementação do programa: 2007 : 907 empresas 2008: empresas 2009: empresas 2010: empresas. 9

10 7. Ações 7.1. Descrição da Ação nº Título da Ação Projeto Empresa Amiga do trabalhador Natureza da Ação Capacitação e empreendedorismo Descritivo Sintético da Ação O Projeto Empresa Amiga do Trabalhador é uma iniciativa da Prefeitura de Lauro de Freitas em parceria com o SEBRAE, SINE e empresas locais com o objetivo de identificar, cadastrar, qualificar e inserir cidadãos do município no mercado de trabalho. O Projeto Empresa Amiga do Trabalhador foi pensado e proposto com intuito de consolidar o município como maior gerador de emprego no estado, bem como inserir de forma qualificada no mercado de trabalho local, os servidores que foram desligados da Prefeitura Municipal após reforma administrativa e aqueles que porventura não lograrem aprovação no concurso público que será realizado no município e, necessitam de maior qualificação ou requalificação profissional. São muitos os benefícios que uma implementação eficaz do Projeto Empresa Amiga do trabalhador propicia para a o município como o de obter cada vez mais credibilidade junto às entidades empresariais e sindicais locais oferecendo perfis compatíveis aos das vagas existentes no mercado e oferecendo a população um ambiente com atendimento rápido e moderno. Através da criação de uma rede integrada de apoio ao trabalho e a renda no município a população é beneficiada com um conjunto de ações, orientações e prestação de serviços que permita a sua inserção qualificada no mercado de trabalho Público Alvo 01 Seq. Setor Econômico MPE Município MPE Beneficiada Percentual (%) 7.3. Objetivos Principais O Projeto Empresa Amiga do Trabalhador tem o objetivo de elevar o índice de empregabilidade no município de Lauro de Freitas e, especificamente: Criar alternativas de empregabilidade para ex servidores municipais e população em geral; Qualificar a população para inserção no mercado de trabalho Fortalecer a parceria entre a administração municipal e as empresas locais; Incentivar o cooperativismo, associativismo e empreendedorismo no município; Elevar a qualidade nas relações de trabalho; Fornecer capacitação e assistência técnica a micro empreendedores; Desenvolver ações de qualificação e requalificação profissional; Diagnosticar demandas de pessoal nas empresas locais; 7.4. Histórico da Implantação O projeto Empresa Amiga do trabalhador está sendo desenvolvido em duas etapas conforme segue: 1ª Etapa 10

11 Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor ( ) Estabelecimento das parcerias: SEBRAE, SINE, Associações de classes, sindicatos e empresas locais - foram estabelecidos termos de parceria com o SEBRAE para realizar capacitação dos servidores e ex-servidores cadastrados no projeto, que demonstraram interesse em abrir negócios, para o desenvolvimento do Empreendedorismo; O Sine instalou sua equipe de intermediação duarante as primeiras semanas de implementação com realização de oficinas diversas. Divulgação da Campanha através dos meios de comunicação, visitas e entrega de convites; Estruturação da casa do Trabalhador - O local foi adaptado para receber o público com novos computadores, salas climatizadas para realização de entrevistas e cursos Lançamento do Projeto com participação dos parceiros e público interessado - Realizado na Casa do Trabalhador contou com a presença significativa de empresários, servidores e público em geral Cadastramento dos servidores desligados e público em geral - a equipe instalada na Casa do Trabalhador realizava o cadstramento de uma média de 150 pessoas por dia, entre servidores e público em geral Cadastramento das empresas interessadas na parceria - Uma parte da equipe realizava visitas in loco e contatos telefônicos visando a adesão das empresas locais ao Projeto 2ª Etapa Análise e definição do perfil profissional dos inscritos por equipe multidisciplinar - A equipe de psicólogos, pedagogos e assistentes sociais, realizou, após o cadastramento, a análise dos cadastrados para encaminhamento a cursos de qualificação e/ou vagas disponibilizadas Diagnóstico das demandas apresentadas pelas empresas locais; Definição e oferta dos cursos de qualificação, a partir da análise do perfil dos candidatos e demandas apresentadas pelas empresas; Encaminhamento dos candidatos as empresas parceiras; Evento de entrega do Selo Empresa Amiga do Trabalhador - Programado para aconter em dezembro de 2011 Acompanhamento e avaliação junto às empresas parceiras do desempenho dos trabalhadores encaminhados; 7.5. Resultados Alcançados O Projeto Empresa amiga do Trabalhador propiciou avanços ao município, especialmente na relação de parceria junto aos Micro e pequenos empreendedores locais. Avanços também na intermediação de mão de obra, com o fortalecimento da Casa do Trabalhador e das ações de qualificação da população em situação de desmprego. 53 empresas fizeram adesão ao projeto; Foram cadastrados 480 ex-servidores; 102 servidores e ex-servidores participando de capacitação em empreendedorismo no SEBRAE; 120 ex-servidores e público em geral capacitados nas oficinas de português e matemática do Sine Bahia; Vagas Oferecidas:1730 Encaminhamentos:1624 candidatos 11

12 Pessoas Empregadas:305 candidatos Processo Seletivo:870 candidatos 7.7. Relato dos Beneficiados Nome: Suely Desmondez (Loja Viva) Relação: Micro Empresesária Amiga do Trabalhador Relato: Fiquei muito feliz em ser a primeira empresa a realizar adesão ao Projeto Empresa Amiga do Trabalhador. Achei a iniciativa fantástica! Com isso, me aproximei e conheci melhor outras vantagens oferecidas pela prefeitura aos Micro e Pequenos Empresários de Lauro de Freitas. Nome: Gildete Martins ( Escola Dejeane Martins Itinga) Relação: Microempresária Amiga do Trabalhador Relato: Foi muito bom para minha escola aderir ao projeto, porque foi iniciado justamente quando estava precisando de profissionais qualificados e com experência para o quadro. Consegui experientes profissionais que tinham sido desligados das escolas municipais e que moravam aqui mesmo em Itinga. 8. Ações 8.1. Descrição da Ação nº Título da Ação Autonomia Financeira de Mulheres Natureza da Ação Capacitação e empreendedorismo Descritivo Sintético da Ação Partindo da realidade que, conciliar obrigações domésticas com o mundo do trabalho continua sendo um grande desafio para as mulheres e que a falta de acesso a capacitações profissionais dificulta a inserção da mulher no mercado de trabalho e geração de renda, foi desenvolvido, através através da Secretaria Municipal de Política para as Mulheres, o Projeto Construindo a Autonomia Financeira das Mulheres Beneficiárias do Programa Bolsa Família que vem qualificando 120 mulheres do município através de capacitações em técnicas artesanais em três núcleos criados nos Bairros de Portão, Itinga e Vida Nova. Através de metodologia participativa são trabalhados além de técnicas artesanais oficinas de Relações interpessoais, gênero e cidadania, Empreendedorismo, Associativismo e Cooperativismo dentre outras que qualifiquem a formar, ao final dos cursos, a Cooperativa de Mulheres de Lauro de Freitas que vai gerar o consequente empoderamento com a construção da autonomia financeira dessas mulheres, além de se configurar como importante alternativa de saída com dignidade do programa Bolsa Família Público Alvo Seq. Setor Econômico MPE Município MPE Beneficiada Percentual (%) 8.3. Objetivos Principais Contribuir para a superação das desigualdades entre homens e mulheres no mundo do trabalho; 12

13 Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor ( ) Oportunizar formas alternativas de trabalho e renda associada a preservação da identidade e cultura local com foco na capacitação de mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica Histórico da Implantação O projeto foi pensado e elaborado em 2007 após realização de leituras técnicas e comunitárias que apontaram a necessidade de alternativas de geração de renda para mulheres beneficiárias do bolsa família no município. Em 2008, após a captação do recurso junto a Secretaria Especial de Políticas para Mulheres da Presidência da República, o Projeto foi iniciado com etapas de mobilização e cadastramento das mulheres inscritas no Bolsa Família. Foram iniciadas as ações de mobilização e articulação, momento em que, o trabalho da Secretaria de Políticas para as Mulheres foi direcionado para a busca ativa nas comunidades assistidas para sensibilização da população e inscrição de mulheres que representassem o perfil, seguido de ações de formação, em que foram ministradas as aulas teóricas e práticas nos temas serigrafia, tapeçaria e oficina de planos e panos, bordados e customização, oficinas de empreendedorismo, cooperativismo,relações de gênero e interpessoais; Estudo da viabilidade econômica: análise da produção e valores no mercado. Após a finalização dos cursos o projeto encontra-se em fase de estudos para a implantação e regularização da Cooperativa de Mulheres de Lauro de Freitas Resultados Alcançados As experiêcias vivenciadas pelas 120 mulheres participantes durante as oficinas, foram ricas em resultados, permitiu despertar, interagir, ensinar,aprender, mobilizar,organizar,disciplinar,acreditar, resgatar a auto estima, desenvolver o potencial criativo, solidário e produtivo. A maior conquista do Projeto se dará com a formalização da cooperativa que proporcionará geração de renda, com valorização da cultura e saberes locais, e, efetivação da autonomia financeira das mulheres participantes Investimentos Realizados Receitas Seq. Parceiro Valor Percentual (%) 01 EDERAL - Secretaria Especial de Políticas para Mulheres da Presidência da República ,00 100,00 Totais ,00 100, Relato dos Beneficiados Nome: Elisangela Campos dos Santos- moradora do bairro Itinga há 18 anos, loteamento Jardim Taubaté lote 52 Relação: Aluna Beneficida Relato: Gostei muito do curso deste projeto, que veio beneficiar a nós mulheres donas de casa a ter outro tipo de renda, após este curso irei utilizar o dinheiro que recebo do programa bolsa família para aumentar a minha renda, com a compra de matérias para produção deste artesanato que em média irei tirar uma renda suficiente para sustentar a minha família, graças a Deus e a SPM, que com os seus profissionais veio nos proporcionar uma vida melhor. 13

14

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de Feira de Santana BA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Promoção do turismo de excelência CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Município de Nova Friburgo RJ Vencedores do 4º

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Tratamento diferenciado CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Município de Itapecuru Mirim MA Vencedores do 4º Prêmio

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria PLANEJAMENTO CATEGORIA: PLANEJAMENTO Município de Santana AP Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria PLANEJAMENTO CATEGORIA: PLANEJAMENTO Município de Florânia RN Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de Cuiabá MT Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Promoção do turismo de excelência CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Município de Santo Antônio da Patrulha RS Vencedores

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2011-2012) PASSA PELAS SUAS MÃOS Vencedores do VII Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2011 2012 Categoria Médios

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Tratamento diferenciado CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Município de Pelotas RS Vencedores do 4º Prêmio Sebrae

Leia mais

Vencedor Estadual Novos Projetos

Vencedor Estadual Novos Projetos COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Novos Projetos Município

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: GRANDES CIDADES Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de Santa Luzia MG Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Vencedor Estadual Lei Geral Implementada

Vencedor Estadual Lei Geral Implementada COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Lei Geral Implementada

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais em várias categorias CATEGORIA: REGIÃO SUDESTE PLANEJAMENTO Município de Três Marias MG Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Grandes Cidades CATEGORIA: GRANDES CIDADES Município de BOA VISTA RR Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Promoção do turismo de excelência CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Município de Praia Grande SP Vencedores do 4º

Leia mais

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração

INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE. Palestra para o Conselho Regional de Administração INSTRUMENTOS DE DESENVOLVIMENTO DAS MPEs OFERTADOS PELO SEBRAE Palestra para o Conselho Regional de Administração 1 O QUE É O SEBRAE? 2 O Sebrae O Serviço de Apoio às Micros e Pequenas Empresas da Bahia

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Tratamento diferenciado CATEGORIA: TRATAMENTO DIFERENCIADO Município de Irauçuba CE Vencedores do 4º Prêmio Sebrae

Leia mais

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional

AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE. Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional AS COMPRAS GOVERNAMENTAIS E O SEBRAE Denise Donati Coordenadora do Projeto Compras Governamentais Sebrae Nacional Desafio Fomentar o Uso do Poder de Compra do Governo Junto aos Pequenos Negócios para Induzir

Leia mais

Vencedor Estadual Compras Governamentais COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Bom Jesus (RN)

Vencedor Estadual Compras Governamentais COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Bom Jesus (RN) COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Compras Governamentais

Leia mais

INTRODUÇÃO. Apresentação

INTRODUÇÃO. Apresentação ANEXO ÚNICO DA RESOLUÇÃO ATRICON 09/2014 DIRETRIZES DE CONTROLE EXTERNO ATRICON 3207/2014: OS TRIBUNAIS DE CONTAS E O DESENVOLVIMENTO LOCAL: CONTROLE DO TRATAMENTO DIFERENCIADO E FAVORECIDO ÀS MICROEMPRESAS

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2011-2012) PASSA PELAS SUAS MÃOS Vencedores do VII Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2011 2012 Categoria Promoção

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014

EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014 EDITAL DE SELEÇÃO DE PESSOAL Nº 254/2014 O Presidente do Instituto Pauline Reichstul-IPR, torna público que receberá inscrições para o processo seletivo de pessoal para atuação no projeto Ações Integradas

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO

O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO O DESENVOLVIMENTO DO SEU MUNICÍPIO Vencedores do 7º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2011-2012) PASSA PELAS SUAS MÃOS Vencedores do VII Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2011 2012 VENCEDOR ESTADUAL

Leia mais

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS II Seminário Internacional sobre Contratações Públicas Sustentáveis Brasília, 28 de Agosto Desenvolvimento Sustentável Utilização de recursos para atender às necessidades

Leia mais

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS

PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS PEQUENOS NEGÓCIOS E COMPRAS PÚBLICAS II Seminário Internacional sobre Contratações Públicas Sustentáveis Brasília, 28 de Desenvolvimento Sustentável Utilização de recursos para atender às necessidades

Leia mais

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense

PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense PROJETO Educação de Qualidade: direito de todo maranhense 1. DISCRIMINAÇÃO DO PROJETO Título do Projeto Educação de Qualidade: direito de todo maranhense Início Janeiro de 2015 Período de Execução Término

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL. Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE CAÇADOR SC

O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL. Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE CAÇADOR SC O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE CAÇADOR SC VENCEDOR ESTADUAL (SC) CATEGORIA: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA E INOVAÇÃO O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria Promoção do turismo de excelência CATEGORIA: TURISMO DE EXCELÊNCIA Município de Alcântara ma Vencedores do 4º Prêmio

Leia mais

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ

PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ PROGRAMA BOM NEGÓCIO PARANÁ- APOIO AO EMPREENDEDORISMO AVALIAÇÃO DO NÚCLEO MARINGÁ AREA TEMÁTICA: TRABALHO LAIS SILVA SANTOS 1 CARLOS VINICIUS RODRIGUES 2 MARCELO FARID PEREIRA 3 NEUZA CORTE DE OLIVEIRA

Leia mais

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios

Prefeito Empreendedor. Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Prefeito Empreendedor Guia de Recomendações Preliminares para o Fomento do Empreendedorismo nos Municípios Março/2012 Expediente Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior MDIC Fernando

Leia mais

DIRETRIZES DE CONTROLE EXTERNO Projeto Qualidade e Agilidade dos TCs QATC2

DIRETRIZES DE CONTROLE EXTERNO Projeto Qualidade e Agilidade dos TCs QATC2 DE CONTROLE EXTERNO Projeto Qualidade e Agilidade dos TCs QATC2 Resolução Atricon 02/2014 Controle Externo Concomitante Coordenador: Cons. Valter Albano da Silva TCE/MT Resolução Atricon 09/2014 LC123/2006

Leia mais

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação.

Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. GOVERNANÇA A Fundação Bunge é uma organização comprometida com o desenvolvimento sustentável. Foco: sustentabilidade com ações na área de educação. Missão: contribuir para o desenvolvimento sustentável

Leia mais

Finalista Estadual Novos Projetos

Finalista Estadual Novos Projetos COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Finalista Estadual Novos Projetos Município

Leia mais

Finalista Estadual Lei Geral Implementada

Finalista Estadual Lei Geral Implementada COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Finalista Estadual Lei Geral Implementada

Leia mais

Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas. Projeto de Compras Governamentais

Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas. Projeto de Compras Governamentais Como comprar mais e melhor das Micro e Pequenas Empresas Projeto de Compras Governamentais 2º Seminário Internacional sobre Compras e Contratações Sustentáveis Agosto/2014 Maria Aparecida Rosa Vital Brasil

Leia mais

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 013/2014

COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 013/2014 COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇOS N.º 013/2014 CONVÊNIO CÁRITAS BRASILEIRA E MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO E SECRETARIA NACIONAL DE ECONOMIA SOLIDARIA MTE/SENAES CONVÊNIO N.º 793007/2013 A Cáritas Brasileira

Leia mais

Vencedor Estadual Pequenos Negócios no Campo COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Pedrinhas (SE)

Vencedor Estadual Pequenos Negócios no Campo COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Pedrinhas (SE) COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Pequenos Negócios

Leia mais

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS

SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS PEQUENOS negócios no BRASIL 99% 70% 40% 25% 1% do total de empresas brasileiras da criação de empregos formais da massa salarial do PIB das exportações

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA:

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Região SUL Município de Chapecó SC Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Região

Leia mais

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC

Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social. Florianópolis - SC Programa de Formalização do Micro Empreendedor Individual Sustentabilidade Social Florianópolis - SC 27 de outubro de 2014 A INFORMALIDADE NO BRASIL A INFORMALIDADE Pesquisa ECINF IBGE Pertencem ao setor

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: PLANEJAMENTO Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria PLANEJAMENTO CATEGORIA: PLANEJAMENTO Município de Sorriso MT Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais

Especialização em Gestão Estratégica de Projetos Sociais Especialização em Gestão Estratégica de Apresentação CAMPUS COMÉRCIO Inscrições Abertas Turma 02 --> Início Confirmado: 07/06/2013 últimas vagas até o dia: 05/07/2013 O curso de Especialização em Gestão

Leia mais

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL

METODOLOGIA SEBRAE BAHIA PARA PÓLOS DE EMPREENDEDORISMO CULTURAL Trabalho apresentado no III ENECULT Encontro de Estudos Multidisciplinares em Cultura, realizado entre os dias 23 a 25 de maio de 2007, na Faculdade de Comunicação/UFBa, Salvador-Bahia-Brasil. METODOLOGIA

Leia mais

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO

OBJETIVO CARACTERIZAÇÃO OBJETIVO Incrementar a economia digital do Estado de Alagoas e seus benefícios para a economia local, através de ações para qualificação, aumento de competitividade e integração das empresas e organizações

Leia mais

A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS

A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS A LEI GERAL DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS O PAPEL DOS TRIBUNAIS DE CONTAS FRENTE ÀS DEMANDAS SOCIAIS 05 de agosto de 2014 Força das Pequenas Empresas 9 Milhões optantes no Simples 4,2 milhões MEI 52% das

Leia mais

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento,

Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos Secretaria Executiva de Desenvolvimento e Assistência Social Gerência de Planejamento, Projetos e Capacitação Ministério do Desenvolvimento Social

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA:

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Grandes Cidades Município de Embu das Artes sp Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL

Leia mais

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher

TERMO DE REFERENCIA. Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher TERMO DE REFERENCIA Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Supervisão Geral No âmbito do Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher, conveniado com a Secretaria Especial

Leia mais

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO

ANEXO IV PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL. Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO PROPOSTAS APROVADAS NA CONFERÊNCIA ESTADUAL ANEXO IV Eixo MOBILIZAÇÃO IMPLEMENTAÇÃO MONITORAMENTO 1-Promoção dos Direitos de Crianças e Adolescentes Buscar apoio das esferas de governo (Federal e Estadual)

Leia mais

PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA

PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA PROGRAMA TÉMATICO: 6214 TRABALHO, EMPREGO E RENDA OBJETIVO GERAL: Estimular o crescimento e o desenvolvimento econômico e social do DF, por meio do fortalecimento do Sistema Público de Emprego, garantindo

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA.

PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. PERFIL DOS ESTADOS E DOS MUNICÍPIOS BRASILEIROS: INCLUSÃO PRODUTIVA. FICHA TÉCNICA Coordenação de População e Indicadores Sociais: Bárbara Cobo Soares Gerente de Pesquisas e Estudos Federativos: Antônio

Leia mais

Formulário de inscrição para Unidades Escolares:

Formulário de inscrição para Unidades Escolares: Presidência da República Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial Secretaria de Políticas de Ações Afirmativas 1. Contextualização: Formulário de inscrição para Unidades Escolares: a) Descreva

Leia mais

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO

PPA 2012-2015 PLANO DE DESENVOLVIMENTO ESTRATÉGICO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 1043 - PROGRAMA ESCOLA DO LEGISLATIVO 100 - ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE GOIÁS O Programa Escola do Legislativo tem como objetivo principal oferecer suporte conceitual de natureza técnico-científica

Leia mais

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO

FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO FACULDADE REDENTOR NUCLEO DE APOIO EMPRESARIAL CURSO DE ADMINISTRAÇÃO Justificativa: As transformações ocorridas nos últimos anos têm obrigado as organizações a se modificarem constantemente e de forma

Leia mais

Capacitação de Recursos Humanos para o Planejamento e Gestão do Desenvolvimento Regional

Capacitação de Recursos Humanos para o Planejamento e Gestão do Desenvolvimento Regional Programa 0757 Gestão da Política de Integração Objetivo Apoiar o planejamento, avaliação e controle dos programas da área de integração nacional. Público Alvo Governo Ações Orçamentárias Indicador(es)

Leia mais

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL

DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL DESENVOLVIMENTO TERRITORIAL SE É DESENVOLVIMENTO É PRIORIDADE DO SEBRAE LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA REGULAMENTAÇÃO E IMPLEMENTAÇÃO LEI GERAL DA MICRO E PEQUENA EMPRESA LG REGULAMENTADA LG REGULAMENTADA

Leia mais

PRÊMIO SEBRAE ATORES DO DESENVOLVIMENTO. Regulamento da Edição 2015.

PRÊMIO SEBRAE ATORES DO DESENVOLVIMENTO. Regulamento da Edição 2015. PRÊMIO SEBRAE ATORES DO DESENVOLVIMENTO O PRÊMIO E PRAZO Regulamento da Edição 2015. 1.1 O PRÊMIO SEBRAE ATORES DO DESENVOLVIMENTO é uma iniciativa do SEBRAE Mato Grosso do Sul que visa à continuidade,

Leia mais

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal

Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal SECRETARIA DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS SUBCHEFIA DE ASSUNTOS FEDERATIVOS Agenda Nacional de Apoio à Gestão Municipal Mapa de obras contratadas pela CEF, em andamento com recursos do Governo Federal 5.048

Leia mais

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza

Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza Comunidade Solidária: parcerias contra a pobreza OConselho da Comunidade Solidária foi criado em 1995 com base na constatação de que a sociedade civil contemporânea se apresenta como parceira indispensável

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO NORDESTE

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: REGIÃO NORDESTE Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor Vencedores Estaduais na categoria REGIONAL CATEGORIA: REGIÃO NORDESTE Município de Pedreiras MA Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Leia mais

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA

CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA CARTILHA DA LEI GERAL DA MICROEMPRESA E DA EMPRESA DE PEQUENO PORTE DO MUNICÍPIO DE CURITIBA Curitiba tem se mostrado uma cidade dinâmica e de grandes oportunidades para os trabalhadores e empreendedores.

Leia mais

GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY. Oficina de Planejamento 2010-2012

GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY. Oficina de Planejamento 2010-2012 GASTRONOMIA SUSTENTÁVEL - PARATY Oficina de Planejamento 2010-2012 Paraty, agosto de 2010 Objetivo da oficina Elaborar o Direcionamento Estratégico da Gastronomia Sustentável de Paraty para os próximos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA LICITAÇÃO DE AGÊNCIA DE EVENTOS 1. Objeto: 1.1.1. Contratação de empresa para prestação, sob demanda, de serviços de planejamento, organização, coordenação, execução, fiscalização e avaliação de eventos com a viabilização de infra-estrutura

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013 Instituto Lojas Renner Instituto Lojas Renner Promover a inserção de mulheres no mercado de trabalho por meio de projetos de geração de renda é o objetivo do Instituto Lojas

Leia mais

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA:

Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor CATEGORIA: Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR NACIONAL CATEGORIA: Royalties e Compensações Financeiras Município de Coari am Vencedores do 4º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor VENCEDOR

Leia mais

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver.

REGULAMENTO CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO 1. APRESENTAÇÃO. alternativa de autoemprego e geração de renda para sobreviver. CONCURSO MEU SONHO MEU NEGÓCIO PROJETO DE INCENTIVO AO PEQUENO NEGÓCIO 7ª EDIÇÃO, 2015 Realização: SEBRAE/SC e RICTV Record REGULAMENTO 1. APRESENTAÇÃO O concurso MEU SONHO MEU NEGÓCIO é um projeto realizado

Leia mais

Mobilização e Participação Social no

Mobilização e Participação Social no SECRETARIA-GERAL DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA MINISTÉRIO DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL E COMBATE À FOME Mobilização e Participação Social no Plano Brasil Sem Miséria 2012 SUMÁRIO Introdução... 3 Participação

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico

Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher. Termo de Referência. Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico Programa Pernambuco: Trabalho e Empreendedorismo da Mulher Termo de Referência Assessoria à Supervisão Geral Assessor Técnico No âmbito do Programa Pernambuco Trabalho e Empreendedorismo da Mulher conveniado

Leia mais

O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL. Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE PESQUEIRA PE

O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL. Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE PESQUEIRA PE O DESENVOLVIMENTO MUNICIPAL SAIU DO PAPEL Vencedores do VI Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor 2009 2010 MUNICÍPIO DE PESQUEIRA PE VENCEDOR ESTADUAL (PE) CATEGORIA: COMPRAS GOVERNAMENTAIS O DESENVOLVIMENTO

Leia mais

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado

Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA. Processo Seletivo Simplificado Instituto de Assessoria para o Desenvolvimento Humano - IADH TERMO DE REFERÊNCIA Processo Seletivo Simplificado Processo Administrativo nº: 00/05, de 5/0/05 Processo Seletivo Simplificado nº: 00/05, de

Leia mais

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009.

Plano de Ação. Colégio Estadual Ana Teixeira. Caculé - Bahia Abril, 2009. Plano de Ação Colégio Estadual Ana Teixeira Caculé - Bahia Abril, 2009. IDENTIFICAÇÃO DA UNIDADE ESCOLAR Unidade Escolar: Colégio Estadual Ana Teixeira Endereço: Av. Antônio Coutinho nº 247 bairro São

Leia mais

Modernização da Gestão e Tecnologia

Modernização da Gestão e Tecnologia Modernização da Gestão e Tecnologia Gestão Municipal? i. Economicidade e Eficiência: reduzir custos e ampliar a receita que é de direito do ente municipal ii. Processos: etapas de realização e fluxo de

Leia mais

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006

DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 DESENVOLVIMENTO DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS, GERAÇÃO DE EMPREGO E INCLUSÃO SOCIAL. XII Seminario del CILEA Bolívia 23 a 25/06/2006 Conteúdo 1. O Sistema SEBRAE; 2. Brasil Caracterização da MPE; 3. MPE

Leia mais

Vencedor Estadual Pequenos Negócios no Campo COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Lucrécia (RN)

Vencedor Estadual Pequenos Negócios no Campo COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE. Município de Lucrécia (RN) COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Pequenos Negócios

Leia mais

Semana do Empreendedor ETEC e Sebrae-SP e

Semana do Empreendedor ETEC e Sebrae-SP e Semana do Empreendedor ETEC e Sebrae-SP e 24 a 27 /março/2015 14h00 às 22h00 Informações e inscrições: 0800 570 0800 Venha participar da Semana do Empreendedor, um espaço destinado para futuros empreendedores

Leia mais

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE

CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015. Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE CHAMADA PÚBLICA SIMPLIFICADA nº 050/2015 Convênio PMSP/TERMO DE CONVÊNIO nº 025/2014/SDTE A Central de Cooperativas e Empreendimentos Solidários do Brasil UNISOL, entidade sem fins econômicos, com sede

Leia mais

Vencedor Estadual Melhor Projeto

Vencedor Estadual Melhor Projeto COMO MUDAR A PERSPECTIVA DE SUA CIDADE O desenvolvimento acontece com a força dos Pequenos Negócios Vencedores do 8º Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor (2013-2014) Vencedor Estadual Melhor Projeto Município

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2003 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares

V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares V Encontro Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares Programa Nacional de Fortalecimento dos Conselhos Escolares: uma política de apoio à gestão educacional Clélia Mara Santos Coordenadora-Geral

Leia mais

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013

Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Novos Prefeitos e Prefeitas 2013 Curso de Prefeitos Eleitos 2013 a 2016 ARDOCE Missão Ser um banco competitivo e rentável, promover o desenvolvimento sustentável do Brasil e cumprir sua função pública

Leia mais

20 12 RELATÓRIO DE GESTÃO

20 12 RELATÓRIO DE GESTÃO 20 12 RELATÓRIO DE GESTÃO SERVIÇO BRASILEIRO DE APOIO ÀS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS SEBRAE NACIONAL RELATÓRIO DE GESTÃO 2012 Brasília / 2012 2012. Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas

Leia mais

Plano BrasilMaior 2011/2014

Plano BrasilMaior 2011/2014 Plano BrasilMaior 2011/2014 Inovar para competir. Competir para crescer. Agenda de Ações para a Competitividade dos Pequenos Negócios Dimensões do Plano Brasil Maior -Quadro Síntese Dimensão Estruturante:

Leia mais

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE

EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE EDITAL PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS MUNICÍPIO DE CAUCAIA-CE 1. INTRODUÇÃO A ASSOCIAÇÃO BENEFICENTE LUZIA LOPES GADÊLHA, por meio do Termo Convênio nº 05/2015, como parte integrante do Projeto Fortalecendo

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011

EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011 EDITAL DE SELEÇÃO COTAÇÃO PRÉVIA DE PREÇO N.º 005/2011 Aviso de Divulgação de Seleção de Instrutor Pleno para as. REF: CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA PARA ATENDIMENTO AO CONVENIO Nº 711591/2009 MDS/ITS/CEDEP

Leia mais

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL

PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Prefeitura Municipal de Cachoeiro de Itapemirim - ES PROGRAMA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL Introdução O Programa Municipal de Educação Ambiental estabelece diretrizes, objetivos, potenciais participantes, linhas

Leia mais

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae

ASSOCIATIVISMO. Fonte: Educação Sebrae ASSOCIATIVISMO Fonte: Educação Sebrae O IMPORTANTE É COOPERAR A cooperação entre as pessoas pode gerar trabalho, dinheiro e desenvolvimento para toda uma comunidade COOPERAR OU COMPETIR? Cooperar e competir

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Prefeitura Municipal de Botucatu

Prefeitura Municipal de Botucatu I- Identificação: Projeto Empresa Solidária II- Apresentação : O Fundo Social de Solidariedade é um organismo da administração municipal, ligado ao gabinete do prefeito, que atua em diversos segmentos

Leia mais

Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios

Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios Políticas Públicas para Faixa de Fronteira Desenvolvimento Sustentável e o apoio aos Pequenos Negócios Foz do Iguaçu PR 30 de maio de 2014 Força das Pequenas Empresas 8,7 Milhões optantes no Simples 4

Leia mais

O Programa Bolsa Família

O Programa Bolsa Família Painel sobre Programas de Garantia de Renda O Programa Bolsa Família Patrus Ananias de Sousa Ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome República Federativa do Brasil Comissão de Emprego e Política

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA

PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA PREFEITURA MUNICIPAL DE PORTO ALEGRE FUNDAÇÃO ASSISTÊNCIA SOCIAL E CIDADANIA 1 DADOS DE IDENTIFICAÇÃO PROJETO TÉCNICO: ACESSUAS TRABALHO / PRONATEC EQUIPE RESPONSÁVEL: Proteção Social Básica PERÍODO: Setembro

Leia mais

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje?

Entrevista Como é o trabalho desenvolvido pelo Departamento? Quantos Fóruns Permanentes de Micro e Pequenas empresas existem hoje? Entrevista A diretora do Departamento de Micro, Pequenas e Médias Empresas do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Cândida Cervieri, foi entrevistada pelo Informativo RENAPI.

Leia mais

POLITICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS

POLITICA NACIONAL DE RESÍDUOS SÓLIDOS MARCO LEGAL Diálogo do Governo Federal com Sociedade Civil (Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis MNCR). Código Brasileiro de Ocupações - 2002 Reconhecimento a Categoria profissional

Leia mais

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN

PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN PROGRAMA DE PATROCÍNIO DA COSERN Resumo das diretrizes e critérios da COSERN/ Grupo Neoenergia para patrocínios a projetos socioculturais e ambientais. Guia Básico do Proponente 1 Índice Introdução 2 1.

Leia mais

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP:

PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: PERGUNTAS MAIS FREQÜENTES CREDENCIAMENTO NO SEBRAE-SP: A oportunidade de se tornar um facilitador de aprendizagem e/ou consultor para o sucesso das micro e pequenas empresas APRESENTAÇÃO Esta cartilha

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA

POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA POLÍTICAS PÚBLICAS DE ECONOMIA SOLIDÁRIA 1. Concepções e diretrizes políticas para áreas; Quando falamos de economia solidária não estamos apenas falando de geração de trabalho e renda através de empreendimentos

Leia mais

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL

Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL Programa Rede A PARCERIA CFC E SEBRAE: EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA EM RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL E SOCIAL JUSTIFICATIVA A experiência na implementação da primeira versão do Programa Contabilizando o Sucesso

Leia mais