PANAFTOSA, OPAS-OMS COOPERAÇAO TÉCNICA MAPA-PANAFTOSA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PANAFTOSA, OPAS-OMS COOPERAÇAO TÉCNICA MAPA-PANAFTOSA"

Transcrição

1 PANAFTOSA, OPAS-OMS COOPERAÇAO TÉCNICA MAPA-PANAFTOSA Prgrama II Curs de Epidemilgia Aplicada Ri de Janeir, 13 a 24 de julh de 2009 Dia 13: segunda feira Abertura Bas vindas (Dr. Ottrin Csivi, Diretr PANAFTOSA) Sanidade Animal Patrimôni d Brasil: Visã d MAPA (Dr. Guilherme Marques, MAPA) Intrduçã à Epidemilgia e seu us na Saúde Animal. (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB); 1. Intrduçã à Epidemilgia e seu us na Saúde Animal. (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB); 2. Revisã de Cnceits e mdels sbre prcesss epidêmics cicl natural da enfermidade, ecssistemas da enfermidade e mdels epidemilógics (Enfermidades agudas e crônicas); (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB); 3. Mensuraçã de freqüência de uma enfermidade, Prevalência, Incidência, distribuiçã tempral e espacial. (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB, Cnt..) Prgrama Curs Epidemilgia Aplicada, TCT MAPA/ PANAFTOSA-OPAS/OMS Página 1 de 5

2 Dia 14: terça feira HOTEL 4. Utilizaçã e interpretaçã de prvas diagnósticas: sensibilidade, especificidade, valr preditivs, testes múltipls e de rebanh. (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB); 5. Tips de estuds epidemilógics: cnceituaçã, medidas de risc e exempls (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB) Observacinais crte e cas cntrle. Transversais prevalência exempl ds estuds brucelse e tuberculse (Brasil) Inquérits para demnstraçã de ausência de infecçã exempls da febre aftsa e PSC (Brasil) Dia 15: quarta feira Htel 6. Exempls (Dr. Vitr Salvadr Picã Gnçalves, UnB, Cnt...) Estuds Circulaçã viral e imunidade Desenh: Estabeleciment das hipóteses estatísticas (marc epidemilógic) e interpretaçã ds resultads Estrutura Operacinal Frmas de Prduçã e Ecssistemas de Enfermidades (Dr. Vicente Astudill) Prgrama Curs Epidemilgia Aplicada, TCT MAPA/ PANAFTOSA-OPAS/OMS Página 2 de 5

3 Dia 16: quinta feira Manhã 08:30 hs Intrduçã à Estatística (Dr. Ivan Barbsa Machad Sampai, UFMG) Cntribuiçã da Estatística à Metdlgia Científica Classificaçã das variáveis Princípis básics da experimentaçã Estatísticas descritivas de uma variável Interval de cnfianças de uma respsta (distribuiçã nrmal) Estuds de dispersã de freqüências (distribuiçã binmial) Tarde - 13:00 hs Tabelas de cntingência (teste de qui-quadrad). Nções de amstragem: cnceits, tips e cálcul de uma amstra aleatória simples para prprções. Inferência estatística: nções de testes de hipóteses: cnceits, tips de err. (Dr. Ivan Barbsa Machad Sampai, UFMG) (Cnt.) Dia 17: sexta feira Intrduçã as sistemas de infrmaçã. (Dr. Fernand Ferreira, USP). Sistemas de infrmaçã em sanidade animal. Estruturas de dads sanitáris. Mdel de dads para gestã sanitária: cadastrs, mviments de animais, vacinaçã, crrência de events sanitáris. Gestã da infrmaçã: níveis lcal, reginal e nacinal (Dr. Fernand Ferreira, USP). Estabeleciments de bancs de dads e redes de infrmaçã (Dr. Fernand Ferreira, USP). Prgrama Curs Epidemilgia Aplicada, TCT MAPA/ PANAFTOSA-OPAS/OMS Página 3 de 5

4 Dia 20: segunda feira Intrduçã as sistemas de infrmaçã gegráfica e sua aplicaçã ns estuds epidemilógics (Dr. Jã Paul Haddad, UFMG) Aplicabilidade de sftwares em estuds epidemilógics e vigilância em Saúde Animal e técnicas de geprcessament utilizand sftwares livres (Dr. Jã Paul Haddad, UFMG) Dia 21: terça feira Aplicabilidade de sftwares em estuds epidemilógics e vigilância em Saúde Animal e técnicas de geprcessament utilizand sftwares livres (Dr. Jã Paul Haddad, UFMG) Aplicabilidade de sftwares em estuds epidemilógics e vigilância em Saúde Animal e técnicas de geprcessament utilizand sftwares livres (Dr. Jã Paul Haddad, UFMG) Cnt... Dia 22: quarta feira HOTEL Ecssistemas & Frmas de Prduçã (Dr Antni Mendes, PANAFTOSA) Serviçs veterináris e Gerência de Risc Sanitári (Dr. Jsé Naranj, PANAFTOSA) Serviçs veterináris e Gerência de Risc Sanitári (Dr. Jsé Naranj, PANAFTOSA) Cnt.. Us de mdels de simulações para preparaçã de peraçã em emergências sanitárias. (Dr. Héli Vilela, MAPA) Prgrama Curs Epidemilgia Aplicada, TCT MAPA/ PANAFTOSA-OPAS/OMS Página 4 de 5

5 Dia 23: quinta feira Trabalhs de Grups: 05 grups (Facilitadres: Dr. Jsé Naranj, PANAFTOSA; Dr. Júli Pmpei, PANAFTOSA; Dr. Gerald de Mraes, MAPA; Dra. Jã Paul Haddad e Dr Fernand Ferreira, USP) Trabalhs de Grups: 05 grups (Facilitadres: Dr. Jsé Naranj, PANAFTOSA; Dr. Júli Pmpei, PANAFTOSA; Dr. Gerald de Mraes, MAPA; Dr. Jã Paul Haddad e Dr Fernand Ferreira, USP) Cnt... Dia 24: sexta feira Trabalhs de Grups: 05 grups (Facilitadres: Dr. Jsé Naranj, PANAFTOSA; Dr. Júli Pmpei, PANAFTOSA; Dr. Gerald de Mraes, MAPA; Dr. Jã Paul Haddad e Dr Fernand Ferreira, USP). Cnt... Apresentaçã ds Grups 01 e 02 Apresentaçã ds Grups 03, 04 e 05 Discussã mesa rednda Encerrament d Curs Avaliaçã d Curs Entrega ds certificads Prgrama Curs Epidemilgia Aplicada, TCT MAPA/ PANAFTOSA-OPAS/OMS Página 5 de 5

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Faculdade Independente d Nrdeste Credenciada pela Prtaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada n D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ENFERMAGEM Recnhecid pela Prtaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Faculdade Independente d Nrdeste Credenciada pela Prtaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada n D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ENFERMAGEM Recnhecid pela Prtaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 CURSO DE ENFERMAGEM Recnhecid pela Prtaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seçã 1. Pág. 20 Cmpnente Curricular: ENFERMAGEM NO CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR Códig: ENF-219 Pré-requisit: Nenhum

Leia mais

Curso de Extensão: Finanças Corporativas

Curso de Extensão: Finanças Corporativas 1. Apresentaçã Curs de Extensã: Finanças Crprativas Uma crpraçã é, genericamente, caracterizada pela tmada de duas decisões fundamentais, a de financiament e a de investiment. O prcess de seleçã, análise

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 31/12/2014 a 15/02/2015 Carg: Analista de Gestã Administrativa: Elabraçã e Análise de Prcesss Taxa de Inscriçã: R$ 110,00 Salári/Remuneraçã: R$

Leia mais

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20

CURSO DE ENFERMAGEM Reconhecido pela Portaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12 Seção 1. Pág. 20 Faculdade Independente d Nrdeste Credenciada pela Prtaria MEC 1.393, de 04/07/2001 publicada n D.O.U. de 09/07/2001. CURSO DE ENFERMAGEM Recnhecid pela Prtaria nº 270 de 13/12/12 DOU Nº 242 de 17/12/12

Leia mais

Eventos Extras - Descontos PP - Contestação PP - Faturas Avulsas - Eventos Programados FP x PEONA 12.1.5. maio de 2015. Versão 1.0

Eventos Extras - Descontos PP - Contestação PP - Faturas Avulsas - Eventos Programados FP x PEONA 12.1.5. maio de 2015. Versão 1.0 Events Extras - Descnts PP - Cntestaçã PP - Faturas Avulsas - Events Prgramads FP x PEONA 12.1.5 mai de 2015 Versã 1.0 1 Sumári 1 Intrduçã... 3 2 Seleçã de Dads... 4 2 1 Intrduçã Emitir n relatóri d PEONA,

Leia mais

Visão por Computador. http://gec.di.uminho.pt/lesi/vpc, http://gec.di.uminho.pt/mcc/vpc. LESI / LMCC 5º Ano. Introdução

Visão por Computador. http://gec.di.uminho.pt/lesi/vpc, http://gec.di.uminho.pt/mcc/vpc. LESI / LMCC 5º Ano. Introdução Visã pr Cmputadr http://gec.di.uminh.pt/lesi/vpc, http://gec.di.uminh.pt/mcc/vpc LESI / LMCC 5º An Intrduçã Jã Luís Ferreira Sbral Departament d Infrmática Universidade d Minh Setembr 2003 Prgrama Intrduçã

Leia mais

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal

INDICE DE PREÇOS TURISTICO. Desenvolvido no quadro do Programa Comum de Estatística CPLP com o apoio técnico do INE de Portugal INDICE DE PREÇOS TURISTICO Desenvlvid n quadr d Prgrama Cmum de Estatística CPLP cm api técnic d INE de Prtugal Estrutura da Apresentaçã INTRODUÇÃO. METODOLOGIA. FORMA DE CÁLCULO. PROCESSO DE TRATAMENTO.

Leia mais

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( )

PLANO DE ENSINO 2009 Médio Profissionalizante ( ) Profissionalizante ( ) Fundamental I ( ) Fundamental II ( ) Médi PLANO DE ENSINO 2009 Médi Prfissinalizante ( ) Prfissinalizante ( ) Graduaçã ( x ) Pós-graduaçã ( ) I. Dads Identificadres Curs Superir de Tecnlgia em Gestã Ambiental

Leia mais

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos

(1) (2) (3) Estágio II Semestral 6 Inovação e Desenvolvimento de Produtos Turísticos Estági II Semestral 6 Invaçã e Desenvlviment de Prduts Turístics Desenvlviment e Operacinalizaçã de Prjects Turístics Inglês Técnic IV Legislaçã e Ética d Turism Opçã Semestral 4 6/6 Sistemas de Infrmaçã

Leia mais

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida

é a introdução de algo novo, que atua como um vetor para o desenvolvimento humano e melhoria da qualidade de vida O que é invaçã? Para a atividade humana: é a intrduçã de alg nv, que atua cm um vetr para desenvlviment human e melhria da qualidade de vida Para as empresas: invar significa intrduzir alg nv u mdificar

Leia mais

Antropologia do Consumo no Marketing

Antropologia do Consumo no Marketing Antrplgia d Cnsum n Marketing Objetivs Demnstrar cm as influências culturais estã relacinadas cm s hábits de cnsum, a relaçã cm as Marcas e cmprtament de cmpra, evidenciand assim, prcess fundamental para

Leia mais

Domingo Segunda- feira Terça- feira Quarta- feira Quinta- feira Sexta- feira Sábado

Domingo Segunda- feira Terça- feira Quarta- feira Quinta- feira Sexta- feira Sábado Domingo Segunda- feira Terça- feira Quarta- feira Quinta- feira Sexta- feira Sábado 1-jan 2-mar 09:00AM - 11:00PM 09:00AM - 11:00PM 03:00PM 03:00PM 10:15PM 10:15PM Lotação MK 10 9 09:00AM - 09:00AM - Lotação

Leia mais

III Jornadas de Cooperação no Sector de Saúde em Moçambique. Planificação no Sector da Saude em Moçambique

III Jornadas de Cooperação no Sector de Saúde em Moçambique. Planificação no Sector da Saude em Moçambique III Jrnadas de Cperaçã n Sectr de Saúde em Mçambique Planificaçã n Sectr da Saude em Mçambique Maput, Març de 2013 INTRODUÇÃO E ENQUADRAMENTO # Jrnadas de Cperaçã d Sectr da Saúde cnstituem um event anual:

Leia mais

Visão por Computador. WWW: gec.di.uminho.pt/lesi/vpc, gec.di.uminho.pt/mcc/vpc. LESI/LMCC - 5º Ano. Introdução

Visão por Computador. WWW: gec.di.uminho.pt/lesi/vpc, gec.di.uminho.pt/mcc/vpc. LESI/LMCC - 5º Ano. Introdução Visã pr Cmputadr WWW: gec.di.uminh.pt/lesi/vpc, gec.di.uminh.pt/mcc/vpc LESI/LMCC - 5º An Intrduçã Jã Luís Ferreira Sbral Departament d Infrmática Universidade d Minh Outubr 2002 Prgrama Intrduçã e bjectivs

Leia mais

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador

Matemática / 1ª série / ICC Prof. Eduardo. Unidade 1: Fundamentos. 1 - Introdução ao Computador Unidade 1: Fundaments 1 - Intrduçã a Cmputadr Cnceits básics e Terminlgias O cmputadr é uma máquina eletrônica capaz de realizar uma grande variedade de tarefas cm alta velcidade e precisã, desde que receba

Leia mais

Reconhecer as ferramentas de sistemas de informação e seu uso na gestão empresarial;

Reconhecer as ferramentas de sistemas de informação e seu uso na gestão empresarial; CURSO: ADMINISTRAÇÃO SEMESTRE: 5 DISCIPLINA: ADMINISTRAÇÃO DE CARGA HORARIA: 80 HORAS / AULAS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Ementári: Nções de sistemas de infrmaçã e seus cmpnentes, seus tips e principais aplicações

Leia mais

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA

MASTERCOMP ESCOLA DE INFORMÁTICA www.mastercmp.net 1 www.mastercmp.net www.mastercmp.net INFORMAÇO ES ADICIONAIS DO CURSO DE PROMODEL E MS PROJECT Prgramaçã: Carga hrária: 32 Hras Lcal: Sã Sebastiã d Paraís MG Prgramas usads n curs: MS

Leia mais

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO

CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Cnteúd prgramátic CURSO PREPARATÓRIO PARA CERTIFICAÇÃO Este é cnteúd prgramátic d curs preparatóri n nv prgrama CDO-0001 para a certificaçã CmpTIA CDIA+. CONCEITUAL ECM Apresentaçã ds cnceits envlvids

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Administraçã Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 02 Data

Leia mais

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral

Modelo de Comunicação. Programa Nacional para a Promoção da Saúde Oral Mdel de Cmunicaçã Prgrama Nacinal para a Prmçã da Saúde Oral Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e utilizadres d Sistema de Infrmaçã para a Saúde Oral

Leia mais

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013

FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 FORMULÁRIO COLETA CAPES DISCENTE 2013 Este frmulári deve ser preenchid pr tds s aluns matriculads n Mestrad em Atençã à Saúde n an de 2013. Os dads servirã para atualizar, n Cleta Capes, as atividades

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 10/11/2014 a 10/12/2014 Carg: Analista de Desenvlviment Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: até R$ 5.218,56 Nº Vagas: 15 + Cadastr de

Leia mais

Modelagem, qualificação e distribuição em um padrão para geoinformações

Modelagem, qualificação e distribuição em um padrão para geoinformações Mdelagem, qualificaçã e distribuiçã em um padrã para geinfrmações Julia Peixt 14h, 14 de junh de 2010. Mtivaçã Acerv de dads desde 1994 em diferentes áreas de pesquisa; Muitas pessas fazend muits trabalhs

Leia mais

Mestrado em Sistemas de Informação

Mestrado em Sistemas de Informação U n i v e r s i d a d e d M i n h Departament de Sistemas de Infrmaçã Mestrad em Sistemas de Infrmaçã 2003/2005 Tecnlgias de Streaming em Cntexts de Aprendizagem Sb a rientaçã d Prfessr Dutr Henrique Sants

Leia mais

1- Objetivo Orientar e apoiar a utilização dos serviços de Biblioteca por parte do corpo docente, discente e comunidade.

1- Objetivo Orientar e apoiar a utilização dos serviços de Biblioteca por parte do corpo docente, discente e comunidade. Sistema de Gestã de Prcesss Sistema de Gestã da Qualidade Utilizaçã ds Serviçs de Bibliteca 1- Objetiv Orientar e apiar a utilizaçã ds serviçs de Bibliteca pr parte d crp dcente, discente e cmunidade.

Leia mais

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO

INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO INTRODUÇÃO A LOGICA DE PROGRAMAÇÃO A Lógica de Prgramaçã é necessária à tdas as pessas que ingressam u pretendem ingressar na área de Tecnlgia da Infrmaçã, send cm prgramadr, analista de sistemas u suprte.

Leia mais

Curso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde

Curso Profissional de Técnico Auxiliar de Saúde Curs Prfissinal de Técnic Auxiliar de Saúde Planificaçã Anual de Higiene, Segurança e Cuidads Gerais An Letiv 2014/2015 Códig Módul Cnteúds - - Apresentaçã 17/09/14 - - Avaliaçã Diagnóstica Inicial 6572

Leia mais

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS

SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS PROJETO DE REFORÇO DAS CAPACIDADES E COMPETÊNCIAS RELATIVAS A GESTÃO DOS RECURSOS HÍDRICOS NAS ILHAS Crdenadr: Parceirs: SEMINÁRIO PARTICIPATIVO DE REUTILIZAÇÃO DAS ÁGUAS RESIDUAIS TRATADAS Intercâmbi

Leia mais

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7

Número de cédula profissional (se médico); Nome completo; 20/06/2014 1/7 Mdel de Cmunicaçã Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes d Sistema Nacinal de Vigilância Epidemilógica.

Leia mais

MARCELLO VIEIRA LASNEAUX

MARCELLO VIEIRA LASNEAUX MARCELLO VIEIRA LASNEAUX RESUMO DAS QUALIFICAÇÕES Cnheciment de diversas áreas de bilgia, grande experiência cm prfessr de ensin básic, ratória, capacidade de trabalhs interdisciplinares, gestã, crdenaçã,

Leia mais

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação

Os novos usos da tecnologia da informação nas empresas Sistemas de Informação Os nvs uss da tecnlgia da infrmaçã nas empresas Sistemas de Infrmaçã Prf. Marcel da Silveira Siedler siedler@gmail.cm SERVIÇO NACIONAL DE APRENDIZAGEM COMERCIAL FACULDADE DE TECNOLOGIA SENAC PELOTAS Planejament

Leia mais

II Curso de Epidemiologia Aplicada Modelos matemáticos ticos de dispersão de doenças animais

II Curso de Epidemiologia Aplicada Modelos matemáticos ticos de dispersão de doenças animais Rio de Janeiro Brasil 13 a 24 de julho de 2009 II Curso de Epidemiologia Aplicada Modelos matemáticos ticos de dispersão de doenças animais Organização Mundial de Saúde OMS Organização Pan Americana de

Leia mais

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11

ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 ARQUITETURA E INSTALAÇÃO PROTHEUS 11 OBJETIVO Infraestrutura e tecnlgia d Prtheus sã a base de uma sluçã de gestã empresarial rbusta, que atende a tdas as necessidades de desenvlviment, persnalizaçã, parametrizaçã

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Carg: Técnic d Segur Scial Vagas: 2 mil vagas slicitadas Nível de esclaridade: médi Remuneraçã inicial: R$ 4.027,87 PREPARE-SE Prepare-se para Cncurs INSS - Institut Nacinal d Segur

Leia mais

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software).

HARDWARE e SOFTWARE. O Computador é composto por duas partes: uma parte física (hardware) e outra parte lógica (software). HARDWARE e SOFTWARE O Cmputadr é cmpst pr duas partes: uma parte física (hardware) e utra parte lógica (sftware). Vcê sabe qual é a diferença entre "Hardware" e "Sftware"? Hardware: é nme dad a cnjunt

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 18/08/2014 a 28/10/2014 Carg: TNS Administradr Taxa de Inscriçã: R$ 86,00 Salári/Remuneraçã: R$ 1.827,81 Nº Vagas: 01 Data da Prva: 06/12/2014

Leia mais

Nome do programa, pesquisa ou produto: Projeto Censo GIFE 2005/2006

Nome do programa, pesquisa ou produto: Projeto Censo GIFE 2005/2006 1 GIFE Grup de Instituts, Fundações e Empresas Dads da rganizaçã Data de elabraçã da ficha: Fev 2008 Nme: GIFE Grup de Instituts, Fundações e Empresas Endereç: Av. Brigadeir Faria Lima, 2.413 1º andar

Leia mais

CHAMADA DE TRABALHOS

CHAMADA DE TRABALHOS Bletim 01 CHAMADA DE TRABALHOS VI SIMPÓSIO BRASILEIRO DE MECÂNICA DAS ROCHAS 6 SBMR (Cnferência Especializada da ISRM) MECÂNICA DAS ROCHAS PARA RECURSOS NATURAIS E INFRAESTRUTURA 09-13 Setembr 2014 Giânia,

Leia mais

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos

As ferramentas SIG na análise e planeamento da inclusão. João Pereira Santos As ferramentas SIG na análise e planeament da inclusã Jã Pereira Sants 1 Agenda Apresentaçã Intergraph Evluçã SIGs Prjects SIGs Exempls Questões 2 Apresentaçã Intergraph Fundada em 1969, cm nme de M&S

Leia mais

GESTÃO DE LABORATÓRIOS

GESTÃO DE LABORATÓRIOS Seminári Luanda, 26,27,28,29 e 30 de Mai de 2014 - Htel **** Guia Prática GESTÃO DE LABORATÓRIOS Finanças Assegure uma gestã eficaz de tdas as áreas 40 hras de Frmaçã Especializada Cnceits ecnómic-financeirs

Leia mais

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT

PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT PROCESSO DE ATENDIMENTO AO CLIENTE DO GRUPO HISPASAT GRUPO HISPASAT Mai de 2014 PRIVADO PRIVADO E CONFIDENCIAL E Dcument Dcument prpriedade prpriedade HISPASAT,S.A. da 1 Prcess de atendiment a cliente

Leia mais

Análise da Mobilidade Humana em Eventos de Larga Escala baseada em Chamadas de Telefones Celulares

Análise da Mobilidade Humana em Eventos de Larga Escala baseada em Chamadas de Telefones Celulares Análise da Mbilidade Humana em Events de Larga Escala baseada em Chamadas de Telefnes Celulares Humbert T. Marques-Net Departament de Ciência da Cmputaçã Pntifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Leia mais

3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO:

3. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO: PLANO DA DISCIPLINA: SAÚDE COLETIVA III PROGRAMA 2011 CURSO: MEDICINA CARGA HORÁRIA: 160 hras CRÉDITOS: 4.0 HORÁRIOS: TURMA A segunda-feira e quinta-feira das 14:00 às 18:00 h (primeir semestre) TURMA

Leia mais

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO:

5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5. PLANEJAMENTO E ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO: 5.1 INTRODUÇÃO A rganizaçã da manutençã era cnceituada, até há puc temp, cm planejament e administraçã ds recurss para a adequaçã à carga de trabalh esperada.

Leia mais

TREINAMENTOS ESPECIALIZADOS TÉCNICAS AVANÇADAS DE TESTE DE SOFTWARE E SISTEMAS. Submitted By. Aviso

TREINAMENTOS ESPECIALIZADOS TÉCNICAS AVANÇADAS DE TESTE DE SOFTWARE E SISTEMAS. Submitted By. Aviso TREINAMENTOS ESPECIALIZADOS TÉCNICAS AVANÇADAS DE TESTE DE SOFTWARE E SISTEMAS Submitted By Avis O cnteúd desta prpsta cnstitui segred cmercial e industrial. De acrd cm art. 195 da Lei 9.279, sua revelaçã

Leia mais

Formação integrada em Contabilidade, Finanças e Fiscalidade

Formação integrada em Contabilidade, Finanças e Fiscalidade Frmaçã integrada em Cntabilidade, Finanças e Fiscalidade Objetivs Gerais Este Curs pretende dtar e cnslidar ns participantes s cnheciments avançads para desempenh das suas atividades prfissinais ns dmínis

Leia mais

Em qualquer situação, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução da questão/problema.

Em qualquer situação, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução da questão/problema. Mdel de Cmunicaçã Prescriçã Eletrónica de Medicaments Revisã 2 Âmbit d Dcument O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da Prescriçã Eletrónica de Medicaments

Leia mais

O projeto Key for Schools PORTUGAL

O projeto Key for Schools PORTUGAL O prjet Key fr Schls PORTUGAL O teste Key fr Schls O teste Key fr Schls é cncebid para aplicaçã em cntext esclar e está de acrd cm Quadr Eurpeu Cmum de Referência para as Línguas O teste Key fr Schls permite

Leia mais

3 Aplicações dos Modelos de Análise de Crédito

3 Aplicações dos Modelos de Análise de Crédito 3 Aplicações ds Mdels de Análise de Crédit Pdem ser citads cm principais estuds realizads para previsã de inslvência de pessas jurídicas: Estud de Tamari O estud fi realizad n final da década de 50 e fi

Leia mais

ÍNDICE. 1. Introdução... 3. 2. Objectivos... 3. 3. Metodologia... 4. 3.1 Estudo de Painel... 4. 3.2. Definição e selecção da amostra...

ÍNDICE. 1. Introdução... 3. 2. Objectivos... 3. 3. Metodologia... 4. 3.1 Estudo de Painel... 4. 3.2. Definição e selecção da amostra... BARÓMETRO * * * * Observatóri de Luta Cntra a Pbreza na Cidade de Lisba REAPN Rede Eurpeia Anti-Pbreza / Prtugal Núcle Distrital de Lisba Rua Seir Pereira Gmes, n.º 7 Apartament 311 1600-196 Lisba Tel:

Leia mais

Em qualquer caso, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução

Em qualquer caso, deve ser incluída toda a informação que seja relevante para a análise e resolução Âmbit d Dcument Mdel de Cmunicaçã Platafrma de Dads de Saúde - Prtal d Prfissinal Revisã 1 O presente dcument traduz mdel de cmunicaçã entre Centr de Suprte da SPMS e clientes da Platafrma de Dads da Saúde

Leia mais

Geoprocessamento integrado à gestão de propriedades rurais piloto COCAMAR em Jussara-PR Autor:

Geoprocessamento integrado à gestão de propriedades rurais piloto COCAMAR em Jussara-PR Autor: Geprcessament integrad à gestã de prpriedades rurais pilt COCAMAR em Jussara-PR Autr: Flavi Duran Altimari Geprcessament aplicad a gestã de prpriedades rurais Autres: Flavi D. Altimari 54 Unidades (Entrepsts)

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 01/09/2014 a 07/10/2014 Carg: Analista Financeir Cntábil Taxa de Inscriçã: R$ 75,00 Salári/Remuneraçã: R$ 7.491,32 Nº Vagas: 01 Data da Prva: 30/11/2014

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 20/10/2014 a 07/11/2014 Carg: Analista Legislativ: Crdenadr de Administraçã Taxa de Inscriçã: até R$ 14,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.512,85 Nº Vagas:

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES Ministéri da Educaçã - MEC Secretaria de Educaçã Prfissinal e Tecnlógica (SETEC) Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia d Ceará PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES Ministéri da

Leia mais

Dr. Pedro Antonio Pierro Neto CRM 102283

Dr. Pedro Antonio Pierro Neto CRM 102283 Dr. Pedr Antni Pierr Net CRM 102283 Dads Pessais Pedr Antni Pierr Net 40 ans casad. Rua Sã Jsé Operari, 484 AP. 42 Bela Vista Sant André (SP). Telefne Residencial (11) 2379-9232 Celular (11) 8133-4079.

Leia mais

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES

PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES Ministéri da Educaçã - MEC Secretaria de Educaçã Prfissinal e Tecnlógica (SETEC) Institut Federal de Educaçã, Ciência e Tecnlgia d Ceará PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO OPERADOR DE COMPUTADORES 1 Ministéri

Leia mais

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita

Projeto de Arquitetura Objetivos. Tópicos abordados. Arquitetura de software. Vantagens da arquitetura explícita Prjet de Arquitetura Objetivs Apresentar prjet de arquitetura e discutir sua imprtância Explicar as decisões de prjet de arquitetura que têm de ser feitas Apresentar três estils cmplementares de arquitetura

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 10/10/2014 a 07/11/2014 Carg: Assessr: Administraçã Taxa de Inscriçã: R$ 187,45 Salári/Remuneraçã: R$ 9.897,27 Nº Vagas: 01 Data da Prva: nã definida

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 08/08/2014 a 26/08/2014 Carg: Prfissinal de Vendas: Júnir Taxa de Inscriçã: R$ 65,00 Salári/Remuneraçã: R$ 2.760,29 Nº Vagas: 07 Data da Prva:

Leia mais

1. Conceituação Percentual de crianças imunizadas com vacinas específicas, em determinado espaço geográfico, no ano considerado.

1. Conceituação Percentual de crianças imunizadas com vacinas específicas, em determinado espaço geográfico, no ano considerado. INDICADOR: F.13 COBERTURA VACINAL 1. Cnceituaçã Percentual de crianças imunizadas cm vacinas específicas, em determinad espaç gegráfic, n an cnsiderad. 2. Interpretaçã Estima nível de prteçã da ppulaçã

Leia mais

1 Institucional. 1.1 Sobre a Vensis. 1.2 Missão, Políticas e Valores. 1.2.1 Missão. 1.2.2 Política da Qualidade

1 Institucional. 1.1 Sobre a Vensis. 1.2 Missão, Políticas e Valores. 1.2.1 Missão. 1.2.2 Política da Qualidade Institucinal 1 Institucinal 1.1 Sbre a Vensis A Vensis é uma empresa especializada n desenvlviment de sluções integradas para gestã de empresas. Atuand n mercad de tecnlgia da infrmaçã desde 1998, a empresa

Leia mais

Volume I: Tecnologia Sesi cultura e as leis de incentivo à cultura. Brasília: SESI/DN, 2007, 50p.

Volume I: Tecnologia Sesi cultura e as leis de incentivo à cultura. Brasília: SESI/DN, 2007, 50p. Data de elabraçã da ficha: Jun 2007 SESI Serviç Scial da Indústria Dads da rganizaçã Nme: SESI Serviç Scial da Indústria Endereç: Av Paulista, 1313, Sã Paul, SP Site: www.sesi.rg.br Telefne: (11) 3146-7405

Leia mais

Desafios e Oportunidades. Os Planos de Gestão de Riscos de Inundações (PGRI)

Desafios e Oportunidades. Os Planos de Gestão de Riscos de Inundações (PGRI) Desafis e Oprtunidades. Os Plans de Gestã de Riscs de Inundações (PGRI) Cláudia Brandã e Jsé Salvad Divisã d Estad das Dispnibilidades Hídricas 5/02/2015 O QUE SE COMENTA SOBRE AS CHEIAS OU INUNDAÇÕES

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 45 horas

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA CARGA HORÁRIA TEÓRICA: 45 horas SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E DO DESPORTO FACULDADE DE ENFERMAGEM PROGRAMA DE DISCIPLINA DISCIPLINA: PSICOLOGIA APLICADA À ENFERMAGEM GRADE: RESOLUÇÃO CEPEC Nº 831 MATRIZ CURRICULAR:

Leia mais

WWW.CLICK-MENTAL.COM

WWW.CLICK-MENTAL.COM Fidelity Uma estratégia de fidelizaçã de clientes WWW.CLICK-MENTAL.COM Criad pr: Click Mental - Sistemas de Infrmaçã, Lda. Fidelity Uma estratégia de fidelizaçã de clientes O que é? O Fidelity é um sftware

Leia mais

CAPÍTULO IV. Valores, Crenças, Missão, Visão.e Política da Qualidade. Waldemar Faria de Oliveira

CAPÍTULO IV. Valores, Crenças, Missão, Visão.e Política da Qualidade. Waldemar Faria de Oliveira CAPÍTULO IV Valres, Crenças, Missã, Visã.e Plítica da Qualidade. Waldemar Faria de Oliveira Há alguns ans, quand tínhams ótims atletas, perdíams a Cpa d Mund de futebl, as Olimpíadas, errand em cisas básicas.

Leia mais

PASSO A PASSO DE COMO DESENVOLVER UM ARTIGO CIENTÍFICO

PASSO A PASSO DE COMO DESENVOLVER UM ARTIGO CIENTÍFICO PASSO A PASSO DE COMO DESENVOLVER UM ARTIGO CIENTÍFICO Objetiv d Manual Este manual bjetiva apresentar a frma de cm se desenvlver um artig científic. Tende a demnstrar as partes que cmpõem um artig e uma

Leia mais

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º).

VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteração no cronograma (Art. 6º e Art. 12º). VERSÃO ATUALIZADA EM 07/08/2015 > Alteraçã n crngrama (Art. 6º e Art. 12º). APRESENTAÇÃO Idealizad e instituíd pela Assciaçã Nacinal de Entidades Prmtras de Empreendiments Invadres (Anprtec), em parceria

Leia mais

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO

Resumo Executivo - Funcionalidades 1 INTRODUÇÃO 1 INTRODUÇÃO A crescente cmplexidade ds prjets, a quantidade de infrmaçã que lhes está assciada e aument d númer de intervenientes n prcess cnstrutiv, transfrmaram a indústria da cnstruçã numa indústria

Leia mais

RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 3 a 10 de Maio de 2013

RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 3 a 10 de Maio de 2013 RESERVAS DA BIOSFERA EM ILHAS E ZONAS COSTEIRAS EM ÁFRICA Dia 03/05/2013: (sexta- feira) MODELOS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 3 a 10 de Mai de 2013 Lcal: Regiã Autónma d Príncipe, Sã Tmé e Príncipe

Leia mais

HORÁRIOS DE AULA GASTRONOMIA

HORÁRIOS DE AULA GASTRONOMIA 1 º períd MA SL 205 Blc C gastrnmia Biquímica ds Aliments gastrnmia Biquímica ds Aliments Enfilia e Práticas de Smmelier Enfilia e Práticas de Smmelier 1º períd NA SL 101 Blc A gastrnmia gastrnmia Biquímica

Leia mais

Principais Informações

Principais Informações Principais Infrmações Quem é Benefix Sistemas? Frmada pr ex-executivs e equipe de tecnlgia da Xerx d Brasil, que desenvlvem e suprtam sluções e estratégias invadras para setr públic, especializada dcuments

Leia mais

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+

DATA DIA DIAS DO FRAÇÃO DATA DATA HORA DA INÍCIO DO ANO JULIANA SIDERAL T.U. SEMANA DO ANO TRÓPICO 2450000+ 2460000+ CALENDÁRIO, 2015 7 A JAN. 0 QUARTA -1-0.0018 7022.5 3750.3 1 QUINTA 0 +0.0009 7023.5 3751.3 2 SEXTA 1 +0.0037 7024.5 3752.3 3 SÁBADO 2 +0.0064 7025.5 3753.3 4 DOMINGO 3 +0.0091 7026.5 3754.3 5 SEGUNDA

Leia mais

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi

táxis compartilhados Shared-transport / Shared-taxi Benefícis ds serviçs de transprte de táxis cmpartilhads Shared-transprt / Shared-taxi Reuniã de Especialistas sbre Transprte Urban Sustentável: Mdernizand e Trnand Eclógicas as Frtas de Táxis nas Cidades

Leia mais

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA

SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA SMART CONTROLE DO ESTOQUE DE GONDOLA O prcess de cntrle de estque de gôndla fi desenvlvid cm uma prcess de auxili a cliente que deseja cntrlar a quantidade de cada item deve estar dispnível para venda

Leia mais

EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES

EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES EDITAL Nº 034/2014 ESCOLA JUDICIAL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE PERNAMBUCO PROGRAMA DE APERFEIÇOAMENTO DE SERVIDORES Trna pública a abertura de inscrições para Curs PJE VARAS CÍVEIS Módul Servidres, destinad

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 20/11/2014 a 20/12/2014 Carg: Cntadr Taxa de Inscriçã: R$ 80,00 Salári/Remuneraçã: R$ 7.441,85 Nº Vagas: 01 + Cadastr de Reserva Data da Prva:

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS

MANUAL DE PROCEDIMENTOS MANUAL DE PROCEDIMENTOS Etapa 3 Cadastr d Prcess Seletiv O Presidente da CRM cadastra s dads d prcess n sistema. O prcess seletiv é a espinha drsal d sistema, vist que pr mei dele regem-se tdas as demais

Leia mais

PROPOSTA TÉCNICA. Curitiba PR http://www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br

PROPOSTA TÉCNICA. Curitiba PR http://www.softwar.com.br comercial@softwar.com.br PROPOSTA TÉCNICA Curitiba PR http://www.sftwar.cm.br cmercial@sftwar.cm.br Prpsta Técnica Aderência Prdut desenvlvid especificamente para Cnstrutras e empresas d Setr, utilizand linguagem cnhecid pr prfissinais

Leia mais

Lista de exercícios de resistência ao cisalhamento dos solos

Lista de exercícios de resistência ao cisalhamento dos solos UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA Departament de Engenharia Civil Setr de Getecnia Paul Sérgi de Almeida Barbsa Lista de exercícis de resistência a cisalhament ds sls 1.ª ) Uma amstra de uma argila nrmalmente

Leia mais

Gerenciamento do Escopo

Gerenciamento do Escopo Pós-graduaçã Gestã Empresarial Módul GPE Gestã de Prjets Empresariais Prf. MSc Jsé Alexandre Mren prf.mren@ul.cm.br agst_setembr/2009 1 Gerenciament d Escp 3 Declaraçã d escp Estrutura Analítica d Prjet

Leia mais

Banco de Dados. DIEGO BARCELOS RODRIGUES dbarcelos@ifes.edu.br 2015 (2015/1) 1. Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim

Banco de Dados. DIEGO BARCELOS RODRIGUES dbarcelos@ifes.edu.br 2015 (2015/1) 1. Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim Ifes - Campus Cacheir de Itapemirim Banc de Dads DIEGO BARCELOS RODRIGUES dbarcels@ifes.edu.br 2015 (2015/1) 1 Agenda Breve revisã ds Cnceits Básics SQL (Linguagem de Cnsulta Estruturada) Subdivisões da

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 Inserir data e Hra 08/10/2012 N.º PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LECTIVO 2012 / 2013 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO: Técnic De Turism 2010/2013 DISCIPLINA: Operações Técnicas em Empresas Turísticas An: 3º N.º TOTAL

Leia mais

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização

Prefeitura Municipal de Belo Horizonte Vox Mercado Pesquisa e Projetos Ltda. Dados da organização Data de elabraçã da ficha: Jun 2007 Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Vx Mercad Pesquisa e Prjets Ltda. Dads da rganizaçã Nme: Prefeitura Municipal de Bel Hriznte Endereç: Av. Afns Pena, 1212 - Cep.

Leia mais

Plano de Desenvolvimento Econômico Regional e Local dos Municípios do Pontal do Paranapanema

Plano de Desenvolvimento Econômico Regional e Local dos Municípios do Pontal do Paranapanema Plan de Desenvlviment Ecnômic Reginal e Lcal ds Municípis d Pntal d Paranapanema 1ª Etapa Diagnóstic Ecnômic e Definiçã de Cenáris Apresentaçã as municípis 20/08/2014 Cnvêni: Elabraçã: Plan de Desenvlviment

Leia mais

WORKSHOP SOBRE PANORAMAS ATUAL E FUTURO DA ENGENHARIA COSTEIRA NO BRASIL

WORKSHOP SOBRE PANORAMAS ATUAL E FUTURO DA ENGENHARIA COSTEIRA NO BRASIL REUNIÃO PREPARATÓRIA SOBRE O TEMA SEDIMENTOS Ri de Janeir, 17 e 18 de utubr de 2005 Participantes: Jã Eduard Addad (ICTM) - jã@terraemar.rg.bf... Crdenadr Claudi Freitas Neves (COPPE/UFRJ) - neves@pen.cppe.ufrj.br...

Leia mais

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. !

CRIMES. DICiITAL. n,. Editor~ NO MEIO AMBIENTE .., 1'1. Celso Antonio Pacheco Fiorillo Christiany Pegorari Conte. ~ Saraiva B22. ! .., 1'1 I'IJ!li 111 ll I- IA ~ - CRIMES NO MEIO AMBIENTE DICiITAL Cels Antni Pachec Firill Christiany Pegrari Cnte B22 @ n,. Editr~ ~ Saraiva SUMARIO,. - ', CAP(TULO 1 - DO MEIO AMBIENTE DIGITAL... 11

Leia mais

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES

DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES DEPARTAMENTO DE EXPRESSÕES Critéris de Avaliaçã Direçã Reginal de Educaçã d Nrte Agrupament de Esclas AMADEO DE SOUZA-CARDOSO Telões - Amarante EDUCAÇÃO MUSICAL 2ºCICLO An Letiv 2014/2015 Dmíni Cgnitiv

Leia mais

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO

ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), - 2/3 2013 2-3 DEZEMBRO Encntr de Alt Dirigentes - Viseu 2/3 Dez 2013 Cm Invar para Ser Mais Cmpetitiv ENCONTRO de ALTOS DIRIGENTES VISEU (PORTUGAL), 2-3 DEZEMBRO 2013 Apresentaçã Crprativa Cnfidencial Cnclusões finais Página

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 27/10/2014 a 21/11/2014 Carg: Auxiliar de Sala: Educaçã Infantil Taxa de Inscriçã: R$ 48,00 Salári/Remuneraçã: R$ 1.146,27 Nº Vagas: Cadastr de

Leia mais

Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 - XC110 -

Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 - XC110 - T e c n l g i a Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 - XC110 - Os melhres e mais mderns MÓDULOS DIDÁTICOS para um ensin tecnlógic de qualidade. Bancada Didática para CLP SIEMENS S7-1200 - XC110 -

Leia mais

MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA

MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA MAIO 2009 2 RELATÓRIO DE MONITORIZAÇÃO DA SATISFAÇÃO DOS UTILIZADORES DA ULSNA, EPE Prject encmendad pela Títul: Autres: Ediçã: Mnitrizaçã da satisfaçã

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 23/11/2014 a 18/12/2014 Carg: Técnic de Nível Superir: Ciências Cntábeis Taxa de Inscriçã: R$ 60,00 Salári/Remuneraçã: R$ 4.232,00 Nº Vagas: 01

Leia mais

Resumo para a Certificação ITIL V3 Foundation

Resumo para a Certificação ITIL V3 Foundation Resum para a Certificaçã ITIL V3 Fundatin Resum cm pnts-chave para preparaçã para exame de certificaçã ITIL V3 Fundatin Pedr Rcha RESUMO Este dcument tem cm bjetiv principal enumerar s principais pnts

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO www.passencncurs.cm.br Infrmações sbre Cncurs Inscrições: 15/07/2014 a 13/08/2014 Carg: T - Quadr Técnic: Administraçã Taxa de Inscriçã: R$ 45,00 Salári/Remuneraçã: R$ 6.027,00 (Pós-frmad) Nº Vagas: 03

Leia mais

Apresentação das secções. Secção de Sistemas Digitais e Percepcionais (SSDP)

Apresentação das secções. Secção de Sistemas Digitais e Percepcionais (SSDP) Apresentaçã das secções Secçã de Sistemas Digitais e Percepcinais (SSDP) Linha A Frmaçã em Sistemas Digitais e Sensriais Linha B Frmaçã Prcessament e Integraçã de Infrmaçã Departament de Engenharia Electrtécnica

Leia mais

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade)

Legenda da Mensagem de Resposta à Verificação de Elegibilidade (respostaelegibilidade) Legenda da Mensagem de Respsta à Verificaçã de Elegibilidade (respstaelegibilidade) Mensagem : Respta à verificaçã de elegibilidade (respstaelegibilidade) - Flux : Operadra para Prestadr Códig da mensagem

Leia mais