COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL"

Transcrição

1 Tradução do espanhol realizada pela SM COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL As Presidentas da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, e da República Federativa do Brasil, Dilma Vana Rousseff; o Presidente da República Oriental do Uruguai, José Mujica Cordano; e o Ministro do Poder Popular para as Relações Exteriores da República Bolivariana da Venezuela, Nicolás Maduro Moros, em representação do Presidente Hugo Chávez Frías, reunidos na cidade de Mendoza, República Argentina, no dia 29 de junho de 2012, por ocasião da XLIII Reunião do Conselho do Mercado Comum: 1. Congratularam-se com a participação do Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia, Evo Morales; do Presidente da República do Chile, Sebastián Piñera Echenique; do Presidente da República do Equador, Rafael Correa Delgado; e do Presidente de Suriname, Desi Bouterse. Expressaram, ainda, sua satisfação pela presença da Ministra das Relações Exteriores da República da Colômbia, María Ángela Holguín Cuéllar, do Ministro das Relações Exteriores da República do Peru, Rafael Roncagliolo, da Secretária das Relações Exteriores dos Estados Unidos Mexicanos, Patricia Espinosa Cantellano, e do Chanceler da República Cooperativista da Guiana, Carolyn Rodrigues-Birkett. 2. Saudaram a participação do Secretário-Geral da ALADI, Carlos Álvarez; do Secretário-Geral da UNASUL, Alí Rodríguez Araque; da Senhora Secretária-Executiva da CEPAL, Alicia Bárcena, e Representantes do Tribunal Permanente de Revisão, a Comunidade Andina de Nações, a Corporação Andina de Fomento e o Sistema da Integração Centro- Americana. 3. Destacaram a Declaração de Cidadão Ilustre do MERCOSUL do expresidente Luiz Inácio Lula da Silva, reconhecendo sua invalorável contribuição à integração regional e seu permanente compromisso com a democracia, a ordem constitucional, o estado de direito e o respeito irrestrito dos direitos humanos e liberdades fundamentais. SITUAÇÃO DO MERCOSUL 4. Renovaram seu compromisso com o MERCOSUL, salientando que seus objetivos devem orientar-se a aprofundar a integração de seus povos, a consolidação da democracia, o crescimento e a geração de emprego em todos os Estados Partes. 5. Reiteraram sua condenação pela ruptura da ordem democrática produzida na irmã República do Paraguai, sublinharam que o restabelecimento das

2 instituições democráticas é condição indispensável para o desenvolvimento do processo de integração e decidiram suspender, no marco do Protocolo de Ushuaia sobre Compromisso Democrático do MERCOSUL, o direito desse país a participar nos órgãos do MERCOSUL. Ressaltaram seu compromisso com que os efeitos da aplicação desta medida não provoquem prejuízos ao povo paraguaio. A suspensão cessará quando, conforme estabelecido no Artigo 7 do Protocolo de Ushuaia, for verificado o pleno restabelecimento da ordem democrática na parte afetada. 6. Congratularam-se pelo ingresso da República Bolivariana da Venezuela ao MERCOSUL, salientando que o processo de integração é um instrumento para promover o desenvolvimento integral, enfrentar a pobreza e a exclusão social. Convocaram, para tanto, uma reunião para efeitos da admissão oficial da Venezuela ao MERCOSUL em 31 de julho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro. 7. Saudaram o início dos trabalhos para estudar a adesão do Equador ao MERCOSUL e ratificaram a vontade das partes de avançar rumo a uma integração mais profunda e solidária, baseada na complementação produtiva, reconhecendo as diferentes estruturas econômicas e com a vontade necessária para permitir sua conclusão no menor prazo possível. 8. Receberam o relatório do Alto Representante-Geral do MERCOSUL ao Conselho do Mercado Comum, que contribui com elementos relevantes para a discussão sobre o aprofundamento do processo de integração. Tomaram conhecimento, com pesar, da carta de demissão do Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães e agradeceram seu trabalho como primeiro Alto Representante-Geral do MERCOSUL. 9. Manifestaram seu beneplácito pela realização da Reunião de Ministros da Economia e Presidentes de Bancos Centrais do MERCOSUL e Estados Associados, marcada por um alto nível de consenso no que diz respeito ao diagnóstico e os desafios que enfrenta a região a partir da crise internacional, pelo que destacaram a importância de aprofundar a coordenação macroeconômica no MERCOSUL 10. Reafirmaram a necessidade de impulsionar iniciativas e ações que transcendam o eixo do bloco, reafirmando que é fundamental avançar na complementaridade produtiva no MERCOSUL e consolidar o aumento da competitividade dos setores produtivos dos Estados Partes. Estas iniciativas contribuem para avançar nas construção de projetos regionais comuns em matéria de Ciência, Desenvolvimento Tecnológico, Inovação e Integração Produtiva como um objetivo estratégico que possibilite superar as brechas de competitividade em diferentes setores produtivos entre os sócios, bem como a respeito de terceiras economias.

3 Congratularam-se, nesse sentido, pelos termos da Declaração dos Estados Partes do MERCOSUL sobre Ciência, Tecnologia e Inovação. 11. Ratificaram sua determinação de fortalecer a dimensão social da integração, salientando a importância dos trabalhos que se desenvolvem nos distintos foros para garantir o crescimento econômico com justiça e inclusão social. 12. Destacaram a importância de contar com um Protocolo de Contratações Públicas do MERCOSUL e instaram a continuar os trabalhos com o intuito de culminar a referida revisão. 13. Reafirmaram que o Fundo para a Convergência Estrutural do MERCOSUL (FOCEM) é ferramenta fundamental para a superação das assimetrias existentes entre os países e as regiões do bloco e o fortalecimento do processo de integração. Nesse contexto, congratularam-se com sua evolução, destacando os 39 projetos aprovados até o presente, por um valor total de 1,133 bilhão de dólares. Tomaram conhecimento da Decisão do Conselho do Mercado Comum de ampliar o financiamento do projeto Vínculo de interconexão em 132 kv. Iberá Paso de los Libres Norte. Manifestaram seu interesse no Projeto pluriestatal sobre Economia Social e Solidária com o propósito de fortalecer a rede produtiva de zonas gêmeas em fronteiras, possibilitando assim o acesso ao trabalho digno, a integração ao mercado de trabalho, a incorporação de valor agregado aos produtos e serviços, a capacitação, o acesso ao microcrédito e o desenvolvimento da comercialização e inovação. Expressaram sua satisfação, ainda, pela apresentação ao FOCEM do segundo projeto destinado à recuperação de ferrovias no litoral uruguaio, por uma extensão total de 327 km, que contribui para a integração ferroviária regional. Congratularam-se pela aprovação do Projeto Construcción de la Avenida Costanera Norte de Asunción 2ª Etapa, que permitirá melhorar a eficiência do transporte urbano na cidade de Assunção. 14. Destacaram a evolução positiva dos trabalhos do Grupo de Integração Produtiva; em particular aqueles desenvolvidos em matéria aeronáutica, naval, eólica, metalmecânica, de tecnologias da informação e comunicação, os Projetos FOCEM de Qualificação de provedores da cadeia produtiva de petróleo e gás e de Adensamento e complementação automotiva no âmbito do MERCOSUL, bem como o desenvolvimento de cadeias valor fronteiriças. Destacaram, nesse sentido, as atividades desenvolvidas no âmbito regional das Missões Jesuítico- Guarani, que abrange o nordeste argentino, sul do Brasil e leste do Paraguai; os avanços no Grupo da Bacia do Rio Uruguai, bem como

4 aqueles instalados em diversos territórios, como testemunho das realizações alcançadas. 15. Sublinharam a aprovação da estrutura do Fundo MERCOSUL de Garantias para as Micro, Pequenas e Médias Empresas (FOMPMEs), o que constitui um passo adiante na implementação deste Fundo, instrumento que favorecerá os processos de integração produtiva. 16. Manifestaram sua satisfação com a criação do Grupo de Cooperação Internacional, que permitirá fortalecer e hierarquizar o tratamento da cooperação técnica no MERCOSUL e centralizará as ações em conformidade com as estratégias do bloco e em consonância com a evolução do processo de integração. Congratularam-se com a adoção dos lineamentos gerais da política de cooperação internacional do MERCOSUL, que estabelece objetivos, princípios e modalidades que permitirão ampliar o papel do MERCOSUL como ator internacional na matéria. 17. Destacaram a importância de impulsionar atividades de Promoção Comercial Conjunta no MERCOSUL, coordenando esforços para diversificar a oferta exportável e ter acesso a novos mercados, em particular aos de grande dinamismo. Neste sentido, instruíram as respectivas Chancelarias a organizar uma missão de Promoção Conjunta do MERCOSUL, com a participação do setor empresarial, a ser realizada durante o segundo semestre de 2012 na República da Indonésia (Jacarta) e a República Popular da China (Xangai). RELACIONAMENTO EXTERNO DO MERCOSUL 18. Enfatizaram a importância de sua relação com a República Popular da China e, nesse sentido, destacaram os termos da Declaração Conjunta pela qual se comprometeram a incrementar a cooperação em matéria econômica e comercial. 19. Destacaram a realização do XXIV Comitê de Negociações Birregionais MERCOSUL União Europeia e assinalaram a importância de alcançar um acordo abrangente, ambicioso e equilibrado para ambas as regiões. 20. Saudaram a conclusão do Diálogo Exploratório com Canadá, cujos resultados serão utilizados para realizar as avaliações nacionais correspondentes sobre a factibilidade de celebrar um acordo comercial MERCOSUL-Canadá. 21. Tomaram nota da realização em Buenos Aires da Primeira Reunião do Comitê Conjunto MERCOSUL-Israel, nos dias 17 e 18 de abril, e destacaram sua importância para o fortalecimento do Tratado de Livre Comércio vigente, o primeiro em vigor com um país não latino-americano.

5 22. Celebraram a presença do representante do Sistema da Integração Centro-Americana (SICA), no âmbito do interesse recíproco por consolidar e aprofundar os vínculos existentes entre ambas as regiões. Destacaram, nesse sentido, a intenção de estimular contatos entre os blocos regionais e incrementar a cooperação em iniciativas em que ambas partes participam ativamente. INTEGRAÇÃO REGIONAL 23. Manifestaram seu compromisso de continuar promovendo a complementação econômico-comercial regional, com o objetivo de que, mediante a complementaridade e cooperação dos processos de integração como o MERCOSUL, a Comunidade Andina de Nações (CAN), a União de Nações Sul-Americanas (UNASUL) e a Comunidade de Estados Latino-Americanos e Caribenhos (CELAC), a região alicerce seu crescimento e sua importância política, econômica, social e cultural no mundo. 24. Congratularam-se pela entrada em vigência no dia 3 de abril do Convênio Constitutivo do Banco do Sul, do qual são membros fundadores a República Argentina, o Estado Plurinacional da Bolívia, a República Federativa do Brasil, a República do Equador, a República do Paraguai, a República Oriental do Uruguai e a República Bolivariana da Venezuela. O Banco do Sul terá como objetivo financiar o desenvolvimento econômico, social e ambiental de seus países membros, de forma equilibrada e estável, fazendo uso da poupança intra- e extrarregional, bem como fortalecer a integração, reduzir as assimetrias e promover a equitativa distribuição dos investimentos entre seus países membros. 25. Ainda, ratificaram a importância de levar a cabo periodicamente as reuniões das Comissões Administradoras dos Acordos de Complementação Econômica, para avançar no aprofundamento do comércio regional e a diversificação do intercâmbio, incluindo produtos com maior valor agregado. 26. Expressaram sua satisfação pelos trabalhos que vêm se desenvolvendo na Associação Latino-Americana de Integração (ALADI) em prol da integração regional, através da identificação de novos temas de interesse prioritário dos países membros com vistas a favorecer o desenvolvimento econômico e social de seus povos, e da concretização de outros, como a certificação de origem digital. 27. Manifestaram seu beneplácito pela realização e os resultados da 32 Conferência Regional para América Latina e Caribe da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO), levada a cabo em Buenos Aires, de 26 a 30 de março de Igualmente, destacaram as decisões adotadas com o objetivo de garantir a segurança alimentar e

6 erradicar a fome em nossa região e manifestaram sua satisfação por ser a primeira conferência sob a gestão do novo Diretor Geral, José Graziano da Silva. SITUAÇÃO INTERNACIONAL 28. Reconheceram a deterioração do cenário econômico internacional, reafirmando o compromisso de coordenar e implementar ações que permitam atenuar o impacto da crise internacional sobre as economias do bloco, sustentar a demanda interna, contribuir para a geração de emprego e proteger os mais vulneráveis, levando em conta as particularidades nacionais. 29. Destacaram o papel ativo que os países em desenvolvimento tiveram em anos recentes como principais impulsionadores da demanda agregada global mediante o aumento de suas importações. Nesse sentido, manifestaram seu compromisso de continuar aplicando políticas públicas responsáveis a fim de impulsionar o desenvolvimento com inclusão social e emprego de qualidade. 30. Valoraram o resultado da Cúpula do G20 em Los Cabos (México), em especial que as lideranças se comprometessem a criar um ambiente propício ao desenvolvimento, incluído o da infraestrutura, e que reiterassem a prioridade que tem o crescimento sustentável em suas dimensões econômica, social e ambiental para a criação de emprego, a erradicação da pobreza e a superação da brecha de desenvolvimento. Salientaram, ainda, a necessidade de que o G20 continue complementando a tarefa das instituições e organizações do sistema multilateral internacional, especialmente o da Nações Unidas, para poder superar a atual crise econômico-financeira global e suas consequências políticas e sociais, particularmente para os países em vias de desenvolvimento. 31. Ratificaram a necessidade de reforçar suas ações conjuntas a fim de alcançar um resultado ambicioso integral e equilibrado das negociações da Rodada de Doha da OMC, conforme seu mandato focado no desenvolvimento. 32. Destacaram que caso não sejam cumpridas as disposições do Mandato de Doha sobre agricultura, o seguimento do processo de reforma que fora acordado na Rodada Uruguai continuará estagnado e o comércio agrícola internacional se manterá como bastião do protecionismo. Instaram os países a cumprirem com a continuação deste processo de reforma, incluindo a eliminação de todos os subsídios às exportações agrícolas em Expressaram sua preocupação pelo aumento do protecionismo no comércio agrícola internacional como resultado da aplicação de medidas sem justificação científica ou técnica inconsistentes com os Acordos da OMC sobre Medidas Sanitárias e Fitossanitárias ou de Obstáculos

7 Técnicos ao Comércio Destacaram que medidas tais como a utilização crescente de padrões privados e exigências de etiquetagem obrigatória não conformes com os Acordos da OMC, prejudicam os países em desenvolvimento de maneira desproporcionada. DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL 34. Tomaram conhecimento da realização da XV Reunião de Ministros do Meio Ambiente do MERCOSUL e Chile como Estado Associado, bem como da aprovação da Declaração de Buenos Aires que reafirma os acordos alcançados na XIV Reunião sobre as contribuições para o processo preparatório da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (Rio + 20), que teve lugar no Rio de Janeiro, República Federativa do Brasil, de 20 a 22 de junho do corrente ano. Ainda, coincidiram na identificação de temas prioritários para o bloco e comprometeram-se a impulsioná-los pós-rio, tais como mudança climática, água e resíduos. 35. Destacaram a relevância da realização da Conferência Rio+20, na qual foi adotada a Declaração O futuro que queremos, com a reafirmação do compromisso político intergovernamental com o desenvolvimento sustentável, visando à plena integração dos pilares econômico, social e ambiental. Realçaram a vigência da Declaração do Rio, a Agenda 21 e o Plano de Implementação de Joanesburgo, reafirmando que todo compromisso político internacional renovado em matéria de Desenvolvimento Sustentável deve fechar as brechas de implementação que ainda persistam nos processos para sua realização. Sublinharam a importância de alcançar a realização do paradigma de desenvolvimento sustentável em seus três pilares, de forma equitativa e equilibrada em favor dos países em desenvolvimento e os menos avançados. Em consequência, ratificaram a vigência do princípio de responsabilidades comuns porém diferenciadas, os direitos soberanos dos Estados sobre seus recursos naturais, a não existência de um modelo de desenvolvimento único aplicável a todos, na medida em que deve-se atender às distintas capacidades e aos diferentes níveis de desenvolvimento de cada país, de forma tal a contribuir à erradicação da pobreza. Destacaram que o desenvolvimento sustentável dever ser considerado de forma integral, complementar e interdependente, respeitando o direito dos Estados e seus povos ao desenvolvimento conforme seus respectivos modelos, o que implica, dentre outros, o reconhecimento ao direito das populações de superar a pobreza, a eliminação das condições que geram inequidade e exclusão, o exercício de seus direitos em harmonia com a

8 natureza, respeitando a Mãe Terra, sob os princípios da Agenda 21 e outros instrumentos internacionais vigentes. 36. Insistiram na necessidade de reduzir radicalmente as emissões de gases de efeito estufa, em conformidade com os princípios de equidade e responsabilidades comuns, porém diferenciadas, para impedir que o problema continue se agravando, instando os países desenvolvidos a cumprirem seus compromissos de redução de tais emissões, prover maiores recursos financeiros e facilitar a transferência de tecnologias limpas. Igualmente, comprometeram-se a realizar esforços conjuntos para fortalecer o regime internacional de mudança climática sob a Convenção- Quadro das Nações Unidas sobre Mudança Climática e o Protocolo de Quioto e conforme os princípios nele estabelecidos. 37. Reafirmaram seu apoio à importante tarefa que leva adiante, no âmbito Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, o Comitê Intergovernamental de Negociação (CIN), encarregado de preparar o Tratado Internacional sobre o Mercúrio, e afirmaram sua vontade política para trabalhar construtivamente nessa direção. 38. Lembraram que a mineração, os minerais e os metais são importantes para o desenvolvimento econômico e social de nossos países, em conformidade com os resultados da Cúpula Mundial de Desenvolvimento Sustentável de 2002 e a Cúpula Mundial Rio+20, recentemente finalizada. O pleno desenvolvimento do setor de mineração do MERCOSUL permitirá a radicação de investimentos, o desenvolvimento de novos projetos, a geração de empregos e as oportunidades para o empreendedorismo relacionado com a prestação de serviços, criando oportunidades de inclusão social, progresso econômico e tecnológico. DIREITOS HUMANOS, DIMENSÃO SOCIAL E CIDADÃ DO MERCOSUL 39. Salientaram necessidade de aprofundar a promoção dos alicerces da verdade, justiça, reparação e garantias de não repetição; apoiar a tarefa do Grupo Técnico de obtenção de dados, informação e levantamento de arquivos das coordenações repressivas do Cone Sul criado no âmbito da Comissão Permanente Memória, Verdade e Justiça da RADDHH; fortalecer a cooperação para a prevenção do genocídio; memória e preservação de lugares históricos, bem como alentar a universalização da Convenção Internacional para a Proteção de Todas as Pessoas Contra os Desaparecimentos Forçados. 40. Renovaram seu compromisso de avançar no aprofundamento da dimensão social e cidadã do MERCOSUL e sublinharam a realização da Sessão Ampliada da Comissão de Coordenação de Ministros de Assuntos Sociais do MERCOSUL (CCMASM), que contou com a presença de Ministros e Autoridades de Estados Partes do MERCOSUL e Estados

9 Associados participantes nas Reuniões de Ministros da Justiça; Interior; Direitos Humanos; Educação; Cultura; Trabalho; Saúde; Desenvolvimento Social e Mulher, bem como nas Reuniões Especializadas de Ciência e Tecnologia e Agricultura Familiar. Saudaram a adoção, nesse âmbito, da Declaração de Buenos Aires Por um MERCOSUL Social e Inclusivo, Avançando para a Pátria Grande mediante a qual os Ministros acordam em aprofundar o desenvolvimento e a implementação de distintas iniciativas e projetos enquadrados no Plano Estratégico de Ação Social do MERCOSUL (PEAS). Ainda, tomaram nota dos trabalhos relativos à definição, no âmbito da Estratégia Social Regional da CCMASM para os anos , sobre Fortalecimento das capacidades públicas dos Estados do MERCOSUL para o desenvolvimento de estratégias integrais para a Erradicação da Pobreza Extrema e a Fome". Reiteraram a importância de dispor de mecanismos regionais adequados de financiamento para o desenvolvimento e implementação de projetos sociais regionais e tomaram nota dos trabalhos conjuntos desenvolvidos na matéria no âmbito da CCMASM, o Foro de Consulta e Concertação Política do MERCOSUL e o Grupo Mercado Comum. Destacaram a aprovação, no âmbito do Plano de Ação para a conformação de um Estatuto da Cidadania do MERCOSUL, do Segundo Protocolo Adicional ao Acordo de Recife, com o objetivo de facilitar a livre circulação no MERCOSUL e agilizar os tempos em fronteira mediante o estabelecimento de novas modalidades de controle migratório simultâneo e pelo reconhecimento recíproco de competências. 41. Congratularam-se pelos trabalhos desenvolvidos na Cúpula Social do MERCOSUL, celebrada em Las Heras, Mendoza, nos dias 27 e 28 de junho de 2012, que teve por objetivo estreitar os laços de cooperação entre as organizações sociais e fomentar sua participação ativa nas políticas públicas do bloco, buscando enraizar a cidadania regional. A Cúpula abordou questões vinculadas com o trabalho e a inclusão, o papel do Estado, a participação cidadã e os direitos humanos. 42. Celebraram a homologação do novo Regulamento Interno do Foro Consultivo Econômico-Social, que ampliará as bases de representação dos sectores econômicos e sociais dos Estados Partes do MERCOSUL. 43. Reconheceram que a geração de emprego em todos os Estados Partes é um dos objetivos fundamentais do MERCOSUL em um contexto internacional em crise, por isso, salientaram a tarefa que com esse fim levam adiante os Órgãos Sócio Trabalhistas do MERCOSUL. Coincidiram, nesse âmbito, na importância dos planos regionais como metodologia de trabalho para fixar objetivos concretos, destacando a necessidade de

10 avançar com o Plano Regional de Emprego Juvenil instrumentado no âmbito do GANEMPLE. Salientaram os termos da II Declaração Presidencial sobre Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil no MERCOSUL e coincidiram em que esta nova iniciativa significa um salto qualitativo, que implica um maior grau de participação dos atores sociais na luta contra a erradicação do trabalho infantil. Congratularam-se pelo lançamento da campanha comunicacional O MERCOSUL Unido Contra o Trabalho Infantil e fizeram notar a necessidade de realizar as ações necessárias para conscientizar a sociedade sobre a luta contra esse flagelo. 44. Saudaram a celebração da XI Reunião Plenária do Foro Consultivo de Municípios, Estados Federados, Províncias e Departamentos do MERCOSUL (FCCR), na qual foram definidas as nova linhas de trabalho, fortalecendo, entre outros temas, o posicionamento dos governos subnacionais e as ações já empreendidas, entre as que se sublinham a próxima entrada em funcionamento do projeto Governança Fronteiriça cofinanciado pela AECID e os governos subnacionais do MERCOSUL. Nesse contexto, salientaram a importância da décima-sétima Cúpula da Rede de Mercocidades, que acontecerá no mês de novembro próximo na cidade de Quilmes, ocasião em que essa localidade assumirá a Secretaria Executiva das Mercocidades. POLÍTICAS SETORIAIS E REGIONAIS 45. Tomaram nota dos importantes avanços realizados no Registro MERCOSUL de Doação e Transplante de Órgãos (DONASUR) e destacaram a importância de sua pronta implementação em nível regional, bem como da necessidade de promover sua extensão aos Estados Associados do bloco. 46. Destacaram a importância do apoio recebido de todos os participantes da XI Reunião de Ministros do Turismo, para que a República Argentina e a República Oriental do Uruguai postulem conjuntamente ser sede do Mundial de Futebol 2030, ano que coincide com o centenário do primeiro mundial levado a cabo no Uruguai, salientando a importância que reveste este tipo de evento desportivo, não apenas para a indústria turística dos países anfitriões, mas para a economia da região em geral. 47. Celebraram a entrada em vigência do Fundo da Agricultura Familiar do MERCOSUL (FAF), que permitirá apoiar os trabalhos que vem desenvolvendo a Reunião Especializada de Agricultura Familiar no fortalecimento das políticas públicas diferenciadas voltadas à agricultura familiar no MERCOSUL e à promoção e facilitação da comercialização de

11 seus produtos, assegurando a ampla participação dos atores sociais vinculados ao setor. 48. Salientaram o papel fundamental da vitivinicultura na dinâmica econômica dos territórios onde esta se desenvolve, graças a sua contribuição ambiental positiva, ao enraizamento cultural e como geradora de indústrias e serviços nas zonas de cultivo da vide. Nesse âmbito, congratularam-se pela recomendação do Conselho do Mercado Comum de gerar políticas públicas regionais para o fortalecimento desse setor. Agradeceram ao Governo da Província de Mendoza pela hospitalidade e o carinho de seu povo. Expressaram seu reconhecimento e agradecimento à Senhora Presidenta da República Argentina, Doutora Cristina Fernández de Kirchner, ao Governo e ao povo argentino pela sua hospitalidade, bem como pela realização da XLIII Cúpula do MERCOSUL e Estados Associados.

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS DECLARAÇÃO DE OURO PRETO Os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e dos Estados Associados, reunidos na

Leia mais

XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA. (Manaus, 22 de novembro de 2011)

XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA. (Manaus, 22 de novembro de 2011) XI REUNIÃO DE MINISTROS DAS RELAÇÕES EXTERIORES DOS PAÍSES MEMBROS DA ORGANIZAÇÃO DO TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA (Manaus, 22 de novembro de 2011) COMPROMISSO DE MANAUS Os Ministros das Relações Exteriores

Leia mais

DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA

DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA DECLARAÇÃO DE BRASÍLIA Os Governadores e Governadoras, Intendentas e Intendentes, Prefeitas e Prefeitos do MERCOSUL reunidos no dia 16 de julho de 2015, na cidade de Brasília DF, por meio do Foro Consultivo

Leia mais

TRADUÇÃO NÃO OFICIAL

TRADUÇÃO NÃO OFICIAL UNASUL/CMRE/RESOLUÇÃO/Nº 28/2012 MEDIANTE A QUAL É RESOLVIDO APRESENTAR PARA A APROVAÇÃO DO CONSELHO DE CHEFAS E CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA UNIÃO DAS NAÇÕES SUL-AMERICANAS A AGENDA DE AÇÕES PRIORITÁRIAS

Leia mais

Declaração de Santa Cruz de la Sierra

Declaração de Santa Cruz de la Sierra Reunião de Cúpula das Américas sobre o Desenvolvimiento Sustentável Santa Cruz de la Sierra, Bolivia, 7 ao 8 de Dezembro de 1996 Declaração de Santa Cruz de la Sierra O seguinte documento é o texto completo

Leia mais

Nações Unidas A/RES/64/236. 31 de março de 2010

Nações Unidas A/RES/64/236. 31 de março de 2010 Nações Unidas A/RES/64/236 Assembleia Geral Sexagésima quarta sessão Agenda item 53 (a) Resolução adotada pela Assembleia Geral [sobre o relatório do Segundo Comitê (A/64/420/Add.1)] Distr.: Geral 31 de

Leia mais

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname

Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname Acordo-Quadro de Associação entre o MERCOSUL e a República do Suriname A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai, a República Oriental do Uruguai, a República Bolivariana

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS Tradução do espanhol realizada pela SM COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS Os Presidentes do MERCOSUL e Estados Associados, reunidos na cidade de Córdoba, em 21 de julho

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL

COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL A Presidenta da República Argentina, Cristina Fernández de Kirchner; o Presidente do Estado Plurinacional da Bolívia,

Leia mais

Declaração de Brasília: Rumo à Cidadania Sul- Americana

Declaração de Brasília: Rumo à Cidadania Sul- Americana Declaração de Brasília: Rumo à Cidadania Sul- Americana XI Conferência Sul-Americana sobre Migrações Brasília, de 19 a 21 de outubro de 2011 Declaração de Brasília Rumo à Cidadania Sul-Americana Os representantes

Leia mais

Declaração de Cusco sobre a Comunidade Sul-Americana de Nações

Declaração de Cusco sobre a Comunidade Sul-Americana de Nações Declaração de Cusco sobre a Comunidade Sul-Americana de Nações 1 Declaração de Cusco sobre a Comunidade Sul-Americana de Nações Textos aprovados por ocasião da III Cúpula de Presidentes da América do Sul

Leia mais

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental

Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental Plataforma de Cooperação da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP) na Área Ambiental I. Contexto Criada em 1996, a reúne atualmente oito Estados Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique,

Leia mais

DECLARACÃO DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE REITORES LATINO-AMERICANOS E CARIBENHOS O COMPROMISSO SOCIAL DAS UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE

DECLARACÃO DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE REITORES LATINO-AMERICANOS E CARIBENHOS O COMPROMISSO SOCIAL DAS UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE DECLARACÃO DO CONGRESSO INTERNACIONAL DE REITORES LATINO-AMERICANOS E CARIBENHOS O COMPROMISSO SOCIAL DAS UNIVERSIDADES DA AMÉRICA LATINA E CARIBE UFMG, BELO HORIZONTE, BRASIL 16 a 19 de setembro de 2007.

Leia mais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais

I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA. Cascais, 23 de junho de 2015. Declaração de Cascais I REUNIÃO DE MINISTROS DA ENERGIA DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Cascais, 23 de junho de 2015 Declaração de Cascais Os Ministros responsáveis pela Energia da Comunidade dos Países de Língua

Leia mais

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul

BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul MECANISMOS INTER-REGIONAIS BRICS Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul O que faz o BRICS? Desde a sua criação, o BRICS tem expandido suas atividades em duas principais vertentes: (i) a coordenação

Leia mais

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES

Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. FORTALECENDO SABERES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA CONTEÚDO E HABILIDADES CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Aula 9.1 Conteúdo: Tentativas de união na América Latina; Criação do Mercosul. 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Habilidade:

Leia mais

MERCOSUL: Motor Econômico Regional. Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL

MERCOSUL: Motor Econômico Regional. Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL MERCOSUL: Motor Econômico Regional Documento final de conclusões e propostas do Terceiro Foro Empresarial do MERCOSUL Caracas, 26 e 27 de julho de 2014 Durante os dias 26 e 27 de julho de 2014, representantes

Leia mais

RELATÓRIO DA OFICINA DE PAÍSES FEDERATIVOS E DA AMÉRICA DO NORTE. (Apresentado pelo Brasil)

RELATÓRIO DA OFICINA DE PAÍSES FEDERATIVOS E DA AMÉRICA DO NORTE. (Apresentado pelo Brasil) TERCEIRA REUNIÃO DE MINISTROS E AUTORIDADES DE OEA/Ser.K/XXXVII.3 ALTO NÍVEL RESPONSÁVEIS PELAS POLÍTICAS DE REDMU-III/INF. 4/05 DESCENTRALIZAÇÃO, GOVERNO LOCAL E PARTICIPAÇÃO 28 outubro 2005 DO CIDADÃO

Leia mais

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL

ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL MERCOSUL/CMC/DEC. N o 02/01 ACORDO-QUADRO SOBRE MEIO AMBIENTE DO MERCOSUL TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto, a Resolução N o 38/95 do Grupo Mercado Comum e a Recomendação

Leia mais

5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia

5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia 5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia Resenha Desenvolvimento / Integração Franceline Hellen Fukuda 17 de maio de 2008 5ª Cúpula América Latina, Caribe e União Européia Resenha Desenvolvimento

Leia mais

Acordo sobre o Aquífero Guarani

Acordo sobre o Aquífero Guarani Acordo sobre o Aquífero Guarani A República Argentina, a República Federativa do Brasil, a República do Paraguai e a República Oriental do Uruguai, Animados pelo espírito de cooperação e de integração

Leia mais

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade

ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade ENCONTRO DE MINISTROS DA AGRICULTURA DAS AMÉRICAS 2011 Semeando inovação para colher prosperidade DECLARAÇÃO DOS MINISTROS DA AGRICULTURA, SÃO JOSÉ 2011 1. Nós, os Ministros e os Secretários de Agricultura

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS

COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS Tradução do espanhol realizada pela SM COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS As Presidentas e os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados, reunidos

Leia mais

Estatutos da RIICOTEC

Estatutos da RIICOTEC ESTATUTO DA REDE INTERGOVERNAMENTAL IBEROAMERICANA DE COOPERAÇÃO TÉCNICA PARA O DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS INTEGRAIS PARA AS PESSOAS IDOSAS E PESSOAS COM DEFICIÊNCIA (RIICOTEC) 1 (Com as modificações

Leia mais

Documento referencial: uma contribuição para o debate

Documento referencial: uma contribuição para o debate Documento referencial: uma contribuição para o debate desenvolvimento integração sustentável participação fronteiriça cidadã 1. Propósito do documento O presente documento busca estabelecer as bases para

Leia mais

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada.

A Ministra do Meio Ambiente do Brasil, Senadora Marina Silva, apresentou a agenda para consideração dos participantes, tendo sido aprovada. II Reunião de Ministros de Meio Ambiente do MERCOSUL 8 de novembro de 2004, Brasília, Brasil Ata da Reunião nº 02/04 Realizou-se na cidade de Brasília, República Federativa do Brasil, no dia 8 de novembro

Leia mais

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997

DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 DECLARAÇÃO FINAL Quebec, 21 de setembro de 1997 Reunidos na cidade de Quebec de 18 a 22 de setembro de 1997, na Conferência Parlamentar das Américas, nós, parlamentares das Américas, Considerando que o

Leia mais

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI)

ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI) - 1 - ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS Conselho Interamericano de Desenvolvimento Integral (CIDI) ANEXO I PRIMEIRA REUNIÃO INTERAMERICANA DE MINISTROS OEA/Ser./XLIII.1 E ALTAS AUTORIDADES DE DESENVOLVIMENTO

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS

COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS Tradução do espanhol realizada pela SM COMUNICADO CONJUNTO DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E DOS ESTADOS ASSOCIADOS Os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados, reunidos

Leia mais

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012

X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 X CONFERÊNCIA DE MINISTROS DA DEFESA DAS AMÉRICAS PUNTA DEL ESTE - REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI 8 A 10 DE OUTUBRO DE 2012 DECLARAÇÃO DE PUNTA DEL ESTE (10 de outubro de 2012) Os Ministros da Defesa e

Leia mais

Declaração de Brasília sobre Trabalho Infantil

Declaração de Brasília sobre Trabalho Infantil Declaração de Brasília sobre Trabalho Infantil Nós, representantes de governos, organizações de empregadores e trabalhadores que participaram da III Conferência Global sobre Trabalho Infantil, reunidos

Leia mais

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED

III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED III RELATÓRIO DO DIRETOR DO CENTRO DE ESTUDOS ESTRATÉGICOS DE DEFESA À REUNIÃO DO CONSELHO DIRETIVO DO CEED VIII REUNIÃO DA INSTÂNCIA EXECUTIVA DO CONSELHO DE DEFESA SUL-AMERICANO Lima, 17 de maio, 2013

Leia mais

DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE

DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE DECLARAÇÃO DA CÚPULA DA UNIDADE DA AMÉRICA LATINA E DO CARIBE As Chefes e os Chefes de Estado e de Governo dos países da América Latina e do Caribe, reunidos na Cúpula da Unidade, constituída pela XXI

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 15 Discurso em almoço oferecido ao

Leia mais

Declaração da Cidade de Quebec

Declaração da Cidade de Quebec Declaração da Cidade de Quebec Nós, os Chefes de Estado e de Governo das Américas, eleitos democraticamente, nos reunimos na Cidade de Quebec, na III Cúpula, para renovar nosso compromisso em favor da

Leia mais

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações.

Patrocínios: Governos Nacionais e Locais, empresas, organismos de cooperação internacional, universidades, doações. Criando ferramentas para a garantia ao direito à convivência familiar e comunitária. Documento Preparatório do Seminário Relaf 2013 Fortalecendo os Avanços. Criando ferramentas para a Garantia do Direito

Leia mais

O TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA

O TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA O TRATADO DE COOPERAÇÃO AMAZÔNICA As Repúblicas da Bolívia, do Brasil, da Colômbia, do Equador, da Guiana, do Peru, do Suriname e da Venezuela, CONSCIENTES da importância que para cada uma das Partes têm

Leia mais

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 4ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO SUB-GRUPO DE TRABALHO DE TRATADOS INTERNACIONAIS

MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL 4ª CÂMARA DE COORDENAÇÃO E REVISÃO SUB-GRUPO DE TRABALHO DE TRATADOS INTERNACIONAIS FORMULÁRIO DESCRITIVO DA NORMA INTERNACIONAL Norma Internacional: Acordo-Quadro sobre Meio-Ambiente do Mercosul Assunto: Agenda comum de meio-ambiente no âmbito do Mercosul Decreto: 5208 Entrada em vigor:

Leia mais

PRESIDÊNCIA GRUPO DE MULHERES PARLAMENTARES DAS AMÉRICAS DO FIPA

PRESIDÊNCIA GRUPO DE MULHERES PARLAMENTARES DAS AMÉRICAS DO FIPA RELATÓRIO 2009-2011 PRESIDÊNCIA GRUPO DE MULHERES PARLAMENTARES DAS AMÉRICAS DO FIPA Linda Machuca Moscoso Membro da Assembléia Nacional do Equador RESUMO EXECUTIVO DO RELATÓRIO 2009-2011 Este resumo executivo

Leia mais

Como conseqüência, durante a Visita foram assinados os seguintes instrumentos bilaterais:

Como conseqüência, durante a Visita foram assinados os seguintes instrumentos bilaterais: DECLARAÇÃO CONJUNTA DOS SENHORES PRESIDENTES DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E DA REPÚBLICA ARGENTINA Buenos Aires, 16 de outubro de 2003. A convite do Presidente da República Argentina, Néstor Kirchner,

Leia mais

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007.

aprovado no Foro de Ministros de Meio Ambiente (2004-2006) para 2005-2007. PROGRAMA LATINO-AMERICANO E CARIBENHO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL ACORDOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA ESTRATÉGIA DO PLACEA: 2005-2007 1 (DOCUMENTO EM VERSÃO PRELIMINAR) Introdução: Os especialistas em Gestão Pública

Leia mais

14/12/2005 DECLARAÇÃO CONJUNTA DOS PRESIDENTES DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E DA REPÚBLICA DA COLÔMBIA

14/12/2005 DECLARAÇÃO CONJUNTA DOS PRESIDENTES DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E DA REPÚBLICA DA COLÔMBIA 14/12/2005 DECLARAÇÃO CONJUNTA DOS PRESIDENTES DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E DA REPÚBLICA DA COLÔMBIA (Colômbia, 14 de dezembro de 2005) Atendendo ao convite formulado pelo Senhor Presidente da República

Leia mais

COMUNICADO FINAL. XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011

COMUNICADO FINAL. XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011 COMUNICADO FINAL XXIXª Comissão Bilateral Permanente Washington 5 de Maio de 2011 Na 29ª reunião da Comissão Bilateral Permanente Portugal-EUA, que se realizou em Washington, a 5 de Maio de 2011, Portugal

Leia mais

A preparação do Brasil para a Conferência Rio+20 Sugestões para contribuições

A preparação do Brasil para a Conferência Rio+20 Sugestões para contribuições A preparação do Brasil para a Conferência Rio+20 Sugestões para contribuições I. Informações preliminares sobre a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável ( Rio+20 ) De 28 de maio

Leia mais

VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO

VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO VDA ESCREVE SOBRE INVESTIMENTO NO ESPAÇO Helena Correia Mendonça, Vieira de Almeida & Associados [ A importância do espaço para a indústria e da indústria para o espaço, um texto de Helena Correia Mendonça,

Leia mais

Comunicado Conjunto. Reunião dos Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e José Alberto Mujica Cordano

Comunicado Conjunto. Reunião dos Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e José Alberto Mujica Cordano Comunicado Conjunto Reunião dos Presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e José Alberto Mujica Cordano (Santana do Livramento/Rivera, 30 de julho de 2010) Os Presidentes da República Federativa do Brasil,

Leia mais

(Georgetown, Guiana, 15 de fevereiro de 2005)

(Georgetown, Guiana, 15 de fevereiro de 2005) 15/02/2005 COMUNICADO CONJUNTO POR OCASIÃO DA VISITA DE ESTADO À GUIANA DO EXCELENTÍSSIMO SENHOR PRESIDENTE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, LUIZ INÁCIO LULA DA SILVA (Georgetown, Guiana, 15 de fevereiro

Leia mais

XVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE MINISTROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA

XVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE MINISTROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA XVIII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE MINISTROS DA COMUNIDADE DOS PAÍSES DE LÍNGUA PORTUGUESA Maputo, 18 de Julho de 2013 Resolução sobre a Luta Contra o Trabalho Infantil na CPLP O Conselho de Ministros

Leia mais

DECLARAÇÃO DE PARAMARIBO, APROVADA NA VII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA UNIÃO DAS NAÇÕES SUL-AMERICANAS

DECLARAÇÃO DE PARAMARIBO, APROVADA NA VII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA UNIÃO DAS NAÇÕES SUL-AMERICANAS DECLARAÇÃO DE PARAMARIBO, APROVADA NA VII REUNIÃO ORDINÁRIA DO CONSELHO DE CHEFES DE ESTADO E DE GOVERNO DA UNIÃO DAS NAÇÕES SUL-AMERICANAS O Conselho de Chefes de Estado e de Governo da União de Nações

Leia mais

Declaração Política do Rio sobre Determinantes Sociais da Saúde

Declaração Política do Rio sobre Determinantes Sociais da Saúde Declaração Política do Rio sobre Determinantes Sociais da Saúde Rio de Janeiro, Brasil - 21 de outubro de 2011 1. Convidados pela Organização Mundial da Saúde, nós, Chefes de Governo, Ministros e representantes

Leia mais

Primeira Reunião de Cúpula das Américas Declaração de Princípios

Primeira Reunião de Cúpula das Américas Declaração de Princípios Primeira Reunião de Cúpula das Américas Declaração de Princípios A seguir inclui-se o texto completo da Declaração de Princípios assinada pelos os Chefes de Estado e de Governo que participaram da Primeira

Leia mais

Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011. 66/121. Políticas e programas voltados à juventude

Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011. 66/121. Políticas e programas voltados à juventude Organização das Nações Unidas A/RES/66/121 Assembleia Geral Distribuição: geral 2 de fevereiro de 2012 65 a sessão Item 27 (b) da pauta Resolução adotada pela Assembleia Geral em 19 de dezembro de 2011

Leia mais

XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015

XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015 XLVIII Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados 17 de Julho de 2015 1 INTRODUÇÃO A 48ª Cúpula de Chefes de Estado do MERCOSUL e Estados Associados será realizada em Brasília, no dia

Leia mais

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 49 o CONSELHO DIRETOR 61 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 28 de setembro a 2 de outubro de 2009 CD49.R10 (Port.) ORIGINAL:

Leia mais

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015

Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul. Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Pontes ao Sul: Argentina Brasil Laços com o Rio Grande do Sul Consulado Geral da República Argentina em Porto Alegre Novembro 2015 Vantagens e oportunidades da Argentina Alguns dados estruturais Com mais

Leia mais

Organizações internacionais Regionais

Organizações internacionais Regionais Organizações internacionais Regionais Percurso 4 Geografia 9ºANO Profª Bruna Andrade e Elaine Camargo Os países fazem uniões a partir de interesses comuns. Esses interesses devem trazer benefícios aos

Leia mais

Rio+20 Comitê Nacional de Organização Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio de Janeiro, 13-22 de junho de 2012

Rio+20 Comitê Nacional de Organização Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio de Janeiro, 13-22 de junho de 2012 Rio+20 Comitê Nacional de Organização Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável Rio de Janeiro, 13-22 de junho de 2012 Rio+20: como chegamos até aqui Estocolmo 1972 Realizada há quarenta

Leia mais

18 de maio, 19h30. Minhas primeiras palavras são de saudação ao colega Ministro Gao Hucheng, que

18 de maio, 19h30. Minhas primeiras palavras são de saudação ao colega Ministro Gao Hucheng, que PALAVRAS DO MINISTRO ARMANDO MONTEIRO POR OCASIÃO DO JANTAR OFERECIDO PELO CONSELHO EMPRESARIAL BRASIL - CHINA, COM A PRESENÇA DO MINISTRO DO COMÉRCIO DA CHINA, GAO HUCHENG 18 de maio, 19h30. Minhas primeiras

Leia mais

1. Que os Estados partes fortaleçam o Instituto de Políticas Públicas de Direitos

1. Que os Estados partes fortaleçam o Instituto de Políticas Públicas de Direitos 20 Propostas para oaprofundamento da Democracia e da Participação Social no MERCOSUL Preâmbulo Nós, os movimentos e organizações da sociedade civil do MERCOSUL reunidos em Brasília, de 4 a 6 de dezembro

Leia mais

DECLARAÇÃO DE ZAMORA

DECLARAÇÃO DE ZAMORA V CONFERÊNCIA IBERO-AMERICANA DE MINISTROS DE TURISMO "A Cooperação Turística como instrumento de desenvolvimento económico e social da Comunidade Ibero-Americana" 6 e 7 DE SETEMBRO DE 2005, ZAMORA (ESPANHA)

Leia mais

Organizado pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil.

Organizado pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior do Brasil. O QUE É O ENCOMEX Evento referência de comércio exterior no Brasil: 11 anos de eventos 131 edições realizadas 79.500 participantes Organizado pelo Ministério de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

Leia mais

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013

PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 PLANO OPERACIONAL ANUAL E ORÇAMENTO DETALHADO 2013 1 Composição Orçamentária ISAGS - 2013 (*) Natureza Valor anual (US$) Percentual Projetos 42,6% 1.001.200,00 Pessoal 37,9% 892.958,00 Gastos Operacionais

Leia mais

DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo.

DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo. DECRETO Nº 4.732, DE 10 DE JUNHO DE 2003. Dispõe sobre a Câmara de Comércio Exterior - CAMEX, do Conselho de Governo. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 84, incisos

Leia mais

Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago

Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago Segunda Cúpula das Américas Santiago, Chile, 18 e 19 de abril de 1998 Segunda Cúpula das Américas Declaração de Santiago O seguinte documento é o texto completo da Declaração de Santiago assinada pelos

Leia mais

Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano

Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano Programa de Ações e Atividades para garantir os direitos das crianças e adolescentes migrantes e de seus familiares no marco do Eixo II do Plano Estratégico de Ação no MERCOSUL Iniciativa do MERCOSUL sobre

Leia mais

INICIATIVA LATINO-AMERICANA E CARIBENHA

INICIATIVA LATINO-AMERICANA E CARIBENHA INICIATIVA LATINO-AMERICANA E CARIBENHA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL I. Contexto 1. A Conferência do Rio em 1992 foi convocada a partir do reconhecimento de que os padrões de produção e consumo,

Leia mais

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995)

Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) Declaração de Pequim adotada pela Quarta Conferência Mundial sobre as Mulheres: Ação para Igualdade, Desenvolvimento e Paz (1995) 1. Nós, os Governos, participante da Quarta Conferência Mundial sobre as

Leia mais

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA

DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA DECLARAÇÃO EMPRESARIAL DE LUANDA Por iniciativa da Confederação Empresarial da CPLP e das associações empresariais dos PALOP, realizou-se em Luanda, República de Angola, a 17 de Julho de 2014, o Fórum

Leia mais

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões N 18/04 e 28/04 do Conselho do Mercado Comum.

TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e as Decisões N 18/04 e 28/04 do Conselho do Mercado Comum. MERCOSUL/CMC/DEC. N 17/08 ACORDO SOBRE A CRIAÇÃO E A IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE CREDENCIAMENTO DE CURSOS DE GRADUAÇÃO PARA O RECONHECIMENTO REGIONAL DA QUALIDADE ACADÊMICA DOS RESPECTIVOS DIPLOMAS

Leia mais

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul

Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann. Meio Ambiente no Mercosul Relatório PIBIC Aluno: Guilherme de França Teixeira Prof. Orientadora: Andrea Ribeiro Hoffmann Meio Ambiente no Mercosul 1 Introdução e Objetivos O Mercado Comum do Cone Sul foi criado em 1992 com a ratificação

Leia mais

Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas, Joan Clos, Sr. Presidente de Cidades e Governos Locais Unidos, Kadir Topbas,

Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas, Joan Clos, Sr. Presidente de Cidades e Governos Locais Unidos, Kadir Topbas, Discurso do Sr. Sebastião Almeida Prefeito de Guarulhos Brasil Nova Iorque 23 de abril de 2012 Senhor Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, Sr. Diretor Executivo do Habitat das Nações Unidas,

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS

COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS COMUNICADO CONJUNTO DAS PRESIDENTAS E DOS PRESIDENTES DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS As Presidentas e os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados, reunidos na

Leia mais

VERSÃO APROVADA Tradução de cortesia ANEXO 4

VERSÃO APROVADA Tradução de cortesia ANEXO 4 ANEXO 4 RELATÓRIO PRELIMINAR DO CEED AO CONSELHO DE DEFESA SUL- AMERICANO SOBRE OS TERMOS DE REFERÊNCIA PARA OS CONCEITOS DE SEGURANÇA E DEFESA NA REGIÃO SUL- AMERICANA O é uma instância de conhecimento

Leia mais

154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO 154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA 16 a 20 de junho de 2014 CE154.R17 Original: inglês RESOLUÇÃO CE154.R17 ESTRATÉGIA PARA COBERTURA UNIVERSAL DE SAÚDE A 154 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO,

Leia mais

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia

Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia ANEXO XIII XXXIII REUNIÓN ESPECIALIZADA DE CIENCIA Y TECNOLOGÍA DEL MERCOSUR Asunción, Paraguay 1, 2 y 3 de junio de 2005 Gran Hotel del Paraguay Projeto: Rede MERCOSUL de Tecnologia Anexo XIII Projeto:

Leia mais

DECLARAÇÃO DO BRASIL

DECLARAÇÃO DO BRASIL DECLARAÇÃO DO BRASIL Um Marco de Cooperação e Solidariedade Regional para Fortalecer a Proteção Internacional das Pessoas Refugiadas, Deslocadas e Apátridas na América Latina e no Caribe Brasília, 3 de

Leia mais

Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção

Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção Direitos das Pessoas Idosas e a Implementação da Convenção Perly Cipriano Subsecretário de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos - Brasil Dados atuais sobre envelhecimento no mundo No ano de 2007, 10.7%

Leia mais

Agenda Internacional 2009

Agenda Internacional 2009 Agenda Internacional 2009 CNI: estratégia institucional Visão Estratégica Mapa Estratégico Uma visão sobre o futuro do país e da indústria (2007-2015) Identifica prioridades estratégicas Participação de

Leia mais

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO

CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO TRABALHO (Tradução não oficial 1 ) Recomendação 202 RECOMENDAÇÃO RELATIVA AOS PISOS NACIONAIS DE PROTEÇÃO SOCIAL A Conferência Geral da Organização Internacional do Trabalho,

Leia mais

Ministério das Relações Exteriores. Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015

Ministério das Relações Exteriores. Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015 Ministério das Relações Exteriores Assessoria de Imprensa do Gabinete Nota nº 259 30 de junho de 2015 Declaração Conjunta Brasil-Estados Unidos sobre Mudança do Clima Washington, D.C., 30 de junho de 2015

Leia mais

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA

EFIÊNCIA DOS RECURSOS E ESTRATÉGIA ENERGIA E CLIMA INTRODUÇÃO Gostaria de começar por agradecer o amável convite para participar neste debate e felicitar os organizadores pela importância desta iniciativa. Na minha apresentação irei falar brevemente da

Leia mais

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO

ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO MERCOSUL/CMC/DEC. N 64/10 ESTATUTO DA CIDADANIA DO MERCOSUL PLANO DE AÇÃO TENDO EM VISTA: O Tratado de Assunção, o Protocolo de Ouro Preto e a Decisão N 63/10 do Conselho do Mercado Comum. CONSIDERANDO:

Leia mais

AGENDA 21: Imagine... FUTURO... AGENDA 21: 1. É o principal documento da Rio-92 (Conferência ONU: Meio Ambiente e desenvolvimento Humano); 2. É a proposta mais consistente que existe de como alcançar

Leia mais

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente

Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Ciências Humanas e Suas Tecnologias - Geografia Ensino Médio, 3º Ano Principais Conferências Internacionais sobre o Meio Ambiente Prof. Claudimar Fontinele Em dois momentos a ONU reuniu nações para debater

Leia mais

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil

UIPES/ORLA Sub-Região Brasil 1 A CARTA DE BANGKOK PARA A PROMOÇÃO DA SAÚDE NO MUNDO GLOBALIZADO 1 Introdução Área de atuação. A Carta de Bangkok (CB) identifica ações, compromissos e garantias requeridos para atingir os determinantes

Leia mais

150 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO

150 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 150 a SESSÃO DO COMITÊ EXECUTIVO Washington, D.C., EUA, 18 22 de junho de 2012 Tema 4.10 da Agenda Provisória CE150/20, Rev. 1 (Port.) 23

Leia mais

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA

EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA BR/2001/PI/H/4 EDUCAÇÃO PARA TODOS DECLARAÇÃO DE COCHABAMBA Os Ministros da Educação da América Latina e do Caribe, reunidos a pedido da UNESCO, na VII Sessão do Comitê Intergovernamental Regional do Projeto

Leia mais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais

Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais Da coexistência internacional à cooperação multilateral: o papel da ONU e da OMC nas relações internacionais A Cooperação Internacional tem por objetivo conduzir o conjunto de atores que agem no cenário

Leia mais

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015

Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria São Paulo, 13 e 14 de maio de 2015 INOVAR É FAZER Manifesto da MEI ao Fortalecimento da Inovação no Brasil Para nós empresários Inovar é Fazer diferente, Inovar

Leia mais

O COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL

O COMÉRCIO EXTERIOR DO BRASIL International Seminar & Book Launch of "Surmounting Middle Income Trap: the Main Issues for Brazil" Institute of Latin American Studies (ILAS, CASS) Brazilian Institute of Economics at Getulio Vargas Foundation

Leia mais

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações.

mudanças qualitativas radicais na vida econômica, social e política das nações. PRONUNCIAMENTO DO MINISTRO EDUARDO CAMPOS NA SOLENIDADE DE INSTALAÇÃO DA III ASSEMBLÉIA GERAL DA ASSOCIAÇÃO INTERNACIONAL DE PARLAMENTARES PARA A TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (IPAIT), NA CÂMARA DOS DEPUTADOS,

Leia mais

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org

Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org Este documento faz parte do Repositório Institucional do Fórum Social Mundial Memória FSM memoriafsm.org CLIPPING FSM 2009 AMAZÔNIA Jornal: CARTA MAIOR Data: 30/01/09 http://www.cartamaior.com.br/templates/materiamostrar.cfm?materia_id=15547

Leia mais

Reunião Plenária Final da

Reunião Plenária Final da Reunião Plenária Final da Conferência Regional das Américas sobre Avanços e Desafios no Plano de Ação contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e as Intolerância Correlatas Resumo da Presidenta

Leia mais

COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS

COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS Tradução do espanhol realizada pela SM COMUNICADO CONJUNTO DOS ESTADOS PARTES DO MERCOSUL E ESTADOS ASSOCIADOS As Presidentas e os Presidentes dos Estados Partes do MERCOSUL e Estados Associados, reunidos

Leia mais

RECONHECENDO a geometria variável dos sistemas de pesquisa e desenvolvimento dos países membros do BRICS; ARTIGO 1: Autoridades Competentes

RECONHECENDO a geometria variável dos sistemas de pesquisa e desenvolvimento dos países membros do BRICS; ARTIGO 1: Autoridades Competentes MEMORANDO DE ENTENDIMENTO SOBRE A COOPERAÇÃO EM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO ENTRE OS GOVERNOS DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL, FEDERAÇÃO DA RÚSSIA, REPÚBLICA DA ÍNDIA, REPÚBLICA POPULAR DA CHINA E

Leia mais

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1)

Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Excelência Senhor presidente da COP 19 Excelências distintos chefes de delegações aqui presentes Minhas senhoras e meus senhores (1) Permitam que em nome do Governo de Angola e de Sua Excelência Presidente

Leia mais

DISCURSO DO SECRETÁRIO-GERAL DA ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS, JOSÉ MIGUEL INSULZA, NA SESSÃO DE ABERTURA DA QUARTA CÚPULA DAS AMÉRICAS

DISCURSO DO SECRETÁRIO-GERAL DA ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS, JOSÉ MIGUEL INSULZA, NA SESSÃO DE ABERTURA DA QUARTA CÚPULA DAS AMÉRICAS DISCURSO DO SECRETÁRIO-GERAL DA ORGANIZAÇÃO DOS ESTADOS AMERICANOS, JOSÉ MIGUEL INSULZA, NA SESSÃO DE ABERTURA DA QUARTA CÚPULA DAS AMÉRICAS Mar del Plata, 4 de novembro de 2005. Senhor Presidente da Nação

Leia mais

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL

50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL ORGANIZAÇÃO PAN-AMERICANA DA SAÚDE ORGANIZAÇÃO MUNDIAL DA SAÚDE 50º CONSELHO DIRETOR 62 a SESSÃO DO COMITÊ REGIONAL Washington, D.C., EUA, 27 de setembro a 1º de outubro de 2010 Tema 4.17 da agenda CD50/26

Leia mais

O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE

O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE O Programa de Fortalecimento Institucional para a Igualdade de Gênero e Raça, Erradicação da Pobreza e Geração de Emprego - GRPE Marcia Vasconcelos - OIT Reunión de Especialistas Género, Probreza, Raza,

Leia mais

Segunda Conferencia Regional para América Latina y el Caribe sobre el Derecho a la Identidad y Registro Universal de Nacimiento

Segunda Conferencia Regional para América Latina y el Caribe sobre el Derecho a la Identidad y Registro Universal de Nacimiento Segunda Conferencia Regional para América Latina y el Caribe sobre el Derecho a la Identidad y Registro Universal de Nacimiento da Presidência da República Brasil - Mercosul Sistema brasileiro de registro

Leia mais