Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH 2030"

Transcrição

1 Gestão Pública em BH Programa BH Metas e Resultados e BH º Congresso de Gerenciamento de Projetos 10 de novembro de 2010 Belo Horizonte

2 Planejamento Estratégico Longo Prazo período planejamento estratégico de 20 anos, com definição de indicadores e objetivos para a cidade que queremos ter em 2030 Curto e médio prazo - período

3 Planejamento Estratégico Longo Prazo período planejamento estratégico de 20 anos, com definição de indicadores e objetivos para a cidade que queremos ter em 2030 Curto e médio prazo - período

4 Modelo Conceitual Cenário 1 Cenário 2 Aonde poderemos chegar? Onde estamos? Como chegaremos lá? Por onde começar? Aonde queremos chegar? 2.Visão de Futuro Situação atual Cenário 3 Cenário 4 Fases

5 Construção da Estratégia de Longo Prazo Fase 1 Fase 2 Avaliação situacional de BH e de sua inserção no contexto metropolitano Análise exploratória de temas críticos para o futuro de BH Mapeamento de tendências e construção de cenários Oficinas de trabalho Definição de Metas, Obj. Estratégicos e Estratégias de Desenvolvimento Consulta pública Reuniões temáticas e regionais Internet Versão final do Plano Estratégico de Longo Prazo de BH

6 Cenários Exploratórios BH 2030 Cooperação política e institucional, com redes metropolitanas sinérgicas e coloborativas BH Grau de cooperação política e institucional dos atores sociais, econômicos e políticos com influência sobre a dinâmica de BH Desarticulação econ., pol. e instit., com redes metrop. fragmentadas e pouco coloborativas Brasil e Minas Gerais Padrão de desenvolvimento econômico e social do Brasil e de MG Desenvolvimento sustentado Crescimento intermitente 2 Um horizonte difícil, mas promissor 3 4 Sem horizonte Um belo horizonte 1 Um horizonte razoável, mas problemático Númrero

7 Cenários Exploratórios BH 2030 Cooperação política e institucional, com redes metropolitanas sinérgicas e coloborativas BH Grau de cooperação política e institucional dos atores sociais, econômicos e políticos com influência sobre a dinâmica de BH Desarticulação econ., pol. e instit., com redes metrop. fragmentadas e pouco coloborativas Brasil e Minas Gerais Padrão de desenvolvimento econômico e social do Brasil e de MG Desenvolvimento sustentado Crescimento intermitente 2 Um horizonte difícil, mas promissor 3 4 Sem horizonte Um belo horizonte 1 Um horizonte razoável, mas problemático Númrero

8 Planejamento Estratégico de BH 2030 A Cidade que Queremos Visão de Futuro Objetivos Estratégicos Metas de Longo Prazo Estratégias de Desenvolvimento Visão

9 Planejamento Estratégico de BH 2030 A Cidade que Queremos Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida

10 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida

11 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional.

12 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional.

13 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem.

14 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem.

15 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências cada adversas região. de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

16 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências cada adversas região. de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

17 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência Objetivos Estratégicos energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

18 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Objetivos Estratégicos Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência Objetivos Estratégicos energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

19 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

20 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Buscar qualidade de vida para todos Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

21 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Promover a sustentabilidade ambiental Promover a sustentabilidade ambiental Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas.

22 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de Assegurar vida para todos as melhores condições de mobilidade, Promover acessibilidade a e sustentabilidade conectividade ambiental em todo o espaço Assegurar as melhores urbano e contribuir condições de mobilidade, acessibilidade e conectividade para em todo sua o melhoria em espaço urbano e contribuir para sua melhoria em âmbito metropolitano metropolitano

23 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Promover a sustentabilidade ambiental Consolidar ambiente político-institucional de qualidade Assegurar as melhores condições de mobilidade, acessibilidade e conectividade em todo o espaço urbano e contribuir para sua melhoria em âmbito metropolitano Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. Consolidar ambiente político-institucional de qualidade

24 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Propiciar ambiente social que estimule a Promover a sustentabilidade ambiental convivência alegre e Assegurar as melhores condições de mobilidade, saudável entre as acessibilidade e conectividade em todo o espaço urbano e contribuir para sua melhoria em âmbito metropolitano pessoas Consolidar ambiente político-institucional de qualidade Propiciar ambiente social que estimule a convivência alegre e saudável entre as pessoas

25 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Estratégias de Desenvolvimento Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Promover a sustentabilidade ambiental Estratégias de Desenvolvimento Assegurar as melhores condições de mobilidade, acessibilidade e conectividade em todo o espaço urbano e contribuir para sua melhoria em âmbito metropolitano Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. Consolidar ambiente político-institucional de qualidade Propiciar ambiente social que estimule a convivência alegre e saudável entre as pessoas

26 Visão de Futuro 2030 Belo Horizonte: cidade de oportunidades, sustentável e com qualidade de vida Cidade de Oportunidades Belo Horizonte gerará oportunidades de trabalho de qualidade, criadas pela expansão dos serviços de valor agregado, pela inovação e pelo empreendedorismo conjugados com o desenvolvimento econômico da região metropolitana. A cidade será uma metrópole de projeção internacional e economicamente atrativa, impulsionada pelo ambiente de negócios dinâmico e desburocratizado, pela oferta de serviços de qualidade e pelas parcerias entre os setores público e privado. Uma cidade que se diferenciará por ter a inovação tecnológica e a vitalidade cultural como elementos centrais para o seu desenvolvimento econômico, estimulando a valorização e a retenção de talentos. Reconhecida pela qualidade do seu capital humano e social, a cidade será um centro de criatividade, produção e difusão de conhecimento em intensa conectividade com o Brasil e o mundo. A cidade e o seu entorno terão uma inserção competitiva nos sistemas logísticos estadual, nacional e internacional. Belo Horizonte e região metropolitana serão reconhecidas pela sustentabilidade ambiental: qualidade dos recursos hídricos, preservação de áreas verdes, redução de emissões e eficiência energética. A cidade será limpa e organizada, resultante do fortalecimento da cidadania e do tratamento adequado da água e dos resíduos. A cidade terá elevada capacidade de prevenção, mitigação e adaptação diante de ocorrências adversas de grande escala, como acidentes, epidemias e catástrofes. Continuaremos inovando e nos distinguindo como a cidade da gestão pública participativa, com forte consenso e coesão social em torno do projeto de futuro desejado e de boa qualidade das nossas instituições e políticas públicas. Belo Horizonte se integrará à construção de um futuro comum da região metropolitana, respeitando as autonomias e diversidades das demais cidades que a compõem. Cidade com Qualidade de Vida Belo Horizonte oferecerá um padrão digno de qualidade de vida a todos, viabilizado por redes colaborativas de serviços de saúde, educação, segurança pública, transporte, assistência social, habitação e de espaços de convivência, esportes, lazer e cultura, que se estendem pela região metropolitana. BH terá elevados padrões de mobilidade e acessibilidade, com um sistema de transporte público de qualidade que permitirá o acesso rápido e econômico a qualquer ponto da região metropolitana. A cidade desenvolverá, organizará e integrará todos os seus territórios de forma igualitária, equilibrada e eficiente, respeitando a especificidade de cada região. Uma cidade democrática, reconhecida pela inclusão e justiça social, pela garantia do exercício pleno da cidadania e pelo respeito à igualdade e à diversidade. Uma cidade bonita, boa de viver e reconhecida pelo seu ambiente urbano agradável, seguro e saudável. Continuaremos sendo uma cidade humana e solidária, onde as pessoas e as relações são muito importantes. A gentileza urbana será uma das nossas marcas. Objetivos Estratégicos Multiplicar oportunidades de trabalho e promover ambiente favorável à criação e ao desenvolvimento de negócios Buscar qualidade de vida para todos Promover a sustentabilidade ambiental Assegurar as melhores condições de mobilidade, acessibilidade e conectividade em todo o espaço urbano e contribuir para sua melhoria em âmbito metropolitano Consolidar ambiente político-institucional de qualidade Propiciar ambiente social que estimule a convivência alegre e saudável entre as pessoas Estratégias de Desenvolvimento 1. Estimular ambiente propício à inovação e ao desenvolvimento de serviços de valor agregado, estimulando potencialidades econômicas associadas à tecnologia, ao conhecimento, à cultura, ao turismo e ao meio ambiente. 2. Criar ambiente propício ao desenvolvimento de negócios para promover, atrair e manter investimentos produtivos privados articulados com as potencialidades e complementaridades econômicas metropolitanas. 3. Assegurar ampla conectividade às redes de negócios e de serviços públicos e privados, assegurando a valorização, a atração e o desenvolvimento de talentos. 4. Promover a vitalidade cultural e os fatores de identidade com a cidade. 5. Garantir a mobilidade e a acessibilidade no ambiente urbano por meio de redes integradas, do gerenciamento da demanda e da qualidade dos serviços de transporte público. 6. Desenvolver a logística voltada à integração regional, nacional e internacional. 7. Promover o salto na qualidade da educação e elevar o nível de escolaridade média da população, baseado em um sistema eficiente e orientado para resultados. 8. Assegurar o acesso a serviços de qualidade na saúde, racionalizando e integrando as redes de serviços em todo o território metropolitano e enfatizando a atenção primária. 9. Reduzir o déficit habitacional e erradicar os espaços de alta vulnerabilidade social. 10. Fomentar oportunidades de trabalho e de qualificação profissional com vistas à geração de renda. 11. Priorizar as ações preventivas de segurança pública e a melhoria da qualidade do espaço urbano, mediante ações integradas para o controle da violência e da criminalidade. 12. Assegurar a qualidade dos recursos hídricos, buscando a universalização do tratamento de esgoto e a preservação e revitalização das nascentes e cursos d água. 13. Modernizar e manter os espaços públicos de convívio social e ampliar as áreas verdes da cidade. 14. Garantir uma cidade limpa e bonita a partir do fortalecimento da cidadania, do ordenamento urbano e da destinação e tratamento adequados dos resíduos. 15. Promover governança metropolitana inovadora e ancorada em institucionalidades que privilegiem a integração e a associação entre as cidades. 16. Alcançar a excelência em gestão pública democrática, participativa e eficiente. 17. Incentivar manifestações culturais e iniciativas voltadas ao lazer, esporte e entretenimento.

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte

Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções. Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Painel 4 - Mobilidade Urbana: Transporte e Soluções Marcio Lacerda Prefeito de Belo Horizonte Sumário A. Desenvolvimento urbano e os desafios da mobilidade em BH B. Iniciativas da PBH em prol da mobilidade

Leia mais

MENSAGEM DO PREFEITO. Dois anos de Planejamento e Gestão Estratégica na Prefeitura de Belo Horizonte

MENSAGEM DO PREFEITO. Dois anos de Planejamento e Gestão Estratégica na Prefeitura de Belo Horizonte MENSAGEM DO PREFEITO Dois anos de Planejamento e Gestão Estratégica na Prefeitura de Belo Horizonte Em nosso programa de governo, reafirmamos os compromissos com as conquistas e a experiência das duas

Leia mais

SÃO BERNARDO DO CAMPO

SÃO BERNARDO DO CAMPO 1 PPA Participativo 2014-2017 Prestação de Contas O PPA Participativo 2014-2017 em números 21 plenárias 13.471 participantes 200 grupos de trabalho 400 diretrizes 55 programas e ações R$ 18,6 bilhões 3

Leia mais

DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO

DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO DIRETRIZES GERAIS PARA ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE GOVERNO POR UM CEARÁ MELHOR PRA TODOS A COLIGAÇÃO POR UM CEARA MELHOR PRA TODOS, com o objetivo de atender à Legislação Eleitoral e de expressar os compromissos

Leia mais

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes

Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes Plano Decenal dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes EIXO 1 PROMOÇÃO DOS DIREITOS DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES Diretriz 01 - Promoção da cultura do respeito e da garantia dos direitos humanos de

Leia mais

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff

PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR....o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff PLANO DE GOVERNO 2015-2018 EXPEDITO JÚNIOR...o futuro pode ser melhorado por uma intervenção ativa no presente. Russel Ackoff Julho/2014 0 APRESENTAÇÃO Se fôssemos traduzir o Plano de Governo 2015-2018

Leia mais

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020

Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Programa Operacional Regional Alentejo 2014/2020 Universidade de Évora, 10 de março de 2015 Identidade, Competitividade, Responsabilidade Lezíria do Tejo Alto Alentejo Alentejo Central Alentejo Litoral

Leia mais

DESAFIO PORTUGAL 2020

DESAFIO PORTUGAL 2020 DESAFIO PORTUGAL 2020 Estratégia Europa 2020: oportunidades para os sectores da economia portuguesa Olinda Sequeira 1. Estratégia Europa 2020 2. Portugal 2020 3. Oportunidades e desafios para a economia

Leia mais

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO DENTRO DE UM MUNDO GLOBALIZADO

O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO DENTRO DE UM MUNDO GLOBALIZADO O PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO DENTRO DE UM MUNDO GLOBALIZADO A EVOLUÇÃO HISTÓRICA E O SÉCULO XX 1- A MAIORIDADE DAS CIDADES LIMITES DE EXPANSÃO 2- A OPÇÃO URBANA EM TODOS OS NÍVEIS 3- A CIDADE

Leia mais

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS

PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS PROTEÇÃO INTEGRAL EM REDES SOCIAIS ENCONTRO DE GRUPOS REGIONAIS DE ARTICULAÇÃO- ABRIGOS - SÃO PAULO O QUE É UMA REDE DE PROTEÇÃO SOCIAL? sistemas organizacionais capazes de reunir indivíduos e instituições,

Leia mais

A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA

A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA A REGIÃO METROPOLITA NA NA REVISÃO DO PLANO DIRETOR DE CURITIBA SITUAÇÃO ATUAL INTEGRAÇÃO METROPOLITANA NA LEI ORGÂNICA DE CURITIBA TÍTULO IV - DA ORDEM ECONÔMICA E SOCIAL CAPÍTULO I - DA ORDEM ECONÔMICA

Leia mais

Conhecendo a Fundação Vale

Conhecendo a Fundação Vale Conhecendo a Fundação Vale 1 Conhecendo a Fundação Vale 2 1 Apresentação Missão Contribuir para o desenvolvimento integrado econômico, ambiental e social dos territórios onde a Vale atua, articulando e

Leia mais

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36

PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 PLANO DE GOVERNO TULIO BANDEIRA PTC 36 GESTÃO PÚBLICA Garantir ampla participação popular na formulação e acompanhamento das políticas públicas; Criação do SOS Oprimidos, onde atenda desde pessoas carentes

Leia mais

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014

Apoios à Internacionalização e à Inovação. António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 Apoios à Internacionalização e à Inovação António Costa da Silva Santarém, 26 de setembro de 2014 ALENTEJO PRIORIDADES PARA UMA ESPECIALIZAÇÃO INTELIGENTE 1. Alimentar e Floresta 2. Recursos Naturais,

Leia mais

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE

Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE IV. CÂMARA TEMÁTICA DA EDUCACÃO, CULTURA E DESPORTOS Diretrizes: 1. Cumprir as metas do Compromisso Todos Pela Educação- TPE Meta 1 Toda criança e jovem de 4 a 17 anos na escola; Meta 2 Até 2010, 80% e,

Leia mais

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total

Código Especificação Fiscal Seg.Social Investimentos Total 100 Fortalecimento da Atuação Legislativa 8.475.000 8.475.000 101 Fortalecimento do Controle Externo Estadual 80.649.880 80.649.880 102 Fortalecimento do Controle Externo Municipal 3.245.000 3.245.000

Leia mais

III Fórum Mobilize! Transformações urbanas e os megaeventos:

III Fórum Mobilize! Transformações urbanas e os megaeventos: oportunidade para uma metrópole sustentável? III Fórum Mobilize! Transformações urbanas e os megaeventos: Sergio Myssior Arquiteto e Urbanista, diretor da MYR projetos sustentáveis, Conselheiro CAU/MG,

Leia mais

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS

POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS EMPRESAS ELETROBRAS POLÍTICA DE COMUNICAÇÃO E ENGAJAMENTO COM PÚBLICOS DE INTERESSE DAS Versão 2.0 09/02/2015 Sumário 1 Objetivo... 3 1.1 Objetivos Específicos... 3 2 Conceitos... 4 3 Princípios... 5 4 Diretrizes... 5 4.1

Leia mais

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020

A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL E OS NOVOS INSTRUMENTOS 2014-2020 ENCONTRO TEMÁTICO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL 28 de Fevereiro de 2014, Espaço Jovem, Porto de Mós. Grupo de Trabalho Desenvolvimento Urbano Sustentável A NOVA AGENDA DO DESENVOLVIMENTO URBANO SUSTENTÁVEL

Leia mais

Política de Gestão de Pessoas

Política de Gestão de Pessoas julho 2010 5 1. Política No Sistema Eletrobras, as pessoas são agentes e beneficiárias do fortalecimento organizacional, contribuindo para a competitividade, rentabilidade e sustentabilidade empresarial.

Leia mais

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO

PREFEITURA DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO ESTADO DE SÃO PAULO SECRETARIA MUNICIPAL DE PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO, CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO PROGRAMA DE METAS Gestão 2013/2016 APRESENTAÇÃO... 2 I - VISÃO DO MUNICÍPIO... 3 II COMPROMISSO... 3 III PRINCÍPIOS DE GESTÃO... 3 IV DIRETRIZES ESTRATÉGIAS... 4 PROGRAMA DE METAS DESENVOLVIMENTO URBANO...

Leia mais

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL

EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL EIXO DE TRABALHO 01 DIREITO A CIDADANIA, PARTICIPAÇÃO SOCIAL E POLÍTICA E A REPRESENTAÇÃO JUVENIL Proposta I Fomentar a criação de grêmios estudantis, fóruns de juventude, diretórios centrais de estudantes,

Leia mais

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento;

Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres. 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Roteiro de Diretrizes para Pré-Conferências Regionais de Políticas para as Mulheres 1. Autonomia econômica, Trabalho e Desenvolvimento; Objetivo geral Promover a igualdade no mundo do trabalho e a autonomia

Leia mais

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV

SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV SÍNTESE BARRA DO GARÇAS RP IV Realizar projetos para destinação de resíduos sólidos * Meio Ambiente Desenvolver programas de educação ambiental Apresentar pequenos e médios projetos de recuperação (seqüestro

Leia mais

Programas 2013. Abril de 2013

Programas 2013. Abril de 2013 Programas 2013 Abril de 2013 A nova SUDENE -Lei Complementar n 125, de 03 de janeiro de 2007 -Decreto n 6.219/2007 Autarquia especial, administrativa e financeiramente autônoma,... vinculada ao Ministério

Leia mais

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar

Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar março de 2012 Introdução Com o objetivo de continuar aprimorando o modelo de gestão de Minas Gerais, foi lançado, em 2010, o projeto Agenda de Melhorias caminhos para inovar na gestão pública. A criação

Leia mais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos Fortaleza 2040 Processos Gestão do Plano Fortaleza 2040 Integração de planos setoriais

DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos Fortaleza 2040 Processos Gestão do Plano Fortaleza 2040 Integração de planos setoriais DIRETORIA DO OBSERVATÓRIO DA GOVERNANÇA DIOBS Produtos Sala Situacional Rede de Salas de Situação Processos Monitoramento Agenda Estratégica Observatório da Governança DIRETORIA DE PLANEJAMENTO DIPLA Produtos

Leia mais

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte

Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Fomento à Inovação e Negócios em Ciências da Vida em Belo Horizonte Atração de Investimentos, Promoção Comercial e Projeção Internacional Eduardo Bernis Secretaria Municipal de Desenvolvimento Belo Horizonte

Leia mais

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial 0352 Abastecimento Agroalimentar 22000 1049 Acesso à Alimentação 0351 Agricultura Familiar - PRONAF 1215 Alimentação Saudável 1016 Artesanato Brasileiro 28000 0135 Assentamentos Sustentáveis para Trabalhadores

Leia mais

InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej

InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej InformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanej amentopraticainformaçãopesquisaplanejamentopraticainformaçãopesquisaplanejamentopraticainformação PesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPraticaInformaçãoPesquisaPlanejamentoPrat

Leia mais

Política de Responsabilidade Socioambiental

Política de Responsabilidade Socioambiental Política de Responsabilidade Socioambiental SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 3 2 OBJETIVO... 3 3 DETALHAMENTO... 3 3.1 Definições... 3 3.2 Envolvimento de partes interessadas... 4 3.3 Conformidade com a Legislação

Leia mais

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20

AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 AS OPORTUNIDADES PARA AS EMPRESAS NO PORL 2014-20 Vítor Escária CIRIUS ISEG, Universidade de Lisboa e Augusto Mateus & Associados Barreiro, 30/06/2014 Tópicos Enquadramento A Estratégia de Crescimento

Leia mais

Educação para a Cidadania linhas orientadoras

Educação para a Cidadania linhas orientadoras Educação para a Cidadania linhas orientadoras A prática da cidadania constitui um processo participado, individual e coletivo, que apela à reflexão e à ação sobre os problemas sentidos por cada um e pela

Leia mais

TURISMO. o futuro, uma viagem...

TURISMO. o futuro, uma viagem... TURISMO o futuro, uma viagem... PLANO NACIONAL DO TURISMO 2007-2010 OBJETIVOS Desenvolver o produto turístico brasileiro com qualidade, contemplando nossas diversidades regionais, culturais e naturais.

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO DA FRENTE POPULAR A FAVOR DO AMAPÁ PROPOSTAS PARA O AMAPÁ CONTINUAR AVANÇANDO

PROGRAMA DE GOVERNO DA FRENTE POPULAR A FAVOR DO AMAPÁ PROPOSTAS PARA O AMAPÁ CONTINUAR AVANÇANDO PROGRAMA DE GOVERNO DA FRENTE POPULAR A FAVOR DO AMAPÁ PROPOSTAS PARA O AMAPÁ CONTINUAR AVANÇANDO MACAPÁ-AP JULHO DE 2014 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 1 INTRODUÇÃO 2 DIRETRIZES 3 PRINCÍPIOS 4 OBJETIVOS ESTRATÉGICOS

Leia mais

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional.

Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Tema 1: Eficiência Operacional Buscar a excelência na gestão de custos operacionais. Garantir a economicidade dos recursos e a melhor alocação dos recursos necessários à prestação jurisdicional. Agilizar

Leia mais

Campinas Cidade Sustentável

Campinas Cidade Sustentável Campinas Cidade Sustentável A Prefeitura de Campinas adere hoje, com o Decreto que será assinado pelo Prefeito Jonas Donizette, ao Programa Cidades Sustentáveis da Rede Nossa São Paulo, do Instituto Ethos

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO 67 68. Elaboração do Programa de Promoção de Eventos do Pólo Costa do Delta

Discriminação AÇÃO AÇÃO 67 68. Elaboração do Programa de Promoção de Eventos do Pólo Costa do Delta CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 840.000,00 2.500.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 Escala da ação é compatível com a escala do programa? 1.3 Existem

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 7 8 9 10 11 12. Estudo da Capacidade de Carga de Recursos Turisticos Naturais do Pólo

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 7 8 9 10 11 12. Estudo da Capacidade de Carga de Recursos Turisticos Naturais do Pólo CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 1.000.000,00 300.000,00 1.000.000,00 3.000.000,00 2.000.000,00 400.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 1.3 Escala da

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 79 80 81 82 83 84. Restauração, Intervenção da Praça General Tibúrcio - Fortaleza Histórica

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 79 80 81 82 83 84. Restauração, Intervenção da Praça General Tibúrcio - Fortaleza Histórica CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 200.000,00 45.000,00 194.960,00 400.000,00 80.000,00 550.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência? 1.2 Escala da ação é compatível

Leia mais

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt

Portugal 2020. Inovação da Agricultura, Agroindústria. Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt Portugal 2020 Inovação da Agricultura, Agroindústria e Floresta Pedro Cilínio pedro.cilinio@iapmei.pt FEDER 2020 - Prioridades Concentração de investimentos do FEDER Eficiência energética e energias renováveis

Leia mais

INCLUSÃO SOCIAL & CAPITAL HUMANO: PRINCIPAIS PRIORIDADES ALTO MINHO 2020 13 DE NOVEMBRO DE 2015 VILLA MORAES, PONTE DE LIMA

INCLUSÃO SOCIAL & CAPITAL HUMANO: PRINCIPAIS PRIORIDADES ALTO MINHO 2020 13 DE NOVEMBRO DE 2015 VILLA MORAES, PONTE DE LIMA INCLUSÃO SOCIAL & CAPITAL HUMANO: PRINCIPAIS PRIORIDADES ALTO MINHO 2020 13 DE NOVEMBRO DE 2015 VILLA MORAES, PONTE DE LIMA ÍNDICE 1- DIAGNÓSTICO SÍNTESE: IDEIAS-CHAVE 1.1 - DINÂMICA POPULACIONAL 1.2 EDUCAÇÃO

Leia mais

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe

Iniciativa PE2020. A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos. António Manzoni/Vilar Filipe Iniciativa PE2020 A Engenharia como fator de competitividade Projetos colaborativos António Manzoni/Vilar Filipe Novembro 2013 Projeto Engenharia 2020 Preocupações macroeconómicas Papel da engenharia na

Leia mais

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO

UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO UM OLHAR PARA O MUNDO RURAL DLBC - A NOVA ESTRATÉGIA PARA O TERRITÓRIO LIMITES DO TERRITÓRIO DE INTERVENÇÃO CONSTRUÇÃO DA ESTRATÉGIA - Acordo Parceria 2020 - PDR 2014-2020 - PORA 2020 - PROT OVT - EIDT

Leia mais

GESTÃO NO SERVIÇO PÚBLICO

GESTÃO NO SERVIÇO PÚBLICO GESTÃO NO SERVIÇO PÚBLICO Susan Dignart Gestora Governamental - MT Cuiabá MT, dezembro de 2008 GESTÃO o que é? Muitas interpretações... Gestão = Administração: organizar os meios para atingir fins; Políticas

Leia mais

Sustentabilidade Ambiental na Cidade de Belo Horizonte

Sustentabilidade Ambiental na Cidade de Belo Horizonte Sustentabilidade Ambiental na Cidade de Belo Horizonte Vasco de Oliveira Araujo Secretário Municipal Adjunto de Meio Ambiente Prefeitura de Belo Horizonte Abril 2013 A Construção de uma Cidade Sustentável

Leia mais

Desenvolvimento de Mercado

Desenvolvimento de Mercado Desenvolvimento de Mercado DESENVOLVIMENTO DE MERCADO Frente aos importantes temas abordados pelo Fórum Temático de Desenvolvimento de Mercado, da Agenda 2020, destaca-se o seu objetivo principal de fomentar

Leia mais

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das empresas Eletrobras 1. DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente para o desenvolvimento sustentável, das áreas onde atuamos e

Leia mais

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria

Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Reunião do Fórum das Entidades Empresariais de Santa Maria Santa Maria, 15 de Outubro de 2012 Pauta: 1) Contexto da Economia Criativa no Brasil de acordo com o Plano da Secretaria da Economia Criativa

Leia mais

DOTS - Desenvolvimento Urbano Orientado ao Transporte Sustentável. Nívea Oppermann Peixoto, Ms Coordenadora Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil

DOTS - Desenvolvimento Urbano Orientado ao Transporte Sustentável. Nívea Oppermann Peixoto, Ms Coordenadora Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil DOTS - Desenvolvimento Urbano Orientado ao Transporte Sustentável Nívea Oppermann Peixoto, Ms Coordenadora Desenvolvimento Urbano EMBARQ Brasil Contexto das cidades Expansão urbana Modelo de ocupação territorial

Leia mais

Democracia participativa p e cultura cidadã. Porto Alegre, 25 de novembro de 2011

Democracia participativa p e cultura cidadã. Porto Alegre, 25 de novembro de 2011 Democracia participativa p e cultura cidadã Porto Alegre, 25 de novembro de 2011 Da Reivindicação à Wikicidadania INOVAÇÕES DA PARTICIPAÇÃO DEMOCRÁTICA INOVAÇÕES DA PARTICIPAÇÃO DEMOCRÁTICA E DA GESTÃO

Leia mais

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras

Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras Setembro de 2010 Política de Sustentabilidade das Empresas Eletrobras DECLARAÇÃO Nós, das empresas Eletrobras, comprometemo-nos a contribuir efetivamente

Leia mais

Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã SEPLAG/RS

Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã SEPLAG/RS Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã SEPLAG/RS Brasília, 21 de fevereiro de 2013 MAPA ESTRATÉGICO: Visão: RETOMAR O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL COM EQUIDADE E PARTICIPAÇÃO Sociedade

Leia mais

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos:

INTRODUÇÃO. Sobre o Sou da Paz: Sobre os Festivais Esportivos: 1 INTRODUÇÃO Sobre o Sou da Paz: O Sou da Paz é uma organização que há mais de 10 anos trabalha para a prevenção da violência e promoção da cultura de paz no Brasil, atuando nas seguintes áreas complementares:

Leia mais

Historia. Linha do Tempo 2014-2015. Década 80. Cadernos Metrópole. A Questão urbanometropolitana

Historia. Linha do Tempo 2014-2015. Década 80. Cadernos Metrópole. A Questão urbanometropolitana Historia Linha do Tempo Avaliação dos impactos metropolitanos no Rio de Janeiro do ajuste macroeconômico da reestruturação produtiva 1996 Cadernos Metrópole 1999 Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

Leia mais

Ministério das Cidades MCidades

Ministério das Cidades MCidades Ministério das Cidades MCidades Objetivos de Desenvolvimento Sustentável ODS São Paulo, 02 de junho de 2014 Roteiro 1. O processo de urbanização no Brasil: histórico. 2. Avanços institucionais na promoção

Leia mais

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional

REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS. PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional REFERENCIAIS ESTRATÉGICOS Projeto de Lei nº 8.035, de 2010 PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO 2011-2020: metas que envolvem a Educação Profissional O PNE é formado por: 10 diretrizes; 20 metas com estratégias

Leia mais

RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local

RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local RESPONSABILIDADE SOCIAL: a solidariedade humana para o desenvolvimento local 1 Por: Evandro Prestes Guerreiro 1 A questão da Responsabilidade Social se tornou o ponto de partida para o estabelecimento

Leia mais

Comunicação Institucional Visão de Futuro

Comunicação Institucional Visão de Futuro Comunicação Institucional Visão de Futuro Organograma Presidente Comunicação Institucional Assistente Imagem Corporativa e Marcas Comitê Estratégico Imprensa Planejamento e Gestão Atendimento e Articulação

Leia mais

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV

SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SERVIÇOS DE CONVIVÊNCIA E FORTALECIMENTO DE VÍNCULOS SCFV SOCIOASSISTENCIAL X SOCIOEDUCATIVO SOCIOASSISTENCIAL apoio efetivo prestado a família, através da inclusão em programas de transferência de renda

Leia mais

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas

São Paulo 2022. Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas São Paulo 2022 Metodologia de para monitoramento do comportamento da Cidade de São Paulo por Indicadores e Metas Cidade Democrática, participativa e descentralizada Transformando São Paulo pela mudança

Leia mais

PPA Participativo 2016-2019 Metodologia para elaboração do PPA

PPA Participativo 2016-2019 Metodologia para elaboração do PPA PPA Participativo 2016-2019 Metodologia para elaboração do PPA Secretaria do Planejamento Superintendência de Planejamento Estratégico Março de 2015 PPA 2016-2019 Documento político, pactuado por todas

Leia mais

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020

COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA REGIÃO AUTÓNOMA DA MADEIRA 2014-2020 COMPETITIVIDADE E INTERNACIONALIZAÇÃO DAS EMPRESAS DA 2014-2020 18-11-2015 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO EMPRESARIAL, IP-RAM MISSÃO Promover o desenvolvimento, a competitividade e a modernização das empresas

Leia mais

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor

Gestão 2013-2017. Plano de Trabalho. Colaboração, Renovação e Integração. Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Gestão 2013-2017 Plano de Trabalho Colaboração, Renovação e Integração Eduardo Simões de Albuquerque Diretor Goiânia, maio de 2013 Introdução Este documento tem por finalidade apresentar o Plano de Trabalho

Leia mais

A ESTRELA QUE QUEREMOS. Planejamento Estratégico de Estrela

A ESTRELA QUE QUEREMOS. Planejamento Estratégico de Estrela Planejamento Estratégico de Estrela 2015 2035 O planejamento não é uma tentativa de predizer o que vai acontecer. O planejamento é um instrumento para raciocinar agora, sobre que trabalhos e ações serão

Leia mais

Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo.

Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo. Temática(s): Acessibilidade em Bibliotecas Tipo de Trabalho: Relato de Experiência Título do trabalho: O Setor de Acessibilidade das Fábricas de Cultura das Regiões Norte e Sul da Cidade de São Paulo.

Leia mais

Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020

Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020 Prioridades do FSE para o próximo período de programação 2014-2020 Rosa Maria Simões 31 de janeiro de 2013, Auditório CCDR Lisboa e Vale do Tejo Agenda Resultados da intervenção FSE Contributos do FSE

Leia mais

Atelier SUDOE INTELIGENTE

Atelier SUDOE INTELIGENTE Atelier SUDOE INTELIGENTE Do SUDOE 2007-2013 à Estratégia 2020 Promoção da inovação e constituição de redes estáveis de cooperação em matéria tecnológica Melhoria da sustentabilidade para a proteção e

Leia mais

PO AÇORES 2020 FEDER FSE

PO AÇORES 2020 FEDER FSE Apresentação pública PO AÇORES 2020 FEDER FSE Anfiteatro C -Universidade dos Açores -Ponta Delgada 04 de marçode 2015 PO AÇORES 2020 UM CAMINHO LONGO, DIVERSAS ETAPAS A definição das grandes linhas de

Leia mais

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social

Objetivos Consolidar uma política garantidora de direitos Reduzir ainda mais a desigualdade social AGENDA SOCIAL AGENDA SOCIAL Estamos lutando por um Brasil sem pobreza, sem privilégios, sem discriminações. Um país de oportunidades para todos. A melhor forma para um país crescer é fazer que cada vez

Leia mais

Taxonomias para orientar e coordenar a formulação, execução, acompanhamento e avaliação das políticas de APLS

Taxonomias para orientar e coordenar a formulação, execução, acompanhamento e avaliação das políticas de APLS Taxonomias para orientar e coordenar a formulação, execução, acompanhamento e avaliação das políticas de APLS José E Cassiolato Coordenador da RedeSist, IE-UFRJ Marcelo G P de Matos Pesquisador da RedeSist,

Leia mais

RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão. Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus

RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão. Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus RENOVAR PARA INOVAR! Plano de Gestão Proposta de plano de gestão do candidato Érico S. Costa ao cargo de Diretor do Campus 2013-2016 0 1 Sumário Apresentação... 2 Análise Situacional... 2 Programas Estruturantes...

Leia mais

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012)

DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS. (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) DIRETRIZES DO FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/NÓS PODEMOS (aprovada em 2010 e 1ª revisão em agosto de 2012) Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas

Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Minuta do Capítulo 10 do PDI: Relações Externas Elaborada pela Diretoria de Extensão e pela Pró-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação 1 1 Esta minuta será apreciada pelo Colegiado de Ensino, Pesquisa

Leia mais

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica

Pólos da Paz e Praças da Paz SulAmérica A iniciativa O projeto Praças é uma iniciativa do Instituto Sou da Paz, em parceria com a SulAmérica, que promove a revitalização de praças públicas da periferia de São Paulo com a participação da comunidade

Leia mais

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes

Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2. 1. Antecedentes Termo de Referência nº 2014.0918.00040-2 Ref: Contratação de consultoria pessoa física para realização de um plano de sustentabilidade financeira para o Jardim Botânico do Rio de Janeiro, no âmbito da

Leia mais

Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro. Plano Estratégico 2013-2022

Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro. Plano Estratégico 2013-2022 Fundação Planetário da Cidade do Rio de Janeiro Plano Estratégico 2013-2022 1 Visão Geral do Processo Fase 1 Fase 2 Mobilização e Nivelamento Conceitual Diagnóstico do Desempenho Estratégico da FPCRJ Análise

Leia mais

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015

micro-empresas e activid i a d de d ec e onómica c TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 micro-empresas e actividade económica TAGUS, 24 de Janeiro de 2015 20 anos Uma estratégia com o objectivo único de contribuirpara fixar população no interior do seu território. Combater o exodo rural e

Leia mais

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação

:: LINHAS DE AÇÃO. Apoio aos Municípios. Tecnologia e Informação em Resíduos. Promoção e Mobilização Social. Capacitação :: LINHAS DE AÇÃO Apoio aos Municípios Tecnologia e Informação em Resíduos Capacitação Promoção e Mobilização Social :: PRESSUPOSTOS DA COLETA SELETIVA Gestão participativa Projeto de Governo Projeto da

Leia mais

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 37 38 39 40 41 42

Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO 37 38 39 40 41 42 085/230 - Terezinha - CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 500.000,00 120.000,00 5.200.000,00 693.000,00 2.790.000,00 8.000.000,00 1. CONDIÇÕES DE ACEITAÇÃO 1.1 Atende aos componentes dos Termos de Referência?

Leia mais

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei:

Faço saber que a Assembléia Legislativa do Estado do Tocantins decreta e eu sanciono a seguinte Lei: LEI Nº 1.374, DE 08 DE ABRIL DE 2003. Publicado no Diário Oficial nº 1.425. Dispõe sobre a Política Estadual de Educação Ambiental e adota outras providências. O Governador do Estado do Tocantins Faço

Leia mais

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial.

visão, missão e visão valores corporativos Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. visão, missão e valores corporativos visão Ser uma empresa siderúrgica internacional, de classe mundial. MISSÃO O Grupo Gerdau é uma Organização empresarial focada em siderurgia, com a missão de satisfazer

Leia mais

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 IV. Visão Geral do Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015 Quem disse que nada é impossível? Tem gente que faz isso todos os dias!. Alfred E. Newman O Mapa Estratégico da Indústria Capixaba 2008/2015

Leia mais

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS

DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS 1 DIRETRIZES DE FUNCIONAMENTO DO MOVIMENTO NACIONAL PELA CIDADANIA E SOLIDARIEDADE/ NÓS PODEMOS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES E OBJETIVO DO MOVIMENTO 2 Artigo 1º O Movimento Nacional pela Cidadania e Solidariedade/Nós

Leia mais

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012

Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH. Marcelo Cintra do Amaral. 20 de novembro de 2012 Plano de Mobilidade Urbana de Belo Horizonte - PlanMob-BH Marcelo Cintra do Amaral 20 de novembro de 2012 Roteiro da apresentação: Contexto do PlanMob-BH: prognóstico, caráter de plano diretor, etapas

Leia mais

Acordo para o Desenvolvimento Sustentável

Acordo para o Desenvolvimento Sustentável Acordo para o Desenvolvimento Sustentável Compromisso do CDES e de 71 Organizações da Sociedade Civil Brasileira 1 Estratégia de Desenvolvimento Sustentável Rio+20 1. Articulação Nacional: Previsão de

Leia mais

PROGRAMAS E PROJETOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO

PROGRAMAS E PROJETOS PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO º PROGRAMAS E S PARA O DESENVOLVIMENTO DO ECOTURISMO NO PÓLO DO CANTÃO Programa de utilização sustentável dos atrativos turísticos naturais Implementação do Plano de Manejo do Parque do Cantão Garantir

Leia mais

Visão para o Rio Rede das Redes Projetos Transformadores / Negócios

Visão para o Rio Rede das Redes Projetos Transformadores / Negócios PROJETO 2015-2017 O Projeto Associação Comercial do Rio de Janeiro 2015 2017 consiste em um conjunto de conceitos, diretrizes e convergências de ações que vão orientar a atuação da ACRio para os próximos

Leia mais

A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES AS AÇÕES SÃO DESENVOLVIDAS POR QUATRO ÁREAS ESTRATÉGICAS:

A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES AS AÇÕES SÃO DESENVOLVIDAS POR QUATRO ÁREAS ESTRATÉGICAS: O QUE É QUE FAZ A SECRETARIA MUNICIPAL DE POLÍTICAS PARA MULHERES A Prefeitura de São Paulo, em maio de 2013, seguindo a política implementada nacionalmente e atendendo uma reivindicação histórica do movimento

Leia mais

Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Belo Horizonte Responsabilidades do Setor Turístico na Prevenção à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes Responsabilidade Multiplicadores* CMDCA, CEDCA, Minist. do Trabalho, Gestor de Política (SETUR

Leia mais

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE

OPORTUNIDADES. Cluster energético: oportunidades; horizontes; observatório, BejaGlobal; PASE CLUSTER ENERGÉTICO DE BEJA OPORTUNIDADES SUSTENTABILIDADE ENERGÉTICA E CRESCIMENTO ECONÓMICO A sustentabilidade energética e climática é um desígnio estratégico duplo significado. Por um lado, desenvolvimento

Leia mais

EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Meta e Estratégias. Meta

EDUCAÇÃO AMBIENTAL. Meta e Estratégias. Meta EDUCAÇÃO AMBIENTAL Meta e Estratégias Meta Universalizar a educação socioambiental em todos os níveis e modalidades de ensino, como uma prática inter, multi e transdisciplinar, contínua e permanente nos

Leia mais

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007

PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 PORTARIA NORMATIVA INTERMINISTERIAL Nº- 17, DE 24 DE ABRIL DE 2007 Institui o Programa Mais Educação, que visa fomentar a educação integral de crianças, adolescentes e jovens, por meio do apoio a atividades

Leia mais

ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi

ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi ANEXO B Hierarquização dos projetos através da metodologia Delphi Discriminação AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO AÇÃO s CUSTO PREVISTO DA AÇÃO (R$) - 500.000,00 1.000.000,00 2.850.000,00 170.000,00 30.000,00 1.120.000,00

Leia mais

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA

ESPELHO DE EMENDA INICIATIVA SISTEMA DE ELABORAÇÃO DE S ÀS LEIS ORÇAMENTÁRIAS ESPELHO DE Inclusão de Iniciativa no Ministério da Educação Página: 1563 de 2301 AUTOR DA Otavio Leite 25100001 2030 - Educação Básica 0598 - Apoiar o educando,

Leia mais

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012

Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 Não fique para trás! Submeta seu projeto. Fonte de recursos para projetos julho 2012 1. Patrocínios 1.1 Patrocínio a Eventos e Publicações Data limite: 60 dias de antecedência da data de início do evento

Leia mais

PLANO ESTRATÉGICO DO GOVERNO GOIÁS, ESTADO DA QUALIDADE DE VIDA

PLANO ESTRATÉGICO DO GOVERNO GOIÁS, ESTADO DA QUALIDADE DE VIDA PLANO ESTRATÉGICO DO GOVERNO GOIÁS, ESTADO DA QUALIDADE DE VIDA 2 Abertas as portas do futuro, com fé em Deus, vamos avançar ainda mais, enfrentando os obstáculos com muita obstinação. Neste novo governo,

Leia mais

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020

CENTRO 2020 PROGRAMA OPERACIONAL REGIONAL DO CENTRO 2014-2020 ÍNDICE Esquema resumo..pág. 2 Introdução...pág. 3 Objetivos Temáticos pág. 3 Eixos Prioritários...pág. 4 Eixo 1: Investigação, Desenvolvimento e Inovação..pág. 5 Eixo 2: Competitividade e Internacionalização

Leia mais

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial

PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA. Banco Mundial PROJETO DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL DO ESTADO DA BAHIA POR QUE O PROJETO Decisão Estratégica do Governo do Estado da Bahia Necessidade de avançar na erradicação da pobreza rural Existência de

Leia mais

TRABALHO COMO DIREITO

TRABALHO COMO DIREITO Av. Dr. Enéas de Carvalho Aguiar, 419 CEP: 05403-000 São Paulo SP Brasil TRABALHO COMO DIREITO () 04/12/2013 1 O direito ao trabalho no campo da Saúde Mental: desafio para a Reforma Psiquiátrica brasileira

Leia mais