ÍNDICE - 22/08/2006 Tribuna da Imprensa (RJ)...2 Ciência/ Ambiente...2 A Notícia (SC)...3 País/Mundo...3

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "ÍNDICE - 22/08/2006 Tribuna da Imprensa (RJ)...2 Ciência/ Ambiente...2 A Notícia (SC)...3 País/Mundo...3"

Transcrição

1 ÍNDICE - Tribuna da Imprensa (RJ)...2 Ciência/ Ambiente...2 Descobertas novas drogas para inibir metástase...2 A Notícia (SC)...3 País/Mundo...3 Novos remédios para metástase...3 Jornal de Santa Catarina (SC)...4 Geral...4 Anvisa proíbe venda de alguns remédios e luvas...4 Gazeta do Povo (PR)...5 Brasil...5 Novas drogas inibem metástase...5 Jornal do Commercio (PE)...6 Brasil...6 Três novas drogas contra o câncer metastático no Brasil...6 O Povo (CE)...7 Brasil...7 Três novas drogas vão combater a metástase...7 Células-tronco cancerígenas...8 Macrófagos (glóbulos brancos)...8 Programação embrionária...8 Genes supressores...8 Genes reguladores mestres...8 Correio Braziliense...9 Brasil...9 Esperança em novas drogas...9 O Estado de S.Paulo...11 VIDA&...11 Novas drogas agem após metástase...11 FRENTES DE PESQUISA...12 O Estado de S.Paulo...12 VIDA&...12 Anvisa proíbe luvas de látex sem registro...12 Folha de S.Paulo...13 Cotidiano...13 No Brasil, serviço é proibido para menor de 16 anos...13

2 Tribuna da Imprensa (RJ) Ciência/ Ambiente Descobertas novas drogas para inibir metástase SÃO PAULO - Nunca a medicina investigou tanto o momento exato em que o câncer começa a se espalhar pelo corpo, a chamada metástase. Das 399 drogas contra câncer atualmente estudadas, 250 são contra metástase. "O câncer primário, que ainda não se espalhou, praticamente não precisa de novas drogas", explica o infectologista Kald Abdallah, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e gerente médico do laboratório Bristol. "A cirurgia é eficaz na maioria dos casos." No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático deverão chegar até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu o aval em maio da agência brasileira e, até o fim do ano, será comercializado. O sunitinibe age segundo uma das mais novas estratégias estudadas contra a metástase, a de atacar diretamente o mecanismo das células tumorais que estimula seu crescimento. Ou seja, a droga age antes mesmo da formação de vasos - uma célula tumoral com mais de um milímetro de diâmetro já estimula a fabricação de novos vasos para se alimentar e multiplicar. O dasatinibe (nome comercial Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, tem ação parecida e acaba de ser submetido à Anvisa. Já o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço, agem contra a formação de novos vasos. Outra forma do remédio agir contra a difusão do câncer é pela estimulação do sistema imunológico. O ipilimumab, da Bristol, contra melanoma, um dos tipos de câncer de pele mais agressivos, é um deles. Em estudo nos Estados Unidos, ele estimula o organismo a reconhecer o tumor e, com isso, combater a doença. Complexidade Estudos sobre o assunto começaram a dar resultados mais eficazes de cinco anos para cá. A própria complexidade da metástase pode ter sido um dos fatores que desestimularam pesquisas anteriores. Um dos pontos mais importantes é descobrir como a célula cancerosa consegue ser suficientemente inteligente para se propagar. Uma das teorias mais modernas sugere que uma célula de tumor aciona um programa embrionário que faz com que ela se espalhe. Robert Weinberg, professor de Biologia do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, é um dos principais defensores dessa teoria. Segundo Weinberg, um processo chamado de transição epitelial-mesenquimal é acionado em células embrionárias, permitindo que se locomovam para diferentes partes do corpo, onde montam acampamento e constroem diferentes tipos de tecido. "As células cancerosas recorrem oportunisticamente a esse processo e, com isso, adquirem características que lhe permitem se disseminar", diz Weinberg. Alguns especialistas acreditam, no entanto, que as células-tronco cancerosas estão no centro de toda metástase. Isso ajudaria a explicar o motivo por que milhões de células conseguem atingir órgãos distantes, mas somente algumas poucas selecionadas - aquelas com capacidades de célula-tronco - podem iniciar um tumor e criar colônias.

3 A Notícia (SC) País/Mundo Novos remédios para metástase Anvisa aprova droga contra tumores de rim e intestinal São Paulo Nunca a medicina investigou tanto o momento exato em que o câncer começa a se espalhar pelo corpo, a chamada metástase. Das 399 drogas contra câncer atualmente estudadas, 250 são contra metástase. "O câncer primário, que ainda não se espalhou, praticamente não precisa de novas drogas", explica o infectologista Kald Abdallah, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e gerente médico do laboratório Bristol. "A cirurgia é eficaz na maioria dos casos." No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático devem chegar até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu aval em maio da agência brasileira e, até o fim do ano, será comercializado. O sunitinibe age segundo uma das mais novas estratégias estudadas contra a metástase, a de atacar diretamente o mecanismo das células tumorais que estimula seu crescimento. Ou seja, a droga age antes mesmo da formação de vasos - uma célula tumoral com mais de um milímetro de diâmetro estimula a fabricação de novos vasos para se alimentar e multiplicar. O dasatinibe (o Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, tem ação parecida e acaba de ser submetido à Anvisa. Já o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço, agem contra novos vasos. Outra forma do remédio agir é pela estimulação do sistema imunológico. O ipilimumab, da Bristol, contra melanoma, um dos tipos de câncer de pele mais agressivos, é um deles.(topo)

4 Jornal de Santa Catarina (SC) Geral Anvisa proíbe venda de alguns remédios e luvas BRASÍLIA - Foi proibido, em todo o país, o comércio de luvas de látex para procedimentos, dos modelos Supermax, Supermax Select, Supermax Premium, Aurélia e Aurélia Select. A determinação é da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que constatou que o produto, importado foi fabricado antes de a empresa obter o registro junto à Anivsa. Também foi suspenso o comércio e o uso de outros quatro produtos que não possuem registro no órgão: Elixir Paregórico Lafare, Siprolav Clor S, Super AZ Max e Detergente Neutro Max.

5 Gazeta do Povo (PR) Brasil Novas drogas inibem metástase São Paulo - No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático (que se espalha pelo corpo) deverão chegar ao mercado até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu o aval em maio da agência brasileira e até o fim do ano será comercializado. O dasatinibe (nome comercial Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, acaba de ser submetido à Anvisa. Na mesma situação estão o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon, e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço. Das 399 drogas contra câncer atualmente estudadas, 250 são contra metástase.

6 Jornal do Commercio (PE) Brasil Três novas drogas contra o câncer metastático no Brasil SÃO PAULO - Nunca a medicina investigou tanto o momento exato em que o câncer começa a se espalhar pelo corpo, a chamada metástase. Das 399 drogas contra câncer atualmente estudadas, 250 são contra metástase. No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático deverão chegar até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu o aval em maio da agência brasileira e até o fim do ano, será comercializado. "O câncer primário, que ainda não se espalhou, praticamente não precisa de novas drogas", explica o infectologista Kald Abdallah, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e gerente médico do laboratório Bristol. "A cirurgia é eficaz na maioria dos casos." O sunitinibe age segundo uma das mais novas estratégias estudadas contra a metástase, a de atacar diretamente o mecanismo das células tumorais que estimula seu crescimento. A ação acontece antes mesmo da formação de vasos - uma célula tumoral com mais de um milímetro de diâmetro já estimula a fabricação de novos vasos para se alimentar e multiplicar. O dasatinibe (nome comercial Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, tem ação parecida e acaba de ser submetido à Anvisa. Já o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço, agem contra a formação de novos vasos. Outra forma do remédio agir contra a difusão do câncer é pela estimulação do sistema imunológico. O ipilimumab, da Bristol, contra melanoma, um dos tipos de câncer de pele mais agressivos, é um deles. Em estudo nos Estados Unidos, ele estimula o organismo a reconhecer o tumor e, com isso, combater a doença. Estudos começaram a dar resultados mais eficazes de cinco anos para cá. A própria complexidade da metástase pode ter sido um dos fatores que desestimularam pesquisas anteriores. Um dos pontos mais importantes é descobrir como a célula cancerosa consegue ser suficientemente inteligente para se propagar.

7 O Povo (CE) Brasil Três novas drogas vão combater a metástase Das 399 fórmulas contra o câncer pesquisadas atualmente, 250 são contra a metástase, fase em que a doença começa a se espalhar pelo corpo. Pelo menos três drogas contra isso deverão chegar ao mercado brasileiro este ano, com o aval da Agência Nacional de Vigilância Sanitária Adriana Dias Lopes da Agência Estado Nunca a medicina pesquisou tanto o momento exato em que o câncer começa a se espalhar pelo corpo, a chamada metástase. Das 399 drogas contra a doença estudadas atualmente, 250 são contra a metástase. "O câncer primário, que ainda não se espalhou, praticamente não precisa de novas drogas", explica o infectologista Kald Abdallah, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e gerente médico do laboratório Bristol. "A cirurgia é eficaz na maioria dos casos", explicou na cidade de São Paulo. No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático deverão chegar ao mercado até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu o aval em maio da agência brasileira e, até o fim do ano, será comercializado. O sunitinibe age segundo uma das mais novas estratégias estudadas contra a metástase, a de atacar diretamente o mecanismo das células tumorais que estimula seu crescimento. Ou seja, a droga age antes mesmo da formação de vasos. Uma célula tumoral com mais de um milímetro de diâmetro já estimula a fabricação de novos vasos para se alimentar e multiplicar. O dasatinibe (nome comercial Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, tem ação parecida e acaba de ser submetido à Anvisa. Já o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço, agem contra a formação de novos vasos. Outra forma de o remédio agir contra a difusão do câncer é pela estimulação do sistema imunológico. O ipilimumab, da Bristol, contra melanoma, um dos tipos de câncer de pele mais agressivos, é um deles. Em estudo nos Estados Unidos, ele estimula o organismo a reconhecer o tumor e, com isso, combater a doença. Estudos sobre o assunto começaram a dar resultados mais eficazes de cinco anos para cá. A própria complexidade da metástase pode ter sido um dos fatores que desestimularam pesquisas anteriores. Um dos pontos mais importantes é descobrir como a célula cancerosa consegue ser suficientemente inteligente para se propagar. Uma das teorias mais modernas sugere que uma célula de tumor aciona um programa embrionário que faz com que ela se espalhe. Robert Weinberg, professor de Biologia do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, é um dos principais defensores dessa teoria. Segundo Weinberg, um processo chamado de transição epitelial-mesenquimal é acionado em células embrionárias, permitindo que se locomovam para diferentes partes do corpo, onde montam acampamento e constróem diferentes tipos de tecido.

8 "As células cancerosas recorrem oportunisticamente a esse processo e, com isso, adquirem características que lhe permitem se disseminar", diz Weinberg. Alguns especialistas acreditam, no entanto, que as células-tronco cancerosas estão no centro de toda metástase. Isso ajudaria a explicar o motivo por que milhões de células conseguem atingir órgãos distantes, mas somente algumas poucas selecionadas podem iniciar um tumor e criar colônias. FRENTES DE PESQUISA Células-tronco cancerígenas De acordo com alguns estudos científicos, elas podem ser as únicas células que desencadeiam um tumor Macrófagos (glóbulos brancos) Antigamente, acreditava-se que eles destruíam as células cancerígenas. Hoje, sabe-se que eles podem também estimular o crescimento do tumor Programação embrionária Uma das teorias mais modernas sobre os mecanismos da metástase diz que uma célula de tumor aciona um processo embrionário que, por sua vez, faz com que ela se espalhe pelo organismo Genes supressores Quando são defeituosos ou inativos, esses genes permitem que a célula tumoral crie colônias de micrometástases e não afete os tumores primários. Mais de dez já foram identificados Genes reguladores mestres Têm o controle sobre a saída da célula cancerígena do tumor primário para instalar-se em outro órgão, criando metástase

9 Correio Braziliense Brasil Esperança em novas drogas Anvisa estuda liberação no país de dois novos medicamentos contra o câncer. Remédios inibem o crescimento do tumor, evitando a multiplicação de células, e aumentam a sobrevida do paciente Clarissa Lima Da equipe do Correio Uma esperança para os portadores de câncer renal, gastro e de coloretal está perto de chegar às farmácias brasileiras. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) estuda a aprovação de dois medicamentos indicados para o estágio avançado desses tumores. Liberado na fase inicial, o Stutet, do laboratório Pfizer, é indicado para o tratamento de tumores renal e gastro. Já o Avastin, da Roche, droga para o câncer colo-retal, ainda está em fase de aprovação pela Anvisa. Os medicamentos devem estar à venda até o final deste ano. O Stutet já é utilizado nos Estados Unidos desde janeiro e, na União Européia, desde julho. Ele faz parte de uma nova terapia de combate à doença que busca "sufocar" a célula cancerígena, ao impedir o crescimento de vasos sangüíneos que alimentam o tumor. Com esta técnica, é possível evitar a metástase, ou seja, a multiplicação das células no organismo. Este, aliás, é o grande mistério da ciência em relação à doença. Saber por que e como ocorre a reprodução desordenada das células malignas. "O tratamento tem sido estudado para inibir que as células se proliferem e o uso de procedimentos que resultam em sintomas que todos nós conhecemos, como queda de cabelo, náuseas e redução da taxa celular. Nosso foco tem sido mais relacionado à mutação das células que causam crescimento fora de controle", explica Charles Baum, vice-presidente de Investigação e Desenvolvimento Global da Pfizer, em entrevista ao Correio. Segundo Baum, os resultados dos estudos científicos com o Stutet indicaram que, em sete dias, já é possível verificar uma redução do tumor. Este foi o resultado apresentado em pelo menos 31% dos pacientes que utilizaram o produto. O medicamento também aumenta as condições de sobrevivência do paciente. "Ainda é cedo para termos resultados conclusivos, mas os estudos até agora apontam uma diferença entre os pacientes que utilizaram o produto. Os resultados são encorajadores", afirma Baum. Efeitos colaterais Outra vantagem é que o medicamento não provoca os efeitos colaterais comuns aos outros tratamentos para o câncer, como a quimioterapia. A nova droga atinge somente as células doentes. O medicamento foi o primeiro aprovado pela Food and Drug Administration (FDA), agência de vigilância sanitária norte-americana, para dois tipos de tumores. O câncer gastrointestinal afeta mais as pessoas com idade acima de 50 anos e dificilmente responde aos tratamentos de quimioterapia. Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estão previstos novos casos de câncer gástrico no Brasil para este ano entre os homens e entre as mulheres. Além do tratamento para tumores gástricos e renal, o laboratório está testando o uso da droga em pacientes com câncer de próstata. "Poderemos oferecer este tratamento a muitos pacientes em um futuro próximo", diz o pesquisador americano. O

10 medicamento é usado durante quatro semanas, uma cápsula por dia. Não há previsão de quanto custará no Brasil. Em relação ao Avastin, a droga já foi aprovada na União Européia. O medicamento utiliza a mesma técnica do Stutet: inibe a chegada de nutrientes e oxigência dos tumores. Segundo o laboratório, a droga pode aumentar a sobrevida do paciente em cinco meses e é indicada para os doentes em estágio terminal. O câncer colo-retal é o quinto tumor maligno mais freqüente entre homens e o quarto entre mulheres, segundo o Inca. A maior incidência é registrada na faixa etária entre 50 e 70 anos, mas os riscos passam a ser maiores a partir dos 40 anos. Em 2006, o Inca prevê que cerca de 25 mil brasileiros irão desenvolver este tipo de tumor. Produtos têm venda proibida Está proibido, em todo o país, o comércio do Elixir Paregórico Lafare, da empresa Laboratório Farmacêutico do Recife (Lafare), de Olinda (PE); Siprolav Clor S, fabricado por Maxclor Química Industrial de Materiais de Limpeza, de Ibiporã (PR); e os produtos Super AZ Max e Detergente Neutro Max produzidos pela empresa Sandet Química, de São José do Rio Preto (SP). Também estão suspensas as vendas de luvas de látex modelos Supermax, Supermax Select, Supermax Premium, Aurélia e Aurélia Select.

11 O Estado de S.Paulo VIDA& Novas drogas agem após metástase De 399 remédios contra câncer pesquisados hoje, 250 atuam no processo de alastramento da doença pelo corpo Adriana Dias Lopes Nunca a medicina investigou tanto o momento exato em que o câncer começa a se espalhar pelo corpo - a chamada metástase. Das 399 drogas contra câncer atualmente estudadas, 250 são contra essa fase da doença. "O câncer primário, que ainda não se espalhou, praticamente não precisa de novos medicamentos", explica o infectologista Kald Abdallah, professor da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP) e gerente médico do laboratório Bristol. "A cirurgia é eficaz na maioria dos casos." No Brasil, pelo menos três drogas contra o câncer metastático deverão chegar até o fim do ano. Duas estão em fase de avaliação na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e uma acaba de ser aprovada. O sunitinibe (nome comercial Sutent), do laboratório Pfizer, contra câncer de rim e gastrointestinal, recebeu o aval em maio da agência brasileira e, até o fim do ano, será comercializado. O sunitinibe age segundo uma das mais novas estratégias estudadas contra a metástase, a de atacar diretamente o mecanismo das células tumorais que estimula seu crescimento. Ou seja, a droga age antes mesmo da formação de vasos - uma célula tumoral com mais de um milímetro de diâmetro já estimula a fabricação de novos vasos para se alimentar e multiplicar. O dasatinibe (nome comercial Sprycel, do laboratório Bristol), contra leucemia, tem ação parecida e acaba de ser submetido à aprovação da Anvisa. Já o bevacizunabe (Avastin, da Roche), contra câncer de cólon e o cetuximab (Erbitux, da Merck Alemã), contra câncer de cólon, cabeça e pescoço, agem contra a formação de novos vasos. Outra forma do remédio agir contra a difusão do câncer é pela estimulação do sistema imunológico. O ipilimumab, da Bristol, contra melanoma, um dos tipos de câncer de pele mais agressivos, é um deles. Em estudo nos Estados Unidos, ele estimula o organismo a reconhecer o tumor e, com isso, combater a doença. COMPLEXIDADE Estudos sobre o assunto começaram a dar resultados mais eficazes de cinco anos para cá. A própria complexidade da metástase pode ter sido um dos fatores que desestimularam pesquisas anteriores. Um dos pontos mais importantes é descobrir como a célula cancerosa consegue ser suficientemente inteligente para se propagar. Uma das teorias mais modernas sugere que uma célula de tumor aciona uma espécie de programa embrionário, fazendo com que se espalhe. Robert Weinberg, professor de Biologia do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, é um dos principais defensores da tese. Segundo ele, um processo chamado de transição epitelial-mesenquimal é acionado em células embrionárias, permitindo que se locomovam para diferentes partes do corpo, onde montam acampamento e constroem diferentes tipos de tecido.

12 "As células cancerosas recorrem oportunisticamente a esse processo e, com isso, adquirem características que lhe permitem se disseminar", diz. Alguns especialistas acreditam, no entanto, que as células-tronco cancerosas estão no centro de toda metástase. Isso ajudaria a explicar o motivo por que milhões de células conseguem atingir órgãos distantes, mas somente algumas poucas selecionadas - aquelas com capacidades de célula-tronco, ou seja, de gerar qualquer tipo de nova célula - podem iniciar um tumor e criar colônias. COM THE NEW YORK TIMES Adriana Dias Lopes FRENTES DE PESQUISA Células-tronco cancerígenas: de acordo com alguns estudos científicos, elas podem ser as únicas células que desencadeiam um tumor Os macrófagos (glóbulos brancos): antigamente, acreditava-se que eles destruíam as células cancerígenas. Hoje, sabe-se que eles podem também estimular o crescimento do tumor A programação embrionária: uma das teorias mais modernas sobre os mecanismos da metástase diz que uma célula de tumor aciona um processo embrionário que, por sua vez, faz com que ela se espalhe pelo organismo Genes supressores: quando são defeituosos ou inativos, esses genes permitem que a célula tumoral crie colônias de micrometástases e não afete os tumores primários. Mais de dez já foram identificados Genes reguladores mestres: têm o controle sobre a saída da célula cancerígena do tumor primário para instalar-se em outro órgão, criando metástase O Estado de S.Paulo VIDA& Anvisa proíbe luvas de látex sem registro A Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibiu o comércio das luvas de látex para uso médico Supermax, Supermax Select, Supermax Premiun, Aurélia e Aurélia Select, por falta de registro junto à agência. Também foi suspenso o comércio do Elixir Paregórico Lafare, do Siprolav Clor S, do Super AZ Max e do Detergente Neutro Max.

13 Folha de S.Paulo Cotidiano No Brasil, serviço é proibido para menor de 16 anos DA REPORTAGEM LOCAL Fazer bronzeamento artificial é proibido no Brasil para menores de 16 anos e condicionado à autorização dos pais para jovens de 16 a 18 anos, segundo resolução da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) de A norma obriga as clínicas a disponibilizar informações sobre os riscos da exposição à radiação, como a possibilidade de causar câncer da pele em pessoas com pele clara, pintas e histórico de câncer na família. Segundo o coordenador da campanha nacional de prevenção ao câncer da pele da Sociedade Brasileira de Dermatologia, Lúcio Bokos, 62, os raios UVA, usados no bronzeamento artificial, penetram profundamente na pele e geram danos a longo prazo. Para o chefe do departamento de oncologia cutânea do Hospital do Câncer, Rogério Izar Neves, quem não quer correr risco pode optar por bronzeamento a jato ou autobronzeadores, que atingem a superfície da pele e reagem em contato com a queratina.

O Estado de S.Paulo 30/01/2007 câncer câncer Vigilância Sanitária Anvisa Medicamentos medicamentos câncer câncer câncer câncer câncer INCIDÊNCIA

O Estado de S.Paulo 30/01/2007 câncer câncer Vigilância Sanitária Anvisa Medicamentos medicamentos câncer câncer câncer câncer câncer INCIDÊNCIA O Estado de S.Paulo Vida & Liberada droga contra câncer de pulmão Tarceva é o 1º remédio de terapia-alvo para combater a doença; um mês de tratamento custará R$ 8 mil Adriana Dias Lopes O primeiro remédio

Leia mais

ÍNDICE - 24/10/2005 Valor Econômico... 2 Brasil...2 Jornal de Santa Catarina (SC)... 4 Economia...4 Folha de Londrina (PR)... 5 Geral...

ÍNDICE - 24/10/2005 Valor Econômico... 2 Brasil...2 Jornal de Santa Catarina (SC)... 4 Economia...4 Folha de Londrina (PR)... 5 Geral... ÍNDICE - Valor Econômico...2 Brasil...2 Estudo sugere mudanças na estrutura das agências...2 Jornal de Santa Catarina (SC)...4 Economia...4 Países discutem ação mundial contra gripe das aves...4 Folha

Leia mais

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS

RELATÓRIO PARA A. SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE informações sobre recomendações de incorporação de medicamentos e outras tecnologias no SUS RELATÓRIO PARA A SOCIEDADE Este relatório é uma versão resumida do relatório técnico

Leia mais

Redações vencedoras I Concurso de Redação

Redações vencedoras I Concurso de Redação Redações vencedoras I Concurso de Redação 1 Lugar Aluno: Julia Stefani Moraes Professora: Regina M. Macedo de Melo Castro Informação: A melhor maneira de combater o câncer Penso que falar sobre este assunto

Leia mais

Por outro lado, na avaliação citológica e tecidual, o câncer tem seis fases, conhecidas por fases biológicas do câncer, conforme se segue:

Por outro lado, na avaliação citológica e tecidual, o câncer tem seis fases, conhecidas por fases biológicas do câncer, conforme se segue: 8 - O câncer também tem fases de desenvolvimento? Sim, o câncer tem fases de desenvolvimento que podem ser avaliadas de diferentes formas. Na avaliação clínica feita por médicos é possível identificar

Leia mais

Valor Econômico 23/02/2007 Empresas Vacina contra câncer de próstata é aposta da gaúcha FK

Valor Econômico 23/02/2007 Empresas Vacina contra câncer de próstata é aposta da gaúcha FK Valor Econômico Empresas Vacina contra câncer de próstata é aposta da gaúcha FK Sérgio Bueno Criada pelo médico gaúcho Fernando Kreutz, de 39 anos, uma vacina terapêutica contra o câncer da próstata pode

Leia mais

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa

Pesquisa. 40 INCA Relatório Anual 2005 Pesquisa Pesquisa A pesquisa no INCA compreende atividades de produção do conhecimento científico, melhoria dos procedimentos diagnósticos e terapêuticos do câncer e formação de recursos humanos em pesquisa oncológica.

Leia mais

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol

Arimide. Informações para pacientes com câncer de mama. Anastrozol Informações para pacientes com câncer de mama. AstraZeneca do Brasil Ltda. Rod. Raposo Tavares, km 26,9 CEP 06707-000 Cotia SP ACCESS net/sac 0800 14 55 78 www.astrazeneca.com.br AXL.02.M.314(1612991)

Leia mais

Qual é a função dos pulmões?

Qual é a função dos pulmões? Câncer de Pulmão Qual é a função dos pulmões? Os pulmões são constituídos por cinco lobos, três no pulmão direito e dois no esquerdo. Quando a pessoa inala o ar, os pulmões absorvem o oxigênio, que é levado

Leia mais

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL

DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL DIA MUNDIAL DO CÂNCER 08 DE ABRIL Enviado por LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL 04-Abr-2016 PQN - O Portal da Comunicação LINK COMUNICAÇÃO EMPRESARIAL - 04/04/2016 Que tal aproveitar o Dia Mundial do Câncer

Leia mais

JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009. SEÇÃO: BRASIL ASSUNTO: SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos

JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009. SEÇÃO: BRASIL ASSUNTO: SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos JORNAL A TARDE ONLINE DATA: 24/09/2009 SAÚDE Obesidade na infância pode adiantar doença em 20 anos Agência Estado A obesidade na infância e na adolescência pode adiantar em até 20 anos os problemas cardiovasculares,

Leia mais

ÍNDICE - 05/09/2006 Folha de Boa Vista (RR)...2 Cidades...2 Diário de Pernambuco (PE)...3 Saúde...3 O Povo (CE)...4 Mundo...4

ÍNDICE - 05/09/2006 Folha de Boa Vista (RR)...2 Cidades...2 Diário de Pernambuco (PE)...3 Saúde...3 O Povo (CE)...4 Mundo...4 ÍNDICE - Folha de Boa Vista (RR)...2 Cidades...2 Pais devem ter cuidado para evitar acidentes domésticos...2 Diário de Pernambuco (PE)...3 Saúde...3 Rigor contra bronzeamento artificial...3 O Povo (CE)...4

Leia mais

Veículo: Site Correio Braziliense Data: 11/11/2011

Veículo: Site Correio Braziliense Data: 11/11/2011 Veículo: Site Correio Braziliense Data: 11/11/2011 Seção: Saúde Pág.: http://bit.ly/ve3bse Assunto: Precauções necessárias Tumores no ovário atingem cerca de 220 mil mulheres a cada ano no mundo Com alto

Leia mais

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes

Pesquisa Clínica. Orientações aos pacientes Pesquisa Clínica Orientações aos pacientes 2009 Ministério da Saúde. É permitida a reprodução total ou parcial desta obra, desde que citada a fonte. Tiragem: 1000 exemplares Criação, Informação e Distribuição

Leia mais

Considerações sobre o medicamento Trastuzumabe

Considerações sobre o medicamento Trastuzumabe NOTA TÉCNICA 19 2013 Considerações sobre o medicamento Trastuzumabe Incorporado no SUS para tratamento de câncer de mama HER2 positivo, em fase inicial ou localmente avançado. CONASS, julho de 2013 1 Considerações

Leia mais

NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR!

NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR! NOVEMBRO DOURADO VIVA ESTA IDEIA! VENHA PARTICIPAR! Serviço de OncoHematologia do HIJG DIA NACIONAL DE COMBATE AO CÂNCER NA CRIANÇA E NO ADOLESCENTE O Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantojuvenil (lei

Leia mais

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea

N o 35. Março 2015. O mieloma múltiplo é uma. MIELOMA MÚLTIPLO: Novo Medicamento no tratamento contra o Câncer de Medula Óssea N o 35 Março 2015 Centro de Farmacovigilância da UNIFAL-MG Site: www2.unifal-mg.edu.br/cefal Email: cefal@unifal-mg.edu.br Tel: (35) 3299-1273 Equipe editorial: prof. Dr. Ricardo Rascado; profa. Drª. Luciene

Leia mais

Vamos falar sobre câncer?

Vamos falar sobre câncer? Vamos falar sobre câncer? O SIEMACO sempre está ao lado dos trabalhadores, seja na luta por melhores condições de trabalho, lazer e educação ou na manutenção da saúde, visando a promoção e ascensão social.

Leia mais

Um novo tipo de câncer

Um novo tipo de câncer Um novo tipo de câncer Cirurgias menos invasivas e tratamentos personalizados são algumas das apostas da ciência para o câncer de cabeça e pescoço. Em visita ao Brasil, médico especialista na área apresenta

Leia mais

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA

TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS CIRURGIA QUIMIOTERAPIA SISTÊMICA TIPOS DE TRATAMENTOS ONCOLÓGICOS Prof a Dra. Nise H. Yamaguchi Prof a Dra Enf a Lucia Marta Giunta da Silva Profª. Dra. Enf a Maria Tereza C. Laganá A abordagem moderna do tratamento oncológico busca mobilizar

Leia mais

ÍNDICE - 10/05/2005 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 hemoderivados Tribuna da Imprensa (RJ)... 4 Ciência / Ambiente...4

ÍNDICE - 10/05/2005 O Estado de S.Paulo... 2 Vida&...2 hemoderivados Tribuna da Imprensa (RJ)... 4 Ciência / Ambiente...4 ÍNDICE - O Estado de S.Paulo...2 Vida&...2 UFRJ tem receita para País economizar com hemoderivados...2 Tribuna da Imprensa (RJ)...4 Ciência / Ambiente...4 Brasil pode produzir e economizar com hemoderivados...4

Leia mais

O que é Câncer? Estágio de Iniciação

O que é Câncer? Estágio de Iniciação O que é Câncer? O câncer é definido como um tumor maligno, mas não é uma doença única e sim um conjunto de mais de 200 patologias, caracterizado pelo crescimento descontrolado de células anormais (malignas)

Leia mais

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186

Câncer de Pulmão. Prof. Dr. Luis Carlos Losso Medicina Torácica Cremesp 18.186 Câncer de Pulmão Todos os tipos de câncer podem se desenvolver em nossas células, as unidades básicas da vida. E para entender o câncer, precisamos saber como as células normais tornam-se cancerosas. O

Leia mais

Pacientes em tratamento com medicamentos cedidos por Liminar Judicial. Novembro de 2011

Pacientes em tratamento com medicamentos cedidos por Liminar Judicial. Novembro de 2011 Pacientes em tratamento com medicamentos cedidos por Liminar Judicial Novembro de 2011 Todos pacientes são encaminhados pela SMS mediante emissão de Código de Transação Se o caso for oncológico o médico

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

A EVOLUÇÃO DA LUTA CONTRA O CÂNCER

A EVOLUÇÃO DA LUTA CONTRA O CÂNCER A EVOLUÇÃO DA LUTA CONTRA O CÂNCER Vanessa Gabriela Martins Pereira, Thaís Nogueira Silva, Laísa de Fátima Rangel, Karen Dias Ferreira, Hadassa Cristina Souza dos Santos, Gisele Aparecida de Castro Moreira,

Leia mais

ÍNDICE - 23/09/2006 Tribuna da Imprensa (RJ)...2 País/Cidades...2 Estado de Minas (MG)...3 Nacional...3 Folha de Londrina (PR)...4 Geral...

ÍNDICE - 23/09/2006 Tribuna da Imprensa (RJ)...2 País/Cidades...2 Estado de Minas (MG)...3 Nacional...3 Folha de Londrina (PR)...4 Geral... ÍNDICE - Tribuna da Imprensa (RJ)...2 País/Cidades...2 Presos mais 3 que traficavam remédios pela internet...2 Estado de Minas (MG)...3 Nacional...3 Federais prendem 19 patrulheiros...3 Folha de Londrina

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 49/2013 Data: 23/03/2014 Solicitante: Dr. José Hélio da Silva Juíz de Direito da 4a Vara Civel Comarca de Pouso Alegre em Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo:

Leia mais

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS

EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS EDITAL DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS A Oncológica Brasil Ensino e Pesquisa e a Liga Acadêmica de Oncologia do Pará (LAOPA) tornam público o presente edital de submissão de trabalhos científicos,

Leia mais

Prevenção em dobro. Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel CAPA

Prevenção em dobro. Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel CAPA Prevenção em dobro Eixo de Prevenção do Câncer ganha segunda Unidade Móvel O eixo de Prevenção do Câncer do Programa Cuide-se+ acaba de ganhar um importante reforço no atendimento aos trabalhadores das

Leia mais

NOVEMBRO AZUL: COMBATE E PREVENÇÃO AO CÂNCER DE PRÓSTATA

NOVEMBRO AZUL: COMBATE E PREVENÇÃO AO CÂNCER DE PRÓSTATA COMBATE E PREVENÇÃO AO ÍNDICE 03 04 07 12 19 24 Introdução Novembro Azul O câncer Você precisa se importar! Prevenção: Vencendo o preconceito Bons hábitos e Diagnóstico precoce são a melhor prevenção 27

Leia mais

ÍNDICE - 19/08/2004 Correio Braziliense...2 Brasil...2 O Globo...3 Economia...3 Gazeta Mercantil...4 Gazeta Mercantil...4 Nacional...

ÍNDICE - 19/08/2004 Correio Braziliense...2 Brasil...2 O Globo...3 Economia...3 Gazeta Mercantil...4 Gazeta Mercantil...4 Nacional... ÍNDICE - Correio Braziliense...2 Brasil...2 Notas...2 saúde...2 Remédio sem propaganda...2 O Globo...3 Economia...3 Farmácias não vão poder anunciar remédios...3 Glaxo abre mão de patente na China...3

Leia mais

Um estudo da Universidade Stanford reforça o papel da finasterida, comumente usada contra a calvície, na prevenção ao câncer de próstata

Um estudo da Universidade Stanford reforça o papel da finasterida, comumente usada contra a calvície, na prevenção ao câncer de próstata Um estudo da Universidade Stanford reforça o papel da finasterida, comumente usada contra a calvície, na prevenção ao câncer de próstata Naiara Magalhães Ricardo Benichio MAIS SEGURANÇA Depois de cinco

Leia mais

REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib)

REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib) REQUERIMENTO N DE 2013 (dos Srs. Fernando Francischini e Willian Dib) Requer a realização de Audiência Pública com os convidados que indica para discutir a negativa da Agência Nacional de Vigilância Sanitária

Leia mais

O que é o câncer de mama?

O que é o câncer de mama? O que é o câncer de mama? As células do corpo normalmente se dividem de forma controlada. Novas células são formadas para substituir células velhas ou que sofreram danos. No entanto, às vezes, quando células

Leia mais

Fundamentos de oncologia. Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo?

Fundamentos de oncologia. Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo? BIOLOGIA Cláudio Góes Fundamentos de oncologia 1. Introdução Você sabe o que é o câncer e como ele se desenvolve em nosso corpo? Nesta unidade, você verá que o termo câncer refere-se a uma variedade de

Leia mais

ÍNDICE - 31/01/2005 O Estado de S.Paulo...2 Metrópole...2 O Estado de S.Paulo...3 Vida&...3 câncer

ÍNDICE - 31/01/2005 O Estado de S.Paulo...2 Metrópole...2 O Estado de S.Paulo...3 Vida&...3 câncer ÍNDICE - O Estado de S.Paulo...2 Metrópole...2 Intoxicação pode ter causado morte de casal...2 O Estado de S.Paulo...3 Vida&...3 Teste ajuda detecção precoce de câncer de mama...3 Gazeta Mercantil...4

Leia mais

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER Área Temática: Saúde Adriane de Castro Martinez Martins 1 (Coordenadora) Claudecir Delfino Verli 2 Aline Maria de Almeida Lara 3 Modalidade: Comunicação

Leia mais

Iniciação. Angiogênese. Metástase

Iniciação. Angiogênese. Metástase Imunidade contra tumores Câncer Cancro, tumor, neoplasia, carcinoma Características: Capacidade de proliferação Capacidade de invasão dos tecidos Capacidade de evasão da resposta imune Câncer Transformação

Leia mais

O QUE É? O NEUROBLASTOMA. Coluna Vertebral. Glândula supra-renal

O QUE É? O NEUROBLASTOMA. Coluna Vertebral. Glândula supra-renal O QUE É? O NEUROBLASTOMA Coluna Vertebral Glândula supra-renal O NEUROBLASTOMA O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O NEUROBLASTOMA? O neuroblastoma é um tumor sólido maligno, o mais frequente em Pediatria

Leia mais

ÍNDICE - 02/09/2004 O Globo... 2 Cartas...2 Folha de S.Paulo... 3 Folha de S.Paulo... 3 São Paulo/ SAÚDE...3

ÍNDICE - 02/09/2004 O Globo... 2 Cartas...2 Folha de S.Paulo... 3 Folha de S.Paulo... 3 São Paulo/ SAÚDE...3 ÍNDICE - O Globo...2 Cartas...2 Cartas dos leitores...2 Excesso de farmácias...2 Folha de S.Paulo...3 Folha de S.Paulo...3 São Paulo/ SAÚDE...3 Anvisa retira cinco inseticidas da relação de produtos que

Leia mais

ÍNDICE - 06/08/2004 O Estado de S.Paulo... 2 Geral...2 Folha de S.Paulo... 3 Opinião...3 O Dia (RJ)... 4 Ciência & Saúde...4

ÍNDICE - 06/08/2004 O Estado de S.Paulo... 2 Geral...2 Folha de S.Paulo... 3 Opinião...3 O Dia (RJ)... 4 Ciência & Saúde...4 ÍNDICE - O Estado de S.Paulo...2 Geral...2 EUA vão investigar remédio regulador do colesterol...2 Folha de S.Paulo...3 Opinião...3 PAINEL DO LEITOR...3 Genéricos...3 O Dia (RJ)...4 Ciência & Saúde...4

Leia mais

1. Da Comunicação de Segurança publicada pela Food and Drug Administration FDA.

1. Da Comunicação de Segurança publicada pela Food and Drug Administration FDA. UTVIG/NUVIG/ANVISA Em 31 de janeiro de 2011. Assunto: Nota de esclarecimento sobre notícia veiculada na mídia que trata de comunicado de segurança da FDA Food and Drug Administration sobre possível associação

Leia mais

TEMA: Abiraterona (Zytiga ) para tratamento de câncer de próstata avançado sem quimioterapia prévia.

TEMA: Abiraterona (Zytiga ) para tratamento de câncer de próstata avançado sem quimioterapia prévia. NTRR 158/2014 Solicitante: Juíz: Dra. Solange Maria de Lima Oliveira Juiza da 1ª Vara Cível de Itaúna. Data: 04/07/2014 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Número do processo: 0338.14.006.873-9

Leia mais

ATUALIZAÇÕES EM CÂNCER: TRATAMENTO

ATUALIZAÇÕES EM CÂNCER: TRATAMENTO ATUALIZAÇÕES EM CÂNCER: TRATAMENTO Elaine Jacob da Silva Carmo 1 ; Cristiane Alves da Fonseca 2,3 Andréia Juliana Leite Rodrigues 2,3, 4. 1 Curso de Ciências Biológicas, Unidade Universitária de Ciências

Leia mais

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância

Câncer de Tireóide. O segredo da cura é a eterna vigilância Câncer de Tireóide Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira O câncer de tireóide é um tumor maligno de crescimento localizado dentro da glândula

Leia mais

MORBIDADE E MORTALIDADE POR NEOPLASIAS NO ESTADO DE PERNAMBUCO

MORBIDADE E MORTALIDADE POR NEOPLASIAS NO ESTADO DE PERNAMBUCO MORBIDADE E MORTALIDADE POR NEOPLASIAS NO ESTADO DE PERNAMBUCO Edmilson Cursino dos Santos Junior (1); Renato Filipe de Andrade (2); Bianca Alves Vieira Bianco (3). 1Fisioterapeuta. Residente em Saúde

Leia mais

ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP

ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP ESTATISTICA DE ESTAGIOS - BRASIL PROGRAMA PROFISSÃO DESTINO CIDADE ESTADO ONCOLOGIA ENFERMAGEM HOSPITAL DE CANCER DE BARRETOS BARRETOS SP ONCOLOGIA PEDIÁTRICA FISIOTERAPIA INSTITUTO DA CRIANÇA DO HCFMUSP

Leia mais

RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina

RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina RESPOSTA RÁPIDA 396/2013 Naprix, Vastarel, Lasix, Carvedilol, Atorvastatina, Aspirina SOLICITANTE Dra. Sabrina da Cunha Peixoto Ladeira. Juiza de Direito NÚMERO DO PROCESSO 13 007501-7 DATA 07/11/2013

Leia mais

Novos alvos para tratamento

Novos alvos para tratamento CÂNCER Os cânceres, até recentemente definidos em função da célula tumoral propriamente dita, hoje são encarados como doenças mais complexas, que envolvem diferentes tipos de células presentes no mesmo

Leia mais

Governador Geraldo Alckmin entrega o maior laboratório destinado a pesquisas sobre o câncer da América Latina

Governador Geraldo Alckmin entrega o maior laboratório destinado a pesquisas sobre o câncer da América Latina MATEC ENGENHARIA ENTREGA O MAIOR LABORATORIO PARA PESQUISA DE CÂNCER DA AMÉRICA LATINA Qui, 14/04/11-11h00 SP ganha maior laboratório para pesquisa de câncer da América Latina Instituto do Câncer também

Leia mais

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento

Neoplasias 2. Adriano de Carvalho Nascimento Neoplasias 2 Adriano de Carvalho Nascimento Biologia tumoral Carcinogênese História natural do câncer Aspectos clínicos dos tumores Biologia tumoral Carcinogênese (bases moleculares do câncer): Dano genético

Leia mais

PROJETO DE LEI Nº /2015 (Do Sr. Weliton Prado)

PROJETO DE LEI Nº /2015 (Do Sr. Weliton Prado) PROJETO DE LEI Nº /2015 (Do Sr. Weliton Prado) O Congresso Nacional decreta: Dispõe sobre a fabricação, produção e distribuição da Fosfoetanolamina Sintética aos pacientes com câncer. Art. 1º - A União

Leia mais

TEMA: Tratamento com Sunitinibe (Sutent ) do Carcinoma de Células Renais metastático (do tipo carcinoma de células claras).

TEMA: Tratamento com Sunitinibe (Sutent ) do Carcinoma de Células Renais metastático (do tipo carcinoma de células claras). Nota Técnica 37/2012 Data: 04/12/2012 Solicitante: Dra. Vanessa Verdolim Hudson Andrade Desembargadora 1ª Câmara Cível - TJMG Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 1.0035.12.013771-2/001

Leia mais

Prof a Dr a Camila Souza Lemos IMUNOLOGIA. Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos. camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4

Prof a Dr a Camila Souza Lemos IMUNOLOGIA. Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos. camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4 IMUNOLOGIA Prof a. Dr a. Camila Souza Lemos camila.souzabiomedica@gmail.com AULA 4 Imunidade contra tumores Linfócitos T-CD8 (azul) atacando uma célula tumoral (amarela) A imunologia tumoral é o estudo

Leia mais

1.Introdução Educação e Atualização em Cancerologia)

1.Introdução Educação e Atualização em Cancerologia) 1 SILVA, M.B..; FONSECA, C.A.; RODRIGUES, A.J.L.; Terapia medicamentosa do câncer. In III SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA E I JORNADA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO DA UEG. 2005, Anápolis. Anápolis: UEG,

Leia mais

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS:

Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: Câncer de Mama COMO SÃO AS MAMAS: As mamas (ou seios) são glândulas e sua função principal é a produção de leite. Elas são compostas de lobos que se dividem em porções menores, os lóbulos, e ductos, que

Leia mais

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução

CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO. Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto. Introdução CAPÍTULO 2 CÂNCER DE MAMA: AVALIAÇÃO INICIAL E ACOMPANHAMENTO Ana Flavia Damasceno Luiz Gonzaga Porto Introdução É realizada a avaliação de um grupo de pacientes com relação a sua doença. E através dele

Leia mais

Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira

Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL. http://lucinei.wikispaces.com. Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira Disciplina: Patologia Bucal 5º período CÂNCER ORAL http://lucinei.wikispaces.com Prof.Dr. Lucinei Roberto de Oliveira 2012 Sigmund Freud ( 1856-1939, 83 anos ) durante 59 anos, mais de 20 charutos/dia

Leia mais

Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes

Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes Desigualdades no Acesso à Tecnologia: Relevância para Grupos de Pacientes Capacitação ACS /FEMAMA 2012 Eduardo Cronemberger Oncologia em 120 anos Willian Halsted Aqui está minha sequencia! Mastectomia

Leia mais

ÍNDICE - 15/11/2005 Correio Braziliense... 2 Brasil...2 O Globo... 6 Rio...6 Folha de S.Paulo... 7 Cotidiano...7

ÍNDICE - 15/11/2005 Correio Braziliense... 2 Brasil...2 O Globo... 6 Rio...6 Folha de S.Paulo... 7 Cotidiano...7 ÍNDICE - Correio Braziliense...2 Brasil...2 Terapia biológica...2 O número...3 Pesquisas estão avançadas na UnB...3 Oriente-se...4 Grupo Brasileiro Oncológico Cooperativo (Gboc)...4 Associação Brasileira

Leia mais

Câncer: mais 500 mil casos

Câncer: mais 500 mil casos Página 1 de 5 Quarta, 18 de Maio de 2011 ENTREVISTA Câncer: mais 500 mil casos O oncologista afirma que o Brasil não tem estrutura física e médica para tratar outro meio milhão de pessoas com câncer em

Leia mais

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal

TEMA: Sunitinibe (Sutent ) para o tratamento do cancer renal Nota Técnica 90/2013 Data: 18/05/2014 Solicitante: Dr. Daniel da Silva Ulhoa Juíz de Direito Comarca de Timóteo Medicamento Material Procedimento Cobertura x Número do processo: 0009774-08.2014.8.13.0667

Leia mais

MORTALIDADE POR CÂNCER COLORRETAL NO ESTADO: 2º ENTRE AS MULHERES E 4º ENTRE OS HOMENS

MORTALIDADE POR CÂNCER COLORRETAL NO ESTADO: 2º ENTRE AS MULHERES E 4º ENTRE OS HOMENS Resenha de Estatísticas Vitais do Estado de São Paulo Ano 7 nº 1 Março 2006 MORTALIDADE POR CÂNCER COLORRETAL NO ESTADO: 2º ENTRE AS MULHERES E 4º ENTRE OS HOMENS Com o aumento da expectativa de vida,

Leia mais

Folha de Londrina (PR) 02/02/2006 Saúde Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária Anvisa Saúde Saúde Anvisa Anvisa Saúde Anvisa Saúde

Folha de Londrina (PR) 02/02/2006 Saúde Vigilância Sanitária Vigilância Sanitária Anvisa Saúde Saúde Anvisa Anvisa Saúde Anvisa Saúde Folha de Londrina (PR) Geral Saúde investiga mortes de bebês no Paraná Sete crianças teriam morrido em circunstâncias parecidas em hospitais de Curitiba e Apucarana Curitiba- A Vigilância Sanitária Estadual,

Leia mais

Folheto para o paciente

Folheto para o paciente Folheto para o paciente Quimioembolização Transarterial com Eluição de Fármaco (detace) de tumores hepáticos: Uma opção minimamente invasiva para o tratamento de tumores hepáticos Diagnóstico do hepatocarcinoma

Leia mais

Tumor Estromal Gastrointestinal

Tumor Estromal Gastrointestinal Tumor Estromal Gastrointestinal Pedro Henrique Barros de Vasconcellos Hospital Cardoso Fontes Serviço de Cirurgia Geral Introdução GIST é o tumor mesenquimal mais comum do TGI O termo foi desenvolvido

Leia mais

Maysa Paula da Costa 1, 3 ; Cristiane Alves da Fonseca 2,3 ; Andréia Juliana Leite Rodrigues 2,3,4.

Maysa Paula da Costa 1, 3 ; Cristiane Alves da Fonseca 2,3 ; Andréia Juliana Leite Rodrigues 2,3,4. BASES CELULARES DO CANCER. Maysa Paula da Costa 1, 3 ; Cristiane Alves da Fonseca 2,3 ; Andréia Juliana Leite Rodrigues 2,3,4. 1 Graduanda Curso de Ciências Biológicas UEG/UNuCET 2 Pesquisadora Orientadora

Leia mais

TEMA: 6 Mercaptopurina e 6 tioguanina para tratamento da Leucemia Linfóide Aguda (LLA)

TEMA: 6 Mercaptopurina e 6 tioguanina para tratamento da Leucemia Linfóide Aguda (LLA) NT 101/2013 Solicitante: Juiz de Direito NAPOLEÃO DA SILVA CHAVES Número do processo: 0119213-86.2013.8.13.0525 Data: 22/06/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Impetrato: Estado de Minas

Leia mais

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS

MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ELIEZER J. BARREIRO NATALIA MEDEIROS DE LIMA MANDAMENTOS DO USO CORRETO DOS MEDICAMENTOS ISBN 978-85-910137-1-5 INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009 DOS MEDICAMENTOS INCT INOFAR/ Portal dos Fármacos 2009

Leia mais

O que é câncer de estômago?

O que é câncer de estômago? Câncer de Estômago O que é câncer de estômago? O câncer de estômago, também denominado câncer gástrico, pode ter início em qualquer parte do estômago e se disseminar para os linfonodos da região e outras

Leia mais

O QUE É? O HEPATOBLASTOMA

O QUE É? O HEPATOBLASTOMA O QUE É? O HEPATOBLASTOMA Fígado O HEPATOBLASTOMA O QUE SIGNIFICA ESTADIO? O QUE É O HEPATOBLASTOMA? O hepatoblastoma é o tipo de tumor maligno do fígado mais frequente na criança; na maioria dos casos

Leia mais

Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais colocam o País na vanguarda da medicina mundial

Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais colocam o País na vanguarda da medicina mundial ISTOÉ - Independente Imprimir Especial BRASIL POTÊNCIA Edição: 2095 30.Dez.09-15:00 Atualizado em 06.Fev.13-12:48 Na Dianteira Do Conhecimento Pesquisas brasileiras sobre câncer e doenças cardíacas e cerebrais

Leia mais

O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP. Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP

O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP. Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP O acesso a um tratamento integral e seu custo: A Experiência do ICESP Prof. Dr. Paulo M. Hoff Diretor Clínico ICESP Faculdade de Medicina da USP Potenciais Conflitos de Interesse Resolução CFM nº 1.595/2000

Leia mais

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.

UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu. UNILAB no Outubro Rosa Essa luta também é nossa. CUIDAR DA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR www.unilab.edu.br CUIDAR DA SUA SAÚDE É UM GESTO DE AMOR À VIDA. As mamas

Leia mais

MARCADORES TUMORAIS EM DESTAQUE

MARCADORES TUMORAIS EM DESTAQUE Adriana Helena Sedrez Farmacêutica Bioquímica Especialista em Microbiologia Clínica pela PUC-PR Coordenadora do setor de Hematologia Clínica, responsável pelo Atendimento ao Cliente e gerente de Recursos

Leia mais

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA

OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA C A R T I L H A OUTUBRO ROSA UMA CAMPANHA DE CONSCIENTIZAÇÃO DA SOFIS TECNOLOGIA OOUTUBRO ROSA é um movimento mundial pela prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. Com suas ações especialmente

Leia mais

CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA

CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA CONHECIMENTO DE IDOSOS SOBRE O CÂNCER DE PRÓSTATA 1. Renata Emanuela de Queiroz Rêgo. Faculdade Santa Maria/FSM. Email: renata-emanuela@hotmail.com 2. Ankilma do Nascimento Andrade. Faculdade Santa Maria/FSM.

Leia mais

Imprimir () Por Martha San Juan França

Imprimir () Por Martha San Juan França Imprimir () 13/11/2015 05:00 Uma epidemia global Por Martha San Juan França Segundo Buzaid, combinações de cirurgias e terapias para combater o câncer de mama, por exemplo, permitem mais de 400 esquemas

Leia mais

Diagnóstico do câncer

Diagnóstico do câncer UNESC FACULDADES ENFERMAGEM - ONCOLOGIA FLÁVIA NUNES Diagnóstico do câncer Evidenciado: Investigação diagnóstica por suspeita de câncer e as intervenções de enfermagem no cuidado ao cliente _ investigação

Leia mais

Biotecnologia e medicina. Denise Machado

Biotecnologia e medicina. Denise Machado Biotecnologia e medicina Denise Machado Biotecnologia 325 milhões de pessoas no mundo fazem uso de 130 drogas ou vacinas produzidas pelas técnicas da biotecnologia. 70% de tais drogas ou vacinas foram

Leia mais

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA

AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA AJUSTE DO MODELO DE COX A DADOS DE CÂNCER DE MAMA Luciene Resende Gonçalves 1, Verônica kataoka 2, Mário Javier Ferrua Vivanco 3, Thelma Sáfadi 4 INTRODUÇÃO O câncer de mama é o tipo de câncer que se manifesta

Leia mais

EPIDEMIOLÓGICO BOLETIM ELETRÔNICO. Câncer de Mama

EPIDEMIOLÓGICO BOLETIM ELETRÔNICO. Câncer de Mama BOLETIM ELETRÔNICO EPIDEMIOLÓGICO G E R E N C I A E X E C U T I V A D E V I G I L Â N C I A E M S A Ú D E ANO 1, Nº 1 EXPEDIENTE: Novembro de 27 GOVERNADOR DO ESTADO Cássio Cunha Lima SECRETÁRIO DE ESTADO

Leia mais

ÍNDICE - 06/06/2005 Folha de S.Paulo... 2 Editorial...2 Folha de Londrina (PR)... 3 Geral...3 Diário da Manhã (GO)... 4 Economia...

ÍNDICE - 06/06/2005 Folha de S.Paulo... 2 Editorial...2 Folha de Londrina (PR)... 3 Geral...3 Diário da Manhã (GO)... 4 Economia... ÍNDICE - Folha de S.Paulo...2 Editorial...2 REMÉDIOS SEGUROS...2 Folha de Londrina (PR)...3 Geral...3 PÍLULAS...3 Remédios fracionados...3 Navegue pelos efeitos colaterais...3 Diário da Manhã (GO)...4

Leia mais

Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama

Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama Atuação da Acupuntura na dor articular decorrente do uso do inibidor de aromatase como parte do tratamento do câncer de mama O câncer de mama - 2º tipo de câncer mais freqüente no mundo e o mais comum

Leia mais

PROJETO DE LEI No, DE 2009

PROJETO DE LEI No, DE 2009 PROJETO DE LEI No, DE 2009 (DO SR. CAPITÃO ASSUMÇÃO) Dispõe sobre a imunização de mulheres com a vacina contra o papilomavírus humano (HPV), na rede pública do Sistema Único de Saúde de todos os estados

Leia mais

Tratamentos estéticos sob suspeita

Tratamentos estéticos sob suspeita Tratamentos estéticos sob suspeita Não há estudos científicos consistentes que comprovem a eficácia de técnicas populares, como carboxiterapia, alertam especialistas 17 de julho de 2011 0h 00 Karina Toledo

Leia mais

TEMA: Temozolomida para tratamento de glioblastoma multiforme

TEMA: Temozolomida para tratamento de glioblastoma multiforme NOTA TÉCNICA 256/2013 Solicitante Dr. Carlos Renato de Oliveira Corrêa Juiz de Direito São Domingos do Prata Data: 19/12/2013 Medicamento X Material Procedimento Cobertura Processo número: 0610.13.002372-0

Leia mais

ACESSO E IMPACTO ECONÔMICO DAS TERAPIAS-ALVO BEVACIZUMABE E CETUXIMABE NO TRATAMENTO DO CÂNCER CÓLON-RETAL METASTÁTICO EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO

ACESSO E IMPACTO ECONÔMICO DAS TERAPIAS-ALVO BEVACIZUMABE E CETUXIMABE NO TRATAMENTO DO CÂNCER CÓLON-RETAL METASTÁTICO EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO ACESSO E IMPACTO ECONÔMICO DAS TERAPIAS-ALVO BEVACIZUMABE E CETUXIMABE NO TRATAMENTO DO CÂNCER CÓLON-RETAL METASTÁTICO EM UM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO Andrea Queiróz Ungari 1, Leonardo Régis Leira Pereira

Leia mais

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO

CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO CANCER DE MAMA FERNANDO CAMILO MAGIONI ENFERMEIRO DO TRABALHO OS TIPOS DE CANCER DE MAMA O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma

Leia mais

c) Macrófagos e células B apresentam antígenos a células T helper. (Preencha as lacunas.). 2 pontos.

c) Macrófagos e células B apresentam antígenos a células T helper. (Preencha as lacunas.). 2 pontos. Questão 1 Você é um imunologista que quer ficar rico e decide deixar o mundo da ciência, conseguindo um emprego como consultor de roteiro em um novo seriado de drama médico. Você avalia o conhecimento

Leia mais

III EGEPUB/COPPE/UFRJ

III EGEPUB/COPPE/UFRJ Luiz Otávio Zahar III EGEPUB/COPPE/UFRJ 27/11/2014 O que é a próstata? A próstata é uma glândula pequena que fica abaixo da bexiga e envolve o tubo (chamado uretra) pelo qual passam a urina e o sêmen.

Leia mais

doença Sem especificação de fase da doença Sem especificação de fase da doença Estágios avançados Linfomas Mama Micose Fungóide

doença Sem especificação de fase da doença Sem especificação de fase da doença Estágios avançados Linfomas Mama Micose Fungóide SUBSTÂNCIA LOCALIZAÇÃO INDICAÇÃO Acetato de Abiraterona Anastrozol Bicalutamida Bussulfano Metastático resistente à castração em homens que receberam quimioterapia prévia com docetaxel Adjuvante na pós-menopausa

Leia mais

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 30/12/2014

Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 30/12/2014 Clipping Eletrônico - Terça-feira dia 30/12/2014 Jornal Diário do Amazonas - Brasil Pág. 15-30 de dezembro de 2014 Jornal Diário do Amazonas Radar de Notícias Pág. 32-30.12. 2014 Portal D24AM - Saúde 29

Leia mais

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES

Componente Curricular: Patologia e Profilaxia Módulo I Profª Mônica I. Wingert Turma 101E TUMORES TUMORES Tumores, também chamados de neoplasmas, ou neoplasias, são alterações celulares que provocam o aumento anormal dos tecidos corporais envolvidos. BENIGNO: são considerados benignos quando são bem

Leia mais

Mandado de segurança contra ato do Secretário Municipal de Saúde RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO-HODGKIN FOLICULAR TRANSFORMADO EM DIFUSO

Mandado de segurança contra ato do Secretário Municipal de Saúde RITUXIMABE PARA LINFOMA NÃO-HODGKIN FOLICULAR TRANSFORMADO EM DIFUSO Data: 08/12/2012 Nota Técnica 2012 Juízo da 4ª Vara de Fazenda Pública Municipal Juiz Renato Dresh Numeração Única: 3415341-21.201 Impetrante Marlene Andrade Montes Medicamento Material Procedimento Cobertura

Leia mais

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho

Câncer de Próstata. Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho Câncer de Próstata Fernando Magioni Enfermeiro do Trabalho O que é próstata? A próstata é uma glândula que só o homem possui e que se localiza na parte baixa do abdômen. Ela é um órgão muito pequeno, tem

Leia mais

Fonoaudiologia Oncológica Introdução

Fonoaudiologia Oncológica Introdução Fonoaudiologia Oncológica Introdução M.Sc. Profª Viviane Marques Fonoaudióloga, Neurofisiologista e Mestre em Fonoaudiologia Coordenadora da Pós-graduação em Fonoaudiologia Hospitalar da UVA Chefe da Equipe

Leia mais

Roche apresenta fortes resultados em 2013: crescimento de 6%

Roche apresenta fortes resultados em 2013: crescimento de 6% Roche apresenta fortes resultados em 2013: crescimento de 6% Demanda no Brasil registra aumento de 9,4%. Vendas totais do Grupo alcançam 46,8 bilhões de francos suíços A Roche anunciou hoje os seus resultados

Leia mais

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE

RADIAÇÃO ULTRAVIOLETA E CÂNCER DE PELE UNIFESP UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO EM CIRURGIA PLÁSTICA REPARADORA Coordenadora e Professora Titular: Profa.Dra.Lydia Masako Ferreira RADIAÇÃO

Leia mais