Modificação Experimental das Leis

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Modificação Experimental das Leis"

Transcrição

1 Modificação Experimental das Leis Lei 3: Número de Jogadores - O Time 3.4 Jogadores relacionados como substitutos Equipes internacionais permitidas a realizar até oito substituições 3.4 Jogadores relacionados como substitutos Para partidas internacionais, uma União pode relacionar até sete 3.4 Jogadores relacionados como substitutos Para partidas internacionais, uma União pode relacionar até oito Lei 3: Número de Jogadores - O Time 3.4 Jogadores relacionados como substitutos (Jogo de 7) Variações no jogo de 7 para reposições e substituições 3.4 Jogadores Relacionados como Substitutos Um time pode relacionar não mais de cinco Um time pode repor ou substituir até três jogadores. 3.4 Jogadores Relacionados como Substitutos Um time pode relacionar não mais de cinco Um time pode repor ou substituir até cinco jogadores. Lei 4: Vestimenta dos Jogadores Monitores GPS podem ser utilizados O conselho confirmou que as atuais disposições relacionadas a liberação do uso de equipamentos GPS vão continuar. Detalhes podem ser obtidos pelo Departamento de Serviços técnicos do IRB. Lei 4: Vestimenta dos Jogadores 4.2 Itens especiais adicionais para mulheres Jogadoras autorizadas a usar calças Lei atual 4.2 se torna 4.2 (a) Adiciona novo item 4.2 Jogadoras podem vestir calças, de tecidos compostos de algodão e costura única na parte inferior da perna, por baixo de seus calções e meiões.

2 Lei 4: Vestimenta dos Jogadores 4.3 Travas Configuração de sola específica aprovada para teste A configuração de sola abaixo foi aprovada para teste: Salvo para a configuração acima, as travas devem estar em conformidade com a Lei 4 e com as especificações do IRB. (Regulação 12). Lei 6: Oficiais de Partida 6.A.6 O árbitro consultando a outros Extensão da jurisdição do Árbitro de Vídeo (TMO) O conselho aprovou testes que irão estender os poderes do Árbitro de Vídeo. Os testes serão feitos em competições específicas e protocolos serão circulados posteriormente. Lei 9: Método de Marcar Pontos 9.B.1 Efetuando um chute de conversão Conversões devem ser feitas dentro de 90 segundos após o try. Lei atual 9.B.1 Realizando o chute de conversão (e) O chutador deve executar o chute dentro de um minuto desde o tempo em que indica a intenção de chutar. A intenção de chutar é sinalizada pela chegada do Tee ou areia, ou quando o jogador faz uma marca no chão. O jogador deve realizar o chute dentro de um minuto mesmo se a bola rolar e tiver que ser arrumada de novo. Penalidade: O chute é desautorizado se o chutador não executar o chute dentro do tempo permitido. 9.B.1 Realizando o chute de conversão (e) O chutador deve executar o chute dentro de um minuto e trinta segundos (noventa segundos) desde que um Try é marcado. O jogador deve realizar o chute dentro de um minuto e trinta segundos mesmo se a bola rolar e tiver que ser arrumada de novo. Penalidade: O chute é desautorizado se o chutador não executar o chute dentro do tempo permitido.

3 Lei 12: Knock-on ou Passe para Frente 12.1 O resultado de um knock-on ou passe para frente Cobrança rápida depois de um knock-on ou passe para frente Adiciona novo 12.1(e) Knock-on ou passe para a frente indo para a lateral. Quando a bola vai para a lateral proveniente de knock-on ou passe para frente, será oferecida à equipe não infratora a opção de um alinhamento lateral no ponto onde a bola cruzou a linha ou um scrum no lugar onde ocorreu o knock-on ou passe para frente. A equipe não infratora poderá exercer a opção anterior através de uma cobrança rápida de lateral. Atual Lei 12.1(e) se torna 12.1(f) Lei 16: Ruck 16.7 Fim de um ruck fracassado Cinco segundos para jogar a bola desde atrás do ruck. Adiciona novo 16.7(c) Quando a bola foi claramente obtida por um time em um ruck e está disponível para ser jogada, o árbitro dará o comando Joguem! após o qual a bola deverá ser jogada dentro de cinco segundos. Se bola não for jogada dentro de cinco segundos, o árbitro ordenará um scrum e equipe que não tinha a posse no ruck introduz.

4 Lei 19: Lateral e Alinhamento Lateral Posição do lançador em um arremesso rápido Para um arremesso rápido, o jogador poderá estar em qualquer lugar fora do campo de jogo entre o lugar de onde a bola foi para a lateral e a sua linha de ingoal. Para um arremesso rápido, o jogador poderá estar em qualquer lugar fora do campo de jogo entre a linha do alinhamento lateral e a sua linha de in-goal.

5 Lei 20: Scrum 20.1 Formando um Scrum Sequencia de formação do scrum alterada Lei atual 20.1 Formando um scrum (g) O árbitro dirá agachem em seguida toquem. As primeiras linhas se agacham e usando o seus braços externos tocam o ombro externo do seu pilar oposto. Os pilares então recolhem seus braços. O árbitro então dirá pausa. Seguido da pausa, o árbitro então dirá formem. As primeiras podem então formar. A chamada do formem não é um comando, mas uma indicação de que as primeiras linhas podem se juntar quando estiver prontas. Lei Modificada 20.1 Formando um scrum (g) O árbitro dirá agachem em seguida toquem. As primeiras linhas se agacham e usando o seus braços externos, cada pilar toca o ombro externo do seu pilar oposto. Os pilares então recolhem seus braços. Quando as primeiras linhas estiverem prontas o árbitro então dirá formem. As primeiras linhas podem então formar. A chamada do formem não é um comando, mas uma indicação de que as primeiras linhas podem se juntar quando estiverem prontas. Lei 21: Pênaltis e Free Kicks 21.4 Opções e requerimentos nos pênaltis e free-kicks Lateral alternativo Adiciona novo 21.4 Lateral alternativo. Um time que tem um pênalti ou um free-kick concedido em um lateral pode optar por um novo lateral, eles arremessam. Essa é uma adição à opção por um scrum. Atual 21.4 a (k) se torna (c) a (l)

OS SINAIS DO ÁRBITRO. Entender o árbitro para entender o jogo. Tradução : Xavier Vouga & Pierre Paparemborde

OS SINAIS DO ÁRBITRO. Entender o árbitro para entender o jogo. Tradução : Xavier Vouga & Pierre Paparemborde OS SINAIS DO ÁRBITRO Entender o árbitro para entender o jogo. Tradução : Xavier Vouga & Pierre Paparemborde Os 49 sinais do árbitro têm como objetivo facilitar a comunicação com os jogadores e o público

Leia mais

FESTIVAL INFANTIL DE RUGBY Etapa Jacareí

FESTIVAL INFANTIL DE RUGBY Etapa Jacareí FESTIVAL INFANTIL DE RUGBY Etapa Jacareí Regulamento O Festival tem como base ideológica o processo formativo dos participantes, tendo os seguintes delineamentos como parte inerente das atividades: Utilizar

Leia mais

LEIS DO JOGO DE RUGBY INFANTIL (M11 / M12 / M13 / M14)

LEIS DO JOGO DE RUGBY INFANTIL (M11 / M12 / M13 / M14) LEIS DO JOGO DE RUGBY INFANTIL (M11 / M12 / M13 / M14) 2012 Introdução Rugby é um esporte com contato físico que tem como filosofia básica para sua prática a lealdade, além do respeito aos rivais, companheiros,

Leia mais

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol

Prof. Mst. Sandro de Souza. Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Prof. Mst. Sandro de Souza Disciplinas: Futebol e Futsal e Aprofundamento em Futebol Desenhe um campo de Futebol com as suas dimensões e marcações. Qual o número mínimo de jogadores, em um time, para iniciar

Leia mais

Confederação Brasileira de Futsal

Confederação Brasileira de Futsal Emendas e correções às Regras do Futsal para os jogos a partir de 01/01/2015 Prezados Desportistas, Em colaboração com a International Football Association Board ( IFAB) e o Departamento de Arbitragem

Leia mais

APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO

APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO APOSTILA DE RUGBY O RUGBY BRASILEIRO História do Rugby no Brasil -O RUGBY chegou ao BRASIL no século retrasado. -Charles Miller teria organizado em 1895 o primeiro time de rugby brasileiro, em São Paulo.

Leia mais

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013

Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 Basquete 3x3 Tour Nacional Etapas Regionais/FINAL 2013 REGRAS As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do

Leia mais

EMENDAS ÀS REGRAS DO JOGO 2016/2017

EMENDAS ÀS REGRAS DO JOGO 2016/2017 EMENDAS ÀS REGRAS DO JOGO 2016/2017 EMENDAS ÀS REGRAS DO JOGO 2016/2017 INTRODUÇÃO OBSERVAÇÕES SOBRE AS REGRAS DO JOGO AS REGRAS DO JOGO EXPLICADAS AS MUDANÇAS ÀS REGRAS PARA 2016/17 - TEXTO ANTIGO -

Leia mais

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010.

Art. 02 Este Regulamento Geral é o conjunto das disposições que regem as modalidades que integram a COPA SENAI 2010. COPA SENAI 2010 REGULAMENTO GERAL SESI SENAI - SP 2010 REGULAMENTO GERAL FASE INTERCLASSES I DOS OBJETIVOS Art. 01 A COPA SENAI 2010, tem por finalidade o bem estar e a integração do aluno perante a sociedade

Leia mais

Leis do Jogo. Rugby Union Incorporando o Documento do Jogo

Leis do Jogo. Rugby Union Incorporando o Documento do Jogo Leis do Jogo Rugby Union Incorporando o Documento do Jogo 2015 Copyright World Rugby 2015 Todos os direitos reservados. A reprodução, distribuição ou transmissão de todo o parte deste trabalho, seja por

Leia mais

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível

3x3 Regras do Jogo. quadra se alguma for utilizada podem ser adaptadas ao espaço disponível 3x3 Regras do Jogo As Regras do Jogo de Basquete Oficiais da FIBA são válidas para todas as situações de jogo não especificamente mencionadas nestas Regras do Jogo 3x3. Art. 1 Quadra e Bola O jogo será

Leia mais

Leis do Jogo de Rugby

Leis do Jogo de Rugby Associação Brasileira de Rugby Leis do Jogo de Rugby 2000 Especificações para Seven a Side Especificações para M19 a M15 JULHO de 2000 Índice Geral Definições 5 A Planta 6 Lei 1 O Campo 7 Lei 2 - A Bola

Leia mais

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I

REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I I MACEIÓ-AL, 2015 REGULAMENTO GERAL CAPÍTULO I DA FINALIDADE DO EVENTO Art. 1º - O esporte é considerado um fenômeno cultural da humanidade capaz de propiciar inúmeros benefícios aos seus praticantes.

Leia mais

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015

REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 REGULAMENTO GERAL GEACSB 2015 PARTE GERAL Art. 1º - Denomina-se Grêmio de Ex-Alunos do Colégio de São Bento ( GEACSB ) o campeonato de futebol society organizado pela ALUMNI CSB-RJ e realizado anualmente

Leia mais

Regras de Futebol de Campo

Regras de Futebol de Campo Curso de Educação Física Futebol - Fundamentos Regras de Futebol de Campo Leandro Tibiriçá Burgos Regra 1: Campo de jogo Partidas Nacionais Comprimento: de 90m a 120 metros; Largura: de 45m a 90 metros.

Leia mais

Novas regras do futsal

Novas regras do futsal Novas regras do futsal 2011 Confederação Brasileira de Futebol de Salão - Futsal Futsal do Brasil passa a adotar novidades na regra em 2011 A temporada de 2011 ainda nem começou, mas o futsal brasileiro

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL 2007 2008 e 2008-2009 ÍNDICE INTRODUÇÃO.. 3 1. CONSTITUIÇÃO / IDENTIFICAÇÃO DAS EQUIPAS... 4 2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 5 3. A BOLA.. 6 4. CLASSIFICAÇÃO / PONTUAÇÃO.... 6

Leia mais

Rugby de contato, bom ou ruim?

Rugby de contato, bom ou ruim? Vejo muitos treinadores reclamar do quanto seus jogadores jogam rugby de contato antes do treino ou nas horas vagas. Talvez tenham medo de que os jogadores criem maus hábitos e não se dediquem aos fundamentos

Leia mais

REGRAS DE FUTSAL (Principais Regras)

REGRAS DE FUTSAL (Principais Regras) REGRAS DE FUTSAL (Principais Regras) Tempo de jogo: 30 minutos (15 min. + 15 min.); Período de desconto de tempo: Cada equipa tem direito a 2 (um em cada parte) Duração: 1 minuto; Número de jogadores:

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016

REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 REGULAMENTO ESPECÍFICO DE FUTSAL XIRA 2016 ÍNDICE INTRODUÇÃO... 3 ESCALÕES ETÁRIOS, TEMPO DE JOGO E BOLA... 4 2.1. ESCALÕES ETÁRIOS... 4 2.2. DURAÇÃO DOS JOGOS... 4 2.3. A BOLA... 4 REGULAMENTO DO ESCALÃO

Leia mais

Direção de Serviços do Desporto Escolar. Regulamento Específico Futsal

Direção de Serviços do Desporto Escolar. Regulamento Específico Futsal Direção de Serviços do Desporto Escolar Regulamento Específico Futsal Ano Lectivo 2012-2013 LEI I A SUPERFÍCIE DE JOGO ARTº 1º Os jogos de Futsal serão realizados preferencialmente nos recintos de Andebol

Leia mais

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL

1 Regras dos Esportes de Verao da Special Olympics Basketball BASQUETEBOL 1 BASQUETEBOL As Regras Oficiais da Special Olympics devem governar todas as competições de Basquete da Special Olympics. Como um programa de esportes internacional, a Special Olympics criou estas regras

Leia mais

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo.

E Nas extremidades da rede existem duas antenas que delimitam o espaço aéreo de jogo. V O L E I B O L A quadra de jogo A quadra de voleibol mede 18 x 9 metros e é demarcada por linhas de 5 centímetros de espessura. Possui uma linha central que divide a quadra em duas áreas com 9 x 9 metros.

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015)

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL. (Revisto em setembro 2015) REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013 2017 (Revisto em setembro 2015) Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários, tempo de jogo e variantes da modalidade 3 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Tempo de Jogo e variantes

Leia mais

Reis do Drible. Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro

Reis do Drible. Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro Reis do Drible Realização: 20 de Dezembro de 2015 Local: Rio de Janeiro As Regras para o evento Reis do Drible, foram formatadas e adaptadas a partir das regras originais do Futsal Brasileiro. ÍNDICE 01

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX

REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX ART. 1º - DA FINALIDADE REGULAMENTO GERAL DOS JOGOS MULTIVIX Os JOGOS MULTIVIX modalidade Beach Soccer fazem parte do CIRCUITO VIDA SAUDÁVEL MULTIVIX, torneio universitário que tem por finalidade integrar

Leia mais

Ano Lectivo 2009 / 2010. Projecto Nestum Rugby nas Escolas Introdução ao Rugby XV e aos Seven s

Ano Lectivo 2009 / 2010. Projecto Nestum Rugby nas Escolas Introdução ao Rugby XV e aos Seven s Ano Lectivo 2009 / 2010 Projecto Nestum Rugby nas Escolas Introdução ao Rugby XV e aos História do Rugby no Mundo De acordo com a lenda da criação do rugby, a modalidade teve início por William Webb Ellis,

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.: 15 DATA: 2012.07.17 ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA

COMUNICADO OFICIAL N.: 15 DATA: 2012.07.17 ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA ALTERAÇÕES, EMENDAS E CORREÇÕES LEIS DO JOGO DE FUTSAL 2012/13 + DECISÕES IFAB A TODOS OS MEMBROS DA FIFA Zurique, 2 de julho de 2012 Em colaboração com a subcomissão do International Football Association

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017

REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017 REGULAMENTO ESPECÍFICO FUTSAL 2013-2017 Índice 1. Introdução 2 2. Escalões Etários, tempo de jogo e variantes da modalidade 2 2.1. Escalões Etários 3 2.2. Tempo de Jogo e variantes da modalidade 3 2.3.

Leia mais

Disponibilizado pela Urece Esporte e Cultura. www.urece.org.br. Regras de Futsal B1 e B2/B3 da IBSA 2005/2009 1

Disponibilizado pela Urece Esporte e Cultura. www.urece.org.br. Regras de Futsal B1 e B2/B3 da IBSA 2005/2009 1 Disponibilizado pela Urece Esporte e Cultura www.urece.org.br Regras de Futsal B1 e B2/B3 da IBSA 2005/2009 1 FEDERAÇÃO INTERNACIONAL DE ESPORTES PARA CEGOS REGRAS DE FUTSAL 2005-2009 CATEGORIAS B1 e B2/B3

Leia mais

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA

REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA REGULAMENTO GERAL DO I TORNEIO DE FUTEBOL SOCIETY FACULDADE ESFA Art. 1º O Torneio de Futebol Society tem por finalidade: A congregação dos graduandos, o fortalecimento dos laços de amizade e a camaradagem

Leia mais

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015

III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 III TORNEIO DE BASQUETE 3 x 3 MASCULINO E FEMININO CEFER - USP RIBEIRÃO PRETO - 2015 I - OBJETIVOS: Incentivar a integração de todos como também valorizar e estimular a prática esportiva, como fator de

Leia mais

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL

* Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL * Regulamento Técnico 2016 * FUTSAL 1. DOS JOGOS: Os jogos de Futsal serão regidos pelas Regras Oficiais vigentes da Confederação Brasileira de Futsal, observadas as exceções previstas neste Regulamento

Leia mais

AS REGRAS DO BASQUETEBOL

AS REGRAS DO BASQUETEBOL AS REGRAS DO BASQUETEBOL A BOLA A bola é esférica, de cabedal, borracha ou material sintéctico. O peso situa-se entre 600 g e 650g e a circunferência deve estar compreendida entre 75 cm e 78 cm. CESTOS

Leia mais

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE

REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE REGULAMENTO ESPECÍFICO DO BASQUETE 1. As competições de basquete serão realizadas de acordo com as regras internacionais da FIBA e os regulamentos e normas do Novo Desporto Universitário 2012 NDU. 2. Cada

Leia mais

Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia

Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia Torneio 4x4 misto de Vôlei de Praia REGULAMENTO 1. DEFINIÇÃO 1.1 O torneio de vôlei de areia na AABB é um evento que busca incentivar a prática esportiva e promover a qualidade de vida entre os associados

Leia mais

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL

REGULAMENTO TÉCNICO FUTSAL FUTSAL Art. 1º - O campeonato de Futebol de Salão será regido pelas regras oficiais da CBFS - Confederação Brasileira de Futsal, por este Regulamento e conforme o disposto no Regulamento Geral. Art. 2º

Leia mais

REGULAMENTO DE FUTSAL

REGULAMENTO DE FUTSAL REGULAMENTO DE FUTSAL Capítulo I DAS FINALIDADES Art. 1º O campeonato de futsal masculino, é promovido como uma das modalidades dos VI JOGOS NACIONAIS DA MAGISTRATURA, promovido e organizado pela AMB Associação

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL CONSELHO DE ARBITRAGEM CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 Tomar, 5 de Agosto de 2007 ÉPOCA 2007/2008

Leia mais

APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014

APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014 APLICAÇÃO DE LOGOMARCAS DE PATROCINADORES INDIVIDUAIS DE ATLETAS EM UNIFORME DE TREINO DA CBKW Orientações válidas para competições oficiais de 2014 I. APRESENTAÇÃO: Os seguintes critérios têm como finalidade

Leia mais

Futebol de Precisão. Livro Oficial

Futebol de Precisão. Livro Oficial Futebol de Precisão Livro Oficial T O D O S O S D I R E I T O S R E S E R V A D O S. 2 0 1 5. P R O I B I D A A R E P R O D U Ç Ã 0 P A R C I A L O U T O T A L D E S T E D O C U M E N T O. EM C A S O D

Leia mais

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013

REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 REGULAMENTO CURITIBA TENNIS CLASSIC 2013 1. DO CONCEITO O Curitiba Tennis Classic é uma competição aberta composta de uma série de eventos competitivos disputado por equipes de tenistas amadores. O evento

Leia mais

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429

www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 Organização, compromisso e qualidade em prol do esporte universitário paulista www.ndu.net.br Sede Social Rua Luís Góis, 2.187 Mirandópolis São Paulo SP Cep: 04043-400 Fone: (11) 7708-7429 REGULAMENTO

Leia mais

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY

REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY XIII JOGOS AFFEMG Associação dos Funcionários Fiscais de Minas Gerais 1- DO LOCAL REGULAMENTO FUTEBOL SOCIETY 1.1 - Os jogos acontecerão em campos de futebol society de grama sintética ou natural, aprovados

Leia mais

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal.

VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL. OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. VII TORNEIO DE FUTSAL MENORES 2015 REGULAMENTO GERAL OBJETIVO Proporcionar à criança a integração social através do futsal. ORGANIZAÇÃO O torneio será organizado e dirigido por uma Comissão Organizadora

Leia mais

GUIA RÁPIDO DAS REGRAS DE GOLFE

GUIA RÁPIDO DAS REGRAS DE GOLFE GUIA RÁPIDO DAS REGRAS DE GOLFE Uma vez que o golfe é um jogo auto regulado, todos os golfistas devem ter um bom entendimento do fundamental das Regras, tal como consta neste Guia. Contudo, este Guia não

Leia mais

Rua Visconde de Aguiar Toledo, 296 - Campo Belo - São Paulo/SP - CEP 04612-100 - Tel.: (11) 3051-6688 Web site: www.tenispaulista.com.

Rua Visconde de Aguiar Toledo, 296 - Campo Belo - São Paulo/SP - CEP 04612-100 - Tel.: (11) 3051-6688 Web site: www.tenispaulista.com. R E G R A S D E T Ê N I S Regra 1 A QUADRA A quadra deve ser um retângulo de 23,77m de comprimento por 8,23m de largura, para os jogos de simples. Para os jogos de duplas e quadra deve medir 10,97m de

Leia mais

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014

Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 Olimpíadas Especiais UBM/PMBM Regulamento Técnico 2014 I - DOS JOGOS Art.1 - A Olimpíada Especial UBM/PMBM tem por finalidade desenvolver o intercâmbio desportivo e social entre os atletas, professores

Leia mais

Regulamento do Circuito Paulista de Rugby Infantil 2011

Regulamento do Circuito Paulista de Rugby Infantil 2011 Regulamento do Circuito Paulista de Rugby Infantil 2011 OBJETIVOS As Leis de Jogo do Regulamento do Circuito Paulista de Rugby Infantil, têm como base ideológica o Regulamento Nacional de Rugby Infantil

Leia mais

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6.

VOLEIBOL. 11. O Jogador que executa o saque, deve estar em qual posição? 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997. a) posição número 6. VOLEIBOL 1) Em que ano foi criado o voleibol? a) 1997 b) 2007 c) 1996 d) 1975 e)1895 2. Quem inventou o voleibol? a) William G. Morgan b) Pelé c) Roberto Carlos d) Ronaldinho Gaúcho e) Michael Jackson

Leia mais

Copyright Fédération Internationale de Football Association - FIFA. Tradução Confederação Brasileira de Futebol - CBF

Copyright Fédération Internationale de Football Association - FIFA. Tradução Confederação Brasileira de Futebol - CBF Copyright Fédération Internationale de Football Association - FIFA Tradução Confederação Brasileira de Futebol - CBF Ilustração Fédération Internationale de Football Association - FIFA 2 Julho de 2007

Leia mais

Configurações de Campanha

Configurações de Campanha Guia rápido sobre... Configurações de Campanha Neste guia... Aprenda a criar campanhas e a ajustar as configurações para otimizar os resultados. Índice 1. Criar Nova Campanha! 4 1.1 Dar um nome à campanha!

Leia mais

Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013. Duelo 20 segundos

Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013. Duelo 20 segundos Regulamento de Prova de Tiro Numero 1/2013 Duelo 20 segundos FINALIDADE Regulamentar a Prova de Tiro Duelo 20 segundos no âmbito do Estande de Tiro do 2º Batalhão de Policia do Exercito. MODALIDADE Tiro

Leia mais

Índice. Preâmbulo. Configuração da competição. Prémios. Critérios de desempate. Eliminação das equipas. Tolerância. Alterações à data do jogo

Índice. Preâmbulo. Configuração da competição. Prémios. Critérios de desempate. Eliminação das equipas. Tolerância. Alterações à data do jogo Índice Preâmbulo Configuração da competição Prémios Critérios de desempate Eliminação das equipas Tolerância Alterações à data do jogo Inscrições Regras do jogo Preâmbulo Vimos por este meio propor a realização

Leia mais

Regras oficiais de basquetebol em cadeiras de rodas 2008

Regras oficiais de basquetebol em cadeiras de rodas 2008 REGRAS OFICIAIS DE BASQUETEBOL EM Outubro 2008 Pág. 1 de 86 Regras oficiais de basquetebol em cadeiras de rodas 2008 Como aprovado pelo Conselho Executivo da IWBF Outubro 2008 Pág. 2 de 86 REGRAS OFICIAIS

Leia mais

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres.

DA FINALIDADE: Homens só poderão substituir homens e mulheres só poderão substituir mulheres. DA FINALIDADE: Art. 1º - Os JOGOS DE VERÃO ARCO SPM 2013 MODALIDADE VOLEIBOL 4X4, tem como finalidade principal, promover o congraçamento das equipes e o aumento da adesão à prática de exercícios físicos

Leia mais

2.3 Tacada legal 2. 3. 1. Manutenção da mão; 2. 3. 2. Não anúncio de bola e bolsa; 2.4 Bolas embolsadas 2.5 Bolas fora da mesa 2. 5. 1.

2.3 Tacada legal 2. 3. 1. Manutenção da mão; 2. 3. 2. Não anúncio de bola e bolsa; 2.4 Bolas embolsadas 2.5 Bolas fora da mesa 2. 5. 1. Índice 1.1 Mesas Bolas Equipamento 1.2 Saída Posicionamento das bolas 1.3 Tacada 1.4 Bola não embolsada Turno 1.5 Ordem de saída 1.6 Abertura Saída 1.7 Jogo Começo 1.8 Abertura Desvio da bola branca 1.9

Leia mais

JOGOS UNIVERSITÁRIOS CAMILIANOS - JUCAM 2013

JOGOS UNIVERSITÁRIOS CAMILIANOS - JUCAM 2013 REGULAMENTO PARA O VOLEIBOL EQUIPES Uma equipe é formada por 10 jogadores. E somente 6 jogadores podem participar do jogo tendo como obrigatoriedade 3 homens e 3 mulheres em quadra para condições de jogo.

Leia mais

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque.

REGRAS OFICIAIS. 1.3. De cada lado deste quadrado será demarcada, à 7 metros da rede e paralela a esta, uma linha denominada linha da área de saque. REGRAS OFICIAIS 1. A QUADRA 1.1. A área de jogo trata-se de um retângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este retângulo será dividido na sua metade por uma rede, formando em

Leia mais

Todas as partidas do Torneio serão disputadas de acordo com as Leis do Jogo em vigor, conforme estipulado pelo irb.

Todas as partidas do Torneio serão disputadas de acordo com as Leis do Jogo em vigor, conforme estipulado pelo irb. REGULAMENTO - ANO 2010 Capítulo I - Disposições Gerais O Campeonato Brasileiro de Rugby da 2ª Divisão, Categoria Adulta Masculino, promovido pela Confederação Brasileira de Rugby ( CBRu ), será denominado

Leia mais

Os juízes de linha devem apresentar-se, junto da mesa do marcador, no mínimo 45 minutos antes do início do jogo.

Os juízes de linha devem apresentar-se, junto da mesa do marcador, no mínimo 45 minutos antes do início do jogo. INTRODUÇÃO As Regras de Jogo regulamentam as funções dos juízes de linha, a sua localização (27.1) e as suas responsabilidades (27.2). Além disso, a Regra 28.2 indica os gestos oficiais com as bandeirolas

Leia mais

A Direção de Tiro pode proceder à verificação da composição dos cartuchos, sendo punida toda a infração.

A Direção de Tiro pode proceder à verificação da composição dos cartuchos, sendo punida toda a infração. REGULAMENTO INTERNACIONAL DE TIRO ÀS FAN32 O presente regulamento é adotado pela F.E.D.E.C.A.T. para as competições internacionais, juntando-se a determinados artigos, algumas NOTAS, visando, tanto quanto

Leia mais

COMUNICADO OFICIAL N.: 5 DATA: 2012.07. 07.10 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13

COMUNICADO OFICIAL N.: 5 DATA: 2012.07. 07.10 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13 ALTERAÇÕES ÀS LEIS DO JOGO DE FUTEBOL ONZE 2012/13 Para conhecimento geral, informa-se que a FIFA, através da sua Circular Nº 1302 de 31.05.2012, divulgou as alterações às leis do jogo 2012/13, que se

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESPORTES DE REALIZAÇÃO : APOIO: ASSOCIAÇÃO MASTER DE DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI PREFEITURA MUNICIPAL CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE PRAIA O CABO FRIO

Leia mais

Regras básicas e fudamentos do volei

Regras básicas e fudamentos do volei Regras básicas e fudamentos do volei História do volei O criador do voleibol foi o americano William George Morgan. Isto ocorreu em 9 de fevereiro de 1895. O volei foi criado com o intuito de ser um esporte

Leia mais

Nome: Turma : N.º. Grupo 1 (24 %) Basquetebol (Cada questão 3%)

Nome: Turma : N.º. Grupo 1 (24 %) Basquetebol (Cada questão 3%) Teste Escrito 1 Educação Física 3º CEB 1.º Período 2011/2012 Nome: Turma : N.º O Professor Encarregado de Educação Avaliação Lê atentamente as afirmações e as opções de resposta. De seguida, assinala na

Leia mais

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva

CLUBE BRILHANTE. 2 CAMPEONATO DE FUTEBOL DE SETE CATEGORIA SÊNIOR 2015 Liga dos Campeões Brilhante Danilo Bandeira da Silva REGULAMENTO ESPECÍFICO DO CAMPEONATO DA DURAÇÃO DO JOGO: Dois (2) tempos de vinte e cinco (25) minutos. DO HORÁRIO e DIA de jogo marcado: Para esta edição do 2 Campeonato de Futebol de Sete Categoria Sênior

Leia mais

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas.

REGULAMENTO. Os representantes das equipes ficarão responsáveis pela disciplina de seus atletas. DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: REGULAMENTO Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO

REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO REGULAMENTO PARA CAMPEONATO LUTAS NO ALTO E CHÃO KARATÊ - SHUBU-DO Índice: 1º Objetivo 2º Finalidade 3º Área de competição 4º Uniforme 5º Sistema de competição 6º Tempo de combate 7º Infrações e desclassificações

Leia mais

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive

Google Drive. Passos. Configurando o Google Drive Google Drive um sistema de armazenagem de arquivos ligado à sua conta Google e acessível via Internet, desta forma você pode acessar seus arquivos a partir de qualquer dispositivo que tenha acesso à Internet.

Leia mais

Regulamento Específico. Futsal

Regulamento Específico. Futsal Regulamento Específico Futsal 2015 Art. 1º - A competição de futsal dos Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2015 obedecerá às Regras Oficiais da FIFA para a modalidade, adotadas pela Confederação Brasileira

Leia mais

Regra Ofical 1 Toque Confederação Brasileira de Futebol de Mesa / CBFM Versão: 2.1.2 11/maio/2010 ÍNDICE GERAL

Regra Ofical 1 Toque Confederação Brasileira de Futebol de Mesa / CBFM Versão: 2.1.2 11/maio/2010 ÍNDICE GERAL ÍNDICE GERAL LISTA DE FIGURAS... 2 REGRA I... 3 DO CAMPO E SEU EQUIPAMENTO... 3 CAMPO... 3 REGRA II... 4 DOS TÉCNICOS, JOGADORES, BOLA E EQUIPES... 4 REGRA III... 6 DESENROLAR DO JOGO... 9 DURAÇÃO DE JOGO...

Leia mais

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011

REGULAMENTO DELEGACIA SINDICAL DE BRASÍLIA - DF IV CAMPEONATO DE FUTEBOL SOÇAITE DOS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL DO BRASIL / 2011 REGULAMENTO DAS DISPOSIÇÕES PRELIMINARES: Artigo 1 Artigo 2 Artigo 3 Artigo 4 Artigo 5 Fica instituído pela Delegacia Sindical de Brasília o IV Campeonato de Futebol Soçaite. Este regulamento é o conjunto

Leia mais

O boletim de jogo é preenchido em 4 vias, que, no fim do jogo, serão entregues: I. ANTES DO INÍCIO DO JOGO

O boletim de jogo é preenchido em 4 vias, que, no fim do jogo, serão entregues: I. ANTES DO INÍCIO DO JOGO INTRODUÇÃO O Boletim de Jogo é um documento oficial, cujo preenchimento é da responsabilidade do Marcador, de acordo com as regras e instruções que se apresentam de seguida. O marcador além de ter de saber

Leia mais

AS REGRAS DO VOLEIBOL

AS REGRAS DO VOLEIBOL AS REGRAS DO VOLEIBOL NÚMERO DE JOGADORES Cada equipa é composta, no máximo, por 12 jogadores inscritos no boletim de jogo. Apenas 6 jogadores ocupam o terreno de jogo ( 6 efectivos e 6 suplentes ). O

Leia mais

Manual de Colaboração

Manual de Colaboração Manual de Colaboração 2 Introdução O zerozero.pt permite aos seus colaboradores a introdução de resultados e datas de jogos de diversas competições. Depois da óptima experiência desenvolvida com a nossa

Leia mais

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014

COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 COPA DAS FEDERAÇÕES REGULAMENTO GERAL PARA 2014 1. DO CAMPEONATO Anualmente a CBT - Confederação Brasileira de Tênis promoverá a Copa das Federações, para definir o Estado Campeão Brasileiro. A Copa das

Leia mais

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015

1ºTorneio Bancário Society de Clubes Paulista REGULAMENTO 2015 REGULAMENTO 2015 1º Torneio Bancário Society de Clubes Paulista 2015, é uma promoção da Secretaria de Esporte do Sindicato dos Bancários, e tem por finalidade efetuar o congraçamento entre os bancários

Leia mais

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015

CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 CIDADE DE CABO FRIO - RJ Dias 04, 05, 06 e 07 de Junho de 2015 VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 REALIZAÇÃO APOIO ASSOCIAÇÃO MASTER DE VOLEIBOL DO RIO DE JANEIRO AMAVOLEI CABO FRIO VOLEI MASTER 2015 VOLEIBOL DE QUADRA PREFEITURA MUNICIPAL DE CABO FRIO SECRETARIA DE ESPORTES DE CABO FRIO Regulamento

Leia mais

Revisão de combinatória

Revisão de combinatória A UA UL LA Revisão de combinatória Introdução Nesta aula, vamos misturar os vários conceitos aprendidos em análise combinatória. Desde o princípio multiplicativo até os vários tipos de permutações e combinações.

Leia mais

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS

CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 TESTE ESCRITO PERGUNTAS FEDERAÇÃO PORTUGUESA DE FUTEBOL CONSELHO DE ARBITRAGEM CURSO DE APERFEIÇOAMENTO, ACTUALIZAÇÃO E AVALIAÇÃO ÁRBITROS ASSISTENTES DE 2.ª CATEGORIA Futebol de 11 Fátima, 6 de Agosto de 2006 ÉPOCA 2006/2007

Leia mais

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT

FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT FAZ UM SMASH À ROTINA! REGRAS OFICIAIS WWW.AROUNDTHEFUTURE.PT REGRAS OFICIAIS 1. O CAMPO 1.1. A área de jogo é um rectângulo de 10 metros de largura por 20 metros de comprimento. 1.2. Este rectângulo será

Leia mais

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos

PÓLO AQUÁTICO. associação de natação de lisboa. Regulamentos Específicos PÓLO AQUÁTICO Regulamentos Específicos Época 2015/2016 TORNEIO DE ABERTURA DE ABSOLUTOS MASCULINOS A divulgar em circular. 2. PARTICIPAÇÃO Podem participar os jogadores do género masculino com idade mínima

Leia mais

Regras de Futebol de Praia

Regras de Futebol de Praia Regras de Futebol de Praia OBJETIVO DO JOGO...2 REGRAS DE JOGO...2 1 O campo...2 1.1 Dimensões...2 1.2 Marcações do campo...2 1.3 A área de pênalti...2 1.4 A marca de pênalti...2 1.5 Bandeiras...2 1.6

Leia mais

Associação de Futebol de Lisboa CONSELHO DE ARBITRAGEM

Associação de Futebol de Lisboa CONSELHO DE ARBITRAGEM ssociação de Futebol de Lisboa ONSELHO DE ITGEM 1ª OV VLIÇÃO TEOI EGULMENT OSEVDOES DISTITIS 2012 / 2013 02 / Outubro / 2012 Futebol OS 2 ua Fanqueiros TESTE 05 Leia atentamente as instruções seguintes:

Leia mais

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH.

JOGOS INTERNOS 2012. Eu faço parte desta história! Regulamento. Colégio Santa Dorotéia BH. Colégio Santa Dorotéia BH. Departamento de Educação Física e Artes DEFA SEGMENTO: 6ª a 8ª séries Ensino Fundamental JOGOS INTERNOS 2012 Eu faço parte desta história! Regulamento Colégio Santa Dorotéia

Leia mais

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre.

Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Troféu Guarulhos de futsal Municipal 2015 Menores 1º Semestre. Título I Das Disposições Gerais A) Será obrigatório, de acordo com as Regras do Futsal, o uso de caneleiras para todos os atletas. B) Não

Leia mais

AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2

AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2 AS LEIS DO TÊNIS DE MESA Capítulo 2 2.1 A MESA 2.1.1 A parte superior da mesa, chamada superfície de jogo, deve ser retangular, com 2,74 m de comprimento por 1,525 m de largura, e situar-se em um plano

Leia mais

MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012.

MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012. DO INFANTIL ENSINO AO COMPLETO VESTIBULAR MATERIAL DE APOIO ED. FÍSICA PROFª. THAÍS LUCENA ALUNO(A): Nº RECIFE, DE DE 2012. 1. O sorteio do jogo - O sorteio é efetuado na presença dos dois capitães de

Leia mais

Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda.

Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda. Condições Gerais de Compra da Air Products Brasil Ltda. 1. Aplicabilidade 2. Entrega 3. Preços e pagamentos 4. Inspeção 5. Garantia 6. Cancelamento 7. Subcontratação e Cessão 8. Código de conduta 9. Saúde

Leia mais

Processo de Controle das Reposições da loja

Processo de Controle das Reposições da loja Processo de Controle das Reposições da loja Getway 2015 Processo de Reposição de Mercadorias Manual Processo de Reposição de Mercadorias. O processo de reposição de mercadorias para o Profit foi definido

Leia mais

Guia de Principiantes do. Rugby Union

Guia de Principiantes do. Rugby Union Guia de Principiantes do Rugby Union Segurança como prioridade Rugby é um jogo com um nível elevado de contato físico. Para apreciá-lo ao máximo é necessário estar física e mentalmente preparado, e também,

Leia mais

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY

FEDERAÇÃO PAULISTA DE RUGBY REGULAMENTO CIRCUITO PAULISTA UNIVERSITÁRIO DE RUGBY SEVENS FEMININO E COPA SP M19 Capítulo I - Disposições Gerais O Circuito Paulista Universitário de Rugby Sevens Feminino Adulto e a Copa M19 ou é um

Leia mais

R E G R A S D E T Ê N I S

R E G R A S D E T Ê N I S R E G R A S D E T Ê N I S Regra 1 A QUADRA (Antiga 1 e 34) A quadra deve ser um retângulo de 23,77 m de comprimento por 8,23 m de largura, para os jogos de simples. Para os jogos de duplas e quadra deve

Leia mais

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF

Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF Jogos de Integração do Instituto Federal/ Araranguá JIIF DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1º Para efeito de classificação, a pontuação será a seguinte: I - 1º lugar: 10 pontos. II - 2º lugar: 7 pontos. III - 3º

Leia mais

Praça Manuel Marques da Fonseca Júnior Praça Modelo

Praça Manuel Marques da Fonseca Júnior Praça Modelo Praça Manuel Marques da Fonseca Júnior Praça Modelo Rua Félix da Cunha,649 Fone PABX (53) 3026 1144 Caixa Postal 358 CEP 96.010-000 Pelotas RS 1 SUMÁRIO 1. Das Disposições Gerais...3 2. Das Finalidades

Leia mais

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade:

O Presidente da Liga Araguarina de Futebol, no uso de suas atribuições, por delegação de poderes, que lhes fora conferido, pelo Estatuto da Entidade: LIGA ARAGUARINA DE FUTEBOL DEPARTAMENTO TÉCNICO NOTA OFICIAL Nº 004/2013 - DT DISPÕE SOBRE O REGULAMENTO, DO CAMPEONATO DA 1ª DIVISÃO DE NÃO PROFISSIONAIS, DA TEMPORADA DE 2013. O Presidente da Liga Araguarina

Leia mais

07/05/2013. VOLEIBOL 9ºAno. Profª SHEILA - Prof. DANIEL. Voleibol. Origem : William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette

07/05/2013. VOLEIBOL 9ºAno. Profª SHEILA - Prof. DANIEL. Voleibol. Origem : William Morgan 1895 ACM s. Tênis Minonette VOLEIBOL 9ºAno Profª SHEILA - Prof. DANIEL Origem : William Morgan 1895 ACM s Tênis Minonette GRECO, 1998 1 Caracterização: O voleibol é um jogo coletivo desportivo, composto por duas equipes, cada uma

Leia mais

Updates. Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS. Updates do Desafio do Robô FLL WORLD CLASS

Updates. Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS. Updates do Desafio do Robô FLL WORLD CLASS Updates da Pesquisa FLL WORLD CLASS 2 ANIMAIS Para escrever a sua Questão da FLL WORLD CLASS, seu time precisa escolher um tópico em que uma PESSOA possa aprender. Tudo bem se há um animal envolvido em

Leia mais

TORNEIO DE SUECA. CAFÉ CLASSIC Regulamento

TORNEIO DE SUECA. CAFÉ CLASSIC Regulamento TORNEIO DE SUECA CAFÉ CLASSIC Regulamento Torneio de sueca 1º O torneio será em forma de grupos. 2º Exemplo: podendo ser alteradas o número de equipas apuradas, dependendo das equipas inscritas! Grupo

Leia mais