Exercitando Ciências Tema: Solos. Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular Solos Origem e Tipos de solos.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Exercitando Ciências Tema: Solos. Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular Solos Origem e Tipos de solos."

Transcrição

1 Exercitando Ciências Tema: Solos Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular Solos Origem e Tipos de solos. 1. O solo é um componente terrestre essencial para os seres vivos e também para a realização das atividades econômicas, de forma a ser considerado um importante recurso natural. Em termos de origem, pode-se afirmar que os solos são originários a) do desgaste dos elementos químicos que se unem no solo. b) da poeira existente na atmosfera que se acumula no solo. c) do subsolo, especialmente do desgaste das placas tectônicas. d) do desgaste das rochas, pela ação do sol, das chuvas e dos ventos. e) da força gravitacional que puxam as partículas de poeira atmosférica. 2. É comum na agricultura a adição de húmus a um solo pouco produtivo, uma vez que esse composto traz muitos benefícios, tais como: retém a umidade do solo por mais tempo, funciona como reservatório fixo de nitrogênio, promove a liberação de nutrientes lentamente, além de impedir a compactação de solos argilosos e promover a agregação de solos arenosos. O húmus é um componente do solo e é formado a partir da a) mistura da água de chuva com os minerais provenientes da rocha. b) fragmentação da rocha em decorrência de elevadas temperaturas. c) decomposição de restos orgânicos pelos micro-organismos do solo. d) transformação dos minerais primários em minerais secundários. 3. Relacione os tipos de solo às suas características. ( 1 ) Solo arenoso. ( 2 ) Solo argiloso. ( 3 ) Solo humífero ( ) Tem cor escura, é fonte de nutrientes para as plantas e retém muita água (permeável). ( ) Contém muita areia, é seco e não favorece o desenvolvimento das plantas (muito permeável). ( ) Contém muita argila, é úmido e barrento (pouco permeável). A relação correta de cima para baixo é: a) 3, 2, 1 b) 2, 3, 1 c) 1, 2, 3 d) 3, 1, 2

2 4. Observe a figura das minhocas transitando no solo: Disponível em: <http://cienciasfree.blogspot.com.br/2016/09/exercicios-sobre-solo-queimadas.html>. Acesso em: 28 jul min. A minhocultura é perfeitamente adaptada à pequena propriedade agrícola, pois possui um manejo simples. Por que as minhocas representam benefícios para o solo? a) Porque elas realizam uma verdadeira compactação do solo, favorecendo a circulação de ar. b) Porque seus túneis dão vida ao solo, tornando-o, moradia de vários outros animais. c) Porque suas fezes contribuem para a formação de húmus, matéria orgânica importantíssima para a fertilidade do solo. d) Porque podem ser vendidas para servirem de iscas nas pescarias.

3 5. A figura abaixo mostra um exemplo de erosão do solo: Disponível em: < cao_paranacity_-_fotos_policia_rodoviaria_estadual_3.jpg>. Acesso em: 28 jul h46min. Neste registro podemos perceber que há um desgaste do solo, provavelmente feito pela passagem da água ao longo do tempo, o que provocou a formação de grandes buracos na rua, atrapalhando o fluxo das pessoas e impedindo a passagem de veículos. Trata-se de um exemplo de erosão. Pesquise outros três fatores além da chuva que podem causar a erosão do solo.

4 6. A ilustração abaixo, representa um experimento sobre a erosão hídrica, ou seja, causada pela água. No galão 1 a terra apresentava cobertura vegetal, no galão 2 a terra apresentava cobertura morta e no galão 3 o solo não tinha nenhum tipo de cobertura. Disponível em: <http://www.caranguejo.org.br/wp/contents/images/2014/12/atividade-17-6.jpg>. Acesso em: 18 jun h. Quando se compara os três compartimentos com amostras de solo, observamos que a água no reservatório (conforme indicado pela seta) apresenta cores diferentes, essa cor é influenciada pela presença de partículas de solo perdida em cada caso, quando a água passou pelos galões com as amostras de solo. Com base nessa observação, explique qual a importância da cobertura do solo para evitar o processo de erosão.

5 GABARITO 1) Alternativa D 2) Alternativa C 3) Alternativa D 4) Alternativa C 5) A erosão do solo pode ocorrer por diferentes fatores, entre três fatores pode-se mencionar os seguintes: - Erosão por gravidade: quando ocorre o transporte e deposição de sedimentos da superfície em virtude da ação da gravidade, com a queda de partículas e rochas. Acontece, principalmente, em regiões montanhosas e com alta declividade. - Erosão fluvial: erosão causada pela ação das águas dos rios sobre as superfícies dos cursos d água e de encostas. Atuam também no desgaste do solo durante enchentes periódicas ou períodos de cheias. É intensificada com a retirada das matas ciliares, ou seja, as vegetações localizadas nas margens dos rios. - Erosão eólica: ocorre em virtude da ação dos ventos sobre a superfície, atuando no transporte dos sedimentos e partículas menores e degradando lentamente formações rochosas, conferindo a elas formas bastante peculiares. 6) Nas três situações, com solo descoberto, com cobertura morta (cascas) e com cobertura viva foi possível observar a ação da água no desprendimento de partículas do solo. Na amostra de solo descoberto, a água do reservatório tem maior presença de solo quando comparada as anteriores, isto significa que mais partículas de solo foram arrastadas. Na amostra com cobertura vegetal é possível observar que houve menor presença de partículas de solo, isso evidencia que solos onde há cobertura vegetal tem menor risco de ocorrência de erosão.

Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo

Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo SOLO CONSERVAÇÃO Erosão Alguns processos erosivos que contribuem para o empobrecimento do solo Assoreamento: Depósito de acúmulo de sedimentos nos cursos d água, geralmente provocada, principalmente, pela

Leia mais

Fatores de Formação de Solos

Fatores de Formação de Solos Fatores de Formação de Solos De onde vem o solo? O solo resulta da ação simultânea do clima e organismos que atuam sobre um material de origem (rocha), que ocupa determinada paisagem ou relevo, durante

Leia mais

b) Que é solo permeável? R.:

b) Que é solo permeável? R.: PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== Texto 1 TIPOS DE SOLO Os solos não são

Leia mais

- Para compreender os solos (conceitos e processos importantes)

- Para compreender os solos (conceitos e processos importantes) Os Solos - Para compreender os solos (conceitos e processos importantes) - Solo: camada superficial, resultante de rocha decomposta ou triturada. Mistura-se a matéria orgânica. - Intemperismo: ação decompositora

Leia mais

1) Introdução CONCEITO:

1) Introdução CONCEITO: Rafael Montanari SOLOS 1) Introdução CONCEITO: Coleção de corpos naturais, constituido por partes sólidas, líquidas e gasosas, tridimensionais, dinâmicos. Formado por partes minerais e orgânicas, ocupando

Leia mais

ATIVIDADES DE ESTUDO. Camadas da Terra

ATIVIDADES DE ESTUDO. Camadas da Terra Atividade de Ciências 4º ano Nome: ATIVIDADES DE ESTUDO Camadas da Terra O que é importante saber: A crosta é a camada mais fina. É nela que se desenvolve a vida do nosso planeta: plantas, animais, microorganismos.

Leia mais

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra

Geologia e conservação de solos. Luiz José Cruz Bezerra Geologia e conservação de solos Luiz José Cruz Bezerra SOLO É a parte natural e integrada à paisagem que dá suporte às plantas que nele se desenvolvem. Parte mais superficial e fina da crosta terrestre.

Leia mais

Formas de relevo. Professora: Jordana Costa

Formas de relevo. Professora: Jordana Costa Formas de relevo Professora: Jordana Costa Relevo Observando a parte superficial da litosfera, isto é, o terreno sobre o qual vivemos, sobre o qual construímos cidades e estradas, vemos que ela apresenta

Leia mais

Jimboê. Ciências. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 4 o bimestre

Jimboê. Ciências. Avaliação. Projeto. 4 o ano. 4 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao quarto bimestre escolar ou às unidades 7 e 8 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê 4 o ano Avaliação 4 o bimestre 1 Avaliação NOME: ESCOLA: PROFESSOR: TURMA:

Leia mais

Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS

Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS PRIMEIRA CLASSIFICAÇÃO Baseia-se principalmente nos fatores de clima, tempo e relevo em que se encontram os solos. solos zonais são aqueles em relevos estáveis,

Leia mais

Agentes Externos ou Exógenos

Agentes Externos ou Exógenos RELEVO Relevo Terrestre Agentes Internos Agentes Externos Tectonismo Vulcanismo Abalos Sísmicos Intemperismo Erosão Agentes Externos ou Exógenos Em síntese, pode-se afirmar que os agentes exógenos realizam

Leia mais

Transformação do relevo. Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. [Antoine Lavoisier]

Transformação do relevo. Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. [Antoine Lavoisier] Transformação do relevo Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. [Antoine Lavoisier] O relevo O relevo é o conjunto das diferentes formas que podem ser observadas na superfície terrestre:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UFG - PPGA

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UFG - PPGA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS UFG - PPGA CURSO: Pós Graduação Agronomia DISCIPLINA: Classificação e Mapeamento de Solos PROF. RENATA S. MOMOLI Eng. Agrônoma Dra. em Solos e Nutrição de Plantas O QUE É

Leia mais

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE

ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE ECOLOGIA E BIODIVERSIDADE DIEGO DANTAS AMORIM Contado: diego.dantas@ifmg.edu.br Engenheiro Agrônomo Universidade Vale do Rio Doce UNIVALE Msc. em Agricultura Tropical Universidade Federal do Espírito Santo

Leia mais

Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS

Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS Tipos e classificação FORMAÇÃO DOS SOLOS PRIMEIRA CLASSIFICAÇÃO Baseia-se principalmente nos fatores de clima, tempo e relevo em que se encontram os solos. solos zonais são aqueles em relevos estáveis,

Leia mais

IMPACTOS AMBIENTAIS URBANOS O Caos Ambiental das Cidades Brasileiras

IMPACTOS AMBIENTAIS URBANOS O Caos Ambiental das Cidades Brasileiras IMPACTOS AMBIENTAIS URBANOS O Caos Ambiental das Cidades Brasileiras PROF.: ROBERT OLIVEIRA robertgeografia@gmail.com POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA: INVERSÃO TÉRMICA E SMOG PROF.: ROBERT OLIVEIRA robertgeografia@gmail.com

Leia mais

Tipos de solo e suas características

Tipos de solo e suas características O solo SOLO Parte mais superficial e fina da crosta terrestre. Trata-se de um complexo composto de mineral, material orgânico e gases. É fundamental para a vida de todos os seres vivos do nosso planeta.

Leia mais

2. (UFPR) Cite e explique quais são os fatores que participam do processo de formação dos solos.

2. (UFPR) Cite e explique quais são os fatores que participam do processo de formação dos solos. SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1º Ano

Leia mais

As nuvens cobrem o céu. As gotinhas de água se juntam e formam gotas maiores, que caem. É a chuva.

As nuvens cobrem o céu. As gotinhas de água se juntam e formam gotas maiores, que caem. É a chuva. PROFESSOR: EQUIPE DE CIÊNCIAS BANCO DE QUESTÕES - CIÊNCIAS 3º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ========================================================================== O CICLO DA ÁGUA ÁGUA, UM BEM PRECIOSO DA

Leia mais

Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 1º/06/2015

Disciplina: Língua Portuguesa Data da realização: 1º/06/2015 Ficha da semana 4º ano A/B/C Instruções: 1. Cada atividade terá uma data de realização e deverá ser entregue à professora no dia seguinte. 2. As atividades deverão ser copiadas e respondidas no caderno

Leia mais

Abril Educação Rochas e solo Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota:

Abril Educação Rochas e solo Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Abril Educação Rochas e solo Aluno(a): Número: Ano: Professor(a): Data: Nota: Questão 1 O solo humífero caracteriza-se por ser arejado e permeável, fértil para a vida vegetal. O que faz com que ele possua

Leia mais

Terrário miniatura do Planeta Terra 1

Terrário miniatura do Planeta Terra 1 A TEORIA EM PRÁTICA. EXEMPLO DE ATIVIDADE Terrário miniatura do Planeta Terra 1 A montagem de um terrário é uma tarefa simples e um rico instrumento pedagógico. Sua confecção permite trabalhar o reaproveitamento

Leia mais

FSP Avaré 1º semestre 2013 Prof. Fabio Tonin MECÂNICA DOS SOLOS

FSP Avaré 1º semestre 2013 Prof. Fabio Tonin MECÂNICA DOS SOLOS FSP Avaré 1º semestre 2013 Prof. Fabio Tonin fabio.tonin@gmail.com MECÂNICA DOS SOLOS Mecânica dos Solos REVISÃO: CONCEITOS DE SOLOS SOLO Palavra oriunda do latim solum Na língua portuguesa, terreno sobre

Leia mais

FORMAÇÃO DO SOLO. *Vieira, M. A. RESUMO

FORMAÇÃO DO SOLO. *Vieira, M. A. RESUMO FORMAÇÃO DO SOLO *Vieira, M. A. RESUMO O solo é a superfície inconsolidada, constituído por camadas que diferem pela natureza física, química, biológica e mineralógica. Com a ação de quatro agentes formadores

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo.

Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo. Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo. 2 Habilidades: Aula 1: Diferenciar as formas de relevo da

Leia mais

TIPO DE AVALIAÇÃO: Exercícios de Recuperação

TIPO DE AVALIAÇÃO: Exercícios de Recuperação TIPO DE AVALIAÇÃO: Exercícios de Recuperação Nome: Nº 6º ano / Ensino Fundamental Turma: Disciplina: Ciências Data: Professor: Paulo Ney Nota: 01 Considere os seguintes objetos: a) Uma fogueira. b) Uma

Leia mais

Aluno (a): Professor:

Aluno (a): Professor: 2º BIM P2 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS 6º ANO Aluno (a): Professor: Turma: Turno:... Data: / / Unidade: ( ) Asa Norte ( ) Águas Lindas ( )Ceilândia ( ) Gama ( )Guará ( ) Pistão

Leia mais

Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais. Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN

Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais. Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN Condições edáficas do Nordeste para empreendimentos florestais Prof. Paulo Rogério Soares de Oliveira UFRN Dezembro de 2011 Introdução Edafologia é a ciência que trata da influência dos solos em seres

Leia mais

Curso de Engenharia Civil

Curso de Engenharia Civil Curso de Engenharia Civil Disciplina: Período: 5º semestre Professor: Luiz Antonio do Nascimento Email: ladnascimento@gmail.com Página: www.lnascimento.com.br Origem e Formação dos Solos: Os solos se originam

Leia mais

GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Cidadania e movimento. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 14.1 Conteúdo As formas do relevo.

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS

LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS LISTA DE EXERCÍCIOS CIÊNCIAS P1-3º BIMESTRE 6º ANO FUNDAMENTAL II Aluno (a): Turno: Turma: Unidade Data: / /2016 HABILIDADES E COMPETÊNCIAS Compreender o conceito de solo e sua formação; Identificar as

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Área de Ciências Humanas Disciplina: Série: 6ª Ensino Fundamental Professora: Cristiane Mattar Atividades para Estudos Autônomos Data: 2 / 8 / 2016 Aluno(a): Nº: Turma: VERIFIQUE

Leia mais

Geografia. Aula 01 EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL?

Geografia. Aula 01 EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL? Geografia. Aula 01 Relevo EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL? 1.1 Observe as imagens abaixo: O pior terremoto do Brasil derrubou 4 mil casas em João Câmara (RN), em 1996 Aécio vai à cidade onde terremoto deixou

Leia mais

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas

ROCHAS LITOSFERA. Rochas Magmáticas ou Ígneas LITOSFERA ROCHAS As rochas constituem a parte sólida do planeta e são compostas de um ou vários minerais. Os minerais são compostos de elementos químicos. Certos elementos químicos podem ser encontrados

Leia mais

O que é tempo geológico

O que é tempo geológico O Relevo da América TEMPO GEOLÓGICO O que é tempo geológico escala temporal dos eventos da história da Terra, ordenados em ordem cronológica. Baseada nos princípios de superposição das camadas litológicas

Leia mais

FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO

FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO FATORES DE FORMAÇÃO DO SOLO DEFINIÇÕES DE SOLO Geólogo: Camada de materiais inconsolidados Engenheiro de Minas: material solto sobre o minério que precisa ser removido Engenheiro Civil: matéria-prima para

Leia mais

Prof.º: Carlos D Boa Geofísica Relevo EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL?

Prof.º: Carlos D Boa Geofísica Relevo EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL? Prof.º: Carlos D Boa Geofísica Relevo EXISTEM TERREMOTOS NO BRASIL? 1.1 Observe as imagens abaixo: O pior terremoto do Brasil derrubou 4 mil casas em João Câmara (RN), em 1996 Aécio vai à cidade onde terremoto

Leia mais

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006);

Material de apoio. Origem e Constituição. Origem e Constituição. Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto, Oficina de Textos, 2006); Universidade Paulista Instituto de Ciências Exatas e Tecnologia Departamento de Engenharia Civil Professora Moema Castro, MSc. Material de apoio 2 Curso básico de mecânica dos solos (Carlos Souza Pinto,

Leia mais

EVAPOTRANSPIRAÇÃO INTERCEPTAÇÃO PELO DOSSEL

EVAPOTRANSPIRAÇÃO INTERCEPTAÇÃO PELO DOSSEL EVAPOTRANSPIRAÇÃO INTERCEPTAÇÃO PELO DOSSEL INFILTRAÇÃO NASCENTE Fonte: (VALENTE & GOMES, 2004) 1 Escoamento Sub-superficial É o deslocamento de água, proveniente de precipitação, que pela infiltração

Leia mais

BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL

BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL PROFESSOR: EQUIPE DE GEOGRAFIA BANCO DE QUESTÕES - GEOGRAFIA - 6º ANO - ENSINO FUNDAMENTAL ============================================================================================= A partir dos seus

Leia mais

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos

Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Ciclo das Rochas e Formação dos Solos Conjunto de transformações do material rochoso no qual rochas são geradas, recicladas, destruídas e alteradas devido à dinâmica interna e externa da Terra! CICLO

Leia mais

HIDROLOGIA AULA 06 e semestre - Engenharia Civil INFILTRAÇÃO. Profª. Priscila Pini

HIDROLOGIA AULA 06 e semestre - Engenharia Civil INFILTRAÇÃO. Profª. Priscila Pini HIDROLOGIA AULA 06 e 07 5 semestre - Engenharia Civil INFILTRAÇÃO Profª. Priscila Pini prof.priscila@feitep.edu.br INTERCEPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA Retenção de água da chuva antes que ela atinja o solo.

Leia mais

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 6 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo

Data: /08/2014 Bimestre: 2. Nome: 6 ANO B Nº. Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Data: /08/2014 Bimestre: 2 Nome: 6 ANO B Nº Disciplina: Geografia Professor: Geraldo Valor da Atividade: 2,0 (Dois) Nota: GRUPO 3 1- (0,5) Embora haja dificuldade em oficializar a data do primeiro mapa

Leia mais

3. CARACTERÍSTICAS DAS PAISAGENS NATURAIS DAS REGIÕES BRASILEIRAS

3. CARACTERÍSTICAS DAS PAISAGENS NATURAIS DAS REGIÕES BRASILEIRAS GEOGRAFIA 3. CARACTERÍSTICAS DAS PAISAGENS NATURAIS DAS REGIÕES BRASILEIRAS 123RF/Ostill 1. Marque a alternativa que indica o nome que se dá à distância vertical medida entre o nível do mar e um ponto

Leia mais

SOLO: CARACTERÍSTICAS E PROPRIEDADES

SOLO: CARACTERÍSTICAS E PROPRIEDADES Autores: Ana Maria Pace João Carlos Pinto Nazário de Oliveira Silva Ricardo Eiji Noguti Sergio Hideo Arakaki SOLO: CARACTERÍSTICAS E PROPRIEDADES Contexto: Esta aula é destinada a alunos da 5 a série (3

Leia mais

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 9 ano Turma:

AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS. Aluno (a): 9 ano Turma: Escola Estadual AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA DE CIÊNCIAS NATURAIS Professor (a) : Data: / /2012 Aluno (a): 9 ano Turma: 1 - O desenvolvimento sustentável pode ser definido como aquele que atende às necessidades

Leia mais

O que é tempo geológico

O que é tempo geológico O Relevo da América TEMPO GEOLÓGICO O que é tempo geológico escala temporal dos eventos da história da Terra, ordenados em ordem cronológica. Baseada nos princípios de superposição das camadas litológicas

Leia mais

Universidade Metodista de Angola Faculdade de Engenharia Departamento de Construção Civil

Universidade Metodista de Angola Faculdade de Engenharia Departamento de Construção Civil Universidade Metodista de Angola Faculdade de Engenharia Departamento de Construção Civil Curso de Construção Civil Disciplina: Geologia em Engenharia Ano: 4to Professor: Dr. Silva Pereira Ginga (PhD)

Leia mais

ROCHAS SEDIMENTARES. Escola Secundária de Viriato A.S.

ROCHAS SEDIMENTARES. Escola Secundária de Viriato A.S. ROCHAS SEDIMENTARES METEORIZAÇÃO Ò Conjunto de processos que leva à alteração das características iniciais das rochas, por acção de processos físicos e químicos, que ocorrem na superfície da Terra. Ò Ajuda

Leia mais

Ambientes tectônicos e sedimentação

Ambientes tectônicos e sedimentação Rochas Sedimentares Ambientes tectônicos e sedimentação Intemperismo físico e químico de rochas sedimentares, ígneas e metamórficas Erosão Transporte Deposição Diagênese e litificação (compactação ) =

Leia mais

Pedologia. Professor: Cláudio Custódio. www.espacogeografia.com.br

Pedologia. Professor: Cláudio Custódio. www.espacogeografia.com.br Pedologia Professor: Cláudio Custódio Conceitos: Mineração: solo é um detrito que deve ser separado dos minerais explorados. Ecologia: é um sistema vivo composto por partículas minerais e orgânicas que

Leia mais

A existência do ar A expansão do ar O deslocamento do ar. b) A ação dos ventos também ajuda a reconhecer a existência do ar no ambiente.

A existência do ar A expansão do ar O deslocamento do ar. b) A ação dos ventos também ajuda a reconhecer a existência do ar no ambiente. SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA Mantenedora da PUC Minas e do COLÉGIO SANTA MARIA DATA: 27 / 09 / 2014 II ETAPA AVALIAÇÃO DE RECUPERAÇÃO DE CIÊNCIAS 4.º ANO/EF UNIDADE: ALUNO(A): Nº: TURMA: PROFESSOR(A):

Leia mais

ciclo da água ciclo hidrológico

ciclo da água ciclo hidrológico Ciclo Hidrológico A água e seu ciclo A água da Terra - que constitui a hidrosfera - distribui-se por três reservatórios principais: os oceanos, os continentes e a atmosfera, entre os quais existe uma

Leia mais

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo

Fatores de Formação do Solo. Unidade III - Fatores de Formação do Solo Unidade III - SILVA J.R.T., 2005 1. Material de Origem. 2. Clima. 3. Relevo. 4. Organismos Vivos. 5. Tempo. Estudo da influência de cada fator é difícil Interdependência entre eles. Fatores Ativos: Clima

Leia mais

O SOLO COMO F0RNECEDOR DE NUTRIENTES

O SOLO COMO F0RNECEDOR DE NUTRIENTES O SOLO COMO F0RNECEDOR DE NUTRIENTES LIQUIDA (SOLUÇÃO DO SOLO) ÍONS INORGÂNICOS E ORGÂNICOS/MICROPOROS SÓLIDA - RESERVATORIO DE NUTRIENTES - SUPERFÍCIE QUE REGULA A CONCENTRAÇÃO DOS ELEMENTOS NA SOLUÇÃO

Leia mais

Quais são os componentes do solo? Como ele deve ser preparado e cuidado para a agricultura? Que problemas a erosão e as queimadas nos trazem?

Quais são os componentes do solo? Como ele deve ser preparado e cuidado para a agricultura? Que problemas a erosão e as queimadas nos trazem? Leemage/Corbis/Latinstock Nesta ilustração produzida em 1416 vemos que já nessa época havia a preocupação de aumentar a produtividade agrícola e diminuir os fatores que provocam o esgotamento do solo.

Leia mais

GEOTÉCNICA Bibliografia

GEOTÉCNICA Bibliografia GEOTÉCNICA Intemperismo - Físico - Químico - Solução ou carbonatação Bibliografia: Notas de aula (apostila) de Geotécnica, Prof. Reno Reine Castello (1998) Teixeira, W.; Toledo, M.C.M.; Fairchild, T.R.;

Leia mais

Camada onde se dão a vida e os fenômenos meteorológicos. As temperaturas são menores quanto maiores forem as altitudes.

Camada onde se dão a vida e os fenômenos meteorológicos. As temperaturas são menores quanto maiores forem as altitudes. ATMOSFERA Composição Camadas Troposfera Camada onde se dão a vida e os fenômenos meteorológicos. As temperaturas são menores quanto maiores forem as altitudes. Estratosfera Camada onde quase não há vapor

Leia mais

COLÉGIO SÃO JOSÉ. Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1

COLÉGIO SÃO JOSÉ. Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1 Gabarito - TAREFÃO DE CIÊNCIAS 6º Ano - nº1 1. Se furarmos uma bola de futebol, o ar nela contido se espalhará. A propriedade do ar que explica este fato é denominada: a) Peso. b) Elasticidade. c) Expansibilidade.

Leia mais

Eco new farmers. Módulo 1 - Introdução á agricultura biológica. Sessão 2 Princípios da agricultura biológica

Eco new farmers. Módulo 1 - Introdução á agricultura biológica. Sessão 2 Princípios da agricultura biológica Eco new farmers Módulo 1 - Introdução á agricultura biológica Sessão 2 Princípios da agricultura biológica Módulo 1 Introdução à agricultura biológica Sessão 2 Princípios da agricultura biológica www.econewfarmers.eu

Leia mais

Matéria Orgânica do Solo. Everlon Cid Rigobelo

Matéria Orgânica do Solo. Everlon Cid Rigobelo Matéria Orgânica do Solo Everlon Cid Rigobelo 1 Solo receptáculo final Recebedor Resíduos orgânicos de origem Vegetal, animal Produtos de suas transformações 2 Solo receptáculo final Vegetação Responsável

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Leitura do texto: Mudanças

Leia mais

Os vertisolos - Expandem-se e Contraem-se constantemente com a variação da humidade

Os vertisolos - Expandem-se e Contraem-se constantemente com a variação da humidade A análise de solos Os Solos O solo é o resultado da complexa interacção dos processos físicos, químicos e biológicos variados que actuam na pedra ou sedimento ao longo do tempo; Os solos são produtos das

Leia mais

RECURSOS HÍDRICOS. Prof. Marcel Sena Campos (65)

RECURSOS HÍDRICOS. Prof. Marcel Sena Campos (65) RECURSOS HÍDRICOS Prof. Marcel Sena Campos senagel@gmail.com (65) 9223-2829 Recursos hídricos são as águas superficiais ou subterrâneas disponíveis para qualquer tipo de uso. Você sabia? Quase toda a

Leia mais

Oscilação Marinha. Regressão diminuição do nível do mar (Glaciação) Transgressão aumento do nível do mar (Inundação)

Oscilação Marinha. Regressão diminuição do nível do mar (Glaciação) Transgressão aumento do nível do mar (Inundação) Oscilação Marinha Regressão diminuição do nível do mar (Glaciação) Transgressão aumento do nível do mar (Inundação) Devido a variação do nível do mar a região costeira sofre alterações profundas em sua

Leia mais

FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA

FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA FACULDADE VÉRTICE CURSO AGRONOMIA MICROBIOLOGIA DO SOLO TEMAS: BIOTA E AGREGAÇÃO DO SOLO E OS PRINCIPAIS MICROORGANISMOS DE IMPORTÂNCIA AGRÍCOLA PROFESSORA: MARIA LITA P. CORREA EVOLUÇÃO DO SOLOS Cianob,

Leia mais

ATIVIDADE ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO

ATIVIDADE ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO ATIVIDADE GEOGRAFIA Av. José Celso Claudio J. Camburi Tel.: (27) 33395-3000 ALUNO: 6º ANO TURMA: A/B/C/D DATA: E N S I N O F U N D A M E N T A L ATIVIDADE DE RECUPERAÇÃO - Conteúdos prioritários: Cap.

Leia mais

Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Departamento de Solos Disciplina de Biologia do Solo VERMICOMPOSTAGEM 26/05/2009

Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Departamento de Solos Disciplina de Biologia do Solo VERMICOMPOSTAGEM 26/05/2009 Universidade Federal de Santa Maria Centro de Ciências Rurais Departamento de Solos Disciplina de Biologia do Solo VERMICOMPOSTAGEM 26/05/2009 Minhocultura e Vermicompostagem Minhocultura e Vermicompostagem

Leia mais

8/14/2011. Conceito de solos. Levantamentos de solos. Processos pedogenéticos. Fatores pedogenéticos

8/14/2011. Conceito de solos. Levantamentos de solos. Processos pedogenéticos. Fatores pedogenéticos O SOLO NOS ECOSSISTEMAS (FLORESTAIS) Prof. J.Miguel Reichert (Prof. Ricardo Dalmolin) 1. O solo nos ecossistemas florestais 1.1. Funções gerais e ambientais do solo 1.2. O solo florestal Conceito de solos

Leia mais

Exercitando Ciências Tema - Composição e Pressão Atmosférica

Exercitando Ciências Tema - Composição e Pressão Atmosférica Exercitando Ciências Tema - Composição e Pressão Atmosférica Esta lista de exercícios aborda o conteúdo curricular Composição Atmosférica, a Força da Gravidade e a Pressão Atmosférica. 1) Todo o planeta

Leia mais

Fatores de Formação do Solo

Fatores de Formação do Solo Clima Forma ativa e diferencial de atuação na formação do solo; Rochas iguais + condições climáticas diferentes = solos diferentes Rochas diferentes + condições climáticas iguais = solos iguais Sheila

Leia mais

1- Escreva qual é a forma de energia presente em cada caso abaixo. a) Buzina de um carro. b) Funcionamento de uma televisão.

1- Escreva qual é a forma de energia presente em cada caso abaixo. a) Buzina de um carro. b) Funcionamento de uma televisão. Atividade de Estudo - Ciências 5º ano Nome: 1- Escreva qual é a forma de energia presente em cada caso abaixo. a) Buzina de um carro. b) Funcionamento de uma televisão. c) Fotossíntese. _ d) Um atleta

Leia mais

Cópia autorizada. II

Cópia autorizada. II II Sugestões de avaliação Ciências 7 o ano Unidade 2 5 Unidade 2 Nome: Data: 1. As cores das flores e o período do dia em que elas abrem são duas adaptações importantes das plantas e que facilitam a sua

Leia mais

. a d iza r to u a ia p ó C II

. a d iza r to u a ia p ó C II II Sugestões de avaliação Geografia 6 o ano Unidade 4 5 Unidade 4 Nome: Data: 1. Sobre o relevo de planalto, marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. ( ) os planaltos sofrem mais a ação de

Leia mais

VEGETAÇÃO BRASILEIRA. DIVIDE-SE EM: 1) Formações florestais ou arbóreas 2) Formações arbustivas e herbáceas 3) Formações complexas e litorâneas

VEGETAÇÃO BRASILEIRA. DIVIDE-SE EM: 1) Formações florestais ou arbóreas 2) Formações arbustivas e herbáceas 3) Formações complexas e litorâneas VEGETAÇÃO BRASILEIRA DIVIDE-SE EM: 1) Formações florestais ou arbóreas 2) Formações arbustivas e herbáceas 3) Formações complexas e litorâneas Floresta Amazônica ou Equatorial Características: Latifoliada,

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 1ª PROVA PARCIAL DE CIÊNCIAS Aluno(a): Nº Ano: 6º Turma: Data: 02/04/2011 Nota: Professora: Karina Valor da Prova: 50 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

Processos Geológicos. Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, slides; il.

Processos Geológicos. Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, slides; il. Processos Geológicos Oliveira, Francisco Sérgio Silva de. O48p Processos geológicos / Francisco Sérgio Silva de Oliveira. Varginha, 2015. 26 slides; il. Sistema requerido: Adobe Acrobat Reader Modo de

Leia mais

Professora Leonilda Brandão da Silva

Professora Leonilda Brandão da Silva COLÉGIO ESTADUAL HELENA KOLODY E.M.P. TERRA BOA - PARANÁ Professora Leonilda Brandão da Silva E-mail: leonildabrandaosilva@gmail.com http://professoraleonilda.wordpress.com/ Leitura do texto introdutório

Leia mais

CONSEQUÊNCIAS DA DEGRADAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS. MSc. AUGUSTO HEINE

CONSEQUÊNCIAS DA DEGRADAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS. MSc. AUGUSTO HEINE CONSEQUÊNCIAS DA DEGRADAÇÃO DE RECURSOS NATURAIS MSc. AUGUSTO HEINE CONSEQUÊNCIAS: EROSÃO DESMATAMENTO DESERTIFICAÇÃO PRÁTICAS AGRÍCOLAS POLUIÇÃO DO SOLO POLUIÇÃO DA ÁGUA POLUIÇÃO DO AR PERDA DA BIODIVERSIDADE

Leia mais

Quadro 1 - Fatores para conversão de unidades antigas em unidades do Sistema Internacional de Unidades.

Quadro 1 - Fatores para conversão de unidades antigas em unidades do Sistema Internacional de Unidades. Informação sobre interpretação de Análise de Solo, segundo o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Solos e Recursos Ambientais, Instituto Agronômico de Campinas. Quadro 1 - Fatores para conversão de

Leia mais

Leia o texto a seguir para fazer as lições de Língua Portuguesa.

Leia o texto a seguir para fazer as lições de Língua Portuguesa. Troca do livro Lições de Francês, Língua Portuguesa, História 5º A 5º B e C e Vivência Religiosa 5º ano terça-feira quinta-feira Semana de 5 a 9 de junho 2017. Leia o texto a seguir para fazer as lições

Leia mais

Forças exógenas na elaboração do relevo

Forças exógenas na elaboração do relevo Forças exógenas na elaboração do relevo Agentes da dinâmica externa sobre o relevo; Processos morfogenéticos: e Geomorfologia do Carste Intemperismo (físico e químico) PROCESSOS EXÓGENOS NA ELABORAÇÃO

Leia mais

Lista de Recuperação de Ciências 2013

Lista de Recuperação de Ciências 2013 1 Nome: nº 6ºano Manhã e Tarde Profa :Estefânia Lista de Recuperação de Ciências 2013 Conteúdo da recuperação: A Terra: Um planeta do sistema solar, Conhecendo a Terra,O solo e a vida,a água e a vida,o

Leia mais

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS

CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS Texto para estudo CIÊNCIAS O CICLO DAS ROCHAS A Terra é um planeta vivo e seus continentes estão em constante movimento, devido à dissipação de calor do interior do planeta. A geologia é a ciência que

Leia mais

4. O QUE AS PAISAGENS REVELAM SOBRE O BRASIL

4. O QUE AS PAISAGENS REVELAM SOBRE O BRASIL 4. O QUE AS PAISAGENS REVELAM SOBRE O BRASIL 1. Ligue o nome dos pontos extremos do Brasil às suas respectivas localizações. Monte Caburaí Paraíba Ponta do Seixas Acre Arroio Chuí Rio Grande do Sul Rio

Leia mais

RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 6 o ANO

RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 6 o ANO RESPOSTAS DAS SUGESTÕES DE AVALIAÇÃO GEOGRAFIA 6 o ANO Unidade 4 1. 2. (V) Os planaltos sofrem mais a ação de agentes de erosão do que de agentes de sedimentação. (F) O nome do maior planalto da América

Leia mais

Disciplina: Ciências Curso Professor: Marcel Série: 6º ano ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO

Disciplina: Ciências Curso Professor: Marcel Série: 6º ano ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Aluno (a): Disciplina: Ciências Curso Professor: Marcel Série: 6º ano ROTEIRO DE ESTUDOS DE RECUPERAÇÃO E REVISÃO Número: 1 - Conteúdo: - Estrutura da Terra - Características da crosta terrestre, do manto

Leia mais

Por que as paisagens possuem características únicas?

Por que as paisagens possuem características únicas? Por que as paisagens possuem características únicas? GEOGRAFIA 6 Anos Ensino Fundamental II Profª Bruna Andrade http://www.youtube.com/watch?v=yqt9pezurb0 Os elementos que compõe as paisagens são responsáveis

Leia mais

HIDROLOGIA AULA semestre - Engenharia Civil. ESCOAMENTO SUPERFICIAL 1 Profª. Priscila Pini

HIDROLOGIA AULA semestre - Engenharia Civil. ESCOAMENTO SUPERFICIAL 1 Profª. Priscila Pini HIDROLOGIA AULA 10 5 semestre - Engenharia Civil ESCOAMENTO SUPERFICIAL 1 Profª. Priscila Pini prof.priscila@feitep.edu.br Geração do Escoamento em uma bacia 1. Durante as chuvas intensas Água da chuva

Leia mais

O RELEVO DA TERRA Capítulo 2

O RELEVO DA TERRA Capítulo 2 O RELEVO DA TERRA Capítulo 2 Ciclo da erosão RETIRADA TRANSPORTE SEDIMENTAÇÃO OU DEPOSIÇÃO A EROSÃO É UM PROCESSO NATURAL De uma forma simplificada, existe uma tendência em considerar a erosão como algo

Leia mais

GEOGRAFIA DO BRASIL Relevo e Solo

GEOGRAFIA DO BRASIL Relevo e Solo GEOGRAFIA DO BRASIL Relevo e Solo bruno7martins@gmail.com 1 Estrutura Geológica Bacias Sedimentares Acúmulo de sedimentos sobre os escudos Associadas a Combustíveis fósseis Rochas mais porosas, infiltração

Leia mais

Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo.

Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo. Conteúdo: Aula 1: As formas do relevo. A importância do estudo do relevo. A dinâmica do relevo. Aula 2: Agentes externos que modificam o relevo. 2 Habilidades: Aula 1: Diferenciar as formas de relevo da

Leia mais

GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE

GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE GEOGRAFIA 6 ANO ENSINO FUNDAMENTAL PROF.ª ANDREZA XAVIER PROF. WALACE VINENTE CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade III Cidadania e movimento. 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 14.2 Conteúdo Agentes externos que

Leia mais

https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y

https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y https://www.youtube.com/watch?v=ejyyhuxkn8y Definição é a camada superficial da crosta terrestre formada por quatro elementos principais: a, o, a e os. Possui importância fundamental para variadas atividades

Leia mais

O Planeta Terra Ecossistemas, Relevo e Hidrografia

O Planeta Terra Ecossistemas, Relevo e Hidrografia O Planeta Terra Clima, Ecossistemas, Relevo e Hidrografia O Planeta Terra Clima, Ecossistemas, Relevo e Hidrografia a) b) c) d) a) Aponte a ação de quatro fenômenos naturais responsáveis pela alteração

Leia mais

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Sumário Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Breve história. Composição média da atmosfera atual. Agentes de alteração da concentração de. - Contaminação e toxicidade.

Leia mais

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra.

è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Reconhecer a importância das rochas no fornecimento de informações sobre o passado da Terra. è Conhecer o trabalho dos geólogos e a importância da Geologia como ciência que estuda o presente e o passado

Leia mais

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2

Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Sumário Na Atmosfera da Terra: Radiação, Matéria e Estrutura Unidade temática 2 Breve história. Composição média da atmosfera atual. Agentes de alteração da concentração de constituintes vestigiais da

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA O USO DO OBJETO CICLO DAS ROCHAS

ORIENTAÇÕES PARA O USO DO OBJETO CICLO DAS ROCHAS ORIENTAÇÕES PARA O USO DO OBJETO CICLO DAS ROCHAS O objeto educacional digital Ciclo das rochas apresenta relação com Estudo do solo. Formação das rochas. OPÇÕES DE USO DO OBJETO: Em sala de aula Duração:

Leia mais

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 22 CICLOS DA ÁGUA, DO CARBONO E DO OXIGÊNIO

BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 22 CICLOS DA ÁGUA, DO CARBONO E DO OXIGÊNIO BIOLOGIA - 2 o ANO MÓDULO 22 CICLOS DA ÁGUA, DO CARBONO E DO OXIGÊNIO Nuvens Resfriamento Sol Transpiração Oceano Vegetais Animais Precipitação: chuva neve, granizo Oceano, lago, lençol freático Rio Fixação

Leia mais