Óleo de melaleuca no tratamento da acne

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Óleo de melaleuca no tratamento da acne"

Transcrição

1 1 Óleo de melaleuca no tratamento da acne Wilza Maria Cordeiro Franco Dayna Priscila Maia Meija Pós-graduação em Estética e Cosmetologia Faculdade Bio Cursos Resumo A acne é uma doença que acomete cerca de 80% dos adolescentes em algum momento da puberdade. Esse fato comum entre os jovens contribui com a falsa ideia de que isso é um fenômeno da idade e que, portanto, não necessita de maiores cuidados. Entretanto, quando não tratada de forma adequada à acne pode deixar cicatrizes permanentes, acarretar problemas sociais, psicológicos e incapacidade operacional. Diversos tratamentos são utilizados na cura da acne, sendo o mais comum à base de antibióticos tópicos. Ocorre que esse tipo de tratamento tende a perder eficiência com o passar do tempo, pois os microorganismos ficam mais resistentes aos componentes da fórmula. Em função disso, diversos métodos alternativos estão sendo utilizados, entre eles o óleo de melaleuca. Recentemente a indústria farmacêutica descobriu que além dessas propriedades, o óleo extraído da folha da melaleuca é um excelente antisséptico, antifúngico, parasiticida e possui grande capacidade de se misturar a secreção sebácea e penetrar profundamente na pele para combater a presença do Propionibacterium acnes, bactéria que propicia a inflamação da acne. O presente trabalho teve por objetivo destacar a importância do óleo de melaleuca no tratamento da acne grau I, e utilizou como ferramenta para esse estudo pesquisas bibliográficas. Palavras - chave: Acne; Tratamento; Óleo de melaleuca. 1. Introdução Estudos revelam que a acne acomete cerca de 80% dos jovens entre 12 e 24 anos, em algum momento desse espaço de tempo, mesmo que venha surgir esporadicamente na sua forma mais branda. Esse índice elevado durante a adolescência é explicado pelo fato de que, na puberdade ocorre aumento da produção de andrógenos que estimulam o crescimento das glândulas sebáceas que, por sua vez, provavelmente por predisposição genética, estimula anormalidades no nível de queratinização provocando o surgimento de comedões e retenção da secreção sebácea. Esse excesso de secreção sebácea ao juntar-se as células mortas nos ductos dos folículos, acelera a produção bacteriana no local, principalmente a Propionibacterium acnes, responsável pelo surgimento de inflamações. A explosão de estímulos hormonais durante a puberdade tende a reduzir no início da fase adulta, esse fato explica o motivo pelo qual a acne é mais frequente na adolescência. Diversos métodos de tratamento são utilizados no combate a acne, entre esses, o mais frequente está associado ao uso de antibióticos tópicos. Ocorre que, esse tipo de tratamento com o passar do tempo torna-se menos eficiente, em função do organismo desenvolver resistência aos componentes da fórmula, outro fator negativo são os efeitos colaterais que eventualmente surgem em alguns pacientes. Assim, a busca por tratamentos alternativos vem se tornado mais frequente. Entre os diversos tratamentos destaca-se o óleo de melaleuca pelo seu poder antibacteriano e anti-inflamatório.

2 2 Neste contexto, o presente estudo visa demonstrar a eficácia do uso do óleo de melaleuca no tratamento da acne grau I. A metodologia da pesquisa foi considerada quanto a sua natureza de forma qualitativa, pois o devido estudo não utilizou demonstrações numéricas e nem técnicas estatísticas. O seu cunho é bibliográfico, por se tratar de uma pesquisa na qual o assunto já havia sido abordado em outros artigos, livros e em matérias disponibilizados na internet. A análise das informações obtidas dá-se através de comparações com os tratamentos tradicionais como, por exemplo, a utilização de medicamentos tópicos, em relação ao óleo de melaleuca, ressaltando a sua eficácia e os seus poucos efeitos colaterais. 2. Sistema Tegumentar É um órgão complexo, muitas vezes esquecido que é essencial para a manutenção da vida, com funções específicas como: proteção, comunicação, sensibilidade, regulação de temperatura corpórea, excreção, reserva energética, síntese de vitamina D e função plástica (JUNQUEIRA e CARNEIRO, 2006). Para Azulay e Azulay (2006) a pele apresenta alterações constantes, sendo dotadas de grande capacidade renovadora e de reparação, e de certo grau de impermeabilidade. Tem como função maior e vital a conservação da homeostasia. Porto (2001) e Azulay e Azulay (2006) afirmam que além de todas as funções já citadas da pele, ela também preserva o organismo contra agentes nocivos físicos, químicos ou biológicos. Junqueira e Carneiro (2006) afirmam ainda que, a estrutura da pele está definida como um tecido de origem endodérmico dividida em duas camadas: epiderme e derme. 2.1 Epiderme Para Sampaio e Rivitti (2007) a epiderme é considerada um epitélio estratificado que apresenta diferentes camadas celulares. É a camada mais superficial da pele, sendo formada basicamente de tecido epitelial estratificado córneo, os quais são chamados de ceratinócitos ou corneócitos. À medida que o corpo humano sofre alterações, as células superficiais morrem e transformam-se em escamas de queratina que se desprendem da superfície epidérmica. Embora não apresente vascularização, a nutrição da epiderme ocorre a partir da difusão de leito presente. As funções da epiderme são: proteção contra traumas físicos e químicos, principalmente em função da camada córnea; resistência às forças de tensão a epiderme; prevenção da desidratação e perda de eletrólitos, além da proteção contra o encharcamento do corpo quando em contato com a água, graças à impermeabilidade da queratina. Restrição da passagem de corrente elétrica, devido à alta impedância que a caracteriza; proteção contra a entrada de substâncias tóxicas, proteção dos efeitos nocivos dos raios ultravioletas, através da melanina (CUCÉ E NETO, 1990 apud PRESSI E LIMA, 2005). Segundo Borges (2010) a epiderme está separada da derme por sua última camada, a membrana basal ou germinativa, apoiada sobre as papilas dérmicas. É a camada avascular da pele e mais externa do corpo. Está dividido em quatro camadas: córnea, granular, espinhosa e basal, que é a camada responsável pela renovação celular e está apoiada sobre as papilas dérmicas (HARRIS, 2005). 2.2 Derme De acordo com Guirro e Guirro (2010) a derme é a camada mais profunda da pele composta por tecido conjuntivo denso irregular que fornece uma base robusta e flexível à epiderme e

3 3 contém um generoso suprimento vascular para a sustentação metabólica da epiderme avascular e para termorregulação. No tecido conjuntivo encontram-se diversas moléculas, as células de defesa é um emaranhado de fibras onde sua principal função é sustentar, dar força e elasticidade à pele (NOGUEIRA, 2007). Dangelo e Fattini (2007) ressaltam dizendo que está subdividida em dois componentes a porção papilar e a porção reticular, formadas por fibras colágenas, fibras elásticas e substância fundamental amorfa, todas produzidas pelos fibroblastos. Segundo Obagi (2004), as fibras colágenas e elásticas são os tipos principais de fibras da derme, é uma proteína insolúvel que constitui 75% do peso da pele, entre as fibras de colágenos se encontram os fibroblastos são eles responsável pela produção de colágenos e a substância fundamental amorfa da derme, e as fibras elásticas correspondem de 2 % a 4% do volume total da derme e forma uma malha junto aos feixes de colágenos. As fibras de colágeno conferem a estrutura ao tecido e as de elastina, a flexibilidade, e estão intimamente entrelaçadas na derme, sendo um dos principais tecido de suporte da pele. A elastina uma proteína fibrilar de alto poder molecular é composta por vários aminoácidos raros, como desmosina e a isodesmosina, responsáveis por sua característica (NASCIMENTO, et al, 2007). A elasticidade dos tecidos é de fundamental importância para o homem em vários órgãos inclusive a pele, que responde consecutivamente à solicitação fisiológica e patológica no decorrer de sua vida, devido principalmente à presença de fibras elásticas no tecido (MORAES, et al, 2000). As fibras elásticas com lesões recentes apresentam estriadas, e nas lesões envelhecidas, fragmentam-se e se concentram em locais isolados, e assim obtém uma ligeira depressão na textura da pele denominada estria (KEDE e SABATOVICH, 2004). Esta fibra pode ser determinada pela orientação das linhas de fenda, ou linhas de Langer, linha que determinam a orientação das fibras no tecido. A tensão da elasticidade varia de direção conforme a região do corpo, isto é, se deve a variação da direção geral das fibras colágenas e elastina da derme (GUIRRO e GUIRRO, 2010). 3. A Acne A acne é resultado de uma inflamação da pele caracterizada pelo aumento da secreção das glândulas sebáceas possibilitando a formação de uma espécie de sebo. Para Magalhães (2008), a acne é uma afecção inflamatória, multifatorial, com fase aguda e crônica, que acomete especialmente na adolescência, os folículos pilossebáceos da face e do tronco, embora incida mais raramente em outras áreas. Estudos revelam que a acne afeta homens e mulheres indistintamente, mais especificamente na adolescência, nas meninas as primeiras manifestações ocorrem por volta dos 14 anos e nos meninos geralmente aos 16 anos. A acne é uma doença dermatológica que afeta cerca de 80% dos adolescentes predominantemente do sexo feminino, entretanto, as formas mais graves geralmente ocorrem nos homens (AZULAY, 2007). A patogênese da acne consiste de quatro fases distintas, afetando áreas onde há maior concentração de glândulas sebáceas. Para Kede (2004), a patogênese baseia-se em quatro pontos fundamentais, relacionados entre si: a hiperplasia sebácea com hiperseborréia; a hipercornificação ductal folicular; alterações da flora microbiana da pele, com colonização do Propioniobacterium acnes e o surgimento de mediadores inflamatórios ao redor da derme e do folículo. A hiperplasia sebácea é o aumento da produção de sebo ocasionado pela inflamação da glândula sebácea, decorrente do aumento da produção de testosterona e sua taxa metabólica. Segundo Habif (2005), a testosterona é convertida em diidrotestosterona na pele, e age diretamente na glândula sebácea para aumentar seu tamanho e sua taxa metabólica.

4 Fatores associados à predisposição genética possibilitam a hiperqueratinização no folículo pilossebáceo que associado ao sebo, gera o surgimento de uma massa que dá início a formação dos comedões abertos ou fechados. O acúmulo de ceratina na camada córnea causa obstrução do folículo, reduzindo à eliminação do sebo, dando início a formação de microcomedões que funcionam como tampões possibilitando a formação de pústulas (MAGALHÃES, 2008). A alteração da flora microbiana da pele possibilita o surgimento de bactérias, mais comumente a Propioniobacterium acnes, responsável pela inflamação que dá origem a acne. Kede (2004) relata que estudos evidenciam que alterações na composição ou na quantidade da secreção sebácea auxiliariam na alteração do ducto glandular e conseqüente proliferação do Propioniobacterium acnes. Mediadores inflamatórios são substâncias andógenas ou exógenas liberadas durante o processo inflamatório, mantendo, desencadeando, potencializando ou combatendo a inflamação, dependendo se forem isoladas, injetadas ou bloqueadas. Fatores químicos atraem os neutrófilos responsáveis pelo afinamento da parede folicular possibilitando seu rompimento e o surgimento do comedão (HABIF, 2005). Podemos considerar outros fatores que influenciam fortemente no surgimento da acne como, por exemplo, a predisposição genética, o stress ocupacional e emocional, a utilização de cosméticos comedogênicos, reação adversa medicamentosa, uso de esteróides e anabolizantes, entre outros. Outras formas clínicas de acnes devem ser levadas em consideração, tais como, acne escoriada, pré-menstrual, ocupacional, tropical e rosácea (AZULAY, 2006). O diagnóstico da acne é basicamente clínico e deve ser realizado por médico dermatologista, em função da necessidade de se estabelecer o grau de severidade da lesão e o tratamento mais adequado para cada caso. É mais comumente caracterizado pela existência de comedões abertos popularmente conhecido como cravo, fechados ou cravo branco, pápulas e pústulas. O diagnóstico da acne é basicamente clínico e diagnosticado pela presença de lesões, comedões, pápulas, pústulas, nódulos e cistos (KEDE, 2004). Comedões são pequenas saliências esbranquiçadas ou na cor da pele constituídos de sebo ou ceratina, podendo ser aberto ou fechado. Comedões fechados são pequenas pápulas sem tampões visíveis presos abaixo da superfície da epiderme. Já os abertos são pápulas cujo tampão central é formado por ceratina negra, resultado da oxidação do pigmento da melanina (ROBBINS, 2005). As pápulas são resultados do aumento da secreção sebácea combinada com a descamação das células mortas. Essa combinação provoca a ceratinização no interior do folículo ocasionando a sua inflamação, o rompimento de sua parede e o extravasamento desse material para a derme (MAGALHÃES, 2008). O agravamento do quadro inflamatória das pápulas provocado pela presença do Propionibacterium acnes, dá origem a uma grave lesão infecciosa de material purulento denominada de pústulas. Os casos mais graves de formação de pústulas podem ocasionar lesões, cujo rompimento pode provocar sequelas na derme de difícil reversão (HABIF, 2005). Nódulo é resultado de uma lesão profunda da pele ocasionada por uma inflamação, que pode tornar-se supurativa ou hemorrágica, com aproximadamente 5 mm de diâmetro. A ruptura decorrente do nódulo e a sua reepitelização levam a formação de trajetos sinusais revestidos de epitélio que formam cicatrizes desfigurante (HABIF, 2005). Os cistos são originados do acúmulo de secreção ou sebo na parte mais profunda do folículo sebáceo. Nos casos mais graves a retenção do sebo causa uma espécie de tumor subcutâneo, resultado da dilatação excessiva da glândula sebácea, podendo levar ao agrupamento com outros folículos ocasionando a formação de uma espécie de borbulha gigante, cujo tratamento pode requerer um tempo demasiadamente longo (PRESTON, 2007). Nas fases mais severas 4

5 5 da doença podem surgir cistos e nódulos, que podem deixar graves cicatrizes, além de afetar psicológica e socialmente o paciente. A acne é tida como não inflamatória, quando surge apenas comedões. Já nas papulopustulosas se observa a presença de seborréia intensa, com lesões inflamatórias de diferentes graus. O nódulo é resultado do rompimento da parede folicular devido a uma inflamação severa do folículo pilossebáceo, que pode evoluir para cisto. O cisto é resultado da drenagem da secreção no interior dos nódulos, compostos de células epiteliais e pus (KEDE, 2004). O surgimento das acnes está mais comumente ligado a fatores hormonais, mais especificamente aos sexuais, em função disso, essas lesões aparecem com maior frequência durante a puberdade, época que esses hormônios começam a ser produzidos pelo organismo, atingindo a ambos os sexos indistintamente. As acnes surgem com maior frequência no rosto, mas em casos mais raros podem aparecer também no peito, ombro, braços e costas (AUGUSTO et al, 2008). Dependendo do tipo de lesão e o grau de intensidade a acne pode deixar cicatrizes de difícil reversão e, isso é a única consequência fisiológica de longo prazo, entretanto, os fatores psicológicos são os mais preocupantes, podendo ocasionar problemas de autoestima e depressão. A doença tem implicações que vão muito além das poucas marcas que podem surgir prejudicando significantemente o aspecto pessoal e a autoestima (HABIF, 2005). 4. Óleo de Melaleuca Dentre as diversas terapêuticas utilizadas no tratamento da acne, iremos destacar a utilização do Óleo de Melaleuca por sua importante ação antimicrobiana, anti-inflamatória e na inibição do crescimento de bactérias. Árvore nativa da Austrália, a Melaleuca Alternifólia ou Tea Tree, da família botânica da Mirtácea, pode atingir sete metros de altura, tem uma casca fina e folhas alongadas. A árvore cresce muito rapidamente e pode chegar ao ponto de corte após quinze meses do cultivo, podendo ser recortada anualmente. Sua importância econômica esta relacionada à utilização do óleo produzido a partir de suas folhas pelas indústrias farmacêuticas e de cosméticos mundial (WILLIANS apud SIMÕES et al, 2002, p.2). A Melaleuca é conhecida mundialmente por suas propriedades antissépticas, antifúngicas e parasiticidas natural. Estudos relacionados a fatores históricos relatam que as tribos aborígines da Oceania utilizavam o óleo extraído de suas folhas e o misturavam com lama, formando uma espécie de pasta que era utilizada como cicatrizante em cortes e antiinflamatório nas infecções cutâneas (AZEVEDO, 2002). O óleo de Melaleuca é obtido a partir da destilação ou hidrodestilação por arraste a vapor das folhas da árvore, sendo esses métodos os mais eficientes e o de menor custo para a extração dessa substância. A água obtida da derivação desses processos contém uma importante concentração de óleos essenciais largamente testados em laboratórios, que comprovam a importante ação germicida, antibacteriana e antiinflamatória, que inibe o crescimento de diversos micro-organismos entre os quais podemos destacar o Propionibacterium acnes (WILLIANS apud SIMÕES et al, 2002, p.5). Estudos realizados no Royal Prince Hospital, localizado no estado Australiano de Nova Gales do Sul, no ano de 1990, através de testes laboratoriais demonstraram que o Óleo de Melaleuca é um eficaz germicida e antibacteriano e, consequentemente um ótimo antiinflamatório natural para as lesões cutâneas. As análises revelaram que a Melaleuca em função das suas propriedades químicas e terapêuticas, é extremamente eficiente no combate de uma ampla variedade de microorganismos, entre os quais o Propionibacterium acnes que origina a acne.

6 6 A complexidade química do Óleo de Melaleuca que lhe confere uma admirável ação antimicrobiana e bactericida, associada à grande capacidade de se misturar a secreção sebácea e penetrar profundamente na pele, propiciou um crescimento continuado da sua utilização, quando usado como antisséptico tópico na forma de sabonete, sabonete líquido e loção, em substituição aos antibióticos tópicos, pois os estudos demonstraram que a substância quando utilizada em concentração entre 2,5 a 10% é extremamente segura e eficaz (WILLIANS apud SIMÕES et al, 2002, p.8). 5. Metodologia Na pesquisa bibliográfica foram consultadas várias literaturas relativas ao assunto em estudo, artigos publicados na internet e que possibilitaram que este trabalho tomasse forma para ser fundamentado. Segundo Marconi e Lakatos (1992), a pesquisa bibliográfica é o levantamento de toda a bibliografia já publicada, em forma de livros, revistas, publicações avulsas e imprensa escrita. A sua finalidade é fazer com que o pesquisador entre em contato direto com todo o material escrito sobre um determinado assunto, auxiliando o cientista na análise de suas pesquisas ou na manipulação de suas informações. Ela pode ser considerada como o primeiro passo de toda a pesquisa científica, onde, para o desenvolvimento deste artigo, foram consideradas bibliografias datadas de 2005 a 2014, estudas no período de Agosto de 2012 a Maio de Resultados e Discussão O tratamento da acne visa minimizar a formação de cicatrizes, melhorar a aparência, a autoestima e relacionamento daquele indivíduo que encontra-se sob isolamento social, prevenir ou tratar lesões já instaladas, diminuição do desconforto físico desencadeado pelas lesões. Classificar corretamente a acne constitui o primeiro passo para o tratamento mais adequado a ser adotado. Em 1990, a conferência de consenso sobre a classificação da acne concluiu que, o padrão a ser adotado internacionalmente sobre o assunto deveria considerar o grau de comprometimento dos tecidos no local lesionado, o nível de secreção, a existência de hemorragia e dor. Deveria ainda ser considerada a incapacidade ocupacional e os impactos psicossociais ocasionados pela doença (HABIF, 2005). Para Azulay (2006), a classificação clínica da doença dividi-se em acne não inflamatória e inflamatória, sendo a primeira formada por acne comedoniana ou de grau I e a segunda por acne papulopustulosa ou de grau II, císticas ou de grau III, conglobata ou de grau IV e fulminante ou de grau V. O quadro clínico da acne pode ser dividido em cinco estágios. A de grau I é caracterizada pela existência de cravos sem lesões e comedoniana não inflamatórias; a de grau II por cravos e lesões pequenas e inflamadas, pontos amarelos de pus, comedões abertos e fechados; as de grau III por lesões avermelhadas dolorosas e inflamadas, com comedões abertos e fechados; as de grau IV por lesões pequenas, médias e grandes, lesões grandes císticas e abscessos, bastante inflamadas e de aspecto desfigurante e, finalmente a acne de grau V ou acne fulminante, caracterizada pela existência de pápulas, pústulas e nódulos que podem transformar-se em úlceras (MAGALHÃES, 2008). O tratamento da acne deve ocorrer logo após o surgimento das primeiras lesões de modo a evitar sequelas fisiológicas e emocionais como, por exemplo, as cicatrizes e a baixa-estima, podendo ser realizado com medicação de uso local, visando principalmente à redução da inflamação através do controle da oleosidade e da proliferação bacteriana, ou ainda, com uso

7 de medicação oral, geralmente anti-inflamatórios e antibióticos para controlar a infecção e, tratamento hormonal para pacientes do sexo feminino (HABIF, 2005). Segundo Preston (2007), de 80% da população juvenil acometida por algum tipo de acne, principalmente entre as pessoas do sexo feminino, apenas um número insignificante procura um dermatologista para indicar o melhor tratamento. Nesse contexto, para essa parcela da população, o tratamento da acne começa e termina numa farmácia ou loja de cosméticos. Ocorre que nesses estabelecimentos são encontrados diversos produtos para limpeza de pele, tônicos, loções, máscaras e outros itens, que quando utilizados sem orientação profissional ou sem nenhum critério, podem não traduzir o efeito desejado ou mesmo agravar o quadro clínico. Para Draelos (2005), o tratamento da acne pode ser realizado com medicamentos tópicos ou sistêmicos, que são classificadas em categorias de medicamentos prescritos ou não prescritos. Os cosméticos não necessitam de prescrição e podem alterar alguns mecanismos de formação da acne, entretanto, deve-se observar na sua composição a inexistência de substâncias comedogênicas, tais como, manteiga de cacau, óleo mineral de qualidade industrial, miristato de isopropil e petrolatum de qualidade industrial. Os procedimentos para tratamento da acne deverão ser iniciados e ministrados de acordo com o tipo de lesão e o grau de comprometimento. A correta limpeza da pele é de fundamental importância, para tanto, é recomendado o uso de sabonetes sem óleo e loção adstringente. Para atenuar a congestão facial é indicado o uso de mascará emoliente. No tratamento da acne são extremamente úteis as preparações antissépticas e adstringentes (MAGALHÃES, 2008). Os retinóides ou tretinoína são fármacos para o tratamento de acne comedônica, que atuam através da renovação celular, diminuindo a coesão das células queratinizadas, provocando a fragmentação e expulsão dos microcomedões, tendo como consequência a conversão dos comedões fechados em abertos, facilitando dessa forma a sua remoção. Os retinóides tópicos são mais eficientes que as esfoliações e agem também na prevenção comedoniana (VAZ, 2003). O tratamento da acne objetiva a normalização da queratinização folicular, a diminuição da atividade das glândulas sebáceas e da população do Propioniobacterium acnes no folículo, possibilitando dessa forma o controle e diminuição da inflamação (AZULAY, 2007). Durante o processo de desobstrução comedoniana alguns procedimentos básicos por parte do paciente, são essenciais para o sucesso do tratamento, como por exemplo, deve-se orientar o cliente a não tentar fazer a extração manual dos comedões, visando evitar o aumento da lesão e com isso ocasionar cicatrizes; os hábitos de higiene devem ser enfatizados e determinados tipos de cosméticos devem se evitados (KEDE, 2004). O profissional de estética deve considerar a personalidade do paciente, visando evitar que o mesmo fique excessivamente esperançoso quanto aos resultados, para tanto, deve ser informado adequadamente quanto à metodologia a ser adotada, a cronicidade da doença, o tempo de duração e os cuidados com a higiene pessoal. Essas informações são relevantes para evitar que o paciente abandone o tratamento em função de falsas expectativas (KEDE, 2004). No tratamento da acne comedoniana, os retinóides tópicos recomendados por prescrição médica, oferecem respostas rápidas e bastante positivas. Da mesma forma, a microdermoabrasão realizada com cristais finos acoplados à seção, elimina as células mortas possibilitando a desobstrução dos poros melhorando a microcirculação da pele. O uso de vapor de ozônio sob a pele e aplicação de uma leve esfoliação para remoção mecânica dos comedões, além do uso de máscaras queratolíticas melhoram a eficiência do tratamento (MACEDO, 2005). Um estudo realizado em 124 pacientes, durante três meses, apresentado acne suave e moderada, comparou o uso tópico de um concentrado contendo Peróxido de Benzoíla na proporção de 5% e um gel com Óleo de Melaleuca também a 5%, casualmente espalhado na 7

8 8 superfície afetada pela acne diariamente, demonstrou que ambos propiciaram melhoras significativas no número de lesões inflamadas e não inflamadas. Entretanto, o Peróxido de Benzoíla foi um pouco mais consistente nas lesões não inflamadas, ao passo que, os efeitos colaterais foram menos frequentes nos tratamentos com a Melaleuca (AZEVEDO, 2002). Entre os anos de 2004 e 2005, um estudo semelhante foi realizado nos Estados unidos, envolvendo 60 pacientes com acne vulgar facial leve e moderada na faixa etária de 12 a 24 anos, cada um deles com aproximadamente 20 comedões. A metodologia da pesquisa consistia em dividir os participantes em dois grupos de 30 pessoas, denominados de grupos A e B, sendo que, o primeiro grupo seria tratado com óleo de melaleuca a 5% ao passo que, o segundo receberia aplicações de placebo em gel na mesma proporção, duas vezes ao dia durante 20 minutos por 45 dias. O resultado demonstrou que o grupo A tratado com óleo de melaleuca obteve um redução nas lesões equivalente a 43,64%, enquanto a redução no grupo B, que se utilizou de placebo foi de apenas 12,03%. Outro fator importante esta relacionado ao índice de pacientes que relataram algum tipo de reação adversa, de apenas 10% o mesmo percentual relatado pelos membros do grupo B. Desta forma, o tratamento com óleo de melaleuca a 5% se mostrou bastante eficaz contra as manifestações da acne e com raríssimos casos de reação alérgica (ENSHAIEH, 2007). Segundo De Santi (2003), o óleo de melaleuca apresenta ação germicida, bacteriostático, fungistático, antimicrobiano e antiinflamatório. A associação dessas propriedades classifica o óleo essencial da melaleuca como um excelente cicatrizante e analgésico. O óleo pode ser apresentado na forma hidrossolúvel e lipossolúvel. Hidrossolúvel é a característica dos produtos que podem ser dissolvidos em água. Assim, o óleo essencial de melaleuca pode ser desenvolvido para formulações límpidas por se tratar de uma microemulsão aquosa sob a forma de gel antiacne, sabonete líquido antibacteriano ou gotas. Já a versão lipossolúvel, por se tratar de substância altamente solúvel na presença de lipídeos e gorduras, além da indicação para o tratamento da acne, pode ser utilizada como antisséptico e antifúngico na forma de sabonete e loção. Os tratamentos tradicionais a base de antibióticos tópicos tem demonstrado grande eficiência, entretanto, vale ressaltar que esse tipo de medicamento quando utilizado por um longo período de tempo, se tornam menos eficazes em função do organismo desenvolver resistência aos componentes da fórmula. Esse fato associado a uma demanda maior por tratamento alternativos faz do óleo de melaleuca um substituto ideal aos antibióticos, dado os resultados expressivos com esse tipo de substância. 7. Conclusão Embora a acne seja considerada pela grande maioria da população como uma doença natural da adolescência e que raramente persiste na fase adulta, o certo é que quanto mais precocemente as lesões forem tratadas, maior a probabilidade de sucesso e menor será a possibilidade dessas lesões deixarem cicatrizes permanentes. A mudança de comportamento quanto à forma de se tratar a acne e seus efeitos nocivos no aspecto físico e mental, está relacionado ao processo de reeducação dos pais, maior informação nas escolas e nos meios de comunicação para a população em geral, quanto à gravidade da doença. Estudos relacionados às propriedades curativas do óleo de melaleuca demonstraram que essa substância apresenta ação germicida, bacteriostática, fungistática, antimicrobiana e antiinflamatória e que, sua eficácia no tratamento da acne esta associado à ação antibacteriana que inibe a proliferação de diversos tipos de micro-organismos, entre os quais as bactérias associadas à acne.

9 9 Os consumidores cada vez mais preocupados com a sua saúde, sua alimentação e os efeitos negativos provocados pelos medicamentos sintéticos, passaram a buscar alternativas naturais, entre elas, para o tratamento da acne, surgiu o uso de óleo de melaleuca. Embora existam relatos do uso do óleo de melaleuca pelas tribos aborígines da Oceania desde a antiguidade, o uso pela indústria farmacêutica é bem recente e alguns aspectos relacionados à sua eficácia carecem de estudos científicos mais apurados. Desta forma, sugerimos que se realizem novas pesquisas direcionadas a utilização da melaleuca nas patologias ligadas a acne, considerando-se o fato que a demanda por produtos naturais encontra-se em plena expansão, afetando diretamente a indústria farmacêutica e de estética. 8. Referências AUGUSTO, Adriana Borges; DUARTE, Cíntia Soraia. et al. Curso didático de estética. São Paulo: Yendis, AZEVEDO, Silberto. Óleo de Melaleuca ou Tea Tree Oil Um poderoso antisséptico, germicida e fungicida natural. Disponível em: <http://www.lemnisfarmacia.com.br/oleo-demelaleuca-tea-tree-oil-um-poderoso-antisseptico-germicida-e-fungicida-natural/> Acesso em: 10 de janeiro de AZULAY, Luna; BONALUMI, Aguinald; AZULAY, David Rubem; LEAL, Fabiano. Atlas de Dermatologia. Rio de Janeiro: Elsevier, AZULAY, Rubem David; AZULAY, David Rubem. Dermatologia. 4 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, DE SANTI, Erika. Dicionário de Princípios Ativos em Cosmetologia. São Paulo: Andrei, DRAELOS, Zoe Diana. Cosmecêuticos. Rio de Janeiro: Elsevier, ENSHAIEH, S.; JOOYA,A; SIDAT, A.H et al. Eficácia do Óleo de Melaleuca 5% na acne vulgar leve a moderada: um estudo randomizado, duplo cego e controlado por placebo. Disponível em: Acesso em 23 de janeiro de FURASTÉ, Pedro Augusto. Normas Técnicas para o Trabalho Científico Elaboração e Formatação. 14 ed. Porto Alegre: Brasul, HABIF, Thomas P. Dermatologia Clínica: Guia Colorido para Diagnóstico e Tratamento. 4 ed. Porto Alegre: Artmed, KEDE, Maria Paulina Villarejo; SABATOVICH, Oleg. Dermatologia Estética. São Paulo: Atheneu, MACEDO, Otávio R. A Construção da Beleza. São Paulo: Globo, MAGALHÃES, João. Estética Fundamentos. Rio de Janeiro: Medical Plástica, 2008.

10 10 PEREIRA, José Matias. Metodologia da Pesquisa. Brasília: Universidade Corporativa Banco do Brasil, PRESTON, Lydia; MACEDO, Otávio. Acne tem Cura. São Paulo: Globo, ROBBINS, Stanley L.; COTRAN, Ramzi S. Patologia Bases Patológicas das Doenças. 7 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, SIMÕES, Roberta Pessoa; GROPPO, Francisco Carlos; et al. Efeito do Óleo de Melaleuca Alternifólia sobre a Infecção Estafilocócica. Disponível em: <http://www.aja.org.br/oleos/estudo_tea_tree4.pdf> Acesso em: 22 de junho de VAS, Ana Lúcia. Acne Vulgar: bases para o seu tratamento. Disponível em: <http://www.srsdocs.com/parcerias/publicacoes/diversos/acne_resumo.pdf> Acesso em: 22 de junho de 2010.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado.

A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. Histórico A Moda do Bronzeado... Entre as duas grandes Guerras inicia-se a liberação feminina. Coco Chanel lança a moda do bronzeado. A pele bronzeada tornou-se moda, sinal de status e saúde. Histórico

Leia mais

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria

Acne. Como Podemos Tratar em Parceria Acne Como Podemos Tratar em Parceria Ademir Júnior - Médico Fabiana Padovez Esteticista Espaço de Medicina e Saúde Dr Ademir Júnior Universidade Anhembi Morumbi Acne Nome popular: Cravos e Espinhas Doença

Leia mais

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral:

TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - 12/05/2015. Manifestações clínicas. Geral: Geral: TECNOLOGIA FARMACÊUTICA E DE COSMÉTICOS -ACNE TRATAMENTOS - Profa. Ms. Priscila Torres ACNE: síndrome cutânea exteriorizada clinicamente por elementos eruptivos, onde podem estar presente comedões,

Leia mais

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são:

A acne é uma complicação da pele oleosa que afeta os folículos pilo sebáceos e os fatores envolvidos no aparecimento e na evolução são: Acne Segundo dados divulgados pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), em 2009, acne é o problema dermatológico mais comum na população brasileira, afetando 56,4% das pessoas, além de ser o motivo

Leia mais

abscessos interconectados e cicatrizes.

abscessos interconectados e cicatrizes. Tabela 1. Tipologia da acne e suas características clinicas TIPO DE ACNE CARACTERÍSTICA Acne Vulgar ou Juvenil Forma mais comum da acne, de elevada prevalência na adolescência (85%) acomete ambos os sexos.

Leia mais

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR

A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR A EFETIVIDADE DO PEELING DE ÁCIDO MANDÉLICO NO TRATAMENTO DA ACNE VULGAR INTRODUÇÃO Zeferina Alexandra Trizotti da Silva Talita de Oliveira da Silva A acne é uma das alterações cutâneas mais comuns, sua

Leia mais

- CURSO DE MAQUIAGEM -

- CURSO DE MAQUIAGEM - - CURSO DE MAQUIAGEM - Copyright -Todos os direitos reservados. A reprodução não autorizada destes materiais, no todo ou em parte, constitui violação do direitos autorais. (Lei nº 9.610). A PELE CONHECENDO

Leia mais

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções:

A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: CUIDADOS COM A PELE A pele é um sistema orgânico que, quando mantida sua integridade, tem como funções: Regular a temperatura do nosso corpo; Perceber os estímulos dolorosos e agradáveis; Impedir a entrada

Leia mais

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética.

Dica: O visitador pode acompanhar a manipulação dos produtos, bem como sua aditivação com os ativos para melhor entendimento desta forma cosmética. Acne e Hidratação. Objetivo da Escolha do Tema A hidratação da pele é de fundamental importância para a manutenção dos mecanismos fisiológicos e bioquímicos da pele como os mecanismos celulares de proteção

Leia mais

D E R M A T I T E S HISTÓRIA

D E R M A T I T E S HISTÓRIA D E R M A T I T E S As dermatoses ocupacionais, conhecidas como dermatites de contato, manifestam-se através de alterações da pele e decorrem direta ou indiretamente de certas atividades profissionais.

Leia mais

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi

Gomagem e Esfoliação. Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Gomagem e Esfoliação Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Corporal I Profª. Mayara L. Vareschi Membrana que recobre toda a superfície corpórea Maior órgão do corpo humano (2m² e 4kg) Resistente e flexível

Leia mais

Relatório Especial de Milagre Para A Acne

Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 1 A Acne: Chega de Mentiras Relatório Especial de Milagre Para A Acne www.milagreparaaacne.com 2 Existem pessoas que, durante toda sua vida, nunca sofrem de acne, enquanto outras

Leia mais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais

2- Causas A Acne é causada por alteração em 4 fatores principais ACNE Autor: Prof. Dr. Miguel Francischelli Neto Mestre e Doutor em Cirurgia Faculdade de Ciências Médicas da Universidade de Campinas Professor do Curso de Pós-Graduação em Medicina Estética da Universidade

Leia mais

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay

Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay Sistema de Cuidados com a Pele com Tendência a Acne Mary Kay O que é Acne? Acne é uma condição da pele que ocorre quando os pelos ficam obstruídos por sebo e células mortas, ficando colonizados por bactérias

Leia mais

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO

PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO RESUMO PREVENÇÃO DO ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E ATENUAÇÃO DE LINHAS DE EXPRESSÃO PELO AUMENTO DA SÍNTESE DE COLÁGENO MACIEL, D. 1 ; OLIVEIRA, G.G. 2. 1. Acadêmica do 3ºano do Curso Superior Tecnólogo em Estética

Leia mais

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5%

Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Acnase Creme Enxofre 2% Peróxido de Benzoíla 5% Creme: apresentado em bisnagas com 25 g. USO TÓPICO. USO ADULTO E EM PACIENTES ACIMA DE 12 ANOS. Cada g de creme contém: Peróxido de Benzoíla... 50 mg Enxofre...

Leia mais

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG).

APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). APLICAÇÃO DO ULTRASSOM NA ESTÉTICA CORPORAL NO TRATAMENTO DO FIBRO EDEMA GELÓIDE (FEG). Cintia Tosoni Leonardo Ribeiro (*) Monia Luci Pawlowski (*) Tatiane Costa de Sousa (*) (*) Acadêmicas do CST em Estética

Leia mais

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos.

ANATOMIA HUMANA II. Roteiro Sistema tegumentar. Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR. Prof. Me. Fabio Milioni. Conceito Estruturas. Pele Anexos. ANATOMIA HUMANA II Enfermagem SISTEMA TEGUMENTAR Prof. Me. Fabio Milioni Roteiro Sistema tegumentar Conceito Estruturas Pele Anexos Funções 1 CONCEITO Estudo Microscópico Maior orgão do corpo humano Proporciona

Leia mais

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne

Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne Uso do ácido glicólico em produtos cosméticos para tratamento tópico da acne 1 Ana Paula Wippel - Acadêmica do Curso de Tecnologia em Cosmetologia e Estética, da Universidade do Vale do Itajaí, Balneário

Leia mais

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações.

Betacariofileno: é um germicida natural obtido do óleo essencial da Copaifera officinalis, sendo excelente para prevenção de infecções e inflamações. TRIPLE A SYSTEM TRIPLO NO COMBATE CONTRA A ACNE Redução de 30% dos comedões e de 65% da oleosidade Aprovado por mais de 85% dos pacientes TRIPLE A SYSTEM é um sistema triplo no combate à acne, formado

Leia mais

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015

Sistema Tegumentar. Arquitetura do Tegumento. Funções do Sistema Tegumentar Proteção 09/03/2015 Sistema Tegumentar Sistema Tegumentar É constituído pela pele, tela subcutânea e seus anexos cutâneos Recobre quase toda superfície do corpo Profa Elaine C. S. Ovalle Arquitetura do Tegumento Funções do

Leia mais

Acneless Tratamento Cosmético da Acne

Acneless Tratamento Cosmético da Acne INCI: Water (and) Salvia officinalis (and)quillaya saponaria (and) Zizyphus joazeiro (and) Alcohol (and) Glycerin (and) Saccharomyces silicon ferment (and) Saccharomyces magnesium ferment (and)saccharomyces

Leia mais

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide

Fibro Edema Gelóide. Tecido Tegumentar. Epiderme. Epiderme. Fisiopatologia do FibroEdema Gelóide Lipodistrofia Ginóide Estria Discromia Distúrbios inestéticos O termo "celulite" foi primeiro usado na década de 1920, para descrever uma alteração estética da superfície cutânea (ROSSI & VERGNANINI, 2000)

Leia mais

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br

Anatomia da pele. Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira. marcos.oliveira@fadergs.edu.br Anatomia da pele Prof. Dr. Marcos Roberto de Oliveira marcos.oliveira@fadergs.edu.br SISTEMA TEGUMENTAR: PELE E FÁSCIA Funções: proteção regulação térmica sensibilidade Sua espessura varia de 0.5mm nas

Leia mais

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR

SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR SECRETARIA DE SEGURANÇA PÚBLICA/SECRETARIA DE EDUCAÇÃO POLÍCIA MILITAR DO ESTADO DE GOIÁS COMANDO DE ENSINO POLICIAL MILITAR COLÉGIO DA POLÍCIA MILITAR SARGENTO NADER ALVES DOS SANTOS SÉRIE/ANO: 1ª TURMA(S):

Leia mais

Reparo, formação de cicatriz e fibrose. Prof. Thais Almeida

Reparo, formação de cicatriz e fibrose. Prof. Thais Almeida Reparo, formação de cicatriz e fibrose Prof. Thais Almeida Reparo Definição: Restituição incompleta do tecido lesado, com substituição apenas de algumas estruturas perdidas. Quando há acometimento do parênquima

Leia mais

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g

Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém: eritromicina base... 20 mg excipiente q.s.p... 1 g Ilosone Gel Tópico eritromicina Forma farmacêutica e apresentação Gel Tópico: Cartucho com 1 bisnaga contendo 60 g. USO ADULTO E PEDIÁTRICO USO EXTERNO Composição Cada grama de Ilosone Gel Tópico contém:

Leia mais

O que é câncer de mama?

O que é câncer de mama? Câncer de Mama O que é câncer de mama? O câncer de mama é a doença em que as células normais da mama começam a se modificar, multiplicando-se sem controle e deixando de morrer, formando uma massa de células

Leia mais

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira

TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Indicadas para modelar o corpo e reduzir medidas; além de ser importante no combate contra a celulite; TRATAMENTOS ESTÉTICOS Professora: Debora Siqueira MASSAGEM MODELADORA Esta técnica,

Leia mais

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos

TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA. Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos TRATAMENTO ESTÉTICO DA PELE NEGRA Prof. Esp. Maria Goreti de Vasconcelos A etnia confere características herdadas que devem ser valorizadas na indicação de procedimentos e tratamentos e na avaliação de

Leia mais

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO Marcela Altvater canaldoprofissional@buonavita.com.br DEFINIÇÃO A Acne é uma afecção da pele que atinge a unidade pilossebácea e é caracterizada

Leia mais

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas

Grupo de células que, em geral, tem umaorigem embrionária comum e atuam juntas para executar atividades especializadas UNIVERSIDADE DE CUIABÁ NÚCLEO DE DISCIPLINAS INTEGRADAS DISCIPLINA: CIÊNCIAS MORFOFUNCIONAIS I Considerações Gerais sobre HISTOLOGIA Professores: Ricardo, Lillian, Darléia e Clarissa UNIVERSIDADE DE CUIABÁ

Leia mais

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele

Peeling Diamante. Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Auxiliando no rejuvenescimento e na limpeza de pele Promove o rejuvenescimento da pele Atenua rugas e linhas finas Eficaz no tratamento de estrias Altamente indicado no tratamento de cicatrizes de acne

Leia mais

Workshop de Conhecimentos sobre Pele

Workshop de Conhecimentos sobre Pele Workshop de Conhecimentos sobre Pele Objetivos Após concluir o treinamento você será capaz de compartilhar com suas clientes: Como funciona a pele. Características de cada tipo de pele. Como classificar

Leia mais

Posso fazer a barba?

Posso fazer a barba? A UU L AL A Posso fazer a barba? Você estudou na Aula 6 as transformações que acontecem durante a puberdade feminina. Agora chegou a hora de falarmos da puberdade masculina. Para os meninos, a puberdade

Leia mais

Semissólidos ERIKA LIZ

Semissólidos ERIKA LIZ Semissólidos ERIKA LIZ Ação As preparações são aplicadas à pele por seus efeitos físicos, ou seja, sua capacidade de agir como protetores, lubrificantes, emolientes, secantes, ou devido ao efeito específico

Leia mais

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra

LUZ INTENSA PULSADA FOTOREJUVENESCIMENTO. Princípios Básicos - P arte II. Dra Dolores Gonzalez Fabra LUZ INTENSA PULSADA Princípios Básicos - P arte II FOTOREJUVENESCIMENTO Dra Dolores Gonzalez Fabra O Que é Fotorejuvescimento? Procedimento não ablativo e não invasivo. Trata simultaneamente hiperpigmentações,

Leia mais

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares

Métodos e Técnicas Aplicadas à Estética Facial Prof a. Bianca. Lesões elementares Lesões elementares Modificações da pele determinadas por processos inflamatórios, circulatórios, metabólicos, degenerativos, tumorais, defeitos de formação. Lesões Elementares Lesões Primárias Alteração

Leia mais

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS ENVELHECIMENTO CUTÂNEO E RUGAS BIOTIPOS CUTÂNEOS Pele normal Pele lisa, fina, firme, sólida; Há um equilíbrio das secreções sebáceas e sudoríparas; Elástica e flexível; Ausência visível de lesões ou desconforto.

Leia mais

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço:

Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele 1 Benefícios: Duração: Preço: 2. Limpeza de Pele 2 Duração: Preço: Tratamentos de Rosto 1. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com extracção manual de impurezas com vapor. 2. Limpeza de Pele para rosto e pescoço com aplicação de mousse. 3. Limpeza de Pele com peeling

Leia mais

COMPLETE R. Redução da Celulite. Informações Técnicas

COMPLETE R. Redução da Celulite. Informações Técnicas Informações Técnicas COMPLETE R Redução da Celulite INCI NAME: Water, Propylene Glycol, Caffeine, L-Carnitine, Imidazolidinyl Urea, Methylparaben and Propylparaben. INTRODUÇÃO A celulite é uma deformação

Leia mais

Papilomavírus Humano HPV

Papilomavírus Humano HPV Papilomavírus Humano HPV -BIOLOGIA- Alunos: André Aroeira, Antonio Lopes, Carlos Eduardo Rozário, João Marcos Fagundes, João Paulo Sobral e Hélio Gastão Prof.: Fragoso 1º Ano E.M. T. 13 Agente Causador

Leia mais

Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm)

Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm) 4 Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) Laser Terapêutico Infravermelho (808 nm) LED Azul (+/-470 nm) LED Âmbar (+/-590 nm) 4 Laser Terapêutico Vermelho (660 nm) -Absorvido por substâncias presentes na mitocôndria

Leia mais

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml

TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml TEGAN alfaestradiol Solução tópica (capilar) 0,25 mg/ml USO TÓPICO USO ADULTO FORMAS FARMACÊUTICAS E APRESENTAÇÕES Solução tópica capilar contendo 0,25 mg de alfaestradiol. Embalagem com 1 frasco plástico

Leia mais

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS

PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS PREVENÇÃO DA FORMAÇÃO DE ESTRIAS Existem fatores extrínsecos e intrínsecos que predispõem a ocorrência das estrias. O principal fator extrínseco é o trauma mecânico ( estresse mecânico), porém, ainda mais

Leia mais

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas

Limpeza de Pele. Limpeza de Pele. Etapas da Limpeza de Pele 09/03/2015. Indicada para todos os tipos de pele. Remove todos os tipos de impurezas Limpeza de Pele Indicada para todos os tipos de pele Remove todos os tipos de impurezas Tonifica, hidrata e nutri a pele, facilitando assim uma maior absorção de princípios ativos Ft. Elaine C. S. Ovalle

Leia mais

ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO

ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 ACNE DIFERENTES TIPOLOGIAS E FORMAS DE TRATAMENTO Ana Paula Serra de Araújo 1 ; Daniela Cardoso Delgado 2 ; Regiane Marçal 3 RESUMO: O presente estudo

Leia mais

AQUAPORINAs - 3 ª GERAÇÃO DE HIDRATANTES. LLepiscopo

AQUAPORINAs - 3 ª GERAÇÃO DE HIDRATANTES. LLepiscopo AQUAPORINAs - 3 ª GERAÇÃO DE HIDRATANTES ÁGUA: ORIGEM DA VIDA A vida se iniciou nos oceanos, onde se originaram os primeiros espécimes Necessária a todos os organismos; Fonte renovável, porém preciosa.

Leia mais

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino

Função orgânica nossa de cada dia. Profa. Kátia Aquino Função orgânica nossa de cada dia Profa. Kátia Aquino Vamos analisar! Funções Carboidratros (ou Glicídios) Energética: eles são os maiores fornecedores de energia para os seres vivos, principalmente a

Leia mais

Acnase Avert Laboratórios Ltda. Creme Dermatológico. Enxofre + Peróxido de benzoíla. 20mg/g + 50 mg/g

Acnase Avert Laboratórios Ltda. Creme Dermatológico. Enxofre + Peróxido de benzoíla. 20mg/g + 50 mg/g Acnase Ltda. Creme Dermatológico Enxofre + Peróxido de benzoíla 20mg/g + 50 mg/g IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Acnase enxofre peróxido de benzoíla APRESENTAÇÕES: Creme dermatológico com 20 mg/g de enxofre

Leia mais

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA

TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA TECIDO CONJUNTIVO HISTOLOGIA CARACTERÍSTICAS GERAIS: - Unem e sustentam outros tecidos - Não apresentam células justapostas - Possuem vários tipos de células - Possuem matriz intercelular material gelatinoso

Leia mais

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade

COLÉGIO JARDINS. Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade COLÉGIO JARDINS Aluno: Data: / / SÉRIE: 1º A( ) B( ) Profº Marcos Andrade TECIDO CONJUNTIVO I São aqueles que atuam nas funções de preenchimento de espaços entre órgãos, sustentação, defesa e nutrição.

Leia mais

Descobrindo o valor da

Descobrindo o valor da Descobrindo o valor da Ocâncer de mama, segundo em maior ocorrência no mundo, é um tumor maligno que se desenvolve devido a alterações genéticas nas células mamárias, que sofrem um crescimento anormal.

Leia mais

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC

COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC COSMETOLOGIA (Farmácia) Profa. Thabata Veiga PRONATEC Índice de Massa Corporal Classificação quanto a Distribuição de Gordura: Difusa: distribuição generalizada por todo o corpo Androide: relacionada a

Leia mais

INCI. Biocomplexo anticelulítico de plantas da Amazônia com destacada ação Drenante. Definição

INCI. Biocomplexo anticelulítico de plantas da Amazônia com destacada ação Drenante. Definição Produto INCI Definição SLIMBUSTER H Water and Butylene Glycol and PEG-40 Hydrogenated Castor Oil and Ptychopetalum Olacoides Extract and Trichilia Catigua Extract and Pfaffia sp Extract Biocomplexo anticelulítico

Leia mais

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos

Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS. HISTOLOGIA = estudo dos tecidos Níveis de organização do corpo humano - TECIDOS HISTOLOGIA = estudo dos tecidos TECIDOS Grupos de células especializadas, semelhantes ou diferentes entre si, e que desempenham funções específicas. Num

Leia mais

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio

MENOPAUSA E PELE. Dra Cintia Lima Procopio MENOPAUSA E PELE Dra Cintia Lima Procopio Graduação em Medicina pela Universidade de Cuiabá- UNIC. Pós-graduação em Dermatologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro- UFRJ Titulo de Especialista

Leia mais

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO

TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO TRATAMENTO DE PELE ACNEICA: PROPOSTA DE TRATAMENTO DIFERENCIADO Adriana Arruda sac@buonavita.com.br DEFINIÇÃO A Acne é uma afecção da pele que atinge a unidade pilossebácea e é caracterizada pela presença

Leia mais

Despigmentantes ou agentes clareadores:

Despigmentantes ou agentes clareadores: Despigmentantes ou agentes clareadores: Na pele os melanócitos estão presentes na camada basal da epiderme,na junção dermoepiderme e são responsáveis pela produção de melanina. Ocorrem numa taxa de aproximadamente

Leia mais

Omiderm é o produto mais próximo à pele humana que você pode utilizar enquanto não produzir a sua própria.

Omiderm é o produto mais próximo à pele humana que você pode utilizar enquanto não produzir a sua própria. Omiderm é o produto mais próximo à pele humana que você pode utilizar enquanto não produzir a sua própria. Dr. Theodore Tromovich Burlingame CA. Mais que um curativo, Omiderm é o resultado de todo um trabalho

Leia mais

TECIDOS. 1º ano Pró Madá

TECIDOS. 1º ano Pró Madá TECIDOS 1º ano Pró Madá CARACTERÍSTICAS GERAIS Nos animais vertebrados há quatro grandes grupos de tecidos: o muscular, o nervoso, o conjuntivo(abrangendo também os tecidos ósseo, cartilaginoso e sanguíneo)

Leia mais

Natural&Orgânico. Beleza&Bem Estar. Cosméticos Naturais, Orgânicos e Aromaterapia

Natural&Orgânico. Beleza&Bem Estar. Cosméticos Naturais, Orgânicos e Aromaterapia Natural&Orgânico Equilíbrio Harmonia Beleza&Bem Estar Cosméticos Naturais, Orgânicos e Aromaterapia Bem vindos a Beleza Natural! Na Arte dos Aromas, a natureza é a nossa fonte de inspiração. Acreditamos

Leia mais

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer

Câncer de Pele. Os sinais de aviso de Câncer de Pele. Lesões pré câncerigenas. Melanoma. Melanoma. Carcinoma Basocelular. PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré câncerigenas Os sinais de aviso de Câncer de Pele Câncer de Pele PEC SOGAB Júlia Käfer Lesões pré-cancerosas, incluindo melanoma, carcinoma basocelular e carcinoma espinocelular. Estas lesões

Leia mais

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista

Um novo conceito em peeling sequencial. Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista Um novo conceito em peeling sequencial Prof.Ms.Edivana Poltronieri Fisioterapeuta Dermato-Funcional e Esteticista O QUE É O PEELING 3D? Método diferenciado e patenteado de peeling superficial sequencial

Leia mais

HIPERPLASIA DA GLÂNDULA DA CAUDA FELINA Relato de Caso

HIPERPLASIA DA GLÂNDULA DA CAUDA FELINA Relato de Caso ANAIS DA III SEPAVET SEMANA DE PATOLOGIA VETERINÁRIA E DO II SIMPÓSIO DE PATOLOGIA VETERINÁRIA DO CENTRO OESTE PAULISTA FAMED FACULDADE DE MEDICINA VETERINÁRIA DA FAEF ---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária

Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária Um olhar rumo ao futuro da oftalmologia veterinária Linha Oftálmica Labyes Primeira Linha Oftálmica com Sulfato de Condroitina Labyes foi o primeiro laboratório do mundo a desenvolver uma linha oftálmica

Leia mais

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe!

Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Aula: 31 Temática: Vitaminas parte I Nestas últimas aulas irei abordar acerca das vitaminas. Acompanhe! Introdução O termo vitamina refere-se a um fator dietético essencial requerido por um organismo em

Leia mais

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO.

O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. O USO DE TERAPIA COMBINADA ENTRE ATIVOS COSMÉTICOS ADCOS E HYGIALUX KLD NO TRATAMENTO DE ACNE GRAU III: UM ESTUDO COMPARATIVO. THE USE OF COMBINATED THERAPY BETWEEN ADCOS ACTIVES COSMETICS AND KLD HYGIALUX

Leia mais

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo

A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo A Utilização da Vitamina C e do Peeling de Diamante no Tratamento do Melasma Facial: um estudo comparativo The Use of Vitamin C and Peeling Diamond in the Treatment of Facial Melasma: a comparative study

Leia mais

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo:

EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA. 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: EXERCÄCIOS DE HISTOLOGIA 1- (PUC-2006) Associe o tipo de tecido animal Å sua correlaçéo: 1) Tecido Ñsseo compacto 2) Tecido Ñsseo esponjoso 3) Cartilagem hialina 4) Cartilagem elöstica 5) Cartilagem fibrosa

Leia mais

Tratamento com Bandagens e Cosméticos

Tratamento com Bandagens e Cosméticos Tratamento com Bandagens e Cosméticos Argilaterapia A argila é uma terra especial que absorve os princípios vitais do sol, da água e do ar, constituindo-se em um poderoso agente de recuperação física.

Leia mais

Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais.

Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais. Tricologia Afecções capilares/procedimento/práticas assistenciais. Anexo da pele Anatomia do couro cabeludo Doenças de couro cabeludo Protocolo Definições patológicas Tratamento patológicos Matérias e

Leia mais

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera

REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera REVISAGE 3D Dr. Milton Beltrão Jr. Consultor Facial - Onodera Revisage3D Você verá nesta aula: Definição Envelhecimento; Sistema Tegumentar; Alterações Envelhecimento; Revisage 3D; Indicações e Contra-Indicações;

Leia mais

Coffea arábica (Coffee) seed oil and Vegetable steryl esters. Modificador mecanobiológico da celulite e gordura localizada.

Coffea arábica (Coffee) seed oil and Vegetable steryl esters. Modificador mecanobiológico da celulite e gordura localizada. Produto INCI Definição Propriedades SLIMBUSTER L Coffea arábica (Coffee) seed oil and Vegetable steryl esters Modificador mecanobiológico da celulite e gordura localizada. - Diminui a gordura localizada

Leia mais

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece?

Glaucoma. O que é glaucoma? Como acontece? Glaucoma O que é glaucoma? Glaucoma é uma doença crônica do olho (que dura toda a vida), que ocorre quando há elevação da pressão intra-ocular (PIO), que provoca lesões no nervo ótico e, como conseqüência,

Leia mais

Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna

Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna 10 Capítulo 3 Úlceras Tróficas de Perna As úlceras tróficas de perna constituem uma doença mutilante comum, que surge geralmente a partir de um pequeno trauma ou de uma infecção secundária em regiões da

Leia mais

Conceito InflammAging

Conceito InflammAging Conceito InflammAging Em cosméticos, inflamação e envelhecimento normalmente são tratados separadamente. Pesquisas recentes tem mostrado que o envelhecer está acompanhado por um pequeno grau de inflamação

Leia mais

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Considerada como elemento essencial para a funcionalidade 13 Epidemiologia e Flexibilidade: Aptidão Física Relacionada à Promoção da Saúde Gláucia Regina Falsarella Graduada em Educação Física na Unicamp Considerada como elemento essencial para a funcionalidade

Leia mais

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO

MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO MICROBIOTA OU FLORA NORMAL DO CORPO HUMANO Disciplina: Microbiia e Parasitia Patrícia de Lima Martins INTRODUÇÃO O que é Microbiota? MICROBIOTA São os microrganismos (bactérias, fungos, vírus e protozoários)

Leia mais

Ácido Retinóico (Tretinoina)

Ácido Retinóico (Tretinoina) Material Técnico Ácido Retinóico (Tretinoina) Identificação Fórmula Molecular: C 20 H 28 O 2 Peso molecular: 300,4 DCB / DCI: 08848 Tretinoina CAS: 302-79-4 INCI: Não aplicável Denominação botânica: Não

Leia mais

AA 2-G (Vitamina C estabilizada)

AA 2-G (Vitamina C estabilizada) AA 2-G (Vitamina C estabilizada) INCI NAME: Ácido ascórbico-2-glicosilado CAS Number: 129499-78-1 Descrição: O AA2G (Ácido Ascórbico 2-Glicosídeo) é a vitamina C (ácido ascórbico) estabilizada com glicose.

Leia mais

Ecologie agora é Bril Cosméticos

Ecologie agora é Bril Cosméticos Ecologie agora é Bril Cosméticos Diversidade de produtos será reforçada na Beauty Fair Nasce uma nova empresa de cosméticos no mercado brasileiro. A Bril Cosméticos surgiu a partir da aquisição da Ecologie,

Leia mais

COMO SURGEM OS TECIDOS

COMO SURGEM OS TECIDOS TECIDO EPITELIAL COMO SURGEM OS TECIDOS Nos seres de reprodução sexuada, que constituem a maioria dos organismos, todas as células surgem a partir de uma única célula, a célula-ovo. Esta sofre divisões

Leia mais

ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS.

ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS. ESTUDOS SOBRE PELE, ACNE, SEUS CUIDADOS, E BACTÉRIAS. Cristiane Campos crisdepilgel.itabuna@yahoo.com.br ANATOMIA DA PELE A pele é um dos maiores órgãos do corpo humano, correspondendo a 16% de seu peso.

Leia mais

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas.

Tralen 1% tioconazol. Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. Tralen 1% tioconazol I - IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO Nome comercial: Tralen Nome genérico: tioconazol APRESENTAÇÕES Tralen 1% pó dermatológico em embalagem contendo 1 frasco plástico com 30 gramas. VIA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO DIRETORIA DE ENFERMAGEM SERVIÇO DE EDUCAÇÃO EM ENFERMAGEM MINICURSO: Assistência de enfermagem ao cliente com feridas Ferida cirúrgica 1º Semestre de 2013 Instrutora:

Leia mais

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele

A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele Texto de apoio ao curso de Especialização Atividade física adaptada e saúde Prof. Dr. Luzimar Teixeira A verdade Sobre os Cosméticos e suas Ações Sobre a Pele A cosmetologia atualmente vem ganhando notoriedade,

Leia mais

Prática Nutrição Externa

Prática Nutrição Externa Prática Nutrição Externa Demonstração prática de uso dos produtos de nutrição externa e seus efeitos imediatos. Como a pele é o maior órgão do corpo os produtos são recomendados tanto para homens quanto

Leia mais

Iberostar Bahia. Sensação SPA

Iberostar Bahia. Sensação SPA Iberostar Bahia A vida deve ser vivida com alegria. Para consegui-lo, foram elaborados alguns tratamentos inspirados nas propriedades benéficas d água e das algas marinas no cultivo da beleza e da saúde.

Leia mais

ESCLERODERMIA LOCALIZADA LOCALIZED SCLERODERMA

ESCLERODERMIA LOCALIZADA LOCALIZED SCLERODERMA ESCLERODERMIA LOCALIZADA LOCALIZED SCLERODERMA Esclerodermia significa pele dura. O termo esclerodermia localizada se refere ao fato de que o processo nosológico está localizado na pele. Por vezes o termo

Leia mais

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata.

Azul. Novembro. cosbem. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. cosbem COORDENAÇÃO DE SAÚDE E BEM-ESTAR Novembro Azul Mês de Conscientização, Preveção e Combate ao Câncer De Próstata. Mergulhe nessa onda! A cor da coragem é azul. NOVEMBRO AZUL Mês de Conscientização,

Leia mais

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida

INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida INTRODUÇÃO À PATOLOGIA Profª. Thais de A. Almeida DEFINIÇÃO: Pathos: doença Logos: estudo Estudo das alterações estruturais, bioquímicas e funcionais nas células, tecidos e órgãos visando explicar os mecanismos

Leia mais

Figura 1. Representação esquemática das estruturas da pele envolvidas no processo de transpiração.

Figura 1. Representação esquemática das estruturas da pele envolvidas no processo de transpiração. HEXATRATE (Vevy/Itália) Ativo antiperspirante e desodorante O suor O suor, produzido pelas glândulas sudoríparas, é constituído por água, na qual se encontram dissolvidos sais minerais e outras substâncias.

Leia mais

Opções de tratamento - um guia simples

Opções de tratamento - um guia simples Guia Opções de tratamento - um guia simples Para poder decidir qual é o melhor tratamento para si, é importante começar por saber quais as opções de tratamento existentes e quais as suas vantagens e desvantagens.

Leia mais

Um encontro com o futuro

Um encontro com o futuro Um encontro com o futuro PROTOCOLOS NA ESTÉTICA - Corporal 1 2 3 Papel da Luz no Estímulo ao Colágeno Leds Azuis: A absorção da luz pelas células leva ao aparecimento de radicais livres de oxigênio (O--)

Leia mais

A HISTÓRIA DO SABONETE

A HISTÓRIA DO SABONETE SABONETES por: Colunista Portal Educação SABONETE BARRA DE OLIVA UMA PRODUÇÃO DE PRECIOSIDADES DO POMAR. CONFIRA NA LOJA www.luciamotta.loja2.com.br Os sabonetes são cosméticos detergentes Na antiguidade,

Leia mais

Um encontro com o futuro

Um encontro com o futuro Um encontro com o futuro PROTOCOLOS NA ESTÉTICA - Facial 1 2 3 indicação de cada cliente ou resposta ao tratamento. Papel da Luz no Estímulo ao Colágeno Leds Azuis: A absorção da luz pelas células leva

Leia mais

AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO

AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO MODELO DE BULA (COMPLETA) AVICIS alfaestradiol 0,025% Solução Capilar FORMA FARMACÊUTICA, VIA DE ADMINISTRAÇÃO E APRESENTAÇÃO Solução para uso tópico no couro cabeludo. Embalagens com 1 frasco plástico

Leia mais

NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS?

NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS? NANOMATERNITY QUAIS SÃO OS ATIVOS? Ø Nanomaternity care Óleo de Amêndoas Doce Óleo de Semente de Uva Óleo de Linhaça Vitamina E Ø Colágeno Hidrolisado Ø Plantec Olive Active Ø Óleo de Rosa Mosqueta Ø Manteiga

Leia mais

Características e informação nutricional do ovo

Características e informação nutricional do ovo Características e informação nutricional do ovo Há muito tempo foi confirmada a eficácia e grande importância do ovo na alimentação das pessoas. De fácil preparação e digestão não foi difícil incorporar

Leia mais