Projecto Integrador. Introdução ao REST. Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projecto Integrador. Introdução ao REST. Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1"

Transcrição

1 Projecto Integrador Introdução ao REST Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1

2 Notas Imagens do livro: G. Alonso et. Al. Web Services: Concepts, Architectures and Applications, Springer, Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 2

3 Sumário REST: modelo REST: protocolos REST: programação Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 3

4 Contexto Sistema de informação pervasivos Necessidade de fornecer serviços Necessidade de aceder a serviços Criar serviços mais complexos Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 4

5 Web services: dentro de uma organização Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 5

6 Web services: entre organizações Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 6

7 REST: Representational State Transfer Aproximação: vê uma aplicação como uma colecção de recursos Um recuso é identificado por um URI/URL Um URL devolve um documento com a representação do recurso Um URL pode referir uma colecção de recursos Podem-se fazer referências a outros recursos usando ligações (links) Estilo arquitectural, não um sistema de desenvolvimento Aproximação proposta por Roy Fielding na sua tese de doutroamento Não como uma alternativa aos web services, mas como uma forma de aceder a informação Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 7

8 REST: princípios de desenho Protocolo cliente/servidor stateless: cada pedido contém toda a informação necessária para ser processado Objectivo: tornar o sistema simples. Recursos: no sistema tudo são recursos, identificados por um URI/URL. Recursos tipicamente armazenados num formato estruturado que suporta hiper-ligações (e.g. XML) Interface uniforme: todos os recursos são acedidos por um conjunto de operações HTTP bem-definidas POST criar GET let PUT actualizar DELETE remover Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 8

9 REST: princípios de desenho Usa HTTP GET, POST, etc., mas Usa dados bem-tipados (e.g., usando schemas XML, json) Cache: para melhorar desempenho, respostas podem ser etiquetadas como permitindo ou não caching. Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 9

10 Mais detalhes e exemplo Um exemplo (de Roger L. Costello) Uma empresa pretende disponibilizar web services REST para permitir aos seus clientes: Obter uma lista de peças Obter informação detalhada sobre uma peça Submeter uma ordem de compra Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 10

11 Exemplo: listagem Tornar uma lista de peças disponível como um recurso GET <?xml version="1.0"?> <p:parts xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Part id="00345" xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00345"/> <Part id="00346" xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00346"/> <Part id="00348" xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00348"/> </p:parts> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 11

12 Exemplo: obter informação sobre entidade Obter detalhes sobre uma peça GET <?xml version="1.0"?> <p:part xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Part-ID>00345</Part-ID> <Name>Widget-A</Name> <Description>This part is used within the frap assembly</ Description> <Specification xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00345/ specification"/> <UnitCost currency="usd">0.10</unitcost> <Quantity>10</Quantity> </p:part> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 12

13 Exemplo: criar informação Submeter uma ordem de compra POST <?xml version="1.0"?> <p:order xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Part-ID>00345</Part-ID> <UnitCost currency="usd">0.10</unitcost> <Quantity>10</Quantity> </p:part> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 13

14 Exemplo: listagem com filtragem / pesquisa Tornar uma lista de peças disponível como um recurso GET GET <?xml version="1.0"?> <p:parts xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Part id="00345" xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00345"/> </p:parts> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 14

15 Exemplo: listagem com filtragem Lista de ordens de compra dum utilizador GET GET <?xml version="1.0"?> <p:orders xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Order id="00301" xlink:href="http://www.parts-depot.com/order/00301 "/> <Order id="00302" xlink:href="http://www.parts-depot.com/order/00302 "/> </p:parts> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 15

16 Exemplo: listagem com múltiplos filtros Lista de ordens de compra dum utilizador num dado mês GET GET <?xml version="1.0"?> <p:orders xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink=http://www.w3.org/1999/xlink> <Order id="00302" xlink:href="http://www.parts-depot.com/order/00302 "/> </p:parts> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 16

17 Exemplo: listagem com paginação Tornar parte uma lista de peças disponível como um recurso GET GET <?xml version="1.0"?> <p:parts xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> <Part id="00345" xlink:href="http://www.parts-depot.com/parts/00345"/> </p:parts> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 17

18 Exemplo: contagem Contar número de elementos duma lista de peças GET <?xml version="1.0"?> <p:partscount xmlns:p="http://www.parts-depot.com" xmlns:xlink="http://www.w3.org/1999/xlink"> 3 </p:partscount> Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 18

19 REST vs. RPCs/Web Services Nos sistemas de RPCs/Web Services a ênfase é nas operações que podem ser invocadas Nos sistemas REST, a ênfase é nos recusos, na sua representação e em como estes são afectados por um conjunto de métodos standard Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 19

20 Outro exemplo Sugestões? Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 20

21 REST: protocolos Baseado em protocolos standard Comunicação HTTP (tipicamente) Identifcação de recursos URL/URI Representação dos recursos XML, JSon Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 21

22 XML vs. Json <Person firstname='john' lastname='smith' age='25'> <Address streetaddress='21 2nd Street' city='new York' state='ny' postalcode='10021' /> <PhoneNumbers home=' ' fax=' ' /> </Person> (Example from wikipedia) { "Person : { "firstname": "John", "lastname": "Smith", "age": 25, "Address : { "streetaddress":"21 2 nd Street", "city":"new York", "state":"ny", "postalcode":"10021" }, "PhoneNumbers : { "home":" ", "fax":" " } } } Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 22

23 REST: programação cliente Estilo bricolage Biblioteca invocação métodos HTTP Java: URL JavaScript: XMLHttpRequest Ruby: Net:HTTP Bibliotecas para codificação de dados Java: XML -> JAXP; JSON -> google it J JavaScript: XML -> XMLHttpRequest; JSON -> objecto JavaScript PHP: XML, JSON installed in PHP > 5.2 Estilo framework Sistemas em que integram mecanismos anteriores de forma coerente Java: JAX-RS; PHP: EasyRest, Recess, ; JavaScript: jquery Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 23

24 REST: cliente Javascript var httprequest = new XMLHttpRequest();! httprequest.onreadystatechange = function()!{ dosomething(httprequest); };! httprequest.open("get", true);! httprequest.send(null);!!! Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 24

25 REST: cliente Ruby on Rails Net::HTTP.get('example.com', '/index.html') # => String! uri = URI('http://example.com/some_path?query=string')!! Net::HTTP.start(uri.host, uri.port) do http!! request = Net::HTTP::Get.new uri.request_uri! response = http.request request # Net::HTTPResponse object! end! Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 25

26 REST: programação servidor Estilo bricolage Cliente + Biblioteca servidor/application server Estilo framework Sistemas em que integram mecanismos anteriores de forma coerente Java: Jersey, Jboss, Restlet, etc. PHP: Recess, Zend Rest, etc. Ruby on Rails: rails routing Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 26

27 REST: servidor Ruby on Rails resources :parts! HTTP Verb! Path! action! used for! GET" /parts" index" display a list of all part" GET" /parts/new" new" return an HTML form for creating a new part" POST" /parts" create" create a new part" GET" /parts/:id" show" display a specific part" GET" /parts/:id/edit" edit" return an HTML form for editing a part" PUT" /parts/:id" update" update a specific part" DELETE" /parts/:id" destroy" delete a specific part" Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 27

28 REST: programação em Java Definido em JAX-RS (JSR 311) Suporte linguístico baseado na utilização de anotações Permite definir que um dado URL/operação HTTP leva à execução dum dado método Permite definir o modo de codificação da resposta/pedido XML usando mecanismo standard de codificação de cobjectos java em XML fornecido pelo JAXB JSON mecanismo leve de codificação de tipos (RFC 4627) Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 28

29 REST: suporte public class CustomerService public Customers getcustomers() @Produces("application/json") public Customer String id) @Consumes("application/xml") public Response long id, Customer customer) {... } Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 29

30 REST: suporte public Response addcustomer(customer customer) public Response String id) {... } public Order String orderid) {... } Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 30

31 Conclusões Tem ganho popularidade Muitos serviços web disponibilizados segundo este modelo Grandes vantagens: simplicidade e desempenho Serviços disponibilizados num modelo REST nem sempre aderem completamente aos princípios REST Difícil disponibilizar número elevado de métodos Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 31

32 Ligações REST Fielding s TOIT paper: Wikipedia: Exemplo Delicious: Ruby on Rails Net:Http: Routing Javascript XMLHttpRequest: Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 32

33 Ligações Java Docs JAX-RS spec: Restful Java with JAX-RS: Frameworks Jersey: Jboss: Restlet: Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 33

34 Ligações (cont.) PHP Docs JSON Framework Recess: EasyRest: Zend Rest: Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 34

Projecto Integrador. Introdução ao REST. Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1

Projecto Integrador. Introdução ao REST. Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1 Projecto Integrador Introdução ao REST Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1 Notas Imagens do livro: G. Alonso et. Al. Web Services: Concepts, Architectures

Leia mais

WOW Mobile Rui Miguel Miranda Ramos

WOW Mobile Rui Miguel Miranda Ramos WOW Mobile Rui Miguel Miranda Ramos Programa 1. Plataforma WOW 2. WOW Mobile 3. API do WOW 4. Clientes 5. Conclusões Plataforma WOW Plataforma WOW Issue tracking system Motor de workflow flexível Plataforma

Leia mais

SUMÁRIO REST. REST + OAuth. Cliente em Java Processamento de respostas JSON

SUMÁRIO REST. REST + OAuth. Cliente em Java Processamento de respostas JSON SUMÁRIO REST Cliente em Java Processamento de respostas JSON REST + OAuth Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 REST WEB SERVICES: CLIENTE Criar

Leia mais

REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos

REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos REST Um Estilo de Arquitetura de Sistemas Distribuídos Márcio Alves de Araújo¹, Mauro Antônio Correia Júnior¹ 1 Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Monte Carmelo MG Brasil

Leia mais

Criando e consumindo Web service REST com PHP e JSON. Palestrante: Weiberlan Garcia

Criando e consumindo Web service REST com PHP e JSON. Palestrante: Weiberlan Garcia Criando e consumindo Web service REST com PHP e JSON Palestrante: Weiberlan Garcia Weiberlan Garcia Consultor de Software Livre, trabalha na empresa Ambiente Livre Tecnologia. Desempenha funções de análise,

Leia mais

Desempenho: aspectos a considerar

Desempenho: aspectos a considerar Projecto Integrador Desempenho: aspectos a considerar Material de suporte às aulas de Proj. Integrador (Nuno Preguiça) Copyright DI FCT/ UNL / 1 Notas prévia! Estes slides apresentam um conjunto de técnicas

Leia mais

RestFull WebServices. Rafael Nunes Arquiteto de Software / Instrutor Globalcode. Globalcode Open4Education

RestFull WebServices. Rafael Nunes Arquiteto de Software / Instrutor Globalcode. Globalcode Open4Education RestFull WebServices Rafael Nunes Arquiteto de Software / Instrutor Globalcode 1 REST Integrando aplicações e disponibilizando serviços sem complicar a vida de ninguém. 2 Agenda > Integrando Aplicações

Leia mais

Service Oriented Architecture SOA

Service Oriented Architecture SOA Service Oriented Architecture SOA Arquitetura orientada aos serviços Definição: Arquitetura de sistemas distribuídos em que a funcionalidade é disponibilizada sob a forma de serviços (bem definidos e independentes)

Leia mais

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.

Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android. Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com. Consumindo um Web Service através de uma Aplicação Comercial em Android Alex Malmann Becker www.alex.porthal.com.br alex@porthal.com.br 08/2014 Agenda Introdução Conceitos Web Service Por que utilizar

Leia mais

REST. Caio Nakashima caio.nakashima@mds.gov.br caionakashima@gmail.com

REST. Caio Nakashima caio.nakashima@mds.gov.br caionakashima@gmail.com REST Caio Nakashima caio.nakashima@mds.gov.br caionakashima@gmail.com 1 RESTful REpresentation State Transfer Estilo de arquitetura de software para sistemas distribuídos Termo proposto por Roy Fielding

Leia mais

Service Oriented Architecture SOA

Service Oriented Architecture SOA Service Oriented Architecture SOA Arquitetura orientada aos serviços Definição: Arquitetura de sistemas distribuídos em que a funcionalidade é disponibilizada sob a forma de serviços (bem definidos e independentes)

Leia mais

Departamento de Informática

Departamento de Informática Departamento de Informática Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos exame de recurso, 9 de Fevereiro de 2012 1º Semestre, 2011/2012 NOTAS: Leia com atenção cada questão antes de responder.

Leia mais

Práticas de Desenvolvimento de Software

Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 8. 13/04/2015. Práticas de Desenvolvimento de Software Aula 8 - Arquitetura e infraestrutura de aplicações Web. Oferecimento Modelo cliente-servidor (1) Cliente Rede scheme://domain:port/path?query_string#fragment_id

Leia mais

COMPARANDO APLICAÇÃO WEB SERVICE REST E SOAP

COMPARANDO APLICAÇÃO WEB SERVICE REST E SOAP COMPARANDO APLICAÇÃO WEB SERVICE REST E SOAP Cleber de F. Ferreira¹, Roberto Dias Mota¹. ¹Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil cleberferreirasi@hotmail.com, motaroberto@hotmail.com Resumo.

Leia mais

Aplicando Web Services REST com a API JAX-RS

Aplicando Web Services REST com a API JAX-RS Aplicando Web Services REST com a API JAX-RS Rodrigo Araújo dos Santos Edigar A. Diniz Júnior Resumo Este artigo visa apresentar a tecnologia REST que representa uma alternativa ao desenvolvimento de Web

Leia mais

Serviços: API REST. URL - Recurso

Serviços: API REST. URL - Recurso Serviços: API REST URL - Recurso URLs reflectem recursos Cada entidade principal deve corresponder a um recurso Cada recurso deve ter um único URL Os URLs referem em geral substantivos URLs podem reflectir

Leia mais

Conceitos de Ajax Exemplos de uso do Ajax no braço, muitos exemplos, muito código (HTML, CSS, JavaScript, PHP, XML, JSON)

Conceitos de Ajax Exemplos de uso do Ajax no braço, muitos exemplos, muito código (HTML, CSS, JavaScript, PHP, XML, JSON) Márcio Koch 1 Currículo Formado na FURB em Ciência da Computação Pós graduado em Tecnologias para o desenvolvimento de aplicações web Mestrando em Computação Gráfica na UDESC Arquiteto de software na Senior

Leia mais

Ricardo R. Lecheta. Novatec

Ricardo R. Lecheta. Novatec Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Revista Intellectus Ano VIII Nº. 19

Revista Intellectus Ano VIII Nº. 19 PROPOSTA DE UM CONJUNTO DE BOAS PRÁTICAS PARA A UTILIZAÇÃO E CONSTRUÇÃO DE SERVIÇOS WEB BASEADOS EM REST Proposal for a set of good practice for the use and construction of Web service Rest based ANDRADE,

Leia mais

Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST

Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST Integração de sistemas utilizando Web Services do tipo REST Jhonatan Wilson Aparecido Garbo, Jaime Willian Dias Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil jhowgarbo@gmail.com jaime@unipar.br

Leia mais

Arquiteturas SOA, WOA, e REST

Arquiteturas SOA, WOA, e REST Arquiteturas SOA, WOA, e REST Aplicação de Software Social Fred Figueiredo Luiz Borges Pedro Pires Arquiteturas SOA, WOA e REST Desenvolvimento de aplicações orientadas ao fornecimento de serviços que

Leia mais

Web das Coisas WoT. Software: APIs para IoT. Prof. João Bosco Teixeira Junior

Web das Coisas WoT. Software: APIs para IoT. Prof. João Bosco Teixeira Junior Web das Coisas WoT Software: APIs para IoT Prof. João Bosco Teixeira Junior WoT Um novo paradigma para desenvolvimento de aplicações inspirado na ideia do IOT; Utiliza protocolos e padrões amplamente aceitos

Leia mais

Ajax não é dependente dos servidores Web, e como tal poderá ser usado com PHP, JSP, ASP e ASP.NET.

Ajax não é dependente dos servidores Web, e como tal poderá ser usado com PHP, JSP, ASP e ASP.NET. 1 2 Ajax não é dependente dos servidores Web, e como tal poderá ser usado com PHP, JSP, ASP e ASP.NET. 3 Por todo o documento subentende-se: todos os seus componentes já anteriormente carregados: imagens,

Leia mais

Sistemas Distribuídos na Web. Pedro Ferreira DI - FCUL

Sistemas Distribuídos na Web. Pedro Ferreira DI - FCUL Sistemas Distribuídos na Web Pedro Ferreira DI - FCUL Arquitetura da Web Criada por Tim Berners-Lee no CERN de Geneva Propósito: partilha de documentos Desde 1994 mantida pelo World Wide Web Consortium

Leia mais

Versão 0.1. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com

Versão 0.1. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Versão 0.1 Manual FoRc Última Atualização: Maio/2007 Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Sumário 1. O que é FoRc?... 3 2. O que é Adobe Flex?... 3 3. O que é Ruby on Rails?... 3 4. Flex + Ruby on Rails?...

Leia mais

Engenharia de Software Aplicações de Internet

Engenharia de Software Aplicações de Internet Engenharia de Software Aplicações de Internet Eduardo Santos eduardo.edusantos@gmail.com eduardo.santos@planejamento.gov.br www.softwarepublico.gov.br Histórico Por que existe a Internet? Por que existe

Leia mais

BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS

BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS 21/11/2013 PET Sistemas de Informação Faculdade de Computação Universidade Federal de Uberlândia 1 BEM-VINDOS AO CURSO DE ORIENTADO A OBJETOS Leonardo Pimentel Ferreira Higor Ernandes Ramos Silva 21/11/2013

Leia mais

Ambiente. Clique nas imagens para download (menos os navegadores )

Ambiente. Clique nas imagens para download (menos os navegadores ) Márcio Koch 1 Ambiente 2 Clique nas imagens para download (menos os navegadores ) Bibliografia Silva, Maurício S. Ajax com jquery: Requisições AJAX com a simplicidade da jquery. São Paulo: Notatec, 2009.

Leia mais

SNIG: Geoportal GeoWebServices (GWS) e Metadados. Henrique Silva. Instituto Geográfico Português

SNIG: Geoportal GeoWebServices (GWS) e Metadados. Henrique Silva. Instituto Geográfico Português SNIG: Geoportal GeoWebServices (GWS) e Metadados Henrique Silva Instituto Geográfico Português Novo versão do Geoportal O que é novo: Visual do Geoportal; Novo visualizador de geoserviços WMS (versão beta);

Leia mais

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Maio - 2010 Agenda GWT Vantagens Desvantagens Exemplificação de códigos GWT

Leia mais

Uma Arquitectura Web para Serviços Web

Uma Arquitectura Web para Serviços Web Uma Arquitectura Web para Serviços Web Sérgio Nunes 1 e Gabriel David 2 1 FLUP 2 FEUP/INESC-Porto Universidade do Porto Porto, Portugal Resumo A evolução dos Serviços Web foi, nos últimos tempos, controlada

Leia mais

RUBY ON RAILS. Entrar nos carris. Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010

RUBY ON RAILS. Entrar nos carris. Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010 RUBY ON RAILS Entrar nos carris + Daniel Zacarias 16 de Janeiro, 2010 TÓPICOS Ruby REST MVC Rails Ecossistema Resumo Ruby REST MVC Rails Ecossistema Resumo RUBY, UMA JÓIA DE LINGUAGEM Linguagem dinâmica,

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interactivas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor)

Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor) Desenvolvimento de Sistemas Web Arquitetura da Aplicação Web (Comunicação Cliente/Servidor) Prof. Mauro Lopes 1-31 25 Objetivos Iniciaremos aqui o estudo sobre o desenvolvimento de sistemas web usando

Leia mais

WWW - World Wide Web

WWW - World Wide Web WWW World Wide Web WWW Cap. 9.1 WWW - World Wide Web Idéia básica do WWW: Estratégia de acesso a uma teia (WEB) de documentos referenciados (linked) em computadores na Internet (ou Rede TCP/IP privada)

Leia mais

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064

Sistemas Distribuídos. Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Professora: Ana Paula Couto DCC 064 Sistemas Distribuídos Basedos na Web Capítulo 12 Agenda Arquitetura Processos Comunicação Nomeação Sincronização Consistência e Replicação Introdução

Leia mais

Universidade da Beira Interior

Universidade da Beira Interior Universidade da Beira Interior Departamento de Informática Unidades Curriculares Serviços de Acesso a Informação Licenciatura em Tecnologias e Sistemas de Informação Cap. 6 - Sumário ü Introdução ü World

Leia mais

Ricardo R. Lecheta. Novatec

Ricardo R. Lecheta. Novatec Ricardo R. Lecheta Novatec Copyright 2015 da Novatec Editora Ltda. Todos os direitos reservados e protegidos pela Lei 9.610 de 19/02/1998. É proibida a reprodução desta obra, mesmo parcial, por qualquer

Leia mais

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml

Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax Asynchronous JavaScript and Xml Ajax permite construir aplicações Web mais interativas, responsivas, e fáceis de usar que aplicações Web tradicionais. Numa aplicação Web tradicional quando se prime

Leia mais

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF)

1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) Sessão Prática II JPA entities e unidades de persistência 1 Criar uma entity a partir de uma web application que usa a Framework JavaServer Faces (JSF) a) Criar um Web Application (JPAsecond) como anteriormente:

Leia mais

AJaX Asy s nchronous s J avasc S ript p t a nd d XML

AJaX Asy s nchronous s J avasc S ript p t a nd d XML Asynchronous JavaScript and XML Ajax Um nome para um novo tipo de aplicações na Web Técnica de desenvolvimento de aplicações para criar páginas mais interactivas Não é uma nova tecnologia Ajax= JavaScript

Leia mais

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Acesso à Internet.

6127. Redes comunicação de dados. RSProf@iol.pt. 2014/2015. Acesso à Internet. Sumário Acesso à Internet. Elementos típicos de uma rede. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL. Rede de acesso ADSL.

Leia mais

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos

24-05-2011. Web. Técnico de Organização de Eventos Módulo III Criação de Páginas Web. Técnico de Organização de Eventos Sumário Tecnologias de Informação e Comunicação Introdução ao módulo III. Importância das Páginas Web. Conceitos básicos. Bases de funcionamento de um sistema WWW. Técnicas de implantação e regras básicas

Leia mais

Versão 0.1.0. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com

Versão 0.1.0. Manual FoRc. Última Atualização: Maio/2007. Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Versão 0.1.0 Manual FoRc Última Atualização: Maio/2007 Daniel Schmitz danieljfa@gmail.com Sumário 1. O que é FoRc?... 3 2. O que é Adobe Flex?... 3 3. O que é Ruby on Rails?... 3 4. Flex + Ruby on Rails?...

Leia mais

APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB

APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB http://tutorials.jenkov.com/web-services/message-formats.html APLICAÇÕES E SERVIÇOS WEB Laboratórios de Informática 2014-2015 João Paulo Barraca, André Zúquete, Diogo Gomes Aplicações WEB A maioria de

Leia mais

Evolução guiada por APIs. com REST para modernizar seu legado

Evolução guiada por APIs. com REST para modernizar seu legado Evolução guiada por APIs Option #2 híbrida Criando uma arquitetura com REST para modernizar seu legado Rodrigo Engenheiro de Software na CI&T. Atuou na criação da FIFA World Cup 2014 Happiness Flag da

Leia mais

RESTMB: API RESTful para Android

RESTMB: API RESTful para Android CENTRO UNIVERSITÁRIO EURÍPIDES DE MARÍLIA FUNDAÇÃO DE ENSINO EURÍPIDES SOARES DA ROCHA BACHARELADO EM SISTEMAS DE INFORMAÇÃO RESTMB: API RESTful para Android JONATHAN CAMPOS Marília, 2013 CENTRO UNIVERSITÁRIO

Leia mais

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST)

FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) SÃO PAULO 2012 FACULDADE DE TECNOLOGIA DE SÃO PAULO WEB SERVICES (SOAP X REST) Jean Carlos Rosário Lima Monografia apresentada à Faculdade

Leia mais

Universidade Federal de Mato Grosso

Universidade Federal de Mato Grosso Universidade Federal de Mato Grosso Programação III Curso de Ciência da Computação Prof. Thiago P. da Silva thiagosilva@ufmt.br Material basedado em [Kurose&Ross 2009] e [Gonçalves, 2007] Agenda Internet

Leia mais

Serviços Web: Arquitetura

Serviços Web: Arquitetura Sistemas Distribuídos Mauro Lopes Carvalho Silva Professor EBTT DAI Departamento de Informática Campus Monte Castelo Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Maranhão Objetivos Nesta aula

Leia mais

Aulas Práticas. Implementação de um Proxy HTTP. O que é um proxy?

Aulas Práticas. Implementação de um Proxy HTTP. O que é um proxy? Redes de Computadores Aulas Práticas Implementação de um Proxy HTTP Material de suporte às aulas de Redes de Computadores Copyright DI FCT/UNL / 1 O que é um proxy? Genericamente é um processo que actua

Leia mais

Departamento de Informática

Departamento de Informática Departamento de Informática Licenciatura em Engenharia Informática Sistemas Distribuídos 1ª chamada, 9 de Janeiro de 2009 1º Semestre, 2009/2010 NOTAS: Leia com atenção cada questão antes de responder.

Leia mais

Finalizando o Pedido (Tarefa G) Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br)

Finalizando o Pedido (Tarefa G) Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Finalizando o Pedido (Tarefa G) Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Feedback do Cliente Com os itens no carrinho é hora de permitir a finalização da venda Operação conhecida como "Check Out"

Leia mais

O protocolo HTTP. Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP.

O protocolo HTTP. Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP. HTTP O protocolo HTTP Você aprenderá: O que é e como funciona o protocolo HTTP. Quais são as partes de um pedido HTTP. Quais são as partes de um a resposta HTTP. O que é o protocolo HTTP? Hyper Text Transfer

Leia mais

O que é um framework?

O que é um framework? O que é um framework? Um framework, ou arcabouço, em desenvolvimento de software, é uma abstração que une códigos comuns entre vários projetos de software provendo uma funcionalidade genérica. (Wikipedia)

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Web Services Uma Análise Comparativa

Web Services Uma Análise Comparativa Revista das Faculdades Integradas Claretianas N. 5 janeiro/dezembro de 2012 Web Services Uma Análise Comparativa Ricardo Frenedoso Da Silva ricardosilva.hrc@gmail.com Faculdades Integradas Claretianas

Leia mais

Sumário. Parte I Introdução 21. 1 Introdução 15 1.1 O Rails é ágil... 17 1.2 Explorando o conteúdo... 18 1.3 Agradecimentos... 19

Sumário. Parte I Introdução 21. 1 Introdução 15 1.1 O Rails é ágil... 17 1.2 Explorando o conteúdo... 18 1.3 Agradecimentos... 19 Sumário 1 Introdução 15 1.1 O Rails é ágil.......................................................... 17 1.2 Explorando o conteúdo................................................... 18 1.3 Agradecimentos........................................................

Leia mais

Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress.

Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress. Parte II Luiz Arão Araújo Carvalho Bacharel em Ciência da Computação Desenvolvedor RedeSat-TO maximusmano@gmail.com http://www.maxonrails.wordpress.com Rails - Instalação Windows gem install rails Plataformas

Leia mais

trigger insert, delete, update

trigger insert, delete, update 1 Um trigger é um conjunto de instruções SQL armazenadas no catalogo da BD Pertence a um grupo de stored programs do MySQL Executado quando um evento associado com uma tabela acontece: insert, delete,

Leia mais

Universidade Federal do Espírito Santo CCA UFES. Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação. Ajax

Universidade Federal do Espírito Santo CCA UFES. Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação. Ajax Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Agrárias CCA UFES Departamento de Computação Universidade Federal do Espírito Santo CCA UFES Ajax Desenvolvimento de Sistemas para WEB Site: http://jeiks.net

Leia mais

Desenvolvimento em três camadas com PHP 5, MVC e AJAX

Desenvolvimento em três camadas com PHP 5, MVC e AJAX Desenvolvimento em três camadas com PHP 5, MVC e AJAX Almir Neto almirneto@gmail.com Otávio Calaça otaviocx@gmail.com http://phpendo.blogspot.com CoNaPHP CONISLI 2008 http://www.conaphp.com.br/ São Paulo,

Leia mais

Patrick Augusto Gonçalves pkgoncalves@gmail.com

Patrick Augusto Gonçalves pkgoncalves@gmail.com Single Page Apps com AngularJS Patrick Augusto Gonçalves pkgoncalves@gmail.com Vamos Começar do Começo O que são Single Page Apps? Por que usar? O que eu ganho com isso? Modelo Clássico de Aplicações Web

Leia mais

Temas para a Primeira Avalição

Temas para a Primeira Avalição Temas 1. Envio de E-Mail Anônimo Quando um usuário deseja enviar uma mensagem de correio eletrônico pela Internet, ele utiliza um programa cliente Simple Mail Transfer Protocol (SMTP), tal como o Thunderbird,

Leia mais

Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL

Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL www.devmedia.com.br [versão para impressão] Link original: http://www.devmedia.com.br/articles/viewcomp.asp?comp=33273 Criando um CRUD RESTful com Jersey, JPA e MySQL Aprenda neste artigo a implementar

Leia mais

O que é Ajax? Asynchronous JavaScript and XML (JavaScript Assíncrono e XML)

O que é Ajax? Asynchronous JavaScript and XML (JavaScript Assíncrono e XML) Ajax O que é Ajax? Asynchronous JavaScript and XML (JavaScript Assíncrono e XML) É uma técnica para criar páginas web fáceis e dinâmicas; Permite que páginas web sejam atualizadas de forma assíncrona através

Leia mais

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB

Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Curso de Aprendizado Industrial Desenvolvedor WEB Disciplina: Programação Orientada a Objetos II Professor: Cheli dos S. Mendes da Costa Modelo Cliente- Servidor Modelo de Aplicação Cliente-servidor Os

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistemas Web: Arquitetura e Serviços. Aécio Costa

Conceitos Básicos sobre Sistemas Web: Arquitetura e Serviços. Aécio Costa Aécio Costa O que é Arquitetura? Arquitetura é antes de mais nada construção, mas, construção concebida com o propósito primordial de ordenar e organizar o espa ç o para determinada finalidade e visando

Leia mais

Integração de Sistemas de Informação Universitários via Web Services

Integração de Sistemas de Informação Universitários via Web Services Integração de Sistemas de Informação Universitários via s Carlos Costa Serviços Académicos da Universidade dos Açores CMATI Universidade dos Açores ccosta@uac.pt Ana Cristina Melo Serviços Acção Social

Leia mais

Sistemas de Telecomunicações

Sistemas de Telecomunicações Departamento de Engenharia Electrotécnica Sistemas de Telecomunicações 2014/2015 Trabalho 1: Aplicação sobre sockets procurador web Mestrado integrado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores http://tele1.dee.fct.unl.pt

Leia mais

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services

Universidade da Beira Interior. Sistemas Distribuídos - 2014/2015 Curso: Engª Informática. Folha 11. JAX-RS: Java API for RESTful Web Services JAX-RS: Java API for RESTful Web Services A - Creating RESTful Web Services from a Database 1- Comece por criar um projeto do tipo Java Web application, como fez nos exercícios das fichas anteriores. No

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS ARMAZENAMENTO EM BD NO DM Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. http://about.me/tilfrozza ROTEIRO Introdução App de exemplo Implementação do exemplo Testes realizados

Leia mais

Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009. Rafael Polo e Sabrina Arêas

Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009. Rafael Polo e Sabrina Arêas Centro Universitário Metodista Benne1 Rio de Janeiro, Dezembro de 2009 Rafael Polo e Sabrina Arêas Contexto 60 s - Primeiros sistemas de informação corporativos. 70 s Desenvolvimento e comercialização

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração O livro Ambiente Web É o ambiente

Leia mais

Programação para Internet I. 2. O protocolo HTTP. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt

Programação para Internet I. 2. O protocolo HTTP. Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Programação para Internet I 2. O protocolo HTTP Nuno Miguel Gil Fonseca nuno.fonseca@estgoh.ipc.pt Protocolos Conjunto de regras que define o modo como aplicações informáticas comunicam entre si. Permite

Leia mais

um token de requisição garante que o usuário final autorize a aplicação; um token de acesso permite que a aplicação execute as operações da API.

um token de requisição garante que o usuário final autorize a aplicação; um token de acesso permite que a aplicação execute as operações da API. 6 Implementação Este capítulo irá apresentar as tecnologias e os protocolos utilizados no Mobile Social Gateway e explicar de forma mais detalhada o papel de cada componente na arquitetura e o porquê de

Leia mais

TC - IOT M2M CORE Services Protocol. Mensagens do FemtoM2M. Versão: 1.0 Data: 2014-01-22

TC - IOT M2M CORE Services Protocol. Mensagens do FemtoM2M. Versão: 1.0 Data: 2014-01-22 TC - IOT M2M CORE Services Protocol Mensagens do FemtoM2M Versão: 1.0 Data: 2014-01-22 Nome do Documento: TC-IOT M2M CORE Services Protocol-Mensagens do FemtoM2M Versão: 1.0 Data: 2014-01-22 Identificador:

Leia mais

PHP Profissional. Alexandre Altair de Melo / Mauricio G. F. Nascimento. Editora Novatec

PHP Profissional. Alexandre Altair de Melo / Mauricio G. F. Nascimento. Editora Novatec Introdução Como a idéia deste livro é ir direto ao ponto, vou fazer isso já na introdução. A idéia desse livro não é explicar a teoria e filosofia do PHP, da orientação a objetos, as maravilhas dos design

Leia mais

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS

UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS UM ESTUDO SOBRE ARQUITETURA PARA DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE WEB UTILIZANDO NOVAS TECNOLOGIAS Edi Carlos Siniciato ¹, William Magalhães¹ ¹ Universidade Paranaense (Unipar) Paranavaí PR Brasil edysiniciato@gmail.com,

Leia mais

APOSTAS DESPORTIVAS EM ANDROID:

APOSTAS DESPORTIVAS EM ANDROID: Relatório de Computação Móvel APOSTAS DESPORTIVAS EM ANDROID: Porto, Novembro de 2010 Turma: 5MIEIC1 Grupo: Nº 060509116 João Xavier Nº 060509029 Paulo Pinto APOSTAS DESPORTIVAS EM ANDROID: Porto, Novembro

Leia mais

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.

Implementar servidores de Web/FTP e DFS. Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc. Implementar servidores de Web/FTP e DFS Disciplina: Serviços de Redes Microsoft Professor: Fernando Santorsula fernando.santorsula@esamc.br Conteúdo programático Introdução ao protocolo HTTP Serviço web

Leia mais

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00

www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 www.f2b.com.br 18/04/2006 Micropagamento F2b Web Services Web rev 00 Controle de Revisões Micropagamento F2b Web Services/Web 18/04/2006 Revisão Data Descrição 00 17/04/2006 Emissão inicial. www.f2b.com.br

Leia mais

Como funciona a plataforma Superlógica? - Livro 4 de 4. Como funciona a interface de integração? Como você poderá complementar o sistema?

Como funciona a plataforma Superlógica? - Livro 4 de 4. Como funciona a interface de integração? Como você poderá complementar o sistema? Como funciona a plataforma Superlógica? - Livro 4 de 4 API SUPERLÓGICA Como funciona a interface de integração? Como você poderá complementar o sistema? www.superlogica.com 0800 709 6800 https://github.com/superlogica/api

Leia mais

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa

Web Services e SOAP. Alexandre Zua CaldeiraTecnologias de Middleware 2006/2007 20.10.2006. Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa Alexandre Zua Caldeira Tecnologias de Middleware 2006/2007 Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa 20.10.2006 1 Introdução Definições Limitações do Middleware Estudado Integração com Web Services

Leia mais

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração

Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Desenvolvimento em PHP usando Frameworks Elton Luís Minetto Agenda Ambiente Web PHP Problemas Frameworks CakePHP Symfony Zend Framework Prado CodeIgniter Demonstração Ambiente Web É o ambiente formado

Leia mais

Trabalho Prático 1 Relatório Final

Trabalho Prático 1 Relatório Final Licenciatura em Engenharia Informática Departamento de Informática Desenvolvimento de Aplicações para a Web Ano lectivo 2012 / 2013 Trabalho Prático 1 Relatório Final Realizado por Antero Pires, n.º 33065

Leia mais

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo

Criando Web Services. Palestrante: Daniel Destro do Carmo Criando Web Services com Apache Axis Palestrante: Daniel Destro do Carmo Tópicos do Tutorial Introdução O que são Web Services? Padrões Web Services SOAP WSDL Web Services com Java O que é Apache Axis?

Leia mais

Desenvolvimento WEB II. Professora: Kelly de Paula Cunha

Desenvolvimento WEB II. Professora: Kelly de Paula Cunha Desenvolvimento WEB II Professora: Kelly de Paula Cunha O Java EE (Java Enterprise Edition): série de especificações detalhadas, dando uma receita de como deve ser implementado um software que utiliza

Leia mais

jcompany Service Capítulo Introdução aos RESTful Services via JAX-RS - Um breve histórico sobre REST - O padrão JAX-RS e o jcompany Service

jcompany Service Capítulo Introdução aos RESTful Services via JAX-RS - Um breve histórico sobre REST - O padrão JAX-RS e o jcompany Service A1RESTful com JAX-RS e jcompany Service Capítulo 26 Introdução aos RESTful Services via JAX-RS - Um breve histórico sobre REST Os RESTful Services, de certa maneira, foram a resposta dos programadores

Leia mais

Capítulo 1 - Java EE 6 por alto - 1

Capítulo 1 - Java EE 6 por alto - 1 Capítulo 1 - Java EE 6 por alto - 1 Um pouquinho de história - 2 Padrões - 4 Arquitetura - 4 Componentes - 5 Contentores - 6 Serviços - 7 Protocolos de rede - 9 Empacotamento - 9 Java Standard Edition

Leia mais

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca

Associação Carioca de Ensino Superior Centro Universitário Carioca Desenvolvimento de Aplicações Web Lista de Exercícios Métodos HTTP 1. No tocante ao protocolo de transferência de hipertexto (HTTP), esse protocolo da categoria "solicitação e resposta" possui três métodos

Leia mais

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS

SISTEMAS DISTRIBUÍDOS SISTEMAS DISTRIBUÍDOS Capítulo 1 Introdução Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 NOTA PRÉVIA A apresentação utiliza algumas das figuras do livro

Leia mais

Tipos de dados complexos e objectos Tipos de dados estruturados e herança em SQL Herança de tabelas Matrizes e multi-conjuntos em SQL Identidade de

Tipos de dados complexos e objectos Tipos de dados estruturados e herança em SQL Herança de tabelas Matrizes e multi-conjuntos em SQL Identidade de Capítulo 8: BDs Objecto-Relacional Tipos de dados complexos e objectos Tipos de dados estruturados e herança em SQL Herança de tabelas Matrizes e multi-conjuntos em SQL Identidade de Objectos e Referência

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR Faculdade de Engenharia Departamento de Informática 1 Este é o seu teste de avaliação de frequência. Leia as perguntas com atenção antes de responder. Escreva as suas respostas nesta folha de teste, marcando um círculo em volta da opção ou opções que considere

Leia mais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais Curso de Java Geração de Páginas WEB Aplicação WEB Numa aplicação WEB de conteúdo dinâmico As páginas são construídas a partir de dados da aplicação (mantidos num banco de dados). Usuários interagem com

Leia mais

Sistemas Empresariais Integrados

Sistemas Empresariais Integrados Sistemas Empresariais Integrados Introdução Basic MOM: in basic MOM it is the sender who specifies the identity of the receivers sender receiver message broker core : with message brokers, custom message

Leia mais

PyRester: Uma abordagem baseada em modelos U2TP para geração de código de teste unitário para RESTful Web Services

PyRester: Uma abordagem baseada em modelos U2TP para geração de código de teste unitário para RESTful Web Services UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE INFORMÁTICA CURSO DE CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO TIAGO ROSA DA SILVA PyRester: Uma abordagem baseada em modelos U2TP para geração de código de teste unitário

Leia mais