FPGA - Field Programmable Gate Array

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "FPGA - Field Programmable Gate Array"

Transcrição

1 FPGA - Field Programmable Gate Array 1985/86: Xilinx introduz nova família de PLDs FPGA - Field Programmable Gate Array agregados regulares de blocos lógicos configuráveis (CLB para XILINX) ligações programáveis entre os blocos lógicos blocos configuráveis de complexidade reduzida (dezenas de portas lógicas) unidade básica: look-up table (LUT) de 4 entradas elementos de memória: flip-flops, latches, blocos de RAM (inclui dual-port) uma LUT de 4 entradas faz qualquer função lógica combinacional de 4 entradas configuração rápida por escrita em SRAM configuração volátil, necessita EPROM auxiliar configuração in-circuit e rápida (reconfiguração completa em milissegundos) possibilidade de reconfiguração parcial Sistemas reconfiguráveis baseados em FPGAs construídos uma vez, re-utilizáveis um número arbitrário de vezes prototipagem, circuitos para aplicações específicas, computadores dedicados 151 FPGA - fluxo de projecto... assign S0=A0 ^B0, C1=A0&B0, S1=A1^B1^C1, S2=A1&B1 A1&C1 B1&C1;... síntese lógica - RTL > gate level mapeamento tecnológico A0 B0 S0 S1 A0 B0 A1 B1 S0 S1 S2 A1 síntese física B1 - place&route - timing analysis - bitstream generation bloco lógico configurável interruptores programáveis interligações S2 bloco de entrada/saída 152

2 FPGAs - características Programação eléctrica anti-fuse (programador, definitiva) EPROM, EEPROM (programador ou in-circuit, não volátil) SRAM (in-circuit, volátil) Arquitecturas de FPGAs correntes Xilinx Actel Algotronix Altera PLA PLA PLA PLA bloco lógico configurável 153 FPGAs - arquitecturas de blocos configuráveis Look-up tables A B C D RAM multiplexers mux portas lógicas e muxs A B A B mux mux pares de transistores mux blocos PLA 154

3 FPGAs - aplicações circuitos para aplicações específicas (ASICs) substituir um circuito integrado fabricado por medida emulação e prototipagem de hardware acelerar processos de validação (3 a 5 ordens de magnitude) emulação de sistemas mistos digital-analógico processadores dedicados (CCM - Custom Computing Machines) especificamente desenhados para acelerar partes de aplicações paralelismo das operações natureza das operações (por exemplo manipulação de bits) associados a processadores convencionais uma plataforma reconfigurável (física) para diferentes processadores Sistemas reconfiguráveis dinamicamente Hardware adaptado em run-time às necessidades de um aplicação 155 FPGAs XILINX ( Introduzidas em 1985 configuração por SRAM blocos lógicos configuráveis baseados em LUTs abundância de flip-flops arquitectura do tipo array, canais de interligação abundantes RAM distribuída circuitos dedicados para operações aritméticas interconexões hierárquicas capacidade de readback (configuração e nós internos) Famílias actuais Spartan, Spartan II, Spartan3, VirteII-Pro, Virtex4, Virtex5 Variadas versões: processadores embutidos, orientados para DSP, reduzido consumo de energia 156

4 Spartan3 Datasheet: FPGAs Spartan3 158

5 Arquitectura da Spartan3 159 Número de I/Os 160

6 I/O Signal Standards (single-ended) 161 I/O Signal Standards (differencial) 162

7 Spartan3 FT I/O 164

8 I/O (cont.) 165 Estrutura do CLB (Configurable Logic Block) 166

9 Slice 167 Slice (cont.) 168

10 Interconexões 169 ISE Design Summary 170

11 Xilinx Floorplanner 171 Xilinx FPGA Editor 172

Circuitos Lógicos. Profa. Grace S. Deaecto. Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP 13083-860, Campinas, SP, Brasil. grace@fem.unicamp.

Circuitos Lógicos. Profa. Grace S. Deaecto. Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP 13083-860, Campinas, SP, Brasil. grace@fem.unicamp. Circuitos Lógicos Profa. Grace S. Deaecto Faculdade de Engenharia Mecânica / UNICAMP 13083-860, Campinas, SP, Brasil. grace@fem.unicamp.br Segundo Semestre de 2013 Profa. Grace S. Deaecto ES572 DMC / FEM

Leia mais

1 MEMÓRIAS 07/08. como armazenar mais do que um bit? Até ao momento... MEMÓRIA =FLIP- FLOP

1 MEMÓRIAS 07/08. como armazenar mais do que um bit? Até ao momento... MEMÓRIA =FLIP- FLOP Memórias.PLD.PLA.FPGA. Até ao momento... MEMÓRIA =FLIP- FLOP 1 MEMÓRIAS como armazenar mais do que um bit? Coelho, J.P. @ Sistemas Digitais : Y20 Memórias.PLD.PLA.FPGA. 2 como armazenar mais do que uma

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis Dispositivos Lógicos Programáveis Circuitos Lógicos DCC-IM/UFRJ Prof. 2009 1 Família de Sistemas Digitais 2 Comparação: Velocidade e Consumo VLSI Personalizado ASIC Célula-Padrão ASIC Estruturado CPLD

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis (PLD) A. Mariano - 2012 1

Dispositivos Lógicos Programáveis (PLD) A. Mariano - 2012 1 Dispositivos Lógicos Programáveis (PLD) A. Mariano - 2012 1 Agenda Introdução Visão Geral PLD Evolução Arquiteturas Chaves de Programação FPGA vs ASIC Fundamentos FPGA Fluxo de projeto A. Mariano - 2012

Leia mais

Microelectrónica (ME)

Microelectrónica (ME) Microelectrónica (ME) LEEC (opção) Lic. Lic. Engª. AeroEspacial (Aviónica) Tipos de projecto de CIs Marcelino Santos (marcelino.santos@ist.utl.pt) 2004/05 Tipos de projecto de CIs ASIC - Application Specific

Leia mais

Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável Prof.: Eduardo Simas eduardo.simas@ufba.

Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável Prof.: Eduardo Simas eduardo.simas@ufba. Universidade Federal da Bahia Escola Politécnica Programa de Pós Graduação em Engenharia Elétrica Disciplina: Processamento Digital de Sinais (ENG577) Aula 05 Parte 2: Dispositivos de Hardware Programável

Leia mais

PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI

PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI Universidade Federal do Piauí Centro de Tecnologia Curso de Engenharia Elétrica PROJETO DE CIRCUITOS INTEGRADOS VLSI Sistemas VLSI Digitais e Dispositivos de Lógica Programável Prof. Marcos Zurita zurita@ufpi.edu.br

Leia mais

FPGA Field Programmable Gate Array

FPGA Field Programmable Gate Array Arquitetura de Computadores FPGA Field Programmable Gate Array Alex Vidigal Bastos Sumário Dispositivos Reconfiguráveis Field Programmable Gate Arrays Funcionamento Desenvolvimento Ferramentas Dispositivos

Leia mais

Sistemas Digitais. Módulo 15 Prof. Celso PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS

Sistemas Digitais. Módulo 15 Prof. Celso PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS 1 PLD - DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS Os projetos com circuitos digitais mais complexos podem se tornar inviáveis devido a vários problemas, tais como: - Elevado número de C.I. (circuitos integrados)

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

ELT601 Eletrônica Digital II

ELT601 Eletrônica Digital II Graduação em Engenharia Eletrônica Universidade Federal de Itajubá IESTI Dispositivos Lógicos Programáveis (DLPs) Prof. Rodrigo de Paula Rodrigues DLP Conteto Grau de integração EIB - SSI EIM - MSI EIA

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

IE-344B - Tópicos em Comunicações Leitura Complementar Aula 5: FPGA e Fluxo de Projeto

IE-344B - Tópicos em Comunicações Leitura Complementar Aula 5: FPGA e Fluxo de Projeto IE-344B - Tópicos em Comunicações Leitura Complementar Aula 5: FPGA e Fluxo de Projeto 2º Semestre/2007 Fabbryccio A. C. M. Cardoso Marcelo Augusto Costa Fernandes Prof. Responsável: Dalton S. Arantes

Leia mais

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase

Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José. Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Curso Superior de Sistemas de Telecomunicações Unidade São José Disciplina: Síntese de Sistemas de Telecomunicações 7º Fase Bases tecnológicas Dispositivos Lógicos Programáveis. Introdução à Tecnologia

Leia mais

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof: Herman Lima Jr hlima@cbpf.br

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof: Herman Lima Jr hlima@cbpf.br G03 Eletrônica Digital para Instrumentação Prof: hlima@cbpf.br Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) Eletrônica Digital para Instrumentação Objetivo

Leia mais

Aula 24. Circuitos Lógicos Programáveis

Aula 24. Circuitos Lógicos Programáveis Aula 24 Circuitos Lógicos Programáveis 1) Introdução Impulsionado pelo desenvolvimento de novos tipos de sofisticados dispositivos programáveis por campo elétrico (FPDs), o processo de projeto digital

Leia mais

Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis pelo usuário, que

Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis pelo usuário, que Dispositivos Lógicos Programáveis (PLD) Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis pelo usuário, que possui um grande número de portas lógicas

Leia mais

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (PERFIL 6) «

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (PERFIL 6) « CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS» CONTROLE E PROCESSOS INDUSTRIAIS (PERFIL 6) «21. Dadas as expressões abaixo, assinale a alternativa que NÃO equivale a uma porta OU, com entradas A e B: a) b) c) d) ( ) ( ) e)

Leia mais

Projeto de um sistema de desvio de obstáculos para robôs móveis baseado em computação reconfigurável

Projeto de um sistema de desvio de obstáculos para robôs móveis baseado em computação reconfigurável SERVIÇO DE PÓS-GRADUAÇÃO DO ICMC-USP Data de Depósito: Assinatura: Projeto de um sistema de desvio de obstáculos para robôs móveis baseado em computação reconfigurável Jecel Mattos de Assumpção Júnior

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis PARTE 1 - TEORIA Dispositivos Lógicos Programáveis Os dispositivos lógicos programáveis (PLD Programmable Logic Device) são circuitos integrados programáveis, que possuem um grande número de portas lógicas,

Leia mais

Ficha da Unidade Curricular

Ficha da Unidade Curricular Ficha da Unidade Curricular Curso: Engenharia Electrotécnica/Informática Ano Lectivo: 2010/11 Unidade Curr.: Sistemas Digitais Ano Curricular: 1 Créditos: 6 Responsável: João Paulo Coelho Regime: Anual

Leia mais

Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores

Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores Aula 1 Introdução a Arquitetura de Computadores Anderson L. S. Moreira anderson.moreira@recife.ifpe.edu.br http://dase.ifpe.edu.br/~alsm Anderson Moreira Arquitetura de Computadores 1 O que fazer com essa

Leia mais

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CEFET-RS. Aula 08. Estilos de Projeto. Prof. Sandro Vilela da Silva. sandro@cefetrs.tche.

Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CEFET-RS. Aula 08. Estilos de Projeto. Prof. Sandro Vilela da Silva. sandro@cefetrs.tche. Centro Federal de Educação Tecnológica de Pelotas CEFET-RS Projeto Físico F Digital Aula 08 Estilos de Projeto Prof. Sandro Vilela da Silva sandro@cefetrs.tche.br Copyright Parte dos slides foram realizados

Leia mais

IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLADOR LÓGICO BASEADO EM LÓGICA PROGRAMÁVEL ESTRUTURADA ( FPGA) Resumo

IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLADOR LÓGICO BASEADO EM LÓGICA PROGRAMÁVEL ESTRUTURADA ( FPGA) Resumo IMPLEMENTAÇÃO DE CONTROLADOR LÓGICO BASEADO EM LÓGICA PROGRAMÁVEL ESTRUTURADA ( FPGA) Cesar da Costa Cost036@attglobal.net UNITAU Universidade de Taubaté Departamento de Engenharia Mecânica Pós-Graduação

Leia mais

Estudo Comparativo das Tecnologias de Lógica Reconfigurável Altera e Xilinx. Comparative Study of Altera and Xilinx Reconfigurable Logic Technologies

Estudo Comparativo das Tecnologias de Lógica Reconfigurável Altera e Xilinx. Comparative Study of Altera and Xilinx Reconfigurable Logic Technologies CONFORTO, J.; VALLIM M.B.R. Artigo de Revisão / Review Article Estudo Comparativo das Tecnologias de Lógica Reconfigurável Altera e Xilinx Comparative Study of Altera and Xilinx Reconfigurable Logic Technologies

Leia mais

Uma Introdução aos Sistemas Dinamicamente reconfiguráveis

Uma Introdução aos Sistemas Dinamicamente reconfiguráveis UmaIntroduçãoaosSistemasDinamicamente reconfiguráveis AlissonV.Brito1,RodrigoG.C.Rocha2 1 DepartamentodeEng.Elétrica UniversidadeFederaldeCampinaGrande(UFCG) 2 UniãodosInstitutosBrasileirosdeTecnologiaLtda(Unibratec)

Leia mais

Sistemas Embarcados: uma Visão Geral. byprof Edson Pedro Ferlin

Sistemas Embarcados: uma Visão Geral. byprof Edson Pedro Ferlin Sistemas Embarcados: uma Visão Geral Semicondutores Mainstream Silicon Application is switching every 10 Years standard hardwired The Programmable System-on-a-Chip is the next wave procedural programming

Leia mais

Portas lógicas e Circuitos. Marcos Monteiro, MBA

Portas lógicas e Circuitos. Marcos Monteiro, MBA Portas lógicas e Circuitos Marcos Monteiro, MBA Cultura Inútil Em 1854, o matemático britânico George Boole (1815 1864), através da obra intitulada An Investigation of the Laws of Thought (Uma Investigação

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis unesp UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA Campus de Guaratinguetá Colégio Técnico Industrial de Guaratinguetá Professor Carlos Augusto Patrício Amorim Dispositivos Lógicos Programáveis Autores Caio Augusto

Leia mais

PROGRAMAÇÃO EM VHDL DE CIRCUITOS LÓGICOS PARA IMPLEMENTAÇÃO EM FPGA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA

PROGRAMAÇÃO EM VHDL DE CIRCUITOS LÓGICOS PARA IMPLEMENTAÇÃO EM FPGA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA PROGRAMAÇÃO EM VHDL DE CIRCUITOS LÓGICOS PARA IMPLEMENTAÇÃO EM FPGA RELATÓRIO FINAL DE PROJETO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA (PIBIC/CNPq/INPE) Yegor Gomes de Mello (UFRN, Bolsista PIBIC/CNPq) E-mail: yegor_melo@crn.inpe.br

Leia mais

Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação SEL 405 Lab. de Introdução aos Sistemas Digitais I. Profa. Luiza Maria Romeiro Codá

Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação SEL 405 Lab. de Introdução aos Sistemas Digitais I. Profa. Luiza Maria Romeiro Codá Departamento de Engenharia Elétrica e de Computação SEL 405 Lab. de Introdução aos Sistemas Digitais I Profa. Luiza Maria Romeiro Codá DISPOSITIVOS LÓGICOS PROGRAMÁVEIS 1. Introdução: A tecnologia dos

Leia mais

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica

Circuitos Digitais. Representação Numérica. Analógica 2 Circuitos Digitais Representação Numérica Analógica As entradas e saídas são valores contínuos. Uma quantidade analógica é representada por outra que lhe é proporcional. São sistemas que manipulam quantidade

Leia mais

Tema 4 Controlo de Fontes de Energia em Veículos Eléctricos. Orientador: Prof. Dr. Paulo José Gameiro Pereirinha

Tema 4 Controlo de Fontes de Energia em Veículos Eléctricos. Orientador: Prof. Dr. Paulo José Gameiro Pereirinha Fundação para a Ciência e Tecnologia Tema 4 Controlo de Fontes de Energia em Veículos Eléctricos Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores de Coimbra Orientador: Prof. Dr. Paulo José Gameiro Pereirinha

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS MEMÓRIAS E CIRCUITOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL

SISTEMAS DIGITAIS MEMÓRIAS E CIRCUITOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL MEMÓRIAS E CIRCUITOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL Setembro de MEMÓRIAS - SUMÁRIO: MEMÓRIAS INTEGRADAS RAM ROM PROM EPROM LÓGICA PROGRAMÁVEL PLAs PALs FPGAs Setembro de MEMÓRIAS - MEMÓRIAS Na sequência do estudo

Leia mais

- Arquitetura de sistemas digitais- Cap 1 - Introdução

- Arquitetura de sistemas digitais- Cap 1 - Introdução - Arquitetura de sistemas digitais- Cap 1 - Introdução Prof. Alan Petrônio - www.ufsj.edu.br/alan - 2012 Conteúdos/propósitos deste capítulo: 1.1 - Relembrando conceitos 1.2 - Arquitetura de computadores

Leia mais

Contribuições ao Desenvolvimento de Sistemas Digitais com Reconfiguração Parcial Dinâmica

Contribuições ao Desenvolvimento de Sistemas Digitais com Reconfiguração Parcial Dinâmica Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul Faculdade de Engenharia Faculdade de Informática Curso de Engenharia da Computação Contribuições ao Desenvolvimento de Sistemas Digitais com Reconfiguração

Leia mais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Universidade Federal de São Carlos Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Prof. Dr. Emerson Carlos Pedrino 7ª Prática: Introdução à Verilog-HDL e á Lógica Sequencial Data: 22/05/2014 Nome: Adrián

Leia mais

Fundamentos de Fabricação de Circuitos Integrados

Fundamentos de Fabricação de Circuitos Integrados Fundamentos de Fabricação de Circuitos Integrados - Tipos de encapsulamentos de CIs Prof. Acácio Luiz Siarkowski 1 Objetivos: Visão geral dos tipos de encapsulamentos de circuitos integrados e suas aplicações

Leia mais

SISTEMA DIDÁCTICO DE BAIXO CUSTO COM FPGA DE ALTA DENSIDADE

SISTEMA DIDÁCTICO DE BAIXO CUSTO COM FPGA DE ALTA DENSIDADE SISTEMA DIDÁCTICO DE BAIXO CUSTO COM FPGA DE ALTA DENSIDADE André Filipe da Silva Oliveira Departamento de Engenharia Electrotécnica Instituto Superior de Engenharia do Porto 2012 Este relatório satisfaz,

Leia mais

INTERFACE RECONFIGURÁVEL PARA ARQUITETURA PARALELA BASEADA EM PROCESSADOR EMBARCADO NIOS II

INTERFACE RECONFIGURÁVEL PARA ARQUITETURA PARALELA BASEADA EM PROCESSADOR EMBARCADO NIOS II CENTRO UNIVERSITÁRIO POSITIVO NÚCLEO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO INTERFACE RECONFIGURÁVEL PARA ARQUITETURA PARALELA BASEADA EM PROCESSADOR EMBARCADO NIOS II UNICENP / NCET

Leia mais

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios

Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação. Conceitos Introdutórios Introdução às Tecnologias de Informação e Comunicação Conceitos Introdutórios Informática Informática - Tratamento ou processamento da informação utilizando meios automáticos, nomeadamente o computador.

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7. UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA MARIA CENTRO DE TECNOLOGIA DISCIPLINAS: CIRCUITOS E SISTEMAS DIGITAIS GUIA PRÁTICO MAX-PLUS II VERSÃO 7.21 - ESTUDANTE Prof. Dr. José Renes Pinheiro Prof. Dr. Hélio Leães

Leia mais

INTERACÇÃO REMOTA COM CIRCUITOS IMPLEMENTADOS EM FPGA

INTERACÇÃO REMOTA COM CIRCUITOS IMPLEMENTADOS EM FPGA Universidade de Aveiro 29 Departamento de Electrónica, Telecomunicações e Informática Abílio Paulo Pinho Neves INTERACÇÃO REMOTA COM CIRCUITOS IMPLEMENTADOS EM FPGA Universidade de Aveiro 29 Departamento

Leia mais

Prototipação em PLDs

Prototipação em PLDs Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS Prototipação em PLDs Introdução aos PLDs Autor: Prof. Rodrigo Marques de Figueiredo Agenda Definição; Contetualização; Escalas de Integração; Histórico;

Leia mais

Organização e Arquitetura de Computadores. Ivan Saraiva Silva

Organização e Arquitetura de Computadores. Ivan Saraiva Silva Organização e Arquitetura de Computadores Hierarquia de Memória Ivan Saraiva Silva Hierarquia de Memória A Organização de Memória em um computador é feita de forma hierárquica Registradores, Cache Memória

Leia mais

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h

Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara. Carga Horária: 2h/60h Introdução ao Desenvolvimento de Circuitos Digitais Prof. Rômulo Calado Pantaleão Camara Carga Horária: 2h/60h A grande ideia! O processo de concepção de um produto (chip) é muito demorado. Tempo; Esforço;

Leia mais

Dispositivos Lógicos Programáveis

Dispositivos Lógicos Programáveis Dispositivos Lógicos Programáveis Maio de 2006 Dispositivos Lógicos Programáveis Mário P Véstias Instituto Superior de Engenharia de Lisboa - ISEL ii ÍNDICE 1 Introdução 1 11 Tipos de dispositivos lógicos

Leia mais

FPGA PARA TODOS: UM PROJETO PARA A DISSEMINAÇÃO DA TECNOLOGIA DE LÓGICA PROGRAMÁVEL

FPGA PARA TODOS: UM PROJETO PARA A DISSEMINAÇÃO DA TECNOLOGIA DE LÓGICA PROGRAMÁVEL FPGA PARA TODOS: UM PROJETO PARA A DISSEMINAÇÃO DA TECNOLOGIA DE LÓGICA PROGRAMÁVEL Francisco Édson Nogueira de Mélo emelo@ifsc.edu.br Instituto Federal de Santa Catarina, Departamento Acadêmico de Metal-Mecânica

Leia mais

Microcontroladores e Microprocessadores

Microcontroladores e Microprocessadores Microcontroladores e Microprocessadores Prof. Alison Lins Microcontrolador Agenda - Histórico da Evolução da Eletrônica - Microprocessadores - Memórias - Microcontroladores - Microcontrolador x Microprocessador

Leia mais

MEMÓRIAS. Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10

MEMÓRIAS. Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10 MEMÓRIAS Sistemas Digitais II Prof. Marcelo Wendling Set/10 1 Definição São blocos que armazenam informações codificadas digitalmente números, letras, caracteres quaisquer, comandos de operações, endereços

Leia mais

CerVANTES. Co-VAlidatioN Tool for Embedded Systems. Autor: José Cabrita. Orientadores: José Costa e Paulo Flores. INESC-ID, grupo ALGOS

CerVANTES. Co-VAlidatioN Tool for Embedded Systems. Autor: José Cabrita. Orientadores: José Costa e Paulo Flores. INESC-ID, grupo ALGOS CerVANTES Co-VAlidatioN Tool for Embedded Systems Autor: José Cabrita Orientadores: José Costa e Paulo Flores INESC-ID, grupo ALGOS 1 1 Objectivo Este projecto tem como objectivo a implementação de um

Leia mais

Manual de Instalação da Plataforma Scorpion. 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit

Manual de Instalação da Plataforma Scorpion. 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit Manual de Instalação da Plataforma Scorpion 1. Como conectar a Plataforma Scorpion com a Xilinx Starter-3E kit Para começar a ler este manual, é bom que você conheça os componentes desta conexão. Plataforma

Leia mais

Tendências em Reconfiguração dinâmica de FPGAs

Tendências em Reconfiguração dinâmica de FPGAs Tendências em Reconfiguração dinâmica de FPGAs Fernando Moraes 1, Daniel Mesquita Faculdade de Informática PUCRS Av. Ipiranga, 6681 Porto Alegre CEP: 90619-900 {moraes, dmesquita}@inf.pucrs.br Resumo:

Leia mais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Universidade Federal de São Carlos Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Prof. Dr. Emerson Carlos Pedrino 3ª Prática: Rotação de uma palavra nos Displays de 7 segmentos Data: 10/04/2014 Nome: Adrián

Leia mais

Portas lógicas e circuitos digitais. Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007

Portas lógicas e circuitos digitais. Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Portas lógicas e circuitos digitais Sistemas da Computação Prof. Rossano Pablo Pinto, Msc. rossano at gmail com 2 semestre 2007 Tópicos Portas Circuito somador Circuito subtrator flip-flops (registradores)

Leia mais

Você acha que não precisa de um FPGA? Pense melhor!

Você acha que não precisa de um FPGA? Pense melhor! Você acha que não precisa de um FPGA? Pense melhor! Objetivos de hoje Definir e explicar os FPGAs Desmistificar os conceitos incorretos mais comuns sobre os FPGAs Compreender a melhor e mais intuitiva

Leia mais

DISCIPLINA: Sistemas Digitais

DISCIPLINA: Sistemas Digitais DISCIPLINA: Sistemas Digitais Vigência: a partir de 2007/1 Período Letivo: 4º semestre Carga Horária Total: 45h Código: EE.212 Ementa: Implementação Física. Tecnologia de CIs programáveis. FPGA. Atraso

Leia mais

Máquina Paralela Reconfigurável Baseada em Fluxo de Dados Aplicada a Cálculo Numérico

Máquina Paralela Reconfigurável Baseada em Fluxo de Dados Aplicada a Cálculo Numérico Centro Universitário Positivo - UnicenP Núcleo de Ciências Exatas e Tecnológicas NCET Engenharia da Computação Maurício Vitor Brodzinski Máquina Paralela Reconfigurável Baseada em Fluxo de Dados Aplicada

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Código: 260128 Crédito: 2.2.0 Pré-requisito: Introdução a Lógica (260.102) Carga Horária: 60h Bacharelado em Ciência da Computação

PLANO DE ENSINO. Código: 260128 Crédito: 2.2.0 Pré-requisito: Introdução a Lógica (260.102) Carga Horária: 60h Bacharelado em Ciência da Computação MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ Centro de Ciências da Natureza Departamento de Informática e Estatística Disciplina: Circuitos Digitais Professor: Ivan Saraiva Silva Telefone: (86)

Leia mais

Arquitetura de Computadores Circuitos Combinacionais, Circuitos Sequênciais e Organização de Memória

Arquitetura de Computadores Circuitos Combinacionais, Circuitos Sequênciais e Organização de Memória Introdução Arquitetura de Computadores Circuitos Combinacionais, Circuitos Sequênciais e O Nível de lógica digital é o nível mais baixo da Arquitetura. Responsável pela interpretação de instruções do nível

Leia mais

Desenvolvimento de Modelo ESL para Controlador de Acesso Direto à Memória (DMA)

Desenvolvimento de Modelo ESL para Controlador de Acesso Direto à Memória (DMA) UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA 2012.1 Desenvolvimento de Modelo ESL para Controlador de Acesso Direto à Memória (DMA) PROPOSTA DE TRABALHO

Leia mais

UNIVERSIDADE F EDERAL DE PERNAMBUCO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE AQUISIÇÃO PARA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR BASEADO EM FPGA

UNIVERSIDADE F EDERAL DE PERNAMBUCO DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE AQUISIÇÃO PARA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR BASEADO EM FPGA UNIVERSIDADE F EDERAL DE PERNAMBUCO GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DA COMPUTAÇÃO CENTRO DE INFORMÁTICA 2013.2 DESENVOLVIMENTO DE UM SISTEMA DE AQUISIÇÃO PARA RESSONÂNCIA MAGNÉTICA NUCLEAR BASEADO EM FPGA PROPOSTA

Leia mais

O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA

O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA O que há de novo no LabVIEW Real- Time e LabVIEW FPGA Vá do design a implementação mais rapidamente Filipe Sacchi da Silva Engenheiro de Aplicações em Campo Plínio Costa Engenheiro de Aplicações Agenda

Leia mais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais

Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Departamento de Engenharia Electrotécnica e de Computadores Instituto Superior Técnico Universidade Técnica de Lisboa Sistemas Digitais Introdução ao Ambiente de Projecto da Xilinx Paulo Lopes, Horácio

Leia mais

Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com

Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com Conceitos de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog, VHDL) 1 Alex Vidigal Bastos alexvbh@gmail.com Objetivos da Aula Apresentar o conceito gerais de Linguagens de Descrição de Hardware (Verilog /

Leia mais

Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui.

Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui. 3 Tecnologia FPGA Ao longo do presente capítulo será apresentada uma descrição introdutória da tecnologia FPGA e dos módulos básicos que a constitui. 3.1. FPGA: Histórico, linguagens e blocos Muitos dos

Leia mais

Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento. Fabrício Noveletto

Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento. Fabrício Noveletto Circuitos de Memória: Tipos e Funcionamento Fabrício Noveletto Memória de semicondutores São dispositivos capazes de armazenar informações digitais. A menor unidade de informação que pode ser armazenada

Leia mais

O diagrama ASM contém dois elementos básicos: o bloco de estado e o bloco de decisão.

O diagrama ASM contém dois elementos básicos: o bloco de estado e o bloco de decisão. 14 3.2 Projeto da Unidade de Controle (VHDL) 3.2.1 Diagrama ASM (Algorithmic State Machine) ASM é um fluxograma através do qual se representa a seqüência de ações que a unidade de controle de um sistema

Leia mais

Computação Híbrida Reconfigurável / Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável

Computação Híbrida Reconfigurável / Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável Computação Híbrida Reconfigurável Mini-curso de Computação Híbrida Reconfigurável Vitor C. F. Gomes, Andrea S. Charão, Haroldo F. C. Velho Última atualização: 19 de setembro de 2009 Universidade Federal

Leia mais

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira

HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO. Wagner de Oliveira HARDWARE COMPONENTES BÁSICOS E FUNCIONAMENTO Wagner de Oliveira SUMÁRIO Hardware Definição de Computador Computador Digital Componentes Básicos CPU Processador Memória Barramento Unidades de Entrada e

Leia mais

Acionamento de Motores: PWM e Ponte H

Acionamento de Motores: PWM e Ponte H Warthog Robotics USP São Carlos www.warthog.sc.usp.br warthog@sc.usp.br Acionamento de Motores: PWM e Ponte H Por Gustavo C. Oliveira, Membro da Divisão de Controle (2014) 1 Introdução Motores são máquinas

Leia mais

INTERFACEAMENTO DE ENTRADA E SAÍDA EM APLICAÇÕES COM USO DE FPGA

INTERFACEAMENTO DE ENTRADA E SAÍDA EM APLICAÇÕES COM USO DE FPGA UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ CENTRO DE TECNOLOGIA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA INTERFACEAMENTO DE ENTRADA E SAÍDA EM APLICAÇÕES COM USO DE FPGA Tiago Samir de Sousa Freire Fortaleza Dezembro de

Leia mais

Sistemas Embarcados:

Sistemas Embarcados: Sistemas Embarcados: Microcontroladores Prof. Protásio Laboratório de Microengenharia/DEE/CEAR/UFPB Processadores Embarcados Todo sistema embarcado necessita ter incorporado um dispositivo de processamento

Leia mais

HARDWARE FUNDAMENTAL. Unidade de sistema CPU Memória Primária Bus ou Barramento

HARDWARE FUNDAMENTAL. Unidade de sistema CPU Memória Primária Bus ou Barramento HARDWARE FUNDAMENTAL Unidade de sistema CPU Memória Primária Bus ou Barramento Um computador é um sistema capaz de processar informação de acordo com as instruções contidas em programas, independentemente

Leia mais

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal

Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal. Memória principal Capítulo 4 Livro do Mário Monteiro Introdução Hierarquia de memória Memória Principal Organização Operações de leitura e escrita Capacidade http://www.ic.uff.br/~debora/fac! 1 2 Componente de um sistema

Leia mais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais

Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Universidade Federal de São Carlos Disciplina: Laboratório de Circuitos Digitais Prof. Dr. Emerson Carlos Pedrino 9ª Pratica: Computador de 16 bits Data:17/07/2014 Nome: Adrián Agüero Faraldo RA: 612227

Leia mais

COMPUTER ARCHITECTURE

COMPUTER ARCHITECTURE PRISCILA SALETE INÁCIO GARCIA ID #:UAM19270SSY27118 COMPUTER ARCHITECTURE Um documento apresentado à Faculdade de Ciências e Engenharia, Atlantic International University, em cumprimento parcial dos requisitos

Leia mais

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof. Herman P. Lima Jr (hlima@cbpf.br) Monitor: Rafael Gama

Eletrônica Digital para Instrumentação. Prof. Herman P. Lima Jr (hlima@cbpf.br) Monitor: Rafael Gama G15 Eletrônica Digital para Instrumentação Prof. Herman P. Lima Jr (hlima@cbpf.br) Monitor: Rafael Gama Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) Eletrônica

Leia mais

4/11/2010. Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores. Sistemas Computacionais Classificação. Sistemas Computacionais Classificação

4/11/2010. Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores. Sistemas Computacionais Classificação. Sistemas Computacionais Classificação Arquitetura de Computadores Quanto ao princípio de construção Computador Analógico: Computadores de grande porte: mainframes e supercomputadores Prof. Marcos Quinet Universidade Federal Fluminense UFF

Leia mais

Práticas de laboratório de Eletrônica Digital

Práticas de laboratório de Eletrônica Digital Universidade Federal de Uberlândia Práticas de laboratório de Eletrônica Digital Prof. Dr. Alan Petrônio Pinheiro Faculdade de Engenharia Elétrica Curso de Engenharia Eletrônica e de Telecomunicações (campus

Leia mais

Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS. DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs

Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS. DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs Centro Universitário da FEI Engenharia Elétrica PROJETO DE SISTEMAS DIGITAIS UTILIZANDO FPGAs Prof. Edson Lemos Horta Fevereiro 2008 1 Introdução aos Circuitos Integrados para Aplicações Específicas (Application

Leia mais

Co-simulação gráfica. André Pereira Gerente de Marketing Técnico. ni.com

Co-simulação gráfica. André Pereira Gerente de Marketing Técnico. ni.com Co-simulação gráfica André Pereira Gerente de Marketing Técnico A revolução da energia digital Meça(Entenda o problema) Adquira Analise Apresente Implemente Prototipe Melhore(Crie soluções) Projete 2 NI

Leia mais

Hardware Criptográfico para Interface de Comunicação Segura entre Dispositivos

Hardware Criptográfico para Interface de Comunicação Segura entre Dispositivos Hardware Criptográfico para Interface de Comunicação Segura entre Dispositivos Orientador: Prof. Ricardo de Carvalho Destro, M.Sc. Departamento: Engenharia Elétrica Candidato: Rafael Cavalcanti N FEI:

Leia mais

Metodologias de projecto de baixo consumo para implementações em FPGA. João Miguel Ramos Meixedo

Metodologias de projecto de baixo consumo para implementações em FPGA. João Miguel Ramos Meixedo Metodologias de projecto de baixo consumo para implementações em FPGA João Miguel Ramos Meixedo Preparação da Dissertação - Relatório final Mestrado em Engenharia Electrotécnica e de Computadores Faculdade

Leia mais

Quais então as funções básicas de um computador?

Quais então as funções básicas de um computador? 1.1 Introdução aos microprocessadores digitais. O que é um computador? Reportando-se ao Stalling: Um computador pode ser visto como um sistema formado por um conjunto estruturado de componentes, e sua

Leia mais

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO

SISTEMAS DIGITAIS INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO INTRODUÇÃO AO AMBIENTE DE PROJECTO DO XILINX ISE 10.1 PEDRO TOMÁS, PAULO LOPES, HORÁCIO NETO REVISÃO DE NOVEMBRO DE 2012 INTRODUÇÃO O Xilinx ISE é um ambiente integrado de projecto de circuitos digitais.

Leia mais

Arquitetura de Computadores

Arquitetura de Computadores Arquitetura de Computadores Aula 03 Prof. Dr. Saulo Amui 1/16 2/16 Memórias Memória A memória é a capacidade de adquirir (aquisição), armazenar (consolidação) e recuperar (evocar) informações disponíveis,

Leia mais

NI FlexRIO - Tecnologia e Aplicações

NI FlexRIO - Tecnologia e Aplicações NI FlexRIO - Tecnologia e Aplicações Mike Munhato Marketing Técnico André Oliveira Gerente de Vendas Agenda O que é FPGA e por que ele é tão útil? Vantagens do FPGA em sistemas de teste Plataforma NI FlexRIO

Leia mais

Desafios de engenharia em energia. André Pereira Gerente de Marketing Técnico

Desafios de engenharia em energia. André Pereira Gerente de Marketing Técnico Desafios de engenharia em energia André Pereira Gerente de Marketing Técnico Desafios de engenharia em energia... Geração Transmissão Consumo Tornar a produção de energia renovável eficiente Tornar as

Leia mais

AVALIAÇÃO DE CIRCUITOS SOMADORES DE 32 BITS EM VHDL UTILIZANDO DISPOSITIVOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL

AVALIAÇÃO DE CIRCUITOS SOMADORES DE 32 BITS EM VHDL UTILIZANDO DISPOSITIVOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL AVALIAÇÃO DE CIRCUITOS SOMADORES DE 32 BITS EM VHDL UTILIZANDO DISPOSITIVOS DE LÓGICA PROGRAMÁVEL Thiago Moutran Araki, André Reis, Renato P. Ribas Instituto de Informática UFRGS Av. Bento Gonsalves, 9500

Leia mais

EE610 Eletrônica Digital I

EE610 Eletrônica Digital I EE61 Eletrônica Digital I Prof. Fabiano Fruett Email: fabiano@dsif.fee.unicamp.br 3_b Memórias Semicondutoras 2. Semestre de 27 Memórias 1 Circuitos Integrados Digitais Memórias Semicondutoras Classificação

Leia mais

FLÁVIO KENJI NISHIDA PROJETO DE UM MULTIPLICADOR EM PONTO FLUTUANTE

FLÁVIO KENJI NISHIDA PROJETO DE UM MULTIPLICADOR EM PONTO FLUTUANTE FLÁVIO KENJI NISHIDA PROJETO DE UM MULTIPLICADOR EM PONTO FLUTUANTE LONDRINA PR 2013 FLÁVIO KENJI NISHIDA PROJETO DE UM MULTIPLICADOR EM PONTO FLUTUANTE Trabalho de Conclusão de Curso apresentado ao curso

Leia mais

Hardware. Objetivos do Capítulo

Hardware. Objetivos do Capítulo Objetivos do Capítulo Identificar os principais tipos, tendências e usos de microcomputadores, computadores de médio porte e mainframes. Caracterizar as principais tecnologias e usos de periféricos de

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ Instituto de Engenharia Elétrica Engenharia da Computação Software Altera Linguagem VHDL Compilando VHDL com o ALTERA MAX PLUS II - 1 - Compilando VHDL com o ALTERA MAX

Leia mais

Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano. Questões Práticas de Sistemas Sequenciais

Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano. Questões Práticas de Sistemas Sequenciais Sistemas Digitais I LESI :: 2º ano Questões Práticas de Sistemas Sequenciais António Joaquim Esteves João Miguel Fernandes www.di.uminho.pt/~aje Bibliografia: secções 8.3.1, 8.4 (parte), 8.5 (parte), DDPP,

Leia mais

Gerenciamento de Dispositivos de Borda Reconfiguráveis na Computação Pervasiva

Gerenciamento de Dispositivos de Borda Reconfiguráveis na Computação Pervasiva Gerenciamento de Dispositivos de Borda Reconfiguráveis na Computação Pervasiva Eduardo da Silva Möller, Wagner Al-Alam, Maurício Lima Pilla, Adenauer Corrêa Yamin, André Rauber Du Bois Universidade Católica

Leia mais

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática

Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com. Informática Prof. Daniel Gondim danielgondimm@gmail.com Informática Componentes de um SC Hardware X Software Memória do Computador Hardware X Software Toda interação dos usuários de computadores modernos é realizada

Leia mais

Memórias. O que são Memórias de Semicondutores? São componentes capazes de armazenar informações Binárias (0s e 1s)

Memórias. O que são Memórias de Semicondutores? São componentes capazes de armazenar informações Binárias (0s e 1s) Memórias O que são Memórias de Semicondutores? São componentes capazes de armazenar informações Binárias (0s e 1s) Essas informações são guardadas eletricamente em células individuais. Chamamos cada elemento

Leia mais

Aula 6: Introdução ao System Generator

Aula 6: Introdução ao System Generator www.decom.fee.unicamp.br/~cardoso Aula 6: Introdução ao System Generator Fabbryccio Cardoso Marcelo Fernandes Dalton S. Arantes DECOM-FEEC-UNICAMP Casos de Uso Desenvolvimento e análise de algoritmos visando

Leia mais

Análise de Metodologias de Implementação e Desempenho em FPGA dos Algoritmos Criptográficos Leves Simon e Speck

Análise de Metodologias de Implementação e Desempenho em FPGA dos Algoritmos Criptográficos Leves Simon e Speck Análise de Metodologias de Implementação e Desempenho em FPGA dos Algoritmos Criptográficos Leves Simon e Speck Claudio Roberto Costa 1, Fábio Dacêncio Pereira 2, Edward David Moreno 3, Fernanda Mayumi

Leia mais