Lanches rápidos, baratos e perigosos Estudantes aprovam a avaliação

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Lanches rápidos, baratos e perigosos Estudantes aprovam a avaliação"

Transcrição

1 Ano I - Número a 28 de agosto /2005 Lanches rápidos, baratos e perigosos Estudantes aprovam a avaliação Médicos se dividem quanto ao exame A abertura de novas faculdades de medicina e o crescimento de denúncias sobre imperícias médicas fundamentam a proposta para a realização do Exame de Habilitação pelo Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp). A prova acontece em outubro em caráter experimental e facultativo. A avaliação, similar à já aplicada pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), provoca polêmica entre universitários, professores e profissionais da área. Página 08 Opinião "O brasileiro ganha com a proliferação de cursos de medicina? Não. Formamos anualmente cerca de 12 mil novos médicos, mas nem por isso os indicadores de saúde melhoraram. Não precisamos de quantidade, o que nos falta é qualidade". Por Isac Jorge Filho, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo. Página 03 Ariane Silva não faz as refeições adequadamente e sofre com os reflexos da má alimentação Uma pesquisa da Faculdade de Ciências Biológicas da PUC- Campinas constatou que 45% dos cheese-burgueres comercializados em diversos pontos de vendas de Campinas estavam contaminados com coliformes termotolerantes existentes em fezes, carnes e ovos. Estes microorganismos podem provocar distúrbios gastrointestinais ou doenças mais graves. Além desse problema, os especialistas alertam que o hábito de consumir lanches com valor calórico alto pode desencadear doenças como obesidade, hipertensão arterial e elevação da taxa de colesterol. Lanches caseiros, frutas e sopas leves são alternativas para fugir dos cheese-burgueres, cachorros-quentes, salgados e outras delícias perigosas. Página 05 MURAL Fermata para a boa música Para quem não sabe, fermata é um sinal gráfico utilizado na partitura para indicar o prolongamento da duração de uma nota e de uma pausa, de acordo com o executante. E a comunidade deve se preparar para muitas fermatas de qualidade, garantidas pelas novas atividades do Coral Universitário da PUC-Campinas sob a batuta de Nelson Silva. Quem quiser arriscar alguns acordes pode participar. Página 07 Pinceladas à Van Gogh - As ruas de Campinas ganharam um colorido especial desde junho, quando iniciou a florada do ipê-roxo, que pode ser encontrado desde o Estado da Bahia até o Estado do Rio Grande do Sul. A floração inicia com a chegada do frio e dura até o final de agosto. O ipê-roxo é o primeiro a florir no ano. Segundo especialistas, uma das peculiaridades do ipê é sua florada explosiva: as folhas caem, aparecem as flores, que nos enchem os olhos por no máximo duas semanas. Renan Calheiros (ao centro) concede entrevista Políticos iniciam campanha sobre venda de armas O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), o prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos (PDT), deputados, vereadores e entidades lançaram no dia 1º de agosto, no Salão Vermelho da Prefeitura de Campinas, a Frente Parlamentar por um Brasil sem Armas e a Campanha Nacional a Favor do Desarmamento. Os grupos favoráveis e os contrários à proibição já estão em campanha em busca dos votos de 121 milhões de brasileiros, que irão às urnas no referendo que decidirá sobre a comercialização de armas e munição no Brasil. Página 06

2 15 a 28 de agosto /2005 Jornal da PUC-Campinas Editorial Avaliar para evoluir 02 Todas as instituições de ensino superior brasileiras (IES) estão, no momento, realizando seus programas de auto-avaliação institucional, conforme as diretrizes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), implementado pelo MEC. O Sinaes conta com três componentes principais: a avaliação das instituições, dos cursos e do desempenho dos estudantes. Entretanto, a abrangência da auto-avaliação institucional é a maior entre os três. Está amparada na Lei federal nº 9.394, a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), de 20 de dezembro de O Programa de Auto- Avaliação Institucional (Proavi) da PUC-Campinas foi aprovado pelo Conselho Universitário, em 23 de março deste ano, e encaminhado ao MEC, junto com um cronograma das ações a serem executadas até maio de Vale lembrar, no entanto, que esta não é a primeira experiência da PUC-Campinas com auto-avaliação. Nossos primeiros programas de auto-avaliação tiveram início em Seus resultados também foram encaminhados ao MEC, junto com as propostas do programa atual. As atividades do Proavi estão sendo insistentemente divulgadas à comunidade interna e externa, dada a sua importância para a Universidade e para a sociedade à qual destina seus serviços. A autoavaliação é um instrumento fundamental para o desenvolvimento e qualificação institucionais. Mas é fundamental a participação de alunos, professores, funcionários e membros da comunidade que interagem com a Universidade. Essa participação qualifica a auto-análise, para melhor discernir o que pensa a PUC-Campinas e como viabilizar planos de ação que impliquem mudanças e desenvolvimento. O próprio ato de avaliar é de grande importância pedagógica, não só para o crescimento institucional. Por ser uma técnica participativa, dinâmica, ativa, de adesão voluntária, é uma ocasião para crescimento pessoal dos envolvidos. O processo de auto-avaliação, por outro lado, demanda respeito à identidade institucional, pois remete à natureza da Universidade, à sua missão e visão, cultura institucional e relevância social. Enfim, remete à sua história. Peço que todos procurem se informar sobre o programa em curso e colaborem firmemente para que possamos dar novos saltos de qualidade em nossas atividades de ensino, pesquisa e extensão. Reitor da PUC-Campinas Padre José Benedito de Almeida David Proavi incrementa ações em agosto Estudante Daniel Filippi de Souza integra a CPA A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da PUC- Campinas e o Núcleo de Apoio ao Desenvolvimento da Avaliação e Qualificação Institucionais (Nadaq) realizam, em agosto, uma série de atividades para divulgar o Programa de Avaliação Institucional (Proavi), elaborado de acordo com as diretrizes do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), do Ministério da Educação (MEC). No dia 10 de agosto pró-reitores, diretores de centros e faculdades, coordenadores dos Programas de Pós-Graduação e dos núcleos de pesquisa e extensão e chefias dos setores de apoio administrativo dos centros conheceram e discutiram o Proavi no primeiro Encontro de Avaliação. No dia 17, cerca de 50 professores da Universidade, que integram as comissões do MEC, reúnem-se com a CPA - Nadaq no segundo Encontro de Avaliação. A primeira edição do Boletim Proavi, destinado a divulgar cada etapa do programa, está sendo distribuída nos campi. Já está disponibilizado no Portal PUC-Campinas um site no qual são publicadas notícias sobre o programa e os relatórios previstos para cada uma das etapas. Será lançado o Caderno de Avaliação da PUC-Campinas, ainda neste semestre, contendo dois anexos do texto do programa encaminhado ao MEC em março deste ano. O estudante de Engenharia da Computação Daniel Filippi de Souza é um dos dois integrantes da CPA incumbidos de trazer idéias dos discentes para o programa. Souza acredita que a avaliação é fundamental para a Universidade detectar as falhas e as possibilidades de avanços. "É uma oportunidade de se ter uma visão completa da Instituição, por isso é importante que toda a comunidade universitária procure acompanhar o processo", afirmou o estudante. Portal PUC-Campinas - Informações: (19) e Notas Agenda Alimento completo - De 23 a 31 de agosto ocorrerá a 24ª Semana Mundial da Amamentação, organizada pelo Centro de Ciências da Vida (CCV) e pelo Hospital e Maternidade Celso Pierro (HMCP). A abertura será dia 23, às 9h, no Auditório Monsenhor Salim, Campus II, com a palestra do pediatra Rui de Paiva. Os alunos dos CCV distribuirão panfletos educativos no Terminal Central de Ônibus, reforçando a importância da amamentação. Atitude já demonstrada pela auxiliar de escritório do Centro de Ciências Exatas, Ambientais e de Tecnologias (CEATEC) Camila Somenzari ao amamentar o pequeno Arthur com quatro meses. Confira a programação no Portal PUC-Campinas: Expediente 15/08 Alunos do Ensino Médio do Colégio Crescer, de Jundiaí (SP), visitam os campi I e II dentro do Programa de Visitas da PUC-Campinas. Informações: (19) /08 Data-limite para os alunos da graduação e pósgraduação requererem correção dos resultados escolares do período anterior. Abertura da exposição Reflexivos, da artista plástica Mônica Nardini, no Show-Room de Artes Visuais, Campus I. 19/08 Data-limite para inscrições no Programa de Apoio à Educação a Distância da Capes. 20/08 Início das atividades de Práticas de Formação. 24/08 Seminário sobre Trabalhos de Conclusão de Curso, das 9h às 12h, no Auditório Dom Gilberto, Campus I. 25/08 Reunião do CONSUN. Data-limite para os alunos dos cursos de pósgraduação stricto sensu solicitarem eventuais alterações na grade de matrícula nas secretarias acadêmicas de cada Centro. 26/08 e 27/08 2ª Jornada de Psicologia. Dia 26, às 19h. Dia 27, das 8h às 17h. Auditório Nobrão, Campus Central. 28/08 a 31/08 16º Encontro Nacional dos Cursos de Graduação em Administração (Enagrad). Inscrições abertas. Informações: Reitor- Padre José Benedito de Almeida David; Vice-reitor - Padre Wilson Denadai; Conselho Editorial - Ciça Toledo, Wagner José de Mello e Domenico Feliciello; Coordenador de Departamento de Comunicação - Wagner José de Mello; Coordenador do Setor de Jornalismo - Aderval Borges; Editora - Eunice Gomes (MTB ); Redatores - Aderval Borges, Adriana Furtado, Du Paulino, Eunice Gomes e Rita Hennies; Revisão - Luiz Antonio Razera; Fotografia - Ricardo Lima; Tratamento de Fotos - Marcelo Adorno; Projeto Gráfico e Editoração Eletrônica - Neo Arte Gráfica Digital; Impressão - Grafcorp; Redação - Campus I da PUC-Campinas, Rodovia D. Pedro I, km 136, Parque das Universidades. Telefones: (19) e

3 Jornal da PUC-Campinas Opinião a 28 de agosto /2005 A quem interessa o exame para médicos? Isac Jorge Filho Em 1808 foram criados os dois primeiros cursos de medicina do Brasil: o Colégio Médico Cirúrgico da Bahia e a Escola de Cirurgia do Rio de Janeiro. Transcorridos 162 anos, chegamos ao início da década de 70 com 62 faculdades médicas espalhadas pelo País. De repente, ocorreu um boom no setor. De olho em gordas margens de lucro, certos empresários não muito afeitos às questões da cidadania passaram a abrir escolas médicas indiscriminadamente sem se preocuparem com as seqüelas sociais que tal movimento deixaria. Resultado: nos últimos 35 anos, saltamos de 62 para 147 cursos de Medicina. Só entre 2000 e o início de 2005, 50 cursos foram criados. Nos primeiros meses deste ano, seis entraram em funcionamento e mais seis devem surgir até dezembro. Portanto, o Brasil está abrindo atualmente uma escola médica por mês. O brasileiro ganha com a proliferação de cursos de medicina? Não. Formamos anualmente cerca de 12 mil novos médicos, mas nem por isso os indicadores de saúde melhoraram. Não precisamos de quantidade, o que nos falta é qualidade. Médicos, temos mais do que o suficiente: a Organização Mundial de Saúde (OMS) preconiza que a relação ideal entre médicos e habitantes deve ser, respectivamente, de um para Temos hoje no Brasil um médico Portanto, o Brasil está abrindo atualmente uma escola médica por mês. O brasileiro ganha com a proliferação de cursos de medicina? Não. para cerca de 600 habitantes. Em algumas capitais e grandes cidades, como Campinas, a proporção é ainda menor, algo em torno de um para 300 habitantes. A opção pela quantidade feita por empresários nem sempre escrupulosos ou de boa fé (e aparentemente endossada pelas autoridades que se sucedem nas instâncias de poder) leva a perdas e danos. Boa parte dos jovens médicos recém-formados investe o que tem e o que não tem em um sonho e, após tanta luta, não recebe a contrapartida a que fez jus: uma formação digna e de qualidade. A formação insuficiente também gera riscos à população. Certamente não depositaríamos o futuro de um de nossos familiares ou mesmo o nosso nas mãos de um profissional com formação insuficiente. Um parâmetro da má formação é o número de denúncias apresentado no Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp). Em 1993, foram por erro médico. Em 2004, chegaram a cerca de Porém, é analisando as escolas que confirmamos que nosso modelo de aprendizado é catastrófico. Temos dezenas de faculdades sem estrutura, com falhas pedagógicas e com docentes sem a necessária qualificação. Durante as últimas cinco avaliações no Provão e no Enade, várias obtiveram os piores conceitos: D/E. Mas continuam funcionando como se nada tivesse ocorrido. No interior de São Paulo, em Fernandópolis, há um caso de calamidade pública: a Universidade Camilo Castelo Branco. Seus estudantes confirmam que o curso não tem sequer calendário de atividades; os professores não moram na cidade e vários pediram demissão por atraso de salários e falta de condições de trabalho. Tem mais: algumas disciplinas cumpriram apenas 50% da carga horária; cerca de 80% dos alunos querem transferência para outra escola; como não há convênio com hospital local, não contam com ambulatório necessário para as aulas práticas a partir do terceiro ano; não há equipamentos adequados, por exemplo, para as aulas de histologia são utilizadas lâminas da veterinária. É em virtude desse histórico que o Cremesp realizará este ano, de forma pioneira no Brasil, um exame de habilitação piloto para médicos recém-formados. Não resta dúvida de que é uma necessidade social. O exame será organizado pela Fundação Carlos Chagas e constará de duas fases. A primeira será uma avaliação cognitiva, com 120 questões. Terá perguntas de áreas próprias da residência médica (pediatria, ortopedia, ginecologia e obstetrícia, cirurgia geral, clínica médica e saúde pública), e outras sobre saúde mental, bioética e ciências básicas. Passarão à segunda fase aqueles que acertarem 60% das questões. A segunda fase será composta por uma avaliação prática, tendo como molde situações-problemas mais comuns da prática médica. O objetivo da iniciativa é preservar a todos: estudantes, que poderão fugir dos cursos ruins; população, que terá mais tranqüilidade de que sua assistência é de qualidade; e até as próprias escolas, que terão a chance de resolver seus problemas e dar um salto de qualidade. Divulgação Isac Jorge Filho, presidente do Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) Espaço leitor Qual sua opinião sobre o Jornal da Quer sugerir uma pauta? Divulgar o que você está fazendo? Participe! Mande uma mensagem para a redação. LEMBRANÇAS Olá! Sou estudante de Biologia que fez a expedição para Cananéia (publicada na edição de 1º de agosto). Estava lendo a reportagem e gostei muito da foto da turma. Gostaria de saber se há possibilidade de enviarme a foto da reportagem para eu poder ter uma recordação daquele dia. Desde já agradeço. Thaís Thalita, estudante da Faculdade de Ciências Biológicas NOTA DA REDAÇÃO - Thaís, as fotos publicadas no Jornal da PUC-Campinas e outras tiradas durante a viagem foram disponibilizadas em CD para a professora Luíza Ishikawa, que poderá repassá-las para você. Galeria Reginaldo Moreira, professor da Faculdade de Jornalismo "Não costumo trocar refeições por lanches, isso não é uma rotina. Principalmente porque estou fazendo reeducação alimentar. Mesmo com o ritmo acelerado, procuro me disciplinar e organizar meu tempo para fazer refeições saudáveis". QUANTAS VEZES POR SEMANA VOCÊ TROCA AS PRINCIPAIS REFEIÇÕES POR LANCHES? Melissa Rocha Azevedo, estudante da Faculdade de Economia "Todos os dias como salgados ou lanches à noite devido ao custo mais baixo e porque é rápido. Trabalho o dia todo e venho direto de Hortolândia para a Universidade, o que dificulta que me alimente devidamente". Felipe Mascia Cecchi, funcionário do Laboratório de Informática do Sistema de Bibliotecas e Informação (SBI) "Me alimento corretamente. Geralmente eu troco o jantar por alguma coisa mais leve, mas de preferência algo saudável. Faço isso porque não tenho costume de comer comida pesada à noite". Imagens Massagem Especial - Júnior Lima, da dupla Sandy & Júnior, foi o primeiro cliente de dez alunos portadores de necessidades especiais, formandos dos cursos de Massagem e Cabeleireiro pela parceria entre a ONG Meta Social e o Centro Interdisciplinar de Atenção ao Deficiente (Ciad) da PUC-Campinas. A massagem aconteceu no dia 9 de agosto, no Shopping Parque D. Pedro. "Nós, artistas, podemos ajudar na conscientização da sociedade sobre o fato de que eles não precisam provar nada, são capazes para o trabalho e para os estudos". Júnior demonstrou preocupação com os rumos da política brasileira. "Eu diria que o País continua sendo o playground dos políticos", alfinetou. O músico renovou contrato com a TV Globo e revelou que pretende cursar uma faculdade de música. È fácil COMPREENDER o espírito DA Medicina: estudar a FUNDO o pequeno e GRANDE mundo para, finalmente, DEIXAR que TUDO SEJA como DEUS QUISER Johann Wolfgang von Goethe ( ), escritor alemão, autor de uma gigantesca produção literária.

4 15 a 28 de agosto / Jornal da PUC-Campinas Entrevista Você foi feito para brilhar? O administrador de empresas José Domingos Zanco acredita que todos nós fomos feitos para o sucesso e que só pela motivação pessoal é que chegaremos lá; ele ministra palestra para os alunos e professores da pós-graduação O administrador de empresas José Domingos Zanco acredita que todos fomos feitos para brilhar, mas é preciso que cada um puxe o manche de sua aeronave e decole. Autor de dois livros sobre motivação pessoal, desde o início da década de 90, ele ministra palestras e participa de seminários que trazem mensagens de descoberta e enriquecimento pessoal. "De nada adianta treinar colaboradores para serem melhores no trabalho, se não se tornarem melhores enquanto gente", salientou. Zanco estará na Universidade em 27 de agosto para ministrar a palestra Você Foi Feito Para Brilhar, durante um encontro de integração entre alunos e professores da pós-graduação, promovido pela Pró- Reitoria de Pesquisa e Pós- Graduação (Propesq). Ele antecipou um pouquinho do conteúdo da palestra para os leitores do Jornal da PUC-Campinas. Du Paulino Jornal da PUC-Campinas - Por que há tanta procura por livros e palestras sobre motivação e auto-ajuda? José Domingos Zanco - As pessoas no mundo inteiro estão carentes de alguma coisa e parece que sempre precisam de um modelo para seguir. JP - Ler um livro ou assistir a uma palestra são atitudes capazes de motivar um profissional? Zanco - Qualquer coisa pode motivar ou desmotivar alguém. Mas quem dispara o gatilho é a própria pessoa. Portanto, um livro ou uma palestra podem, sim, ajudar no disparo do gatilho interno. Não existe uma fotos: Ricardo Lima "Temos de assumir dois papéis em nossas vidas: ser o diretor geral da megaprodução chamada Novela de Minha Vida e ser seu artista principal" "Às vezes uma única palavra dita pode disparar dentro da pessoa o gatilho da motivação" "Todos nós fomos feitos para brilhar. Para tanto é preciso cada um puxar o manche de sua aeronave e decolar" fórmula pronta, mas gosto de observar que, por vezes, uma única palavra dita, um texto em slide ou um pequeno vídeo podem disparar o gatilho da motivação. Mas ninguém consegue motivar alguém que não queira ser motivado. JP - Como tirar o máximo de proveito desses livros e palestras? Zanco - Estar aberto às mudanças e aceitar que todos nós fomos feitos para brilhar e ter muito sucesso. Para tanto é preciso cada um puxar o manche de sua aeronave e decolar. Prata da Casa - A TV PUC-Campinas é finalista da Mostra Competitiva do Festival de TVs Universitárias do 13º Gramado Cine Vídeo com as produções: Limeira Saudável e Agência Experimental de Jornalismo Comunitário. Concorrendo nas categorias Vídeo Social e Reportagem, respectivamente, de 15 a 20 de agosto, em Gramado (RS). Limeira Saudável foi dirigido pelo coordenador da TV PUC-Campinas, Paschoal Neto, e a reportagem Agência Experimental de Jornalismo Comunitário foi produzida pela jornalista da TV PUC-Campinas e do Jornal da PUC-Campinas Du Paulino. "Ser finalista do prêmio aponta que a TV PUC está no caminho certo de seu compromisso social", reforçou a jornalista. JP - O que o senhor espera transmitir em suas palestras? Zanco - Sempre que faço uma palestra procuro deixar uma mensagem positiva que sirva de inspiração para as pessoas fazerem as coisas de modo diferente, evitando que elas liguem o piloto automático e fiquem sentadas na zona de conforto, que é o pior lugar do mundo para alguém permanecer. Toda palestra tem de deixar uma mensagem. A palestra Você Foi Feito para Brilhar, por exemplo, fala que temos de assumir dois papéis em nossas vidas: ser o diretor geral da megaprodução chamada Novela de Minha Vida e ser seu artista principal. Palestra - Você Nasceu para Brilhar Data - 27 de agosto Horário - Das 9h às 12h Local - Auditório Dom Gilberto, no Campus I

5 Jornal da PUC-Campinas Saúde pública a 28 de agosto /2005 fotos: Ricardo Lima Ariane Silva alimenta-se diariamente de lanches rápidos na região central de Campinas Pesquisa reprova qualidade de LANCHES Vivian Camila Savian na Praça de Alimentação do Campus I, que está sob fiscalização constante para garantir a qualidade dos alimentos Trabalho da Faculdade de Ciências Biológicas indicou contaminação em cheese-burgueres comercializados em várias lanchonetes de Campinas; Universidade mantém serviço de fiscalização nas cantinas Rita Hennies Por falta de tempo ou dinheiro muitas pessoas substituem uma das refeições diárias pelas comidas rápidas. O hábito de consumir hambúrgueres, salgados ou cachorros-quentes gera discussões não apenas pelo baixo valor nutritivo desses alimentos, mas em virtude da qualidade duvidosa de muitos deles. O Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) de Érica Ribeiro Alexandrino da Silva, formada em 2004 pela Faculdade de Ciências Biológicas da PUC-Campinas, revelou que 45% das amostras de lanches analisadas apresentaram coliformes termotolerantes, microorganismos presentes em fezes, carnes e ovos contaminados. Eles são resistentes a temperaturas de até 45 graus e podem provocar distúrbios gastrointestinais ou doenças mais graves, tais como febre tifóide e cólera. A pesquisa analisou 20 amostras de sanduíches coletados em diversos pontos de venda das regiões central e do Bairro Taquaral durante o período de maio a agosto de "O dado comprovou a falta de higiene no manuseio desses sanduíches", afirmou a professora do Centro de Ciências da Vida (CCV) Maria Magali Stelato Rocha Soares, orientadora da pesquisa. Mesmo assim, as nove amostras estavam dentro do limite de contaminação permitido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e apenas duas descumpriram os padrões. Oito amostras (40%) também apresentaram contaminação acima do limite por microorganismos presentes no trato respiratório (nariz, boca e garganta) e apenas um sanduíche (5%) estava contaminado acima do valor permitido pela Anvisa por outra variedade de microorganismos presentes em fezes ou alimentos. A autora do TCC comprou lanches com preços que variaram de R$ 0,99 a R$ 3,00. As amostras foram acondicionadas em sacos plásticos esterilizados e mantidas em bolsas térmicas até o início das análises, para evitar qualquer alteração. Além da procedência duvidosa, os alimentos ricos em gordura podem causar obesidade e aumento da taxa de colesterol, quando analisados isoladamente, isto é, sem serem relacionados ao surgimento de outras doenças, segundo a endocrinologista e professora da Orientadora da pesquisa Maria Magali Stelato Rocha Soares no Campus II Professora Teresa Pitombo prefere as sopas leves e nutritivas Faculdade de Medicina Fátima Regina Chaves. "O indivíduo obeso também pode sofrer da Síndrome Metabólica, composta pela associação da obesidade abdominal (forma mais perigosa da doença), da dislipidemia (aumento da taxa de colesterol), da hipertensão arterial e da resistência insulínica (excesso de insulina), que aumenta o risco de infarto em quatro a cinco vezes mais do que nas pessoas magras". De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a obesidade é um dos fatores que mais contribuem com a taxa de mortalidade mundial, atingindo 300 milhões de pessoas. O Ministério da Saúde estima que 6% dos homens e 12% das mulheres com mais de 18 anos sofram da doença. Lanches caseiros, frutas e sopas são alternativas Embora os números sejam alarmantes, as pessoas não precisam deixar de comer o que apreciam para não correr riscos de doenças ou contaminações. O importante é não transformar os lanches gordurosos, rápidos, deliciosos e baratos em hábito alimentar. "Uma opção mais saudável e barata é o lanche caseiro acompanhado por uma fruta", ponderou a professora da Faculdade de Nutrição Carla Maria Vieira. A estudante do período noturno da Faculdade de Letras Ariane Fernanda Leite Silva alimenta-se diariamente dos apetitosos lanches e já registra os primeiros sintomas da má alimentação. "Isso já está se refletindo na minha saúde, pois tenho gastrite e gripes constantes", lamentou. Esse tipo de comida não satisfaz e faz com que a aluna da Faculdade de Administração Vivian Camila Savian tenha de se alimentar depois da aula. "Nas férias conseguia comer direitinho, mas no período das aulas fica mais corrido e à noite acabo sempre comendo alguma coisa mais prática mesmo". Já a professora da Faculdade de Relações Públicas Teresa Pitombo é uma das pessoas que evitam a alimentação à base de lanches. "Não gosto de comer sanduíches porque eles saciam a fome, mas não alimentam. A sopa é uma ótima alternativa: é nutritiva, rápida e de boa qualidade". Higiene Um rígido controle de qualidade é rotina nos estabelecimentos da PUC-Campinas, no Colégio Pio XII e no Hospital e Maternidade Celso Pierro. Treinamento sobre higienização pessoal e alimentícia, ministrado pela nutricionista e administradora da Praça de Serviços do Campus I, Maria Cristina Pinheiro Zullo, garante a qualidade dos alimentos. O treinamento sobre higienização começa pelos proprietários, passa pelos funcionários e envolve não só a manipulação dos alimentos, como também o local onde são manuseados. Maria Cristina verifica ainda os locais onde os proprietários das cantinas e restaurantes adquirem as verduras para saladas e lanches, conferindo a qualidade da água utilizada na irrigação e o transporte, entre outras práticas.

6 15 a 28 de agosto /2005 Jornal da PUC-Campinas 06 Sociedade Campanhas dão a largada para o referendo Os grupos favoráveis e contrários à proibição do comércio de armas e munição promovem ações de conscientização dos eleitores; horário gratuito no rádio e na TV começa no dia 23 de setembro Du Paulino Na última década foram registradas cerca de 325 mil mortes por armas de fogo no Brasil, média de 32 mil mortes a cada ano. Números que superam os 23 conflitos armados no mundo, segundo estudo da União das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e colocam o País na segunda posição do ranking mundial de mortes provocadas por ferimentos à bala. Essas estatísticas motivaram a aprovação do Estatuto do Desarmamento, em 2004, que determina a proibição da venda de armas e munições e prevê a consulta popular por meio de um referendo, instrumento democrático utilizado pela primeira vez no País. No dia 23 de outubro cerca de 121 milhões de brasileiros irão responder à pergunta: O Comércio de Armas de Fogo e Munição deve ser Proibido no Brasil? As campanhas foram deflagradas pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), e pelo prefeito de Campinas, Hélio de Oliveira Santos (PDT). Campinas sediou, no dia 1º de agosto, o lançamento nacional da Frente O presidente do Senado, Renan Calheiros (destaque), liderou o lançamento da Frente Parlamentar por um Brasil sem Armas na prefeitura de Campinas Parlamentar por um Brasil sem Armas e da Campanha Nacional a Favor do Desarmamento. A Faculdade de Direito, em parceria com outras instituições, planeja promover ações para conscientizar a população sobre o tema. Os grupos favoráveis e os contrários à proibição terão direito a fazer campanha defendendo suas idéias, inclusive com horário gratuito no rádio e na televisão a partir do dia 23 de setembro. Pelo sim "A violência é uma epidemia e o sim será a primeira vacina", profetizou o prefeito de Campinas. O presidente do Senado reconheceu que só a extinção do comércio não é suficiente para acabar com a violência. Ele defende a necessidade de investimento do Estado nas polícias e na atualização da legislação. "Essa proibição acabará com o crime imotivado, aquele que acontece no calor de uma discussão", argumentou Calheiros. O diretor da Faculdade de Direito da PUC-Campinas, Jamil Miguel, compartilha da mesma opinião. Miguel salientou que só a redução desse tipo de mortes já valerá a proibição. O diretor planeja engrossar o coro a favor do sim, promovendo ações de âmbito regional para esclarecimento da população sobre o referendo e a importância da proibição da venda de armas e munições. Miguel espera contar com o apoio da Pastoral Universitária, do Ministério Público do Estado de São Paulo, da Unicamp e de outras entidades e instituições. Pelo não O presidente do Movimento Viva Brasil, Benê Barbosa, afirmou que proibir o porte de arma ao cidadão de bem representa para o bandido a segurança de que não encontrará resistência na hora em que for cometer um delito. "A opção de comprar ou não uma arma é um direito adquirido pelo cidadão e a perda deste direito abre precedentes para a tentativa de supressão de outros direitos", defendeu Barbosa. O Brasil é o maior produtor de armas de pequeno porte e equipamentos militares da América Latina. O mercado é dominado pela indústria gaúcha Forjas Taurus, que já está diversificando suas atividades, preparando-se para uma eventual derrota no referendo. O grupo contrário à proibição do comércio de armas sustenta que ocorrerá uma redução de postos de trabalho e de receitas cambiais, além de um aumento no contrabando de armas no País. Price Waterhouse escolhe trainee na Universidade Seis alunos do Centro de Economia e Administração (CEA) e do Centro de Ciências Humanas (CCH) iniciaram este mês um programa de trainee na Price Waterhouse Coopers, importante empresa de auditoria que atua no Brasil. É a primeira vez que a empresa oferece esta oportunidade a alunos da PUC-Campinas. Eles foram selecionados entre uma turma de 30 estudantes de 3º e 4º anos das Faculdades de Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Ciências Administrativas e Direito, que participaram em julho de um curso de capacitação ministrado por técnicos da empresa no Campus I. Os selecionados foram contratados como assistentes de auditoria e já integram o plano de carreira da empresa, podendo chegar a sócios dependendo do desempenho profissional de cada um. "Esta contratação significa para mim um objetivo alcançado. Estou muito feliz. Só o fato de ter feito o curso, já foi muito importante, independentemente da contratação ou não. Com certeza esse curso é um diferencial para todos os alunos que participaram", afirmou a estudante da Faculdade de Administração com Ênfase em Comércio Exterior Stella Cristina Aluna Stella Calderan e o diretor do CEA, Maurício de Oliveira Calderan. Os alunos terão uma jornada de 40 horas semanais com um salário de R$ A empresa oferece ainda curso de inglês, assistência médica e odontológica, alimentação, bolsa (parcial ou integral) universitária e participação nos resultados. A proposta de realização do curso partiu da Gerência Regional da Price. "Nossa intenção é que a empresa volte a oferecê-lo para uma nova turma, em meados de 2006", comentou o diretor-adjunto do CEA, José Homero Adabo. "Pretendemos manter essa parceria, pois encontramos alunos preparados e com vontade de crescer profissionalmente", garantiu um dos 100 sócios da Price no Brasil Valdir Augusto Assunção, que começou sua carreira como trainee na empresa. Outras oportunidades A Universidade mantém convênios de estágios com setores públicos, privados e organizações não-governamentais de Campinas e região por intermédio de parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), além da oferta interna da PUC-Campinas. Naqueles locais universitários fazem estágios e 430 na Universidade. Neste segundo semestre foram oferecidas oportunidades na áreas de Direito, Administração, Pedagogia, Engenharias Elétrica, Civil e Mecânica, Análise de Sistemas, Economia, Ciências Contábeis, Turismo e Psicologia. Portal PUC-Campinas -(www.puc-campinas.edu.br/aluno) CIEE - e (19)

7 Jornal da PUC-Campinas a 28 de agosto /2005 Sob nova batuta Aderval Borges Adriana Furtado Com a retomada das atividades, o Coral Universitário da PUC-Campinas, vinculado ao Centro de Cultura e Arte (CCA), anuncia o nome do novo regente: o músico Nelson Silva. Formado pelo curso de Regência e Composição da Unicamp, em 1980, Silva atua em Campinas à frente de vários grupos vocais e contou um pouquinho de seus planos na Universidade. Proposta Meu grande objetivo é levar um maior número de pessoas ao contato com a música, de modo que possam ter vivência e formação cultural. Pretendo criar um grupo estável e com um trabalho contínuo. Repertório A proposta é que seja versátil, com cantos eruditos, folclóricos, populares, músicas de raiz, entre outras. Mas pretendo também trabalhar com músicas mais tradicionais - barrocas e renascentistas, por exemplo - concebidas para coro. Agenda Avalio alguns locais de apresentação no Campus I e locais fora da Universidade. Podemos nos apresentar inclusive em igrejas, aproveitando as reuniões das pessoas para as celebrações. Solte sua voz O Coral Universitário é aberto à participação de alunos, professores, funcionários e integrantes da sociedade. Inscrições: até 31 de agosto Endereços: e no Prédio do CCA, Campus I Informações: (19) MURAL Nosso Cinema para sempre O russo Sergei Eisenstein mestre das ( ) foi um dos mais importantes cineastas de todos os tempos e deixou textos fundamentais, ainda hoje avidamente estudados por todos que decidem fazer carreira no cinema. Com 26 anos rodou A Greve, mostrando que era possível realizar arte política com qualidade. Com 27, deu ao mundo O Encouraçado Potemkin, tão importante quanto Cidadão Kane, de Orson Welles, para a história do cinema. Potemkin tem cenas cujo ritmo supera qualquer clipe da geração MTV. Logo depois fez Outubro, menos narrativo, demonstrando sua Teoria da Montagem de Atrações, baseada nos ideogramas chineses, até hoje modelo para filmes experimentais e trabalhos de videoarte. Tributo a Raul Seixas O compositor campineiro Agnaldo Araújo está com um show nas paradas, no qual homenageia o melhor roqueiro nacional. No repertório estão composições suas e clássicos do Maluco Beleza. O show acontece no Tonico's Boteco (Centro) no dia 10 de setembro e traz também exposições de obras do cantor e compositor baiano. A banda reúne músicos de várias cidades da região: Araújo (voz/violão) é de Campinas, Adriano Olegário (vocal/baixo) e Cesinha (bateria) são de Indaiatuba e Maurício Blues Boy (vocal/guitarra), de Salto. Informações: Samba com batida de jazz Um dos maiores bateristas brasileiros, Dom Um Romão, morreu em julho no Rio de Janeiro, vítima de derrame cerebral. Faria 80 anos em 3 de agosto. Foi fundamental para a percussão da bossa nova e do samba-jazz, tocou com Sérgio Mendes, Jorge Ben, Cannonball Aderley, Elis Regina, Tom Jobim, Stan Getz, João Gilberto, Frank Sinatra (no célebre disco com Tom, de 1967), Elizeth Cardoso (no igualmente célebre Canção do Amor Demais, de 1958, com as primeiras canções de Tom & Vinícius e as primeiras batidas de João Gilberto ao violão). formas Alfredo Volpi ( ) era filho de imigrantes italianos pobres, como muitos que chegaram ao País no final do século 19. Até a década de 30, quando se juntou a outros talentosos pintores da colônia - Rebolo, Graciano, Zanini, Bonadei e Pennacchi - para formar o Grupo Santa Helena, ganhava a vida pintando paredes. Suas clássicas bandeirinhas de festas juninas nada têm a ver com símbolos da cultura popular tão endeusada pelos pregoeiros da estética populista de esquerda. Volpi sempre fez arte abstrata, sofisticada, com extremo rigor técnico. Para se ter idéia, o pintor produzia as próprias tintas e telas para alcançar os efeitos desejados. Chucrutes no teatro norte-americano Erwin Piscator ( ) era comunista de carteirinha e, ainda assim, conseguiu deixar poderosas marcas no teatro norteamericano, durante o período em que esteve por lá exilado. Foi responsável por muitas inovações que caracterizam o teatro moderno. Foi o primeiro a intercalar documentários, desenhos animados e outros recursos tecnológicos com representações ao vivo. Julian Beck e Judith Malina, do Grupo Living Theatre, foram seus pupilos. O mais importante encenador atual dos EUA, Bob Wilson, reafirma, sempre que pode, seu tributo a Piscator. Críticas ao jornalismo brasileiro Xico Sá é repórter de primeiro time. Ganhou o Prêmio Esso pela denúncia do caso do PC Farias em 1993 e é autor de três importantes livros: A Nova Geografia da Fome, Modos de Macho & Modinhas de Fêmea e A Divina Comédia da Fama. Sá criou o blog Carapuceiro. No final do primeiro semestre lançou em Campinas seu último livro e levou um lero com o Jornal da PUC-Campinas. Indagado sobre a imprensa brasileira atual, Sá avalia que precisa incorporar o espírito libertário do jornalismo do norte-americano Hunter Tompson: "Nosso jornalismo anda muito careta e conservador. As coberturas são chatas e burocráticas. Graças à internet, blogs e sites, é que temos visto novas experiências". Fitz, o terrível Scott Fitzgerald ( ) surgiu nos anos 20 do século passado como o escritor dos jovens norte-americanos. Expressou suas fantasias e espírito esportivo nos ótimos Contos da Era do Jazz. Com sua mulher Zelda formava um bonito casal, cuja presença era assídua nas festas mais badaladas. Mas Scott enfastiou-se de tudo e passou a mostrar uma outra face, a da fina ironia, que punha abaixo muitos valores do modo de vida de seu país. Seus grandes romances - O Grande Gatsby e Suave é a Noite - fizeram com que ele e o amigo Hemingway fossem considerados a geração perdida da literatura norte-americana. Ambos tiveram influência decisiva na formação da Geração Beat, nos anos 50, liderada por Kerouac, Ginsberg e Burruoughs. classificados MORADIA Vaga em República Feminina Próximo à PUC Campus I (19) MORADIA Vendo Kitnet sem garagem Área central de Campinas (19) e SERVIÇOS Hospital de Monte Sião contrata: Médico Clínico,Ginecologista e Anestesiologista (35) AULAS PARTICULARES Professores de Inglês Com experiência no exterior (19) e TRANSPORTE Vitor Transporte Universitário Campinas - Campus I (19) TRANSPORTE Campinas - Campus I - (Noturno) (19) e (19) As ofertas acima são de responsabilidade dos anunciantes

8 15 a 28 de agosto /2005 Jornal da PUC-Campinas Contraprova 08 Avaliação para médicos provoca polêmica Exame de Habilitação do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp), aplicado em caráter experimental e voluntário este ano, esquenta debate na comunidade da saúde Adriana Furtado A aplicação do Exame de Habilitação do Conselho Regional de Medicina de São Paulo (Cremesp) para os recémformados nas Faculdades de Medicina é polêmica entre professores, alunos e profissionais da área. As denúncias sobre imperícias e a crescente abertura de escolas apontam a necessidade de avaliação dos profissionais que ingressam no mercado. O Cremesp registra reclamações de pacientes contra médicos por mês, uma média de quatro reclamações por dia. A maior parte delas, segundo o conselho, envolvendo recém-formados. Funcionam no Brasil 147 Faculdades de Medicina autorizadas pelo Ministério da Educação (MEC). Só na última década foram abertas 70 faculdades. O diretor do Centro de Ciências da Vida (CCV) da PUC-Campinas, Luiz Maria Pinto, afirmou que a questão da avaliação não é nova e que não concorda com a aplicação nos moldes propostos pelo conselho. Ainda, segundo ele, é de responsabilidade das universidades a formação completa dos Estudante Laura de Souza durante atendimento clínico no Ambulatório de Especialidades alunos. "É de responsabilidade do Ministério da Educação avaliar as escolas que formam maus profissionais e não do Cremesp criar ferramentas de avaliação", reforçou. Já o diretor da Faculdade de Medicina da PUC-Campinas, José Francisco Kerr Saraiva, defende que os médicos sejam submetidos a um processo contínuo de avaliação em sua carreira, salientando que a população menos favorecida é quem sofre com os maus profissionais. O diretor argumenta que os recém-formados despreparados, sem residência (especialização realizada após o término da graduação e que exige uma prova para o ingresso) e outras avaliações periódicas são absorvidos por postos de saúde, hospitais de periferia e outros serviços públicos, sucateando cada vez mais o Sistema de Saúde do Brasil. "A população carente é a mais prejudicada pelos médicos sem preparo, pois são absorvidos pela rede pública, que atendem os menos favorecidos", reforçou o diretor. Alguns alunos da Faculdade de Medicina compartilham da mesma opinião. A aluna do 6º ano Laura Goés de Souza, não apenas concorda com a avaliação como pretende fazê-la. "É a melhor saída para selecionar os recémformados que ingressarão no mercado de trabalho, já que não há um controle sobre as novas escolas", declarou. O também aluno do 6º ano Flávio Frederico aprovou a avaliação, mas O diretor do CCV, Luiz Maria Pinto (ao lado), e o diretor da Faculdade de Medicina, José Francisco Kerr Saraiva, divergem quanto à realização da prova para ingressar no mercado de trabalho ainda não decidiu se fará a prova, que neste ano ainda não será obrigatória e será restrita às faculdades do Estado de São Paulo. A neurocirurgiã e ex-aluna da PUC- Campinas Maria Graça Iafiglioli Gomes considera o exame do Cremesp uma ferramenta de exclusão dos profissionais no mercado. "É a comprovação da falência do sistema educacional em todos os níveis, desde a educação infantil até a universitária. Devem ser criados mecanismos que melhorem a qualidade da educação e não critérios de exclusão", concluiu. Já o presidente da Câmara de Vereadores de Campinas e urologista Dário Saadi, formado pela Universidade, acredita que o exame representa uma forma de controle sobre a qualidade dos cursos. "Toda iniciativa que visa beneficiar a população é válida", argumentou. Exame de Habilitação do Cremesp Inscrições: até 9 de setembro pelo site Quem pode participar: alunos do 6º ano e médicos formados há menos de um ano no Estado de São Paulo. Calendário: 1ª fase em 9 de outubro, após no máximo 40 dias acontece a 2ª fase. Avaliação: 1ª fase será nas cidades de São Paulo e Ribeirão Preto, passam à 2ª fase os que acertarem 60% das questões. Esta fase será apenas em São Paulo. Informações: (11) Intercâmbio - A Faculdade de Medicina, o Hospital e Maternidade Celso Pierro (HMCP) e o Departamento de Relações Externas (DRE) recepcionaram no dia 5 de agosto quatro estudantes estrangeiros que participam do Programa de Estágio International Federation of Medical Students' Association (IFMSA). Além desses estudantes, a PUC-Campinas ainda receberá mais nove alunos de vários países até o final deste semestre.

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES

PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL UNIVERSIDADES ESTADUAIS PARANAENSES - 2012 a 2021 Instituição: ENSINO DE GRADUAÇÃO Programas/Projetos/Ações Ano Natureza Valores Fonte de Recursos Beneficiado Manutenção

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE PSICOLOGIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1 -

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE ENFERMAGEM 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor 1 - O professor comparece com regularidade

Leia mais

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA

UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA UNIVERSIDADE DE RIO VERDE CPA COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO RELATÓRIO DE AUTOAVALIAÇÃO 2011 2012 FACULDADE DE FISIOTERAPIA 1 Dimensão 2 - Acadêmico avaliando professor POTENC. PTO. A MELHOR. FRAGIL. 1

Leia mais

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio

RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA. Dados do Intercâmbio RELATÓRIO DE INTERCÂMBIO CRInt ECA Nome: Juliana Malacarne de Pinho No. USP 7166759 Curso ECA: Jornalismo Dados do Intercâmbio Universidade: Universidade NOVA de Lisboa Curso: Comunicação Social Período:

Leia mais

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1

Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Como a comunicação e a educação podem andar de mãos dadas 1 Entrevista com Ricardo de Paiva e Souza. Por Flávia Gomes. 2 Flávia Gomes Você acha importante o uso de meios de comunicação na escola? RICARDO

Leia mais

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica

Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Assessoria de Comunicação & Marketing Assessoria de Imprensa e Divulgação Científica Monitoramento das Notícias da UNISUL Dia 27 de Fevereiro de 2013 JORNAIS Sobre a saúde e a doença no Mundo Diário Catarinense

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA REGIONAL DE EDUCAÇÃO DRE 3 COLÉGIO ESTADUAL DJENAL TAVARES DE QUEIROZ MOITA BONITA SE O Colégio Estadual Djenal Tavares de Queiroz, foi fundado

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE O PARFOR 1. Como são os cursos ofertados pela plataforma freire e quais os benefícios para os professores que forem selecionados? O professor sem formação poderá estudar nos

Leia mais

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional

Programa de Desenvolvimento Local PRODEL. Programa de Extensão Institucional Programa de Desenvolvimento Local PRODEL Programa de Extensão Institucional Programa de Extensão Institucional Um programa de extensão universitária é o conjunto de projetos de extensão desenvolvido por

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO EDITAL PROEX 073/2010 A Pró-Reitora de Extensão da Universidade Estadual de Londrina, considerando a seleção de projetos para o Programa de Extensão Universitária Universidade

Leia mais

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL

JORNALISMO CULTURAL ONLINE: EXPERIÊNCIAS DE COBERTURA JORNALÍSTICA DO SITE CULTURA PLURAL 12. CONEX Apresentação Oral Resumo Expandido 1 ÁREA TEMÁTICA: ( x ) COMUNICAÇÃO ( ) CULTURA ( ) DIREITOS HUMANOS E JUSTIÇA ( ) EDUCAÇÃO ( ) MEIO AMBIENTE ( ) SAÚDE ( ) TRABALHO ( ) TECNOLOGIA JORNALISMO

Leia mais

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014

RELATÓRIO SÍNTESE DA CPA (COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO) - 2014 A CPA (Comissão Própria De Avaliação) apresentou ao MEC, em março de 2015, o relatório da avaliação realizada no ano de 2014. A avaliação institucional, realizada anualmente, aborda as dimensões definidas

Leia mais

Região. Mais um exemplo de determinação

Região. Mais um exemplo de determinação O site Psicologia Nova publica a entrevista com Úrsula Gomes, aprovada em primeiro lugar no concurso do TRT 8 0 Região. Mais um exemplo de determinação nos estudos e muita disciplina. Esse é apenas o começo

Leia mais

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019

PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 PLANO DE TRABALHO CAMPUS DE FRANCISCO BELTRÃO QUATRIÊNIO 2016-2019 Candidato Gilmar Ribeiro de Mello SLOGAN: AÇÃO COLETIVA Página 1 INTRODUÇÃO Considerando as discussões realizadas com a comunidade interna

Leia mais

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL

DIMENSÃO 1 A MISSÃO E O PLANO DE DESENVOLVIMENTO INSTITUCIONAL Faculdade Educacional da Lapa 1 FAEL RESULTADOS - AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL 2012 O referido informativo apresenta uma súmula dos resultados da autoavaliação institucional, realizada no ano de 2012, seguindo

Leia mais

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS

POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS POLÍTICA DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA PÓS-GRADUAÇÃO DA CAPÍTULO I DA DEFINIÇÃO E DOS PRINCÍPIOS Art. 1. A Política de Assistência Estudantil da Pós-Graduação da UFGD é um arcabouço de princípios e diretrizes

Leia mais

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO

2ª SEMANA NACIONAL DE EDUCAÇÃO FINANCEIRA MARÇO Design & Saúde Financeira para maiores de 50 anos Vera Damazio Laboratório Design Memória Emoção :) labmemo (: O que Design tem a ver com Saúde Financeira para maiores de 50 anos? E o que faz um Laboratório

Leia mais

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning)

Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) Estímulo Experimental: Texto para filmagem dos discursos políticos (Brasil Thad Dunning) DISCURSOS 1, 2, 3 e 4 sem mensagem de raça ou classe (o texto do discurso é para ser lido duas vezes por cada ator,

Leia mais

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO

planejamento de comunicação 2011 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1. INFORMAÇÕES DA ORGANIZAÇÃO 1 Nome da Organização: Associação de Defesa Etnoambiental Kanindé 2 Data da Fundação: 15 de novembro de 1992 3 Localização: R. D. Pedro II 1892, sala 7 - Bairro Nossa Sra.

Leia mais

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015

AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 AVALIAÇÃO TRIMESTRAL DE METAS PDI- 2011/2015 METAS AÇÕES PRAZOS Expansão do número de vagas do curso de Engenharia de Produção. SITUAÇÃO MARÇO DE 2015 AVALIAÇÃO PROCEDIDA EM 12.03.2015 CPA E DIRETORIA

Leia mais

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Entre cursos com maior reprovação estão pedagogia, jornalismo e turismo. Falta de leitura e hábitos gerados pela internet são fatores motivadores.

Leia mais

Novo curso da Univesp inicia processo seletivo

Novo curso da Univesp inicia processo seletivo Edição 12 de 1 a 7 de junho de 2010 VISITE A PÁGINA DA SALA DE IMPRENSA DA EACH. ALÉM DO CLIPPING SEMANAL, VOCÊ PODERÁ ENCONTRAR OUTRAS NOTÍCIAS IMPORTANTES SOBRE A NOSSA ESCOLA http://each.uspnet.usp.br/each/sala-imprensa.php

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº15 29/05-02/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº15 29/05-02/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional VEST UVV-ES 2013/2 CONHEÇA OS CURSOS OFERTADOS NO VEST UVV-ES 2013/2 Nas próximas edições do UVV Post,

Leia mais

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ

PROGRAMA JOVEM APRENDIZ JOVEM APRENDIZ Eu não conhecia nada dessa parte administrativa de uma empresa. Descobri que é isso que eu quero fazer da minha vida! Douglas da Silva Serra, 19 anos - aprendiz Empresa: Sinal Quando Douglas

Leia mais

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI

ANEXO III. Cronograma detalhado do PROAVI ANEXO III Cronograma detalhado do PROAVI 65 PROGRAMA DE AUTO-AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA PUC-CAMPINAS CRONOGRAMA COMPLEMENTAR DETALHANDO AS ATIVIDADES E AS AÇÕES DE DIVULGAÇÃO COMISSÃO PRÓPRIA DE AVALIAÇÃO

Leia mais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais

Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais Scup e Política: vitória nas urnas pelas redes sociais A campanha do prefeito de Duque de Caxias Alexandre Aguiar Cardoso, natural de Duque de Caxias, cidade da região metropolitana do Rio de Janeiro,

Leia mais

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016

NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUC-CAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 NORMAS DO PRIMEIRO PROCESSO SELETIVO DE CANDIDATOS ÀS VAGAS REMANESCENTES DOS CURSOS DE GRADUAÇÃO DA PUCCAMPINAS 1 o SEMESTRE DE 2016 Capítulo I DAS DISPOSIÇÕES GERAIS Art. 1 o Este Processo Seletivo tem

Leia mais

Campanha "Está Provado por A+B arma não é brinquedo"

Campanha Está Provado por A+B arma não é brinquedo Campanha "Está Provado por A+B arma não é brinquedo" Mostra Local de: Londrina Categoria do projeto: I Projetos em Andamento (projetos em execução atualmente) Nome da Instituição/Empresa: "Participo do

Leia mais

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO

O GRUPO DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO ENSINO FUNDAMENTAL DOM BOSCO O GRUPO DOM BOSCO Este é o momento de dar espaço à curiosidade, de fazer novas descobertas e formar suas próprias ideias. SEDE HORTO - Berçário - Educação Infantil - 1º Ano

Leia mais

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto?

Projetos Sociais da Faculdade Campo Real CIDADANIA REAL 1. O que é o projeto? 2. Em que consistem as atividades do projeto? Projetos Sociais da Faculdade Campo Real A promoção da cidadania é qualidade de toda instituição de ensino consciente de sua relevância e capacidade de atuação social. Considerando a importância da Faculdade

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº21 29/07-04/08 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional EDITAIS DE MONITORIA E ESTÁGIO Até o dia 16 de agosto de 2013, estão abertas as inscrições para o preenchimento

Leia mais

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM

REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM ENFERMAGEM REGULAMENTO PARA ATIVIDADES COMPLEMENTARES CURSO DE ENFERMAGEM CAPÍTULO I DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E SUAS FINALIDADES Art. 1º. As atividades complementares, no âmbito do Curso de Enfermagem,

Leia mais

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata

PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE. UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão. Quadriênio 2016-2019. Candidata PLANO DE TRABALHO DIREÇÃO DO CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE UNIOESTE - Campus de Francisco Beltrão Quadriênio 2016-2019 Candidata Franciele Ani Caovilla Follador Slogan: CCS em ação! 1 INTRODUÇÃO Em 1991,

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE

CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE CÂMARA MUNICIPAL DE SABOEIRO-CE PROJETO DE LEI Nº /2013, de 23 de abril de 2013 DISPOE SOBRE A CRIAÇÃO DO PROGRAMA DE INCENTIVO A CULTURA CINEMA POPULAR EM DISTRITOS, COMUNIDADES E PRAÇAS DO MUNICÍPIO.

Leia mais

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular

LICENCIATURA EM HISTÓRIA. fgv.br/vestibular LICENCIATURA EM HISTÓRIA fgv.br/vestibular IDEALISMO, EXCELÊNCIA E CREDIBILIDADE A Fundação Getulio Vargas surgiu em 20 de dezembro de 1944 com o objetivo de preparar profissionais qualificados em Administração

Leia mais

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES

Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES Diretoria de Avaliação da Educação Superior DAES/INEP Coordenação-Geral de Avaliação de Cursos de Graduação e IES EDUCAÇÃO SUPERIOR BRASILEIRA ALGUNS INDICADORES¹ 2.314 IES 245 públicas (10,6%) e 2.069

Leia mais

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES

FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 FORMAÇÃO PLENA PARA OS PROFESSORES Bernardete Gatti: o país enfrenta uma grande crise na formação de seus professores em especial, de alfabetizadores.

Leia mais

OBJETIVO: 1 - GERAL 2 - ESPECÍFICOS

OBJETIVO: 1 - GERAL 2 - ESPECÍFICOS UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MONTES CLAROS PRÓ-REITORIA DE ENSINO COORDENADORIA DE PÓS-GRADUAÇÃO INFORMAÇÕES PARA DIVULGAÇÃO DE CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO LATO SENSU NA INTERNET Curso de Especialização Lato Sensu

Leia mais

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Valéria Araújo Quando crianças, adolescentes, jovens e familiares do distrito da Brasilândia

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL RELATO DE EXPERIENCIA DE PROJETO COLABORATIVO VIA INTERNET ENTRE ESCOLAS MUNICIPAIS

Leia mais

QS UNIVERSITY RANKINGS LATIN AMÉRICA 2013 64ª da América Latina, 19ª do Brasil, 5ª Estadual do Brasil e 1ª Estadual do Paraná

QS UNIVERSITY RANKINGS LATIN AMÉRICA 2013 64ª da América Latina, 19ª do Brasil, 5ª Estadual do Brasil e 1ª Estadual do Paraná 2012-2013 Referência no Brasil e destaque entre as universidades latino-americanas, a Universi-dade Estadual de Londrina- UEL foi fundada em 1971, com a junção de faculdades isoladas das áreas de Letras,

Leia mais

Planejamento CPA Metropolitana 2013

Planejamento CPA Metropolitana 2013 Planejamento CPA Metropolitana 2013 1 Planejamento CPA Metropolitana Ano 2013 Denominada Comissão Própria de Avaliação, a CPA foi criada pela Legislação de Ensino Superior do MEC pela Lei 10.861 de 10

Leia mais

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Celso João Ferretti: o processo de desintegração da educação atingiu em menor escala as escolas técnicas.

Leia mais

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor

Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com. Manual do Professor Prof. Dr. José Dornelas www.josedornelas.com Manual do Professor Manual do professor Este manual deve ser usado em conjunto com o vídeo do autor disponível no site da editora: www.campus.com.br Maiores

Leia mais

MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC

MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC FUNDAÇÃO ADOLPHO BÓSIO DE EDUCAÇÃO NO TRANSPORTE FABET FACULDADE DE TECNOLOGIA PEDRO ROGÉRIO GARCIA FATTEP CENTRO DE EDUCAÇÃO E TECNOLOGIA NO TRANSPORTE CETT MANUAL DA BOLSA FORMAÇÃO E CURSOS PRONATEC

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um órgão colegiado, de cunho decisório, presente no interior da organização escolar, responsável pelo processo de avaliação do desempenho pedagógico do aluno.

Leia mais

EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes

EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes EMTI JARDIM NOVO MUNDO Goiânia, 14 de junho de 2013 Tabulação do questionário Assembleia do Estudantes Sim (32) Não (00) Sim (12) Nulo (20) 01 Está gostando das aulas? Estão atendendo suas expectativas?

Leia mais

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004

RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 RELATÓRIO DAS ATIVIDADES 2004 1. Palestras informativas O que é ser voluntário Objetivo: O voluntariado hoje, mais do que nunca, pressupõe responsabilidade e comprometimento e para que se alcancem os resultados

Leia mais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais

FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais FACULDADES METROPOLITANAS UNIDAS FMU GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Departamento de Ciências Exatas e Gerenciais CURSOS : ADMINISTRAÇÃO CIÊNCIAS ATUARIAIS CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO CIÊNCIAS CONTÁBEIS CIÊNCIAS

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITÀ DEGLI STUDI DI ROMA TOR VERGATA EDITAL DRE n 023/15

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITÀ DEGLI STUDI DI ROMA TOR VERGATA EDITAL DRE n 023/15 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSITÀ DEGLI STUDI DI ROMA TOR VERGATA EDITAL DRE n 3/15 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna

Leia mais

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES

ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1 ANEXO 2. NORMATIZAÇÃO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES 1. A partir das Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Serviço Social o planejamento acadêmico do deve assegurar, em termos

Leia mais

O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ aprovou e eu, Reitora em exercício, sanciono a seguinte Resolução:

O CONSELHO UNIVERSITÁRIO DA UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ aprovou e eu, Reitora em exercício, sanciono a seguinte Resolução: Resolução CONSUN n o 046/2003. Credenciada pelo Decreto Federal de 03/07/97 - D. O. U. Nº 126, de 04/07/97 Aprova o Regulamento Geral da Agência de Comunicação Integrada, do Curso de Comunicação Social

Leia mais

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES

11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS. Centro Universitário UNIVATES 11 Prêmio Destaque em Comunicação SINEPE NAS INTERNAS Centro Universitário UNIVATES Apresentação do Projeto - Apresentação da instituição educacional Com sede no município de Lajeado, a Univates também

Leia mais

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas

Guia Multilíngüe de Informações Cotidianas Para poder permanecer em território japonês é necessário ter o visto de permanência. Existem 27 tipos de vistos e, cada qual tem prazos e tipos de atividades permitidas diferenciadas. 1 Tipos de visto

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS INEP Alunos apontam melhorias na graduação Aumenta grau de formação dos professores e estudantes mostram que cursos possibilitam

Leia mais

Exame Nacional de Proficiência em Medicina PLS 217/2004

Exame Nacional de Proficiência em Medicina PLS 217/2004 Audiência Pública Senado Federal Brasília, novembro de 2012 Exame Nacional de Proficiência em Medicina PLS 217/2004 Renato Azevedo Jr. Presidente Histórico 1989 Fórum de Qualificação Profissional de Nível

Leia mais

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA

I CIPPEB - CONGRESSO INTERNACIONAL DE PRÁTICAS PEDAGÓGICAS DA EDUCAÇÃO BÁSICA RELATO DE EXPERIÊNCIA RELATO DE EXPERIÊNCIA SEMANA DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO: UMA PRÁTICA PEDAGÓGICA Mestranda Rita Aparecida Nunes de Souza da Luz PROGEPE UNINOVE Resumo O objetivo desse trabalho é relatar a experiência

Leia mais

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016

Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Perguntas mais frequentes (FAQ) Alunos Internacionais 2015-2016 Nomeações Estudantes que desejarem fazer intercâmbio, durante a graduação ou a pósgraduação, na Escola de Ciências Sociais da Fundação Getulio

Leia mais

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO

FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO Pró-Reitoria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão Proppex Supervisão de Extensão 1. IDENTIFICAÇÃO DA ORIGEM FORMULÁRIO DAS AÇÕES DE EXTENSÃO 1.1. TÍTULO: Viagens de Estudos e Visitas Técnicas Internacionais

Leia mais

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO

A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA) DESENVOLVIDA EM BARÃO GERALDO BE_310 CIÊNCIAS DO AMBIENTE UNICAMP ESTUDO (Turma 2012) Disponível em: http://www.ib.unicamp.br/dep_biologia_animal/be310 A POLÍTICA DE SEGURANÇA PÚBLICA E INFRAESTRUTURA (LIGADA AO QUESITO DE SEGURANÇA)

Leia mais

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015

NOTÍCIAS. Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal. V.4 - N.4 - Setembro de 2015 V.4 - N.4 - Setembro de 2015 Vilma Lúcia da Silva 05 Assessora de Comunicação do Parque da Cidade Parque da Cidade é o escolhido para grandes eventos em Natal Só no mês de setembro o Parque da Cidade recebeu

Leia mais

Animal. Casa. Compras. Fitness. Ensino. Gastronomia. Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares. www.revistacomuniq.com.br facebook.

Animal. Casa. Compras. Fitness. Ensino. Gastronomia. Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares. www.revistacomuniq.com.br facebook. Animal Casa Ano 1. Nº 1. 20 mil exemplares www.revistacomuniq.com.br facebook.com/revistacomuniq 2013 Compras Gastronomia Ensino Fitness Animal Casa www.revistacomuniq.com.br facebook.com/revistacomuniq

Leia mais

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013

FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013 FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA AVALIAÇÃO INSTITUCIONAL DA FACULDADE GLOBAL DE UMUARAMA FGU / UNIESP RELATÓRIO FINAL 2012/2013 UMUARAMA, DEZEMBRO, 2012 RELATÓRIO DE AUTO-AVALIAÇÃO I DADOS DA INSTITUIÇÃO Nome/

Leia mais

Interação das Escolas do Tocantins

Interação das Escolas do Tocantins SINDICATO DOS PEDAGOGOS DO ESTADO DO TOCANTINS - SINPETO www.sinpeto.com.br Interação das Escolas do Tocantins Palmas 2010. SINDICATO DOS PEDAGOGOS DO ESTADO DO TOCANTINS - SINPETO www.sinpeto.com.br Projeto:

Leia mais

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE

REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE REGULAMENTO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE - PADI DA FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÂ DO NORTE 2013 REGULAMENTO DO PROGRAMA DE APOIO AO DISCENTE PADI DA FACULDADE DE DE CIÊNCIAS SOCIAIS DE GUARANTÃDO

Leia mais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais

GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES. Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais GUIA DE ATIVIDADES COMPLEMENTARES Faculdade de Engenharia Universidade do Estado de Minas Gerais Apresentação Querido (a) aluno (a) Seja bem vindo (a) à Faculdade de Engenharia da Universidade do Estado

Leia mais

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013

RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2013 Even e Junior Achievement de Minas Gerais UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Resultados Conquistados... 3 Resultados do Projeto... 4 Programa Finanças Pessoais... 5 Conceitos

Leia mais

FACULDADE TRÊS PONTAS FATEPS RECONHECIDA PELA PORTARIA DO MEC Nº 68/14

FACULDADE TRÊS PONTAS FATEPS RECONHECIDA PELA PORTARIA DO MEC Nº 68/14 REGULAMENTO DAS ATIVIDADES COMPLEMENTARES E DAS ATIVIDADES ACADÊMICO-CIENTÍFICO-CULTURAIS. O presente regulamento, aprovado pela resolução CONSUP 05/2014, estabelece as normas atinentes ao cumprimento

Leia mais

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PRÓ-SAÚDE/FAMEB/UFBA.

ATIVIDADES DESENVOLVIDAS NO PRÓ-SAÚDE/FAMEB/UFBA. UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA FACULDADE DE MEDICINA DA BAHIA - FAMEB 199 anos Grupo Gestor do Projeto Pró-Saúde (Ministério da Saúde FAMEB/UFBA) Pavilhão de Aulas da FAMEB, Av. Reitor Miguel Calmon Campus

Leia mais

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE MONTERREY EDITAL DRE n 020/15

PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE MONTERREY EDITAL DRE n 020/15 PROGRAMA DE INTERCÂMBIO ACADÊMICO UNIVERSIDAD DE MONTERREY EDITAL DRE n 020/15 A PONTIFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE CAMPINAS, por intermédio do Departamento de Relações Externas, torna pública a abertura

Leia mais

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS

INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS PRÓ- DE EXTENSÃO INFORMATIVO SOBRE ENTIDADES ESTUDANTIS Olá! Você já deve ter feito uma dessas perguntas: O que são entidades estudantis? Para que servem? Qual a diferença entre um CA e um DA? Como criar

Leia mais

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você.

IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. Manual do Candidato Graduação 3º Trimestre de 2014 IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada Conectado em você. IBTA Instituto Brasileiro de Tecnologia Avançada foi fundado em 2001, com o objetivo

Leia mais

Características gerais

Características gerais Características gerais O curso de Publicidade e Propaganda (PP) habilita para o desenvolvimento de processos de criação publicitária (para atuar em agências de publicidade, jornais, revistas, internet)

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE PRÓ-REITORIA DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO CENTRO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS EDITAL PROPEG Nº 003/2015 PROCESSO SELETIVO PARA INGRESSO NO CURSO DE

Leia mais

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE

Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1. Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE Papiro: jornal-laboratório da Faculdade 7 de Setembro 1 Sammia SANTOS 2 Alessandra MARQUES 3 Faculdade 7 de Setembro, Fortaleza, CE RESUMO O presente trabalho apresenta a experiência de produção laboratorial

Leia mais

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA

EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA EDUCAÇÃO E CIDADANIA: OFICINAS DE DIREITOS HUMANOS COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NA ESCOLA Autores: FIGUEIREDO 1, Maria do Amparo Caetano de LIMA 2, Luana Rodrigues de LIMA 3, Thalita Silva Centro de Educação/

Leia mais

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Cuso de Inglês 2014

WWW.ADINOEL.COM Adinoél Sebastião /// Cuso de Inglês 2014 Hi! Peço uns minutos do seu tempo. Em primeiro lugar, eu quero agradecer a sua confiança no meu trabalho, pois se você está lendo este texto é por que está visitando a minha página ou a utiliza diariamente

Leia mais

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS

RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS RESOLUÇÃO n o 35 de 16/12/2011- CAS Estabelece a política de pesquisa, desenvolvimento, inovação e extensão da Universidade Positivo (UP). O CONSELHO ACADÊMICO SUPERIOR (CAS), órgão da administração superior

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 10. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 6 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 9 Cronograma de Aulas Pág. 10 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM AUDITORIA EM SERVIÇOS

Leia mais

Comissão Própria de Avaliação - CPA

Comissão Própria de Avaliação - CPA AVALIAÇÃO DO CEFET-RJ PELOS DISCENTES -2010/2 A avaliação das Instituições de Educação Superior tem caráter formativo e visa o aperfeiçoamento dos agentes da comunidade acadêmica e da Instituição como

Leia mais

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL

Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Faculdade de Direito Promove Comissão Própria de Avaliação PROJETO DE AUTOAVALIAÇÃO INSTITUCIONAL Abril de 2012 Página 1 de 11 Sumário Introdução 3 Justificativa 5 Objetivos 6 Metodologia 7 Dimensões de

Leia mais

Professores usam tecnologia para estimular interesse de alunos e transmitir conteúdo

Professores usam tecnologia para estimular interesse de alunos e transmitir conteúdo ÍNDICE GERAL Conteúdo Livre Cidade Mundo Economia Esportes Variedades Empregos Tabelas do esporte BLOG Advogado de Defesa Segunda-feira, 1 março de 2010 edições anteriores CIDADE ÍNDICE GERAL ÍNDICE DA

Leia mais

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA

PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E ASSUNTOS ESTUDANTIS - PROEXAE PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE EXTENSÃO - PIBEX EDITAL Nº 006/2015 PROEXAE/UEMA A Pró-Reitoria de Extensão e Assuntos Estudantis da Universidade

Leia mais

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento

SUMÁRIO. Sobre o curso Pág. 3. Etapas do Processo Seletivo Pág. 5. Cronograma de Aulas Pág. 9. Coordenação Programa e metodologia; Investimento 1 SUMÁRIO Sobre o curso Pág. 3 Coordenação Programa e metodologia; Investimento 3 4 5 Etapas do Processo Seletivo Pág. 5 Matrícula 7 Cronograma de Aulas Pág. 9 2 PÓS-GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO NAS DOENÇAS CRÔNICAS

Leia mais

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014

INVESTIMENTO SOCIAL. Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Agosto de 2014 INVESTIMENTO SOCIAL Nós promovemos o desenvolvimento sustentável de diversas maneiras Uma delas é por meio do Investimento Social INVESTIMENTO INVESTIENTO SOCIAL - Estratégia

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1

PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 PROCESSO SELETIVO VESTIBULAR ESPECIAL DE VERÃO 2009/1 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÃO O Reitor do Centro Universitário Feevale, instituição de ensino superior recredenciada pela Portaria nº 1.566, de 27

Leia mais

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER

MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER MOVIMENTO CASCAVEL ROSA - NA LUTA CONTRA O CÂNCER Área Temática: Saúde Adriane de Castro Martinez Martins 1 (Coordenadora) Claudecir Delfino Verli 2 Aline Maria de Almeida Lara 3 Modalidade: Comunicação

Leia mais

INFORME UVV-ES Nº19 24-30/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional

INFORME UVV-ES Nº19 24-30/06 de 2013 UVV POST. Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST Publicação semanal interna Universidade Vila Velha - ES Produto da Comunicação Institucional UVV POST ENTRA DE FÉRIAS Mais um semestre chega ao m e o UVV Post entra de férias junto com quem ele

Leia mais

CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI

CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI CONSELHO UNIVERSITÁRIO CONSUNI PROCESSO Nº 011/2012 ASSUNTO: Proposta de adequação das diretrizes para a parceria FURB-UFSC. INTERESSADO: Administração Superior. PROCEDÊNCIA: Reitoria. I - HISTÓRICO: Em

Leia mais

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA

APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA APRESENTAÇÃO DO CET-FAESA A FAESA, com atuação na área de ensino há mais de 40 anos, fundou em 2004 a Faculdade de Tecnologia FAESA, CET-FAESA, que há 10 anos oferece graduações Tecnológicas de forma pioneira

Leia mais

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS

NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS NORMAS DO ESTÁGIO SUPERVISIONADO PARA OS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS DA PUCRS CURSOS DE LICENCIATURA EM LETRAS: Habilitações: Língua Portuguesa e respectivas Literaturas Língua Espanhola e respectivas

Leia mais

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte

INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA LOCAIS. Consulte CALENDÁRIOS Vestibular Tradicional INSCRIÇÕES PROVAS LOCAIS DE PROVA Diariamente Taxa de inscrição: R$ 30,00 Prova de Redação Consulte http://www.estacio.br/ Processo Seletivo Enem INSCRIÇÕES MATRÍCULA

Leia mais

Ofício Circular n.º 12/2009 - DET/SEED Curitiba, 15 de Abril de 2009. Referência: Informações e-tec Brasil

Ofício Circular n.º 12/2009 - DET/SEED Curitiba, 15 de Abril de 2009. Referência: Informações e-tec Brasil SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO SUPERINTENDÊNCIA DA EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO DE EDUCAÇÃO E TRABALHO Ofício Circular n.º 12/2009 - DET/SEED Curitiba, 15 de Abril de 2009. Referência: Informações e-tec Brasil

Leia mais

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça.

coleção Conversas #6 Respostas que podem estar passando para algumas perguntas pela sua cabeça. coleção Conversas #6 Eu Posso com a s fazer próprias justiça mãos? Respostas para algumas perguntas que podem estar passando pela sua cabeça. A Coleção CONVERSAS da Editora AfroReggae nasceu com o desejo

Leia mais

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA

A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA A IMPORTÂNCIA DA MUDANÇA DE CULTURA DAS PESSOAS COMO UM DOS FATORES DE SUCESSO DE PROGRAMAS DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA Elisa Maçãs IDÉIAS & SOLUÇÕES Educacionais e Culturais Ltda www.ideiasesolucoes.com 1

Leia mais

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM. Belo Horizonte

MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM. Belo Horizonte MANUAL DE ATIVIDADES COMPLEME MENTARES CURSO DE ENFERMAGEM Belo Horizonte 2013 ÍNDICE 1 APRESENTAÇÃO... 3 2 FINALIDADE... 3 3 DEVERES DO COORDENADOR EM RELAÇÃO AS ATIVIDADES COMPLEMENTARES... 4 4 DEVERES

Leia mais

Vida na ESIC 28/09/12

Vida na ESIC 28/09/12 VIDA NA ESIC 9ª Edição Vida na ESIC 28/09/12 Vestibular 2013 Início 01/10/12 Programas Pós-Graduação ESIC são Recomendados por grandes publicações NESTA EDIÇÃO Os programas de pós-graduação, Masters e

Leia mais

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004

REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor. Brasília, outubro de 2004 REFORMA UNIVERSITÁRIA: contribuições da FENAJ, FNPJ e SBPJor Brasília, outubro de 2004 FEDERAÇÃO NACIONAL DOS JORNALISTAS FENAJ http://www.fenaj.org.br FÓRUM NACIONAL DOS PROFESSORES DE JORNALISMO - FNPJ

Leia mais