Fitch Afirma Rating A+(bra) da Aegea; Perspectiva Estável

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Fitch Afirma Rating A+(bra) da Aegea; Perspectiva Estável"

Transcrição

1 Fitch Afirma Rating A+(bra) da Aegea; Perspectiva Estável 07 Ago h20 Fitch Ratings Rio de Janeiro, 7 de agosto de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo A+(bra) (A mais (bra)) da Aegea Saneamento e Participações S.A. (Aegea). A Perspectiva do rating é Estável. PRINCIPAIS FUNDAMENTOS DO RATING A afirmação do rating da Aegea reflete o baixo risco de negócios do setor de saneamento básico, caracterizado por elevada previsibilidade de geração operacional de caixa. A companhia tem expandido suas atividades com satisfatório perfil financeiro e se beneficia de sua cada vez maior diversificação de ativos na indústria. A análise da Aegea também se apoia na sólida qualidade de crédito de suas principais subsidiárias operacionais, a Águas Guariroba S.A. (Guariroba) e a Prolagos S.A. Concessionária de Serviços Públicos de Água e Esgoto (Prolagos), ambas classificadas com o Rating Nacional de Longo Prazo 'AA (bra)' (AA menos (bra)), Perspectiva Estável. Apesar do histórico positivo, a Aegea continua com o desafio de manter um perfil financeiro conservador, com alavancagem líquida limitada a 3,5 vezes em bases sustentáveis, ao mesmo tempo em que amplia suas operações. A avaliação incorporou a agressiva estratégia de crescimento do grupo Aegea, por meio de aquisições e disputa por licitações, com necessidade de gerenciamento e busca de melhorias operacionais em concessões recém conquistadas. O rating da Aegea incorpora a exposição de suas subsidiárias operacionais a um ambiente regulatório ainda pouco robusto e sujeito a interferências políticas, principalmente para a implementação dos reajustes tarifários. Estes riscos são mitigados pelo histórico positivo de aumentos de tarifa de suas empresas nos últimos anos, a fim de preservar o equilíbrio econômico financeiro dos contratos de concessão. A análise considera, ainda, o risco hidrológico inerente ao setor de atuação da empresa, bem como a subordinação indireta das obrigações da Aegea às dívidas de suas subsidiárias, a qual é mitigada pelo fluxo esperado de dividendos e pela flexibilidade financeira que a companhia tem demonstrado em suas captações de recursos. Alavancagem Financeira Moderada A Fitch acredita que a Aegea será capaz de manter seus indicadores de crédito em patamares compatíveis com os ratings atribuídos, administrando os índices de alavancagem líquida em até 3,5 vezes, em bases sustentáveis. Em bases consolidadas, o índice dívida líquida/ebitda, de acordo com a metodologia da Fitch, era de 3,1 vezes no período de 12 meses encerrado em março de 2015 o que representa um aumento moderado frente ao índice de 2,4 vezes registrado em dezembro de 2013, em decorrência do maior endividamento das subsidiárias operacionais para suportar os investimentos. Redução do Índice de Cobertura do Serviço da Dívida na Holding A expectativa da Fitch é de que o indicador de cobertura da controladora Aegea, medido pela dívida líquida sobre os dividendos recebidos, fique próximo a 3,0 vezes até 2019, em bases pro forma. Pelas projeções da agência, este indicador deve atingir aproximadamente 0,5 vez em 2015, favorecido pela estimativa de fortes dividendos distribuídos pela Guariroba. A companhia possui compromissos financeiros e de aportes nas subsidiárias ainda em desenvolvimento e tem apresentado elevado pagamento de dividendos. As obrigações da Aegea estão subordinadas indiretamente às dívidas de suas subsidiárias, que são mitigadas pelo fluxo esperado de dividendos e pela flexibilidade financeira que a empresa demonstra em suas captações de recursos. Em 2014, os dividendos recebidos pela Aegea totalizaram apenas BRL3 milhões, tendo em vista que BRL125 milhões, provenientes da Guariroba, foram pagos apenas no primeiro trimestre de De 2015 a 2019, a holding deverá receber, em média, BRL162 milhões ao ano. 1/5

2 Perfil de Endividamento Deve Permanecer Administrável A estratégia financeira do grupo de sustentar uma base maior de reserva de caixa na Aegea é favorável, tanto para ampliar as operações em saneamento, por meio de potenciais aquisições, como para suportar suas subsidiárias em cenários específicos de liquidez mais desafiadores. A liquidez das duas principais subsidiárias operacionais da Aegea se beneficia do significativo fluxo de caixa das operações (CFFO) dessas companhias frente às dívidas de curto prazo. O cronograma de amortização da dívida consolidada da Aegea é administrável, embora possam ocorrer rolagens parciais das obrigações na holding e nas subsidiárias nos próximos anos. A empresa reportava, ao final do primeiro trimestre de 2015, dívida total consolidada de BRL1,5 bilhão, de acordo com a metodologia da Fitch, sendo BRL272 milhões na holding. Na mesma data, a posição de caixa e aplicações financeiras consolidadas era confortável, em BRL493 milhões, e representava 2,1 vezes a dívida de curto prazo, de BRL239 milhões. Na controladora, o caixa e as aplicações financeiras, de BRL202 milhões ao final de março de 2015, equivaliam a 8,8 vezes a dívida de curto prazo, de apenas BRL23 milhões. Elevadas Margens Operacionais das Principais Subsidiárias O perfil financeiro consolidado da Aegea deverá continuar beneficiando se das elevadas margens operacionais de suas principais subsidiárias. No período de 12 meses encerrado em 31 de março de 2015, a receita líquida consolidada, de BRL644 milhões, excluída a receita de construção, apresentou relevante crescimento, de 31%, em relação a Este aumento foi favorecido, principalmente pela ampliação das operações existentes, pelos reajustes e reequilíbrios tarifários, além do desenvolvimento das recentes operações adquiridas. A Aegea tem administrado seus custos com eficiência, o que beneficiou o EBITDA consolidado, de BRL331 milhões, no período de 12 meses encerrado em 31 de março de Este montante equivale a uma margem de EBITDA consolidada de 51%, acima da média de outras empresas do setor. A margem do consolidado da companhia aumentou frente aos 45% reportados em 2013, quando o resultado foi influenciado pela incorporação de novas concessões com menor rentabilidade e por maiores despesas na holding para a implantação do centro de serviços compartilhados. Fortes Investimentos Devem Pressionar Fluxo de Caixa As projeções da Fitch indicam que o fluxo de caixa livre (FCF) consolidado da Aegea deve permanecer negativo até 2019, pressionado pelos investimentos esperados em suas subsidiárias e pelo elevado volume de dividendos a serem distribuídos. A expectativa é de que o incremento nos volumes faturados de água e esgoto, além dos reajustes e revisões tarifárias, continue impulsionando a geração operacional de caixa consolidada da Aegea e atenue as maiores pressões no FCF. No período de 12 meses encerrado em 31 de março de 2015, o CFFO, em bases consolidadas, totalizou BRL169 milhões, o que resultou em FCF negativo de BRL390 milhões, após BRL449 milhões em investimentos e o pagamento de BRL111 milhões em dividendos. Em 2015, os investimentos devem ficar próximos a BRL280 milhões. Risco Político Inerente ao Negócio As operações de saneamento da Aegea se apoiam em contratos de concessão, o que oferece maior respaldo regulatório às atividades do grupo. No entanto, apesar da diversificação de poderes concedentes nas diferentes subsidiárias, não existem garantias de que não haverá influência negativa de quaisquer das prefeituras no desempenho operacional e financeiro das concessionárias. Positivamente, as operações da Aegea têm exposição a agências reguladoras distintas, o que implica diluição de riscos. O histórico favorável de cumprimento dos contratos de concessão de suas subsidiárias nos últimos anos e a satisfatória capacidade do grupo de interagir com os diversos agentes públicos e autarquias são fatores importantes na análise. PRINCIPAIS PREMISSAS As principais premissas da Fitch no cenário de rating do emissor incluem: 2/5

3 Reajustes tarifários em linha com a inflação a partir de 2016; Gradual expansão da margem de EBITDA consolidada para 55% até 2019, apoiada, principalmente, pelos reajustes tarifários e ganhos de eficiência operacional e de escala; Distribuição anual média de dividendos em torno de BRL136 milhões nos próximos quatro anos. SENSIBILIDADE DO RATING Desenvolvimentos que podem, individual ou coletivamente, levar a ações de rating positivas incluem: Alavancagem líquida consolidada abaixo de 2,0 vezes, em bases sustentáveis; Manutenção de índice de cobertura de liquidez, medido por caixa mais CFFO/dívida de curto prazo, superior a 3,0 vezes, em bases consolidadas; e Índice de cobertura na controladora, medido por dívida líquida sobre os dividendos recebidos, abaixo de 1,5 vez em bases consistentes. Desenvolvimentos que podem, individual ou coletivamente, levar a ações de rating negativas incluem: Alavancagem líquida consolidada consistentemente acima de 3,5 vezes; Relação caixa mais CFFO/dívida de curto prazo abaixo de 1,5 vez, em bases consolidadas; e Índice de cobertura na controladora, medido por dívida líquida sobre os dividendos recebidos, acima de 3,0 vezes em bases consistentes. Contato: Analista principal Gustavo Mueller Analista sênior Fitch Ratings Brasil Ltda. Praça XV de Novembro, 20 sala 401 B Centro Rio de Janeiro RJ CEP: Analista secundária Adriane Silva Analista sênior Presidente do comitê de rating Mauro Storino Diretor sênior Relações com a Mídia: Jaqueline Ramos de Carvalho, Rio de Janeiro, Tel.: , E mail: A presente publicação é um relatório de classificação de risco de crédito, para fins de atendimento ao artigo 16 da Instrução CVM nº 521/12. As informações utilizadas na análise desta emissão são provenientes da Aegea. A Fitch utilizou, para sua análise, informações financeiras até a data base de 31 de março de /5

4 Histórico dos Ratings: Data na qual a classificação em escala nacional foi emitida pela primeira vez: 19 de setembro de Data na qual a classificação em escala nacional foi atualizada pela última vez: 15 de agosto de A classificação de risco foi comunicada à entidade avaliada ou a partes a ela relacionadas. Os ratings atribuídos pela Fitch são revisados, pelo menos, anualmente. Informações adicionais disponíveis em ou O rating acima foi solicitado pelo, ou em nome do, emissor, e, portanto, a Fitch foi compensada pela avaliação do rating. A Fitch Ratings Brasil prestou o serviço de subscrição nos últimos 12 meses à entidade avaliada. Metodologia Aplicada e Pesquisa Relacionada: Metodologia de Ratings Corporativos Incluindo Ratings de Curto Prazo e Vínculo Entre Matrizes e Subsidiárias' (5 de agosto de 2013); 'Metodologia de Ratings em Escala Nacional' (30 de outubro de 2013). TODOS OS RATINGS DE CRÉDITO DA FITCH ESTÃO SUJEITOS A ALGUMAS LIMITAÇÕES E TERMOS DE RESPONSABILIDADE. POR FAVOR, VEJA NO LINK A SEGUIR AS LIMITAÇÕES E OS TERMOS DE RESPONSABILIDADE: ADICIONALMENTE, AS DEFINIÇÕES E TERMOS DE USO DOS RATINGS ESTÃO DISPONÍVEIS NO SITE ASSIM COMO A LISTA DE RATINGS PÚBLICOS, CRITÉRIOS E METODOLOGIAS. O CÓDIGO DE CONDUTA DA FITCH; A POLÍTICA DE CONFIDENCIALIDADE E CONFLITOS DE INTERESSE; A POLÍTICA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO (FIREWALL), COMPLIANCE E OUTRAS POLÍTICAS E PROCEDIMENTOS RELEVANTES TAMBÉM ESTÃO DISPONÍVEIS NESTE SITE, NA SEÇÃO "CÓDIGO DE CONDUTA". A Fitch Ratings Brasil Ltda. e a Fitch Ratings Ltd. tiveram todo o cuidado na preparação deste documento. Nossas informações foram obtidas de fontes que consideramos fidedignas, mas sua exatidão e seu grau de integralidade não estão garantidos. A Fitch Ratings Brasil Ltda. e a Fitch Ratings Ltd. não se responsabilizam por quaisquer perdas ou prejuízos que possam advir de informações equivocadas. Nenhuma das informações deste relatório pode ser copiada ou reproduzida, arquivada ou divulgada, no todo ou em partes, em qualquer formato, por qualquer razão, ou por qualquer pessoa, sem a autorização por escrito da Fitch Ratings Brasil Ltda. Nossos relatórios e ratings constituem opiniões e não recomendações de compra ou venda. Reprodução Proibida. Ao atribuir e manter ratings, a Fitch se baseia em informações fatuais recebidas de emissores e underwriters e de outras fontes que a agência considere confiáveis. A Fitch realiza uma investigação adequada apoiada em informações fatuais disponíveis, de acordo com suas metodologias de rating, e obtém uma verificação também adequada destas informações de outras fontes independentes, à medida que estas estejam disponíveis com certa segurança e em determinadas jurisdições. A forma como a Fitch conduz a análise dos fatos e o escopo da verificação obtido de terceiros variará, dependendo da natureza dos títulos e valores mobiliários analisados e do seu emissor; das exigências e práticas na jurisdição em que o título analisado é oferecido e vendido e/ou o emissor esteja localizado; da disponibilidade e natureza das informações públicas relevantes; do acesso à administração do emissor e seus consultores; da disponibilidade de verificações de terceiros já existentes, como relatórios de auditoria, cartas de procedimentos acordadas, avaliações, relatórios atuariais, relatórios de engenharia, pareceres legais e outros relatórios fornecidos por terceiros; da disponibilidade de verificação por parte de terceiros independentes e competentes com respeito àqueles títulos e valores mobiliários em particular, ou na jurisdição do emissor, particularmente, e de outros fatores. Os usuários dos ratings da Fitch devem entender que nem uma investigação fatual aprofundada, nem qualquer verificação de terceiros pode assegurar que todas as informações de que a Fitch dispõe relativas a um rating serão precisas ou completas. Em última análise, o emissor e seus consultores são responsáveis pela exatidão das informações fornecidas à Fitch e ao mercado ao apresentar documentos e outros relatórios. Ao atribuir ratings, a Fitch deve se apoiar no trabalho de especialistas, inclusive dos auditores independentes, com respeito às demonstrações financeiras, e de consultores jurídicos, com relação aos aspectos legais e tributários. Além disso, os ratings são, por natureza, prospectivos e incorporam assertivas e prognósticos sobre eventos futuros que, por sua natureza, não podem ser comprovados como fatos. Como resultado, apesar de qualquer verificação dos fatos atuais, os ratings podem ser afetados por eventos futuros ou por condições não previstas por ocasião da atribuição ou da afirmação de um rating. 4/5

5 TODOS OS RATINGS DE CRÉDITO DA FITCH ESTÃO SUJEITOS A ALGUMAS LIMITAÇÕES E TERMOS DE RESPONSABILIDADE. POR FAVOR, VEJA NO LINK A SEGUIR AS LIMITAÇÕES E OS TERMOS DE RESPONSABILIDADE: ADICIONALMENTE, AS DEFINIÇÕES E TERMOS DE USO DOS RATINGS ESTÃO DISPONÍVEIS NO SITE ASSIM COMO A LISTA DE RATINGS PÚBLICOS, CRITÉRIOS E METODOLOGIAS. O CÓDIGO DE CONDUTA DA FITCH; A POLÍTICA DE CONFIDENCIALIDADE E CONFLITOS DE INTERESSE; A POLÍTICA DE SEGURANÇA DE INFORMAÇÃO (FIREWALL), COMPLIANCE E OUTRAS POLÍTICAS E PROCEDIMENTOS RELEVANTES TAMBÉM ESTÃO DISPONÍVEIS NESTE SITE, NA SEÇÃO "CÓDIGO DE CONDUTA". A Fitch Ratings Brasil Ltda. e a Fitch Ratings Ltd. tiveram todo o cuidado na preparação deste documento. Nossas informações foram obtidas de fontes que consideramos fidedignas, mas sua exatidão e seu grau de integralidade não estão garantidos. A Fitch Ratings Brasil Ltda. e a Fitch Ratings Ltd. não se responsabilizam por quaisquer perdas ou prejuízos que possam advir de informações equivocadas. Nenhuma das informações deste relatório pode ser copiada ou reproduzida, arquivada ou divulgada, no todo ou em partes, em qualquer formato, por qualquer razão, ou por qualquer pessoa, sem a autorização por escrito da Fitch Ratings Brasil Ltda. Nossos relatórios e ratings constituem opiniões e não recomendações de compra ou venda. Reprodução Proibida. Ao atribuir e manter ratings, a Fitch se baseia em informações fatuais recebidas de emissores e underwriters e de outras fontes que a agência considere confiáveis. A Fitch realiza uma investigação adequada apoiada em informações fatuais disponíveis, de acordo com suas metodologias de rating, e obtém uma verificação também adequada destas informações de outras fontes independentes, à medida que estas estejam disponíveis com certa segurança e em determinadas jurisdições. A forma como a Fitch conduz a análise dos fatos e o escopo da verificação obtido de terceiros variará, dependendo da natureza dos títulos e valores mobiliários analisados e do seu emissor; das exigências e práticas na jurisdição em que o título analisado é oferecido e vendido e/ou o emissor esteja localizado; da disponibilidade e natureza das informações públicas relevantes; do acesso à administração do emissor e seus consultores; da disponibilidade de verificações de terceiros já existentes, como relatórios de auditoria, cartas de procedimentos acordadas, avaliações, relatórios atuariais, relatórios de engenharia, pareceres legais e outros relatórios fornecidos por terceiros; da disponibilidade de verificação por parte de terceiros independentes e competentes com respeito àqueles títulos e valores mobiliários em particular, ou na jurisdição do emissor, particularmente, e de outros fatores. Os usuários dos ratings da Fitch devem entender que nem uma investigação fatual aprofundada, nem qualquer verificação de terceiros pode assegurar que todas as informações de que a Fitch dispõe relativas a um rating serão precisas ou completas. Em última análise, o emissor e seus consultores são responsáveis pela exatidão das informações fornecidas à Fitch e ao mercado ao apresentar documentos e outros relatórios. Ao atribuir ratings, a Fitch deve se apoiar no trabalho de especialistas, inclusive dos auditores independentes, com respeito às demonstrações financeiras, e de consultores jurídicos, com relação aos aspectos legais e tributários. Além disso, os ratings são, por natureza, prospectivos e incorporam assertivas e prognósticos sobre eventos futuros que, por sua natureza, não podem ser comprovados como fatos. Como resultado, apesar de qualquer verificação dos fatos atuais, os ratings podem ser afetados por eventos futuros ou por condições não previstas por ocasião da atribuição ou da afirmação de um rating. Copyright 2015 Fitch Ratings Brasil Ltda. Praça XV de Novembro, 20 Sala 401 B, Centro Rio de Janeiro, RJ CEP Tel.: Fax: Alameda Santos, 700, 7º andar, Cerqueira César São Paulo, SP CEP: Tel.: Fax: Código de Conduta Termos de Uso Política de Privacidade 5/5

UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n / Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO

UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n / Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO UNIDAS S.A. Companhia Aberta CNPJ n. 04.437.534/0001-30 Rua Cincinato Braga, nº 388, Bela Vista, CEP 01333-010 - São Paulo - SP COMUNICADO AO MERCADO Revisão de Rating A Unidas S.A. ( Unidas ou Companhia

Leia mais

Fitch Afirma IDRs da Eletrobras e de Furnas em BB / AA-(bra) ; Perspectiva Revisada Para Estável

Fitch Afirma IDRs da Eletrobras e de Furnas em BB / AA-(bra) ; Perspectiva Revisada Para Estável Fitch Afirma IDRs da Eletrobras e de Furnas em BB / AA-(bra) ; Perspectiva Revisada Para Estável 05 Dez 2014 19h06 Fitch Ratings - São Paulo, 05 de dezembro de 2014: A Fitch Ratings afirmou, em BB, os

Leia mais

Fitch Atribui Rating AA+(bra) à Proposta de 7ª Emissão de Debêntures da Cemar

Fitch Atribui Rating AA+(bra) à Proposta de 7ª Emissão de Debêntures da Cemar Fitch Atribui Rating AA+(bra) à Proposta de 7ª Emissão de Debêntures da Cemar Fitch Ratings Rio de Janeiro, 16 de setembro de 2016: A Fitch Ratings atribuiu o Rating Nacional de Longo Prazo AA+(bra) (AA

Leia mais

FITCH AFIRMA RATINGS AA-(BRA) DA LIGHT S.A. E SUBSIDIARIAS; PERSPECTIVA REVISADA PARA NEGATIVA

FITCH AFIRMA RATINGS AA-(BRA) DA LIGHT S.A. E SUBSIDIARIAS; PERSPECTIVA REVISADA PARA NEGATIVA FITCH AFIRMA RATINGS AA-(BRA) DA LIGHT S.A. E SUBSIDIARIAS; PERSPECTIVA REVISADA PARA NEGATIVA Fitch Ratings-Rio de Janeiro-20 December 2013: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável

Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Publica Rating A-(bra) da Casan; Perspectiva Estável Fitch Ratings - Rio de Janeiro, xx de outubro de 2015: A Fitch Ratings publicou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo A-(bra) (A menos(bra))

Leia mais

Fitch Atribui Rating BB+ à Proposta de Emissão de Notas da Suzano

Fitch Atribui Rating BB+ à Proposta de Emissão de Notas da Suzano Fitch Atribui Rating BB+ à Proposta de Emissão de Notas da Suzano Fitch Ratings, Rio de Janeiro, 7 de julho de 2016: A Fitch Ratings atribuiu, hoje, o rating BB+ (BB mais) à proposta de emissão de notas

Leia mais

Fitch Afirma Ratings da JSL em 'BB'/'A+(bra)'; Perspectiva Permanece Negativa

Fitch Afirma Ratings da JSL em 'BB'/'A+(bra)'; Perspectiva Permanece Negativa Fitch Afirma Ratings da JSL em 'BB'/'A+(bra)'; Perspectiva Permanece Negativa 25 Nov 2015 11h26 Fitch Ratings Chicago, 25 de novembro de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, os IDRs ( Issuer Default Ratings

Leia mais

RIO DE JANEIRO Praça XV de Novembro, 20 sala 401B CEP Centro- Rio de Janeiro RJ Brasil Tel.: (5521) Fax: (5521)

RIO DE JANEIRO Praça XV de Novembro, 20 sala 401B CEP Centro- Rio de Janeiro RJ Brasil Tel.: (5521) Fax: (5521) Fitch Afirma Rating de Gestores de Recursos Elevado Padrão da Vinci Equities Fitch Ratings - São Paulo/Rio de Janeiro, 14 de dezembro de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating de Gestores de Recursos

Leia mais

Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de 5ª Emissão de Debêntures da CTEEP

Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de 5ª Emissão de Debêntures da CTEEP Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de 5ª Emissão de Debêntures da CTEEP Fitch Ratings - São Paulo, 8 de fevereiro de 2017: A Fitch Ratings atribuiu, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo 'AAA(bra)'

Leia mais

Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de Emissão de Debêntures da Comgás 09 Nov h28

Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de Emissão de Debêntures da Comgás 09 Nov h28 Fitch Atribui Rating AAA(bra) à Proposta de Emissão de Debêntures da Comgás 09 Nov 2016 17h28 Fitch Ratings - Rio de Janeiro, 9 de novembro de 2016: A Fitch Ratings atribuiu, hoje, o Rating Nacional de

Leia mais

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva

Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva Fitch Afirma Rating da Unidas; Perspectiva Revisada Para Positiva 13 Fev 2015 17h00 Fitch Ratings - Rio de Janeiro, 13 de fevereiro de 2015: A Fitch Ratings afirmou, hoje, o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

Fitch Atribui Rating BBB- à Proposta de Emissão de Notas da Fibria e Afirma IDRs em BBB-

Fitch Atribui Rating BBB- à Proposta de Emissão de Notas da Fibria e Afirma IDRs em BBB- Fitch Atribui Rating BBB- à Proposta de Emissão de Notas da Fibria e Afirma IDRs em BBB- Fitch Ratings - Rio de Janeiro, 10 de janeiro de 2017: A Fitch Ratings afirmou, hoje, os IDRs (Issuer Default Ratings

Leia mais

Fitch Atribui Rating Nacional 'BBB(bra)' à Virgolino de Oliveira S.A. Açúcar e Álcool; Perspectiva Estável 29 Dez h30

Fitch Atribui Rating Nacional 'BBB(bra)' à Virgolino de Oliveira S.A. Açúcar e Álcool; Perspectiva Estável 29 Dez h30 Fitch Atribui Rating Nacional 'BBB(bra)' à Virgolino de Oliveira S.A. Açúcar e Álcool; Perspectiva Estável 29 Dez 2011 20h30 Fitch Ratings - São Paulo, 29 de dezembro de 2011: A Fitch Ratings atribuiu,

Leia mais

Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável

Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável Fitch Rebaixa Ratings da Light e de Suas Subsidiárias Para A+(bra) ; Perspectiva Estável Fitch Ratings Rio de Janeiro, 19 de dezembro de 2014: A Fitch Ratings rebaixou, hoje, o Rating Nacional de Longo

Leia mais

Ótica das Agências de Rating Seminário FGV/IBRE Avaliação do Risco de Crédito dos Governos Estaduais e Municipais

Ótica das Agências de Rating Seminário FGV/IBRE Avaliação do Risco de Crédito dos Governos Estaduais e Municipais Ótica das Agências de Rating Seminário FGV/IBRE Avaliação do Risco de Crédito dos Governos Estaduais e Municipais Maria Rita Gonçalves, diretora sênior O Grupo de Finanças Públicas da Fitch Cobertura ligada

Leia mais

PRINCIPAIS FUNDAMENTOS DOS RATINGS - IDRS, RV, RATINGS NACIONAIS

PRINCIPAIS FUNDAMENTOS DOS RATINGS - IDRS, RV, RATINGS NACIONAIS Fitch Afirma Ratings do Banco Original; Perspectiva Estável Fitch Ratings - São Paulo / Rio de Janeiro, 2 de dezembro de 2016: A Fitch Ratings afirmou, hoje, os seguintes ratings do Banco Original S.A.

Leia mais

Fitch Rebaixa Ratings das Cotas do FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura; Observação Negativa

Fitch Rebaixa Ratings das Cotas do FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura; Observação Negativa Fitch Rebaixa Ratings das Cotas do FIDC BB Votorantim Highland Infraestrutura; Observação Negativa 14 Nov 2016 17h28 Fitch Ratings São Paulo, 14 de novembro de 2016: A Fitch Ratings rebaixou os seguintes

Leia mais

Fitch Atribui Rating Asf(bra) à 1ª Emissão de CRIs da Reag Securities; Risco Sabin

Fitch Atribui Rating Asf(bra) à 1ª Emissão de CRIs da Reag Securities; Risco Sabin Fitch Atribui Rating Asf(bra) à 1ª Emissão de CRIs da Reag Securities; Risco Sabin 27 Dez 2016 12h56 Fitch Ratings São Paulo, 27 de dezembro de 2016: A Fitch Ratings atribuiu o Rating Nacional de Longo

Leia mais

Qualidade de Crédito da Devedora Condizente Com a Proposta de Emissão

Qualidade de Crédito da Devedora Condizente Com a Proposta de Emissão Fitch Atribui Rating AA+(exp)sf(bra) à Proposta de Emissão de CRIs da RB Capital; Risco Iguatemi Fitch Ratings - São Paulo, 26 de julho de 2017: A Fitch Ratings atribuiu Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora)

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE. Análise de Resultados. CPFL Energia (Controladora) COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE Análise de Resultados CPFL Energia (Controladora) Neste trimestre, o Lucro Líquido foi de R$ 229.334, sendo 20,3% (R$ 58.596) inferior ao mesmo trimestre

Leia mais

Corporates. Ouro Verde Locação e Serviço S.A. Transporte/Brasil. Relatório Analítico. Principais Fundamentos do Rating. Sensibilidades do Rating

Corporates. Ouro Verde Locação e Serviço S.A. Transporte/Brasil. Relatório Analítico. Principais Fundamentos do Rating. Sensibilidades do Rating Transporte/Brasil Relatório Analítico Ratings Nacional Rating de Longo Prazo A(bra) 3 a Emissão de Debêntures A(bra) Perspectiva Rating Nacional de Longo Prazo Dados Financeiros Ouro Verde Locação e Servico

Leia mais

Receita operacional líquida* da Companhia no 2T14 atinge R$138,7 milhões, alta de 17,3% em comparação ao mesmo período do ano anterior.

Receita operacional líquida* da Companhia no 2T14 atinge R$138,7 milhões, alta de 17,3% em comparação ao mesmo período do ano anterior. Aegea Saneamento e Participações S.A. Companhia Aberta CNPJ nº 08.827.501/0001-58 NIRE: 35.300.435.613 Código CVM 2339-6 Receita operacional líquida* da Companhia no 2T14 atinge R$138,7 milhões, alta de

Leia mais

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016

Brasil Pharma. Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 Brasil Pharma Conferência de Resultados 2T16 11 de Agosto de 2016 2 Destaques 2T16 Destaques: Margem Bruta Margem bruta de 30,0%, com crescimento de 1,6 p.p. em relação ao 1T16 e 2,4 p.p. em relação ao

Leia mais

Fitch Afirma Ratings do Banco Fator e da Fator Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa

Fitch Afirma Ratings do Banco Fator e da Fator Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa Fitch Afirma Ratings do Banco e da Seguradora; Perspectiva Revisada Para Negativa Fitch Ratings - São Paulo/Rio de Janeiro, 16 de outubro de 2014: A Fitch Ratings afirmou, hoje, os Ratings Nacionais do

Leia mais

Teleconferência de Resultados 2T16

Teleconferência de Resultados 2T16 Teleconferência de Resultados 2T16 Relações com Investidores São Paulo, 5 de Agosto de 2016 RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS Esta apresentação contém declarações prospectivas. Tais informações não são

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T de Novembro de 2016 Relações com Investidores

Teleconferência de Resultados 3T de Novembro de 2016 Relações com Investidores Teleconferência de Resultados 11 de Novembro de 2016 Relações com Investidores 1 Disclaimer Este material constitui uma apresentação de informações gerais sobre a Marfrig Global Foods S.A. e suas controladas

Leia mais

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda

Prezado Acionista, Receita Operacional Bruta. Despesas Operacionais. Ebitda Prezado Acionista, A Companhia obteve expansão de margens graças a um maior controle de custos e despesas. Receita Operacional Bruta A receita bruta consolidada da Companhia no terceiro trimestre de 2016

Leia mais

Souza Barros Fique por dentro. Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant. Ricardo Pansa Presidente e DRI. Maio de 2013

Souza Barros Fique por dentro. Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant. Ricardo Pansa Presidente e DRI. Maio de 2013 Souza Barros Fique por dentro Apresentação dos Resultados 1T13 Nutriplant Ricardo Pansa Presidente e DRI Maio de 2013 Nutriplant: opção de investimento em insumos diferenciados para o agronegócio brasileiro.

Leia mais

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS.

Os Valores financeiros estão em R$ Milhões, a menos que indicado de outra forma. Dados financeiros refletem a adoção do IFRS. Algumas declarações e estimativas contidas neste material podem representar expectativas sobre eventos ou resultados futuros que estão sujeitas a riscos e incertezas ambos conhecidos e desconhecidos. Não

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T15 e de março de Magazine Luiza

Teleconferência de Resultados 4T15 e de março de Magazine Luiza Teleconferência de Resultados 4T15 e 2015 01 de março de 2016 Magazine Luiza Destaques 4T15 Vendas E-commerce Margem Bruta EBITDA Cenário macroeconômico desafiador com queda da confiança do consumidor

Leia mais

Fitch Atribui AAA(exp)sf(bra) à Proposta de Emissão de CRA da Eco Securitizadora; Risco Klabin

Fitch Atribui AAA(exp)sf(bra) à Proposta de Emissão de CRA da Eco Securitizadora; Risco Klabin Fitch Atribui AAA(exp)sf(bra) à Proposta de Emissão de CRA da Eco Securitizadora; Risco Klabin Fitch Ratings - São Paulo, 3 de fevereiro de 2017: A Fitch Ratings atribuiu o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE

COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE COMENTÁRIO DE DESEMPENHO DA COMPANHIA NO TRIMESTRE As informações a seguir estão apresentadas de forma consolidada. Os valores estão apresentados de acordo com as normas expedidas pela CVM Comissão de

Leia mais

Receita Bruta manteve a tendência observada no ano, oscilando entre crescimento e queda na análise mensal. No trimestre, a queda foi de 8,3%

Receita Bruta manteve a tendência observada no ano, oscilando entre crescimento e queda na análise mensal. No trimestre, a queda foi de 8,3% Receita Bruta Receita Bruta manteve a tendência observada no ano, oscilando entre crescimento e queda na análise mensal. No trimestre, a queda foi de 8,3% Magazines As vendas para o canal Magazines mantiveram

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Este documento vem em atendimento a Instrução CVM 483, de 06 de Julho de 2010, que dispõe sobre a atividade do profissional de Análise de Valores Mobiliários.

Leia mais

Banco do Brasil: Destaques

Banco do Brasil: Destaques 4º Trimestre 2014 1 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias futuras

Leia mais

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14

RESULTADOS 1T14 RESULTADOS 1T14 DESTAQUES DO Receita Bruta Lucro Bruto SG&A Crescimento de 14,1% no, atingindo R$ 82,6 m. Atingiu R$ 36,8 m no, representando aumento de 15,0% e margem de 54,6% aumento de 0,6 p.p. Atingiu R$ 32,9 m no,

Leia mais

APIMEC COPASA Divulgação 1T08

APIMEC COPASA Divulgação 1T08 APIMEC COPASA 2008 Highlights 1T08 A Receita Líquida no 1T08 foi de R$ 467 milhões um crescimento de 8,4% em relação ao 1T07. O EBITDA no trimestre atingiu R$ 191 milhões ante R$ 174 milhões no 1T07. Reajuste

Leia mais

Apresentação de Resultados 3T16

Apresentação de Resultados 3T16 Estação de Tratamento de Esgoto Arrudas Apresentação de Resultados 3T16 11 de Novembro de 2016 AVISO Eventuais declarações que possam ser feitas durante esta apresentação, relativas às perspectivas de

Leia mais

Corporates. Ouro Verde S.A. Transportes / Brasil. Relatório Analítico. Fundamentos dos Ratings. Fatores que Podem Induzir uma Ação de Rating.

Corporates. Ouro Verde S.A. Transportes / Brasil. Relatório Analítico. Fundamentos dos Ratings. Fatores que Podem Induzir uma Ação de Rating. Transportes / Brasil Ouro Verde S.A Relatório Analítico Ratings Nacional Rating de Longo Prazo Perspectiva Rating Nacional de Longo Prazo A-(bra) Estável Fundamentos dos Ratings Adequado Perfil de Negócios:

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Resultados 2T15 e 1S15 R$ milhões 24 de julho de 2015 Divisão de Aluguel de Carros Receita líquida (R$ milhões) 802,2 980,7 1.093,7 1.163,5 1.284,4 628,1 606,4 316,7 296,4 2010

Leia mais

Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16. SG&A atingiu R$38,2 milhões no 2T17, redução de 3,5% no QoQ

Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16. SG&A atingiu R$38,2 milhões no 2T17, redução de 3,5% no QoQ Receita Líquida No 2T17 tivemos queda de 4,2% na receita líquida, uma queda bem menor que a observada no YTD Margem Bruta Crescimento de 2,7p.p. na margem bruta versus o 2T16 Despesas SG&A atingiu R$38,2

Leia mais

Fitch Atribui AA-(exp)sf(bra) à 4ª Emissão de CRA da Vert Companhia Securitizadora; Risco Guarani

Fitch Atribui AA-(exp)sf(bra) à 4ª Emissão de CRA da Vert Companhia Securitizadora; Risco Guarani Fitch Atribui AA-(exp)sf(bra) à 4ª Emissão de CRA da Vert Companhia Securitizadora; Risco Guarani Fitch Ratings - São Paulo, 3 de abril de 2017: A Fitch Ratings atribuiu o Rating Nacional de Longo Prazo

Leia mais

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências

Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total Patrimônio Líquido Depósitos Totais Nº de Agências Market Share Indicadores Mar/09 Mar/10 Mar/11 Mar/12 Mar/13 Ativo Total 10º 11º 11º 11º 11º Patrimônio Líquido 12º 11º 12º 11º 11º Depósitos Totais 8º 8º 8º 8º 7º Nº de Agências 7º 7º 7º 7º 7º Fonte: Banco

Leia mais

Teleconferência de Resultados 4T14

Teleconferência de Resultados 4T14 Teleconferência de Resultados DESTAQUES A Receita Operacional Líquida (ROL) atingiu R$ 3.452,2 MM em. Forte crescimento das operações Contact Center na América Latina (ex-brasil), que totalizaram uma receita

Leia mais

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição:

Sonae Sierra Brasil. A receita líquida da companhia tem a seguinte composição: Sonae Sierra Brasil Empresa: A Sonae Sierra Brasil é uma das principais incorporadoras, proprietárias e operadoras de shopping centers no Brasil, tendo em seu portfólio a participação de onze shoppings

Leia mais

31 de outubro de OdontoPrev Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas

31 de outubro de OdontoPrev Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas Bom resultado no 3T13, em linha com as expectativas Após a divulgação dos resultados do 3T13 e da teleconferência realizada pela, iniciamos nosso preço justo de R$ 11,00 por ação ODPV3, com base em modelos

Leia mais

Teleconferência de Resultados 3T13

Teleconferência de Resultados 3T13 Teleconferência de Resultados COLARABODORES E POSIÇÕES DE ATENDIMENTO Colaboradores e Posições de atendimento (em Mil) Colaborador por empresa (%, em Mil) 107,1 113,4 109,2 3,4% 1,7% 16,2% 50,6 50,8 49,3

Leia mais

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso

Resultado Consolidado Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Resultado Consolidado 2010 Resultados refletem Eficiência Operacional e Estratégia de Sucesso Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas

Leia mais

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única

COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO. 20ª Emissão de Debêntures. Série Única COMPANHIA DE SANEAMENTO BÁSICO DO ESTADO DE SÃO PAULO 20ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES)

Leia mais

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012

Apresentação de Resultados 1T de Abril de 2012 Apresentação de Resultados 26 de Abril de 2012 DESTAQUES Receita Líquida de R$ 825 milhões: crescimento de 32,6% YoY Receita positivamente impactada pelos novos negócios Novo patamar de receita da Ability:

Leia mais

Corporates. Cielo S.A. Cielo USA Inc. Serviços Diversos / Brasil. Relatório Analítico. Principais Fundamentos do Rating. Sensibilidade dos Ratings

Corporates. Cielo S.A. Cielo USA Inc. Serviços Diversos / Brasil. Relatório Analítico. Principais Fundamentos do Rating. Sensibilidade dos Ratings Serviços Diversos / Brasil Cielo USA Inc. Relatório Analítico Ratings Moeda Estrangeira IDR de Longo Prazo Notas Seniores sem Garantia Moeda Local IDR de Longo Prazo Nacional Rating de Longo Prazo IDR

Leia mais

Resultados 2T16. R$ milhões. 22 de julho de 2016

Resultados 2T16. R$ milhões. 22 de julho de 2016 Resultados 2T16 R$ milhões 22 de julho de 2016 Destaques Receita líquida - Aluguel de Carros (R$ milhões) Receita líquida - Gestão de Frotas (R$ milhões) 296,4 327,8 149,9 159,5 2T15 2T16 2T15 2T16 Evolução

Leia mais

Apresentação de Resultados 2T12

Apresentação de Resultados 2T12 Apresentação de Resultados Agosto/2012 O material que se segue é uma apresentação de informações gerais da Kroton Educacional S.A ( Kroton ). Tratam-se de informações resumidas sem intenção de serem completas,

Leia mais

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures. Série Única. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 3ª Emissão de Debêntures Série Única Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE

Leia mais

Fitch Rebaixa Ratings de Várias Empresas Brasileiras e Afirma os de Outras

Fitch Rebaixa Ratings de Várias Empresas Brasileiras e Afirma os de Outras Fitch Rebaixa Ratings de Várias Empresas Brasileiras e Afirma os de Outras 10 Mai 2016 20h55 Fitch Ratings Nova York, 10 de maio de 2016: A Fitch Ratings rebaixou os IDRs ( Issuer Default Ratings Ratings

Leia mais

MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015

MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures. Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 MENDES JUNIOR ENGENHARIA S/A 8ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2015 Data Base 31/12/2015 PARTICIPANTES EMISSORA COORDENADOR(ES) ESCRITURADOR LIQUIDANTE MENDES JUNIOR

Leia mais

Resultados R$ Milhões

Resultados R$ Milhões 1 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido 2 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido Ajustado CAGR: 13,6%aa CAGR: 30,1%aa 3 Resultados R$ Milhões Lucro Líquido Trimestral Recorrente 4 Resultados R$ Milhões Patrimônio

Leia mais

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão

Kinea Rendimentos Imobiliários - FII. Relatório de Gestão Kinea Rendimentos Imobiliários - FII Relatório de Gestão Dezembro de 2012 Palavra do Gestor Prezado investidor, O Kinea Rendimentos Imobiliários FII ( Fundo ) iniciou suas atividades no mês de novembro

Leia mais

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011

Teleconferência. Resultados do 2T de Agosto de 2011 Teleconferência Resultados do 2T11 1 12 de Agosto de 2011 AVISO LEGAL Esta apresentação poderá conter considerações referentes as perspectivas futuras do negócio, estimativas de resultados operacionais

Leia mais

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Riscos de Capital

Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Riscos de Capital Banco Industrial do Brasil S.A. Gerenciamento de Riscos de Capital 2014 Sumário 1. INTRODUÇÃO... 3 2. OBJETIVO... 3 3. ESTRUTURA DE GERENCIAMENTO DE CAPITAL... 4 4. PLANO DE CAPITAL... 7 2 1. Introdução

Leia mais

Destaques do trimestre

Destaques do trimestre Resultados 1T16 Disclaimer Esta apresentação pode incluir declarações que representem expectativas sobre eventos ou resultados futuros de acordo com a regulamentação de valores mobiliários brasileira e

Leia mais

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES

TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 1T17 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES TELECONFERÊNCIA DE RESULTADOS 12 DE MAIO DE 2017 RELAÇÕES COM INVESTIDORES Disclaimer Este material constitui uma apresentação de informações gerais sobre a Marfrig Global Foods S.A. e suas controladas

Leia mais

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS

MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS MANUAL DO ANALISTA DE VALORES MOBILIÁRIOS Atualizado em: Jan/12 Última atualização em: Out/13 Este documento rege as atividades desemprenhas pelos Analistas de Valores Mobiliários vinculados a Um Investimentos,

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A. Divulgação de resultados - 1T06

Localiza Rent a Car S.A. Divulgação de resultados - 1T06 Localiza Rent a Car S.A. Divulgação de resultados - 1T06 0 Plataforma integrada Plataforma integrada 123 agências 20.096 carros 13.116 carros Estratégia de negócios Objetivos Vantagens competitivas Oportunidades

Leia mais

Café da Manhã com Investidores. Paulo Caffarelli Presidente 23 de setembro de 2016

Café da Manhã com Investidores. Paulo Caffarelli Presidente 23 de setembro de 2016 Café da Manhã com Investidores Paulo Caffarelli Presidente 23 de setembro de 2016 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas

Leia mais

Saneamento de Goiás S/A

Saneamento de Goiás S/A Saneamento de Goiás S/A Histórico Saneamento de Goiás S/A 1941 1949 1950 1960 1967 2001 Em 2001 obteve registro de companhia aberta tipo B junto à CVM DES, extinto em 1967 através da Lei 6680, que transformou

Leia mais

INTRODUÇÃO PROCESSO ANALÍTICO ESTRUTURA ANALÍTICA METODOLOGIA DE RATING DE GESTORES DE RECURSOS

INTRODUÇÃO PROCESSO ANALÍTICO ESTRUTURA ANALÍTICA METODOLOGIA DE RATING DE GESTORES DE RECURSOS INTRODUÇÃO O Rating de Gestores de Recursos (RGR) da Austin Rating reflete a análise de fatores qualitativos e quantitativos aplicados pela entidade visando a gestão eficiente de recursos de terceiros.

Leia mais

Corporates. Companhia Brasileira de Distribuição S.A. Varejo / Brasil. Relatório Analítico. Fundamentos dos Ratings

Corporates. Companhia Brasileira de Distribuição S.A. Varejo / Brasil. Relatório Analítico. Fundamentos dos Ratings Varejo / Brasil Relatório Analítico Ratings Nacional Rating de Longo Prazo AA-(bra) 6ª Emissão de Debêntures AA-(bra) Perspectiva Rating Nacional de Longo Prazo Dados Financeiros Estável (BRL milhões)

Leia mais

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito

A transação. Preço. Estrutura do Pagamento. Fonte de Recursos. Múltiplo Implícito A transação Preço Aquisição de 95,8% do Grupo Dumont Saab ( Dumont ) pela subsidiária integral Technos da Amazônia Indústria e Comércio S.A. ( TASA ) Desembolso de R$182,1 milhões, valor implícito de 100%

Leia mais

S&P atribui rating 'braaa' à futura emissão de debêntures da Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. e reafirma demais ratings da empresa

S&P atribui rating 'braaa' à futura emissão de debêntures da Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. e reafirma demais ratings da empresa Data de Publicação: 11 de março de 2013 Comunicado à Imprensa S&P atribui rating 'braaa' à futura emissão de debêntures da Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. e reafirma demais ratings da empresa

Leia mais

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes

Destaques 1S15 e Eventos Subsequentes Resultados 2T15 Aviso Legal As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil, as quais abrangem a legislação societária, os

Leia mais

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016

Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Resultados 3T16 Rio de Janeiro, 10 de Novembro de 2016 Disclaimer O conteúdo desta apresentação pode incluir expectativas sobre eventos e resultados futuros estimados pela Administração. Entretanto, tais

Leia mais

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A.

ULTRAPAR PARTICIPAÇÕES S.A. MD&A - ANÁLISE DOS RESULTADOS CONSOLIDADOS Primeiro Trimestre 2012 (1) Informações financeiras selecionadas: (R$ milhões) 1º Tri 12 1º Tri 11 4º Tri 11 Variação 1T12 X 1T11 Variação 1T12 X 4T11 Receita

Leia mais

Concessionária Auto Raposo Tavares S.A.

Concessionária Auto Raposo Tavares S.A. Relatório de Desempenho 30 de setembro de 2013 A, ( CART ) ou ( Companhia ), empresa controlada pela INVEPAR Investimentos e Participações em Infraestrutura S.A., é uma sociedade de propósito específico,

Leia mais

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS

APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO 1T16 UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS APRESENTAÇÃO DOS RESULTADOS DO UMA COMPANHIA GLOBAL DE ALIMENTOS São Paulo, 12 de Maio de 2016 RESULTADOS CONSOLIDADOS 2 DESTAQUES CONSOLIDADOS DO RECEITA LÍQUIDA (R$ MILHÕES) LUCRO BRUTO (R$ MILHÕES)

Leia mais

Apresentação Institucional 1T de maio de 2015

Apresentação Institucional 1T de maio de 2015 Apresentação Institucional 1T15 28 de maio de 2015 Índice. 01.Grupo Energisa 02. Destaques 1T15 03. Aspectos Técnicos e Comerciais 04. Aspectos Financeiro Grupo Energisa Grupo Energisa 4 Grupo Energisa

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30

Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 Safra Fundo de Investimento em Ações Vale do Rio Doce Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões

Destaques Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Reunião Pública com APIMEC - SP Resultados 2010 e 4T10 06 de Abril de 2011 Destaques 2010 Abertura de Capital, 100% primária e listagem no Novo Mercado, com captação bruta de R$ 477,9 milhões Receita Bruta

Leia mais

SOMOS Educação ER 1T17

SOMOS Educação ER 1T17 SOMOS Educação ER 1T17 1 São Paulo, 15 de maio de 2017 A SOMOS Educação S.A. (BM&FBOVESPA: SEDU3) divulga seus resultados do 1º trimestre de 2017 ( 1T17 ). Os comentários aqui incluídos referem-se aos

Leia mais

Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de

Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás (Administrado pelo Banco Safra S.A.) Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de Safra Fundo de Investimento em Ações da Petrobrás Demonstrações Financeiras em 31 de março de 2004 e em 30 de setembro de 2003 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes

Leia mais

Droga Raia Resultados do 3º Trimestre

Droga Raia Resultados do 3º Trimestre Droga Raia Resultados do 3º Trimestre 11 de Novembro de 2011 Aviso Legal Esta apresentação contém certas declarações futuras e informações relacionadas à Companhia que refletem as visões atuais e/ou expectativas

Leia mais

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: /

LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE CNPJ: / LÂMINA DE INFORMAÇÕES ESSENCIAIS SOBRE O ALFA V - FUNDO DE INVESTIMENTO EM AÇÕES VALE DO RIO DOCE Informações referentes à Agosto de 2016 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o

Leia mais

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7%

Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% Ecovias dos Imigrantes anuncia resultados do 1T14 com: Receita Líquida cresce 22,7% São Bernardo do Campo, 06 de maio de 2013 A Concessionária Ecovias dos Imigrantes S.A. anuncia seus resultados referentes

Leia mais

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A)

IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) IN 371/2002 Estudo de Viabilidade (Claro Telecom Participações S.A) São Paulo, SP 30 de Setembro de 2014 1 IN CVM 371/2002 CPC 32 Planos de Longo Prazo 2014-2024 Ativos Fiscais Diferidos Realização Ativos

Leia mais

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF:

Lâmina de Informações Essenciais do. Título Fundo de Investimento Multimercado Longo Prazo (Título FIM-LP) CNPJ/MF: Lâmina de Informações Essenciais do Informações referentes à Janeiro de 2017 Esta lâmina contém um resumo das informações essenciais sobre o TÍTULO FUNDO DE INVESTIMENTO MULTIMERCADO - LONGO PRAZO (Título

Leia mais

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros

2T17. Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17. carros 2T17 Divulgação de Rsultados 2T17 e 1S17 carros Divulgação de Resultados 2T17 e 1S17 Frota em 30/06/2017: 151.750 carros Destaques Operacionais Diárias - Aluguel de Carros (mil) Destaques Financeiros Receita

Leia mais

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE CRÉDITO 2ª REVISÃO INÍCIO DA VIGÊNCIA. 15/junho/2016

POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE CRÉDITO 2ª REVISÃO INÍCIO DA VIGÊNCIA. 15/junho/2016 POLÍTICA DE GERENCIAMENTO DE RISCO DE CRÉDITO 2ª REVISÃO INÍCIO DA VIGÊNCIA 15/junho/2016 Pg 1 de 6 I. OBJETIVO E ESCOPO 1. O objetivo desta Política é dar as diretrizes do gerenciamento do risco de crédito

Leia mais

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05

DESTAQUES OPERACIONAIS E FINANCEIROS DO 3T05 E 9M05 Porto Seguro Anuncia Lucro Líquido de R$74,5 milhões ou R$0,97 por ação no 3T05 e R$167,9 milhões ou R$2,18 por ação em 9M05 Crescimento de 12,1% dos Prêmios Auferidos na comparação trimestral e 19,3%

Leia mais

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização

Iochpe-Maxion Relatório de Atualização jan-16 mar-16 mai-16 jul-16 set-16 nov-16 Iochpe-Maxion Recomendação Neutro MYPK3 Preço em 04/01/17 (R$) 12,59 Ações (MM) 95 Valor Mercado (R$ MM) 1.187 Mín. 52 semanas (R$) 8,34 Máx. 52 semanas (R$) 20,31

Leia mais

Localiza Rent a Car S.A.

Localiza Rent a Car S.A. Localiza Rent a Car S.A. Apresentação dos resultados do 2T07 (R$ milhões - USGAAP) Agência do aeroporto de Confins - BH 1 A Localiza tem apresentado um crescimento consistente... (R$ milhões, USGAAP) Receita

Leia mais

FIDC Libra Multissetorial - 1T17

FIDC Libra Multissetorial - 1T17 04, mai, 2017 FE0015-2016 (Cota Sênior - 5ª Série) AA(fe) CP1(fe) FE0048-2013 (Cota Subordinada) B+(fe) CLASSIFICAÇÕES FE0015-2016 / FIDC Libra Multissetorial / Cota Sênior - 5ª Série Confirmação do Rating

Leia mais

POL-005 Política Formal de Decisão de Investimentos, de Seleção, de Alocação de Ativos e de Rateio e Divisão de Ordens

POL-005 Política Formal de Decisão de Investimentos, de Seleção, de Alocação de Ativos e de Rateio e Divisão de Ordens POL-005 Política Formal de Decisão de Investimentos, de Seleção, de Alocação de Ativos e de Rateio e Divisão de Ordens (versão 01/2016) Sumário 1. Objetivo... 1 2. Âmbito de Aplicação... 1 3. Considerações

Leia mais

FACULDADE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Rua Professor Pedreira de Freitas, 401/415 Fone: Tatuapé

FACULDADE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE Rua Professor Pedreira de Freitas, 401/415 Fone: Tatuapé de Oliveira 1.(Analista de Gestão Corporativa-Contabilidade-Empresa de Pesquisa Energética-2010-Cesgranrio) Considere a operação a seguir. A Cia. Ordem e Progresso, após a apuração do seu resultado, efetuou

Leia mais

BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL

BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL 4ª Emissão de Debêntures Relatório Anual do Agente Fiduciário Exercício de 2003 BFB LEASING S.A. - ARRENDAMENTO MERCANTIL 4ª Emissão de Debêntures Relatório Anual

Leia mais

Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015

Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015 Vigor Alimentos S.A. Apresentação de Resultados 4º Trimestre e ano de 2015 Teleconferência de Resultados (Tradução Simultânea) 16 de março de 2016 15:30 (horário de Brasília) 14:30 (horário de Nova York)

Leia mais

GERENCIAMENTO RISCO DE CRÉDITO

GERENCIAMENTO RISCO DE CRÉDITO GERENCIAMENTO RISCO DE CRÉDITO ÍNDICE 1. DEFINIÇÕES BÁSICAS... 3 2. RISCO DE CRÉDITO ESTRUTURA... 3 3. VISÃO GERAL DO PROCESSO DE SOLICITAÇÃO E APROVAÇÃO DE CRÉDITO... 3 4. DADOS CADASTRAIS... 3 5. FUNÇÕES

Leia mais

BANCO DO BRASIL Resultados 2011

BANCO DO BRASIL Resultados 2011 BANCO DO BRASIL Resultados 2011 Aviso Importante Esta apresentação faz referências e declarações sobre expectativas, sinergias planejadas, estimativas de crescimento, projeções de resultados e estratégias

Leia mais

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO

POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO POLO CAPITAL SECURITIZADORA S.A. 14ª e 15ª SÉRIES da 1ª. EMISSÃO DE CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS RELATÓRIO ANUAL DO AGENTE FIDUCIÁRIO EXERCÍCIO DE 2014 Rio de Janeiro, 30 de Abril de 2015. Prezados

Leia mais

Receita Operacional Bruta

Receita Operacional Bruta Prezado Acionista, O foco no crescimento orgânico continua, assim como no fortalecimento de todas as linhas de negócios em que atuamos, na melhora de nossa qualidade de atendimento, no reforço de nosso

Leia mais