COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ"

Transcrição

1

2 Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações com a indicação da fonte. COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

3 EGUINALDO HÉLIO DE SOUZA

4 Conteúdo multimídia e avaliação final Versão da matéria: 2.0 Para verificar se existe uma nova versão para este curso e saber quais foram as alterações realizadas acesse o link abaixo.

5 Sumário 03 u Introdução 03 Aos pés da história 03 Formando uma identidade 05 u Capítulo 1 q A história como experiência 06 Recebendo inspiração 07 Apaixone-se pela história 08 u Capítulo 2 q Bíblia e história 09 A tábua das nações (Gênesis 10) 11 u Capítulo 3 q História antiga 11 Suméria 12 Egito 13 Assíria 14 Babilônia 16 Média e Pérsia 17 Grécia 17 Roma 21 u Capítulo 4 q História medieval 22 Dinastia merovíngia 22 Dinastia carolíngia 23 O sistema feudal 23 O cisma do Oriente 24 As principais cruzadas 24 A guerra dos cem anos 25 A peste negra 25 A era islâmica 26 A Inquisição 27 O Renascimento 1

6 28 u Capítulo 5 q História moderna 28 A tomada de Constantinopla 29 A navegação atlântica 31 A Reforma Protestante 32 A Contra-Reforma 32 O mercantilismo 33 u Capítulo 6 q História contemporânea 33 A Revolução Francesa 34 A Revolução Industrial 36 A era napoleônica 37 A Revolução Bolchevista 39 Primeira Guerra Mundial 40 Segunda Guerra Mundial 42 Guerra Fria 43 u Capítulo 7 q História recente 43 Fatos ocorridos após a Segunda Grande Guerra 49 u Conclusão 50 u Referências bibliográficas 2

7 q Introdução Aos pés da história Muitos se detêm diante de um livro de história e se perguntam: Para que tudo isso? A questão é que podem compreender a utilidade da matemática, da física e da química, mas não podem entender por que se debruçar sobre fatos antigos, nomes estranhos de pessoas já falecidas há muito tempo e lugares distantes que, aparentemente, nada têm a ver com a nossa época. Em um mundo pragmático e automatizado como o nosso, nada que não nos dê um resultado imediato parece valer a pena. Mas, com a história, isso é diferente. 01 Formando uma identidade A vida tem de ser vivida para frente, mas só pode ser compreendida para trás (Soren Kirkegaard) Um povo sem passado também é um povo sem futuro. Quando não há história, não há também identidade. É impossível construirmos uma identidade sem que conheçamos os eventos que nos antecederam. Com os fios do passado tecemos a bandeira do futuro. Imagine você se, um dia, acordasse e tudo ao seu redor fosse desconhecido: pessoas, lugares, acontecimentos... E você não conseguisse se lembrar como chegou até ali, quem são aqueles que dizem ser seus parentes e amigos. Mesmo que lhe dessem um nome, lhe explicassem cada uma de suas dúvidas, a falta de lembrança do seu passado iria transformá-lo em um estranho, em um errante sem identificação. 3

8 O mesmo ocorre com uma coletividade. Povo sem raiz é povo sem fruto. É o conhecimento das glórias e das lutas passadas que permite a uma comunidade compreender seus valores, costumes e aspirações. Quem não sabe de onde veio não sabe onde pode chegar. Ao olharmos para a história dos judeus um povo que viveu durante quase dois mil anos espalhado entre as nações, sofrendo perseguições de todo o tipo, sendo constantemente expulso de seus países adotivos, nos perguntamos como puderam sobreviver e manter sua identidade. Mas a resposta é simples: os judeus estudam e amam sua própria história, que consideram sagrada. Cada página descoberta de seu passado acrescenta uma em seu futuro. E foi justamente por meio de sua própria história que os judeus adquiriram seu conceito de missão, o que os impediu de se entregar à aniquilação e, ainda, lhes deu força para resistir e lutar. Por isso puderam retornar à sua terra, puderam se restabelecer como nação e sonhar novamente com o futuro. Este é o poder da história! 02 4

9 MATRICULE-SE PARA TER ACESSO AO CONTEÚDO COMPLETO GRATOS PELA VISITA!

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com

O grande rei Nabucodonosor II ( a.c.), se ufanava de sua invejável Babilônia, com seus jardins suspensos. Era uma nação rica e poderosa com A História dos livros de Esdras e Neemias se dá dentro do Reinado Persa do rei Ciro. O povo judeu tinha acabado de sair do exílio da Babilônia por ordem de Ciro, onde ficara 60 anos. Chegando a Judá, encontraram

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio

Ensino Técnico Integrado ao Médio Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Plano de Curso nº 213 aprovado pela portaria Cetec nº 134 de 04/10/2014 Etec: ERMELINDA GIANNINI TEIXEIRA Código: 0187 Município: SANTANA

Leia mais

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD

EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD EMENTÁRIO HISTÓRIA LICENCIATURA EAD CANOAS, JULHO DE 2015 DISCIPLINA PRÉ-HISTÓRIA Código: 103500 EMENTA: Estudo da trajetória e do comportamento do Homem desde a sua origem até o surgimento do Estado.

Leia mais

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas

JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas Série: Um Natal de Esperança (02/04). JESUS: A ESPERANÇA DO NATAL CHEGOU! Baseado em Lucas 1.26-38 Ele será grande e será chamado Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi, e ele

Leia mais

A boca do justo é fonte de vida (...) as palavras dos justos dão sustento a muitos (...). Provérbios 10: 11 e 21

A boca do justo é fonte de vida (...) as palavras dos justos dão sustento a muitos (...). Provérbios 10: 11 e 21 A boca do justo é fonte de vida (...) as palavras dos justos dão sustento a muitos (...). Provérbios 10: 11 e 21 Eu acredito fielmente no que Salomão afirma. Sim, há um poder quando exercermos o nosso

Leia mais

RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL 2º TRIMESTRE DE 2016 ENSINO MÉDIO. PROVAS 19/09 A 23/09, das 13h30 às 17h30

RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL 2º TRIMESTRE DE 2016 ENSINO MÉDIO. PROVAS 19/09 A 23/09, das 13h30 às 17h30 RECUPERAÇÃO TRIMESTRAL 2º TRIMESTRE DE 2016 ENSINO MÉDIO PROVAS 19/09 A 23/09, das 13h30 às 17h30 OBJETIVO GERAL Possibilitar aos alunos do Ensino Médio que apresentam dificuldades de aprendizagem melhores

Leia mais

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães

Judaísmo A mais antiga religião monoteísta. Ana Paula N. Guimarães Judaísmo A mais antiga religião monoteísta Ana Paula N. Guimarães O que é o judaísmo? A mais antiga religião das três principais e maiores religiões monoteístas Judaísmo Cristianismo (maior em quantidade

Leia mais

escala educacionai 1!! edic;ao Sao Paulo 2012

escala educacionai 1!! edic;ao Sao Paulo 2012 LEITURAS, DA HISTORIA Oldimar Cardoso Manual do Professor Membro da diretoria da Sociedade Internacional de DidMica da Hist6ria Docente da Catedra de Didatica da Hist6ria da Universidade de Augsburg (Alemanha)

Leia mais

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. Walace Vinente

7. o ANO FUNDAMENTAL. Prof. Walace Vinente 7. o ANO FUNDAMENTAL Prof. Walace Vinente GEOGRAFIA CONTEÚDOS E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade I Tempo, espaço, fontes históricas e representações cartográficas 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES

Leia mais

O PROFETA JEREMIAS UM HOMEM APAIXONADO

O PROFETA JEREMIAS UM HOMEM APAIXONADO O PROFETA JEREMIAS UM HOMEM APAIXONADO Carlos Mesters O PROFETA JEREMIAS UM HOMEM APAIXONADO Direção editorial: Claudiano Avelino dos Santos Coordenador de revisão: Tiago José Risi Leme Revisão: Caio Pereira

Leia mais

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento

Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri. Adaptado de Alex Federle do Nascimento Colégio Ser! Sorocaba História 7ºs anos Profª Marilia Coltri Adaptado de Alex Federle do Nascimento Império Bizantino O Império Bizantino foi o Império Romano do Oriente durante a Antiguidade Tardia e

Leia mais

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações

Fatos: Acontecimentos: - A criação - O dilúvio - Formação do povo de Deus - Vida no deserto - Conquista da terra prometida - As dominações O Antigo Testamento é uma coleção de 39 livros onde encontramos a história de Israel, o povo que Deus escolheu para com ele fazer uma aliança. Portanto, o Antigo Testamento é a história de um povo: mostra

Leia mais

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a

É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a É Maria quem nos convida a refletir e guardar no coração a vida e projeto de seu FILHO. A missão dela era nos dar Jesus e fez isso de maneira ímpar. Vamos refletir nos fatos na vida de Jesus onde ELA está

Leia mais

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO

RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO RECUPERAÇÃO PARALELA PREVENTIVA DE HISTÓRIA 8º ANO QUESTÃO 1. A sociedade do Antigo Regime As características sociais de cada período da história da Humanidade estão muito ligadas ao modo produção de cada

Leia mais

CONTEÚDO DA RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA

CONTEÚDO DA RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA CONTEÚDO DA RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA 1º XM - História Apostila 1 - Antiguidade oriental: o Egito Antigo; Antiguidade Clássica: Grécia. Apostila 2 - A Igreja na Idade Média; A Baixa Idade Média: as

Leia mais

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT 2016 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta disciplina é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

1.a Edição. Diagramação, revisão e capa: Renato J. Oliveira.

1.a Edição. Diagramação, revisão e capa: Renato J. Oliveira. 1 1.a Edição 2016 Diagramação, revisão e capa: Renato J. Oliveira Proibida a reprodução por quaisquer meios (mecânicos, eletrônicos, xerográficos, etc.), exceto em citações breves com indicação da fonte.

Leia mais

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o

O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e. a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o DISCIPLINA: História A - EMENTA O ensino de Historia no Ensino Médio tem por finalidade o desenvolvimento e a construção do saber histórico, procurando promover o resgate e o conhecimento de saberes construídos

Leia mais

JUNTO AO PROFETA JONAS

JUNTO AO PROFETA JONAS 1 2 JUNTO AO PROFETA JONAS UMA CRÔNICA SOBRE A INTERESSANTE HISTÓRIA DO PROFETA JONAS QUE FUGIU DE DEUS E VIVEU UMA VERDADEIRA EPOPÉIA SENDO AGRACIADO COM UM DOS MAIORES MILAGRES QUE A BÍBLIA RELATA. 3

Leia mais

EXERCÍCIO DE REVISÃO DE HISTÓRIA BOM TRABALHO! (d) é somente o conjunto de ações de governantes e heróis.

EXERCÍCIO DE REVISÃO DE HISTÓRIA BOM TRABALHO! (d) é somente o conjunto de ações de governantes e heróis. COLÉGIO FRANCO-BRASILEIRO NOME: N : TURMA: PROFESSOR(A): ANO: DATA: / / 2014 EXERCÍCIO DE REVISÃO DE HISTÓRIA Organize uma rotina de estudos. Comece o quanto antes. Organize seu tempo para o estudo da

Leia mais

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2016/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2016/2017 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais / Metas Competências Específicas

Leia mais

HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO

HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO HISTÓRIA 1 ANO PROF. AMAURY PIO PROF. EDUARDO GOMES ENSINO MÉDIO CONTEÚDOS E HABILIDADES Unidade II Civilização Greco- Romana e seu legado 2 CONTEÚDOS E HABILIDADES Aula 7.1 Conteúdo Feudalismo e Sociedade

Leia mais

HISTÓRIA. Professores: André, Guga, Pedro

HISTÓRIA. Professores: André, Guga, Pedro HISTÓRIA Professores: André, Guga, Pedro Questão esperada sobre Mundo Islâmico (Idade Média). A resposta correta, letra A, fala sobre o expansionismo da cultura islâmica. A obra de Avicena, muito famosa,

Leia mais

AGENDA DE TAREFAS 6º A

AGENDA DE TAREFAS 6º A AGENDA DE TAREFAS 6º A Ciências: Livro págs. 8,10 e 11 História: 1) Copie no caderno o verso 1 de Gênesis (bíblia). 2) Desenhar no caderno algumas provas, documentos e rastros deixados pelo passado. Prod.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO. 1 a SÉRIE ENSINO MÉDIO

PROCESSO SELETIVO. 1 a SÉRIE ENSINO MÉDIO PROCESSO SELETIVO 1 a SÉRIE ENSINO MÉDIO 1 a SÉRIE ENSINO MÉDIO REGULAMENTO DO PROCESSO SELETIVO PARA 2017 O processo seletivo do Colégio Vital Brazil tem por objetivo conhecer a atuação do aluno no processo

Leia mais

Para quem ainda não sabe, o Islamismo é uma religião monoteísta (que acredita em um

Para quem ainda não sabe, o Islamismo é uma religião monoteísta (que acredita em um 8 mitos que você sempre acreditou sobre o Islamismo Todo mundo já ouviu falar sobre o Islamismo e os muçulmanos, porém poucas são as pessoas que realmente conhecem e entendem o que essa religião realmente

Leia mais

TOTAL DE PÁGINAS DA EDIÇÃO: 99

TOTAL DE PÁGINAS DA EDIÇÃO: 99 Em agosto, folclore com uma cara bem diferente! Conheça histórias assombradas de folclore local Tenha atividades prontas de português e matemática contextualizadas Monte uma oficina de passatempos Amplie

Leia mais

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 Disciplina: EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 História Professor: Rodrigo Bento Turma: 3º série Ensino Médio Data Conteúdo 11/fevereiro APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA CAPITULO I HG HISTORIOGRAFIA E PRE HISTORIA

Leia mais

O que foram as Cruzadas? Prof. Tácius Fernandes

O que foram as Cruzadas? Prof. Tácius Fernandes O que foram as Cruzadas? Prof. Tácius Fernandes Compreendendo as Cruzadas a partir de imagens Mapa da Primeira Cruzada Pintura sobre a sétima Cruzada. Data: século 13. Autor desconhecido. Imagem retirada

Leia mais

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, em. primeiro lugar, quero parabenizar o nobre Deputado Pastor Pedro

Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, em. primeiro lugar, quero parabenizar o nobre Deputado Pastor Pedro Pronunciamento proferido pelo Deputado João Batista (PFL SP) na Sessão da Câmara dos Deputados de 15/06/2005. Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, em primeiro lugar, quero parabenizar o nobre

Leia mais

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro

Agrupamento de Escolas de Terras de Bouro Perfil de aprendizagem de História 3.º CICLO DO ENSINO BÁSICO Das sociedades recolectoras às primeiras civilizações Das sociedades recolectoras às primeiras sociedades produtoras 1. Conhecer o processo

Leia mais

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO

DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO PLANO DE CURSO DISCIPLINA: HISTÓRIA ECONÔMICA GERAL (CÓD. ENEX60076) PERÍODO: 1 º PERÍODO TOTAL DE SEMANAS: 20 SEMANAS TOTAL DE ENCONTROS: 40 AULAS Aulas Conteúdos/ Matéria Tipo de aula Textos, filmes

Leia mais

Renascimento, Reformas, Grandes Navegações, Mercantilismo e Colonialismo

Renascimento, Reformas, Grandes Navegações, Mercantilismo e Colonialismo Renascimento, Reformas, Grandes Navegações, Mercantilismo e Colonialismo Renascimento e Reformas 1. As imagens abaixo ilustram alguns procedimentos utilizados por um novo modo de conhecer e explicar a

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA INTRODUÇÃO AO ESTUDO DE HISTÓRIA O QUE É HISTÓRIA? História é uma palavra com origem no antigo termo grego "historie", que significa "conhecimento através da investigação".

Leia mais

COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA

COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA COMENTÁRIO DA PROVA DE HISTÓRIA Como bem disse Lucien Febure, A história é filha do sem tempo. Esta afirmação do historiador da Escola dos Annales foi a premissa que norteou os elaboradores da prova de

Leia mais

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016

Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Essa data sempre será inesquecível. Seis de Março, 2016 Digamos onde acordou tudo alegre e assim permaneceu. Acho completamente impossível tentar descrever nas palavras o sentimento que sinto aqui dentro

Leia mais

PLANO DE ATIVIDADES DIFERENCIADAS 1º ano do Ensino Médio 3º Bimestre / 2014

PLANO DE ATIVIDADES DIFERENCIADAS 1º ano do Ensino Médio 3º Bimestre / 2014 PLANO DE ATIVIDADES DIFERENCIADAS 1º ano do Ensino Médio 3º Bimestre / 2014 DISCIPLINA GEOGRAFIA HISTÓRIA INGLÊS SOCIOLOGIA FÍSICA DESCRIÇÃO ATIVIDADE DIFERENCIADA Avaliação diferenciada 1: Classificação

Leia mais

Educação Difusa: a tradição oral

Educação Difusa: a tradição oral Educação Difusa: a tradição oral A educação existe onde não há escola e por toda parte podem haver redes e estruturas sociais de transferência de saber de uma geração a outra, onde ainda não foi sequer

Leia mais

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2012/ ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Unidade Didáctica Conteúdos Competências Específicas Avaliação. AGRUPAMENTO VERTICAL DE ESCOLAS DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2012/2013 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período Panorâmica geral dos séculos XII e XIII. Observação directa Diálogo

Leia mais

3ºs anos do Ensino Médio Terceiro trimestre

3ºs anos do Ensino Médio Terceiro trimestre Estimado estudante! (Este bilhete deve ser assinado pelos pais e/ou responsáveis e permanecer colado na agenda) 3ºs anos do Ensino Médio Terceiro trimestre Você está recebendo o calendário com as datas

Leia mais

Mas depois de anos esperando o filho que lhe fora prometido, Deus pediu a Abraão para Lhe dar o filho de volta.

Mas depois de anos esperando o filho que lhe fora prometido, Deus pediu a Abraão para Lhe dar o filho de volta. Aventuras em Hebreus 11, 3 a Parte A menos que seja indicado o contrário, todos os versículos foram extraídos da Edição Contemporânea de João Ferreira de Almeida. Pela fé Abraão, quando Deus o pôs à prova,

Leia mais

Fotografia de eventos religiosos

Fotografia de eventos religiosos Curso Fotografia de eventos religiosos Objetivo desta Formação O objetivo desta formação é torná-lo apto a fazer o registro fotográfico de eventos dentro da sua igreja bem como instruí-lo a atuar como

Leia mais

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império

1º ano. 1º Bimestre. Revolução Agrícola Capítulo 1: Item 5 Egito - política, economia, sociedade e cultura - antigo império Introdução aos estudos de História - fontes históricas - periodização Pré-história - geral - Brasil As Civilizações da Antiguidade 1º ano Introdução Capítulo 1: Todos os itens Capítulo 2: Todos os itens

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação.

Ano Lectivo 2015 / ºCiclo 8 ºAno. 8.º Ano 1º Período. Domínios / Subdomínios Objetivos Gerais Competências Específicas Avaliação. ESCOLA BÁSICA E SECUNDÁRIA DR. VIEIRA DE CARVALHO Planificação HISTÓRIA Ano Lectivo 2015 / 2016 3 ºCiclo 8 ºAno 8.º Ano 1º Período DOMÌNIO / TEMA D O contexto europeu dos séculos XII a XIV (recuperação

Leia mais

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI. Atividade de História E. Médio U.E. 08

CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI. Atividade de História E. Médio U.E. 08 CEEJA MAX DADÁ GALLIZZI Atividade de História E. Médio U.E. 08 1. Cite a caracterização econômica e social da Idade Média. p.3 2. Em quantos períodos está dividida a Idade Média? Quais são? 3. Dê três

Leia mais

Como Criar uma. Autobiografia

Como Criar uma. Autobiografia Como Criar uma Autobiografia Estratégia de Trabalho A mediadora: Vera Ramos A Abordagem (Auto)biográfica aproxima-se das Histórias de Vida como método, na medida em que visa a construção de um sentido

Leia mais

As Revelações do Apocalipse

As Revelações do Apocalipse Page 1 of 5 As Revelações do Apocalipse Este estudo contém ao todo 24 lições. Para imprimir esta lição e respondê-la com auxílio de sua Bíblia CLIQUE AQUI. ESTUDO 01 O Apocalipse, um Livro Aberto A maioria

Leia mais

A história da Igreja e sua problemática A história da Igreja na Idade Antiga

A história da Igreja e sua problemática A história da Igreja na Idade Antiga SUMÁRIO Introdução... 11 A história da Igreja e sua problemática... 17 A. Alguns pressupostos e indicações básicos antes de começar o caminho... 17 Trata-se de um ramo da ciência histórica ou da ciência

Leia mais

Cinema, televisão e história

Cinema, televisão e história Cinema, televisão e história Coleção PASSO-A-PASSO CIÊNCIAS SOCIAIS PASSO-A-PASSO Direção: Celso Castro FILOSOFIA PASSO-A-PASSO Direção: Denis L. Rosenfield PSICANÁLISE PASSO-A-PASSO Direção: Marco Antonio

Leia mais

Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA

Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA PROVA ESPECÍFICA DE HISTÓRIA 1ª AVALIAÇÃO CORRETOR 1 01 02 03 04 05 06 07 08 Reservado à CCV AVALIAÇÃO FINAL Universidade Federal do Ceará Coordenadoria de Concursos - CCV Comissão do Vestibular Reservado à CCV 2ª ETAPA PROVA ESPECÍFICA

Leia mais

EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação

EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação 1 2 EXPLORAÇÃO SEXUAL E PROSTITUIÇÃO: UM ESTUDO DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO COM MULHERES ADULTAS E ADOLESCENTES MoniseGomes Serpa (UFRGS Dissertação de Mestrado, Mar-2009) Os clientes que buscam a prática

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º Hitória Rafael Av. Mensal 24/03/16 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova contém

Leia mais

Ficar atentos ao calendário das Avaliações para melhor organização de estudos juntamente com CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES - 2º BIMESTRE 2016

Ficar atentos ao calendário das Avaliações para melhor organização de estudos juntamente com CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES - 2º BIMESTRE 2016 Ficar atentos ao calendário das Avaliações para melhor organização de estudos juntamente com seu filho (a). CALENDÁRIO DE AVALIAÇÕES - 2º BIMESTRE 2016 01/06/2016-1ª Avaliação PORTUGUÊS 03/06/2016-1ª Avaliação

Leia mais

02/03/2016 1º ANO FÍSICA B 1º BIM,., VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA E AULA 12: PLANTÃO: EXPLICAÇÃO E EXERCÍCIOS

02/03/2016 1º ANO FÍSICA B 1º BIM,., VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA E AULA 12: PLANTÃO: EXPLICAÇÃO E EXERCÍCIOS 02/03/2016 1º ANO FÍSICA A 1º BIM,.,.; REVISÃO REVISÃO PARA A PROVA 02/03/2016 1º ANO FÍSICA B 1º BIM,., VELOCIDADE ESCALAR MÉDIA E AULA 12: PLANTÃO: EXPLICAÇÃO E EXERCÍCIOS 02/03/2016 1º ANO FÍSICA B

Leia mais

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências

Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências Nome: Nº: Turma: Este caderno contém questões de: Português Matemática História Geografia - Ciências 1 Os exercícios deverão ser feitos no próprio livro. Livro de Gramática Reflexiva págs. 19, 20, 21 e

Leia mais

Nº 40 B Cristo Rei do Universo CRISTO REI

Nº 40 B Cristo Rei do Universo CRISTO REI Nº 40 B Cristo Rei do Universo 22.11.2015 CRISTO REI Hoje é a festa de Cristo-Rei, em que nos lembramos que Jesus Cristo é Rei de todo o Universo, junto com Deus Pai. Como Jesus disse a Pilatos, o Seu

Leia mais

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR

ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR A ARTE DE AMAR EM BUSCA DO PERFEITO AMOR O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que contemplamos e as nossas mãos apalparam isto proclamamos a respeito da Palavra

Leia mais

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012

PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 PLANIFICAÇÃO MODULAR ANO LETIVO 2011 / 2012 CURSO/CICLO DE FORMAÇÃO DISCIPLINA: Docente Técnico de Turismo Ambiental e Rural/2011-2014 Área de Integração Pedro Bandeira Simões N.º TOTAL DE MÓDULOS DE 1º/2º/3º

Leia mais

Ensinar e aprender História na sala de aula

Ensinar e aprender História na sala de aula Ensinar e aprender História na sala de aula Séries iniciais do Ensino Fundamental Ensino de História nas séries iniciais do Ensino Fundamental Por que estudar História? Quais ideias os educandos possuem

Leia mais

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor.

Uma Boa Prenda. Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Uma Boa Prenda Uma boa prenda a ofertar É a doação do amor É estar pronto a ajudar Quem vive com uma dor. Prenda essa que pode Ser dada por um qualquer Seja rico ou seja pobre Simples homem ou mulher.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração SÁBADO DA 34ª SEMANA DO TEMPO COMUM Levantai, ó

Leia mais

Aprendi a fazer Sexo na Bíblia. Entenda o plano de Deus para sua vida sexual

Aprendi a fazer Sexo na Bíblia. Entenda o plano de Deus para sua vida sexual Aprendi a fazer Sexo na Bíblia Entenda o plano de Deus para sua vida sexual Salomão Silva Aprendi a fazer Sexo na Bíblia Entenda o plano de Deus para sua vida sexual 1ª Edição Salvador 2014 Aprendi a fazer

Leia mais

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL

AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Momento com Deus Crianças de 7 a 9 anos NOME: DATA: 28/04/2013 AULA 04:O CHAMADO DE ABRÃO ATÉ O NASCIMENTO DE ISMAEL Versículos para Decorar 1 Portanto, cada um de vocês deve abandonar a mentira e falar

Leia mais

Jeremias significa Deus estabelece

Jeremias significa Deus estabelece Jeremias significa Deus estabelece Jeremias era da tribo de Benjamim. Veio de uma pequena cidade do interior. Embora de família sacerdotal, estava mais ligado às tradições do Norte e não às tradições do

Leia mais

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016

EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 Disciplina: EMENTA ESCOLAR I Trimestre Ano 2016 História Professor: Rodrigo Bento Turma: 1º série Ensino Médio Data Conteúdo 12/fevereiro APRESENTAÇÃO DA DISCIPLINA CAPITULO I O QUE É HISTÓRIA? 16/fevereiro

Leia mais

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação

O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O Nacionalismo e as Unificações Conceituação O indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado nacional compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura,

Leia mais

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo.

Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a Bíblia tem com a história de um povo. A Bíblia A Bíblia chegou e chega até nós, sendo Palavra de Deus e Fruto da revelação direta de Deus. Quando a Bíblia é vista assim, ela parece um livro caído do céu. E aí, acaba negando a relação que a

Leia mais

O que é leitura fundamentalista?

O que é leitura fundamentalista? O que é leitura fundamentalista? O problema de base dessa leitura fundamentalista é que recusando levar em consideração o caráter histórico da revelação bíblica, ela se torna incapaz de aceitar plenamente

Leia mais

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma

8.º Ano Expansão e mudança nos séculos XV e XVI O expansionismo europeu Renascimento, Reforma e Contrarreforma Escola Secundária Dr. José Afonso Informação-Prova de Equivalência à Frequência História Prova 19 2016 3.º Ciclo do Ensino Básico O presente documento divulga informação relativa à prova de equivalência

Leia mais

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ

COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - SABER E FÉ Aviso importante! Esta matéria é uma propriedade intelectual de uso exclusivo e particular do aluno da Saber e Fé, sendo proibida a reprodução total ou parcial deste conteúdo, exceto em breves citações

Leia mais

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo?

Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? Se Jesus voltará, como devo esperá-lo? O que os apocalípticos dizem a respeito dos últimos dias? Sinônimo da época em que se aproxima a 2ª vinda de Jesus Cristo e o consequente fim do mundo. Período marcado

Leia mais

RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL

RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL RELAÇÕES RACIAIS NA PERSPECITIVA CURRICULAR E EDUCACIONAL "Que a água seja refrescante. Que o caminho seja suave. Que a casa seja hospitaleira. Que o Mensageiro conduza em paz nossa Palavra." Benção Yoruba

Leia mais

FASCÍCULO 1 FASCÍCULO

FASCÍCULO 1 FASCÍCULO História FASCÍCULO 1 Módulo 1 Por que é importante aprender história O Ensino da história e sua relação com o presente As fontes históricas e a leitura do passado História, poder e cidadania O tempo na

Leia mais

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO

MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO MATRIZ DE REFERÊNCIA NÍVEL ENSINO MÉDIO Conteúdo Programático de História Conteúdo Competências e Habilidades I. Antiguidade clássica: Grécia e Roma. 1. Conhecer as instituições políticas gregas e romanas,

Leia mais

A POLíTICA NA IGREJA 1

A POLíTICA NA IGREJA 1 A POLíTICA NA IGREJA 1 2 A POLíTICA NA IGREJA Deve a igreja de CRISTO se Envolver no processo eleitoral? Adriano R. S. Montes 3 Ficha catalográfica (opcional). Caso deseje, a Câmara Brasileira do Livro

Leia mais

OBJETIVOS E CONTEÚDOS

OBJETIVOS E CONTEÚDOS OBJETIVOS E CONTEÚDOS 1º BIMESTRE SISTEMA INTERATIVO DE ENSINO História 1º ano Capítulo 1 Minha história, meu nome Explorar as fotografias de família para reconhecer a trajetória pessoal desde o nascimento;

Leia mais

povo açoriano incansável na sua demonstração de fé uma força e uma determinação algo

povo açoriano incansável na sua demonstração de fé uma força e uma determinação algo Lançamento de Medalha Comemorativa Tricinquentenário do Culto na Ilha do Pico do Senhor Bom Jesus Milagroso 3 de agosto de 2012 Intervenção de José António Soares, Presidente do Município da Madalena do

Leia mais

DOMINE O EXCEL ESSENCIAL O QUE TODO PROFISSIONAL PRECISA SABER

DOMINE O EXCEL ESSENCIAL O QUE TODO PROFISSIONAL PRECISA SABER DOMINE O ECEL ESSENCIAL O QUE TODO PROFISSIONAL PRECISA SABER METODOLOGIA DOMINE O ECEL Visão Ser referência no Brasil, quando se fala de metodologia de ensino, conteúdo e melhores práticas com o uso do

Leia mais

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES - 6º ANOS

CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES - 6º ANOS Capítulo 16 - Os Romanos Capítulo 17 - O fim do Império Romano CONTEÚDOS DAS AVALIAÇÕES - 6º ANOS Percursos: 25-Extrativismo 26-Extrativismo mineral 27-Agricultura 28-Pecuária 29-Do artesanato à manufatura

Leia mais

JUPRUDÊNCIA DOS CONCEITOS - PUCHTA

JUPRUDÊNCIA DOS CONCEITOS - PUCHTA JUPRUDÊNCIA DOS CONCEITOS - PUCHTA Ponto de partida: - idéia de sistema (influência de Schelling) - visão do Direito como um organismo vivo; Influência do idealismo alemão (Hegel): identificação entre

Leia mais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais

1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea. 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais Índice 1. Prova Teórica de Avaliação de História Contemporânea 2. Prova Teórica de Avaliação de História das Artes Visuais 3. Prova Teórica de Avaliação de Língua Portuguesa 4. Prova Teórica de Avaliação

Leia mais

Conteúdo 1 - História da Escrita. professor Rafael Hoffmann

Conteúdo 1 - História da Escrita. professor Rafael Hoffmann Conteúdo 1 - História da Escrita professor Rafael Hoffmann Pinturas das cavernas de Lascoux (15000 e 13000 a.c.) Pi Sheng Cuneiforme: 3200 a.c. Hieróglifos: 3000 a.c. Sistemas baseados em pictogramas Pictogramas

Leia mais

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o

Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o Neste ano da Vida Religiosa Consagrada fomos motivadas pelo Papa Francisco a recordar o passado com gratidão, viver o presente com paixão e abraçar o futuro com esperança. Como o testemunho de vida da

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 7º História Rafael / Carol Av. Mensal 26/05/15 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia:

1-INTRODUÇÃO. Aula 2 Mito e filosofia: Prof. Gilmar Dantas 1-INTRODUÇÃO Aula 2 Mito e filosofia: Nesta aula, vamos ver outras características da filosofia e ver também os mitos. Houve uma passagem dos mitos para a filosofia na Grécia Antiga.

Leia mais

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes

4ª FASE. Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes 4ª FASE Prof. Amaury Pio Prof. Eduardo Gomes Unidade II Natureza-Sociedade: questões ambientais 2 Aula 8.1 Conteúdo Hebreus, Fenícios e Persas. 3 Habilidade Identificar as principais características físicas,

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SEGUNDA-FEIRA DA 34 SEMANA DO TEMPO COMUM 1) Oração Ó Deus,

Leia mais

Oriente Médio. Do surgimento as tensões atuais

Oriente Médio. Do surgimento as tensões atuais Oriente Médio Do surgimento as tensões atuais A Região A região do Oriente Médio é uma das áreas mais conflituosas do mundo. Diversos fatores contribuem para isso, entre eles: a sua própria história; origem

Leia mais

Eu me chamo Mauren, 12 anos, 1,63 de altura e 43 kg. Cabelos ondulados um pouco abaixo dos ombros e castanhos, mas todos mundo insiste em dizer que é

Eu me chamo Mauren, 12 anos, 1,63 de altura e 43 kg. Cabelos ondulados um pouco abaixo dos ombros e castanhos, mas todos mundo insiste em dizer que é Eu Essa sou Eu me chamo Mauren, 12 anos, 1,63 de altura e 43 kg. Cabelos ondulados um pouco abaixo dos ombros e castanhos, mas todos mundo insiste em dizer que é preto. Negra da pele clara, olhos castanhos,

Leia mais

EXERCÍCIOS DE MONITORIA HISTÓRIA - DISCURSIVA

EXERCÍCIOS DE MONITORIA HISTÓRIA - DISCURSIVA 1ª série Ens. Médio EXERCÍCIOS DE MONITORIA HISTÓRIA - DISCURSIVA Prof.: Adelarmo Luís Carvalho 1. (Unicamp 2010) Na Europa, até o século XVIII, o passado era o modelo para o presente e para o futuro.

Leia mais

Universidade Federal de Goiás Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Ecologia

Universidade Federal de Goiás Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Ecologia Universidade Federal de Goiás Instituto de Ciências Biológicas Departamento de Ecologia Filosofia da Ciência Epistemologia da Ciência www.ecoevol.ufg.br/adrimelo/filo Apresentação. O que é Ciência. O cientista

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº 6º Ano Data: Professor(a): Nota: (valor 1,0) 1 o.bimestre Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos mínimos necessários.

Leia mais

Lição 1 para o dia 3 de Janeiro de 2009

Lição 1 para o dia 3 de Janeiro de 2009 Lição 1 para o dia 3 de Janeiro de 2009 Havendo Deus falado muitas vezes e de muitas maneiras em outro tempo aos pais pelos profetas, nestes dias nos falou por meio de seu Filho, a quem constituiu herdeiro

Leia mais

17º CONCURSO NACIONAL MUSEU DA IMPRENSA

17º CONCURSO NACIONAL MUSEU DA IMPRENSA Ficha de inscrição 17º CONCURSO NACIONAL MUSEU DA IMPRENSA 2014/2015 Categoria Artigo Jornalístico Nível superior Tema: A importância dos museus na formação cultural do país Aluna: Janaina Bárbara Bolonezi

Leia mais

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série

Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série Apresentação para Sala de Aula para alunos de 1ª a 4ª série O que é Patrimônio Cultural? Patrimônio é constituído pelos bens materiais e imateriais que se referem à nossa identidade, nossas ações, costumes,

Leia mais

História. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná.

História. divulgação. Comparativos curriculares. Material de. A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná. Comparativos curriculares SM História Ensino médio Material de divulgação de Edições SM A coleção Ser Protagonista História e o currículo do Estado do Paraná Apresentação Professor, Devido à inexistência

Leia mais

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS

REVISTA ACADÊMICA DA FACULDADE FERNÃO DIAS COLETÂNEA DE POESIAS: SER CRIANÇA, SONHAR, SER PROFESSOR, LEMBRANÇAS Maria Cecília Ribeiro Santana (FAFE) * É poder brincar livremente Escolher as brincadeiras E estar sempre contente. É ser feliz Da pontinha

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais