setor 1621 Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( )

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "setor 1621 Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( )"

Transcrição

1 setor SP Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) A Presidência de Campos Sales ( ) Com Prudente de Morais, as oligarquias voltaram ao poder; com Campos Sales, elas consolidaram essa posição. A primeira preocupação do novo presidente foi enfrentar os efeitos da crise econômica de Julgando que as causas da crise fossem de caráter financeiro, o presidente e seu ministro da Fazenda, Joaquim Murtinho, realizaram uma rígida política de equilíbrio financeiro. Os principais elementos dessa política foram: 1º- suspensão temporária do pagamento da dívida externa (funding-loan); 2º- eliminação da inflação; 3º- eliminação dos déficits orçamentários do governo; 4º- valorização da moeda (mil-réis). Tal política estabilizou as finanças brasileiras, mas agravou a situação econômica, particularmente da indústria e do comércio, e piorou as condições de vida da classe média e do operariado urbano. Paralelamente, Campos Sales criou a política dos governadores e a política do café-com-leite, visando acomodar os interesses do governo federal com as diversas oligarquias estaduais. (Cap. 37) AULA 25 Leia o resumo de aula. Faça os exercícios indicados por seu professor. AULA 26 Releia o resumo de aula. Faça os exercícios indicados por seu professor. AULA 25 Leia os itens indicados por seu professor. Faça os exercícios indicados por seu professor. AULA 26 Leia os itens indicados por seu professor. Faça os exercícios indicados por seu professor. ALFA ANGLO VESTIBULARES

2 Aula 27 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) A Presidência de Rodrigues Alves ( ) Rodrigues Alves manteve as linhas gerais da política econômico-financeira de Campos Sales, atenuando, porém, a rigidez do controle monetário. Esse fato, bem como as rendas provenientes do surto da borracha, fizeram com que a economia, durante seu governo, voltasse a crescer. Durante seu mandato, o Acre foi incorporado ao Brasil (1903) e ocorreu no Rio de Janeiro a revolta da vacina (1904). O mais importante acontecimento do período, no entanto, foi a crise do café, causada pelo excesso de produção, o que gerou uma queda no preço do produto. Para enfrentar a crise, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro assinaram o Convênio de Taubaté (1906), que deu origem à política de valorização do café. Faça os exercícios 51, 53, 55, 56 e 58, série 7. Leia os capítulos 38, 39 e 40. Faça os exercícios 59, 62, 64 e 67, série 7. A Presidência de Afonso Pena ( ) Afonso Pena era um típico representante dos cafeicultores paulistas e mineiros. Por isso, transferiu para o governo federal a tarefa de realizar a política de valorização do café, criando a Caixa de Conversão, que comprava e estocava o excedente de café. Com a morte de Afonso Pena (1909), o vice-presidente Nilo Peçanha assumiu o governo e completou o mandato presidencial. A Presidência de Nilo Peçanha ( ) O vice-presidente Nilo Peçanha completou o mandato de Afonso Pena, tendo exercido a presidência por pouco mais de um ano. Durante seu governo, ocorreu a primeira quebra da política do café-com-leite, tendo São Paulo apoiado a candidatura presidencial de Rui Barbosa e, Minas Gerais, a de Hermes da Fonseca. A Campanha Civilista, realizada por Rui Barbosa, gerou a primeira eleição competitiva da República Velha, que terminou com a vitória de Hermes da Fonseca, apoiado pelo governo federal. ALFA ANGLO VESTIBULARES

3 Aula 28 A REPÚBLICA VELHA ( ): OS PRIMEIROS ABALOS DO REGIME OLIGÁRQUICO ( ) A Presidência de Hermes da Fonseca ( ) A presidência de Hermes da Fonseca foi uma das mais agitadas da República Velha, caracterizando-se por crises políticas violentas e por uma difícil situação financeira. As principais causas dessa agitação política foram: 1) a disputa pelo controle do governo federal, ocorrida entre Pinheiro Machado e militares ligados a Hermes da Fonseca; 2) a política das salvações ; 3) a ocorrência de revoltas armadas, como a da Chibata e a dos Fuzileiros, em A quebra da política do café-com-leite (quando da eleição de Hermes) e a substituição violenta de várias oligarquias estaduais (através das salvações ) mostraram que o sistema político montado por Campos Sales começava a apresentar problemas, marcando os primeiros abalos do regime oligárquico. Faça os exercícios 68 e 69, série 7. Leia a introdução da Unidade XII e o capítulo 41. Tenha um cuidado especial com os itens 1, 4, 9 e 11. Faça os exercícios 77, 79, 80 e 81, série 7. Aula 29 A REPÚBLICA VELHA ( ): OS PRIMEIROS ABALOS DO REGIME OLIGÁRQUICO ( ) A Presidência de Wenceslau Brás ( ) Wenceslau, mineiro, foi eleito de acordo com a política do café-com-leite. Durante seu governo, ocorreu a Guerra do Contestado, na fronteira do Paraná com Santa Catarina, e na qual milhares e milhares de sertanejos foram massacrados por tropas estaduais e do Exército. Simultaneamente à presidência de Wenceslau Brás, eclodiu a Primeira Guerra Mundial, cujo principal efeito para o Brasil foi a ocorrência de um surto industrial de proporções razoavelmente amplas. Ainda durante seu governo, verificaram-se várias lutas estaduais, de caráter coronelístico e a primeira greve geral do País, ocorrida em São Paulo, em Faça os exercícios 70, 71 e 73, série 7. Leia o capítulo 42. Tenha um cuidado especial com os itens 15, 17 e 18. Faça os exercícios 82 a 85, série 7. ALFA ANGLO VESTIBULARES

4 Aula 30 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DECLÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) O Tenentismo Desde o final da década de , desenvolveuse, entre oficiais jovens do Exército, um movimento pela modernização das Forças Armadas. Como o governo não atendeu a essas reivindicações, o movimento, chamado de Tenentismo, foi lentamente adquirindo caráter político, de contestação ao regime oligárquico. Após a Primeira Guerra Mundial, o Tenentismo participou de uma série de revoltas armadas, que se estenderam durante toda a década de Apesar de sua pouca consistência ideológica e de sua desorganização, o Tenentismo teve importante participação na derrubada das oligarquias. A Dissidência Oligárquica A política dos governadores e a supremacia de São Paulo e Minas Gerais levaram ao surgimento de uma dissidência oligárquica. Ao longo dos anos 1920, as oligarquias dissidentes passaram a contestar o monopólio do poder exercido pelos cafeicultores. Os efeitos da crise econômica de 1929 e da crise política ocasionada pelas eleições presidenciais de 1930 levaram a dissidência e os tenentistas a se unirem e derrubarem a República oligárquica, através da Revolução de A Presidência de Epitácio Pessoa ( ) Eleito em 1918, Rodrigues Alves morreu sem tomar posse, sendo provisoriamente substituído pelo vice-presidente Delfim Moreira. Ocorreu, então, a segunda quebra da política do café- -com-leite, pois São Paulo e Minas não chegaram a um acordo para indicar candidato pertencente a um dos dois Estados. Para evitar um choque mais grave, as oligarquias paulista e mineira indicaram um candidato neutro: Epitácio Pessoa, que, sendo paraibano, não tinha força política própria e dependeria do apoio de São Paulo e Minas para poder governar. Nessa época, já começara a lenta, porém, constante desagregação do sistema político montado pelas oligarquias. Na presidência de Epitácio Pessoa, tal declínio ainda foi disfarçado pelas inúmeras obras públicas realizadas com os recursos fornecidos pela borracha e por empréstimos externos. Mas no final de seu governo, quando seu sucessor Artur Bernardes já estava eleito, ocorreu a rebelião dos 18 do Forte, a primeira revolta armada tenentista. Desse momento em diante, o sistema oligárquico passava a enfrentar crescente oposição civil e militar. Faça os exercícios 89, 90, 92, 93 e 94, série 7. Leia a introdução da Unidade XIII e o capítulo 43. Leia os capítulos 44 e 45. Faça os exercícios 104, 105, 107, 108 e 109, série 7. ALFA ANGLO VESTIBULARES

5 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DECLÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) A Presidência de Artur Bernardes ( ) A presidência de Artur Bernardes foi a mais agitada e violenta da República Velha. A oposição a seu governo foi tão grande que Bernardes governou quase todo o tempo sob estado de sítio. Nesse período, ocorreram mais três revoltas armadas realizadas pelos tenentistas: 1. A Revolta Paulista (1924) 2. A Coluna Rio-grandense (1924) 3. A Coluna Prestes ( ) Mesmo assim, Bernardes conseguiu completar seu mandato e, dentro da política do café-com-leite, elegeu o paulista Washington Luís como seu sucessor. A Presidência de Washington Luís ( ) Durante a presidência de Washington Luís, houve uma redução da violência política, permitindo ao governo suspender o estado de sítio. As duas principais preocupações do novo presidente foram os transportes e a realização de uma reforma monetária, que pretendia introduzir o padrão-ouro no Brasil. No entanto, os efeitos da crise econômica mundial, em 1929, fazendo o preço do café cair violentamente, atingiram gravemente a economia brasileira e as finanças governamentais. Nesse quadro de crise, Washington Luís rompeu a política do café-com-leite e indicou outro paulista, Júlio Prestes, como candidato à sucessão presidencial. A junção da crise econômica à crise política criou uma conjuntura extremamente grave, levando as oligarquias dissidentes e os tenentistas a se unirem e a deflagrarem a Revolução de 1930, que encerrou a República Velha. Faça os exercícios 96, 98 a 101, série 7. Leia os capítulos 46 e 47. Faça os exercícios 110, 111, 114, 117 e 119, série 7. ALFA ANGLO VESTIBULARES

6 Aula 32 A REPÚBLICA POPULISTA ( ): A ERA VARGAS ( ) O PROCESSO DE INDUSTRIALIZAÇÃO 1. A Defesa do Setor Cafeeiro Como resultado da Crise de 1929, a exportação brasileira reduziu-se à metade, desorganizando o sistema agrário-exportador no qual se baseava nossa economia. Diante dessa situação, o governo Vargas, recém-empossado, adotou uma política de defesa do setor cafeeiro, baseada em dois elementos fundamentais: a) o governo comprava o excedente de produção dos cafeicultores; b) o governo destruía esse excedente, através da queima. Desse modo, equilibrava-se a oferta e a procura do café, evitando que os preços do produto caíssem ainda mais. Ao pôr em prática tal política, o governo acabou por defender não apenas a cafeicultura, mas também toda a economia nacional. Isto porque, sendo a cafeicultura o principal setor da nossa economia, qualquer abalo sofrido pelo café era imediatamente transferido para o restante da economia, através do efeito multiplicador. A eficiente defesa do setor cafeeiro impediu que a crise se alastrasse, e já em 1933 a economia brasileira recomeçava a crescer. 2. O Processo de Industrialização A política de defesa da economia, adotada pelo governo Vargas, permitiu que o mercado consumidor interno recuperasse rapidamente seu poder de compra, inclusive de produtos industrializados. Ocorre, porém, que tais produtos eram em grande parte importados e nossa capacidade de importação estava seriamente reduzida, devido à queda das exportações. Nessas circunstâncias deveria ocorrer um grave processo inflacionário, pois a procura de produtos industrializados seria maior do que a oferta dos mesmos; mas evitou-se a inflação, graças ao fato de que o parque industrial brasileiro trabalhava com capacidade ociosa, podendo assim, ampliar sua produção e atender ao consumo. Mesmo alguns anos depois, quando o aumento da produção já havia eliminado a capacidade ociosa, foi possível manter o crescimeno industrial, graças principalmente a três fatores: a) o crescimento dos lucros animou os industriais a reinvestirem em suas empresas, ampliando-as e modernizando-as; b) a falência de milhares de fábricas nos Estados Unidos (devido à Crise de 1929) permitiu aos nossos industriais a importação de máquinas e equipamentos quase novos a preços excepcionalmente baixos; c) o governo federal incentivou e protegeu a indústria nacional. Iniciou-se, assim, um rápido processo de industrialização por substituição de importações, que se manteve até o início da década de Faça os exercícios 1 a 4, série 8. Leia o item 1 da parte 4 e o item 2 da Unidade XIV. Leia o capítulo 48. Tenha um cuidado especial com os itens 6 e 9. Faça os exercícios 5, 7, 8 e 12, série 8. ALFA ANGLO VESTIBULARES

7 Aula 33 A REPÚBLICA POPULISTA ( ): A ERA VARGAS ( ) 1. Novas Forças no Poder: o Populismo Com a vitória da Revolução de 1930, subiram ao poder aquelas forças políticas que haviam sido marginalizadas durante a República Velha, principalmente: a) a burguesia; b) a classe média urbana; c) as antigas oligarquias dissidentes. Como nenhum desses grupos, isoladamente, tinha força para dominar o governo, Vargas transformou-se no árbitro da situação política, reforçando seu próprio poder e o do Estado. Ao mesmo tempo, as novas elites dominantes adotaram uma política populista, atendendo diversas reivindicações populares, particularmente no setor previdenciário e trabalhista. 2. O Governo Provisório ( ) Em novembro de 1930, Vargas assumiu o poder, formando um Governo Provisório, suspendendo a Constituição de 1891 e instaurando a ditadura. Em 1932, a oligarquia cafeeira paulista chefiou uma revolta contra o governo federal. Militarmente derrotada, a elite paulista recompôs-se rapidamente com Vargas, obtendo assim uma vitória política. No ano seguinte, elegeu-se uma Assembléia Constituinte e, em 1934, foi aprovada a nova Constituição. No mesmo ano, a Assembléia elegeu Vargas para o período presidencial de 1934 a 1938, encerrando-se assim o Governo Provisório. Faça os exercícios 17, 20, 21 e 23, série 8. Leia o capítulo 49. Faça os exercícios 31, 33, 34 e 35, série 8. ALFA ANGLO VESTIBULARES

8 Aula 34 A REPÚBLICA POPULISTA ( ): A ERA VARGAS ( ) A Presidência Constitucional de Vargas ( ) A normalidade democrática instalada com a posse de Getúlio era mais aparente do que real. O poder do Estado tendia a crescer rapidamente, porque: a) a elite agrária e a burguesia apoiavam esse fortalecimento; b) a classe média, assustada com o radicalismo das esquerdas, acreditava que um governo forte lhe traria maior segurança; c) os trabalhadores urbanos, beneficiados pelas leis trabalhistas concedidas por Getúlio, apoiavam quase que qualquer medida que o mesmo tomasse; d) não se subordinando a nenhum grupo social em particular, o Estado e o governo tinham uma ampla liberdade de ação. Apoiado pelos militares e por alguns grupos civis, Vargas tratou de tirar a maior vantagem possível dessa situação, fortalecendo cada vez mais seus poderes. Os constantes choques entre a direita e a esquerda (nessa época representadas pela Ação Integralista e pela Aliança Nacional Libertadora) favoreceram os planos de Vargas, principalmente após a Intentona Comunista (1935). Finalmente, aproveitando-se do Plano Cohen um falso plano que atribuía aos comunistas a intenção de tomar o poder, Vargas deu um golpe de Estado (1937) e instalou a ditadura do Estado Novo. Faça os exercícios 25 a 29, série 8. Leia o capítulo 50. Faça os exercícios 40, 41, 42 e 46, série 8. ALFA ANGLO VESTIBULARES

setor 1601 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( )

setor 1601 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) setor 1601 16010408 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA (1889-1930): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS (1894-1909) A Presidência de Rodrigues Alves (1902-1906) Rodrigues Alves manteve as linhas gerais da política econômico-financeira

Leia mais

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10 A República do Café - II Prof. Thiago História C Aula 10 Hermes da Fonseca (1910-1914) Política Salvacionista Enfrenta a Revolta da Chibata Criou a faixa presidencial; Único presidente a casar durante

Leia mais

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização Aula 39 e 40 A República Oligárquica (1889-1930): A Era Vargas (1930-1945): O Processo de Industrialização Setor 1601 1 A Presidência de Artur Bernardes (1922-1926) 2 A Presidência Washington Luís (1926-1930)

Leia mais

TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA

TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA TENENTISMO (1922-1926) TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL NA VIRADA DE 1920 Industrialização substitutiva de exportações Crescimento dos centros urbanos (São Paulo / Rio de Janeiro) Mudanças no cenário Nacional

Leia mais

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09 A República do Café - I Prof. Thiago História C Aula 09 Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil

Leia mais

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o tenentismo pelo país; Defediam: Voto secreto; Autonomia

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) Repressão do governo. Sem maiores consequências. REVOLTA DA VACINA: OSWALDO CRUZ Revolta dos Marinheiros ou Revolta da Chibata (RJ 1910): João Cândido (líder), posteriormente apelidado de Almirante Negro.

Leia mais

Brasil Republica parte 1 ( )

Brasil Republica parte 1 ( ) Brasil Republica parte 1 (1889-1945) O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras,

Leia mais

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos A República Velha teve 13 Presidentes nesse período o poder foi dominado pela oligarquia cafeeira

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1934

CONSTITUIÇÃO DE 1934 Vargas INTRODUÇÃO Neste livro você vai ler sobre a Era Vargas. Solicitado pela professora Valéria, da disciplina de História, escrito por Manuela Rottava, com caráter avaliativo. Tem destaque nas seguintes

Leia mais

REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS ( )

REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas RUBENS expostos. RAMIRO Todo JUNIOR exemplo (TODOS citado

Leia mais

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores.

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Campos Salles (1898-1902), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Um compromisso político entre o governo federal e as oligarquias que governavam os estados tendo por objetivo acabar

Leia mais

A República Oligárquica. Prof. Thiago

A República Oligárquica. Prof. Thiago A República Oligárquica Prof. Thiago Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil Tidos como ameaça

Leia mais

ERA VARGAS ( )

ERA VARGAS ( ) Antecedentes: ERA VARGAS (1930-1945) - República Oligárquica Crise política no Brasil - alternância entre São Paulo (maior economia) e Minas Gerais (maior colégio eleitoral) - (República do café com Leite)

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 3 - República Oligárquica (1894 1930): OLIGARQUIA = Governo de poucos. Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região sudeste, especialmente de SP e MG. No âmbito regional, outras oligarquias

Leia mais

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas O PODER DE VARGAS ERA : PROVISÓRIO, CONSTITUCIONAL e ESTADO

Leia mais

Better Call Getúlio Vargas

Better Call Getúlio Vargas Better Call Getúlio Vargas Getúlio Vargas é formado em advocacia e escolheu essa profissão para agradar seu irmão Viriato Vargas. Viriato Vargas tinha 2 sonhos, se tornar advogado e ser um homem com muito

Leia mais

Produção do Espaço Geográfico

Produção do Espaço Geográfico Geografia Produção do Espaço Geográfico Século XX parte 1 Prof. Diego Moreira 1) Introdução A) Aspectos Gerais República velha (1894/1919) Domínio das Oligarquias Primeiros Abalos Urbanização Teoria da

Leia mais

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( )

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( ) Aula 31 e 32 A República Oligárquica (1889-1930) Setor 1601 1 Presidência de Prudente de Morais (1894-1898) 2 A Presidência de Campos Sales (1898-1902) Aula 31 e 32 A República Oligárquica (1889-1930)

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA VELHA ( ) EXCEÇÕES: : Hermes da Fonseca (MG + RS) Política das Salvações *

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA VELHA ( ) EXCEÇÕES: : Hermes da Fonseca (MG + RS) Política das Salvações * 3 - República Oligárquica (1894 1930): OLIGARQUIA = Governo de poucos. Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região sudeste, especialmente de SP e MG. No âmbito regional, outras oligarquias

Leia mais

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas Frente 2: História do Brasil Professor: Michel Marques michelmarques@id.uff.br Aula 16 - República Velha e a Revolução de 30 Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória - Política República das Espadas

Leia mais

A República das Oligarquias

A República das Oligarquias A República das Oligarquias MÓDULO 08 - BRASIL Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com O que foi? Primeira fase civil da República, foi marcada por um domínio hegemônico do Partido Republicano

Leia mais

A República Velha ( )

A República Velha ( ) Capítulo 52 A República Velha (1889 1930) A CRISE DA REPÚBLICA (1889-1894) A República Velha (1889 1930) 1889 1891 Governo Provisório 1891 1894 República da Espada 1891 Mal. Deodoro Da Fonseca 1891-1894

Leia mais

Declínio das Oligarquias ( )

Declínio das Oligarquias ( ) Aula 37e 38 A República Oligárquica (1889-1930) Primeiros abalos do Regime Oligárquico (1909-1919) Setor 1601 1 A Presidência de Wenceslau Brás (1914-1918) 2 Novas Forças Socioeconômicas e Políticas 3

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

Caderno de Atividades para o fim do Semestre

Caderno de Atividades para o fim do Semestre Colégio Estadual Guatupê Ensino Fundamental e Médio Av. Thomaz Carmeliano de Miranda, 127 Guatupê CEP: 83 060 000 São José dos Pinhais PR Fone: (41) 3382-4755 / 3382-0564 e-mail: colegioguatupe@yahoo.com.br

Leia mais

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889 Aula 15- A Crise do Império 1870-1889 15 de Novembro de 1889 Silêncio! Dom Pedro está governando o Brasil. z z z Proclamação da República A Questão Militar A Questão Religiosa Questão Abolicionista A

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Professor: Piero/ Thales Nota: (valor 1,0) 3 o.bimestre a) Introdução Neste bimestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo Era Vargas Do Governo Provisório ao Estado Novo Períodos Governo provisório (1930-1934) Tomada de poder contra as oligarquias tradicionais Governo Constitucional (1934-1937) Período legalista entre dois

Leia mais

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima 1930-1945 A era Vargas: 1930-1945 1930 2 de janeiro: publicação da plataforma da Aliança Liberal. 1 de março: vitória de Julio Preste

Leia mais

Anos 20, anos de crise

Anos 20, anos de crise A UA UL LA MÓDULO 7 Anos 20, anos de crise Apresentação do Módulo 7 Atores sociais ou políticos: indivíduos que agem socialmente ou politicamente, interferindo nos rumos da sociedade. A partir da década

Leia mais

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08

A República da Espada. Prof. Thiago História C Aula 08 A República da Espada Prof. Thiago História C Aula 08 O Novo Regime Proclamação da República Militares ideário positivista Cafeicultores defesa do federalismo Classe Média desenvolvimento industrial e

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934-37) Manifesto da AIB Plínio Salgado Fixação 1) (UFV) Durante a Era Vargas, notadamente no período de 1934-37, houve uma polarização

Leia mais

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo

Importante acontecimento do século XX. Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo 03. REVOLUÇÃO RUSSA Importante acontecimento do século XX Surgimento do modelo socialista em oposição dominante Profundas transformações no país e no mundo ao capitalismo Rússia no início do século XX

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO SEMESTRAL DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Professor: Piero/ Thales 2 o semestre Nota: (valor 2,0) a) Introdução Neste semestre, sua média foi inferior a 6,0 e você não assimilou

Leia mais

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da Espada A fase em que os militares ocuparam a liderança política

Leia mais

3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA ( ) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br

3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA ( ) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br 3º ANO A PRIMEIRA REPÚBLICA OU REPÚBLICA VELHA (1889-1930) Professor: Eustáquio centroestrategia.com.br Na origem, a palavra república (do latim, rés = coisa; publica = do povo) significa governo da coisa

Leia mais

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini A Era Vargas M Ó D U L O 1 0 Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Governo Provisório (1930 1934) Formado de um agrupamento de membros da Aliança Liberal, tenentes e outros. É a fase de

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934 HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934 ixação ) (CESGRANRIO) Durante o Estado Novo, no campo da política salarial, foi introduzida, via ecreto-lei,

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

A crise do café e a revolução de 1930

A crise do café e a revolução de 1930 A crise do café e a revolução de 1930 Em 1929 ocorreu a quebra da bolsa de New York. Grande crise econômica nos EUA que atingiu o Brasil ( EUA maior comprador do café brasileiro). Colapso na economia cafeeira:

Leia mais

a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento.

a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento. Atividades on line: 1- São aspectos do Governo de Floriano Peixoto: a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento. b) a grande naturalização de estrangeiros, Revolta

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: História / ESTUDOS AUTÔNOMOS Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 3 / 10 / 2016

Leia mais

BOM TRABALHO E SUCESSO!!! RENATA, LEONARDO E CARLÃO!!!

BOM TRABALHO E SUCESSO!!! RENATA, LEONARDO E CARLÃO!!! DISCIPLINA: História PROFESSORES: Renata, Leonardo e Carlão. DATA: /12/2014 VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Matéria da Prova:

Leia mais

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( )

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( ) Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de 1934 Era Vargas Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo (1937-1945) Governo Provisório Governo Constitucional Estado Novo Revolução

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 1 - Diferentes projetos republicanos: República Positivista: centralização política nas mãos do presidente. Postura predominante entre os militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a chamada República

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: História PROFESSORES: Carlão, Fred e Paula DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Matéria da Prova: O conteúdo

Leia mais

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( )

A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL ( ) A REDEMOCRATIZAÇÃO DO BRASIL (1945--1964) CENÁRIO POLÍTICO BRASILEIRO ENTRE 1945-1964 -Principais partidos políticos: *PSD:Partido Social Democrático.(JK) *UDN:União Democrática Nacional;(Jânio) *PTB:Partido

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º História Rafael Av. Trimestral 09/04/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO Como pode cair no enem (ENEM) A solução militar da crise política gerada pela sucessão do presidente Washington Luís em 1929-30 provoca

Leia mais

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro

Escola de Formação Política Miguel Arraes. Módulo I História da Formação Política Brasileira. Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro LINHA DO TEMPO Módulo I História da Formação Política Brasileira Aula 3 O Pensamento Político Brasileiro SEC XV SEC XVIII 1492 A chegada dos espanhóis na América Brasil Colônia (1500-1822) 1500 - A chegada

Leia mais

Populismo II e Regime Militar I. História C Aula 13 Prof. Thiago

Populismo II e Regime Militar I. História C Aula 13 Prof. Thiago Populismo II e Regime Militar I História C Aula 13 Prof. Thiago O Homem da Vassoura Jânio Quadros surpreendeu e venceu as eleições de 1960, em partes devido a agressiva campanha política que prometia varrer

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Professor: Piero/ Thales FINAL Nota: (valor 2,0) a) Introdução Neste ano, sua média global foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II 7.1 Conteúdo: Era Vargas II Habilidades: Contextualizar governo Vargas durante seu segundo mandato como Presidente A Volta da Democracia: Constituição de 1946; Influências da Guerra Fria; Marechal Dutra

Leia mais

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou à Unidade 2 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê História 5 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação História NOME: ESCOLA:

Leia mais

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO

INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 9º História Rafael Av. Trimestral 07/08/14 INSTRUÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DA PROVA LEIA COM MUITA ATENÇÃO 1. Verifique, no cabeçalho desta prova, se seu nome, número e turma estão corretos. 2. Esta prova

Leia mais

Os diferentes modelos de Estados (principais características)

Os diferentes modelos de Estados (principais características) Capítulo 6 Poder, política e Estado 7 Os diferentes modelos de Estados (principais características) Absolutista: - Unidade territorial. - Concentração do poder na figura do rei, que controla economia,

Leia mais

A PRIMEIRA REPÚBLICA, AS ESCOLAS GRADUADAS E O IDEÁRIO DO ILUMINISMO REPUBLICANO:

A PRIMEIRA REPÚBLICA, AS ESCOLAS GRADUADAS E O IDEÁRIO DO ILUMINISMO REPUBLICANO: A PRIMEIRA REPÚBLICA, AS ESCOLAS GRADUADAS E O IDEÁRIO DO ILUMINISMO REPUBLICANO: 1889-1930 Jorge Uilson Clark Publicado em Navegando na História da Educação Brasileira: http://www.histedbr.fae.unicamp.br/navegando/index.html

Leia mais

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA Ditadura Militar Eventos Fundamentais: Goulart propõe as reformas de base Eleitoral Educacional Bancária / Tributária Agrária Marcha da TFP Tradição Família e Propriedade

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

A sociedade e a história têm como base O TRABALHO HUMANO TRABALHO é o intercâmbio (relação) HOMEM E NATUREZA OBJETIVO: produzir e reproduzir as

A sociedade e a história têm como base O TRABALHO HUMANO TRABALHO é o intercâmbio (relação) HOMEM E NATUREZA OBJETIVO: produzir e reproduzir as A sociedade e a história têm como base O TRABALHO HUMANO TRABALHO é o intercâmbio (relação) HOMEM E NATUREZA OBJETIVO: produzir e reproduzir as condições materiais (econômicas) da vida social TODAS AS

Leia mais

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( )

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( ) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) Setor 1601 1 A Presidência de Campos Sales (1898-1902) 2 A Presidência de Rodrigues Alves (1902-1906) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) ealvespr@gmail.com

Leia mais

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação)

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação) Paulo Victorino 1930-1945 - SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA 005 - A República Armada (1889-1930) (Recapitulação) A Proclamação da Independência (1822) - A Proclamação da República

Leia mais

História 5 o ano Unidade 7

História 5 o ano Unidade 7 História 5 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. A Revolução de 1930 ocorreu: ( ) durante a construção de Brasília. ( ) durante as eleições para a presidência do Brasil naquele ano. ( ) logo após a

Leia mais

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937)

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) História Nono ano do ensino fundamental Escola José de Anchieta Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) Reno Schmidt maio 2015 schmidt.reno@gmail.com renoschmidt.wordpress.com Onde estamos? Brasil

Leia mais

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I

Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I APRESENTAÇÃO Aula 03 1B REVOLUÇÃO FRANCESA I Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA

Leia mais

ERA VARGAS ( )

ERA VARGAS ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas RUBENS expostos. RAMIRO Todo JUNIOR exemplo (TODOS citado

Leia mais

Professor Eustáquio GOVERNO DUTRA

Professor Eustáquio GOVERNO DUTRA Professor Eustáquio GOVERNO DUTRA ELEIÇÕES üeduardo Gomes (Brigadeiro)UDN democracia e liberalismo econômico üdutra (General) PSD não entusiasmava ninguém üiedo Fiuza PCB VITORIA DE DUTRA ÒDUTRA ü Apoio

Leia mais

Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec.

Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec. Era Vargas (1930-1945) Getúlio Vargas Era um oligarca Permaneceu 15 anos no poder Golpe de 30 Queda de Washington Luís Figura pública mais importante da história brasileira (sec. XX) O governo de Vargas

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) Prof. David Nogueira

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) Prof. David Nogueira O sistema oligárquico foi a base política da Primeira República (1889-1930). O poder era controlado por uma aliança entre as oligarquias paulista e mineira, que se expressava no revezamento de representantes

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 8º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As tensões na Colônia) Páginas Tarefa 1 As tensões na Colônia 10 e 11 Mapa Mental 2 A viradeira 12 Exerc. 1 a 5

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) 3.4 Conflitos sociais: Movimentos Messiânicos: Líderes religiosos. Guerra de Canudos (BA 1896 1897): Antônio Conselheiro (líder). Causas: miséria crônica da população nordestina, má distribuição de terras,

Leia mais

A ERA VARGAS 1930 A 1945

A ERA VARGAS 1930 A 1945 A ERA VARGAS 1930 A 1945 Quais foram as consequências da Revolução de 1930 Chegada da Aliança Liberal ao poder Fim da Política do Café com Leite As oligarquias dissidentes queriam participar do governo,

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA HISTÓRIA

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER RECURSO DISCIPLINA HISTÓRIA 48) A OMS (Organização Mundial da Saúde) é uma das principais instituições do sistema ONU. Acerca dos problemas globais que envolvem a obesidade e as doenças dela decorrentes, todas as afirmações estão

Leia mais

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU?

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU? A CAMINHO DA REPÚBLICA fatos que antecederam a P. da República 1870 RIO DE JANEIRO fundação do Partido Republicano e lançamento do MANISFESTO REPUBLICANO por Quintino Bocaiúva SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil Habilidades: Analisar o contexto da década de 1960 no Brasil e o golpe civil-militar Governo Jânio Quadros (1961) Ascensão muito rápida na política Estilo

Leia mais

PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO

PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO PROFESSOR JOSÉ CARLOS ARQUETTI FILHO Os primeiros tempos... O Brasil continuou a ser agroexportador; A população continuou sem participação; A República não representava o pensamento de todos que torceram

Leia mais

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar

A RÚSSIA IMPERIAL monarquia absolutista czar A RÚSSIA IMPERIAL Desde o século XVI até a Revolução de 1917 a Rússia foi governada por uma monarquia absolutista; O rei era chamado czar; O czar Alexandre II (1818-1881) deu início, na metade do século

Leia mais

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário

UDESC 2016/2 HISTÓRIA. Comentário HISTÓRIA Questão tratou sobre movimentos que emergiram nos EUA dos anos 1960 e suas consequências na Europa e até mesmo no Brasil. I. Verdadeira. 1 II. Falsa. Os movimentos LGBT ocorreram a partir dos

Leia mais

Revisão República Brasileira

Revisão República Brasileira Revisão 2009 República Brasileira 09 Terminada a Segunda Guerra Mundial, o mundo descobriu horrorizado o assassinato de 6 milhões de judeus em campos de extermínio nazistas. O fato comoveu a opinião pública

Leia mais

Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R.

Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R. Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R. No início do período republicano no Brasil (final do século XIX e começo do XX), fortificou-se um sistema conhecido popularmente como coronelismo. Este nome foi dado

Leia mais

A ERA VARGAS (1930/1945)

A ERA VARGAS (1930/1945) PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE VARGAS(1930-1945) 1945) Nacionalista. Favor das empresas nacionais. Política econômica Intervencionista. Ditador de características fascista. Populista. Centralizador. PRINCIPAIS

Leia mais

República Populista ( ) Profª Ms. Ariane Pereira

República Populista ( ) Profª Ms. Ariane Pereira República Populista (1945-1964) Profª Ms. Ariane Pereira O populismo na América Latina Brasil: Getúlio Vargas; Argentina: Perón; México: Cárdenas; Semelhança: política de conciliação de classes sociais

Leia mais

A REPÚBLICA DA ESPADA

A REPÚBLICA DA ESPADA Governos Deodoro da Fonseca e Floriano Peixoto A REPÚBLICA DA ESPADA Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com O que foi? A República da Espada foi o período inicial da República, dominado pelos

Leia mais

TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS. Professor Davidson Abdulah

TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS. Professor Davidson Abdulah TURMA FDV BREVE ANÁLISE DAS CONSTITUIÇÕES BRASILEIRAS Professor Davidson Abdulah CONSTITUIÇÃO CONCEITO A Constituição é um instrumento de hierarquia máxima, que visa regular as normas organizacionais e

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Cultivar e guardar a Criação Disciplina: História / ESTUDOS AUTÔNOMOS Ano:5º - Ensino Fundamental - Data: 14 / 6 / 2017 ESTUDOS AUTÔNOMOS DE HISTÓRIA Assunto: Chegada

Leia mais

REPÚBLICA VELHA ( )

REPÚBLICA VELHA ( ) REPÚBLICA VELHA (1889-1930) CAFÉ LEITE 1ª Fase da República Velha República da Espada¹ (1889-1893): Deodoro da Fonseca (1889-1891) Floriana Peixoto (1891-1893) ¹ Era chamada de espada porque os dois lideres

Leia mais

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com República Militar (1964-1985) O golpe militar (31/03/1964): Combater a corrupção e a subversão (comunismo).

Leia mais

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 7

Sugestões de avaliação. História 9 o ano Unidade 7 Sugestões de avaliação História 9 o ano Unidade 7 Nome: Unidade 7 Data: 1. O fim da ditadura de Vargas propiciou a criação de novos partidos. Relacione os partidos da primeira coluna com as ideias da segunda

Leia mais

Brasil: os anos mais repressivos do

Brasil: os anos mais repressivos do Brasil: os anos mais repressivos do regime militar Ago/69: Costa e Silva adoece e é afastado. Vice Pedro Aleixo é impedido de assumir. Ago-out/1969 Junta militar assume o poder e escolhe novo presidente.

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre

Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre 1945-1964 Rodrigo Candido da Silva Universidade Estadual de Maringá (UEM) A importância histórica da participação política

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 29 OS GOVERNOS COLLOR E ITAMAR FRANCO ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 29 OS GOVERNOS COLLOR E ITAMAR FRANCO ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 29 OS GOVERNOS COLLOR E ITAMAR FRANCO (1990-94) Fixação 1) (PUC) As eleições presidenciais brasileiras, ocorridas neste ano, envolveram oito candidatos, concorrendo por partidos

Leia mais

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II

SEGUNDO REINADO D. PEDRO II SEGUNDO REINADO D. PEDRO II 1840 1889 Golpe da Maioridade Proclamação da República GOVERNO = MONARQUIA PARLAMENTARISTA Segundo Reinado, a estrutura e a organização política, econômica e social do Brasil,

Leia mais

Economia Brasileira Contemporânea

Economia Brasileira Contemporânea Nilson Araújo de Souza Economia Brasileira Contemporânea De Getúlio a Lula 2- Edição Ampliada SAO PAULO EDITORA ATLAS S.A. - 2008 Sumário Prefácio, xi O Nacional-desenvolvimentísmo e a Industrialização,

Leia mais

Populismo no Brasil ( )

Populismo no Brasil ( ) Populismo no Brasil (1945-1964) O Populismo foi um fenômeno da América Latina, característico de um mundo pós Segunda Guerra Mundial, momento que exigiase democratização. Fortalecimento das relações entre

Leia mais

A expansão cafeeira no Brasil.

A expansão cafeeira no Brasil. A expansão cafeeira no Brasil. - A expansão cafeeira reforçou a importação de escravos africanos no Brasil e gerou capitais para investir na indústria e transporte. - O café chegou ao Brasil, na segunda

Leia mais

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 51 DITADURA MILITAR: MARCHA FORÇADA E ANOS 80

GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 51 DITADURA MILITAR: MARCHA FORÇADA E ANOS 80 GEOGRAFIA - 1 o ANO MÓDULO 51 DITADURA MILITAR: MARCHA FORÇADA E ANOS 80 Como pode cair no enem? (ENEM) A charge remete ao contexto do movimento que ficou conhecido como Diretas Já, ocorrido entre os anos

Leia mais