TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TENENTISMO ( ) Prof. OTTO TERRA"

Transcrição

1 TENENTISMO ( )

2 TRANSFORMAÇÕES NO BRASIL NA VIRADA DE 1920 Industrialização substitutiva de exportações Crescimento dos centros urbanos (São Paulo / Rio de Janeiro) Mudanças no cenário Nacional após a 1ª Guerra Mundial Greve Geral de 1917 Surgimento do Partido Comunista Brasileiro Aumento do parque industrial brasileiro (de 6500 para 13 mil industrias - 10 anos) Surgimento de setores secundários e terciários (desenvolvimento de classes sociais intermediárias (Comércio/Serviços) Choque entre o Antigo e o Novo Surgimento de novos atores sociais 1ª Geração Modernista Elo entre o Popular e Erudito ; Semana de Arte Moderna (1922) Movimento Antropofágico necessidade de se estabelecer uma relação com o Brasil que de fato existe;

3 INSTABILIDADES NO CAMPO POLÍTICO-SOCIAL Cenário de descontentamento de vários grupos sociais frente o domínio político das Oligarquias e a crise econômica mundial (Pós 1ª Guerra); VALORIZAÇÃO DO CAFÉ (DESEMPREGO/INFLAÇÃO) Teve como epicentro os centros urbanos representadas, principalmente, pelas camadas médias urbanas (Profissionais liberais, comerciantes, operários das industrias e médios oficiais das Forças Armadas; Faziam parte ainda dos descontentes grupos ligados às oligarquias dissidentes e parte de industriais.

4 TENENTISMO ( ) Eleições de 1922 : Reação Republicana (Nilo Peçanha/RS, BA, PE e RJ) Cartas falsas de Artur Bernardes direcionada a Hermes da Fonseca Governistas (Artur Bernardes/MG e SP) Críticas de Hermes da Fonseca às eleições (fraudulentas) e à Política Oligárquica Movimento político-militar desencadeado no início da década de 1920 por maioria de baixos e médios oficiais das Forças Armadas contra a política oligárquica que vigorava no país; Movimento de caráter reformista, buscavam tomar o poder pela luta armada não possuindo um projeto definido de poder ; O Tenentismo não possuía uma unidade enquanto discurso político (influenciado por correntes distintas de pensamento político); POLÍTICA DO CAFÉ COM LEITE Prisão de Hermes da Fonseca por Epitácio Pessoa e fechamento do Clube Militar LIBERALISMO SOCIALISMO POSITIVISMO

5 OBJETIVOS PRINCIPAIS DO TENENTISMO Defesa do Nacionalismo e da centralidade política (Estado forte); Combate às oligarquias e ao coronelismo; Melhores condições para as Forças Armadas (Equipamentos/Soldos); Participação dos militares no cenário político nacional; Independência do Poder Judiciário; Moralização da administração pública com o fim da corrupção; Fim das práticas eleitorais fraudulentas; Instituição do voto secreto e implantação da Justiça Eleitoral ; Defesa da economia nacional frente o capital e interesses estrangeiros; Modernização e industrialização do Brasil; Reformas na educação pública (Ensino público e gratuito); Não previa a participação popular na política nacional e nem buscava melhoras no social; O Movimento Tenentista não contava com o apoio de todo o exército sendo combatido por alguns de seus setores.

6 REVOLTA DOS 18 DO FORTE DE COPACABANA Dá início aos movimentos tenentistas no Brasil após a prisão de Hermes da Fonseca e o fechamento do Clube Militar críticas à intervenção militar em Pernambuco por ordem de Epitácio Pessoa; Movimento liderado por oficiais do Forte de Copacabana e da Escola Militar (Tenentes e Capitães) Contrários à posse de Artur Bernardes; Forte repressão do Governo Federal Bombardeios ao Forte e marcha de 18 militares revoltosos + 1 civil rumo ao Palácio do Catete; Maior parte dos revoltosos foram mortos pelas tropas governistas sobrevivendo os tenentes Eduardo Gomes e Siqueira Campos; O movimento serviu como referência às demais revoltas tenentistas.

7 REVOLTAS TENENTISTAS DE 1924 Ocorreram após dois anos da Revolta dos 18 do Forte de Copacabana; O movimento conta com a participação de militares (oficiais) de São Paulo, liderados pelo Gen. Isidoro Dias Lopes, além do Major Miguel Costa e pelos tenentes Juarez Távora e Eduardo Gomes com o objetivo de depor o presidente Artur Bernardes; O movimento também contou com a participação de alguns políticos (como Nilo Peçanha); Os tenentistas de São Paulo conseguem tomar a capital do estado controlando-a por 22 dias ; Os movimentos revoltosos ganham repercussão e eclodem em Sergipe, Amazonas e Rio Grande do Sul; Os governistas se reorganizam e com auxílio de tropas do Rio de Janeiro conseguem contraatacar os revoltosos Formação da Coluna Paulista (liderada por Miguel Costa) por parte dos tenentistas que optam por deixar a São Paulo rumo ao sul do país - encontro com tenentistas gaúchos que haviam perdido combates no Rio Grande do Sul (Coluna gaúcha) - liderados por Luís Carlos Prestes;

8 COLUNA PRESTES-MIGUEL COSTA ( ) Sob liderança do Capitão Luís Carlos Prestes, cerca de 1500 militares passaram a combater em 24 mil quilômetros (A Grande Marcha) dentro do território nacional contra as políticas oligárquicas e contra o governo de Artur Bernardes, sem perder uma única batalha; Uso de táticas de guerrilhas contra as tropas governistas e busca de apoio popular (pouca adesão); No final de 1926, a Coluna Prestes, sem conseguir alcançar seu objetivo (deposição de Artur Bernardes e tomada de poder), refugiou-se na Bolívia e no Paraguai onde acabou se fragmentando e seus membros passaram a ser influenciados por várias correntes políticas distintas; Luís Carlos Prestes voltaria ao Brasil anos mais tarde, convertido ao Socialismo (Marxista), passaria a integrar o PCB, enquanto Miguel Costa, retornaria para integrar a ANL Ação Nacional Libertadora (contra os Integralistas), além de Juarez Távora, que passaria a compor o governo de Getúlio Vargas pós Golpe de 1930.

9

10 EFEITOS DO TENENTISMO NA POLÍTICA OLIGÁRQUICA Revelava a fragilidade das oligarquias nacionais ao não ser derrotada por ela; Ecoava como uma forte voz de contestação à ordem estabelecida; Buscava propagar ideias de cunho reformista ao modelo estabelecido; Representava uma séria ruptura em uma das principais instituições do Estado; Seus membros passariam a representar importantes lideranças no cenário político nacional servindo como fator de aglutinação aos demais grupos insurgentes;

BRASIL REPÚBLICA (1889 )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) Repressão do governo. Sem maiores consequências. REVOLTA DA VACINA: OSWALDO CRUZ Revolta dos Marinheiros ou Revolta da Chibata (RJ 1910): João Cândido (líder), posteriormente apelidado de Almirante Negro.

Leia mais

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10

A República do Café - II. Prof. Thiago História C Aula 10 A República do Café - II Prof. Thiago História C Aula 10 Hermes da Fonseca (1910-1914) Política Salvacionista Enfrenta a Revolta da Chibata Criou a faixa presidencial; Único presidente a casar durante

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( )

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL ( ) HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 13 A ERA VARGAS: O GOVERNO CONSTITUCIONAL (1934-37) Manifesto da AIB Plínio Salgado Fixação 1) (UFV) Durante a Era Vargas, notadamente no período de 1934-37, houve uma polarização

Leia mais

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o

Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o Revolta do Forte de Copacabana O primeiro 5 de julho; Revolta de São Paulo O segundo de 5 de julho; A Coluna Prestes tinha como objetivo espalhar o tenentismo pelo país; Defediam: Voto secreto; Autonomia

Leia mais

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização

A República Oligárquica ( ): O Declínio das Oligarquias ( ) A Era Vargas ( ): O Processo de Industrialização Aula 39 e 40 A República Oligárquica (1889-1930): A Era Vargas (1930-1945): O Processo de Industrialização Setor 1601 1 A Presidência de Artur Bernardes (1922-1926) 2 A Presidência Washington Luís (1926-1930)

Leia mais

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo

Era Vargas. Do Governo Provisório ao Estado Novo Era Vargas Do Governo Provisório ao Estado Novo Períodos Governo provisório (1930-1934) Tomada de poder contra as oligarquias tradicionais Governo Constitucional (1934-1937) Período legalista entre dois

Leia mais

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores.

Campos Salles ( ), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Campos Salles (1898-1902), firmou um pacto de poder chamado de Política dos Governadores. Um compromisso político entre o governo federal e as oligarquias que governavam os estados tendo por objetivo acabar

Leia mais

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio

Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, O rompimento da república café-com-leite, com o apoio A Era do populismo Professor: Márcio Gurgel Os antecedentes da revolução de 1930 o Crise econômica provocada pela quebra da bolsa de valores de Nova York 1929, o O rompimento da república café-com-leite,

Leia mais

ERA VARGAS ( )

ERA VARGAS ( ) Antecedentes: ERA VARGAS (1930-1945) - República Oligárquica Crise política no Brasil - alternância entre São Paulo (maior economia) e Minas Gerais (maior colégio eleitoral) - (República do café com Leite)

Leia mais

Anos 20, anos de crise

Anos 20, anos de crise A UA UL LA MÓDULO 7 Anos 20, anos de crise Apresentação do Módulo 7 Atores sociais ou políticos: indivíduos que agem socialmente ou politicamente, interferindo nos rumos da sociedade. A partir da década

Leia mais

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima

historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima historiaula.wordpress.com A Era Vargas Professor Ulisses Mauro Lima 1930-1945 A era Vargas: 1930-1945 1930 2 de janeiro: publicação da plataforma da Aliança Liberal. 1 de março: vitória de Julio Preste

Leia mais

A República Oligárquica. Prof. Thiago

A República Oligárquica. Prof. Thiago A República Oligárquica Prof. Thiago Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil Tidos como ameaça

Leia mais

Brasil Republica parte 1 ( )

Brasil Republica parte 1 ( ) Brasil Republica parte 1 (1889-1945) O período que vai de 1889 a 1930 é conhecido como a República Velha. Este período da História do Brasil é marcado pelo domínio político das elites agrárias mineiras,

Leia mais

Declínio das Oligarquias ( )

Declínio das Oligarquias ( ) Aula 37e 38 A República Oligárquica (1889-1930) Primeiros abalos do Regime Oligárquico (1909-1919) Setor 1601 1 A Presidência de Wenceslau Brás (1914-1918) 2 Novas Forças Socioeconômicas e Políticas 3

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) 3.4 Conflitos sociais: Movimentos Messiânicos: Líderes religiosos. Guerra de Canudos (BA 1896 1897): Antônio Conselheiro (líder). Causas: miséria crônica da população nordestina, má distribuição de terras,

Leia mais

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( )

Era Vargas. Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo ( ) Revolução de 1930 Revolução de 1932 Constituição de 1934 Era Vargas Intentona comunista (1935) Plano Cohen (1937) Estado Novo (1937-1945) Governo Provisório Governo Constitucional Estado Novo Revolução

Leia mais

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos

REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos REPÚBLICA OLIGÁRQUICA - termo de origem grega governo dos melhores ou governo dos poucos,os mais ricos A República Velha teve 13 Presidentes nesse período o poder foi dominado pela oligarquia cafeeira

Leia mais

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação)

SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA A República Armada ( ) (Recapitulação) Paulo Victorino 1930-1945 - SEGUNDA REPÚBLICA A REVOLUÇÃO TRAÍDA GETÚLIO ASSUME E FICA 005 - A República Armada (1889-1930) (Recapitulação) A Proclamação da Independência (1822) - A Proclamação da República

Leia mais

REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS ( )

REPÚBLICA DAS OLIGARQUIAS ( ) AVISO: O conteúdo e o contexto das aulas referem-se aos pensamentos emitidos pelos próprios autores que foram interpretados por estudiosos dos temas RUBENS expostos. RAMIRO Todo JUNIOR exemplo (TODOS citado

Leia mais

República Velha

República Velha República Velha 1889-1930 Fases Períodos da República no Brasil: 1889-1930: República Velha (Primeira República) # 1889-1894 República das Espadas # 1894-1930 República Oligárquica 1930-1945: Era Vargas

Leia mais

Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R.

Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R. Nomes: Luana, Chaiane e Eduarda R. No início do período republicano no Brasil (final do século XIX e começo do XX), fortificou-se um sistema conhecido popularmente como coronelismo. Este nome foi dado

Leia mais

A República Velha ( )

A República Velha ( ) Capítulo 52 A República Velha (1889 1930) A CRISE DA REPÚBLICA (1889-1894) A República Velha (1889 1930) 1889 1891 Governo Provisório 1891 1894 República da Espada 1891 Mal. Deodoro Da Fonseca 1891-1894

Leia mais

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha

CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA. Os últimos anos da República Velha CRISE E RUPTURA NA REPÚBLICA VELHA Os últimos anos da República Velha Década de 1920 Brasil - as cidades cresciam e desenvolviam * Nos grandes centros urbanos, as ruas eram bem movimentadas, as pessoas

Leia mais

setor 1601 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( )

setor 1601 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) setor 1601 16010408 Aula 31 A REPÚBLICA VELHA (1889-1930): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS (1894-1909) A Presidência de Rodrigues Alves (1902-1906) Rodrigues Alves manteve as linhas gerais da política econômico-financeira

Leia mais

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso

REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso REDE EDUCACIONAL ADVENTISTA Ementa de Curso DISCIPLINA: HISTÓRIA SÉRIE/ TURMA: 1º ANO MÉDIO ABC BIMESTRE: 4º NÚMERO 1. Módulo 16 - Política e economia no Antigo Introdução do módulo, com aula em slides

Leia mais

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA

ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PROF.º OTTO TERRA ASCENÇÃO DOS REGIMES NAZI-FASCISTAS: A EUROPA NAS DÉCADAS DE 1920 A 1940 PASSO DEL BRENNERO ITÁLIA: O SURGIMENTO DO FASCISMO Contexto da Itália pós 1ª Guerra: PASSO DEL TRIESTE PORTO DE FIÚME - A Itália

Leia mais

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini

A Era Vargas M Ó D U L O 1 0. Prof. Alan Carlos Ghedini A Era Vargas M Ó D U L O 1 0 Prof. Alan Carlos Ghedini www.inventandohistoria.com Governo Provisório (1930 1934) Formado de um agrupamento de membros da Aliança Liberal, tenentes e outros. É a fase de

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 10 A REVOLUÇÃO DE 1930

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 10 A REVOLUÇÃO DE 1930 HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 10 A REVOLUÇÃO DE 1930 Presidente Washington Luís Júlio Prestes Como pode cair no enem (ENEM) É difícil encontrar um texto sobre a Proclamação da República no Brasil que não

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 1 - Diferentes projetos republicanos: República Positivista: centralização política nas mãos do presidente. Postura predominante entre os militares. Prevaleceu entre 1889 e 1894, durante a chamada República

Leia mais

MOVIMENTOS SOCIAIS 1 MOVIMENTOS TENENTISTAS DA DÉCADA DE 1920

MOVIMENTOS SOCIAIS 1 MOVIMENTOS TENENTISTAS DA DÉCADA DE 1920 MOVIMENTOS SOCIAIS 1 MOVIMENTOS TENENTISTAS DA DÉCADA DE 1920 Luiz Carlos Polini Da Silva² Elisa Divangeli Virhuez Salces³ RESUMO Este artigo mostra a importância dos movimentos sociais, coloca em evidencia

Leia mais

PERÍODO COLONIAL

PERÍODO COLONIAL PERÍODO COLONIAL 1530-1808 POLÍTICA ADMINISTRATIVA 1º - SISTEMA DE CAPITANIAS HEREDITÁRIAS 1534-1548 2º SISTEMA DE GOVERNO GERAL 1548-1808 PERÍODO COLONIAL 1530-1808 ATIVIDADES ECONÔMICAS CICLO DO AÇÚCAR

Leia mais

setor 1621 Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( )

setor 1621 Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA ( ): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS ( ) setor 1621 16210409 16210409-SP Aulas 25 e 26 A REPÚBLICA VELHA (1889-1930): O DOMÍNIO DAS OLIGARQUIAS (1894-1909) A Presidência de Campos Sales (1898-1902) Com Prudente de Morais, as oligarquias voltaram

Leia mais

CONSTITUIÇÃO DE 1934

CONSTITUIÇÃO DE 1934 Vargas INTRODUÇÃO Neste livro você vai ler sobre a Era Vargas. Solicitado pela professora Valéria, da disciplina de História, escrito por Manuela Rottava, com caráter avaliativo. Tem destaque nas seguintes

Leia mais

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA

DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA DO REGIME MILITAR A NOVA REPÚBLICA Ditadura Militar Eventos Fundamentais: Goulart propõe as reformas de base Eleitoral Educacional Bancária / Tributária Agrária Marcha da TFP Tradição Família e Propriedade

Leia mais

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República

Primeira República: 1 A Crise da República. 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca. 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto. Aula 15 Primeira República Aula 15 Primeira República: A República da Espada 1 A Crise da República Setor 1605 2 Governo do Mal. Deodoro da Fonseca 3 Governo do Mal. Floriano Peixoto Aula 15 Primeira República A República da Espada

Leia mais

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários

Ciências Humanas História. Totalitarismos ou Regimes Autoritários Ciências Humanas História Totalitarismos ou Regimes Autoritários Relembrando Professor Evandro R. Saracino ersaracino@gmail.com Facebook.com/ersaracino Facebook.com/errsaracino Estude o MESMO conteúdo

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 11 A ERA VARGAS: O ESTADO DE COMPROMISSO Como pode cair no enem (ENEM) A solução militar da crise política gerada pela sucessão do presidente Washington Luís em 1929-30 provoca

Leia mais

Colégio Santa Dorotéia

Colégio Santa Dorotéia Colégio Santa Dorotéia Tema Transversal: Casa comum, nossa responsabilidade. Disciplina: História / ESTUDOS AUTÔNOMOS Série: 5ª - Ensino Fundamental Aluno(a): N o : Turma: Professora: Data: 3 / 10 / 2016

Leia mais

GOVERNO DEODORO DA FONSECA

GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO DEODORO DA FONSECA GOVERNO PROVISÓRIO (1889/1891) 1- Primeiras medidas: Fim do Senado vitalício e do conselho de Estado, Dissolução da Câmara dos Deputados, Separação entre Igreja e Estado (extinção

Leia mais

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( )

ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO ( ) ROF.º OTTO TERRA BRASIL: 1º REINADO (1822-1831) Jean Baptiste Debret O RECONHECIMENTO INTERNACIONAL DO BRASIL INDEPENDENTE Estados Unidos da América A Doutrina Monroe (A América para os americanos )

Leia mais

TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES. Professor Davidson Abdulah

TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES. Professor Davidson Abdulah TURMAS DE MEDICINA HISTÓRIA DO BRASIL PARA AS FACULDADES PARTICULARES Professor Davidson Abdulah REINADO DE D. PEDRO I (1822-1831) POLÍTICA Reconhecimento da independência Guerras de consolidação territorial

Leia mais

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09

A República do Café - I. Prof. Thiago História C Aula 09 A República do Café - I Prof. Thiago História C Aula 09 Prudente de Morais Primeiro presidente Civil; Pacificação da Revolução Federalista Resolveu a questão de limites com a Argentina Messianismo no Brasil

Leia mais

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas

ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas ola eu sou o Everton e vou falar do poder de vargas introdução vargas como era : o seu poder, como ele tomou posse e as tres fases politicas O PODER DE VARGAS ERA : PROVISÓRIO, CONSTITUCIONAL e ESTADO

Leia mais

O fim da. Quarta República. e o golpe civil-militar

O fim da. Quarta República. e o golpe civil-militar O fim da Quarta República e o golpe civil-militar Carlos Lacerda derrubador de presidentes Participou da ANL Contra o integralismo, os latifundiários e o imperialismo Preso durante o golpe do Estado Novo,

Leia mais

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 2 o bimestre

Jimboê. História. Avaliação. Projeto. 5 o ano. 2 o bimestre Professor, esta sugestão de avaliação corresponde ao segundo bimestre escolar ou à Unidade 2 do Livro do Aluno. Projeto Jimboê História 5 o ano Avaliação 2 o bimestre 1 Avaliação História NOME: ESCOLA:

Leia mais

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937)

História. Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) História Nono ano do ensino fundamental Escola José de Anchieta Os primeiros anos da Era Vargas (1930-1937) Reno Schmidt maio 2015 schmidt.reno@gmail.com renoschmidt.wordpress.com Onde estamos? Brasil

Leia mais

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO UNIVERSIDADE DO ESTADO DO PARÁ HISTÓRIA PRISE - 2ª ETAPA EIXOS TEMÁTICOS: I MUNDOS DO TRABALHO Competências - Identificar e analisar as relações de trabalho compulsório em organizações sociais, culturais

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) Prof. David Nogueira

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) Prof. David Nogueira O sistema oligárquico foi a base política da Primeira República (1889-1930). O poder era controlado por uma aliança entre as oligarquias paulista e mineira, que se expressava no revezamento de representantes

Leia mais

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA

IDADE CONTEMPORÂNEA A ERA NAPOLEÔNICA ERA NAPOLEÔNICA (1799 1815) Prof. João Gabriel da Fonseca joaogabriel_fonseca@hotmail.com 1 - O CONSULADO (1799 1804): Pacificação interna e externa. Acordos de paz com países vizinhos. Acordo com a Igreja

Leia mais

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934

HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934 HISTÓRIA - 2 o ANO MÓDULO 12 A ERA VARGAS: A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA DE 1932 E A CARTA DE 1934 ixação ) (CESGRANRIO) Durante o Estado Novo, no campo da política salarial, foi introduzida, via ecreto-lei,

Leia mais

O TUIUTI. 200 anos da ACADEMIA REAL MILITAR e da AMAN Ano DE JULHO Nº 19

O TUIUTI. 200 anos da ACADEMIA REAL MILITAR e da AMAN Ano DE JULHO Nº 19 FAHIMTB O TUIUTI AHIMTB/RS ACADEMIA GENERAL RINALDO PEREIRA DA CÂMARA ÓRGÃO DE DIVULGAÇÃO DAS ATIVIDADES DA ACADEMIA DE HISTÓRIA MILITAR TERRESTRE DO BRASIL/RS E DO INSTITUTO DE HISTÓRIA E TRADIÇÕES DO

Leia mais

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU?

SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS SER AMERICANOS ONDE TUDO COMEÇOU? A CAMINHO DA REPÚBLICA fatos que antecederam a P. da República 1870 RIO DE JANEIRO fundação do Partido Republicano e lançamento do MANISFESTO REPUBLICANO por Quintino Bocaiúva SOMOS DA AMÉRICA E QUEREMOS

Leia mais

História B aula 17 As Revoluções Russas.

História B aula 17 As Revoluções Russas. História B aula 17 As Revoluções Russas. Primeira revolução vitoriosa inspirada no socialismo Antecedentes do processo revolucionário... Características da Rússia na virada do século XIX: -Governada pelo

Leia mais

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação

BANCO DE ATIVIDADES Presente História 5 ano - 4 bimestre Avaliação História 5 ano - 4 bimestre Unidade 4 1. Escreva um pequeno texto sobre o governo Getúlio Vargas. Não esqueça de incluir dois argumentos favoráveis e dois desfavoráveis. Dê um título para o texto. 2. Leia

Leia mais

História do Brasil. Conteúdos: Questão Abolicionista. Questão Religiosa. Questão Republicana. Transição do Império para a República

História do Brasil. Conteúdos: Questão Abolicionista. Questão Religiosa. Questão Republicana. Transição do Império para a República História do Brasil Profº. Esp. Diego Fernandes Custódio Historiador Especialista em História Social Mestrando em Educação 1 E. E. B. PROFª GRACINDA AUGUSTA MACHADO 5/26/2013 2 Conteúdos: Transição do Império

Leia mais

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( )

A República Oligárquica ( ) O Domínio das Oligarquias ( ) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) Setor 1601 1 A Presidência de Campos Sales (1898-1902) 2 A Presidência de Rodrigues Alves (1902-1906) Aula 33 e 34 A República Oligárquica (1889-1930) ealvespr@gmail.com

Leia mais

Prof. André Vinícius.

Prof. André Vinícius. 3 - República Oligárquica (1894 1930): OLIGARQUIA = Governo de poucos. Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região sudeste, especialmente de SP e MG. No âmbito regional, outras oligarquias

Leia mais

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores.

prefeitos das capitais, Os futuros governadores seriam submetidos à aprovação das Os futuros prefeitos seriam indicados pelos governadores. A ditadura militar Prof.:Márcio Gurgel O regime militar Duração ( 1964 1985 ), Presidentes generais do exército brasileiro, i Apoiaram o golpe: (políticos vindos da UDN e do PSD), Governo Castello Branco

Leia mais

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29.

14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. 14. Brasil: Período Regencial PÁGINAS 18 À 29. Política e economia Regência Trina Provisória: Formada pelos senadores Nicolau Vergueiro, José Joaquim de Campos e pelo brigadeiro Francisco de Lima e Silva

Leia mais

Brasil: os anos mais repressivos do

Brasil: os anos mais repressivos do Brasil: os anos mais repressivos do regime militar Ago/69: Costa e Silva adoece e é afastado. Vice Pedro Aleixo é impedido de assumir. Ago-out/1969 Junta militar assume o poder e escolhe novo presidente.

Leia mais

República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira

República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira República do Café com Leite Material para acompanhamento de aulas, Professor Luiz Marcello de Almeida Pereira Formato ABNT, para citação desta apostila em trabalhos acadêmicos: PEREIRA, L. M. A. República

Leia mais

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO:

DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: DISCIPLINA: História PROFESSORES: Carlão, Fred e Paula DATA: 18/12/2015 VALOR: 20,0 NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Matéria da Prova: O conteúdo

Leia mais

DISCIPLINA. CRÉDITOS: 04 (T-04 P- ) Cada Crédito corresponde a 15h/ aula

DISCIPLINA. CRÉDITOS: 04 (T-04 P- ) Cada Crédito corresponde a 15h/ aula UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO DECANATO DE ENSINO DE GRADUAÇÃO DEPARTAMENTO DE ASSUNTOS ACADÊMICOS E REGISTRO GERAL DIVISÃO DE REGISTROS ACADÊMICOS PROGRAMA ANALÍTICO DISCIPLINA CÓDIGO: IH

Leia mais

BOM TRABALHO E SUCESSO!!! RENATA, LEONARDO E CARLÃO!!!

BOM TRABALHO E SUCESSO!!! RENATA, LEONARDO E CARLÃO!!! DISCIPLINA: História PROFESSORES: Renata, Leonardo e Carlão. DATA: /12/2014 VALOR: 20,0 pts. NOTA: ASSUNTO: Trabalho de Recuperação Final SÉRIE: 9º ANO/E.F. TURMA: NOME COMPLETO: Nº: Matéria da Prova:

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( )

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) ERA VARGAS ( ) PROF. JOÃO GABRIEL DA FONSECA joaogabriel_fonseca@hotmail.com ALIANÇA LIBERAL: MG, RS, PB Getúlio Vargas e João Pessoa (morto em 26/07/1930) PARTIDO REPUBLICANO PAULISTA: Júlio Prestes (SP) CONTEXTO EXTERNO:

Leia mais

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro)

Planejamento das Aulas de História º ano (Prof. Leandro) Planejamento das Aulas de História 2016 8º ano (Prof. Leandro) Fevereiro Aula Programada (As tensões na Colônia) Páginas Tarefa 1 As tensões na Colônia 10 e 11 Mapa Mental 2 A viradeira 12 Exerc. 1 a 5

Leia mais

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da

REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da REPÚBLICA VELHA: De 1889 a 1894, os militares controlaram o poder político e comandaram os destinos da nação. Governo Provisório e República da Espada A fase em que os militares ocuparam a liderança política

Leia mais

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições.

Revolução de 1930. Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Revolução de 1930 Fatores: Crise de 1929. Movimento Tenentista. Resultado das eleições. Revolução de 1930 Responsável pelo fim da chamada Política café com leite Política café com leite

Leia mais

Revisão IV Brasil República

Revisão IV Brasil República Revisão IV Brasil República Prof. Fernando I- Era Vargas 1930-45; República Nova 1930-64 II- República Populista 1946-64 Democratização. Nacionalismo ou Liberalismo? II- República Populista 1946-64 1º

Leia mais

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889

Aula 15- A Crise do Império de Novembro de 1889 Aula 15- A Crise do Império 1870-1889 15 de Novembro de 1889 Silêncio! Dom Pedro está governando o Brasil. z z z Proclamação da República A Questão Militar A Questão Religiosa Questão Abolicionista A

Leia mais

A ERA VARGAS (1930/1945)

A ERA VARGAS (1930/1945) PRINCIPAIS CARACTERÍSTICAS DE VARGAS(1930-1945) 1945) Nacionalista. Favor das empresas nacionais. Política econômica Intervencionista. Ditador de características fascista. Populista. Centralizador. PRINCIPAIS

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 7.1 Conteúdo: Era Vargas II 7.1 Conteúdo: Era Vargas II Habilidades: Contextualizar governo Vargas durante seu segundo mandato como Presidente A Volta da Democracia: Constituição de 1946; Influências da Guerra Fria; Marechal Dutra

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. AULA 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil 11.1 Conteúdo: Anos 60 e Golpe Militar no Brasil Habilidades: Analisar o contexto da década de 1960 no Brasil e o golpe civil-militar Governo Jânio Quadros (1961) Ascensão muito rápida na política Estilo

Leia mais

Primeiro Reinado. Professora Adriana Moraes História

Primeiro Reinado. Professora Adriana Moraes História Primeiro Reinado O Primeiro Reinado é a fase da História do Brasil que corresponde ao governo de D. Pedro I. Tem início em 7 de setembro de 1822, com a Independência do Brasil e termina em 7 de abril de

Leia mais

Considerações sobre os movimentos. República Velha. partidários brasileiros durante a 1. INTRODUÇÃO:

Considerações sobre os movimentos. República Velha. partidários brasileiros durante a 1. INTRODUÇÃO: Considerações sobre os movimentos partidários brasileiros durante a República Velha. Ayrton Capella* 1. INTRODUÇÃO: Ao tratar-se de movimentos partidários durante a República Velha deve-se, para bem situá-los

Leia mais

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA VELHA ( ) EXCEÇÕES: : Hermes da Fonseca (MG + RS) Política das Salvações *

BRASIL REPÚBLICA (1889 ) REPÚBLICA VELHA ( ) EXCEÇÕES: : Hermes da Fonseca (MG + RS) Política das Salvações * 3 - República Oligárquica (1894 1930): OLIGARQUIA = Governo de poucos. Período em que o Brasil foi controlado por cafeicultores da região sudeste, especialmente de SP e MG. No âmbito regional, outras oligarquias

Leia mais

Os diferentes modelos de Estados (principais características)

Os diferentes modelos de Estados (principais características) Capítulo 6 Poder, política e Estado 7 Os diferentes modelos de Estados (principais características) Absolutista: - Unidade territorial. - Concentração do poder na figura do rei, que controla economia,

Leia mais

O que você deve saber sobre A ERA VARGAS

O que você deve saber sobre A ERA VARGAS O que você deve saber sobre Em dois mandatos, de 1930 a 1945 e de 1951 a 1954, Getúlio Vargas foi o homem que por mais tempo governou o Brasil e aquele que mudou a cara do país, acelerando a industrialização,

Leia mais

HOLL, HENRIQUE RICARDO *militar; rev. 1922; rev. 1924; col. Prestes; rev

HOLL, HENRIQUE RICARDO *militar; rev. 1922; rev. 1924; col. Prestes; rev HOLL, HENRIQUE RICARDO *militar; rev. 1922; rev. 1924; col. Prestes; rev. 1930. Henrique Ricardo Holl nasceu na cidade de São Paulo em 2 de fevereiro de 1898, filho de Henrique Holl e de Júlia Holl. Seu

Leia mais

Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre

Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre Socialismo reformista na Quarta República: o Partido Socialista Brasileiro entre 1945-1964 Rodrigo Candido da Silva Universidade Estadual de Maringá (UEM) A importância histórica da participação política

Leia mais

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas

Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória. - Revoltas Frente 2: História do Brasil Professor: Michel Marques michelmarques@id.uff.br Aula 16 - República Velha e a Revolução de 30 Pré Vestibular Social Nossa Senhora da Glória - Política República das Espadas

Leia mais

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog:

A REVOLUÇÃO RUSSA. Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: A REVOLUÇÃO RUSSA Professor: TÁCIUS FERNANDES Blog: www.proftaciusfernandes.wordpress.com RÚSSIA CZARISTA Final do século XIX 170 milhões de pessoas Economia agrária 85% da população vivia no campo camponeses

Leia mais

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos Avaliação da unidade II Pontuação: 7,5 pontos QUESTÃO 01 Descreva as principais características do populismo no Brasil: (valor 1,0) QUESTÃO 02 Após a Segunda Guerra Mundial, consolidou-se uma ordem político-econômica

Leia mais

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA

ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA ROTEIRO DE RECUPERAÇÃO FINAL DE HISTÓRIA Nome Nº 9º Ano Data: Professor: Piero/ Thales FINAL Nota: (valor 2,0) a) Introdução Neste ano, sua média global foi inferior a 6,0 e você não assimilou os conteúdos

Leia mais

a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento.

a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento. Atividades on line: 1- São aspectos do Governo de Floriano Peixoto: a) promulgação da Constituição de 1891, Revolta da Chibata e Crise do Encilhamento. b) a grande naturalização de estrangeiros, Revolta

Leia mais

Política dos Governadores de Campos Sales

Política dos Governadores de Campos Sales Estrutura Política: Política dos Governadores de Campos Sales Coronelismo: poder local dos coronéis. Coronel era o nome pelo qual os latifundiários conhecidos. eram Quanto maior o curral eleitoral (número

Leia mais

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN

1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS PROF. FELIPE KLOVAN SEGUNDO REINADO 1840 ATÉ 1889 POLÍTICA E MOVIMENTOS SOCIAIS SEGUNDO REINADO Golpe da maioridade 1840 Novo gabinete do governo Liberal de curta existência. Conservadores retornam ainda no mesmo ano ao governo.

Leia mais

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar.

REVOLUÇÃO RUSSA. Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Antecedentes: REVOLUÇÃO RUSSA Situação Política: Até início do séc. XX a Rússia ainda era um país Absolutista, governada por um Czar. Situação Econômica: era um país extremamente atrasado, economia agrária,

Leia mais

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa

Os regimes totalitaristas. Professor Gustavo Pessoa Os regimes totalitaristas Professor Gustavo Pessoa O NAZIFASCISMO tipo de governo característico de alguns países no período entre guerras (1918 1939). ONDE? CARACTERÍSTICAS BÁSICAS: Principalmente ITA,

Leia mais

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17.

9. América Latina: lutas pela emancipação política. Páginas 04 à 17. 9. América Latina: lutas pela emancipação política Páginas 04 à 17. Mas por que essa parte da América é denominada latina? TROCA DE IDEIAS LEITURA DO TEXTO PÁGINA 04. QUESTÕES 1 e 2 PÁGINA 05. América

Leia mais

Better Call Getúlio Vargas

Better Call Getúlio Vargas Better Call Getúlio Vargas Getúlio Vargas é formado em advocacia e escolheu essa profissão para agradar seu irmão Viriato Vargas. Viriato Vargas tinha 2 sonhos, se tornar advogado e ser um homem com muito

Leia mais

REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX

REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX REVOLUÇÕES LIBERAIS DO SÉCULO XIX ANTECEDENTES ILUMINISMO REVOLUÇÃO FRANCESA CONGRESSO DE VIENA LIBERALISMO POLÍTICO E ECONOMICO (LIBERDADE/IGUALDADE) CONTESTAÇÃO DA ORDEM SOCIAL LUTA PELA CIDADANIA RESTAURAÇÃO

Leia mais

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto

Curso: Direito Constitucional I. Professor: Rosano Pierre Maieto Tribunal de Contas do Município de São Paulo Escola Superior de Gestão e Contas Públicas Conselheiro Eurípedes Sales Curso: Direito Constitucional I Aula 1 História das Constituições Brasileiras Professor:

Leia mais

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos.

O golpe nada mais foi que a antecipação da maioridade de D. Pedro II, que contava então com um pouco mais de 14 anos. GOLPE DA MAIORIDADE Desde 1838, estava claro tanto para os LIBERAIS, quanto para os CONSERVADORES que somente a monarquia plena poderia levar o país a superar a sua instabilidade política. O golpe nada

Leia mais

Herança do Século XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária

Herança do Século XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária Herança do Sculo XIX Caudilhismo Fragmentação Política Concentração Fundiária Predominância Econômica da Agropecuária Sculo XX Diversificação da Economia Industrialização e Urbanização Novas Classes Sociais

Leia mais

Era Vargas Prof. Lincoln Marques

Era Vargas Prof. Lincoln Marques Era Vargas 1930-1945 Prof. Lincoln Marques A dissidência oligárquica e a Aliança Liberal Aliança Liberal: Washington Luís rompe com esquema café-com-leite e lança candidato paulista (Júlio Prestes). Oligarquia

Leia mais

1-As imagens abaixo fazem referência a duas das mais ativas agremiações políticas brasileiras da década de 1930.

1-As imagens abaixo fazem referência a duas das mais ativas agremiações políticas brasileiras da década de 1930. ATIVIDADES ON LINE 1-As imagens abaixo fazem referência a duas das mais ativas agremiações políticas brasileiras da década de 1930. Sobre as agremiações políticas às quais essas imagens estão vinculadas,

Leia mais

Exercícios: Crise de 1929, Crise da República Velha e Revolução de 1930

Exercícios: Crise de 1929, Crise da República Velha e Revolução de 1930 Exercícios: Crise de 1929, Crise da República Velha e Revolução de 1930 1. A crise atingiu o mundo inteiro. O operário metalúrgico de Pittsburgo, o plantador de café brasileiro, o artesão de Paris e o

Leia mais

O tenentismo foi o movimento político militar que, pela luta armada, pretendia conquistar o poder e fazer reformas na República Velha.

O tenentismo foi o movimento político militar que, pela luta armada, pretendia conquistar o poder e fazer reformas na República Velha. O tenentismo foi o movimento político militar que, pela luta armada, pretendia conquistar o poder e fazer reformas na República Velha. Era liderado por jovens oficiais das Força Armadas, principalmente

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DOS VALES DO JEQUITINHONHA E MUCURI Pró-Reitoria de Graduação PROGRAD - Coordenação de Processos Seletivos COPESE www.ufvjm.edu.br - copese@ufvjm.edu.br UNIVERSIDADE

Leia mais