Vari-Lase Bare and Bright Tip Endovenous Laser Procedure Kit and Components Instructions For Use

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Vari-Lase Bare and Bright Tip Endovenous Laser Procedure Kit and Components Instructions For Use"

Transcrição

1 English/Instructions for Use... 1 Português/Instruções de utilização... 3 Vari-Lase Bare and Bright Tip Endovenous Laser Procedure Kit and Components Instructions For Use DEVICE DESCRIPTION The VARI-LASE endovenous laser procedure kit and components are disposable items used in conjunction with a solid state diode laser console operating at wavelengths of 810nm, 940nm, 980nm, or 1470nm and a maximum power of 14W. Each package contains one or more of the following components: 600µm core laser fiber, 3.5m, with or without markings, with bare or ceramic distal tip within a dispensing tray Fiber lock (snap lock or luer lock) Introducer sheath with marks (multiple lengths) Vari-Lase Flex catheter with radiopague marker at distal tip (multiple lengths) 0.035" (0.89mm) or (0.46mm) guidewires 19 or 21 Gauge percutaneous entry needle Micro-introducer kit or micro-introducer components consisting of: 21 Gauge percutaneous entry needle Micro-access introducer with dilator 0.018" (0.46mm) guidewire INDICATIONS The Vari-Lase Procedure kit is indicated for the treatment of varicose veins and varicosities associated with superficial reflux of the Great Saphenous Vein, and for the treatment of incompetence and reflux of superficial veins in the lower extremity. CONTRAINDICATIONS The VARI-LASE procedure is contraindicated in patients with an aneurysmal section in the vein segment to be treated. The VARI-LASE procedure is contraindicated in patients with severe peripheral vascular disease, as evidenced by an ankle-brachial index of <0.5. The VARI-LASE procedure is contraindicated in patients with thrombus in the vein segment to be treated. WARNINGS The VARI-LASE procedure kit is provided sterile for single use only. Reuse of singleuse device creates a potential risk of patient or user infections. Contamination of the device may lead to illness or serious patient injury. When treating the Great Saphenous Vein, the distal tip of the VARI-LASE fiber must not be positioned closer than 2cm distal to the saphenofemoral junction, as verified by ultrasound visualization or fluoroscopy, to protect from venous thrombus embolization. COMPLICATIONS As with all medical procedures, complications may occur. For this procedure, these may include: vessel perforation thrombosis pulmonary embolism phlebitis hematoma infection paresthesia skin burns PRECAUTIONS Do not use the VARI-LASE product if the packaging has been damaged. Inspect the VARI-LASE laser fiber and introducer sheath prior to use for any bends, kinks or breaks. Do not use a damaged VARI-LASE fiber or introducer sheath, as vessel damage and/or inability to advance or withdraw the VARI-LASE laser fiber may occur. Exercise care in handling of the VARI-LASE laser fiber during a procedure to reduce the possibility of accidental breakage, bending or kinking. When removing the VARI-LASE Bright Tip laser fiber from the packaging, first remove the tip gently from the foam protection. Then, lift the remaining fiber from the retention grooves of the fiber tray. Do not slide the Bright Tip laser fiber through the retention grooves in order to reduce the possibility of accidental breakage of the fiber or the ceramic tip. Avoid touching the needle tip to the sheath and fiber when injecting anesthesia, as this could damage the protective cladding on the fiber. Connect the VARI-LASE laser fiber to the laser console immediately after the protective cap is removed to prevent contamination of the fiber optic surface. When the VARI-LASE laser fiber is in the body, it should be manipulated only under ultrasound visualization. Do not attempt to move the VARI-LASE laser fiber without observing the resultant tip response. Never advance or withdraw an endovascular device against resistance until the cause of the resistance is determined. Movement of the VARI-LASE laser fiber against resistance may result in damage to the laser fiber or vessel perforation. The VARI-LASE Flex catheter is not rated for injection of fluid at more than 200psi. Treatment of a vein located close to the skin surface may result in a skin burn. Paresthesia may occur from thermal damage to adjacent sensory nerves. Use of excessive energy has been reported to compromise the integrity of the fiber and/or sheath and may result in embolization of device components. Appropriate eye protection must be worn by the patient and all operating personnel to protect from damage by direct or reflected laser energy Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

2 The marks on the introducer sheath, catheter and VARI-LASE laser fiber have been calibrated to the VARI-LASE components. Do not use alternative introducer sheaths or fibers, or incorrect positioning, as vessel damage may occur. CLINICAL PROCEDURE The VARI-LASE endovenous laser procedure kit and components should be used by physicians trained on the procedures for which the device is intended. The techniques and procedures described do not represent ALL medically acceptable protocols, nor are they intended as a substitute for the physician's experience and judgment in treating any specific patient. All available data, including the patient s signs and symptoms and other diagnostic test results, should be considered before determining a specific treatment plan. Preparations for Use 1. Prepare the laser console in accordance with its operating instructions. Verify that the connection of the VARI-LASE laser fiber to the console is appropriate. 2. Map the vessel treatment area using duplex ultrasound, being careful to mark the vessel location on the patient's skin for a guide in treatment. 3. Prep and drape the limb in sterile fashion and wrap the ultrasound transducer with a sterile cover. 4. Using sterile technique, open the VARI- LASE procedure Kit pouches and transfer the components into the sterile field. 5. Remove the components from the packaging and inspect for any defects or missing components. Access Procedure 1. Cannulate the vein using the 19 Gauge or 21 Gauge access needle. 2. Insert the corresponding guidewire into the vessel and remove the needle over the wire. Insert the introducer sheath and dilator over the wire and into the vessel. 3. A Y-adapter guide tube is provided to facilitate the use of a J-tip guidewire with the VARI-LASE Flex catheter. 4. Position the introducer sheath at the desired treatment site. NOTE: Marked introducer sheaths or catheters have marks located at intervals of 1cm to aid in location during placement and removal. 5. Remove the wire and dilator and flush the introducer sheath or catheter using standard technique. Treatment Procedure WARNING: For the remainder of the procedure, laser safety glasses must be worn by the patient and all operating personnel. 1. If using a VARI-LASE sheath-specific marked fiber with a pre-positioned fiber lock, pass the connector end of the VARI-LASE fiber outside of the sterile field. 2. Outside of the sterile field, remove the cap from the VARI-LASE laser fiber connector and connect the VARI-LASE fiber to the laser console. 3. Insert the VARI-LASE fiber following one of the two following procedures: If the VARI-LASE laser fiber is supplied without a fiber lock, insert the VARI-LASE fiber into the introducer sheath and advance until approximately 2.5cm of the fiber is exposed beyond the distal tip of the introducer sheath, using ultrasound for guidance. Note: The ceramic tip of the VARI- LASE fiber is highly echogenic and is approximately 10mm in length. If the VARI-LASE fiber is supplied with a fiber lock, the lock will be pre-positioned proximal to the most proximal mark of the laser fiber. If it has moved during shipping, position the fiber lock appropriately and tighten into place. The fiber should then be advanced into the sheath until the distal mark reaches the hub of the sheath or catheter. Then, pull back the introducer sheath and snap the fiber lock into the end of the sheath. The fiber tip will be exposed approximately 2.5cm from the end of the sheath. When using the Flex catheter, advance the laser fiber until the distal mark reaches the hemostasis valve, then pull the Flex catheter back to the proximal mark to reveal 2.5cm of fiber. Tighten the valve to secure the fiber positioning. WARNING: When treating the Great Saphenous Vein, the distal tip of the VARI-LASE fiber must be positioned not closer than 2cm distal to the saphenofemoral junction as verified by ultrasound visualization. 4. Confirm the position of the VARI-LASE fiber using ultrasound or fluoroscopy, if appropriate. If treating the Great Saphenous Vein, the VARI-LASE fiber should be exposed from the introducer sheath and located at least 2cm distal to the saphenofemoral junction. The VARI- LASE fiber should be exposed from the catheter ~2.5cm, and the red aiming beam should be visible through the skin. 5. Bathe the surrounding tissue with dilute anesthetic to provide thermal protection. 6. Place the laser console in the Ready mode. 7. Set power level of the console to the settings recommended in the operating instructions of the laser console. 8. Turn down the overhead lights and check that the patient and all personnel are wearing laser safety glasses. 9. Hold the introducer sheath or catheter by the hub. Press down the foot pedal to fire the laser and simultaneously withdraw the introducer sheath and the VARI- LASE fiber while delivering approximately joules/cm. 10. After completing the procedure along the entire treatment length, turn the laser to standby, remove the introducer sheath and the VARI-LASE fiber from the vessel, and hold compression until bleeding stops. 11. After removing the VARI-LASE fiber from the vessel, inspect the laser fiber for visual damage. Post-Procedure Care 1. Apply a hemostatic bandage over the percutaneous treatment site. 2. Apply a compression stocking along the entire treatment site. 3. The patient may ambulate immediately after hemostasis is achieved. Evaluate the patient after ambulation for pain, bleeding or swelling. 4. Discharge with post-procedure care instructions. 5. Follow-up exams are recommended at intervals determined by the health care provider. PACKAGING & STORAGE All VARI-LASE kits and components have been sterilized with ethylene oxide. LIMITED WARRANTY Vascular Solutions, Inc. warrants that the VARI-LASE endovenous laser components are free from defects in workmanship and materials prior to the stated expiration date. Liability under this warranty is limited to refund or replacement of any product which has been found by Vascular Solutions, Inc. to be defective in workmanship or materials. Vascular Solutions, Inc. shall not be liable for any incidental, special or consequential damages arising from the use of the VARI-LASE endovenous laser components. Damage to the product through misuse, alteration, improper storage or improper handling shall void this limited warranty. No employee, agent or distributor of Vascular Solutions, Inc. has any authority to alter or amend this limited warranty in any respect. Any purported alteration or amendment shall not be enforceable against Vascular Solutions, Inc. THIS WARRANTY IS EXPRESSLY IN LIEU OF ALL OTHER WARRANTIES, EXPRESSED OR IMPLIED, INCLUDING ANY WARRANTY OF MERCHANTABILITY OR FITNESS FOR A PARTICULAR PURPOSE OR ANY OTHER OBLIGATION OF VASCULAR SOLUTIONS, INC. PATENTS AND TRADEMARKS May be covered by one or more U.S. or international patents. See: Vari-Lase is a registered trademark of Vascular Solutions, Inc. Vari-Lase Flex and Vari-Lase Bright Tip are trademarks of Vascular Solutions, Inc. See the International Symbols Glossary on page Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

3 Estojo e Componentes do Procedimento Laser Endovenoso Vari-Lase (Desguarnecido) Bare e (Ponta Luminosa) Bright Tip Instruções de Utilização DESCRIÇÃO DO DISPOSITIVO O estojo e os componentes do procedimento laser endovenoso VARI- LASE são artigos descartáveis utilizados em conjunto com uma consola de díodo laser semicondutor que funciona em comprimentos de onda de 810nm, 940nm, 980nm ou 1470 nm com alimentação máxima de 14W. Cada embalagem contém um ou mais dos seguintes componentes: Fibra laser com núcleo de 600µm, 3,5m, com ou sem marcações, com ponta distal desguarnecida ou de cerâmica, num tabuleiro dispensador. fecho com fibras (fecho de engate ou luer lock) bainha do introdutor com marcações (vários comprimentos) cateter Vari-Lase Flex com marcador radiopaco na ponta distal (vários comprimentos) fios-guia de 0,89mm / 0,035 pol. ou 0,46mm / 0,018 pol. agulha de entrada percutânea de calibre 19G ou 21G Kit do micro-introdutor ou componentes do micro-introdutor compostos por: agulha de entrada percutânea de calibre 21G introdutor de micro-acesso com dilatador fio-guia de 0,46mm / 0,018 pol. INDICAÇÕES O kit de procedimento Vari-Lase é indicado para o tratamento de veias varicosas e varizes, associado ao refluxo superficial da veia safena magna e também para o tratamento de incompetência e refluxo de veias superficiais dos membros inferiores. CONTRA-INDICAÇÕES O procedimento VARI-LASE é contraindicado em doentes com uma secção aneurismática no segmento de veia a tratar. O procedimento VARI-LASE é contraindicado em doentes com doença vascular periférica grave, o que é evidenciado por um índice tornozelo-braço < 0,5. O procedimento Vari-Lase é contraindicado em doentes com trombos no segmento de veia a tratar. ADVERTÊNCIAS O estojo e os componentes do procedimento laser endovenoso VARI- LASE apresenta-se estéril e descartável. A reutilização de um dispositivo descartável cria um risco potencial de infecções para o paciente ou usuário. A contaminação do dispositivo pode causar doença ou séria lesão ao paciente. Durante o tratamento da veia grande safena, a extremidade distal da fibra VARI- LASE não deve ser posicionada a menos de 2cm distal da junção safeno-femoral, tal como verificado por visualização ultrasónica ou fluoroscopia, a fim de proteger da embolização do trombo venoso. COMPLICAÇÕES Com com todos os procedimentos médicos, podem ocorrer complicações. Com este procedimento, estas podem incluir: perfuração dos vasos trombose embolia pulmonar flebite hematoma infecção parestesia queimaduras na pele PRECAUÇÕES Não utilizar o produto VARI-LASE se a embalagem estiver danificada. Inspeccione a fibra de laser VARI-LASE, assim como a bainha do introdutor, antes da utilização dos mesmos, para assegurar que não existem dobras, curvaturas ou rotura. Não utilize uma fibra VARI-LASE ou bainha de introdutor danificadas, pois poderá ocorrer lesão vascular e/ou incapacidade para avançar ou remover a fibra laser VARI-LASE. Tenha cuidado ao manusear a fibra laser VARI-LASE durante qualquer intervenção, a fim de reduzir a possibilidade de rotura, curvatura ou dobra acidentais. Quando retirar a fibra de laser VARI-LASE Bright Tip da embalagem, retire primeiro a ponta da espuma protectora, com cuidado. Em seguida, levante o resto da fibra das ranhuras de retenção do tabuleiro da fibra. Não deslize a fibra de laser Bright Tipo pelas ranhuras de retenção, de forma a reduzir a possibilidade de quebra acidental da fibra ou da ponta cerâmica. Evite tocar com a ponta da agulha na bainha e na fibra aquando da injecção da anestesia, pois assim poderá danificar o revestimento protector da fibra. Ligue a fibra laser VARI-LASE à consola do laser imediatamente após a tampa protectora ter sido removida, para prevenir a contaminação da superfície da fibra óptica. Quando a fibra laser VARI-LASE está dentro do corpo, esta deve ser manipulada apenas sob visualização ecográgica. Não tente mover a fibra laser VARI-LASE sem observar a resposta resultante da ponta. Nunca faça avançar nem retire um dispositivo endovascular se sentir resistência, até ter determinado a sua causa. O movimento da fibra laser VARI- LASE contra a resistência poderá resultar na danificação da fibra laser ou na perfuração do vaso. O cateter VARI-LASE Flex não está classificado para injecção de fluido a mais do que 200 psi Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

4 O tratamento de uma veia localizada junto da superfície da pele pode resultar em queimadura da pele. Pode ocorrer parestesia devido a lesão térmica nos nervos sensoriais adjacentes. O uso excessivo de energia tem sido relatado como responsável por comprometer a integridade da fibra e/ou da bainha e pode resultar na embolização dos componentes do dispositivo. O paciente e todo o pessoal operativo devem usar uma protecção para os olhos adequada para os proteger contra danos causados por energia laser directa ou reflectida. As marcações na bainha do introdutor, no cateter e na fibra de laser VARI-LASE foram calibradas nos componentes da VARI-LASE. Não utilize bainhas de introdutor nem fibras alternativas, pois pode ocorrer posicionamento incorrecto e lesão vascular. PROCEDIMENTO CLÍNICO O estojo e os componentes do procedimento laser endovenoso VARI- LASE deve ser usado por médicos experientes nos procedimentos aos quais o dispositivo está destinado. As técnicas e os procedimentos descritos não representam TODOS os protocolos médicos aceitáveis, tampouco têm o propósito de substituírem a experiência e a avaliação do médico no tratamento de qualquer paciente específico. Todos os dados disponíveis, inclusive os sinais e sintomas do paciente e outros resultados de teste de diagnóstico, devem ser considerados antes de determinar um plano de tratamento específico. PREPARAÇÃO PARA A UTILIZAÇÃO 1. Prepare a consola do laser em conformidade com as suas instruções de funcionamento. Verifique que a ligação da fibra laser VARI-LASE é adequada. 2. Cartografe a área de tratamento do vaso utilizando ecografia Doppler, tendo o cuidado de marcar a localização do vaso na pele do doente como guia de tratamento. 3. Prepare e cubra o membro de modo estéril e envolva o transdutor ultra-sónico numa cobertura estéril. 4. Utilizando uma técnica estéril, abra as bolsas do Estojo do Procedimento VARI- LASE e transfira os componentes para o campo estéril. 5. Remova os componentes da embalagem e verifique se existem defeitos ou se faltam componentes. Procedimento de Acesso 1. Canule a veia utilizando uma agulha de acesso de calibre 19G ou 21G. 2. Introduza o fio-guia correspondente na veia, e retire a agulha sobre o fio. Introduza a bainha do introdutor e o dilatador sobre o fio e no vaso. 3. É fornecido um tubo guia para adaptador-y para facilitar a utilização dum fio-guia ponta-j com o cateter VARI-LASE Flex. 4. Posicione a bainha do introdutor no local de tratamento desejado. Nota: As bainhas de introdutor e os cateteres marcados possuem marcas localizadas a intervalos de 1cm para auxiliarem a localização durante a colocação e retracção. 5. Remova o fio e o dilatador e irrigue a bainha do introdutor ou o cateter utilizando uma técnica padronizada. Procedimento do Tratamento ADVERTÊNCIAS: Tanto o doente como todo o pessoal interveniente devem usar lentes de protecção contra laser durante o resto da intervenção. 1. Se estiver a utilizar uma fibra marcada com/para bainha específica com um fecho de/para fibra pré-posicionado, faça passar a extremidade do conector da fibra VARI-LASE fora do campo estéril. 2. Fora do campo estéril, remova a tampa do conector da fibra de laser VARI-LASE e ligue a fibra VARI-LASE à consola de laser. 3. Insira a fibra VARI-LASE (Ponta luminosa) seguindo um dos dois procedimentos seguintes: Se a fibra de laser VARI-LASE for fornecida sem fecho de/para fibra, insira a fibra VARI-LASE na bainha de introdutor e faça-a avançar até que aproximadamente 2,5 cm da fibra estejam expostos para além da ponta distal da bainha de introdutor, orientando-se através de ecografia. Nota: A ponta cerâmica da fibra VARI-LASE é altamente ecogénica e tem aproximadamente 10mm de comprimento. Se a fibra VARI-LASE for fornecida com fecho de/para fibra, o fecho estará préposicionado proximal à marca mais proximal da fibra de laser. Caso este se tenha deslocado durante o transporte, posicione o fecho da fibra adequadamente e aperte-o no lugar. Deve então avançar a fibra para dentro da bainha até que a marca distal atinja o canhão da bainha ou o cateter. Em seguida, puxe a bainha do introdutor para trás e tranque/encaixe o fecho da fibra na terminação da bainha. A ponta da fibra fica exposta cerca de 2,5cm para além da extremidade da bainha. ADVERTÊNCIAS: Durante o tratamento da veia grande safena, a extremidade distal da fibra não deve ser posicionada a menos de 2cm distal da junção safeno-femoral, tal como verificado por visualização ultra-sónica. 4. Confirme a posição da fibra VARI-LASE (Ponta luminosa) utilizando ecografia ou fluoroscopia, se apropriado. Se tratar a veia grande safena, a fibra deve ficar exposta para além da bainha do introdutor e localizada no mínimo a 2 cm distal da função safeno-femoral. A fibra deve ficar exposta ~2,5cm para além do cateter e o raio vermelho de direccionamento deve estar visível através da pele. 5. A Banhe os tecidos circundantes com anestésico diluído para providenciar protecção térmica sem causar compressão dos vasos ou aposição das paredes venosas. 6. Coloque a consola do laser em modo Ready (Pronto). 7. Regule o nível de corrente da consola para a configuração recomendada nas instruções de funcionamento da consola do laser. 8. Reduza a intensidade da cúpula de iluminação e verifique se o doente e todo o pessoal estão com óculos de protecção contra laser. 9. Segure na bainha do introdutor ou no cateter pelo canhão. Carregue no pedal para disparar o laser e simultaneamente retraia a bainha do introdutor e a fibra enquanto aplica cerca de joules/cm. 10. Uma vez concluída a intervenção e todo o tratamento, coloque o laser em estado de espera, remova do vaso a bainha do introdutor e a fibra e mantenha a compressão até a hemorragia estancar. 11. Após remover a fibra VARI-LASE do vaso, verifique que a fibra láser não apresente danos à vista. Cuidados após a intervenção 1. Aplique uma ligadura hemostática sobre o local do tratamento percutâneo. 2. Aplique uma meia de compressão ao longo de todo o local de tratamento. 3. O doente pode andar imediatamente após ser obtida a hemostasia. Após a deambulação, avalie o doente no que concerne a dor, hemorragia ou edema. 4. Dê alta com instruções para cuidados pós-intervenção. 5. São aconselhados exames de acompanhamento a intervalos determinados pelo prestador de cuidados de saúde. EMBALAGEM E ARMAZENAMENTO O kit VARI-LASE e os componentes foram esterilizados com óxido de etileno. GARANTIA LIMITADA A Vascular Solutions, Inc. garante que os componentes do laser endovenoso VARI- LASE se encontram isentos de defeitos de acabamento e de materiais antes do fim do prazo de validade indicado. Ao abrigo desta garantia, a responsabilidade é limitada ao reembolso ou à substituição de qualquer produto considerado pela Vascular Solutions, Inc. como defeituoso no fabrico ou materiais. A Vascular Solutions, Inc. não se responsabiliza por quaisquer danos supervenientes, especiais ou indirectos decorrentes da utilização dos componentes do laser endovenoso VARI-LASE. Os danos causados ao produto por utilização incorrecta, alteração, conservação ou 2014 Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

5 manuseamento incorrectos invalidam esta garantia limitada. Nenhum funcionário, agente ou distribuidor da Vascular Solutions, Inc. possui autoridade para alterar esta garantia limitada, sob nenhum aspecto. Qualquer alteração ou correcção expressa não é executável contra a Vascular Solutions, Inc.. ESTA GARANTIA SUBSTITUI EXPRESSAMENTE QUALQUER OUTRA GARANTIA, EXPLÍCITA OU IMPLÍCITA, INCLUINDO QUAISQUER GARANTIAS DE COMERCIALIZAÇÃO OU ADEQUAÇÃO PARA DETERMINADA FINALIDADE OU QUALQUER OUTRA OBRIGAÇÃO DA VASCULAR SOLUTIONS, INC. PATENTES E MARCAS COMERCIAIS Puede estar cubierto por una o más patentes de EE. UU. o internacionales. Consulte:www.vasc.com/products/patents Vari-Lase é uma marca comercial registada da Vascular Solutions, Inc. A Vari-Lase Flex e a Vari-Lase (Ponta luminosa) Bright Tip são marcas registadas da Vascular Solutions, Inc. Ver o Glossário de Símbolos Internacionais na página Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

6 2014 Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

7 International Symbols Glossary International Symbols Glossary Glossário de símbolos internacionais Fax Number Número de Fax Phone Number Número de Telefone 2014 Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

8 2014 Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

9 Content Glossary A. A. A. Content Glossary B. Needles: A. Smooth Tip B. Echogenic Tip B. Guidewires: A. Nitinol Mandrel Stainless Steel Mandrel Tip PTFE Coated B. J-Tip/Straight Tip Guidewire B. Sheaths: A. Valved Marked Lumen B. Valved Unmarked Lumen Tear-Away Introducer: Tear-Away No Marking Lumen Fibers: No Fiber Lock No Marking With Fiber Lock Marked Catheter: Marked Glossário do Conteúdo Agulhas: A. Ponta lisa B. Ponta ecogénica Fios-guia: A. Mandril de Nitinol Aço Inoxidável Mandril Ponta Revestido com PTFE B. Fio-guia de Ponta em J/Ponta Recta Bainhas: A. Lúmen valvulado marcado B. Lúmen valvulado não marcado Introdutor Destacável: Destacável Sem Marcação Lúmen Fibras: Fecho sem fibras Sem marcação com Fecho com fibras Marcado Cateter: Marcado A. Content Glossary Glossário do Conteúdo B. Fiber Lock A. Snap lock B. Luer lock Fecho com fibras A. Fecho de engate B. Luer lock Micro-Introducer Micro-Introdutor Micro-Introducer Kit Kit do micro-introdutor 2014 Vascular Solutions, Inc Rev D 08/14

Seu manual do usuário JURA COMPRESSOR COOLER PRO http://pt.yourpdfguides.com/dref/2468329

Seu manual do usuário JURA COMPRESSOR COOLER PRO http://pt.yourpdfguides.com/dref/2468329 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para JURA COMPRESSOR COOLER PRO. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a JURA

Leia mais

Captuvo SL22/42. Guia rápido de instalação. Estojo corporativo para ipod touch 5 e iphone 5 da Apple. CAPTUVO22-42-BP-QS Rev A 09/13

Captuvo SL22/42. Guia rápido de instalação. Estojo corporativo para ipod touch 5 e iphone 5 da Apple. CAPTUVO22-42-BP-QS Rev A 09/13 Captuvo SL22/42 Estojo corporativo para ipod touch 5 e iphone 5 da Apple Guia rápido de instalação CAPTUVO22-42-BP-QS Rev A 09/13 Introdução Digitalize este código de barras com seu smartphone ou visite

Leia mais

Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular. Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013

Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular. Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013 Tratamento de varizes com Laser endovenoso Daniel Mendes Pinto Angiologia e Cirurgia Vascular Reunião clínica Hospital Mater Dei - junho-2013 Veias varicosas Prevalência de 20% em homens e até 35% em mulheres

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. RELIEVA STRATUS TM MicroFlow Spacer. RELIEVA STRATUS TM Deployment Guide. Espaçador de Micro-fluxo. Sistema de Entrega

INSTRUÇÕES DE USO. RELIEVA STRATUS TM MicroFlow Spacer. RELIEVA STRATUS TM Deployment Guide. Espaçador de Micro-fluxo. Sistema de Entrega INSTRUÇÕES DE USO RELIEVA STRATUS TM MicroFlow Spacer Espaçador de Micro-fluxo RELIEVA STRATUS TM Deployment Guide Sistema de Entrega Página 1 de 8 LEIA ATENTAMENTE TODAS AS INSTUÇÕES ANTES DE UTILIZAR.

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CATETER CPRE REUTILIZÁVEL. (Nome técnico: Cateteres)

MANUAL DO USUÁRIO CATETER CPRE REUTILIZÁVEL. (Nome técnico: Cateteres) MANUAL DO USUÁRIO Produto: CATETER CPRE REUTILIZÁVEL (Nome técnico: Cateteres) LER MANUAL DO USUÁRIO ANTES DE FAZER USO DO PRODUTO. PRODUTO NÃO ESTÉRIL. ESTERILIZAR ANTES DO USO Não utilizar o produto

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Introdução...2 2. Características...2 3. Avisos...3 4. Instalação...3 4.1 Alimentação por pilha AAA 4.2 Alimentação pela entrada USB 5. Utilizando o Produto...5 6. Solução de Problemas...5

Leia mais

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO

INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO LipoFilter Mini INSTRUÇÕES DE UTILIZAÇÃO REFERÊNCIAS DAS PEÇAS APLICÁVEIS: Número REF h ASP-CAN-3S h ASP-CAN-3R h ASP-ADP-2 h ASP-ADP-3 Descrição LipoFilter Mini Seringa de aspiração

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO PINÇA PARA BIÓPSIA. (Nome técnico: Pinça para Biópsia)

MANUAL DO USUÁRIO PINÇA PARA BIÓPSIA. (Nome técnico: Pinça para Biópsia) MANUAL DO USUÁRIO Produto: PINÇA PARA BIÓPSIA (Nome técnico: Pinça para Biópsia) LER MANUAL DO USUÁRIO ANTES DE FAZER USO DO PRODUTO. PRODUTO NÃO ESTÉRIL. ESTERILIZAR ANTES DO USO. Não utilizar o produto

Leia mais

M-70-15-1316 (02) / 01-Apr-12. Instructions for Use ENGLISH. Instrucción de uso ESPAÑOL. Instrução de uso PORTUGUES

M-70-15-1316 (02) / 01-Apr-12. Instructions for Use ENGLISH. Instrucción de uso ESPAÑOL. Instrução de uso PORTUGUES M-70-15-1316 (02) / 01-Apr-12 Instructions for Use ENGLISH Instrucción de uso ESPAÑOL Instrução de uso PORTUGUES DESCRIPTION The structure of the dilation balloons can be divided into: Body of the balloon,

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. (ESTE MANUAL FOI ELABORADO COM BASE NA RESOLUÇÃO ANVISA RDC nº 185/01) Nome Técnico: Cânulas

INSTRUÇÕES DE USO. (ESTE MANUAL FOI ELABORADO COM BASE NA RESOLUÇÃO ANVISA RDC nº 185/01) Nome Técnico: Cânulas INSTRUÇÕES DE USO (ESTE MANUAL FOI ELABORADO COM BASE NA RESOLUÇÃO ANVISA RDC nº 185/01) Nome Técnico: Cânulas Nome Comercial: Cânula Venosa HLS com Revestimento Bioline, modelos: BE- PVS 1938, BE-PVS

Leia mais

Glaucoma. Types of Glaucoma. Risk Factors

Glaucoma. Types of Glaucoma. Risk Factors Glaucoma Glaucoma is an eye disease that can cause vision loss or blindness. With glaucoma, fluid builds up in the eye, which puts pressure on the back of the eye. This pressure injures the optic nerve

Leia mais

Total Knee Replacement

Total Knee Replacement Total Knee Replacement Total knee replacement is a surgery to replace worn or damaged parts of the knee joint. The surfaces of the diseased joint are removed and replaced with an artificial joint. This

Leia mais

Tecnologia de Conectores IV Sem Agulha

Tecnologia de Conectores IV Sem Agulha Tecnologia de Conectores IV Sem Agulha Escolhido por médicos e profissionais de controle de infecção duas vezes mais que qualquer outro Neutron Dispositivo de Permeabilidade do Cateter Sem Agulha NanoClave

Leia mais

Taking a Temperature

Taking a Temperature Taking a Temperature Body heat is measured by taking a temperature with a thermometer. An increase in temperature, called a fever, may be a sign of infection. The common scale used to measure body temperature

Leia mais

Sondas e Cateteres em 100% Silicone

Sondas e Cateteres em 100% Silicone B PF P Sondas e Cateteres em 100% Silicone CLASSE: I / II / III / IV Fabricado no Brasil 1113 BOTÃO PARA GASTROSTOMIA PERCUTÂNEA Cód. 3 TUBO DE EXTENSÃO PARA ALIMENTAÇÃO E DESCOMPRESSÃO DE BOTON Cód. TE3-03

Leia mais

Manual do usuário. Xperia P TV Dock DK21

Manual do usuário. Xperia P TV Dock DK21 Manual do usuário Xperia P TV Dock DK21 Índice Introdução...3 Visão geral da parte traseira do TV Dock...3 Introdução...4 Gerenciador do LiveWare...4 Como atualizar o Gerenciador do LiveWare...4 Utilização

Leia mais

MICROCAT PARA HYUNDAI INSTRUÇÕES PARA INSTALAÇÃO

MICROCAT PARA HYUNDAI INSTRUÇÕES PARA INSTALAÇÃO MICROCAT PARA HYUNDAI INSTRUÇÕES PARA INSTALAÇÃO O Microcat pode ser instalado para operar independentemente ou num ambiente de rede. As instalações do Microcat necessitam que um dongle (chave de segurança

Leia mais

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário

SmartDock for Xperia ion Manual do usuário SmartDock for Xperia ion Manual do usuário Índice Introdução...3 Visão geral do SmartDock...3 Carregando o SmartDock...3 Introdução...5 LiveWare manager...5 Como atualizar o LiveWare manager...5 Como selecionar

Leia mais

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido

SATA 3.5. hd:basic. hdd enclosure caixa externa para disco rígido SATA 3.5 hd:basic hdd enclosure caixa externa para disco rígido hd:basic USER S GUIDE SPECIFICATIONS HDD support: SATA 3.5 Material: Aluminium Input connections: SATA HDD Output connections: USB 2.0

Leia mais

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado

SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP. Know-how setorial e global pré-configurado SAP Best Practices Informações sobre disponibilidade e download para Clientes SAP e Parceiros SAP Know-how setorial e global pré-configurado Índice 1.Disponibilidade dos pacotes SAP Best Practices 2.Efetuar

Leia mais

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00038/2013-001 SRP

RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00038/2013-001 SRP 52121 - COMANDO DO EXERCITO 160322 - HOSPITAL CENTRAL DO EXERCITO/RJ RELAÇÃO DE ITENS - PREGÃO ELETRÔNICO Nº 00038/2013-001 SRP 1 - Itens da Licitação 1 - CUBA APARELHO - USO LABORATÓRIO EQUIPO DE INFUSÃO

Leia mais

ESTADO DE RORAIMA Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE

ESTADO DE RORAIMA Amazônia: Patrimônio dos Brasileiros SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE 1. OBJETO: 2.1. Eventual AQUISIÇÃO DE MATERIAL MÉDICO HOSPITALAR (sondas, cânulas, tubos e drenos), destinados a atender as Unidades de Saúde do Estado de Roraima, conforme descrição neste Termo de Referência.

Leia mais

hdd enclosure caixa externa para disco rígido

hdd enclosure caixa externa para disco rígido hdd enclosure caixa externa para disco rígido USER S GUIDE SPECIFICATONS HDD Support: SATA 2.5 Material: Aluminium and plastics Input connections: SATA HDD Output connections: USB 3.0 (up to 5.0Gbps)

Leia mais

Estágio de Doppler Clínica Universitária de Imagiologia Hospitais da Universidade de Coimbra

Estágio de Doppler Clínica Universitária de Imagiologia Hospitais da Universidade de Coimbra Doppler venoso dos membros inferiores Estágio de Doppler Clínica Universitária de Imagiologia g Hospitais da Universidade de Coimbra Filipa Reis Costa Interna complementar de Radiologia Hospital de S.

Leia mais

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001

TERMO DE ADJUDICAÇÃO. Item 0001 TERMO DE ADJUDICAÇÃO Às 14:06 horas do dia 13 de novembro de 2012, o Pregoeiro Oficial da Prefeitura Municipal de Novo Hamburgo, designado pela portaria 147/2011 após analise da documentação do Pregão

Leia mais

1. Dados Técnicos...3. 2. Utilização...3. 3. Local de Uso...3. 4. Validade...3. 5. Instruções de Uso...3. 6. Indicações de Segurança...

1. Dados Técnicos...3. 2. Utilização...3. 3. Local de Uso...3. 4. Validade...3. 5. Instruções de Uso...3. 6. Indicações de Segurança... SUMÁRIO PORTUGUÊS 1. Dados Técnicos...3 2. Utilização...3 3. Local de Uso...3 4. Validade...3 5. Instruções de Uso...3 6. Indicações de Segurança...4 7. Local de Uso...4 8. Manutenção...4 9. Resolução

Leia mais

Operação de Instalações Marítimas

Operação de Instalações Marítimas ENIDH, Abril 2011 Sumário 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo 1 Steering Gear 2 Bow Thrust 3 Propeller Servo Steering Gear System Comprises two identical hydraulic systems. Each system includes:

Leia mais

Retinal Tears and Detachment

Retinal Tears and Detachment Retinal Tears and Detachment retina The retina is the lining in the back of the inside of the eye. It sends messages to the brain so you can see. When the retina pulls away from the inside of the eye,

Leia mais

LCP128TM Sistema de Regulação e Comutação

LCP128TM Sistema de Regulação e Comutação eia atentamente CP128TM Sistema de egulação e Comutação Manual de instalação Índice Instruções passo a passo Página Passo 1: Dimensões do painel............................................................4

Leia mais

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation

DevOps. Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013. Accelerating Product and Service Innovation DevOps Carlos Eduardo Buzeto (@_buzeto) IT Specialist IBM Software, Rational Agosto 2013 1 O desenvolvedor O mundo mágico de operações Como o desenvolvedor vê operações Como operações vê uma nova release

Leia mais

A Merit Medical Systems, Inc. (NASDAQ: MMSI) tem

A Merit Medical Systems, Inc. (NASDAQ: MMSI) tem COMPONENTES DISPOSITIVOS POSSIBILIDADES A Merit Medical Systems, Inc. (NASDAQ: MMSI) tem projetado, fabricado e comercializado dispositivos médicos descartáveis para hospitais de todo o mundo há mais de

Leia mais

Sumário. Summary. Manual Técnico

Sumário. Summary. Manual Técnico Sumário 1. Instruções de Manuseio e Instalação... 2 1.1 Recebimento... 2 1.2 Armazenagem... 2 1.3 Transporte... 2 1.4 Manuseio... 2 1.5 Instalação... 2 1.6 Montagem... 2 1.7 Conexões elétricas... 3 1.8

Leia mais

Thor VM3. Guia rápido de introdução. Computador veicular. VM3-PTBR-QS Rev A 1/16

Thor VM3. Guia rápido de introdução. Computador veicular. VM3-PTBR-QS Rev A 1/16 Thor VM3 Computador veicular Guia rápido de introdução VM3-PTBR-QS Rev A 1/16 Componentes - Vista frontal P1 P8 P2 P9 P3 P10 P4 P11 P5 P12 P6 P13 P7 P14 LEDs do sistema Botão de Liga/Desliga LEDs de conexão

Leia mais

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil

DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Maracanãzinho Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr. Rio de Janeiro/RJ Brasil DATE July 04 th and 05 th, 2009. VENUE Ginásio Gilberto Cardoso Rua Professor Eurico Rabelo, S/Nr Rio de Janeiro RJ Brazil ORGANIZER Confederação Brasileira de Judô Aeroporto Internacional do Rio de Janeiro

Leia mais

TECHNO 35. Code: 600202SE. Thermostatic Flexi Shower Kit. technical specifications. Pack consists of:

TECHNO 35. Code: 600202SE. Thermostatic Flexi Shower Kit. technical specifications. Pack consists of: technical specifications Code: 600202SE TECHNO 35 Thermostatic Flexi Shower Kit Pack consists of: 1 x 600021SE Thermostatic Shower valve made up of: 1 x 35820SE Trim Set 1 x 3580012 Valve Rough 1 x 070

Leia mais

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410

APRESENTAÇÃO. ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 APRESENTAÇÃO ABNT CB-3 Comitê Brasileiro de Eletricidade Comissão de Estudo CE 03:064.01 Instalações Elétricas de Baixa Tensão NBR 5410 Instalações elétricas de baixa tensão NBR 5410:1997 NBR 5410:2004

Leia mais

Guia de Instalação Rápida TU2-H4PC H/W: V1

Guia de Instalação Rápida TU2-H4PC H/W: V1 Guia de Instalação Rápida TU2-H4PC H/W: V1 Table Índice of Contents Português... 1. Antes de Iniciar... 2. Como Instalar... 1 1 2 Troubleshooting... 4 Version 11.11.2008 1. Antes de Iniciar Conteúdo da

Leia mais

Vaccines for Your Children

Vaccines for Your Children Vaccines for Your Children Vaccines help prevent disease. Babies born in the United States may have their first vaccine right after birth. Future vaccines are given at well child check-ups with your child

Leia mais

USB Communication Kit Kit de Comunicación USB Kit de Comunicação USB SSW-06

USB Communication Kit Kit de Comunicación USB Kit de Comunicação USB SSW-06 Motors Energy Automation Coatings USB Communication Kit Kit de Comunicación USB Kit de Comunicação USB SSW-06 Installation Guide Guia de Instalación Guia de Instalação English / Español / Português Summary

Leia mais

Retrocomputação : do passado para o presente. Daniel Bauermann dbauermann@uol.com.br

Retrocomputação : do passado para o presente. Daniel Bauermann dbauermann@uol.com.br Retrocomputação : do passado para o presente Daniel Bauermann dbauermann@uol.com.br Agenda Retrocomputação Exemplos 712/60 Retrocomputação Da origem... Retro (latim) por detrás, atrás; (fig.) recuando,

Leia mais

USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 USPTO No. 15143095 WORK PLAN FOR IMPLEMENTATION OF THE UNITED STATES PATENT AND

Leia mais

Computador móvel Dolphin TM 6500. Guia Rápido de Instalação

Computador móvel Dolphin TM 6500. Guia Rápido de Instalação Computador móvel Dolphin TM 6500 Guia Rápido de Instalação Computador móvel Dolphin 6500 Conteúdo da caixa Verifique se a caixa de seu produto contém os seguintes itens: Computador móvel Dolphin 6500

Leia mais

Instalação do encosto. Recursos. Como usar os tubos adaptadores. Estrutura do produto. Sistema de Som

Instalação do encosto. Recursos. Como usar os tubos adaptadores. Estrutura do produto. Sistema de Som MANUAL Instalação do encosto Sistema de Som Recursos Disponível em preto, cinza Hastes de montagem ajustáveis para encaixe em qualquer assento Hastes ajustáveis a partir de 4 polegadas de distância a 8

Leia mais

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439

WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 Page 1 of 10 WATER MATTRESS MASSAGE SYSTEM 20439 CONTENTS Massage System with Controller Please note: the above image shows a white unit and a blue unit. The white unit is supplied inside the blue unit

Leia mais

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação

Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação Completing your Participant Agreement Como preencher o Contrato de Participação A quick-start guide for stock plan participants. Um guia rápido para participantes do plano de compra de ações. Your company

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX LITE

INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX LITE VERSÃO 1 INSTRUÇÕES DE USO MEPILEX LITE Nome técnico: Curativo Nome comercial: Mepilex Modelo: Mepilex Lite 6x8,5 cm, Mepilex Lite 10x10 cm, Mepilex Lite 15x15 cm ou Mepilex Lite 20x50 cm Verifique no

Leia mais

Sistema Cirúrgico Eletrotérmico 20S

Sistema Cirúrgico Eletrotérmico 20S DESDE 1957 Sistema Cirúrgico Eletrotérmico 20S Ponteiras de Desnervação por RF (Não Estéreis) Nome Técnico: Equipamento Cirúrgico de Alta Freqüência Código nº 1551600 INSTRUÇÕES DE USO Ivete Moon Responsável

Leia mais

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA.

COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. COMITÊ DO ESPECTRO PARA RADIODIFUSÃO - CER SPECTRUM DAY 16.08.2011 A REVISÃO DA REGULAMENTAÇÃO DO USO DA FAIXA DE 3,5 GHZ UMA NECESSIDADE COMPROVADA. PAULO RICARDO H. BALDUINO 0 Conteúdo 1. Introdução

Leia mais

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009

Laboratório 3. Base de Dados II 2008/2009 Laboratório 3 Base de Dados II 2008/2009 Plano de Trabalho Lab. 3: Programação em Transact-SQL MYSQL Referências www.mysql.com MICROSOFT SQL SERVER - Procedimentos do Lado do Servidor (Stored Procedures)

Leia mais

AVALIAÇÃO DO REFLUXO EM VEIAS SUPERFICIAIS NA CLÍNICA DA INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA DOS MEMBROS INFERIORES

AVALIAÇÃO DO REFLUXO EM VEIAS SUPERFICIAIS NA CLÍNICA DA INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA DOS MEMBROS INFERIORES 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 AVALIAÇÃO DO REFLUXO EM VEIAS SUPERFICIAIS NA CLÍNICA DA INSUFICIÊNCIA VENOSA CRÔNICA DOS MEMBROS INFERIORES Nathália Cabral Bergamasco¹; Amanda Sampaio

Leia mais

Microcat Authorisation Server (MAS ) Guia do utilizador

Microcat Authorisation Server (MAS ) Guia do utilizador Microcat Authorisation Server (MAS ) Guia do utilizador Índice Introdução... 2 Instalar o Microcat Authorisation Server (MAS)... 3 Configurar o MAS... 4 Opções de licença... 4 Opções de Internet... 5 Gestor

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. Parafuso Canulado Synthes. Parafuso Implantável. Responsável Técnico: Eng. Anselmo Ariza Quinelato CREA SP 157674/D

INSTRUÇÕES DE USO. Parafuso Canulado Synthes. Parafuso Implantável. Responsável Técnico: Eng. Anselmo Ariza Quinelato CREA SP 157674/D INSTRUÇÕES DE USO Parafuso Canulado Synthes Parafuso Implantável Fabricante: Synthes Indústria e Comércio Ltda Av. Pennwalt, 501 Rio Claro SP C.N.P.J. 58.577.370/0001-76 Inscr. Est. 587.077.032.113 Tel.

Leia mais

Epidural Pain Relief for Labor and Delivery

Epidural Pain Relief for Labor and Delivery Epidural Pain Relief for Labor and Delivery An epidural is often used for pain relief during labor and delivery. A small flexible tube is put in the lower back. Medicine is injected into the tube to provide

Leia mais

E-7.2.3.001 Rv-008 E-02/01/13

E-7.2.3.001 Rv-008 E-02/01/13 Implantes Página 1/7 l Português DESCRIÇÃO Os Implantes P-I Developed by P-I Brånemark apresentam todas as condições necessárias à ocorrência e permanência da Osseointegração. Os mais altos índices de

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones

MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual Manual de Instrucciones º 18 0 MEDIDOR ANGULAR LASER Laser Liner Meter Medidor Angular Laser MLL-102 *Imagem meramente ilustrativa. Only illustrative image. Imagen meramente ilustrativa. MANUAL DE INSTRUÇÕES Instructions Manual

Leia mais

MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL

MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL MODELO DE INSTRUÇÕES DE USO INSTRUMENTAL NÃO ARTICULADO NÃO CORTANTE NÃO ESTÉRIL DESCARTÁVEL (As informações aqui apresentadas são de caráter declaratório, podendo o texto final, ter formatação diferente)

Leia mais

NOME COMERCIAL: APLIC SERINGA DESCARTÁVEL RETRÁTIL COM AGULHA

NOME COMERCIAL: APLIC SERINGA DESCARTÁVEL RETRÁTIL COM AGULHA NOME COMERCIAL: APLIC SERINGA DESCARTÁVEL RETRÁTIL COM AGULHA 1.1. Descrição detalhada do produto médico, incluindo os fundamentos de seu funcionamento e sua ação: A Aplic Seringa Descartável Retrátil

Leia mais

Errata nº 001: PREGÃO/R.P. n 022/2009- PROCESSO nº 061/2009-A ANEXO I FOLHETO DESCRITIVO/PLANILHA DE PREÇOS LOTES 15 E 17 MARCAS APROVADAS

Errata nº 001: PREGÃO/R.P. n 022/2009- PROCESSO nº 061/2009-A ANEXO I FOLHETO DESCRITIVO/PLANILHA DE PREÇOS LOTES 15 E 17 MARCAS APROVADAS 1) Referente ao EDITAL: Errata nº 001: PREGÃO/R.P. n 022/2009- PROCESSO nº 061/2009-A ANEXO I FOLHETO DESCRITIVO/PLANILHA DE PREÇOS LOTES 15 E 17 MARCAS APROVADAS ONDE SE LÊ: LOTE N 15 15.1 12677 CATETER

Leia mais

ZINNANTI- MANIPULADOR UTERINO

ZINNANTI- MANIPULADOR UTERINO INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: ZINNANTI- MANIPULADOR UTERINO. Nome Comercial: ZINNANTI- MANIPULADOR UTERINO 4,5mm x 33cm. Registro ANVISA nº: 80160409010. DISTRIBUIDOR: BIOSAT PRODUTOS MÉDICOS E ODONTOLÓGICOS

Leia mais

CINTOS DE SEGURANÇA INSTRUÇÕES DE MONTAGEM (EN) SAFETY BELTS (ES) CINTURONES DE SEGURIDAD

CINTOS DE SEGURANÇA INSTRUÇÕES DE MONTAGEM (EN) SAFETY BELTS (ES) CINTURONES DE SEGURIDAD INSTRUÇÕES DE MONTAGEM (EN) INSTALL MOUNTING INSTRUCTIONS (ES) INSTRUCCIONES DE MONTAJE CINTOS DE SEGURANÇA (EN) SAFETY BELTS (ES) CINTURONES DE SEGURIDAD INSTRUÇÕES PARA O USO DO CINTO DE SEGURANÇA 1

Leia mais

TYPE-S. Thin and light protective keyboard case For Samsung GALAXY Tab S 10.5. Setup Guide

TYPE-S. Thin and light protective keyboard case For Samsung GALAXY Tab S 10.5. Setup Guide TYPE-S Thin and light protective keyboard case For Samsung GALAXY Tab S 10.5 Setup Guide TYPE-S Thin and light protective keyboard case For Samsung GALAXY Tab S 10.5 Contents Português 59 www.logitech.com/support/type-s

Leia mais

Caracterização dos servidores de email

Caracterização dos servidores de email Caracterização dos servidores de email Neste documento é feita a modulação de um servidor de email, com isto pretende-se descrever as principais funcionalidades e características que um servidor de email

Leia mais

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT

Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Manual de Apresentação de Dados REACH-IT Parte 16 - Pedidos de Anexo I: Instruções para o modelo de documento justificativo de pedido de Versão 1.0 Página 1 de 7 Instruções Na IUCLID, por cada informação

Leia mais

SRW 01-HMI. Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota. Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação. English / Español / Português

SRW 01-HMI. Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota. Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação. English / Español / Português Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Remote Keypad (HMI) HMI Remoto HMI Remota SRW 01-HMI Installation Guide Guía de Instalación Guia de Instalação English / Español / Português

Leia mais

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH

ÍNDICE PORTUGUÊS INDEX ENGLISH ÍNDICE PORTUGUÊS 1. Características... 2 2. Conteúdo da Embalagem... 3 3. Como usar o Receptor de TV Digital... 3 4. Tela de Vídeo... 6 5.Requisitos Mínimos... 6 6. Marcas Compatíveis... 8 INDEX ENGLISH

Leia mais

Guia de Instalação Rápida TU2-P2W H/W: V1.0R

Guia de Instalação Rápida TU2-P2W H/W: V1.0R Guia de Instalação Rápida TU2-P2W H/W: V1.0R Table Índice of Contents Português... 1. Antes de Iniciar... 2. Como Instalar... 3. Funções do Produto... 4. Especificações Técnicas... Troubleshooting... 1

Leia mais

DEKOMPRESSOR Sonda para Discectomia Percutânea e Acessórios

DEKOMPRESSOR Sonda para Discectomia Percutânea e Acessórios DEKOMPRESSOR Sonda para Discectomia Percutânea e Acessórios Nome Técnico: Aparelho de Sucção de Baixa Potencia Código: 1171050 INSTRUÇÕES DE USO Julio Cezar Alvarez Responsável Legal Sérgio Alcântara Madeira

Leia mais

Memory Module MMF-02. Modulo de Memoria MMF-02. Módulo de Memória MMF-02 CFW70X

Memory Module MMF-02. Modulo de Memoria MMF-02. Módulo de Memória MMF-02 CFW70X Motors Automation Energy Transmission & Distribution Coatings Memory Module MMF-02 Modulo de Memoria MMF-02 Módulo de Memória MMF-02 CFW70X Installation, Configuration and Operation Guide Guía de Instalación,

Leia mais

3 Ranger Pressure Infusor Model 145 Operator s Manual. Português 219

3 Ranger Pressure Infusor Model 145 Operator s Manual. Português 219 3 Ranger Pressure Infusor Model 145 Operator s Manual Português 219 Índice Secção 1: Assistência Técnica e Pedidos de Encomendas 223 Assistência Técnica 223 E.U.A. 223 Pedidos de Encomendas 223 E.U.A.

Leia mais

Voyager 1202g. Guia Rápido de Instalação. Leitor laser sem fio de feixe único. VG1202-BP-QS Rev A 10/11

Voyager 1202g. Guia Rápido de Instalação. Leitor laser sem fio de feixe único. VG1202-BP-QS Rev A 10/11 Voyager 1202g Leitor laser sem fio de feixe único Guia Rápido de Instalação VG1202-BP-QS Rev A 10/11 Nota: Consulte o guia do usuário para obter informações sobre a limpeza do dispositivo. Introdução Desligue

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. Sistema para Fixação Intramedular. Sistema para Fixação Intramedular para Fêmur com Bloqueio Misto. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3

INSTRUÇÕES DE USO. Sistema para Fixação Intramedular. Sistema para Fixação Intramedular para Fêmur com Bloqueio Misto. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: Nome Comercial: Sistema para Fixação Intramedular Fabricante: Distribuidor: Synthes GmbH Synthes GmbH Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 CH 4436 Oberdorf CH 4436 Oberdorf Switzerland

Leia mais

Dell Inspiron 14R Manual do proprietário

Dell Inspiron 14R Manual do proprietário Dell Inspiron 14R Manual do proprietário Modelo do computador: Inspiron 5420/7420 Modelo regulamentar: P33G Tipo regulamentar: P33G001 Notas, Avisos e Advertências NOTA: Uma NOTA indica informações importantes

Leia mais

Arado em V HD Martin. Manual do Operador M3201P

Arado em V HD Martin. Manual do Operador M3201P Arado em V HD Martin Manual do Operador M3201P Importante POR MEIO DESTE DOCUMENTO, A MARTIN ENGINEERING RENUNCIA QUALQUER RESPONSABILIDADE POR: DANOS CAUSADOS PELA CONTAMINAÇÃO DO MATERIAL; O USUÁRIO

Leia mais

SONDAS DILATADORAS AMPLATZ ENDOMASTER

SONDAS DILATADORAS AMPLATZ ENDOMASTER SONDAS DILATADORAS AMPLATZ ENDOMASTER Dilatadores Manual do Usuário Sondas Dilatadoras Amplatz EndoMaster Rev.00 E-MED PRODUTOS MÉDICO-HOSPITALARES LTDA. Rua André de Leão, 77 - CEP 04762-030 Vila Socorro

Leia mais

Manual do Usuário. Plataforma Vibratória Profissional CV9

Manual do Usuário. Plataforma Vibratória Profissional CV9 Manual do Usuário Plataforma Vibratória Profissional CV9 CONTEÚDO DO MANUAL PRECAUÇÕES DE SEGURANÇA ETAPAS DE MONTAGEM AVISOS E INSTALAÇÃO DO PRODUTO OPERAÇÃO DO CONSOLE INSTRUÇÕES DE OPERAÇÃO Obrigado

Leia mais

Manual de Instruções

Manual de Instruções Manual de Instruções Kit de Instrumental para Cirurgia do Túnel do Carpo VOLMED Nome Técnico: KIT CIRÚRGICO Fabricante: VOLMED BRASIL EQUIPAMENTOS LTDA -ME AV. SÃO GABRIEL, 291 JD. PAULISTA CEP: 13574-540

Leia mais

A lavagem de mãos é um procedimento indispensável em todos os procedimentos relacionados a terapia intravenosa.

A lavagem de mãos é um procedimento indispensável em todos os procedimentos relacionados a terapia intravenosa. A lavagem de mãos é um procedimento indispensável em todos os procedimentos relacionados a terapia intravenosa. Projeto coordenado por Profa. Dra. Denise Costa Dias 1. Selecionar a veia e os materiais

Leia mais

2 - to raise awareness of the nature, extent, complexity and consequences of misuse of alcohol and other drugs occorring among doctors

2 - to raise awareness of the nature, extent, complexity and consequences of misuse of alcohol and other drugs occorring among doctors Working Group on the Misuse of Alcohol and Other Drugs by Doctor - British Medical Association - 1998 Ênfase : "...the protection of patients by recognising and dealing firmly and fairly with dysfunctional

Leia mais

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com

DEPARTMENT NAME. Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com Aluízio Felix Eng. de Minas Mine Services felix@mmsi.com 2011 2011 Modular Modular 2011 Modular Mining Mining Mining Systems, Systems, Systems, IncInc. Inc Legal Notice The contents of these materials

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 PRODUTO NÃO ESTÉRIL CE 0123

INSTRUÇÕES DE USO. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 PRODUTO NÃO ESTÉRIL CE 0123 INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: Nome Comercial: Sistema para Fixação da Coluna Vertebral Sistema de Fixação Rígida de Placas Especiais para Coluna Tóraco Lombar Anterior Fabricante: Distribuidor: Synthes

Leia mais

STDs (Sexually Transmitted Diseases)

STDs (Sexually Transmitted Diseases) STDs (Sexually Transmitted Diseases) STDs are also called venereal diseases. They are caused by germs that live on the skin or in body fluids such as semen, vaginal fluid or blood. The germs are passed

Leia mais

Magnetic Charging Dock

Magnetic Charging Dock Manual do usuário Magnetic Charging Dock Índice Introdução...3 Carregamento facilitado...3 Utilizando a Plataforma de carregamento magnética...4 Utilizando os apoios...4 Carregando seu celular...4 Informações

Leia mais

IBDoc teste de Calprotectina

IBDoc teste de Calprotectina IBDoc teste de Calprotectina Instruções de uso Doentes e utilizadores LF-IBDOC8 8 testes Versão 2.0: 25-03-2015 BÜHLMANN Laboratories AG Telefone +41 61 487 12 12 Baselstrasse 55 Pedidos por fax +41 61

Leia mais

QuickScan I QBT2131 Leitor de Mão 1D Sem Fio de Melhor Custo Benefício

QuickScan I QBT2131 Leitor de Mão 1D Sem Fio de Melhor Custo Benefício QuickScan I QBT2131 Leitor de Mão 1D Sem Fio de Melhor Custo Benefício Agosto 2015 QuickScan 1D Sem Fio Alto Valor Agregado Tarefa Desafiadora Possuir o melhor custo benefício Alta performance de leitura

Leia mais

Sistema de Encosto ROHO AGILITY - Estrutura Fixa

Sistema de Encosto ROHO AGILITY - Estrutura Fixa PORTUGUÊS Sistema de Encosto ROHO AGILITY - Estrutura Fixa Este documento fornece informações específicas para a Estrutura Fixa do Sistema de Encosto ROHO AGILITY e é oferecido como um suplemento do Manual

Leia mais

Cirurgia Robótica. Enfermeiro Rodrigo Pinheiro Clinical Sales Manager

Cirurgia Robótica. Enfermeiro Rodrigo Pinheiro Clinical Sales Manager Cirurgia Robótica Enfermeiro Rodrigo Pinheiro Clinical Sales Manager Décadas de mudanças na formação cirúrgica 1950 1960 1970 1980 1990 2000 Anfiteatros Cirúrgicos Cirurgia Experimental Indústria de pesquisa

Leia mais

O Dispositivo Neutron para Permeabilidade do Cateter é a última inovação da empresa que criou o mercado de conectores IV seguros.

O Dispositivo Neutron para Permeabilidade do Cateter é a última inovação da empresa que criou o mercado de conectores IV seguros. O Dispositivo Neutron para Permeabilidade do Cateter é a última inovação da empresa que criou o mercado de conectores IV seguros. Neutron 2011 Com a introdução do Neutron, a ICU Medical, Inc. segue com

Leia mais

Kofax. Desktop 2.0. Guia de Instalação 10300950-000

Kofax. Desktop 2.0. Guia de Instalação 10300950-000 Kofax Desktop 2.0 Guia de Instalação 10300950-000 2009-2010 Kofax, Inc., 15211 Laguna Canyon Road, Irvine, California 92618, U.S.A. All rights reserved. Use is subject to license terms. Third-party software

Leia mais

Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido

Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido Instruções Lista de Peças ALTA PRESSÃO Reservatórios de Compensação e Filtros de Líquido Para a redução da compensação de líquido e para a filtragem de materiais de acabamento. Instruções de segurança

Leia mais

PRODUTOS PARA CUIDADOS INTENSIVOS. Cannon II Plus. Cateter de Hemodiálise Crónica

PRODUTOS PARA CUIDADOS INTENSIVOS. Cannon II Plus. Cateter de Hemodiálise Crónica PRODUTOS PARA CUIDADOS INTENSIVOS Cannon II Plus Cateter de Hemodiálise Crónica Para Usuários A Rapidez e a Precisão são a essência do Cannon II Plus. O primeiro cateter de hemodiálise crónica de tunelização

Leia mais

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO

SABADOR. Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD. Professora de Clínica Médica da UNIRIO SABADOR Prevenção Primária: em quem devemos usar estatina e aspirina em 2015? Apresentadora: Renée Sarmento de Oliveira Membro da equipe de Cardiologia/Coronária HBD Professora de Clínica Médica da UNIRIO

Leia mais

(As informações aqui apresentadas são de caráter declaratório, podendo o texto final, ter formatação diferente)

(As informações aqui apresentadas são de caráter declaratório, podendo o texto final, ter formatação diferente) Página 1 MODELO DE INSTRUÇÃO DE USO EQUIPO DESCARTÁVEL DE CIRCULAÇÃO ASSISTIDA SMITH & NEPHEW PARA O ACCESS 15 (As informações aqui apresentadas são de caráter declaratório, podendo o texto final, ter

Leia mais

User s Manual ENGLISH. Manual del Usuario ESPAÑOL. Manual do Usuário PORTUGUES

User s Manual ENGLISH. Manual del Usuario ESPAÑOL. Manual do Usuário PORTUGUES User s Manual ENGLISH M-70-15-0862(02) Manual del Usuario ESPAÑOL Manual do Usuário PORTUGUES USER MANUAL DESCRIPTION PLEASE NOTE! This product is packed sterile (ETO sterilization) and intended for disposal

Leia mais

TUBOS SEM COSTURA (a) barra circular sob compressão diametral; (b) cavidade axial formada no centro da barra; (c) ilustração de um laminador perfurador. Vista das barras ao final do arco circular

Leia mais

User Guide Manual de Utilizador

User Guide Manual de Utilizador 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE User Guide Manual de Utilizador 2014 1Life Simplify it All rights reserved. www.1-life.eu 2 2400 DPI OPTICAL GAMING MOUSE ENGLISH USER GUIDE...4 MANUAL DE UTILIZADOR PORTUGUÊS...18

Leia mais

INSTRUÇÕES DE USO. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 PRODUTO NÃO ESTÉRIL PROIBIDO REPROCESSAR CE 0123

INSTRUÇÕES DE USO. Eimattstrasse 3 Eimattstrasse 3 PRODUTO NÃO ESTÉRIL PROIBIDO REPROCESSAR CE 0123 INSTRUÇÕES DE USO Nome Técnico: Nome Comercial: Sistema Implantável para Osteossíntese Dispositivo para Fixação da Calota Cranial Fabricante: Distribuidor: Synthes Synthes Eimattstrasse 3 Eimattstrasse

Leia mais

Uso do ADOBE CONNECT 8 Add-in for IBM Lotus Notes

Uso do ADOBE CONNECT 8 Add-in for IBM Lotus Notes Uso do ADOBE CONNECT 8 Add-in for IBM Lotus Notes Copyright 2010 Adobe Systems Incorporated and its licensors. All rights reserved. Uso do Adobe Connect 8 Add-in for IBM Lotus Notes This user guide is

Leia mais

Norberto Mateos Carrascal Diretor Territorial para o Sul da Europa Intel Corporation

Norberto Mateos Carrascal Diretor Territorial para o Sul da Europa Intel Corporation Norberto Mateos Carrascal Diretor Territorial para o Sul da Europa Intel Corporation O mundo está diferente Consumidores Educação Shopping a a Viagens Comunicação a a Indústrias estabelecidas num Século

Leia mais

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01

GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 GUIA DE INSTALAÇÃO DO SUPORTE PARA VEÍCULO CRD TC7X CVCD1 01 2 Suporte para Veículo CRD-TC7X-CVCD1-01 A Zebra reserva o direito de fazer alterações em qualquer produto para melhorar a confiabilidade, as

Leia mais