Novidades Trabalhistas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Novidades Trabalhistas"

Transcrição

1 Novidades Trabalhistas Acerto rescisório, demora na liberação da guia do seguro-desemprego e ausência de punição gradativa são os temas tratados nessa quinzena e que merecem atenção das empresas. Veja mais detalhes. Lilian Knupp Pettersen AAA/SP - 1. Acerto rescisório envolve além do pagamento das verbas rescisórias, a entrega das guias TRCT e CD/SD e homologação O acerto rescisório é um ato complexo que, para seu aperfeiçoamento, exige não apenas o pagamento das parcelas rescisórias no prazo legalmente previsto, mas também a emissão e entrega das guias TRCT e CD/SD, a fim de que o trabalhador possa usufruir dos benefícios referentes ao saque do fundo de garantia por tempo de serviço e o seguro desemprego, se for o caso. Foi esse o entendimento da MM. Juíza da 4ª Vara do Trabalho de Juiz de Fora/MG ao apreciar o pedido de um trabalhador que entendia fazer jus ao pagamento da multa do art. 477, 8º, CLT. O reclamante afirmou ter sido dispensado em 14/03/2012, mas sua rescisão somente teria sido homologada em 12/04/2012. Lado outro, a reclamada alegou ter efetuado o depósito da importância rescisória dentro do prazo estabelecido pelo art. 477, 6º, CLT e somente a homologação da rescisão ocorreu fora da data limite, por indisponibilidade de horário do próprio sindicato. Mesmo com a comprovação de que o acerto rescisório foi efetuado no prazo legal, dia 21/03/2012, o TRTC acusou homologação rescisória apenas em 12/04/12, como noticiado pelo reclamante. Em seu julgamento, a magistrada afirmou que:

2 A quitação rescisória trata-se de ato complexo, que demanda a homologação perante o sindicato de classe, bem como a entrega da documentação pertinente, não se exaurindo com o pagamento das verbas devidas. Ainda mais quando se imagina que o empregado dispensado sem justa causa, que é o caso dos autos, pode ficar meses à espera dos valores fundiários depositados acrescidos da multa de 40% e do seguro desemprego. Outra decisão nesse sentido do Tribunal Regional Trabalho 3ª Região, determina o pagamento da penalidade imposta no 8º do art. 477 da CLT quando não há a entrega das guias, a saber: ACERTO RESCISÓRIO - ATO COMPLEXO - MULTA DO 8º DO ART. 477 DA CLT. O acerto rescisório é ato complexo, que exige não só o pagamento das verbas rescisórias dentro do prazo legal, como também a emissão de todas as guias (TRCT - cód. 01; CD/SD) para que o trabalhador possa usufruir de outros benefícios, como o saque do FGTS e o seguro-desemprego. De acordo com o art. 477, 1º, da CLT, o recibo de quitação firmado por empregado com mais de um ano de serviço só será válido quando feito com a assistência do respectivo Sindicato ou perante a autoridade do Ministério do Trabalho. E, nos termos do 4º do mesmo artigo, o pagamento a que fizer jus o empregado será efetuado no ato da homologação da rescisão do contrato de trabalho. É por essa razão que o art. 477, 6º, da CLT, fala não apenas em pagamento das verbas rescisórias, mas também no instrumento de rescisão ou recibo de quitação. Somente cumprindo a obrigação por completo é que o empregador se exime da penalidade. Não o tendo feito, incide a penalidade do art. 477, 8º, da CLT.(SIC

3 RO. Rel. Des. Heriberto de Castro. DEJT 09/06/2010). 2. Demora na liberação das guias do seguro-desemprego gera direito à indenização substitutiva De acordo com o art. 2º, I, Lei nº 7.998/90, a parcela do seguro-desemprego visa garantir a sustento do trabalhador que é dispensado sem justa causa durante o período em que ficará à margem do mercado de trabalho. A obtenção do benefício deve se dar logo após a dispensa sem justa causa, que é quando ele se faz necessário. Diante disso, a 5ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região reconheceu a um motorista o direito à indenização substitutiva do seguro-desemprego, vez que as guias para o recebimento do benefício não foram liberadas pelo empregador no momento oportuno. EMENTA: SEGURO-DESEMPREGO INDENIZAÇÃO SUBSTITUTIVA. As parcelas relativas ao seguro-desemprego tem, a teor do disposto no artigo 2º, I, da Lei nº 7.998/90, o escopo de garantir a subsistência do trabalhador que é dispensado sem justa causa durante o período em que ficar à margem do mercado de trabalho, sem exercer uma nova atividade remunerada, contexto tal em que há de se considerar que a obtenção do benefício deve se dar logo após a dispensa sem justa causa, pois é neste momento que surge a necessidade do recebimento do benefício, na medida em que, cessado o trabalho, o trabalhador deixa de receber o salário, sua fonte básica de sobrevivência. Não se pode perder de vista, ainda, que a entrega tardia das guias é absolutamente inócua, na medida em pelo empregador da guia necessária para o recebimento do seguro-desemprego dá origem ao direito à indenização. Agravo de petição a que se dá provimento para determinar a inclusão, nos cálculos de

4 liquidação, dos valores relativos às parcelas do segurodesemprego. que, consoante o disposto no artigo 14 da Resolução nº 467 do CODEFAT, o referido benefício deve ser postulado em até 120 dias após a demissão (artigo 7º, I, da Lei nº 7.998/90), e não contado de eventual trânsito em julgado de decisão judicial. Assim, uma vez não liberadas as guias do seguro-desemprego no momento oportuno, qual seja, logo após a dispensa, o trabalhador ficará impedido de receber as parcelas correspondentes ao benefício, razão pela qual deve o empregador ser responsabilizado pelo pagamento de indenização correspondente ao valor não recebido pelo autor por culpa exclusiva da empresa (dano emergente). Incide, na espécie, o entendimento consubstanciado na Súmula nº 389, item II, do Col. TST, segundo a qual O não-fornecimento pelo empregador da guia necessária para o recebimento do seguro-desemprego dá origem ao direito à indenização. Agravo de petição a que se dá provimento para determinar a inclusão, nos cálculos de liquidação, dos valores relativos às parcelas do seguro-desemprego.(trt-3. RO Rel. Des. Júlio Bernardo do Carmo. Julgamento: 12/08/2013) O motivo da dispensa do reclamante foi discutido no processo e o autor conseguiu fazer prevalecer seu entendimento de que não havia motivo para a justa causa que lhe foi aplicada. A dispensa foi reconhecida como sendo sem justa causa e, na sentença, a empresa de ônibus foi condenada ao pagamento das parcelas devidas, bem como entrega das guias do seguro-desemprego. Entretanto, essas guias foram disponibilizadas quase três anos após a dispensa.

5 Para o magistrado, cabe à reclamada comprovar que o benefício havia sido quitado. Principalmente diante da afirmação do reclamante de que a negativa de concessão pelo Ministério do Trabalho se deu por terem sido extrapolados os 120 dias para abertura do processo administrativo, resposta que não foi formalizada, já que o órgão apenas devolveu os documentos ao reclamante. Com base no exposto, o relator entendeu ser devida a indenização postulada, entendimento que foi acompanhado pelos demais julgadores. 3. Ausência de punição gradativa descaracteriza a demissão por justa causa A 8ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região não acolheu o recurso ordinário da reclamada que pretendia reformar a decisão do juízo da 1ª instância que não havia reconhecido a justa causa na demissão da trabalhadora. No processo, a empresa qualificou como negligente a conduta da funcionária que faltou ao trabalho de forma reiterada. EMENTA:1) DESÍDIA FALTAS REITERADAS DO EMPREGADO AO TRABALHO AUSÊNCIA DE PUNIÇÃO OU IMPOSIÇÃO DE COMINAÇÕES SEM SUPORTE GRADATIVO POR PARTE DO EMPREGADOR, ATÉ A APLICAÇÃO DA PENA MÁXIMA DESCUMPRIMENTO PATRONAL COM AS DIRETRIZES CONSTITUCIONAIS RELATIVAS À FUNÇÃO SOCIAL DA EMPRESA JUSTA CAUSA NÃO CARACTERIZADA. Alegada em Juízo pelo empregador a desídia de seu subordinado para com seus afazeres, derivada de diversas faltas ao trabalho ocorridas no contrato de trabalho, necessária a constatação do acompanhamento patronal do caso, com a prática de medidas para evitar a perpetração dos atos impróprios pelo trabalhador. Mais do que a figura capitalista e empreendedora a que estão afetas as pessoas jurídicas empregadoras na atualidade, a norma consolidada, em uma interpretação teleológica, impõe-lhes obrigação das mais

6 relevantes em um conceito social amplo, a condução da vida profissional de seus subordinados, calcada na efetiva educação e promoção do bem-estar no ambiente laborativo. Trata-se de uma das vertentes do princípio da função social da empresa. Assim, antes de se atingir a situação da quebra de confiança, cabe aos empregadores propiciar oportunidades de ressocialização profissional do empregado desorientado, principalmente quando a atitude imprópria deriva de atrasos e ausência ao trabalho. Nesse contexto, não se presume a desídia, nem se caracteriza a justa causa. (TRT-2ª Região RO: Relator: Rovirso A. Boldo) Configurada a omissão patronal com os atos faltosos reiterados da reclamante impossibilita o reconhecimento de desídia. Dessa forma, não havendo a aplicação gradativa das penalidades previstas em lei, ficou descaracterizada a aplicação da punição máxima, afastando-se, assim, o reconhecimento do pedido da empresa de dispensa por justa causa.

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Acórdão 10ª Turma INDENIZAÇÃO. DANO MORAL. ATRASO NA ENTREGA DAS GUIAS DO FGTS E SEGURO- DESEMPREGO. A demora injustificada na entrega das guias do FGTS e do Seguro- Desemprego, feita ultrapassado o decêndio

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-156300-95.2009.5.01.0074. A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/asd/eo/h/j

PROCESSO Nº TST-RR-156300-95.2009.5.01.0074. A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/asd/eo/h/j A C Ó R D Ã O (4.ª Turma) GMMAC/r4/asd/eo/h/j RECURSO DE REVISTA. DISPENSA POR JUSTA CAUSA. QUITAÇÃO DE VERBAS RESCISÓRIAS. PRAZO. ART. 477, 6.º, ALÍNEA B, DA CLT. AFASTAMENTO DA MULTA. De acordo com o

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO A C Ó R D Ã O 3ª T U R M A PODER JUDICIÁRIO FEDERAL MEMBRO DE CONSELHO CONSULTIVO. ESTABILIDADE. DESCABIMENTO. Não faz jus à estabilidade sindical o empregado eleito pelo órgão consultivo da entidade,

Leia mais

Acórdão 8a Turma. V O T O CONHECIMENTO Conheço do recurso, eis que atendidos os requisitos de admissibilidade.

Acórdão 8a Turma. V O T O CONHECIMENTO Conheço do recurso, eis que atendidos os requisitos de admissibilidade. Acórdão 8a Turma PROCESSO: 0112000-70.2006.5.01.0521 RTOrd PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Edith Maria Correa Tourinho Av. Presidente Antonio

Leia mais

DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO

DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO Autora: Idinéia Perez Bonafina Escrito em julho/2015 DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO 1. DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO O presente artigo abordará os direitos do trabalhador

Leia mais

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE CURITIBA PR Tomi Lee Gando, brasileiro, casado, técnico eletricista, portador de CTPS n. 01010, série 010, inscrito no PIS sob o n. 010.010.010-10

Leia mais

Vistos, relatados e discutidos, DECIDE-SE RELATÓRIO

Vistos, relatados e discutidos, DECIDE-SE RELATÓRIO AGRAVANTE: AGRAVADO: VIAÇÃO PEDRA AZUL LTDA. DEIVERSON CLEI MARTINS EMENTA: OBRIGAÇÃO DE FAZER. UTILIZAÇÃO DE PROTOCOLO INTEGRADO. ASTREINTES. O local de cumprimento das obrigações de fazer, como restou

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Funcionário Preso

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Funcionário Preso Funcionário Preso 15/04/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Legislação... 3 3.1 Informação Sefip... 5 4. Conclusão... 6 5. Referências...

Leia mais

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3

Ponto 1. Ponto 2. Ponto 3 DIREITO DO TRABALHO PEÇA PROFISSIONAL Ponto 1 Pedro ingressou com reclamação trabalhista contra o estado de São Paulo para ver reconhecido o vínculo de emprego entre ambos, ainda que não tenha havido prévia

Leia mais

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO

PROCESSO: 0001148-91.2010.5.01.0018 RO Acórdão 4ª Turma REDUÇÃO DE AULAS FALTA DE COMPROVAÇÃO DE DIMINUIÇÃO DE ALUNOS A alegação de redução de alunos que justifique a diminuição de aulas, in casu, não foi comprovada. Como pode ser observado

Leia mais

Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01)

Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01) HOMOLOGNET Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01) Portaria Nº 1.620, de 14/07/2010: Institui o sistema Homolognet; Portaria Nº 1.621, de 14/07/2010: Aprova modelos de TRCT e Termos de Homologação; Instrução

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso CONTRATO DE TRABALHO Empregado Preso Muitas dúvidas surgem quando o empregador toma conhecimento que seu empregado encontra-se preso. As dúvidas mais comuns são no sentido de como ficará o contrato de

Leia mais

PROCESSO: 0001201-08.2011.5.01.0028 - RTOrd

PROCESSO: 0001201-08.2011.5.01.0028 - RTOrd ACÓRDÃO 9ª Turma PROCESSO: 0001201-08.2011.5.01.0028 - RTOrd MUDANÇA DE REGIME. CLT PARA ESTATUTÁRIO. VERBAS RESILITÓRIAS. A mudança do regime jurídico que não importa em desligamento definitivo, não implica

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região PROCESSO TRT/SP Nº 0002803-60.2014.5.02.0041-3ª TURMA RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTES: 1. ANA FAUSTA DOS SANTOS RODRIGUES 2. CENTRO SALESIANO DE DESENVOLVIMENTO E PROFISSIONAL RECORRIDAS: AS MESMAS ORIGEM:

Leia mais

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório.

R E L A T Ó R I O A EXMA. SRA. DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA BARBOSA MAGGI (RELATORA CONVOCADA): É o relatório. APELAÇÃO / REEXAME NECESSÁRIO 6263 - PE (20088300010216-6) PROC ORIGINÁRIO : 9ª VARA FEDERAL DE PERNAMBUCO R E L A T Ó R I O A EXMA SRA DESEMBARGADORA FEDERAL NILCÉA MARIA (RELATORA CONVOCADA): Trata-se

Leia mais

EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE

EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE EXMO. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE José, nacionalidade, estado civil, profissão, RG, CPF, CTPS, PIS, residente e domiciliado na, vem, respeitosamente, perante V. Exa., por meio de seu advogado,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 3ª Turma

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 3ª Turma metricconverterpr oducti D03 a03 a. Turma f ls. f unc. PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO 3ª Turma PROCESSO TRT Nº 0002355-85.2013.5.02.0441 RECURSO ORDINÁRIO DA 01ª VARA DO TRABALHO

Leia mais

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO.

COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. COMISSÃO DE TRABALHO, DE ADMINISTRAÇÃO E SERVIÇO PÚBLICO. PROJETO DE LEI N o 5.678, DE 2013. Acrescenta parágrafo ao art. 477 da Consolidação das Leis do Trabalho, aprovada pelo Decreto-lei nº 5.452, de

Leia mais

S E N T E N Ç A JOSÉ. 3ª Vara do Trabalho de São José RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 - Sentença - p. 1

S E N T E N Ç A JOSÉ. 3ª Vara do Trabalho de São José RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 - Sentença - p. 1 3ª VARA DO TRABALHO DE SÃO JOSÉ - SC TERMO DE AUDIÊNCIA RTOrd 0000307-11.2012.5.12.0054 Aos 17 dias do mês de abril do ano de dois mil e doze, às 17h57min, na sala de audiências da, por ordem da Exma.

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XVII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Você foi procurado pelo Banco Dinheiro Bom S/A, em razão de ação trabalhista nº XX, distribuída para a 99ª VT de Belém/PA, ajuizada pela ex-funcionária Paula, que

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE(S): RECORRIDO(S): SOCIEDADE MINEIRA DE CULTURA AUGUSTO SILVA EMENTA: ESTABILIDADE DECENAL. OPÇÃO PELO REGIME DO FGTS. PERÍODO ANTERIOR À OPÇÃO. INDENIZAÇÃO. DIREITO ADQUIRIDO. A opção pelo regime

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO POR PERÍODO INDETERMINADO DE ESTRANGEIRO PROFISSIONAL NÃO TÉCNICO / ESPECIALISTA

CONTRATO DE TRABALHO POR PERÍODO INDETERMINADO DE ESTRANGEIRO PROFISSIONAL NÃO TÉCNICO / ESPECIALISTA Avenida Paulista 2006, 16º andar 01312-200 São Paulo, SP Brasil Telefone: (+55 11) 32 97 31 21 Fax: (+55 11) 32 97 31 17 Cabinet Chantereaux 22, Place du Général Catroux 75017 Paris FRANCE téléphone: (+33)

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL OAB PADRÃO DE RESPOSTAS PEÇA PROFISSIONAL Contratado pela empresa Clínica das Amendoeiras, em razão de uma reclamação trabalhista proposta em 12.12.2012 pela empregada Jussara Péclis (número 1146-63.2012.5.18.0002,

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO PODER JUDICIÁRIO FEDERAL JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 1ª REGIÃO Gab Des Rildo Albuquerque Mousinho de Brito Avenida Presidente Antonio Carlos 251-10º andar - Gab.17 Castelo Rio

Leia mais

Petições Trabalhistas 3.0

Petições Trabalhistas 3.0 Contestações 1. Contestação - ação de cobrança de contribuição sindical 2. Contestação - ação rescisória trabalhista 3. Contestação - adicional de insalubridade - limpeza de banheiro - empresa 4. Contestação

Leia mais

Contrato de Facção não é Terceirização

Contrato de Facção não é Terceirização Contrato de Facção não é Terceirização A jurisprudência do Tribunal Superior do Trabalho tem distinguindo com bastante clareza o contrato de facção (que fragmenta a produção delegando a sua execução a

Leia mais

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma

RECURSO ORDINÁRIO TRT/RO - 0033300-35.2009.5.01.0017 - RTOrd A C Ó R D Ã O 4ª Turma Convenção coletiva. SESI O SESI não é representado por sindicato de hospitais e estabelecimentos de serviços de saúde, sendo entidade cuja atividade preponderante é orientação e formação profissional.

Leia mais

Atualizações Trabalhistas

Atualizações Trabalhistas Atualizações Trabalhistas Aviso-prévio não pode ser suprimido por norma coletiva, suplente de Conselho Fiscal tem estabilidade sindical e empregado pago para não trabalhar deve ser indenizado por assédio

Leia mais

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º,

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º, 13º SALARIO Trabalhadores beneficiados Farão jus ao recebimento do 13º salário os seguintes trabalhadores: a) empregado - a pessoa física que presta serviços de natureza urbana ou rural à empresa, em caráter

Leia mais

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de

V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de RECURSO ORDINÁRIO, provenientes da CURITIBA - PR, em que é Recorrente V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de 13ª VARA DO TRABALHO DE SINEEPRES SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE PRESTAÇÃO

Leia mais

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01

Auxiliar Jurídico. Módulo IV. Aula 01 Auxiliar Jurídico Módulo IV Aula 01 1 CÁLCULOS TRABALHISTAS Neste módulo você irá aprender a realizar os cálculos de verbas rescisórias e Liquidação de Sentença. I. VERBAS RESCISÓRIAS Podemos entender

Leia mais

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO

AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO AÇÃO DE CONSIGNAÇÃO EM PAGAMENTO 1 1) O DIREITO MATERIAL DE PAGAMENTO POR CONSIGNAÇÃO a) Significado da palavra consignação b) A consignação como forma de extinção da obrigação c) A mora accipiendi 2 c)

Leia mais

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS.

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. CARACTERÍSTICAS Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. O FGTS consiste em recolhimentos pecuniários mensais feitos pelo empregador em uma

Leia mais

http://www.lgncontabil.com.br/

http://www.lgncontabil.com.br/ ADICIONAL NOTURNO - PROCEDIMENTOS 1. INTRODUÇÃO O adicional noturno é devido ao empregado que trabalha a noite no período biológico em que a pessoa deve dormir. É no período noturno que o organismo humano

Leia mais

RESPONSABILIDADE POR SALÁRIOS DE EMPREGADO CONSIDERADO INAPTO PELA EMPRESA APÓS ALTA PREVIDENCIÁRIA É DO EMPREGADOR

RESPONSABILIDADE POR SALÁRIOS DE EMPREGADO CONSIDERADO INAPTO PELA EMPRESA APÓS ALTA PREVIDENCIÁRIA É DO EMPREGADOR RESPONSABILIDADE POR SALÁRIOS DE EMPREGADO CONSIDERADO INAPTO PELA EMPRESA APÓS ALTA PREVIDENCIÁRIA É DO EMPREGADOR TRT/SP - Alta médica do INSS. Recusa do trabalhador pela empresa. Impossibilidade Data

Leia mais

Fim do contrato por prazo determinado: este contrato termina no fim do prazo ou quando finda a obra para a qual foi o empregado contratado.

Fim do contrato por prazo determinado: este contrato termina no fim do prazo ou quando finda a obra para a qual foi o empregado contratado. Legislação Social Profª Mestre Ideli Raimundo Di Tizio p 25 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO Na doutrina não há unanimidade no uso dos termos qualificadores do término do contrato de trabalho, são empregadas

Leia mais

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS 11. DIREITOS NA HORA DA DEMISSÃO É de fundamental importância saber quais os direitos dos trabalhadores na hora da rescisão do contrato de trabalho. Devese ter especial atenção no caso de demissões sem

Leia mais

ADVERTÊNCIA E SUSPENSÃO DISCIPLINAR

ADVERTÊNCIA E SUSPENSÃO DISCIPLINAR ADVERTÊNCIA E SUSPENSÃO DISCIPLINAR A CLT ao estabelecer em seu artigo 2º a definição de empregador, concede a este o poder e o risco da direção da atividade, controlando e disciplinando o trabalho, aplicando,

Leia mais

Trata-se de agravo de instrumento interposto contra despacho que negou seguimento a recurso de revista.

Trata-se de agravo de instrumento interposto contra despacho que negou seguimento a recurso de revista. A C Ó R D Ã O 8ª Turma DCBM/phb AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. ADICIONAL DE PERICULOSIDADE. PAGAMENTO ESPONTÂNEO. TRABALHO EM ALTURA. Em razão de provável caracterização de ofensa ao art.

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO Justiça do Trabalho TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO PROCESSO TRT/SP Nº 0002079-67.2011.5.02.0039 10ª TURMA Fls. 1 RECURSO ORDINÁRIO 1º RECORRENTE: SINDFAST SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS EMPRESAS DE REFEIÇÕES RÁPIDAS DE SÃO PAULO 2º RECORRENTE : SINTHORESP

Leia mais

Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA

Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA PROCESSO TRT/SP RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE RECORRIDO ORIGEM Nº 0213000-12.2009.5.02.0059-10ª TURMA : SINTHORESP SINDICATO DOS TRABALHADORES EM HOTÉIS, APART HOTÉIS, MOTÉIS, FLAT, RESTAURANTES, BARES,

Leia mais

Aberta a audiência, por ordem da MMa. Juíza, foram apregoadas as partes, ausentes.

Aberta a audiência, por ordem da MMa. Juíza, foram apregoadas as partes, ausentes. ATA DE AUDIÊNCIA RELATIVA AO PROCESSO N.º 0001234-66.2011.5.19.0005 Aos 12 dias do mês de dezembro do ano de 2011, às 17h00min, realizou-se audiência na sede da 5ª Vara do Trabalho de Maceió, na presença

Leia mais

PROCESSO Nº TST-AIRR-1992-87.2010.5.04.0202. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/jmg/mahe/hcf/drs

PROCESSO Nº TST-AIRR-1992-87.2010.5.04.0202. A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/jmg/mahe/hcf/drs A C Ó R D Ã O 7ª TURMA VMF/jmg/mahe/hcf/drs AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA HORAS EXTRAORDINÁRIAS CURSOS ON-LINE DE TREINAMENTO E APERFEIÇOAMENTO AUSÊNCIA DE DEMONSTRAÇÃO DE OBRIGATORIEDADE

Leia mais

35 a Câmara A C O R D A O *01967384*

35 a Câmara A C O R D A O *01967384* ^ TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SAO PAULO 3 SEÇÃO DE DIREITO PRIVADO J APELAÇÃO S/ REVISÃO N 1031227-0/3 35 a Câmara Comarca de SÃO PAULO 4 0.V.CÍVEL Processo 37645/05 APTE CMW PLANEJAMENTO E CONSULTORIA

Leia mais

PETIÇÃO INICIAL. EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CLT

PETIÇÃO INICIAL. EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CLT PETIÇÃO INICIAL PEDIDOS REQUERIMENTOS FINAIS Valor da causa!!!!! EXCELENTISSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE... art. 651 do CLT Reclamante - nome e sobrenome, profissão, estado civil, documentos

Leia mais

PROCESSO Nº TST-RR-120600-94.2009.5.06.0017. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMDMC/Rd/cb/sr

PROCESSO Nº TST-RR-120600-94.2009.5.06.0017. A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMDMC/Rd/cb/sr A C Ó R D Ã O (8ª Turma) GMDMC/Rd/cb/sr A) AGRAVO DE INSTRUMENTO EM RECURSO DE REVISTA. CONTRATO POR PRAZO DETERMINADO. RESCISÃO ANTECIPADA. MULTA DE 40% SOBRE O FGTS. ART. 14 DO DECRETO Nº 99.684/90.

Leia mais

Dispensa Sem Justa Causa. Dispensa com Justa Causa. (**) Culpa Recíproca ou Força Maior. Rescisão Indireta. Pedido de Demissão

Dispensa Sem Justa Causa. Dispensa com Justa Causa. (**) Culpa Recíproca ou Força Maior. Rescisão Indireta. Pedido de Demissão RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO VERBAS RESCISÓRIAS (Antes de qualquer procedimento rescisório, importante ler os cuidados especiais ao final Verbas adicionais) Dispensa Sem Justa Causa AvisoPrévio Dispensa

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 2ª REGIÃO. Gabinete do Desembargador Federal do Trabalho Davi Furtado Meirelles RECURSO ORDINÁRIO ORIGEM: 38ª VARA DO TRABALHO DE SÃO PAULO RECORRENTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS NO COMÉRCIO HOTELEIRO E SIMILARES DE SÃO PAULO E REGIÃO RECORRIDA: PIZZARIA FAMIGLIA LUCCO LTDA. Fornecimento

Leia mais

Ação Ordinária nº 200.81.00.006

Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Ação Ordinária nº 200.81.00.006 Nos autos da Ação Ordinária n 2000.81.00.006046-9, ajuizada por servidores da Justiça Federal no Ceará contra a União Federal, e que tramita na 2ª Vara da Justiça Federal,

Leia mais

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário.

executivo e sua remuneração era de R$ 3.000,00 acrescida de gratificação de um terço de seu salário. EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DA VARA DO TRABALHO DE FLORIANÓPOLIS/SC ANA KARENINA, estado civil..., profissão..., residente e domiciliada na Rua..., nº..., cidade... estado..., CEP..., representada

Leia mais

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA

ACÓRDÃO NU.: 0040400-74.2014.5.13.0003 RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA ACÓRDÃO RECURSO ORDINÁRIO RECORRENTE: C&A MODAS LTDA RECORRENTE: BANCO BRADESCARD S.A. RECORRIDO: RENAN CARVALHO CASTRO DA COSTA E M E N T A TERCEIRIZAÇÃO. ALEGAÇÃO DE IRREGULARIDADES. PARCERIA COMERCIAL

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo

TRIBUNAL DE JUSTIÇA PODER JUDICIÁRIO São Paulo fls. 35 Registro: 2016.0000031880 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0003042-68.2011.8.26.0003, da Comarca de, em que é apelante/apelado JOSUÉ ALEXANDRE ALMEIDA (JUSTIÇA

Leia mais

Doc.: 3163 Pag.: 1. 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG. Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1

Doc.: 3163 Pag.: 1. 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG. Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1 Pag.: 1 17ª Vara do Trabalho de Belo Horizonte- MG Ata de audiência Autos nº: 858-2012-017-03-00-1 Aos três dias do mês de agosto de 2011, às 17h31min, na 17ªVara do Trabalho de Belo Horizonte-MG, a Meritíssima

Leia mais

Após a análise dos autos, foi proferida a seguinte: Dispensado na forma do art. 852-I da CLT.

Após a análise dos autos, foi proferida a seguinte: Dispensado na forma do art. 852-I da CLT. PODER JUDICIÁRIO DA UNIÃO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO OITAVA VARA DO TRABALHO DE GOIÂNIA-GO Endereço: Rua T-29, nº 1403 - Setor Bueno CEP: 74215-901 Telefones: (62)3901-3476 - (62)3901-3477

Leia mais

ACÓRDÃO 0000657-67.2010.5.04.0611 RO Fl.1

ACÓRDÃO 0000657-67.2010.5.04.0611 RO Fl.1 0000657-67.2010.5.04.0611 RO Fl.1 EMENTA: USO OBRIGATÓRIO DE TELEFONE CELULAR. HORAS DE SOBREAVISO. CONFIGURAÇÃO. O uso obrigatório de BIP e/ou de telefone celular, na atualidade, principalmente em face

Leia mais

ACÓRDÃO 0001289-24.2013.5.04.0018 RO Fl. 1. DESEMBARGADOR GILBERTO SOUZA DOS SANTOS Órgão Julgador: 3ª Turma

ACÓRDÃO 0001289-24.2013.5.04.0018 RO Fl. 1. DESEMBARGADOR GILBERTO SOUZA DOS SANTOS Órgão Julgador: 3ª Turma 0001289-24.2013.5.04.0018 RO Fl. 1 DESEMBARGADOR GILBERTO SOUZA DOS SANTOS Órgão Julgador: 3ª Turma Recorrente: Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: SÔNIA MARIA BROCHADO DUARTE - Adv. Délcio

Leia mais

http://www.lgncontabil.com.br/ Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS

http://www.lgncontabil.com.br/ Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS Empregado aposentado - Rescisão do contrato de trabalho - Multa do FGTS Sumário Introdução I - Contribuição previdenciária II - FGTS e demais verbas trabalhistas III - Rescisão contratual IV - Entendimentos

Leia mais

Superior Tribunal de Justiça

Superior Tribunal de Justiça RECURSO ESPECIAL Nº 777.906 - BA (2005/0144695-7) RELATOR RECORRENTE RECORRIDO : MINISTRO JOSÉ DELGADO : ADALTRO FERRERA DE SOUZA : YOLANDA SANTOS DE SANTANA E OUTROS : CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - CEF :

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL X EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Zenga Modas Ltda., CNPJ 1.1.0001/00, com sede na Rua Lopes Quintas, 10 Maceió AL, encontra-se na seguinte situação: Joana Firmino, brasileira, casada, costureira,

Leia mais

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE RELAÇÕES DO TRABALHO Seção de Relações do Trabalho de Pernambuco - SERET. Sistema HomologNet

MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE RELAÇÕES DO TRABALHO Seção de Relações do Trabalho de Pernambuco - SERET. Sistema HomologNet MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO SECRETARIA DE RELAÇÕES DO TRABALHO Seção de Relações do Trabalho de Pernambuco - SERET Sistema HomologNet 2012 RESCISÃO DO CONTRATO TRABALHO: Revisitando o Art. 477 da

Leia mais

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO 1 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO Camila Cristina Verly Vieira 1 Márcia Serafim Alves 2 Resumo: Como base sobre o termo rescisório o objetivo é demonstrar as diversas formas de se rescindir

Leia mais

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Rio de Janeiro

Poder Judiciário JUSTIÇA FEDERAL Seção Judiciária do Rio de Janeiro 63 4ª TURMA RECURSAL DOS JUIZADOS ESPECIAIS FEDERAIS PROCESSO Nº 0000798-11.2011.4.02.5164/01 (2011.51.64.000798-0/01) RECORRENTE: ALEXANDRE ANDERSON DE SOUZA RECORRIDA: UNIAO FEDERAL RELATORA: JUÍZA FEDERAL

Leia mais

Responsabilidade Civil e Criminal em Acidentes de Trabalho. M. J. Sealy

Responsabilidade Civil e Criminal em Acidentes de Trabalho. M. J. Sealy Responsabilidade Civil e Criminal em Acidentes de Trabalho O Conceito de Acidente de Trabalho (de acordo com a Lei 8.213/91 Art. 19) Acidente do trabalho é o que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço

Leia mais

Novidades Trabalhistas

Novidades Trabalhistas Novidades Trabalhistas Ampliação do contrato temporário passa a valer em 1º de Julho. Lei publicada altera artigo da CLT determinando pagamento de adicional de periculosidade para motociclistas. Empresa

Leia mais

Número Único: 01653004820065020058 (01653200605802006) Comarca: São Paulo Vara: 58ª Data de Inclusão: 13/01/2009 Hora de Inclusão: 14:46:35

Número Único: 01653004820065020058 (01653200605802006) Comarca: São Paulo Vara: 58ª Data de Inclusão: 13/01/2009 Hora de Inclusão: 14:46:35 ATENÇÃO - Texto meramente informativo, sem caráter intimatório, citatório ou notificatório para fins legais. PODER JUDICIÁRIO FEDERAL Justiça do Trabalho - 2ª Região Número Único: 01653004820065020058

Leia mais

- GUIA DO EMPRESÁRIO - ABANDONO DE EMPREGO

- GUIA DO EMPRESÁRIO - ABANDONO DE EMPREGO - GUIA DO EMPRESÁRIO - ABANDONO DE EMPREGO Planeta Contábil 2008 Todos os Direitos Reservados (www.planetacontabil.com.br) 1/8 NOTA: Para todos os efeitos os textos deste artigo são fundamentos na legislação

Leia mais

Gerência de Filial do FGTS/ RJ

Gerência de Filial do FGTS/ RJ Gerência de Filial do FGTS/ RJ Objetivos Esclarecer e dirimir dúvidas sobre rescisão de contrato de trabalho. Assuntos a serem abordados Preenchimento do TRCT Códigos de Saque Homologação Comunicação da

Leia mais

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde.

LABORATÓRIO 3. VI EXAME DE ORDEM UNIFICADO 2ª FASE DIREITO DO TRABALHO LABORATÓRIO 3 PROFA. Maria Eugênia Conde @mageconde. Caso Prático Emerson Lima propôs reclamação trabalhista, pelo rito ordinário, em face de Rancho dos Quitutes, alegando que trabalhava como atendente em uma loja de conveniência localizada em um posto de

Leia mais

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO

ESTADO DO RIO DE JANEIRO PODER JUDICIÁRIO SEXTA CÂMARA CÍVEL DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA Agravo de Instrumento nº 0030022-85.2013.8.19.0000 Agravante: LUCIENE FERREIRA DA SILVA Agravado: LEASING PANAMÁ EMPREENDIMENTOS IMOBILIÁRIOS LTDA Relatora: DES.

Leia mais

FUNDAMENTOS. 07/10/2010 15:23:26 Sistema de Acompanhamento de Processos em 1ª Instância pág. 1 / 5

FUNDAMENTOS. 07/10/2010 15:23:26 Sistema de Acompanhamento de Processos em 1ª Instância pág. 1 / 5 TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 19ª REGIÃO VARA DO TRABALHO DE SÃO MIGUEL DOS CAMPOS (AL) SENTENÇA DE CONHECIMENTO - PROCESSO N. 0001520-04.2010.5.19.0062. RELATÓRIO. MANOEL BENEDITO FERREIRA DA SILVA,

Leia mais

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET ACESSO AO HOMOLOGNET Para utilizar o HomologNet é necessário acessar o Portal do Trabalho e Emprego na Internet, no endereço

Leia mais

ACÓRDÃO 0000722-31.2010.5.04.0007 RO Fl. 1. DESEMBARGADOR WILSON CARVALHO DIAS Órgão Julgador: 10ª Turma

ACÓRDÃO 0000722-31.2010.5.04.0007 RO Fl. 1. DESEMBARGADOR WILSON CARVALHO DIAS Órgão Julgador: 10ª Turma 0000722-31.2010.5.04.0007 RO Fl. 1 DESEMBARGADOR WILSON CARVALHO DIAS Órgão Julgador: 10ª Turma Recorrente: Recorrente: Recorrido: Origem: Prolator da Sentença: SINDICATO DOS SERVIDORES E EMPREGADOS DOS

Leia mais

Relator: Desembargador CELSO LUIZ DE MATOS PERES

Relator: Desembargador CELSO LUIZ DE MATOS PERES TRIBUNAL DE JUSTIÇA DÉCIMA CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL Autos nº 0059083-90.2010.8.19.0001 Apelante: IVAN DE AZEVEDO Apelado: GAFISA S/A Relator: Desembargador CELSO LUIZ DE MATOS PERES Ação Indenizatória.

Leia mais

Tribunal Superior do Trabalho

Tribunal Superior do Trabalho Tribunal Superior do Trabalho RR-37200-28.2008.5.15.0128 A C Ó R D Ã O RECURSO DE REVISTA. APOSENTADORIA POR INVALIDEZ. RESCISÃO CONTRATUAL. RECUSA DE RECEBIMENTO DE VERBAS RESCISÓRIAS. EXTINÇÃO DA UNIDADE

Leia mais

O MM. Juiz passou a decidir o litígio nos termos seguintes:

O MM. Juiz passou a decidir o litígio nos termos seguintes: ATA DE AUDIÊNCIA PROCESSO: 801-15.2014.5.10.0003 RECLAMANTE: MIRACI BARBOSA DOS SANTOS RECLAMADO: ELIAS HANNA MOKDISSI Aos 24 dias do mês de fevereiro do ano de 2015, às 17h10, a 3ª Vara do Trabalho de

Leia mais

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.

TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008. Ntátuald, TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DA PARAÍBA GABINETE DO DESEMBARGADOR ROMERO MARCELO DA FONSECA OLIVEIRA - APELAÇÃO CÍVEL N. 001.2008.012051-0/002, ORIGEM :Processo n. 001.2008.012051-0 da 3 a Vara

Leia mais

ACÓRDÃO 0000661-05.2013.5.04.0028 RO Fl. 1. JUIZ CONVOCADO JOE ERNANDO DESZUTA (REDATOR) Órgão Julgador: 4ª Turma

ACÓRDÃO 0000661-05.2013.5.04.0028 RO Fl. 1. JUIZ CONVOCADO JOE ERNANDO DESZUTA (REDATOR) Órgão Julgador: 4ª Turma 0000661-05.2013.5.04.0028 RO Fl. 1 JUIZ CONVOCADO JOE ERNANDO DESZUTA (REDATOR) Órgão Julgador: 4ª Turma Recorrente: ASSOCIAÇÃO PORTUGUESA DE BENEFICÊNCIA - Adv. Guilherme Camillo Krugen Recorrido: LIANO

Leia mais

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD

PROCESSO: 0000461-54.2010.5.01.0038 RTORD ACÓRDÃO 7ª TURMA TERCEIRIZAÇÃO. ENQUADRAMENTO. CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Não demonstrada a ilicitude na terceirização dos serviços, as vantagens salariais previstas em norma coletiva inerente à categoria

Leia mais

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR

MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR MED. CAUT. EM AÇÃO CAUTELAR 1.406-9 SÃO PAULO RELATOR : MIN. GILMAR MENDES REQUERENTE(S) : PROCURADOR-GERAL DA REPÚBLICA REQUERIDO(A/S) : UNIÃO ADVOGADO(A/S) : ADVOGADO-GERAL DA UNIÃO REQUERIDO(A/S) :

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SÃO PAULO Registro: 2013.0000209289 ACÓRDÃO Vistos, relatados e discutidos estes autos do Apelação nº 0017770-14.2003.8.26.0224, da Comarca de Guarulhos, em que é apelante/apelado HSBC SEGUROS ( BRASIL ) S/A, são

Leia mais

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO

ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL XIII EXAME DE ORDEM UNIFICADO PADRÃO DE RESPOSTA - PEÇA PROFISSIONAL Rômulo Delgado Silva, brasileiro, viúvo, empresário, portador da identidade 113, CPF 114, residente e domiciliado na Avenida Brás Montes, casa 72 Boa Vista Roraima

Leia mais

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1

ACÓRDÃO 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 0000197-02.2012.5.04.0000 AGR Fl.1 EMENTA: AGRAVO REGIMENTAL. Inexiste fudamento relevante nem que do ato impugnado possa resultar a ineficácia da medida, conforme descrito no inciso III do art. 7º da

Leia mais

Ct Febrac: 570/2014 Brasília, 22 de outubro de 2014.

Ct Febrac: 570/2014 Brasília, 22 de outubro de 2014. Ct Febrac: 570/2014 Brasília, 22 de outubro de 2014. Aos Sindicatos das Empresas de Asseio e Conservação Att.: Sr. Presidente Prezado Presidente, Informamos que no dia 19/09/14, o MTE publicou no DOU I

Leia mais

BRIGAS ENTRE EMPREGADOS Considerações Gerais

BRIGAS ENTRE EMPREGADOS Considerações Gerais BRIGAS ENTRE EMPREGADOS Considerações Gerais ROTEIRO 1. INTRODUÇÃO 2. REAÇÃO A UMA PROVOCAÇÃO INJUSTA 3. OFENSAS FÍSICAS 4. OFENSAS VERBAIS 5. BRIGAS FORA DA EMPRESA 5.1. Em frente ao estabelecimento empresarial

Leia mais

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE

CÍVEL Nº 71002427482 COMARCA DE PORTO ALEGRE COBRANÇA. CONSUMIDOR. CONTRATO. SEGURO DE VIDA. RESSARCIMENTO/COMPLEMENTAÇÃO DE AUXILIO FUNERAL. DEVOLUÇÃO EM DOBRO DAS PRESTAÇÕES COBRADAS/PAGAS APÓS A MORTE DO SEGURADO. 1. Restou incontroversa a contratação

Leia mais

A Lei 6.019/74 que trata da contratação da mão de obra temporária abrange todos os segmentos corporativos ou há exceções?

A Lei 6.019/74 que trata da contratação da mão de obra temporária abrange todos os segmentos corporativos ou há exceções? LUANA ASSUNÇÃO ALBUQUERK Especialista em Direito do Trabalho Advogada Associada de Cheim Jorge & Abelha Rodrigues - Advogados Associados O CONTRATO TEMPORÁRIO DE TRABALHO São as conhecidas contratações

Leia mais

ASSUNTO: ORIENTAÇÕES DISPENSA DE PROFESSORES E AUXILIARES

ASSUNTO: ORIENTAÇÕES DISPENSA DE PROFESSORES E AUXILIARES JUR 009/2012 Belo Horizonte, 19 de novembro de 2012. ASSUNTO: ORIENTAÇÕES DISPENSA DE PROFESSORES E AUXILIARES NO FINAL DO ANO DE 2012 Prezado(a) Diretor(a), Com o propósito de atender às necessidades

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DO ESTADO DE SÃO PAULO ACÓRDÃO ACÓRDÃO Registro: 2011.0000299990 Vistos, relatados e discutidos estes autos de Apelação nº 9000322-04.2010.8.26.0037, da Comarca de Araraquara, em que é apelante/apelado DORIVAL CAVICHIONI JUNIOR (JUSTIÇA

Leia mais

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA

7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA 7ª CÂMARA CÍVEL APELAÇÃO CÍVEL N.º 798.202-7 DA COMARCA DE CERRO AZUL VARA ÚNICA Apelante: MUNICÍPIO DE CERRO AZUL Apelado: ESTADO DO PARANÁ Relator: Des. GUILHERME LUIZ GOMES APELAÇÃO CÍVEL AÇÃO ANULATÓRIA

Leia mais

Processo PGT/CCR /PP nº 10200/2009

Processo PGT/CCR /PP nº 10200/2009 Origem: Pprep 1738/2008 PRT/ 1ª Região Procurador oficiante: Daniela Ribeiro Mendes Interessado: Irmãos Benassi Produtora e Distribuidora de Frutas Ltda. Assunto: Discriminação a trabalhadores EMENTA:

Leia mais

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º semestre - 2011 Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula

Disciplina: Direito e Processo do Trabalho 3º semestre - 2011 Professor Donizete Aparecido Gaeta Resumo de Aula 1. Princípio da norma mais favorável. 2. Princípio da condição mais benéfica. 3. Princípio de irrenunciabilidade. 4. Princípio da primazia da realidade. 5. Princípio da continuidade da relação de emprego.

Leia mais

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO

PODER JUDICIáRIO TRIBUNAL REGIONAL FEDERAL DA 5ª REGIÃO PARTE A ADV/PROC PARTE R REPTE ORIGEM RELATOR : JORGEVALDO ROBINSTON DE MOURA : FÁBIO CORREA RIBEIRO E OUTROS : INSS INSTITUTO NACIONAL DO SEGURO SOCIAL : PROCURADORIA REPRESENTANTE DA ENTIDADE : JUÍZO

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO - JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO - JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 3ª REGIÃO RECORRENTE: CALÇADOS ITAPUÃ S/A RECORRIDO: MARCUS PAULO SANTOS EMENTA: BENEFÍCIO PREVIDENCIÁRIO NEGADO. RETORNO DO EMPREGADO AO TRABALHO. EFEITOS PECUNIÁRIOS Somente a concessão do benefício previdenciário

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO 3ª REGIÃO RECORRENTE : ROMEU DE ASSIS MAMÉDIO RECORRIDA : GOL SEGURANÇA E VIGILÂNCIA LTDA. EMENTA: ADICIONAL NOTURNO. NEGOCIAÇÃO COLETIVA. Deve ser respeitada a negociação coletiva que definiu o adicional noturno

Leia mais

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO

PODER JUDICIÁRIO JUSTIÇA DO TRABALHO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 9ª REGIÃO V I S T O S, relatados e discutidos estes autos de AGRAVO DE PETIÇÃO, provenientes da MM. 06ª VARA DO TRABALHO DE CURITIBA - PR, sendo Agravante ADEMAR WALTER REISDORFER COMPANHIA DE AUTOMÓVEIS SLAVIERO.

Leia mais

29/02/2012 CORREÇÃO SIMULADO CONTESTAÇÃO (OAB/RJ COM ADAPTAÇÕES)

29/02/2012 CORREÇÃO SIMULADO CONTESTAÇÃO (OAB/RJ COM ADAPTAÇÕES) Direito do Trabalho Aula 17 2ª Fase Maria Inês Gerardo CORREÇÃO SIMULADO CONTESTAÇÃO Augusto Giuliano e Rui Santoro, devidamente qualificados na inicial, ajuízam em 10/02/2012 uma ação trabalhista em face

Leia mais

012 - A indenização substitutiva da garantia de emprego da gestante detém clara natureza indenizatória, porquanto não visa a remunerar o dispêndio da

012 - A indenização substitutiva da garantia de emprego da gestante detém clara natureza indenizatória, porquanto não visa a remunerar o dispêndio da EMPREGADA GESTANTE Trabalho elaborado por IVALDO KUCZKOWSKI, advogado especialista em Direito Administrativo e Consultor de Tributos da Empresa AUDICONT Multisoluções. 001 A garantia de emprego à gestante

Leia mais

CÁLCULOS TRABALHISTAS

CÁLCULOS TRABALHISTAS CÁLCULOS TRABALHISTAS Remuneração - Salário acrescido da média das variáveis (exemplo: comissões) dos últimos 12 meses. - Média: soma das 6 maiores parcelas variáveis mês a mês, divididas por 6, dentro

Leia mais

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA.

TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. PALESTRA TUTELAS PROVISÓRIAS: TUTELA DE URGÊNCIA E TUTELA DA EVIDÊNCIA. Professor: Dr. Francisco Ferreira Jorge Neto Desembargador do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região. Professor Universitário

Leia mais

SIMULADO XVII EXAME 2ª FASE DA ORDEM - 2ª FASE

SIMULADO XVII EXAME 2ª FASE DA ORDEM - 2ª FASE SIMULADO XVII EXAME 2ª FASE DA ORDEM - 2ª FASE PROVA PRÁTICO -PROFISSIONAL - DIREITO DO TRABALHO VJ *ATENÇÃO: ANTES DE INICIAR A PROVA, VERIFIQUE SE TODOS OS SEUS APARELHOS ELETRÔNICOS FORAM ACONDICIONADOS

Leia mais