Gerência de Filial do FGTS/ RJ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Gerência de Filial do FGTS/ RJ"

Transcrição

1 Gerência de Filial do FGTS/ RJ

2 Objetivos Esclarecer e dirimir dúvidas sobre rescisão de contrato de trabalho.

3 Assuntos a serem abordados Preenchimento do TRCT Códigos de Saque Homologação Comunicação da movimentação - Conectividade e GRRF Chave de Identificação - Geração Esclarecimentos de Dúvidas

4 Preenchimento do TRCT O TRCT é o instrumento de quitação das verbas rescisórias por motivo da rescisão do contrato de trabalho. O MTE instituiu um modelo de Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho por meio da Portaria nº 302 de 26/06/2002. Veremos agora, por partes, o preenchimento do TRCT.

5 Preenchimento do TRCT Campos 1 e 2 Campos devem estar de acordo com o Contrato de Trabalho e o que foi anotado na Carteira de Trabalho. Campos 10, 11 e 19 Devem estar de acordo com a documentação do trabalhador. Ênfase quando houver troca de nomes (solteiro/ casado) Campo 22 e 24 Devem estar de acordo com o Contrato de Trabalho e o que foi anotado na Carteira de Trabalho. Campo 25 Deve estar de acordo com a real causa de afastamento do Trabalhador Campo 26 Deve estar preenchido de acordo com a causa do afastamento ou com o código de saque (caso a causa de afastamento enseje direito ao saque) Campo 27 Preenchimento obrigatório quando houver pensão alimentícia.

6 Preenchimento do TRCT Preenchimento obrigatório

7 Preenchimento do TRCT Campo 58 Deve constar a assinatura do trabalhador. Sendo o trabalhador menor de idade, o campo 59 deverá estar assinado também por seu representante legal Campo 57 Na identificação da empresa/ preposto, identificamos o funcionário por meio de seu nome completo e função que exerce e o carimbo da empresa. Campo 60 e 63 Devem constar a assinatura do assistente homologador com identificação e o carimbo do órgão homologador, respectivamente. No carimbo do órgão homologador deve constar nome, endereço, telefone e número do registro no MTE

8 Códigos de Saque As causas de afastamento e respectivos códigos de afastamento que podem ser informados no TRCT são: CAUSA DE AFASTAMENTO Rescisão por dispensa sem justa causa Rescisão do contrato de trabalho por motivo de culpa recíproca ou força maior CÓDIGO DE AFASTAMENTO I1 ou I4 (empr. doméstico) I2 CÓDIGO DE SAQUE DO FGTS Rescisão por Extinção total ou parcial; Supressão de parte das atividades; Fechamento de quaisquer de seus estabelecimentos, filiais ou agências; Falecimento do empregador individual; Decretação de nulidade do contrato de trabalho. Rescisão Extinção normal do contrato de trabalho por prazo determinado Rescisão Por Pedido de Demissão Rescisão Por Justa Causa L3 I3 J H Não há direito ao saque do FGTS Não há direito ao saque do FGTS

9 Códigos de Saque Documentos específicos do código de saque 01 Rescisão por Dispensa sem justa causa: Termo de Rescisão em que conste o motivo da dispensa sem justa causa e esteja homologado pelo sindicato da categoria quando o contrato for superior a 1 ano; ou Termo de audiência e conciliação da Justiça do Trabalho, devidamente homologado pelo juízo do processo, reconhecendo a dispensa sem justa causa, quando esta resultar de acordo ou conciliação em reclamação trabalhista;ou Termo de conciliação prévia emitido pela Comissão de Conciliação Prévia assinado pelo trabalhador, empregador e conciliador, no qual reconhece a dispensa sem justa causa; ou Sentença irrecorrível ou ofício da Justiça do Trabalho, quando a rescisão resultar de reclamação trabalhista;

10 Códigos de Saque Documentos específicos do código de saque 02 Rescisão do contrato de trabalho por motivo de culpa recíproca ou de força maior: Certidão ou Sentença transitada em julgado expedida pela Justiça do Trabalho, na qual estabelece a culpa recíproca ou força maior; ou Termo de Audiência da Justiça do Trabalho, homologado pelo juízo do processo, no qual reconhece a culpa recíproca (quando resultado de acordo ou conciliação em reclamatória trabalhista).

11 Códigos de Saque Documentos específicos do códigos de saque 03 Rescisão do contrato de trabalho pelos motivos: Supressão de parte das atividades, Extinção total ou parcial da empresa ou Falência da empresa Documento emitido pela autoridade competente que comprove a referida situação. Falecimento do empregador individual certidão de óbito. Nulidade do contrato documento emitido pela autoridade competente ou decisão judicial transitada em julgado, no qual reconheça a nulidade do contrato de trabalho.

12 Códigos de Saque Documentos específicos do códigos de saque 04 Rescisão do contrato de trabalho por prazo determinado: Termo de Rescisão em que conste o motivo da dispensa por término do contrato temporário ou por prazo determinado, e CTPS com as anotações pertinentes ao tipo de contrato de trabalho temporário ou por prazo determinado; ou CTPS e instrumento contratual para os contratos de duração superior a 90 dias ou três meses.

13 Homologação Quando é obrigatória? Para contratos com mais de um ano de duração. Para esse fim, o período do ano de serviço será contado pelo calendário comum, incluindo-se o dia em que se deu início à prestação do trabalho. Sendo assim, a homologação será devida se houver prestação de serviço até o mesmo dia do começo, no ano seguinte. Exemplos: João iniciou o contrato de trabalho em 01/03/2009 e foi dispensado em 28/02/2010, logo, a homologação não é devida. Maria iniciou o contrato de trabalho em 01/03/2009 e foi dispensada em 01/03/2010. A homologação é devida. OBSERVAÇÃO IMPORTANTE!!!

14 Homologação Não é exigível a homologação nos casos: Trabalhador avulso; Diretor não empregado; Trabalhador doméstico; Ex-trabalhadores da Administração Pública Direta ou de Autarquias, Fundações Públicas, representações diplomáticas, embaixadas, acreditadas junto ao governo brasileiro e conselhos profissionais com natureza jurídica de autarquia.

15 Homologação A homologação é feita por: Sindicato profissional da categoria, devidamente registrado no MTE; ou Autoridade local do MTE; ou Federação ou Confederação de trabalhadores, nas localidades cuja categoria profissional não estiver organizada em sindicato, a assistência pela respectiva; ou Entes arbitrais que obtiveram a concessão de medida liminar perante a Justiça Federal.

16 ESPAÇO PARA DÚVIDAS

17 Comunicação da Movimentação do Trabalhador CONCEITOS Para formalizar a rescisão do contrato do trabalhador, a empresa poderá realizar a movimentação de duas formas: Portal Eletrônico; Aplicativo Cliente. VAMOS VER MAIS SOBRE ESSES APLICATIVOS

18 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Portal Eletrônico É o canal eletrônico de relacionamento entre a Caixa, Empregadores, Sindicato/DRT, acessado via WEB com os seguintes serviços: Acessar Empresa Outorgante Alterar Endereço do Trabalhador Comunicar Movimentação do Trabalhador Outorgar / Revogar / Consultar Procuração Simular Cálculo da GRRF / Gerar GRRF Solicitar Extrato do Trabalhador Solicitar Extrato para fins rescisórios Solicitar Informação de Saldo IS Solicitar Relatório de Contas com Inconsistências Cadastrais Visualizar / Download / Reimprimir GRRF

19 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Portal Eletrônico O Portal Eletrônico é acessado por meio do endereço onde consta o link Conectividade Social. Após acessar esse link, é exibida a tela abaixo:

20 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Formato do Portal Eletrônico

21 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Pelo Portal Eletrônico: Acessa a funcionalidade Comunicar Movimentação do Trabalhador.

22 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Localiza o empregado para que sejam exibidos os dados da conta vinculada. Deverão ser preenchidos os campos: Data e código de movimentação; Código de saque; Incidência ou não de pensão alimentícia sobre o FGTS. Ao clicar em Continuar, a Chave de Identificação será gerada.

23 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Aplicativo Cliente Troca de informações entre os empregadores e a Caixa, utilizado principalmente para envio de informações de arrecadação do FGTS e recebimento de relatórios solicitados no Portal Eletrônico, além de outras funcionalidades como por exemplo, PIS Empresa e aplicativo GRRF. O aplicativo da GRRF só pode ser executado a partir do Conectividade Social pois é instalado como uma funcionalidade deste.

24 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Pelo Aplicativo Cliente : Fazer a simulação dos cálculos da GRRF, clicando na aba MOVIMENTO; Marcar a participação das empresas / trabalhadores dos quais deseja simular a GRRF; Clicar sobre o Responsável; Clicar no botão SIMULAÇÃO. Vamos ver a tela da simulação

25 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Tela da Simulação da GRRF Eletrônica. Ao clicar em Simulação, aparecerá a seguinte tela:

26 Comunicação da Movimentação do Trabalhador A empresa clica em Detalhes para aparecer a seguinte tela:

27 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Após simulação, é necessário efetuar o Fechamento para que a comunicação da movimentação do trabalhador seja efetuada.

28 Comunicação da Movimentação do Trabalhador Para finalizar a comunicação, a empresa deverá realizar o Fechamento. Esse procedimento: efetua o cálculo das guias rescisórias de todos os trabalhadores participantes; gera o arquivo com as informações rescisórias; acessa o Conectividade Social e envia as informações à Caixa. Vamos ver a tela do fechamento

29 Comunicação da Movimentação clicar na aba MOVIMENTO clicar sobre o Responsável do Trabalhador marcar a participação das empresas / trabalhadores que terão o movimento fechado clicar no botão FECHAMENTO. A Chave de Identificação será gerada após a transmissão do arquivo GRRF

30 OBSERVAÇÕES IMPORTANTES SOBRE A GERAÇÃO DA CHAVE DE IDENTIFICAÇÃO POR MEIO DO APLICATIVO CLIENTE GRRF

31 Chave de Identificação A Chave de Identificação será gerada quando: 1) CNPJ RESPONSÁVEL = CNPJ EMPRESA comunicação da movimentação do trabalhador através da GRRF e geração da chave de identificação. CNPJ RESPONSÁVEL CNPJ EMPRESA comunicação da movimentação do trabalhador e geração da chave de identificação através do Conectividade Social (Internet). 2) A conta do empregado não apresentar inconsistência cadastral (FGTS x PIS); 3) Dados do movimento forem iguais àqueles já processados.

32 Geração da Chave de Identificação Ao comunicar a movimentação do trabalhador, o aplicativo gera um protocolo que chamamos de Chave de Identificação. Ela é composta de 23 caracteres alfanuméricos, que deve ser anotada no TRCT Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho com letra legível e em local de fácil visualização, ou impressa e entregue ao trabalhador. A primeira posição da chave de identificação corresponde à faixa de enquadramento do saldo disponível na conta vinculada, sem considerar os valores não homologados, no momento da comunicação de movimentação através da Internet.

33 Geração da Chave de Identificação COMUNICAÇÃO DE MOVIMENTAÇÃO EFETUADA COM SUCESSO. Chave de Identificação: AP Data Prevista para Pagamento: DD/MM/AAAA Anexar esta tela ao TRCT ou anotar a Chave de Identificação e a data prevista para pagamento no TRCT, na via destinada ao trabalhador. ATENÇÃO Orientar o trabalhador a promover o saque do FGTS, em qualquer agência da Caixa, a partir da data prevista para pagamento acima informada. Dica!!!! Letras AP : O valor é até R$1.000,00 (um mil reais) e trabalhador possui cartão cidadão com senha ativa. Poderá então dirigir-se a qualquer casa lotérica ou terminal de auto atendimento para efetuar o saque.

34 ESPAÇO PARA DÚVIDAS

35 Fontes para Consulta CARTILHA DO EMPREGADOR, MANUAL OPERACIONAL DO APLICATIVO CLIENTE GRRF Disponíveis no site da Caixa, Aba Download (FGTS). Trazem informações sobre como baixar o aplicativo, configuração necessária e utilização para o empregador. SITE DA CAIXA ECONÔMICA: No site é possível consultar na aba Download a Cartilha do Empregador, o Manual Operacional, entre outros documentos. SITE DO FGTS: Nele é possível consultar inúmeras informações sobre o FGTS, incluindo Relatórios, Índices, etc.

36 Help Desk Help desk: (demanda tecnológica)

37

Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior

Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior 1 - Identificação do trabalhador Nome do Trabalhador Solicitação de Saque do FGTS Pagamento a Residente no Exterior PIS/PASEP CTPS Nº e Série Doc. identidade Data de nascimento / / CPF Endereço eletrônico

Leia mais

CONECTIVIDADE SOCIAL APLICATIVO WEB - INTERNET

CONECTIVIDADE SOCIAL APLICATIVO WEB - INTERNET CONECTIVIDADE SOCIAL APLICATIVO WEB - INTERNET Apresentação 1. Introdução O que é? O que é Portal Eletrônico de Relacionamento? Qual a finalidade? Por que utilizar? Quem utiliza? Participantes do processo

Leia mais

Apresentação. 1. Introdução. 2. Como acessar. 3. Localização da conta vinculada do trabalhador. 4. Algumas observações importantes sobre o aplicativo

Apresentação. 1. Introdução. 2. Como acessar. 3. Localização da conta vinculada do trabalhador. 4. Algumas observações importantes sobre o aplicativo Apresentação 1. Introdução O que é? O que é Portal Eletrônico de Relacionamento? Qual a finalidade? Por que utilizar? Quem utiliza? Participantes do processo Benefícios ( para as empresas, para os trabalhadores,

Leia mais

CONDIÇÕES DE SAQUE PARA FGTS

CONDIÇÕES DE SAQUE PARA FGTS CONDIÇÕES DE SAQUE PARA FGTS O trabalhador pode sacar os recursos de sua conta vinculada nas situações abaixo. Veja como comprovar para ter direito ao saque: DEMISSÃO SEM JUSTA CAUSA Documento de identificação

Leia mais

CONECTIVIDADE SOCIAL / EMPREGADOR - INTERNET

CONECTIVIDADE SOCIAL / EMPREGADOR - INTERNET CONECTIVIDADE SOCIAL / EMPREGADOR - INTERNET SUMÁRIO Apresentação 1. Introdução O que é o CS/E? O que é Portal Eletrônico de Relacionamento? Qual a finalidade? Por que utilizar? Quem utiliza? Participantes

Leia mais

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O SEGURO DESEMPREGO Benefício temporário concedido ao trabalhador desempregado dispensado sem justa causa é composto por 3 a 5 parcelas mensais, pagas em dinheiro, de valores

Leia mais

MÓDULO 10 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO DA CONTA VINCULADA DO FGTS 10.6

MÓDULO 10 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO DA CONTA VINCULADA DO FGTS 10.6 MÓDULO 10 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO MOVIMENTAÇÃO 10.6 DA CONTA VINCULADA DO FGTS ÍNDICE ASSUNTO PÁGINA 10.6. MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA DO FGTS... 3 10.6.1. INTRODUÇÃO... 3 10.6.2. FINALIDADE

Leia mais

INTRODUÇÃO 0800 726 0104 www.caixa.gov.br 0800 726 0104

INTRODUÇÃO 0800 726 0104 www.caixa.gov.br 0800 726 0104 Manual Operacional Aplicativo Cliente - GRRF Versão 2.0.2 INTRODUÇÃO O aplicativo cliente da GRRF é o instrumento criado para que os empregadores façam o recolhimento rescisório do Fundo de Garantia do

Leia mais

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Objetivo: Conectividade Social ICP Alteração cadastral no FGTS Acesso do Trabalhador ao FGTS Novo TRCT Certificado Digital

Leia mais

INTRODUÇÃO ALTERAÇÃO EM RELAÇÃO À VERSÃO ANTERIOR

INTRODUÇÃO ALTERAÇÃO EM RELAÇÃO À VERSÃO ANTERIOR Manual Operacional Aplicativo Cliente - GRRF Versão 2.0.4 INTRODUÇÃO O aplicativo cliente da GRRF é o instrumento criado para que os empregadores façam o recolhimento rescisório do Fundo de Garantia do

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 1.0 29/09/2015 Alterações em relação à versão anterior Não se aplica Simples Doméstico esocial 1. O que é o SIMPLES Doméstico? Vivemos um momento

Leia mais

NOVO TRCT Estratégia Atuação CAIXA x MTE

NOVO TRCT Estratégia Atuação CAIXA x MTE NOVO TRCT Estratégia Atuação CAIXA x MTE ABRIL 2012 Legislação Específica - MTE Instrução Normativa Nº 15, de 14/07/2010 - estabeleceu procedimentos para assistência e homologação na rescisão de contrato

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 2.0 21/10/2015 Alterações em relação à versão anterior Alterado: itens 11, 13, 22, 29, 30, 33, 34, 40, 45, 47 e 50 Incluído: itens 12, 14, 15,

Leia mais

CONECTIVIDADE SOCIAL ICP

CONECTIVIDADE SOCIAL ICP CONECTIVIDADE T SOCIAL ICP - Dicas de utilização ABRIL 2012 Prezado Usuário O novo Conectividade Social trouxe a segurança da certificação digital no padrão ICP Brasil para o dia a dia das empresas, aliado

Leia mais

Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01)

Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01) HOMOLOGNET Base Legal (Perguntas e Respostas 02.01) Portaria Nº 1.620, de 14/07/2010: Institui o sistema Homolognet; Portaria Nº 1.621, de 14/07/2010: Aprova modelos de TRCT e Termos de Homologação; Instrução

Leia mais

RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS

RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS RETIFICAÇÃO DE DADOS FGTS Visualização na Internet: CONTA LOCALIZADA NÃO ATENDE AOS CRITÉRIOS ESTABELECIDOS PARA ACESSO VIA INTERNET Esta mensagem indica que a conta possui algum impeditivo de localização,

Leia mais

CIRCULAR CEF Nº 506, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010 DOU 02.02.2010

CIRCULAR CEF Nº 506, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010 DOU 02.02.2010 CEF - Circular nº 506/2010 2/2/2010 CIRCULAR CEF Nº 506, DE 01 DE FEVEREIRO DE 2010 DOU 02.02.2010 Dispõe sobre condições e procedimentos operacionais para a formalização do Termo de Habilitação aos créditos

Leia mais

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO

RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO 1 RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO E SUA ALTERAÇÃO Camila Cristina Verly Vieira 1 Márcia Serafim Alves 2 Resumo: Como base sobre o termo rescisório o objetivo é demonstrar as diversas formas de se rescindir

Leia mais

RDT - Retificação de Dados do Trabalhador FGTS Grau de sigilo

RDT - Retificação de Dados do Trabalhador FGTS Grau de sigilo RDT - Retificação de Dados do Trabalhador FGTS Grau de sigilo Orientações de preenchimento são obtidas no "Manual de Orientações, Retificação de Dados, Transferência de Contas Vinculadas e Devolução de

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE TRANSFERÊNCIAS DE BENEFÍCIOS DIRETORIA DO FUNDO DE GARANTIA

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE TRANSFERÊNCIAS DE BENEFÍCIOS DIRETORIA DO FUNDO DE GARANTIA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE TRANSFERÊNCIAS DE BENEFÍCIOS DIRETORIA DO FUNDO DE GARANTIA CIRCULAR CAIXA Nº 296, DE 19 DE SETEMBRO DE 2003 Estabelece procedimentos para movimentação das contas

Leia mais

APRESENTAÇÃO. Apresentamos nos capítulos abaixo as orientações para a utilização do sistema:

APRESENTAÇÃO. Apresentamos nos capítulos abaixo as orientações para a utilização do sistema: Manual de Preenchimento Aplicativo Cliente - GRRF Versão 2.0.2 APRESENTAÇÃO O Sistema GRRF Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS foi elaborado com o propósito de agilizar o processamento dos recolhimentos

Leia mais

Capítulo I Seção I Disposições preliminares

Capítulo I Seção I Disposições preliminares INSTRUÇÃO NORMATIVA SRT N o 15, DE 14 DE JULHO DE 2010. Estabelece procedimentos para assistência e homologação na rescisão de contrato de trabalho. A SECRETÁRIA DE RELAÇÕES DO TRABALHO DO MINISTÉRIO DO

Leia mais

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012

Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Conectividade Social ICP GERÊNCIA DE FILIAL DO FUNDO DE GARANTIA GIFUG/BH 2012 Objetivo: Conectividade Social ICP Alteração cadastral no FGTS Acesso do Trabalhador ao FGTS Novo TRCT Quase 3 milhões de

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Vice-Presidência de Transferência de Benefícios. Superintendência Nacional de Fundo de Garantia

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL. Vice-Presidência de Transferência de Benefícios. Superintendência Nacional de Fundo de Garantia CAIXA ECONÔMICA FEDERAL Vice-Presidência de Transferência de Benefícios Superintendência Nacional de Fundo de Garantia Circular nº.404, de 29 de março de 2007. Estabelece procedimentos para movimentação

Leia mais

CERTIFICAÇÃO DIGITAL E CONECTIVIDADE SOCIAL

CERTIFICAÇÃO DIGITAL E CONECTIVIDADE SOCIAL CERTIFICAÇÃO DIGITAL E CONECTIVIDADE SOCIAL Palestrante: Rosalina Camilot Alves de Lima GIFUG/SP Gerência de Filial do FGTS de São Paulo 14/07/2011 Assuntos abordados nesta apresentação Circular CAIXA

Leia mais

Lei 8.036/90 ( FGTS: possibilidades e condições de utilização/saque; Certificado de Regularidade do FGTS; Guia de Recolhimento GRF)

Lei 8.036/90 ( FGTS: possibilidades e condições de utilização/saque; Certificado de Regularidade do FGTS; Guia de Recolhimento GRF) Lei 8.036/90 ( FGTS: possibilidades e condições de utilização/saque; Certificado de Regularidade do FGTS; Guia de Recolhimento GRF) FGTS Fundo indenizatório, criado com o objetivo de proteger o trabalhador

Leia mais

16/06/2015 SEGURO DESEMPREGO SEGURO DESEMPREGO. Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO. Dispensa involuntária

16/06/2015 SEGURO DESEMPREGO SEGURO DESEMPREGO. Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB CRITÉRIOS DE HABILITAÇÃO. Dispensa involuntária Superintendência Regional do Trabalho e Emprego e Emprego no Ceará Setor do Seguro Desemprego e do Abono Salarial Programa do Seguro Desemprego EMPREGADOR WEB Rua 24 de Maio, 178 Centro Fone: 3255.3905

Leia mais

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS

Clique aqui para começar. Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Clique aqui para começar Cartilha do Empregador Doméstico para emissão da GRF Guia de Recolhimento do FGTS Informações adicionais Você poderá navegar livremente na cartilha utilizando os botões localizados

Leia mais

Conectividade Social

Conectividade Social Conectividade Social Conectividade Social - ICP Disseminar o uso do novo Portal de Relacionamento Conectividade Social no padrão ICP-Brasil. Certificado digital O que é? É o instrumento virtual que garante

Leia mais

RSN Administrar FGTS/RJ

RSN Administrar FGTS/RJ RSN Administrar FGTS/RJ Índice Legislação Vigente Evolução Procedimental Percentuais Guias em utilização recolhimento regular SEFIP 8.4 - Importação de Folha e Entrada de dados SEFIP 8.4 - Dados do Movimento

Leia mais

O BENEFICIO DO FGTS PARA O EMPREGADO.

O BENEFICIO DO FGTS PARA O EMPREGADO. O BENEFICIO DO FGTS PARA O EMPREGADO. Resumo Paola Guariso Crepaldi; Renato Nogueira Perez Avila Sheila Ribeiro Nunes Nos dias de hoje, as Empresas está muito preocupado com as questões trabalhistas, o

Leia mais

Instruções de Impressão

Instruções de Impressão Instruções de Impressão 1. O modelo deverá ser plano e impresso em papel A4, na cor branca, com 297 milímetros de altura e 210 milímetros de largura em papel com, ao menos, 75 gramas por metro quadrado.

Leia mais

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET

SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET SEÇÃO DE RELAÇÕES DO TRABALHO SETOR DE HOMOLOGAÇÃO TREINAMENTO SISTEMA HOMOLOGNET ACESSO AO HOMOLOGNET Para utilizar o HomologNet é necessário acessar o Portal do Trabalho e Emprego na Internet, no endereço

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 467, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005

RESOLUÇÃO Nº 467, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005 RESOLUÇÃO Nº 467, DE 21 DE DEZEMBRO DE 2005 Estabelece procedimentos relativos à concessão do Seguro-Desemprego. O Conselho Deliberativo do Fundo de Amparo ao Trabalhador - CODEFAT, no uso das atribuições

Leia mais

Prezado Usuário. Cordialmente, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Prezado Usuário. Cordialmente, CAIXA ECONÔMICA FEDERAL CONECTIVIDADE SOCIAL ICP - Dicas de utilização JUNHO / 2013 Prezado Usuário O novo Conectividade Social ICP trouxe a segurança da certificação digital no padrão ICP Brasil para o dia-a-dia das empresas.

Leia mais

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CAIXA ECONÔMICA FEDERAL VICE-PRESIDÊNCIA DE FUNDOS DE GOVERNO E LOTERIAS CIRCULAR Nº 449, DE 13 DE OUTUBRO DE 2008: Estabelece procedimentos referentes à retificação de informações e transferência de contas

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 1.0 ÍNDICE

Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 1.0 ÍNDICE Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 1.0 ÍNDICE 01. GENERALIDADES 01.01 Qual o significado das siglas, acrônimos e abreviaturas aqui utilizados? 01.02 Que funcionalidades o HomologNet oferece?

Leia mais

SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ

SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ SAIBA COMO O FGTS PODE FAZER TODA A DIFERENÇA PARA VOCÊ O que é o FGTS O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) foi criado na década de 60 para assegurar ao trabalhador, quando demitido sem justa

Leia mais

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011.

SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. SEGURO-DESEMPREGO - NOVOS VALORES - MARÇO/2011 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 09/03/2011. Sumário: 1 - Introdução 2 - Requisitos 3 - Comprovação 4 - Parcelas 4.1 - Parcelas Adicionais

Leia mais

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012

PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 PORTARIA MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO Nº 1.057 DE 06.07.2012 D.O.U.: 09.07.2012 Altera a Portaria nº 1.621 de 14/07/2010, que aprovou os modelos de Termos de Rescisão do Contrato de Trabalho

Leia mais

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011

GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 DOU Nº 131, segunda-feira, 9 de julho de 2012 Seção 1 Página 108 GABINETE DO MINISTRO PORTARIA Nº 1.057, DE 6 DE JULHO DE 2011 Altera a Portaria nº 1.621, de 14 de julho de 2010, que aprovou os modelos

Leia mais

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão:

Módulo de Rescisão. Passaremos a explicar abaixo os campos da tela do cálculo da rescisão: Módulo de Rescisão Para calcular a rescisão, é necessário informar para quem se deseja calcular (Código, Divisão, Tomador), depois informar tipo de dispensa, data de aviso prévio, data de pagamento, dias

Leia mais

Estabelece procedimentos para movimentação das contas vinculadas do FGTS e baixa instruções complementares.

Estabelece procedimentos para movimentação das contas vinculadas do FGTS e baixa instruções complementares. Circular CAIXA nº 537, de 17.01.2011 - DOU 1 de 18.01.2011 Estabelece procedimentos para movimentação das contas vinculadas do FGTS e baixa instruções complementares. A Caixa Econômica Federal - CAIXA,

Leia mais

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial

Desconto Valor Desconto Valor Desconto Valor 100 Pensão Alimentícia 101 Adiantamento Salarial ANEXO I TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE

Leia mais

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

TERMO DE HOMOLOGAÇÃO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO TERMO DE RESCISÃO DO CONTRATO DE TRABALHO 01 CNPJ/CEI 02 Razão Social/Nome IDENTIFICAÇÃO DO EMPREGADOR 03 Endereço (logradouro, nº, andar, apartamento) 04 Bairro 05 Município 06 UF 07 CEP 08 CNAE 09 CNPJ/CEI

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA

ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA ORIENTAÇÕES PARA INSCRIÇÃO NO PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA Após realizar o pré-cadastro no Sistema PBP, (permanencia.gov.mec.br) o estudante deve fazer o seguinte: 1. Imprimir, assinar o Termo de Compromisso,

Leia mais

CONECTIVIDADE SOCIAL ICP TABELA ERRO-AÇÃO V.1

CONECTIVIDADE SOCIAL ICP TABELA ERRO-AÇÃO V.1 CONECTIVIDADE SOCIAL ICP TABELA ERRO-AÇÃO V.1 1. REGISTRO Código do Erro Descrição do Erro Ação Selecione ' Aceito' para continuar o processo de Registro. Para prosseguir, marque o campo Aceito antes de

Leia mais

FGTS para as empresas. Fórum Trabalhista - 24/01/2013 Realização Sescon-RJ

FGTS para as empresas. Fórum Trabalhista - 24/01/2013 Realização Sescon-RJ FGTS para as empresas Fórum Trabalhista - 24/01/2013 Realização Sescon-RJ Roteiro Conectividade Social Regularizações Individualização Cadastral Parcelamento CRF Novo Modelo de TRCT Legislação do FGTS

Leia mais

Nunca foi tão fácil utilizar

Nunca foi tão fácil utilizar Nunca foi tão fácil utilizar o Conectividade Social da CAIXA O que antes era feito com a autenticação de disquetes e precisava do antigo programa CNS para o relacionamento com a CAIXA e prestação de informações

Leia mais

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE TRABALHO TEMPORÁRIO

PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE TRABALHO TEMPORÁRIO PERGUNTAS FREQUENTES SOBRE TRABALHO TEMPORÁRIO 1. A empresa prestadora de serviços de trabalho temporário pode ter mais de uma atividade econômica? Sim. Desde que a atividade de locação de mão-de-obra

Leia mais

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria

Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria 1ª Versão 1 Guia Básico de Processos Corporativos do Sistema Indústria PROCESSO DE DEMISSÃO 1ª Versão 2 ÍNDICE 1 - INTRODUÇÃO 2 - VISÃO SISTÊMICA

Leia mais

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS

Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Instruções Folha de Pagamento Rotina 21 Instruções RAIS Informações Iniciais (Portaria Nº 7, de 3 Janeiro de 2012) o O prazo para a entrega da declaração da RAIS inicia-se no dia 17 de janeiro de 2012

Leia mais

Recolhimento para o FGTS de Empregador Doméstico

Recolhimento para o FGTS de Empregador Doméstico Recolhimento para o FGTS de Empregador Doméstico Este documento tem por objetivo orientar a geração da Guia de Recolhimento Empregador Doméstico. Mensal para o FGTS do Acesse o endereço http://www.esocial.gov.br/

Leia mais

NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO. Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER

NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO. Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER NOVAS REGRAS SEGURO DESEMPREGO Maria Aparecida Guimarães Gerente/GRTE SL Cristiane G. Oliveira Chefe SEATER Legislação LEI Nº 7.998, DE 11 DE JANEIRO DE 1990 LEI Nº 8.900, DE 30 DE JUNHO DE 1994 RESOLUÇÃO

Leia mais

BEM-VINDO AO CONECTIVIDADE SOCIAL ICP

BEM-VINDO AO CONECTIVIDADE SOCIAL ICP CONECTIVIDADE SOCIAL ICP Guia de Orientações ao Magistrado e Servidores da Justiça do Trabalho Março 2014 BEM-VINDO AO CONECTIVIDADE SOCIAL ICP O Conectividade Social ICP é o canal de relacionamento eletrônico,

Leia mais

GFIP - GUIA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PARA O EMPREGADOR DOMÉSTICO

GFIP - GUIA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PARA O EMPREGADOR DOMÉSTICO GFIP - GUIA DE RECOLHIMENTO DO FGTS E INFORMAÇÕES À PREVIDÊNCIA SOCIAL INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO PARA O EMPREGADOR DOMÉSTICO CAMPO 02 RAZÃO SOCIAL/NOME DO EMPREGADOR Indicar o nome do empregador CAMPO

Leia mais

CÓDIGOS DE SAQUES E PROCEDIMENTOS PARA MOVIMENTAÇÃO

CÓDIGOS DE SAQUES E PROCEDIMENTOS PARA MOVIMENTAÇÃO Página 1 de 16 FGTS CÓDIGOS DE SAQUES E PROCEDIMENTOS PARA MOVIMENTAÇÃO (Circular CEF 487/09) CIRCULAR CEF Nº 487, DE 18 DE SETEMBRO DE 2009 (DOU de 21.09.2009) Estabelece procedimentos para movimentação

Leia mais

DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO

DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO Autora: Idinéia Perez Bonafina Escrito em julho/2015 DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO 1. DIREITOS DO TRABALHADOR NA RESCISÃO DO CONTRATO O presente artigo abordará os direitos do trabalhador

Leia mais

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV.

II - Termo de Homologação sem ressalvas - Anexo III; e. III - Termo de Homologação com ressalvas - Anexo IV. PORTARIA N o 1621 DE 14 DE JULHO DE 2010 Aprova modelos de Termos de Rescisão de Contrato de Trabalho e Termos de Homologação. O MINISTRO DE ESTADO DO TRABALHO E EMPREGO, no uso das atribuições que lhe

Leia mais

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal

Legislação. Lei Complementar n 150/2015. Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Simples Doméstico Legislação Lei Complementar n 150/2015 Art. 7, parágrafo único, da Constituição Federal Quem é empregado doméstico? Art. 1 o da LC n 150/2015 Ao empregado doméstico, assim considerado

Leia mais

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso

CONTRATO DE TRABALHO. Empregado Preso CONTRATO DE TRABALHO Empregado Preso Muitas dúvidas surgem quando o empregador toma conhecimento que seu empregado encontra-se preso. As dúvidas mais comuns são no sentido de como ficará o contrato de

Leia mais

Manual da Rescisão Complementar

Manual da Rescisão Complementar Manual da Rescisão Complementar Atualizado em Abril/2009 Pág 1/16 Sumário Rescisão Complementar... 2 Reajuste salarial para funcionários demitidos... 3 Novos Campos cadastro de Sindicato... 4 Recálculo

Leia mais

MANUAL FGTS MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA

MANUAL FGTS MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA MANUAL FGTS MOVIMENTAÇÃO DA CONTA VINCULADA VIFUG Vice-Presidência de Fundos de Governo e Loterias SUFUG Superintendência Nacional do Fundo de Garantia GEPAS Gerência Nacional de Administração do Passivo

Leia mais

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º,

13º SALARIO Posteriormente, a Constituição Federal de 1988, em seu art. 7º, 13º SALARIO Trabalhadores beneficiados Farão jus ao recebimento do 13º salário os seguintes trabalhadores: a) empregado - a pessoa física que presta serviços de natureza urbana ou rural à empresa, em caráter

Leia mais

SCP - Sistema de Controle de Pagamentos de Precatórios

SCP - Sistema de Controle de Pagamentos de Precatórios SCP - Sistema de Controle de Pagamentos de Precatórios Módulo de Captação de dados das Entidades Devedoras Manual do Usuário Versão 1.6 Fevereiro/2011 0 Manual do Usuário Índice 1. Introdução... 2 2. Acesso

Leia mais

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS.

Direito do Trabalho CARACTERÍSTICAS. Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. CARACTERÍSTICAS Empregados urbanos e rurais contratados a partir de 1988 inserem-se automaticamente no sistema do FGTS. O FGTS consiste em recolhimentos pecuniários mensais feitos pelo empregador em uma

Leia mais

Conectividade Social. Massificação MAIO 2011

Conectividade Social. Massificação MAIO 2011 Conectividade Social Massificação MAIO 2011 Canal de relacionamento eletrônico, para troca de informações entre a CAIXA e os entes que se relacionam com o FGTS e/ou outros produtos e serviços nele disponíveis.

Leia mais

DEPARTAMENTO PESSOAL

DEPARTAMENTO PESSOAL DEPARTAMENTO PESSOAL DÚVIDAS MAIS FREQUENTES 1 1. Documentos necessários para admissão Para o processo de admissão, o novo funcionário deverá apresentar a relação de documentos abaixo: *Carteira de Trabalho

Leia mais

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico

Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Perguntas e Respostas do esocial Empregador Doméstico Versão 2.1 12/11/2015 Alterações em relação à versão anterior Alterado: itens 23, 25, 30, 31, 34, 35, 37, 46, 47 e 48 Incluído: itens 14, 40, 41 e

Leia mais

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS

MANUAL DOS DIREITOS DOS COMERCIÁRIOS 11. DIREITOS NA HORA DA DEMISSÃO É de fundamental importância saber quais os direitos dos trabalhadores na hora da rescisão do contrato de trabalho. Devese ter especial atenção no caso de demissões sem

Leia mais

RESOLUÇÃO/CAD Nº 003 DE 29 DE AGOSTO DE 2013.

RESOLUÇÃO/CAD Nº 003 DE 29 DE AGOSTO DE 2013. RESOLUÇÃO/CAD Nº 003 DE 29 DE AGOSTO DE 2013. Súmula: Institui o Programa de Desligamento Voluntário para os funcionários da Companhia de Habitação de Londrina COHAB-LD. O CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DA

Leia mais

Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 2.0 ÍNDICE

Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 2.0 ÍNDICE Perguntas e Respostas sobre o HomologNet Versão 2.0 ÍNDICE 01. GENERALIDADES 01.01 Qual o significado das siglas, acrônimos e abreviaturas aqui utilizados? 01.02 Que funcionalidades o HomologNet oferece?

Leia mais

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO

MANUAL DE PROCEDIMENTOS PROCEDIMENTO DE RESCISÃO DE CONTRATO DE TRABALHO Recursos. INTRODUÇÃO O Procedimento de Rescisão de Contrato de Trabalho tem por objetivo estabelecer os critérios para o processo de desligamento de empregados e estagiários nas modalidades de: pedido

Leia mais

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR

SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR CAIXA SIFAP SISTEMA DE FARMÁCIA POPULAR MANUAL DO USUÁRIO DA FARMÁCIA (INTERNET) Versão 12-05/01/2015 1 ÍNDICE CAIXA CAIXA...1 CAIXA...2 CAIXA...2 1.Introdução... 2 2.Objetivo do Sistema...3 3.Usuário

Leia mais

RESCISÃO DE CONTRATO

RESCISÃO DE CONTRATO RESCISÃO DE CONTRATO MTE altera novamente Portaria 1.621 que aprovou novos Termos de Rescisão O Ministério do Trabalho e Emprego, através da Portaria 1.057, de 6-7-2012, publicada no Diário Oficial de

Leia mais

FGTS Manual de Orientações Retificação de Dados, Transferência de Contas Vinculadas e Devolução de Valores Recolhidos a Maior

FGTS Manual de Orientações Retificação de Dados, Transferência de Contas Vinculadas e Devolução de Valores Recolhidos a Maior FGTS Manual de Orientações Retificação de Dados, Transferência de Contas Vinculadas e Devolução de Valores Recolhidos a Maior 1 Apresentação O Manual de Orientação ao Empregador Retificação de Dados, Transferência

Leia mais

Acesso ao cadastro de Rubricas

Acesso ao cadastro de Rubricas Pesquisar a Base de conhecimento Pesquisar Pesquisa Avançada Topo Pack Topo Pack Departamento Pessoal Configurando a Geração do HOMOLOGNET. Autor brunosilva.sup.pack Bruno Número de Referência do Artigo

Leia mais

Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas

Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas Para facilitar o entendimento do processo de geração da RAIS 2010 nos Sistemas Cordilheira, a equipe de Suporte Técnico da EBS Sistemas disponibilizou este pequeno manual que contém dicas importantes sobre

Leia mais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais

RAIS 2014 Relação Anual de. Informações Sociais RAIS 2014 Relação Anual de Informações Sociais Copyright 2013 1 Definição: Relação Anual de Informação Social: Todo estabelecimento deve fornecer ao Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), por meio da

Leia mais

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI -

LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - LISTA DE DOCUMENTOS - PROUNI - Os candidatos pré-selecionados devem entrar em contato com o SAE (Serviço de Assistência ao Estudante) para agendar a entrevista. Telefone: 35-3299-3044 Segue abaixo a relação

Leia mais

Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3

Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3 Manual de Orientações Aplicativo Cliente ICP Versão 3.3 ÍNDICE INTRODUÇÃO...3 Legenda de Ícones...4 Legenda de Botões...5 ORIENTAÇÕES OPERACIONAIS...6 CAPÍTULO I INSTALAÇÃO DO APLICATIVO CLIENTE...7 1.

Leia mais

ACOMPANHE SEU FINANCIAMENTO CRÉDITO IMOBILIÁRIO CAIXA

ACOMPANHE SEU FINANCIAMENTO CRÉDITO IMOBILIÁRIO CAIXA Esta cartilha tem por finalidade orientar sobre a utilização da funcionalidade do Acompanhamento da Proposta de Financiamento que a CAIXA disponibiliza para você. Com a entrega da documentação na CAIXA,

Leia mais

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012

CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2010/2012 NÚMERO DE REGISTRO NO MTE: RJ002030/2010 DATA DE REGISTRO NO MTE: 30/09/2010 NÚMERO DA SOLICITAÇÃO: MR054079/2010 NÚMERO DO PROCESSO: 46215.033057/2010-51 DATA

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML

MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML MANUAL DE ORIENTAÇÕES GERAIS ARQUIVO XML DIGITAÇÃO DE GUIAS PARA ENVIO ELETRÔNICO VIA WEB RECIFE - 2015 1 1. ACESSANDO O PORTAL TISS Para acessar o Portal TISS Digitação, o credenciado deverá acessar o

Leia mais

Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015.

Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015. Oficio nº 004/2015 Joinville/SC, 22 de abril de 2015. Senhor Presidente, No último dia 1º de abril entrou em vigor o Seguro Desemprego via web, porém o sistema vem apresentando diversas problemas, dificultando

Leia mais

R: Portal Eletrônico de relacionamento desenvolvido em plataforma 100% WEB que viabiliza a troca de informações entre o usuário e a CAIXA.

R: Portal Eletrônico de relacionamento desenvolvido em plataforma 100% WEB que viabiliza a troca de informações entre o usuário e a CAIXA. CONECTIVIDADE SOCIAL ICP 1 - O que é? R: Portal Eletrônico de relacionamento desenvolvido em plataforma 100% WEB que viabiliza a troca de informações entre o usuário e a CAIXA. 2 - A quem se destina o

Leia mais

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios

VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios VALIDADOR DE ARQUIVOS SICREDI (VAS) Cobrança e Convênios Atrelada ao processo: Validação de layout dos arquivos de convênios/cobrança de um novo convênio/cedente Classificação da informação: uso interno

Leia mais

MANUAL Inclusão de Proposta para licitação" Operando o Portal do Cidadão

MANUAL Inclusão de Proposta para licitação Operando o Portal do Cidadão MANUAL Inclusão de Proposta para licitação" Operando o Portal do Cidadão Para efetuar esta operação o usuário deverá acessar o portal guaramirim.atende.net rolar a página até o final, clicando na aba Enviar

Leia mais

RESCISÕES CONTRATUAIS

RESCISÕES CONTRATUAIS RESCISÕES CONTRATUAIS Regras para o Aviso Prévio Proporcional A Lei 12.506/2011 determinou um acréscimo de 3 (três) dias para cada ano trabalhado, limitado a 90 (noventa) dias de indenização. A nova regra

Leia mais

Rescisão Complementar

Rescisão Complementar Rescisão Complementar Para gerar rescisão complementar no LedWin, precisamos primeiramente ter calculado a rescisão normal: - Rescisão Complementar Foi implantada no sistema a rotina de Rescisão Complementar,

Leia mais

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários

Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Secretaria De Estado de Fazenda Superintendência de Gestão da Informação Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários Unidade Gestora de Integração de Sistemas Tributários DECLARAÇÃO DE COMPRA

Leia mais

Conectividade Social ICP

Conectividade Social ICP Conectividade Social ICP Com o novo Conectividade Social ICP a partir de 30/06/2012 será obrigatório a utilização do certificado digital, sendo realizado 100% via WEB, dessa forma todo processo relacionado

Leia mais

1/7. Prof. Wilson Roberto

1/7. Prof. Wilson Roberto 1/7 5. Contrato individual de trabalho: Contribuição Sindical, INSS, Salário-família, IRRF trabalho assalariado, PIS/PASEP, e CAGED Contribuição Sindical A contribuição sindical está prevista nos artigos

Leia mais

Perguntas e Respostas. HOMOLOGNET - VERSÃO 3.1 (atualizado em 09/11/2011)

Perguntas e Respostas. HOMOLOGNET - VERSÃO 3.1 (atualizado em 09/11/2011) Perguntas e Respostas HOMOLOGNET - VERSÃO 3.1 (atualizado em 09/11/2011) 01. GENERALIDADES 01.01 Qual o significado das siglas, acrônimos e abreviaturas aqui utilizados? CEI - Cadastro Específico do INSS

Leia mais

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet.

Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet. 1 Cartilha do SISTEMA DE ATERMAÇÃO ONLINE Para o ajuizamento de ação sem advogado, via internet. O Serviço de Atermação Online (SAO) é o novo jeito que você tem de buscar atendimento do Juizado Especial

Leia mais

Legislação não transfere à Administração Pública a responsabilidade por seu pagamento

Legislação não transfere à Administração Pública a responsabilidade por seu pagamento Legislação Fiscal Lei nº 8.666/1993 Art. 67. A execução do contrato deverá ser acompanhada e fiscalizada por um representante da Administração especialmente designado, permitida a contratação de terceiros

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 754, DE 26 DE AGOSTO DE 2015

RESOLUÇÃO Nº 754, DE 26 DE AGOSTO DE 2015 RESOLUÇÃO Nº 754, DE 26 DE AGOSTO DE 2015 Regulamenta os procedimentos para habilitação e concessão de Seguro-Desemprego para empregados domésticos dispensados sem justa causa na forma do art. 26 da Lei

Leia mais