Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul"

Transcrição

1 Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul Termos de Referência: ESPECIALISTA EM SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS (01 Consultor/a): CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA BRASILEIRA EM ENCADEAMENTO PRODUTIVO DO ALGODÃO E ECONOMIA SOLIDÁRIA 1. ANTECEDENTES O Projeto Regional GCP/RLA/199/BRA: "Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul- Sul foi firmado entre o Governo brasileiro (Agência Brasileira de Cooperação do Ministério de Relações Exteriores ABC/MRE), o Instituto Brasileiro do Algodão (IBA) e o Escritório Regional da FAO para a América Latina e o Caribe (FAORLC) no final de 2012, com o objetivo de promover o desenvolvimento de iniciativas e atividades de cooperação técnica para o fortalecimento da cadeia de valor do algodão nos países membros ou associados do MERCOSUL mediante a execução de projetos nacionais ( Projetos-país ). O intercâmbio de conhecimentos, tecnologias e experiências exitosas em temas relevantes para a agricultura familiar algodoeira é parte fundamental da estratégia de ação destas iniciativas de Cooperação Sul-Sul trilaterais. Nesse sentido, o Projeto Regional GCP/RLA/199/BRA conta com um Produto destinado à identificação, sistematização e difusão de boas práticas disponíveis no Brasil e nos países parceiros para ser compartilhadas, abrangendo temas como: acesso a tecnologias, inovação tecnológica e produção sustentável da agricultura familiar algodoeira; fortalecimento do associativismo e do cooperativismo, acesso a mercados e inserção na cadeia de valor do algodão, inclusive mediante canais comercialização alternativos (economia solidária); entre outros. Alguns eixos temáticos transversais deverão ser observados na sistematização das boas práticas. São eles: agricultura familiar; planejamento do desenvolvimento rural com base em mecanismos de participação local; aplicação do enfoque territorial superando a visão setorial; segurança alimentar e combate à pobreza rural; participação e enfoque de direitos da população rural, incluindo mulheres, jovens e povos indígenas. 2. ÂMBITO DA CONSULTORIA Durante o ano de 2015 está previsto o registro de duas Boas Práticas brasileiras, sendo uma delas a experiência da Cooperativa Justa Trama com a cadeia produtiva de algodão ecológico, realizada com apoio da Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego (SENAES/MTE). Esta iniciativa organizou a cadeia produtiva do algodão orgânico desde a produção pela agricultura familiar, passando pela fiação industrial, até a confecção. 3. OBJETIVOS DA CONSULTORIA Registrar a experiência da Cooperativa Justa Trama com a cadeia produtiva de algodão ecológico, utilizando como ferramentas a revisão documental, entrevistas semiestruturadas, grupos focais, registro fotográfico e consequente sistematização e elaboração do conteúdo da boa prática, segundo proposta metodológica a ser elaborada pelo(a) consultor e aprovada pela Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA e com base nos procedimentos adotados pela FAO. A sistematização da boa prática deverá ser um processo de análise, reflexão, resgate e reconstrução das etapas e mecanismos de criação, implementação, monitoramento e avaliação da experiência em questão, assim como de seus resultados e lições aprendidas. Os trabalhos incluirão revisão documental e realização de entrevistas. 1

2 Os Produtos da Consultoria deverão ser elaborados tendo em vista os seguintes tópicos referenciais: Contribuir à identificação dos resultados alcançados e das lições aprendidas durante o desenho e a execução da experiência pela perspectiva dos atores envolvidos; Identificar a cadeia de atores envolvidos e as articulações entre eles que permitiram o desenvolvimento da experiência (produtores associados, técnicos e entidades que apoiaram e apoiam a experiência); Ressaltar o enfoque transversal de participação social no desenvolvimento da experiência. 4. RESULTADOS ESPERADOS Espera-se como resultado da Consultoria uma Boa Prática brasileira sistematizada em formato de texto e disponível para o intercâmbio com os demais países parceiros do Projeto GCP/RLA/199/BRA. O resultado dos trabalhos do consultor deverá ser entregue em formato de um texto a ser elaborado pelo(a) próprio(a) Consultor(a). O texto da Boa Prática deverá apresentar, de maneira didática e informativa, a experiência exitosa a um público alvo conformado pelo quadro de pessoal técnico y diretivo das entidades governamentais e organizações da sociedade civil dos países parceiros do Projeto (Ministérios, agências de pesquisa e assistência técnica, cooperativas, entidades privadas do setor têxtil, e outras entidades pertencentes aos diversos elos da cadeia de valor do algodão nos países cooperantes). O público da boa prática inclui ainda a FAO, outras agências do Sistema Nações Unidas, universidades, entidades de países em desenvolvimento envolvidas na Cooperação Sul-Sul e o público em geral. A equipe do Projeto Regional GCP/RLA/199/BRA compartilhará com o(a) consultor(a) contratado(a) material informativo sobre a metodologia de Boas Práticas adotada pela FAO de forma a orientar o trabalho a ser realizado. Este material incluirá um formulário para coleta de dados e sistematização da experiência em questão. 5. ATORES ENVOLVIDOS Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA no Escritório Regional da FAO para a América Latina e o Caribe em Santiago do Chile e a Representação da FAO no Brasil Pessoal diretivo e técnico das entidades brasileiras que apoiaram ou apoiam o desenvolvimento da experiência que será objeto da Consultoria e outros atores que possam emitir opinião sobre ela. Entre esses atores se destacam as associadas à Cooperativa Justa Trama e a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério de Trabalho e Emprego do Brasil (SENAES/MTE). 6. PRODUTOS DA CONSULTORIA Produto 1 (05 dias após a assinatura do contrato): Proposta Metodológica e Operacional para sistematização e elaboração do texto da Boa Práticas, incluindo minimamente: (i) um marco conceptual (breve) sobre o enfoque de sistematização adotado por FAO, os objetivos, os eixos de sistematização e a metodologia para elaboração da Boa Prática; (ii) a estrutura de conteúdos do texto; (iii) uma lista de atores envolvidos na boa prática a entrevistar; (iv) as perguntas das entrevistas e o formulário de sistematização e outros instrumentos do processo (o formulário já haverá sido compartilhado pelo Projeto), e (v) um cronograma de atividades. Produto 2 (45 dias após a assinatura do contrato): Relatório Preliminar de sistematização da Boa Prática com base na revisão e análise dos dados compilados e entrevistas para apresentação e retroalimentação pela equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA. Produto 3 (70 dias após a assinatura do contrato): Texto Final de sistematização da Boa Prática em formato de texto Word, com imagens fotográficas, elaborado e editado com base na estrutura previamente definida (Produto 1 Proposta Metodológica e Operacional). O texto deverá ser produzido em linguagem objetiva, didática e acessível ao público alvo. 2

3 7. ATIVIDADES A SEREM REALIZADAS O(a) consultor(a) será responsável por realizar as seguintes atividades: a) Elaboração da Proposta Metodológica e Operacional da Consultoria, com plano de trabalho detalhado e um cronograma tentativo (Produto 1). b) Reunião inicial com a Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA para apresentação, discussão e validação da Proposta Metodológica e Operacional, com vistas a afinar os tempos, metodologias e conteúdos da Consultoria (modalidade de coleta e análise de dados, detalhes da revisão de arquivos documentais, identificação de atores e realização de entrevistas as atores chaves priorizados, etc.). Esta reunião poderá ser realizada por teleconferência ou Skype. c) Revisão e análise documental, reuniões de trabalho com os atores participantes para entrevistas e coleta de dados e depoimentos; análise e sistematização da experiência. As entrevistas acordadas na Proposta Metodológica e Operacional serão presenciais e virtuais, segundo disponibilidade dos atores envolvidos. Os contatos do/a consultor/a com os atores que serão entrevistados deverão ser realizados após a aprovação Proposta Metodológica e Operacional, considerando que esta última deverá conter uma lista preliminar desses atores. d) Elaboração do Relatório Preliminar (Produto 2) da sistematização com base na revisão e análise das informações e dados coletados e reunião com a Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA para apresentação do Relatório Preliminar e retroalimentação. Esta reunião poderá ser realizada por teleconferência ou Skype. e) Ajustes e edição do Relatório Preliminar segundo a retroalimentação, e f) Elaboração do Texto Final (Produto 3) da sistematização da Boa Prática e reunião com a Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA para sua apresentação e discussão. Esta reunião poderá ser realizada por teleconferência ou Skype. 8. LOCAL DE TRABALHO O(a) consultor(a) contratado(a) deverá residir em Brasília-DF, Brasil. As reuniões com a Equipe do Projeto GCP/RLA/199/BRA no Escritório Regional da FAO para a América Latina e Caribe no Chile e na Representação da FAO no Brasil (em Brasília) serão realizadas por teleconferência ou Skype. As entrevistas com os atores das associadas da Cooperativa Justa Trama, localizadas em diversas cidades do Brasil, deverão ser realizadas de forma presencial e por teleconferência ou Skype, segundo a Proposta Metodológica e Operacional aprovada pelo Projeto e segundo a disponibilidade dos atores envolvidos. Este tema será objeto de definição conjunta entre a Equipe do Projeto e o(a) consultor(a) durante a reunião de discussão da Proposta Metodológica e Operacional da Consultoria. Em caso de necessidade, o Projeto GCP/RLA/199/BRA se responsabilizará pelos custos de viagens previamente definidas. Nesse sentido, os(as) candidatos(as) deverão estar disponíveis para eventuais viagens no Brasil no marco desta Consultoria. 9. DURAÇÃO E DATAS DA CONSULTORIA Esta Consultoria está prevista por um período total de 70 dias corridos a partir da assinatura do contrato até a entrega do último Produto (Produto 3), com o seguinte cronograma tentativo: - Prazo para candidaturas: 15 de novembro de Entrevista de seleção: 24 de novembro de Data prevista para o início da Consultoria: 07 de dezembro de Data prevista para entrega do Produto final (Produto 3): 16 de fevereiro de 2015 As datas acima poderão sofrer modificações devido ao período de festas de final de ano e Carnaval

4 10. PROPRIEDADE INTELECTUAL O material produzido no marco deste Contrato, tais como textos, gráficos, meios magnéticos, programas de software e outros documentos e produtos gerados pelo(a) consultor(a) no desempenho de suas funções será propriedade da FAO, que deterá os direitos exclusivos para publicá-los e difundi-los. 11. RESPONSABILIDADE PROFISSIONAL DO CONSULTOR O(a) consultor(a) contratado(a) será o responsável direto e absoluto pelos trabalhos que realiza e por essa razão deverá responder pelo conteúdos produzidos (produtos preliminares e final da consultoria). Também apresentar relatórios da consultoria e dos seus produtos que sejam eventualmente solicitados pela FAO, inclusive após recebimento destes pela FAO. Ademais, o(a) consultor(a) deverá assegurar: Que o processo seja participativo, com envolvimento dos diferentes atores em todas as etapas da sistematização da experiência/boa prática. Que a sistematização seja realizada em coordenação com a equipe do Projeto, com o fim de alcançar e validar acordos sobre os aspectos metodológicos da consultoria nas relações com os atores envolvidos. Que os trabalhos e os produtos estejam fundamentados na prática dos atores envolvidos no desenvolvimento da experiência. Que os produtos da consultoria sejam imparciais, ou seja, que não sejam comprometidos de nenhuma maneira com critérios ou agendas políticas, religiosas ou de nenhuma índole, e que sejam embasados exclusivamente em critérios técnicos. 12. FORMA DE PAGAMENTO Os pagamentos serão realizados da seguinte maneira: 10% na entrega e aprovação do Produto 1 (Proposta Metodológica e Operacional) 30% na entrega e aprovação do Produto 2 (Relatório Preliminar) 60% na entrega e aprovação do Produto 3 (Texto Final) 13. REQUISITOS E QUALIFICAÇÕES PROFESSIONAIS: Requisitos mínimos: Título universitário (graduação) em ciências sociais, agronomia, gestão e/ou políticas públicas, desenvolvimento internacional ou comunicação social. Experiência profissional comprovada na sistematização de experiências, incluindo elaboração de instrumentos e realização de entrevistas com diversos atores (técnicos, líderes comunitários, associações, cooperativas, produtores rurais, autoridades governamentais, quadros de organizações da sociedade civil e de cooperativas e associações, etc.). Experiência na aplicação de metodologias participativas. Experiência profissional comprovada em análise documental e em coleta e análise de dados secundários. Excelente e comprovada capacidade de redação. Fluência em português. Disponibilidade para eventuais deslocamentos a diversas cidades brasileiras onde estão os atores responsáveis pela experiência a ser sistematizadas para realização de entrevistas e coleta de dados. A necessidade de tais deslocamentos será definida pelo Projeto GCP/RLA/199/BRA. Competências desejáveis: 4

5 Especialização ou mestrado em ciências sociais, agronomia, gestão e/ou políticas públicas, desenvolvimento internacional ou comunicação social. Conhecimentos sobre o desenvolvimento de capacidades e comunicação para o desenvolvimento. Fluência em espanhol. 14. COMO SE CANDIDATAR: Os(as) candidatos(as) interessados(as) deverão enviar o seu curriculum vitae e uma carta de apresentação, em português, para o indicando o título do posto no campo de referência da mensagem: "GCP/RLA/199/BRA: Consultor(a) para sistematização de Boa Prática - Economia Solidaria O curriculum vitae deverá indicar a formação e a experiência do candidato referente aos requisitos mínimos (Item 13 dos Termos de Referência). Prazo para encaminhamento das candidaturas: 15 de novembro de 2015 Candidaturas recebidas após esse prazo serão desconsideradas. Apenas os(as) candidatos(as) selecionados(as) para a entrevista serão contatados(as). 5

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL

CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO E ELABORAÇÃO DE TEXTO DE BOA PRÁTICA NA PRODUÇÃO DE ALGODÃO PELA AGRICULTURA FAMILIAR NA PARAÍBA, BRASIL Projeto GCP/RLA/199/BRA: Fortalecimento do Setor Algodoeiro por meio da Cooperação Sul-Sul Termos de Referência: ESPECIALISTA EM SISTEMATIZAÇÃO DE EXPERIÊNCIAS (01 Consultor/a): CONSULTORIA PARA SISTEMATIZAÇÃO

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN MCT 1 VAGA INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) - TECN 3.1.6 - MCT 1 VAGA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Prestação de serviços de pessoa física para a elaboração de documento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA CODT 03 (AM) Uma Vaga TERMO DE REFERÊNCIA (TR) Prestação de serviço técnico especializado, modalidade de consultoria

Leia mais

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória

CONVOCATÓRIA. Contato: Luara Lopes Etapas da Convocatória Contato: Luara Lopes alveslopes@un.org +55 21 99348 5642 www.eird.org/camp-10-15/ O Escritório das Nações Unidas para a Redução de Riscos de Desastres (UNISDR), por meio de seu Escritório Regional para

Leia mais

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde)

O Ministério da Saúde da República Federativa do Brasil (doravante denominado Ministério da Saúde) MEMORANDUM DE ENTENDIMENTO ENTRE O MINISTÉRIO DA SAÚDE DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL E O SECRETARIADO DO PROGRAMA CONJUNTO DAS NAÇÕES UNIDAS SOBRE HIV/AIDS (UNAIDS) PARA CONSTITUIÇÃO DO CENTRO INTERNACIONAL

Leia mais

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I)

OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I) Identificação do Projeto OPAS/OMS Representação do Brasil Programa de Cooperação Internacional em Saúde - TC 41 Resumo Executivo de Projeto (Modelo I) Rede de Cooperação Técnica em Saúde da União de Nações

Leia mais

NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS. ( ):

NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS. ( ): NOME DO PROJETO: PROJETO DE DESENVOLVIMENTO REGIONAL INTEGRADO E SUSTENTÁVEL PDRIS Nº ACORDO EMPRÉSTIMO: 8185-0/BR NÃO OBJEÇÃO - (TERMO DE REFERÊNCIA) Nº DO TDR: 01/2015 DATA: ( 01/03/2014) COMPONENTE:

Leia mais

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento

Agenda. Contexto. O Nordeste Territorial. Fórum de Governança da Atividade Econômica. Formas de Financiamento Agenda Contexto O Nordeste Territorial Fórum de Governança da Atividade Econômica Formas de Financiamento Área de atuação do BNB Nordeste: 1.554,4 mil Km 2 Semi-árido: 974,4 mil Km 2 (62,7% do território

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração de Metodologia e Condução de Oficinas Sobre Compras Afirmativas

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração de Metodologia e Condução de Oficinas Sobre Compras Afirmativas TERMOS DE REFERÊNCIA Localização: Consultor/a Local Elaboração de Metodologia e Condução de Oficinas Sobre Compras Afirmativas Brasil Prazo para candidatura: 17/10/2016 Tipo de Contrato: Nível do Posto:

Leia mais

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições:

2.1. Subcoordenador Técnico Operacional (Código STO) 1 vaga Atribuições: PRORROGAÇÃO DO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROJETO CVDS Manaus, 24 de Novembro de 2014. 1. CONTEXTUALIZAÇÃO O Centro Vocacional para o Desenvolvimento Sustentável (CVDS), trata-se de um projeto piloto

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo

TERMOS DE REFERÊNCIA. Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo TERMOS DE REFERÊNCIA Consultor/a Local Elaboração Guia Coletivo Empreendedorismo Localização: Brasil Prazo para candidatura: 07/01/2015 Tipo de Contrato: Nível do Posto: Idioma(s) necessário: Data esperada

Leia mais

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome

Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome - 06-23-2016 Exposição fotográfica: cinco anos de cooperação por um mundo sem fome por Por Dentro da África - quinta-feira, junho 23,

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 73 (Edital RH088/08)

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 73 (Edital RH088/08) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 73 (Edital RH088/08) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Prestação de serviço de consultoria pessoa física para fornecer suporte

Leia mais

EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA

EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA EDITAL DE CONTRATAÇÃO E TERMO DE REFERÊNCIA O Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB) torna público o termo de referência para a contratação de consultor especializado para produzir informações

Leia mais

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC.

FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. FUNDAÇÃO COORDENAÇÃO DE PROJETOS, PESQUISAS E ESTUDOS TECNOLÓGICOS - COPPETEC. CHAMADA PÚBLICA PARA CONTRATAÇÃO DE AGENTES DE DESENVOLVIMENTO SOLIDÁRIO DO PROJETO BRASIL LOCAL ETNODESENVOLVIMENTO E ECONOMIA

Leia mais

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014

Ações Reunião Ordinária realizada no dia 18 de julho de 2014 R E L A Ç Õ E S D O T R A B A L H O Órgão Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) Representação Efetiva Grupo de Trabalho Tripartite para Implementação da Agenda Nacional de Trabalho Decente Representante

Leia mais

PROJETO. #SouAlterosa

PROJETO. #SouAlterosa EDITAL 03/2016 DIST II DESENVOLVIMENTO INTEGRADO E SUSTENTÁVEL DO TERRITÓRIO PROJETO #Sou Contratação de Agente comunitário 1. Objetivo do Projeto O Projeto #Sou tem por objetivo contribuir para a melhoria

Leia mais

Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde

Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde Termos de Referência Consultoria para o planeamento do Sistema de Informação sobre Trabalho e Emprego de Cabo Verde Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Título: Consultoria para o planeamento

Leia mais

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, COOPERATIVISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA Práticas e Saberes da Agricultura Familiar

IX SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE DESENVOLVIMENTO RURAL SUSTENTÁVEL, COOPERATIVISMO E ECONOMIA SOLIDÁRIA Práticas e Saberes da Agricultura Familiar NORMAS PARA ENVIO E APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS 1. INFORMAÇÕES GERAIS O Seminário Internacional de Desenvolvimento Rural Sustentável, Cooperativismo e Economia Solidária é um evento no âmbito

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/ CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/ CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2012 - CONTRATAÇÃO DE TÉCNICO EXTENSIONISTA (Administração; Gestão Ambiental; Engenharia de produção; Engenharia de Alimentos ou Engenharia Agronômica) NO ÂMBITO DO PROJETO CTA/MDA

Leia mais

CHAMAMENTO PARA SELEÇÃO DE CONSULTORIA EXTERNA

CHAMAMENTO PARA SELEÇÃO DE CONSULTORIA EXTERNA CHAMAMENTO PARA SELEÇÃO DE CONSULTORIA EXTERNA Gabinete do Alto Represente-Geral do MERCOSUL (ARGM) - Assistência técnica em áreas prioritárias do Estatuto da Cidadania. Eixo 5: Trabalho e Emprego - (Dec.

Leia mais

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito

Estado do Rio Grande do Norte PREFEITURA MUNICIPAL DE PILÕES Gabinete do Prefeito Lei nº 345, de 21 de agosto de 2013. Nesta data, 21 de agosto de 2013, SANCIONO a presente Lei. Francisco das Chagas de Oliveira Silva PREFEITO MUNICIPAL Institui o Conselho Municipal de Desenvolvimento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS 1. Objetivo geral: Assessorar tecnicamente a gestão e promover a implementação e articulação interprogramática das atividades relacionadas

Leia mais

Consultoria para planeamento do processo de regulação das profissões no sector de Hotelaria, Restauração e Turismo

Consultoria para planeamento do processo de regulação das profissões no sector de Hotelaria, Restauração e Turismo Termos de Referência Consultoria para planeamento do processo de regulação das profissões no sector de Hotelaria, Restauração e Turismo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) Tipo de

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO)

ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) ORIENTAÇÕES PARA A DEFESA DE PROJETO DE DISSERTAÇÃO (QUALIFICAÇÃO) A Defesa de Projeto de Dissertação consiste na elaboração e apresentação oral, perante banca examinadora, do projeto de pesquisa que será

Leia mais

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS

PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS PROGRAMA DE COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA E DE INOVAÇÃO - PCCT SELEÇÃO DE BOLSISTAS A Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais - FAPEMIG torna público que está aberto o processo de seleção de

Leia mais

EDITAL N 05/2010 SELEÇÃO DE PESSOAL

EDITAL N 05/2010 SELEÇÃO DE PESSOAL INSTITUTO REGIONAL DA PEQUENA AGROPECUÁRIA APROPRIADA-IRPAA CNPJ (MF) 63.094.346/0001-16 Articulação Técnica para apoiar o Planejamento Territorial Sustentável dos Territórios Semiárido Nordeste II, Piemonte

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FMIG 2016 Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação do idoso, os dados

Leia mais

INSTITUTO DE PESQUISA, TECNOLOGIA E NEGÓCIOS Nº 01/2017

INSTITUTO DE PESQUISA, TECNOLOGIA E NEGÓCIOS Nº 01/2017 INSTITUTO DE PESQUISA, TECNOLOGIA E NEGÓCIOS EDITAL DE CRIAÇÃO E CADASTRO DE GRUPOS DE PESQUISA Nº 01/2017 O Instituto de Pesquisa, Tecnologia e Negócios (IPTN), no uso de suas atribuições legais, torna

Leia mais

Leituras Preliminares: um ponto de partida CONFERÊNCIA MUNDIAL CONTRA O RACISMO, A DISCRIMINAÇÃO RACIAL, A XENOFOBIA E A INTOLERÂNCIA CORRELATA

Leituras Preliminares: um ponto de partida CONFERÊNCIA MUNDIAL CONTRA O RACISMO, A DISCRIMINAÇÃO RACIAL, A XENOFOBIA E A INTOLERÂNCIA CORRELATA Leituras Preliminares: um ponto de partida CONFERÊNCIA MUNDIAL CONTRA O RACISMO, A DISCRIMINAÇÃO RACIAL, A XENOFOBIA E A INTOLERÂNCIA CORRELATA FUNDAÇÃO FORD IIDH Instituto Interamericano de Direitos Humanos

Leia mais

IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A

IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA IICA/BRA/09/005 TERMO DE REFERÊNCIA MODALIDADE: PRODUTO CARGO A 01. OBJETO DA CONSULTORIA Contratar Consultoria por produto para desenvolver atividades

Leia mais

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal da Saúde Hospital Materno Infantil Presidente Vargas Comitê de Ética em Pesquisa

Prefeitura Municipal de Porto Alegre Secretaria Municipal da Saúde Hospital Materno Infantil Presidente Vargas Comitê de Ética em Pesquisa INSTRUÇÕES PARA SUBMISSÃO DE PROJETOS DE PESQUISA INFORMAÇÕES GERAIS Os projetos de pesquisa para apreciação do do HMIPV devem ser encaminhados através do sistema on-line da CONEP intitulado Plataforma

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONSULTOR EM PRODUÇÃO DE MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO - 44

TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONSULTOR EM PRODUÇÃO DE MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO - 44 TERMO DE REFERÊNCIA (TOR) PARA CONSULTOR EM PRODUÇÃO DE MATERIAIS DE APOIO PEDAGÓGICO - 44 N.º e Título do Projeto: Projeto OEI/BRA 09/002, Desenvolvimento de Processos Gerenciais e Operacionais no Ministério

Leia mais

CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA

CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA CONSULTORIA PARA AUSCULTAÇÃO SOBRE A FORMALIZAÇÃO DO ROSC E ELABORAÇÃO DO PLANO ESTRATÉGICO DO ROSC PARA O PERÍODO 2012-2015 TERMOS DE REFERÊNCIA 1. Âmbito da Consultoria No âmbito das actividades realizadas

Leia mais

PROPOSTA. Termos de Referência

PROPOSTA. Termos de Referência lierpw ~Nulo do f ~ioga llamado Pranwenel PROPOSTA Termos de Referência Título: Revisão e Actualização do Manual do Formador da formação Pedagógica de Formadores Data limite para apresentação da proposta

Leia mais

Chamada de Apoio a Eventos Científicos em Saúde

Chamada de Apoio a Eventos Científicos em Saúde Ministério da Saúde Secretaria de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos Departamento de Ciência e Tecnologia Chamada de Apoio a Eventos Científicos em Saúde - 2014 1) TÍTULO DO TERMO DE REFERÊNCIA:

Leia mais

EDITAL 009/2016 UNICAFES/SENAES-MTE

EDITAL 009/2016 UNICAFES/SENAES-MTE EDITAL 009/2016 UNICAFES/SENAES-MTE A UNIÃO NACIONAL DE COOPERATIVAS DA AGRICULTURA FAMILIAR E ECONOMIA SOLIDÁRIA (Unicafes), inscrita no CNPJ sob o n. 07.738.836/0001-37 torna público a abertura de inscrições

Leia mais

Fundo de População das Nações Unidas, Escritório de País - Brasil

Fundo de População das Nações Unidas, Escritório de País - Brasil TERMOS DE REFERÊNCIA Contratação De Consultor/a Técnico/a - Plano Nacional de Juventude e Meio Ambiente (Objetivo 5 Educação Ambiental para a Justiça Ambiental) Data limite para apresentação de candidaturas:

Leia mais

Edital de Seleção de Pessoal 001/2008

Edital de Seleção de Pessoal 001/2008 Jacobina/BA, 25 de Agosto de 2008. Edital de Seleção de Pessoal 001/2008 A Comissão de Seleção de Pessoal da COFASPI - Cooperativa de Assistência a Agricultura Familiar Sustentável do Piemonte, instituída

Leia mais

1. Objetivos do EMFESS

1. Objetivos do EMFESS ESPAÇO MERCOSUL DE FORMAÇÃO EM ECONOMÍA SOCIAL E SOLIDÁRIA (EMFESS) CONVOCATÓRIA PARA O SEGUNDO TRAJETO FORMATIVO SISTEMA COOPERATIVO DE HABITAÇÃO POR AJUDA MÚTUA REPÚBLICA ORIENTAL DO URUGUAI A Reunião

Leia mais

Política Inst. Concessão de Patrocínio

Política Inst. Concessão de Patrocínio Política de Backup Política de Backup Política Inst. Concessão de Patrocínio Página 1 de 5 1. Descrição Política Institucional de Concessão de Patrocínio A Política de Patrocínio da Cooperativa de Economia

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS

TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO CONSULTOR NACIONAL OPAS/OMS 1. Objetivo geral: 1.1 Apoiar tecnicamente a gestão e a implementação das atividades do Projeto de Saúde Familiar e Ciclo de Vida, especialmente

Leia mais

a) No Projeto d) Em sua residência b) No Escritório da UNESCO e) Outros c) No Escritório Antena

a) No Projeto d) Em sua residência b) No Escritório da UNESCO e) Outros c) No Escritório Antena REQUERIMENTO PARA PUBLICAÇÃO DE EDITAL DE PESSOA FÍSICA Parte A INSTRUÇÃO PARA PUBLICAÇÃO Preenchimento do Formulário 1. Parte B2 A vaga cuja lotação seja no Escritório UNESCO ou Antena deve ser conduzida

Leia mais

Restauração de paisagens e florestas

Restauração de paisagens e florestas Restauração de paisagens e florestas Desenvolvimento de estratégias subnacionais e integração de agendas globais Marco Terranova Um conceito com enfoque na funcionalidade dos ecossistemas A restauração

Leia mais

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI

SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI PIAUÍ: PILARES DE CRESCIMENTO E INCLUSÃO SOCIAL SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE E RECURSOS HÍDRICOS DO PIAUÍ SEMAR/PI TERMO DE REFERÊNCIA Nº.../2016 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTOR INDIVIDUAL

Leia mais

OPAS/OMS BRASIL. Edital de seleção de prestador de serviço OPAS/BRA/CNT/PF/01-15

OPAS/OMS BRASIL. Edital de seleção de prestador de serviço OPAS/BRA/CNT/PF/01-15 OPAS/OMS BRASIL Edital de seleção de prestador de serviço OPAS/BRA/CNT/PF/01-15 A Organização Pan-Americana da Saúde é um organismo internacional de saúde pública, dedicado a melhorar as condições de saúde

Leia mais

Associação de Universidades do Grupo Montevidéu AUGM Programa Escala de Gestores e Administradores

Associação de Universidades do Grupo Montevidéu AUGM Programa Escala de Gestores e Administradores Associação de Universidades do Grupo Montevidéu AUGM Programa Escala de Gestores e Administradores Chamada 009_2017 para Técnicos Administrativos da Diretoria de Relações Internacionais (DRI) e da Assessoria

Leia mais

Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica. Iniciativa Internacional de Proteção ao Clima (IKI/BMU)

Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica. Iniciativa Internacional de Proteção ao Clima (IKI/BMU) Biodiversidade e Mudanças Climáticas na Mata Atlântica Iniciativa Internacional de Proteção ao Clima (IKI/BMU) Índice da Apresentação Lições aprendidas Projeto Proteção da Mata Atlântica II (2009 a 2012)

Leia mais

TERMOS DE REFERÊNCIA POLÍTICA E ESTRATÉGIAS REGIONAL DA INFORMAÇÃO SANITÁRIA NO ESPAÇO DA CEDEAO PARA O CONSULTOR PRINCIPAL

TERMOS DE REFERÊNCIA POLÍTICA E ESTRATÉGIAS REGIONAL DA INFORMAÇÃO SANITÁRIA NO ESPAÇO DA CEDEAO PARA O CONSULTOR PRINCIPAL TERMOS DE REFERÊNCIA POLÍTICA E ESTRATÉGIAS REGIONAL DA INFORMAÇÃO SANITÁRIA NO ESPAÇO DA CEDEAO PARA O CONSULTOR PRINCIPAL 1. CONTEXTO E JUSTIFICAÇÃO A informação sanitária tem uma importância crucial

Leia mais

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores

Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores Regulamento do MUNICIÊNCIA Municípios Inovadores. Introdução MuniCiência Municípios Inovadores é uma iniciativa criada pela CNM para identificar, analisar, promover e compartilhar projetos inovadores adotados

Leia mais

FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO

FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM EDUCAÇÃO EDITAL PARA SELEÇÃO DE BOLSISTA DO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS- DOUTORADO DA CAPES 2015 A Coordenadora do Programa de Pós-Graduação

Leia mais

FUNDO BRASILEIRO PARA A BIODIVERSIDADE - FUNBIO. Tropical Forest Conservation Act - TFCA TERMO DE REFERÊNCIA

FUNDO BRASILEIRO PARA A BIODIVERSIDADE - FUNBIO. Tropical Forest Conservation Act - TFCA TERMO DE REFERÊNCIA FUNDO BRASILEIRO PARA A BIODIVERSIDADE - FUNBIO Tropical Forest Conservation Act - TFCA TERMO DE REFERÊNCIA OBJETIVO: Contratação de serviços de consultoria para avaliação dos resultados alcançados pelo

Leia mais

PROFESSOR VISITANTE ESTRANGEIRO PVE

PROFESSOR VISITANTE ESTRANGEIRO PVE 1 Do programa e objetivos PROFESSOR VISITANTE ESTRANGEIRO Edital CGCI nº 015/2007 1.1 O Programa Professor Visitante Estrangeiro, tem como objetivo incentivar a realização de visitas de média ou longa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE ASSISTÊNCIA A PROGRAMAS ESPECIAIS TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE PESSOA FÍSICA - CONSULTOR POR PRODUTO - TOR/OEI/MEC/FNDE/DIPRO/

Leia mais

Termos de Referência para serviços especializados de consultoria Individual na área de Especialista em Transito

Termos de Referência para serviços especializados de consultoria Individual na área de Especialista em Transito Termos de Referência para serviços especializados de consultoria Individual na área de Especialista em Transito Projeto de Modernização Fiscal do Tocantins (PMF/TO) Banco Interamericano de Desenvolvimento

Leia mais

O Baobá. é a árvore da vida, e tem em si a mais profunda mensagem de sustentabilidade e prosperidade.

O Baobá. é a árvore da vida, e tem em si a mais profunda mensagem de sustentabilidade e prosperidade. O Baobá é a árvore da vida, e tem em si a mais profunda mensagem de sustentabilidade e prosperidade. Especializada em gestão e sociedade, com foco em sustentabilidade para os setores público e privado.

Leia mais

1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão

1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão 1º EDITAL SANTANDER/USP/FUSP DE Fomento às Iniciativas de Cultura e Extensão PRÓ-REITORIA DE CULTURA E EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA 1. OBJETIVO 1.1. O objetivo do presente edital é apoiar financeiramente projetos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA BLUMENAU ARTICULADOR

TERMO DE REFERÊNCIA BLUMENAU ARTICULADOR TERMO DE REFERÊNCIA BLUMENAU ARTICULADOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA INDIVIDUAL EM ARTICULAÇÃO DE REDE INTERSETORIAL ALCOOL E DROGAS DESCENTRALIZADO I. CONTEXTO O decreto 7.179 de 2010 da Presidência

Leia mais

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança

Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Apresentação de Angola na XII Reunião dos Ministros do Trabalho e dos Assuntos Sociais Os Desafios na Protecção Social para alcançar a Segurança Alimentar e Nutricional Maputo, 25 de Abril de 2013 Constituição

Leia mais

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação

Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Instituto de Oferta Formativa Pós- Graduada Curso Pós-Graduado de Especialização em Educação Especialização: Tecnologias e Metodologias da Programação no Ensino Básico 16 17 Edição Instituto de Educação

Leia mais

Assistente Administrativa/o I. Informação sobre o posto Brasília, DF, Brasil Prazo de candidatura: De 14 a 21 de março de 2017 Tipo de contrato:

Assistente Administrativa/o I. Informação sobre o posto Brasília, DF, Brasil Prazo de candidatura: De 14 a 21 de março de 2017 Tipo de contrato: TERMO DE REFERÊNCIA Assistente Administrativa/o I. Informação sobre o posto LOCAL: Brasília, DF, Brasil Prazo de candidatura: De 14 a 21 de março de 2017 Tipo de contrato: SSA Nível do Posto Assistente

Leia mais

Consultor/a Local Pesquisa sobre Indicadores de Gênero

Consultor/a Local Pesquisa sobre Indicadores de Gênero PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES CCBB SCES, Trecho 2, Lote 22 Edifício Tancredo Neves, 1º andar Cep 70200-002 Brasília / DF Telefone (61) 3313-7101 Central de Atendimento

Leia mais

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS:

Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Edital VC 002/2011 EDITAL DE CHAMAMENTO PÚBLICO PARA APRESENTAÇÃO DE CURRÍCULOS DE CANDIDATOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS: Modalidade Produto Área de Ciências Humanas e Direitos Humanos SELECIONA CURRÍCULOS

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA SECRETARIA DE ASSUNTOS ESTRATÉGICOS PROGRAMA DAS NAÇÕES UNIDAS PARA O DESENVOLVIMENTO EDITAL 006/2012 - PROJETO BRA/06/032 CÓDIGO: MAPEAMENTO O Projeto O Projeto BRA/06/032 comunica

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA. Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (F079)

TERMO DE REFERÊNCIA. Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (F079) TERMO DE REFERÊNCIA Título do Projeto Designação: Unidade executora: Tipo de Contrato: Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia (F079) Consultora/Consultor ONU-HABITAT /ROLAC

Leia mais

CRAS. Rua São Caetano 822 Jardim Alvorada - Fone Programa de Atenção Integral á família - PAIF

CRAS. Rua São Caetano 822 Jardim Alvorada - Fone Programa de Atenção Integral á família - PAIF CRAS O Centro de Referência da Assistência Social é uma unidade publica estatal que atende em áreas específicas com maior vulnerabilidade social. Oferece serviços destinados á família, dentre eles, o Programa

Leia mais

Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs

Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs Critérios para apoio a eventos de Práticas Integrativas e Complementares - PICs 1. OBJETIVO Este documento visa estabelecer critérios para o apoio a eventos técnicos e científicos pela Coordenação Geral

Leia mais

Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de

Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de TERMO DE REFERÊNCIA Título do Projeto Gênero, Raça e Etnia Designação funcional Tipo de contrato Duração do contrato Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Consultoria por produto SSA 5 meses

Leia mais

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3

REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GABINETE DE APOIO AO EMPREGO, ÀS EMPRESAS E AO EMPREENDEDORISMO - GE 3 REGULAMENTO DE FUNCIONAMENTO DO GE 3 SECÇÃO I Disposições Gerais Artigo 1.º Objeto 1. O presente regulamento

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2017

TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2017 TERMO DE REFERÊNCIA Nº 03/2017 TERMO DE REFERÊNCIA PARA CONTRATAÇÃO DE CONSULTORIA ESPECIALIZADA PARA APOIAR A EQUIPE DO PROJETO SIMULAÇÃO DO POTENCIAL DOS IMPACTOS DE UMA GAMA DE CENÁRIOS SOCIOECONÔMICOS

Leia mais

Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania

Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania Edital nº 04 / 2015 ATIVIDADES DE ENSINO, EXTENSÃO E PESQUISA Programa POLOS de Cidadania O Programa Polos de Cidadania da Faculdade de Direito da UFMG faz saber que entre os dias 27 de maio e 08 de junho

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Código: CDH -EC- 009 A presente Consultoria visa contratar serviços profissionais especializados

Leia mais

Promoção do trabalho decente em países produtores de algodão na África e América Latina

Promoção do trabalho decente em países produtores de algodão na África e América Latina Foto: Carlos Rudiney/Abrapa Promoção do trabalho decente em países produtores de algodão na África e América Latina Programa de Parceria Brasil/OIT para a Promoção da Cooperação Sul Sul Como surgiu o projeto?

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2012.

EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2012. Arco Mato Grande EDITAL DE SELEÇÃO Nº 001/2012. A Agência Regional de Comercialização do Mato Grande - ARCO Mato Grande, CNPJ Nº 06.070.787/0001-44, com Sede no Projeto de Assentamento Rosário, Agrovila

Leia mais

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE, PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE ENSINO DE CIÊNCIAS (campus Bagé)

EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE, PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE ENSINO DE CIÊNCIAS (campus Bagé) CHAMADA PÚBLICA SELEÇÃO DE BOLSISTA PROGRAMA OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO _ EDITAL CAPES Nº 049/2012 EDITAL DE SELEÇÃO DE BOLSA NA MODALIDADE, PROFESSOR DA EDUCAÇÃO BÁSICA DE ENSINO DE CIÊNCIAS (campus Bagé)

Leia mais

Sistematização TEMA: ACOMPANHAMENTO DAS UNIDADES DE REFERÊNCIA EM SEDA

Sistematização TEMA: ACOMPANHAMENTO DAS UNIDADES DE REFERÊNCIA EM SEDA Sistematização TEMA: ACOMPANHAMENTO DAS UNIDADES DE REFERÊNCIA EM SEDA EIXO: UMA VISÃO DE REALIDADE DO SISTEMA DE PRODUÇÃO DE SEDA COMO OPÇÃO DE RENDA E MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DAS FAMÍLIAS Oswaldo

Leia mais

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE DO TOCANTINS PRÓ-REITORIA DE EXTENSÃO E PÓS-GRADUAÇÃO DIRETORIA DE EXTENSÃO ESCOLA DE CONSELHOS Edital nº 03/2009 Seleção Simplificada de Candidatos para a Escola de Conselhos 1.

Leia mais

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO

PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO PROCESSO SELETIVO DE PROVAS E TÍTULOS PARA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA DE DOCENTES PARA O ENSINO SUPERIOR E ENSINO TÉCNICO EDITAL Nº 001/2016 A Faculdade do Vale do Araranguá, pessoa jurídica de direito privado,

Leia mais

Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares

Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares Prémio Cooperação e Solidariedade António Sérgio Formulário de candidatura Trabalhos Escolares 1. Identificação do Candidato 1.1. Nome da Escola: 1.2. Número de identificação da Entidade: 1.3. Sede: Código

Leia mais

Programas de Mobilidade ERASMUS +

Programas de Mobilidade ERASMUS + Programas de Mobilidade ERASMUS + 1 Programas de Mobilidade ERASMUS+ e Outras mobilidades Os Programas de Mobilidade consistem em protocolos de cooperação com outras Instituições do Ensino Superior (IES)

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA (TR)

TERMO DE REFERÊNCIA (TR) INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) 1. IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Código: CONSPROC 2010 Prestação de serviço técnico especializado, modalidade de consultoria

Leia mais

Termo de Referência Plano de Negócios Coalizão Cidades pela Água Capítulo Curitiba. A. Contexto

Termo de Referência Plano de Negócios Coalizão Cidades pela Água Capítulo Curitiba. A. Contexto A. Contexto Termo de Referência Plano de Negócios Coalizão Cidades pela Água Capítulo Curitiba A The Nature Conservancy (TNC) é uma organização sem fins lucrativos, que tem como missão preservar as terras

Leia mais

FACULDADE DE ENGENHARIA DE BAURU Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Edital de Seleção Bolsista de Pós-Doutorado CAPES

FACULDADE DE ENGENHARIA DE BAURU Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Edital de Seleção Bolsista de Pós-Doutorado CAPES FACULDADE DE ENGENHARIA DE BAURU Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção Edital de Seleção Bolsista de Pós-Doutorado CAPES O Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção

Leia mais

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS

INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS INSTITUTO INTERAMERICANO DE COOPERAÇÃO PARA A AGRICULTURA TERMO DE REFERÊNCIA (TR) RESIDUOS - DRS 1 IDENTIFICAÇÃO DA CONSULTORIA Serviços de consultoria para apoio técnico referente à realização dos produtos

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA ITAITUBA ARTICULADOR

TERMO DE REFERÊNCIA ITAITUBA ARTICULADOR TERMO DE REFERÊNCIA ITAITUBA ARTICULADOR PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE CONSULTORIA INDIVIDUAL EM ARTICULAÇÃO DE REDE INTERSETORIAL ALCOOL E DROGAS DESCENTRALIZADO I. CONTEXTO O decreto 7.179 de 2010 da Presidência

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA

PROCESSO SELETIVO PARA CURSO DE ALGODÃO PROCESSO SELETIVO PARA O CURSO DE CAPACITAÇÃO E TRANSFERÊNCIA DE TECNOLOGIA NA CULTURA DO ALGODÃO, QUE SERÁ REALIZADO NA UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS (UFLA), LAVRAS, MINAS GERAIS, BRASIL,

Leia mais

EDITAL nº 010/2017 CURSOS INTERNACIONAIS DE CURTA DURAÇÃO (2017) COM SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA OS CURSOS

EDITAL nº 010/2017 CURSOS INTERNACIONAIS DE CURTA DURAÇÃO (2017) COM SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA OS CURSOS EDITAL nº 010/2017 CURSOS INTERNACIONAIS DE CURTA DURAÇÃO (2017) COM SELEÇÃO DE ALUNOS BOLSISTAS PARA OS CURSOS FADISMA/FACULDADE TERESA DE ÁVILA PARANÁ ARGENTINA (UCA) FADISMA/UNIVERSIDADE BERNARDO O

Leia mais

Seleção de Serviços. Consultoria preparação de instrumentos para avaliação programa de prevenção ao uso de drogas

Seleção de Serviços. Consultoria preparação de instrumentos para avaliação programa de prevenção ao uso de drogas Seleção de Serviços Consultoria preparação de instrumentos para avaliação programa de prevenção ao uso de drogas Prezado(a) Senhor(a), Brasília, 16 de Julho de 2015. O Escritório das Nações Unidas sobre

Leia mais

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO-USP ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES-EACH SERVIÇO DE PÓS-GRADUAÇÃO EACH /USP

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO-USP ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES-EACH SERVIÇO DE PÓS-GRADUAÇÃO EACH /USP UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO-USP ESCOLA DE ARTES, CIÊNCIAS E HUMANIDADES-EACH SERVIÇO DE PÓS-GRADUAÇÃO EACH /USP EDITAL ATAC/CPG/EACH 17/2017 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM TURISMO PROCESSO SELETIVO DE BOLSISTA

Leia mais

XXIV JORNADAS DE JOVENS PESQUISADORES ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES DO GRUPO MONTEVIDÉU AUGM

XXIV JORNADAS DE JOVENS PESQUISADORES ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES DO GRUPO MONTEVIDÉU AUGM XXIV JORNADAS DE JOVENS PESQUISADORES ASSOCIAÇÃO DE UNIVERSIDADES DO GRUPO MONTEVIDÉU AUGM Desafios Contemporâneos dos Jovens Investigadores no Desenvolvimento da Ciência na América Latina Universidade

Leia mais

Edital nº 01/2011 Seleção de Pessoal Para Serviços Temporários

Edital nº 01/2011 Seleção de Pessoal Para Serviços Temporários Edital nº 01/2011 Seleção de Pessoal Para Serviços Temporários A União das Cooperativas da Agricultura Familiar e Economia Solidária do Estado da Bahia - Unicafes Bahia, CNPJ: 08.698.438/0001-05, torna

Leia mais

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA

FACULDADE METROPOLITANA DA GRANDE FORTALEZA A Diretoria Acadêmica e a Comissão Organizadora da XII Semana Acadêmica da FAMETRO, tornam público a realização da CONEXÃO Fametro a realizar-se na Unidade I da Fametro, Rua Conselheira Estelita, 500,

Leia mais

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINAS DO CEFET/MG/CAMPUS ARAXÁ

REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINAS DO CEFET/MG/CAMPUS ARAXÁ SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO CENTRO FEDERAL DE EDUCAÇÃO TECNOLÓGICA DE MINAS GERAIS UNIDADE ARAXÁ COLEGIADO DO CURSO DE ENGENHARIA DE MINA REGULAMENTO DOS TRABALHOS DE CONCLUSÃO DE CURSO

Leia mais

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar

PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR PNAE: IIII Encontro Catarinense de Alimentação Escolar Atualização sobre a compra da Agricultura Familiar Resolução do FNDE nº04/2015 Olavo Braga COSAN - CECANE/SC

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO - UFOP PRÓ-REITORIA DE GRADUAÇÃO PRÓ-REITORIA DE PLANEJAMENTO E DESENVOLVIMENTO EDITAL PROGRAD/PROPLAD Nº 01, de 05 de maio de 2014. As Pró-reitorias de Graduação (PROGRAD) e de Planejamento e Desenvolvimento (PROPLAD) no uso das atribuições que lhes conferem o Regimento Geral da

Leia mais

RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE

RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE RELATÓRIO FINAL DA I CONFERENCIA NACIONAL DE EMPREGO E TRABALHO DECENTE Realizada de 08 a 11 de agosto de 2012 MÁRIO DOS SANTOS BARBOSA Assessor Especial para Assuntos Internacionais Coordenador da I CNETD

Leia mais

Nove áreas temáticas do programa

Nove áreas temáticas do programa Nove áreas temáticas do programa Com base no Plano de Ação FLEGT da União Europeia, a gerência do programa estabeleceu nove áreas temáticas apoiadas pelo programa. Sob cada tema, há uma lista indicativa

Leia mais

1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020

1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020 Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020) Avaliação do âmbito de aplicação do Decreto-Lei n.º 232/2007, de 15 de junho 1. DEFINIÇÃO, ANTECEDENTES E VISÃO DA ENAAC 2020 A Estratégia

Leia mais

SELEÇÃO INTERNA BOLSISTA PNPD COTA PPG EPIDEMIOLOGIA PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES)

SELEÇÃO INTERNA BOLSISTA PNPD COTA PPG EPIDEMIOLOGIA PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) SELEÇÃO INTERNA BOLSISTA PNPD COTA PPG EPIDEMIOLOGIA PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (PNPD/CAPES) 1. DESCRIÇÃO: A coordenação do Programa de Pós-graduação Epidemiologia da Universidade Federal do Rio

Leia mais

Seminário em prol do Desenvolvimento. Socioeconômico do Xingu. Agenda de Desenvolvimento Territorial do Xingu BNDES

Seminário em prol do Desenvolvimento. Socioeconômico do Xingu. Agenda de Desenvolvimento Territorial do Xingu BNDES Seminário em prol do Desenvolvimento Socioeconômico do Xingu Agenda de Desenvolvimento Territorial do Xingu BNDES 16/06/2015 1 Atuação do BNDES no Entorno de Projetos A Política de Atuação no Entorno busca

Leia mais