Blog: CAPÍTULO 10

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Blog: CAPÍTULO 10"

Transcrição

1 Blog: CAPÍTULO 10 CENA 1-RUAS DA CIDADE-DIA Leandro e Laila caminham pelas ruas com várias sacolas e bolsas de roupas e acessórios para o bebê. No hospital Álvaro visita Marques, mas em um único suspiro Marques morre e Álvaro vai chorar com a esposa que está do lado de fora. CENA 2-JARDIM DA CASA DE ÁLVARO-DIA Álvaro descansa no quarto e Célia vai colher algumas rosas para colocar em um vaso quando vê Silvana: Silvana- ora ora quem eu encontro aqui a esposinha oferecida do meu filho. Célia- o que faz aqui Silvana, você foi expulsa pelo seu filho, não queira entrar nessa casa. Silvana- não vou mesmo,eu já encontrei quem precisava, você sua cachorra. Silvana parte para cima da rival dando tapas e socos, mas Célia revida e bate mais em Silvana com que quando Célia sai Silvana fica no chão sem mover um só osso. CENA 3-FAVELA-CASA DE MARIA-DIA Rita e Maria ainda estão conversando quando Osvaldo sem mais sem menos entra: Rita- Osvaldo? Aqui? Osvaldo- sim eu vim. Maria- (batendo nele) saia da minha casa já, você não é bem vindo aqui, saia! Seu porco imundo covarde desaforado, saia da minha casa! (chora) Osvaldo- calma Dona Maria, eu só vim pra pedir perdão, só isso. Maria- (olho no olho) perdão? (tapa em seu rosto) engula o seu perdão, te perdoar agora, não vai trazer meu filho de volta! Agora por favor, saia daqui! Osvaldo sai, Maria senta no sofá e começa a chorar, Rita a abraça. Corta rápido para uma festa com direito de champanhe e garçons em uma meã Célia e Álvaro davam autógrafos para seu livro em uma biografia, Álvaro beija Célia com muito amor! CENA 4-CEMITÉRIO-FIM DE TARDE Caio chorando leva um buquê de rosas amarelas para o túmulo da irmã: Caio- aqui está Alice, as flores que você mais gostava quando era pequena, eu peguei elas de um jardim e trouxe pra você.

2 Ah, você me faz tanta falta sabia? Por que eu escutava seus conselhos, mexia nos seus cabelos e você ficava nervosa comigo, mas é assim né: a gente nasce e morre! Caio vai embora, NA FAVELA: Rita- Maria, você nunca me disse como foi que o Narciso nasceu e você o criou! Me conta? Maria- Rita, tudo o que eu disser aqui vamos deixar aqui ok? O Narciso não era meu filho na verdade! Rita- (assustada) quê? Maria- nunca foi! Eu o encontrei abandonado em um cesto de lixo então eu peguei ele e trouxe para cá. Quando eu cheguei com ele aqui em casa eu dei leite morno e coloquei ele em um pano branco limpo, quando eu pensei levar ele para um orfanato ou falar com a polícia me deu dó e eu fiquei com ele, e pus o nome dele de Narciso. Rita- meu Deus, que história. Maria- mas ainda não acabou, quando eu encontrei ele eu vi junto no seu pescoço uma pétala de rosa de prata, dizendo ser da sorte! Rita de repente começa a se lembrar de algo ficando estranha e se levanta: Maria- que foi? Rita- o Narciso, o menino abandonado,ele... ele era... ele era meu filho! Maria se levanta do sofá e olha para Rita com os olhos cheios de água, com uma verdade daquelas ninguém iria segurar a emoção. Corta para o escritório de Álvaro mexendo em sua gaveta na escrivaninha e ele encontra uma carta: Álvaro- uma carta? Meu Deus é do Marques!

3 CAPÍTULO 11 CENA 1-RUAS DA CIDADE-DIA Leandro e Laila caminham pelas ruas com várias sacolas e bolsas de roupas e acessórios para o bebê. No hospital Álvaro visita Marques, mas em um único suspiro Marques morre e Álvaro vai chorar com a esposa que está do lado de fora. CENA 2-JARDIM DA CASA DE ÁLVARO-DIA Álvaro descansa no quarto e Célia vai colher algumas rosas para colocar em um vaso quando vê Silvana: Silvana- ora ora quem eu encontro aqui a esposinha oferecida do meu filho. Célia- o que faz aqui Silvana, você foi expulsa pelo seu filho, não queira entrar nessa casa. Silvana- não vou mesmo,eu já encontrei quem precisava, você sua cachorra. Silvana parte para cima da rival dando tapas e socos, mas Célia revida e bate mais em Silvana com que quando Célia sai Silvana fica no chão sem mover um só osso. CENA 3-FAVELA-CASA DE MARIA-DIA Rita e Maria ainda estão conversando quando Osvaldo sem mais sem menos entra: Rita- Osvaldo? Aqui? Osvaldo- sim eu vim. Maria- (batendo nele) saia da minha casa já, você não é bem vindo aqui, saia! Seu porco imundo covarde desaforado, saia da minha casa! (chora) Osvaldo- calma Dona Maria, eu só vim pra pedir perdão, só isso. Maria- (olho no olho) perdão? (tapa em seu rosto) engula o seu perdão, te perdoar agora, não vai trazer meu filho de volta! Agora por favor, saia daqui! Osvaldo sai, Maria senta no sofá e começa a chorar, Rita a abraça. Corta rápido para uma festa com direito de champanhe e garçons em uma meã Célia e Álvaro davam autógrafos para seu livro em uma biografia, Álvaro beija Célia com muito amor! CENA 4-CEMITÉRIO-FIM DE TARDE Caio chorando leva um buquê de rosas amarelas para o túmulo da irmã: Caio- aqui está Alice, as flores que você mais gostava quando era pequena, eu peguei elas de um jardim e trouxe pra você. Ah, você me faz tanta falta sabia? Por que eu escutava seus conselhos, mexia nos seus cabelos e você ficava nervosa comigo, mas é assim né: a gente nasce e morre!

4 Caio vai embora, NA FAVELA: Rita- Maria, você nunca me disse como foi que o Narciso nasceu e você o criou! Me conta? Maria- Rita, tudo o que eu disser aqui vamos deixar aqui ok? O Narciso não era meu filho na verdade! Rita- (assustada) quê? Maria- nunca foi! Eu o encontrei abandonado em um cesto de lixo então eu peguei ele e trouxe para cá. Quando eu cheguei com ele aqui em casa eu dei leite morno e coloquei ele em um pano branco limpo, quando eu pensei levar ele para um orfanato ou falar com a polícia me deu dó e eu fiquei com ele, e pus o nome dele de Narciso. Rita- meu Deus, que história. Maria- mas ainda não acabou, quando eu encontrei ele eu vi junto no seu pescoço uma pétala de rosa de prata, dizendo ser da sorte! Rita de repente começa a se lembrar de algo ficando estranha e se levanta: Maria- que foi? Rita- o Narciso, o menino abandonado,ele... ele era... ele era meu filho! Maria se levanta do sofá e olha para Rita com os olhos cheios de água, com uma verdade daquelas ninguém iria segurar a emoção. Corta para o escritório de Álvaro mexendo em sua gaveta na escrivaninha e ele encontra uma carta: Álvaro- uma carta? Meu Deus é do Marques! CONTINUA NO PRÓXIMO CAPÍTULO

5 CAPÍTULO 12 (ÚLTIMO) Anteriormente: Álvaro descobre ter um câncer terminal e faz uma lista de tudo o que quer fazer antes do seu fim, ele se casa com sua empregada Célia, Silvana forja a morte de seu filho Marques, Laila conhece Leandro o DJ que se apaixona por ela, Laila fica grávida de Caio, Alice e um amante brigam e Alice cai do prédio e suas pernas são amputadas, Caio se vinga de Silvana batendo nela, Álvaro descobre todos os podres da mãe e Marques entra em coma e depois morre, Laila e Leandro começam a namorar, Silvana desvia o dinheiro do filho para sua conta, Álvaro publica uma biografia sua e Silvana o pede perdão depois que descobre que o filho vai morrer, Rita e Maria descobrem que Narciso foi abandonado, Silvana é internada em um hospício, Álvaro e Célia juram amor eterno: CENA 1-IGREJA-FIM DE TARDE.

6 Todos estão na igreja na expectativa de Leandro que está no altar esperando Laila entrar, Laila entra com o vestido branco e com a barriga grande pois, está com 7 meses, Laila chega ao altar, o padre reza a missa: Laila- sim, eu aceito. Leandro- aceito sim, com todo o meu amor. O casal troca as alianças e se beijam felizes, Álvaro junto a Célia coloca a mão no coração... pois está começando a passar mal. CENA 2-HOSPÍCIO-NOITE A cela está trancada, Silvana sentada na cama roe unhas até que ela vê um vulto e depois alguma coisa branca pregada na parede ela se levanta e vai descalça até a parede e a coisa branca a agarra, ela grita e se solta quando vê o rosto de Alice como um anjo, Silvana desmaia. FAVELA: Maria e Rita colocam as malas dentro de um carro, Maria tranca a casa: Maria- aqui vai ficar grandes lembranças, as lembranças com o meu filho, o Narciso. Rita- nosso filho, mas para onde nós vamos, tenho certeza que tudo ficará bem, e vai ser melhor. Maria- sim, tudo ficará bem. Ambas se abraçam e depois entram no carro e partem em busca de um lugar bem melhor. Corta: Álvaro e Célia estão debaixo de uma árvore com flores brancas, eles se beijam, Álvaro sente uma leve dor: Célia- que foi meu amor? Álvaro- uma dor, acho mesmo que está na minha hora, o meu Deus me chama!

7 Célia- (emocionada) e você não está com medo não? Álvaro - (sorri) claro que não meu amor, não estou com medo, estou feliz por que essa minha morte estava escrito antes mesmo de mim nascer, eu estou muito feliz e espero que quando eu não estiver mais aqui você também vai ficar feliz. Me promete? Me promete que vai ser feliz? Que vai encontrar um novo amor? Célia- (chora e triste) eu não posso, eu sempre vou estar com você eu te amo, você é e sempre será meu único amor, desculpa Álvaro, mas eu não vou prometer uma coisa que não poderei cumprir. Ambos se beijam apaixonadamente e transam ali mesmo debaixo daquela árvore. Dias depois, no hospital Osvaldo leva Marta de carro até o hospital, pois começa a sentir as dores do parto, na sala de espera Osvaldo não agüenta a ansiedade. Laila dá a luz a uma linda menina, ela chora de felicidade e Leandro desmaia na sala: Numa outra sala no hospital Marta dá a luz, mas os médicos dão a noticia: Marta- (felicidade) então, o que é: uma menina ou um menino? E por que ele não está chorando? Médico- senhora, seu filho nasceu morto. Corta: Osvaldo chorando com a esposa: Osvaldo- não, meu filho não pode ter morrido, não pode, ele tinha que ter nascido. Marta- foi o destino meu amor, foi o destino: Osvaldo se levanta e fica pensativo: Rita- uma grande final está reservado para você. Um grande final e pode saber que não é bom! Não é.

8 Osvaldo- bem que a Rita disse que um final estava reservado para mim! Eu não ajudei o filho dela e ele morreu, hoje quem sofre sou eu! Osvaldo e Marta se abraçam e choram. CENA 3-HOSPÍCIO-NOITE Caio entra no quarto e fica olhando para Silvana que chora de desespero: Silvana- Caio, por favor, me tira daqui eu não estou mais agüentando ficar aqui, não estou! Caio- você está pagando por tudo o que você fez, mas eu vou te ajudar, eu vou te tirar daqui. Silvana- (fica alegre) que Deus te abençoe filho, obrigada, muito obrigada. Corta: CENA 4-CABANA-NOITE Silvana com a cabeça nas nuvens, pega um litro cheio de gasolina e joga pelos lados da cabana, ela pega o fósforo, entra na cabana e se tranca, ela engole a chave e sorri. Silvana- ele quer que eu vá junto com ele, então eu vou, eu vou! Por que eu vou ser rica, rica, vou ter tudo na vida, tudo. Silvana acende o fósforo e joga nas palhas da cabana que com a gasolina a cabana está em chamas, Silvana grita por que o fogo já tomou conta de si, aos poucos os gritos de Silvana vão acabando, ela morre carbonizada em suicídio. CENA 5-CASA DE ÁLVARO/QUARTO. Álvaro está pálido, sua boca está seca e seus olhos estão cansados, fraco ele chama por Célia que entra e senta ao seu lado: Célia- meu amor, tem certeza de que você não quer

9 ir para o hospital? Álvaro- eu quero morrer aqui, minha hora está chegando eu sinto, minha hora se aproxima. Laila e Leandro entram no quarto, Laila chora pelo pai: Álvaro- eu não quero que chorem meus amores, não gastem lágrimas comigo, por que eu estou feliz, feliz, e quero que saibam que serei feliz onde eu estiver, Célia eu quero que você se case novamente e seja feliz, Laila eu quero que você me dê mais netos, e cuide dessa casa, saibam que eu amo todos vocês. Laila- nós também te amamos papai. Leandro- Deus está com você Álvaro. Célia- eu te amo meu gato, eu sempre irei te amar, sempre. Álvaro- eu também te amo, te amo... (voz fraca) Célia me dê um beijo!? Célia se levanta e dá um beijo na boca de Álvaro, que quando ela se solta dos lábios do amado, seu rosto vira-se de lado lentamente, uma lágrima escorre de seus olhos, Laila abraça Leandro e chora, Célia começa a chorar e para e diz para Laila: Célia- não chore menina, não chore, ele não queria que ninguém chorasse. Álvaro morreu sabendo que veio na terra com um propósito, de amar aqueles que pecam, de tentar conquistar o mundo, de se casar com a mulher que ama, marcar um grande ponto na terra e de fazer que ninguém chorasse em seu enterro. Ele foi feliz sabendo que alguém em sua geração iria fazer o mesmo... (...)

10 ÁLVARO FOI CREMADO DA MANEIRA QUE QUERIA, DEPOIS DE TRÊS MESES DA MORTE DO MARIDO CÉLIA DESCOBRIU QUE ESTAVA GRÁVIDA DA PESSOA QUE TANTO AMOU, EM UMA CACHOEIRA ELA JOGA AS CINZAS DO MARIDO NA ÁGUA E FOI EMBORA PARA SEMPRE COM A CERTEZA DE QUE NUNCA MAIS AMARIA SE QUER UM HOMEM ATÉ QUE A SUA MORTE CHEGASSE.

79 Dias. por. Ton Freitas

79 Dias. por. Ton Freitas 79 Dias por Ton Freitas Registro F.B.N.: 684988 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. HOSPITAL/QUARTO - DIA Letreiro: 3 de março de 1987. HELENA, branca, 28 anos, está grávida e deitada em uma cama em

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 03 2 CENA 01. CAPELA / CASAMENTO. INTERIOR.

Leia mais

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 7,8 E 9. MSN:

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 7,8 E 9. MSN: ANTES DO FIM EPISÓDIOS 7,8 E 9 MSN: gilfnascimento@hotmail.com Inspirado em fatos reais: RETA FINAL. \EPISÓDIO 07 Anteriormente: Álvaro descobre ter um câncer terminal ele se casa com Célia, Silvana forja

Leia mais

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo

Altos da Serra - Capítulo Altos da Serra. Novela de Fernando de Oliveira. Escrita por Fernando de Oliveira. Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 09 1 Altos da Serra Novela de Fernando de Oliveira Escrita por Fernando de Oliveira Personagens deste Capítulo Altos da Serra - Capítulo 09 2 CENA 01. DELEGACIA INT. / NOITE Sargento

Leia mais

A MORTE DOS FIGUEREDO - Quero matar você hoje, mamãe TEXTO DE: ARTHUR CANDOTTI. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

A MORTE DOS FIGUEREDO - Quero matar você hoje, mamãe TEXTO DE: ARTHUR CANDOTTI. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. A MORTE DOS FIGUEREDO - Quero matar você hoje, mamãe TEXTO DE: ARTHUR CANDOTTI. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS. CENA: 01 CASA DOS FIGEREDO SALA NOITE. Sala está iluminada só pela televisão ligada em um canal

Leia mais

NADA É POR ACASO. um roteiro. Fábio da Silva. 02/09/2008 até 22/09/2008

NADA É POR ACASO. um roteiro. Fábio da Silva. 02/09/2008 até 22/09/2008 NADA É POR ACASO um roteiro de Fábio da Silva 02/09/2008 até 22/09/2008 Copyright 2008 by Fábio da Silva Todos os direitos reservados silver_mota@yahoo.com.br 2. NADA É POR ACASO FADE IN: INT. APARTAMENTO

Leia mais

Tais (risos nervosos) Tem muita gente ne? (Se assusta com alguém que esbarra na corda) as pessoas ficam todas se esbarrando

Tais (risos nervosos) Tem muita gente ne? (Se assusta com alguém que esbarra na corda) as pessoas ficam todas se esbarrando Não me leve a mal Começa a cena no meio de um bloco. Ao redor há confetes, purpurinas e latas de bebida para todo o lado. A música está alta. No centro há um grupo de foliões delimitados por uma corda

Leia mais

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner

Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz. por. Lisandro Gaertner Os Quatro Pilares de um Casamento Feliz por Lisandro Gaertner Creative Commons lgaertner@gmail.com Atribuição-Uso lisandrogaertner.net Não-Comercial-Não a obras derivadas 3.0 Unported License INT. NOITE

Leia mais

Dramaturgia Novos Autores Capítulo 40 Capítulo Final. Falso Amor

Dramaturgia Novos Autores Capítulo 40 Capítulo Final. Falso Amor Dramaturgia Novos Autores Capítulo 40 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Miguel Rodrigues Direção Geral Miguel Rodrigues Núcleo DNA Personagens desse capítulo ÁGATA ALEXANDRE

Leia mais

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves

A Menina Que Deixou. De Sonhar. Autora: Waleska Alves A Menina Que Deixou De Sonhar Autora: Waleska Alves 1. Era uma vez uma linda menina que sonhava com o natal, todas as noites antes de dormi ela olhava pela janela de seu quarto e imaginava papai noel em

Leia mais

PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. BARCO [Em um] barco, [o bebê foi levado pelo rio].

PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. BARCO [Em um] barco, [o bebê foi levado pelo rio]. 1 2 ANOS PASSADO [Muitos] anos atrás, MULHER NASCER [uma] mulher deu à luz. 3 4 5 PEGAR-x-i [A mulher pega o] bebê [e olha para ele]. SURD@ [É] surdo! QUERER [Eu] não quero [o] bebê. 6 ABANDONAR ÁGUA [E]

Leia mais

"Caixa de Saída" Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa

Caixa de Saída Roteiro de. Jean Carlo Bris da Rosa "Caixa de Saída" Roteiro de Jean Carlo Bris da Rosa Copyright 2011. Todos os direitos reservados. Você não pode copiar, exibir, distribuir. executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta

Leia mais

ainda não Luciano Cabral prostituta, vinte e cinco anos cliente, sessenta anos

ainda não Luciano Cabral prostituta, vinte e cinco anos cliente, sessenta anos ainda não Luciano Cabral personagens, vinte e cinco anos, sessenta anos (o apartamento é pequeno, com apenas dois cômodos: banheiro e quarto. O banheiro fica em frente à porta de entrada. No quarto, logo

Leia mais

DNA Capítulo 33. Falso Amor

DNA Capítulo 33. Falso Amor DNA Capítulo 33 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Miguel Rodrigues Direção Geral Miguel Rodrigues Núcleo DNA Personagens desse capítulo DANIELA EDGAR FLÁVIO GILBERTO MIGUEL

Leia mais

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA

A LOIRA DO CEMITÉRIO. Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA A DO CEMITÉRIO Por JULIANO FIGUEIREDO DA SILVA TODOS OS DIREITOS RESERVADOS RUA: ALAMEDA PEDRO II N 718 VENDA DA CRUZ SÃO GONÇALO E-MAIL: jfigueiredo759@gmail.com TEL: (21)92303033 EXT.PRAÇA.DIA Praça

Leia mais

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira

Ela não merecia. Por. Stoff Vieira Ela não merecia Por Stoff Vieira (63)9211-3384 CENA 01. INT. QUARTO DE ANDRÉ. DIA Uma garrafa de vodka e um copo no chão. André deitado em uma cama velha bagunçada, ele acorda se espreguiça, coloca a mão

Leia mais

Mesmo assim o vento irá soprar

Mesmo assim o vento irá soprar Mesmo assim o vento irá soprar Trilha Sonora Bohemian Rhapsody Queen Personagens Silas Mãe Amigo Namorada Diabo Morte Anjos (4) Recepcionista Resumo: Jovem (Silas) mata um rapaz com um tiro, arrependido

Leia mais

A NOIVA. André Calazans

A NOIVA. André Calazans A NOIVA André Calazans - É, meu filho, sua velha mãe não tem como evitar. Você, meu único filho que me ficou, vai casar. Logo você, meu caçula, com aquela jararaca... - Mãe, por favor... - Deixa disso,

Leia mais

Cap.1- Separação. Um roteiro

Cap.1- Separação. Um roteiro Até quando? Cap.1- Separação Um roteiro de Lucas Luiz SEQ. 1: Sala do apartamento Int. / dia Letícia procura por algo em uma caixa de sapato, sentada no sofá. A sua frente está André, em pé, observando-a.

Leia mais

PORTA ABERTA. Por RODRIGO MESSIAS CORDEIRO. Baseado no Conto Porta Aberta de RODRIGO MESSIAS CORDEIRO

PORTA ABERTA. Por RODRIGO MESSIAS CORDEIRO. Baseado no Conto Porta Aberta de RODRIGO MESSIAS CORDEIRO PORTA ABERTA Por RODRIGO MESSIAS CORDEIRO Baseado no Conto Porta Aberta de RODRIGO MESSIAS CORDEIRO 1 - INT. NOITE HALL DE ENTRADA André, trinta e poucos anos, alto, usa óculos, segura em uma das mãos

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãeee queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

Deixo meus olhos Falar

Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1º Edição Maio de 2013 WWW.perse.com.br 1 Tânia Abrão Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão

Leia mais

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar...

A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... O pequeno Will A minha vida sempre foi imaginar. Queria ter um irmãozinho para brincar... Então um dia tomei coragem e corri até mamãe e falei: - Mãnheee, queria tanto um irmãozinho, para brincar comigo!

Leia mais

Àhistória de uma garota

Àhistória de uma garota Àhistória de uma garota Gabriele é uma menina cheio de sonhos ela morava com sua mãe Maria seu pai Miguel Gabriele sofre muito ela tem apena 13 anos e já sofre Deus de quando ela era pequena a história

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

A ÚLTIMA BELEZA. O JOVEM TURISTA Amor. Vou levar... É tão lindo. Parece vivo. Olhe. A JOVEM TURISTA Será que ele sairá do quadro e voará até nós?

A ÚLTIMA BELEZA. O JOVEM TURISTA Amor. Vou levar... É tão lindo. Parece vivo. Olhe. A JOVEM TURISTA Será que ele sairá do quadro e voará até nós? Roteiro A ÚLTIMA BELEZA FADE IN EXT. PRAÇA DO BAIRRO - DIA Miguel, 40 anos, estatura mediana, negro, cabelos crespos. Está sentado entre um quadro grande de um beija-flor e uma dezena de quadros de demais

Leia mais

REAL FICÇÃO. Um Roteiro. Ale Silva

REAL FICÇÃO. Um Roteiro. Ale Silva 1 REAL FICÇÃO Um Roteiro De Ale Silva Copyright 2007 by Ale Silva Todos os direitos reservados 2 REAL FICÇÃO FADE IN: 1. EXT. CALÇADA DIA, uma senhora de sessenta anos está varrendo a calçada de sua casa.

Leia mais

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração

Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Maria Helena Morais Matos Coisas do Coração Primeira Edição Curitiba 2012 PerSe Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) ÍN Matos, Maria Helena Morais

Leia mais

Suspeitas. por. Ton Freitas

Suspeitas. por. Ton Freitas Suspeitas por Ton Freitas Registo F.B.N.: 661025 Contato: ton.freitas@hotmail.com INT. CAPELA - DIA Está ocorrendo um velório. No caixão ao centro está MARIA LUIZA, bonita, jovem. Em volta estão sentadas

Leia mais

Falso Amor. De Débora Costa

Falso Amor. De Débora Costa Falso Amor De Débora Costa Capítulo 10 Cena 1 1 Semana depois Rio de Janeiro Favela Barraco de Gilberto HENRIQUE: (está sentado, assinando Flávio Werneck em uma folha). GILBERTO: (entra, olha Henrique)

Leia mais

"A HORA DO SIM" Roteiro de. Deborah Zaniolli

A HORA DO SIM Roteiro de. Deborah Zaniolli "A HORA DO SIM" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.709 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "A HORA

Leia mais

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues

Uma lição de vida. Graziele Gonçalves Rodrigues Uma lição de vida Graziele Gonçalves Rodrigues Ele: Sente sua falta hoje na escola, por que você não foi? Ela: É, eu tive que ir ao médico. Ele: Ah, mesmo? Por que? Ela: Ah, nada. Consultas anuais, só

Leia mais

MÃE, QUANDO EU CRESCER...

MÃE, QUANDO EU CRESCER... MÃE, QUANDO EU CRESCER... Dedico este livro a todas as pessoas que admiram e valorizam a delicadeza das crianças! Me chamo Carol, mas prefiro que me chamem de Cacau, além de ser um apelido que acho carinhoso,

Leia mais

DNA Capítulo 29. Falso Amor

DNA Capítulo 29. Falso Amor DNA Capítulo 29 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Miguel Rodrigues Direção Geral Miguel Rodrigues Núcleo DNA Personagens desse capítulo ÁGATA BRUNO JANETE LUCIANO MIGUEL

Leia mais

Muito além da amizade. Por. Stoff Vieira. Baseado em relatos reais

Muito além da amizade. Por. Stoff Vieira. Baseado em relatos reais Muito além da amizade Por Stoff Vieira Baseado em relatos reais (63) 9207-6131 (63) 8122-0608 CENA 1. INTERIOR.CASA DE.QUARTO.DIA Nando esta deitado, olhando para uma fotografia de um garoto, com fones

Leia mais

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este

Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este Vivo num sonho que não é realidade Faz parte do meu viver Crescer sonhando esquecendo os planos Sou eu quem vivo esta é minha vida Prazer este EU Hoje deixei pra lá me esqueci de tudo Vivo minha vida sobre

Leia mais

A MULHER VESTIDA DE PRETO

A MULHER VESTIDA DE PRETO A MULHER VESTIDA DE PRETO Uma Mulher abre as portas do seu coração em busca de uma nova vida que possa lhe dar todas as oportunidades, inclusive de ajudar a família. Ela encontra nesse caminho a realização

Leia mais

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO

DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO EU AMO VOCÊ: DEIXA-ME SENTIR TUA ALMA ATRAVÉS DO TEU CALOROSO ABRAÇO Cleber Chaves da Costa 1 O amor é paciente, o amor é benigno, não é invejoso; o amor não é orgulhoso, não se envaidece; não é descortês,

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

Dramaturgia Novos Autores Capítulo 39. Falso Amor

Dramaturgia Novos Autores Capítulo 39. Falso Amor Dramaturgia Novos Autores Capítulo 39 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Miguel Rodrigues Direção Geral Miguel Rodrigues Núcleo DNA Personagens desse capítulo ÁGATA BRUNO

Leia mais

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje.

Na escola estão Pedro e Thiago conversando. THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. MENININHA Na escola estão Pedro e Thiago conversando. PEDRO: Cara você viu o jogo ontem? THIAGO: Não, tive que dormi mais cedo por que eu tenho prova de matemática hoje. PEDRO: Bah tu perdeu um baita jogo.

Leia mais

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI

PROCURA-SE UMA VIÚVA. Por CARLA GIFFONI PROCURA-SE UMA VIÚVA Por CARLA GIFFONI BN 010.350 carlagiffoni@yahoo.com.br http://recantodasletras.com.br /autores/carlagiffoni 1- CORREDOR DA CAPELA MORTUÁRIA - INT - DIA Matilde e Donana, duas senhoras

Leia mais

Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA

Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA Bible Animacao Professor Eliseu Aluno: Rodrigo Gallucci Naufal RA 00147614 Efeitos sonoros: https://www.youtube.com/watch?v=iryixkv8_sm A musica, um instrumental, iria tocar do inicio ate aproximadamente

Leia mais

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4. E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com

ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4. E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com ANTES DO FIM EPISÓDIOS 3 E 4 E-MAIL: gilfnascimento@hotmail.com EPISÓDIO 03 Anteriormente: Célia bofeteia Álvaro e chora, mas fica para ajudá-lo, Leandro defende Laila de Caio, Marques encontra a mãe com

Leia mais

DNA Capítulo 32. Falso Amor

DNA Capítulo 32. Falso Amor DNA Capítulo 32 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Miguel Rodrigues Direção Geral Miguel Rodrigues Núcleo DNA Personagens desse capítulo ALEXANDRE BRUNO GILBERTO MIGUEL

Leia mais

MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA. Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012

MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA. Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012 MONÓLOGO MAIS UMA PÁGINA Por Ana Luísa Ricardo Orlândia, SP 2012 FUNDO PRETO CHEIO DE ESTRELAS. UM BANQUINHO UM VIOLÃO ÚNICO PERSONAGEM QUE SERÁ TRATADO COMO O CANTOR E ESTARÁ VESTIDO COMO CANTOR DE BARZINHO.

Leia mais

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro

*PRECCI* Programa de Evangelização e Catequese Católico InfantoJuvenil TiaJane. Roteiro Personagens: J- TIA JANE B- Anjo BENTINHO P- PEDRINHO C- CLARINHA Be- Bebel Roteiro J- É ano novo lalaia, é ano novo lalaia! Vou deixar tudo bonito pra esperar o menino Jesus que vai nascer!!! (cantando

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

PEÇA TEATRAL: AMOR E. De: ARTHUR R. CANDOTTI ATO 1. Bebel sai. Pausa por alguns segundos. Fernando pega na mão da Drika.

PEÇA TEATRAL: AMOR E. De: ARTHUR R. CANDOTTI ATO 1. Bebel sai. Pausa por alguns segundos. Fernando pega na mão da Drika. FESTA PEÇA TEATRAL: AMOR E De: ARTHUR R. CANDOTTI ESCOLHA. ATO 1 Cenário: Festa Pessoas dançando, luzes de diversas cores e musica agitada. Drika esta dançando com sua amiga Bebel com alguns rapazes envolta.

Leia mais

1º Edição

1º Edição Sensações 1º Edição WWW.Perse.com.br Página 1 Codinome: Tabrao Email: Tania_morenagata@hotmail.com Nasceu no dia 09 de Agosto de 1984 Natural da cidade de Lapa - PR Reside a Rua Francisco Veloso, 282 Ponta

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Camilla Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Marcos Rodrigues Vânia Rodrigues Roberto

Leia mais

Falso Amor. De Débora Costa

Falso Amor. De Débora Costa Falso Amor De Débora Costa Capítulo 3 Cena 1 Café CRISTINA: (está sentada, tomando café). ÁGATA: (se aproxima, sorri, beija o rosto de Cristina, se senta) Oi tia Cris, senti sua falta. CRISTINA: (olha

Leia mais

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes

Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes O ATAQUE NA PISCINA Bárbara uma mulher de 25 anos, queria atrasar o livro de uma escritora famosa chamada Natália, Bárbara queria contar uns segredos bombásticos antes de Natália, Bárbara não queria que

Leia mais

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um

É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um Nem tudo é fácil É difícil fazer alguém feliz, assim como é fácil fazer triste. É difícil dizer eu te amo, assim como é fácil não dizer nada É difícil valorizar um amor, assim como é fácil perdê-lo para

Leia mais

Uma história escrita pelo dedo de Deus!

Uma história escrita pelo dedo de Deus! Uma história escrita pelo dedo de Deus! João 3:16 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna" Assim começa

Leia mais

DNA Capítulo 23. Falso Amor. Novela de Débora Costa. Escrita Por. Débora Costa. Direção. Tena Andrade, Miguel Rodrigues.

DNA Capítulo 23. Falso Amor. Novela de Débora Costa. Escrita Por. Débora Costa. Direção. Tena Andrade, Miguel Rodrigues. Rede Purple DNA Capítulo 23 Falso Amor Novela de Débora Costa Escrita Por Débora Costa Direção Tena Andrade, Miguel Rodrigues Direção Geral Tena Andrade, Miguel Rodrigues Núcleo Tena Andrade Personagens

Leia mais

"FÉRIAS NA PRAIA" Roteiro de. Deborah Zaniolli

FÉRIAS NA PRAIA Roteiro de. Deborah Zaniolli "FÉRIAS NA PRAIA" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 704.710 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "FÉRIAS

Leia mais

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares

A Procura. de Kelly Furlanetto Soares A Procura de Kelly Furlanetto Soares Peça escrita durante a Oficina Regular do Núcleo de Dramaturgia SESI PR. Teatro Guaíra, sob orientação de Andrew Knoll, no ano de 2012. 1 Cadeiras dispostas como se

Leia mais

PECADO ORIGINAL Capítulo 17 PECADO ORIGINAL. Novela de. Rômulo Guilherme. Criada e escrita por RÔMULO GUILHERME

PECADO ORIGINAL Capítulo 17 PECADO ORIGINAL. Novela de. Rômulo Guilherme. Criada e escrita por RÔMULO GUILHERME PECADO ORIGINAL Novela de Rômulo Guilherme Criada e escrita por RÔMULO GUILHERME Cena 01/Prefeitura/Gabinete prefeito/int/dia Rufino e Jofre continuam conversando. Rufino - Isso foi uma ameaça? Jofre -

Leia mais

Daniel Duarte. 1 a edição

Daniel Duarte. 1 a edição Daniel Duarte 1 a edição Rio de Janeiro 2016 Agradecimentos Agradeço ao Thiago, que me encontrou pela internet adentro e acreditou neste projeto, e que em tão pouco tempo se tornou uma pessoa muito especial

Leia mais

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília:

Um amor inacabado. Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Gabriele Fernanda Cordeiro Barbosa Um amor inacabado Você sente algo por ela sim. Vai falar com ela! Beatriz conversando com Rafael. No mesmo instante, Alison fala para Cecília: Vamos, Ceci, vai lá falar

Leia mais

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA

PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA PEÇA TEATRAL: DEU A LOUCA EM ROMEU E JULIETA Personagens: NARRADORA: ROMEU: JULIETA: MERCUTIO: FREI LOURENÇO: CAPULETO (Pai de Julieta): SENHORA CAPULETO (Mãe de Julieta): CARLOTA (Irmã de Julieta): AMA

Leia mais

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar

Tânia Abrão. Deixo meus olhos Falar Tânia Abrão Deixo meus olhos Falar 1 Biografia Tânia Abrão Mendes da Silva Email: Tania_morenagata@hotmail.com Filha de Benedito Abrão e Ivanir Abrão Nasceu em 09/08/1984 Natural da Cidade de Lapa Paraná

Leia mais

MOMENTOS POÉTICOS. Ademilson B dos Santos

MOMENTOS POÉTICOS. Ademilson B dos Santos MOMENTOS POÉTICOS Ademilson B dos Santos Momentos Poéticos A Ademilson Batista dos Santos Bairro: Parque dos Estados Rua: Curitiba 163 Louveira SP Segredos Segredos são segredos, Não se podem revelar.

Leia mais

Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T1 ESTÚDIO

Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T1 ESTÚDIO Cena/Tom. Descrição da Cena Locação C1T1 Duas bactérias redondas, ligeiramente azuladas, nadam calmamente em um líquido. C1T2 Uma delas se divide, e nasce mais uma! Agora são três! Esta tabela serve de

Leia mais

A marca de uma lágrima

A marca de uma lágrima A marca de uma lágrima O autor O livro é uma obra de Pedro Bandeira, o autor responsável pela minha paixão por livros nacionais. É comum encontrarmos leitores com um alto teor de preconceito em relação

Leia mais

Aninha era uma menina muito medrosa, que tinha medo de tudo. Uma manhã a mãe dela acordou-lhe Aninha.Mas a mãe de Aninha nunca acordava ela.

Aninha era uma menina muito medrosa, que tinha medo de tudo. Uma manhã a mãe dela acordou-lhe Aninha.Mas a mãe de Aninha nunca acordava ela. Aninha e Seus Medos Aninha era uma menina muito medrosa, que tinha medo de tudo. Uma manhã a mãe dela acordou-lhe Aninha.Mas a mãe de Aninha nunca acordava ela.aninha estranhou e perguntou para a mãe dela

Leia mais

"ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de. Deborah Zaniolli

ESPELHO, ESPELHO MEU Roteiro de. Deborah Zaniolli "ESPELHO, ESPELHO MEU" Roteiro de Deborah Zaniolli Copyright 2016 by Deborah Zaniolli Deborah Zaniolli Todos os direitos reservados contato@deborahzaniolli.com BN: 710355 Roteiro 2011 Piedade- SP 1. "ESPELHO,

Leia mais

Débora Zambi. Aos Olhos do Poeta

Débora Zambi. Aos Olhos do Poeta Débora Zambi Aos Olhos do Poeta Primeira Edição São Paulo 2015 Agradecimentos Primeiro a Deus pelo dom que me deu, pela foça, pela vida, pelas conquistas, pelo seu amor, carinho e cuidado! Para o meu esposo

Leia mais

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r

July: Eu também! Achei o máximo as coisas que ela faz. Vou pedir para a minha mãe fazer umas roupinhas novas. Estou pensando até em montar um guarda-r Série Ao infinito e além... Sua vida além das estrelas! 4 a 8 anos Aprendendo a Viver! Conceito Viver a vida como se fosse o melhor presente. Versículo-chave Não desperdicem nenhum pouco desta maravilhosa

Leia mais

De Débora Costa. Personagens:

De Débora Costa. Personagens: De Débora Costa Personagens: Giuseppe Gouveia Giane Gouveia Fernanda Gouveia Rayssa Gouveia Francisco Gouveia Amon Gouveia Catarina Gouveia Amelie Fontana Sérgio Ramos Vânia Rodrigues Roberto Carvalho

Leia mais

Page 1 of 5. Amor & Sociologia Cultural - Caetano Veloso & Cazuza

Page 1 of 5. Amor & Sociologia Cultural - Caetano Veloso & Cazuza Page 1 of 5 Universidade Federal do Amapá Pró-Reitoria de Ensino de Graduação Curso de Licenciatura Plena em Pedagogia Disciplina: Sociologia Cultural Educador: João Nascimento Borges Filho Amor & Sociologia

Leia mais

Em Círculos. Mateus Milani

Em Círculos. Mateus Milani Em Círculos Mateus Milani Que eu não perca a vontade de ter grandes amigos, mesmo sabendo que, com as voltas do mundo, eles acabam indo embora de nossas vidas Ariano Suassuna. Sinopse Círculos. A vida

Leia mais

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em

O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em O Amor O Amor se resume em se sentir bem, especial, incrivelmente Feliz. Um estado espiritual destinado a trazer muitas coisas boas. As vezes ele existe em ter alguém por perto ou fazer algo que goste.

Leia mais

Como se Fosse Ontem. Augusto Ferreira. Todos direitos reservados a Augusto Ferreira

Como se Fosse Ontem. Augusto Ferreira. Todos direitos reservados a Augusto Ferreira Como se Fosse Ontem De Augusto Ferreira Todos direitos reservados a Augusto Ferreira Email: augusto.g.ferreira@live.com 1. CB. PG do céu escuro, alguém disca números em um celular, o celular chama e cai

Leia mais

AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM!

AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA, AMA QUE É BOM! AMA, AMA QUE VEM DE DOM! AMA QUE É BOM! Lugar: Itacaré (BA) Data: 10/12/2009. Estilo: Fado baiano Tom: Fá sustenido menor (F#m) Estúdio: 18/12/11 QUE É BOM! QUE VEM DE DOM! QUE É BOM! QUE VEM DE DOM! UM POUCO MAIS QUEM AMA NA

Leia mais

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05

Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/ :19:05 11/06/ :19:05 Parte Um Minha_Vida_Agora.indd 7 11/06/2012 16:19:05 Minha_Vida_Agora.indd 8 11/06/2012 16:19:06 1 Meu nome é Elizabeth, mas ninguém nunca me chamou assim. Meu pai deu uma olhada em mim quando nasci e

Leia mais

Falso Amor. De Débora Costa

Falso Amor. De Débora Costa Falso Amor De Débora Costa Capítulo 11 Cena 1 Noite Mansão Werneck Suíte de Flávio HENRIQUE: (sai do banho, está com uma toalha na cintura, se aproxima da janela, olha para fora) Amanhã quero conhecer

Leia mais

Falso Amor. De Débora Costa

Falso Amor. De Débora Costa Falso Amor De Débora Costa Mansão Werneck Suíte de Flávio Capítulo 16 Cena 1 HENRIQUE: (está segurando Cristina pelos braços, a olhando nos olhos) Você entendeu Cristina? Eu te odeio! CRISTINA: (olhando

Leia mais

Nº18A Domingo III da Quaresma

Nº18A Domingo III da Quaresma Nº18A Domingo III da Quaresma-23.3.2014 Conduz-me Jesus aos poços do teu Evangelho Conduz-me, Jesus, aos poços do teu Evangelho para beber junto de ti a água que mata a sede de felicidade. a água que me

Leia mais

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto

Produção de texto. Observe a imagem e produza um texto narrativo, com no mínimo 10 linhas, a partir do título proposto E. E. Ernesto Solon Borges Disciplina: Língua Portuguesa Profª. Regente: Vania Progetec: Cristina Ano: 8º Ano A Alunos: Dayane Sales e Emily Cristina Data: 12/11/2014 Produção de texto Se eu tivesse um

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

Lago Nebuloso. Por. José Nilton Palma

Lago Nebuloso. Por. José Nilton Palma Lago Nebuloso Por José Nilton Palma José Nilton Palma nitlonribeiro@hotmail.com INT. CASA - SALA - DIA, 22 anos, estatura mediana, cabelos negros, olha fixamente para..., 18 anos, estatura mediana, cabelos

Leia mais

A tristeza. A tristeza

A tristeza. A tristeza E a leitura continua..."o Principezinho" - quarta-feira, 6 de Fevereiro de 2013 No capítulo V, o Principezinho demonstra muita tristeza nas suas palavras. Após a leitura, foi proposto aos alunos escreverem

Leia mais

Godofredo e Geralda sentados na mesa no centro do palco.

Godofredo e Geralda sentados na mesa no centro do palco. Cena 1 Cenário Cena Musica Som e luz Restaurante: Duas mesas, cada uma com duas cadeiras. Uma no centro e outra no inicio do palco, castiçais com velas no centro das mesas. Godofredo e Geralda sentados

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

O Mistério da bolsa Grande

O Mistério da bolsa Grande O Mistério da bolsa Grande Gisela está indo para casa no Rio de Janeiro, após um mês de férias em Londres. Ela vive em um apartamento no Rio com dois amigos. Ela deixa seu avião às cinco horas. É uma hora

Leia mais

Minha História de amor

Minha História de amor Minha História de amor Hoje eu vou falar um pouco sobre a minha história de amor! Bem, eu namoro à distância faz algum tempinho. E não é uma distância bobinha não, são 433 km, eu moro em Natal-Rn, e ela

Leia mais

2006 Giselle Fernandes de Pinho

2006 Giselle Fernandes de Pinho Versão para ebook Abílio Gomes de Pinho Capa Giselle Pinho 2006 Giselle Fernandes de Pinho Adeus Adeus. Foi tudo o que restou nos olhos meus Além de lágrimas nos olhos teus Adeus. Eu tenho que partir,

Leia mais

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito

Fabiany Monteiro do Nascimento. Amor Perfeito Fabiany Monteiro do Nascimento Amor Perfeito Dedico este livro a... Grandes pessoas que fizeram de minha vida uma fábula de sonhos reais. Primeiro agradeço a Deus, que mesmo nós momentos ruins, nunca me

Leia mais

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES

EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Obra Teatral de Carlos José Soares Revisão Literária de Nonata Soares EU TE OFEREÇO ESSAS CANÇÕES Peça de Carlos José Soares Revisão Literária Nonata Soares Personagens: Ricardo

Leia mais

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael

Ramon. Cecília. Rodrigo. Isabel. Olivia. Rafael De Débora Costa PERSONAGENS: Carolina Oliveira Família Montenegro: Abner Julio Família Bueno: Caetano Karen Murilo Aline Angélica Gouveia Bueno Rosangela Palhares Bueno (Filhas de Karen e Laerte) Otávio

Leia mais

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca

mesma fada que presenciara o nascimento de Zé Chumaço diminuiu a alegria da mãe: Majestade, infelizmente, apesar de linda, sua filha terá pouca Zé Chumaço E m um reino distante, o filho da rainha nasceu feio. Foi batizado como José, mas acabou conhecido como Zé Chumaço, por causa da quantidade excessiva de cabelos que tinha. A rainha se estristecia

Leia mais

05 Quando a gente se aposenta Fica um pouco a imaginar Eu vou deixar esse porto Sem ter outro pra aportar Mesmo quando nossa âncora Já tem onde se

05 Quando a gente se aposenta Fica um pouco a imaginar Eu vou deixar esse porto Sem ter outro pra aportar Mesmo quando nossa âncora Já tem onde se 01 Desde que a gente nasce E começa a respirar A vida já vai mostrando Que teremos que lutar E a gente é obrigado A começar a chorar 02 Quando se olha ao redor E vê a vida passando A gente vai crescendo

Leia mais

ATO DE AMAR CYRILLA KHRONOS. Regina Lúcia Ferreira Neves Curso de Comunicação Social da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas 4' ano

ATO DE AMAR CYRILLA KHRONOS. Regina Lúcia Ferreira Neves Curso de Comunicação Social da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas 4' ano 2* Lugar DO ATO DE AMAR CYRILLA KHRONOS Regina Lúcia Ferreira Neves Curso de Comunicação Social da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas 4' ano Cyrilla é de fato um nome estranho. Ainda mais escrito

Leia mais

TODO AMOR TEM SEGREDOS

TODO AMOR TEM SEGREDOS TODO AMOR TEM SEGREDOS VITÓRIA MORAES TODO AMOR TEM SEGREDOS TODO AMOR TEM SEGREDOS 11 19 55 29 65 41 77 87 121 99 135 111 145 É NÓIS! 155 11 12 1 2 10 3 9 4 8 7 6 5 TODO AMOR TEM SEGREDOS. Alguns a

Leia mais

Katia G. Nogueira. Brincando de Cantiga

Katia G. Nogueira. Brincando de Cantiga Katia G. Nogueira Brincando de Cantiga APRESENTAÇÃO Este livro visa possibilitar o contato das crianças com as mais variadas situações comunicativas para que assim comecem a perceber a função social da

Leia mais

Encarte

Encarte Encarte e letras disponíveis em Encarte www.encartedigitalmk.com.br e letras disponíveis em Conheça mais esta inovação da MK Music. Uma empresa que pensa no futuro www.encartedigitalmk.com.br Conheça mais

Leia mais

O SEGUIDOR DE GAROTAS SENSÍVEIS. Peça de uma única cena

O SEGUIDOR DE GAROTAS SENSÍVEIS. Peça de uma única cena O SEGUIDOR DE S SENSÍVEIS Peça de uma única cena PERSONAGENS: ENTRA. VEM ATRÁS. SE VIRA Ei, cara! Você quer parar de me seguir! Eu não estou te seguindo. Como não? Faz tempo que você me segue. É verdade.

Leia mais

Jack Denski e o Mundo Mágico

Jack Denski e o Mundo Mágico Jack Denski e o Mundo Mágico Jack Denski e o Mundo Mágico Essa História tem inicio no ano de 1996 quando Julia Denski um loira dos olhos azuis de 31 anos e seu marido Felipe Denski jovem afro robusto de

Leia mais