CURSO LIVRE DE ECONOMIA

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO LIVRE DE ECONOMIA"

Transcrição

1 UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA Preços e Mercados Exercícios

2 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas, justificando os casos em que as considere falsas. a) A procura de um bem é dada pelas quantidades que os consumidores estão dispostos a adquirir, a diferentes preços, em determinado período de tempo. b) As quantidades procuradas de um determinado bem dependem dos preços a que é colocado no mercado, pois quanto mais altos os preços, menores as quantidades procuradas. c) A descida do preço de determinado bem pode influenciar as quantidades que os consumidores estão dispostos a adquirir, mas não influencia as quantidades oferecidas. d) O grau de sensibilidade dos consumidores às variações dos preços é igual para todos os produtos. e) Os preços dos outros bens não têm qualquer influência na procura do bem X. f) Sempre que a curva da oferta se desloca para a direita, falamos de diminuição da oferta. g) A quantidade oferecida de um bem varia no mesmo sentido das variações do preço. h) Para determinado bem, as quantidades procuradas e os preços têm uma relação inversa, enquanto as quantidades oferecidas e os preços têm uma relação directa. i) O preço de equilíbrio é determinado pela intersecção das curvas da oferta e da procura. j) Num mercado de concorrência perfeita, o preço de equilíbrio é aquele que garante a satisfação simultânea dos compradores e vendedores. k) Mantendo-se inalterada a procura, um aumento da oferta provocará um aumento do preço de equilíbrio. l) A deslocação da curva da procura depende, entre outros factores, de variações nos preços dos restantes bens, de alterações nos rendimentos dos consumidores e de alterações nas preferências dos consumidores. m) Para situações em que o preço é superior ao preço de equilíbrio, verifica-se, no mercado, um excesso de oferta. n) Para preços inferiores ao preço de equilíbrio, a quantidade transaccionada é igual à quantidade procurada. o) Na concorrência monopolística, a imperfeição do mercado deve-se, essencialmente, ao número de vendedores do produto. p) As fusões e as aquisições têm em comum o facto de contribuírem para a concentração empresarial e, deste modo, agravarem a imperfeição do mercado.

3 2. Indique qual das hipóteses de resposta é correcta face a cada uma das questões formuladas A curva da procura de um produto mostra-nos a relação entre as quantidades procuradas num determinado período de tempo e: A. os preços de outros produtos sucedâneos ou similares. B. os preços do produto em causa. C. as preferências dos consumidores. D. a variação do poder de compra dos consumidores Define-se a procura como sendo: A. a quantidade do produto que é adquirida ao preço de equilíbrio. B. as quantidades do produto que os consumidores estão dispostos a adquirir, num dado período, aos diferentes preços alternativos. C. as variações nas quantidades procuradas decorrentes das elevações do nível de rendimento dos consumidores. D. as relações que se estabelecem entre o rendimento dos consumidores e as suas preferências de consumo Num estudo da procura agregada de um bem, consideramos: A. invariáveis apenas os preços de outros bens. B. invariável apenas o rendimento global. C. invariáveis os gostos dos consumidores. D. invariáveis os gostos dos consumidores, o rendimento global e os preços dos outros bens A passagem de D 1 para D 2 deveu-se: P D1 D2 Q A. à diminuição do rendimento das famílias. B. à diminuição do preço do bem. C. ao aumento do preço de um bem sucedâneo. D. ao aumento do preço de um bem complementar.

4 2.5. De entre os seguintes factores, diga qual não provoca deslocações na curva da procura de um determinado bem: A. variações no poder aquisitivo dos consumidores. B. mudanças nas preferências dos consumidores em relação ao produto. C. variações nos preços do produto. D. nenhuma das alternativas anteriores A curva da oferta de determinado bem mostra as relações que se estabelecem entre as quantidades oferecidas e: A. os custos dos factores de produção. B. os preços dos produtos concorrentes. C. os preços do produto considerado. D. nenhuma das alternativas anteriores A lei da oferta afirma que: A. quando aumenta a quantidade oferecida, aumenta o preço. B. quando diminui a quantidade oferecida, aumenta o preço. C. quando aumenta a oferta, aumenta o preço. D. nenhuma das alternativas anteriores De entre os seguintes factores, qual deles pode provocar uma deslocação para a esquerda da curva da oferta: A. melhoria nas condições da oferta, por redução dos custos dos factores de produção. B. diminuição do preço do produto. C. expectativas não favoráveis dos produtores sobre a evolução da procura. D. nenhuma das alternativas anteriores A passagem de S 1 para S 2 deveu-se: P S2 S1 Q A. ao aumento dos custos de produção desse bem. B. ao aumento dos preços dos outros bens. C. ao aumento do preço desse bem. D. ao aparecimento de uma inovação tecnológica na produção.

5 2.10. O preço de equilíbrio define: A. a maximização da satisfação do consumidor e do lucro do produtor. B. o máximo que os consumidores estão dispostos a pagar por um produto. C. o mínimo que os produtores estão dispostos a aceitar em pagamento dos produtos oferecidos no mercado. D. nenhuma das alternativas anteriores Analise o mercado do bem X: P S 10 5 D 0 Q A. ao preço de 15, a quantidade procurada é de 30. B. ao preço de 15, a quantidade transaccionada é de 10. C. ao preço de 5, a quantidade transaccionada é de 30. D. ao preço de 5, a quantidade procurada é de Se, ao preço vigente, a quantidade oferecida é maior que a procurada, então: A. a oferta tenderá a diminuir. B. a procura tenderá a aumentar. C. o preço baixará para o seu nível de equilíbrio. D. o preço subirá para o seu nível de equilíbrio A oferta de um dado bem A diminuiu, originando uma subida do seu preço e o aumento da procura do bem B. Pode, então, afirmar-se que: A. não existe qualquer relação entre os bens A e B. B. A é um bem de luxo e B um bem de primeira necessidade. C. A e B são bens complementares. D. A e B são bens sucedâneos Num mercado de concorrência perfeita, a homogeneidade do produto significa que: A. para o consumidor, é indiferente comprar o produto em qualquer empresa. B. as empresas têm todas os mesmos objectivos. C. os consumidores têm preferências idênticas. D. cada empresa produz uma determinada marca do mesmo tipo de produto.

6 2.15. Um mercado de concorrência perfeita tem como um dos seus elementos caracterizadores: A. elevadas barreiras de entrada no mercado. B. reduzidas ou nulas barreiras de entrada no mercado. C. elevadas barreiras de saída do mercado. D. aspectos que nada têm a ver com barreiras. 3. A procura é uma função decrescente do preço Enuncie a lei da procura Indique os principais factores determinantes da procura Explique de que forma é influenciada a procura de um determinado tipo de bem pelos preços dos bens complementares e substituíveis. 4. Suponha que as quantidades de um determinado bem que os consumidores estão dispostos a comprar, para cada nível de preços, são os seguintes: Preço Quantidade Faça a representação gráfica da curva da procura Interprete a curva da procura Considere agora que, em virtude de um aumento do rendimento, as quantidades procuradas variaram do seguinte modo: Preço Quantidade Diga, justificando, o que acontece à curva da procura Refira a influência da moda e da publicidade na procura dos bens. 5. A oferta é uma função crescente do preço Justifique a frase anterior Indique os principais factores determinantes da oferta de um bem Relacione a evolução tecnológica com a oferta de um determinado bem.

7 6. O quadro que a seguir se apresenta traduz as vontades expressas por compradores e vendedores no que se refere às quantidades de chocolate que estão dispostos a comprar e a vender, consoante as flutuações verificadas no preço do produto: Compradores Vendedores Preço Quantidade Preço Quantidade Dê uma noção de mercado Indique dois factores que possam influenciar a procura do bem considerado no exemplo Indique dois factores que possam influenciar a oferta do bem em causa Faça a representação gráfica das curvas da procura e da oferta A que preço deve ser transaccionado o chocolate para que a quantidade oferecida seja igual à quantidade procurada? 7. Observe os valores que se seguem, relativos ao mercado de telemóveis: Situação A Situação B Preço Quantidade Preço Quantidade Identifique a situação relativa à procura de telemóveis. Justifique Indique, justificando, qual o preço de equilíbrio Determine a receita dos vendedores Refira dois factores que possam influenciar a procura de telemóveis. 8. No mercado de fuel, a procura depende do preço, mas é, também, influenciada por diversos outros factores. A oferta depende, por seu lado, dos preços relativos dos diversos derivados do petróleo, bem como do aprovisionamento global em petróleo bruto. Suponha que a procura e a oferta de fuel se apresentam do seguinte modo: Preço Quantidade procurada Quantidade oferecida Represente, utilizando o mesmo gráfico, as curvas da oferta e da procura Determine, graficamente, o ponto de equilíbrio Suponha que um Inverno pouco frio fez baixar a procura de combustível. Refira em que sentido se desloca a curva da procura desse bem.

8 8.4. Suponha, agora, que um conflito regional se verificou nos países produtores de petróleo. Represente graficamente a deslocação da curva da oferta. 9. Analise o seguinte gráfico, relativo ao bem Z. P b y E a Q x 9.1. Identifique as curvas a e b Explicite o significado do ponto de equilíbrio, tendo em conta o gráfico Indique dois factores responsáveis pelo comportamento da procura, além do preço Considerando que se verificou uma importante melhoria da tecnologia, exponha uma alteração possível do comportamento da oferta. 10. Considere os seguintes valores relativos à oferta e à procura do bem A: Quadro I Quadro II Preços Quantidades Preços Quantidades Qual o quadro relativo à oferta? Justifique Indique o preço de equilíbrio no mercado A Explique o que acontece à procura de dois bens substituíveis se o preço de um deles aumentar Indique dois factores que influenciem a procura de um bem Caracterize o mercado de concorrência perfeita.

9 11. Considere os seguintes dados relativos ao mercado das pizzas. Preço Quantidade procurada Quantidade oferecida Faça a representação gráfica das curvas da procura e da oferta Determine o preço e a quantidade de equilíbrio Explique o que aconteceria se a procura de pizzas triplicasse para todos os níveis de preços Represente graficamente a nova situação e determine o novo ponto de equilíbrio. 12. Suponha que, num mercado de concorrência, o quadro seguinte expressa as quantidades de um determinado bem que os consumidores estão dispostos a comprar e os vendedores dispostos a vender. Preço Quantidade procurada Quantidade oferecida Faça a representação gráfica das curvas da procura e da oferta Determine, graficamente, o preço de equilíbrio Explique por que razão esse preço é considerado de equilíbrio Indique as características do mercado de concorrência perfeita. 13. Suponha que, para um determinado produto x, a evolução dos preços e das quantidades procuradas, num dado momento, foi: Preço Quantidade Faça a representação gráfica da curva da procura.

10 13.2. Com base nos mesmos preços, atribua valores à oferta do produto x, de modo que o preço de equilíbrio seja Faça a representação gráfica da curva da oferta Suponha que se verificava um aumento dos rendimentos dos consumidores. Represente no gráfico uma alteração possível do comportamento da procura Exponha três características do mercado de concorrência perfeita. 14. O mecanismo de mercado só funciona plenamente quando se encontram reunidas algumas condições. Explicite duas delas. 15. Comente a seguinte afirmação: Enquanto consumidores, os cidadãos têm interesse em que os mercados sejam concorrenciais. Enquanto produtores, os cidadãos desejariam possuir um monopólio no seu sector de actividade. 16. Ao contrário do que acontece no mercado de concorrência perfeita, a empresa monopolista tem poder de mercado Explique como se determinam os preços no mercado de monopólio O poder de mercado da empresa monopolista não é absoluto. Justifique a afirmação Caracterize o mercado de oligopólio Distinga mercado de monopólio de concorrência monopolística. 17. Considere uma empresa que goza de uma situação de monopólio num mercado onde trabalha com os seguintes elementos: Procura Preço unitário Custo unitário Calcule o preço a que empresa deverá vender o seu produto. Justifique Explique por que razão o lucro normal de uma empresa operando num mercado de concorrência monopolística é mais elevado que o lucro normal da mesma empresa operando num mercado de concorrência perfeita. 18. Observe o quadro: Milhões de barris/dia Arábia Saudita 9,15 Irão 3,77 Iraque 2,62 Venezuela 3,24 Emiratos Árabes Unidos 2,52

11 Kuwait 2,15 Nigéria 2,10 Líbia 1,47 Indonésia 1,43 Argélia 1,58 Total OPEP 30,03 Produção mundial: 74,51 milhões de barris/dia Produção do Médio Oriente: 21,79 milhões de barris/dia Indique os principais produtores de petróleo da OPEP Calcule o peso da produção de petróleo dos países do Médio Oriente na OPEP Calcule o peso da produção de petróleo dos países da OPEP na produção mundial Justifique o mercado do petróleo como um mercado de concorrência imperfeita.

Sumário. Gestão Empresarial e Economia. Economia. Microeconomia. Mercado e concorrência perfeita Procura. Oferta. Equilíbrio de mercado

Sumário. Gestão Empresarial e Economia. Economia. Microeconomia. Mercado e concorrência perfeita Procura. Oferta. Equilíbrio de mercado Gestão Empresarial e Economia Economia Microeconomia Sumário Mercado e concorrência perfeita Procura o Procura individual o Procura de mercado Oferta o Oferta individual o Oferta de mercado Equilíbrio

Leia mais

Economia dos Recursos Naturais. Agentes e Circuito Económico

Economia dos Recursos Naturais. Agentes e Circuito Económico Economia dos Recursos Naturais Agentes e Circuito Económico Agentes Económicos numa economia simplificada Famílias Empresas Engloba as famílias enquanto unidades de consumo e de fornecimento de trabalho

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VI Procura, oferta e equilíbrio de mercado Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Procura individual de um bem. Descreve as quantidades alternativas,

Leia mais

Oferta e Demanda. 4. Oferta e Demanda. Mercado. O Que São os Mercados? Preços. Mercado

Oferta e Demanda. 4. Oferta e Demanda. Mercado. O Que São os Mercados? Preços. Mercado Oferta e Demanda 4. Oferta e Demanda São as duas palavras mais usadas por economistas São as forças que fazem os mercados funcionarem A microeconomia moderna lida com a oferta, demanda e o equilíbrio do

Leia mais

FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO LICENCIATURA EM GESTÃO DISCIPLINA DE MICROECONOMIA 2º TESTE 29 JUNHO - ANO LECTIVO 2003/2004

FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO LICENCIATURA EM GESTÃO DISCIPLINA DE MICROECONOMIA 2º TESTE 29 JUNHO - ANO LECTIVO 2003/2004 FACULDADE DE ECONOMIA DA UNIVERSIDADE DO PORTO LICENCIATURA EM GESTÃO DISCIPLINA DE MICROECONOMIA 2º TESTE 29 JUNHO - ANO LECTIVO 2003/2004 Observações: Duração: 2h30m. Não é permitida a utilização de

Leia mais

DOS MAIORES DE 23 ANOS NOME:

DOS MAIORES DE 23 ANOS NOME: Notas: Apresente o seu documento de identificação. Coloque o nome em todas as folhas. Leia atentamente cada questão antes de iniciar a sua resposta. Grupo 1 [10 VALORES] Relativamente a cada questão, assinale

Leia mais

6 CUSTOS DE PRODUÇÃO QUESTÕES PROPOSTAS

6 CUSTOS DE PRODUÇÃO QUESTÕES PROPOSTAS 1 6 CUSTOS DE PRODUÇÃO QUESTÕES PROPOSTAS 1. Se conhecemos a função produção, o que mais precisamos saber a fim de conhecer a função custos: a) A relação entre a quantidade produzida e a quantidade de

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO CONSUMIDOR VII Rendimento total, médio e marginal e conceito de elasticidade aplicado á procura e á oferta Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Receita

Leia mais

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A.

Parte 1: Oferta, demanda e equilíbrio de mercado. Parte 2: Elasticidades. O conceito de utilidade marginal. Microeconomia - Prof. Marco A. A lei da oferta e Parte 1: Oferta, e equilíbrio de mercado Parte 2: Elasticidades Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br BLOG: www.marcoarbex.wordpress.com Dois reais......e noventa centavos

Leia mais

Exercícios Exames dos anos anteriores: Exercício Exercício s Exames dos anos s Exames dos anos anteriores: s Exames dos anos anteriores:

Exercícios Exames dos anos anteriores: Exercício Exercício s Exames dos anos s Exames dos anos anteriores: s Exames dos anos anteriores: Exercícios Exercícios Exames Exames dos anos dos anteriores: anos anteriores: Monopólio anteriores: Concorrência e Concorrência Perfeita Perfeita Monopolística Exame Junho 2005 Num dado país o mercado

Leia mais

FUNDAMENTOS DE MICROECONOMIA: DEMANDA, OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO

FUNDAMENTOS DE MICROECONOMIA: DEMANDA, OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO FUNDAMENTOS DE MICROECONOMIA: DEMANDA, OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO MICROECONOMIA É a parte da teoria econômica que estuda o comportamento das famílias e das empresas e os mercados nos quais operam.

Leia mais

I. Conceitos Básicos

I. Conceitos Básicos I. Conceitos Básicos Escolha Múltipla 1. A economia foca-se em a) Indivíduos e como os recursos são utilizados para satisfazer as necessidades humanas. b) Dinheiro. c) Bancos d) Control 2. Um recurso é

Leia mais

2 Funcionamento de Mercados em concorrência perfeita

2 Funcionamento de Mercados em concorrência perfeita 2 Funcionamento de Mercados em concorrência perfeita 2.1 Oferta e Demanda o funcionamento dos mercados concorrenciais Roberto Guena USP 9 de abril de 2013 Roberto Guena (USP) Funcionamento de mercado 9

Leia mais

PRO Introdução à Economia

PRO Introdução à Economia PRO 2208 Introdução à Economia Aulas 2 e 3 Mercados, Oferta e Demanda PRO 2208 Davi Nakano Mercados, Oferta e Demanda Mercado: grupo de compradores e de vendedores de um dado bem ou serviço Oferta e Demanda

Leia mais

preço das matérias primas e dos fatores de

preço das matérias primas e dos fatores de Oferta Individual versus Oferta de Mercado A oferta de determinado bem depende de vários fatores: preço do próprio bem preço das matérias primas e dos fatores de produção tecnologia utilizada Oferta Individual

Leia mais

Introdução à Microeconomia. As forças de mercado: oferta e demanda. Danilo Igliori

Introdução à Microeconomia. As forças de mercado: oferta e demanda. Danilo Igliori Introdução à Microeconomia As forças de mercado: oferta e demanda Danilo Igliori (digliori@usp.br) As Forças de Mercado de Oferta e Demanda Oferta e demanda estão entre as palavras que os economistas utilizam

Leia mais

29/03/2016. Oferta e Demanda. Oferta e Demanda. O Que São os Mercados? Mercado. Mercado. Preços

29/03/2016. Oferta e Demanda. Oferta e Demanda. O Que São os Mercados? Mercado. Mercado. Preços Oferta e Demanda Oferta e Demanda ARTE I São as duas palavras mais usadas por economistas. São as forças que fazem os mercados funcionarem. A microeconomia moderna lida com a oferta, demanda e o equilíbrio

Leia mais

Microeconomia. Exercícios. António Saraiva

Microeconomia. Exercícios. António Saraiva Microeconomia Exercícios António Saraiva Microeconomia I 2 3 LINHA LIMITE DE POSSIBILIDADES DE PRODUÇÃO X X País A 120 País B 100 96 B2 A1 A2 B1 80 125 Y 60 Y Os gráficos representam as linhas de transformação

Leia mais

Prova escrita de conhecimentos específicos de Economia

Prova escrita de conhecimentos específicos de Economia Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos Prova escrita de conhecimentos específicos

Leia mais

GRUPO I (7 valores) 3. Identifique uma das principais características do sistema de economia mista.

GRUPO I (7 valores) 3. Identifique uma das principais características do sistema de economia mista. INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO Unidade Orgânica: Escola Superior de Ciências Empresariais Prova de de acesso ao Regime Especial Maiores de 23 anos para o ano letivo 2016/2017 Junho 2016 Leia

Leia mais

MICROECONOMIA OFERTA E DEMANDA

MICROECONOMIA OFERTA E DEMANDA MICROECONOMIA OFERTA E DEMANDA Disciplina: Economia e Mercado Professora: Karina Cabrini Zampronio Micro e Macroeconomia Microeconomia é o ramo da Teoria Econômica que estuda o funcionamento do mercado

Leia mais

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1

EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO VERSÃO 1 EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO 10.º/11.º ou 11.º/12.º Anos de Escolaridade (Decreto-Lei n.º 286/89, de 29 de Agosto Programas novos e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março) PROVA 712/12 Págs. Duração

Leia mais

Sistema de preços. Prof. Regis Augusto Ely. Agosto de Revisão Novembro de Oferta e demanda. 1.1 Curva de demanda

Sistema de preços. Prof. Regis Augusto Ely. Agosto de Revisão Novembro de Oferta e demanda. 1.1 Curva de demanda Sistema de preços Prof. Regis Augusto Ely Agosto de 2011 - Revisão Novembro de 2012 1 Oferta e demanda 1.1 Curva de demanda A curva de demanda descreve a relação entre preço e quantidade demandada. Aumentando

Leia mais

FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS

FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS OBJETIVO GERAL Apresentar os movimentos de mercado como resultado das forças de oferta e demanda, e o papel dos preços nesta dinâmica. OBJETIVOS ESECÍFICOS Apresentar

Leia mais

FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS

FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS FORÇAS DE OFERTA E DEMANDA DOS MERCADOS OBJETIVO GERAL Apresentar os movimentos de mercado como resultado das forças de oferta e demanda, e o papel dos preços nesta dinâmica. OBJETIVOS ESECÍFICOS Apresentar

Leia mais

ISCTE- INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA MICROECONOMIA

ISCTE- INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA MICROECONOMIA ISCTE- INSTITUTO UNIVERSITÁRIO DE LISBOA MICROECONOMIA Exame 2ª Época, 1º Semestre 2012-2013 Tempo de duração: 2h30 Nome: Nº Turma PARTE I: Fundamentos de Economia (2,5) 1. (1,5 v) Na atual conjuntura

Leia mais

Modelo da Procura e da Oferta

Modelo da Procura e da Oferta Modelo da rocura e da Oferta IT, LEGI - Teoria Económica II Margarida Catalão Lopes 1 Mercado: local de encontro da oferta (os que tentam vender) e da procura (os que desejam comprar), onde se determinam

Leia mais

Componente Específica de Economia

Componente Específica de Economia PROVA PARA AVALIAÇÃO DE CAPACIDADE PARA FREQUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR DOS MAIORES DE 23 ANOS 2013/2014 Escola Superior de Gestão, Hotelaria e Turismo Licenciaturas em Gestão, Gestão Hoteleira e Marketing

Leia mais

Economia e Sociologia. O Funcionamento do Mercado

Economia e Sociologia. O Funcionamento do Mercado Economia e Sociologia O Funcionamento do Mercado O que é o mercado? Sistema através do qual compradores e vendedores negoceiam para determinar os preços e as quantidades transaccionadas de um bem Locais

Leia mais

NOME COMPLETO:... Nº DE PROCESSO:.TURMA:. PARTE A. (Duração: 60 m. Cotação 10 valores)

NOME COMPLETO:... Nº DE PROCESSO:.TURMA:. PARTE A. (Duração: 60 m. Cotação 10 valores) 1 Microeconomia I Licenciatura em Economia Finanças - MAEG 1 de Fevereiro de 2013 Duração da prova: 2:00 h NOME COMPLETO:........ Nº DE PROCESSO:.TURMA:. PARTE A (Duração: 60 m. Cotação 10 valores) 1.

Leia mais

CURSO LIVRE DE ECONOMIA

CURSO LIVRE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA Contabilidade Nacional Exercícios 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas, justificando os casos

Leia mais

UC: Economia da Empresa

UC: Economia da Empresa UC: Economia da Empresa 11ª Sessão Curso: Licenciatura em Gestão de Marketing Docente: Nuno J. Farinha 1 Estruturas de Mercado: Extremos Mercados imperfeitamente competitivos Mercados Perfeitamente Competitivos

Leia mais

A economia é o estudo da organização social através do qual os homens satisfazem suas necessidades de bens e serviços escassos.

A economia é o estudo da organização social através do qual os homens satisfazem suas necessidades de bens e serviços escassos. IMPORTANTE: Tratando-se de uma representação esquematizada das aulas previstas, o material que integra esse Desenvolvimento Programático não é suficiente para o acompanhamento do curso. Sua leitura, sem

Leia mais

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21

Índice ECONOMIA E NEGÓCIOS PARTE I. Índice de caixas, figuras e tabelas 13. Prefácio para os estudantes 19. Prefácio para os professores 21 Índice Índice de caixas, figuras e tabelas 13 Prefácio para os estudantes 19 Prefácio para os professores 21 PARTE I ECONOMIA E NEGÓCIOS Capítulo 1 Ambiente empresarial 1.1. Âmbito da economia empresarial

Leia mais

MICROECONOMIA

MICROECONOMIA MICROECONOMIA 01. (Fiscal ISS-SP/98) Se a quantidade demandada de um bem permanece inalterada quando o seu preço aumenta, pode-se concluir que a elasticidade preço deste bem é: a) Menor do que a unidade.

Leia mais

Capítulo. As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda

Capítulo. As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda Capítulo 4 As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda Mercados e Competição Mercado Um grupo de compradores e vendedores de um determinado bem ou serviço Podem ser altamente organizados Ex.: mercados

Leia mais

Demanda. Conceito 22/05/2010

Demanda. Conceito 22/05/2010 Demanda 1 Conceito A demanda de um determinado bem (doravante, denominada de bem X) é dada pela quantidade deste bem que os compradores (doravante, denominados de consumidores) desejam adquirir num determinado

Leia mais

MICROECONOMIA II. Exame 1ª época 25/06/2007. Licenciatura em Economia LEC106

MICROECONOMIA II. Exame 1ª época 25/06/2007. Licenciatura em Economia LEC106 Licenciatura em Economia MICROECONOMIA II LEC106 Exame 1ª época 25/06/2007 Antes de iniciar o exame, leia atentamente as observações que se seguem: a duração da prova é de 2 horas e 30 minutos; a prova

Leia mais

Prova escrita de conhecimentos específicos de Economia

Prova escrita de conhecimentos específicos de Economia Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos - 2016 Instruções gerais Prova escrita

Leia mais

LISTA DE EXERCÍCIOS 1ª PARTE: Concorrência Perfeita, Concorrência Monopolística, Monopólio e Oligopólio.

LISTA DE EXERCÍCIOS 1ª PARTE: Concorrência Perfeita, Concorrência Monopolística, Monopólio e Oligopólio. UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL - UFRGS FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS DISCIPLINA: TEORIA MICROECONÔMICA II ESTÁGIO DOCÊNCIA: VÍVIAN DOS SANTOS QUEIROZ PROFESSOR:

Leia mais

Microeconomia. 1. Procura, Oferta, Mercados e Organizações. Francisco Lima

Microeconomia. 1. Procura, Oferta, Mercados e Organizações. Francisco Lima Microeconomia 1 Procura, Oferta, Mercados e Organizações Francisco Lima 1º ano 2º semestre 2015/2016 Licenciatura em Engenharia e Gestão Industrial Modelo da Procura e Oferta Objetivo: determinar os preços

Leia mais

ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa MICROECONOMIA

ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa MICROECONOMIA Frequência: alunos em avaliação contínua Exame: alunos em avaliação única ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa MICROECONOMIA Exame 1ª Época, 1º semestre 2012-2013 Nome: Tempo de duração: 2h (avaliação

Leia mais

Aula 17 Exercício 8 [3.1.4 em Barbot e Castro, p. 64, adaptado]. a) b) c) d) e) i) ii) Exercício 1 [3.1.7 em Barbot e Castro, p. 66, adaptado].

Aula 17 Exercício 8 [3.1.4 em Barbot e Castro, p. 64, adaptado]. a) b) c) d) e) i) ii) Exercício 1 [3.1.7 em Barbot e Castro, p. 66, adaptado]. Aula 17 Exercício 8 [3.1.4 em Barbot e Castro, p. 64, adaptado]. Conhece-se a seguinte informação sobre a procura e oferta de uma indústria perfeitamente competitiva, em equilíbrio de período curto: as

Leia mais

A DEMANDA E A OFERTA. Curso Online

A DEMANDA E A OFERTA. Curso Online A DEMANDA E A OFERTA Curso Online 1 2Todos os Direitos Reservados ESSE CURSO FOI CRIADO E É PROMOVIDO PELA INSTITUIÇÃO Bem Vindo ao Curso! A Evolução do Pensamento Econômico: Escola Clássica 1-3 A EVOLUÇÃO

Leia mais

Prova de Microeconomia

Prova de Microeconomia Prova de Microeconomia 1) Acerca do comportamento do consumidor pode-se afirmar que: I. A relação de preferência é dita racional se ela é completa e transitiva; II. Somente a relação de preferência racional

Leia mais

Microeconomia I. Bibliografia. Mercado. Arilton Teixeira Mankiw, cap 4. Pindyck and Rubenfeld, caps. 2 e 4

Microeconomia I. Bibliografia. Mercado. Arilton Teixeira Mankiw, cap 4. Pindyck and Rubenfeld, caps. 2 e 4 Microeconomia I Arilton Teixeira arilton@fucape.br 2012 1 Bibliografia Mankiw, cap 4. Pindyck and Rubenfeld, caps. 2 e 4 2 Mercado Definição: É o conjunto de agentes, compradores e vendedores, que negociam

Leia mais

Microeconomia I Exame Final, 2006/07

Microeconomia I Exame Final, 2006/07 Licenciaturas em Economia e Administração e Gestão de Empresas Microeconomia I Exame Final, 006/07 6 de Janeiro de 007 Duração: h + 30 min Fernando Branco, Fernando Machado, Ana F. Antunes, João Granja,

Leia mais

Caderno de Exercícios (pontos 6 e 7) Gestão 2007/2008 Departamento de Engenharia e Gestão. 6.1 Mercados

Caderno de Exercícios (pontos 6 e 7) Gestão 2007/2008 Departamento de Engenharia e Gestão. 6.1 Mercados 6.1 Mercados 1. O rendimento e os gostos são: a) Factores que determinam a oferta b) Factores que determinam a procura c) Ignorados na análise económica d) Complementares na procura e) Substitutos na procura

Leia mais

(AVALIAÇÃO DO REGIME NÃO PRESENCIAL E AVALIAÇÃO DE RECURSO)

(AVALIAÇÃO DO REGIME NÃO PRESENCIAL E AVALIAÇÃO DE RECURSO) Escola Secundária Cacilhas-Tejo MATRIZ DE EXAME (AVALIAÇÃO DO REGIME NÃO PRESENCIAL E AVALIAÇÃO DE RECURSO) Disciplina: Economia A Módulo 1,2,3 (Um, Dois, Três) ENSINO RECORRENTE MÓDULOS CAPITALIZÁVEIS

Leia mais

Qte depois da entrada

Qte depois da entrada CAPÍTULO 3 OFERTA E DEMANDA 1 MERCADO COMPETITIVO muitos compradores e vendedores, ações de qualquer indivíduo não tem efeito perceptível sobre o preço. Ex. de merc não competitivo coca-cola. O merc competitivo

Leia mais

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR

UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR UNIVERSIDADE DA BEIRA INTERIOR FACULDADE DE CIÊNCIAS SOCIAIS E HUMANAS DEPARTAMENTO DE GESTÃO E ECONOMIA MACROECONOMIA I Licenciaturas: Economia, Gestão 1º A/1º S CADERNO 1 * Princípios de Economia: a

Leia mais

Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado

Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado Módulo 7 Demanda, Oferta e Equilíbrio de mercado Como vimos, a microeconomia ou teoria dos preços analisa como consumidores e empresas interagem no mercado, e como essa interação determina o preço e a

Leia mais

PRO 2208 Introdução a Economia. Aula 4 - Elasticidade. Prof. Dr. Regina Meyer Branski

PRO 2208 Introdução a Economia. Aula 4 - Elasticidade. Prof. Dr. Regina Meyer Branski PRO 2208 Introdução a Economia Aula 4 - Elasticidade Prof. Dr. Regina Meyer Branski Elasticidade Objetivos Elasticidade-Preço da Demanda Elasticidade-Preço Cruzada da Demanda Elasticidade-Renda da Demanda

Leia mais

Introdução à Microeconomia

Introdução à Microeconomia Fundamentos de economia: introdução à microeconomia e macroeconomia Prof. Ms. Marco A. Arbex marco.arbex@live.estacio.br Introdução à Microeconomia Blog: www.marcoarbex.wordpress.com Introdução à Microeconomia

Leia mais

CURSO LIVRE DE ECONOMIA

CURSO LIVRE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA A produção de bens e serviços Exercícios 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas, justificando

Leia mais

Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos:

Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos: Nome Completo: (tal como consta do processo do aluno) Nº de Processo: Turma: Curso: Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos: A duração da prova é de duas horas e trinta minutos

Leia mais

Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda. Mankiw (Cap 4)

Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda. Mankiw (Cap 4) Mercados e Fundamentos da Oferta e Demanda Mankiw (Cap 4) 1 As Forças de Mercado da Oferta e da Demanda Oferta e demanda são duas palavras que quem trabalha com economia usa frequentemente. Oferta e demanda

Leia mais

Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007

Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 Faculdade de Economia do Porto Ano Lectivo de 2006/2007 LEC 201 Macroeconomia I A Macroeconomia no Curto Prazo: Modelo IS-LM Introdução Introdução MKS: nível de produto/rendimento é um múltiplo do nível

Leia mais

CONCORRÊNCIA PERFEITA Enunciados e tópicos de resolução de alguns exercícios (alunos)

CONCORRÊNCIA PERFEITA Enunciados e tópicos de resolução de alguns exercícios (alunos) Exercício 1 CONCORRÊNCIA PERFEITA Enunciados e tópicos de resolução de alguns exercícios (alunos) Considere a empresa produtora do bem BÊ, integrada num mercado de concorrência perfeita, com a seguinte

Leia mais

Disciplina: ECONOMIA 1/7 COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO CONTEÚDOS. Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico

Disciplina: ECONOMIA 1/7 COMPETÊNCIAS A DESENVOLVER. Nº horas ESTRATÉGIAS RECURSOS AVALIAÇÃO CONTEÚDOS. Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico Módulo 1 - A Economia e o Problema Económico 1. A Economia no contexto das ciências sociais 2. O objecto de estudo da Economia 2.1. O problema económico e a necessidade de efectuar escolhas 2.2. O custo

Leia mais

Introdução a Economia Cap 4

Introdução a Economia Cap 4 Introdução a Economia Cap 4 Feliciano Azuaga Departamento de Economia Unemat Sinop Mercado odução a Economia Aula 1 Oferta e demanda são duas palavras que os economistas usam muito Oferta e demanda são

Leia mais

Teoria da Oferta e da Procura

Teoria da Oferta e da Procura Teoria da Oferta e da Procura Demanda (Procura) Conceito Expressa o desejo que as pessoas têm de consumir bens e serviços aos preços de mercado por unidade de tempo, mantendo-se os outros fatores constantes

Leia mais

MICROECONOMIA II LGE 108

MICROECONOMIA II LGE 108 LICENCIATURA EM GESTÃO MICROECONOMIA II LGE 108 ÉPOCA DE RECURSO 06/07 1/07/007 Observações: Tempo de duração: h00m. Ao fim de 0 minutos, será recolhida a folha com as respostas ao Grupo I de escolha múltipla.

Leia mais

Mercados e concorrência

Mercados e concorrência Mercados e concorrência IST, LEGI - Teoria Económica II Margarida Catalão Lopes 1 Até agora temos ignorado a interacção entre empresas. Agora vamos considerá-la explicitamente. Para tal é importante começar

Leia mais

RIODE JANEIRO, 14 DE SETEMBRO DE À Comissão de Concurso Público Conselho Regional de Economia do Estado do Rio de Janeiro

RIODE JANEIRO, 14 DE SETEMBRO DE À Comissão de Concurso Público Conselho Regional de Economia do Estado do Rio de Janeiro Questão 22 O candidato requer a anulação da questão, alegando o seguinte: - que além da opção "D" constante no gabarito que desloca a curva de oferta e não move a de demanda, penso que a opção "B" também

Leia mais

Microeconomia I 2004/05 2 de Novembro 2004 Duração: 2h + 30 min

Microeconomia I 2004/05 2 de Novembro 2004 Duração: 2h + 30 min Licenciaturas em Economia e Administração e Gestão de Empresas Microeconomia I 004/05 de Novembro 004 Duração: h + 0 min Teste Intermédio Fernando Machado ATENÇAO: Leia antes de iniciar o teste A. O teste

Leia mais

Oferta e Procura. Aula 5 Isnard Martins

Oferta e Procura. Aula 5 Isnard Martins Oferta e Procura 5 Aula 5 Isnard Martins Análise da Demanda de Mercado Demanda (ou procura) é a quantidade de determinado bem ou serviço que os consumidores desejam adquirir, num dado período. A Demanda

Leia mais

Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos:

Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos: Nome Completo: (tal como consta do processo do aluno) Nº de Processo: Turma: Curso: Antes de iniciar a sua prova, tenha em atenção os seguintes aspectos: A duração da prova é de duas horas e trinta minutos

Leia mais

Examinemos as duas curvas de demanda dispostas abaixo. Qual a diferença entre uma e outra?

Examinemos as duas curvas de demanda dispostas abaixo. Qual a diferença entre uma e outra? Economia de Mercado Módulo 17 A ELASTICIDADE PREÇO DA DEMANDA Examinemos as duas curvas de demanda dispostas abaixo. Qual a diferença entre uma e outra? A forma e a inclinação de uma curva de demanda constituem

Leia mais

Concorrência Perfeita

Concorrência Perfeita UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE CIÊNCIAS ECONÔMICAS Disciplina: Teoria Microeconômica II Professor: Sabino da Silva Porto Junior Lista 1-2007/01 Concorrência Perfeita (ANPEC 97)

Leia mais

Economia. Ensino Profissional. Módulos

Economia. Ensino Profissional. Módulos Ensino Profissional Economia Rita Pereira Gomes Fernando Rodrigues Silva Módulos 1 2 3 4 A Economia e o problema económico Agentes económicos e atividades económicas Mercados de bens e serviços e de fatores

Leia mais

1G202 - MACROECONOMIA I

1G202 - MACROECONOMIA I LICENCIATURA EM GESTÃO (2008-09) 1G202 - MACROECONOMIA I Avaliação Distribuída 3º Teste (8 de Janeiro de 2009) Duração: 60 minutos. Não é permitida qualquer forma de consulta. Os telemóveis deverão ser

Leia mais

PROVA ESCRITA DE NOÇÕES DE ECONOMIA

PROVA ESCRITA DE NOÇÕES DE ECONOMIA PROVA ESCRITA DE NOÇÕES DE ECONOMIA Na prova a seguir, faça o que se pede, usando, caso julgue necessário, as páginas para rascunho constantes deste caderno. Em seguida, transcreva os textos para as respectivas

Leia mais

Prova escrita de conhecimentos específicos de ECONOMIA

Prova escrita de conhecimentos específicos de ECONOMIA Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos - 2010 Prova escrita de conhecimentos

Leia mais

TEORIA MICROECONÔMICA I N

TEORIA MICROECONÔMICA I N CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DEPARTAMENTO DE ECONOMIA ECO 1113 TEORIA MICROECONÔMICA I N PROFESSOR: JULIANO ASSUNÇÃO TURMA: 2JA Monopólio 1. Indique se as afirmações a seguir são verdadeiras ou falsas e

Leia mais

Da concorrência perfeita e imperfeita.

Da concorrência perfeita e imperfeita. Da concorrência perfeita e imperfeita. Andréa de Oliveira PELEGRINI 1 Isadora Ceolin BAÍS 2 RESUMO: As formas de concorrência, perfeita e imperfeita, esta última que se reúne em três conjuntos, sendo eles

Leia mais

Curso de Economia Prof. Ms. Rodrigo Marquez facebook: Rodrigo Marquez

Curso de Economia Prof. Ms. Rodrigo Marquez facebook: Rodrigo Marquez Curso de Economia Prof. Ms. Rodrigo Marquez twitter: @rodrigopmjr facebook: Rodrigo Marquez e-mail: rodrigopmjr@hotmail.com Questões de fixação (UFG, 2014) Suponha que a demanda de um certo produto agrícola

Leia mais

PRO à Economia

PRO à Economia Introdução à Economia Aula 3 Mercados, Oferta e Demanda Oferta e Demanda Oferta e Demanda são suas palavras utilizadas com freqüência em Economia São as as forças que movimentam as as economias de de mercado

Leia mais

UC: Economia da Empresa

UC: Economia da Empresa UC: Economia da Empresa 10ª Sessão Curso: Licenciatura em Gestão de Marketing ocente: Nuno J. Farinha 1 6. Mercado 6.1 Mercados rfeitamente Competitivos Modelo teórico como forma de entender a realidade

Leia mais

PROVA-MODELO DE EXAME 2

PROVA-MODELO DE EXAME 2 Prova-modelo de Exame 191 PROVA-MODELO DE EXAME I As questões que se seguem são de escolha múltipla. Das quatro respostas (A a D), apenas uma está correta. Assinale -a com uma cruz sobre a letra correspondente

Leia mais

Prova de Microeconomia

Prova de Microeconomia Prova de Microeconomia 1) Acerca do comportamento do consumidor pode-se afirmar que: I. O formato das curvas de indiferença pode significar diferentes graus de desejo de substituir uma mercadoria por outra.

Leia mais

Prova escrita de conhecimentos específicos de ECONOMIA

Prova escrita de conhecimentos específicos de ECONOMIA Provas Especialmente Adequadas Destinadas a Avaliar a Capacidade para a Frequência dos Cursos Superiores do Instituto Politécnico de Leiria dos Maiores de 23 Anos - 2009 Prova escrita de conhecimentos

Leia mais

IFSC Câmpus Lages Economia Microeconomia Profª. Larisse Kupski

IFSC Câmpus Lages Economia Microeconomia Profª. Larisse Kupski IFSC Câmpus Lages Economia Microeconomia Profª. Larisse Kupski Fundamentos microeconomia A Microeconomia, ou Teoria de Preços, é a parte da teoria econômica que estuda o comportamento das famílias e das

Leia mais

DFB ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A

DFB ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A DFB2006 2 ECONOMIA PARA ADVOGADOS Segunda Prova, modelo: A Nome: Número: Assinatura: I. Questões de múltipla escolha valor 5 Em cada questão assinale a única alternativa correta. 1. Pat e Kris são colegas

Leia mais

Economia Ambiental. Falhas de mercado

Economia Ambiental. Falhas de mercado Economia Ambiental Falhas de mercado Características da concorrência perfeita Preços exógenos Homogeneidade Informação perfeita Divisibilidade Perfeita substituibilidade Livre entrada e saída As empresas

Leia mais

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto)

EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto) EXERCICIOS SOBRE: TEORIA DO PRODUTOR VIII Teoria da produção (analise em período curto) Exercício Nº 1 Defina e caracterize os seguintes conceitos: a) Função produção É uma relação técnica entre os factores

Leia mais

GRUPO I (7 valores) Complete os espaços em branco da frase, com a seguinte sequência de palavras:

GRUPO I (7 valores) Complete os espaços em branco da frase, com a seguinte sequência de palavras: INSTITUTO POLITÉCNICO DE VIANA DO CASTELO Unidade Orgânica: Escola Superior de Ciências Empresariais Prova de de acesso ao Regime Especial Maiores de 23 anos para o ano letivo 2014/2015 (Realizada em 2014)

Leia mais

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. Na folha de respostas, indique de forma legível a versão da prova.

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. Na folha de respostas, indique de forma legível a versão da prova. EXAME NACIONAL DO ENSINO SECUNDÁRIO Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Economia A 11.º ou 12.º Anos de Escolaridade Prova 712/1.ª Fase 10 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância:

Leia mais

MICROECONOMIA TÓPICOS DE RESOLUÇÃO

MICROECONOMIA TÓPICOS DE RESOLUÇÃO MICROECONOMIA TÓICOS DE RESOLUÇÃO 3. rocura, Oferta e Equilíbrio de Mercado 3.1) Com base nas leis da procura e da oferta, diga como se alteram o preço e a quantidade de equilíbrio no mercado relevante,

Leia mais

CURSO LIVRE DE ECONOMIA

CURSO LIVRE DE ECONOMIA UNIVERSIDADE DA MADEIRA Departamento de Gestão e Economia CURSO LIVRE DE ECONOMIA A actividade económica e a Ciência Económica Exercícios 1. Indique se as seguintes afirmações são verdadeiras ou falsas,

Leia mais

MACROECONOMIA I LEC /08

MACROECONOMIA I LEC /08 MACROECONOMIA I LEC201 2007/08 CAP. 3 A MACROECONOMIA NO CURTO PRAZO 3.3.5. MODELO IS-LM EM ECONOMIA ABERTA --- EXERCÍCIOS 1. EXERCÍCIO DA AULA Considere os seguintes dados relativos à economia A, que

Leia mais

A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio.

A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio. Microeconomia A MICROECONOMIA estuda como os preços podem harmonizar a OFERTA e a DEMANDA, gerando equilíbrio. É responsável pela análise de formação de preços no mercado, ou melhor, como a empresa e o

Leia mais

Lista de exercícios 5 Microeconomia 1

Lista de exercícios 5 Microeconomia 1 Lista de exercícios 5 Microeconomia 1 Graduação em economia Exercícios para entrega 08 de junho de 2016 Exercício 1. Uma empresa produz bolas de gude e possui a seguinte função de produção: Q = 2(KL) 0.5,

Leia mais

Capítulo 2 -Análise da Oferta e da Procura

Capítulo 2 -Análise da Oferta e da Procura Capítulo 2 -Análise da Oferta e da Procura 1. Motivação O Mercado de Milho nos EUA 2. Definição de Mercados Competitivos 3. A Curva de Demanda de Mercado 4. A Curva de Oferta de Mercado 5. Equilíbrio 6.

Leia mais

Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN.

Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN. Estruturas de Mercado Fundamentos de Economia VASCONCELLOS E GARCIA, 2004 Franciane Alves Cardoso Mestranda em Economia PPGECO/UFRN. Bolsista REUNI Estruturas de Mercado Concorrência perfeita Monopólio

Leia mais

1E108 - MICROECONOMIA II

1E108 - MICROECONOMIA II LICENCIATURA EM ECONOMIA (2009-10) 1E108 - MICROECONOMIA II Capítulo 2.1. CONCORRÊNCIA PERFEITA EXERCÍCIOS DE APLICAÇÃO Exercício 3.1.4 (adaptado) ([2], p. 64) Conhece-se a seguinte informação sobre as

Leia mais

[Ano] Estruturas de Mercado e Decisão. Campus Virtual Cruzeiro do Sul

[Ano] Estruturas de Mercado e Decisão. Campus Virtual Cruzeiro do Sul [Ano] Estruturas de Mercado e Decisão Estruturas de Mercado e Decisão MATERIAL TEÓRICO Responsável pelo Conteúdo: Prof. Ms. Andressa Guimarães Rego Revisão Textual: Profa. Ms. Alessandra Fabiana Cavalcante

Leia mais

UC: Economia da Empresa

UC: Economia da Empresa UC: Economia da Empresa 8ª Sessão Curso: Licenciatura em Gestão de Marketing Docente: Nuno J. Farinha 1 2. 3. Análise da Procura da Procura e da Oferta e da Oferta - Aplicações Elasticidade da Procura

Leia mais

Monopólio. 15. Monopólio. Porque Surgem os Monopólios. Porque Surgem os Monopólios. Economias de Escala. Monopólio Natural

Monopólio. 15. Monopólio. Porque Surgem os Monopólios. Porque Surgem os Monopólios. Economias de Escala. Monopólio Natural 15. Enquanto uma firma compettitiva é tomadora de preço, a firma monopolista é fazedora de preço Uma firma é considerada monopolista se: É a única vendedora de um produto O produto não tem um substituto

Leia mais

MONOPÓLIO. - Enunciados e Tópicos de correcção - Neste momento, a função inversa da procura pode ser expressa pela seguinte função:

MONOPÓLIO. - Enunciados e Tópicos de correcção - Neste momento, a função inversa da procura pode ser expressa pela seguinte função: MONOPÓLIO - Enunciados e Tópicos de correcção - Exercício 1 Por decreto governamental, a CPP (Correios Postais de Portugal) é a única empresa a proceder a entregas postais não urgentes em Portugal. Neste

Leia mais