PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DIREITO (MESTRADO E DOUTORADO)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DIREITO (MESTRADO E DOUTORADO)"

Transcrição

1 PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO STRICTO SENSU EM DIREITO (MESTRADO E DOUTORADO) PROPOSTA DE OFERTA DE DISCIPLINA (MESTRADO) IDENTIFICAÇÃO: FILOSOFIA DO DIREITO: O PENSAMENTO JURÍDICO NA TRADIÇÃO OCIDENTAL PROPONENTE: Arnaldo Sampaio de Moraes Godoy QUALIFICAÇÃO: Livre-docente em Teoria Geral do Estado pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo-USP (2013). Estágio pós-doutoral em Teoria Literária na Universidade de Brasília (UnB) (2012) e em Direito Norte-Americano na Universidade de Boston (Boston University-BU) ( ). Doutor (2000) e Mestre (1998) em Filosofia do Direito e do Estado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). MBA em Direito da União Europeia pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e pela Escola de Administração Fazendária (ESAF) (2004). Bacharel em Direito pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) (1991). JUSTIFICAÇÃO: A multiplicação de tendências e perspectivas da reflexão jurídica contemporânea exige alguma tentativa de sistematização das expressões de maior recepção no contexto brasileiro. Ainda que se reconheça a arbitrariedade de qualquer escolha, um programa de Filosofia do Direito a ser ministrado no programa de pós-graduação stricto sensu em Direito do UNICEUB, deveria levar em conta as linhas gerais de algumas tradições jusfilosóficas dominantes, a exemplo do jusnaturalismo, do juspositivismo, do utilitarismo, do ceticismo, do relativismo e das chamadas leituras morais dos textos políticos vinculantes. Levantamento feito junto aos projetos de dissertações e de teses hoje em andamento, bem como junto às disciplinas presentemente oferecidas, revelam a necessidade de um esforço de sistematização de alguns autores e abordagens, a partir de uma tentativa de contextualização. Algumas tendências contemporâneas, a exemplo do pós-positivismo, da teoria do agir comunicativo, da teoria dos sistemas sociais, da teoria axiomática do direito, do minimalismo jurídico e do neoinstitucionalismo não são tratadas na proposta, por impossibilidade de abrangência temática absoluta. OBJETIVOS: Apresentar as linhas gerais da tradição jusfilosófica ocidental. Enfatizar a importância do estudo da filosofia do direito no contexto de compreensão da dogmática jurídica. Familiarizar o pesquisador com algumas das grandes tradições da jusfilosofia ocidental. Propiciar material de apoio para o debate dos grandes da filosofia do direito. Identificar conjunto bibliográfico que possibilite sólida e segura exploração de pensadores que possam qualificar referenciais de marcos teóricos. Mapear possibilidades de pesquisa, com especial referência nos projetos e interesses específicos dos estudantes.

2 ENQUADRAMENTO, CARACTERÍSTICAS, CARGA HORÁRIA, METODOLOGIA, AVALIAÇAO E POSOLOGIA DA DISCIPLINA: Proposta de disciplina básica de tronco comum. Aulas expositivas com foco na discussão de questões previamente postas. Apresentação de seminários ao longo do curso. Discussões centradas nas leituras previamente determinadas. Carga substancial de leituras semanais, com máximo de até 200 páginas. Espera-se do estudante leitura prévia dos textos, comprovada no contexto das discussões em sala de aula e na entrega de fichamentos. Entrega de artigo sobre tema explorado em aula, ao fim do curso, com exploração de material de fonte primária, com média de 20 páginas, como condição para aprovação. Carga horária compatível com a distribuição das disciplinas no programa de mestrado. EMENTA: A Filosofia do Direito. A tradição jusnaturalista. O jusnaturalismo clássico. Platão. Aristóteles. A recepção do jusnaturalismo pelo tomismo. O jusnaturalismo na era moderna. Samuel Puffendorf. O renascimento do jusnaturalismo. John Finnis. Michel Villey. A tradição positivista. O positivismo inglês. John Austin. H. L. A. Hart. O positivismo francês. Portalis. O positivismo alemão. Gustavo Hugo. Thibaut. O positivismo analítico. Hans Kelsen. O positivismo funcional. Norberto Bobbio. A recepção do jusnaturalismo e do juspositivismo no Brasil. O contratualismo. John Locke. O utilitarismo. Jeremy Bentham. O pragmatismo. William Holmes Jr. O realismo jurídico. Jerome Frank. As tradições cético-relativistas. O CLS. O pós-estruturalismo francês. PROGRAMA E ROTEIRO DOS MÓDULOS DE ESTUDO: MÓDULO INTRODUTÓRIO: Conceitos. Problemas metodológicos. Apresentação da disciplina. Entrega e discussão do syllabus e da metodologia. Alerta para a carga de leituras. Inventário de dificuldades. Os grandes temas da Filosofia do Direito na tradição ocidental. Indicação das fontes de pesquisa. A tradição jusnaturalista. A tradição positivista. A tradição contratualista. A tradição utilitarista. A tradição cético-relativista. O tema da filosofia da justiça (Δηκάήςή). O tema da eficácia das decisões judiciais. Apresentação da bibliografia. Especificação da avaliação. Distribuição dos seminários. Leituras propostas: Mangabeira Unger, Roberto, The Universal History of Legal Thought, disponível em Villey, Michel, Filosofia do Direito- Definições e fins do Direito- Os meio do Direito, São Paulo: Martins Fontes, 2008, pp Tradução de Márcia Valéria Martinez de Aguiar. Faralli, Carla, A Filosofia Contemporânea do Direito- Temas e Desafios, São Paulo: Martins Fontes, Tradução de Candice Premaor Gullo. MÓDULO 1: A tradição jusnaturalista (I). O jusnaturalismo no pensamento grego. A metáfora da inquietação de Antígona. Posição e inviolabilidade (original) da lei escrita. A filosofia do direito em Platão. A definição do direito. O tema da metafísica. As fontes do direito. As fontes do conhecimento do justo. A teoria das leis positivas. A filosofia do direito de Aristóteles. O objeto da justiça: a distribuição. O campo de aplicação da justiça. A distinção entre direito e moral. A necessidade das leis. Valor e autoridade das leis positivas. Teoria da equidade. A igualdade perante a lei. O tema da régua de Lesbos.

3 Leituras propostas: Platão, Carta VII, São Paulo: Loyla, Rio de Janeiro: PUC-Rio, 2008, Tradução de José Trindade Santos. Villey, Michel, La formation de la pensée juridique moderne, Paris: PUF, 2003, pp Em português, Villey, Michel, A formação do pensamento jurídico moderno, São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp Tradução de Cláudia Berliner. Kelly, J. M., A Short History of Western Legal Theory, Oxford e New York: Clarendon Press, 1999, pp Em português, Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Tema discussão/seminário: O julgamento de Sócrates nos relatos de Platão. MÓDULO 2: A tradição jusnaturalista (II). O jusnaturalismo no pensamento romano. A tradição das XII tábuas. A influência grega. O ius civile. O ius gentium. O esforço de codificação. Justiniano. O código. O pandectas. As novelas. A influência nas codificações ocidentais. A recepção do direito romano no ocidente. O jusnaturalismo no pensamento medieval. A reforma protestante. Martinho Lutero e o tema da extensão da autoridade secular. João Calvino e a obediência ao governo civil. A tradição paulina. O direito canônico. Leituras propostas: Berman, Harold J., Law and Revolution-II- The impact of Protestant Reformations on the Western Legal Traditions, Cambridge: University of Harvard Press, 2003, pp Witte Jr., John, Law and Protestantism- The Legal Teachings of the Lutheran Reformation, Cambridge: Cambridge University Press, 2002, pp Berman, Harold J., Law and Revolution-I, The formation of Western Legal Thought, Cambridge: Harvard University Press, 1983, pp Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Villey, Michel, A formação do pensamento jurídico moderno, São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp Tema discussão/seminário: O julgamento de Jesus nos Evangelhos. Semelhanças e dissemelhanças em Marcos, Mateus, Lucas e João. MÓDULO 3: A tradição jusnaturalista (III). O jusnaturalismo no pensamento moderno e no pensamento contemporâneo. Samuel Pufendorf. O discurso do que seria permitido pelas leis. A demonstração de que tudo que fosse permitido pelas leis não seria necessariamente justo e moral. O discurso sobre os benefícios concedidos pelas leis. Hugo Grotius. Definição dos direitos. A guerra e o direito natural. Michel Villey. O direito na justiça. A boa conduta. A discussão em torno da noção judaico-cristã de justiça. A justiça bíblica. Os limites da lei escrita. As críticas de Owen Fiss e a morte do direito. O direito natural no pós-guerra. Leo Strauss. O direito natural e a distinção entre fatos e valores. O problema da crise do direito natural moderno. O pano de fundo do neoconstitucionalismo. O procedimentalismo. Jürgen Habermas e a teoria do dedo em riste. John Finnis. A incoerência do positivismo jurídico. Leituras propostas: Pufendorf, Samuel, Os deveres do homem e do cidadão de acordo com as leis do direito natural, Rio de Janeiro: Topbooks, 2007, pp Tradução de Eduardo Francisco Alves. Villey, Michel, Filosofia do Direito- Definições e fins do Direito- Os meio do Direito, São Paulo: Martins Fontes, 2008,

4 pp Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Villey, Michel, A formação do pensamento jurídico moderno, São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp Finnis, John, On the incoherence of Legal Positivism, The Problem of Social Cost, in Patterson, Denis, An Anthology of Philosophy of Law and Legal Theory, Malden: Blackwell, 2002, pp Tema discussão/seminário: O dissenso entre Antígona e o Rei Creonte em Sófocles. MÓDULO 4 : A tradição contratualista (I). John Locke. A investigação sobre a verdadeira origem, extensão e objetivo do Governo Civil. Jean-Jacques Rousseau. A vontade geral. A soberania. A identificação do legislador. Immanuel Kant. A metafísica dos costumes. A doutrina universal do direito. A equidade. O direito de necessidade. O direito privado. O direito de propriedade. O direito contratual. O tema do direito cosmopolita. Leituras propostas: Kant, Immanuel, A Metafísica dos Costumes, Bauru: Edipro, 2008, pp , Tradução de Edson Bini. Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Tema discussão/seminário: A origem da desigualdade entre os homens em Jean-Jacques Rousseau como fundamento justificativo da isonomia no mundo contemporâneo. MÓDULO 5: A tradução contratualista (II). John Rawls. O igualitarismo utópico. A posição original. O véu da ignorância. As críticas de Robert Nozick. O tema do Estado-mínimo. O Estado e o conjunto de restrições morais. A justiça distributiva. Amartya Sen. Os temas das exigências da justiça. Razão e objetividade. As formas de argumentação racional. Os materiais da justiça. Leituras propostas: Nozick, Robert, Anarchy, State and Utopia, New York: Perseus Book, 2004, pp Sen, Amartya, The Idea of Justice, London: Penguin Books, Pogge, Thomas W. Pogge, Realizing Rawls, Ithaca: Cornell University Press, 1989, pp Tema discussão/seminário: As críticas a John Rawls feitas por Perry Anderson em Rawls-uma teoria da injustiça. MÓDULO 6: A tradição positivista (I). Critérios de distinção entre direito natural e direito positivo. O contexto e os pressupostos históricos do positivismo jurídico. A monopolização do direito pelo legislador. O problema das lacunas do direito. O legado da metáfora socrática. Thomas Hobbes. A fundação do positivismo jurídico. Montesquieu. A ciência da legística. O problema da qualidade das leis. O relativismo normativo e a teoria dos climas. Beccaria. A codificação como sistema. Conceito de código. A codificação como fator político. A descodificação e a crise dos códigos.

5 Leituras propostas: Bobbio, Norberto, O positivismo jurídico, São Paulo: Ícone, 1995, pp Montesquieu, O Espírito das Leis, São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp Tradução de Cristina Murachco. Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Villey, Michel, A formação do pensamento jurídico moderno, São Paulo: Martins Fontes, 2005, pp Andrade, Fábio Siebnechichler, Da Codificação- crônica de um conceito, Porto Alegre: Livraria do Advogado, 1997, pp Tema discussão/seminário: O romance da codificação do direito civil no Brasil. MÓDULO 7: A tradição positivista (II). As origens do positivismo jurídico na Alemanha. Gustave Hugo. F. C. Savigny. A escola histórica do direito. Thibaut. A polêmica da codificação do direito na Alemanha. A pandectística e o BGB. Rudolf von Iehring e o problema do método na ciência jurídica. As origens do positivismo jurídico na França. Portalis e a codificação. O significado histórico do código de Napoleão. Os projetos de codificação de inspiração jusnaturalista. A escola de exegese. O pluralismo jurídico em Eugen Ehrlich. Juspositivismo exclusivo. Juspositivismo inclusivo. A jurisprudência dos interesses. A tese da separação entre direito e moral. A interpretação do direito na perspectiva positivista. Leituras propostas: Bobbio, Norberto, O positivismo jurídico, São Paulo: Ícone, 1995, pp Savigny, Friederich Carl von, On the vocation of our age for legislation and jurisprudence, in Clarence Morris (org.), The great legal philosophers, Philadelphia: University of Pennsylvania Press, 1997, pp Iehring, Rudolf von, É o Direito uma Ciência?, São Paulo: Rideel, 2005, pp Tradução de Hitomar Martins Oliveira. Tema discussão/seminário: Uma comparação da influência da germanística no pensamento jurídico brasileiro na Escola do Recife em face da influência do pensamento alemão na construção do direito constitucional brasileiro contemporâneo. MÓDULO 8: A tradição positivista (III). O positivismo jurídico na tradição anglosaxônica. John Austin. H.L.A. Hart. Leis, comandos e ordens. A ideia de obrigação. A regra de reconhecimento da validade da norma. A abertura dos textos normativos. O direito e a moral. As críticas de Ronald Dworkin. O discurso das regras e princípios. A metáfora do juiz Hercules. Joseph Raz. Ética e positivismo. Leituras propostas: Hart, H.L.A, The Concept of Law, Oxford: Oxford University Press, 1997, pp Dworkin, Ronald, Taking Rights Seriously, Cambridge: Harvard University Press, 1999, pp Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, 2010, pp Raz, Joseph, Valor, respeto y apego, Bogotá: Universidad Externado de Colombia, Tradução para o espanhol de Marta Bergas Ferriol. Raz, Joseph, Can there be a theory of law, in Golding, Martin P., The Blackwell Guide to Philosophy of Law and Legal Theory, Malden: 2005, pp

6 Tema discussão/seminário: As críticas de Dworkin ao positivismo de Hart. MÓDULO 9: A tradição positivista (IV). O positivismo analítico. Hans Kelsen. A norma como esquema de interpretação. O direito como ordem de conduta humana. O direito como ordem coativa. Dever jurídico e sanção. Norma fundamental como fundamento da ordem jurídica. Conflito de normas. A interpretação da ciência juri dica. A República de Weimar e a jurisprudência da crise. Hugo Preuss. Gerhard Anschütz. Richard Toma. Rudolf Smend. Hermann Heller. Carl Schmitt. Ernst Forsthoff. O outro Kelsen. A justiça e o direito. A doutrina platônica do direito natural. A justiça nas Sagradas Escrituras. A doutrina do direito natural em Hans Kelsen. O funcionalismo. Norberto Bobbio. Teoria da norma jurídica. O direito como norma de conduta. As proposições normativas. As prescrições jurídicas. A teoria do ordenamento jurídico. A unidade do ordenamento jurídico. A coerência do ordenamento jurídico. A completude do ordenamento jurídico. As relações entre os vários ordenamentos jurídicos. Leituras propostas: Kelsen, Hans, A Ilusão da Justiça, São Paulo: Martins Fontes 1998, pp Tradução de Sérgio Tellalori. Bobbio, Norberto, Teoria Geral do Direito, São Paulo: Martins Fontes, Tradução de Denise Agostinetti. Kelsen, Hans, O problema da justiça, São Paulo: Martins Fontes, Tradução de João Baptista Machado. Kelsen, Hans, Teoria Pura do Direito, São Paulo: Martins Fontes, 2006, pp Tradução de João Baptista Machado. Tema discussão/seminário: Lógica jurídica e dedução no Estudo em Vermelho, de Artur Conan Doyle. MÓDULO 10: A tradição utilitarista (I). Jeremy Bentham. O conceito de direito e de lei. Fontes e força do direito. Princípios e matrizes de um código constitucional. Distinções entre direito civil e direito penal. John Stuart Mill. As escolas formalistas. O pré-realismo jurídico norte-americano. As escolas sociológicas nos Estados Unidos e na Alemanha. Leituras propostas: Bentham, Jeremy, What law is, Harper: Harper, 1973, pp Holmes, Oliver W., The Path of Law, The Problem of Social Cost, in Patterson, Denis, An Anthology of Philosophy of Law and Legal Theory, Malden: Blackwell, 2002, pp Tema discussão/seminário: Inovação e agenda feminista em John Stuart Mill. MÓDULO 11: A tradição utilitarista (II). O realismo jurídico norte-americano. Jerome Frank. Felix Frankfurter. Karl Llevellyn. Thurman Arnold. O ataque ao formalismo, ao estudo do direito enquanto ciência e à distinção entre público e privado. Refutação do direito como lógica. Compreensão do direito como experiência. Influências do pragmatismo de John Dewey, William James e Charles S. Pierce. Impugnação ao direito enquanto sistema de axiomas e teoremas. Decisões judiciais como reveladoras de idiossincrasias e de preferências pessoais. Tese de que juízes como atores que respodem a fatos e não às regras jurídicas.

7 Leituras propostas: Llewellyn, Karl, A realist jurisprudence- the next step, in The Problem of Social Cost, in Patterson, Denis, An Anthology of Philosophy of Law and Legal Theory, Malden: Blackwell, 2002, pp Godoy, Arnaldo Sampaio de Moraes, O Realismo Jurídico Norte-Americano, e-book, disponibilizado no sítio eletrônico do programa de mestrado em direito do Uniceub. Tema discussão/seminário: O papel do realismo jurídico na reconstrução do Estado norte-americano ao longo do New Deal. MÓDULO 12: A tradição utilitarista (III). A análise econômica do Direito (Law and Economics). Richard Posner. Validade. Utilidade. Eficiência. O realismo das constatações econômicas. A propriedade no common law. As críticas de Ronald Dworkin à leitura funcionalista do direito. Ronald Coase. Stephen Holmes. Cass Sunstein. Os custos dos direitos. Escassez econômica e liberdade jurídica. Realização de direitos como instância de distribuição de recursos. Fruição de direitos como instâncias de barganhas. Justiça versus bem-estar. Leituras propostas: Posner, Richard, Economic Analysis of Law, New York: Aspen, 2002, pp Coase, Ronald, The Problem of Social Cost, in Patterson, Denis, An Anthology of Philosophy of Law and Legal Theory, Malden: Blackwell, 2002, pp Kaplow, Louis e Shavell, Steven, Fairness versus Welfare, Cambridge: Harvard University Press, 2002, pp Tema discussão/seminário: O debate Posner versus Dworkin a propósito do direito como critério de eficiência. MÓDULO 13: A tradição cético-relativista (I). O Critical Legal Studies Movement. Origens, antecedentes, influências. Negativismo, nihilismo e tradição cética. Influências de David Hume. A denúncia do establishment normativo. O enfrentamento da tradição pedagógica clássica. O problema da indeterminação jurídica. Os protagonistas. Os textos centrais. Duncan Kennedy. Roberto Mangabeira Unger. Mark Tushnet. Morton Horwitz. Mark Kelman. Elizabeth Mensch. David Kayris. Leituras propostas: Godoy, Arnaldo Sampaio de Moraes, Introdução ao Movimento Critical Legal Studies, Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, Unger, Roberto Mangabeira, The Critical Legal Studies Movement, London: Verso, Freitas Filho, Roberto, Estudos Juridicos Críticos (CLS) e coerência das decisões, Revista de Informação Legislativa do Senado Federa, v. 44, n. 175, p , jul./set Tema discussão/seminário: Teoria e ação em Roberto Mangabeira Unger. MÓDULO 14: A tradição cético-relativista (II). O tema do pós-modernismo jurídico. A modernidade e a rejeição pós-moderna. Heidegger. Nietzche. O estruturalismo e o pós-estruturalismo. Foucault. O antifundacionalismo. Os eixos temáticos do antifundacionalismo jurídico. A ilusão do direito natural. O mito do contrato social. O niilismo normativo.

8 Leituras propostas: Godoy, Arnaldo Sampaio de Moraes, O Pós-modernismo jurídico, Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, Foucault, Michel, Ditos e Escritos, Arqueologia das Ciências e História dos Sistemas de Pensamento, Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2005, pp Tradução de Elisa Monteiro. Tema discussão/seminário: A recepção das teorias críticas e relativistas no pensamento jurídico brasileiro. BIBLIOGRAFIA BÁSICA DE ACOMPANHAMENTO Bobbio, Norberto, O Positivismo Jurídico, São Paulo: Ícone, Kelly, J. M., Uma Pequena História da Teoria do Direito Ocidental, São Paulo: Martins Fontes, Kelsen, Hans, O Problema da Justiça, São Paulo: Martins Fontes, Posner, Richard, Fronteiras da Teoria do Direito, São Paulo: Martins Fontes, Villey, Michel, A Formação do Pensamento Jurídico Moderno, São Paulo: Martins Fontes, BIBLIOGRAFIA GERAL DE APROFUNDAMENTO ALSCHULER, Albert W. Law without Values. Chicago: Chicago University Press, AMARAL, Gustavo. Direito, Escassez & Escolha. Rio de Janeiro: Renovar, ANDERSON, Perry. Afinidades Seletivas. São Paulo: Boitempo, Tradução de Paulo Cesar Castanheira. ANDRADE, Fabio Siebeneichler de. Da codificação: crônica de um conceito. Porto Alegre: Livraria do Advogado, ARATO, Andrew e GEBHARDT, Eike. The Essential Frankfurt School Reader. New York: Continuum, AUSTIN, John. The Province of Jurisprudence Determined. Cambridge: Cambridge University Press, BALL, Milner S. The City of Unger. 81 Northwestern University Law Review, BEARD, Charles. An Economic Interpretation of the Constitution of the United States. New York: Free Press, BENJAMIN, Walter. A Modernidade e os Modernos. Tradução de Heindrun Krieger Mendes da Silva et alii. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, BENJAMIN, Walter. Illuminations. New York: Sochen Books, Tradução do alemão para o inglês de Harry Zohn. BENTHAM, Jeremiah. An Introduction to the Principles of Morals and Legislation. Oxford : Clarendon Press, BERMAN, Harold J. Law and Revolution- the Formation of the Western Legal Tradition. Cambridge: Harvard University Press, BOBBIO, Norberto. O Positivismo Jurídico. Tradução de Márcio Pugliesi, Edson Bini e Carlos E. Rodrigues. São Paulo: Ícone, BOQUIMPANI, Eduardo Gonçalves. Rawls e seus Críticos. Revista de Direito Constitucional e Internacional, n. 40, pgs. 183/203, São Paulo : Editora Revista dos Tribunais.

9 BUSCAGLIA, Edgardo e RATLIFF, William. Law and Economics in Developing Countries. Stanford : Hoover Institution Press, CALDWELL, Peter C. Popular Sovereignty and the Crisis of German Constitutional Law- The Theory and Practice of Weimar Constitutionalism. Durham: Duke University Press, CARDOZO, Benjamin N. Cardozo. The Nature of the Judicial Process. New Haven : Yale University Press, COLLINS, Hugh. Marxism and Law. Oxford : Clarendon Press, DAMROSCH, Leo. Jean-Jacques Rousseau- Restless Genius. Boston: Houghton Mifflin, DERRIDA, Jacques. Force of Law: The Mythical Foundation of Authority. Artigo, in Cardozo Law Review, Julho/ Agosto de DEWEY, John. The Essential Dewey. Indianapolis: Indiana University Press, DINIZ, Antonio Carlos de Almeida. Direito, Estado e Contrato Social no pensamento de Hobbes e Locke: uma abordagem comparativa. Revista de Informação Legislativa do Senado Federal, n. 152, pgs. 151/172. DOREN, John W. Van. Understanding Unger. 16 William Mitchell College of Law Review, DOSSE, François. History of structuralism. Vol. 1. Minneapolis: University of Minnesota Press, DREYFUS, Hubert L.; RABINOW, Paul. Michel Foucault: beyond structuralism and hermeneutics. Chicago: The University of Chicago Press, DUXBURY, Neil T. Look Back in Unger: a Retrospective Appraisal of Law in Modern Society. 49 Modern Law Review, DUXBURY, Neil. Patterns of American Jurisprudence. Oxford: Clarendon Press, DWORKIN, Ronald. A Badly Flawed Election. Artigo, in The New York Times Review of Books, 11 de janeiro de DWORKIN, Ronald. A Matter of Principle. Cambridge: Harvard University Press, DWORKIN, Ronald. Freedom s Law- The Moral Reading of the American Constitution. Cambridge: Harvard University Press, DWORKIN, Ronald. Law s Empire. Cambridge : Harvard University Press, DWORKIN, Ronald. Taking Rights Seriously. Cambridge : Harvard University Press, DWORKIN, Ronald. The Court and the University. Artigo, in The New York Times Review of Books, 15 de maio de EDMAN, Irwin. John Dewey, his Contribution to the American Tradition. Bobbs-Merril: Indianapolis, ERIBOM, Didier. Michel Foucault. Cambridge, Harvard University Press, EWALD, Willliam. Unger s Philosophy: A Critical Legal Study. 97 Yale Law Journal, FARNUM, George. Justice Benjamin N. Cardozo Philosopher. 12 Boston University Law Review, 1932, pp FISH, Stanley. Don t Know Much About the Middle Ages: Posner on Law and Literature. 97 Yale Law Review, 1987, pp FISH, Stanley. Is There a Text in this Class? Cambridge: Harvard University Press, FISHER III, William W. et alii (ed.). American Legal Realism. New York: Oxford University Press, FISS, Owen. The Bureaucratization of the Judiciary. 92 Yale Law Journal, 1982, pp FITZPATRICK, Peter. The Mythology of Modern Law. London and New York : Routledge, FONSECA, Marcio Alves da. Michel Foucault e o direito. São Paulo: Max Limonad, FOUCAULT, Michel. História da Loucura. 3ed. São Paulo: Perspectiva, FOUCAULT, Michel. The Foucault reader. New York: Pantheon Books, FOUCAULT, Michel. A arqueologia do saber. 6.ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, FOUCAULT, Michel. A hermenêutica do sujeito. São Paulo: Martins Fontes, FOUCAULT, Michel. A ordem do discurso. São Paulo: Loyola, FOUCAULT, Michel. A Verdade e as Formas Jurídicas. Rio de Janeiro: Nau Editora, Tradução de Roberto Cabral de Melo Machado e Eduardo Jardim Morais. FOUCAULT, Michel. As Palavras e as Coisas. Tradução de Salma Tannus Muchail. São Paulo: Martins Fontes, 2002b. FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos, vol. III. Estética: Literatura e Pintura, Música e Cinema. Rio de Janeiro: Forense Universitária, Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa.

10 FOUCAULT, Michel. Ditos e Escritos. Vol. I. Rio de Janeiro: Forense Universitária, Tradução de Vera Lúcia Avellar Ribeiro. FOUCAULT, Michel. Em defesa da sociedade. São Paulo: Martins Fontes, FOUCAULT, Michel. Estratégia, poder-saber. Rio de Janeiro: Forense Universitária, FOUCAULT, Michel. História da Loucura. Tradução de José Teixeira Coelho Neto. São Paulo: Perspectiva, FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, 1: a vontade de saber. 12.ed. Rio de Janeiro: Ed. Graal, FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, 2: o uso dos prazeres. 8.ed. Rio de Janeiro: Ed. Graal, FOUCAULT, Michel. História da sexualidade, 3: o cuidado de si. 6.ed. Rio de Janeiro: Ed. Graal, FOUCAULT, Michel. Microfísica do poder. 11.ed. Rio de Janeiro: Graal, FOUCAULT, Michel. O nascimento da clínica. 5.ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, FOUCAULT, Michel. Os Anormais. Tradução de Eduardo Brandão. São Paulo: Martins Fontes, 2002c. FOUCAULT, Michel. Vigiar e punir: nascimento da prisão. 9.ed. Petrópolis: Vozes, FRANK, Jerome. Courts on Trial. Princeton : Princeton University Press, FRANK, Jerome. Law and the Modern Mind. Gloucester : Peter Smith, FRANKFURTER, Felix. The Business of the Supreme Court. New York : The Macmillan Company, FRIEDMAN, Lawrence M. American Law in the 20th Century. New Haven : Yale University Press, FRIEDMAN, Lawrence. The Law and Society Movement. 38 Stanford Law Review, FULLER, Lon. The Morality of Law. New Haven: Yale University Press, GALDINO, Flávio. Introdução à Teoria dos Custos dos Direitos- Direitos não Nascem em Árvores. Rio de Janeiro: Lumen Juris, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes Godoy. Introdução ao Movimento Critical Legal Studies. Porto Alegre: Sergio Antonio Fabris, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Democracia Radical & Experimentalismo Institucional- Comentário ao Sumário de Teses Progressistas de Roberto Mangabeira Unger, Barueri: Manole, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Direito & Literatura. Anatomia de um Desencanto: Desilusão Jurídica em Monteiro Lobato. Curitiba: Juruá, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Direito Constitucional Comparado. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Direito Grego & Historiografia Jurídica. Curitiba: Juruá, GODOY, Arnaldo Sampaio de Moraes. Introdução ao Movimento Critical Legal Studies. Porto Alegre: Sérgio Antonio Fabris, HABERMAS, Jürgen, Direito e Democracia- entre Facticidade e Validade. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, Tradução de Flávio Beno Siebeneichler. HABERMAS, Jürgen. O Discurso Filosófico da Modernidade. Tradução de Luiz Sérgio Repa e de Rodnei Nascimento. São Paulo: Martins Fontes, HALL, Kermit L. (ed.) The Oxford Companion to American Law. New York: Oxford University Press, HALL, Kermit L. The magic mirror: law in American History. New York: Oxford University Press, HARRISON, Jeffrey L. Law and Economics. St. Paul: West, HART, H.L.A. The Concept of Law. Oxford : Clarendon Press, HARVEY, David. Condição pós-moderna. 4.ed. São Paulo: Loyola, HAUGH, Alan J. Richard A. Posner s Pragmatic Jurisprudence. 9 Irish Student Law Review, 2001, pp HELD, David. Introduction to critical theory: Horkheimer to Habermas. Berkeley: University of California Press, 1980.

11 HIRSCH, Werner Z. Law and Economics An Introductory Analysis. 3. ed. San Diego: Academic Press, HOBBES, Thomas. Elementos do direito natural e político. Porto: Resjuridica, s.d. HOLLAND, Henry. Mr. Justice Cardozo and the New Deal Court. 12 Journal of Public Law, 1963, pp HOLMES JR., Oliver Wendell. Collected Papers. New York : Harcourt, Brace and Company, HOLMES JR., Oliver Wendell. The Common Law. New York: Dover, HOLMES JR., Oliver Wendell. The Essential Holmes. Chicago : The University of Chicago Press, HOLMES, Stephen e SUNSTEIN, Cass R., The Cost of Rights- Why liberty depends on taxes. New York: Norton, HORKHEIMER, Max. Eclipse of Reason. New York: Continuum, HORROCKS, Chris; JEVTIC, Zoran. Introducing Foucault. Cambridge, UK: Icon Books, HORWITZ, Morton. The Transformation of American Law. 2 vols. New York: Oxford University Press, HUTCHINSON, Allan C. (ed.) Critical Legal Studies. New Jersey: Rowman & Littlefield, Inc., JACOBSON, Arthur J. e SCHLINK, Bernhard (editors). Weimar, a Jurisprudence of Crisis. Berkeley: University of California Press, JAEGER, Werner. Paideia: the ideals of Greek culture. Vol. I. 2.ed. New York: Oxford University Press, JAMES, William. Os Pensadores. São Paulo: Victor Civita/Abril Cultural, JAY, Martin. The dialectical imagination. Berkeley: University of California Press, KAIRYS, David (ed.). The Politics of Law. New York : Basic Books, KALMAN, Laura. Legal Realism at Yale, Chapel Hill : The University of North Carolina Press, KANT, Immanuel. A paz perpétua e outros opúsculos. Lisboa: Edições 70, s.d. KANT, Immanuel. Crítica da razão pura. São Paulo: Brasil Cultural, KAUFMAN, Andrew L. Cardozo, Benjamin Nathan, in Kermit L. Hall (ed.) The Oxford Companion to American Law. New York: Oxford University Press, KAUFMAN, Andrew. Benjamin Cardozo on the Supreme Court. 20 Cardozo Law Review, 1998b, pp KEENAN, Thomas. Desconstruction and the Impossibility of Justice. Artigo, in Cardozo Law Review, Julho/Agosto de KELSEN, Hans. General theory of law and state. Union, NJ: The Lawbook Exchange, Ltd., KELSEN, Hans. Pure theory of law. Clark, NJ: The Lawbook Exchange, Ltd., KELSEN, Hans. O que é Justiça? São Paulo: Martins Fontes, Tradução de Luís Carlos Borges. KENNEDY, Duncan e GABEL, Peter. Roll over Beethoven. Artigo, in Stanford Law Review, Janeiro de KENNEDY, Duncan. A critique of adjudication. Cambridge: Harvard University Press, KREIMENDAHL, Lothar. Filósofos do século XVII: uma introdução. São Leopoldo: Editora Unisinos, LARENZ, Karl. Metodologia da Ciência do Direito. Lisboa: Calouste Gulbenkian, Tradução de José Lamego. LITOWITZ, Douglas E. Postmodern Philosophy and Law. Lawrence : University Press of Kansas, LLEDÓ, Juan A. Pérez. El Movimiento Critical Legal Studies. Madrid: Tecnos, LOCKE, John. Two treatises of government. New York: Cambridge University Press, LONG, Douglas G. Bentham on Liberty. Toronto: University of Toronto Press, LYONS, David. Moral aspects of legal theory: essays on law, justice, and political responsibility. New York: Cambridge University Press, LYRA FILHO, Roberto. A Filosofia Jurídica nos Estados Unidos da América. Porto Alegre : Sérgio Antonio Fabris Editor, MACEY, David. The lives of Michel Foucault. New York: Vintage Books, 1994.

12 MANGABEIR UNGER, Roberto. Plasticity into Power- Comparative-Historical Studies on the Institutional Conditions of Economic and Military Success- London, Verso, MANGABEIRA UNGER, Roberto e GOMES, Ciro. O Próximo Passo- uma Alternativa para o Brasil. Rio de Janeiro: Top Books, MANGABEIRA UNGER, Roberto e WEST, Cornell. The Future of American Progressivism- An Initiative for Political and Economic Reform. Boston: Beacon Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. A Segunda Via- Presente e Futuro do Brasil. São Paulo: Boitempo, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Democracia Realizada a Alternativa Progressista. Tradução de Carlos Graieb, Marcio Grandchamp e Paulo César Castanheira. São Paulo: Boitempo Editorial, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Democracy Realized, the Progressive Alternative. London and New York: Verso, MANGABEIRA UNGER, Roberto. European Constitutionalism- Proposals for an Agenda of Debate. Disponível em www. robertounger.net. MANGABEIRA UNGER, Roberto. False Necessity, Anti-Necessitarian Social Theory in the Service of Radical Democracy. London and New York: Verso, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Free Trade Reimagined. Princeton: Princeton University Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Knowledge and Politics. New York and London: The Free Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Law in Modern Society. New York: The Free Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Necessidades Falsas. Tradução de Arnaldo Sampaio de Moraes Godoy. São Paulo: Boitempo, MANGABEIRA UNGER, Roberto. O Direito e o Futuro da Democracia. São Paulo: Boitempo, Tradução do inglês para o português por Caio Farah Rodriguez e Marcio Soarez Grandchamp. MANGABEIRA UNGER, Roberto. O Direito na Sociedade Moderna. Tradução de Roberto Raposo. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Passion- An Essay on Personality. New York and London: The Free Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Plasticity into Power- Comparative-Historical Studies on the Institutional Conditions of Economic and Military Success. London: Verso, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Politics. The Central Texts. London and New York: Verso, MANGABEIRA UNGER, Roberto. Social Theory: Its Situation and Its Task. Cambridge: Cambridge University Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. The Critical Legal Studies Movement. Cambridge: Harvard University Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. The Self Awakened- Pragmatism Unbound. Cambridge: Harvard Universsity Press, MANGABEIRA UNGER, Roberto. What Should Legal Analysis Become? London: Verso, MARCUSE, Herbert. Eros and civilization: a philosophical inquiry into Freud. Boston: Beacon Press, MARCUSE, Herbert. Reason and revolution: Hegel and the rise of social theory. New York: Humanity Books, MARCUSE, Herbert. One-dimensional man: studies in the ideology of advanced industrial society. Boston: Beacon Press, MELLO, Mario Vieira. Nietzsche. Vol.4. Rio de Janeiro: Paz e Terra, MENAND, Louis (ed.). Pragmatism, a Reader. New York: Random House, MENAND, Louis. The Metaphysical Club. New York: Farrar, Straus and Giroux, MENDAND, Louis. Pragmatism, a Reader. New York: Vintage Books, MIAILLE, Michel. Introdução crítica ao direito. 2.ed. Lisboa: Editorial Estampa, MILLER, James. The passion of Michel Foucault. Cambridge: Harvard University Press, MILLER, Jeremy M. A Critical Analysis of the Theories of Professor Unger. 12 Western State Law Review, 1984.

13 MINDA, Gary. Postmodern legal movements: law and jurisprudence at century s end. New York/London: New York University Press, MONTESQUIEU, Barão de. Do Espírito das Leis. São Paulo: Edipro, MONTESQUIEU. Lettres persanes. Paris: GF- Flammarion, MONTORO, André Franco. Introdução à ciência do direito. 20.ed. São Paulo: Ed. Revista dos Tribunais, MORRIS, Clarence (ed.). The Great Legal Philosophers. Philadelphia: University of Pennsylvania Press, MURPHY, Bruce Allen. The Brandeis/Frankfurter Connection. Garden City: Anchor, MURPHY, Liam e NAGEL, Thomas. Thy Myth of Ownership-Taxes and Justice. New York: Oxford University Press, MYERS, Gerald. The Spirit of American Philosophy. New York: Capricorn Books, NASCIMENTO, Evando. Derrida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., NIETZSCHE, Friedrich. A gaia ciência. São Paulo: Companhia das Letras, NIETZSCHE, Friedrich. Além do bem e do mal: prelúdio a uma filosofia do futuro. 2ed. São Paulo: Companhia das Letras, NIETZSCHE, Friedrich. Assim falou Zaratustra: um livro para todos e para ninguém. 12.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, NIETZSCHE, Friedrich. Aurora: reflexões sobre os preconceitos morais.. São Paulo: Companhia das Letras, NIETZSCHE, Friedrich. Ecce Homo: como alguém se torna o que é. 2.ed. São Paulo: Companhia das Letras, NIETZSCHE, Friedrich. Genealogia da moral: uma polêmica. São Paulo: Companhia das Letras, NIETZSCHE, Friedrich. O livro do filósofo. São Paulo: Centauro, NIETZSCHE, Friedrich. Humano, Demasiadamente Humano um Livro para Espíritos Livres. São Paulo: Cia. das Letras, Tradução de Paulo César de Sousa. NIMMER, David. The Moral Imperative Against Academic Plagiarism (Without a Moral Right Against Reverse Passing Off). 54 DePaul Law Review, 2004, pp NOBRE, Marcos. A teoria crítica. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., NOZICK, Robert. Anarchy, State, and Utopia. New York: Basic Books, OST, François. Contar a Lei As Fontes do Imaginário Jurídico. São Leopoldo: Editora Unisinos, Tradução de Paulo Neves. PARSONS, Talcott. Roberto Mangabeira Unger, Law in Modern Society. 12 Law and Sociology Review, PASCHOAL, Antonio Edmilson. A genealogia de Nietzsche. Curitiba: Champagnat, PASUKANIS, E.B. A teoria geral do direito e o marxismo. Rio de Janeiro: Renovar, POGGE, Thomas W. Realizing Rawls. Ithaca: Cornell University Press, POLENBERG, Richard. The World of Benjamin Cardozo, Personal Values and the Judicial Process. Cambridge: Harvard University Press, POSNER, Richard, Cardozo- A Study on Reputation. Chicago : The University of Chicago Press, POSNER, Richard, Economic Analysis of Law. New York : Aspen, POSNER, Richard, The Economics of Justice. Cambridge: Harvard University Press, POSNER, Richard, The Problems of Jurisprudence. Cambridge : Harvard University Press, POSNER, Richard. Cardozo- a Study in Reputation. Chicago: University of Chicago Press, POSNER, Richard. Economic Analysis of Law. New York: Aspen, POSNER, Richard. Law and Literature. Cambridge: Harvard University Press, POSNER, Richard. The Little Book of Plagiarism. New York: Pantheon, POSNER, Richard. The Problems of Jurisprudence. Cambridge: Harvard University Press, POUND, Roscoe. An Introduction to Philosophy of Law. New Brunswick e London: Transaction, POUND, Roscoe. Liberdade e Garantias Consitucionais. São Paulo: Ibrasa, RAWLS, John. Justice as Fairness. Cambridge: Harvard University Press, 2001.

14 RAWLS, John. A Theory of Justice. Cambridge: Harvard University Press, ROBIN, Léon. La pensée grecque: et les origins de l esprit scientifique. Paris: Ed. Albin Michel, ROCKWOOD, Bruce. Law and Literature- Perspectives. New York : Peter Lang, ROUSSEAU, Jean-Jacques. Du contract social. Paris: GF Flammarion, ROUSSEAU, Jean-Jacques. Les confessions. S.l.: Librairie Générale Française, ROUSSEAU, Jean-Jacques. Rêveries du promeneur solitaire. S.l.: Librairie Générale Française, ROUSSEAU, Jean-Jacques. Discurso dobre a origem e os fundamentos da desigualdade entre os homens. Discurso sobre as ciências e artes. Rio de Janeiro: Ediouro, SAFRANSKI, Rüdiger. Nietzsche: a philosophical biography. New York: W.W.Norton & Company SARUP, Madan. An introduction guide to post-struturalism and postmodernism. 2.ed. Athens: The University of Georgia Press, SAUL, John Ralston. Voltaire s bastards: the dictatorships of reason in the West. New York: Penguin Books, SCHLAG, Pierre. Laying Down the Law. Mysticism, Fetishism, and the American Legal Mind. New York: New York University Press, SCHLAG, Pierre. The Enchantment of Reason. Durham e Londres: Duke University Press, SEIPP, David. 125 th Anniversary Essay, Holmes s Path. Artigo, in Boston University Law Review, Junho de SILVA, Ricardo Perlingeiro Mendes da. Teoria da Justiça de John Rawls. (artigo). In: Revista de Informação Legislativa. A.35 n Brasília: Senado Federal, p SINGER, Joseph William. The Player and the Cards: Nihilism and Legal Theory. Artigo, in The Yale Law Journal, Novembro de SINHA, Surya Prakash. Jurisprudence, Legal Philosophy. St. Paul : West, SLATER, Phil. Origin and Significance of the Frankfurt School. London : Routledge, SLOTERDIJK, Peter. Critique of Cynical Reason. 5ed. Minneapolis/London: University of Minnesota Press, SOARES, Jorge Coelho. Marcuse: uma trajetória. Londrina: Ed. UEL, SUMMERS, Robert S. Judge Richard Posner s Jurisprudence. 89 Michigan Law Review, 1990, pp SUNSTEIN, Cass R. The partial constitution. 3.ed. Cambridge: Harvard University Press, SUNSTEIN, Cass. Routine and Revolution, in LOVIN, Robin W. e PERRY, Michael J., Critique and Construction, a Symposium on Roberto Unger s Politics. Cambridge: Cambridge University Press, TUCKER, D. E. B., Unger on Liberalism. 11 Bull. Austl. Soc. Leg. Phil., TULLIS, Robert Lee. Benjamin Nathan Cardozo- Jurist, Philosopher, Humanitarian. 1 Louisiana Law Review, 1938, pp TUSHNET, Mark. Taking the Constitution away from the Courts. Princeton, NJ: Princeton University Press, TUSHNET, Mark. Critical Legal Studies: An Introduction to its Origins and Underpinnings. 36 Journal of Legal Education, TUSHNET, Mark. The new constitutional order. Princeton, NJ: Princeton University Press, WALZER, Michael. Spheres of justice. New York: Basic Books, WARD, Glenn. Postmodernism. London: Hodder & Stoughton, WARD, Ian. Law and Literature- Possibilities and Perspectives. New York : Cambridge University Press, WHITE, James Boyd. The Legal Imagination. Chicago/ London: The University of Chicago Press, WIGGERSHAUS, Rolf. The Frankfurt School: its history, theories and political significance, Cambridge, MA: The MIT Press, Traduzido para o inglês por Michael Robertson. WOLFF, Robert Paul. Understanding Rawls. Princeton : Princeton University Press, 1977.

PLANO DE ENSINO EMENTA

PLANO DE ENSINO EMENTA Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Introdução ao Direito I Curso: Direito Carga Horária: 64 Departamento: Direito Privado Área: Direito Civil PLANO DE ENSINO EMENTA Acepções, enfoques teóricos

Leia mais

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico.

2. OBJETIVO GERAL Discutir os pressupostos, os conceitos e técnicas fundamentais para a produção e aplicação do conhecimento jurídico. DISCIPLINA: Introdução ao Estudo do Direito CH total: 72h SEMESTRE DE ESTUDO: 1 Semestre TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR101 1. EMENTA: Epistemologia jurídica. Norma Jurídica. Ordenamento Jurídico.

Leia mais

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12

Ementa - DV432 Ter, 25 de Novembro de 2008 15:35 - Última atualização Qua, 13 de Maio de 2009 19:12 DV432 - INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO Código: DV432 Carga horária: 90 Créditos: 06 Ajuste curricular - Resolução n.º 96/00- CEPE - Currículo Pleno - Curso bacharelado em Direito Ementa: As disciplinas

Leia mais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais

Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais Código da Disciplina: 2656 Vigência: 1 / 2004 Disciplina: FILOSOFIA DO DIREITO Código do Curso: 17 Curso: Direito Unidade: NÚCLEO UNIV BH Turno: MANHÃ Período: 9 Créditos: 4 Carga Horária TOTAL 60 TEÓRICA

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE FILOSOFIA PROGRAMA DE PÓSGRADUACAO EM FILOSOFIA/PPGFIL

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE FILOSOFIA PROGRAMA DE PÓSGRADUACAO EM FILOSOFIA/PPGFIL UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS FACULDADE DE FILOSOFIA PROGRAMA DE PÓSGRADUACAO EM FILOSOFIA/PPGFIL DISCIPLINA OPTATIVA 2 SEMESTRE 2014 TEMA: GENEALOGIA, SUBJETIVIDADE

Leia mais

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO

FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO FUNDAÇÃO EDUCACIONAL SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO UNIVERSITÁRIO SERRA DOS ÓRGÃOS CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS CURSO DE DIREITO PLANO DE CURSO 1. Identificação Disciplina: Filosofia Geral e do Direito

Leia mais

Didática Especial de Filosofia

Didática Especial de Filosofia CENTRO DE TEOLOGIA E CIÊNCIAS HUMANAS DEPARTAMENTO DE FILOSOFIA Prof.ª Rachel Nigro 2014-1 FIL1820 Didática Especial de Filosofia rachel.nigro@gmail.com CRÉDITOS: 4 / 60 horas 2 feira - L 516 4 feira -

Leia mais

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168

CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 DISCIPLINA: Direitos Humanos CH Total: 36h SEMESTRE DE ESTUDO: Eletiva TURNO: Matutino / Noturno CÓDIGO: DIR 168 1. EMENTA: Origem e evolução histórica dos Direitos Humanos. Dignidade humana e os Direitos

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho

PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL. Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho PROGRAMA DE DISCIPLINA HERMENÊUTICA E JURISDIÇÃO CONSTITUCIONAL Regente: Professora Doutora Márcia Haydée Porto de Carvalho EMENTA: Sistema Constitucional. Interpretação Jurídica. Métodos e princípios

Leia mais

Sumário. Prefácio, xix. INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4

Sumário. Prefácio, xix. INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4 Sumário Prefácio, xix INTRODUÇÃO, 1 1 Filosofia e o simbolismo da sabedoria, 1 2 Filosofia: entre reflexão e ação, 4 3 A urgência do pensar: a inserção contextual da filosofia na sociedade contemporânea,

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

Objetivos da disciplina: discutir assuntos clássicos e contemporâneos essenciais ao Direito Constitucional e à sua compreensão.

Objetivos da disciplina: discutir assuntos clássicos e contemporâneos essenciais ao Direito Constitucional e à sua compreensão. UniCEUB Programa de Mestrado e Doutorado em Direito Professor José Levi Mello do Amaral Júnior jose.levi@uol.com.br Temas Fundamentais do Direito Constitucional 1 o semestre de 2015 Objetivos da disciplina:

Leia mais

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO

Sumário. Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Sumário Apresentação da Obra à Época do Lançamento da 1ª Edição Nota do Autor Primeira Parte ESTUDO EPISTEMOLÓGICO DA FILOSOFIA DO DIREITO Capítulo 1 NOÇÃO E OBJETO DA FILOSOFIA DO DIREITO 1. Considerações

Leia mais

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia

CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia CURSO DE DIREITO Autorizado pela Portaria no 3.355 de 05/12/02 DOU de 06/12/02 Componente Curricular: Filosofia Código: DIR-112 Pré-requisito: Filosofia Geral Período Letivo: 2013.2 Professor: Ana Paula

Leia mais

PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO

PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO CÂMARA DOS DEPUTADOS Centro de Formação, Treinamento e Aperfeiçoamento Programa de Pós-Graduação PLANO DE CURSO CURSO DE MESTRADO PROFISSIONAL EM PODER LEGISLATIVO DISCIPLINA: Estudos Avançados em Direito

Leia mais

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo)

Ficha de unidade curricular. Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Ficha de unidade curricular Curso de Licenciatura (1.º Ciclo) Unidade curricular HISTÓRIA DO PENSAMENTO JURÍDICO Docente responsável e respetiva carga letiva na unidade curricular Professora Doutora Míriam

Leia mais

As origens do liberalismo: liberdade, autoridade e propriedade no pensamento político do século XVII

As origens do liberalismo: liberdade, autoridade e propriedade no pensamento político do século XVII As origens do liberalismo: liberdade, autoridade e propriedade no pensamento político do século XVII Javier Amadeo 1 I O pensamento político inglês do século XVII se constitui como um elemento fundamental

Leia mais

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito

Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito Instituto de Ensino Superior de Goiás Faculdades IESGO Direção Acadêmica Coordenação do Curso de Direito PLANO DE ENSINO 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: Direito TURMA: 1º Semestre/Noturno DISCIPLINA: Ciência

Leia mais

II. Estrutura geral do curso:

II. Estrutura geral do curso: Disciplina: TEORIAS SOCIOLÓGICAS Professor: Sergio B. F. Tavolaro Semestre: 2012/1 Horário: I. Objetivos: 1) Proporcionar um retrato do amplo e variado leque de propostas teóricas e interpretativas no

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA DE CIÊNCIAS SÓCIO-ECONÔMICAS E HUMANAS DE ANÁPOLIS 1. EMENTA Análise das diferentes abordagens historiográficas acerca da transição das sociedades medievais européias ao capitalismo. Formação do Antigo Regime e surgimento do paradigma do homem moderno:

Leia mais

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS

2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS 2. FUNDAMENTOS DO DIREITO E DO ESTADO CONTEMPORÂNEOS I DISCIPLINA Fundamentos do Direito e do Estado Contemporâneos II - PROFESSOR Francisco Cardozo Oliveira III - CARGA HORÁRIA/PERÍODO 30 horas aulas

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ALCHOURRÓN, C. E. e BULYGIN, E. Sobre el concepto de orden jurídico. In: ANÁLISIS LÓGICO Y DERECHO. Madri: Centro de estudios constitucionales, 1991.. Introducción a la metodología

Leia mais

PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO DADOS DO CURSO

PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO DADOS DO CURSO PLANO DE ENSINO I - IDENTIFICAÇÃO DADOS DO CURSO MESTRADO ACADÊMICO EM DIREITO CONSTITUCIONAL Área de Concentração: Constituição e Sociedade. Modalidade: Presencial DADOS DA DISCIPLINA Disciplina: Teoria

Leia mais

5 Referências Bibliográficas. AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua. Trad. Henrique Burigo, Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002.

5 Referências Bibliográficas. AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua. Trad. Henrique Burigo, Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. 5 Referências Bibliográficas AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: o poder soberano e a vida nua. Trad. Henrique Burigo, Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. AGAMBEN, Giorgio. Estado de Exceção. Trad. Iraci D.

Leia mais

Disciplina: Teoria Política Moderna Código: EGH 00. 297 Professor: Renato Lessa (rlessa@cienciahoje.org.br) Horário: Terça-feira, das 9 às 12 horas

Disciplina: Teoria Política Moderna Código: EGH 00. 297 Professor: Renato Lessa (rlessa@cienciahoje.org.br) Horário: Terça-feira, das 9 às 12 horas Disciplina: Teoria Política Moderna Código: EGH 00. 297 Professor: Renato Lessa (rlessa@cienciahoje.org.br) Período: 2011-1 Horário: Terça-feira, das 9 às 12 horas Créditos: 04 (quatro) Carga Horária:

Leia mais

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2014/2015

UNIVERSIDADE LUSÍADA DE LISBOA. Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2014/2015 Programa da Unidade Curricular IDEIAS POLÍTICAS NO MUNDO OCIDENTAL Ano Lectivo 2014/2015 1. Unidade Orgânica Ciências Humanas e Sociais (1º Ciclo) 2. Curso Relações Internacionais 3. Ciclo de Estudos 1º

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO Disciplina: LINGUAGEM, DISCURSO E INSTITUIÇÕES DO SISTEMA Regente: Profa. Dra. Mônica da Silva Cruz Carga horária: 60h Número de créditos: 04 Semestre letivo: 2013.1 Datas: terças-feiras, das 14h30min

Leia mais

PARTE A O QUE É A ANÁLISE ECONÔMICA DO DIREITO?

PARTE A O QUE É A ANÁLISE ECONÔMICA DO DIREITO? Estudos Avançados em Análise Econômica no Direito Doutorado Prof. Dr. Gustavo Ribeiro Doutor em Direito, Maurer School of Law, Bloomington-IN, EUA. Revalidação UFSC. Ex-bolsista Doutorado Pleno CAPES/FULBRIGHT

Leia mais

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Constitucional. Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo

I Curso de Doutoramento em Direito. Ramo de Direito Público. Direito Constitucional. Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo I Curso de Doutoramento em Direito Ramo de Direito Público Direito Constitucional Tema geral: A Justiça Constitucional e os seus Modelos Prof. Doutor Nuno Piçarra Prof. Doutor Raul Araújo A) Programa:

Leia mais

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO

PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO P á g i n a 1 PROVA DAS DISCIPLINAS CORRELATAS TEORIA DO ESTADO 1. Na teoria contratualista, o surgimento do Estado e a noção de contrato social supõem que os indivíduos abrem mão de direitos (naturais)

Leia mais

Estado de Direito! Uma das fórmulas mais felizes da filosofia política e da filosofia do direito ocidentais (Zolo)!

Estado de Direito! Uma das fórmulas mais felizes da filosofia política e da filosofia do direito ocidentais (Zolo)! Estado de Direito! Uma das fórmulas mais felizes da filosofia política e da filosofia do direito ocidentais (Zolo)! Duas tradições jurídicas distintas! Estado de direito teve origem na cultura liberal

Leia mais

O curso será dado sob a forma de aulas expositivas e seminários com discussão coletiva de textos selecionados, de leitura obrigatória.

O curso será dado sob a forma de aulas expositivas e seminários com discussão coletiva de textos selecionados, de leitura obrigatória. POLÍTICA III - TEORIA POLÍTICA MODERNA (Liberalismo, Conservadorismo e Socialismo) Código: FLP 103 Período: 1o. semestre de 2010 Professores responsáveis: Bernardo Ricupero e Patricio Tierno OBJETIVO:

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade Universitária Cora Coralina CURSO DE HISTÓRIA

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS. Unidade Universitária Cora Coralina CURSO DE HISTÓRIA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE GOIÁS UNIDADE UNIVERSITÁRIA - CIDADE DE GOIÁS Curso: HISTÓRIA Disciplina: História Moderna Habilitação: LICENCIATURA Carga Horária Total: 64 h/a anuais 2 h/a semanais Carga Horária

Leia mais

Análise Económica do Direito

Análise Económica do Direito Análise Económica do Direito O que é? Qual a abordagem? Como surgiu? Aspectos Metodológicos Conceitos Fundamentais Análise Económica do Direito O que é? Qual a abordagem? AED não é Direito Económico nem

Leia mais

PROCESSO SELETIVO PARA MATRÍCULAS ESPECIAS 2014/II ANEXO II DO EDITAL Nº. 027/2014 CONTEÚDOS PROGRAMÁTICOS E REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CURSO DE DIREITO 1 E 2 PERÍODOS: INTRODUÇÃO AO ESTUDO DO DIREITO

Leia mais

7 Referências Bibliográficas

7 Referências Bibliográficas 7 Referências Bibliográficas ALEXY, Robert. El concepto y la validez del derecho. Barcelona: Gedisa, 1997. ALEXY, Robert. Teoria de los derechos fundamentales. Tradução de Ernesto Garzón Valdés. Madrid:

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE E CULTURA VISUAL MESTRADO/DOUTORADO PLANO DE ENSINO

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE E CULTURA VISUAL MESTRADO/DOUTORADO PLANO DE ENSINO UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FACULDADE DE ARTES VISUAIS CURSO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ARTE E CULTURA VISUAL MESTRADO/DOUTORADO ANO: 2016 PLANO DE ENSINO DISCIPLINA: Disciplina: TÓPICOS ESPECIAIS: MICHEL FOUCAULT,

Leia mais

Sistemas Jurídicos Comparados. Programa e bibliografia principal

Sistemas Jurídicos Comparados. Programa e bibliografia principal Sistemas Jurídicos Comparados Programa e bibliografia principal Rui Pinto Duarte 2000/2001 PROGRAMA 1. Introdução ao Direito Comparado 1.1. Primeira aproximação à ideia de Direito Comparado 1.1.1. Observação

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1. IDENTIFICAÇÃO 3. OBJETIVOS 4. CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 1. IDENTIFICAÇÃO CÓDIGO DA DISCIPLINA: D-04 PERÍODO: 2 CRÉDITO: 04 NOME DA DISCIPLINA: SOCIOLOGIA JURÍDICA NOME DO CURSO: DIREITO CARGA HORÁRIA SEMANAL: 04 CARGA HORÁRIA SEMESTRAL: 60 2. EMENTA Sociologia.

Leia mais

Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Português Espanhol Italiano Inglês

Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Português Espanhol Italiano Inglês Proponente e coordenador do projeto: Professor Dr. Gustavo Silveira Siqueira Pesquisador e Professor Adjunto IV nos cursos de graduação e pós-graduação da Faculdade de Direito da Universidade do Estado

Leia mais

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável

Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável Escola Superior Dom Helder Câmara Programa de Pós-Graduação em Direito Mestrado em Direito Ambiental e Desenvolvimento Sustentável PLANO DE ENSINO Disciplina: Judicialização de Políticas Públicas e Direitos

Leia mais

ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO

ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO ORIGENS E POSSIBILIDADES DO CONHECIMENTO Ao longo da aventura em busca do conhecimento, vamos nos deparar com diferentes correntes de pensamento. Conhece-las é o caminho para podermos conhecer o mundo

Leia mais

LEVANDO OS PRINCÍPIOS A SÉRIO: EFICIÊNCIA COMO PRINCÍPIO JURÍDICO * TAKING PRINCIPLES SERIOUSLY: EFFICIENCY AS A LEGAL PRINCIPLE

LEVANDO OS PRINCÍPIOS A SÉRIO: EFICIÊNCIA COMO PRINCÍPIO JURÍDICO * TAKING PRINCIPLES SERIOUSLY: EFFICIENCY AS A LEGAL PRINCIPLE LEVANDO OS PRINCÍPIOS A SÉRIO: EFICIÊNCIA COMO PRINCÍPIO JURÍDICO * TAKING PRINCIPLES SERIOUSLY: EFFICIENCY AS A LEGAL PRINCIPLE RESUMO Clélio Gomes dos Santos Júnior Ronald Dworkin e Richard Posner sempre

Leia mais

Carga Horária Total: 105 hs (Práticas como Componentes Curriculares= 20 hs)

Carga Horária Total: 105 hs (Práticas como Componentes Curriculares= 20 hs) Plano de ensino História contemporânea I Disciplina: FLH0331 - História Contempôranea I Créditos Aula: 5 Créditos Trabalho: 1 Carga Horária Total: 105 hs (Práticas como Componentes Curriculares= 20 hs)

Leia mais

FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC

FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC FORMULÁRIO PARA APRESENTAÇÃO DE PROGRAMA GERAL DE COMPONENTE CURRICULAR - PGCC I. Identificação Área de Concentração: Estudos do Texto e do Discurso Linha de Pesquisa: Discurso, memória e identidade Disciplina:

Leia mais

TEORIAS DA COMUNICAÇÃO ENADE VOLUME

TEORIAS DA COMUNICAÇÃO ENADE VOLUME CADERNO PEDAGÓGICO TEORIAS DA COMUNICAÇÃO ENADE VOLUME 4 ISBN: 2015/1 ALUNO(A): APOIO PEDAGÓGICO: NUCLEO DE FORMAÇÃO GERAL ANNA PAULA SOARES LEMOS JOAQUIM HUMBERTO COELHO DE OLIVEIRA LUCIMAR LEVEGNHAGEN

Leia mais

Regulação. financeira para. advogados

Regulação. financeira para. advogados Regulação financeira para advogados FGV_Serie_16x23_Regulação Financeira_Print_GRAFICA2.indd I Preencha a ficha de cadastro no final deste livro e receba gratuitamente informações sobre os lançamentos

Leia mais

Introdução às relações internacionais

Introdução às relações internacionais Robert Jackson Georg Sørensen Introdução às relações internacionais Teorias e abordagens Tradução: BÁRBARA DUARTE Revisão técnica: ARTHUR ITUASSU, prof. de relações internacionais na PUC-Rio Rio de Janeiro

Leia mais

COLABORARAM NESTE NÚMERO

COLABORARAM NESTE NÚMERO COLABORARAM NESTE NÚMERO Especiaria n 19.indd 369 6/11/2009 08:13:11 Carla Milani Damião Doutora em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas e Universidade Livre de Berlim. Professora Adjunta da

Leia mais

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito

Universidade de São Paulo Faculdade de Direito Universidade de São Paulo Faculdade de Direito SYLLABUS Código: DES0118 Disciplina: Direito constitucional I Departamento: DES Professor: Prof. Dr. Virgílio Afonso da Silva Créditos: 3 Horários: Turma

Leia mais

Anaís Medeiros Passos Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGPOL UFRGS)

Anaís Medeiros Passos Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGPOL UFRGS) Anaís Medeiros Passos Mestranda do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PPGPOL UFRGS) Liberalismo igualitário, libertarianismo, nacionalismo e cosmopolitismo:

Leia mais

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde

FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Epistemologia Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes 1º semestre 2015 3ªs feiras

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL FACULDADE DE DIREITO PROGRAMA DE PÓS GRADUAÇÃO STRICTO SENSU Nome da Disciplina: ANÁLISE ECONÔMICA DO DIREITO. Código da Disciplina: DIRP162 Professor Responsável:

Leia mais

1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO DIREITO CARGA HORÀRIA: 80H/A

1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO AO DIREITO CARGA HORÀRIA: 80H/A Faculdades IESGO Direção Acadêmica Instituto de Ensino Superior de Goiás Coordenação do Curso de Direito 1. IDENTIFICAÇÃO: CURSO: BACHARELADO EM DIREITO TURMA: 1º SEMESTRE NOTURNO DISCIPLINA: INTRODUÇÃO

Leia mais

FÁBIO KONDER COMPARATO

FÁBIO KONDER COMPARATO FÁBIO KONDER COMPARATO Ética Direito, moral e religião no mundo moderno COMPANHIA DAS LETRAS Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CJP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil) Comparato,

Leia mais

21 de agosto: Apresentação da disciplina e bibliografia; divisão de seminários

21 de agosto: Apresentação da disciplina e bibliografia; divisão de seminários DISCIPLINA: Sistemas de Justiça e Desenvolvimento Profa. Dra. Mônica Teresa Costa Sousa Linha de pesquisa: Direito e Instituições do Sistema de Justiça Carga horária: 60 horas Horário: Quinta-feira, 14:00

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Centro de Estudos Gerais. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. Departamento de Ciência Política

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE. Centro de Estudos Gerais. Instituto de Ciências Humanas e Filosofia. Departamento de Ciência Política UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE Centro de Estudos Gerais Instituto de Ciências Humanas e Filosofia Departamento de Ciência Política Programa de Pós-Graduação em Estudos Estratégicos Curso de Mestrado Título

Leia mais

PLANO DE ENSINO 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. 1.6. 1.7. Ano: 2012.1. Créditos: 04. /cienciapolitica/ grega. da polis. da polis. I) Maquiavel.

PLANO DE ENSINO 1.1. 1.2. 1.3. 1.4. 1.5. 1.6. 1.7. Ano: 2012.1. Créditos: 04. /cienciapolitica/ grega. da polis. da polis. I) Maquiavel. MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E CULTURA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS E LETRAS CCHL PROGRAMA DE MESTRADO EM CIÊNCIA POLÍTICA Campus Universitário Ministro Petrônio Portela, CCHL Bairro

Leia mais

Uma leitura crítica da teoria do Pós-desenvolvimento

Uma leitura crítica da teoria do Pós-desenvolvimento Uma leitura crítica da teoria do Pós-desenvolvimento Ana Fantasia (CEsA.UL)e Pedro Pereira Leite (CES.UC) Neste trabalho efetuamos uma leitura crítica do artigo Post-development as a concept and social

Leia mais

DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA. 45h/3 créditos

DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA. 45h/3 créditos DISCIPLINA OPTATIVA: FUNDAMENTOS DE CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE DEFESA 45h/3 créditos Ementa: A disciplina envolve as seguintes aproximações: a tecnologia e as inovações tecnológicas como instrumentos de defesa

Leia mais

ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA

ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA ÉTICA, EDUCAÇÃO E CIDADANIA Marconi Pequeno * * Pós-doutor em Filosofia pela Universidade de Montreal. Docente do Programa de Pós-Graduação em Filosofia e membro do Núcleo de Cidadania e Direitos Humanos

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE

UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS FCS/FACE Curso: Ciências Econômicas Disciplina: Teoria Política Professor: Francisco Mata Machado Tavares 2o Semestre / 2012 PROGRAMA / PLANO DE ATIVIDADES 1) Ementa da Disciplina:

Leia mais

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22.

Sumário. 1 Introdução, 1. Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5. 2 Coletividade e Sociedade, 7. 3 Ética, 22. Sumário 1 Introdução, 1 Parte I - Referencial Conceituai da Ciência Política, 5 2 Coletividade e Sociedade, 7 2.1 Ordem, 9, 2.2 Poder, 10 2.3 Cultura, 12 2.4 Instituições, 17 3 Ética, 22 3.1 Consciência

Leia mais

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia

Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação. MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Faculdade de Administração Milton Campos Reconhecida pelo Ministério da Educação MBA em Propriedade Intelectual e Tecnologia Direito autoral e software Carga Horária: 64 h/a 1- Ementa Direito autoral:

Leia mais

PLANO DE ENSINO BIBLIOGRAFIA BÁSICA. ASCENSÃO, José de Oliveira. Direito autoral. Rio de Janeiro: Forense, 1980.

PLANO DE ENSINO BIBLIOGRAFIA BÁSICA. ASCENSÃO, José de Oliveira. Direito autoral. Rio de Janeiro: Forense, 1980. PLANO DE ENSINO Disciplina: DIREITOS AUTORAIS: TEORIA CRÍTICA E Código: ESTUDO DE CASOS Natureza: ( ) obrigatória (X) optativa Semestral (X) Anual ( ) Modular ( ) Pré-requisito: Co-requisito: Modalidade:

Leia mais

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM FILOSOFIA DO DIREITO Curso Reconhecido pela Resolução nº 01/2001 CNE/CES Insere-se na política de expansão e qualificação tanto do Curso de Filosofia como do Centro de Ciências

Leia mais

Título: Teoria do conhecimento histórico: Explicação, Compreensão e Narração

Título: Teoria do conhecimento histórico: Explicação, Compreensão e Narração Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas Departamento de História Disciplina: FLH0401 Teoria da História II Profa. Dra. Sara Albieri Título: Teoria do conhecimento histórico: Explicação, Compreensão

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA UNIVERSIDADE FEDERAL DE RONDÔNIA Núcleo de Ciências Socias Aplicadas Departamento de Ciências Jurídicas 1 - IDENTIFICAÇÃO Disciplina: Teorias do Direito Turma especial DIR Carga Horária: 80 h.a. Créditos:

Leia mais

Teoria geral dos direitos fundamentais. Professor : Siddharta Legale

Teoria geral dos direitos fundamentais. Professor : Siddharta Legale Teoria geral dos direitos fundamentais Professor : Siddharta Legale Bibliografia sugerida Ingo Sarlet, Eficácia dos direitos fundamentais Daniel Sarmento, Direitos fundamentais e relações privadas Robert

Leia mais

PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO JURÍDICO E AS TRANSFORMAÇÕES NO DIREITO E NO ESTADO

PRIMEIRA PARTE CONSIDERAÇÕES GERAIS SOBRE A EVOLUÇÃO DO PENSAMENTO JURÍDICO E AS TRANSFORMAÇÕES NO DIREITO E NO ESTADO SUMÁRIO Prefácio... xiii INTRODUÇÃO... 1 1. Delimitação temática e justificativa da pesquisa... 1 2. Explicando o sentido da expressão Direito Coletivo Brasileiro, objeto da pesquisa... 11 3. Paradigmas

Leia mais

Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático.

Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático. Súmula Vinculante: de protetora dos direitos fundamentais a violadora do princípio democrático. Francisco Tarcísio Rocha Gomes Júnior 1 Resumo A súmula é instrumento processual criado para facilitar o

Leia mais

O mundo, seu início e continuidade, com filósofos.

O mundo, seu início e continuidade, com filósofos. As definições que seguem foram compiladas na leitura e consulta de diversos livros, e de pesquisas realizadas na Internet. O mundo, seu início e continuidade, com filósofos. -13,7 bilhões de anos = Ocorrência

Leia mais

PROGRAMA DE DISCIPLINA

PROGRAMA DE DISCIPLINA Faculdade Anísio Teixeira de Feira de Santana Autorizada pela Portaria Ministerial nº 552 de 22 de março de 2001 e publicada no Diário Oficial da União de 26 de março de 2001. Endereço: Rua Juracy Magalhães,

Leia mais

COMMON LAW E CIVIL LAW: UMA ANÁLISE DOS SISTEMAS JURÍDICOS BRASILEIRO E NORTE-AMERICANO E SUAS INFLUÊNCIAS MÚTUAS

COMMON LAW E CIVIL LAW: UMA ANÁLISE DOS SISTEMAS JURÍDICOS BRASILEIRO E NORTE-AMERICANO E SUAS INFLUÊNCIAS MÚTUAS 25 a 28 de Outubro de 2011 ISBN 978-85-8084-055-1 COMMON LAW E CIVIL LAW: UMA ANÁLISE DOS SISTEMAS JURÍDICOS BRASILEIRO E NORTE-AMERICANO E SUAS INFLUÊNCIAS MÚTUAS Ramon Alberto dos Santos 1, Renê José

Leia mais

LIBERALISMO E EDUCAÇÃO. Departamento de Educação Universidade Estadual de Ponta Grossa

LIBERALISMO E EDUCAÇÃO. Departamento de Educação Universidade Estadual de Ponta Grossa LIBERALISMO E EDUCAÇÃO Profª Drª Gisele Masson Departamento de Educação Universidade Estadual de Ponta Grossa PRINCIPAIS IDEIAS DO LIBERALISMO Liberdade individual Igualitarismo (de direitos) Contratualismo

Leia mais

FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA

FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA 1 FORMULÁRIO DE CRIAÇÃO DE DISCIPLINA CD-01 1 NOME DO PROGRAMA: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS SOCIAIS 2 Proposta de Criação de disciplina Exclusão de disciplina da grade curricular Mudança de denominação

Leia mais

LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br

LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br LUÍS ROBERTO BARROSO Email: gabmlrb@stf.jus.br I. DADOS PESSOAIS - Data de nascimento: 11 de março de 1958 - Nacionalidade: Brasileiro - Naturalidade: Vassouras, RJ - Filiação: Roberto Bernardes Barroso

Leia mais

DIREITO UnB Revista de Direito da Universidade de Brasília University of Brasília Law Journal

DIREITO UnB Revista de Direito da Universidade de Brasília University of Brasília Law Journal DIREITO UnB Revista de Direito da Universidade de Brasília University of Brasília Law Journal Chamada de Artigos, Volume 1 (2013), Número 1 I. DIREITO UnB propõe-se a ser um novo espaço de estudos e discussões

Leia mais

PROGRAMA DE ENSINO ÁREA EDUCAÇÃO. Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO ( )

PROGRAMA DE ENSINO ÁREA EDUCAÇÃO. Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO ( ) PROGRAMA DE ENSINO Disciplina Educação, Poder e Subjetividade: uma Leitura Filosófica Semestre Código Ano Letivo ÁREA EDUCAÇÃO Área: CONCENTRAÇÃO ( ) Curso: MESTRADO ( X) DOUTORADO ( X) DOMÍNIO CONEXO

Leia mais

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO

CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 PLANO DE CURSO CURSO DE ENGENHARIA ELÉTRICA Autorizado pela Portaria nº 960 de 25/11/08 DOU Nº 165 de 26/11/08 Componente Curricular: Sociologia Código: ENG - 000 Pré-requisito: ---- Período Letivo: 2013.1 Professor:

Leia mais

PAULO FREIRE E A DESCOLONIZAÇÃO DO SABER

PAULO FREIRE E A DESCOLONIZAÇÃO DO SABER PAULO FREIRE E A DESCOLONIZAÇÃO DO SABER COORDENAÇÃO Prof. Dr. José Eustáquio Romão FINANCIAMENTO: União Europeia ANO DE INÍCIO: 2010 APRESENTAÇÃO Este projeto faz parte de uma Rede Iberoamericana de Investigação

Leia mais

A Democracia no Pragmatismo de John Dewey

A Democracia no Pragmatismo de John Dewey Livia Fernandes França A Democracia no Pragmatismo de John Dewey DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE DIREITO Programa de Pós-Graduação em Direito Rio de Janeiro, agosto de 2007 Livia Fernandes França

Leia mais

Direito e ciência: Direitos humanos no Ambiente digital

Direito e ciência: Direitos humanos no Ambiente digital MESTRADO Áreas: Políticas Públicas e Relações internacionais. Plano de ensino da disciplina Direitos Prof. Dra. Maria Marinho Direito e ciência: Direitos humanos no Ambiente digital Ementa: O curso tem

Leia mais

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa

FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor. Dados da Disciplina Ementa FUNDAÇÃO FACULDADES INTEGRADAS DE ENSINO SUPERIOR DO MUNICÍPIO DE LINHARES Dados do Professor Curso: Direito Período: 1º Ano: 2011/02 Disciplina: História e Institutos Jurídicos Carga Horária Semestral:

Leia mais

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO

CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO Sistema de Ensino CONTEÚDO PROGRAMÁTICO ENSINO MÉDIO UNO Ensino Médio Filosofia 1 Conteúdo programático Filosofia MÓDULO 1 INTRODUÇÃO À FILOSOFIA Capítulo 1 A reflexão filosófica 2. O que é Filosofia?

Leia mais

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO

Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 PLANO DE CURSO C U R S O D E E N G E N H A R I A D E P R O D U Ç Ã O Autorizado pela Portaria nº 1.150 de 25/08/10 DOU Nº 165 de 27/08/10 Componente Curricular: Sociologia Código: ENGP-191 Pré-requisito: - Período Letivo:

Leia mais

EMENTA CONTÉUDO. 1. Justificação Epistêmica 1.1 O debate externismo/internismo acerca da justificação epistêmica 1.2 Confiabilismo e justificação

EMENTA CONTÉUDO. 1. Justificação Epistêmica 1.1 O debate externismo/internismo acerca da justificação epistêmica 1.2 Confiabilismo e justificação UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO DE FILOSOFIA DISCIPLINA: TÓPICOS DE EPISTEMOLOGIA: REFLEXÃO E ENTENDIMENTO HORÁRIO: SEGUNDA-FEIRA, DAS 14 ÀS 18h - CARGA-HORÁRIA: 68 h EMENTA Em

Leia mais

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO

Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Universidade de Cruz Alta UNICRUZ Centro de Ciências Agrárias, Exatas e da Terra Curso de Ciência da Computação PLANO DE ENSINO Curso: Ciência da Computação Disciplina: Direito Aplicado à Informática Período:

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR DE JATAÍ - CESUT A s s o c i a ç ã o J a t a i e n s e d e E d u c a ç ã o EMENTA: 1. Teoria da Constituição. 2. O novo constitucionalismo. 3. O estudo da teoria e da tipologia da Constituição. 4. O Poder Constituinte: a gênese constitucional. 5. Norma Constitucional. Hermenêutica

Leia mais

Seminário I Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes/Cláudio Gomes/ Anakeila Stauffer Professora convidada: Tânia Camel

Seminário I Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes/Cláudio Gomes/ Anakeila Stauffer Professora convidada: Tânia Camel FIOCRUZ Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio Curso de Mestrado em Educação Profissional em Saúde Seminário I Carla Martins / Marco Antonio C. Santos / Virgínia Fontes/Cláudio Gomes/ Anakeila Stauffer

Leia mais

Curso de Filosofia 10/10/2012. Em que consiste e a que tarefa se destina a filosofia da educação? FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO. Prof. Luís Fernando Weffort

Curso de Filosofia 10/10/2012. Em que consiste e a que tarefa se destina a filosofia da educação? FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO. Prof. Luís Fernando Weffort Curso de Filosofia Prof. Luís Fernando Weffort FILOSOFIA DA EDUCAÇÃO Um breve panorâma histórico da Filosofia da Educação. 1 A pergunta inaugural Em que consiste e a que tarefa se destina a filosofia da

Leia mais

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE/2013

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE CAMPINAS INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS COMISSÃO DE PÓS-GRADUAÇÃO 2º SEMESTRE/2013 CP019-A ORGANIZAÇÕES INTERNACIONAIS PROF. CRISTIANO MORINI 2º SEMESTRE/2013 EMENTA: Classificação das organizações internacionais por natureza, abrangência e funções. Processo decisório. Organizações de

Leia mais

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS

UNIDADE: FACULDADE DE DIREITO DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS Í N D I C E Código Disciplina Página DIR 01-00575 Introdução ao Estudo do Direito I 2 DIR 01-00728 Introdução ao Estudo do Direito II 3 DIR 01-01695 História do Direito 4 DIR 01-07400

Leia mais

Habermas, J. (2001): Sociologia na republica de Weimar, in Textos e contextos, pp. 173-193. Lisboa: Instituto Piaget.

Habermas, J. (2001): Sociologia na republica de Weimar, in Textos e contextos, pp. 173-193. Lisboa: Instituto Piaget. Teoria Sociológica I: Os clássicos (3 créditos) Professor Frédéric Vandenberghe Horário: Terça - feira, das 16 às 19 horas Consultas: a combinar com professor Em vez de uma introdução, esse curso propõe

Leia mais

I. Apresentação Geral... 3

I. Apresentação Geral... 3 Programa de Pós- Graduação Lato Sensu Especialização em Direito Constitucional Entrada: 2011 1º Semestre Índice I. Apresentação Geral... 3 II. Especialização em Direito Constitucional... 4 1. Plano de

Leia mais

ESTUDO DE TÓPICO: LITERATURA E CINEMA

ESTUDO DE TÓPICO: LITERATURA E CINEMA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL INSTITUTO DE LETRAS DEPARTAMENTO DE LÍNGUAS MODERNAS SETOR DE INGLÊS ESTUDO DE TÓPICO: LITERATURA E CINEMA SÚMULA COMGRAD 1.Característica da Disciplina Nome:

Leia mais

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO

DISSERTAÇÃO DE MESTRADO Matheus Bevilacqua Campelo Pereira O Positivismo Conceitual de Hans Kelsen e o Neojusnaturalismo Finissiano: Um Debate em torno da Justiça DISSERTAÇÃO DE MESTRADO DEPARTAMENTO DE DIREITO Programa de Pós-Graduação

Leia mais

Disciplina: Direito Internacional Econômico (DIE) Curso: Direito Carga Horária: 32 Departamento: Direito Público Área: Direito Público

Disciplina: Direito Internacional Econômico (DIE) Curso: Direito Carga Horária: 32 Departamento: Direito Público Área: Direito Público Faculdade de Direito Milton Campos Disciplina: Direito Internacional Econômico (DIE) Curso: Direito Carga Horária: 32 Departamento: Direito Público Área: Direito Público PLANO DE ENSINO EMENTA Transnacionalização

Leia mais