Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1998-2005 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados."

Transcrição

1

2

3 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter patentes ou pedidos de patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual, relacionados aos assuntos tratados nesse documento. Além disso, o fornecimento desse documento não lhe concede licença sobre tais patentes, marcas comerciais, direitos autorais ou outros de propriedade intelectual; exceto nos termos expressamente estipulados em contrato de licença da Domínio Sistemas. É importante lembrar que as empresas, os nomes de pessoas e os dados aqui mencionados são fictícios; salvo indicação contrária Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

4

5 Sugestões A Domínio Sistemas busca aumentar a qualidade dos seus produtos continuamente. Um exemplo disso é esse material, que tem como objetivo aumentar a produtividade e o desempenho dos usuários de nossos sistemas. O processo de elaboração desse material passou por freqüentes correções e testes de qualidade, mas isso não exime o material de erros e possíveis melhorias. Para que haja melhoras, nós contamos com o seu apoio. Caso você tenha alguma sugestão, reclamação ou até mesmo encontre algum tipo de erro nesse material, solicitamos que você entre em contato conosco. Dessa forma, poderemos analisar suas sugestões e reclamações para corrigir eventuais erros. Para entrar em contato com o nosso Centro de Treinamento, escreva para Relate, pois, a sua sugestão, reclamação ou o erro encontrado e sua localização para que possamos fazer as devidas correções. Você também dispõe do seguinte formulário para enviar-nos suas notações. Basta destacar essa folha, relatar sua sugestão e/ou reclamação e remeter ao seguinte endereço: Centro de Treinamento Domínio Rua Santo Antônio, 141 6º Andar Centro Criciúma SC CEP:

6

7 Índice Convenção de cursores, ícones e tipografia...10 Lista de Abreviaturas e Siglas...11 Visão Geral do Curso...12 Descrição...12 Público Alvo...12 Pré-requisitos...12 Objetivos O computador e seus Componentes O que é um Computador? Componentes de um Computador Placa Mãe UCP ou CPU Unidade Central de Processamento (Processador) ULA Unidade Lógica e Aritmética UC Unidade de Controle Memória Memória Principal ou Memória RAM (Random Access Memory) Memória Auxiliar ou Secundária Monitor ou Tela de Vídeo Teclado Mouse Impressoras Microcomputador Geração de Computadores Processamento de dados Unidades de Entrada Unidades de Saída Unidades de Entrada e Saída Representação de Informações Bit Byte Múltiplos do Byte (*1024) Principais Funções do Teclado...21

8 4.1. Principais Teclas do Teclado Sistemas Operacionais DOS (Disk Operating System = Sistema Operacional de Disco) Unix OS/ Microsoft Windows Microsoft Windows Definição Iniciando o Windows Características do Windows Componentes do Windows Desligando o Windows Windows Explorer: O Gerenciador de Arquivos do Windows Selecionando e Abrindo uma Pasta Criando uma Nova Pasta Copiando Arquivos Movendo Arquivos Renomeando Arquivos Removendo Arquivos e Pastas Desfazendo a Última Ação Lixeira Recuperando Arquivos e Pastas Removendo Definitivamente da Lixeira Acertando o Relógio Internet Conexão Serviços Navegação Pesquisa Download e Upload Correio Eletrônico Chat Bate papo Adicionar e Remover Programas Instalar um Programa...37

9 8.2. Desinstalar Verificar Programas Instalados Compactação de Arquivos Compactar? O quê? Compactando Arquivos Descompactando Arquivos Compactar ou Descompactar Utilizando Mais de Um Disquete Instalando o Programa Winzip Rede de Computadores A Rede Windows O Ambiente de Rede Windows Protocolos...48

10 Convenção de cursores, ícones e tipografia A fonte Arial é utilizada para se referir a títulos de janelas, guias e quadros, por exemplo: Aparecerá a janela denominada New Archive. A fonte Arial em Negrito é utilizada para definir botões, ícones, menus e opções, onde você deverá clicar, por exemplo: Clique no menu Arquivo, submenu Novo, opção Pasta. A fonte Arial em Itálico é utilizada para definir os nomes dos sistemas da Domínio, bem como marcas registradas citadas nesse material, por exemplo: Este curso é direcionado à vendedores e técnicos da Domínio Sistemas. A fonte Times New Roman em Itálico junto com o ícone abaixo são utilizados em observações importantes, que estarão dispostas nesse material. Por exemplo: Em computadores com fonte de alimentação ATX, não aparecerá a mensagem Seu computador já pode ser desligado com segurança, pois os mesmos tem seu desligamento automático.

11 Lista de Abreviaturas e Siglas CD Compact Disc; CPU Central Processing Unit; CTRL Control; DOS Disk Operating System; FTP File Transfer Protocol; GB Giga Byte; HD Hard Disk; HTTP Hypertext Transfer Protocol; IP Internet Protocol; IRC Internet Relay Chat; KB Kilo Byte; LAN Local Area Network; MAN Metropolitan Area Network; MB Mega Byte; MS Microsoft; OLE Object Linking and Embeding; POP Post Office Protocol; RAM Random Access Memory; ROM Read Only Memory; SMTP Simple Mail Transfer Protocol; TB Tera Byte; TCP Transmission Control Protocol; UC Unidade de Controle; UDP User Datagram Protocol; ULA Unidade Lógica e Aritmética; UNC Universal Naming Convention; WAN Wide Area Network; WWW World Wide Web. 11

12 Visão Geral do Curso Descrição O curso de Informática Básica tem a finalidade de apresentar aos nossos vendedores e técnicos, os seguintes tópicos: O Computador e seus Componentes; Introdução ao Processamento de Dados; Sistemas Operacionais; Microsoft Windows; Internet; ; Instalação de Programas; Compactação de Arquivos; Rede de Computadores. Público Alvo Esse curso é direcionado a vendedores e técnicos da Domínio Sistemas, que não tenham conhecimento de informática básica. Os conhecimentos adquiridos nesse curso são voltados para que o vendedor ou técnico tenha condições de conhecer e reconhecer alguns componentes do computador e também de alguns termos técnicos utilizados no dia-a-dia de quem utiliza o computador como instrumento de trabalho. Pré-requisitos Como esse é um curso bem introdutório, no que se refere à informática, não existe prérequisito para que o estudante tenha um bom desempenho durante o treinamento. Objetivos Ao término desse treinamento, o aluno conhecerá: Quais os componentes de um computador; O que é processamento de dados; O que são sistemas operacionais e quais os mais utilizados; O que é o Microsoft Windows; O que é internet; O que é ; Como instalar, atualizar e desinstalar programas; O que é compactação de arquivos; O que é uma rede de computadores. 12

13 1. O computador e seus Componentes 1.1. O que é um Computador? O computador é uma máquina que resolve problemas automaticamente, desde que carregado com um conjunto de instruções e dados pertinentes ao problema. Ele realiza tal feito porque possui um repertório de instruções em seqüência, que caso queira, pode ser alterada. Também possui capacidade de comunicação entre seus componentes e com o meio externo. Além disso, essa máquina lê dados, processa e fornece resultados, ou seja, o computador coleta, processa, dá saída e armazena informações. Para que essas operações sejam realizadas com sucesso, é necessário inúmeras partes, cada uma com suas funções bem definidas. Para entender melhor o computador, vamos fazer uma análise do mesmo. O computador é formado por duas partes distintas, chamadas: Hardware e Software. Hardware é a parte física do computador, tudo aquilo no computador que conseguimos tocar, por exemplo: o teclado, o monitor, o mouse, etc. Software é a parte lógica do computador, ou seja, tudo o que é abstrato, como, por exemplo: os programas de computador. Para não esquecer: HARDWARE = parte física do computador a máquina. SOFTWARE = parte lógica do computador os programas Componentes de um Computador O computador é formado por algumas partes simples: um gabinete e alguns periféricos. O gabinete contém os principais componentes de um sistema de computador. Eles permitem processar e armazenar informações. O periférico é qualquer Hardware anexado a um computador, como uma impressora, um teclado, um monitor de vídeo, etc. Vamos conhecer um pouquinho dos componentes do computador, ou seja, do Hardware. Um microcomputador é um conjunto de Hardware, em que cada parte tem sua função Placa Mãe A placa mãe (motherboard) é a placa de circuito principal do computador. Os principais componentes eletrônicos ligados à placa mãe são os seguintes: 13

14 Processador; Memória RAM; Memória ROM; Slots de expansão e as placas de expansão que são encaixadas neles; Outros circuitos de suporte UCP ou CPU Unidade Central de Processamento (Processador) A CPU é o chip principal do computador. Podemos dizer que ela é o cérebro da máquina, pois ela executa as instruções dos programas e coordena o fluxo das informações inseridas para outros equipamentos ou periféricos funcionarem. Memória Principal Processador Entrada UC ULA Saída Memória Auxiliar As principais funções do processador são: Ler e escrever informações na memória; Reconhecer e executar os comandos; Controlar todas as operações entre o processador, memória e periféricos. O processador possui 02 (duas) unidades que são: Unidade de Controle UC e Unidade Lógica e Aritmética ULA, as funções dessas unidades estão detalhadas a seguir ULA Unidade Lógica e Aritmética É a unidade responsável pelos cálculos avançados e verificações lógicas que os softwares podem solicitar. Executa operações lógicas (e, ou, não, etc.) e aritméticas (adição, subtração, etc.). 14

15 UC Unidade de Controle Controla o tráfego de informações (E/S entrada e saída, I/O input/output) no processador, executa operações e comanda o funcionamento da ULA Memória A memória é utilizada para armazenar, temporariamente ou permanentemente, os dados e instruções que estão sendo ou serão processadas pela CPU. Como cada posição de memória possui um endereço distinto, as informações poderão ser acessadas com precisão e rapidez. A quantidade de memória também determina a rapidez com que seus programas são operados. O computador possui vários tipos de memória, mas nós vamos nos ater nas duas principais, que são: Memória principal (RAM) e Memória auxiliar ou secundária Memória Principal ou Memória RAM (Random Access Memory) RAM (Random Access Memory) significa memória de acesso aleatório, porque todas as informações que passam pelo computador, são armazenadas primeiramente na memória RAM, no momento em que estão processando. Essas informações, porém, são guardadas temporariamente, enquanto a máquina estiver ligada. Quanto mais memória tiver seu computador, mais rápido ele será Memória Auxiliar ou Secundária Algumas memórias auxiliares tem uma grande capacidade de armazenamento, essa memória serve para manter os dados armazenados no computador mesmo depois de desligado. A memória auxiliar mais utilizada atualmente é o HD (Hard Disk), que significa disco rígido, conhecido por alguns, também, como Winchester, que atualmente são indispensáveis. Existem também os disquetes, que são discos flexíveis. Os mais usados são os de 3 ½ polegadas com capacidade de armazenamento de 1,44 Mb. Ainda existem os CD-ROM s (Compact disc Read only memory) com capacidade de armazenamento que variam de 650 Mb até 800 Mb. A capacidade dos Hd s varia muito, existem Hd s mais antigos com capacidade de 500 Mb e os atuais com capacidade de até 100 Gb. Posteriormente estaremos conhecendo sobre o byte e seus múltiplos para que você possa saber quando que vale os Kb s, Mb s, Gb s, etc. Se um dado ou programa estiver na memória auxiliar, ele automaticamente é carregado para a memória RAM, para depois ser processado. 15

16 Resumo: Memória RAM Memória auxiliar Memória temporária Memória permanente Monitor ou Tela de Vídeo É uma unidade de saída utilizada para a apresentação dos dados, em formato texto ou gráfico e sua qualidade é medida em pontos Teclado É a principal unidade de entrada de dados no sistema Mouse Também é uma unidade de entrada e é utilizado para facilitar o acesso e as operações em alguns programas Impressoras As impressoras são unidades de saída, e atualmente são utilizados 03 (três) tipos de impressoras: Matricial Usam fitas de tinta e agulhas que pressionam as fitas contra o papel, gravando no mesmo um ponto. São as mais lentas e mais barulhentas. Costumam ser usadas com sucesso em serviços que exigem um grande volume de impressões e também em impressões que utilizam papel carbonado para impressão em mais de uma via. Jato de Tinta Utilizam cartuchos de tinta que, aos jatos, vão pintando as folhas. No uso doméstico e em escritórios são as mais utilizadas por terem o custo baixo e boa qualidade. A desvantagem é o alto custo dos cartuchos de tinta. Laser Usam o mesmo processo das máquinas de xerox, o toner (recipiente com um pó preto ou de outra cor). São as mais rápidas, as que possuem melhor resolução de impressão e, embora tenham o custo da impressão mais barato que o da jato de tinta, são as impressoras mais caras do mercado Microcomputador Os microcomputadores são utilizados tanto para o uso profissional como para uso particular. Possui um tamanho reduzido e sua capacidade de processamento e armazenamento 16

17 de dados são limitadas. Os microcomputadores podem ser usados individualmente ou em rede de computadores, compartilhando seus dados e seus periféricos. No início, quando foram criados os primeiros microcomputadores, na década de 70 (setenta), eles tinham características e capacidade de processamento bem inferiores ao que existem atualmente. Por não possuir um meio de armazenamento de dados, possuíam grandes limitações de memória e processamento. Sua aplicação se destinava a jogos e a técnicos que pretendiam testar algumas experiências na área de informática em sua própria casa Geração de Computadores 1º geração entre 1946 e 1956, tinham circuitos e milhares de válvulas que toda hora tinha que trocar pois queimavam com muita facilidade. Esse primeiro computador possuía 30 mil válvulas, ocupava o andar inteiro de um prédio e sua velocidade era medida em milisegundos. 2º geração foi construído em 1954, e no lugar de válvulas tinham transistores como componente principal. A velocidade era medida em microssegundos. 3º geração Foi construída em 1967, utilizavam circuitos integrados a chip s. O tempo de operação era medido em monossegundo. 4º geração foi lançada na segunda metade dos anos 70. Nessa geração foi utilizada tecnologia de circuitos integrados de silício. Foi denominada a geração dos microprocessadores. 5º geração (atual) tem como título a geração da inteligência artificial que se iniciou em 1985, com o lançamento do CRAY-2. Como vemos no cotidiano a 5º geração está mais atenta à robótica e à análise de decisões tomada pela própria máquina, ou seja, a máquina inteligente. 17

18 2. Processamento de dados A principal função de um computador é realizar o processamento de dados. Processamento de dados é toda operação que consiste em processar dados (informações) iniciais, a fim de obter outras informações ou as mesmas sob uma outra forma, para alguma utilidade prática. As informações iniciais são obtidas através de uma unidade de entrada e, após o processamento, os dados são armazenados na memória principal do computador e podem ser visualizadas utilizando uma unidade de saída. O processamento de dados segue sempre um ciclo básico que é: Entrada Processamento Saída Entrada é quando os dados são enviados para o processador utilizando alguma das unidades de entrada. O processamento consiste em transformar as informações iniciais que podem conter cálculos, verificações lógicas, consultas etc. Na saída conseguimos visualizar o resultado do processamento das informações inicias, que poderá ser emitido de várias formas Unidades de Entrada São os fornecedores de dados para o computador, podem ser: Teclado; Mouse; Leitor ótico; Scanner, etc Unidades de Saída São os que nos permitem visualizar os resultados devidos, podem ser: Monitor; Data show; Impressora, etc. 18

19 2.3. Unidades de Entrada e Saída São aqueles que tem a capacidade fornecer informações ao sistema e, ao mesmo tempo, receber informações do sistema, podem ser eles: Disquetes; Fax-modem; Placa de rede, etc. 19

20 3. Representação de Informações Os computadores possuem uma linguagem especial para interpretar os dados, recebêlos e processá-los. As informações são armazenadas na memória ou em meio magnético, sempre na forma digital binária. A forma digital binária é composta por 02 (dois) algarismos que são: 0 (zero) e 1 (um), em que: 0 Zero ausência de corrente 1 Um presença de corrente Para conseguir processar as informações, tem-se uma tabela que associa a cada caracter do computador uma seqüência diferente de 0 (zeros) e 1 (uns) Bit Menor unidade de informação matemática que um computador pode manipular: 0 (zero) = desligado 1 (um) = ligado Byte Byte também é uma unidade de medida de armazenamento de informações. Ele é constituído de oito bits, que representa um caracter (um dígito, uma letra ou um símbolo qualquer). Por exemplo: para armazenar a palavra DOMÍNIO o computador precisará de 07 (sete) bytes Múltiplos do Byte (*1024) Byte = 1 byte Kilobyte (Kb) = 1024 bytes Megabyte (Mb) = bytes Gigabyte (Gb) = bytes Terabyte (Tb) = bytes 20

21 4. Principais Funções do Teclado. O teclado é dividido em três partes: Teclado de função. (teclas de F1 a F12); Teclado numérico. (teclas de números); Teclado alfanumérico. (teclas de letras do alfabeto e números) Principais Teclas do Teclado Enter Tecla de confirmação ou, na edição de textos é utilizada para se iniciar um novo parágrafo. Caps Lock Ativa e desativa maiúsculas (quando ativa, um sinal no canto superior direito do teclado lhe informará). Shift Utilizada para se digitar a primeira letra de uma palavra em maiúscula e utilizar o símbolo superior das teclas que possuem 02 (dois) símbolos. Funciona apenas enquanto estiver pressionado. Backspace Delete Tab Home End Insert Ctrl e Alt Apaga os caracteres à esquerda do cursor. Apaga os caracteres à direita do cursor. Na edição de texto é utilizada para dar tabulação no texto, e em caixas de diálogo é utilizada para pular de um campo para outro. Leva o cursor para o início da linha. Leva o cursor para o fim da linha. Ativa ou desativa o modo de sobrescrever. Combinadas com outras teclas executam funções específicas dentro dos aplicativos. Abre o menu Iniciar (para computadores que tenham instalado a versão do Windows 95 ou superior). Num Lock Ativa teclado numérico (quando ativa, um sinal no canto superior direito do teclado lhe informará). 21

22 5. Sistemas Operacionais O sistema operacional é um programa de computador capaz de gerenciar os recursos oferecidos pelo mesmo, controlando todos os dispositivos de entrada e saída de dados. É o primeiro programa que deve ser executado dentro de um computador, pois, através dele, será feito o controle da máquina. Existem, diversos sistemas operacionais de variadas empresas de desenvolvimento, que concorrem no mercado. Quanto mais se evolui o Hardware, mais fáceis de se utilizar se tornam os sistemas operacionais. Os sistemas operacionais mais conhecidos são: 5.1. DOS (Disk Operating System = Sistema Operacional de Disco) DOS é um sistema operacional monousuário e monotarefa, com interface de caracteres, cujos comandos devemos informar. Existem várias versões desse sistema, mas o mais utilizado no mundo, foi o MS-DOS da Microsoft Unix Sistema operacional multiusuário, com interface de caracteres, usado em computadores de médio e grande porte. É considerado um ambiente aberto, ou seja, diversas empresas e universidades possuem o seu código fonte, fazendo ajustes e melhorias no mesmo OS/2 É o sistema operacional gráfico da IBM. Procura executar as mesmas funções do Microsoft Windows Microsoft Windows Sistema operacional multitarefa (com capacidade de executar mais de um programa ao mesmo tempo), com interface gráfica, cujos comandos são executados manipulando ícones e janelas representando programas e dados armazenados no computador. É desenvolvido pela Microsoft e está disponível em versões monousuário e multiusuário, com uso somente em microcomputadores. Por ser o sistema operacional mais utilizado, inclusive pela Domínio, estudaremos ele mais detalhadamente. 22

23 6. Microsoft Windows 6.1. Definição O Microsoft Windows, desde 1995, é o programa do tipo plataforma gráfica mais conhecido e utilizado como Sistema Operacional. Depois de sua versão 95, surgiram várias outras em busca de ser mais confiável, produtivo e divertido do que nunca, como busca o fabricante. Assim se tem o Windows 98, Windows 2000, Windows ME, Windows XP, etc. Mesmo assim, o MS-DOS não foi descartado, porque o acesso à sua linha de comando, a partir da área de trabalho da plataforma gráfica, é rápido e fácil. O Windows tem como característica principal a perfeita interatividade entre os diversos programas gráficos que surgem no mercado. Exemplos dessa interatividade são as imagens, que, criadas no Windows, podem ser transportadas para qualquer programa; e as fontes, executadas no Windows, podem ser empregadas por qualquer aplicativo que permita o trabalho com textos Iniciando o Windows O Windows, desde a sua versão 95 é que faz a carga de todo o sistema, por ser ele o próprio Sistema Operacional. Portanto, ao ligar seu equipamento para utilizar o Windows, nada mais é necessário fazer a não ser esperar pela exibição do Desktop (área de trabalho), conforme mostra a figura a seguir. Área de Trabalho ou Desktop Menu Iniciar Barra de Tarefas 23

24 6.3. Características do Windows Totalmente gráfico, o Windows permite trabalhar com fontes de qualquer tamanho e forma ou qualquer tipo de gráfico. Por ter interface padrão, basta saber utilizar um aplicativo, que se sabe utilizar a maioria dos recursos nos demais aplicativos. Multitarefa: é a capacidade de executar mais de um aplicativo ao mesmo tempo. Fácil permutar a configuração (da padrão para personalizada). Por exemplo: para trocar de impressora, modificar a visualização da área de trabalho, etc. Ligação dinâmica entre os aplicativos através da OLE (Object Linking and Embbeding). O que for alterado em um aplicativo será aplicado em todos os aplicativos que estiverem utilizando tal recurso. Ajuda on-line em qualquer parte do Windows, ou seja, tem-se um manual disponível em qualquer local, facilitando, dessa forma, o aprendizado. Interface total: a Multimídia (tecnologia que permite o computador trabalhar com som, imagem e dados simultaneamente) Componentes do Windows Dependendo de como seu computador for configurado, diversos itens aparecem na área de trabalho quando você inicia o Windows. Aqui estão alguns itens importantes: Meu computador; Lixeira; Botão Iniciar; Barra de tarefas; Área de Trabalho Desligando o Windows Para desligar uma sessão do Windows e preparar seu computador para ser desligado, primeiro feche todos os programas que estejam abertos no Windows. Em seguida, proceda da seguinte maneira: 1. Clique no botão Iniciar, para abrir o menu correspondente. Nesse clique na opção Desligar..., para abrir a caixa diálogo Desligar o Windows, conforme a figura a seguir. 24

25 2. Nessa caixa de diálogo, selecione ou mantenha selecionada a opção Desligar computador, e clique no botão OK. Espere e aparecerá na tela a seguinte mensagem: Seu computador já pode ser desligado com segurança. Fazendo isso, você estará evitando possíveis danos em seus arquivos. Em computadores com fonte de alimentação ATX, não aparecerá a mensagem Seu computador já pode ser desligado com segurança, pois os mesmos tem seu desligamento automático Windows Explorer: O Gerenciador de Arquivos do Windows É, principalmente através do Explorer, que todo o tipo de manipulação de arquivos e pastas costuma ser executada, por oferecer ao usuário mais comodidade nas ações aplicadas. O Explorer é uma seção do Windows que, através de uma janela, permite ao usuário ter completo acesso a todos os componentes de seu sistema, arquivos, acesso direto à Internet e às unidades de disco. Para abrir o Windows Explorer, você pode clicar no botão (menu) Iniciar, posicionar o ponteiro do mouse em Programas e clicar no ícone do Windows Explorer. Ao abrir o Windows Explorer, você vai notar que a janela dele é dividida em duas colunas. Na coluna do lado esquerdo, de forma hierárquica, são visualizados os ícones referentes as seções, unidades de disco e pastas do sistema; enquanto que, na coluna do lado direito, podemos ver as subpastas e seus respectivos arquivos armazenados, conforme a figura a seguir. 25

26 Diz-se de forma hierárquica porque, na chamada árvore a lista de ícones na coluna do lado esquerdo, o principal componente de todo o sistema de acesso, que é a Área de trabalho do Windows (o Desktop), fica no topo. Abaixo dele, temos a seção Meu computador, e assim por diante, até chegarmos às subpastas, níveis mais baixos da hierarquia dos diretórios. Quanto aos modos de visualização, somente têm funcionalidade na coluna do lado direito, quando selecionados Selecionando e Abrindo uma Pasta Normalmente, na procura de arquivos, o que mais precisamos num gerenciador de arquivos é ter acesso rápido a pastas e subpastas do sistema. A seleção e abertura de cada pasta ou unidade, bem como seção, é feita, normalmente, clicando sobre seu respectivo ícone, no lado esquerdo da janela. As pastas, cujos ícones vêm acompanhados pelo sinal, indicam possuir subpastas. O mesmo se diz para essas últimas. Para abrir a ramificação e exibir a hierarquia desse tipo de pasta, clique sobre o sinal. Para fechar a ramificação, clique sobre o sinal, que aparece ao lado da pasta. 26

27 Criando uma Nova Pasta Para criar uma nova pasta você deve executar os seguintes procedimentos: 1. Clique sobre o ícone da unidade C:, selecionando-o para que ele possa ser o nível imediatamente superior à pasta que iremos criar. 2. Clique no menu Arquivo, submenu Novo, opção Pasta. 3. Imediatamente, na coluna do lado direito, será inserido um ícone de uma pasta, pronto para receber um novo nome. Para o nosso exemplo: digite o nome Minha Pasta; Os nomes de pastas podem ser digitados com até 256 caracteres, incluindo espaços em branco e outros, inclusive especiais. Evite, contudo, acentuar nomes de pastas e arquivos, apesar de ser aceito no Windows, bem como nomes muito complicados. 4. Para concluir, escolha entre dar um clique na área em branco da coluna ou teclar Enter. Seu sistema possui, agora, uma pasta abaixo de C: (raiz), com o nome de sua escolha. Se desejar criar subpastas abaixo dessa, selecione-a como selecionou o ícone da unidade (representando a raiz) e proceda exatamente da mesma forma. Se, pelo menos uma subpasta for criada, a pasta recém-criada passará a contar também com a companhia do sinal Copiando Arquivos A cópia de arquivos no Windows Explorer pode ser executada através de comando ou ao arrastar o mouse. Nos procedimentos a seguir, faremos a cópia de um arquivo dentro de uma mesma unidade de disco, utilizando a maneira mais prática para isso. Para copiar um arquivo de uma pasta para outra, de maneira rápida: 1. Abra, para o exemplo: a pasta principal, ou seja, o diretório raiz de seu disco rígido, clicando sobre o ícone que representa a unidade C:, na coluna do lado esquerdo. 27

28 2. Procure um arquivo de texto qualquer para ser utilizado no exemplo e selecione-o. Lembrese que esse arquivo deve possuir o ícone representativo ao lado e também a extensão.txt. 3. Com o ponteiro do mouse sobre o ícone, segure pressionado o botão do mouse e o arraste até que o arquivo esteja sobre a pasta Minha Pasta. 4. Antes de soltar o botão do mouse, pressione e mantenha pressionada a tecla CTRL, solte primeiramente o botão do mouse e após solte também a tecla CTRL. A cópia de múltiplos arquivos requer os mesmos procedimentos explicados até aqui. A seleção dos mesmos se faz clicando sobre cada um deles, ao mesmo tempo em que é mantida a tecla CTRL pressionada, selecionado-os em conjunto Movendo Arquivos Os procedimentos para retirar um arquivo de uma pasta para armazená-lo em outra, ou seja, para movê-lo, são praticamente os mesmos utilizados para a cópia, bastando, porém, não pressionar tecla nenhuma enquanto arrasta o ícone até a pasta destino. Vale lembrar que esses procedimentos são válidos quando estamos trabalhando com pastas de uma mesma unidade de disco Renomeando Arquivos Assim como as aplicações anteriores, a renomeação de arquivos pode ser feita de diferentes maneiras, através de um único comando: Renomear. Para que não haja problemas, vamos utilizar um dos arquivos anteriormente copiados. Comece, portanto, abrindo a pasta Minha Pasta, e execute os procedimentos a seguir: 1. Clique sobre um dos arquivos da pasta Minha Pasta, selecionando-o. 2. Clique com o botão auxiliar do mouse (botão direito) sobre o arquivo, e no menu suspenso, clique em Renomear, conforme a figura a seguir. 28

29 3. Nesse mesmo instante, o texto do ícone entra em modo de edição, bastando você digitar, então, o novo nome. Caso a extensão do arquivo estiver visível, é necessário que você a digite novamente, não podendo alterá-la, mas se ela não estiver visível, não se preocupe pois o próprio sistema manterá a mesma. 4. Para concluir a ação, clique em qualquer local limpo da janela ou tecle Enter Removendo Arquivos e Pastas A remoção de arquivos e pastas é tão fácil quanto passível de cuidados por parte do usuário. Há a possibilidade, entretanto, de poder recuperar os objetos deletados, posteriormente, a partir de uma seção especial do Windows chamada de Lixeira, a qual conheceremos em seguida. Mas, se o usuário ainda quiser, poderá deletar seus arquivos e pastas de forma irreversível. Para saber como apagar arquivos no Windows Explorer (e isso também é válido para outras seções do Windows), execute os procedimentos seguintes: 1. Para esse exemplo: abra a pasta Minha Pasta, criada anteriormente. 2. Selecione um ou mais arquivos. 3. Escolha um dos procedimentos a seguir para executar a ação: Clique no menu Arquivo, opção Excluir. Tecle Delete; Clique no botão ou ainda,, disposto na barra de ferramentas padrão do Windows Explorer; Clique sobre o comando Excluir, a partir do menu auxiliar. 4. De qualquer maneira, será exibida uma caixa de confirmação, perguntando ao usuário se ele tem certeza que deseja enviar os arquivos selecionados para a Lixeira, conforme a figura a seguir. 29

30 5. Clique no botão Sim, para confirmar a exclusão. Seus arquivos estão apagados. E se você se arrepender, e desejar tais arquivos de volta? Conheceremos, então, duas maneiras de recuperá-los Desfazendo a Última Ação Várias ações, como renomear um arquivo ou pasta, sua relocação (movimentação), cópia e até mesmo deleção de arquivos, podem ser desfeitas, se o comando for imediatamente executado após a conclusão da ação. Por exemplo: acabamos de excluir arquivos de uma determinada pasta. Nesse momento, já que não fizemos mais nada posterior à deleção, podemos desfazer a ação, recuperando os arquivos apagados. É só executar um dos procedimentos seguintes: Clique no menu Editar, opção Desfazer Excluir. O comando Desfazer vem sempre acompanhado pelo nome do comando ou ação mais recentemente aplicado. Pressione a combinação de teclas de atalho CTRL+Z; Clique no botão ainda,, disposto na barra de ferramentas padrão do Windows Explorer; ou Clique com botão auxiliar do mouse em qualquer área limpa na coluna do lado direito do Windows Explorer e clique sobre o comando Desfazer, a partir do menu auxiliar Lixeira Pela lixeira, quaisquer arquivos apagados dentro de qualquer seção do Windows e isto é válido também para pastas, sejam vazias ou não, e ícones de atalho podem ser recuperados com facilidade. Ao ser executada, a Lixeira pode ser exibida numa janela própria, disposta sobre a área de trabalho do Windows ou por meio do Windows Explorer. O acesso a Lixeira, pode ser a partir da área de trabalho, de uma das seções do Windows Explorer ou, ainda, de algum atalho que o usuário tenha criado ou venha a criar. A figura a seguir, mostra a janela da seção Lixeira, que armazena quatro arquivos anteriormente excluídos. Esses arquivos, a partir daqui, podem ser recuperados ou definitivamente excluídos do disco, liberando ainda mais espaço. 30

31 Recuperando Arquivos e Pastas Para recuperar os arquivos e pastas listados na janela da Lixeira, basta executar os procedimentos seguintes: 1. Selecione os objetos a serem recuperados. 2. Clique no menu Arquivo, opção Restaurar, ou clique com o botão auxiliar do mouse sobre eles e no menu suspenso clique em Restaurar. Os arquivos e, se houverem, as subpastas, são reenviados para suas respectivas pastas de origem, de onde foram anteriormente apagados Removendo Definitivamente da Lixeira Se a intenção é realmente apagar os arquivos, ao invés de recuperá-los, você pode fazê-lo das seguintes formas: Esvaziando toda a Lixeira, via comando, e Removendo os arquivos aleatóriamente, a partir da própria janela da Lixeira. Para remover de uma só vez apenas um ou vários arquivos: 1. Selecione-os da melhor forma que achar, na janela; 2. Pressione a tecla Delete ou utilize um dos atalhos já mencionados. Uma nova janela de confirmação é exibida, conforme a figura a seguir, também por medida de segurança. Clique sobre um dos botões, afirmando ou negando o pedido. 31

32 Se quer mesmo é apagar todo o conteúdo da Lixeira, o melhor a fazer é: 1. A partir do Desktop, clicar com o botão auxiliar do mouse sobre o ícone da Lixeira; 2. No menu suspenso, clicar sobre o comando Esvaziar Lixeira. Uma nova caixa de confirmação é exibida, na qual basta você responder conforme queira, para concluir a ação Acertando o Relógio O relógio localizado na extrema direita da Barra de Tarefas pode ser rapidamente e facilmente acertado. Execute os procedimentos a seguir para entender como: 1. Dê duplo clique sobre o relógio, na própria Barra de Tarefas, será exibida uma janela, conforme a figura a seguir. Por meio dela, é possível também alterar a data corrente. 2. No campo Mês, onde se encontra o nome de um mês qualquer, é onde estão listados os demais meses. Se necessário, abra essa lista e clique sobre o mês desejado. 32

33 3. Ao lado, encontra-se o campo Ano. Você pode tanto clicar sobre os botões de seta ao lado, como digitar o ano desejado. 4. Para selecionar o dia, basta clicar sobre o número correspondente, no calendário que fica abaixo da lista de meses e ano. 5. Dê clique duplo sobre o campo da hora e digite a nova hora, se necessário. Tecle TAB, alternando para o campo seguinte e digite os minutos, caso queira também acertar os os segundos, proceda da mesma forma. 6. Para concluir a ação, clique no botão OK. 33

34 7. Internet Não se sabe precisamente como ela surgiu, porém, podemos dizer que teve como objetivo inicial a conectividade entre instituições militares norte-americanas, para poderem se comunicar entre si, como no caso de uma guerra. O que se sabe é que mais tarde as universidades começaram a se interligar da mesma forma e a partir daí, surgiu a Internet, que há alguns anos vem crescendo de forma espantosa. A internet é uma fonte ilimitada de informações. Alguns estudiosos dizem que ela será a grande responsável pela democratização da informação Conexão Fazer uma conexão com a internet ou estar conectado à ela significa ligarmos nosso computador à rede mundial de computadores, e para isso são necessário alguns elementos: Um computador; Um programa de navegação (browser); Um modem; Uma linha telefônica, ou uma linha dedicada ou ainda uma antena de transmissão de ondas; Uma conta de acesso em um provedor de acesso à internet Serviços A internet dos oferece uma série de serviços, que são: Serviço Apelido Definição Características WWW (World Wide Web)* Web Através de páginas, chamadas de Home Pages, desenvolvidas numa filosofia de hipertexto, podemos acessar uma quantidade ilimitada de informações. Ex.: http ://www.domsis.com.br (endereço do web site da Domínio Sistemas). On-line** Correio eletrônico Através de um endereço eletrônico individual é possível enviar ou receber mensagens eletrônicas através da internet. Ex.: (endereço eletrônico ou do Lucas). On-line IRC (Internet Relay Chat)*** Chat Bate papo * Rede mundial de computadores. ** Em linha, ou seja, está conectado. *** Conversa transmitida pela internet. **** Tempo real. Através de um programa podemos conversar diretamente pela tela do nosso computador com outras pessoas ao redor do planeta. On-line Real time**** 34

35 7.3. Navegação Para que possamos navegar na internet (acessar as páginas da internet), é necessário utilizar um browser, ou seja, um programa de navegação na internet. Existem vários navegadores, mas os mais utilizados são o Internet Explorer da Microsoft e o Netscape Navigator da Nestscape. Para acessarmos uma Home Page basta digitarmos no campo de endereço, o endereço da página a qual queremos acessar, ex.: e após, pressionar a tecla Enter. A seguir temos a janela do Internet Explorer, com a página da Domínio Sistemas aberta Pesquisa A Internet é imensa e uma das maiores dificuldades dos iniciantes é achar seus assuntos de interesse. Para isso, existem os pesquisadores da internet, que, na realidade, são home pages especializadas em endereços como se fossem as páginas amarelas da internet, com todos os endereços relacionados por assunto. Eis algumas home pages de pesquisa:

36 7.5. Download e Upload Download significa trazer um arquivo de um outro computador, pela internet, para o nosso. Normalmente fazemos isso com programas, apostilas, fotos, músicas, etc. Upload é o processo inverso do download, ou seja, ao invés de trazermos um arquivo de outro computador para o nosso, nós enviamos um arquivo do nosso computador para outro da rede Correio Eletrônico O serviço de correio eletrônico é um dos mais usados na internet. Ele permite que duas ou mais pessoas troquem cartas, mensagens eletrônicas e até mesmo arquivos. A primeira coisa que se precisa ter para se comunicar com outra pessoa pela internet via , é uma caixa postal eletrônica, ou, como chamamos, um correio eletrônico. Exemplo: O Lucas tem uma caixa de correio eletrônico que é: (em letras minúsculas). Para você diferenciar o que é um endereço da web e o que é um endereço de correio eletrônico, basta verificar o seguinte: se no endereço constar a sigla www, significa que é um endereço da web e caso no endereço conste o significa que é um endereço de . Existem alguns softwares específicos para envio e recebimento de s, tais como: Outlook, Outlook Express, Eudora, etc. Mas também existem Webmails, ou seja, são sites que permitem o acesso a sua caixa postal diretamente do navegador da internet Chat Bate papo O chat é um outro serviço disponível na internet que permite as pessoas se comunicarem e trocarem arquivos em real time (tempo real) na tela de seus computadores. Os arquivos enviados pelo chat, normalmente são fotos. Esse é o principal mecanismo utilizado pela garotada quando ouvimos dizer que alguém arranjou um(a) namorado(a) pela internet, o famoso namoro virtual. Um dos programas utilizados para esse tipo de conexão é o mirc, programa esse desenvolvido em inglês, mas que atualmente existem várias versões em português como: Scoop script, Ninja script, Fox script, etc. Assim como o , também existem sites que disponibilizam o chat diretamente pelo navegador da internet. 36

37 8. Adicionar e Remover Programas Tendo em vista que atualmente o sistema operacional mais utilizado é o Windows, nos ateremos apenas em detalhar como adicionar ou remover programas no Windows, versão 9X ou superior. Você pode instalar programas rapidamente, como um programa de edição de textos ou um jogo, usando o recurso Adicionar ou remover programas no Painel de Controle Instalar um Programa Para instalar um programa, siga os seguintes passos: 1. Clique no botão Iniciar, aponte para Configurações e, em seguida, clique em Painel de Controle. 2. Clique duas vezes no ícone Adicionar ou remover programas. 3. A caixa de diálogo Propriedades de Adicionar ou remover programas será exibida, conforme a figura a seguir. 4. Clique no botão Instalar. 5. Siga as instruções que aparecem. 37

38 8.2. Desinstalar Para desinstalar um programa, você deve seguir as mesmas etapas iniciais para instalar: 1. Clique no botão Iniciar, aponte para Configurações e, em seguida, clique em Painel de Controle. 2. Clique duas vezes no ícone Adicionar ou remover programas. 3. A caixa de diálogo Propriedades de Adicionar ou remover programas será exibida. 4. Clique sobre o programa que você deseja desinstalar e clique no botão Adicionar ou remover. 5. Siga as instruções que aparecem Verificar Programas Instalados Para você verificar quais os programas instalados em um computador, basta você verificar a lista de programas exibida na caixa de diálogo Adicionar ou remover programas, vista anteriormente, ou clicar no botão Iniciar e apontar em Programas e verificar no menu Programas quais os programa listados. 38

39 9. Compactação de Arquivos Os arquivos compactados sempre estiveram presentes na informática. Com o surgimento e crescimento da Internet, eles passaram a ter um destaque muito grande. Vamos enfatizar o compactador padrão ZIP que é o Winzip, considerando sua larga utilização, embora existam outros no mercado Compactar? O quê? Imagine que você tem um arquivo muito grande (ou vários arquivos) para enviar a uma pessoa pela Internet. Você, e muito menos a pessoa que vai receber não quer gastar muito tempo para enviar/receber o(s) arquivo(s). A saída é compactá-lo(s). Um outro exemplo seria o de você digitar um texto e salvar no formato.doc ou ainda você fazer um desenho e salvar no formato.bmp, e você precisa armazenar esse arquivo em um disquete para poder transporta-lo para um outro computador, e em alguns casos, mesmo compactado, o arquivo não cabe no disquete. Mas utilizando o Winzip versão 7.x ou superior você consegue dividir esse arquivo e armazená-lo em vários disquetes. De maneira bem simples, podemos resumir que o processo de compactar um arquivo, é reduzir o tamanho desse arquivo permitindo ou facilitando sua manipulação através da Internet ou em disquetes. Em uma transferência de um arquivo compactado para um outro computador, devemos levar em conta que é necessário ter instalado no computador de destino o programa de compactação/descompactação de arquivo, que no nosso caso é o Winzip Compactando Arquivos Abra o programa Winzip através de seu ícone. Normalmente você encontra o ícone do Winzip na própria área de trabalho do Windows, ou então clicando no botão Iniciar, apontando em Programas e, em seguida, em Winzip. Aparecerá a seguinte janela: 39

40 Nessa janela, clique sobre o botão New (primeiro botão da barra de ferramentas do Winzip). Aparecerá a janela denominada New Archive. Na janela New Archive devemos decidir onde será criado o arquivo.zip. No exemplo mostrado, escolheu-se a pasta Meus Documentos no drive C: (que é o drive do HD (disco rígido)), e foi dado o nome do arquivo de minhas planilhas.zip. Vale lembrar que podemos escolher outra pasta qualquer e até mesmo outra unidade de disco como o disquete, e que o nome que damos para o arquivo também é de nossa escolha. Observe que a caixa Add dialog está ativada. Ao mantermos está opção ativada, quando clicamos no botão OK, automaticamente se abre a caixa de diálogo para adicionar os arquivos a serem compactados. Caso está caixa não esteja ativada, podemos posteriormente clicar no botão Add na barra de ferramentas do Winzip para abrir a caixa de diálogo. A seguir vemos a caixa de diálogo Add. 40

41 Onde: Add from: Temos que escolher o diretório onde estão os arquivos a serem compactados. Nome do arquivo: É mostrado o(s) nome(s) do(s) arquivo(s) a serem compactados. No caso de vários arquivos, pode-se selecioná-los clicando em um primeiro arquivo e depois clicar nos outros arquivos a serem compactados segurando simultaneamente a tecla CTRL no seu teclado. No exemplo acima, foi selecionado os arquivos Image60.jpg e Image63.jpg. Action: Pode-se adicionar, mover e somente atualizar o arquivo.zip, nesse exemplo (add) vai adicionar os arquivos.jpg ao arquivo.zip. Compression: A maneira que o Winzip vai compactar os arquivo, recomenda-se Normal. Multiple disk spanning: Disponível somente quando formos gerar o arquivo.zip diretamente em disquetes ou Zip Drive. Quando o número de dados for muito grande e não couber em um disquete, o Winzip irá solicitar outro disco automaticamente. Folders : Include subfolders: Quando há a necessidade de compactar subdiretórios ou subpastas. Save extra folder info: Salva informações extras da pasta, para que no momento de descompactar, os arquivos sejam descompactados na mesma pasta de onde foram compactados, e caso a pasta não exista o Winzip a criará automaticamente. 41

42 Após definir todas as opções desejadas, basta clicar sobre o botão Add, para concluir a operação. A maneira demonstrada anteriormente, é a maneira convencional de se compactar um arquivo, mas existe também um atalho para se realizar essa operação. No Windows Explorer, ou em qualquer janela ou caixa de diálogo que exiba os arquivos, clique com o botão direito do mouse sobre o(s) arquivo(s) ou pasta que deseja compactar. Em seguida, escolha a opção Add to nome do arquivo.zip. Pronto! Arquivo(s) compactado(s). Vale lembrar que para que se possa realizar qualquer uma das maneiras de se compactar um arquivo, seja pela maneira convencional, seja pelo atalho, é necessário ter instalado no computador o programa Winzip. Se você desejar conferir o resultado da compactação do arquivo, abra o Windows Explorer, e no Explorer, abra a pasta onde foi gerado o arquivo.zip, você poderá notar a diferença entre o tamanho do arquivo original e o arquivo.zip. Caso a pessoa que vai receber o arquivo.zip não tenha o programa Winzip instalado para descompactar, é possível o uso de um outro recurso que é criar um arquivo que se descompacte automaticamente. Para isso basta clicar com o botão direito do mouse sobre o arquivo.zip e escolher a opção Create Self-Extractor (.EXE). 42

43 Envie para a pessoa o arquivo.exe que foi criado pelo Winzip. Ela só precisará dar duplo clique sobre esse arquivo e, na tela seguinte, clicar em Unzip Descompactando Arquivos Como exemplo de descompactação, utilizaremos o arquivo compactado por você anteriormente. Para abrir um arquivo.zip, clique duas vezes sobre o mesmo e o programa Winzip abrirá automaticamente, ou vá no Winzip e clique em: File Open Archive... encontre o arquivo.zip que você quer descompactar, clique nele e no botão Abrir. Após o arquivo estar aberto no Winzip, deverá aparecer a seguinte janela: Para descompactar o(s) arquivo(s) clique no botão Extract. Aparecerá a seguinte caixa de diálogo: Onde: 43

44 Extract to: Extrair para - Define a pasta (diretório) onde você irá descompactar o(s) arquivo(s). Você pode escolher a pasta clicando na coluna de Folders/drives, ou digitando diretamente o caminho no campo Extract to, sabendo que, caso você digite uma pasta que não exista, o Winzip a criará automaticamente. Files: Arquivos - Define qual(is) o(s) arquivo(s) serão descompactados, escolha All files para descompactar todos. Overwrite existing files: Sobre escrever arquivos existentes - No caso de existir o diretório e arquivo(s) com nomes repetidos, o Winzip irá descompactar sobre o arquivo anterior. Skip older files: Omitir arquivos antigos - No caso de existir o diretório e arquivo(s) com nomes repetidos, o Winzip faz uma comparação de data/hora e deixa o arquivo mais atual. Use folder names: Usar nome da(s) pasta(s) - Utilizado quando a pessoa que compactou o arquivo, padronizou uma pasta ou estrutura de pastas. Nesse caso, no campo Extract to deve ser digitado apenas a letra do drive onde será descompactado, exemplo: C:\ New folder... : Nova pasta - Cria uma nova pasta. Extract: Confirma as opções pré definidas e realiza o processo de descompactação Compactar ou Descompactar Utilizando Mais de Um Disquete Quando você precisar armazenar um arquivo zipado, dentro de um disquete, mas o tamanho do arquivo seja maior do que a capacidade do disquete, o próprio Winzip se encarrega de dividir o arquivo e colocar cada parte em um disquete distinto. Sempre que atingir a capacidade de um disquete, ele solicita que você insira outro, e no momento de descompactar, ele também pedirá todos os disquetes que foram utilizados para poder descompactar o arquivo de maneira correta Instalando o Programa Winzip Você precisará ter um CD com o arquivo de instalação do Winzip ou fazer download desse arquivo da internet, podemos lhe indicar alguns endereços onde você encontrará o Winzip: informatica/download Após você ter disponível o arquivo de instalação.exe, dê duplo clique no arquivo.exe, e abrirá a seguinte janela: 44

45 Clique no botão Setup. Na próxima tela onde é solicitado o caminho onde será instalado o programa, clique no botão OK. Aguarde e surgirá uma nova janela onde você deverá clicar no botão Next. Em seguida clique no botão Yes. Nas próximas telas confirme: Start with Winzip Classic e clique no botão Next. Express Setup e clique em Next, e por último clique no botão Finish. O programa de instalação irá criar, na Área de trabalho e no menu Iniciar, o ícone de acesso ao programa Winzip. 45

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2009 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos

Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Capítulo 7 O Gerenciador de Arquivos Neste capítulo nós iremos examinar as características da interface do gerenciador de arquivos Konqueror. Através dele realizaremos as principais operações com arquivos

Leia mais

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares

SENAI São Lourenço do Oeste. Introdução à Informática. Adinan Southier Soares SENAI São Lourenço do Oeste Introdução à Informática Adinan Southier Soares Informações Gerais Objetivos: Introduzir os conceitos básicos da Informática e instruir os alunos com ferramentas computacionais

Leia mais

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2011 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) Sobre o sistema operacional Windows 7, marque verdadeira ou falsa para cada afirmação: a) Por meio do recurso Windows Update é possível manter o sistema

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP

CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA. Microsoft Windows XP CURSO BÁSICO DE INFORMÁTICA Microsoft Windows XP William S. Rodrigues APRESENTAÇÃO WINDOWS XP PROFISSIONAL O Windows XP, desenvolvido pela Microsoft, é o Sistema Operacional mais conhecido e utilizado

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

SIMULADO Windows 7 Parte V

SIMULADO Windows 7 Parte V SIMULADO Windows 7 Parte V 1. O espaço reservado para a Lixeira do Windows pode ser aumentado ou diminuído clicando: a) Duplamente no ícone lixeira e selecionando Editar propriedades b) Duplamente no ícone

Leia mais

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano

Informática Aplicada. Aula 2 Windows Vista. Professora: Cintia Caetano Informática Aplicada Aula 2 Windows Vista Professora: Cintia Caetano AMBIENTE WINDOWS O Microsoft Windows é um sistema operacional que possui aparência e apresentação aperfeiçoadas para que o trabalho

Leia mais

INTRODUÇÃO AO WINDOWS

INTRODUÇÃO AO WINDOWS INTRODUÇÃO AO WINDOWS Paulo José De Fazzio Júnior 1 Noções de Windows INICIANDO O WINDOWS...3 ÍCONES...4 BARRA DE TAREFAS...5 BOTÃO...5 ÁREA DE NOTIFICAÇÃO...5 BOTÃO INICIAR...6 INICIANDO PROGRAMAS...7

Leia mais

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2012 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir

Informática. Informática. Valdir. Prof. Valdir Prof. Valdir Informática Informática Valdir Prof. Valdir Informática Informática PROVA DPF 2009 Julgue os itens subseqüentes, a respeito de Internet e intranet. Questão 36 36 - As intranets, por serem

Leia mais

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA

INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA INTRODUÇÃO À INFORMÁTICA GRUPO DE PESQUISA LEITURA NA TELA Núcleo de Educação a Distância UniEvangélica 2 ÍNDICE 1 Introdução à Informática... 3 1. O Computador... 3 Teclado... 3 Mouse... 5 Monitor...

Leia mais

Iniciação à Informática

Iniciação à Informática Meu computador e Windows Explorer Justificativa Toda informação ou dado trabalhado no computador, quando armazenado em uma unidade de disco, transforma-se em um arquivo. Saber manipular os arquivos através

Leia mais

INTRODUÇÃO. Não é exagero afirmar que é o sistema operacional o programa mais importante do computador, sem ele seu equipamento não funciona.

INTRODUÇÃO. Não é exagero afirmar que é o sistema operacional o programa mais importante do computador, sem ele seu equipamento não funciona. INTRODUÇÃO O Microsoft Windows XP é um sistema operacional de interface gráfica multifunções, isso significa que podemos trabalhar com vários programas de forma simultânea. Por ex: poderíamos escutar um

Leia mais

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05.

INFORMÁTICA 01. 02. 03. 04. 05. INFORMÁTICA 01. Na Internet, os dois protocolos envolvidos no envio e recebimento de e-mail são: a) SMTP e POP b) WWW e HTTP c) SMTP e WWW d) FTP e WWW e) POP e FTP 02. O componente do Windows que é necessário

Leia mais

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP

Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Informática básica: Sistema operacional Microsoft Windows XP...1 Iniciando o Windows XP...2 Desligar o computador...3 Área de trabalho...3

Leia mais

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13

Visão Empresa de Contabilidade. Versão 8.1A-13 Visão Empresa de Contabilidade Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 1 1 1. WINDOWS... 3 1.1 - Como funciona o Windows?... 3 1.2 - Botão Iniciar... 3 1.3 - Comutando entre tarefas abertas... 4 1.4 - O que é uma Janela?...

Leia mais

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7

Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 Professor: Macêdo Firmino Introdução ao Windows 7 O hardware não consegue executar qualquer ação sem receber instrução. Essas instruções são chamadas de software ou programas de computador. O software

Leia mais

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP

Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Informática básica Telecentro/Infocentro Acessa-SP Aula de hoje: Periférico de entrada/saída, memória, vírus, Windows, barra tarefas. Prof: Lucas Aureo Guidastre Memória A memória RAM é um componente essencial

Leia mais

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica

Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Projeto solidário para o ensino de Informática Básica Parte 2 Sistema Operacional MS-Windows XP Créditos de desenvolvimento deste material: Revisão: Prof. MSc. Wagner Siqueira Cavalcante Um Sistema Operacional

Leia mais

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação

Informática Aplicada Revisão para a Avaliação Informática Aplicada Revisão para a Avaliação 1) É necessário criar várias cópias de documentos importantes em locais diferentes. Esses locais podem ser pastas no HD interno ou HD externo, ou então em

Leia mais

Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h)

Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h) Operador de Computador (Mulheres Mil) Informática I (12h) Noções de Informática Conceitos: Informática Ciência que estuda o tratamento racional e automático de informação armazenamento, análise, organização

Leia mais

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário

PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA. Sumário PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL DO IFRS Manual Rápido do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 1 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 1 Procedimentos para Download e Instalação do NVDA... 2 Iniciando

Leia mais

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d

WINDOWS EXPLORER Pro r f. f. R o R be b rt r o t A n A d n r d a r de d WINDOWS EXPLORER Prof. Roberto Andrade Roteiro desta aula 1. OqueéoWindowsExplorer 2. Acionamento do Windows Explorer 3. Entendendo Unidades, Pastas e Arquivos 4. Ambiente gráfico(janela, Barras e Botões)

Leia mais

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013

MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 MANUAL DO NVDA Novembro de 2013 PROJETO DE ACESSIBILIDADE VIRTUAL Núcleo IFRS Manual do NVDA Sumário O que são leitores de Tela?... 3 O NVDA - Non Visual Desktop Access... 3 Procedimentos para Download

Leia mais

Informática. Rodrigo Schaeffer

Informática. Rodrigo Schaeffer Informática Rodrigo Schaeffer PREFEITURA DE PORTO ALEGRE- INFORMÁTICA Conceitos básicos de Word 2007; formatar, salvar e visualizar arquivos e documentos; alinhar, configurar página e abrir arquivos; copiar,

Leia mais

Informática para Banca IADES. Hardware e Software

Informática para Banca IADES. Hardware e Software Informática para Banca IADES Conceitos Básicos e Modos de Utilização de Tecnologias, Ferramentas, Aplicativos e Procedimentos Associados ao Uso de Informática no Ambiente de Escritório. 1 Computador É

Leia mais

Manual de Utilização

Manual de Utilização Se ainda tiver dúvidas entre em contato com a equipe de atendimento: Por telefone: 0800 642 3090 Por e-mail atendimento@oisolucoespraempresas.com.br Introdução... 3 1. O que é o programa Oi Backup Empresarial?...

Leia mais

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento.

sobre Hardware Conceitos básicos b Hardware = é o equipamento. Conceitos básicos b sobre Hardware O primeiro componente de um sistema de computação é o HARDWARE(Ferragem), que corresponde à parte material, aos componentes físicos do sistema; é o computador propriamente

Leia mais

Tarefas principais e comandos básicos

Tarefas principais e comandos básicos Tarefas principais e comandos básicos Sobre o Windows XP. O nome "XP" deriva de experience, experiência em inglês; Foi sucedido pelo Windows Vista 2007; em janeiro de As duas principais edições são Windows

Leia mais

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 2

Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 2 Apostila Básica de Informática Ensino Fundamental Volume 2 1 1. WINDOWS... 3 1.1 - Ajuda do Windows... 3 1.2 - Trabalhando com janelas... 4 1.3 - Adicionando um atalho na área de trabalho... 4 1.4 - Removendo

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ

PREFEITURA MUNICIPAL DE PINHAIS ESTADO DO PARANÁ NOVEMBRO / 2007 APRESENTAÇÃO Este material foi solicitado pela Secretaria Municipal da Administração SEMAD, e elaborado com o intuito de capacitar os servidores desta prefeitura, de todos os cargos e lotações,

Leia mais

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424

Digitalização. Copiadora e Impressora WorkCentre C2424 Digitalização Este capítulo inclui: Digitalização básica na página 4-2 Instalando o driver de digitalização na página 4-4 Ajustando as opções de digitalização na página 4-5 Recuperando imagens na página

Leia mais

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual

UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ. Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM. Manual UNIVERSIDADE TECNOLOGIA FEDERAL DO PARANÁ Owncloud SERVIÇO DE COMPARTILHAMENTO EM NUVEM Manual DIRETORIA DE GESTÃO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO DIRGTI 2015 Sumário 1. Introdução... 3 2. Acessando o serviço...

Leia mais

Aspectos Avançados. Conteúdo

Aspectos Avançados. Conteúdo Aspectos Avançados Conteúdo Vendo o que existe em seu computador Ambiente de Rede Lixeira Organizando arquivos e pastas Usando o Windows de maneira eficaz Trabalhando com documentos 34 Vendo o que existe

Leia mais

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR

EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR EXERCÍCIOS SIMULADO ELABORADO PELO PROFESSOR ANDRÉ ALENCAR Com base no Windows XP, na figura ao lado, julgue os itens que se seguem: 01- É possível afirmar que ao se clicar em O que mais devo saber sobre

Leia mais

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2015 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.1A-13 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8

Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Instruções de instalação e remoção para os drivers de impressora PostScript e PCL do Windows Versão 8 Este arquivo ReadMe contém as instruções para a instalação dos drivers de impressora PostScript e PCL

Leia mais

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft.

O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. WINDOWS O WINDOWS 98 é um sistema operacional gráfico, multitarefa, produzido pela Microsoft. Área de Trabalho Ligada a máquina e concluída a etapa de inicialização, aparecerá uma tela, cujo plano de fundo

Leia mais

1998-2006 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2006 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas poderá ter

Leia mais

Apostila de introdução à informática. Projeto inclusão digital usando software livre

Apostila de introdução à informática. Projeto inclusão digital usando software livre Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática Apostila de introdução à informática Projeto inclusão digital usando software livre Por: David Moreira Abreu Araújo Estudante Bolsista Carlos

Leia mais

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS

UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS UNIDADE III Sistemas Operacionais WINDOWS Objetivo da unidade Objetivo Geral Apontar as noções básicas do Windows Praticar o aprendizado sobre o Sistema Operacional Objetivos Específicos Entender como

Leia mais

Atualizando do Windows XP para o Windows 7

Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizando do Windows XP para o Windows 7 Atualizar o seu PC do Windows XP para o Windows 7 requer uma instalação personalizada, que não preserva seus programas, arquivos ou configurações. Às vezes, ela

Leia mais

13. Dentre os caracteres considerados como curinga, em nome de arquivos, utiliza-se (A) = (B) + (C)? (D) @ (E) ^

13. Dentre os caracteres considerados como curinga, em nome de arquivos, utiliza-se (A) = (B) + (C)? (D) @ (E) ^ 1 PRIMEIRA PARTE: Conceitos de organização de arquivos (pastas/diretórios), utilização do Windows Explorer: copiar, mover arquivos, criar diretórios. Tipos de arquivos. 01. Aplicações de multimídia em

Leia mais

INTERNET -- NAVEGAÇÃO

INTERNET -- NAVEGAÇÃO Página 1 Acessando endereços simultaneamente Parte 2 Um recurso interessante e extremamente útil é o de abrir várias janelas ao mesmo tempo. Em cada janela você poderá acessar um endereço diferente na

Leia mais

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware

Unidade 2. ROM BIOS (Basic Input/Output System) Sistema Operativo. Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Interacção entre as diferentes partes num computador: software e hardware Unidade 2 Utilização do ambiente operativo Windows Aplicações Sistema Operativo ROM BIOS Processador+memória+... Software aplicacional

Leia mais

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática. Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador)

Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática. Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador) Universidade Federal de Viçosa Departamento de Informática,1752'8d 2,1)250É7,&$ Flaviano Aguiar Liziane Santos Soares Jugurta Lisboa Filho (Orientador) PROJETO UNESC@LA Junho de 2000 Conteúdo 1. CONCEITOS

Leia mais

Tecnologia da Informação

Tecnologia da Informação Tecnologia da Informação Componentes Sistema Informação Hardware - Computadores - Periféricos Software - Sistemas Operacionais - Aplicativos - Suítes Peopleware - Analistas - Programadores - Digitadores

Leia mais

Manual do Usuário. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar.

Manual do Usuário. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar. Cadastro e Manutenção de Pacientes Controle de Consultas Acompanhamento Gráfico Montagem de Plano Alimentar Manual do Usuário Página 1 de 45 PowerNet Guia do Usuário Página 2 de 45 PowerNet Tecnologia

Leia mais

Pastas São indicadas pelo ícone correspondente a uma pasta suspensa.

Pastas São indicadas pelo ícone correspondente a uma pasta suspensa. Janela do Windows Explorer Logo abaixo dos componentes que já conhecemos (barra de título, barra de menus e barra de ferramentas), existe uma divisão vertical, é a exibição de todas as pastas. Modos de

Leia mais

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp

Informática - Básico. Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Informática - Básico Paulo Serrano GTTEC/CCUEC-Unicamp Índice Apresentação...06 Quais são as características do Windows?...07 Instalando o Windows...08 Aspectos Básicos...09 O que há na tela do Windows...10

Leia mais

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7

Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Guia de Atualização do Windows XP para Windows 7 Conteúdo Etapa 1: Saiba se o computador está pronto para o Windows 7... 3 Baixar e instalar o Windows 7 Upgrade Advisor... 3 Abra e execute o Windows 7

Leia mais

Conhecendo o Sistema Operacional

Conhecendo o Sistema Operacional Prefeitura de Volta Redonda Secretaria Municipal de Educação NTM Núcleo de Tecnologia Educacional Municipal Projeto de Informática Aplicada à Educação de Volta Redonda - VRlivre Conhecendo o Sistema Operacional

Leia mais

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação

Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação Conceitos Básicos sobre Sistema de Computação INFORMÁTICA -É Ciência que estuda o tratamento automático da informação. COMPUTADOR Equipamento Eletrônico capaz de ordenar, calcular, testar, pesquisar e

Leia mais

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica.

Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte, ofício ou técnica. Técnica - Conjunto de processos que constituem uma arte ou um ofício. Aplicação prática do conhecimento científico. Tecnologia - Conjunto de instrumentos, métodos e processos específicos de qualquer arte,

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP

CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP CAPÍTULO IV Sistema Operacional Microsoft Windows XP Sistemas Operacionais Sistemas Operacionais são programas que como o próprio nome diz tem a função de colocar o computador em operação. O sistema Operacional

Leia mais

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador.

O programa Mysql acompanha o pacote de instalação padrão e será instalado juntamente com a execução do instalador. - INTRODUÇÃO O Programa pode ser instalado em qualquer equipamento que utilize o sistema operacional Windows 95 ou superior, e seu banco de dados foi desenvolvido em MySQL, sendo necessário sua pré-instalação

Leia mais

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro

Arquivos e Pastas. Instrutor Antonio F. de Oliveira. Núcleo de Computação Eletrônica Universidade Federal do Rio de Janeiro Arquivos e Pastas Duas visões do Windows Explorer A Hierarquia do Explorer Aparência das pastas Personalizando o Explorer Manipulação de Arquivos e pastas Uso de atalhos Visões do Windows Explorer Para

Leia mais

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar

ÁREA DE TRABALHO. Área de Trabalho ou Desktop Na Área de trabalho encontramos os seguintes itens: Atalhos Barra de tarefas Botão iniciar WINDOWS XP Wagner de Oliveira ENTRANDO NO SISTEMA Quando um computador em que trabalham vários utilizadores é ligado, é necessário fazer login, mediante a escolha do nome de utilizador e a introdução da

Leia mais

Introdução... 1. Instalação... 2

Introdução... 1. Instalação... 2 ONTE DO Introdução... 1 O que é IPP?... 1 Qual é a função de um software Samsung IPP?... 1 Instalação... 2 Requisitos do sistema... 2 Instalar o software Samsung IPP... 2 Desinstalar o software Samsung

Leia mais

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional

Windows. Introdução. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional. Introdução Sistema Operacional Windows Prof. Leandro Tonietto Cursos de Informática Unisinos Março-2008 O que é Sistema operacional? O que é Windows? Interface gráfica: Comunicação entre usuário e computador de forma mais eficiente

Leia mais

Vamos identificar dois deles:

Vamos identificar dois deles: Vamos identificar dois deles: Computador, que máquina é essa? Vamos usá-la? Vamos conhecer mais de perto o computador. É uma máquina capaz de variados tipos de tratamento automático de informações ou processamento

Leia mais

Apostila retirada do site Apostilando.com

Apostila retirada do site Apostilando.com Introdução... 2 Area de trabalho... 3 Ícones... 3 Barra de tarefas... 3 O Botão Iniciar... 4 Todos os programas... 5 Logon e Logoff... 6 Desligando o Windows XP... 6 Acessórios do Windows... 7 Janelas...

Leia mais

Dicas para usar melhor o Word 2007

Dicas para usar melhor o Word 2007 Dicas para usar melhor o Word 2007 Quem está acostumado (ou não) a trabalhar com o Word, não costuma ter todo o tempo do mundo disponível para descobrir as funcionalidades de versões recentemente lançadas.

Leia mais

Usando o Outlook MP Geral

Usando o Outlook MP Geral Usando o Outlook MP Geral Este guia descreve o uso do Outlook MP. Este guia é baseado no uso do Outlook MP em um PC executando o Windows 7. O Outlook MP pode ser usado em qualquer tipo de computador e

Leia mais

CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA

CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS. Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA CONCEITOS BÁSICOS DE MS-WINDOWS Disciplina: INFORMÁTICA 1º Semestre Prof. AFONSO MADEIRA SISTEMA OPERACIONAL DA EMPRESA MICROSOFT Interface gráfica WIMP GUI Windows, Icons, Menus, Pointer, Graphical User

Leia mais

Informática Básica para o PIBID

Informática Básica para o PIBID Universidade Federal Rural do Semi Árido Programa Institucional de Iniciação à Docência Informática Básica para o PIBID Prof. Dr. Sílvio Fernandes Roteiro O Tamanho e Resolução de imagens O Compactação

Leia mais

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951

Seu manual do usuário XEROX 6279 http://pt.yourpdfguides.com/dref/5579951 Você pode ler as recomendações contidas no guia do usuário, no guia de técnico ou no guia de instalação para XEROX 6279. Você vai encontrar as respostas a todas suas perguntas sobre a XEROX 6279 no manual

Leia mais

Apostila de Windows XP

Apostila de Windows XP Table of Contents Introdução...1 Area de trabalho...5 Ícones...7 Barra de tarefas...8 O Botão Iniciar...10 Todos os programas...14 Logon e Logoff...16 Desligando o Windows XP...18 Acessórios do Windows...20

Leia mais

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web

Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO - UFMA NÚCLEO DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO - NTI GERÊNCIA DE REDES - GEREDES Webmail UFMA Tutorial de Operações Básicas do Usuário Cliente Web São Luís 2014 1. INICIANDO...

Leia mais

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais.

O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. MICROSOFT WINDOWS O Windows também é um programa de computador, mas ele faz parte de um grupo de programas especiais: os Sistemas Operacionais. Apresentaremos a seguir o Windows 7 (uma das versões do Windows)

Leia mais

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981

8/9/2010 WINDOWS. Breve Histórico. Profa. Leda G. F. Bueno. Seu desenvolvimento iniciou-se em 1981 Conceitos Básicos e Gerenciamento de Arquivos WINDOWS EXPLORER Profa. Leda G. F. Bueno WINDOWS Sistema operacional criado pela Microsoft Corporation Característica Principal características o uso de janelas

Leia mais

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr

Tecnologia da Informação. Prof Odilon Zappe Jr Tecnologia da Informação Prof Odilon Zappe Jr Conceitos básicos de informática O que é informática? Informática pode ser considerada como significando informação automática, ou seja, a utilização de métodos

Leia mais

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S.

Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário. 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Como acessar o novo webmail da Educação? Manual do Usuário 15/9/2009 Gerencia de Suporte, Redes e Novas Tecnologias Claudia M.S. Tomaz IT.002 02 2/14 Como acessar o Webmail da Secretaria de Educação? Para

Leia mais

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP

MANUAL DE FTP. Instalando, Configurando e Utilizando FTP MANUAL DE FTP Instalando, Configurando e Utilizando FTP Este manual destina-se auxiliar os clientes e fornecedores da Log&Print na instalação, configuração e utilização de FTP O que é FTP? E o que é um

Leia mais

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD)

Curso Introdução à Educação Digital - Carga Horária: 40 horas (30 presenciais + 10 EaD) ******* O que são computadores? São máquinas que executam tarefas ou cálculos de acordo com um conjunto de instruções (os chamados programas). Possui uma linguagem especifica chamada Linguagem de programação

Leia mais

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas

GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas GerNFe 1.0 Manual do usuário Página 1/13 GerNFe 1.0 Sistema de Gerenciador de Notas Fiscais Eletrônicas O programa GerNFe 1.0 tem como objetivo armazenar em local seguro e de maneira prática para pesquisa,

Leia mais

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos

MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware. Professor: Renato B. dos Santos MOTAGEM E MANUTENÇÃO Hardware Professor: Renato B. dos Santos 1 O computador é composto, basicamente, por duas partes:» Hardware» Parte física do computador» Elementos concretos» Ex.: memória, teclado,

Leia mais

Prova dos Correios - Comentada

Prova dos Correios - Comentada Unidade Zona Sul - (84) 3234-9923 Unidade Zona Norte (84) 3214-4595 www.premiumconcursos.com 1 Texto para as questões de 1 a 3 A figura abaixo ilustra uma janela do Microsoft Office Excel 2007 com uma

Leia mais

PROCESSAMENTO DE DADOS

PROCESSAMENTO DE DADOS PROCESSAMENTO DE DADOS Aula 1 - Hardware Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari 2 3 HARDWARE Todos os dispositivos físicos que constituem

Leia mais

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CRONOGRAMA INFORMÁTICA. AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS

COMPUTADORES PC. Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br CRONOGRAMA INFORMÁTICA. AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS CRONOGRAMA AULAS 1 e 2 COMPUTADORES PC AULA 3 MS WINDOWS INFORMÁTICA Prof.: MARCIO HOLLWEG mhollweg@terra.com.br AULA 4 EDITORES DE TEXTO AULA 5 PLANILHAS DE CÁLCULO AULA 6 INTERNET O COMPUTADOR, INDEPENDENTE

Leia mais

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO

1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO 1 ÍNDICE 1 REQUISITOS BÁSICOS PARA INSTALAR O SMS PC REMOTO... 3 1.1 REQUISITOS BASICOS DE SOFTWARE... 3 1.2 REQUISITOS BASICOS DE HARDWARE... 3 2 EXECUTANDO O INSTALADOR... 3 2.1 PASSO 01... 3 2.2 PASSO

Leia mais

Principais Característic

Principais Característic Principais Característic Características as Software para agendamento e controle de consultas e cadastros de pacientes. Oferece ainda, geração de etiquetas, modelos de correspondência e de cartões. Quando

Leia mais

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0

Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Cliente Microsoft Outlook do Avaya Modular Messaging Versão 5.0 Importante: as instruções contidas neste guia só serão aplicáveis se seu armazenamento de mensagens for Avaya Message Storage Server (MSS)

Leia mais

Aula Au 3 la 3 Windows-Internet

Aula Au 3 la 3 Windows-Internet Aula 33 Aula O QUE É INFORMÁTICA? O meio mais comum da utilização da informática são os computadores que tratam informações de maneira automática. Informática Informação Automática TIPOS DE SOFTWARES Parte

Leia mais

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves

Conceitos Básicos de Informática. Antônio Maurício Medeiros Alves Conceitos Básicos de Informática Antônio Maurício Medeiros Alves Objetivo do Material Esse material tem como objetivo apresentar alguns conceitos básicos de informática, para que os alunos possam se familiarizar

Leia mais

Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04

Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04 Lição 4 - Primeiros passos no Linux Ubuntu 11.04 Olá Aluno Os objetivos específicos desta lição são: - reconhecer o Ubuntu como mais uma alternativa de sistema operacional; - conhecer os elementos da área

Leia mais

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados.

1998-2013 Domínio Sistemas Ltda. Todos os direitos reservados. Versão 8.0A-01 Saiba que este documento não poderá ser reproduzido, seja por meio eletrônico ou mecânico, sem a permissão expressa por escrito da Domínio Sistemas Ltda. Nesse caso, somente a Domínio Sistemas

Leia mais

Aula 02 Software e Operações Básicas. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/

Aula 02 Software e Operações Básicas. Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Aula 02 Software e Operações Básicas Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br http://www.profbrunogomes.com.br/ Revisando Como um computador funciona: Entrada (Dados) Processamento (Análise dos Dados)

Leia mais

WINDOWS-XP PROF. FELIPE DENIS M. DE OLIVEIRA. E-mail: felipe@fcamaracascudo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com Página: www.novastecnologias.

WINDOWS-XP PROF. FELIPE DENIS M. DE OLIVEIRA. E-mail: felipe@fcamaracascudo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com Página: www.novastecnologias. WINDOWS-XP PROF. FELIPE DENIS M. DE OLIVEIRA E-mail: felipe@fcamaracascudo.com.br MSN: fdenis_natal@hotmail.com Página: www.novastecnologias.net 1 MS-Windows XP Sistema Operacional da Microsoft Com Interface

Leia mais

Windows 7. Sistema Operacional

Windows 7. Sistema Operacional Windows 7 Sistema Operacional FCC - 2012 - TRE-SP - Técnico Judiciário O sistema operacional de um computador consiste em um a) conjunto de procedimentos programados, armazenados na CMOS, que é ativado

Leia mais

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari amanda@fcav.unesp.br

Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari amanda@fcav.unesp.br Profa. Dra. Amanda Liz Pacífico Manfrim Perticarrari amanda@fcav.unesp.br São representações dos números de uma forma consistente. Apresenta uma grande quantidade de números úteis, dando a cada número

Leia mais

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR

Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR Microsoft Office Outlook Web Access ABYARAIMOVEIS.COM.BR 1 Índice: 01- Acesso ao WEBMAIL 02- Enviar uma mensagem 03- Anexar um arquivo em uma mensagem 04- Ler/Abrir uma mensagem 05- Responder uma mensagem

Leia mais