PEQUENO GLOSSÁRIO SOBRE A SHOÁ

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PEQUENO GLOSSÁRIO SOBRE A SHOÁ"

Transcrição

1 PEQUENO GLOSSÁRIO SOBRE A SHOÁ AKTION (ALEMÃO): Operação envolvendo uma assembléia em massa, deportação e os assassinatos dos judeus pelos nazis durante o Holocausto. ALIADOS: As nações lutam contra a Alemanha nazi, Itália e Japão durante a Segunda Guerra Mundial. Eram principalmente os Estados Unidos, Reino Unido e a União Soviética. ALIANÇA LUSO-BRITÂNICA: Aliança entre Portugal e a Inglaterra que vem já de 1386 quando D. João I se casou com D. Filipa de Lencastre ANSCHLUSS (ALEMÃO): Anexação da Áustria pela Alemanha em 13 de Março de ANTI-SEMITISMO: Sentimentos e ações racistas em relação aos judeus. AUSCHWITZ: Campo de concentração e de extermínio em Silésia, superior na Polônia a 37 milhas a este de Cracóvia. Estabelecido em 1940 com campo de concentração, tornou-se um campo de extermínio perto de Consistia em três secções; Auschwitz 1º, o campo principal; Auschwitz 3º (Momowitz), o campo de trabalhos, também conhecido por Buna. Auschwitz teve numerosos sub-campos. BELZEC: Um dos seis campos de extermínio na Polônia. Originalmente estabelecido em 1940 como um campo para o trabalho forçado dos judeus, os alemães começaram a construção de um campo de extermínio em Belzec em 1 de Novembro de Quando cessaram as operações em Janeiro de 1943 haviam mais de 600 mil de pessoas mortas. CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO: Imediatamente a seguir à sua ascensão ao poder em 30 de Janeiro de 1933, os nazis estabeleceram campos de concentração para prender todos os inimigos do regime como, por exemplo, comunistas, socialistas, monárquicos, etc. No começo de 1938 os judeus eram alvos de internamento apenas se opusessem ao regime nazi. Só a partir do início da guerra é que passaram a ser internados devido à sua raça. Os primeiros três campos de concentração estabilizados foram Dachau (Perto de Munique), Buchenwald (perto de Weimar) e Sachsenhausen (perto de Berlim). CAMPOS DE EXTERMÍNIO: Campos nazis que matavam em massa os judeus e outros (ciganos, russos, prisioneiros de guerra, prisioneiros doentes). Eram conhecidos como campos de morte Auschwitz-Birkenau, Belzec, Chelmno,

2 Majdanek, Sobibor e Trebelinka. Todos estavam localizados na Polônia ocupada. CARTA DAS NAÇÕES UNIDAS: Documento que funda a O.N.U. e onde estão escritos os seus objetivos: evitar a guerra, defender os Direitos do Homem, fazer respeitar os Tratados internacionais e promover o desenvolvimento. CHAMBERLAIN, NEVILLE ( ): Primeiro ministro inglês de Ele concluiu o acordo de Munique em 1938 com Adolf Hitler. Enganou-se ao acreditar que traria a "Paz no nosso tempo". CHELMNO: O campo de extermínio estabelecido depois de 1941 em Warthegau a oeste da Polônia, 47 milhas a este de Lodz, foi o 1º campo onde execuções massa foram feitas por meio de gás. No total 320 mil pessoas foram exterminadas em Chelmno. CHURCHILL, WINSTON ( ): Primeiro ministro britânico, Sucedeu a Chamberlain em 10 de Maio de 1940, na altura em que Hitler conquistou a Europa ocidental. Churchill foi um dos muitos poucos ocidentais que reconheceu a ameaça que Hitler era para a Europa. Opôs-se fortemente à política pacifista de Chamberlain. CIGANOS: Nômades, que se acredita terem origem no Noroeste da Índia. Dali terão emigrado para a Pérsia no século XIV. Os primeiros ciganos apareceram na Europa do Este no séc. XV. No séc. XVI, tiveram que fugir da Europa, onde eram perseguidos como Judeus. Os Ciganos foram também vitimas de genocídio pelos nazis. Acreditava-se que foram perseguidos durante o Holocausto. CONFERÊNCIA DE EVIAN (6 DE JULHO DE 1938): Conferência convocada pelo presidente americano Franklin D. Roosevelt em Julho de 1938 para discutir o problema dos refugiados judeus. 32 países encontraram-se em Evian-les- Bains, França. Não obteve grandes resultados porque a maior parte dos países ocidentais foram relutantes em aceitar judeus refugiados. CONFERÊNCIA DE MUNIQUE: Setembro de Estiveram presentes Chamberlain pela Inglaterra, Deladier pela França, Mussolini pela Itália e Hitler pela Alemanha. Depois da anexação da Áustria e de outras violações ao Tratado de Versalhes e para evitar a guerra a todo o custo, a Inglaterra e a França aceitam que o país dos Sudetos passe a pertencer à Alemanha em troca da promessa de Hitler que não irá invadir mais nenhum território. Em Março de 1939 Hitler invade o resto da Checoslováquia e a 1 de Setembro de 1939 irá invadir a Polônia e iniciar a 2ª Guerra Mundial.

3 CONFERENCIA DE WANNSEE (20 DE JANEIRO DE 1942): Conferência perto de Berlim onde se discutiu e a coordenou a Solução Final para os judeus. Nele participaram muitos dos responsáveis nazis, incluindo Reinhard Heydrich e Adolf Eichmann. DISTINTIVOS JUDEUS: Era o sinal distintivo que os Judeus eram obrigados a usar na Alemanha e nos países ocupados pelos nazis na sua roupa em local bem visível: a estrela amarela de David (6 pontas). EICHMANN ( ): Tenente-Coronel das SS pertencente também à "Ponte Judaica" da Gestapo. Eichmann participou na Conferência de Wannsee (20 de Janeiro de 1942). Ele contribuiu para a implementação da "solução final" uma organização para transporte de judeus para os campos de morte, nascidos na Europa. Foi preso no fim da 2º guerra Mundial na zona alemã controlada pelos americanos, mas escapou pelos esgotos e desapareceu. Em 11 de 1960, membros do serviço secreto de Israel descobriram o seu paradeiro e raptaramno, transferindo-o ilegalmente da Argentina para Israel. Eichmann foi julgado em Jerusalém (entre Abril e Dezembro de 1961) e foi condenado à morte. Foi executado em 31 de Maio de EINSATZGRUPPEN (ALEMÃO): Batalhões móveis de SS armados que se deslocavam às várias localidades prender judeus que depois transportavam para locais isolados. Aí eram abertas valas e os judeus eram fuzilados e enterrados. Em algumas aldeias e vilas as pessoas eram mesmo mortas nas suas casas. EIXO: As potências originais do eixo incluíam a Alemanha nazi, Itália e o Japão que assinaram o pacto em Berlim em 27 de Setembro de Foram seguidos pela Bulgária, Croácia, Hungria e Eslováquia. ESTADO NOVO: Regime de ditadura de Salazar que começou com a aprovação da Constituição de Estavam proibidos os partidos, os sindicatos, foi imposta a Censura e criada uma polícia para perseguir aqueles que discordavam de Salazar- a PVDE GENOCÍDIO: Assassínio premeditado de uma raça, grupo religioso ou cultural. Na Alemanha nazi é associado à solução final. GESTAPO: (Geheime Staatspolizei - Polícia Secreta do Estado) Polícia política alemã, distingiu-se tal como as SS na perseguição, deportação e execução dos opositores aos nazis e genocídio dos judeus. GHETTOS: Bairros de judeus de algumas cidades que foram completamente isolados do exterior através de muros. Os judeus não podiam sair daqui e eram abandonados à fome e à doença. Aquele que ficou mais famoso foi o Gueto de

4 Varsóvia que chegou a revoltar-se contra os nazis quando se soube que havia um plano de extermínio dos judeus do gueto. GHETTO DE VARSÓVIA: Estabilizado em Novembro de 1940, o gueto, separava através de uma parede a zona onde os judeus eram obrigados a viver completamente separados do resto da população da cidade em condições de grande fome e miséria. Perdeu perto de Judeus. Quase Judeus morreram em 1941, devido ao trabalho forçado, não haver sanitários, fome e doenças. De 19 de Abril até 16 de Maio de 1943, os alemães comandados pelo general Jurgem Stroop, tentaram arrasar o gueto e deportar os sobreviventes para Treblinka depois da revolta do gueto chefiada por Mordecai Anielewicz. GÖERING: Braço direito de Hitler, foi o chefe da Luftwaffe (Força Aérea Alemã), criou a Gestapo e foi um dos principais responsáveis pelo genocídio dos judeus. Condenado à forca pelo Tribunal de Nuremberg por Crimes Contra a Humanidade viria a suicidar-se com uma cápsula de cianeto horas antes da execução HANS, FRANK ( ): Governador geral da Polônia ocupada de 1939 a 1945, membro do partido Nazi desde o início e advogado pessoal de Hitler, afirmou "a Polônia irá ser tratado como uma colônia. Os Polacos irão tornar-se escravos do império da grande Alemanha". Em 1942, mais de 85% dos Judeus na Polônia foram transportados para os campos de extermínio. Frank foi julgado em Nuremberg e condenado e executado em HEYDRICH: Foi incumbido por Himmler de organizar e executar a "solução final". Criou o Plano de extermínio, organizou os guetos, supervisionou os Einsatzgrouppen e dirigiu a ação de genocídio nos campos de concentração. Foi assassinado em 4 de Junho de 1942 pela Resistência Checoslovaca. Himmler substitui-o na direção da execução da "solução final" IIIº REICH: Inicialmente era a designação para uma Alemanha em expansão que incluía todas as pessoas que falavam Alemão. A partir do início da IIª Guerra Mundial inclui a conquista do Leste Europeu da França e de alguns países do Norte da Europa. HESS, RUDOLF ( ): Deputado e associado de Hitler desde os primeiros tempos dos movimentos nazis e um dos nazis mais próximos do Fuhrer. Em 10 de Maio de 1941, foi sozinho para Inglaterra onde ele foi preso. A sua prisão numa se esclareceu uma vez que foi ele próprio que viajou de avião para a Inglaterra, na altura em guerra com a Alemanha. Provavelmente queria persuadir os Ingleses a fazerem as pazes com Hitler logo depois de ele ter invadido a União Soviética. Hitler declarou-o maluco. Depois da guerra, Hess foi mandado para o Tribunal de Nuremberg. Foi condenado a prisão perpétua. Foi o

5 único prisioneiro na prisão de Spandau até se ter aparentemente ter suicidado em HIMMLER: Um dos maiores responsáveis nazis pelo Holocausto.Tornou-se chefe dos "Camisas Negras" em 1929 que mais tarde darão origem às SS. Também chefiou a Gestapo e administrou os campos de concentração durante a 2ª Guerra Mundial. Suicidou-se após ter sido capturado no final da 2ª Guerra Mundial HITLER, ADOLF: Líder e Chanceler do império (IIIº Reich). Nascido na Áustria, foi para a Alemanha em No início da 1º Guerra Mundial, Hitler alistou-se no exercito bávaro, e recebeu a cruz de ferro, 1º condecoração por bravura. Regressado a Munique depois da guerra, aderiu ao Partido dos Trabalhadores Alemães, que em breve se reorganizou, debaixo da sua liderança como Partido dos Trabalhadores Alemães Socialistas (NSDAP). Em Novembro de 1923, tentou sem sucesso um golpe de Estado sem sucesso conhecido como o "Putch de Munique" e que levaria à sua prisão durante 9 meses onde escreverá o programa do futuro Partido Nazi e que publicou com o título de "A Minha Luta" ("Mein Kampf") HOLOCAUSTO: genocídio de mais de 6 milhões de Judeus pelos nazis e os seus seguidores na Europa entre Outros indivíduos e grupos eram perseguidos e sofriam gravemente durante este período, mas somente os judeus foram marcados para a total da aniquilação. O termo "Holocausto", significa, sacrifício pelas chamas, o que dá um significado religioso à morte dos judeus. A palavra Shoá, que significa "o desastre", é o moderno hebraico equivalente. JUDENRAT (plural JUDENRATE) (ALEMÃO): Na origem da palavra significava Conselho dos Judeus representados em comunidades. Na Alemanha nazi passou a designar o conjunto de guetos onde eram aplicadas as instruções dos nazis. JUDENREIN (ALEMÃO): "Limpeza dos judeus e também zonas onde os Judeus terão sido assassinados um a um ou deportados. KAPO (ALEMÃO): Prisioneiro de vigilância dum grupo de pessoas que vivem em campos de concentração nazis. KRISTALLNACHT (ALEMÃO): Noite dos Cristais Quebrados. As perseguições feitas pelos Nazis em 9 e 10 de Novembro de Em toda a Alemanha e Áustria, sinagogas e outros locais judeus foram queimadas, zonas históricas eram destruídas e o conteúdo das casas despejado na rua. Aproximadamente judeus foram levados para campos de concentração. A razão

6 apresentada para esta ação foi o assassinato de Ernst Vom Rath em Paris atribuído à comunidade judaica da cidade. LEIS DE NUREMBERGA: Duas leis anti-judaicas foram decretadas em Setembro de A primeira chamou-se "Lei da Cidadania" tirou aos judeus alemães a cidadania alemã. A Segunda, chamava-se "Lei da Proteção da Honra e Sangue Alemão" e proibia os casamentos dos Judeus com não Judeus, proibia o emprego de Judeus na Alemanha e proibia os Judeus de exibirem a bandeira Alemã entre outras medidas. Muitas outras medidas foram tomadas com o mesmo objetivo de afastar os Judeus de todas as classes sociais da política, da vida social vida econômica alemã. As leis de Nuremberg estabeleceram cuidadosamente definições sobre quem era ou não judeu através das linhas de sangue. Deste modo muitos Alemães "misturados" eram considerados "Mischlinge", sofrendo também da discriminação do anti-semitismo se tinham os avós Judeus. LIDICE: Exploração mineira numa vila checa. Foi aí que Reinhard Heydrich foi assassinado. Então, os nazis "liquidaram" a vila em O alvo deles eram os homens. Deportavam as mulheres e as crianças para os campos de concentração, arrasaram a vila e as redondezas, e retiraram o nome da terra dos mapas. Depois da 2º Guerra Mundial, a nova vila é uma povoação perto do sitio do velho Lidice, que agora é o Parque Nacional e Memorial. LODZ: Cidade a Este da Polônia (chamada Litzmannstadt pelos nazis) onde o primeiro e maior gueto é criado em Abril de Em Setembro de 1941, a população do gueto era de judeus numa área de 1,6 2 milhas (estatística de 5,8 pessoas por quarto). Em Outubro de 1941 da Alemanha, da Áustria, e do protetorado da Boêmia e Moravia eram enviados judeus para o gueto de Lodz. Muitos destes deportados foram levados entre Junho de 1942 e Julho de 1944 para Chelmno, campo de extermínio. Entre Agosto e Setembro de 1944 o gueto é liquidado e cerca de Judeus sobreviventes foram levados para Auschwitz. MAUTHAUSEM: O campo para homens, abre em Agosto de 1938 perto de Linz no norte da Áustria "Mauthausem" foi classificado pelos SS (Serviços Secretos) como um campo de extrema severidade. As condições eram brutais. Aproximadamente cerca de prisioneiros das varias nacionalidades foram postos a trabalhar ou foram torturados até à morte no campo de concentração antes da libertação pelas tropas americanas chegadas em MAJ DANEK: Campo de assassínio em massa no oeste da Polônia. Foi o primeiro campo laboratório. Foi transformado num centro de gaseamento para os judeus. Mag Danek foi libertado por Exército Vermelho da União Soviética em

7 Julho de Aí cerca de homens, mulheres e crianças perderam as suas vidas. MEIN KAMPF (Alemão): Escrito depois do fracasso do "Putsch" de 1923 por Hitler enquanto esteve preso. Neste livro Hitler apresenta as suas idéias, a sua fé e planos para o futuro germânico, as suas idéias sobre política estrangeira e sobre as raças. Aí já afirma que os Alemães, pertencentes a uma raça superior (Ariana), têm o direito em viver numa área do este (Lebens Raum) que é habitado por Eslavos inferiores. Acusava os Judeus de serem a fonte de todos os males juntamente com os comunistas. MENGELE, JOSEF ( ?): Oficial das SS e psicólogo austríaco. Tornouse famoso pelas suas experiências pseudo-médicas, especialmente em gêmeos judeus e em ciganos. Selecionava os recém-chegados ao Campo de Concentração, separando aqueles que eram considerados aptos para o trabalho dos que não estavam, por serem muito fracos, muito velhos, crianças ou mulheres grávidas. Sendo enviados diretamente para as câmaras de gás, ou sujeitos às suas experiências que consistiam em amputação de membros ou órgãos, injeções de vírus e outros produtos, etc. As roupas destes judeus e ciganos, eram apanhadas para revenda na Alemanha. Depois da guerra ele esteve algum tempo no hospital internacional britânico, mas desapareceu através de um caminho debaixo de terra e fugiu para a Argentina e mais tarde para o Paraguai onde se tornou cidadão em Foi preso pela Interpol de Israel ajudada por agentes e Simon Wiesenthal. Em1986 o corpo foi fundado em Embu, Brasil. MUSSOLINI: Ditador italiano no poder desde 1922 e chefe do Partido Nacional Fascista que fundou em Foi na Itália que nasceu o fascismo. Criou os "Camisas Negras", milícias armadas que batiam nos trabalhadores, sindicalistas e comunistas. Impôs o culto do chefe (Duce), o Partido Único, proibiu os sindicatos e substitui-os por corporações, criou uma polícia política para perseguir os opositores e invadiu a Etiópia em 1935 e foi aliado de Hitler durante a 2ª Guerra Mundial. Viria a ser assassinado no final da guerra em ONU: Organização das Nações Unidas. Depois da 2ª Guerra Mundial voltou a sentir-se a necessidade de uma organização que substituísse a SDN que havia fracassado. Depois de fundada numa Conferência em S. Francisco a ONU e assinada a Carta das Nações estabeleceu a sua sede em Nova York. Os seus objetivos são: evitar a guerra, defender os Direitos do Homem, fazer respeitar os Tratados internacionais e promover o desenvolvimento. PAÍSES JUSTOS DE ENTRE AS NAÇÕES: Palavra aplicada aqueles que auxiliaram os judeus durante o Holocausto.

8 PARTISANS: Grupos irregulares de guerrilheiros que secretamente lutavam contra os nazis durante a guerra, muitas vezes atrás de linha do inimigo. Durante a Segunda Guerra Mundial esta palavra foi usada para designar R resistência nas regiões ocupadas pelos nazis. PROTOCOLOS DE ELDERS SIÃO: O principal documento de propaganda antisemita, atribuindo aos judeus uma conspiração para dominarem os países em que viviam. Ganhou grande popularidade depois da 1º Guerra Mundial e foi traduzido para muitas línguas, encorajando o anti-semitismo, em França, Alemanha, Grã Bretanha e Estados Unidos. PVDE: Polícia de Vigilância e Defesa do Estado. Nome da polícia criada por Salazar para perseguir e prender aqueles que eram contra a sua política. Depois da 2ª Guerra Mundial e do triunfo das democracias muda de nome para PIDE (Polícia Internacional de Defesa do Estado) e, em 1968 quando Marcelo Caetano sucedeu a Salazar passou a chamar-se DGS (Direção Geral de Segurança). RAÇA ARIANA: "Ariana" era originalmente o apelido dado às pessoas que falavam qualquer língua indo-européia. Os nazis, contudo aplicaram o termo às pessoas do norte da Europa que consideravam superiores. O objetivo era evitar o que eles consideravam os "bastardos da raça alemã" e preservar a pureza do sangue europeu. SA (Abreviatura de STURMABTEILUNG) (ALEMÃO): Tropas de Tempestade em alemão ou Secções de Assalto, era uma força militarizada do partido inicial Nazi e que vestia uma farda castanha. Dedicavam-se a atacar os comunistas, sindicalistas, judeus, etc. SALAZAR: Ditador português no poder entre 1932 e 1968, altura em que sofreu uma queda que o deixou incapaz. Professor universitário em Coimbra, foi convidado para Ministro das Finanças em 1928, mas regressou a Coimbra por não lhe ter sido dado o poder que desejava. Em 1932é convidado para 1º Ministro. Em 1933 aprova a Constituição e começa o Estado Novo. SDN: Sociedade das Nações. Organização criada sob proposta do presidente Wilson dos EUA. Surgiu em 1919 com sede em Genebra e era constituída inicialmente por 13 países vencedores da guerra (os EUA não aderiram) 13 Estados neutrais. Os seus objetivos eram evitar novas guerras, fazer respeitar os Tratados internacionais e promover a cooperação entre os países. SELECÇÃO: Palavra usada para designar o processo de escolha de vitimas para as câmaras de gás, nos campos nazis. Processo para separar os que vão ser mortos daqueles que são considerados aptos para o trabalho (ver Mengele). Os judeus eram inspecionados e separados em duas filas quando chegavam

9 aos campos de concentração. Os da fila da esquerda eram mortos e os da fila da direita iam trabalhar como escravos até já não poderem mais. SINAGOGAS: Templos dos judeus SIONISMO: Sião que é o sinônimo de Jerusalém, terra de Israel (terra prometida aos Judeus por Moisés). Sionismo é o movimento judaico iniciado no séc. XIX e que pretendia criar um país para os judeus que, desde o séc. I haviam ficado sem pátria SOBIBOR: Campo de extermínio no oeste da Polônia. Sobibor, aberto em Maio de 1942 e fechado um dia antes da rebelião dos prisioneiros Judeus em 14 de Outubro de Pelo menos de Judeus foram aí mortos. SOCIEDADE DAS NAÇÕES: Também conhecida como SDN. Organização criada depois da 1ª Guerra Mundial com o objetivo de evitar uma nova guerra mundial e a violência nas relações entre países. Com sede em Genebra era composta no início por 32 países vencedores da guerra e 13 Estados Neutrais. Outros países viriam a aderir e outros a sair como a Alemanha, a Itália e o Japão. Os Estados Unidos nunca fizeram parte. Vai fracassar completamente com o início da 2ª Guerra Mundial em SOLUÇÃO FINAL: Nome secreto para o plano de destruição dos Judeus da Europa a "Solução final para a questão Judaica". No início de Dezembro de 1941, os judeus foram capturados e enviados para os campos de extermínio no Este. O programa foi ilusoriamente apresentado aos judeus e à população alemã como "A nova colonização no Este", fazendo crer que aqueles que iam para os campos de concentração iam apenas emigrar. SS: Abreviatura usualmente escrita contra dois brilhantes símbolos de Schutzstaffel (Defesa Protetora Unida). Originalmente organizada para guarda pessoal de Hitler (Secções de Segurança), as SS foram transformadas numa organização gigante, por Heinrich Himmler. Apesar das SS lutarem no campo de batalha foram também a organização que, por serem um serviço informações foram os maiores responsáveis pela execução do plano de levar a Europa Judia à destruição. TEREZIN, THERESIENSTADT (Alemão): Em funcionamento antes de 1942, ao lado de Praga, como um modelo de gueto, como uma vila judia, governada e defendida pelo SS. Certos grupos foram imediatamente excluídos: inválidos, companheiros de casamento de raças diferentes e suas crianças e judeus. Grandes barracas serviam de dormitórios para os habitantes, haviam também oficinas, enfermarias e casas comunais. Os nazis usavam Terezin para enganar a população. Toleravam a vida cultural (teatro, musica, conferencias e arte). Isto destinava-se a ser mostrado aos

10 oficiais da Cruz Vermelha Internacional para dar a ilusão de que todos os judeus eram tratados assim e não havia campos com escravatura e assassínio em massa. Terezin contudo era só uma passagem para o campo de extermínio. Cerca de foram deportados para morrerem nos campos no Leste da Europa. Em Abril de 1945 só Judeus estavam Terezim. Em 8 de Maio de 1945, Terezim foi libertado por Exército Vermelho da União Soviética TRATADO DE VERSALHES: Tratado de Paz assinado entre os países vencedores da 1ª Guerra Mundial e a Alemanha. Foi considerado pelos alemães um "Diktat" ou seja muito injusto. Retirou as colônias à Alemanha e retirou-lhe território na Europa. Impediu-a de ter um exército normal e obrigou-a a pagar pesadas indenizações aos países vencedores. Hitler chegou ao poder prometendo "rasgar" o Tratado de Versalhes e vingar os alemães. TREBLINKA: Campo de extermínio no nordeste da Polônia. Estabilizado em Maio de 1942 ao longo de um caminho de ferro pessoas foram lá assassinadas. Em 1943 os nazis destruíram todo o campo e trataram de esconder os traços desse crime. TRIBUNAL DE NUREMBERGA: Muito antes do final da guerra os aliados começaram a recolher provas de crimes cometidos pelos dirigentes nazis. Depois da guerra foi escolhida a cidade de Nuremberg para julgar estes casos por ter sido aí que durante o período nazi que se faziam os Congressos do Partido Nazi e por ter sido aí que se criaram as Leis de Nuremberg. Pela primeira vez foi criada a categoria jurídica de "Crimes contra a Humanidade" para designar o crimes de genocídio contra os judeus e ciganos. O Tribunal começou a funcionar a 20 de Novembro de 1945 e julgou 22 réus. WIESENTHAL, SIMON (1908-): Famoso sobrevivente judeu ao Holocausto sobrevivente que dedicou o resto da sua a vida à investigação e recolha de provas contra os criminosos nazis. Destacou-se também na localização e perseguição de muitos dos criminosos nazis que fugiram depois da derrota da Alemanha na II Guerra Mundial. WILHELM, FRICK ( ): Nazi e burocrata dedicado. Foi designado ministro do interior em 1933 sendo responsável pela lei Nazi racial. Em 1946 foi capturado na Noruega, condenado e executado. Produzido por: Denis Strum Coordenador Eitan São Paulo 2007

Escola Estadual José Serafim Ribeiro. Millena de Souza Martins

Escola Estadual José Serafim Ribeiro. Millena de Souza Martins Escola Estadual José Serafim Ribeiro Millena de Souza Martins Campos de concentração e seus efeitos na Segunda Guerra Mundial Jaraguari-Ms Junho/2015 Escola Estadual José Serafim Ribeiro Millena de Souza

Leia mais

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA

TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA TEMA 3 UMA EXPERIÊNCIA DOLOROSA: O NAZISMO ALEMÃO A ascensão dos nazistas ao poder na Alemanha colocou em ação a política de expansão territorial do país e o preparou para a Segunda Guerra Mundial. O saldo

Leia mais

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo

Génese e implantação do fascismo. e do nazismo Génese e implantação do fascismo FASCISMO: - Regime político que vigorou em Itália de 1922 a 1945 e que influenciou fortemente outros países. - Símbolo: o fascio romano. e do nazismo NAZISMO: - Regime

Leia mais

História B Aula 21. Os Agitados Anos da

História B Aula 21. Os Agitados Anos da História B Aula 21 Os Agitados Anos da Década de 1930 Salazarismo Português Monarquia portuguesa foi derrubada em 1910 por grupos liberais e republicanos. 1ª Guerra - participação modesta ao lado da ING

Leia mais

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético.

TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS. Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. TEMA 6 O AVANÇO DOS ALIADOS Os combates decisivos entre as tropas do Eixo e as forças aliadas foram travados em território soviético. A operação Barbarossa A operação Barbarossa era a invasão da União

Leia mais

A CRISE DE 1929. Linha de montagem Ford T

A CRISE DE 1929. Linha de montagem Ford T O MUNDO ENTRE GUERRAS: A CRISE DO LIBERALISMO RECAPTULANDO -Com o fim da Primeira Guerra Mundial a Alemanha derrotada no conflito, sofreu sérias punições no Tratado de Versalhes que acabou retalhando o

Leia mais

NAZISMO Violência e propaganda foram as armas de Adolf Hitler. Broche do Partido Nazista

NAZISMO Violência e propaganda foram as armas de Adolf Hitler. Broche do Partido Nazista NAZISMO Violência e propaganda foram as armas de Adolf Hitler Broche do Partido Nazista Após a derrota na Primeira Guerra Mundial (1914-1918), a Alemanha foi forçada a assinar o Tratado de Versalhes, em

Leia mais

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA

Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA Regimes Autoritários/ Totalitários EUROPA NO ENTREGUERRAS PROF. SARA O que mais diferencia o totalitarismo de outras formas de ditadura é que o Estado totalitário invade a privacidade das pessoas, controlando-as

Leia mais

Sumário. ABREVIATURAS 13 INTRODUÇÃO - CLÁUDIA NINHOS 17 Notas 26 A ALEMANHA NACIONAL-SOCIALISTA

Sumário. ABREVIATURAS 13 INTRODUÇÃO - CLÁUDIA NINHOS 17 Notas 26 A ALEMANHA NACIONAL-SOCIALISTA Sumário ABREVIATURAS 13 INTRODUÇÃO - CLÁUDIA NINHOS 17 Notas 26 PARTE I PORTUGAL E A ALEMANHA NAS VÉSPERAS DA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL 27 A ALEMANHA NACIONAL-SOCIALISTA - CLÁUDIA NINHOS 29 A ascensão de

Leia mais

O período entreguerras: os nacionalismos totalitários

O período entreguerras: os nacionalismos totalitários A U A UL LA Acesse: http://fuvestibular.com.br/ O período entreguerras: os nacionalismos totalitários As ambições imperialistas da Alemanha, da Itália e do Japão resultaram na Segunda Guerra Mundial (1939-1945).

Leia mais

Nazismo. Oficina Cinema-História. Núcleo de Produção e Pesquisas da Relação Imagem-História www.oficinacinemahistoria.org

Nazismo. Oficina Cinema-História. Núcleo de Produção e Pesquisas da Relação Imagem-História www.oficinacinemahistoria.org Nazismo por Alexandre Coelho Pinheiro Graduado em História pela Universidade Estadual de Santa Cruz UESC No final de 1918 os alemães vivenciavam o trágico fim da I Guerra Mundial. A Alemanha havia se rendido

Leia mais

JUDEUS EM PORTUGAL DURANTE A II GUERRA MUNDIAL

JUDEUS EM PORTUGAL DURANTE A II GUERRA MUNDIAL A/453225 Irene Flunser Pimentel JUDEUS EM PORTUGAL DURANTE A II GUERRA MUNDIAL EM FUGA DE HITLER E DO HOLOCAUSTO Com a colaboração de Christa Heinrich a e/fera do/ livro/ ÍNDICE Introdução 17 Capítulo

Leia mais

CRONOLOGIA DO III REICH. Profa. Dra. Izabela Maria Furtado Kestler

CRONOLOGIA DO III REICH. Profa. Dra. Izabela Maria Furtado Kestler 1 CRONOLOGIA DO III REICH Profa. Dra. Izabela Maria Furtado Kestler 1933 30.1: Hitler é indicado para assumir o cargo de Chanceler (Primeiro-Ministro) pelo presidente General von Hindenburg 1.2: O Parlamento

Leia mais

Guerra por domínio territorial e econômico.

Guerra por domínio territorial e econômico. Guerra da Crimeia Quando: De 1853 até 1856 Guerra por domínio territorial e econômico. Cerca de 595 mil mortos Por que começou: A Rússia invocou o direito de proteger os lugares santos dos cristãos em

Leia mais

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista

A era dos impérios. A expansão colonial capitalista A era dos impérios A expansão colonial capitalista O século XIX se destacou pela criação de uma economia global única, caracterizado pelo predomínio do mundo industrializado sobre uma vasta região do planeta.

Leia mais

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX

TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX TEMA I A EUROPA E O MUNDO NO LIMIAR DO SÉC. XX A supremacia Europeia sobre o Mundo A Europa assumia-se como 1ª potência Mundial DOMÍNIO POLÍTICO Inglaterra, França, Alemanha, Portugal e outras potências

Leia mais

DA SEDUÇÃO À BARBÁRIE HITLER ALEMANHA NAZISTA HOLOCAUSTO

DA SEDUÇÃO À BARBÁRIE HITLER ALEMANHA NAZISTA HOLOCAUSTO DA SEDUÇÃO À BARBÁRIE HITLER ALEMANHA NAZISTA HOLOCAUSTO O CONVENCIMENTO O TERCEIRO REICH NASCEU EM UM DOS PAÍSES MAIS EVOLUÍDOS DO MUNDO (ALEMANHA) E, A POPULAÇÃO ALEMÃ AJUDOU O PARTIDO DE ADOLF HITLER

Leia mais

Revoluções Liberais do Século XIX

Revoluções Liberais do Século XIX Revoluções Liberais do Século XIX Revoluções Liberais do Século XIX Após a queda de Napoleão, os países absolutistas buscaram retomar o Antigo Regime com o Congresso de Viena. As diretrizes básicas do

Leia mais

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815)

NAPOLEÃO BONAPARTE. Pode-se dividir seu governo em três partes: Consulado (1799-1804) Império (1804-1815) Governo dos Cem Dias (1815) NAPOLEÃO BONAPARTE 1 Profª Adriana Moraes Destaca-se política e militarmente no Período Jacobino. DIRETÓRIO Conquistas militares e diplomáticas na Europa defesa do novo governo contra golpes. Golpe 18

Leia mais

Esquema de aulas. Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, ensino fundamental e médio. Disciplina de História. Profa. Me.

Esquema de aulas. Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, ensino fundamental e médio. Disciplina de História. Profa. Me. Esquema de aulas Colégio Social Madre Clélia Educação Infantil, ensino fundamental e médio Disciplina de História Profa. Me. Andrea Dal Pra Conteúdos: Crise dos Anos 20 (E.U.A) Regimes Totalitários Europa

Leia mais

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano

Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano Professor Sebastião Abiceu Colégio Marista São José Montes Claros MG 6º ano A Bíblia, na parte denominada Antigo Testamento (Torá), é o principal documento da história dos hebreus. Foi escrita ao longo

Leia mais

Como ensinamos o Holocausto? Essas linhas mestras foram traduzidas pelo Ministério da Educação português

Como ensinamos o Holocausto? Essas linhas mestras foram traduzidas pelo Ministério da Educação português Como ensinamos o Holocausto? Essas linhas mestras foram traduzidas pelo Ministério da Educação português O Holocausto O Holocausto foi o extermínio de, aproximadamente, seis milhões de judeus pelos nazis

Leia mais

Convenção Internacional sobre a Supressão e Punição do Crime de Apartheid

Convenção Internacional sobre a Supressão e Punição do Crime de Apartheid Convenção Internacional sobre a Supressão e Punição do Crime de Apartheid INTRODUÇÃO A Convenção Apartheid foi aprovado pela Assembléia Geral da ONU em 1973, mas com um grande número de abstenções por

Leia mais

PROVA BIMESTRAL História

PROVA BIMESTRAL História 9 o ano 2 o bimestre PROVA BIMESTRAL História Escola: Nome: Turma: n o : Sobre a Revolução Russa de 1917, leia o texto a seguir e responda às questões 1 e 2. A reivindicação básica dos pobres da cidade

Leia mais

O TRIBUNAL DE NUREMBERG E POLÊMICA DAS SANÇÕES ADOTADAS.

O TRIBUNAL DE NUREMBERG E POLÊMICA DAS SANÇÕES ADOTADAS. O TRIBUNAL DE NUREMBERG E POLÊMICA DAS SANÇÕES ADOTADAS. Ana Flávia Trevizan 1 Sérgio Tibiriçá Amaral 2 1 INTRODUÇÃO RESUMO: Aborda-se a temática dos direitos humanos nas sanções aplicadas pelo Tribunal

Leia mais

Disputa pela hegemonia mundial entre Estados Unidos e URSS após a II Guerra Mundial. É uma intensa guerra econômica, diplomática e tecnológica pela conquista de zonas de influência. Ela divide o mundo

Leia mais

23 de Agosto de 1939: O Tratado de Não Agressão Mútua entre a União Soviética e a Alemanha Mário Sousa, 26/8/1999

23 de Agosto de 1939: O Tratado de Não Agressão Mútua entre a União Soviética e a Alemanha Mário Sousa, 26/8/1999 Para a História do Socialismo www.hist-socialismo.net Texto retirado de http://www.mariosousa.se/tratadodenaoagressao.html em 28.12.2007 Revisão de AN, Jun. 2008 23 de Agosto de 1939: O Tratado de Não

Leia mais

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX. Caderno 9» Capítulo 1. www.sejaetico.com.

CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS Próximo HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX. Caderno 9» Capítulo 1. www.sejaetico.com. CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS HISTÓRIA GUERRAS E CRISES: MARCAS DO SÉCULO XX Caderno 9» Capítulo 1 www.sejaetico.com.br CIÊNCIAS HUMANAS E SUAS TECNOLOGIAS A Primeira Guerra Mundial (1914-1918) Caderno

Leia mais

Formação do Estado de Israel

Formação do Estado de Israel Arão e Sara recebem de Deus Canaã para viverem e a promessa que sua família se transformaria em uma nação numerosa. Livro do Bereshit (Gênesis) - Torá1 17/04/2013 1 BANDEIRA DE ISRAEL 17/04/2013 2 Primeira

Leia mais

102º Fórum do Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Palas Athena. Janusz Korczak. Uma vida que se renova nos direitos de cada criança

102º Fórum do Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Palas Athena. Janusz Korczak. Uma vida que se renova nos direitos de cada criança 102º Fórum do Comitê da Cultura de Paz parceria UNESCO Palas Athena Janusz Korczak Uma vida que se renova nos direitos de cada criança Henryk Goldszmit nasceu em Varsóvia, em 1877 De família judaica liberal,

Leia mais

I GUERRA MUNDIAL 1914-1918. Os antecedentes e o conflito

I GUERRA MUNDIAL 1914-1918. Os antecedentes e o conflito I GUERRA MUNDIAL 1914-1918 Os antecedentes e o conflito Somente aqueles que nunca deram um tiro, nem ouviram os gritos e os gemidos dos feridos, é que clamam por sangue, vingança e mais desolação. A guerra

Leia mais

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC

REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA MCC REVOLUÇÃO FRANCESA. MOVIMENTO BURGUÊS França antes da revolução TEVE APOIO DO POVO Monarquia absolutista Economia capitalista.(costumes feudais) sociedade estamental. 1º Estado-

Leia mais

CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0)

CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA. 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) CP/ECEME/2007 1ª AVALIAÇÃO FORMATIVA FICHA AUXILIAR DE CORREÇÃO HISTÓRIA 1ª QUESTÃO (Valor 6,0) O mundo que se esfacelou no fim da década de 1980 foi o mundo formado pelo impacto da Revolução Russa de

Leia mais

História B aula 19 O Fascismo na Itália e a Crise de 1929.

História B aula 19 O Fascismo na Itália e a Crise de 1929. História B aula 19 O Fascismo na Itália e a Crise de 1929. PERÍODO ENTRE-GUERRAS 1a Guerra: 1914-18 2a Guerra: 1939-45 -Itália apesar de ter participado da 1ª Guerra do lado vencedor, saiu dela bastante

Leia mais

Israel usa prisões políticas para reprimir palestinos

Israel usa prisões políticas para reprimir palestinos Em março de 2002, a situação na Cisjordânia havia se complicado. Em resposta a Segunda Intifada, as forças armadas israelenses aumentaram ainda mais a repressão dentro dos territórios palestinos, colocando

Leia mais

Fundador da Comunidade Judaica do Porto

Fundador da Comunidade Judaica do Porto Fundador da Comunidade Judaica do Porto Arthur Carlos de Barros Bastos nasceu a 18 de Dezembro de 1887 em Amarante e faleceu no Porto a 8 de Março de 1961. Foi um militar de carreira, mas também um escritor

Leia mais

JURISPRUDÊNCIA DOS CRIMES NAZISTAS CONTRA PRINCÍPIOS DOS DIREITOS HUMANOS

JURISPRUDÊNCIA DOS CRIMES NAZISTAS CONTRA PRINCÍPIOS DOS DIREITOS HUMANOS JURISPRUDÊNCIA DOS CRIMES NAZISTAS CONTRA PRINCÍPIOS DOS DIREITOS HUMANOS Mariana da SILVA 1 RESUMO: A ideologia nazista praticada entre 1933 e 1945 pelo Partido Nazista da Alemanha foi tão cruel e desumana,

Leia mais

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História

Vestibular UFRGS 2015. Resolução da Prova de História Vestibular UFRGS 2015 Resolução da Prova de História COMENTÁRIO GERAL: Foi uma prova com conteúdos de História do Brasil e História Geral bem distribuídos e que incluiu também questões de História da América

Leia mais

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido.

Até então o confronto direto entre os aliados não havia acontecido. Confronto entre os aliados, vencedores da 2ª Guerra: Inglaterra, França, EUA e União Soviética. Acordo pós-guerra definiria a área de influência da URSS, onde estavam suas tropas (leste europeu). Conferência

Leia mais

Ser Europa. Contactos. Visita-nos! Sabe mais: 20º aniversário da Queda do Muro de Berlim e o seu impacto na integração europeia

Ser Europa. Contactos. Visita-nos! Sabe mais: 20º aniversário da Queda do Muro de Berlim e o seu impacto na integração europeia Centro Europe Direct de Lamego Sabe mais: Ser Europa 20º aniversário da Queda do Muro de Berlim e o seu impacto na integração europeia > As Razões para a construção do Muro > A construção do Muro Contactos

Leia mais

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S

U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S U N I V E R S I D A D E F E D E R A L D E M I N A S G E R A I S HISTÓRIA 2 a 1 - Este Caderno de Prova contém cinco questões, que ocupam um total de nove páginas, numeradas de 3 a 11.. Caso haja algum

Leia mais

Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação);

Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação); 1. Fatores que contribuíram para a eclosão do conflito: 1.1 - Concorrência econômica ( choque de imperialismos): Inglaterra-1ºpais industrializado X Alemanha (aceleradamente desenvolvida após a unificação);

Leia mais

HOJE EM DIA O ABORTO JÁ É LEGAL? COMO É A LEI DO ABORTO?

HOJE EM DIA O ABORTO JÁ É LEGAL? COMO É A LEI DO ABORTO? HOJE EM DIA O ABORTO JÁ É LEGAL? COMO É A LEI DO ABORTO? Em 1984 legalizou-se o aborto em Portugal, mas os prazos dessa lei já foram alargados. Desde 1997 tornou-se legal abortar por razões de saúde da

Leia mais

E.E. Dr. João Thienne Geografia

E.E. Dr. João Thienne Geografia E.E. Dr. João Thienne Geografia INTRODUÇÃO O presente trabalho é sobre conflitos no Cáucaso, mais concretamente o caso da Chechênia. São objetivos deste trabalho adquirir conhecimentos sobre o assunto,

Leia mais

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial

Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial Exercícios de Guerra Civil Espanhola e 2ª Guerra Mundial 1. (Ufes) A Guerra Civil Espanhola (1936-1939), em que perderam a vida mais de 1 milhão de pessoas, terminou com a derrota dos Republicanos e com

Leia mais

ISRAEL E A QUESTÃO PALESTINA

ISRAEL E A QUESTÃO PALESTINA ISRAEL E A QUESTÃO PALESTINA Origem do Judaísmo Os relatos bíblicos são a principal fonte de informações para entender as origens dos judeus. Segundo a Bíblia, Abraão recebeu de Deus a missão de levar

Leia mais

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br

EUROPA NO SÉCULO XIX. http://historiaonline.com.br EUROPA NO SÉCULO XIX A INGLATERRA NO SÉCULO XIX: Era Vitoriana (1837-1901): Hegemonia marítima inglesa. Fortalecimento do poder político da burguesia. Expansão da economia industrial 2ª Revolução Industrial.

Leia mais

Introdução. Parabéns meu pai, esta é a sua história!

Introdução. Parabéns meu pai, esta é a sua história! Introdução Desde o final de minha infância eu comecei a conviver com as histórias deste livro. No Natal eu ganhava roupas, livros e alguns brinquedos,como miniaturas de "caubóis e índios", sempre. Um belo

Leia mais

CRIMES DE GUERRA. Os crimes de guerra devem ser atualmente tratados em tratados à luz da Justiça Penal internacional.

CRIMES DE GUERRA. Os crimes de guerra devem ser atualmente tratados em tratados à luz da Justiça Penal internacional. CRIMES DE GUERRA ROGÉRIO TADEU ROMANO Procurador Regional da República aposentado A guerra é todo conflito armado entre dois ou mais Estados durante um certo período de tempo e sob a direção dos seus respectivos

Leia mais

Palavras-chave: Alemanha nazista., perseguição aos judeus, família Ovitz.

Palavras-chave: Alemanha nazista., perseguição aos judeus, família Ovitz. A EXPANSÃO DO TERCEIRO REICH E A SITUAÇÃO DOS IRMÃOS OVITZ Fernanda Charis Cassiano (acadêmica do curso de História da Universidade Estadual de londrina) Marco Antônio neves Soares (co-autor) Palavras-chave:

Leia mais

Relatório Internacional Sobre Liberdade Religiosa PORTUGAL -- 2008

Relatório Internacional Sobre Liberdade Religiosa PORTUGAL -- 2008 Relatório Internacional Sobre Liberdade Religiosa PORTUGAL -- 2008 De acordo com a divulgação efectuada pela Divisão da Democracia, Direitos Humanos e Trabalho do Departamento de Estado dos E.U.A. 19 de

Leia mais

Nanette Blitz Konig. www.arqshoah.com.br

Nanette Blitz Konig. www.arqshoah.com.br Nanette Blitz Konig Nanette Konig (foto retirada do site www.annefrankdiaryreference.org). Meu nome é Nanette Blitz Konig. Nasci em Amsterdã, Holanda, em abril de 1929. Meu pai chamava-se Martijn Willem

Leia mais

Israel e o mundo Árabe

Israel e o mundo Árabe Israel e o mundo Árabe Leonardo Herms Maia¹ Regina Cohen Barros² Para uma compreensão espacial e econômica deste assunto, irei abordar temas principais que nos mostram como Israel se tornou uma grande

Leia mais

Construção do Espaço Africano

Construção do Espaço Africano Construção do Espaço Africano Aula 2 Colonização Para melhor entender o espaço africano hoje, é necessário olhar para o passado afim de saber de que forma aconteceu a ocupação africana. E responder: O

Leia mais

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento

Unidade III. Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. Cidadania e Movimento CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade III Cidadania e Movimento Aula 16.1 Conteúdo Aspectos políticos. A criação dos Estados nas regiões; os conflitos árabe-israelenses. 2

Leia mais

2 Por que a Alemanha nazista rompeu com o Pacto Germano Soviético no ano de 1941? Explique.

2 Por que a Alemanha nazista rompeu com o Pacto Germano Soviético no ano de 1941? Explique. 2 Lista exercícios 2ª Guerra Mundial 1 Os Estados Unidos entraram fundamentalmente na Segunda Guerra Mundial no ano de 1941. Quais foram os principais fatores que causaram a entrada dos Estados Unidos

Leia mais

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX

Descolonização e Lutas de Independência no Século XX Descolonização e Lutas de Independência no Século XX A Independência da Índia (1947) - Antecedentes: Partido do Congresso (hindu) Liga Muçulmana Longa luta contra a Metrópole inglesa - Desobediência pacífica

Leia mais

CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS

CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS CONFLITO EM GAZA: ENTENDA A GUERRA ENTRE ISRAEL E OS PALESTINOS Um assunto que volta e meia ocupa as manchetes de jornais do mundo inteiro há décadas é a questão sobre o conflito entre israelenses e palestinos

Leia mais

Sumário. David Justino e Sílvia de Almeida

Sumário. David Justino e Sílvia de Almeida Sumário 3. Para uma -pologia da formação das nações e dos nacionalismos 3.3. A unificação da Alemanha e as origens do nacionalismo alemão 3.4 A unificação italiana e o Rissorgimento 3.5 Crise dos impérios

Leia mais

O povo da Bíblia HEBREUS

O povo da Bíblia HEBREUS O povo da Bíblia HEBREUS A FORMAÇÃO HEBRAICA Os hebreus eram pastores nômades que se organizavam em tribos lideradas por chefes de família denominado patriarca. Principais patriarcas: Abraão, Jacó e Isaac.

Leia mais

Colonização da América do Norte Formação dos Estados Unidos

Colonização da América do Norte Formação dos Estados Unidos Colonização da América do Norte Formação dos Estados Unidos A ocupação da América do Norte foi marcada por intensos conflitos entre ingleses e indígenas da região. Duas companhias de comércio foram autorizadas

Leia mais

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2

1º ano. A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10: Item 2 1º ano O absolutismo e o Estado Moderno Capítulo 12: Todos os itens A reconquista ibérica e as grandes navegações Capítulo 10: Item 2 A revolução comercial Capítulo 12: Item 3 O Novo Mundo Capítulo 10:

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: 04/06/2011 Nota: Professora: Élida Valor da Prova: 40 pontos Assinatura do responsável: Orientações

Leia mais

AS INVASÕES FRANCESAS

AS INVASÕES FRANCESAS AS INVASÕES FRANCESAS 2ª invasão 1612 Maranhão Fundação da França Equinocial e a Cidade de São Luís Comandante Daniel de La Touche Obs: esse período Portugal passava para domínio espanhol 1ª invasão Rio

Leia mais

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- 1. Observe a charge ao lado. a) A que período da história essa charge se refere:

Valores eternos. MATÉRIA PROFESSOR(A) ---- ---- 1. Observe a charge ao lado. a) A que período da história essa charge se refere: Valores eternos. TD Recuperação ALUNO(A) MATÉRIA História PROFESSOR(A) Magela ANO SEMESTRE DATA 9º 1º Julho/2013 TOTAL DE ESCORES ESCORES OBTIDOS ---- ---- 1. Observe a charge ao lado. a) A que período

Leia mais

ESDRAS E NEEMIAS Lição 73. 1. Objetivos: Ensinar que podemos aprender ser líderes bem sucedidos ajudando aos outros

ESDRAS E NEEMIAS Lição 73. 1. Objetivos: Ensinar que podemos aprender ser líderes bem sucedidos ajudando aos outros ESDRAS E NEEMIAS Lição 73 1 1. Objetivos: Ensinar que podemos aprender ser líderes bem sucedidos ajudando aos outros 2. Lição Bíblica: Esdras 7 a 10; Neemias 1 a 4.6 (Base bíblica para a história e leitura

Leia mais

Analista diz que bases instaladas no território brasileiro tiveram importância fundamental na 2ª Guerra Mundial

Analista diz que bases instaladas no território brasileiro tiveram importância fundamental na 2ª Guerra Mundial 2ª GUERRA MUNDIAL Novos estudos feitos por um historiador norte americano, revelam que os Estados Unidos teriam cogitado que as forças militares brasileiras, então em combate na Italia, ocupassem a Austria

Leia mais

66 Perguntas e Respostas Sobre o Holocausto

66 Perguntas e Respostas Sobre o Holocausto 66 Perguntas e Respostas Sobre o Holocausto 1. Que provas existem de que os nazis mataram seis milhões de judeus? Nenhuma. Tudo o que temos é o testemunho pós-guerra, na sua maioria de sobreviventes individuais.

Leia mais

Conflito do Tibete. Resenha Segurança

Conflito do Tibete. Resenha Segurança Conflito do Tibete Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 1 de abril de 2008 Conflito do Tibete Resenha Segurança Ana Caroline Medeiros Maia 1 de abril de 2008 O Tibete voltou a ser palco de conflitos

Leia mais

Guerra Fria e o Mundo Bipolar

Guerra Fria e o Mundo Bipolar Guerra Fria e o Mundo Bipolar A formação do Mundo Bipolar Os Aliados vencem a 2.ª Guerra (1939-1945). Apesar de na guerra lutarem lado a lado, os EUA e a URSS vão afastar-se a partir de 1945. Guerra Fria

Leia mais

Revolução Inglesa Movimento revolucionário inglês que derrubou as práticas do Antigo Regime

Revolução Inglesa Movimento revolucionário inglês que derrubou as práticas do Antigo Regime Revolução Inglesa Movimento revolucionário inglês que derrubou as práticas do Antigo Regime Prof: Otto BARRETO Os ingleses foram os primeiros a aprender a dominar o Leviatã, e a fazer dele seu servo em

Leia mais

EUROPA CONFLITOS ÉTNICOS RELIGIOSOS

EUROPA CONFLITOS ÉTNICOS RELIGIOSOS EUROPA CONFLITOS ÉTNICOS RELIGIOSOS A Questão do País Basco Espaço: A etnia separatista basca habita o noroeste da Espanha e sudoeste da França. Os Fatores do Conflito A singularidade do povo basco que

Leia mais

PROJETO: A PROPAGANDA NAZISTA E A POPULAÇÃO ALEMÃ

PROJETO: A PROPAGANDA NAZISTA E A POPULAÇÃO ALEMÃ Universidade Federal do Ceará Centro de Humanidades Departamento de História Disciplina: Oficina de Ensino de História Geral II Prof. Mário Martins Viana Júnior Alunos: Aline Garcia Chaves Noronha Jonh

Leia mais

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão.

CRISE DO ESCRAVISMO. O Brasil foi o último país da América Latina a abolir a escravidão. CRISE DO ESCRAVISMO A Dinamarca foi o primeiro país Europeu a abolir o tráfico de escravos em 1792. A Grã-Bretanha veio a seguir, abolindo em 1807 e os Estados Unidos em 1808. O Brasil foi o último país

Leia mais

Descolonização Afroasiática

Descolonização Afroasiática Aula 50 Descolonização Afroasiática 1 Fatores Setor 1602 2 Casos Nacionais 3 China ealvespr@gmail.com Objetivo da aula Analisar o quadro geral da descolonização afroasiática após a Segunda Guerra Mundial.

Leia mais

Curso. Dirigente de Célula. Sessão 8 Formação de Líderes e Discipulado - I

Curso. Dirigente de Célula. Sessão 8 Formação de Líderes e Discipulado - I Curso Dirigente de Célula Sessão 8 Formação de Líderes e Discipulado - I Qual líder você escolheria? Candidato número 1: Se associou com políticos bêbados e velhacos e consulta astrólogos. Já teve duas

Leia mais

Professor Thiago Espindula - Geografia. África

Professor Thiago Espindula - Geografia. África África A seguir, representação cartográfica que demonstra a localização da África, em relação ao mundo. (Fonte: www.altona.com.br) Europeus partilham a África A Conferência de Berlim, entre 1884 e 1885,

Leia mais

GUERRA FRIA 1945 1991

GUERRA FRIA 1945 1991 GUERRA FRIA 1945 1991 Guerra Fria 1945-1991 Conceito: Conflitos políticos, ideológicos e militares (indiretos), que aconteceram no pós guerra entre as duas potências mundiais EUA e URSS entre 1945-1991.

Leia mais

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA

COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA COLÉGIO XIX DE MARÇO excelência em educação 2ª PROVA PARCIAL DE HISTÓRIA Aluno(a): Nº Ano: 9º Turma: Data: 11/08/2012 Nota: Professor(a): Élida Valor da Prova: 40 pontos Orientações gerais: 1) Número de

Leia mais

História Geral. 3ª Edição - 2007

História Geral. 3ª Edição - 2007 História Geral 3ª Edição - 2007 Os Hebreus Localizado a leste da Mesopotâmia, constituía de um vasto planalto desértico rodeado de montanhas, entre a Mesopotâmia e a Índia. O Império Persa constituiu um

Leia mais

1. Portugal no século XIV tempo de crise

1. Portugal no século XIV tempo de crise 1. Portugal no século XIV tempo de crise A situação que se viveu em Portugal no século XIV foi de uma situação de crise, e foram vários os fatores que contribuíram para isso: Crise agrária os Invernos

Leia mais

O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt

O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt Fernando Silveira Melo Plentz Miranda 1 Resumo Este estudo tem por objetivo examinar o conceito

Leia mais

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO.

1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra o regime absolutista. 2º - Abriu espaço para o avanço do CAPITALISMO. APRESENTAÇÃO Aula 08 3B REVOLUÇÃO FRANCESA Prof. Alexandre Cardoso REVOLUÇÃO FRANCESA Marco inicial da Idade Contemporânea ( de 1789 até os dias atuais) 1º - Foi um movimento liderado pela BURGUESIA contra

Leia mais

O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt

O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt O Sentido da Maldade na Obra Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal de Hannah Arendt Fernando Silveira Melo Plentz Miranda 1 Resumo Este estudo tem por objetivo examinar o conceito

Leia mais

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos

Aula 10.1. Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos Aula 10.1 Avaliação da Unidade II Pontuação: 7,5 pontos 1ª QUESTÃO (1,0) Em seu discurso de despedida do Senado, em dezembro de 1994, o presidente Fernando Henrique Cardoso anunciou o fim da Era Vargas,

Leia mais

Leis de Nuremberg. Introdução

Leis de Nuremberg. Introdução Leis de Nuremberg Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Leis de Nuremberg - (do alemão Nürnberger Gesetze), são três textos adotados pelo Reichstag sob iniciativa de Adolf Hitler, na sequência de uma

Leia mais

Refugiados Judeus no Porto durante a II Guerra Mundial

Refugiados Judeus no Porto durante a II Guerra Mundial Refugiados Judeus no Porto durante a II Guerra Mundial Figura 1 Os judeus refugiados na cidade do Porto organizam os trabalhos de cozedura do «pão ázimo» que deverá ser comido durante a Páscoa (Fonte:

Leia mais

A formação do Estado de Israel

A formação do Estado de Israel A formação do Estado de Israel 1946: 500 mil judeus na Palestina querem a independência de Israel do domínio britânico Aumento da tensão entre israelenses e ingleses: centenas de ataques de judeus a britânicos

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de celebração do Dia Internacional da Recordação do Holocausto

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de celebração do Dia Internacional da Recordação do Holocausto , Luiz Inácio Lula da Silva, durante cerimônia de celebração do Dia Internacional da Recordação do Holocausto Recife - PE, 27 de janeiro de 2010 Meu caro amigo e governador do estado de Pernambuco, Eduardo

Leia mais

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem

A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem QUESTÃO IRLANDESA A Irlanda do Norte, ou Ulster, e a República da Irlanda, ou Eire, situam-se na Ilha da Irlanda. Na Irlanda do Norte, que integra o Reino Unido, vivem cerca de 1,8 milhão de habitantes,

Leia mais

Versão 1. Todas as respostas devem ser registadas na folha de respostas. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Versão 1. Todas as respostas devem ser registadas na folha de respostas. Utiliza apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Teste Intermédio de História Versão 1 Teste Intermédio História Versão 1 Duração do Teste: 90 minutos 07.05.2012 9.º Ano de Escolaridade Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de janeiro Identifica, claramente,

Leia mais

João Paulo I O NORDESTE COLONIAL. Professor Felipe Klovan

João Paulo I O NORDESTE COLONIAL. Professor Felipe Klovan João Paulo I O NORDESTE COLONIAL Professor Felipe Klovan A ECONOMIA AÇUCAREIRA Prof. Felipe Klovan Portugal já possuía experiência no plantio da cana-de-açúcar nas Ilhas Atlânticas. Portugal possuía banqueiros

Leia mais

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS

Associação Catarinense das Fundações Educacionais ACAFE PARECER DOS RECURSOS 11) China, Japão e Índia são três dos principais países asiáticos. Sobre sua História, cultura e relações com o Ocidente, analise as afirmações a seguir. l A China passou por um forte processo de modernização

Leia mais

O JULGAMENTO DE NUREMBERG.

O JULGAMENTO DE NUREMBERG. O JULGAMENTO DE NUREMBERG. Tribunal Militar Internacional vs. Hermann Göring et all. 20 de novembro de 1945 01 de outubro de 1946. Sala do Tribunal de Nuremberg em 1946. (AP Photo / STF) Tema do comitê:

Leia mais

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos

INTEIRATIVIDADE FINAL CONTEÚDO E HABILIDADES DINÂMICA LOCAL INTERATIVA. Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Conteúdo: Independência dos Estados Unidos Habilidades: Compreender o processo de independência Norte Americana dentro do contexto das ideias iluministas. Yankee Doodle 1 Causas Altos impostos cobrados

Leia mais

Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa.

Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa. Aula 17 Primeira Guerra Mundial E Revolução Russa. Esta aula abordará a Primeira Guerra Mundial, suas causas e conseqüências, entre as conseqüências; destaque para a Revolução Russa e a criação do primeiro

Leia mais

3 Breve história da criminalidade nas favelas

3 Breve história da criminalidade nas favelas 3 Breve história da criminalidade nas favelas A origem das favelas no Rio de Janeiro é consensualmente datada no final do século XIX. A primeira favela foi a ocupação do Morro da Providência no centro

Leia mais

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO

VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO VESTIBULAR 2011 1ª Fase HISTÓRIA GRADE DE CORREÇÃO A prova de História é composta por três questões e vale 10 pontos no total, assim distribuídos: Questão 1 3 pontos (sendo 1 ponto para o subitem A, 1,5

Leia mais

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria

Oriente Médio. Geografia Monitor: Renata Carvalho e Eduardo Nogueira 21, 24 e 25/10/2014. Material de Apoio para Monitoria Oriente Médio 1.(VEST - RIO) A Guerra do Líbano, o conflito Irã/ Iraque, a questão Palestina, a Guerra do Golfo, são alguns dos conflitos que marcam ou marcaram o Oriente Médio. Das alternativas abaixo,

Leia mais

A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão

A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão A Vida do Rei Asa - Bisneto de Salomão 1 Reis 15:9-15 No ano vinte do reinado de Jeroboão em Israel, Asa se tornou rei de Judá 10 e governou quarenta e um anos em Jerusalém. A sua avó foi Maacá, filha

Leia mais