TempoLivre. Percursos. Da Régua ao Tua a todo o vapor. Entrevista Ricardo Ribeiro, fadista. N.º 206 Julho/Agosto 2009 Mensal 2,00

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "TempoLivre. Percursos. Da Régua ao Tua a todo o vapor. Entrevista Ricardo Ribeiro, fadista. www.inatel.pt. N.º 206 Julho/Agosto 2009 Mensal 2,00"

Transcrição

1 N.º 206 Julho/Agosto 2009 Mensal 2,00 TempoLivre Percursos Da Régua ao Tua a todo o vapor Entrevista Ricardo Ribeiro, fadista

2

3 Sumário Na capa Fotografia: Humberto Lopes 18 Da Régua ao Tua a todo o vapor A CP reedita o comboio histórico do Douro, experiência ensaiada pela primeira vez em Uma velha locomotiva de 1923, arrastando atrás de si cinco carruagens, faz o percurso da Linha do Douro, entre o Pinhão e o Tua. A viagem tem prazo de validade - até Outubro -, e faz parte do programa de viagens da Fundação INATEL para o Verão. 5 EDITORIAL 6 CARTAS E COLUNA DO PROVEDOR 8 CONCURSO DE FOTOGRAFIA 10 NOTÍCIAS 44 MEMÓRIA A chegada de Gabriela há 32 anos 48 OLHO VIVO 50 LUSOFONIAS 52 A CASA NA ÁRVORE 79 CHEFE SUGERE INATEL Porto Santo Bolo de família 81 O TEMPO E AS PALAVRAS Maria Alice Vila Fabião 82 CRÓNICA Alice Vieira 55 BOA VIDA 72 CLUBE TEMPO LIVRE Passatempos, Novos Livros e Cartaz 24 ENTREVISTA Ricardo Ribeiro, fadista Nascido no bairro da Ajuda, há 27 anos, este jovem fadista de voz admirável e vibrantes interpretações, vencedor de duas Grandes Noites do Fado, é praticamente ignorado pela generalidade dos media. Não padeço dos males da ambição, confessa este singular fadista que gosta dos poetas populares, toca guitarra clássica e tem, nos seus rafeiros alentejanos, na sua casa Benavente, os amigos fiéis. 30 VIAGENS Creta, o palácio de Cnossos Mosaicos de culturas acumuladas ao longo de 7000 anos, Creta tem nas recuperadas ruínas do Palácio de Cnossos um forte motivo de atracção para os milhares de turistas que anualmente visitam a ilha. 36 PAIXÕES Luísa Lobão Moniz, Uma força da natureza 40 ARTE E DESIGN Joaquim Braz Gil e a fina porcelana Revista Mensal Propriedade da Fundação INATEL Presidente do Conselho de Administração: Vítor Ramalho Vice-Presidente: Carlos Mamede Vogais: Cristina Baptista, José Moreira Marques e Rogério Fernandes Sede da Fundação: Calçada de Sant Ana, 180, LISBOA, Tel Fax: Nº Pessoa Colectiva: Director: Vítor Ramalho Editor: Eugénio Alves Grafismo: José Souto Fotografia: José Frade Coordenação: Glória Lambelho Colaboradores: António Sérgio Azenha, Carlos Barbosa de Oliveira, Carlos Blanco, Gil Montalverne, Guiomar Belo Marques, Humberto Lopes, Joaquim Diabinho, Joaquim Magalhães de Castro, Joaquim Durão, José Jorge Letria, José Luís Jorge, Lurdes Féria, Maria Augusta Drago, Maria João Duarte, Maria Mesquita, Pedro Barrocas, Pedro Soares, Rodrigues Vaz, Sérgio Alves, Suzana Neves, José Lattas, Vítor Ribeiro. Cronistas: Alice Vieira, Álvaro Belo Marques, Artur Queirós, Baptista Bastos, Fernando Dacosta, João Aguiar, Maria Alice Vila Fabião, Mário Zambujal. Redacção: Calçada de Sant Ana, LISBOA, Telef Fax: Publicidade: Fundação INATEL, Calçada de Sant Ana, 180, LISBOA Telef ; Fax: Impressão: Lisgráfica - Impressão e Artes Gráficas, SA - Rua Consiglieri Pedroso, n.º 90, Casal de Sta. Leopoldina, Barcarena, Tel Dep. Legal: 41725/90. Registo de propriedade na D.G.C.S. nº Registo de Empresas Jornalísticas na D.G.C.S. nº Preço: 2,00 euros Tiragem deste número: exemplares

4

5 Editorial Vítor Ramalho Rigor e transparência AInatel é a mais importante Fundação da economia social. A sua Administração tem uma política de informação coerente. Ao aproximarem-se as férias, há uma muito maior procura dos serviços importando reconhecer o papel dos trabalhadores que asseguram aos beneficiários respostas de qualidade. Muitos deles não gozam as suas próprias férias neste período, aceitando naturalmente, as consequências dessa maior procura. Devemos-lhes uma palavra de apreço, tanto mais que as exigências da transformação da Inatel em Fundação obrigaram a mudanças que se reflectem nas relações de trabalho. Estamos conscientes da necessidade de revisão do estatuto dos trabalhadores, melhorando, nomeadamente, as condições dos que têm rendimentos mais baixos. Deparámo-nos porém, após a posse, com prioridades inadiáveis, respeitantes ao Orçamento e ao Plano de Actividades para 2009, ao Relatório e Contas de 2008 e à extinção do ex- -Instituto. As contas de 2008 evidenciaram um resultado negativo anormal e inesperado, agravado ainda com a insuficiência de provisões do fundo de pensões, estimada em 19 milhões de euros. E agravado porque, em resposta àquelas prioridades, tivemos de programar a adequação dos equipamentos e das actividades à legislação em vigor, afectando recursos, da ordem de muitas centenas de milhares de euros, para a requalificação dos equipamentos mais degradados, há anos carecidos de obras de beneficiação. Não hesitámos em avançar. Hesitar seria comprometer o futuro, enfraquecendo a capacidade concorrencial da fundação e fazendo perigar os postos de trabalho. É útil que todos tenham consciência de que é uma questão de sobrevivência da Fundação. Esta opção foi feita sem por em causa a palavra da anterior direcção para abertura das unidades de Linhares da Beira, Flores e Graciosa, apesar de as respectivas verbas serem muito elevadas e sem retorno a médio prazo. A palavra dada tem de ser respeitada. Sucede, porém, que as receitas originárias de instituições públicas não sofreram qualquer aumento e as receitas próprias foram afectadas pela crise. Daí a solicitação ao governo de um reforço excepcional de verbas para a tesouraria. Confiamos. Uma pretensão inteiramente justa porque estamos a trilhar caminhos que reforçarão a autosustentabilidade da Fundação. A nossa esperança no futuro é consistente e fundamentada. Temos uma estratégia. Sentimos que os trabalhadores e os beneficiários da Fundação a compreendem. Os trabalhadores são, aliás, o seu capital mais precioso. Por isso, não hesitámos em actualizar as remunerações no ano em curso, apesar dos constrangimentos orçamentais. Do mesmo passo, integrámos no quadro 88 trabalhadores que tinham uma situação precária e iremos admitir um conjunto de estagiários, aproveitando a legislação favorável recentemente publicada. Nesta linha, aprovaremos brevemente um regulamento de apoio social aos trabalhadores com situações conjunturais mais complexas. Vamos, agora, iniciar os trabalhos preparatórios para criar o novo modelo de gestão de recursos humanos da Fundação, por forma a que, este novo instrumento, entre em vigor já em Um modelo que estabelecerá novas condições e permitirá a ponderação de todas as situações que têm sido objecto de reclamações individuais. Não será correcto fazê-lo caso a caso nesta altura. No mais umas boas férias aos que as forem gozar e o desejo que os nossos beneficiários continuem a preferir os serviços da Fundação, prestados por trabalhadores dedicados. JUL/AGO 2009 TempoLivre 5

6 Cartas A correspondência para estas secções deve ser enviada para a Redacção de Tempo Livre, Calçada de Sant Ana, nº. 180, Lisboa, ou por Graça Morais Na revista Tempo Livre, de Março do corrente ano, vinha um artigo na pág.35 sobre o Centro de Arte Contemporânea Graça Morais, onde a determinada altura, se diz: consagrada à obra de Graça Morais, que é natural de Bragança Ora não é verdade que a pintora Graça Morais seja natural de Bragança, uma vez que nasceu numa aldeia do concelho de Vila Flor, chamada Vieiro. Pode-se aduzir que Vila Flor pertence ao distrito de Bragança, mas não é usual considerar-se como naturalidade o distrito. António Cruz, Porto Ambiente familiar Escrevo porque estou um bocadinho indignada tentei reservar um quarto para a minha família (um casal com dois filhos de 2 e 6 anos) e não consegui alojar-me no Inatel Foz do Arelho, não por existir falta de quartos, mas sim porque não existem quartos com a capacidade para alojar-nos todos. É a primeira vez que tal me acontece (desde que tenho dois filhos), já que tive em Albufeira, Vila Nova de Cerveira e Fornos de Algodres e nunca houve problema apesar de ficarmos um pouco apertados, mas nunca nos negaram alojamento. O que me espanta mais é que remodelaram ou até construíram novas suites na Foz do Arelho e não tiveram em atenção que normalmente os casais portugueses têm em média 2 filhos. As instalações do Inatel foram para mim sempre sinónimo de proporcionar um ambiente familiar para famílias trabalhadoras e entristeceme ver este conceito em decadência. Espero que esta carta seja publicada na Revista Tempo Livre e que realmente no futuro, o conceito/ideia central do Inatel seja novamente a Família. Maria José Abreu, S. Tirso 50 anos na INATEL Completaram, este mês, 50 anos de ligação à Fundação Inatel os membros associados: Jaime Alves Leitão, José Faria Santos, Leonel Duarte Silva, Lisboa; Artur José Santos, Costa de Caparica; Carlos Álvaro Soares, São Domingos de Rana; Hugo Santos Pronto, Setúbal. Coluna do Provedor Kalidás Barreto DIZIA-ME, HÁ DIAS, um beneficiário que a arte de criticar deve acompanhar a de saber ouvir. Ouço muitas vezes dizer que necessitamos, nas nossas terras, de massa crítica. Isto quer dizer que se torna necessário que as pessoas saibam encontrar formas de crítica racional, logo consciente, isto é, com critério. Dizem os dicionários que crítica é a arte de apreciar as obras, sejam literárias, científicas, artísticas, também as obras, as sociais e as políticas. Crítica porém também pode ser censura ou maledicência e aqui é que a porca torce o rabo, porque é neste campo que surgem os sabedores de aldeia que de tudo dão opinião sem saberem à vezes de que falam! É vê-los pelos cantos a cochichar sem bem saberem o que dizem; apenas pelo exercício de dizer mal, por inveja ou ódio pessoal. Não sei se aldeia tem um âmbito restrito ou abrange situações análogas, seja onde for e que possam ser comparadas a outro tipo da aldeia; é que a língua portuguesa é muito traiçoeira! 6 TempoLivre JUL/AGO 2009

7

8 Fotografia XIII Concurso Tempo Livre Fotos premiadas [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] 8 TempoLivre JUL/AGO 2009

9 Regulamento [ 1 ] José de Sousa, Odivelas Sócio n.º [ 2 ] Rui Alves, Lisboa Sócio n.º [ 3 ] Paula Vilela, Torres Vedras Sócio n.º Concurso Nacional de Fotografia da revista Tempo Livre. Periodicidade mensal. Podem participar todos os membros associados da Fundação Inatel, excluindo os seus funcionários e os elementos da redacção e colaboradores da revista Tempo Livre. 2. Enviar as fotos para: Revista Tempo Livre - Concurso de Fotografia, Calçada de Sant Ana, Lisboa. 3. A data limite para a recepção dos trabalhos é o dia 10 de cada mês. 4. O tema é livre e cada concorrente pode enviar, mensalmente, um máximo de 3 fotografias de formato mínimo de 10x15 cm e máximo de 18x24 cm., em papel, cor ou preto e branco, sem qualquer suporte. 5. Não são aceites diapositivos e as fotos concorrentes não serão devolvidas. 6. O concurso é limitado aos membros associados da Inatel. Todas as fotos devem ser assinaladas no verso com o nome do autor, direcção, telefone e número de associado da Inatel. 7. A Tempo Livre publicará, em cada mês, as seis melhores fotos (três premiadas e três menções honrosas), seleccionadas entre as enviadas no prazo previsto. 8. Não serão seleccionadas, no mesmo ano, as fotos de um concorrente premiado nesse ano 9. Prémios: cada uma das três fotos seleccionadas terá como prémio duas noites ou um fim de semana para duas pessoas num dos Centros de Férias do Inatel, durante a época baixa, em regime APA (alojamento e pequeno almoço). O prémio tem a validade de um ano. O premiado(a) deve contactar a redacção da «TL». 10. Grande Prémio Anual: uma viagem a escolher na Brochura Inatel Turismo Social até ao montante de 1750 Euros. A este prémio, a publicar na revista Tempo Livre de Setembro de 2009, concorrem todas as fotos premiadas e publicadas nos meses em que decorre o concurso. 11. O júri será composto por dois responsáveis da revista T. Livre e por um fotógrafo de reconhecido prestígio. Menções honrosas [ a ] Gracinda Belo, Buarcos Sócio n.º [ b ] Orlando Viegas, Amadora Sócio n.º [ c ] António da Cruz, Malveira Sócio n.º [ a ] [ b ] [ c ] JUL/AGO 2009 TempoLivre 9

10 Notícias 74º aniversário da FNAT/INATEL Cerca de duas centenas de trabalhadores da Fundação Inatel assinalaram, num almoço-convívio, em 14 de Junho último, na Costa da Caparica, o 74º aniversário da FNAT/INATEL. Vítor Ramalho, presidente da Fundação, lembrou, na sua intervenção, a importância e o prestígio da instituição na vida nacional, designadamente nas vertentes da cultura popular, desporto amador e turismo social, sublinhando o esforço de sucessivas gerações de trabalhadores no desenvolvimento e consolidação da marca Inatel. A crise que atravessa o país e os seus inevitáveis reflexos na vida da fundação foram tema ainda daquele responsável que, ciente das dificuldades sentidas pelos trabalhadores, anunciou medidas a implementar em breve, através de regulamento interno de apoio social aos trabalhadores com situações conjunturais mais complexas. O Presidente da Inatel adiantou, por outro lado, estar em preparação um novo modelo de gestão de recursos humanos adaptado às exigências estatutárias do modelo fundacional da instituição. Vítor Ramalho deu conta ainda do vasto conjunto de obras de recuperação do património Inatel em curso, visando satisfazer as expectativas dos utilizadores e beneficiário da fundação e anunciou a abertura durante a época estival da nova unidade de férias em Linhares da Beira e o arranque do programa de Turismo Júnior para jovens de todo o país entre os oito e os 17 anos. A tradicional homenagem aos trabalhadores mais antigos acontecerá num convívio a realizar em 11 de Setembro na Foz do Arelho, indicou Vítor Ramalho, que, para tal, endereçou já uma carta pessoal a todos eles. Novo Código do Trabalho Mendes Martins, especialista em Direito do Trabalho e responsável pelo Gabinete de Serviços Jurídicos da Fundação INATEL, orientou, em Oeiras, o seminário O Novo Código do Trabalho para trabalhadores e colaboradores da instituição. 10 TempoLivre JUL/AGO 2009

11 A Arte Mestra da Vida Foi recentemente editado sob a chancela da Quimera Editores o livro A Arte Mestra da Vida de Maria do Carmo Vieira. Uma obra que resulta do intenso desejo de partilhar as preocupações e reflexões sobre a Escola e a sua função milenar de preparar para a vida. A autora, professora do ensino secundário e mestre em Literatura de Viagens, entre muitas das suas acções destacou-se na defesa do património cultural, tendo fundado o movimento de defesa e preservação do Café Martinho da Arcada, da qual resultou a sua classificação como de interesse público, e impedido a destruição do prédio da Rua Coelho da Rocha, última morada e actual casa Fernando Pessoa. Errata do catálogo Destinos 2009 Na página 31, Especial Benidorm - do catálogo Destinos 2009 da Inatel - os quadros de preços informados são meramente indicativos, pelo que onde se lê Preço por pessoa em quarto duplo. Preços válidos para reservas efectuadas antes de e após , deverá ler-se PREÇOS REFERENCIAIS POR PESSOA EM QUARTO DUPLO. Pelo facto apresentamos as nossas desculpas. Turismo Júnior Centenas de jovens em mega acampamento na Caparica Cerca de sete centenas de jovens de todo o País, com idades entre os 8 e os 17 anos, vão participar num mega acampamento, que terá lugar na Costa de Caparica entre os dias 24 e 30 de Agosto próximos. Aventura e diversão serão a tónica destas férias de Turismo Júnior, uma iniciativa da Fundação Inatel que, há semelhança dos programas seniores, terá custos de inscrição diferenciados, consoante os rendimentos do agregado familiar de cada jovem participante. Assim, e a partir de 195 euros, os jovens portugueses vão poder desfrutar de uma semana de férias com um vasto programa de animação que inclui múltiplas actividades adequadas às suas idades, sob orientação de animadores e monitores especializados. Ateliers de língua inglesa e expressão cultural, sessões de prevenção à toxicodependência, construção de blogs, visitas a monumentos da capital, ao jardim zoológico, ao parque kidzania e aos estádios de Alvalade e Luz, convívios em discoteca e jogos e passatempos com prémios de acesso a férias gratuitas noutros campos de férias da Inatel, integram o extenso e diversificado programa do Turismo Junior. A iniciativa prevê, ainda, a participação na construção de um guião e na rodagem de um filme com a presença de Pedro Rodil e Laura Galvão, da série Morangos com Açúcar, um mega party na piscina, jogos olímpicos, construção de jangadas e prática de canoagem, surf, arborismo, tiro com arco, slide, orientação, BTT, râguebi, futebol, andebol, basquetebol, natação, ténis e atletismo. Em suma, uma semana de boas vibrações e saudável diversão de centenas de jovens, sob uma ética de solidariedade e amizade. Inscrições a partir do dia 6 de Julho. Para mais informações, contactar as agências da Fundação Inatel nas capitais de distrito. JUL/AGO 2009 TempoLivre 11

12 Notícias Conferências Inatel Maior protagonismo do Estado e Sociedade Civil defende Vasco Vieira de Almeida A fase de total incerteza e de transição em que mergulhou o nosso país, determinada, no essencial, pelo fracasso das concepções e políticas neoliberais, deverá evoluir para uma maior intervenção reguladora do Estado e uma nova dimensão do papel da sociedade civil considerou Vasco Vieira da Almeida na conferência Novas Respostas do Estado, proferida, em Julho passado, no Salão Nobre do Teatro da Trindade. Para o prestigiado economista e advogado, que falava no âmbito das conferências Novas Respostas a Novos Desafios uma iniciativa das Fundações Inatel e Mário Soares o falhanço do projecto político de hegemonia ocidental, desenvolvido a partir de meados dos anos 80 do século passado, aliado ao efeito das economias emergentes (Brasil, Índia, China e Rússia), à incapacidade da ONU de se adequar à nova relação de forças, a degradação do FMI e do Banco Mundial e aos riscos de desagregação de uma União Europeia, carecida de unidade e coerência nos planos cultural, económico, social e internacional, obrigarão a novas políticas e novos modelos de desenvolvimento pautados pela democratização dos aparelhos de Estado e por maior justiça social. Não estamos perante o crescimento do mercado global, mas sim perante um forte crescimento de economias nacionais, frisou Vieira de Almeida, alertando para a duplicação da população mundial nas últimas décadas e para os recursos limitados a distribuir por muito mais gente. Como exemplo da dimensão da actual crise, o orador acompanhado na mesa por Mário Soares e Vítor Ramalho - lembrou os 14 mil biliões de dólares aplicados em 10 meses pela administração norte-americana em contraste com os 152 biliões gastos na reconstrução da Europa depois da 2ª guerra mundial, ou seja, 2,6% apenas do montante assinado por Obama. Questionado, no período de debate, sobre a eventual contradição entre o desastre das políticas neoliberais e os recentes êxitos eleitorais da direita no Parlamento Europeu, Vieira de Almeida considerou normal que as pessoas, face à crise actual e às políticas desenvolvidas, tenham perdido a confiança nas forças de esquerda. Mal por mal ironizou - preferem o original. 12 TempoLivre JUL/AGO 2009

13 Loureiro dos Santos critica ausência de Gabinete de Segurança Na conferência Novas Estratégias de Segurança, realizada também em Julho no mesmo espaço do Trindade, o general Loureiro dos Santos criticou a ausência de coordenação/integração entre os sectores militar (Forças Armadas) e não militar (Ministério de Administração Interna). O antigo chefe do Estado-Maior do Exército admitiu haver, agora, no contexto da nova lei de Defesa Nacional, mais coordenação entre os três ramos militares, mas lamentou o facto de o Primeiro-Ministro não ter concretizado, uma efectiva integração das forças militares e não militares através de um Gabinete para a Segurança sob a sua dependência. De acordo com a nova lei de Defesa Nacional referiu Loureiro dos Santos a delegação, pelo chefe do Governo, da coordenação entre os diversos serviços de informação e a Protecção Civil no ministro da Defesa, abre caminho a essa integração, mas persiste a dúvida se tal possibilidade vai ou não materializar-se. Presente na assistência, Mário Soares considerou que Portugal deveria avançar com propostas no sentido de uma política externa e de defesa comuns na UE. O general Garcia Leandro lamentou, por sua vez, o não aproveitamento do Instituto de Defesa Nacional, salientando o facto de o Chefe de Estado já não comparecer à cerimónia de abertura daquele órgão. Cálice de Neblinas e Silêncios Do antigo Leitor de Português em Pequim e profundo conhecedor da cultura e civilização chinesas, António Graça de Abreu, foi editado recentemente a o livro de poemas Cálice de Neblinas e Silêncios. Trata-se do quarto livro de poemas do autor de China de Jade e China de Lótus e tradutor dos grandes poetas chineses Li Bai, Bai Juyi e Wang Wei. Licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras de Lisboa, Graça de Abreu, publicou ainda vários trabalhos de investigação histórica relacionados com a presença portuguesa na China. Mário Soares, Vítor Ramalho e Loureiro dos Dantos JUL/AGO 2009 TempoLivre 13

14 Notícias Futebol Inatel Tigres do Cartaxo campeões nacionais O CCD Tigres F. C, do Cartaxo, foi o grande vencedor do campeonato nacional de futebol da Inatel, batendo na final, no dia 14 de Junho, no Parque de Jogos 1º de Maio, a equipa do CCD Pigeirense, de Santa Maria da Feira. No final dos 90 minutos, e após Nacional de Tiro José Pimenta (CCD S.Vicente e Ventosa, de Portalegre) e João Francisco (CCD Bordinheira, de Lisboa) foram os vencedores na 1ª e 2ª categorias, respectivamente, do campeonato nacional de Tiro que teve lugar, em Junho, nos pavilhões do NERPOR (Núcleo Empresarial da Região de Portalegre), com a participação de três centenas de atiradores de vários distritos do país. prolongamento, manteve-se o empate sem golos, pelo que se recorreu às grandes penalidades, vencendo a equipa ribatejana. O terceiro e o quarto lugar foram disputados pelos CCD CP, de Câmara de Lobos (Madeira) e o CCD Salão, dos Açores, tendo a equipa madeirense conquistado o último lugar do pódio, igualmente no desempate por grandes penalidades, após o 1-1 no período regulamentar. Moreira Marques, administrador da Fundação Inatel, entrega a taça aos vencedores Na modalidade de Armas de Precisão venceu Sofia Santos (CCD Bordinheira) e em Pistola a vitória coube José Robalo (CCD Arneiro, Lisboa). Destaque, ainda, para as vitórias por equipas dos CCD s de Bordinheira e de Arneiro. O torneio teve o apoio da autarquia portalegrense, da Associação dos Municípios do Norte Alentejano e dos Bombeiros Voluntários locais. Água e Biodiversidade Água e Biodiversidade é o tema central do concurso de fotografia que a EDIA acaba de lançar e que assinalará as comemorações do Dia Mundial da Monitorização da Água, a celebrar no próximo dia 18 de Outubro, e os 10 anos dos Trabalhos de Biologia realizados pela EDIA antes da construção da barragem de Alqueva e que permitiram conhecer, de forma detalhada, a biodiversidade de diferentes grupos biológicos na área que envolve a actual albufeira do Alqueva. O tema principal deste concurso divide-se em dois sub-temas, os quais pretendem, de forma abrangente, retratar a realidade e preocupações associadas à água e à biodiversidade: O regulamento deste concurso está disponível em na área Ambiente no sub-tema Concurso de fotografia Água e Biodiversidade. 14 TempoLivre JUL/AGO 2009

15 Dança de Almada na Polónia No próximo mês de Agosto a Companhia de Dança de Almada realiza uma pequena digressão por terras do norte da Polónia. A estadia inicia-se em Poznan dias 18 e 19 de Agosto, onde fará duas apresentações do espectáculo Entre a necessidade e o medo na VI edição do International Dance Theatre Festival, partindo depois para Pila (dia 22), Grudziadz (dia 23) e Universidade Lusíada vai receber espólio literário de Joaquim Paço d Arcos O espólio literário de Joaquim Paço d Arcos ( ) está a ser alvo, por ocasião do 30º aniversário da sua morte, de um vasto processo de organização, classificação e digitalização das obras que o compõem, a cargo da Biblioteca da Universidade Lusíada de Lisboa. Traduzida e editada em numerosos países, a obra está a ser parcialmente reeditada em Portugal por iniciativa da editora Guimarães, designadamente os romances da Crónica da Vida Lisboeta, cuja importância literária e social foi destacada, em finais dos anos 50, pelo crítico literário Óscar Lopes. A D. Quixote, registe-se, editou em 2008, Joaquim Paço d Arcos, finalmente Gdansk, onde, além do espectáculo a Companhia leccionará um workshop de dança contemporânea no Festival local, dias 25 e 26 de Agosto. Entre a necessidade e o medo é um trabalho coreográfico criado a convite do Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural, no âmbito da temática Diálogo Intercultural, objecto do Ano Europeu celebrado em Integrada no projecto desenvolvido pela Companhia de apoio a novos talentos, esta criação resultou de um trabalho de pesquisa sobre os fluxos de migração nas grandes cidades, abordando as dificuldades de adaptação sentidas sobretudo pela diferenças culturais. Paço d Arcos e Óscar Lopes Correspondência e Textos Dispersos , quarto volume das suas memórias que revela a vasta correspondência trocada com familiares, amigos, escritores (Agustina, Jorge Amado, Jorge de Sena, entre outros) e figuras políticas como Salazar e Marcello Caetano. Do Kunene a Cabinda, História e estórias de Angola, relato colectivo, coordenado por Miguel Anacoreta Correia, do IV Raid TT do Kwanza- Sul, realizado de 16 a 25 de Maio no norte angolano, num total de km, teve lançamento público, em Junho passado, em Lisboa, com a presença do presidente da Fundação Inatel, Vítor Ramalho, que assinalou a importância quer do Raid quer da publicação do livro no reforço das relações entre portugueses e angolanos e num melhor conhecimento da realidade actual daquele país irmão de África. Miguel Anacoreta Correia, coordenador da obra (ed. Pangeia Editora, em Portugal, e Edições Chá de Caxinde, em Angola) recordou os seus 15 mil Kms TT nos últimos três anos em Angola, feitos sublinhou em paz e segurança, acrescentando ser este livro um precioso meio para se compreender melhor esta Angola do século XXI. JUL/AGO 2009 TempoLivre 15

16

17

18 Comboio hist Da Régua ao Tu Percursos A CP reedita o comboio histórico do Douro, experiência ensaiada pela primeira vez em Uma velha locomotiva de 1923, arrastando atrás de si cinco carruagens, faz o percurso da Linha do Douro, entre o Pinhão e o Tua. A viagem tem prazo de validade - até Outubro -, e faz parte do programa de viagens da Fundação INATEL para o Verão. 18 TempoLivre JUL/AGO 2009

19 órico do Douro a a todo o vapor JUL/AGO 2009 TempoLivre 19

20 Percursos A ÚLTIMA COISA que se pode dizer sobre o vale do Douro é que é natureza em estado puro. A frase é vistosa, do género que faz o estilo e a graça das revistas de viagens. O Douro escreve-se com mais do que cinco letras e tem mais páginas do que a história oficial. Antes de se embarcar num desses comboios que partem da Régua para o Pinhão, ou para o Pocinho, e seguem fielmente a margem direita do rio, porque não buscar decifração do que se oculta por detrás das aparências bucólicas? O caso é que o Douro há muito deixou de ser o curso de água voluptuoso que espumava de pressa nos torvelinhos do Cachão da Valeira. As barragens amansaram-no; o Douro original foi, como escreveu Jorge de Sena, domesticado pelos muros dos empreendimentos hidroeléctricos. E pouquíssimas, ou nenhumas, são as encostas que se mantêm selvagens, mais ou menos como vieram ao mundo, ou próximo disso. A paisagem à vista, bela como as mais belas que enchem os postais, única no género em terra portuguesa, é obra humana, puramente obra humana. Não é criação divina nem fruto do génio da mãe natureza. Os terraços de xisto, os vinhedos, os caminhos foram rasgados, cultivados e arrancados ao bruto declive duriense à força de braços e regados pelo suor de muita gente anónima, nem sempre oficialmente celebrada. A obra de arte que a UNESCO classificou como Património Mundial tem, enfim, assinatura colectiva e, bem se pode dizer, de quase anónimos autores. Talvez mais ninguém tenha escrito sobre o Douro, e sobre essa saga nunca suficientemente lembrada, com a intensidade de Miguel Torga: No Portugal telúrico e fluvial não conheço outro drama assim, feito de carne e de sangue... As coisas grandes têm uma arquitectura grande e uma significação maior ainda. Assim acontece com esta moralidade grega, onde os Sísifos e os tonéis das Danaides são ao natural, que, mercê da sua configuração íntima e fisionómica, de simples acidente orográfico ascende à transcendência dum purgatório, com almas condenadas às galés dos barcos rabelos e às penas dos saibramentos. Tire as lembranças do baú e volte atrás no tempo A proposta de viagem que traz o vale do Douro a estas linhas começa por ser singular, portanto, à conta dessas panorâmicas expectativas. Dificilmente haverá outra linha ferroviária em Portugal tão pródiga nos cenários, e pródigos eles nos seus significados, e como se não bastasse o caminho audaz, encurralado entre o curso do rio e as colinas socalcadas, a jornada em perspectiva não é para ser feita a bordo de um comboio vulgar. É certo que os que cumprem os horários quotidianos entre a Régua e o Pinhão (e as estações do Tua e do Pocinho) percorrem o mesmo trecho de linha e fazem vibrar as mesmas travessas - e oferecem, também, através das janelas, as mesmíssimas paisagens. Fazem-no, todavia, um tanto afoitos, deixando aos viajantes menos tempo para apreciar o cenário que desfila do outro lado da janela. A CP chamou-lhe «Comboio histórico» e este é o segundo ano consecutivo em que a experiência é posta em prática. O convite à viagem é aliciante e ao contrário do que se poderá inferir, não se destina apenas a septuagenários, octogenários, nonagenários e por aí adiante. Tire as lembranças do baú e volte atrás no tempo. Ou seja, vai à janela muita malta nova, com curiosidade repartida pela nave de antanho em que viaja e pelos montes pintados que inspiraram a pena de João de Araújo Correia. Voltemos à tecnologia. A maquinaria é vetusta e histórica - não tarda muito perfaz um século. A locomotiva alimenta-se de carvão, move-se a vapor. É da marca Henschel, modelo 0186, como se lê na placa vermelha, oval, cravada sobre a tinta negra da geringonça. A conservação é irre- 20 TempoLivre JUL/AGO 2009

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história.

Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Uma noite de verão, diz o ator, estaria no centro da história. Nem um sopro de vento. E já ali, imóvel frente à cidade de portas e janelas abertas, entre a noite vermelha do poente e a penumbra do jardim,

Leia mais

1º de Maio todos os dias

1º de Maio todos os dias Pág: 22 Área: 15,95 x 21,58 cm² Corte: 1 de 5 1º de Maio todos os dias Numa zona verde da cidade de Lisboa, no bairro de Alvalade, o Parque de Jogos 1º de Maio tem um borbulhar de actividade constante.

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa

Agora não posso atender. Estou no. Vou comprar o último livro do José Luís Peixoto. Posso usar a tua gravata azul? A Ana Maria vai ser nossa MODELO 1 Compreensão da Leitura e Expressão Escrita Parte 1 Questões 1 20 O Luís enviou cinco mensagens através do telemóvel. Leia as frases 1 a 5. A cada frase corresponde uma mensagem enviada pelo Luís.

Leia mais

R I T A FERRO RODRIGUES

R I T A FERRO RODRIGUES E N T R E V I S T A A R I T A FERRO RODRIGUES O talento e a vontade de surpreender em cada projecto deixou-me confiante no meu sexto sentido, que viu nela uma das pivôs mais simpáticas da SIC NOTÍCIAS.

Leia mais

Coaching para pessoas disponíveis, ambos

Coaching para pessoas disponíveis, ambos Nota da Autora 1001 maneiras de ser Feliz, é o meu terceiro livro. Escrevi Coaching para mães disponíveis e Coaching para pessoas disponíveis, ambos gratuitos e disponíveis no site do Emotional Coaching.

Leia mais

CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE"

CICLO DE CONFERÊNCIAS 25 ANOS DE PORTUGAL NA UE Boletim Informativo n.º 19 Abril 2011 CICLO DE CONFERÊNCIAS "25 ANOS DE PORTUGAL NA UE" A Câmara Municipal de Lamego no âmbito de atuação do Centro de Informação Europe Direct de Lamego está a promover

Leia mais

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas.

especiais por ano, garantindo a máxima capacidade de transporte para jogos de futebol, concertos e outras celebrações de massas. O Metro do Porto O Metro é um sistema de transportes públicos da Área Metropolitana do Porto e combina uma rede ferroviária subterrânea, no centro da cidade, com linhas à superfície em meio urbano e diversos

Leia mais

Mosteiro dos Jerónimos

Mosteiro dos Jerónimos Mosteiro dos Jerónimos Guia de visita dos 6 aos 12 anos Serviço Educativo do Mosteiro dos Jerónimos/ Torre de Belém Bem-vindo ao Mosteiro dos Jerónimos A tua visita de estudo começa logo no Exterior do

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BA) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

a seguir? 1 Gosto de sair de Portu- no final dos projectos, mas sempre com \gal os telemóveis ligados, porque se surgir uma proposta volto

a seguir? 1 Gosto de sair de Portu- no final dos projectos, mas sempre com \gal os telemóveis ligados, porque se surgir uma proposta volto a 'Gracinha' na novela 'Anjo Meu' (TVI). Sendo uma personagem cómica, sente que tem conquistado o público? Pela primeira vez sinto que há Interpreta mesmo um grande carinho do público, porque a 'Gracinha'

Leia mais

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos)

I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. (5 pontos) I. Complete o texto seguinte com as formas correctas dos verbos ser ou estar. Hoje. domingo e o tempo. bom. Por isso nós. todos fora de casa.. a passear à beira-mar.. agradável passar um pouco de tempo

Leia mais

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 -

Contos. Tod@s Contamos. Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Contos Tod@s Contamos Projecto de Intervenção - de Mulher para Mulher2 - Nota Introdutória O livro Contos - Tod@s Contamos é a compilação de quatro contos sobre a Igualdade de Género realizados por dezasseis

Leia mais

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A

O LIVRO SOLIDÁRIO. Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A O LIVRO SOLIDÁRIO Texto: Letícia Soares Ilustração: Hildegardis Bunda Turma 9º A 1 Era uma vez um rapaz que se chamava Mau-Duar, que vivia com os pais numa aldeia isolada no Distrito de Viqueque, que fica

Leia mais

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017)

Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às 4 Instituições do Ensino Superior (2017) Português B 澳 門 四 高 校 聯 合 入 學 考 試 ( 語 言 科 及 數 學 科 )2017 Exame unificado de acesso (Línguas e Matemática) às

Leia mais

VISÃO SOBRE QUALIDADE DE VIDA AMBICIONADA PARA OEIRAS 2020

VISÃO SOBRE QUALIDADE DE VIDA AMBICIONADA PARA OEIRAS 2020 VISÃO SOBRE QUALIDADE DE VIDA AMBICIONADA PARA OEIRAS 2020 Habitação, Espaços Exteriores e Equipamentos A minha casa é muito confortável e sossegada. Já está paga porque beneficiei de um programa de requalificação

Leia mais

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante

Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante Amares Caniçada Júnias - Régua Pinhão Foz Côa - Amarante INTRODUÇÃO Algumas maravilhas de Portugal! Uma viagem ao interior de Portugal. A sua genuinidade, as suas tradições. Uma viagem por duas regiões

Leia mais

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO

Centro de Cultura e Desporto dos Trabalhadores do Município de Ponte de Lima PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO PLANO DE ATIVIDADES E ORÇAMENTO 2014 MISSÃO 2014 Renovar a imagem da associação Melhorar a qualidade dos serviços prestados Restabelecer as ações de carácter cultural, desportivo e recreativo Promover

Leia mais

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS

GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II. MODEL PAPER MARCH 2016 onwards O PÃO DOS OUTROS GOA BOARD OF SECONDARY AND HIGHER SECONDARY EDUCATION STD XII PORTUGUESE- S.L. II MODEL PAPER MARCH 2016 onwards TIME: 2 HRS 30 MINS MAX. MARKS: 80 Texto 1 Leia o texto com atenção: O PÃO DOS OUTROS A

Leia mais

Câmara Municipal da Amadora. Férias. Julho 2014. na Cidade

Câmara Municipal da Amadora. Férias. Julho 2014. na Cidade Câmara Municipal da Amadora Férias Julho 2014 na Cidade Férias? Na Cidade! Férias de Verão significam tempo e oportunidade para dar uso à imaginação, à iniciativa, ao divertimento e à amizade. Férias na

Leia mais

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas

magazine A inaugurar a época de bom tempo e de boas sardinhas magazine DESTAQUES Junho 2012 Santos populares Amera 3.0 Planos ambiciosos de animação edição 34 90 exemplares www.amera.com.pt 21 444 75 30 SANTOS POPULARES A inaugurar a época de bom tempo e de boas

Leia mais

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015

TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL. Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 TOUR FÁTIMA 13 DE OUTUBRO PEREGRINAÇÃO FÁTIMA PORTUGAL Partidas dos locais de origem 09 de Outubro de 2015 Partidas para os locais de origem 16 de Outubro de 2015 ITINERÁRIO PROGRAMA 8 DIAS DESTAQUE PORTUGAL

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

- Fernão, mentes? - Minto!

- Fernão, mentes? - Minto! Na etapa 3, leste um excerto do primeiro capítulo da Peregrinação de Fernão Mendes Pinto, numa adaptação de Aquilino Ribeiro. Nesta etapa, vais ler um excerto do último capítulo do original, Peregrinação,

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 739 /1.ª Chamada 1.ª Fase / 2008 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto.

Tendo isso em conta, o Bruno nunca esqueceu que essa era a vontade do meu pai e por isso também queria a nossa participação neste projecto. Boa tarde a todos, para quem não me conhece sou o Ricardo Aragão Pinto, e serei o Presidente do Concelho Fiscal desta nobre Fundação. Antes de mais, queria agradecer a todos por terem vindo. É uma honra

Leia mais

Concurso Literário. O amor

Concurso Literário. O amor Concurso Literário O Amor foi o tema do Concurso Literário da Escola Nova do segundo semestre. Durante o período do Concurso, o tema foi discutido em sala e trabalhado principalmente nas aulas de Língua

Leia mais

PROJECTO MOVING CINEMA

PROJECTO MOVING CINEMA PROJECTO CICLO DE PROJECÇÕES CONVERSA DEDICADO AOS JOVENS E SEMINÁRIO 11 e 12 de Maio de 2015 Moagem Cidade do Engenho e das Artes (Fundão) Este projecto pretende desenvolver estratégias inovadoras para

Leia mais

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA

OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA NOME OS MEMBROS DA MINHA FAMÍLIA ESTABELEÇO RELAÇÕES DE PARENTESCO : avós, pais, irmãos, tios, sobrinhos Quem pertence à nossa família? Observa as seguintes imagens. Como podes observar, nas imagens estão

Leia mais

10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA

10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA 10 zoom - FOTOGRAFIA PRÁTICA FOTO-AVENTURA Maldivas - Brasil DAS MALDIVAS AO BRASIL A CÂMARA DE MAURÍCIO MATOS PARTIU DA EUROPA, ATRAVESSOU A ÁSIA, PASSOU UNS DIAS NAS MALDIVAS, DEPOIS VOOU SOBRE ÁFRICA

Leia mais

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri

José da Fonte Santa. Magia Alentejana. Poesia e desenhos. Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa. Edições Colibri José da Fonte Santa Magia Alentejana Poesia e desenhos Pesquisa e recolha de Isabel Fonte Santa Edições Colibri índice Nota Prévia 3 Prefácio 5 O Amor e a Natureza Desenho I 10 A rapariga mais triste do

Leia mais

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho

Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho Vila Verde recebe brasileiros de Bom Despacho *JACINTO GUERRA, de Brasília para o Portal de Aboim da Nóbrega Em 1967, quando o Dr.Laércio Rodrigues lançou seu livro História de Bom Despacho origens e formação,

Leia mais

www.movetravel.pt Portugal

www.movetravel.pt Portugal www.movetravel.pt www.movetravel.pt Lisboa 01 Chegada à capital portuguesa, recepção no Aeroporto e traslado para o hotel. no hotel. Tempo livre para os primeiros contatos com esta linda cidade, situada

Leia mais

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos

Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades Objectivos a atingir Meios Humanos Histórico Dados da Colectividade Descrição das Actividades s a atingir Meios Humanos O Centro Popular de Trabalhadores do Bairro São João Atlético Clube com Estatutos aprovados em 28/02/1990 e publicados

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO e do ensino secundário Prova 28 1.ª Chamada / 739 1.ª Fase / 2011 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro, e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos

Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos Ensino Português no Estrangeiro Nível A2 Prova B (13A2BS) 70 minutos Prova de certificação de nível de proficiência linguística no âmbito do Quadro de Referência para o Ensino Português no Estrangeiro,

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

A Garrafeira de Campo de Ourique está de portas bertas há 20 anos FOTO: MJA Conteúdos

A Garrafeira de Campo de Ourique está de portas bertas há 20 anos FOTO: MJA Conteúdos A arte de vender vinhos 13 de Outubro de 2011, por Ana Filipa Luzia Numa altura em que a aquisição de vinho nas grandes superfícies sobe, as garrafeiras tradicionais marcam a diferença pela personalização

Leia mais

O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter

O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter O andebol oferece-me coisas que a faculdade não tem é a demonstração de carácter Aos 24 anos Ricardo Pesqueira tem já um longo percurso andebolístico. Cresceu para o desporto no Águas Santas, mas no currículo

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto

CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA. Concurso. Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Nacional de Vozes & Revelação de Vozes da Diáspora - Projecto Concurso 2015 CONCURSO NACIONAL DE VOZES & FESTIVAL REVELAÇÃO DE VOZES DA DIÁSPORA PROJECTO APRESENTADO PARA EFEITO DE APRECIAÇÃO E RESPECTIVO

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono

Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono Proposta de actividades pré e pós congresso EA Lusófono A impactrip é uma promotora de viagens que combate as desigualdades sociais através do turismo solidário em Portugal. A nossa missão é promover experiências

Leia mais

cultural, nas suas variadas vertentes. Uma comunidade deve encontrar o equilíbrio entre a Tradição e a Modernidade.

cultural, nas suas variadas vertentes. Uma comunidade deve encontrar o equilíbrio entre a Tradição e a Modernidade. A Cultura está muito próxima de uma ideia de civilização, porquanto através dela nos concebemos, como cidadãos, membros de uma comunidade, onde, partillhamos e descobrimos valores e representações, inteiramente

Leia mais

Programa de Promoção Turística e Cultural

Programa de Promoção Turística e Cultural Programa de Promoção Turística e Cultural Sintra encontra-se em 11º lugar no ranking dos 50 melhores lugares a visitar, nas escolhas dos leitores do jornal New York Times? Sintra é uma das 21 finalistas

Leia mais

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses?

INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por ser filho de pais portugueses? Transcrição da entrevista: Informante: nº15 Célula: 5 Data da gravação: Agosto de 2009 Geração: 2ª Idade: 35 Sexo: Masculino Tempo de gravação: 10.24 minutos INQ Já alguma vez se sentiu discriminado por

Leia mais

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar

1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar 1. Porque eu te amo nunca será suficiente 2. Porque a cada dia você me conquista mais e de um jeito novo 3. Porque a ciência não tem como explicar nosso amor 4. Porque a gente discute nossos problemas

Leia mais

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano

O Menino do Futuro. Dhiogo José Caetano O Menino do Futuro Dhiogo José Caetano 1 Início da história Tudo começa em uma cidade pequena do interior de Goiás, com o nome de Uruana. Havia um garoto chamado Dhiogo San Diego, um pequeno inventor que

Leia mais

Prova Escrita de Português Língua Não Materna

Prova Escrita de Português Língua Não Materna EXAME NACIONAL DO ENSINO BÁSICO E DO ENSINO SECUNDÁRIO Prova 28 2.ª Chamada / 739 2.ª Fase / 2010 Decreto-Lei n.º 6/2001, de 18 de Janeiro, e Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março A PREENCHER PELO ESTUDANTE

Leia mais

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012

NOS@EUROPE. O Desafio da Recuperação Económica e Financeira. Prova de Texto. Nome da Equipa GMR2012 NOS@EUROPE O Desafio da Recuperação Económica e Financeira Prova de Texto Nome da Equipa GMR2012 Alexandre Sousa Diogo Vicente José Silva Diana Almeida Dezembro de 2011 1 A crise vista pelos nossos avós

Leia mais

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real

CD: Ao Sentir. Alencastro e Patrícia. 1- Ao Sentir Jairinho. Ao sentir o mundo ao meu redor. Nada vi que pudesse ser real Alencastro e Patrícia CD: Ao Sentir 1- Ao Sentir Jairinho Ao sentir o mundo ao meu redor Nada vi que pudesse ser real Percebi que todos buscam paz porém em vão Pois naquilo que procuram, não há solução,

Leia mais

RUGBY. para TODOS. Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social. Departamento de Desenvolvimento. Henrique Garcia

RUGBY. para TODOS. Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social. Departamento de Desenvolvimento. Henrique Garcia RUGBY para TODOS Escolinhas de Rugby Um projecto de interacção social Departamento de Desenvolvimento Henrique Garcia 1. Introdução A Federação Portuguesa de Rugby tem como missão tornar possível que TODAS

Leia mais

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com

PORTUGAL PROGRAMA I Co-financiamento Co-financiamento www.rdtours.com Co-financiamento DIA 1 - LISBOA Chegada ao Aeroporto de Lisboa e translado para o hotel. Tempo livre para os primeiros contatos com esta maravilhosa Capital Europeia, conhecida pela sua luminosidade única

Leia mais

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa

Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 14 HORTO DO CAMPO GRANDE MAGAZINE 15 FOTOS: Miguel Serradas Duarte FOTOS: Miguel Serradas Duarte Quinta de São Sebastião Tradição e modernidade às portas de Lisboa HORTO

Leia mais

"Retrato social" de Portugal na década de 90

Retrato social de Portugal na década de 90 "Retrato social" de Portugal na década de 9 Apresentam-se alguns tópicos da informação contida em cada um dos capítulos da publicação Portugal Social 1991-21, editada pelo INE em Setembro de 23. Capítulo

Leia mais

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril

PORTUGAL. 1º. DIA -Lisboa. 2º. Dia - Sintra, Cascais e Estoril PORTUGAL 1º. DIA -Lisboa Saída do Hotel para visita da cidade de Lisboa. Visitaremos o centro da cidade como Praça do Rossio, Avenida da Liberdade, Praça do Marquês de Pombal, Parque Eduardo VII. Colina

Leia mais

"Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa)

Os Emigrantes Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) "Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) Estava um dia lindo na rua. O sol brilhava como nunca brilhou, e, no cais, havia muitas pessoas As pessoas estavam tristes

Leia mais

O ENOTURISMO. Conceito:

O ENOTURISMO. Conceito: Conceito: O conceito de enoturismo ainda está em formação e, a todo o momento, vão surgindo novos contributos; Tradicionalmente, o enoturismo consiste na visita a vinhas, estabelecimentos vinícolas, festivais

Leia mais

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES:

1. COMPLETE OS QUADROS COM OS VERBOS IRREGULARES NO PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO E DEPOIS COMPLETE AS FRASES: Atividades gerais: Verbos irregulares no - ver na página 33 as conjugações dos verbos e completar os quadros com os verbos - fazer o exercício 1 Entrega via e-mail: quarta-feira 8 de julho Verbos irregulares

Leia mais

A PREENCHER PELO ALUNO

A PREENCHER PELO ALUNO Prova Final do 1.º e do 2.º Ciclos do Ensino Básico PLNM (A2) Prova 43 63/2.ª Fase/2015 Decreto-Lei n.º 139/2012, de 5 de julho A PREENCHER PELO ALUNO Nome completo Documento de identificação Assinatura

Leia mais

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande

turismo industrial AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande 11.MARÇO.2013 25 anos da elevação a cidade APRESENTAÇÃO OFICIAL Circuitos Industriais Marinha Grande turismo industrial Marinha Grande www.cm-mgrande.pt MARÇO 2013 AGENDAMarinhaGrande GUIA CULTURAL DESTAQUE

Leia mais

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33

Sumário. Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9. Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15. Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 1 a Edição Editora Sumário Motivo 1 A fé sem obras é morta - 9 Motivo 2 A Igreja é lugar de amor e serviço - 15 Motivo 3 O mundo tem fome de santidade - 33 Santos, Hugo Moreira, 1976-7 Motivos para fazer

Leia mais

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos.

É verdade que só começo um livro quando descubro uma pluma branca. Isso é um ritual que me impus apesar se só escrever uma vez cada dois anos. 1) Como está sendo a expectativa do escritor no lançamento do livro Ser como um rio que flui? Ele foi lançado em 2006 mas ainda não tinha sido publicado na língua portuguesa, a espera do livro pelos fãs

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Enquanto há vida, há sexualidade! Perspectivas dos profissionais de saúde quanto à comunicação sobre sexualidade em cuidados paliativos

Enquanto há vida, há sexualidade! Perspectivas dos profissionais de saúde quanto à comunicação sobre sexualidade em cuidados paliativos Enquanto há vida, há sexualidade! Perspectivas dos profissionais de saúde quanto à comunicação sobre sexualidade em cuidados paliativos Entrevista de Estudo E06 Sexo Masculino Profissão - Médico Data 6

Leia mais

José Epifânio da Franca (entrevista)

José Epifânio da Franca (entrevista) (entrevista) Podemos alargar a questão até ao ensino secundário Eu diria: até à chegada à universidade. No fundo, em que os jovens já são maiores, têm 18 anos, estarão em condições de entrar de uma maneira,

Leia mais

Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011

Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011 1 FPB Instituição de Utilidade Pública Acta da Assembleia Geral Ordinária da Federação Portuguesa de Bridge de 27 de Novembro de 2011 Pelas 15 horas e 30 minutos do dia 27 de Novembro de 2011, numa sala

Leia mais

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO

PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO PORTUGAL 2020: EMPREENDEDORISMO E CAPITAL DE RISCO A noção de Empreendedorismo, como uma competência transversal fundamental para o desenvolvimento humano, social e económico, tem vindo a ser reconhecida

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes:

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO Neste exercício deverá transformar conjuntos de duas frases numa frase apenas. Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: 1)

Leia mais

Fruto do título de campeão nacional conquistado, João Pedro Sanches carimbou o passaporte para estar presente na 1.ª fase do Campeonato do Mundo, que

Fruto do título de campeão nacional conquistado, João Pedro Sanches carimbou o passaporte para estar presente na 1.ª fase do Campeonato do Mundo, que Resistência, coordenação, força e equilíbrio são alguns dos requisitos físicos necessários para a prática do Street Workout. Ainda pouco divulgada no nosso país, é uma modalidade desportiva que atrai cada

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012

Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012 Programa de Candidatura Eleições da FPAMC 2012 O candidato a Presidente Paulo Araújo Fundador da Federação Portuguesa de Artes Marciais Chinesas - 1992 Cidadão português, nascido em Angola (uma das antigas

Leia mais

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis,

No pavilhão 2, com 108 stands, estavam representadas as regiões de turismo, câmaras municipais, associações e juntas de turismo, para além de hotéis, VIII Legislatura II Sessão Plenária Horta, 26 de Janeiro de 2005 Grupo Parlamentar do Partido Socialista Deputada Ana Isabel Moniz Assunto: Bolsa de Turismo de Lisboa Senhor Presidente da Assembleia, Senhoras

Leia mais

Newsletter. Editorial

Newsletter. Editorial Newsletter Editorial Inverno 2009 Há mais de uma dúzia de anos que faço a manutenção do carro numa estação de serviço de Braga, onde fui sempre muito bem atendido. Com o passar dos anos acabei por desenvolver

Leia mais

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua

Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter. O sonho da Ana. A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua Temos refletido sobre a profissão que gostaríamos de, um dia, ter O sonho da Ana A Ana vivia no Porto e tinha sonhos como todas as crianças da sua idade. Gostava de brincar com as suas bonecas, fazer penteados

Leia mais

GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE. Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS

GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE. Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS GRADUADO EM EDUCAÇÃO SECUNDÁRIA PROVA LIVRE Exercício 3 ÂMBITO DE COMUNICAÇÃO: PORTUGUÊS MAIO 2011 Apelidos e nome. GRUPO I Leia o Texto A e consulte o vocabulário apresentado a seguir ao texto. TEXTO

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

RECEPÇÃO AO EMBAIXADOR DE ANGOLA

RECEPÇÃO AO EMBAIXADOR DE ANGOLA INTERVENÇÃO DO SENHOR PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE OEIRAS Dr. Isaltino Afonso Morais RECEPÇÃO AO EMBAIXADOR DE ANGOLA LOCAL: Tagus Parque REALIZADO A: 12 de Fevereiro de 2010 Pelas: 12,00 Horas Senhor

Leia mais

19 / 20 MARÇO/ 2011 DE ALMODÔVAR

19 / 20 MARÇO/ 2011 DE ALMODÔVAR 4 VOLTA ª 19 / 20 MARÇO/ 2011 AO CONCELHO DE ALMODÔVAR Henrique Revés Empresário - 41 anos Neste período que atravessamos, só com muito trabalho, dedicação e empenho é que conseguimos manter a dinâmica

Leia mais

SE O MEU TELEMÓVEL VOASSE

SE O MEU TELEMÓVEL VOASSE SE O MEU TELEMÓVEL VOASSE CONCURSO SOBRE OS DIREITOS DAS CRIANÇAS 1. Apresentação TEMA GERAL DIREITO À DIFERENÇA EU MAIS TU REGULAMENTO DO CONCURSO O IAC-CEDI, Centro de Estudos, Documentação e Informação

Leia mais

Os negócios chineses que vieram para ficar

Os negócios chineses que vieram para ficar Made in China Os negócios chineses que vieram para ficar Do sector da restauração à importação de palitos e à exportação de cortiça, muitos investidores chineses decidiram tentar a sua sorte em Portugal,

Leia mais

PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS,

PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS, PORTO - EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS, A CIDADE E O DOURO PARQUE DA CIDADE, EXPOSIÇÃO INTERNACIONAL DE ORQUÍDEAS (JARDINS DO PALÁCIO DE CRISTAL), MUSEU NACIONAL SOARES DOS REIS, CAVES TAYLOR, BARÃO

Leia mais

Protocolo da Entrevista a Maria

Protocolo da Entrevista a Maria Protocolo da Entrevista a Maria 1 O que lhe vou pedir é que me conte o que é que aconteceu de importante desde que acabou o curso até agora. Eu... ah!... em 94 fui fazer um estágio, que faz parte do segundo

Leia mais

PEDRO PINTO: "A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA"

PEDRO PINTO: A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA PEDRO PINTO: "A IDEIA DE QUE É TUDO FÁCIL PARA OS PROFISSIONAIS ESTÁ BASTANTE ENVIESADA" 25 março 2014 Share on twittershare on facebookshare on emailshare on printmore Sharing Services0 Pedro

Leia mais

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta.

Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30 minutos. Utilize apenas caneta ou esferográfica de tinta indelével, azul ou preta. Exame Nacional do Ensino Secundário Decreto-Lei n.º 74/2004, de 26 de Março Prova Escrita de Português 12.º Ano de Escolaridade Prova 639/1.ª Fase 8 Páginas Duração da Prova: 120 minutos. Tolerância: 30

Leia mais

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA

I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA I CONCURSO DE FOTOGRAFIA PAMPILHOSA DA SERRA INSPIRA NATUREZA REGULAMENTO 1 ENTIDADE PROMOTORA O I Concurso de Fotografia Pampilhosa da Serra Inspira Natureza é uma iniciativa da Câmara Municipal de Pampilhosa

Leia mais

"Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios"

Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios "Relação Umbilical entre o Turismo e a Cultura: Oportunidades e Desafios" Oferecer o que temos, somos e fazemos como produto turístico Vasco Estrela Presidente da Câmara Municipal de Mação Cultura e Turismo

Leia mais

Vinho Novo Viver de Verdade

Vinho Novo Viver de Verdade Vinho Novo Viver de Verdade 1 - FILHOS DE DEUS - BR-LR5-11-00023 LUIZ CARLOS CARDOSO QUERO SUBIR AO MONTE DO SENHOR QUERO PERMANECER NO SANTO LUGAR QUERO LEVAR A ARCA DA ADORAÇÃO QUERO HABITAR NA CASA

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

028 Lugares. Carvalhal

028 Lugares. Carvalhal 028 Lugares Carvalhal Imensamente atlântico O mar embala na areia, nas gentes, nos dias e nas horas. Em Carvalhal, localidade do concelho de Grândola, o tempo corre ao ritmo de um imenso oceano que banha

Leia mais

GRUPO INCENTIVO PORTUGAL

GRUPO INCENTIVO PORTUGAL GRUPO INCENTIVO PORTUGAL 1º DIA LISBOA / BUENOS AIRES Comparência no aeroporto 120 minutos antes da hora de partida. Assistência nas formalidades de check in e embarque por um delegado da Rumos Viagens

Leia mais

Fotografias de Raquel Porto

Fotografias de Raquel Porto Fotografias de Raquel Porto A RAPARIGA QUE SABIA ANTES Não se lembra da primeira vez que aconteceu. Foi talvez na infância, não se lembra ao certo. Para ela sempre foi assim. Vê as coisas acontecerem antes

Leia mais

JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA. Viaje com liberdade. Organizado e gerido por:

JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA. Viaje com liberdade. Organizado e gerido por: JUL>DEZ 2010 CANDIDATURAS A PARTIR DE 17 DE JUNHO ABRIR PORTAS À DIFERENÇA Viaje com liberdade Organizado e gerido por: ABRIR PORTAS À DIFERENÇA Dirigido a todos os cidadãos portugueses com deficiências

Leia mais

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES

13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES 2011 13 A 21 DE SETEMBRO ILHAS DOS AÇORES PROGRAMA VIAGEM AOS AÇORES 13 A 21 DE SETEMBRO DE 2011 1.º Dia 13 de Setembro FUNCHAL/ PONTA DELGADA / TERCEIRA Comparência dos senhores participantes no Aeroporto

Leia mais

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS

O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS O PERCURSO ACADÉMICO NA FBAUL E AS PERSPECTIVAS FUTURAS QUE OPORTUNIDADES PÓS-LICENCIATURA ESPERAM? EXPECTATIVAS QUE INQUIETAÇÕES TÊM OS ALUNOS DE DC? MADALENA : M QUAL É A TUA PERSPECTIVA DO MERCADO

Leia mais

Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho

Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho o príncipe lá de casa Tenho um filho. Já tive um marido. Tenho agora um filho e talvez queira outra vez um marido. Mas quando se tem um filho e já se teve um marido, um homem não nos serve exatamente para

Leia mais

PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS

PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS PROGRAMA DESPORTO DE NATUREZA EM ÁREAS PROTEGIDAS Decreto Regulamentar n.º 18/99, de 27 de Agosto (Alterado pelo Decreto Regulamentar n.º 17/2003, de 10 de Outubro) Âmbito...2 Definições...2 Tipologia...3

Leia mais

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas

Nicholas Sparks. Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas Nicholas Sparks Tradução: Marsely De Marco Martins Dantas A ÚLTIMA MÚSICA 1 Ronnie Seis meses antes Ronnie estava sentada no banco da frente do carro sem entender por que seus pais a odiavam tanto. Era

Leia mais