R Jornalistas têm razão de ser se sabem exercer a fiscalização do poder, se têm espírito crítico. Mino Carta

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "R Jornalistas têm razão de ser se sabem exercer a fiscalização do poder, se têm espírito crítico. Mino Carta"

Transcrição

1 Rua Delamare, 1088 Tel: R Jornalistas têm razão de ser se sabem exercer a fiscalização do poder, se têm espírito crítico. Mino Carta FUNDADO EM 03 DE SETEMBRO DE 1960 Nº2741 ANO55 CORUMBÁ-MS, 01 a 07 de Agosto de Rua Delamare, 1088 Tel: CONSULTA POPULAR Confira nesta edição a ENQUETE realizada pelo Jornal sobre ECONOMIA, POLÍTICA e SOCIAL, realizada em Corumbá entre os dias 17 a 24 de Julho. MORREU EM Faleceu Dr. Bento, médico bastante querido em Corumbá CORUMBÁ UM DOS MAIORES EMPREENDEDORES DE NOSSA REGIÃO DE TODOS OS TEMPOS: RAFAEL CANDIA! Homenagem na página 12. Leia na página 17 FAEMS comemora mais de 540 Certificações Digitais realizadas em junho Veja os detalhes na página 19 C M A P

2 Para quem não precisa ver fenômenos para acreditar que Deus existe, uma história vou contar e que tem seu respaldo no livro Abandono de Flávio Garcia Azambuja: Nos idos do século 6 a.c. o Salmo 22 fazia ecoar a profecia de um salvador que viria para libertar o povo, assumindo a culpa do pecado humano. As palavras do salmista Meu Deus! Meu Deus! Por que me abandonaste? Por que estás tão longe de salvar-me, tão longe dos meus gritos de angústia? falam de uma melancolia muito particular que somente os que sofreram conseguem vislumbrar a dimensão da dor na alma. Mas é quando as mesmas palavras são repetidas por Cristo ao ser crucificado no século 1 d.c. que ganham uma redimensão áurea, pois revelam em parte o relacionamento santo da Trindade. É na identificação com o sofrimento ali concebido, que as pessoas podem ter a consolação dos próprios sofrimentos e neste caminho pedregoso, conseguimos olhar avante com esperança, baseado na confiança depositada em Deus. E apesar de toda a angústia que o salmista experimenta, ele sabe que é passageira e consegue, mesmo na dor, reconhecer Deus: Tu, porém, és o Santo, és rei, és o louvor de Israel. Em ti os nossos antepassados puseram a sua confiança; confiaram, e os livraste. Clamaram a ti, e foram libertos; em ti confiaram, e não se decepcionaram. Abandono é o primeiro livro de Flávio Garcia Azambuja, pastor da Igreja Batista Belo Horizonte em Campo Grande MS desde É Bacharel em Teologia pelo Seminário Teológico Batista D Oeste do Brasil e Mestre em Teologia e Filosoûa pela Universidade Nacional do País de Gales, Cardiff. É idealizador do projeto Cristo nas Empresas, que promove a qualidade de vida no ambiente de trabalho Quanto ao livro, Pastor Flávio aborda o tema como um indivíduo que passou por este vale e, a cada etapa de sofrimento uma lição é aprendida. Este livro devocional fala de perdas e frustrações e, aponta soluções para lidar com essas experiências desoladoras. Convidado por Larissa Caetano estive presente no lançamento do livro e o autor numa conversa aberta com o titular desta coluna, contou que o agente motivador da construção do livro foi o próprio ABANDONO Por Rosildo Barcellos* exemplo de Jesus Cristo na superação de sofrimentos, dores, agonias e abandonos, continua sendo o mais sublime neste sentido. Assim, tendo analisado a atitude Dele como registrada na Bíblia, especificamente, no Salmo 22 e nos Evangelhos; eu imaginei que outras pessoas poderiam se beneficiar de um estudo que abordasse o ideal da superação humana com base no exemplo de Jesus de Nazaré. Isto porque em meio aos meus próprios abandonos; culminou com a obra. Quanto as expectativas do autor sobre quem for ler sua produção, entende que há uma grande inversão de valores no cotidiano do brasileiro e uma falta de informação que assola a mente dos jovens e desta feita, deseja que as pessoas sejam informadas sobre algumas das teorias existentes na interpretação do Salmo 22, por exemplo; e que visualizassem o quão importante este Salmo foi na composição das narrativas ligadas à crucificação conforme os Evangelhos. Do ponto de vista histórico, o exemplo de Jesus já seria relevante nesta busca por superação. Assevera que seu desejo mor é que os leitores encontrem no abandono messiânico de Jesus de Nazaré, razões que transcendem a história e que promovam a redenção e a libertação em meio aos traumas desta vida. E assim é a vida, e como diz a canção de Bruna Karla... Quando penso que estou forte; fraco eu estou. Mas quando reconheço que sem ti eu nada sou, alcanço os lugares impossíveis e me torno um vencedor! Música Incidental Bruna Karla CD : Advogado fiel Faixa : 3 (Sou humano) EXPEDIENTE Fundado em Razão Social: Farid Yunes Solominy - CNPJ / Redação e Parque Gráfico: Rua 7 de Setembro, Centro - Corumbá-MS Tel: (67) CEP Diretor Responsável: Farid Yunes Solominy DRT -105/MS Diagramação: Alle Yunes DRT - 84/MS Reportagem: Swellen Freitas Agostini Colaboradores: Rosildo Barcellos, Eneo da Nobrega, Dilson Fonseca, Roberto Maciel, Amanda Sabino Ferreira, Patricia Fonseca, Hildyanne Teixeira, Helker Hernany e Alfredo de Sartory. Pág.02 Os temperos frescos podem ser utilizados nas preparações culinárias agregando sabor e aroma a receitas. As ervas frescas são fontes de vitaminas, minerais e compostos bioativos e possuem valor calórico muito baixo. CHAVEIR VEIRO SETE CHAVES Cópias em 1 minuto, Aberturas Residenciais, Comerciais, Automóveis e Cofre. Confeccionamos carimbos em madeira e automáticos. Entregamos em 24 horas Atendimento de Urgência 24hs R. 7 de Setembro, Centro - Corumbá/MS Reinaldo Vicente Bezerra Neto Patrono do Jornal Correio de Corumbá Tiragem: 2000 exemplares Chefe do Parque Gráfico: Cleberson Calonga (Juninho) *** A Redação não se responsabiliza por artigos assinados ou de origem definida.

3 Pág.03 PROER - Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional O Proer desapareceu do noticiário que todos os dias se mistura no túnel do tempo, descansa no cemitério de escândalos do governo Fernando Henrique Cardoso, enquanto ministros do Supremo Tribunal Federal dormem nas sessões tediosas da corte enrolados nas suas capas pretas, como Vacas sagradas, assim chamados pelo jurista e ex-senador José Paulo Bisol ou fazem pantomimas para se verem depois nos espelhos, agora telinhas de tv e de celulares. Os bancos sugam a seiva do trabalho dos brasileiros e muitos ainda dizem por aí que o Proer foi importante para a segurança bancária do Brasil. Criado em novembro de 1995, no início do primeiro mandato de Fernando Henrique Cardoso, o Proer - Programa de Estímulo à Reestruturação e ao Fortalecimento do Sistema Financeiro Nacional, gastou R$ 37,76 bilhões com os bancos em funcionamento no país. Este valor foi apurado pela CPI dos Bancos, do Senado Federal, e consta do relatório final da comissão. Desde 1994, mais de 70 bancos (múltiplos, comerciais, de desenvolvimento e de investimento) passaram por processos de ajuste, resultando em transferência de controle acionário, com assistência do Banco Central e com incorporação de outras instituições financeiras nacionais e estrangeiras. A concentração bancária no Brasil se intensificou no governo Fernando Henrique. Essa concentração é fortemente marcada pela internacionalização do sistema financeiro brasileiro. Várias instituições internacionais passaram a operar no Brasil, adquirindo bancos brasileiros. Dentre outras aquisições destacam-se a compra do Bamerindus pelo banco inglês Hong Kong & Shangai Banking Corporation (HSBC), do Banco Real pelo ABN-Amro, do Noroeste e do Banco Geral do Comércio pelo espanhol Santander, do Excel pelo Bilbao y Viscaya, do Garantia pelo CS First Boston e do Bandeirantes pelo português Caixa Geral de Depósitos. Ao todo foram 8 instituições estrangeiras que compraram 11 bancos nacionais, e passaram a disputar um mercado estimado, na época, em 50 milhões de correntistas. O potencial do setor financeiro nacional era o principal atrativo para as instituições estrangeiras. Apenas 17% dos brasileiros tinham conta em banco, enquanto na Espanha, por exemplo, esse índice chegava a 70% e no Chile, 50%. O Professor Luiz Fernando de Paula, economista e pesquisador do Núcleo de Finanças e Macroeconomia da Universidade Cândido Mendes, estudou durante seis anos as mudanças no sistema financeiro internacional e seus impactos no Brasil. Segundo ele, a participação do capital estrangeiro no setor financeiro brasileiro, a partir de 1996, dobrou, passando de 9,79% para 18,38% até 1999, aumentando de 4,36% para 11,81%, o volume de dinheiro brasileiro depositado em instituições estrangeiras. O governo Fernando Henrique Cardoso justificou a abertura do sistema financeiro brasileiro para a participação de instituições financeiras estrangeiras utilizando a surrada lei do livre mercado. Segundo o governo, a concorrência dos bancos estrangeiros traria benefícios para os correntistas nacionais. Mas o estudo do professor Luiz Fernando constatou o contrário. Os bancos institucionalizaram a cobrança de tarifas, argumentando que seria necessário para recompor os ganhos perdidos com o fim da inflação. Essas cobranças acabaram se transformando em mais um instrumento de captação de recursos: em 1994 as tarifas representavam apenas 2,41% de suas receitas. Quatro anos depois, o índice subiu para 6,26%. Os bancos estrangeiros não oferecem tarifas mais baixas do que os bancos nacionais e não demonstram disposição de ofertar crédito mais barato. Os títulos públicos se transformaram na principal ração que alimenta os lucros dos bancos, são como um prato feito de taxas de juros suculentas. Com as altas taxas de juros oferecidas pelo governo para remunerar a compra de títulos públicos, os bancos não se animaram a aumentar as linhas de crédito, preferiam investir os títulos públicos porque o risco até hoje é zero. Ou seja, a internacionalização do sistema financeiro promovida pelo governo não atendeu a demanda por investimentos na economia e serviu para aumentar a especulação financeira, sugando os recursos da riqueza produzida por quem trabalha. Dados do Banco Central comprovam isso: depois da intensificação das fusões o volume de títulos públicos vendidos a bancos estrangeiros aumentou de 15,2% em 1994 para 32% em 1999, enquanto a disponibilidade de crédito foi reduzida de 41,5% para 33,3%, no mesmo período. A receita do conjunto das instituições financeiras com a compra de títulos da dívida pública interna triplicou entre 1994 e 2001, passou de R$ 13,6 bilhões para R$ 41,7 bilhões. O estoque dos títulos públicos em poder dos bancos, que em 1994 era de R$ 53 bilhões saltou para R$ 282 bilhões, um aumento real de 171,5% (descontada a inflação da carteira de títulos públicos em poder dos bancos). O lucro dos 20 maiores bancos que atuavam com títulos públicos, que em 1994 foi de R$ 13,6 bilhões, em 2001 chegou a R$ 37,6 bilhões, um aumento de 56,5%. A parcela dos lucros com investimentos em títulos sobre a receita total dos bancos, que em 1994 era de 22,5%, atingiu a marca de 41,1%, em Arminio Fraga, ex-consultor de um dos maiores especuladores financeiros do mundo, George Soros, assumiu a presidência do Banco Central, em 1999 e uma das medidas dele foi liberar o depósito compulsório dos bancos em vários momentos sob a alegação de possibilitar a oferta de crédito, mas o que se verificou foi que a oferta não ocorreu. Os bancos optaram pela compra de títulos públicos, porque o lucro desde então é fácil, as taxas de juros são muito altas. Os bancos nunca ganharam tanto dinheiro no Brasil quanto durante o governo Fernando Henrique Cardoso. Os lucros aumentaram cerca de 364%, segundo dados da Federação Brasileira dos Bancos, publicados no segundo semestre de O governo justificou a criação do Proer com a alegação de que o sistema bancário precisava se modernizar para receber investimentos externos. Mas o que ocorreu foi que o grosso dos recursos do Proer foram distribuídos para salvar bancos falidos recebendo em troca títulos podres como forma de pagamentos e para dar garantia a grupos estrangeiros para comprar bancos brasileiros. O Banco Econômico, o Nacional e o Bamerindus deram um calote de mais de R$ 10 bilhões de reais ao Banco Central. O Banco Nacional, da família Magalhães Pinto, que tinha uma das filhas, Ana Lúcia Catão de Magalhães Pinto, casada com Pedro Henrique Cardoso, filho do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, recebeu uma linha de crédito de R$ 6 bilhões de reais para pagar suas dívidas, antes que o fosse vendido para o Unibanco. O Nacional, só em fraudes contábeis, que vinham sendo praticadas desde 1986, sem a fiscalização do Banco Central, levou R$ 5,3 bilhões de reais. O Banco Bamerindus, do ex-senador Andrade Vieira, PTB/PR, um dos maiores colaboradores da campanha de Fernando Henrique, que deu dinheiro e emprestou jatinhos para viagens do candidato à presidência, foi vendido para o grupo inglês HSBC por um preço subestimado de R$ 381,6 milhões de reais. O HSBC comprou só a parte boa e a parte podre ficou com o Banco Central. Além de outros bens o patrimônio do Bamerindus tinha agências, ativos no valor de R$ 10 bilhões e uma seguradora das mais rentáveis do país. Como se não bastassem essas vantagens, o Banco Central deu R$ 431 milhões ao HSBC para informatização e outras despesas e garantia de R$ 1,27 bilhão em títulos da dívida externa. Andrade Vieira, que foi ministro de Fernando Henrique Cardoso, saiu do governo acusando Pedro Malan de ludibriá-lo na venda do Bamerindus. Vieira queria mais dinheiro para salvar o banco, mas o ministro da fazenda preferiu os ingleses. Quatro anos depois que o Bamerindus quebrou os técnicos do Banco Central concluíram o inquérito administrativo. No relatório do BC, segundo a revista Istoé Dinheiro, de 30 de novembro de 2001, consta o pedido de indiciamento, por formação de quadrilha, de dezenas de pessoas. Essas pessoas estão sendo acusadas de manipulação de uma carteira no valor de R$ 2 bilhões em créditos podres. Os indícios de crimes são: um total de 56 imóveis com valores superfaturados para quitar dívidas de devedores do banco, pagamentos indevidos de comissões a intermediários e contratação de empresas de administração de contratos imobiliários com preços muito acima dos praticados no mercado. O texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias, de 1999, estabelecia que o Executivo teria que divulgar os resultados do Banco Central discriminando os reflexos das operações de saneamento do sistema financeiro, cujos valores somaram R$ 20 bilhões de reais relativos ao ano de 1997, e os projetados para os anos de 1998 e Porém, o governo federal simplesmente decidiu não prestar contas ao Congresso Nacional sobre o impacto das operações de injeção de recursos do Proer nos bancos. O presidente Fernando Henrique Cardoso vetou 14 dispositivos da LDO de 1999, sobre o assunto. O Senado Federal, sob a presidência de Antônio Carlos Magalhães, recebeu o texto da lei de volta, mandou publicar no Diário Oficial e ponto final. O problema é que arroubos tecnocráticos como esse consumiu uma fábula de recursos e nenhuma instituição acadêmica se dispôs até o momento a fazer as contas para saber quanto custou para o país a moeda Real e quanto perdemos com a vulnerabilidade externa do período Fernando Henrique, que permitiu tantos ataques especulativos, sendo que R$ 37,76 bilhões foram investidos na chamada segurança bancária.

4 IDEIAS, SUGESTÕES E RECLAMAÇÕES Por Eneo da Nóbrega (Peço para os analfabetos políticos e funcionais não lerem esta matéria) ATO REVOLTANTE DO DEPUTADO EDUARDO CUNHA A Revista VEJA da semana passada trouxe uma matéria que me deixou revoltado da atitude do Deputado Eduardo Cunha. O Título é MANDA QUEM PODE. A Câmara aprovou a MP 668. A referida MP tratava de tributação de produtos importados, mas em seu bojo, colocou como jabuti (coisa alheia ao que se pede), a isenção do pagamento de impostos pelas igrejas evangélicas, inclusive para os pastores que recebem mais de CEM MIL REAIS por mês. O Deputado Cunha é idoso, mas evangélico, se esqueceu de isentar os servidores públicos aposentados. O Pastor RR Soares recebeu uma multa de 220 milhões de reais; Silas Malafaia 1,5 milhões de reais; as leis brasileiras isentam as instituições religiosas de pagar impostos, mas os pastores estão sujeitos a recolhimento de IR e INSS em seu salário é o que diz a revista VEJA. Os pastores foram alvo de uma devassa pela Receita Federal. A aprovação da MP tranqüilizou mais de 178 instituições religiosas. Que o Deputado Eduardo Cunha propusesse a isenção dos pastores de pagar impostos de renda tudo bem, que assim o fizesse com os servidores públicos aposentados em todo o país. Quero através desta coluna REPUDIRAR a atitude mesquinha do Eduardo Cunha que se esqueceu que já está idoso e que vai um dia deixar a Câmara dos Deputados e vai ter que pagar o injusto Imposto de Renda que o governo federal abocanha com todos os dentes... Que Eduardo Cunha explique a justiça brasileira se é verdade que recebeu mais de cinco milhões de dólares. Se cassado, vou mandar soltar fogos lá na Avenida Marechal Rondon para comemorar a sua derrota, por todos os séculos, amém... Se algum vassalo do Cunha quiser responder está matéria, antes é bom ler a revista VEJA do dia 15 de Julho, edição 2.434, ano 48, nº 28 ou vir até o local onde resido para mostrar o exemplo. ANIVERSÁRIO DA DONA ELGA LEIGUES RODRIGUES No dia 6 de Agosto estará completando mais um aniversário a dedicada dona de casa Elga Leigues Rodrigues que fez de tudo para educar seus filhos: Miguel, Everton, Mercedes, Celso, Maura e Maria de Fátima Rodrigues, licenciada em Geografia, graduação e bacharelado, funcionária da municipalidade. Dona Elga é avó da aluna Mariana Rodrigues da Nóbrega destacada aluna do 7º Ano do CENIC. Esta coluna deseja muitas felicidades, saúde e força de vontade para vencer os obstáculos cotidianos. Parabéns. COM OS SINDICATOS DOS AGENTES DE SAÚDE E GUARDA MUNICIPAL Segundo a filosofia dos sindicalistas sérios e honestos e não vassalos dos gestores de plantão, o Sindicato é um instrumento de luta em favor de sua categoria. A título de sugestão, gostaria que os presidentes das referidas entidades de classe, entrassem em contato com a direção da empresa de POSTO RIO AZUL Rua Dom Aquino Centro Corumbá, MS (67) Pág.04 ônibus que faz a linha dos bairros da cidade, para que isentasse do pagamento das passagens dos agentes de saúde e guardas municipais quando estiverem uniformizados ou fardados. A Policia Militar desfruta deste benéfico. Para os agentes de saúde este benefício, a não ser que a Municipalidade pague o piso nacional de R$ 1.014,00 mais a produtividade como ato de justiça para aqueles que diretamente percorrem as residências, orientando os moradores por causa da dengue. Os agentes de saúde saem debaixo de sol e chuva, no seu cotidiano. Assim como elogio o trabalho dos garis que debaixo de chuva recolhem os sacos de lixo principalmente na Rua onde moro, Tiradentes, vejo o trabalho dos agentes de suma importância para a nossa população. Pagar o piso nacional mais produtividade é um ato de justiça. Tem categoria no serviço público que recebe uma boa bolada preta final do mês. Por isso tem aqueles carrões de dar inveja...!!! CARIOCA FESTAS Para festas de crianças, o Carioca Festas oferece cama elástica, piscina, tobogã inflável, carrinho bate-bate, algodão doce, pipoqueira elétrica, equipamento de som, telão, projetor, mesa decorativa, veneziana, decoração, balões de ar e garçonetes. De sábado a domingo cama elástica na Praça Generoso Ponce, a partir das 16:00 horas. Telefone: Rua Antonio João Quase esquina com a Cuiabá. ALUNOS DO SENAI RECLAMAM Fui procurado por alguns alunos matriculados no SENAI que me informaram que o curso de eletrotécnica está sem aulas pelo menos três meses. Até agora a direção não deu nenhuma explicação para os discentes. Com a palavra a Direção do SENAI. Este espaço está aberto para propostas. POPULARES ARRANCAM HOMEM DE VIATURA DA PM E O AGREDIRAM COM PEDAÇOS DE PAU E PEDRADAS Folhapress Um homem foi arrancado de dentro de um carro da polícia e morto a pedradas e pauladas por moradores de uma vila rural em Candeias do Jamari (25 km de Porto Velho). Ele era suspeito de ter estuprado uma garota de nove anos e matado a facadas o irmão dela, de cinco anos. O linchamento ocorreu no fim da tarde desta terça-feira (21), minutos depois de confirmada a morte do garoto. Segundo a Polícia Militar, Uillian Jeferson de Farias, 33, invadiu a casa onde estavam as crianças sozinhas e passou a abusar sexualmente da menina. Pelo relato posterior da garota à polícia, o irmãozinho dela, ao perceber a cena, teria se assustado, mas avançou no suspeito e foi esfaqueado no peito. Ainda segundo a PM, Farias, para disfarçar, saiu com o garoto nos braços pedindo socorro. Vizinhos levaram o menino para uma unidade de saúde de outro bairro, mas ele não resistiu e morreu. Minutos depois, diz a polícia, a irmã relatou aos moradores o que ocorreu em sua casa, e um grupo de vizinhos segurou Farias até a chegada da polícia. CERCO E LINCHAMENTO Segundo o registro no boletim de ocorrência, o único carro da polícia que atendia o caso, com quatro PMs e o suspeito preso dentro, foi cercado por dois caminhões. Em volta, havia uma multidão de 300 pessoas, armadas com paus e pedras e dispostos a avançar no carro policial. Um outro veículo da Polícia Militar Ambiental com mais três homens chegou ao local e tentou conter os moradores, mas o grupo retirou à força Farias do carro. Ele foi morto com chutes, pauladas e pedradas no meio da rua.

5 Vamos falar sobre a Ferrovia, escrever sobre fatos históricos e curiosidades. Sou o Professor Dílson Antonio Morais da Fonseca, Pós Graduado em Gestão Educacional, Formado em Geografia e professor há mais de 18 anos, além disso, neto e filho de ferroviário. A ferrovia ao longo de muitos anos foi o principal meio de transporte que o mundo conheceu, ela rasgou muitos países, muitos estados e muitas cidades. Muitas localidades ficaram refém desse meio de transporte, pois somente o trem conseguia chegar aos mais diferentes pontos. Vamos nos ater ao Pantanal, como visitar Porto Esperança sem o trem? Pois sabemos que em época de cheia somente barcos chegam até lá. Pois o nosso trem de passageiro não vai mais para aquela localidade. E muitas e muitas regiões do Pantanal estão totalmente desguarnecidas de transporte, pois o carro não chega e somente o barco consegue. E outro que conseguia de forma magistral e soberana era o nosso Trem do Pantanal. Mas que aos poucos foi morrendo e hoje só lembranças. O apito estremecia toda a região e as pessoas sempre procuram usar desse meio de transporte. Quem não se lembra do trem das 8 da manhã e do trem noturno das 21 horas?. Me lembro bem que as noites sentávamos na porta de casa, na rua Tiradentes Vila Noroeste casa 32, Nos Trilhos da Vida MAGIA DA FERROVIA esperando pelo movimento que o trem proporcionava. Como era bom. Muitas vezes ali ficávamos esperando o meu pai o Mestre de Linha Delso Lourenço da Fonseca que chegava do trecho mas também muitas vezes, ele também sentava conosco olhando o movimento e lá ficávamos eu, minha finada mãe Odete Moraes da Fonseca, meu irmão Marco Antonio Moraes da Fonseca, nosso vizinho senhora Idalina de Pág.05 Moura Benitez (dona Doninha), suas filhas Alessandra e Ana Paula de Moura Benitez. O movimento era intenso, charretes, carroças, táxi, carros e muitas pessoas a pé que chegavam de viagem e passagem em frente a nossa casa. Que tempo bom. Vivemos nessa casa da rua Tiradentes por mais de 20 anos, e como sempre a nossa família respira ferrovia, pois além dessa casa, moramos nas chamadas turmas que eram casas na beira do trilho e lá vivemos por muitos anos. Mas infelizmente não conseguimos permanecer nas casas da ferrovia, que sem dúvida nenhuma deveria ser de direito a todos aqueles que fizeram desse meio de transporte um dos principais do mundo, que foram criados, viveram pela ferrovia e para a ferrovia. Mas que muitos pela falta de condições financeiras não conseguiram adquirir essas casas. Hoje aquele trem pomposo que levava e trazia o progresso está agonizando, morrendo aos poucos, pois ficou apenas os trens de carga, onde até pelas condições de trafegabilidade não consegue sequer chegar aos 10km/h até mesmo uma tartaruga consegue ultrapassar o nosso trem de hoje em dia. É preciso acima de tudo que todo o trecho seja revitalizado, pois só assim poderemos sonhar com o verdadeiro Trem do Pantanal, que entre no Pantanal. Não canso de dizer que esse trem que eles denominam trem do Pantanal não passa de um trem de mentira. Pois como chamá-lo de trem do Pantanal se não entra no Pantanal? Todos os dias faço essa pergunta. A vontade da população deve ser respeitada, pois com certeza o trem ainda é a opção popular para todos e como diz a música sonhar não custa nada e eu ainda sonho com a volta do trem.

6 Pág.06 NOS TEMPOS DO FUTEBOL DE OURO Seleção de Futebol Society no Campo do SESI - Anos 80 Equipe de Futebol Society (sete) no Campo do SESI final dos anos 80. Em pé da esquerda para a direita: Deny de Souza (Radialista in memoriam), Jair Luna Cebola, Cavalo, Yano, Canela e Raul. Agachados na mesma ordem: Maurinho Paulo, Antônio Carlos, Jonas de Lima e Ernesto Garcia (in memoriam). Não temos informações sobre o nome da equipe, mas o uniforme é do Esporte Clube Enira, tradicional time do futebol amador de Corumbá. SINDICATO RURAL DE CORUMBÁ Valorizando a classe! Mantendo as tradições! Pecuarista de nossa região: A união faz a força. Torne-se um filiado. Avenida General Rondon, entre as ruas Frei Mariano e 15 de Novembro. Fones: (67)

7 REPORTAGEM ESPECIAL REPORTAGEM ESPECIAL COM DÍLSON FONSECA CORUMBÁ A SUA HISTÓRIA Pág.07 COM DILSON FONSECA Nesse artigo vamos fazer uma viagem na História de Corumbá, pois é preciso a nossa cidade para que possamos cada vez mais amá-la e respeitá-la. Fundada em 21 de Setembro de 1778 pelo capital general Luiz de Albuquerque, inicialmente foi denominada como Vila de Nossa Senhora da Conceição de Albuquerque. Existem duas origens para o seu nome, o primeiro indígena curupah, onde curu = rugoso, como os índios chamavam a aroeira e pah = abundância. Outro significado é lugar distante. Arqueologicamente, a datação mais antiga da presença do homem no Pantanal remonta há 8200 anos, obtida na área urbana de Ladário, cidade que se localiza dentro do município de Corumbá, por arqueólogos da Universidade Vale dos Sinos (UNISINOS) em convênio com a UFMS. Dos registros arqueológicos e conhecimentos que se tem sobre o Pantanal, sabe-se que foi povoado por grupos indígenas das línguas Arawak Guaicuru, Jê Macro-Jê, Tupi Guarani e Zamuco. Sítios arqueológicos registram a presença dos povos indígenas antes da colonização. A diversidade de sítios, tanto de habitação, quanto de cemitérios, revela culturais amazônicas, da platina e do chaco. Atraído pela existência de pedras e metais precioso, entre eles o outo, o português Aleixo Garcia em 1524 acabou sendo o primeiro a visitar o território que alcançou o rio Paraguai através do rio Miranda, atingindo a região onde hoje está a cidade de Corumbá. Nos anos de 1537 e 1538, o espanhol Juan Ayolas e seu acompanhante Domingos Martinez de Irala seguiram pelo rio Paraguai e denominaram Puerto de Los Reyes a lagoa Gayva. Por volta de 1542, 43 Álvaro Nunes Cabeza de Vaca também passou por aqui para seguir para o Peru. Em 1547, novamente Irala agora em demanda dos Andes, estiveram nas terras locais. Também passou por aqui o então governador de Assunção, Domingos Martinez de Irala que em marcha foi até as cordilheiras dos Andes. Guerra do Paraguai Seu ideal era conquistar a América do Sul, um sonho que tinha desde estudante, em Paris onde Napoleão tornou-se um monarca poderoso do velho mundo. Era assim o ditador paraguaio Francisco Solano Lopez. Por sua determinação, um oficial do seu exército chegou a Corumbá no final de 1863, um estrategista de alto gabarito, disfarçado de fazendeiro que demonstrava grande interesse em conhecer os campos do sul e sua fazenda de gado. Meses depois, em 28 de dezembro de 1864, atracou em Corumbá a tropa inimiga e desembarcando somente em 3 de janeiro de A ocupação foi pacifica. O coronel paraguaio Vicente Barrios com homens embarcados em 4 batalhões de Infantaria 12 peças de fogo e 30 foguetes de 24mm de fabricação francesa. Comandante da tropa inimiga e cunhado do ditador Solano Lopez, classificou a abordagem da vila como um passeio militar. Durante a ocupação as mulheres eram levadas para o navio do Comandante, as casas eram saqueadas e os objetos de valor eram divididos entre os soldados, para os brasileiros o castigo era pior, pois eram levados para Assunção para trabalho forçado, enquanto as mulheres, crianças e inválidos ficaram na vila também para trabalho forçado. O tenente-coronel Hermenegildo de Albuquerque Porto Carreiro, com 157 homens, após a resistência aos invasores, sustentando luta por 2 dias, findos os quais se retirou para Corumbá. A 2 de janeiro de 1865, a guarnição militar evacua a cidade, seguindo para Cuiabá. Em 8 de Janeiro de 1865 regressa em Corumbá o navio de bandeira Paraguai Iporã, com a notícia tomada e abordagem do navio brasileiro Amambaí, que sob o comando do Coronel Carlos Augusto de Oliveira. Seu Estado Maior e a tropa do 2º Batalhão, que dia antes da ocupação paraguaia haviam abandonada a vila, tentando chegar a Cuiabá. Com a invasão local, o progresso foi temporiamente bloqueado e a navegação teve de ser interrompida, e A C I C consequentemente houve a desarticulação do comércio local. Na capital Cuiabá, o Presidente da Província, organizou o Primeiro Corpo Expedicionário sob o comando do Tenente Coronel Antonio Maria Coelho e um efetivo de 400 homens, comandava a 1ª Cia o Capitão de Infantaria Joaquim Luiz de Cunha e Cruz, a 4ª Cia. O tenente de voluntários Antonio Augusto Correa da Costa que era composta de homens do Exército, da Guarda Nacional e Voluntários. Seguiram-se outros combatentes de grande importância, porém o mais notável antes da batalha final, foi o que se verificou em um matagal onde está a Praça Uruguai, em frente à Casa do Artesão, antiga Cadeia Pública. O inimigo esperava que fossem atacados pelo Norte da cidade, quando a coluna atacante deveria descer o rio Paraguai, a favor da corrente. Segundo se sabe, o grosso da tropa inimiga achava-se aquartelado no Lago do Carmo, em frente onde hoje está a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Candelária, onde foi travado o combate decisivo, quando veio a fortalecer o Capitão Cunha e Cruz. No dia 15 de maio de 1867, as 1ª, 5ª e 6ª Companhias partiram de Cuiabá em canoas rebocas pelos vapores que voltaram para trazer os restantes das Cias. Essas desembarcaram nas proximidades do rabicho, depois de alguns dias de viagem a remo e seguindo viagem marche até as proximidades da fazenda Piraputanga travando e vencendo luta com o inimigo onde tinha um posto, seguindo viagem para a lida de Corumbá na direção Sul/Norte. Esse domino de ocupação do exército paraguaio durou até do dia 13 de junho de 1867, quando sob o comando do tenente-coronel Antônio Maria Coelho, soldados brasileiros vindos de Cuiabá derrotaram os inimigos e tomaram novamente posse das terras, que até aquele momento estava sob o domínio Paraguai. Eis os documentos necessários para filiação a Associação Comercial e Empresarial de Corumbá: Proposta de Filiação preenchida em duas vias, assinadas e carimbadas(carimbo com CNPJ). Fotocópia do Contrato Social, ou de Firma Individual ou mesmo da Ata de Abertura; Fotocópia do Cartão de CNPJ; Fotocópia do Alvará de Funcionamento, emitido pela Prefeitura Municipal de Corumbá; RG e CPF do proprietário e/ou dos sócios da empresa e Comprovante de endereço da empresa. No ato da Filiação será cobrada uma taxa de filiação no valor de R$ 50,00. Associação Comercial e Empresarial de Corumbá. Acesse

8 DINHEIRO ACIMA DO RESPEITO? Na última terça-feira (28/07/2015), um episódio lamentável ocorreu nesta bela Cidade Branca. Uma faculdade particular provocou a revolta de muitos alunos, que buscaram vários meios de comunicação para relatar a triste providência tomada contra os alunos do curso de Direito. A medida consistia em deixar uma funcionária na porta de entrada da faculdade, com uma lista de nomes, parando cada acadêmico que chegava para assistir as aulas do dia e verificando a situação da matrícula, o que resultou em um pequeno tumulto em frente ao local, já que os alunos considerados em situação irregular foram barrados. Muitos alunos sem condições de arcar com as altas mensalidades do curso superior buscam o financiamento estudantil. A opção de financiamento mais famosa é o FIES, que este ano foi foco de muitas polêmicas, já que ao invés de assumir a falta de verba, que é resultado da atual situação do país, agoniava acadêmicos do Brasil inteiro que viam suas inscrições darem erros por motivos inexistentes. Na faculdade que foi o palco do desrespeito contra alunos, muitos acadêmicos são dependentes do FIES e foram eles os principais alvos da atitude da instituição. As inscrições do FIES serão abertas no dia 03 de agosto e permanecerão abertas por uma semana. Ou seja, muitos alunos só poderão efetuar suas matrículas uma semana após o início das aulas. Embora as matrículas possam ser efetuadas pelos acadêmicos, com o ressarcimento do devido valor pelo FIES posteriormente, muito alegam que não tem o dinheiro. Aliás, se essas quantias fossem fáceis de ser levantadas no mês, os acadêmicos fariam isso todos os meses, pagariam sua mensalidade e não dependeriam do financiamento. Até seria compreensível que os alunos devessem esperar a matrícula para assistir as aulas, se a praxe não fosse exatamente o contrário. Os acadêmicos afirmaram que, semestre após semestres, os que não haviam efetuado a matrícula até o início das aulas, frequentavam as classes para não perder matéria. Afinal, sem efetuar as matrículas nenhuma disciplina seria válida, o que não prejudicaria a faculdade, mas somente o aluno. Na última terça-feira a surpresa dos alunos foi ver a praxe ser abandonada (e de maneira vexatória para eles). Embora os alunos tenham optado por não se identificar, já que temem algum tipo de retaliação por parte da instituição, eles disponibilizaram várias informações. Não foram barrados só os beneficiados com o FIES e houve cobranças indevidas por parte da faculdade. Teve até quem estivesse com o dinheiro para a matrícula, mas preferiu ir embora diante da situação vergonhosa. Mesmo após ter estudado todo o primeiro semestre de 2015, aconteceu de uma pessoa ser cobrada por uma mensalidade que estaria atrasada desde A situação fugiu ao controle em muitos aspectos. Indiscutível que a faculdade tem direito a impor suas regras e, como instituição particular, que visa lucro, pode cobrar a efetuação da matrícula e os vencimentos das mensalidades, o que não pode ocorrer é a exposição de pessoas a uma situação vexatória ao fazer isso. A faculdade tem os dados de todos os alunos e poderia ligar fazendo a cobrança e informando o impedimento de assistir aulas. Barrar alunos na entrada não pode ser considerado um procedimento normal, já que expõe e maltrata seres humanos. Nada deve sobrepor o respeito, muito menos dinheiro. Felizmente, após a cobertura do caso pela mídia, a faculdade reviu seu posicionamento e permitiu que os alunos assistissem às aulas. As inscrições do FIES estão próximas, o que deve acabar com a preocupação de ambos os lados. Pág.08 Mais respeito e compreensão devem estar presentes em todos os tipos de relação. Ainda bem que o caso em tela não se prolongou com desavenças e que a instituição optou por compreender o lado do aluno, principalmente o que depende do FIES. Seria ótimo que todos os conflitos acabassem rapidamente e as partes revissem seu posicionamento. Episódio triste, mas com um final feliz. Que isso não volte a acontecer jamais! Amanda Sabino Ferreira

9 Pág.09 Produtores do Pantanal apontam equívocos na cobrança do ITR Produtores rurais do Pantanal de Corumbá questionam a cobrança do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) dos anos de 2010 e 2011, pela Receita Federal e prefeitura - cujos cálculos não consideram os períodos de grandes cheias na planície -, e também o levantamento feito pelo Incra, que não se reuniu com os proprietários e não tem estrutura técnica para aferir o grau de utilização da terra na região. O Sindicato Rural de Corumbá e o Sistema Famasul se reuniram com auditores e fiscais da prefeitura e com a empresa contratada pelo município para lançar os valores da terra nua, na semana passada, com o objetivo de reavaliar os cálculos e critérios em relação à cobrança indevida do imposto. O presidente da Famasul, Nilton Pickler, e juristas da entidade participaram da reunião na sede do sindicato. O presidente do sindicato pantaneiro, Luciano Aguilar Leite, informou que mais de 100 produtores já foram notificados pela Receita Federal para pagamento do ITR de 2010/2011. Pedimos a prefeitura que rediscuta esta cobrança com a Receita Federal, pois sabemos que outros 300 produtores serão notificados de forma injusta e equivocada, disse Luciano Leite. Ele explicou que em 2011 o Pantanal registrou a quarta maior enchente desde 1900, com prejuízos de R$ 200 milhões, situação atípica reconhecida pela União e pelo Estado por meio de decretos de calamidade pública. Estudo duvidoso Por via de regra, segundo o dirigente ruralista, o pantaneiro estaria isento do pagamento do ITR naquele ano. No entanto, desconsiderando os decretos, a Receita deu prazo de 20 dias aos proprietários para apresentar o laudo técnico de cinco anos atrás, em cujo período ocorreram três grandes cheias. Como fazer o georreferenciamento se ainda temos propriedades debaixo de água?, questiona Luciano Leite. O que também nos assusta acrescenta o presidente do Sindicato Rural é o fato de o Incra ser o responsável para auditar o valor do imposto em Corumbá, com base em um levantamento no mínimo questionável, considerando que o órgão não se reuniu com os produtores e não tem corpo técnico para realizar um estudo dessa profundidade numa região complexa como o Pantanal. Todos os sindicatos A situação levantada pelo Sindicato Rural de Corumbá tem o apoio do prefeito do município, Paulo Duarte, que determinou a sua equipe da área tributária uma avaliação criteriosa e diferenciada em relação à cobrança do imposto no bioma Pantanal. Um acordo deverá ser fechado nesta semana em uma nova reunião, com a participação de representantes da Receita Federal e do governo do Estado. Para este novo encontro, com data ainda não definida, o Sistema Famasul convidará os sindicatos rurais dos municípios da região do Pantanal sul-mato-grossense para tratar de outro assunto preocupante: a Receita Federal exige que a propriedade no Pantanal esteja cadastrada no CAR (Cadastro Ambiental Rural), contudo o Estado ainda não decretou a sua regulamentação específica para o bioma. Fotos: Divulgação

10 Cantinho do Betão nº65 Roberto Maciel (Betão) O gostoso de ser articulista de um jornal é ter a oportunidade de mostrar aos leitores seus dotes com a caneta. Procurando sempre variar o assunto, dependendo do estado de espírito e da inspiração. (Membro da União Brasileira de Escritores) MISSÃO CUMPRIDA O estampido da 22 fez eco no matagal naquela tarde ensolarada, deixando um mutum a menos na natureza erma da civilização. Ele, com passos trôpegos, respiração ofegante, arma ainda fumegante na mão, pegou a ave que ainda estrebuchava no solo arenoso. Adentrou no casebre jogando a caça na gamela e, atiçando as brasas do fogão, colocou água prá ferver na chaleira de ferro. Foi ao banheiro e num banho de balde, tirou a poeira do corpo, vestiu o velho pijama, serviu uma dose da cachaça de alambique e sentou-se na cadeira de balanço esperando a água ferver para depenar a ave e preparar uma boa canja para o jantar. O chumaço de capim-limão que colhera antes de entrar, repousava na pia para logo ser transformado num relaxante chá, adoçado com mel de Jati. Seus olhos, quase tomados pela catarata, vagaram pelas paredes de tábua do barraco, batendo no retrato amarelado, no diploma e na medalha de honra ao mérito conquistados por sua participação de ex-combatente na 2ª Guerra Mundial. Ele tossiu uma tosse tísica, cuspindo ao lado da cadeira, um muco amarelado com estrias vermelhas, comprovando o mal que arrasava seus pulmões desgastados pelo fumo. A água da chaleira começava ferver quando uma coruja, pousando no peitoral da janela, deu seu pio agourento e um trovão ribombou, anunciando temporal na noite que começava cair. Ele se levantou, acendeu a lamparina que espalhou o cheiro de querosene pelo ambiente e com seu lume bruxuleante fazendo dupla com o braseiro do fogão, iluminaram parcialmente o pequeno barracão. Voltou a sentar-se bebendo mais um gole de cachaça para tomar coragem e encarar a ave na gamela. Recostou a cabeça no espaldar da cadeira, imprimindo um balancear pachorrento fazendo o nhec...nhec...nhec... preencher o silêncio da noite. O ribombar de um trovão anunciou a chuva que estava por vir e um relâmpago forte iluminou a soleira da porta entreaberta, clareando a recémchegada que se adentrava: Mulher alta, magérrima, trajando vestido longo, preto, que lhe cobria os pés. Na cabeça, ocultando seu rosto, um longo véu da mesma cor do vestido. Ela parou diante da cadeira, observou o velho que cochilava, dirigiu-se ao fogão, pegou a chaleira com água fervente e foi depenar a ave que estava na gamela, transformando-a em uma nutritiva canja no panelão de ferro. A chaleira voltou ao fogo com um belo chumaço de capim-limão que o velho colhera antes de entrar. Por várias vezes ela já o visitara sem que ele sentisse sua presença. A ocasião em que ele milagrosamente superou um infarto, outra, quando teve uma rápida parada respiratória quando foi picado por uma cascavel. A todas essas ocorrências o velho resistiu graças aos seus conhecimentos sobre ervas medicinais que abundavam nos arredores e, de chá em chá o velho já alcançara quase cem anos de idade. Ele continuava se embalando na cadeira, bebericando sua cachaça, ignorando a presença da mulher de preto que mexia a panela de ferro, terminando a canja de mutum enquanto a infusão de cidreira lançava seu vapor aromático no ar, mesclando com o odor da canja. Lá fora, a força da natureza se mostrava em forma de relâmpagos e trovões, enquanto lá dentro ela, sentada numa cadeira cambaia em frente ao velho, servia-lhe colheradas de canja na boca murcha, segurando o caldo que escorria, com um guardanapo seboso e ele, sugando o caldo quente, parecia nem perceber a presença dela. A infusão da cidreira na chaleira espalhava seu aroma pelo ambiente, enquanto ela conduzia o velho em direção ao humilde catre com colchão e travesseiro de capim. Auxiliou seu deitar, acomodando Pág.10 suas costas no travesseiro e serviulhe, numa caneca de flandres, o chá adoçado com mel de Jati, após o qual ele se acomodou por inteiro, os olhos castanhos serenos observando a cobertura de acuri do rancho onde uma rolinha fizera ninho, os ovinhos prestes a eclodir. Seus olhos vagaram pelo ambiente visualizando a velha 22 no canto da porta, o retrato com a condecoração de honra ao mérito pelos serviços prestados no campo de batalha. Ela aproximou-se, cobriu seu corpo com o lençol encardido, osculou-lhe a fronte suada pelo efeito do chá quente, apagou a lamparina e, lentamente, dirigiu-se à porta, sumindo na escuridão da noite. Ele cerrou as pálpebras e, com um sorriso nos lábios, dormiu seu último sono.

11 Pág.11 Marun diz que Funai não tem legitimidade para declarar que terras são indígenas Um dos maiores problemas para a pacificação do campo no Estado é que hoje quem determina quais terras são indígenas ou não é a Funai. Isso não pode continuar, garante o deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS), assinalando que sendo parte interessada unilateralmente, a Funai gera conflitos e pouco ou nenhuma solução. Atribuir à Funai essa responsabilidade é tão estranho quanto chamar a Confederação Nacional da Agricultura (CNA) para, sozinha, determinar a demarcação das terras indígenas, observa Marun. Em debate veiculado pela TV Câmara com o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS), Marun defendeu que haja uma trégua de pelo menos cinco 5 anos nos movimentos de ocupação e de invasão no Estado, permitindo que a Justiça se posicione e encaminhe solução para mais de 80 fazendas que estão invadidas atualmente. Defendo uma determinação de que propriedade invadida nesse prazo não será objeto de processo de transformação em área indígena até termos uma solução para indenizar as famílias que perderam a posse de suas terras, declarou Marun. O deputado bate firme na tecla de que a Funai não pode arbitrar essa situação como vem ocorrendo hoje, através de informações testemunhais e dados antropológicos inconfiáveis. Uma coisa é certa, para terra titulada virar área indígena é preciso que o governo federal pague as indenizações, sob pena de afrontarmos a Constituição brasileira que garante o direito de propriedade, destaca. Marun lembrou que hoje em Mato Grosso do Sul tem 89 fazendas invadidas, ressaltou que já houve mortes dos dois lados nesses conflitos e que a questão da indenização gera revolta de ambos os lados porque as terras nem são produtivas, muito menos indígenas. Há um impasse que se torna a cada dia mais insuportável, assinala o parlamentar sul-matogrossense. Marun lembra que levas de agricultores foram convocados pelo governo federal a ocuparem áreas na fronteira, para produzirem alimentos e prestarem um serviço ao país. Na fronteira com o Paraguai havia terras inóspitas que hoje são produtivas e, no decorrer dos anos, não foram objeto do litígio que acontece agora, disse o deputado, defendendo o princípio da legalidade. Se o poder público entende que essas áreas têm que obedecer a um fim social a ser desenvolvido, o Estado pode ir lá e adquirir essas posses pelo instrumento da desapropriação, nota. Nas terras invadidas verifica-se o não cumprimento das ordens judiciais em um claro desrespeito ao estado de direito. Esse processo emperra, as autoridades policiais não agem e as terras ficam sendo alvo de disputas sem qualquer tipo de segurança jurídica e sem nenhum benefício para os dois lados. Marun salienta que a Constituição Federal de 1988 fixou que as terras que os índios ocupavam eram efetivamente indígenas, e até 1993 elas deveriam ser demarcadas. Se isso tivesse acontecido, não haveria foco de conflitos. Mas isso não aconteceu e, hoje, a Funai contribui para aumentar o risco de conflitos no campo ao determinar que terras que deveriam ser indígenas e fomentar a sua ocupação de forma ilegal e muitas vezes, violenta. Foto: Divulgação

12 Pág.12 MORREU EM CORUMBÁ UM DOS MAIORES EMPREENDEDORES DE NOSSA REGIÃO DE TODOS OS TEMPOS: RAFAEL CANDIA! Corumbá está de luto. É com profundo pesar que registramos o falecimento do empresário Rafael Candia 81 anos, ex-presidente da Associação Comercial e Empresarial de Corumbá, ocorrido na manhã de terça-feira, dia 28 de julho de 2015, devido à enfermidade. O seu corpo foi velado no auditório da ACIC. Rafael Candia deixa viúva a Sra. Ana Elena Chimirri Candia(Dona Nena), com quem conviveu por 53 anos e 4 filhos: Rafael Candia Junior, Ricardo Chimirri Candia, ex-prefeito de Corumbá-MS, Rogério Candia, atual vereador a Câmara Municipal de Corumbá e o publicitário e músico Roberto Chimirri Candia(Beto), além de diversos netos e netas. Era irmão do ex-prefeito José Sebastião Candia de saudosa memória. A sua esposa fez muito sucesso em nossa região como grande intérprete da música popular brasileira, inclusive sendo vencedora de festivais realizadas no Riachuelo Futebol Clube nos anos 60 e 70. Infelizmente nos últimos anos foi acometida do Mal de Alzheimer. Falito como era carinhosamente chamado, foi presidente da ACIC de 1978 a 1983, quando construiu a maior parte da atual sede que fica na Rua Delamare, bem no centro da cidade e cujo terreno foi doado pelo inesquecível banqueiro e empresário Alfredo Zamlutti. Agora somente estão vivos os expresidentes Waldemar Lins, Benedito Paulo Saab, Armando Anache, que depois foi prefeito de Corumbá; Ruy Waldo Albaneze, outro ex-prefeito; Alfredo Fernandes, ex-presidente da FIEMS e Ivan Abrahão Marinho. Nos últimos anos a Associação Comercial e Empresarial de Corumbá tem como presidente o empresário Alfredo Zamlutti Junior. O pranteado começou a trabalhar muito jovem na Concessionária da Chevrolet e Ford, de propriedade do seu genitor e depois na oficina da empresa Cândia & Cia de sua própria família. Mais tarde Rafael Candia se tornou proprietário de granja e de abatedouro, chegando a abater mais de 200 frangos por dia. Atendendo convite do então prefeito Aurélio Scaffa, em 1975, concorreu ao cargo de presidente do Corumbaense Futebol Clube, vencendo Nei Malheiros por 200 votos a 11. No comando do Carijó da Avenida construiu a boate do clube, dentre outros benfeitorias. Rafael Candia também foi presidente do Centro Brasileiro Boliviano 30 de Marzo, quando era o único brasileiro do mesmo. Mais tarde foi presidente do Rotary Clube de Corumbá Leste. Aos 50 anos de idade, Rafael Candia sofreu um infarto e teve que ser levado as pressas para São Paulo numa UTI aérea, que decolou a noite do Aeroporto Internacional de Corumbá, que naquela época não tinha pista com iluminação, quando dezenas de amigos foram para a Rua Edu Rocha acender os faróis altos dos seus veículos para clarear a pista. Toda cidade formou uma corrente de orações pelo pronto restabelecimento desse grande empreendedor corumbaense. Graças a Deus Falito ficou bom. Rafael Candia foi secretário municipal por duas vezes, como titular da Secretaria de Obras e Secretaria de Operações Urbanas da Prefeitura Municipal de Corumbá, que correspondem nos dias atuais a Secretaria de Infraestrutura. O comerciante Rafael Candia há décadas era proprietário da firma Rações Uirapuru situada na Rua 7 de Setembro, entre as ruas Delamare e 13 de Junho, no centro de Corumbá, atualmente sob a direção do Rafael Candia Junior e irmãos. Portanto, Corumbá perde um dos seus mais dinâmicos filhos, que deixa um legado de relevantes serviços prestados a nossa região nos mais diversificados cargos ou funções que exerceu com dedicação, dinamismo, honradez e honestidade. Pai e avô extremado. Amigo sincero das horas incertas, que era muito franco, não tinha papas na língua, falava a verdade devido a sua sinceridade. Cumpriu com galhardia sua missão aqui no planeta terra. Vá com Deus amigo Rafael Candia. Muita luz e paz a sua alma e o devido consolo a sua numerosa família que chora sua partida. Adolfo Rondon Foto: Alle Yunes/Correio de Corumbá C M A P

13 Pág.13 CONSULTA POPULAR ASSUNTOS COMO: ECONOMIA, POLÍTICA e SOCIAL Período da consulta: 17 a 24 de Julho de Colaboradores/consultores: 37 pessoas. Número de consultados: 408 pessoas Bairros consultados: Generoso, Loteamento Pantanal, Centro, Guarani, Arthur Marinho, Guatós, Universitário, Centro América, Dom Bosco, Popular Velha, Popular Nova, Cravo Vermelho, Nova Corumbá, Jardim dos Estados, Cristo Redentor, Maria Leite, Nossa Senhora de Fátima, Aeroporto, Guanã e Cervejaria. Idade das pessoas consultadas: 21 a 30 anos 34% 16 a 20 anos 25% 31 a 40 anos 17,5% 41 a 50 anos 11% 51 a 60 anos 7% Acima de 60 anos 5,5% Sexo das pessoas consultadas: Masculino: 55% Feminino: 45%

14 Pág.14

15 Pág.15 Eleição no SINTED O Presidente da Comissão Eleitoral para a eleição do SINTED, comunica locais e horário de votação. Data 04 de Agosto de Locais de votação: EM Cyricao Félix de Toledo, CAIC, EM Pedro Paulo de Medeiros, EM Izabel Corrêa, EE Nathércia Pompeo dos Santos, EM José de Souza Damy, EE João Leite de Barros, EM Fernando de Barros, EE Carlos de Castro Brasil, EE Julia Gonçalves Passarinho. Horário 08h as 17h.

16 Pág.16 ATACADO COSTA Distribuidor da Água Mineral Piracema e Santa Inês Rua Porto Carreiro, 798. Disk - Água

17 Pág.17 Faleceu Dr. Bento, médico bastante querido em Corumbá Faleceu na terça-feira, 28, à noite, no Hospital Regional de Campo Grande, o médico Rogério Takaki Bento, de 43 anos, bastante conhecido em Corumbá e adorado por todas aquelas pessoas que tiveram convívio com ele, seja como pacientes, ou como amigos. A morte do médico foi bastante lamentada pelo prefeito Paulo Duarte que tinha nele, um exemplo de grande profissional e que muito fez pela Saúde Pública de Corumbá. Ele foi um exemplo de dedicação, amor ao próximo e à profissão escolhida. Estamos todos ainda muito chocados com o rumo dos acontecimentos, mas que Deus o acolha num abraço de luz e que conforte os corações dos familiares e amigos. A dor da perda é difícil de superar, mas todas as boas lembranças ficarão eternamente gravadas no coração corumbaense, afirmou. Paulo lembrou ainda que desde o início da sua administração à frente da Prefeitura de Corumbá, o médico foi uma pessoa amiga, um grande profissional, que sempre desempenhou, e muito bem, as suas funções. Era querido por todos, principalmente pelas pessoas que ele atendia, especialmente nestes últimos meses em que ele comandou a UPA do Guató. Aliás, ele é um dos responsáveis pelo excelente funcionamento daquela Unidade de Pronto Atendimento, afirmou. Bento era o coordenador da UPA 24 Horas do Guató e também do Pronto Socorro Municipal. Além disso, atuou também no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). No início da manhã de segunda-feira, o médico sofreu uma parada cardiorrespiratória e foi internado no Centro de Tratamento Intensivo da Santa Casa e depois transferido para o Hospital Regional de Campo Grande. C M A P

18 "Atenção Moradores para a coleta de Galhos setorizada esta semana nas ruas!" 2ª Semana de Agosto 10 a 15 -RUA SARGENTO AQUINO ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA NOSSA SENHORA DE FÁTIMA ENTRE RUA ALBUQUERQUE E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SÃO FRANCISCO ENTRE RUA EUGÊNIO CUNHA E RUASÃO PEDRO. -RUA DOM BOSCO ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. Pág.18 -RUA SÃO CARLOS ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SANTA MARIA ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SANTA TEREZINHA ENTRE AVENIDA GATURAMA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SÃO JOSE ENTRE AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA E ENTRADA ITAÚ. -RUA SÃO NICOLAS ENTRE AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA E ENTRADA DO ITAÚ. 2ª SEMANA UNIVERSITÁRIO SENTIDO NORTE/ SUL -RUA ALBUQUERQUE ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -RUA ARABUTAM ENTRE RUA MATO GROSSO E RUA SILVA JARDIM. -ALAMEDA IDALINA ENTRE AVENIDA RIO BRANCO E RUA AFONSO PENA. -ALAMEDA NELSON ENTRE RUA AFONSO PENA E RUA SILVA JARDIM. -RUA COMANDANTE WANDERLEY ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -ALAMEDA SÃO CRISTóVÃO ENTRE AVENIDA RIO BRANCO E RUA SILVA JARDIM. -RUA EUGÊNIO CUNHA ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -ALAMEDA IDALINA ENTRE AVENIDA RIO BRANCO E RUA SILVA JARDIM. -ALAMEDA JOSÉ EDUARDO ENTRE RUA SILVA JARDIM E RUA BATISTA DAS NEVES. -RUA MANOEL R. DA SILVA ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -TRAVESSA COCKRANE ENTRE RUA AFONSO PENA E RUA SILVA JARDIM. -RUA RECREIO ENTRE RUA SILVA JARDIM E RUA BATISTA DAS NEVES. -RUA SILVA JARDIM ENTRE RUA ALBUQUERQUE E AVENIDA NOSSA DA CANDELÁRIA. -ALAMEDA SANTA CLARA ENTRE RUA RECREIO E ALAMEDA KONDORS. -TRAVESSA JOSE ANCHIETA ENTRE RUA COMANDANTE WANDERLEY E RUA EUGENIO CUNHA. -AVENIDA GENERAL DUTRA ENTRE RUA ALBUQUERQUE E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. 2ª SEMANA - (MARIA LEITE) - SENTIDO NORTE/SUL -RUA BARÃO DO MELGAÇO ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -RUA SANTA ROSA ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -RUA ALBUQUERQUE ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -RUA EUGÊNIO CUNHA ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -RUA SÃO JUDAS TADEU ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA -RUA KONDORS ENTRE ALAMEDA SANTA CLARA E RUA BATISTA DAS NEVES. -RUA POCONÉ ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -RUA SERAFIM ENTRE AVENIDA RIO BRANCO E RUA AFONSO PENA. -ALAMEDA JOSE MIGUEL ENTRE RUA AFONSO PENA E RUA SILVA JARDIM. -ALAMEDA SONIA ENTRE RUA SILVA JARDIM E AVENIDA GENERAL DUTRA. -RUA AQUIDAUANA ENTRE RUA MATO GROSSO E AVENIDA GENERAL DUTRA. -ALAMEDA SANTO ANTÔNIO ENTRE RUA SILVA JARDIM E AVENIDA GENERAL DUTRA. -AVENIDA NOSSA SENHORA DA CANDELARIA ENTRE AVENIDA RIO BRANCO E AVENIDA GENERAL DUTRA. 2ª SEMANA UNIVERSITÁRIO - SENTIDO LESTE/OESTE -RUA MATO GROSSO ENTRE RUA ALBUQUERQUE E RUA AQUIDAUANA. -AVENIDA RIO BRANCO ENTRE RUA ALBUQUERQUE E DIVISA DE LADÁRIO. -RUA AFONSO PENA ENTRE RUA ALBUQUERQUE E AVENIDA NOSSA DA CANDELÁRIA. -ALAMEDA VERA CRUZ ENTRE RUA AQUIDAUANA E AVENIDA NOSSA DA CANDELÁRIA. GATURAMA. -NOSSA SENHORA DO CARMO ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -RUA SÃO PEDRO ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SANTO ANTONIO ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E RUA NOSSA DE FATIMA. -AVENIDA NOSSA SENHORA DA CANDELARIA ENTRE AVENIDA GENERAL DUTRA E AVENIDA GATURAMA. -ALAMEDA TRÊS MARIAS ENTRE RUA SÃO JOSE E RUA SÃO NICOLAS. -RUA N 1 ENTRE RUA SÃO JOSE E AVENIDA GATURAMA. -RUA N 3 ENTRE RUA SÃO JOSE E AVENIDA GATURAMA. 2ª SEMANA - (MARIA LEITE) - SENTIDO LESTE-OESTE -RUA GENERAL DUTRA ENTRE RUA GERALDINO M. DE BARROS E AVENIDA NOSSA DA CANDELARIA. -RUA SÃO JOÃO ENTRE RUA EUGÊNIO CUNHA E RUA SANTO ANTONIO.

19 FAEMS comemora mais de 540 Pág.19 Certificações Digitais realizadas em junho No mês de junho, a FAEMS Federação das Associações Empresariais de MS alcançou a marca de 543 Certificações Digitais realizadas no Estado. O processo de certificação atende até o momento os municípios de Corumbá, São Gabriel do Oeste, Três Lagoas, Maracaju, Naviraí, Ponta Porã e a capital, Campo Grande, executando com praticidade o registro de documentos com dados sobre a empresa ou pessoa para comprovação de autenticidade. Trata-se de um documento equivalente a um registro eletrônico da empresa, facilitando transações via web, de maneira segura e eficaz. O presidente da FAEMS, Alfredo Zamlutti Júnior, ressalta que, além da agilidade no processo de certificação, ao optar pelo método digital, o empresário conta com benefícios O associado que optar pela Certificação Digital terá desconto nos tributos, destaca. Segundo Zamlutti Júnior, o objetivo é ampliar o número de ACE s Associações Comerciais e Empresariais adeptas ao sistema Nosso planejamento estima o aumento no número de postos no Estado, instalados sempre nas Associações. Esse trabalho é fundamental para a geração de receita, utilizada para ações de estímulo ao desenvolvimento empresarial de MS, considera o presidente. O empresário interessado em aderir ao programa ou em obter mais informações sobre a Certificação Digital pode procurar a FAEMS pelos telefones: (67) / Sobre a FAEMS - A Federação das Associações Empresariais de Mato Grosso do Sul é uma Sociedade Civil sem fins lucrativos, fundada em 9 de dezembro de 1978, com a finalidade de defender os interesses da economia do Estado e do País e, em especial, os direitos e aspirações das Associações Comerciais, Industriais e Agropastoris do Estado.

20 Pág.20 DICAS DE BELEZA E PROTEÇÃO DA PELE COM PATRICIA FONSECA Como Usar Maquiagem Para Homens Comece limpando o rosto. Faça o seu procedimento normal de limpeza de pele ou siga estes passos: Faça esfoliação. Lave o rosto com um esfoliante leve, e esfregue levemente em movimentos circulares com água morna para remover as células mortas. Enxágüe e seque (não esfregue) com uma toalha. Hidrate. Aplique hidratante com filtro solar que tenha FPS 15 ou mais alto no seu rosto e pescoço. Deixe o hidratante ser absorvido pela pele antes de prosseguir. Tonifique. Molhe uma esponja de maquiagem ou um algodão em líquido tonificante e passe de leve na pele. O tonificante serve para restaurar o nível de ph normal da pele e remover qualquer sujeira ou células mortas que tenha sobrado. Aplique base líquida (opcional). Se você tem muita área para cobrir, encontre uma base líquida que seja o mais próximo possível da sua cor de pele. Use os dedos ou uma esponja de maquiagem para aplicar uma camada leve por todo o rosto. Note que se for fazer esse passo, é melhor estar bem barbeado ou um pouco de maquiagem pode grudar na barba. Use corretivo. Quando for comprar um corretivo, teste na parte de dentro do pulso, e compre a cor que ficar mais natural. Como aplicar no rosto: Esconda olheiras. Aplique o corretivo com pequenas batidinhas abaixo dos cílios e na parte de dentro entre os olhos e o nariz. Deixe secar um pouco e use os dedos para espalhar. Esconda manchas passando um pouco de corretivo na base da mancha e depois espalhando. Certifique-se de que as bordas estão bem misturadas à pele natural. Patrícia da Conceição Santos Fonseca é Esteticista e Maquiadora Profissional. Arrume o corretivo. Use um pincel grosso com um pouco de pó que seja da cor mais parecida com a sua pele. Passe gentilmente um pouco de pó sobre toda área onde você usou corretivo. Passe pó no rosto inteiro (opcional). Use uma esponjinha de pó ou um pincel maior para aplicar pó nas partes do rosto que tendem a ficar oleosas. Foque primeiro na zona T isto é, a testa, o nariz e o queixo. Essas são as áreas que tendem a ficar oleosas na maioria das pessoas. Use protetor labial. Escolha um protetor transparente ou de cor natural que você possa usar durante o dia, como manteiga de cacau. Isso não apenas vai dar uma aparência mais macia aos seus lábios, mas também evita que fiquem rachados. Retire a maquiagem toda noite antes de dormir. Deixar a maquiagem durante a noite não é bom para a pele. No fim do dia, lave o rosto de novo para retirar a maquiagem. Finalize usando hidratante. Use um hidratante mais forte à noite se você tem pele seca. Fonte: wikihow

Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu

Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu Fui arrebatado vivo e permaneci 15 minutos no céu Conheço um homem em Cristo que, há catorze anos, foi arrebatado até ao terceiro céu (se no corpo ou fora do corpo, não sei, Deus o sabe) II.Coríntios 12:2

Leia mais

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar

MELHORES MOMENTOS. Expressão de Louvor Paulo Cezar MELHORES MOMENTOS Expressão de Louvor Acordar bem cedo e ver o dia a nascer e o mato, molhado, anunciando o cuidado. Sob o brilho intenso como espelho a reluzir. Desvendando o mais profundo abismo, minha

Leia mais

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP

COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP COMUNICADO PROAE PROGRAMA BOLSA PERMANÊNCIA PBP Informamos que a PROAE constatou a existência, na Universidade Federal da Bahia, de mais 26 (vinte e seis) cursos com carga horária igual ou superior a 5

Leia mais

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher

Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher , Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia em comemoração ao Dia Internacional da Mulher Palácio do Planalto, 12 de março de 2003 Minha cara ministra Emília Fernandes, Minha cara companheira Benedita da

Leia mais

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma.

PERTO DE TI AUTOR: SILAS SOUZA MAGALHÃES. Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. PERTO DE TI Tu és meu salvador. Minha rocha eterna. Tu és minha justiça, ó Deus. Tu és Jesus, amado da Minh alma. Jesus! Perto de ti, sou mais e mais. Obedeço a tua voz. Pois eu sei que tu és Senhor, o

Leia mais

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível).

Prefeito de São Bernardo do Campo: Hoje tem um show no Cedesc, às 18 horas (incompreensível). , Luiz Inácio Lula da Silva, durante a inauguração da República Terapêutica e do Consultório de Rua para Dependentes Químicos e outras ações relacionadas ao Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack São

Leia mais

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente,

MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA. Senhor Presidente, ** Discurso proferido pelo deputado GERALDO RESENDE (PMDB/MS), em sessão no dia 05/06/2013. MORTE DO ÍNDIO OZIEL GABRIEL: UMA TRAGÉDIA ANUNCIADA Senhor Presidente, Senhoras e Senhores Deputados, No dia

Leia mais

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA

CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA CONSTRUINDO A DEMOCRACIA SOCIAL PARTICIPATIVA Clodoaldo Meneguello Cardoso Nesta "I Conferência dos lideres de Grêmio das Escolas Públicas Estaduais da Região Bauru" vamos conversar muito sobre política.

Leia mais

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país

Você sabia que... Alguns fatos sobre o meu país Brasil Você sabia que... A pobreza e a desigualdade causam a fome e a malnutrição. Os alimentos e outros bens e serviços básicos que afetam a segurança dos alimentos, a saúde e a nutrição água potável,

Leia mais

Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura

Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura Fonte: O Globo 'Ficam dizendo que vou sair de novo' Tucano nega plano para 2014 e atribui rejeição à ideia, explorada por adversários, de que deixaria prefeitura Fernanda da Escóssia, Germano Oliveira,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 11 Pronunciamento sobre a questão

Leia mais

00.035.096/0001-23 242 - - - SP

00.035.096/0001-23 242 - - - SP PAGINA 1 O CARÁTER CRISTÃO 7. O CRISTÃO DEVE TER UMA FÉ OPERANTE (Hebreus 11.1-3) Um leitor menos avisado, ao ler o texto pode chegar à conclusão de que a fé cria coisas pelas quais esperamos. A fé não

Leia mais

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak

www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak www.jyotimaflak.com Glücks- Akademie mit JyotiMa Flak Academia da felizidade com JyotiMa Flak Entrevista com Ezequiel Quem é você? Meu nome é Ezequiel, sou natural do Rio de Janeiro, tenho 38 anos, fui

Leia mais

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais)

Tempo para tudo. (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Tempo para tudo (há tempo para todas as coisas por isso eu preciso ouvir meus pais) Família é ideia de Deus, geradora de personalidade, melhor lugar para a formação do caráter, da ética, da moral e da

Leia mais

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S

2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS, S ATA DA 9 a REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA DA 2ª SESSÃO LEGISLATIVA DA 33 a LEGISLATURA, 2013/2016, REALIZADA NA CÂMARA MUNICIPAL DE MURIAÉ, EDIFÍCIO MANUEL CORRÊA DO PRADO, SITUADA À PRAÇA CORONEL PACHECO DE MEDEIROS,

Leia mais

INFORMATIVO DOZE DE OURO

INFORMATIVO DOZE DE OURO INFORMATIVO DOZE DE OURO ABRIL 2013/24 EDITORIAL O IDO do início de abril destaca algumas das atividades que conferem ao Btl o conhecido reconhecimento no âmbito da 4ª RM: Capacitação dos Quadros para

Leia mais

09/09/2004. Discurso do Presidente da República

09/09/2004. Discurso do Presidente da República , Luiz Inácio Lula da Silva, na solenidade de recepção da delegação brasileira que participou das Olimpíadas de Atenas Palácio do Planalto, 09 de setembro de 2004 Meu caro Grael, Meu querido René Simões,

Leia mais

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012

Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 Enfim a missão chegou: os primeiros dias da Equipe UNIOESTE no Projeto Rondon 2012 A nossa missão começou na manhã do dia 12 de Julho, uma quinta-feira, com o encontro da equipe em frente ao prédio da

Leia mais

Em algum lugar de mim

Em algum lugar de mim Em algum lugar de mim (Drama em ato único) Autor: Mailson Soares A - Eu vi um homem... C - Homem? Que homem? A - Um viajante... C - Ele te viu? A - Não, ia muito longe! B - Do que vocês estão falando?

Leia mais

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS

LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS 1 LC 19_1-10 OS ENCONTROS DE JESUS ZAQUEU O HOMEM QUE QUERIA VER JESUS Lc 19 1 Jesus entrou em Jericó e estava atravessando a cidade. 2 Morava ali um homem rico, chamado Zaqueu, que era chefe dos cobradores

Leia mais

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE

TALVEZ TE ENCONTRE AO ENCONTRAR-TE TALVEZ TE ENCONTRE Vivaldo Terres Itajaí /SC Talvez algum dia eu te encontre querida Para renovarmos momentos felizes, Já que o nosso passado foi um passado lindo, Tão lindo que não posso esquecer Anseio

Leia mais

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa.

A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Encontro com a Palavra Agosto/2011 Mês de setembro, mês da Bíblia 1 encontro Nosso Deus se revela Leitura Bíblica: Gn. 12, 1-4 A Bíblia seja colocada em lugar de destaque, ao lado de uma vela acesa. Boas

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 54 Discurso na cerimónia de inauguração

Leia mais

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol)

CD EU QUERO DEUS. 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) 02- SIM, SIM, NÃO, NÃO (Irmã Carol) CD EU QUERO DEUS 01- EU QUERO DEUS (Irmã Carol) EU QUERO DEUS \ EU QUERO DEUS SEM DEUS EU NÃO SOU NADA EU QUERO DEUS Deus sem mim é Deus \ Sem Deus eu nada sou Eu não posso viver sem Deus \ Viver longe

Leia mais

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46

A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 A CRUCIFICAÇÃO DE JESUS Lição 46 1 1. Objetivos: Mostrar que o Senhor Jesus morreu na cruz e foi sepultado. Ensinar que o Senhor Jesus era perfeito; não havia nada que o condenasse. Ensinar que depois

Leia mais

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia

Levantando o Mastro CD 02. Bom Jesus da Cana Verde. Divino Espírito Santo Dobrado. Areia areia CD 02 Bom Jesus da Cana Verde [ai bom Jesus da Cana Verde é nosso pai, é nosso Deus (bis)] ai graças a Deus para sempre que tornamos a voltar ai com o mesmo Pombo Divino da glória celestial ai Meu Divino

Leia mais

REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite)

REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite) REQUERIMENTO (Do Senhor Otavio Leite) Requer a convocação do Excelentíssimo Senhor Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, e demais convidados envolvidos abaixado relacionados para prestarem esclarecimentos

Leia mais

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente,

CÂMARA DOS DEPUTADOS COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES. (Do Sr. JÂNIO NATAL) Senhor Presidente, COMISSÃO DE VIAÇÃO E TRANSPORTES REQUERIMENTO N O, DE 2011 (Do Sr. JÂNIO NATAL) Requer a realização de Audiência Pública para debater questões relativas à aviação civil brasileira. Senhor Presidente, Requeiro,

Leia mais

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme

Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Hinário SOIS BALIZA De Germano Guilherme Edição oficial do CICLUMIG Flor do Céu De acordo com revisão feita pelo Sr. Luiz Mendes do Nascimento, zelador do hinário. www.mestreirineu.org 1 01 - DIVINO PAI

Leia mais

DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL

DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL DO PROCESSO DE EMANCIPAÇÃO A PRIMEIRA ELEIÇÃO MUNICIPAL O processo de emancipação e a primeira eleição municipal de São João da Ponta ocorreram com muitas dificuldades. Para entendermos um pouco mais como

Leia mais

O verdadeiro espírito de Natal!

O verdadeiro espírito de Natal! ROTARY DE ITAÚNA DISTRITO 4560 Ano Rotário 2014/2015 BOLETIM DE NATAL Boletim Especial de Natal Presidente: Henrique Rocha Penido - Secretária: Governadora Patrícia Gonçalves Nogueira MENSAGEM DO PRESIDENTE

Leia mais

Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos

Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos Brasileira percorre 7 mil quilômetros para contar histórias de refugiados africanos por Por Dentro da África - quarta-feira, julho 29, 2015 http://www.pordentrodaafrica.com/cultura/brasileira-percorre-7-mil-quilometros-para-contar-historias-derefugiados-africanos

Leia mais

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel.

NOVENA DE NATAL 2015. O Natal e a nossa realidade. A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. NOVENA DE NATAL 2015 O Natal e a nossa realidade A jovem concebeu e dará à luz um filho, e o chamará pelo nome de Emanuel. (Is 7,14) APRESENTAÇÃO O Natal se aproxima. Enquanto renovamos a esperança de

Leia mais

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007

Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Pronunciamento à nação do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de posse Palácio do Planalto, 1º de janeiro de 2007 Meus queridos brasileiros e brasileiras, É com muita emoção

Leia mais

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder)

FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) Nome do Aluno: FICHA DE INSCRIÇÃO (Leia com bastante atenção toda a ficha, antes de responder) O Programa Bom Aluno tem como alvo bons alunos, que querem estudar e progredir academicamente e pessoalmente.

Leia mais

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação

Estatística de projetos de leis protocolados, aprovados e em tramitação PROPOSIÇÕES 2010 2011 Mensagens do Prefeito Municipal 084 79 Anteprojetos de Leis 056 26 Projetos de Leis (de autoria dos Senhores Vereadores) 098 70 Projetos de Leis Complementares 015 8 Projetos de Decretos

Leia mais

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes:

Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: CÓDIGO DE IDENTIFICAÇÃO Neste exercício deverá transformar conjuntos de duas frases numa frase apenas. Em primeiro lugar, deverá encaixar a frase 2 dentro da frase 1, tal como nos exemplos seguintes: 1)

Leia mais

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014

ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 ATA DA REUNIÃO DE DIRETORIA EM 03.04.2014 Ao terceiro dia de abril do ano de dois mil e quatorze, às dez horas, reuniu-se, ordinariamente, a diretoria da AJUT Associação dos Servidores na Justiça do Trabalho

Leia mais

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação...

18 - A surpresa... 175 19 A fuga... 185 20 O atraso... 193 21 Vida sem máscaras... 197 22 - A viagem... 209 23 - A revelação... Sumário Agradecimentos... 7 Introdução... 9 1 - Um menino fora do seu tempo... 13 2 - O bom atraso e o vestido rosa... 23 3 - O pequeno grande amigo... 35 4 - A vingança... 47 5 - O fim da dor... 55 6

Leia mais

Provão. História 5 o ano

Provão. História 5 o ano Provão História 5 o ano 61 Os reis portugueses governaram o Brasil à distância, até o século XIX, porém alguns acontecimentos na Europa mudaram essa situação. Em que ano a família real portuguesa veio

Leia mais

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e

Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e Sexta Vida nova Jovens contam como superaram doenças graves. Depois de um câncer de mama aos 23 anos, Dolores Cardoso teve um filho, escreveu um livro e mudou o rumo da vida profissional FOLHA DA SEXTA

Leia mais

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves

CAMINHOS. Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves CAMINHOS Caminhos (Prov. 14:12) Paulo Cezar e Jayro T. Gonçalves Posso pensar nos meus planos Pros dias e anos que, enfim, Tenho que, neste mundo, Minha vida envolver Mas plenas paz não posso alcançar.

Leia mais

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff

Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff 31/10/2010 23h56 - Atualizado em 01/11/2010 11h24 Leia a íntegra do pronunciamento da presidente eleita Dilma Rousseff Em Brasília, ela fez primeiro discurso após anúncio do resultado da eleição. Ela afirmou

Leia mais

O pequeno aventureiro

O pequeno aventureiro O pequeno aventureiro a a Guilherme Carey era um menino muito ativo. Morava em Paulerspury, uma pequena vila na Inglaterra. Todos os dias, Guilherme ia para a escola, onde seus colegas o apelidaram de

Leia mais

Associação Beneficente AMAR. Nossas Notícias. Projeto. Ação Pedagógica de Apoio à Escolaridade - Grajaú

Associação Beneficente AMAR. Nossas Notícias. Projeto. Ação Pedagógica de Apoio à Escolaridade - Grajaú Associação Beneficente AMAR Nossas Notícias Projeto Ação Pedagógica de Apoio à Escolaridade - Grajaú A Páscoa da Ressurreição: Lição de amor e serviço. As crianças aprenderam com gestos de humildade e

Leia mais

2º CONCURSO DE REDAÇÃO CAMPANHA: ELEIÇÕES LIMPAS PELO VOTO LIVRE E CONSCIENTE. CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental

2º CONCURSO DE REDAÇÃO CAMPANHA: ELEIÇÕES LIMPAS PELO VOTO LIVRE E CONSCIENTE. CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental CATEGORIA I 5ª e 6ª Série do Ensino Fundamental Tema: Voto livre e consciente, escolha que liberta 1º LUGAR: IZABEL ALINE DE ARAÚJO MATOS 6ª Série Educandário Madre Paulina Título (facultativo): A importância

Leia mais

O Natal de Sabina. Francisco Candido Xavier. Pelo Espírito de Francisca Clotilde

O Natal de Sabina. Francisco Candido Xavier. Pelo Espírito de Francisca Clotilde O Natal de Sabina Francisco Candido Xavier Pelo Espírito de Francisca Clotilde (Chico Xavier) Conteúdo resumido E uma carta viva de uma mãe chamada Sabina que relata as grandes lutas travadas no corpo

Leia mais

"Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa)

Os Emigrantes Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) "Os Emigrantes" Texto escritos por alunos do 7º ano (Professora Rute Melo e Sousa) Estava um dia lindo na rua. O sol brilhava como nunca brilhou, e, no cais, havia muitas pessoas As pessoas estavam tristes

Leia mais

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br

É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón. www.sisac.org.br É POSSÍVEL CONVIVER COM UM LOBO? Pr. Bullón www.sisac.org.br "No capítulo 7 da epístola aos Romanos, encontramos o grito desesperado de um homem que não conseguia viver à altura dos princípios que conhecia.

Leia mais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais

Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Fonte: O Globo Data: 16/09/2015 Seção: Economia Versão: Impresso (página 25) e Online Medidas anunciadas pelo governo afetam mercado imobiliário, cursinhos e servidores públicos federais Retomada de cobrança

Leia mais

Este testemunho é muito importante para os Jovens.

Este testemunho é muito importante para os Jovens. Este testemunho é muito importante para os Jovens. Eu sempre digo que me converti na 1ª viagem missionária que fiz, porque eu tinha 14 anos e fui com os meus pais. E nós não tínhamos opção, como é o pai

Leia mais

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1

LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 LOURENÇO LOURINHO PRACIANO 1 TESOUREIRO 41 ANOS DE TRABALHO Empresa Horizonte Nascido em Itapipoca, Ceará Idade: 76 anos Esposa: Maria Pinto de Oliveira Praciano Filhos: Lucineide Eu entrei na Empresa

Leia mais

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos!

Caridade quaresmal. Oração Pai-nosso S. João Bosco Rogai por nós. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Bom dia a todos! 2ª feira, 09 de março: Dar esmola Bom dia! Há gestos que nesta altura a quaresma, ganham uma dimensão ainda maior. Enchem-nos. Um dia, uma mulher vestida de trapos velhos percorria as ruas de uma aldeia

Leia mais

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem

NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem NO ABRIR DA MINHA BOCA (EFÉSIOS 6:19) modelo da mensagem Tudo bem. Eu vou para casa! Foi o que uma moça disse a seu namorado, na República Central-Africana. Tudo começou porque ele ia fazer uma viagem

Leia mais

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG

VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG VALORES CULTURAIS (INDÍGENAS) KAINGANG Um cacique kaingang, meu amigo, me escreveu pedindo sugestões para desenvolver, no Dia do Índio, o seguinte tema em uma palestra: "Os Valores Culturais da Etnia Kaingáng".

Leia mais

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você!

MANUAL. Esperança. Casa de I G R E J A. Esperança I G R E J A. Esperança. Uma benção pra você! Uma benção pra você! MANUAL Esperança Casa de I G R E J A Esperança Uma benção pra você! I G R E J A Esperança Uma benção pra você! 1O que é pecado Sem entender o que é pecado, será impossível compreender a salvação através

Leia mais

Dinheiro que teria sido desviado por Maluf pode ser usado no Pq. Augusta ou em cr...

Dinheiro que teria sido desviado por Maluf pode ser usado no Pq. Augusta ou em cr... Página 1 de 8 (/) 01 Março 2015 24º - 16º SÃO PAULO - SP Curtir (https://twitter.com/intent/tweet?url=http://jovempan.uol.com.br/noticias&hashtags=jpanam) (https://plus.google.com/share?url=http://jovempan.uol.com.br/noticias)

Leia mais

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA

LENDA DA COBRA GRANDE. Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA LENDA DA COBRA GRANDE Um roteiro de IVI SIBELI ROCHA DE BARROS DAIANE MONTEIRO POLIANA AGUIAR FERREIRA MARIA LUZIA RODRIGUES DA SILVA CRUZEIRO DO SUL, ACRE, 30 DE ABRIL DE 2012. OUTLINE Cena 1 Externa;

Leia mais

Documentação - PROUNI

Documentação - PROUNI Documentação - PROUNI Documentação que deve ser apresentada (original e fotocópia), do candidato e membros do grupo familiar, quando for o caso, na Fase de Comprovação de Informações: Documento de identificação

Leia mais

TEMPOS DE SOLIDÃO. Jó 23:8-11

TEMPOS DE SOLIDÃO. Jó 23:8-11 TEMPOS DE SOLIDÃO Jó 23:8-11 Na semana passada, eu falei muito sobre maldições, punições e castigos que Deus envia aos desobedientes e rebeldes. Falei sobre a disciplina Divina, cuja finalidade é o verdadeiro

Leia mais

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO

DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Escola Municipal de Ensino Fundamental David Canabarro Florianópolis, 3892 Mathias Velho/Canoas Fone: 34561876/emef.davidcanabarro@gmail.com DADOS DE IDENTIFICAÇÃO Nome: Stefani do Prado Guimarães Ano

Leia mais

BOLETIM 1 BOLETIM 1. Versão 1.3-9/9/15. Versão 1.3-9/9/15

BOLETIM 1 BOLETIM 1. Versão 1.3-9/9/15. Versão 1.3-9/9/15 BOLETIM 1 1 22º Congresso Nacional Escoteiro 21º BOLETIM Fórum Nacional de Jovens 1 Líderes 23ª Reunião Ordinária da Assembleia Nacional Campo Grande (MS) 21 a 23 de abril de 2016 BOLETIM 1 Informações

Leia mais

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes

All You Zombies. Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959. Versão Portuguesa, Brasil. Wendel Coelho Mendes All You Zombies Wendel Coelho Mendes Versão Portuguesa, Brasil Baseado no conto original de Robert A. Heinlein, All You Zombies, 1959 Esse conto é minha versão sobre a verdadeira história de All You Zombies,

Leia mais

Perdão. Fase 7 - Pintura

Perdão. Fase 7 - Pintura SERM7.QXD 3/15/2006 11:18 PM Page 1 Fase 7 - Pintura Sexta 19/05 Perdão Porque, se vocês perdoarem as pessoas que ofenderem vocês, o Pai de vocês, que está no Céu também perdoará vocês. Mas, se não perdoarem

Leia mais

PROC. Nº 6203/07 PLL Nº 183/07 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS

PROC. Nº 6203/07 PLL Nº 183/07 EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS EXPOSIÇÃO DE MOTIVOS Irani Flôres de Siqueira nasceu em Montenegro/RS, em 11 de fevereiro de 1936, filho de Mozart Noronha de Siqueira e de Cassilda Flôres de Siqueira. É casado com Lourdes Beatriz Pereira

Leia mais

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada

Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Terça-feira, 11 de março de 2014 Seis mulheres e o único desejo: um futuro diferente Entrevistadas denunciam desigualdade velada Nádia Junqueira Goiânia - Dalila tem 15 anos, estuda o 2º ano no Colégio

Leia mais

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil

Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Reflexões e atividades sobre Ação Social para culto infantil Apresentaremos 4 lições, que mostram algum personagem Bíblico, onde as ações praticadas ao longo de sua trajetória abençoaram a vida de muitas

Leia mais

-Bolsa Moradia Consiste na concessão de recurso financeiro para custear despesas de moradia, aos

-Bolsa Moradia Consiste na concessão de recurso financeiro para custear despesas de moradia, aos UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA - UFV Pró-Reitoria de Assuntos Comunitários - PCD Serviço de Bolsa - SBO LEIA ATENTAMENTE ANTES DE PREENCHER O FORMULÁRIO As Bolsas e Serviços são concedidos pela UFV, por

Leia mais

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros!

Consórcio. Imobiliário. na prática. Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! Consórcio Imobiliário na prática Por que o consórcio é muito mais interessante do que o financiamento? Livre-se dos Juros! 1 Sobre a empresa A A+ Consórcios iniciou suas atividades com o objetivo de gerir

Leia mais

As 12 Vitimas do Medo.

As 12 Vitimas do Medo. As 12 Vitimas do Medo. Em 1980 no interior de São Paulo, em um pequeno sítio nasceu Willyan de Sousa Filho. Filho único de Dionizia de Sousa Millito e Willian de Sousa. Sempre rodeado de toda atenção por

Leia mais

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/2015

Sistema de Ensino CNEC. ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/2015 ROTEIRO SEMANAL 4 o ANO ENSINO FUNDAMENTAL LÍNGUA PORTUGUESA SEGUNDA-FEIRA 02/02/ Apresentação da professora (conversa informal) Atividades de integração: 1 o Hora da foto As crianças ficam esparramadas

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL - Considerações - Ano 2013. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 24/01/2013. Sumário:

CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL - Considerações - Ano 2013. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 24/01/2013. Sumário: CONTRIBUIÇÃO SINDICAL RURAL - Considerações - Ano 2013 Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 24/01/2013. Sumário: 1 - Introdução 2 - Constitucionalidade 3 - Obrigação 3.1 - Estabelecimentos

Leia mais

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8

PRÓLOGO. #21diasdeamor. DEUS É AMOR 1 João 4:8 PRÓLOGO DEUS É AMOR 1 João 4:8 Quando demonstramos amor, estamos seguindo os passos de Jesus. Ele veio para mostrar ao mundo quem Deus é. Da mesma maneira, temos a missão de mostrar ao mundo que Deus é

Leia mais

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade

CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade CENTRO DE ENSINO SUPERIOR CENECISTA DE FARROUPILHA Mantido pela Campanha Nacional de Escolas da Comunidade DOCUMENTAÇÃO QUE DEVE SER APRESENTADA PELO CANDIDATO E MEMBROS DO GRUPO FAMILIAR NO MOMENTO DA

Leia mais

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME

ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME ENTRE FERAS CAPÍTULO 16 NOVELA DE: RÔMULO GUILHERME ESCRITA POR: RÔMULO GUILHERME CENA 1. HOSPITAL. QUARTO DE. INTERIOR. NOITE Fernanda está dormindo. Seus pulsos estão enfaixados. Uma enfermeira entra,

Leia mais

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata. A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José! JORNAL do Edição Nº 13 De 1º a 30 de SETEMBRO de 2012 Educandário São José Fundado em 19 de MARÇO de 1990 - Diretora: Maria Coeli Galiaço Prata A grandiosa Feira de Artesanato do Educandário São José!

Leia mais

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling.

Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Mensagem: Fé provada. Por David Keeling. Então disse Jesus aos seus discípulos: Se alguém quiser vir após mim, renunciese a si mesmo, tome sobre si a sua cruz, e siga-me; Porque aquele que quiser salvar

Leia mais

Como Vencer os Ventos Contrários?

Como Vencer os Ventos Contrários? Como Vencer os Ventos Contrários? E logo ordenou Jesus que os seus discípulos entrassem no barco, e fossem adiante para o outro lado, enquanto despedia a multidão. E, despedida a multidão, subiu ao monte

Leia mais

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão:

O líder convida um membro para ler em voz alta o objetivo da sessão: SESSÃO 3 'Eis a tua mãe' Ambiente Em uma mesa pequena, coloque uma Bíblia, abriu para a passagem do Evangelho leia nesta sessão. Também coloca na mesa uma pequena estátua ou uma imagem de Maria e uma vela

Leia mais

Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul do GOB-RJ

Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul do GOB-RJ Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul do GOB-RJ E d i ç ã o : 0 9 A n o : A G O S T O / 2 0 1 4 Fraternidade Feminina Cruzeiro do Sul do GOB-RJ Aniversariantes do mês de Julho Editorial Dia 11: Harilda

Leia mais

Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil

Carga tributária: o maior limitante de investimentos no Brasil IMPOSTOS NO BRASIL Imposto sobre telefone chega a 62,9% e é o maior do mundo. Com a conversa de que os impostos são para "combate à pobreza" (alguém acredita?), o imposto é de 2 a 3 vezes maior que o do

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 98 Discurso no espaço cultural, em

Leia mais

A SATIRA DOS VIGIAS DO POVO DE DEUS

A SATIRA DOS VIGIAS DO POVO DE DEUS 1 A SATIRA DOS VIGIAS DO POVO DE DEUS Is 56 10 As sentinelas de Israel estão cegas e não têm conhecimento; todas elas são como cães mudos, incapazes de latir. Deitam- se e sonham; só querem dormir. 11

Leia mais

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance

Alta Performance Como ser um profissional ou ter negócios de alta performance Sobre o autor: Meu nome é Rodrigo Marroni. Sou apaixonado por empreendedorismo e vivo desta forma há quase 5 anos. Há mais de 9 anos já possuía negócios paralelos ao meu trabalho e há um pouco mais de

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO PRÓ-REITORIA DE GESTÃO ESTUDANTIL FORMULÁRIO DE INSCRIÇÃO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA ESTUDANTIL Os programas de assistência estudantil da UFRPE

Leia mais

Um grupo de alunos e uma professora. que decidiram escrever um livro...

Um grupo de alunos e uma professora. que decidiram escrever um livro... Um grupo de alunos e uma professora que decidiram escrever um livro... Tudo começou com um garoto chamado Luan que, num belo dia, resolveu compartilhar sua história... Luan Cardoso era um menino de apenas

Leia mais

MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL

MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL MATO GROSSO TERRA DO PANTANAL MATO GROSSO NO CORAÇÃO DA AMÉRICA DO SUL MATO GROSSO O Estado de Mato Grosso é o Estado mais central da América do Sul, em extensão territorial é terceiro maior, representa

Leia mais

Comunicando a paixão espiritual a nova geração

Comunicando a paixão espiritual a nova geração Comunicando a paixão espiritual a nova geração 1 13/01/2013 Jz 2 7 O povo de Israel serviu a Deus, o Senhor, enquanto Josué viveu. Depois que ele morreu, eles ainda continuaram a servir o Senhor enquanto

Leia mais

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante:

O surgimento de associações de agricultores ocorre em função de três movimentos sociais importante: 1. ASSOCIATIVISMO 1.1. Introdução As formas associativas de trabalho no campo já eram encontradas há muito tempo atrás entre os primitivos povos indígenas da América. As grandes culturas précolombianas

Leia mais

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo

Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Geração Graças Peça: A ressurreição da filha de Jairo Autora: Tell Aragão Personagens: Carol (faz só uma participação rápida no começo e no final da peça) Mãe - (só uma voz ela não aparece) Gigi personagem

Leia mais

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007 Discurso do Presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, na cerimônia de inauguração dos condomínios do Programa de Arrendamento Residencial em Santa Cruz Rio de Janeiro-RJ, 07 de março de 2007

Leia mais

TIMOR LESTE. O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema. Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave

TIMOR LESTE. O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema. Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave 70 TIMOR LESTE O PESO DA ORAÇÃO DOS JUSTOS! Tema Peso e balança justos pertencem ao Senhor Provérbios 16:11a Versículo Chave PÁIS ALVO No Timor Leste as pessoas são muito acolhedoras, sempre com um sorriso,

Leia mais

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil.

Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Acredite no seu trabalho que o Brasil acredita em você. Ministério do Desenvolvimento, Confiança no Brasil. Indústria É assim que e Comércio a gente segue Exterior em frente. Introdução Atualmente, muitos

Leia mais

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.

Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri. Tia Pri Didáticos Educação Cristã PROIBIDA REPRODUÇÃO,CÓPIA OU DISTRIBUIÇÃO POR QUALQUER MEIO tiapri@tiapri.com (47) 3365-4077 www.tiapri.com Página 1 1. HISTÓRIA SUNAMITA 2. TEXTO BÍBLICO II Reis 4 3.

Leia mais

FUGA de Beatriz Berbert

FUGA de Beatriz Berbert FUGA de Beatriz Berbert Copyright Beatriz Berbert Todos os direitos reservados juventudecabofrio@gmail.com Os 13 Filmes 1 FUGA FADE IN: CENA 1 PISCINA DO CONDOMÍNIO ENTARDECER Menina caminha sobre a borda

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 77 Discurso na cerimónia de lançamento

Leia mais

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2014 ANO BASE 2013

DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2014 ANO BASE 2013 Organização Contábil CARIVAN Ltda. DECLARAÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA 2014 ANO BASE 2013 Advocacia Dr. Carlos Manuel de Jesus Dias PERGUNTAS E RESPOSTAS Pessoa física tem idade mínima para ser contribuinte

Leia mais

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTAMARIANA

CÂMARA MUNICIPAL DE SANTAMARIANA 264 Sessão Ordinária da Câmara Municipal de Santa Mariana, realizada em data de quatro de Novembro de 2013. Ata nº 070/13 Aos quatro dias do mês de Novembro de dois mil e treze, reuniu- se, em Sessão Ordinária

Leia mais

O Milagre do Azeite. Como podemos Viver este Milagre em nossas vidas Hoje? André Hummel 2014

O Milagre do Azeite. Como podemos Viver este Milagre em nossas vidas Hoje? André Hummel 2014 O Milagre do Azeite Como podemos Viver este Milagre em nossas vidas Hoje? André Hummel 2014 A Palavra de Deus é Viva e Atual - 2 Reis 4:1-7 E uma mulher, das mulheres dos filhos dos profetas, clamou a

Leia mais