Quem sou eu? Rafael Toledo. Dev Java / Android.

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Quem sou eu? Rafael Toledo. Dev Java / Android. www.rafaeltoledo.net"

Transcrição

1 Quem sou eu? Rafael Toledo Dev Java / Android

2 Integração REST Praticamente nenhum app funciona isoladamente Integração com APIs é essencial Eficiência é um requisito, sempre!

3 Material Necessário

4 Material Necessário

5 Material Necessário

6 Material Necessário Tesoura Sem Ponta (para não se machucar)

7 REST de Referência https://api.example.com GET - /product /product/1 /product?name=? POST - /product (json no corpo) PUT - /product/1 (json no corpo) DELETE - /product/1

8 Product JSON { } "id": "name": "Biscoito (ou bolacha?) Recheado", "categories-array": [ "doce", "biscoito", "bolacha" ], "description": "...", "permalink": "http://example.com/product/55041",

9 Método 1 - Apache HttpClient final String ENDPOINT = "https://api.example.com"; HttpClient client = DefaultHttpClient.getInstance(); HttpGet get = new HttpGet(ENDPOINT + "/product"); HttpResponse response = client.execute(get); if (response.getstatusline().getstatuscode() == HttpStatus.SC_OK) { String raw = EntityUtils.toString(response.getEntity(), "UTF-8"); JSONArray json = new JSONArray(raw); for (int i = 0; i < json.length(); i++) { Product product = new Product(); product.setname(json.getjsonobject(i).getstring("name")); product.setid(json.getjsonobject(i).getlong("id"));...

10 Agravante Uso de AsyncTasks, Services ou WorkerThreads Gerenciar a request em uma thread separada / atualizar a UI na main thread

11 OkHttp SPDY/HTTP GZIP transparente Gerenciamento de Cache Recover automático em caso de falhas de rede

12 Método 1A - OkHttp Apache Wrapper HttpClient client = new OkApacheClient(); HttpGet get = new HttpGet(ENDPOINT + "/product"); HttpResponse response = client.execute(get); if (response.getstatusline().getstatuscode() == HttpStatus.SC_OK) { String raw = EntityUtils.toString(response.getEntity(), "UTF-8"); JSONArray json = new JSONArray(raw); for (int i = 0; i < json.length(); i++) { Product product = new Product(); product.setname(json.getjsonarray(i).getstring("name"));... }

13 Dependências // build.gradle do módulo do app... dependencies {... compile 'com.squareup.okhttp:okhttp-apache:2.0.+' }

14 Método 2 - OkHttp OkHttpClient client = new OkHttpClient(); Request request = new Request.Builder().url(ENDPOINT + "/product").build(); Response response = client.newcall(request).execute(); String raw = response.body().string(); JSONArray json = new JSONArray(raw);...

15 Dependências // build.gradle do módulo do app... dependencies {... compile 'com.squareup.okhttp:okhttp:2.0.+' }

16 Método 2A - OkHttp + Gson public class Product { } private String private List<String> categoriesarray;...

17 Método 2A - OkHttp + Gson OkHttpClient client = new OkHttpClient(); Request request = new Request.Builder().url(ENDPOINT + "/product").build(); Response response = client.newcall(request).execute(); String raw = response.body().string(); JSONArray json = new JSONArray(raw); Gson gson = new Gson(); for (int i = 0; i < json.length(); i++) { Product product = gson.fromjson(json.getjsonobject(i).tostring(), Product.class);... }

18 Método 2A - OkHttp + Gson OkHttpClient client = new OkHttpClient(); Request request = new Request.Builder().url(ENDPOINT + "/product").build(); Response response = client.newcall(request).execute(); String raw = response.body().string(); Type listtype = new TypeToken<List<Product>>{}.getType(); List<Product> products = new Gson().fromJson(raw, listtype);

19 Dependências // build.gradle do módulo do app... dependencies {... compile 'com.squareup.okhttp:okhttp:2.0.+' compile 'com.google.code.gson:gson:2.3' }

20 Retrofit Transforma o seu REST em uma interface! Integração com o OkHttp (classpath)

21 Método 3 - Retrofit public interface ExampleService List<Product> void Product void long Product product); void long id);

22 Método 3 - Retrofit public interface ExampleService Product long id); Product String name);

23 Método 3 - Retrofit public class ExampleApi { private static ExampleService instance; public static ExampleService getinstance() { if (instance == null) { RestAdapter adapter = new RestAdapter.Builder().setEndpoint("https://api.example.com").build(); instance = adapter.create(exampleservice.class); } } } return instance;

24 Método 3 - Retrofit E pronto! Product product = ExampleApi.getInstance().getProduct(1);

25 Porém Ainda depende do uso de AsyncTasks, Services ou WorkerThreads

26 Método 3A - Retrofit com Callbacks public interface ExampleService List<Product> getproducts(); //...modificamos void getproducts(callback<list<product>> callback);

27 Método 3A - Retrofit com Callbacks E pronto! ExampleApi.getInstance().getProduct(1, new Callback<Product>() public void success(product product, Response response) public void failure(retrofiterror error) {} });

28 Vantagens Gerenciado automaticamente para os callbacks serem executados na UI Dispensa o tratamento de exceptions na request (método failure)

29 Dependências // build.gradle do módulo do app... dependencies {... compile 'com.squareup.okhttp:okhttp:2.0.+' compile 'com.squareup.retrofit:retrofit:1.7.+' }

30 Calma!!! ainda pode melhorar...

31 Por que melhorar mais ainda? Verbosidade Código macarrônico Bagunça de código com chamadas encadeadas Muitas classes anônimas

32 RxJava Programação Funcional Reativa no Java É uma das grandes febres no Open Source Android hoje Ganhou mais fama ainda por causa do port Android feito pela Netflix

33 RxJava Retrofit é compatível com RxJava! - Blog do GDE Dan Lew, com uma série de 4 tutoriais sobre RxJava

34 Método 4 - Retrofit e RxJava public interface ExampleService void long id, Callback<Product> callback); //...modificamos Observable<Product> long id);

35 Método 4 - Retrofit e RxJava ExampleApi.getInstance().getProduct(1).subscribe(onSuccess, onerror); protected Action1<Product> onsuccess = new Action1<Product>() public void call(product product) {} }; protected Action1<Throwable> onerror = new Action1<Throwable>() public void call(throwable error) {} };

36 Dependências // build.gradle do módulo do app... dependencies {... compile 'com.squareup.okhttp:okhttp:2.0.+' compile 'com.squareup.retrofit:retrofit:1.7.+' compile 'com.netflix.rxjava:rxjava-android:0.20.+' }

37

38 Qual a necessidade disso? Chamada mais limpa e clara Maior coesão no tratamento de erro / sucesso Se o tratamento for comum a todas as Activities / Fragments, você pode criar a implementação comum e estender :)

39 Calma aí!!! E como fica o controle na thread de UI? Já testei e deu pau!

40 Método 4 - Retrofit e RxJava ExampleApi.getInstance().getProduct(1).observeOn(AndroidSchedulers.mainThread()).subscribe(onSuccess, onerror);

41 Apesar de bacana... Ainda temos o problema da "verbosidade" do Java

42 Retrolambda Porque o Java 5/6/7 não poderia ficar de fora! https://github.com/orfjackal/retrolambda Traz ao Java 5/6/7 uma das mais poderosas características do Java 8: o uso de lambdas!

43 Retrolambda Como o Java do Android é o 6 e 7 (full, a partir do Kitkat), precisávamos disso! https://github.com/evant/gradle-retrolambda

44 Retrolambda - Como Usar // no build.gradle principal buildscript { } dependencies { classpath 'com.android.tools.build:gradle:0.13.3' classpath 'me.tatarka:gradle-retrolambda:2.4.0' }

45 Retrolambda - Como Usar // no build.gradle do projeto apply plugin: 'com.android.application' apply plugin: 'retrolambda' android {... compileoptions { sourcecompatibility JavaVersion.VERSION_1_8 targetcompatibility JavaVersion.VERSION_1_8 } }

46 Método 4 - Sem Retrolambda ExampleApi.getInstance().getProduct(1).subscribe(onSuccess, onerror); protected Action1<Product> onsuccess = new Action1<Product>() public void call(product product) {} }; protected Action1<Throwable> onerror = new Action1<Throwable>() public void call(throwable error) {} };

47 Método 5 - Com Retrolambda ExampleApi.getInstance().getProduct(1).subscribe(onSuccess, onerror); protected Action1<Product> onsuccess = product -> { }; protected Action1<Throwable> onerror = error -> { };

48 Método 5 - Com Retrolambda protected Action1<Throwable> onerror = error -> { dialog.dismiss(); }; protected Action1<Throwable> onerror = error -> dialog.dismiss();

49 Obrigado!

itec h- ON & E ngenharia de S oftware Joel Carvalho - 05/05/2011 Novas Tecnologias Aplicadas à Eng. de So5.

itec h- ON & E ngenharia de S oftware Joel Carvalho - 05/05/2011 Novas Tecnologias Aplicadas à Eng. de So5. itec h- ON & E ngenharia de S oftware Novas Tecnologias Aplicadas à Eng. de So5. Tecnologias Pág. 2 Microso5 Visual Studio 2010 Express l Visual C# Express + Visual Web Developer l h6p://www.microso=.com/express/downloads/#2010-

Leia mais

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB)

Uma Introdução à Arquitetura CORBA. O Object Request Broker (ORB) Uma Introdução à Arquitetura Francisco C. R. Reverbel 1 Copyright 1998-2006 Francisco Reverbel O Object Request Broker (ORB) Via de comunicação entre objetos (object bus), na arquitetura do OMG Definido

Leia mais

Acesso a Rede. Para escrever uma aplicação que suporte acesso à rede, o manifesto deve ter as permissões e filtros adequados.

Acesso a Rede. Para escrever uma aplicação que suporte acesso à rede, o manifesto deve ter as permissões e filtros adequados. Acesso a Internet Acesso a Rede Para escrever uma aplicação que suporte acesso à rede, o manifesto deve ter as permissões e filtros adequados. android.permission.internet Permite abrir sockets de rede.

Leia mais

Prof. Jhonatan Fernando

Prof. Jhonatan Fernando Prof. Jhonatan Fernando Métodos Programação OO Instâncias de variáveis (objetos) Mensagens Classes Herança Polimorfismo Encapsulamento Abstração Programação Estruturada Procedimentos e funções Variáveis

Leia mais

LINGUAGEM ORIENTADA A OBJETOS

LINGUAGEM ORIENTADA A OBJETOS LINGUAGEM ORIENTADA A OBJETOS TI MÓDULO II O ECLIPSE O eclipse é uma IDE Open Source (código fonte aberto) que serve para o desenvolvimento em muitas linguagens: PHP Java Python HTML C/C++ A IDE Eclipse

Leia mais

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this.

Aula 2. Objetivos. Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Aula 2 Objetivos Encapsulamento na linguagem Java; Utilizando a referência this. Encapsulamento, data hiding é um conceito bastante importante em orientação a objetos. É utilizado para restringir o acesso

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO API de Compatibilidade API de Compatibilidade ou API de Suporte permite acesso em versões mais antigas do android a recursos

Leia mais

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010

Módulo 02 Programação Orientada a Objetos. Última atualização: 07/06/2010 Módulo 02 Programação Orientada a Objetos Última atualização: 07/06/2010 1 Objetivos Definir conceitos de orientação a objetos: o abstração, encapsulamento, pacotes. Discutir reutilização de código em

Leia mais

Descrição: Retorna uma lista com todos os publishers disponíveis no middleware.

Descrição: Retorna uma lista com todos os publishers disponíveis no middleware. 1 Publisher GET http://server:port/publisher Descrição: Retorna uma lista com todos os publishers disponíveis no middleware. Parâmetros: void. status: error: false, message: null, data: publishers: [ description:

Leia mais

Design Patterns (Factory Method, Prototype, Singleton)

Design Patterns (Factory Method, Prototype, Singleton) DesignPatterns (FactoryMethod,Prototype,Singleton) JoãoAntónioPaz LuísMiguelClaro AlbertoManuelGomes N.º12812 N.º12817 N.º12818 FACTORYMETHOD Padrãoquedefineumainterfaceparacriaçãodeobjectos,masdeixaassubclassesdecidirque

Leia mais

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel

Programação de Computadores - I. Profª Beatriz Profº Israel Programação de Computadores - I Profª Beatriz Profº Israel As 52 Palavras Reservadas O que são palavras reservadas São palavras que já existem na linguagem Java, e tem sua função já definida. NÃO podem

Leia mais

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único

Objetivos: Sun recomenda que utilize o nome de domínio da Internet da empresa, para garantir um nome de pacote único Pacotes e Encapsulamento Prof. Bruno Gomes bruno.gomes@ifrn.edu.br Programação Orientada a Objetos Introdução Permite o agrupamento de classes em uma coleção chamada pacote Um pacote é uma coleção de classes

Leia mais

Reuso com Herança a e Composiçã

Reuso com Herança a e Composiçã Java 2 Standard Edition Reuso com Herança a e Composiçã ção Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Como aumentar as chances de reuso Separar as partes que podem mudar das partes que não mudam. Exemplo:

Leia mais

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL

Programação para Android. Aula 08: Persistência de dados SQL Programação para Android Aula 08: Persistência de dados SQL Persistência de dados Na maioria das aplicações precisamos ter algum tipo de persistência de dados. Para guardar informações de forma persistente

Leia mais

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte

Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Tutorial RMI (Remote Method Invocation) por Alabê Duarte Este tutorial explica basicamente como se implementa a API chamada RMI (Remote Method Invocation). O RMI nada mais é que a Invocação de Métodos

Leia mais

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente

A ) O cliente terá que implementar uma interface remota. . Definir a interface remota com os métodos que poderão ser acedidos remotamente Java RMI - Remote Method Invocation Callbacks Folha 9-1 Vimos, na folha prática anterior, um exemplo muito simples de uma aplicação cliente/ servidor em que o cliente acede à referência remota de um objecto

Leia mais

SUMÁRIO REST. REST + OAuth. Cliente em Java Processamento de respostas JSON

SUMÁRIO REST. REST + OAuth. Cliente em Java Processamento de respostas JSON SUMÁRIO REST Cliente em Java Processamento de respostas JSON REST + OAuth Material de suporte às aulas de Sistemas Distribuídos de Nuno Preguiça Copyright DI FCT/ UNL / 1 REST WEB SERVICES: CLIENTE Criar

Leia mais

Conceitos de Ajax Exemplos de uso do Ajax no braço, muitos exemplos, muito código (HTML, CSS, JavaScript, PHP, XML, JSON)

Conceitos de Ajax Exemplos de uso do Ajax no braço, muitos exemplos, muito código (HTML, CSS, JavaScript, PHP, XML, JSON) Márcio Koch 1 Currículo Formado na FURB em Ciência da Computação Pós graduado em Tecnologias para o desenvolvimento de aplicações web Mestrando em Computação Gráfica na UDESC Arquiteto de software na Senior

Leia mais

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

8 Classes Internas. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 8 Classes Internas Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler

Desenvolvimento para Android Prá3ca 3. Prof. Markus Endler Desenvolvimento para Android Prá3ca 3 Prof. Markus Endler Exercício 3.1 Solicitando permissão para abrir uma página Web ü Criaremos uma Ac.vity com um EditText (para entrada de uma URL), um Bu?on e uma

Leia mais

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse

Como criar um EJB. Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Como criar um EJB Criando um projeto EJB com um cliente WEB no Eclipse Gabriel Novais Amorim Abril/2014 Este tutorial apresenta o passo a passo para se criar um projeto EJB no Eclipse com um cliente web

Leia mais

Linguagem de Programação III

Linguagem de Programação III Linguagem de Programação III Aula-3 Criando Classes em Java Prof. Esbel Tomás Valero Orellana Da Aula Anterior Classes em Java, sintaxe básica Tipos básicos de dados em Java, como escolher o tipo apropriado

Leia mais

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java

POO Programação Orientada a Objetos. Classes em Java + POO Programação Orientada a Objetos Classes em Java + Classes 2 Para que a JVM crie objetos: Ela precisa saber qual classe o objeto pertence Na classe estão definidos os atributos e métodos Programamos

Leia mais

Java Threads. Introdução

Java Threads. Introdução Java Threads mleal@inf.puc-rio.br 1 Introdução O único mecanismo de concorrência suportado explicitamente pela linguagem Java é multi-threading. threading. Os mecanismos de gerenciamento e sicronização

Leia mais

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos

Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Java 2 Standard Edition Como criar classes e objetos Helder da Rocha www.argonavis.com.br 1 Assuntos abordados Este módulo explora detalhes da construção de classes e objetos Construtores Implicações da

Leia mais

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos

Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos. Relacionamentos entre objetos Programação Orientada a Objetos Relacionamentos entre objetos Associação, composição e agregação Construtores e sobrecarga Variáveis de classe e de instância Reinaldo Gomes reinaldo@cefet-al.br Objetos

Leia mais

Computação Móvel Conceitos Básicos do Android Ref. Capítulo 3

Computação Móvel Conceitos Básicos do Android Ref. Capítulo 3 Universidade Federal de Ouro Preto Departamento de Computação e Sistemas - DECSI Computação Móvel Conceitos Básicos do Android Ref. Capítulo 3 Vicente Amorim vicente.amorim.ufop@gmail.com Sumário * Estrutura

Leia mais

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1

TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 TUTORIAL JAVA AS - HTTP CLIENT COMPOSITION ENVIROMENT 7.1 FABIO HAIDER 2008 C O N T E Ú D O : 1 HTTP Client...3 1.1 Arquitetura...3 1.2 Usando HTTP Client...3 1.2.1 Usuário...3 1.2.2 Implementação HTTP

Leia mais

Desenvolvimento Android. Pontapé inicial...

Desenvolvimento Android. Pontapé inicial... Desenvolvimento Android Pontapé inicial... Toshi Kurauchi andrew.kurauchi@gmail.com @toshikurauchi Por que desenvolver para Android? Por que desenvolver para Android? Por que desenvolver para Android?

Leia mais

Encapsulamento de Dados

Encapsulamento de Dados Encapsulamento de Dados Universidade Católica de Pernambuco Ciência da Computação Prof. Márcio Bueno poonoite@marciobueno.com Fonte: Material da Profª Karina Oliveira Modificadores de Visibilidade Especificam

Leia mais

Android #4. antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br

Android #4. antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br Android #4 antonio deusany de carvalho junior dj@ime.usp.br Preferências compartilhadas Memória interna Memória externa SQLite Databases Network Connection Preferências compartilhadas Utiliza um framework

Leia mais

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java

Programação com Acesso a BD. Programação com OO Acesso em Java Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

Android Banco de Dados. Ivan Nicoli

Android Banco de Dados. Ivan Nicoli Android Banco de Dados Ivan Nicoli SQLite O Android tem suporte ao SQLite (http://www.sqlite.org), um leve e poderoso banco de dados. Cada aplicação pode criar um ou mais banco de dados, que ficam localizados

Leia mais

Primeira Aplicação Android Olá Mundo. Prof. Fellipe Aleixo

Primeira Aplicação Android Olá Mundo. Prof. Fellipe Aleixo Primeira Aplicação Android Olá Mundo Prof. Fellipe Aleixo (fellipe.aleixo@ifrn.edu.br) Conteúdo Passo- a- passo de um Projeto Android Conceitos Básicos de uma Aplicação Principais Arquivos Execução da

Leia mais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais

Curso de Java. Geração de Páginas WEB. TodososdireitosreservadosKlais Curso de Java Geração de Páginas WEB Aplicação WEB Numa aplicação WEB de conteúdo dinâmico As páginas são construídas a partir de dados da aplicação (mantidos num banco de dados). Usuários interagem com

Leia mais

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA

Curso Adonai QUESTÕES Disciplina Linguagem JAVA 1) Qual será o valor da string c, caso o programa rode com a seguinte linha de comando? > java Teste um dois tres public class Teste { public static void main(string[] args) { String a = args[0]; String

Leia mais

Chromecast. Seu aplicativo na TV. Ivan de Aguirre @IvAguirre ivan.aguirre@gmail.com

Chromecast. Seu aplicativo na TV. Ivan de Aguirre @IvAguirre ivan.aguirre@gmail.com Chromecast Seu aplicativo na TV Ivan de Aguirre @IvAguirre ivan.aguirre@gmail.com Cast Sender: Sender: Android, ios, Chrome App Sender: Android, ios, Chrome App Receiver: Sender: Android, ios, Chrome

Leia mais

Módulo 07 Características Avançadas de Classes

Módulo 07 Características Avançadas de Classes Módulo 07 Características Avançadas de Classes Última Atualização: 15/06/2010 1 Objetivos Descrever variáveis, métodos e iniciadores static Descrever a semântica do modificador final em classes, métodos

Leia mais

Curso - Padrões de Projeto Módulo 2: Padrões de Criação

Curso - Padrões de Projeto Módulo 2: Padrões de Criação Curso - Padrões de Projeto Módulo 2: Padrões de Criação Vítor E. Silva Souza vitorsouza@gmail.com http://www.javablogs.com.br/page/engenho http://esjug.dev.java.net Sobre o Instrutor Formação: Java: Graduação

Leia mais

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO

DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS. PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO DESENVOLVIMENTO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROFª. M.Sc. JULIANA H Q BENACCHIO Threads, Handler e AsyncTask No Android, cada aplicação é executada em um único processo. Cada processo por sua vez tem uma thread

Leia mais

2. O gerador de código estende DepthFirstAdapter implementando a interpretação que gerará código Jasmin a partir de Smallpascal.

2. O gerador de código estende DepthFirstAdapter implementando a interpretação que gerará código Jasmin a partir de Smallpascal. Geração de Código para Smallpascal a 1. Já estudamos como SableCC faz uso do design pattern visitor para construir compiladores modulares. Vimos também os principais componentes da máquina virtual Java

Leia mais

Android Core. Felipe Silveira felipesilveira.com.br. Aula 6

Android Core. Felipe Silveira felipesilveira.com.br. Aula 6 Android Core Felipe Silveira felipesilveira.com.br Aula 6 Aplicações II Services Services Service é um dos componentes principais da plataforma Android. Executado em background Sem interface com o usuário

Leia mais

INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo

INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo INSTALAÇÃO E USO DO GOOGLE APP ENGINE PLUGIN utilizando o Eclipse Galileo Requisitos de Ambiente: Desenvolvido por: Fabrício Alves e Daniela Claro contato: fabufbc@dcc.ufba.br, dclaro@ufba.br Java 1.6

Leia mais

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição

Lista de Contas: Assinatura. Lista de Contas. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição. Listas de Contas: Descrição Lista de Contas Lista de Contas: Assinatura null Quais são os métodos necessários? class ListaDeContas { void inserir (Conta c) { void retirar (Conta c) { Conta procurar (String num) { Listas de Contas:

Leia mais

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela

Implementando uma Classe e Criando Objetos a partir dela Análise e Desenvolvimento de Sistemas ADS Programação Orientada a Obejeto POO 3º Semestre AULA 04 - INTRODUÇÃO À PROGRAMAÇÃO ORIENTADA A OBJETO (POO) Parte: 2 Prof. Cristóvão Cunha Implementando uma Classe

Leia mais

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com

BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com BSI UFRPE Prof. Gustavo Callou gcallou@gmail.com HelloWorld.java: public class HelloWorld { public static void main (String[] args) { System.out.println( Hello, World ); } } Identificadores são usados

Leia mais

Consulta de endereço através do Cep

Consulta de endereço através do Cep --------------------------------------------------------------------------------------------- Por: Giancarlo Fim giancarlo.fim@gmail.com Acesse: http://giancarlofim.wordpress.com/ ---------------------------------------------------------------------------------------------

Leia mais

Técnicas de Programação II

Técnicas de Programação II Técnicas de Programação II Aula 06 Orientação a Objetos e Classes Edirlei Soares de Lima Orientação a Objetos O ser humano se relaciona com o mundo através do conceito de objetos.

Leia mais

Diamond Powder - um framework Java ME para coleta de dados

Diamond Powder - um framework Java ME para coleta de dados Artigo GUJ.com.br Diamond Powder - um framework Java ME para coleta de dados Autor Renato Bellia: é formado em Engenharia de Computadores, trabalha com Java EE a mais de 08 anos, e atualmente está utilizando

Leia mais

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS

Modificador static e Pacotes. Alberto Costa Neto DComp - UFS Modificador static e Pacotes Alberto Costa Neto DComp - UFS 1 Roteiro Modificador static Pacotes 2 Modificador static Instanciando a classe Funcionário matricula nome cpf salario salario-min getmatricula()

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Herança

Programação Orientada a Objetos em Java. Herança Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Herança Professor: César Melo Slides baseados em materiais preparados

Leia mais

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET

PADI 2015/16. Aula 1 Introdução à Plataforma.NET PADI 2015/16 Aula 1 Introdução à Plataforma.NET 1 Sumário 1. Framework.NET Arquitectura 2. Linguagem C# 2.0 Sintaxe C# vs. Java vs. C++ 3. IDE: MS Visual Studio 2005 ou superior Ferramentas Console/Win

Leia mais

EXERCÍCIOS SOBRE ORIENTAÇÃO A OBJETOS

EXERCÍCIOS SOBRE ORIENTAÇÃO A OBJETOS Campus Cachoeiro de Itapemirim Curso Técnico em Informática Disciplina: Análise e Projeto de Sistemas Professor: Rafael Vargas Mesquita Este exercício deve ser manuscrito e entregue na próxima aula; Valor

Leia mais

20/08/14 JAVA SERVLETS CONCEITOS CONTEÚDO ARQUITETURA DE UMA APLICAÇÃO WEB ARQUITETURA DA APLICAÇÃO WEB

20/08/14 JAVA SERVLETS CONCEITOS CONTEÚDO ARQUITETURA DE UMA APLICAÇÃO WEB ARQUITETURA DA APLICAÇÃO WEB CONTEÚDO TECNOLOGIA EM INFORMÁTICA PARA NEGÓCIOS JAVA CONCEITOS Prof. Dr. Henrique Dezani dezani@fatecriopreto.edu.br Arquitetura de uma aplicação Web HTTP (HyperText Transfer Protocol) Métodos HTTP GET

Leia mais

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra,

IHttpAsyncHandler. Para além destas duas interfaces, existe ainda uma outra, HANDLERS E MÓDULOS As handlers e os módulos são dois dos pontos de personalização e/ou extensão mais usados nas aplicações ASP.NET. O objetivo deste capítulo é apresentar algumas das principais particularidades

Leia mais

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages

Desenvolvimento de aplicações Web. Java Server Pages Desenvolvimento de aplicações Web Java Server Pages Hamilton Lima - athanazio@pobox.com 2003 Como funciona? Servidor web 2 Internet 1 Browser 3 Arquivo jsp 4 JSP Compilado 2 Passo a passo 1 browser envia

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CAIXA RÁPIDO. Julho de 2015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CAIXA RÁPIDO. Julho de 2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CAIXA RÁPIDO Julho de 2015 Fevereiro, 2015 Í N D I C E VERSÃO DO DOCUMENTO... 7 INTRODUÇÃO... 7 OBJETIVO... 7 CENÁRIO... 7 FUNCIONAMENTO... 7 INTEGRAÇÃO... 8 MENSAGENS...

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo

Programação Orientada a Objetos em java. Polimorfismo Programação Orientada a Objetos em java Polimorfismo Polimorfismo Uma característica muito importante em sistemas orientados a objetos Termo proveniente do grego, e significa muitas formas Em POO, significa

Leia mais

Minicurso: Android com Java - Jogos. Bem Vindos!

Minicurso: Android com Java - Jogos. Bem Vindos! Minicurso: Android com Java - Jogos Bem Vindos! Minicurso: Android com Java - Jogos Organização Capítulo I Uma Nova Linguagem Motivação Programação Java com Eclipse AndroidOS Minicurso: Android com Java

Leia mais

Capítulo 07: Câmera e Arquivos

Capítulo 07: Câmera e Arquivos Capítulo 07: Câmera e Arquivos Instrutor Programador desde 2000 Aluno de doutorado Mestre em informática pelo ICOMP/UFAM Especialista em aplicações WEB FUCAPI marcio.palheta@gmail.com sites.google.com/site/marcio

Leia mais

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5.

Autor: Ricardo Francisco Minzé Júnior - ricardominze@yahoo.com.br Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Desenvolvendo aplicações em camadas com PHP 5. Talvez a primeira vista você ache estranha a palavra Camada em programação, mas o que vem a ser Camada? Segundo o dicionário: Camada 1 - Qualquer matéria

Leia mais

Exercícios de Revisão Java Básico

Exercícios de Revisão Java Básico Exercícios de Revisão Java Básico (i) Programação básica (estruturada) 1) Faça um programa para calcular o valor das seguintes expressões: S 1 = 1 1 3 2 5 3 7 99... 4 50 S 2 = 21 50 22 49 23 48...250 1

Leia mais

Módulo 06 Desenho de Classes

Módulo 06 Desenho de Classes Módulo 06 Desenho de Classes Última Atualização: 13/06/2010 1 Objetivos Definir os conceitos de herança, polimorfismo, sobrecarga (overloading), sobreescrita(overriding) e invocação virtual de métodos.

Leia mais

Seu App na TV: Desenvolvimento para ChromeCast

Seu App na TV: Desenvolvimento para ChromeCast Seu App na TV: Desenvolvimento para ChromeCast Ivan de Aguirre! ivan.aguirre@gmail.com! Twitter: IvAguirre! G+: plus.google.com/+ivanaguirrebr Sender App: Sender App: Android Sender App: Android ios Sender

Leia mais

Análise e Projeto Orientados por Objetos

Análise e Projeto Orientados por Objetos Análise e Projeto Orientados por Objetos Aula 01 Orientação a Objetos Edirlei Soares de Lima Paradigmas de Programação Um paradigma de programação consiste na filosofia adotada na

Leia mais

Classes, Superclasses e Subclasses

Classes, Superclasses e Subclasses Herança Herança A idéia é criar novas Classes construindo-as sobre outras existentes Ao herdar de uma classe, reusamos (herdamos) seus métodos E podemos adicionar novos métodos e campos para adaptar a

Leia mais

O que é? Mas, já não existem outros frameworks? Quais são as vantagens de adotar o AAMO? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes.

O que é? Mas, já não existem outros frameworks? Quais são as vantagens de adotar o AAMO? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes. O que é? AAMO quer dizer lua no idioma dos índios Xavantes. Um framework de desenvolvimento de aplicações móveis, voltado para múltiplas plataformas, baseado na linguagem embarcada Lua, criada pela PUC-

Leia mais

Acesso a Banco. Conexão em Java. Conexão em Java. Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel

Acesso a Banco. Conexão em Java. Conexão em Java. Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel Acesso a Banco Programação Orientada a Objetos Profa. Cristiane e Prof. Daniel As conexões em Java são feitas através de uma ponte que implementa todas as funcionalidades que um banco de dados padrão deve

Leia mais

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança...

Construção de novas Classes em Java. Classes Atributos Métodos Herança... Construção de novas Classes em Java Classes Atributos Métodos Herança... 1 Exemplo Representação em UML Java (Unified Modeling Language) Stack items : Vector Stack( ) push( ) pop( ) isempty( ) finalize(

Leia mais

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans.

Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. 1 - Criando uma classe em Java Para desenvolver a atividade a atividade desta aula utilizaremos o ambiente de desenvolvimento integrado NetBeans. Antes de criarmos a(s) classe(s) é necessário criar o projeto

Leia mais

Fixture-Factory. Criando objetos para seus testes. Como criar objetos através de templates para serem utilizados como massa de dados em seus testes.

Fixture-Factory. Criando objetos para seus testes. Como criar objetos através de templates para serem utilizados como massa de dados em seus testes. fixture-factory_ Fixture-Factory Criando objetos para seus testes Como criar objetos através de templates para serem utilizados como massa de dados em seus testes. Começamos testando métodos simples, mas

Leia mais

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays

Unidade IV: Ponteiros, Referências e Arrays Programação com OO Acesso em Java a BD Curso: Técnico em Informática Campus: Ipanguaçu José Maria Monteiro Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro PUC-Rio Departamento Clayton Maciel de Informática

Leia mais

OOP - Java. Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora

OOP - Java. Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora OOP - Java Artur Duque Rossi Mestrado em Modelagem Computacional Universidade Federal de Juiz de Fora 1 Sumário Java Aviso! História do Java Programação Orientada à Objetos Os quatro pilares da OOP Abstração

Leia mais

Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa

Facebook. Java com o. Integrando Aplicações. Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook. _capa _capa Integrando Aplicações Java com o Facebook Descubra como é fácil criar uma aplicação para rodar no Facebook Desde o lançamento oficial do Facebook, em 2004, o número de usuários vem aumentando a cada

Leia mais

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2

Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 Criar uma aplicação JPA2 com EclipseLink e H2 1) Criar uma aplicação Java no NetBeans. File > New Project > Java, Java Application > Project name: JPA2 Finish. 2) Acrescentar ao Projeto NetBeans a biblioteca

Leia mais

Material de Apoio 5. int getres() { return res; O que estas classes possuem em comum? 1) 2) 3)

Material de Apoio 5. int getres() { return res; O que estas classes possuem em comum? 1) 2) 3) pg. 1/6 Material de Apoio 5 Herança Observe o código das classes Fatorial e Fibonacci apresentados abaixo. class Fatorial { class Fibonacci { private int n, res; private int n, res; public Fatorial( int

Leia mais

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java

Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Qualiti Software Processes Guia de Fatores de Qualidade de OO e Java Versã o 1.0 Este documento só pode ser utilizado para fins educacionais, no Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco.

Leia mais

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br

Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação. alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Universidade Federal de Campina Grande Departamento de Sistemas e Computação Ciência da Computação alyssonfm@lcc.ufcg.edu.br Maio - 2010 Agenda GWT Vantagens Desvantagens Exemplificação de códigos GWT

Leia mais

Orientação a Objetos com Java

Orientação a Objetos com Java Orientação a Objetos com Java Julio Cesar Nardi julionardi@yahoo.com.br 2011/2 Apresentação 3: Orientação Objetos: Conceitos Básicos Objetivos: Compreender os Conceitos Básicos da Orientação a Objetos;

Leia mais

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads

Programação Orientada a Objetos em Java. Threads Threads Threads. Threads Universidade Federal do Amazonas Departamento de Ciência da Computação IEC481 Projeto de Programas Programação Orientada a Objetos em Java Threads Threads Threads Threads Professor: César Melo Slides baseados

Leia mais

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CHAMADA EXTERNA. Maio de 2015

ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CHAMADA EXTERNA. Maio de 2015 ESPECIFICAÇÃO TÉCNICA CIELO MOBILE CHAMADA EXTERNA Maio de 2015 Fevereiro, 2015 Í N D I C E VERSÃO DO DOCUMENTO... 7 INTRODUÇÃO... 7 OBJETIVO... 7 CENÁRIO... 7 FUNCIONAMENTO... 7 INTEGRAÇÃO... 8 MENSAGENS...

Leia mais

Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0

Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0 Desenvolvimento Web com Framework Demoiselle versão 1.0 Módulo 07: Outros Componentes Autor: Rodrigo Hjort Serpro / Coordenação Estratégica de Tecnologia / Curitiba www.frameworkdemoiselle.org.br Modificado

Leia mais

Padrões de Projeto. Singleton

Padrões de Projeto. Singleton Padrões de Projeto Padrões de Criação Singleton Singleton Assegura que uma classe tenha apenas uma instância e provê um ponto de acesso global a ela 2 Livro Texto: Design Pattern - Elements 1 Motivação

Leia mais

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto

Programação para Dispositivos Móveis Aula 1. Prof. William Yamamoto Programação para Dispositivos Móveis Aula 1 Prof. William Yamamoto Visual Studio É uma ferramenta de desenvolvimento completa que atende praticamente a todas as plataformas de desenvolvimento, como: Web

Leia mais

Padrão J2EE Data Access Object (DAO)

Padrão J2EE Data Access Object (DAO) Introdução CRUD DAO Exemplo Padrão J2EE Data Access Object (DAO) Prof. Enzo Seraphim Motivação para usar Componentes precisam acessar e armazenar informações em armazenamento persistente As APIs de armazenamento

Leia mais

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br

Java. Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br Java Marcio de Carvalho Victorino www.dominandoti.eng.br 3. Considere as instruções Java abaixo: int cont1 = 3; int cont2 = 2; int cont3 = 1; cont1 += cont3++; cont1 -= --cont2; cont3 = cont2++; Após a

Leia mais

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS

PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS PROGRAMAÇÃO PARA DISPOSITIVOS MÓVEIS Tratamento de Eventos Professor: Danilo Giacobo OBJETIVOS DA AULA Apresentar os modelos mais comuns de tratamento de eventos da plataforma Android. Aprender a utilizar

Leia mais

Evolução guiada por APIs. com REST para modernizar seu legado

Evolução guiada por APIs. com REST para modernizar seu legado Evolução guiada por APIs Option #2 híbrida Criando uma arquitetura com REST para modernizar seu legado Rodrigo Engenheiro de Software na CI&T. Atuou na criação da FIFA World Cup 2014 Happiness Flag da

Leia mais

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira

Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira Profº. Enrique Pimentel Leite de Oliveira O termo orientação a objetos significa organizar o mundo real como uma coleção de objetos que incorporam estrutura de dados e um conjunto de operações que manipulam

Leia mais

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java

Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java UTFPR DAELN - Disciplina de Fundamentos de Programação II ( IF62C ). 1 Implementação de Classe e Auto-Relacionamento em Java 1)Introdução Um modelo de Diagrama de Classes representa a estrutura definida

Leia mais

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc.

Sintaxe Geral Tipos de Dados. Prof. Angelo Augusto Frozza, M.Sc. Sintaxe Geral Tipos de Dados Comentários Comentários: De linha: // comentário 1 // comentário 2 De bloco: /* linha 1 linha 2 linha n */ De documentação: /** linha1 * linha2 */ Programa Exemplo: ExemploComentario.java

Leia mais

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS

DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Cursos: Análise, Ciência da Computação e Sistemas de Informação Programação I - Prof. Aníbal Notas de aula 2 DEFINIÇÃO DE MÉTODOS Todo o processamento que um programa Java faz está definido dentro dos

Leia mais

Documentação Usando o Javadoc

Documentação Usando o Javadoc Documentação Usando o Javadoc Prof. MSc. João Carlos Pinheiro jcpinheiro@cefet-ma.br Versão 2.1 Última Atualização: 04/2005 1 Comentários e Documentação Comentários em Java Existem três tipos de comentários

Leia mais

JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA

JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA JSF - Controle de Acesso FERNANDO FREITAS COSTA ESPECIALISTA EM GESTÃO E DOCÊNCIA UNIVERSITÁRIA JSF Controle de Acesso Antes de iniciarmos este assunto, é importante conhecermos a definição de autenticação

Leia mais

Pratica JFlex. Prática criando o primeiro analisador léxico

Pratica JFlex. Prática criando o primeiro analisador léxico UNIVERSIDADE DO OESTE DE SANTA CATARINA CAMPUS DE SÃO MIGUEL DO OESTE CURSO: CIÊNCIAS DA COMPUTAÇÃO DISCIPLINA: COMPILADORES PROFESSOR: JOHNI DOUGLAS MARANGON Pratica JFlex JFlex é uma ferramenta que permite

Leia mais

Coleções. Conceitos e Utilização Básica. c Professores de ALPRO I 05/2012. Faculdade de Informática PUCRS

Coleções. Conceitos e Utilização Básica. c Professores de ALPRO I 05/2012. Faculdade de Informática PUCRS Coleções Conceitos e Utilização Básica c Professores de ALPRO I Faculdade de Informática PUCRS 05/2012 ALPRO I (FACIN) Coleções: Básico 05/2012 1 / 41 Nota Este material não pode ser reproduzido ou utilizado

Leia mais

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM

Programação OO em Java. Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Programação OO em Java Profa Andréa Schwertner Charão DELC/CT/UFSM Sumário Classes abstratas Interfaces Tipos genéricos Coleções Classes abstratas São classes que não podem ser instanciadas, porque representam

Leia mais

Introdução a Java. Hélder Nunes

Introdução a Java. Hélder Nunes Introdução a Java Hélder Nunes 2 Exercício de Fixação Os 4 elementos básicos da OO são os objetos, as classes, os atributos e os métodos. A orientação a objetos consiste em considerar os sistemas computacionais

Leia mais

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery

Linguagem de Programação JAVA. Técnico em Informática Professora Michelle Nery Linguagem de Programação JAVA Técnico em Informática Professora Michelle Nery Agenda Regras paravariáveis Identificadores Válidos Convenção de Nomenclatura Palavras-chaves em Java Tipos de Variáveis em

Leia mais

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.

7 RTTI e Interfaces. Desenvolvimento OO com Java. Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes. Desenvolvimento OO com Java 7 RTTI e Interfaces Vítor E. Silva Souza (vitorsouza@inf.ufes.br) http://www.inf.ufes.br/ ~ vitorsouza Departamento de Informática Centro Tecnológico Universidade Federal do

Leia mais