2- Disparo de alarme com evolução de setor e com o alarme armado Disparo seguido de desarme ou arme em seguida...08

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2- Disparo de alarme com evolução de setor e com o alarme armado...07. 2.2- Disparo seguido de desarme ou arme em seguida...08"

Transcrição

1 Caro Cliente: Olá estes procedimentos de atendimento de alarmes foram elaborados, supervisionados, atualizados e informados aos usuários, conforme o avanço tecnológico e as necessidades na área do monitoramento. Permitindo que o sistema de alarme funcione em conjunto com empresas de monitoramento que estão interligados em todo Brasil, unindo-as aos supervisores e monitoras que atendem os alarme em seu dia a dia. Buscando assim, sempre melhorar o serviço de Call Center. No início de nossa jornada, o que chamou nossa atenção e que as Empresas que vendem o serviço de alarme monitorado sempre buscam fazer o que o cliente quer. Porém, quando fazemos um serviço atendimento não podemos pensar em um cliente individualizado, temos que analisar o que será melhor para todos os cliente, no todo. Dessa forma iremos molda-los aos nossos procedimentos padronizados, cuidadosamente definidos para que você possa receber e entender da melhor forma as informações que variam de acordo com a situação ou evento em que o cliente e exposto, procedimentos estes, que são considerados mais eficientes por estarem a mais de 4 anos no mercado, testados e aprovados por todos os cientes que já trabalham conosco. Índice Pânico Coação 1- Pânico com alarme desarmado Pânico com alarme armado Alarme Desarmado com coação alarme armado com coação...07 Disparo 2- Disparo de alarme com evolução de setor e com o alarme armado Disparo seguido de desarme ou arme em seguida Disparo seguido de desarme fora da grade de horário Disparo de alarme com restaure rápido, de apenas um setor Alarme Desarmado 3- Desarme fora de grade de horário Sistema não armado no horário Falhas 4- Falha de Energia (AC) Falha de Energia com alarme armado Falha de Keep Alive... 11

2 4.4- Falaha de Bateria Falha de Sirene Falha de Sirene junto com disparo Falha de Linha Geral Critico Falha de Sirene junto com disparo Emergência Medica Medico Agenda Web Serviços Outros Legendas...15 Procedimento de Atendimento Pânico Coação 1- Pânico com alarme desarmado: E ligado imediatamente no local e è solicitado a contra senha e confirmado se está tudo bem no local. Caso não seja confirmado à senha, a viatura è enviada para verificar o local. Após verificação do agente de segurança caso seja detectado algum problema o agente comunica a Central de Monitoramento onde será tomadas as providencias (acionamento das autoridades cabíveis) Pânico com o alarme armado: Se for um comercio, é acionado a viatura para verificar o local, se o vigia constatar que não há ninguém no local, é gerado uma ordem de serviço para que a equipe técnica passa reparar o sistema. Caso seja uma residência, o cliente pode estar rendido, portanto a monitora ou monitor ligara para o local e irá pedir a contra senha e confirmar se está tudo bem. Caso não seja confirmada a contra senha ou ninguém atender o telefone, a viatura será enviado um agente de segurança para verificar o local, caso haja algum problema o agente comunica a Central de Monitoramento onde será tomadas as providencias (acionamento das autoridades cabíveis) Se ocorrer um desarme com coação: E ligado imediatamente no local e solicitado a contra senha e confirmado se está tudo bem no local. Caso não seja confirmado a senha ou ninguém atender o telefone e enviado um agente de segurança para verificação se houver alguma anormalidade no local, será comunicado a Central de Monitoramento onde será tomada as providencias (acionamento das autoridades cabíveis) Se o alarme armado com coação: Esse procedimento não pode ocorrer pois a senha de coação só é usado em casos de desarme sob coação.

3 Disparos 2- Disparos de alarme com evolução de setor e com alarme armado: É entrado em contato com o agente de segurança para verificação do local, caso o agente se depare com alguma situação de invasão de imediato será informado a Central de Monitoramento onde será tomada as providencias cabíveis, porem caso seja um alarme falso e que seja constante o cliente será acionado para ir até o local para uma verificação mais apropriada, sanando as dúvidas com relação aos disparos o cliente será liberado, caso persista os disparos será agendado uma visita técnica para verificação Disparo seguido de desarme ou arme em seguida: É desconsiderado, pois o cliente pode demorar para desarmar o alarme por verias situações. Exemplo: o cliente pode estar com sacolas ou até mesmo com o bebe no colo, pode estar procurando as chaves do local ou do carro, etc... Caso o cliente esteja rendido ele deve usar a senha de coação Disparo seguido de desarme fora da grade de horário: É entrado em contato no local, confirmado a senha, e perguntado para o cliente que horas ira acionar o alarme novamente. Se ninguém atender no local, é ligado para o celular do usuário que desarmou o alarme, e é confirmado com ele que horas ele irá armar o alarme. Se o usuário não possuir a senha, a monitora ira se identificar como sendo do monitoramento e entrara em contato com o cliente e perguntar se o usuário está autorizado a estar no local nesse horário. Caso não consiga contato ou não confirmem a senha, será enviado um agente de segurança até o local para verificação Disparo de alarme com restaure rápido, de apenas um setor: Procedimento padrão e verificar se aquele setor está em manutenção ou se há disparos anteriores, não havendo nenhum desses problemas o monitor ira desconsiderar o disparo e fecha-lo como falso caso retorne o disparo será enviado uma viatura até o local para verificação. Alarme Desarmado 3- Desarme fora da grade de horário ``E ligado no local, perguntando a senha verbal, e confirmado se está tudo bem e que horas a pessoa pretende armar o alarme. Em caso do não contato, e ligado no celular do usuário que desarmou o alarme e confirmado com ele que horas o alarme será armado. Se o usuário não possuir a senha, a monitora irá se identificar como sendo do monitoramento e entrara em contato com o cliente e perguntar se o usuário está autorizado a estar no local nesse horário. Em caso de não contato e não confirmem a senha será enviado uma viatura para verificação E entrado em contato no local, perguntado a senha verbal e confirmado que horas o alarme sera armado. Em caso de falha no contato do local, e ligado para os usuários cadastrados e perguntado que horas o alarme sera armado. Caso não consiga contato ou não confirmem a senha, será enviado um agente de segurança até o local para verificação.

4 Falhas 4- Preda de AC O sistema aguarda restaure automaticamente por 10 minutos, e em caso de não restaure e ligado no local para verificar o que ocorreu. Se não conseguir contato no local será deslocado uma viatura para verificação caso haja necessidade será acionado o cliente para uma verificação mais detalhada após o cliente será liberado Perda de A/C com alarme Armado Assim que o evento entra na tela ele e enviado para observação aguardando o restaure, caso não ocorra em 10 minutos e acionado a viatura imediatamente, para verificar se não ocorreu roubo do cabos de energia. Se constatado o roubo dos cabos será acionado os órgãos policiais para tomarem as providencias e o cliente será informado do ocorrido Falha de Keep Alive E o mesmo que teste periódico, com sinais de três em três minutos. Quando ocorre este evento e gerado uma ordem de serviço para que o técnico possa verificar posteriormente o ocorrido Falha de Bateria Falha de bateria quer dizer que a bateria do alarme do cliente não está funcionando ou está com nível baixo. Neste caso, o local fica sem alarme e se o problema não for resolvido, portanto o monitor gera uma ordem de serviço para que o técnico verifique o sistema e fique ciente que precisa trocar a bateria do alarme, além disso ele deve informar a viatura para fazer uma verificação no local Falha de Sirene Quando não restaurada significa que o fio da sirene foi cortada, pode se tratar de uma tentativa de invasão, o monitor ira colocar esse evento em observação e aguardara a seu restaure, caso não ocorra o monitor enviara uma viatura até o local para verificação, caso continue será gerado uma ordem de serviço Falha de Sirene Junto com Disparo E acionado a viatura para verificar se não há alguém tentando cortar o fio da sirene, caso haja alguma anormalidade no local o agente de segurança passara para a monitora onde acionara a polícia e ligar para o cliente, avisando sobre o ocorrido Falha de Linha Ocorre quando a central de alarme está sem linha telefônica, alguém pode ter cortado o fio da rua para invadir o local e a central não consegue se comunicar com o monitoramento (Um equipamento que pode sanar esse problema e o GPRS que atua nas falhas de linha telefônicas ou cortes, ele funciona em esquema de back-up) desta forma o cliente tem uma segunda via de comunicação Geral Critico Esse evento ocorre quando se fecha um curto na central de alarme ou quando alguém tenta arrancar um teclado, um sensor ou até mesmo destruir a central de alarme. Este e o último aviso que o monitor detecta. O monitor ira seguir o mesmo procedimento de um disparo

5 Emergência Incêndio: Trata-se de um evento para verificar se o local está com princípio de incêndio. Caso o incêndio seja detectado, o monitor ira acionar a viatura e se confirmado atendimento real aciona-se os órgãos competentes (bombeiros e polícia militar). Medico: E caracterizado quando alguém necessita de ajuda medica emergencial possa contar com o monitor que está fora do local de stress para acionar os órgãos competentes (bombeiros, hospital municipal ou enviar uma ambulância ao local utilizando-se do cadastro que já consta no sistema, assim agilizar o atendimento), quando este evento chegar e preciso dar o mesmo atendimento de disparo. Serviços: Alteração da Programação Saída ou entrada do modo de programação: E ligado no local e confirmado se existe técnico no local, se sim e solicitado o nome do mesmo. Teste Periódico: Este evento e usado para sabermos se o sistema de alarme está se comunicando com a central de monitoramento, este evento e salvo automaticamente pelo nosso sistema, e caso não chegar e teste periódico e gerado uma ordem de serviço para que o técnico verifique o local.

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO

MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO MANUAL DE INSTRUÇÕES USUÁRIO SISTEMA DE SEGURANÇA TERMINAL DSC INSTRUÇÕES DE USO: PARA INIBIR ZONAS (#), (*), (1), (Senha de acesso), (nº da zona: 01 a 16), a zona selecionada acende no teclado. (#) para

Leia mais

Centrais de Alarme DSC MANUAL DE CENTRAL DE ALARME. Disponibilizado por www. alarmsystems. com.

Centrais de Alarme DSC MANUAL DE CENTRAL DE ALARME. Disponibilizado por www. alarmsystems. com. MANUAL DE CENTRAL DE ALARME Sumário 1. Excluir setores do alarme. 2. Trocar, apagar ou inserir senhas. 3. Acerto de relógio. 4. Auto arme do sistema. 5. Beep de teclado. 6. Luz de problema acesa. 7. Leds

Leia mais

Global Security Network GSN Brasil. 1

Global Security Network GSN Brasil. 1 Global Security Network GSN Brasil. 1 Operação Básica O teclado Spectra 1689 e o Teclado 1641 (cristal liquido) funcionam da mesma maneira, Mas não oferecem a mesma visualização. Nesta seção veremos suas

Leia mais

Registro e Acompanhamento de Chamados

Registro e Acompanhamento de Chamados Registro e Acompanhamento de Chamados Contatos da Central de Serviços de TI do TJPE Por telefone: (81) 2123-9500 Pela intranet: no link Central de Serviços de TI Web (www.tjpe.jus.br/intranet) APRESENTAÇÃO

Leia mais

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica

T O M e P U L S O. Disca em linhas ECONÔMICAS. Discadora Telefônica Discadora Telefônica T O M e P U L S O Disca em linhas ECONÔMICAS Disca em modo TOM e PULSO Disca para até 5 números Não perde memória em caso de falta de energia elétrica www.genno.com.br MAGADTDPTF05V1

Leia mais

Termos Gerais de Serviço ANEXO 1

Termos Gerais de Serviço ANEXO 1 Termos Gerais de Serviço ANEXO 1 Glossário 1. 2. 3. 4. 5. 6. PORTARIA REMOTA ORSEGUPS Solução Orsegups para o gerenciamento remoto de controle de acesso de pedestres, veículos, moradores, prestadores de

Leia mais

Astra. Introdução e conceitos básicos do sistema

Astra. Introdução e conceitos básicos do sistema 2011 www.astralab.com.br Astra Introdução e conceitos básicos do sistema Este documento permite entender melhor como funciona o sistema Astra e algumas funções básicas de seus softwares. Equipe de Documentação

Leia mais

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento

1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento 1 Fique atento ao entrar ou sair de sua casa ou apartamento O momento em que entramos ou saímos de nossas residências, costuma oferecer grande risco, pois normalmente estamos distraídos, além de abrirmos,

Leia mais

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO

PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO PAINEL DE ALARME GUIA DE INSTALAÇÃO Active 20 GPRS Rev00 23/04/2009 1- CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes;

Leia mais

MANUAL ALARME DIGITAL INTELBRAS AMT-2010/AMT-2018

MANUAL ALARME DIGITAL INTELBRAS AMT-2010/AMT-2018 MANUAL ALARME DIGITAL INTELBRAS AMT-2010/AMT-2018 PARABÉNS! Você acaba de adquirir um equipamento ímpar em qualidade, tecnologia, precisão e segurança! Mas para que você tenha o máximo aproveitamento de

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D

MANUAL DO USUÁRIO CENTRAL MC 4D 12 Manual do Usuário Intrusos podem entrar em zonas sem proteção, ou ter sofisticação para isolar um sensor ou desconectar dispositivos de aviso de alarme; Central, detectores, sensores só funcionam quando

Leia mais

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01

PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 PAINEL DE ALARME VERSÃO 01 1. CARACTERÍSTICAS GERAIS 8 Zonas duplas programáveis, mais 1 zona por teclado; 4 Teclados endereçáveis com programações independentes; 95 usuários, 3 usuários temporários, além

Leia mais

ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS

ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS ABERTURA E FECHAMENTO DE COFRES, PORTAS E GUARITAS VIA SATÉLITE E GPRS O GR TRAVA é um equipamento wireless que executa a função de recepção e transmissão de dados e voz. Está conectado à rede de telefonia

Leia mais

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br.

A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. SIMA MANUAL DO USUÁRIO INSTALANDO O SIMA A instalação do SIMA pode ser feita com o uso do CD do SIMA, distribuído pela INSIEL ou através de download do programa na homepage www.insiel.com.br. - Instalando

Leia mais

TECLADO VIAWEB TOUCH

TECLADO VIAWEB TOUCH TECLADO VIAWEB TOUCH GUIA DE USUÁRIO V1.0 R1.00 Julho 2013 Teclado Touch - 1 2 - Guia do Usuário Teclado VIAWEB TOUCH Sumário INDICAÇÕES DO TECLADO...3 MENU DE PROGRAMAÇÃO...4 ACESSAR MENU...5 OPÇÕES PARA

Leia mais

alarme ronda controle de acesso emergência

alarme ronda controle de acesso emergência MANUAL DO USUÁRIO alarme ronda controle de acesso emergência PROFESSIONAL SECURITY DEVICES CENTRAL DE ALARME MONITORADA 12 ZONAS 02 PARTICIPAÇÕES Armando / Desarmando / Coação 1 Introduzindo dígitos especiais

Leia mais

Manual do Usuário do ClaireExpress

Manual do Usuário do ClaireExpress Manual do Usuário do ClaireExpress Tudo o que você precisa saber para realizar uma teleconferência utilizando o ClaireExpress pode ser encontrado neste manual. Caso necessite de assistência adicional de

Leia mais

Procedimentos para Utilização do SAVI

Procedimentos para Utilização do SAVI Procedimentos para Utilização do SAVI 1. Acessando o sistema Para acessar o sistema é necessário ter instalado em seu sistema o navegador Firefox. Uma vez que ele esteja disponível acesse o link: HTTP://

Leia mais

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO

MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO CARACTERÍSTICAS GERAIS CONECTOR DE ENTRADA SENHA DO USUÁRIO MÓDULO MD-50 DESCRIÇÃO DO PRODUTO Com esse equipamento você pode monitorar qualquer central de alarme convencional ou eletrificador. Ele possui 5 entradas e uma saída PGM que pode ser acionada por telefone

Leia mais

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web

Sumário. Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Sumário Apresentação O que é o Centro de Gerenciamento de Serviços (CGS) NTI? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial do Portal WEB Criando um

Leia mais

GT COFRE VIA GSM GT COFRE VIA SATÉLITE ABERTURA E TRAVAMENTO DE PORTAS E COFRES

GT COFRE VIA GSM GT COFRE VIA SATÉLITE ABERTURA E TRAVAMENTO DE PORTAS E COFRES GT COFRE VIA GSM GT COFRE VIA SATÉLITE ABERTURA E TRAVAMENTO DE PORTAS E COFRES O GT COFRE é um equipamento wireless com transmissão via satélite e GSM, que executa a função de recepção e transmissão de

Leia mais

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br)

Wisurf - Central de Dominio 011 34611171 (www.wisurf.com.br) Vários modelos de aplicação O sistema e controlado via WEB Sistema SLP WiSurf Internet controlada para locais públicos. O melhor sistema de controle de internet utilizado pelas grandes redes hoteleira

Leia mais

Um Sistema informatizado desenvolvido com alto padrão tecnológico para maior

Um Sistema informatizado desenvolvido com alto padrão tecnológico para maior Um Sistema informatizado desenvolvido com alto padrão tecnológico para maior segurança e bem-estar dos condôminos. Oferecemos a mais nova solução tecnológica, ideal contra invasão domiciliar, objetivando

Leia mais

Manual de Instalação. GPRS Universal

Manual de Instalação. GPRS Universal Manual de Instalação GPRS Universal INTRODUÇÃO O módulo GPRS Universal Pináculo é um conversor de comunicação que se conecta a qualquer painel de alarme monitorado que utilize o protocolo de comunicação

Leia mais

Manual da Interface SpeedTAXI

Manual da Interface SpeedTAXI Manual da Interface SpeedTAXI O SpeedTAXI é a principal ferramenta de trabalho do motorista. É através desta interface que o motorista tem acesso a todas os recursos do sistema. Este documento visa detalhar

Leia mais

Apostila de Programação POSONIC

Apostila de Programação POSONIC Apostila de Programação POSONIC Programação de Usuário Senha Usuário Mestre: 474747 Cadastro de usuário [ENTER] + cod.mestre + Nº de alocação [01] + senha nova + [ENTER] Alteração de senha de usuário [ENTER]

Leia mais

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso

www.sulton.com.br 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso 1. Apresentação do Tele Alarme Tom e Pulso Equipamento desenvolvido a fim de realizar automaticamente discagens telefônicas para aviso de alarme. Podendo ser implementado praticamente à todos os sistema

Leia mais

A senha 001 de fábrica é 151515.

A senha 001 de fábrica é 151515. 1 2 Índice PROGRAMANDO USUÁRIOS...4 MODO DE PROGRAMAÇÃO DE SENHAS:...4 COMO CADASTRAR NOVOS USUÁRIOS:... 4 COMO DESABILITAR USUÁRIOS:... 4 ATIVANDO A CENTRAL...5 ATIVAR GERAL... 5 ATIVAÇÃO RÁPIDA...5 ATIVAR

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada AP4/AP4 D MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central de Alarme Particionada AP/AP D Índice 1.Apresentação... 2.Características... 3.Características Técnicas... 5.Status de Bips... 5 5.Status dos Led s... 5 6.Conhecendo

Leia mais

PÁGINA INICIAL: ACESSO RESTRITO www.centralcdf.com.br/adm. Inserir seu Login e Senha. Clicar em ACESSAR.

PÁGINA INICIAL: ACESSO RESTRITO www.centralcdf.com.br/adm. Inserir seu Login e Senha. Clicar em ACESSAR. TREINAMENTO SISTEMA PÁGINA INICIAL: ACESSO RESTRITO www.centralcdf.com.br/adm Inserir seu Login e Senha. Clicar em ACESSAR. HOME PAGE Após acessar com o seu login e senha. Entrará na Home Page do sistema.

Leia mais

Central de alarme Ventura GSM

Central de alarme Ventura GSM Central de alarme Ventura GSM Manual do Usuário 1 Índice: 1 Aplicação:... 3 2 Características:... 3 3 Características de funcionamento... 3 4- Apresentação da Central... 4 4.1 Parte externa... 4 4.2 Parte

Leia mais

PLANO DE CONTINGËNCIA LOCAL CURVELO/MG SAA

PLANO DE CONTINGËNCIA LOCAL CURVELO/MG SAA PLANO DE CONTINGËNCIA LOCAL CURVELO/MG SAA A COPASA MG dispõe de Plano de Contingência Corporativo, através da rede INTRANET, à qual todos os empregados têm nível de acesso. INTERRUPÇÃO DO ABASTECIMENTO

Leia mais

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE

PAINEL DE ALARME ACTIVE 10 E 10 LITE PAINEL DE ALARME ACTIVE 0 E 0 LITE - FUNÇÕES BÁSICAS. VISUALIZAÇÃO DOS PROBLEMAS NO SISTEMA Para visualizar os problemas, pressione a tecla P por segundos. O led SISTEMA começa a piscar, continue pressionando

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada

MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO. Central de Alarme Particionada MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO AP6 Central de Alarme Particionada www.compatec.com.br 2 www.compatec.com.br 3 4. Dimensões do produto... 5. Conhecendo o seu produto... 7 5.1 Conhecendo as funções da central...

Leia mais

TERMO DE GARANTIA. Comprador: Endereço: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da Venda: Identificação do Produto: P26856 - Rev. 1

TERMO DE GARANTIA. Comprador: Endereço: Bairro: CEP: Revendedor: Fone: Data da Venda: Identificação do Produto: P26856 - Rev. 1 TERMO DE GARANTIA ELETROPPAR - Indústria Eletrônica Ltda., Localizada na Rua Carlos Ferrari, nº 2651, Distrito Industrial, Garça/SP, CEP 17.400-000, CNPJ 02.748.434/0001-08, IE 315.026.341.111 garante

Leia mais

SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO

SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO SOLUÇÕES EM GESTÃO DE RELACIONAMENTO A M2 Data Center é uma empresa especializada no desenvolvimento de tecnologias voltadas para agregarem valor às empresas, permitindo assim um melhor posicionamento

Leia mais

Guia Site Empresarial

Guia Site Empresarial Guia Site Empresarial Índice 1 - Fazer Fatura... 2 1.1 - Fazer uma nova fatura por valores de crédito... 2 1.2 - Fazer fatura alterando limites dos cartões... 6 1.3 - Fazer fatura repetindo última solicitação

Leia mais

Central Monitorada CAM 816

Central Monitorada CAM 816 MANUAL DE INSTALAÇÃO E OPERAÇÃO Central Monitorada CAM 816 www.compatec.com.br Índice 1.Apresentação... 2.Características Gerais....Características Técnicas... 4 4.Status de Bips... 4 5.Status de Bips

Leia mais

Como Iniciar um Processo na Arbitranet.com.br

Como Iniciar um Processo na Arbitranet.com.br Como Iniciar um Processo na Seja bem-vindo à Arbitranet! Este documento mostra, através de 10 passos, como é rápido e fácil iniciar um processo através da Arbitranet. 1. Primeiro Passo Clique em "Começar

Leia mais

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR

GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR GUIA INTEGRA SERVICES E STATUS MONITOR 1 - Integra Services Atenção: o Integra Services está disponível a partir da versão 2.0 do software Urano Integra. O Integra Services é um aplicativo que faz parte

Leia mais

A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil.

A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil. A ferramenta que você necessitava para seu Buffet Infantil. O SeuBuffet é um software que foi criado para facilitar e gerenciar a contratação dos serviços de buffets infantis. O Software surgiu da parceria

Leia mais

Procedimentos para configurar o Motion Detection no D-ViewCam 1 Para configurar o Motion Detection no D-ViewCam, é necessário que a câmera IP esteja

Procedimentos para configurar o Motion Detection no D-ViewCam 1 Para configurar o Motion Detection no D-ViewCam, é necessário que a câmera IP esteja Procedimentos para configurar o Motion Detection no D-ViewCam 1 Para configurar o Motion Detection no D-ViewCam, é necessário que a câmera IP esteja conectada ao software (D-ViewCam). 1 2 Abra o D-ViewCam

Leia mais

Auto Gerenciamento utilizando a Web ou Celular

Auto Gerenciamento utilizando a Web ou Celular Auto Gerenciamento utilizando a Web ou Celular O FreeTrack é um sistema inovador de Rastreamento e Monitoramento de Frotas, carros, caminhões e motocicletas onde sua criação propõem uma solução econômica,

Leia mais

Manual. DSC510 Discador Celular GSM. Produzido por SMC Produtos Eletrônicos Ltda. www.fks.com.br PRODUTOS ELETRÔNICOS REV. A

Manual. DSC510 Discador Celular GSM. Produzido por SMC Produtos Eletrônicos Ltda. www.fks.com.br PRODUTOS ELETRÔNICOS REV. A Manual DSC510 Discador Celular GSM PRODUTOS ELETRÔNICOS Produzido por SMC Produtos Eletrônicos Ltda. www.fks.com.br REV. A PRODUTOS ELETRÔNICOS GARANTIA ÍNDICE 1 - A P R E S E N T A Ç Ã O.........................................................................

Leia mais

Simulador ITIL Exame de Certificação da EXIM

Simulador ITIL Exame de Certificação da EXIM Simulador ITIL Exame de Certificação da EXIM WWW.ASASSOFTWARES.COM.BR Índice 1 Informações Básicas... 1 1.1 Sair da aplicação... 1 1.2 Testar aplicação... 1 1.3 Licenciando a aplicação... 1 1.4 Aceitar

Leia mais

www.n7tecnologia.com.br e-mail: comercial@n7tecnologia.com.br

www.n7tecnologia.com.br e-mail: comercial@n7tecnologia.com.br SAFECELL INSTALAÇÃO E FUNCIONAMENTO Antes da instalação do equipamento, é importante que: 1) Seja verificado se o SIM CARD que será usado está habilitado e permite a realização de chamadas e também o envio

Leia mais

Mensagens De Erro. Versão: 1.0

Mensagens De Erro. Versão: 1.0 Mensagens De Erro Versão: 1.0 Tabela de Mensagens - EAGarçom MENSAGENS Possíveis Causas Possíveis Soluções Não foi possível atualizar. Dispositivo não conectado." - Erro no banco de dados do servidor;

Leia mais

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K

Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K Imagem meramente ilustrativa Controle de Acesso Stand Alone Biofinger 22K 1 Sumário Apresentação... 3 1. Fixação do Equipamento... 3 2. Estrutura e Funções... 4 3. Conexões... 4 4. Conexão com outros acessórios...

Leia mais

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte.

MANUAL DE SUPORTE. Controle de Suporte. Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. MANUAL DE SUPORTE Controle de Suporte Este manual descreve as funcionalidades do controle de suporte. SUMÁRIO Considerações Iniciais... 3 Acesso... 4 Controle de Suporte... 5 1. Solicitação de Atendimento...

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. Versão VR0412Rev1 INH.OPE.007

MANUAL DE OPERAÇÃO. Versão VR0412Rev1 INH.OPE.007 Versão VR0412Rev1 INH.OPE.007 MANUAL DE OPERAÇÃO 2 INDICE INH.OPE.007... 1 INTRODUÇÃO... 3 SOBRE O MANTUA... 3 FACILIDADES... 4 Códigos de Operação... 4 Código de Coação... 4 Proteção de Burla... 4 ESPECIFICAÇÕES...

Leia mais

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk

Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA. Service Desk Manual do usuário - Service Desk SDM - COPASA Service Desk Sumário Apresentação O que é o Service Desk? Terminologia Status do seu chamado Utilização do Portal Web Fazendo Login no Sistema Tela inicial

Leia mais

PROJETO PERSONALIZADO - APREVS

PROJETO PERSONALIZADO - APREVS Belo Horizonte, 06 de abril de 2011. A APREVS A/C.: SR. Humberto A EMIVE ocupa posição de destaque no mercado de segurança eletrônica por prestar serviços com a máxima qualidade, seguindo padrões internacionais

Leia mais

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário

Teclados 624 e 640 Manual do Usuário Teclados 624 e 640 624 640 Manual do Usuário Sumário 1. Operação Básica... 2 2. Códigos de Acesso... 4 3. Armando e Desarmando...5 4. Zonas de Pânico... 10 5. Programação com Tecla de Acesso...11 6. Características

Leia mais

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser.

Atenção! Não está autorizada a reprodução deste material. Direitos reservados a Multilaser. 1 INTRODUÇÃO O Multisync é um programa de recuperação de sistema e atualização de dispositivos, utilizado quando aparelho apresenta lentidão, não liga, travado na inicialização, atualização de mapas, entro

Leia mais

Como configurar o aplicativo AMT MOBILE.

Como configurar o aplicativo AMT MOBILE. Como configurar o aplicativo AMT MOBILE. Santa Rita do Sapucaí, 18 de agosto de 2014. O aplicativo AMT MOBILE, é utilizado nas centrais AMT 2018 E ou AMT 2018 EG que se encontram na versão de firmware

Leia mais

Central de Alarme de Oito Zonas

Central de Alarme de Oito Zonas Central de Alarme de Oito Zonas R02 ÍNDICE CARACTERÍSTICAS GERAIS:... 3 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS:... 3 CONHECENDO A CENTRAL:... 4 COMO A CENTRAL FUNCIONA:... 4 COMO APAGAR A MEMÓRIA DA CENTRAL:... 4 COMO

Leia mais

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp

Manual de utilização do módulo NSE METH-8RL/Exp INSTALAÇÃO 1 - Baixe o arquivo Software Configurador Ethernet disponível para download em www.nse.com.br/downloads-manuais e descompacte-o em qualquer pasta de sua preferência. 2 - Conecte a fonte 12Vcc/1A

Leia mais

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos).

Todos os Registros no site referem-se aos momentos em que o equipamento estava conectado (decorrente dos dois eventos acima descritos). 1. Como funcionado Equipamento? O Rastreador instalado é um equipamento Hibrido que utiliza tecnologia de transmissão de dados por Satélite e via Operadora de Telefone. O Satélite informa ao equipamento

Leia mais

(3) Depois de logar como CONSULTOR com uma conta já criada

(3) Depois de logar como CONSULTOR com uma conta já criada Melhorias/Ajustes a serem feitos no website. (1) Landpage Sobre as duas caixas do banner. Preciso conseguir alterar a fonte/tamanho de seus títulos, Consultor Local e Consultoria Online. Deixe as caixas

Leia mais

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174

Versão Liberada. www.gerpos.com.br. Gerpos Sistemas Ltda. info@gerpos.com.br. Av. Jones dos Santos Neves, nº 160/174 Versão Liberada A Gerpos comunica a seus clientes que nova versão do aplicativo Gerpos Retaguarda, contendo as rotinas para emissão da Nota Fiscal Eletrônica, já está disponível. A atualização da versão

Leia mais

Problemas básicos nos. Serviços Gladius MP

Problemas básicos nos. Serviços Gladius MP Problemas básicos nos Serviços Gladius MP I. Quando um funcionário não consegue marcar ponto a) Problemas de Nível Operacional b) Um ponto de ajuda c) Identificando em que fase o problema está d) Problemas

Leia mais

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado

Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado ibus Manual de Operação ibus Teclado 32i Modelo: ibus - Teclado Este produto está homologado pela ANATEL, de acordo com os procedimentos regulamentados pela Resolução 242/2000, e atende aos requisitos

Leia mais

Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes.

Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes. Celebre este natal e ano novo junto aos seus amigos e familiares distantes. Receba fotos e mensagens deles na TV de sua casa em tempo real e sem custo, não se preocupe mais com a distância! A festa será

Leia mais

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar:

Antes de começar, o Solicitante e outros envolvidos dentro do projeto (Orientador, Coordenador ou outro Responsável Técnico) devem verificar: SOLICITAÇÃO DE FOMENTO on-line MANUAL DO USUÁRIO 1 CONTATOS... 2 2 ANTES DE COMEÇAR... 2 3 ENTRAR NO SISTEMA INFAPERJ... 3 3.1 ACESSO AO SISTEMA...3 3.2 LOGIN...4 4 APRESENTAÇÃO GERAL DA INTERFACE... 5

Leia mais

TECLADO STK 636 TECLADO STK 636

TECLADO STK 636 TECLADO STK 636 TECLADO STK 636 1.0 OPERAÇÃO BASICA 1.1 Visual Os números, símbolos, leds e chaves no teclado informam o status do sistema como descrito abaixo. Figure 1: Figura do teclado STK 636 1- Led verde aceso :

Leia mais

Veja como é simples a venda pelo Pag Centercob: 1. Acesse o site: www.centercob.com.br ; clique em Pag Centercob

Veja como é simples a venda pelo Pag Centercob: 1. Acesse o site: www.centercob.com.br ; clique em Pag Centercob 1 Veja como é simples a venda pelo Pag Centercob: 1. Acesse o site: www.centercob.com.br ; clique em Pag Centercob 1 2 2. Pronto! Agora, você colocará seu login e senha, obtidos no ato do fechamento do

Leia mais

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI

Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS. Área de Operações Indiretas - AOI Tutorial de Utilização do AMBIENTE DE CREDENCIAMENTO DE SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS Área de Operações Indiretas - AOI SUMÁRIO 1 ENTRADA NO SISTEMA... 1 2 UTILIZAÇÃO DO AUTOSERVIÇO DE TROCA DE SENHAS... 7 3 MODALIDADES

Leia mais

Discador Celular D-Cell

Discador Celular D-Cell Discador Celular D-Cell Guia rápido de programação Introdução O discador celular D-Cell fornece um sistema seguro de comunicação entre o seu equipamento de alarme e você. Utiliza a infraestrutura de telefonia

Leia mais

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações

1 Introdução. 2 REDES sem fio de comunicações 1 Introdução Neste manual serão apresentados os procedimentos de instalação e configuração do sistema de detecção e prevenção de incêndio GALBA V251, além de dicas que certamente agilizarão os trabalhos

Leia mais

Manual de Atualização Versão 3.6.4.

Manual de Atualização Versão 3.6.4. Manual de Atualização Versão 3.6.4. Sumário 1. AVISO... 1 2. INTRODUÇÃO... 2 3. PREPARAÇÃO PARA ATUALIZAÇÃO... 3 4. ATUALIZANDO GVCOLLEGE E BASE DE DADOS... 7 5. HABILITANDO NOVAS VERSÕES DO SISTEMA....

Leia mais

CENTRAL DE ALARME DSC - Manual Prático de Operação

CENTRAL DE ALARME DSC - Manual Prático de Operação MANUAL DO USUÁRIO INDICE 1.0 - Descrição Geral do Sistema............ 3 2.0 - Teclado............... 4 3.0 - Código Principal............... 4 4.0 - Ligando o Sistema............ 5 4.1 - LED Inibição............

Leia mais

MANUAL INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO - IDC

MANUAL INDÚSTRIA DO CONHECIMENTO - IDC Título: SISTEMA DE GESTÃO Manual Central de Serviços GETEC- Abertura de chamados- Indústria do Conhecimento Código: Revisão: 1 Página: 1 de 14 Elaborado: Responsável: GETEC e GERPE Homologado: Data: 14/01/2014

Leia mais

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB

GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB GUIA DE UTILIZAÇÃO DO SISTEMA DE COMPRAS VIA WEB ( c) 2010 Todos os direitos reservados a ABCG Campo Grande-MS INDICE 1. Introdução ao compras web 05 2. Fluxo do processo de compras web 06 3. Como ingressar

Leia mais

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting

Omega Tecnologia Manual Omega Hosting Omega Tecnologia Manual Omega Hosting 1 2 Índice Sobre o Omega Hosting... 3 1 Primeiro Acesso... 4 2 Tela Inicial...5 2.1 Área de menu... 5 2.2 Área de navegação... 7 3 Itens do painel de Controle... 8

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO E ESPECIFICAÇÃO

MANUAL DE OPERAÇÃO E ESPECIFICAÇÃO MANUAL DE OPERAÇÃO E ESPECIFICAÇÃO Elaborado por: Edmundo N. Oliveira Junior Março / 2005 INTRODUÇÃO O HomeNet é um serviço web que tem o objetivo de fornecer aos usuários de sistemas da Santa Catarina

Leia mais

Sumário. www.compatec.com.br

Sumário. www.compatec.com.br Sumário Apresentação... 4 Características... 4 Características Técnicas... 5 Status de Bips... 5 Status de Bips programação... 5 Status de Bips Acesso Remoto... 5 Conhecendo o Teclado... 6 Leds Teclado...

Leia mais

www.proter.com.br revisão 1. (17.11.06) Form 150 - Rev 1

www.proter.com.br revisão 1. (17.11.06) Form 150 - Rev 1 www.proter.com.br revisão 1. (17.11.06) Form 150 - Rev 1 Indice GARD 4 / GARD 10 TERMO DE GARANTIA Armando e desarmando o painel Gard... 03 Anulando setores... 03 Alterando senha de usuário... 03 Verificando

Leia mais

GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA

GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA GPEC FORMA Formação & Aperfeiçoamento www.gpecforma.com.br PRO JURÍDICO XE WEB SOFTWARE WEB PARA ESCRITÓRIOS DE ADVOCACIA PRO JURÍDICO XE WEB Todo escritório de advocacia, de pequeno a grande porte necessita

Leia mais

1 Cadastre-se Mozilla Firefox. AQUI Esqueci a senha Login Senha. Esqueci a senha E-mail Login Enviar Solicitação OBS: Nome: Login: E-mail:

1 Cadastre-se Mozilla Firefox. AQUI Esqueci a senha Login Senha. Esqueci a senha E-mail Login Enviar Solicitação OBS: Nome: Login: E-mail: 1 Essa é a tela de login do Sistema de Atendimento, siga o passo a passo abaixo. Se esse é o seu primeiro cadastro, clique em Cadastre-se. O sistema só irá funcionar perfeitamente se for acessado pelo

Leia mais

MANUAL DE INSTALAÇÃO

MANUAL DE INSTALAÇÃO MANUAL DE INSTALAÇÃO Criado e revisado por: Régis Fialho Equipe Cyber Squ@re Manager E-mail: regis@awdsistemas.com.br Site: www.cybersquare.com.br Telefone: Porto Alegre: (051) 3207-8521 disponível em

Leia mais

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO

MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO MANUAL EXPORTAÇÃO IMPORTAÇÃO Diretoria de Vigilância Epidemiológica/SES/SC 2006 1 Módulo 04 - Exportação e Importação de Dados Manual do SINASC Módulo Exportador Importador Introdução O Sistema SINASC

Leia mais

Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53

Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53 Carta de Programação Logix LOG-10 V 3.53 rev 3.00 22/04/10 ALARM A EQUIPAM ENTOS DE SEGURANÇA Site: w w w.a la rm a.c om.br E-mail: te c nic a @a la rm a.c om.br CARTA DE PROGRAMAÇÃO CENTRAL LOGIX LOG

Leia mais

Manual DO Lojista. Os únicos que funcionam com comando pela internet e telefone.

Manual DO Lojista. Os únicos que funcionam com comando pela internet e telefone. Manual DO Lojista Os únicos que funcionam com comando pela internet e telefone. Alarmes Cyber PX 293@, Cyber FX 293@ e DuoBlock PX G5 com bloqueio remoto. Prezado lojista, você está recebendo instruções

Leia mais

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4

Características... 3. Identificando a placa... 3. Esquema de ligação... 3. Parâmetros programados no painel de alarme... 4 P18640 - Rev. 0 Índice Características... 3 Identificando a placa... 3 Esquema de ligação... 3 Parâmetros programados no painel de alarme... 4 Instalação do software programador... 4 Instalação do cabo

Leia mais

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura

Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o para futura MANUAL DE INSTALAÇÃO E PROGRAMAÇÃO Painel de alarme 10 zonas 2 PARTIÇÕES E10 Intruções de instalação e programação: Antes de instalar e programar esta unidade por favor leia atentamente este manual e retenha-o

Leia mais

TUTORIAL SIEX Orientações para acesso ao sistema

TUTORIAL SIEX Orientações para acesso ao sistema TUTORIAL SIEX Orientações para acesso ao sistema ORIENTAÇÕES GERAIS DE ACESSO AO SISTEMA DE EXTENSÃO SIEX... 3 1. Que navegador utilizar para acessar o SIEX... 3 2. Onde cadastrar a Ação de Extensão...

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br

MANUAL DO USUÁRIO. Empari Sistemas www.empari.com.br MANUAL DO USUÁRIO Empari Sistemas www.empari.com.br Sumário Instalação... 2 Primeira Configuração... 5 Período de experimentação... 8 Configurar Busca de Licitações... 9 Tela de Configuração do LicitaPlus+...

Leia mais

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1

Manual de operação. BS Ponto Versão 5.1 Manual de operação BS Ponto Versão 5.1 conteúdo 1. Instalação do sistema Instalando o BS Ponto Configurando o BS Ponto 2. Cadastrando usuários Cadastro do usuário Master Alterando a senha Master Cadastro

Leia mais

FUNDAÇÃO LUSÍADA Centro Universitário Lusíada

FUNDAÇÃO LUSÍADA Centro Universitário Lusíada O Sistema de Gerenciamento de Professores, permitirá que o docente faça o registro da nota de prova do estudante via internet. O procedimento é simples e rápido. Elaboramos esse passo a passo, o qual poderá

Leia mais

RELAÇÃO DOS PRODUTOS ALARME, CFTV E SERVIÇOS

RELAÇÃO DOS PRODUTOS ALARME, CFTV E SERVIÇOS RELAÇÃO DOS PRODUTOS ALARME, CFTV E SERVIÇOS SISTEMA DE ALARME 1. PROPOSTA COMERCIAL DE SISTEMA DE ALARME PACOTE LIGTH - Sistema de Alarme com Monitoramento 24H e Seguro de Bens Item Descrição Qtd VR R$

Leia mais

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes:

MANUAL DE OPERAÇÃO. COMPOSIÇÃO DO TRANSMISSOR (Figura 1) DIVISÃO DESTE MANUAL. Este manual está dividido em duas partes: MANUAL DE OPERAÇÃO INTRODUÇÃO: O FLASH PRESENÇA MOTO foi desenvolvido especialmente para a utilização em Motos, porque o mercado necessita de um aparelho versátil, de pequenas dimensões e completo, que

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos no caso de furto, roubo ou sequestro relâmpago, com o veículo, sem acionamento do Botão de Emergência:

MANUAL DO USUÁRIO. Procedimentos no caso de furto, roubo ou sequestro relâmpago, com o veículo, sem acionamento do Botão de Emergência: MANUAL DO USUÁRIO BEM VINDO À JAPAN SAT Prezado usuário, ficamos muito satisfeitos por você ter escolhido um produto da JAPAN SAT. O Manual de usuário é o guia que vai lhe permitir o uso de forma correta,

Leia mais

Discador Celular D-Cell

Discador Celular D-Cell Discador Celular D-Cell Guia rápido de programação O discador celular D-Cell fornece um sistema seguro de comunicação entre o seu equipamento de alarme e você. Utiliza a infraestrutura de telefonia móvel

Leia mais

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40

Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 Guia de Usuário Teclado sensível ao toque TM40 1 Índice Página Principal... 1 Menu... 3 Modo Anunciador... 9 Slide Show... 9 Planta Baixa... 9 Status... 9 Zona... 9 Info... 9 Menu.... 3 Funções de Segurança...

Leia mais

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CADASTRO DOS CONTADORES... 3 REGISTRAR COMO SAGE ID... 5 CRIAR CONVITE PARA O CLIENTE... 8

Índice APRESENTAÇÃO... 1 CADASTRO DOS CONTADORES... 3 REGISTRAR COMO SAGE ID... 5 CRIAR CONVITE PARA O CLIENTE... 8 Índice 1. 2. 3. 4. 5. 5.1. 5.2. 6. 6.1. 6.2. 7. APRESENTAÇÃO... 1 CADASTRO DOS CONTADORES... 3 REGISTRAR COMO SAGE ID... 5 CRIAR CONVITE PARA O CLIENTE... 8 CONVITE ENVIADO PARA O CLIENTE... 10 Se o seu

Leia mais

TRANSFERÊNCIA DO REVENDEDOR

TRANSFERÊNCIA DO REVENDEDOR TRANSFERÊNCIA DO REVENDEDOR 1. Orientações sobre Transferência de Revendedor 1 1.1Revendedor comunica sua mudança de endereço 1 1.2 Franqueado de origem bloqueia cadastro do Revendedor 1 1.3 Franqueado

Leia mais