RESUMO. Descrição Geral do Emitente. Descrição dos Valores Mobiliários

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "RESUMO. Descrição Geral do Emitente. Descrição dos Valores Mobiliários"

Transcrição

1 RESUMO Este resumo tem de ser lido como uma introdução ao presente Prospecto e qualquer decisão de investir nos Valores Mobiliários deve ser baseada numa consideração do presente Prospecto como um todo, incluindo os documentos incluídos por referência. No seguimento da implementação das disposições relevantes da Directiva dos Prospectos em cada Estado-membro da Área Económica Europeia (um "Estado da AEE"), os indivíduos responsáveis em qualquer Estado-membro não terão qualquer responsabilidade civil exclusivamente com base neste resumo, incluindo qualquer tradução do mesmo, excepto se este for enganador, impreciso ou inconsistente quando lido em conjunto com outras partes do presente Prospecto. Quando uma reclamação relacionada com as informações contidas no presente Prospecto é levada a tribunal num Estado da AEE, o queixoso poderá, ao abrigo da legislação nacional do Estado da AEE onde a reclamação é efectuada, ser obrigado a suportar os custos da tradução do presente Prospecto antes de os procedimentos legais serem iniciados. Excepto se definido o contrário, os termos em maiúsculas utilizados neste Resumo deverão ter os significados que lhes são atribuídos nas Condições estipuladas no presente Prospecto. Descrição Geral do Emitente A Barclays Bank PLC (o "Banco") é uma sociedade anónima registada em Inglaterra e no País de Gales com o número A responsabilidade dos membros do Banco é limitada. Este tem a sua sede social e principal em 1 Churchill Place, London, E14 5HP, Reino Unido. O Banco foi constituído a 7 de Agosto de 1925 ao abrigo da Colonial Bank Act de 1925 e, a 4 de Outubro de 1971, foi registado como uma sociedade por acções ao abrigo da Companies Act (Código das Sociedades Comerciais do Reino Unido) de 1948 a De acordo com a The Barclays Bank Act de 1984, a 1 de Janeiro de 1985, o Banco foi novamente registado como uma sociedade anónima e o seu nome foi alterado de "Barclays Bank International Limited" para "Barclays Bank PLC". O Banco e os respectivos organismos subsidiários (juntamente, o "Grupo") são um grande fornecedor global de serviços financeiros envolvido na banca de retalho e comercial, cartões de crédito, serviços bancários de investimento, gestão de património e serviços de gestão de investimento. A totalidade do capital social ordinário emitido do Banco é beneficamente detida pela Barclays PLC (a "Sociedade Gestora de Participações"), que é a principal sociedade gestora de participações do Grupo. Descrição dos Valores Mobiliários Os Valores Mobiliários serão emitidos pela Barclays Bank PLC de acordo com o seu Programa Global de Valores Mobiliários Estruturados. Os Valores Mobiliários irão constituir obrigações directas, não subordinadas e não garantidas do Emitente com uma classificação igual entre elas e relativamente a todas as outras obrigações não garantidas e não subordinadas presentes e futuras do Emitente (excepto para obrigações preferidas por lei). Os Valores Mobiliários não comprovarão depósitos, não são securitizados ou garantidos por qualquer governo ou agência e não são garantidos ao abrigo do regime de garantia de crédito do Governo do RU. Espera-se que os Valores Mobiliários sejam emitidos a 31 de Janeiro de 2012 e vençam a 2 de Fevereiro de 2016 (sujeitos a determinados eventos que podem atrasar esse resgate). Os Valores Mobiliários serão expressos em euros e terão um montante nominal agregado de até EUR e a

2 denominação de cada Valor Mobiliário será de 1000 EUR. Os Valores Mobiliários serão emitidos a um preço de emissão de 100 por cento do seu montante nominal. Os Valores Mobiliários representam um investimento ligado ao desempenho e valor do Barclays Capital TrendVol Gold on Trust USD ER Index ("Barclays Capital Index"). Qualquer retorno que poderá ser pago ao Investidor na maturidade está ligado ao desempenho e valor desse Barclays Capital Index. Os Valores Mobiliários não concedem o direito aos Titulares de Valores Mobiliários a qualquer retorno durante o seu termo. Um Montante Final da Liquidação em Dinheiro é pago na Data de Resgate (consultar abaixo para obter mais informações). Os Valores Mobiliários poderão ser resgatados antes da data de maturidade devido a determinadas alterações na lei ou a outras alterações que afectem o tratamento fiscal do Emitente em relação aos Valores Mobiliários ou aos seus acordos de cobertura ou que afectem a capacidade de o Emitente cobrir os Valores Mobiliários ou que tornem materialmente mais dispendioso para o Emitente fazê-lo, ou a determinados eventos que afectem a capacidade de o Emitente cumprir as suas obrigações na Moeda de Liquidação (para mais informações, consulte Alteração à Lei, Evento Fiscal do Emitente, Perturbação de Cobertura, Custo Aumentado de Cobertura, Evento de Perturbação Cambial ou Eventos de Perturbação Adicional nas Condições Base incluídas no presente Prospecto). Nesse caso, os Valores Mobiliários serão resgatados a um montante igual ao seu Montante Antecipado de Liquidação em Dinheiro. O Montante Antecipado de Liquidação em Dinheiro será um montante determinado pelo Agente de Determinação como uma parte proporcional do valor de mercado dos Valores Mobiliários, conforme ajustado para custos associados ao resgate antecipado e outros factores. O montante a pagar num Resgate Antecipado dos Valores Mobiliários poderá ser inferior ao montante nominal dos Valores Mobiliários ou mesmo zero. Quando os Valores Mobiliários vencem, no que respeita a cada Valor Mobiliário, os Titulares de Valores Mobiliários irão receber um Montante Final da Liquidação em Dinheiro. O Montante Final da Liquidação em Dinheiro é um montante por Valor Mobiliário igual ao Montante de Cálculo acrescido do produto do Montante de Cálculo e qualquer desempenho médio positivo do Barclays Capital Index. O desempenho médio do Barclays Capital Index a ser calculado como a diferença, dividido pelo nível do Barclays Capital Index na Data de Exercício, entre a média aritmética do nível do Barclays Capital Index em cada Data de Média e o nível do Barclays Capital Index na Data de Exercício. Excepto se exigido o contrário por lei, todos os pagamentos sobre os Valores Mobiliários serão efectuados sem e livres de, e sem retenção na fonte ou dedução para, quaisquer Impostos presentes ou futuros. Quando essa retenção na fonte ou dedução é exigida por lei, o Emitente irá, em determinadas circunstâncias, pagar determinados montantes adicionais aos Titulares de Valores Mobiliários ou o Emitente poderá resgatar os Valores Mobiliários antes da sua data de resgate agendada. Os termos e condições completos contêm determinadas disposições relacionadas com incumprimentos e ajustes que poderão afectar o Barclays Capital Index. Outras partes O Agente Emissor e Pagador no que respeita aos Valores Mobiliários é a The Bank of New York Mellon. A Barclays Bank PLC irá actuar como Agente de Determinação no que respeita aos Valores Mobiliários. Resumo dos Factores de Risco Determinados factores que poderão O Banco está sujeito aos mesmos riscos que o Grupo, que

3 afectar a capacidade do Emitente em cumprir as suas obrigações ao abrigo dos Valores Mobiliários: incluem: o desempenho financeiro do Grupo poderá ser afectado por condições gerais de negócio e geopolíticas, pela qualidade de crédito do mutuário, do cliente e da contraparte e por flutuações no valor ou eficácia de qualquer protecção de crédito comprada ou garantia detida; os negócios, ganhos e condição financeira do Grupo foram e continuarão a ser afectados por alterações nas condições globais da economia global e por instabilidade e volatilidade nos mercados financeiros globais; os seguintes factores afectaram e continuarão a afectar os negócios do Grupo: - alterações no nível e/ou volatilidade das taxas de juro, taxas de câmbio, spreads de crédito, dívida, preços das acções e matérias-primas e outros factores de mercado; e - restrições sobre a valorização de capital e alterações aos objectivos de capital e ao cálculo de capital; o risco de liquidez, risco legal e risco de seguro são inerentes nos negócios do Grupo; os riscos de operação e crime financeiro são inerentes nas operações do Grupo; a regulamentação e as políticas governamentais poderão ter um efeito negativo nos resultados e operações do Grupo; o Grupo poderá estar sujeito ao regime de resolução especial ao abrigo da Banking Act (Lei da Banca) de Qualquer pedido de transferência de acções, transferência de activos e passivos ou exercício de poderes pela FSA, Banco de Inglaterra e/ou HM Treasury ao abrigo da Banking Act (Lei da Banca) poderá ter um efeito negativo no Grupo; a participação do Grupo no Financial Services Compensation Scheme (Organismo de Indemnização dos Serviços Financeiros) poderá ter um impacto material nos resultados e condição financeira do Grupo; os ganhos do Grupo dependem em parte do sucesso das suas decisões estratégicas relativamente ao crescimento orgânico e possíveis aquisições; o Grupo opera em mercados altamente competitivos e,

4 se não for capaz de ter um bom desempenho, o seu negócio e resultado serão negativamente afectados; e o Grupo está exposto ao risco de alterações na legislação fiscal e na sua interpretação e a aumentos nas taxas fiscais empresariais e outras nas jurisdições em que opera. Determinados factores são materiais para o objectivo de avaliar os riscos associados ao investimento em Valores Mobiliários e que poderão afectar o retorno sobre, e o valor de, Valores Mobiliários, incluindo: os Valores Mobiliários são instrumentos financeiros complexos e poderão envolver um elevado grau de risco; os Valores Mobiliários são obrigações não garantidas do Emitente; podem ocorrer perturbações de liquidação; a liquidação está dependente da satisfação de todas as condições de liquidação a cumprir pelo Titular de Valores Mobiliários dentro do período relevante;

5 os Titulares de Valores Mobiliários não terão direito a qualquer reivindicação relativamente a qualquer Activo de Referência; o retorno e valor de Valores Mobiliários serão afectados por riscos de taxa de câmbio, controlos cambiais, flutuações das taxas de juro e outros movimentos de taxas e preços; poderão aplicar-se limitações sobre o resgate de Valores Mobiliários; os Valores Mobiliários poderão ser resgatados ou cancelados antecipadamente por menos do que o montante investido pelo Titular de Valores Mobiliários; eventos de perturbação poderão resultar em ajustes dos termos dos Valores Mobiliários ou no resgate dos mesmos; incentivos, comissões e taxas pagos pelo Emitente a uma entidade distribuidora; os Valores Mobiliários poderão não fornecer uma cobertura eficaz face ao risco de mercado associado a qualquer activo; poderá não existir um mercado secundário para, e liquidez limitada em, Valores Mobiliários; poderão surgir possíveis conflitos de interesse em relação às actividades de negociação do Emitente e respectivas associadas e aos interesses dos Titulares de Valores Mobiliários e o Emitente e respectivas associadas não têm qualquer obrigação de considerar os interesses dos Titulares de Valores Mobiliários; poderão ocorrer perturbações de mercado e outros eventos no que respeita ao Activo de Referência relevante; os pagamentos, entregas e liquidação ao abrigo de Valores Mobiliários poderão estar sujeitos à dedução de Impostos e Despesas de Liquidação; o Emitente poderá ser substituído (sujeito a determinadas condições; e o valor de mercado dos Valores Mobiliários poderá ser afectado pela solvabilidade do Emitente e/ou do Grupo.

6 Os potenciais investidores devem compreender os riscos associados aos Valores Mobiliários e a transacções e investimentos relacionados com qualquer Activo de Referência e com o Barclays Capital Index. Os potenciais investidores têm de chegar a uma decisão de investimento apenas após uma consideração cuidada, com os seus consultores, da adequabilidade desses Valores Mobiliários à luz das suas circunstâncias financeiras particulares, das informações no presente Prospecto e das suas próprias investigações sobre o Emitente, respectivas associadas, Activo de Referência e Barclays Capital Index. Resumo da Oferta O Emitente pretende oferecer os Valores Mobiliários ao público em Portugal a partir de 23 de Dezembro de 2011 até 30 de Janeiro de 2012 (inclusive). O montante nominal máximo de Valores Mobiliários a emitir é de EUR. Os pedidos de subscrição para Valores Mobiliários têm de ser feitos para um montante nominal mínimo de 1000 EUR. O preço de oferta para os Valores Mobiliários será 100 por cento do seu montante nominal. Os pedidos de subscrição para os Valores Mobiliários podem ser efectuados em Portugal através da Entidade Distribuidora. A distribuição será de acordo com os procedimentos habituais da Entidade Distribuidora. O Preço de Emissão inclui um elemento de comissão a ser partilhado com uma terceira parte que não deverá exceder 6,00 por cento do Preço de Emissão, detalhes mais pormenorizados do qual estão disponíveis mediante pedido.

7 !! " #!! $ "% % & '()* +! ", + - ( CONDIÇÕES FINAIS Parte A Termos e Condições dos Valores Mobiliários Os Valores Mobiliários terão os seguintes termos e condições, que deverão completar, modificar e/ou alterar as Condições Base e/ou qualquer (quaisquer) Anexo(s) Relevante(s) aplicável(eis) presente(s) no Prospecto Base de 5 de Agosto de 2011 (o "Prospecto Base"). Partes Emitente: Sociedade Gestora: Agente de Determinação: Agente Emissor e Pagador: Gestor de Estabilidade: Agente de Registo: Barclays Bank PLC Barclays Bank PLC Barclays Bank PLC The Bank of New York Mellon Agente Italiano de Valores Mobiliários: Agente CREST: Agentes Pagadores: Agente de Transferência: Agente de Câmbio: Agentes Adicionais: OS VALORES MOBILIÁRIOS NÃO FORAM, E NÃO SERÃO, REGISTADOS AO ABRIGO DA SECURITIES ACT (LEI DOS VALORES MOBILIÁRIOS) DOS ESTADOS UNIDOS DE 1933, NA REDACÇÃO EM VIGOR

8 (A "SECURITIES ACT"). SUJEITOS A DETERMINADAS EXCEPÇÕES, OS VALORES MOBILIÁRIOS NÃO PODERÃO SER OFERECIDOS OU VENDIDOS NOS ESTADOS UNIDOS, OU POR CONTA OU EM BENEFÍCIO DE INDIVÍDUOS AMERICANOS [CONFORME DEFINIDO NO REGULAMENTO S AO ABRIGO DA SECURITIES ACT ("REGULAMENTO S")]. ESTES CONDIÇÕES FINAIS FORAM PREPARADOS PELO EMITENTE PARA UTILIZAÇÃO EM ASSOCIAÇÃO COM A OFERTA E VENDA DOS VALORES MOBILIÁRIOS FORA DOS ESTADOS UNIDOS A INDIVÍDUOS NÃO AMERICANOS COM BASE NO REGULAMENTO S E PARA COTAÇÃO DOS VALORES MOBILIÁRIOS NA BOLSA DE VALORES RELEVANTE, CASO EXISTA, TAL COMO AQUI DECLARADO. PARA OBTER UMA DESCRIÇÃO DESTAS, BEM COMO DE OUTRAS RESTRIÇÕES ADICIONAIS RELATIVAS A OFERTAS E VENDAS DOS VALORES MOBILIÁRIOS E DISTRIBUIÇÃO DESTES CONDIÇÕES FINAIS E DO PROSPECTO BASE, CONSULTE A SECÇÃO "COMPRA E VENDA" NO PROSPECTO BASE. 1 (i) Série: NX Moeda: EUR 3 Notas: Aplicável (i) Montante Nominal Agregado à Data de Emissão: Até EUR (ii) Denominação Especificada: 1000 EUR (iii) Montante Mínimo Transaccionável: (iv) Cálculo do Montante por Valor Mobiliário à Data de Emissão: 1000 EUR 4 Certificados: 5 Forma: (i) Global/Definitiva/Sob forma escritural e desmaterializada: Valores Mobiliários ao Portador Globais: Valor Mobiliário Global Permanente Aplicável (ii) Sob a Forma de NGN (New Global Note): (iii) Detenção sob a forma de NSS (New Safekeeping Structure): (iv) Sob a Forma de CGN (Classical Global Note): (v) CDI (CHESS Depositary Interests): 6 Data de Negociação: 30 de Novembro de Data de Emissão: 31 de Janeiro de 2012

9 8 Data de Resgate: 2 de Fevereiro de Preço de Emissão: 100 por cento do Montante Nominal Agregado 10 Bolsa(s) de Valores Relevante(s): Bolsa de Valores de Londres 11 O(s) Anexo(s) Relevante(s) seguinte(s) deverá(ão) aplicar-se aos Valores Mobiliários (especificar cada Anexo Relevante aplicável): Anexo do Barclays Capital Index Disposições relativas a juros (se existentes) a pagar sobre os Valores Mobiliários 12 Juros: 13 Montante dos Juros: 14 Taxa(s) de Juro: 15 Determinação através de Página de Ecrã (Screen Rate): 16 Determinação ISDA: 17 Margem: 18 Taxa de Juro Mínima/Máxima: 19 Data de Início de Juros: 20 Data de Determinação de Juros: 21 Períodos de Cálculo de Juros: 22 Datas de Pagamento de Juros: 23 Fracção de Contagem de Dias: 24 Disposições de recurso (fall-back), disposições de arredondamento, denominador e quaisquer outros termos relacionados com o método de cálculo de juros, caso sejam diferentes dos definidos nas Condições Base: Disposições relativas ao Resgate 25 Método de Liquidação: Para efeitos da Condição 5.1 das Condições Base: Liquidação em Dinheiro 26 Moeda de Liquidação: EUR 27 Número de Liquidação: Conforme definido na Condição 24 das Condições Base

10 28 Termos relacionados com os Valores Mobiliários Liquidados em Dinheiro: (i) Montante Final da Liquidação em Dinheiro: Um montante na Moeda de Liquidação, a pagar na Data de Resgate relativamente a cada Montante de Cálculo, calculado da seguinte forma: Em que: (a) "Índice (f )" significa a média aritmética dos Níveis do Índice em cada uma das Datas de Média. (b) "Índice (0)" significa o Nível do Índice na Data do Exercício. (c) "Nível do Índice" significa o nível de fecho do Barclays Capital Index publicado pelo Patrocinador do Índice no Momento de Valorização. (d) "Data do Exercício" significa 31 de Janeiro de (e) "Patrocinador do Índice" significa a Barclays Capital. (ii) Montante Antecipado da Liquidação em Dinheiro: (iii) Data Antecipada de Resgate em Dinheiro: 29 Termos relacionados com Valores Mobiliários Entregues Fisicamente: Conforme definido na Condição 24 das Condições Base Conforme definido na Condição 24 das Condições Base 30 Evento de Opção de Compra Nominal: 31 Opção de Compra: 32 Opção de Venda: 33 Evento de Resgate Antecipado Especificado: 34 Requisitos de Resgate Máximo e Mínimo: (i) Número Mínimo/Montante Nominal Mínimo: (ii) Número Máximo Diário/Montante Máximo Diário:

11 35 Eventos de Perturbação Adicionais, para além dos eventos especificados na Condição 24 das Condições Base e em qualquer Anexo Relevante aplicável: 36 Valores Mobiliários Indexados a Acções: 37 Valores Mobiliários Indexados a um Índice (Apenas índices accionistas): 38 Valores Mobiliários Indexados à Inflação: 39 Valores Mobiliários Indexados a Câmbio: 40 Valores Mobiliários Indexados ao Crédito: 41 Valores Mobiliários Indexados a Matérias-primas: 42 (a) Valores Mobiliários Indexados ao Barclays Capital Commodity Index (Secção 2 do Anexo do Barclays Capital Index): (b) Valores Mobiliários Indexados ao Barclays Capital Equity Index (Secção 3 do Anexo do Barclays Capital Index): Aplicável (i) Barclays Capital Index: Barclays Capital TrendVol on Gold Trust USD ER Index (Bloomberg: BXIITVGE Index) (ii) Perturbação do Barclays Capital Index (por referência a Perturbação do Barclays Capital Index e Consequencia de uma Perturbação do Barclays Capital Index, constantes das páginas do Prospecto Base, que elencam determinados eventos de mercado que podem afectar o Barclays Capital Index, bem como as consequências de tais eventos): (iii) Componente de Recurso (fallback) (por referência à secção Termos e Condições do Componente de Recurso para Valores Mobiliários Vinculados a Índices de Acções da Barclays Capital, constante das páginas do Prospecto Base, que elencam determinados eventos de mercado que podem afectar o Barclays Capital Index, bem como as consequências de tais eventos): Aplicável Aplicável (iv) Componentes do Índice:

12 (a) Acção/Acções (cada, um "Activo de Referência"): (I) Mercado (II) Mercado(s) Relacionado(s) (b) Índice/Índices (cada, um "Activo de Referência"): (c) Mercado(s): SPDR Gold Trust (GLD UP Equity) Multimercado Todos os Mercados (d) Mercado(s) Relacionado(s): (e) Anexo Relevante para efeitos do Componente do Índice e/ou Componente da Acção: (f) Índice de Matérias-primas (cada, um "Activo de Referência"): (g) Anexo Relevante para efeitos do Componente do Índice de Matérias-primas: (h) Obrigações: Anexo Indexado a Acções (conforme alterado pela Secção 3 do Anexo do Barclays Capital Index) (i) Numerário: (j) Outros componentes: (k) Data(s) de Valorização: A Data do Exercício e cada Data de Média (l) Momento de Valorização Conforme definido no Anexo do Barclays Capital Index (m) Média: Aplicável (I) Datas de Média: 29 de Dezembro de 2014, 28 de Janeiro de 2015, 27 de Fevereiro de 2015, 30 de Março de 2015, 28 de Abril de 2015, 28 de Maio de 2015, 29 de Junho de 2015, 28 de Julho de 2015, 28 de Agosto de 2015, 28 de Setembro de 2015, 28 de Outubro de 2015, 30 de Novembro de 2015, 28 de Dezembro de 2015 e 28 de Janeiro de 2016 (II) Consequência de uma Data de Média ocorrer num Dia de Perturbação: (c) Valores Mobiliários Indexados ao Barclays Capital FX Index (Secção 4 do Anexo do Barclays Capital Index): (d) Valores Mobiliários Indexados ao Barclays Capital Interest Rate Index (Secção 5 do Anexo do Barclays Capital Index): Prorrogação Modificada

13 43 Valores Mobiliários Indexados a Obrigações: 44 Valores Mobiliários Indexados a um Fundo: Disposições relativas à Liquidação 45 Liquidação relativamente a Títulos de Dívida VP, Valores Mobiliários Nominativos APK, Valores Mobiliários Holandeses, Valores Mobiliários Nominativos Suecos, Valores Mobiliários Nominativos VPS ou Valores Mobiliários Espanhóis: 46 Disposições adicionais relacionadas com Impostos e Despesas de Liquidação: Definições 47 Dia Útil: "Dia Útil", conforme usado na definição de Data de Negociação Agendada na parte D do Anexo do Barclays Capital Index significa um Dia Útil em Nova Iorque. Em que: "Dia Útil em Nova Iorque" significa um dia (excepto sábados ou domingos) no qual os bancos comerciais e os mercados cambiais liquidam pagamentos e estão abertos para actividade geral (incluindo negociações em depósitos cambiais e em moeda estrangeira) em Nova Iorque. 48 Centro(s) de Negócios Adicional(ais): Para efeitos da definição de "Dia Útil" na Condição 24 das Condições Base, o Centro de Negócios Adicional é Nova Iorque. Restrições de venda e disposições relativas à certificação 49 Restrições de Venda fora dos EUA: Conforme definido no Prospecto Base 50 Isenção TEFRA aplicável: Geral 51 Convenção de Dia Útil: Convenção "Modified Following" (se esta data não for um dia útil, será adiada para o dia útil imediatamente a seguir, se pertencer ao mesmo mês ou, caso contrário, para o dia útil imediatamente

14 anterior) 52 Sistema(s) de Compensação Relevante(s): Euroclear Clearstream 53 Se sindicados, nomes (e endereços) dos Gestores (e compromissos de subscrição): 54 (a) Detalhes relativos a Valores Mobiliários Parcialmente Pagos: (b) Detalhes relativos Títulos de Dívida em Prestações: 55 Códigos de valores mobiliários relevantes: 56 Modificações ao Acordo de Subscrição Principal e/ou Acordo da Agência: 57 Condições Adicionais e/ou modificação das Condições dos Valores Mobiliários: ISIN: XS Código Comum:

15 Parte B Outras Informações 1 Cotação e Admissão a Negociação (i) Cotação: Londres (ii) Admissão a negociação: Conta-se que o pedido seja efectuado pelo Emitente (ou em seu nome) para os Valores Mobiliários a serem admitidos a negociação no Mercado Regulamentado da Bolsa de Valores de Londres na Data de Emissão ou em data aproximada. 2 Notações Notações: Os Valores Mobiliários não foram classificados individualmente. 3 Notificação Foi solicitado à Financial Services Authority (Autoridade de Serviços Financeiros) do Reino Unido a entrega de um certificado de aprovação à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários de Portugal atestando que o presente Prospecto foi elaborado de acordo com a Directiva dos Prospectos. 4 Interesses de Indivíduos Naturais e Legais envolvidos na Emissão A Barclays Capital, a divisão de serviços bancários de investimento do Emitente, é o patrocinador do Barclays Capital Index. O Barclays Capital Index é desenvolvido, detido, calculado e mantido pelo Emitente, que é responsável pela composição, cálculo e manutenção do Barclays Capital Index. Nessas circunstâncias, poderão existir potenciais conflitos de interesse nas equipas e divisões internas do Emitente e, consequentemente, no decurso das operações normais de actividade do Patrocinador do Índice e de outras divisões e equipas de uma associada do Emitente. Durante o decurso das operações normais de actividade, o Patrocinador do Índice, na qualidade de uma divisão do Emitente, poderá determinar, calcular e publicar o Barclays Capital Index, enquanto uma outra equipa do Emitente poderá emitir, efectuar, promover, oferecer ou vender transacções ou investimentos associados, na totalidade ou em parte, ao Barclays Capital Index. Além disso, uma outra equipa do Emitente poderá deter, ou poderá ter detido, interesses ou posições, ou poderá comprar, vender ou de outra forma negociar posições, nos ou relativamente aos activos subjacentes associados ao Barclays Capital Index. Essas actividades poderão, ou não, afectar o nível do Barclays Capital Index. O Patrocinador do Índice não terá qualquer obrigação de considerar os interesses dos Titulares de Valores Mobiliários referenciados por esse índice. Na sua capacidade como Patrocinador do Índice, terá a autoridade para fazer determinações que poderão afectar materialmente o valor do Valor Mobiliário.

16 Face às diferentes funções executadas pelo Emitente através das várias equipas, o Emitente, enquanto entidade, está sujeito a potenciais conflitos de interesse. 5 Motivos da Oferta, Resultados Líquidos Estimados e Despesas Totais (i) Motivos da oferta: Financiamento geral (ii) Resultados líquidos estimados: (iii) Despesas totais estimadas: EUR Apenas Valores Mobiliários de Taxa Fixa - Rendimento Indicação do rendimento: 7 Apenas Valores Mobiliários de Taxa flutuante - Taxas de Juro Históricas 8 Desempenho do(s) Activo(s) de Referência ou Outras Variáveis, Explicação do Efeito sobre o Valor de Investimento e Riscos Associados e Outras Informações Relacionadas com o(s) Activo(s) de Referência e/ou Outro Subjacente Aplicável Os Valores Mobiliários estão associados ao desempenho e valor do Barclays Capital Index. O Barclays Capital Index baseia-se na TrendVol Strategy (a "Estratégia"), uma estratégia algorítmica que tenta seguir uma perspectiva direccional sobre o mercado accionista subjacente dentro de uma estrutura de volatilidade controlada, através do Activo de Referência. A Estratégia utiliza um indicador dinâmico para determinar a tendência do respectivo mercado accionista subjacente e poderá, subsequentemente, estabelecer uma posição longa ou curta no Excedente de Retorno calculado do Activo de Referência (o "Activo de Referência Ajustado") sobre a Taxa em Dinheiro relevante. O Barclays Capital Index consiste em: Nome Moeda do Activo de Referência Índice Taxa em Dinheiro Tabela de volatilidade Ticker da Bloomberg Volatilidade Realizada RV Exposição RV T < 10% 150% 10% RV T < 12% 125% Barclays Capital TrendVol on Gold Trust USD ER Index GLD UP USD USD Libor a 1 mês (US0001M Index) 12% RV T < 15% 100% 15% RV T < 17,5% 80% 17,5% RV T < 20% 30% BXIITVGE Index 20% RV T < 24% 25% 24% RV T < 30% 20% 30% RV T < 40% 15% RV T >= 40% 0%

17 Mensalmente, em cada Data de Determinação, a Estratégia estabelece a decisão de investimento baseada na tendência observada do Activo de Referência utilizando médias móveis a curto e a longo prazo do preço do Activo de Referência. Dependendo do sinal de tendência, a Estratégia entra numa posição longa, curta ou estável no Activo de Referência Ajustado. Como camada adicional, a Estratégia tenta igualmente gerir o risco. Mensalmente, em cada Data de Determinação, a Estratégia calcula a exposição ao Activo de Referência Ajustado com base na volatilidade realizada a 20 dias do Activo de Referência de acordo com a tabela de volatilidade apresentada acima. É uma forma de permitir uma exposição mais elevada em mercados estáveis, reduzindo, ao mesmo tempo, a exposição em mercados voláteis incertos, empiricamente observados durante retracções. A Barclays Capital, a divisão de serviços bancários de investimento do Emitente, é o Patrocinador do Índice e é responsável pela selecção de componentes do índice de acordo com a metodologia que forma a base do Barclays Capital Index. O valor diário do Barclays Capital Index será calculado pelo Patrocinador do Índice. O valor do índice será publicado pelo Patrocinador do Índice assim que razoavelmente possível em cada Dia Útil do Índice, sujeito à ocorrência de um Dia de Perturbação do Índice. O Barclays Capital Index irá ser calculado em USD. Apesar de o Patrocinador do Índice aplicar actualmente a metodologia atribuída ao Barclays Capital Index (e a aplicação dessa metodologia deverá ser conclusiva e vinculativa), não poderá ser dada qualquer garantia de que não surgirão circunstâncias de mercado, regulamentares, jurídicas, financeiras, fiscais ou outras (incluindo, entre outras, quaisquer alterações ao, ou qualquer suspensão ou encerramento, ou quaisquer outros eventos que afectem qualquer constituinte do Barclays Capital Index) que iriam, na opinião do Patrocinador do Índice, tornar necessário de um ajuste, modificação ou alteração de metodologia. O Patrocinador do Índice poderá igualmente, de acordo com o seu critério exclusivo e absoluto, a qualquer momento e sem aviso prévio, ajustar, suspender ou encerrar o Barclays Capital Index. O Patrocinador do Índice não tem igualmente qualquer obrigação de continuar o cálculo, publicação e divulgação do Barclays Capital Index. Qualquer ajuste, suspensão, encerramento ou não publicação poderá ter um impacto negativo nos Valores Mobiliários. As informações sobre o desempenho passado do Barclays Capital Index e respectiva volatilidade podem ser obtidas junto do Emitente. O Emitente não pretende fornecer informações subsequentes à emissão. 9 Desempenho de Taxa(s) de Câmbio e Explicação do Efeito sobre o Valor de Investimento Os Valores Mobiliários estão associados ao Barclays Capital TrendVol on Gold Trust USD ER Index (o "Barclays Capital Index"). As informações sobre o Barclays Capital Index (incluindo o desempenho passado e a volatilidade) são publicadas na página da Bloomberg "BXIITVGE Index". Os investidores devem ter em atenção que o desempenho histórico não deve ser considerado como um indicador do desempenho futuro.

[tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá]

[tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá] [tradução livre dos Termos Finais em língua inglesa. Em caso de discrepância, a versão inglesa prevalecerá] Termos Finais datados de 22 de Dezembro de 2011 Banif Banco Internacional do Funchal, S.A. Emissão

Leia mais

CONDIÇÕES FINAIS. Banco BPI, S.A. (constituído com responsabilidade limitada na República Portuguesa) através do seu escritório em Lisboa

CONDIÇÕES FINAIS. Banco BPI, S.A. (constituído com responsabilidade limitada na República Portuguesa) através do seu escritório em Lisboa CONDIÇÕES FINAIS Banco BPI, S.A. (constituído com responsabilidade limitada na República Portuguesa) através do seu escritório em Lisboa Emissão até EUR 100.000.000 de Obrigações a Taxa Fixa BPI RENDIMENTO

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] 14 de Maio de 2009 TERMOS FINAIS Banco Comercial Português S.A. (o Banco) Agindo através da

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] 26 de Março de 2009 TERMOS FINAIS Banco Comercial Português S.A. (o Banco ) Agindo através

Leia mais

(através da sua sede principal)

(através da sua sede principal) CONDIÇÕES FINAIS APLICÁVEIS 10 de Setembro de 2010 BANCO ESPÍRITO SANTO DE INVESTIMENTO, S.A. (através da sua sede principal) 50,000,000 Valores Mobiliários Perpétuos Subordinados com Juros Condicionados

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS BCP Finance Bank, Ltd. (BCP Finance) Emissão de até EUR 10,000,000 Millennium

Leia mais

Emitente: Descrição do Emitente: Oferta: Vencimento:

Emitente: Descrição do Emitente: Oferta: Vencimento: RESUMO DA OFERTA Este resumo tem de ser visto como uma introdução a este Prospecto. Qualquer decisão de investimento em quaisquer Acções Preferenciais deve basear-se numa avaliação deste Prospecto como

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] 25 de Fevereiro de 2010 TERMOS FINAIS Banco Comercial Português S.A. (o Banco) Agindo através

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS Banco Comercial Português S.A. (o Banco) Agindo através da sua sede Emissão de

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] 17 de Setembro de 2009 TERMOS FINAIS Banco Comercial Português S.A. (o Banco) Agindo através

Leia mais

Documento Informativo Note Retorno Agrícola Março 2015 Produto Financeiro Complexo F

Documento Informativo Note Retorno Agrícola Março 2015 Produto Financeiro Complexo F Documento Informativo Note Retorno Agrícola Março 2015 Produto Financeiro Complexo F Data de Elaboração: 11/02/2011 Advertências: Remuneração não garantida; Possibilidade de reembolso antecipado pelo Emitente

Leia mais

Documento Informativo Dual Dupla Valorização Cambial Janeiro 2015 Produto Financeiro Complexo

Documento Informativo Dual Dupla Valorização Cambial Janeiro 2015 Produto Financeiro Complexo Documento Informativo Dual Dupla Valorização Cambial Janeiro 2015 Produto Financeiro Complexo Advertências: Note Remuneração não garantida Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por opção

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: Remuneração não garantida DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES DUAL 5%+ÁFRICA FEVEREIRO 2011 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado

Leia mais

Produto Financeiro Complexo Documento Informativo BPI CHINA 2012-2015 ISIN: PTBBUFOM0021

Produto Financeiro Complexo Documento Informativo BPI CHINA 2012-2015 ISIN: PTBBUFOM0021 Produto Financeiro Complexo Documento Informativo BPI CHINA 2012-2015 ISIN: PTBBUFOM0021 Emissão de Obrigações ao abrigo do Euro Medium Term Note Programme de 10,000,000,000 do Banco BPI para a emissão

Leia mais

TAXA GARANTIDA 1ª SÉRIE

TAXA GARANTIDA 1ª SÉRIE Prospecto Informativo TAXA GARANTIDA 1ª SÉRIE ICAE NÃO NORMALIZADO Os elementos constantes deste prospecto informativo reportam-se a 31 de Dezembro de 2009 (actualização dos ns.8, 9 e 10 da Parte III)

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES PROTECÇÃO IV 2011-2014 NOTES

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES PROTECÇÃO IV 2011-2014 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES PROTECÇÃO IV 2011-2014 NOTES Advertências ao investidor: Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por parte do Investidor Risco de

Leia mais

a) Quanto, quando e a que título o investidor paga ou pode pagar? b) Quanto, quando e a que título o investidor recebe ou pode receber?

a) Quanto, quando e a que título o investidor paga ou pode pagar? b) Quanto, quando e a que título o investidor recebe ou pode receber? Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las PFC Valorização Retalho Entidade

Leia mais

CONDIÇÕES FINAIS EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A. Emissão de

CONDIÇÕES FINAIS EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A. Emissão de 2 de Novembro de 2011 CONDIÇÕES FINAIS EDP ENERGIAS DE PORTUGAL, S.A. Emissão de Até 200.000.000 1 de instrumentos de dívida à taxa de 6,00 por cento com vencimento 2014 ( Instrumentos ) 2 Ao abrigo do

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES HEALTHCARE 2011-2014 NOTES

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES HEALTHCARE 2011-2014 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES HEALTHCARE 2011-2014 NOTES Advertências ao investidor: Remuneração não garantida Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por parte

Leia mais

Documento Informativo

Documento Informativo Notes db Investimento Europa-América (2ª Versão) Notes relating to a Basket of Indices ISIN: XS0460668550 Produto Financeiro Complexo 1. Advertências ao investidor Risco de perda total ou parcial do capital

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES ENERGIA 2011-2015 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: Remuneração não garantida Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por parte

Leia mais

Produto Financeiro Complexo. Documento Informativo Note Retorno Alemanha Setembro 2015

Produto Financeiro Complexo. Documento Informativo Note Retorno Alemanha Setembro 2015 Produto Financeiro Complexo Documento Informativo Note Retorno Alemanha Setembro 2015 Advertências: Remuneração não garantida; Não existe possibilidade de reembolso antecipado por opção do investidor;

Leia mais

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor.

Impossibilidade de reembolso antecipado, quer pelo emitente quer pelo investidor. Documento Informativo Montepio Top Europa - Março 2011/2015 Produto Financeiro Complexo ao abrigo do Programa de Emissão de Obrigações de Caixa de 3 000 000 000 Advertências ao investidor: Impossibilidade

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR NOTES BES MOEDAS COMMODITIES AGOSTO 2010 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO EUR NOTES BES MOEDAS COMMODITIES AGOSTO 2010 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: Remuneração não garantida DOCUMENTO INFORMATIVO EUR NOTES BES MOEDAS COMMODITIES AGOSTO 2010 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado

Leia mais

PROGRAMA EQUITY FIRST PRODUCT SUMÁRIO. Citibank International plc

PROGRAMA EQUITY FIRST PRODUCT SUMÁRIO. Citibank International plc PROGRAMA EQUITY FIRST PRODUCT SUMÁRIO Citibank International plc Valores Mobiliários auto-call Escalator até 50.000.000 euros associados aos Índices EURO STOXX 50 SM, Nikkei 225 e S&P 500 com vencimento

Leia mais

Documento Informativo

Documento Informativo Notes db Rendimento CGD 3ª Versão Retail CLN on Caixa Geral De Depósitos ISIN: XS0543068810 Produto Financeiro Complexo 1. Advertências ao investidor Risco de perda total ou parcial do capital investido

Leia mais

Documento de Divulgação. Introdução

Documento de Divulgação. Introdução Abbott Laboratórios, Lda. Estrada de Alf ragide, 67 Alf rapark Edif icio D 2610-008 Amadora Portugal Contribuinte nº 500 006 148 Reg. C.R.C. Amadora Capital Social: 3.396.850 Tel. (351) 214 727 100 Fax.

Leia mais

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI)

Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) Informações Fundamentais Destinadas aos Investidores (IFI) O presente documento fornece as informações fundamentais destinadas aos investidores sobre este Fundo. Não é material promocional. Estas informações

Leia mais

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES

INVESTIMENTO ACTIVO MAIS OBRIGAÇÕES Breve Descrição do Produto O é um produto financeiro complexo composto por 50% do investimento num Depósito a Prazo a 180 dias, não renovável, com uma taxa de juro de 4% (TANB Taxa Anual Nominal Bruta),

Leia mais

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros

Eurovida Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros Data início de comercialização: 2007/05 por tempo indeterminado Empresa de Companhia de Seguros de Vida, S.A., sociedade anónima pertencente ao Grupo Banco Seguros Popular, com sede social na - 1099-090

Leia mais

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS

[tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS [tradução livre dos Final Terms em língua inglesa Em caso de discrepância a versão inglesa deverá prevalecer] TERMOS FINAIS 29 de Outubro de 2009 Banco Comercial Português S.A. (o Banco) Agindo através

Leia mais

Não existe garantia de capital nem rendimento.

Não existe garantia de capital nem rendimento. 91-67 Informação actualizada a: 01/04/2012 Designação Comercial: Operação de Capitalização Série Nº 67 (I.C.A.E - Não normalizado) Data início de Comercialização: 07/05/2009 Empresa de Seguros Entidades

Leia mais

Documento Informativo

Documento Informativo Notes db Reestruturações (4ª Versão) Four-Year Auto-Callable Notes on the Worst-of Two Indices and a Fund Share ISIN: XS0460634651 Produto Financeiro Complexo 1. Advertências ao investidor Risco de perda

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES CABAZ MOEDAS 2012-2014 NOTES

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES CABAZ MOEDAS 2012-2014 NOTES PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO EUR BES CABAZ MOEDAS 2012-2014 NOTES Advertências ao investidor: Impossibilidade de solicitação de reembolso antecipado por parte do Investidor Risco de

Leia mais

É disponibilizada uma cópia electrónica deste aviso no sítio Web: www.jpmorganassetmanagement.com

É disponibilizada uma cópia electrónica deste aviso no sítio Web: www.jpmorganassetmanagement.com JPMorgan Funds Société d Investissement à Capital Variable (a "Sociedade") Registered Office: 6 route de Trèves, L-2633 Senningerberg, Grand Duchy of Luxembourg R.C.S. Luxembourg B 49 663 Telephone: +352

Leia mais

EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA GALP ENERGIA 2013/2018 FICHA TÉCNICA. Galp Energia, SGPS, S.A. Euro. 100.000 (cem mil euros) por Obrigação.

EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA GALP ENERGIA 2013/2018 FICHA TÉCNICA. Galp Energia, SGPS, S.A. Euro. 100.000 (cem mil euros) por Obrigação. EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA GALP ENERGIA 2013/2018 FICHA TÉCNICA ENTIDADE EMITENTE: MODALIDADE: MOEDA: MONTANTE DA EMISSÃO: REPRESENTAÇÃO: VALOR NOMINAL: PREÇO DE SUBSCRIÇÃO: Galp Energia, SGPS, S.A. Emissão

Leia mais

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Referência: 403862_EUR_20140804_001

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Referência: 403862_EUR_20140804_001 Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Caixa Euro FX Up agosto 2015_PFC Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado O Caixa Euro FX Up agosto 2015 é um depósito indexado

Leia mais

1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO

1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO 1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO 4. RECLAMAÇÕES 5. DURAÇÃO DO CONTRATO 6. RISCO DE 7. PRINCIPAIS RISCOS DO PRODUTO PROSPECTO SIMPLIFICADO

Leia mais

Informação Importante

Informação Importante Informação Importante Independentemente das condições de prestação de serviços bancários, de investimento, de recepção e transmissão de ordens por conta de outrem, cujos termos se encontram expressos nas

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO Capital Garantido Brasil 2015 Notes ( Brasil 2015 Notes ) a emitir pelo Espirito Santo Investment p.l.c. ao abrigo do seu 2,500,000,000 Euro Medium Term

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. TODOS OS INVESTIMENTOS TÊM RISCO

Leia mais

Os riscos do DUETO, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem.

Os riscos do DUETO, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem. Advertências ao Investidor Os riscos do, produto financeiro complexo, dependem dos riscos individuais associados a cada um dos produtos que o compõem. Risco de perda total ou parcial do capital investido

Leia mais

Documento Informativo. Obrigações db Double Chance Europe. - Obrigações relativas ao Índice DJ Euro Stoxx 50 - Produto Financeiro Complexo

Documento Informativo. Obrigações db Double Chance Europe. - Obrigações relativas ao Índice DJ Euro Stoxx 50 - Produto Financeiro Complexo Documento Informativo Obrigações db Double Chance Europe - Obrigações relativas ao Índice DJ Euro Stoxx 50 - ISIN: XS0464427177 Produto Financeiro Complexo 1. Produto As Obrigações relativas ao Índice

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015

Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Prospecto Informativo Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Junho de 2015 Designação: Invest Sectores Essenciais Junho 2015 Classificação: Caracterização do Depósito: Produto financeiro complexo Depósito

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1)

Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1) Prospecto Informativo Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1) Março de 2011 Designação: Invest Oportunidades Mundiais (Ser. 11/1). Classificação: Caracterização do Produto: Garantia de Capital: Garantia

Leia mais

1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO

1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO 1. INFORMAÇÃO SOBRE A EMPRESA DE SEGUROS 2. ENTIDADES COMERCIALIZADORAS 3. AUTORIDADES DE SUPERVISAO 4. RECLAMAÇÕES 5. DURAÇÃO DO CONTRATO 6. RISCO DE 7. PRINCIPAIS RISCOS DO PRODUTO PROSPECTO SIMPLIFICADO

Leia mais

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado.

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado. Designação Depósito Indexado PSI 20 Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentes ou associados Perfil de cliente

Leia mais

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO. BES PORTUGAL DEZEMBRO 2011-2014 NOTES Credit Linked Notes

PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO. BES PORTUGAL DEZEMBRO 2011-2014 NOTES Credit Linked Notes Advertências ao investidor: PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO BES PORTUGAL DEZEMBRO 2011-2014 NOTES Credit Linked Notes Risco de perda total ou parcial do capital investido em caso de Evento

Leia mais

CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A.

CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A. CONDIÇÕES FINAIS OBRIGAÇÕES CONTINENTE 7% 2015 [aprovado em 22 de Junho de 2012] Sonae, SGPS, S.A. Emissão de até 100.000.000 de Obrigações, com a possibilidade de alocação de um montante adicional até

Leia mais

EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA OBRIGAÇÕES COLEP / 2014 2017 FICHA TÉCNICA

EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA OBRIGAÇÕES COLEP / 2014 2017 FICHA TÉCNICA EMPRÉSTIMO OBRIGACIONISTA OBRIGAÇÕES COLEP / 2014 2017 FICHA TÉCNICA Emitente: Colep Portugal, S.A. Modalidade: Emissão de obrigações a taxa variável por oferta particular e direta. Moeda: Euro ( ). Montante

Leia mais

Prospeto Informativo Depósito Indexado Geo Diversificado BBVA

Prospeto Informativo Depósito Indexado Geo Diversificado BBVA Prospeto Informativo Depósito Indexado Geo Diversificado BBVA Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de risco Depósito Indexado Geo Diversificado

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las 1Y South Europe ISIN: XS1039525222

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. TODOS OS INVESTIMENTOS TÊM RISCO

Leia mais

Prospecto Informativo Depósito Dual China e México BBVA Novembro 2012

Prospecto Informativo Depósito Dual China e México BBVA Novembro 2012 Prospecto Informativo Depósito Dual China e México BBVA Novembro 2012 Designação Classificação Caracterização do Produto Depósito Dual China e México BBVA Produto financeiro complexo O Depósito Dual China

Leia mais

PROSPECTO SIMPLIFICADO MAPFRE GARANTIA 011 FI

PROSPECTO SIMPLIFICADO MAPFRE GARANTIA 011 FI PROSPECTO SIMPLIFICADO MAPFRE GARANTIA 011 FI Contrato de Seguro Ligado a Fundos de Investimento Produto Financeiro Complexo - Instrumento de Captação de Aforro Estruturado Período de Comercialização 26-10-2010

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Gestoras de Activos

Prospecto Informativo Invest Gestoras de Activos Prospecto Informativo Invest Gestoras de Activos Agosto de 2014 Designação: Classificação: Caracterização do Depósito: Garantia de Capital: Garantia de Remuneração: Factores de Risco: Invest Gestoras de

Leia mais

Sumário. 1 Os Emitentes

Sumário. 1 Os Emitentes Sumário Este sumário deve ser lido como introdução a este Prospecto e qualquer decisão de investimento nas Obrigações deverá ser baseada numa consideração do Prospecto na sua totalidade, incluindo os documentos

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. Designação: VICTORIA PPR Acções

Leia mais

TAXA GARANTIDA 3ª SÉRIE

TAXA GARANTIDA 3ª SÉRIE TAXA GARANTIDA 3ª SÉRIE PROSPECTO SIMPLIFICADO ICAE INSTRUMENTO DE CAPTAÇÃO DE AFORRO ESTRUTURADO (NÃO NORMALIZADO) Os elementos constantes deste Prospecto Simplificado reportam-se a 30 de Abril de 2009

Leia mais

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Classificação Caixa China Invest 2015_PFC Produto Financeiro Complexo O Caixa China Invest 2015 é um depósito indexado não mobilizável antecipadamente, pelo prazo de 2 anos, denominado em Euros,

Leia mais

DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO DOCUMENTO INFORMATIVO (RECTIFICAÇÃO) BES CRESCIMENTO OUTUBRO 2009 PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Advertências ao investidor: 100% do capital investido garantido na maturidade Remuneração não garantida Possibilidade

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las 3Y WIN Brasil, Rússia, Austrália

Leia mais

ETFS Equity Securities Limited. Programa para a Emissão de. Short and Leveraged Equity Securities. Sumário do Prospecto

ETFS Equity Securities Limited. Programa para a Emissão de. Short and Leveraged Equity Securities. Sumário do Prospecto ETFS Equity Securities Limited Programa para a Emissão de Short and Leveraged Equity Securities Sumário do Prospecto O sumário é composto por informações de divulgação, designados por 'Elementos'. Estes

Leia mais

/ Warrants: uma definição /

/ Warrants: uma definição / Warrants www.warrants.commerzbank.com Warrants: uma definição Os warrants são valores mobiliários associados a activos como acções, índices ou taxas de câmbio que amplificam os movimentos DE preço dos

Leia mais

O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito.

O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito. INFORMAÇÕES GERAIS. O investimento em instrumentos financeiros tem sempre associado uma rendibilidade potencial e um risco implícito. A rendibilidade é a taxa de rendimento gerado pelo investimento durante

Leia mais

PROSPETO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPETO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Caixa JPY Up setembro 2016_PFC Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado O Caixa JPY Up setembro 2016 é um depósito indexado não

Leia mais

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (178 dias), não mobilizável antecipadamente.

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (178 dias), não mobilizável antecipadamente. Designação Classificação Depósito Indexado USD 6 meses Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (178 dias), não mobilizável antecipadamente.

Leia mais

PARVEST USA LS30. Prospecto simplificado Abril de 2008

PARVEST USA LS30. Prospecto simplificado Abril de 2008 PARVEST USA LS30 Subfundo da SICAV PARVEST, Sociedade de Investimento de Capital Variável O subfundo Parvest USA LS30 foi lançado a 30 de Outubro de 2007. Prospecto simplificado Abril de 2008 Este prospecto

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Security (Ser. 13/1)

Prospecto Informativo Invest Security (Ser. 13/1) Prospecto Informativo Invest Security (Ser. 13/1) Setembro de 2013 Designação: Invest Security (Ser. 13/1) Classificação: Caracterização do Depósito: Garantia de Capital: Garantia de Remuneração: Factores

Leia mais

Ordem de Constituição do DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO

Ordem de Constituição do DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO Ordem de Constituição do DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO Identificação do Cliente Nº. de Conta D.O. Nome Completo Morada Localidade Nº Contribuinte Telefone E-mail O Cliente abaixo assinado solicita

Leia mais

Constituição de Aplicação EURO-AMÉRICA 16%

Constituição de Aplicação EURO-AMÉRICA 16% Constituição de Aplicação EURO-AMÉRICA 16% Identificação do Cliente Nº. de Conta D.O. Nome Completo Morada Localidade Telefone E-mail Montante a aplicar (em Euro) no EURO-AMÉRICA 16%: Extenso O Cliente

Leia mais

CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES

CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES CONDIÇÕES DAS OBRIGAÇÕES 15.1. Admissão à negociação e código ISIN A presente admissão à negociação na Euronext Lisbon diz respeito às Obrigações com o código ISIN PTJMRJOE0005 e destina-se a permitir

Leia mais

Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (Ser. 13/1)

Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (Ser. 13/1) Prospecto Informativo Invest Telecom & Internet (er. 13/1) Julho de 2013 Designação: Invest Telecom & Internet (er. 13/1) Classificação: Caracterização do Depósito: Garantia de Capital: Garantia de Remuneração:

Leia mais

Contratos Diferenciais CFDs: Contracts For Difference

Contratos Diferenciais CFDs: Contracts For Difference Contratos Diferenciais CFDs: Contracts For Difference PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO ADVERTÊNCIA AO INVESTIDOR Risco de perda súbita total, superior ou parcial do capital investido Remuneração não garantida

Leia mais

Tradução Livre Para Efeitos Informativos Apenas

Tradução Livre Para Efeitos Informativos Apenas Tradução Livre Para Efeitos Informativos Apenas A Versão Original em Inglês dos Final Terms deverá prevalecer sobre a presente tradução, que não dispensa a consulta do original Condições Finais datadas

Leia mais

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula:

Ou seja, na data de maturidade, o valor garantido por unidade de participação será aquele que resulta da aplicação da seguinte fórmula: 1.Tipo e Duração 2.Entidade Gestora 3.Consultores de Fundo de Capital Garantido Aberto, constituído em Portugal. A sua constituição foi autorizada pela Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, em 12/

Leia mais

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS AO INVESTIDOR PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

INFORMAÇÕES FUNDAMENTAIS AO INVESTIDOR PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Barclays Investimento Fundo Autónomo: SD 30 - abril 2018 EMPRESA DE SEGUROS Nome: CNP Barclays Vida y Pensiones, Compañia de Seguros, S.A. - Agência Geral em Portugal; Endereço da Sede Social: Plaza de

Leia mais

CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN

CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN 1. DEFINIÇÕES CONDIÇÕES DE ENTREGA RECREAHOME B.V. COM A SUA SEDE REGISTADA EM ASTEN Abaixo Recreahome B.V. será referida como "vendedor". Cada pessoa singular ou entidade legal que adquire bens e/ou serviços

Leia mais

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (191 dias), não mobilizável antecipadamente.

Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (191 dias), não mobilizável antecipadamente. Designação Classificação Depósito Indexado EUR/USD No Touch Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Depósito Indexado, denominado em Euros, pelo prazo de 6 meses (191 dias), não mobilizável antecipadamente.

Leia mais

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado.

O valor da remuneração do Depósito Indexado não poderá ser inferior a 0%. O Depósito garante na Data de Vencimento a totalidade do capital aplicado. Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentes ou associados Perfil de cliente recomendado Condições

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. Notes: SG Dual World Indices ISIN:

Leia mais

Este depósito não garante uma remuneração mínima.

Este depósito não garante uma remuneração mínima. Designação Classificação Caracterização do Produto Garantia de Capital Garantia de Remuneração Factores de Risco Instrumentos ou variáveis subjacentesou associados Perfil de cliente recomendado Condições

Leia mais

Prospecto Informativo (De acordo com o Aviso do Banco de Portugal N.º 6/2002)

Prospecto Informativo (De acordo com o Aviso do Banco de Portugal N.º 6/2002) 1. CARACTERIZAÇÃO DO ICAE Designação do produto Montepio Cabaz Energia Prospecto Informativo Objecto do Investimento O Montepio Cabaz Energia é um Instrumento de Captação de Aforro Estruturado (ICAE),

Leia mais

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo

PROSPECTO INFORMATIVO Depósito Indexado - Produto Financeiro Complexo Designação Caixa Eurostoxx Down maio 2015_PFC Classificação Produto Financeiro Complexo Depósito Indexado Caracterização do Produto Garantia de Capital O Caixa Eurostoxx Down maio 2015 é um depósito indexado

Leia mais

Ordem de Constituição de Aplicação Conjunta de DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO e SUPER DEPÓSITO BIG 6%

Ordem de Constituição de Aplicação Conjunta de DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO e SUPER DEPÓSITO BIG 6% Ordem de Constituição de Aplicação Conjunta de DEPÓSITO BOLSA GARANTIDO EUA E JAPÃO e SUPER DEPÓSITO BIG 6% Identificação do Cliente Nº. de Conta D.O. Nome Completo Morada Localidade Nº Contribuinte Telefone

Leia mais

ESTE DOCUMENTO É IMPORTANTE E REQUER A SUA ATENÇÃO IMEDIATA.

ESTE DOCUMENTO É IMPORTANTE E REQUER A SUA ATENÇÃO IMEDIATA. ESTE DOCUMENTO É IMPORTANTE E REQUER A SUA ATENÇÃO IMEDIATA. Em caso de dúvida quanto às medidas a tomar, deverá consultar o seu corretor, advogado, contabilista ou outro consultor profissional. ishares

Leia mais

IMPORTANTE Deve ler o seguinte aviso antes de continuar. Memorando relativo à Solicitação Tabulation Agent Sociedade

IMPORTANTE Deve ler o seguinte aviso antes de continuar. Memorando relativo à Solicitação Tabulation Agent Sociedade Esta tradução portuguesa é disponibilizada exclusivamente para efeitos informativos. A versão inglesa do Memorando relativo à Solicitação é a versão prevalecente e, em caso de qualquer discrepância entre

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las. TODOS OS INVESTIMENTOS TÊM RISCO

Leia mais

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos.

Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. GLOSSÁRIO Activo subjacente: activo que serve de base a outros instrumentos financeiros, como sejam os futuros, as opções e os warrants autónomos. Assembleia geral: órgão das sociedades anónimas em que

Leia mais

Regime dos Planos de Poupança em Acções

Regime dos Planos de Poupança em Acções Decreto-Lei n.º 204/95 de 5 de Agosto * A constituição de planos individuais de poupança em acções, além de procurar estimular a canalização dos recursos das famílias para a poupança de longo prazo, visa

Leia mais

O investidor deve assumir um papel activo na recolha de informação que lhe permita tomar decisões de investimento fundamentadas.

O investidor deve assumir um papel activo na recolha de informação que lhe permita tomar decisões de investimento fundamentadas. O presente documento visa fornecer-lhe informações simples e práticas sobre como deve investir de forma responsável. Independentemente da protecção conferida pela legislação aos investidores não profissionais,

Leia mais

Millennium bcp 2 Julho 2011

Millennium bcp 2 Julho 2011 Preçário de Títulos Na contratação de serviços de investimento em valores mobiliários, os investidores devem analisar atentamente o preçário para calcular os encargos totais previsíveis do investimento

Leia mais

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO

Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Informações Fundamentais ao Investidor PRODUTO FINANCEIRO COMPLEXO Um investimento responsável exige que conheça as suas implicações e que esteja disposto a aceitá-las EUR 5Y CLN Portugal Telecom International

Leia mais

O sumário é composto por informações de divulgação, designados por 'Elementos'. Estes encontram-se enumerados nas Secções A E (A.1 E.7).

O sumário é composto por informações de divulgação, designados por 'Elementos'. Estes encontram-se enumerados nas Secções A E (A.1 E.7). O sumário é composto por informações de divulgação, designados por 'Elementos'. Estes encontram-se enumerados nas Secções A E (A.1 E.7). Este sumário contém todos os Elementos que se exige que sejam incluídos

Leia mais