2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11)

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11)"

Transcrição

1 Vivendo a Liturgia 2ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (04/12/11) Dezembro/2011 (João Batista) A cor litúrgica para esta celebração é a roxa. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Endireitai as estradas do Senhor ou Preparemos o caminho. comunidade o possuir. Também poderia ser levada na procissão de entrada a segunda vela do advento. Nos ritos iniciais, após a saudação inicial e antes do ato penitencial, pode se fazer o acendimento da segunda vela da coroa do advento com a seguinte oração: A luz de Cristo que esperamos neste Advento enxugue todas as lágrimas, acabe com todas as trevas, console quem está triste e encha nossos corações da alegria de preparar sua vinda neste novo milênio!. Lembrar que durante o tempo do advento se usam as flores e os instrumentos musicais com moderação. Nos últimos anos, muitas comunidades eclesiais, influenciadas pela onda consumista das festas natalinas e de final de ano, estão assumindo o costume de enfeitar suas Igrejas bem antes de o Natal chegar. Em pleno Tempo do Advento, que é um tempo de piedosa e alegre expectativa pela vinda do Senhor, enfeitam suas Igrejas com flores, pisca-pisca, árvores de natal, presépio e outros motivos natalinos, como se já fosse Natal. Não fica bem! Não se influencie pelos símbolos consumistas da nossa sociedade. Evite-se enfeitar a Igreja com motivos natalinos durante o Advento. Vamos deixar o Advento ser Advento e o Natal ser Natal. Enfeites natalinos dentro da Igreja só quando o Natal chegar. Então, sim! Com certeza, a festa será melhor! Sobretudo se houve na comunidade uma preparação espiritual adequada. Lembrar ao povo que no próximo domingo, será feita a Coleta Nacional da Campanha da Evangelização.

2 CANTOS APROPRIADOS Entrada: Senhor, vem salvar teu povo ou O Senhor está pra chegar. Aclamação: Vai falar no Evangelho ou Palavras de Salvação ou Aleluia! Aleluia! Aleluia! Ó Senhor abre os ouvidos. Ofertas: A nossa oferta apresentamos no altar. Comunhão: Vem ó Senhor, com o teu povo caminhar ou O Senhor vem ao nosso encontro. Despedida: Como o sol nasce da aurora. 3ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B - (11/12/11) (Testemunho de João Batista) A cor litúrgica para esta celebração é a roxa ou rosada. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: No meio de nós está aquele que vós não conheceis ou Procura-se uma luz ou João: apontando o caminho. comunidade o possuir. Também poderia ser levada na procissão de entrada a terceira vela do advento. Nos ritos iniciais, após a saudação inicial e antes do ato penitencial, pode se fazer o acendimento da terceira vela da coroa do advento com a seguinte oração: A luz de Cristo que esperamos neste Advento enxugue todas as lágrimas, acabe com todas as trevas, console quem está triste e encha nossos corações da alegria de preparar sua vinda neste novo milênio!. Lembrar que durante o tempo do advento se usam as flores e os instrumentos musicais com moderação. CANTOS APROPRIADOS

3 Entrada: Das alturas orvalhem os céus ou O Senhor está pra chegar. Aclamação: Palavras de Salvação ou Aleluia! Aleluia! Aleluia! Ó Senhor abre os ouvidos. Ofertas: A nossa oferta apresentamos no altar ou Um novo dia, mais vida e esperança ou Deus ama os pobres. Comunhão: Vem ó Senhor, com o teu povo caminhar ou Convertei-nos ó Senhor do mundo inteiro. Despedida: Como o sol nasce da aurora. 4ºDOMINGO DO TEMPO DO ADVENTO ANO B (18/12/11) (Anunciação) A cor litúrgica para esta celebração é a roxa. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Eis que conceberás e darás à luz um filho ou Deus pede o nosso sim ou Deus procura uma casa. comunidade o possuir. Também poderia ser levada na procissão de entrada a quarta vela do advento. Outra sugestão, é que uma mulher grávida poderia levar na procissão de entrada a quarta vela do advento, e colocá-la na coroa para ser acendida no momento adequado. Nos ritos iniciais, após a saudação inicial e antes do ato penitencial, pode se fazer o acendimento da quarta vela da coroa do advento com a seguinte oração: A luz de Cristo que esperamos neste Advento enxugue todas as lágrimas, acabe com todas as trevas, console quem está triste e encha nossos corações da alegria de preparar sua vinda neste novo milênio!. Lembrar que durante o tempo do advento se usam as flores e os instrumentos musicais com moderação.

4 CANTOS APROPRIADOS Entrada: Das alturas orvalhem os céus ou O Senhor está pra chegar. Aclamação: Palavras de Salvação ou Aleluia! Aleluia! Aleluia! Ó Senhor abre os ouvidos. Ofertas: A nossa oferta apresentamos no altar ou Um novo dia, mais vida e esperança ou Deus ama os pobres. Comunhão: Vem ó Senhor, com o teu povo caminhar ou Convertei-nos ó Senhor do mundo inteiro. Despedida: Como o sol nasce da aurora. VIGÍLIA DO NATAL DO SENHOR (MISSA DA NOITE) 24/12/11 A cor litúrgica para esta celebração é a branca. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: Nessa noite santa Deus vem fazer morada entre nós ou Luz de um menino pobre que nos torna ricos. Lembrar de preparar o presépio. Que ele seja, o quanto possível, expressão de nossa fé cristã e de nossa cultura. É muito significativo construir o presépio em mutirão. Se houver árvore de natal, colocar nela frutos de nossa terra e outros símbolos que expressem nossos sonhos e esperanças. O presépio deve ser simples como foi simples e pobre a manjedoura onde Jesus nasceu. comunidade o possuir. Nesta celebração, voltam os símbolos com cantos alegres, flores, instrumentos, etc. O Natal é a festa da Luz. Seria importante valorizar o círio pascal na Vigília do Natal. Isso ligaria mais a Festa do Natal à festa da Páscoa. Após a proclamação do Evangelho, poderia ser feita uma pequena encenação de Natal, ou uma pequena procissão levando a imagem do menino Jesus até o presépio.

5 Depois da oração pós-comunhão poderia ser lida uma pequena mensagem ou cantado algum canto natalino. A equipe de Liturgia poderia preparar uma pequena lembrança (que poderia ser um cartão) de Natal para ser distribuída para a comunidade ao final da celebração. CANTOS APROPRIADOS Entrada: Hoje é dia da gente se encontrar ou É Natal de Jesus ou Reis e nações se amotinam ou Nasceu-nos hoje um menino. Aclamação: Proclamação do Natal ou Aleluia! Quem diria ou Aleluia! No Princípio era a Palavra. Ofertas: Cristãos, vinde todos ou Natal de Jesus ou Longe distante de casa. Comunhão: Chegou a hora de sonhar de novo ou Deus nos espera em Belém ou No presépio pequenino ou Da Cepa brotou a Rama. Despedida: Noite Feliz ou Resplandeceu a Luz sobre nós ou Então é Natal ou É preciso parar. SOLENIDADE DO NATAL DO SENHOR (MISSA DO DIA) 25/12/11 A cor litúrgica para esta celebração é a branca. Poderia ser feito um mural específico para esta celebração com uma das frases: A grande notícia: Ele está no meio de nós ou E o Verbo se fez carne e habitou entre nós. comunidade o possuir. Nesta celebração, valorizar os símbolos com cantos alegres, flores, instrumentos,o presépio, etc. O Natal é a festa da Luz. Seria importante valorizar o círio pascal na Vigília do Natal. Isso ligaria mais a Festa do Natal à festa da Páscoa. -Após a proclamação do Evangelho, poderia ser feita uma pequena encenação de Natal, ou uma pequena procissão levando a imagem do menino Jesus até o presépio.

6 Depois da oração pós-comunhão poderia ser lida uma pequena mensagem ou cantado algum canto natalino. A equipe de Liturgia poderia preparar uma pequena lembrança (que poderia ser um cartão) de Natal para ser distribuída para a comunidade ao final da celebração. CANTOS APROPRIADOS Entrada: Hoje é dia da gente se encontrar ou É Natal de Jesus ou Reis e nações se amotinam ou Nasceu-nos hoje um menino. Aclamação: Proclamação do Natal ou Aleluia! Quem diria ou Aleluia! No Princípio era a Palavra. Ofertas: Cristãos, vinde todos ou Natal de Jesus ou Longe distante de casa. Comunhão: Chegou a hora de sonhar de novo ou Deus nos espera em Belém ou No presépio pequenino ou Da Cepa brotou a Rama. Despedida: Noite Feliz ou Resplandeceu a Luz sobre nós ou Então é Natal ou É preciso parar.

LITURGIA FAMILIAR PRIMEIRO DOMINGO DE ADVENTO. 29 de novembro

LITURGIA FAMILIAR PRIMEIRO DOMINGO DE ADVENTO. 29 de novembro LITURGIA FAMILIAR PRIMEIRO DOMINGO DE ADVENTO 29 de novembro Vivendo o tempo do ADVENTO É urgente atualizar hoje o Advento de Cristo. Estar vigilante é entender os sinais dos tempos. A perspetiva de uma

Leia mais

CELEBRAÇÕES NA COMUNIDADE ORIENTAÇÕES PARA AS CELEBRAÇÕES

CELEBRAÇÕES NA COMUNIDADE ORIENTAÇÕES PARA AS CELEBRAÇÕES CELEBRAÇÕES NA COMUNIDADE ORIENTAÇÕES PARA AS CELEBRAÇÕES A catequese deve iniciar o catequizando na vida litúrgica da comunidade. Nesse sentido, é importante que o catequista leve seu grupo de catequese

Leia mais

Catequese 2º ano Ensina-nos a rezar (Revisões fim de ano)

Catequese 2º ano Ensina-nos a rezar (Revisões fim de ano) Catequese 2º ano Ensina-nos a rezar (Revisões fim de ano) Na catequese encontramos essencialmente uma Pessoa: Jesus, Filho único do Deus, que sofreu e morreu por nós e que agora, ressuscitado, vive connosco

Leia mais

O Nascimento de Jesus nosso Salvador

O Nascimento de Jesus nosso Salvador Este livrinho faz parte do material disponibilizado pelo projecto Presépio na Cidade. O Presépio na Cidade é um projecto de leigos católicos voluntários, cujo lema de 2005 é Presépio, berço do Cristo Vivo

Leia mais

1. De novo reunidos ( / / ) 1. De novo reunidos ( / / ) Jesus está no meio de Nós! Jesus está no meio de Nós!

1. De novo reunidos ( / / ) 1. De novo reunidos ( / / ) Jesus está no meio de Nós! Jesus está no meio de Nós! 1. De novo reunidos ( / / ) Jesus está no meio de Nós! Onde dois ou três estiverem reunidos em Meu nome, Eu estou no meio deles! Mt 18,20 -O Senhor esteja convosco! - Ele está no meio de Nós! Desenha o

Leia mais

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA

CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA CANTOS DA PRIMEIRA EUCARISTIA CANTO DE ENTRADA: E B7 E B7 E B7 E B7 E Jesus meu amigo, estou aqui, estou aqui para celebrar, para agradecer e A B7 partilhar o pão e a Fé. A B G#m C#m A F# B7 Celebrar o

Leia mais

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO CATEDRAL DIOCESANA DE CAMPINA GRANDE PARÓQUIA NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO PÁSCOA DO SENHOR, NOVA CRIAÇÃO E NOVO ÊXODO DOMINGO DA RESSURREIÇÃO 08 DE ABRIL DE 2012 ANIM: (Saudações espontâneas) O TÚMULO ESTÁ

Leia mais

PROGRAMA DE CANTO. Escola de Música Paroquial de Avintes

PROGRAMA DE CANTO. Escola de Música Paroquial de Avintes PROGRAMA DE CANTO Escola de Música Paroquial de Avintes Programas de canto para as missas com crianças animadas pelo coro da Escola de Música Paroquial de Avintes António José Ferreira 1/11/2008 SUGESTÕES

Leia mais

ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS. Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO

ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS. Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS Caminhada do Advento e Natal 2015 DIOCESE DE AVEIRO INTRODUÇÃO «ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS» ANO DA MISERICÓRDIA PORTA SANTA INTRODUÇÃO «ABRO A PORTA À BONDADE DE DEUS»

Leia mais

Uma saudação carinhosa

Uma saudação carinhosa Meus caros amiguitos e amiguitas! Uma saudação carinhosa Olá! Chamo-me António Marto. Sou o novo Bispo desta diocese de Leiria-Fátima. Sabem o que é ser Bispo? Eu explico-vos através de uma comparação

Leia mais

Missal Romano. Grupo de Acólitos São João da Madeira

Missal Romano. Grupo de Acólitos São João da Madeira Missal Romano Grupo de Acólitos São João da Madeira A estrutura da missa Antes de vermos a estrutura do missal, é conveniente relembrarmos a estrutura de uma Missa comum, para que possamos mais facilmente

Leia mais

2 MENINOS: VESTIDOS DE (PASTORES) _:

2 MENINOS: VESTIDOS DE (PASTORES) _: CANTAR AUTO DE NATAL Cai, neve, cai neve, cai neve Sobre a Serra bis Branquinha cobre o chão, e então, Fica branquinha a Serra! bis 2 MENINOS: VESTIDOS DE (PASTORES) _: Rodrigo Esteves: e o João_seco Rodrigo

Leia mais

Culto de Natal em Casa 2006

Culto de Natal em Casa 2006 Culto de Natal em Casa 2006 PROGRAMA Este programa é um serviço dos Ministérios do Santuário, da Comunicação e da Família da Igreja Metodista de Vila Isabel. Que todos tenham um feliz e abençoado Natal

Leia mais

Planejamento Pastoral Litúrgica 2016

Planejamento Pastoral Litúrgica 2016 Planejamento Pastoral Litúrgica 2016 EQUIPE PASTORAL LITÚRGICA: Geral: Terezinha do Carmelo Roteiros: Terezinha ( 3o domingo), Eunice ( 1o domingo), Lurdinha ( 2o e 4o domingo) e Mara ( 5o domingo). Celebração

Leia mais

THEREZINHA OLIVEIRA EVANGELHO É SIMPLES ASSIM

THEREZINHA OLIVEIRA EVANGELHO É SIMPLES ASSIM THEREZINHA OLIVEIRA EVANGELHO É SIMPLES ASSIM CAMPINAS SP 2010 SUMÁRIO Prólogo Um homem extraordinário...1 Capítulo 1 Ele nasceu em Belém...5 Capítulo 2 Pastores e magos...9 Capítulo 3 Fugindo a Herodes...13

Leia mais

01. Paz na Terra, Glória a Deus nas Aturas - Glória a Deus nas alturas/ E paz na terra aos homens por Ele amados! (bis)

01. Paz na Terra, Glória a Deus nas Aturas - Glória a Deus nas alturas/ E paz na terra aos homens por Ele amados! (bis) 01. Paz na Terra, Glória a Deus nas Aturas - Comunidade Católica Shalom Glória a Deus nas alturas/ E paz na terra aos homens por Ele amados! (bis) Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai Todo-poderoso Nós

Leia mais

Caminhada. Jesus que VEM é o rosto amoroso de Deus Pai SECTOR DA CATEQUESE E DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA

Caminhada. Jesus que VEM é o rosto amoroso de Deus Pai SECTOR DA CATEQUESE E DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA SECTOR DA CATEQUESE E DA INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA Caminhada 2011 do ADVENTO Largo da Sé, 20 - Tel. 289 807 590 8000-138 FARO E-mail: catequese-inf-ad@diocese-algarve.pt Jesus que VEM é o rosto amoroso de

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Terça-feira da 7ª Semana da Páscoa Ó Deus de poder

Leia mais

Encontro de Formação Litúrgica. A Música Litúrgica

Encontro de Formação Litúrgica. A Música Litúrgica Encontro de Formação Litúrgica A Música Litúrgica Objetivos do nosso encontro Buscar conhecer alguns elementos da liturgia da Igreja que podem ser aplicados a Música e ao Canto na Celebração Questionar

Leia mais

Memoranda Celebração do Baptismo

Memoranda Celebração do Baptismo Esta memoranda apresenta o esquema praticado na nossa paróquia, que tem como base a celebração do Baptismo de várias crianças. O rito do Baptismo, pode ou não, ser inserido na Eucaristia. Neste esquema,

Leia mais

OS SÍMBOLOS DO NATAL

OS SÍMBOLOS DO NATAL OS SÍMBOLOS DO NATAL Autor: Adaptado por David Karnopp Tema: Programa de Natal. Personagens: Narrador1, Narrador2, Crianças. Tempo aproximado: 1:30h com as músicas Sinopse: Programa de Natal Explica o

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM SÁBADO DA 4ª SEMANA DA PÁSCOA - 1) Oração Deus eterno e todo-poderoso, fazei-nos viver sempre mais o

Leia mais

Organização da Campanha

Organização da Campanha Mês das Missões O mês de outubro é, para a Igreja, o período no qual são intensificadas as iniciativas de animação e cooperação em prol das Missões em todo o mundo. O objetivo é sensibilizar, despertar

Leia mais

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE RELIGIÃO DO 1º CICLO 1º ANO

PLANIFICAÇÃO ANUAL DE RELIGIÃO DO 1º CICLO 1º ANO PLANIFICAÇÃO ANUAL DE RELIGIÃO DO 1º CICLO 1º ANO TÓPICOS 1º PERÍODO OBJECTIVOS ORAÇÕES / DOUTRINA CRISTÃ ACTIVIDADES CELEBRAÇÕES AVALIAÇÃO A criação Deus é grande e poderoso Tudo nos fala de Deus Deus

Leia mais

NOVENA salve, rainha, mãe de misericórdia

NOVENA salve, rainha, mãe de misericórdia NOVENA salve, rainha, mãe de misericórdia Série NOVENA Nossa Senhora de Guadalupe novena Novena do Espírito Santo a cura do coração Novena de São Francisco de Assis São Sebastião novena Novena de São João

Leia mais

Festa do Acolhimento. 1º Ano 2008/2009 Missionários Passionistas

Festa do Acolhimento. 1º Ano 2008/2009 Missionários Passionistas Festa do Acolhimento 1º Ano 2008/2009 Missionários Passionistas Introdução à Eucaristia Hoje vamos festejar o acolhimento. Acolher é receber bem, encaminhar, proteger, ajudar. Este ano estamos a acolher

Leia mais

ORDENANÇAS DA IGREJA Temas Principais

ORDENANÇAS DA IGREJA Temas Principais ORDENANÇAS DA IGREJA Temas Principais A Ceia como Ordenança Mt 26.26-29; 1Co 11.23-25; Êx 24.9-11; Dt 14.23, 26; Hb 10.1-4; Mt 26.29; Ap 19.9 A ceia do Senhor aponta para uma refeição de comunhão mais

Leia mais

FESTA DE CORPUS CRISTI. LUIZ ANTONIO BURIM Professor de Ensino Religioso.

FESTA DE CORPUS CRISTI. LUIZ ANTONIO BURIM Professor de Ensino Religioso. FESTA DE CORPUS CRISTI LUIZ ANTONIO BURIM Professor de Ensino Religioso. FESTA DE CORPUS CHRISTI A festa de Corpus Christi surgiu na Idade Média, no século XIII. A primeira festa de Corpus Christi realizou-se

Leia mais

Harmonia sexual entre o casal

Harmonia sexual entre o casal Harmonia sexual entre o casal O ato sexual, para o casal, é a mais intensa manifestação do seu amor O bom relacionamento sexual na vida do casal é de fundamental importância para a sua harmonia. A primeira

Leia mais

D. José da Cruz Policarpo. Actualidade da Palavra de Deus

D. José da Cruz Policarpo. Actualidade da Palavra de Deus D. José da Cruz Policarpo Actualidade da Palavra de Deus U n i v e r s i da d e C at ó l i c a E d i to r a Lisboa 2009 Sumário I. Descobrir a fecundidade da Palavra, caminhando com Paulo II. Aprofundar

Leia mais

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE

ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE ENCONTRO VOCACIONAL PARA CATEQUESE 1. OBJETIVO DO ENCONTRO Este encontro tem por objetivo despertar as crianças para a realidade da VOCAÇÃO como o chamado de Deus e a necessidade da resposta humana. 2.

Leia mais

PARA AJUDAR: Semana Santa: Domingo de Ramos: Por que usamos os ramos na Celebração que abre a Semana Santa?

PARA AJUDAR: Semana Santa: Domingo de Ramos: Por que usamos os ramos na Celebração que abre a Semana Santa? PARA AJUDAR: Semana Santa: celebra a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. A Semana Santa começa com a celebração da entrada de Jesus em Jerusalém no Domingo de Ramos, e termina no Domingo

Leia mais

Orações Eucarísticas para as Missas Com Crianças

Orações Eucarísticas para as Missas Com Crianças Orações Eucarísticas para as Missas Com Crianças Textos e melodias ORAÇÃO EUCARÍSTICA I v. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. v. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. v.

Leia mais

CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA

CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA CELEBRAÇÃO DE NATAL COMUNIDADE EDUCATIVA 11 de dezembro de 2014 Abertura: Irmã Regina. Animador: Deus se faz presente na vida de todo ser humano e de todas as formas deixa-nos sentir seu amor e desejo

Leia mais

1) TIC TAC 2) OS MAGOS

1) TIC TAC 2) OS MAGOS 1) TIC TAC FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI FAZ O RELOGINHO EM BELÉM TIC TAC,TIC TAC,( TIC TAC) ANUNCIANDO QUE NASCEU O NOVO REI É NATAL, É NATAL, O

Leia mais

01 - NOITE FELIZ. INTRO: A, A4, A, A4, F#m, C#m, D, E, A, A, A, A

01 - NOITE FELIZ. INTRO: A, A4, A, A4, F#m, C#m, D, E, A, A, A, A 01 - NOITE FELIZ INTRO: A, A4, A, A4, F#m, C#m, D, E, A, A, A, A A E A A7 1. Noite feliz (2X) / Oh,Senhor / Deus de amor / D A D A Pobrezinho,nasceu em Belém / Eis na lapa Jesus,nosso bem E Fº F#m B7 A

Leia mais

FEVEREIRO 1 Quarta - Início das inscrições para o mutirão de casamentos (encerra-se em maio) 2 Quinta 3 Sexta

FEVEREIRO 1 Quarta - Início das inscrições para o mutirão de casamentos (encerra-se em maio) 2 Quinta 3 Sexta CALENDÁRIO ANUAL DA PARÓQUIA SÃO JOÃO EVANGELISTA ANO 2012 JANEIRO 1 Domingo - Do dia 1 a 31 inscrição para coroinhas - Missa em ação de graças pelas famílias 2 Segunda 3 Terça - Reunião do Conselho Pastoral

Leia mais

ASCENSÃO DO SENHOR. «Elevou-Se à vista deles»

ASCENSÃO DO SENHOR. «Elevou-Se à vista deles» ASCENSÃO DO SENHOR LEITURA I Actos 1, 1-11 «Elevou-Se à vista deles» Leitura dos Actos dos Apóstolos No meu primeiro livro, ó Teófilo, narrei todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar, desde

Leia mais

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música;

O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; O QUE SE ESPERA DE UM MINISTRO DA MÚSICA: Que ajude a assembleia a entrar no mistério de Deus pela música; Que esteja a serviço da igreja e da liturgia e não de si mesmo e de seus gostos pessoais; Que

Leia mais

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações.

de Jesus, nos é dada a oportunidade de iluminar as nossas ações. Novena de Natal O tempo do Advento é constituído das quatro semanas que antecedem o Natal do Senhor. É, portanto, tempo de piedosa espera. Ora, esperar uma pessoa querida requer alegre e cuidadosa preparação.

Leia mais

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos

Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos Classificação de hinos do HPD e cânones por assuntos 1 Advento e Natal 2 Ano Novo 3 Epifania 4 Entrada Triunfal 5 Paixão 6 Páscoa 7 Ascensão 8 Pentecostes 9 Trindade 10 Morte e Vida Eterna, Juízo Final

Leia mais

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA

CELEBRAÇÃO DA FESTA DA PALAVRA CELEBRAÇÃO DA PALAVRA PARÓQUIA DE SÃO VICTOR Acolhimento (O acolhimento será feito à medida que as crianças vão chegando. Começaremos por ensaiar os cânticos a cantar durante a celebração.) CELEBRAÇÃO

Leia mais

A ti, Senhor, nós clamamos: G Em F# Bm Vem, Senhor Jesus, vem! Bm G D Mesmo se as guerras destroem a terra G Em Bm Pondo em perigo a paz e o bem,

A ti, Senhor, nós clamamos: G Em F# Bm Vem, Senhor Jesus, vem! Bm G D Mesmo se as guerras destroem a terra G Em Bm Pondo em perigo a paz e o bem, 1- CANTO DE ENTRADA Bm G Bm Ouve-se na terra um grito, do povo um grande clamor: G A G F# Senhor, abre os céus, que as nuvens chovam o Salvador! Bm G D É um só canto de amor e esperança, G Em Bm Que a

Leia mais

01 VIGILANTES ESPEREMOS INTRO: A#

01 VIGILANTES ESPEREMOS INTRO: A# 01 VIGILANTES ESPEREMOS INTRO: A# D# Cm A# D# A# D# A# D# A# D# Vigilantes na esperança, caminhamos com Maria! Eis o tempo favorável, Advento do Senhor! (2X) D# A# Cm A# 1.Os profetas predisseram o nascimento

Leia mais

As Cores do Festejo Kalunga na Época de Seca do Cerrado. Colors of Kalunga Celebration at the Cerrado s Drought Times

As Cores do Festejo Kalunga na Época de Seca do Cerrado. Colors of Kalunga Celebration at the Cerrado s Drought Times As Cores do Festejo Kalunga na Época de Seca do Cerrado Colors of Kalunga Celebration at the Cerrado s Drought Times Júlia de Capdeville 1 Ao norte do estado de Goiás, no Sítio Histórico e Patrimônio Cultural

Leia mais

O Grande Milagre A Missa é a maior, a mais completa e a mais poderosa Oração da qual dispõe o católico!

O Grande Milagre A Missa é a maior, a mais completa e a mais poderosa Oração da qual dispõe o católico! A SANTA MISSA EXPLICADA O Grande Milagre A Missa é a maior, a mais completa e a mais poderosa Oração da qual dispõe o católico! A SANTA MISSA Nesta Cerimônia ímpar, Cristo é ao mesmo tempo Vítima e Sacerdote,

Leia mais

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma

Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma 10/02/2011. Crisma 2010/2011. Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma Crisma 2010/2011 Encontro 29 Tempo Liturgico e Quaresma O Ano litúrgico é o período de doze meses, divididos em tempos litúrgicos, onde se celebram como memorial, os mistérios de Cristo, assim como a memória

Leia mais

JESUS NOSSA ALEGRIA E NOSSA ESPERANÇA

JESUS NOSSA ALEGRIA E NOSSA ESPERANÇA CAMPANHA DO ADVENTO 2014 JESUS NOSSA ALEGRIA E NOSSA ESPERANÇA 1. Introdução Estamos a aproximarmo-nos de mais um Natal, da vinda do Deus-Menino que vem acampar entre nós. Este Deus que nos ama e deu a

Leia mais

Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016

Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016 Nº 31 C 13ºDomingo do Tempo Comum-26.6.2016 Vamos de Férias Com Jesus Que bom! Começaram as férias! Não há aulas, vamos para a praia, para o campo, para o estrangeiro... mas vamos com Jesus. Ouvimos no

Leia mais

1 - NOITE FELIZ (Franz Gruber) FAIXA 1 DO CD

1 - NOITE FELIZ (Franz Gruber) FAIXA 1 DO CD 1 - NOIT LIZ (ranz Gruber) IX 1 DO CD (introdução) D7 m m/c# G D7 G G G Noite feliz, noite feliz D7 G Ó Senhor, Deus de amor C G Pobrezinho nasceu em Belém C G is na lapa Jesus, nosso bem D7 m m/c# Dorme

Leia mais

A BOA NOTÍCIA. Natal A experiência da salvação de Cristo hoje. Informativo da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes de Campinas do Sul

A BOA NOTÍCIA. Natal A experiência da salvação de Cristo hoje. Informativo da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes de Campinas do Sul A BOA NOTÍCIA Informativo da Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes de Campinas do Sul 24 de dezembro de 2016. Natal A experiência da salvação de Cristo hoje Muitos séculos da criação do mundo... Treze

Leia mais

DOMINGO DA OITAVA DA PÁSCOA (DOMINGO II DA PÁSCOA) Vésperas I Hi n o. Sa l m o d i a: Antífonas, salmos e cântico como no Domingo da Ressurreição.

DOMINGO DA OITAVA DA PÁSCOA (DOMINGO II DA PÁSCOA) Vésperas I Hi n o. Sa l m o d i a: Antífonas, salmos e cântico como no Domingo da Ressurreição. DOMINGO DA OITAVA DA PÁSCOA (DOMINGO II DA PÁSCOA) Vésperas I Le i t u r a b r e v e 1 Pedro 2, 9-10 Vós sois geração eleita, sacerdócio real, nação santa, povo adquirido por Deus, para anunciar os louvores

Leia mais

CANTOS PARA O NATAL CANTO DE ENTRADA:

CANTOS PARA O NATAL CANTO DE ENTRADA: CANTO DE ENTRADA: CANTOS PARA O NATAL 01. PEQUENINO SE FEZ (SL 95): J.Thomaz Filho e Fr.Fabretti Pequenino se fez nosso irmão, Deus-conosco! Brilhou nova luz! Quem chorou venha ver que o Menino tem razão

Leia mais

- Não tem como ter a graça se ainda estamos debaixo do pecado. Ou você morreu para o pecado; ou ainda não se converteu de fato.

- Não tem como ter a graça se ainda estamos debaixo do pecado. Ou você morreu para o pecado; ou ainda não se converteu de fato. Romanos 6:1-11. Na semana passada falamos sobre a Graça de Deus. Pode parecer algo simples, mas a má compreensão desse tema tem gerado muitos problemas no meio evangélico. Pois alguns entendem a graça

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS,, O. CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM 1) Oração Quinta-feira da 1ª Semana da Quaresma Dai-nos,

Leia mais

Ciclo Litúrgico. O Ano da Igreja, qual a importância?

Ciclo Litúrgico. O Ano da Igreja, qual a importância? Ciclo Litúrgico. O Ano da Igreja, qual a importância? Ano Litúrgico é o conjunto das celebrações através das quais são refletidos, orados e celebrados todos os principais acontecimentos cristãos (festas

Leia mais

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014.

SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. SUGESTÃO DE LITURGIA PARA O DOMINGO DE RAMOS E O DIA DO/A PASTOR/A 2014. Adoração Acolhida Leitura Bíblica: Zacarias 9.9; 16-17. Sugestões de Cânticos: - HE 105 - Louvemos ao Senhor [Ademar de Campos]-

Leia mais

Já estudamos que, assim como Abrão, podemos temer:

Já estudamos que, assim como Abrão, podemos temer: Temores naturais do nosso tempo que afetam os servos de Deus (Parte 3) Gênesis 15 Pr. Fernando Fernandes PIB em Penápolis, 28/02/2010 Abrão, pai exaltado, servo de Deus fiel e temente ao Senhor, durante

Leia mais

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA

MARANATA. O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei. Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA MARANATA O Senhor Jesus Vem! Aleluia e Glória ao Rei Coletânea Completa CIA Louvores Avulsos CIA ÍNDICE

Leia mais

Um chamado à oração. Letras. Editora. j. c. RyLE. Tradução Rodrigo Silva

Um chamado à oração. Letras. Editora. j. c. RyLE. Tradução Rodrigo Silva Um chamado à oração Um chamado à oração j. c. RyLE Tradução Rodrigo Silva Editora Letras Título Original: A Call to Prayer por J. C. Ryle Copyright Editora Letras 1ª edição em português: outubro de 2012

Leia mais

Plano Anual Catequético (Infância)

Plano Anual Catequético (Infância) Ano: 1º I Jesus é o nosso grande Amigo; II Jesus revela-nos o Pai, dá a vida por nós e ressuscita; III Nós somos do grupo dos amigos de Jesus A Igreja. Aderir a Jesus Cristo e iniciar-se no conhecimento

Leia mais

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista:

Guião da celebração. Festa do Pai-Nosso. Núcleo seminário passionistas. 2º Ano de catequese. 2 Junho de 2012. Saudação inicial: Catequista: Guião da celebração Festa do Pai-Nosso Núcleo seminário passionistas 2º Ano de catequese 2 Junho de 2012 Saudação inicial: Catequista: Boa tarde A nossa comunidade está hoje em festa, porque as crianças

Leia mais

Primeira liturgia semanal com a coroa do Advento

Primeira liturgia semanal com a coroa do Advento Primeira liturgia semanal INDICAÇÕES: A coroa sem nenhuma vela acesa. Criar um ambiente recolhido, com pouca luz. É recomendável colocar uma imagem da Virgem ao lado da coroa, com uma vela a seus pés.

Leia mais

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA

EVANGELHO DO DIA E HOMILIA EVANGELHO DO DIA E HOMILIA (LECTIO DIVINA) REFLEXÕES DE FREI CARLOS MESTERS, O.CARM REFLEXÕES E ILUSTRAÇÕES DE PE. LUCAS DE PAULA ALMEIDA, CM IV DOMINGO DO ADVENTO -ANO A A ESTRELA DA MANHA 20 de Dezembro

Leia mais

Lição 15. No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso, memorial com. sonido de trombetas, santa convocação

Lição 15. No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso, memorial com. sonido de trombetas, santa convocação Os Mistérios de Deus Estudo Bíblico Lição 15 No mês sétimo, ao primeiro do mês, tereis descanso, memorial com sonido de trombetas, santa convocação Levíticos 23:24 Esta publicação não é para ser vendida

Leia mais

O Sacramento do Matrimônio - II Seg, 29 de Dezembro de 2008 12:16 - Última atualização Seg, 29 de Dezembro de 2008 12:17

O Sacramento do Matrimônio - II Seg, 29 de Dezembro de 2008 12:16 - Última atualização Seg, 29 de Dezembro de 2008 12:17 O matrimônio - IV Pe. Henrique Soares da Costa Nos artigo passados, sobre o matrimônio, vimos que o casal cristão, no sacramento, recebe a graça do Espírito Santo do Cristo Jesus para viverem sua vida

Leia mais

Trabalho Semana de Intercessão

Trabalho Semana de Intercessão Faculdade Teológica Betesda Trabalho Semana de Intercessão Participantes: Fabio Paes de Angelo Sidneia Souza de Oliveira Gilberto Luiz Marques Ivaldo Santana de Oliveira Rilmar Salermo de Brito Jose de

Leia mais

Bons-tratosparaavida. apoio: ISBN:978-85-7839-134-8

Bons-tratosparaavida. apoio: ISBN:978-85-7839-134-8 BRASIL Bons-tratosparaavida apoio: ISBN:978-85-7839-134-8 Vamos cantar Vamos cantar, vamos cuidar Este é meu corpo E vou lhe apresentar Onde estão suas mãos? Minhas mãos aqui estão. Vamos todos juntos

Leia mais

Culto dos/as Catequistas e seus/as Aspirantes 15/08/12 Cor Litúrgica: Verde - Celebração na Faculdades EST. Prelúdio: Canto : A cada manhã 1

Culto dos/as Catequistas e seus/as Aspirantes 15/08/12 Cor Litúrgica: Verde - Celebração na Faculdades EST. Prelúdio: Canto : A cada manhã 1 Culto dos/as Catequistas e seus/as Aspirantes 15/08/12 Cor Litúrgica: Verde - Celebração na Faculdades EST Prelúdio: Canto : A cada manhã 1 (Durante o canto todos/as Ministros/as e aspirantes entram em

Leia mais

Formação de Acólitos GAPRT

Formação de Acólitos GAPRT Formação de Acólitos GAPRT Grupo de Acólitos da Paróquia de Rio Tinto O ACÓLITO NOS RITOS INICIAIS n A Missa começa pela procissão de entrada. Esta procissão, pelo menos nos dias mais festivos, parte da

Leia mais

Papa Francisco Regina Coeli: II Domingo de Páscoa 2015-04-12 Vatican.va

Papa Francisco Regina Coeli: II Domingo de Páscoa 2015-04-12 Vatican.va Papa Francisco Regina Coeli: II Domingo de Páscoa 2015-04-12 Vatican.va PAPA FRANCISCO REGINA COELI Praça São Pedro II Domingo de Páscoa (ou da Divina Misericórdia), 12 de Abril de 2015 [Multimídia] Prezados

Leia mais

Leitura dos Actos dos Apóstolos. Actos 1, 1-11

Leitura dos Actos dos Apóstolos. Actos 1, 1-11 Ascensão do Senhor Perdão Senhor Leitura dos Actos dos Apóstolos Actos 1, 1-11 No meu primeiro livro, ó Teófilo, narrei todas as coisas que Jesus começou a fazer e a ensinar, desde o princípio até ao

Leia mais

A MISSA LITURGIA DO ENCONTRO

A MISSA LITURGIA DO ENCONTRO A MISSA LITURGIA DO ENCONTRO 2014 Liturgia significa... Originariamente, a palavra «liturgia» significa «obra pública», «serviço por parte dele em favor do povo». Na tradição cristã, quer dizer que o

Leia mais

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente!

Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para nosso coração. Quantas belas lembranças evocam à nossa mente! Círculo de Casais - Dirigentes: Abel e Lourdinha Passos Paróquia são Francisco Xavier Niterói RJ 19/12/03 Comentarista: Chegou o Natal! Natal é palavra eletrizante. Natal é palavra de doce harmonia para

Leia mais

Cânticos para Missa Advento/2016

Cânticos para Missa Advento/2016 Santuário das Almas/Icaraí Cânticos para Missa Advento/2016 Data 17/12 www.oficinademusica.org Procissão de Entrada: Vamos Celebrar Todos reunidos na casa de Deus Com cantos de alegria e grande louvor

Leia mais

CELEBRAÇÃO DO NATAL 2013 PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE QUELUZ

CELEBRAÇÃO DO NATAL 2013 PARÓQUIA SÃO JOSÉ DE QUELUZ CELEBRAÇÃO O NATAL 2013 PARÓQUIA SÃO JOSÉ E QUELUZ 01. CANTO E ENTRAA I: Vem Que está chegando o Natal Aline Barros INTROUÇÃO: Vai começar / Um brilho no ar / Que festa tão linda/ Você vai gostar Vem,

Leia mais

LAUSPERENE 4 de Dezembro de 2011 - Carreço

LAUSPERENE 4 de Dezembro de 2011 - Carreço LAUSPERENE 4 de Dezembro de 2011 - Carreço MEIA HORA PARA TI! Cântico: Deixa Deus entrar Deixa Deus entrar na tua própria casa Deixa-te tocar pela sua graça Dentro em segredo reza-lhe sem medo Senhor,

Leia mais

INTRODUÇÃO: O verbo hebraico PESSACH quer dizer: Passar além, passar por cima.

INTRODUÇÃO: O verbo hebraico PESSACH quer dizer: Passar além, passar por cima. INTRODUÇÃO: O verbo hebraico PESSACH quer dizer: Passar além, passar por cima. No hebraico, a palavra descreve a passagem do anjo da morte, quando seriam mortos todos os primogênitos do Egito e poupados

Leia mais

Deus espera algo de nós

Deus espera algo de nós Deus espera algo de nós 2) Compartilhar o Evangelho deve se tornar um estilo de vida de todo cristão. Deus planejou que cada um de nós, vivendo seu dia-a-dia, fosse uma testemunha de Jesus. Mas o diabo,

Leia mais

79-SEI QUE NA CRUZ SEU SANGUE VERTEU (9014) MOSTRANDO 3 DEDOS / MÃOS NA ALTURA DA CINTURA SUBINDO

79-SEI QUE NA CRUZ SEU SANGUE VERTEU (9014) MOSTRANDO 3 DEDOS / MÃOS NA ALTURA DA CINTURA SUBINDO MÃO PARA O ALTO 79-SEI QUE NA CRUZ SEU SANGUE VERTEU (9014) SEI QUE NA CRUZ SEU SANGUE VERTEU MÃOS PARA BAIXO MORREU / ALI MEU SENHOR MOSTRANDO 3 DEDOS / MÃOS NA ALTURA DA CINTURA SUBINDO MAS NO TERCEIRO

Leia mais

Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo. (Jo 14.

Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo. (Jo 14. Qual a Paz que vivemos, que sonhamos? Deixo com vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo. (Jo 14.27) (Encontro realizado na

Leia mais

Ser discípulo de Jesus, A quem deverei enviar? Aqui estou Senhor, Envia-me

Ser discípulo de Jesus, A quem deverei enviar? Aqui estou Senhor, Envia-me Reunião de Liturgia No dia primeiro de Março de dois mil e catorze, com inicio às oito horas no Centro Social Monsenhor Augusto Zucco, aconteceu a primeira Reunião deste ano sobre Liturgia, coordenada

Leia mais

EXÉQUIAS DOS ADULTOS EXÉQUIAS EXÉQUIAS DOS ADULTOS

EXÉQUIAS DOS ADULTOS EXÉQUIAS EXÉQUIAS DOS ADULTOS 357 EXÉQUAS rmãos e irmãs Elevemos a nossa oração a Deus Pai todo-poderoso, que ressuscitou a Jesus Cristo, seu Filho, e imploremos a paz e a salvação dos vivos e dos mortos, dizendo (ou: cantando): Ou:

Leia mais

A Ação do Espírito Santo. no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ)

A Ação do Espírito Santo. no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) A Ação do Espírito Santo no Apostolado da Oração (AO) - Movimento Eucarístico Jovem (MEJ) O Espírito Santo, uma promessa de Jesus Descerá sobre vós o Espírito Santo e vos dará a força e sereis minhas testemunhas

Leia mais

1- A alegria A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus. A verdadeira paz só tem aquele Que já conhece a Jesus O sentimento mais precioso

1- A alegria A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus. A verdadeira paz só tem aquele Que já conhece a Jesus O sentimento mais precioso 1- A alegria A alegria está no coração De quem já conhece a Jesus. A verdadeira paz só tem aquele Que já conhece a Jesus O sentimento mais precioso Que vem do nosso Senhor É o amor que só tem Quem já conhece

Leia mais

4 O Encontro: A Eucaristia Dominical: expressão maior de espiritualidade

4 O Encontro: A Eucaristia Dominical: expressão maior de espiritualidade Hora da Família 2014 Sumário 05 07 08 10 11 APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO PARAMOTIVAR ORAÇÃOINICIAL ORAÇÃOFINAL Encontros 13 18 23 28 33 38 42 4 1 O Encontro: A espiritualidade cristã na família 2 O Encontro:

Leia mais

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA

www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA www.gruporuah.com LETRAS E CIFRAS DO CD VAI COMEÇAR A MISSA 2010 1 1 VAI COMEÇAR A MISSA (Entrada) Intr.: F#7 D B7 E A B7 E Vai começar a missa e o amor de Deus está A E F#7 B7 Bem junto a nós, inundando

Leia mais

O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos.

O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos. O No encerramento do estudo sobre a escatologia, analisaremos a questão do destino final dos mortos. O A morte física não é senão o início de nossa existência na eternidade. www.portalebd.org.br Slide

Leia mais

F e s t a d a V i d a

F e s t a d a V i d a Cântico de entrada (A entrada será feita pelo fundo da igreja a qual estará adornada de Festa. À frente da procissão de entrada vai um catequista com a Cruz grande (a da Caminhada) outro com a Bíblia seguidos

Leia mais

A força do querer. https://www.youtube.com/watch?v=bnjdxx3k0dk. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

A força do querer. https://www.youtube.com/watch?v=bnjdxx3k0dk. Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 2ª feira, 25 de maio: D. Bosco e a Auxiliadora Bom dia! Todos os dias 24 de cada mês, celebramos a Solenidade de Maria Auxiliadora. Ontem foi esse dia. Então vamos nesta última semana de Maio entregarmo-nos

Leia mais

Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu

Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu Hoje celebramos a festa da Epifania, a que se costuma chamar também Dia de Reis. Esta festa é muito importante, porque mostra que Jesus não nasceu para salvar só o povo de Israel, mas para todos os povos,

Leia mais

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA:

Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Ritos Iniciais: 1- ACOLHIDA: Faz muito tempo, mas parece que foi ontem. Cada criança que nasce é uma mensagem de que Deus acredita nos homens. Deus acreditou em nós e nos deu a alegria e a responsabilidade

Leia mais

Índice. Apresentação... 3

Índice. Apresentação... 3 Índice Apresentação... 3 Tempo do Advento 1. O Ano Litúrgico... 9 2. Origem do Ano Litúrgico... 10 3. O que quer dizer Advento?... 11 4. O que fazer no Advento?... 12 Primeiro Domingo do Advento... 14

Leia mais

Santuário do Bom Jesus da Lapa SEMANA SANTA E PÁSCOA 2016

Santuário do Bom Jesus da Lapa SEMANA SANTA E PÁSCOA 2016 do Bom Jesus da Lapa SEMANA SANTA E PÁSCOA 2016 A Semana Santa é o grande retiro espiritual das comunidades eclesiais, convidando os cristãos à conversão e a renovação da vida. Ela se inicia com o Domingo

Leia mais

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa

Síntese do Novo Testamento (Curso de Formação Ministerial, 2014) Prof. Marco Aurélio Correa 1 Evangelho de Lucas Este evangelho tem 24 capítulos 1 - O Autor Lucas, que também escreveu o Livro de Atos dos Apóstolos comparar Lucas 1.1-4 com Atos 1.1 - era gentio convertido, erudito nas letras,

Leia mais

Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças

Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças Mãe do Amor Misericordioso Catequese para crianças Estudos www.fatima.pt/documentacao Em VAZ, Carla Abreu, coord. Envolvidos no amor de Deus pelo mundo: Itinerário Temático do Centenário das Aparições

Leia mais

Por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo (Sl 19-4a).

Por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo (Sl 19-4a). Por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até aos confins do mundo (Sl 19-4a). Culto comunitário semanal Noturno Faculdade de Teologia da Igreja Metodista Universidade Metodista de São

Leia mais

Nº 25 B - 6º Domingo da Páscoa-10.5.2015

Nº 25 B - 6º Domingo da Páscoa-10.5.2015 Nº 25 B - 6º Domingo da Páscoa-10.5.2015 Qual é o assunto das leituras de hoje? Isso mesmo: o amor. Jesus no Evangelho, e São João na Epístola, falam-nos do amor: de como Deus gosta tanto de nós que mandou

Leia mais

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial

Catedral Diocesana de Campina Grande. II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia. ANO DA FÉ Rito Inicial Catedral Diocesana de Campina Grande Paróquia nossa Senhora da Conceição II Domingo da Páscoa Ano C Domingo da Divina Misericórdia Por suas chagas fomos curados, felizes aqueles que crêem sem terem visto.

Leia mais

A Arte de fazer Apelos

A Arte de fazer Apelos A Arte de fazer Apelos Não despedirá a congregação sem apresentar-lhe a Jesus Cristo, único refúgio do pecador, fazendo veementes apelos que cheguem ao coração dos ouvintes. E.V. 280 Como levar pessoas

Leia mais