MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Normas gráficas

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Normas gráficas"

Transcrição

1 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Normas gráficas

2 01. APRESENTAÇÃO DO LOGO Definições

3 APRESENTAÇÃO DO LOGO Logo padrão

4 APRESENTAÇÃO DO LOGO Fontes usadas Dax-bold Dax Light DaxCondensed-Regular

5 DEFINIÇÕES DO LOGO Assinatura Deve-se priorizar o uso da assinatura padrão, podendo, em casos específicos utilizar as outras versões. versão horizontal extendida (usada em papelaria impressa tamanho A4 ou superior) versão horizontal curta (padrão) versão vertical (usada em quando o espaço horizontal é reduzido) versão quadrada

6 DEFINIÇÕES DO LOGO Arejamento, ou área de respiro Deve-se manter uma área de proteção em volta do logo para não prejudicar a leitura. A área nunca deverá ser menor que a distância entre o brasão e a letra C.

7 DEFINIÇÕES DO LOGO Versão negativa e versão a uma cor Deve-se priorizar o uso da versão padrão colorida, mas sempre que necessário a logo pode ser reproduzida em uma só cor. versão negativa versão monocromática

8 DEFINIÇÕES DE USO Paleta de cores institucionais Deve-se priorizar o uso da paleta de cores, para que a identidade visual se mantenha uniforme. PANTONE 532 C C 100 / M 80 / Y 70 / K 25 R 28 / G 57/ B 66 # 1C3942 PANTONE 5473 C C 80 / M 0 / Y 30 / K 50 R 0/ G 104/ B 113 # PANTONE 5503 C C 30 / M 0 / Y 10 / K 15 R 174/ G 204/ B 210 # AECCD2 PANTONE 5523 C C 10 / M 0 / Y 5 / K 5 R 228/ G 240/ B 240 # E4F0F0 PANTONE 607 C C 0 / M 0 / Y 20 / K 0 R 255/ G 250/ B 222 # FFFADE

9 DEFINIÇÕES DE USO Tipografia institucionais A tipografia principal é a família Dax e Dax Condensed. Como tipografia secundária deve-se utilizar a fonte Arial. Famíla Dax Condensed Famíla Dax Famíla Arial

10 02. USOS DO LOGO Exemplos

11 USOS DO LOGO Redução e ampliação Para não prejudicar a leitura, o logo deve manter a proporção ao ser reduzido ou ampliado. Para usos online, a redução só é possível até ao limite da legibilidade da assinatura (55px). 55 px Para usos online, a redução muito pequena (menos de 50px de altura) deverá ser usada uma versão do logo sem assinatura 30 px

12 USOS DO LOGO Cores institucionais Na versão com brasão colorido, jamais se deve utilizar as cores institucionais como fundo ou outra cor diferente de branco.

13 USOS DO LOGO Cores institucionais Na versão do logo a duas cores, usar de fundo as cores institucionais, sendo a cor prioritária a cor padrão C80 M0 Y30 K50. COR DE FUNDO PRIORITÁRIA

14 03. DEFINIÇÕES DO SITE Exemplos

15 SITE Definições dos tamanhos das imagens da home SLIDE 710x215 px BANNER LATERAL 234x110 px IMAGEM DESTACADA 80x80 px

16 SITE Definições da página de posts (notícias) TÍTULO SUB-TÍTULO IMAGEM CENTRALIZADA CORPO DE TEXTO

17 04. DEFINIÇÕES DA PAPELARIA Exemplos

18 ASSINATURA DE Padronizada Ofício CAU/BR nº xxx/2014-pr Brasília, xx de fevereiro de Devem ser mantidos os padrões de nomenclatura e formação definidos pelo CAU/BR A Sua Senhoria o Senhor XXXXXXX XXXX Presidente do XXXXX Rua Xxxxxx, xxx Sxxxx Pxxxx - SP Assunto: Xxxxxxxxx LOGO VERSÃO EXTENSA Usar cabeçalho com logo CAU e rodapé com linha e endereço do site. Prezado Sxxxxx, Xxxxxxx No corpo do deve ser usada fonte Arial. (Cada usuário deve implementar este padrão dentro da sua caixa de , seguindo as instruções do passo a passo encaminhado) Atenciosamente, Nome Cargo LINHA ENDEREÇO DE SITE

19 PAPELARIA Cartão de visita Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR Nome Sobrenome Cargo Cargo Cargo (61) SCS Qd. 02 Bl. C Ed. Serra Dourada Salas 401 a Brasília/DF Brasil (61) FRENTE SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL VERSO

20 PAPELARIA Timbrado LOGO VERSÃO EXTENSA Ofício CAU/BR nº xxx/2014-pr Brasília, xx de fevereiro de Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR A Sua Senhoria o Senhor XXXXXXX XXXX Presidente do XXXXX Rua Xxxxxx, xxx Sxxxx Pxxxx - SP Assunto: Xxxxxxxxx Prezado Sxxxxx, No corpo de texto deve ser usada a fonte Arial tamanho 11. Xxxxxxx Setor Comercial Sul (SCS), Quadra 2, Bloco C Ed. Serra Dourada, Salas 401 a 409 CEP: Brasília/DF Telefone: (61) Atenciosamente, Nome Cargo Setor Comercial Sul (SCS), Quadra 2, Bloco C Ed. Serra Dourada, Salas 401 a 409 CEP: Brasília/DF Telefone: (61) ENDEREÇO TELEFONE E

21 PAPELARIA Timbrado Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR LOGO VERSÃO EXTENSA Assessoria de Comunicação Integrada COMISSÃO OU DEPARTAMENTO

22 PAPELARIA Timbrado Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR Setor Comercial Sul (SCS), Quadra 2, Bloco C Ed. Serra Dourada, Salas 401 a 409 CEP: Brasília/DF Telefone: (61) ENDEREÇO TELEFONE E

23 PAPELARIA Envelope Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR SCS Qd.02 Bloco C Lote 22 Ed. Serra Dourada Salas 401 a 409 CEP: Brasília/DF Telefone: (61)

24 PAPELARIA Pasta Devem ser mantidos os padrões de momenclatura e formação definidos pelo CAU/BR SCS Quadra 02 Bloco C Entrada 22 - Ed. Serra Dourada - Salas 401 a 409 CEP: Brasília/DF Telefone: (61) FRENTE ABERTO VERSO

25 PAPELARIA Certificado institucional AF-certificado_CAU-02nomes.pdf 1 20/03/13 13:41 O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil, na oportunidade de seu primeiro aniversário, homenageia o arquiteto e urbamista Nome Sobrenome Sobrenome pelos relevantes serviços prestados à profissão no ano de fundação do CAU. Brasília, 15 de dezembro de 2012 Haroldo Pinheiro Villar de Queiroz Presidente do CAU/BR

26 PAPELARIA Cada de DVD Ficha técnica NOME EVENTO Brasília, data Realização: CAU/BR Organização: Nome Sobrenome Nome Sobrenome Nome Sobrenome Abertura e Mediação: Nome Sobrenome - Cargo Palestrantes: Nome Sobrenome Nome Sobrenome Nome Sobrenome Filmagem e Edição: Nome Sobrenome Apoio: Nome Sobrenome Duração: NOME DO EVENTO 2012 NOME DO EVENTO Pauta 1 - data de 2012 Pauta 2 - data de 2012 Copyright todos os direitos reservados.

27 PAPELARIA Label de CD NOME DO EVENTO Pauta 1 - data de 2012 Pauta 2 - data de 2012 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL

28 Copyright CAU/BR 2015

M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l

M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l Marca Institucional Versão Horizontal A versão horizontal se refere a versão onde o símbolo fica no lado direito do logotipo. Nas áreas onde o espaço para aplicação

Leia mais

Manual de Identidade Visual. 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação.

Manual de Identidade Visual. 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação. Manual de Identidade Visual 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação. Introdução Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da identidade visual da Agência

Leia mais

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L Conforme decreto nº 1505, regulamenta a utilização do Brasão do Estado em bens públicos, placas, painéis e cartazes sinalizadores de obras públicas, instituído

Leia mais

selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica

selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica Apresentação Ao apresentar o selo comemorativo dos 105 anos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO Apresentação...04 2. A LOGO Conceito...05 3. ASSINATURA Variações...07 Proporções...09 4. TIPOGRAFIA Tipografia utilizada...12 5. CORES Versão em cores...14

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA 01 Este manual estabelece as regras de aplicação e orienta o uso da marca do programa Vale-Cultura, instituído pela lei nº 12.761, de 27 de dezembro de 2012.

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL A P R E S E N TA Ç Ã O Todos nós possuímos uma assinatura. Ela é o nosso cartão de visitas e nos distingue no meio em que vivemos, estabelecendo um padrão de identidade que

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL A MARCA 1 A MARCA - PADRÃO HORIZONTAL 2 A MARCA - GRID 3 A MARCA - GRID 4 A MARCA - GRID 5 A MARCA - GRID 6 A MARCA - ADAPTAÇÕES Não é permitida a aplicação de outros elementos

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL INTRODUÇÃO O Manual de Identidade Visual pretende ser o documento básico de referência para criação das mensagens visuais da empresa, como pastas, cartões de visita, papéis

Leia mais

Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País

Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País Introdução O Guia de Utilização da marca Pan Correspondente no País, foi desenvolvido para que todos os parceiros tenham uma padronização da utilização

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual CLIPTECH Apresentação O objetivo deste Manual de Identidade Visual é possibilitar que a CLIPTECH se comunique de forma organizada e padronizada, para seus membros, setores afins

Leia mais

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DE LOGOMARCA COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA

MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DE LOGOMARCA COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA Este guia tem por objetivo orientar tecnicamente a reprodução da logomarca do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba, para que esta preserve sempre suas características originais. O rigor na aplicação

Leia mais

Manual de Uso da Marca

Manual de Uso da Marca Manual de Uso da Marca Abril de 2011 A logomarca O Logotipo Calvert MT Bold a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v w x y z 1 2 3 4 5 6 7 8 9 0 OBS:

Leia mais

Manual de Identidade Visual da UFV

Manual de Identidade Visual da UFV Manual de Identidade Visual da UFV REITORA Nilda de Fátima Ferreira Soares VICE-REITOR João Carlos Cardoso Galvão DIRETORIA DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL/DCI Rennan Lanna Martins Mafra DIVISÃO DE DESIGN

Leia mais

Manual de uso da marca do PSDB. Junho 2012

Manual de uso da marca do PSDB. Junho 2012 Manual de uso da marca do PSDB Junho 2012 ÍNDICE APRESENTAÇÃO Considerações iniciais Sobre a utilização deste Manual ELEMENTOS DA IDENTIDADE A marca do PSDB Elementos da marca Proporções e medidas Área

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1.1 Por que devo utilizar este manual?...04 2. A MARCA 2.1 Logotipo oficial...06 2.2 Redução...06 2.3 Padrão tipográfico...07 2.4 Padrão cromático...08

Leia mais

½ x. ½ x. Manual de identidade visual

½ x. ½ x. Manual de identidade visual Manual de identidade visual SUMÁRIO. Introdução... 02 Primeira Marca Fase Sport... 03 Nova Marca Fase Sport... 04 Evolução da Marca... 05 Composição da Marca... 06 Formação da Marca... 07 Construção da

Leia mais

Manual de Identidade Corporativa

Manual de Identidade Corporativa Manual de Identidade Corporativa Ìndice: I. Introdução 3 II. O Logótipo 4 III. Tamanhos Máximos e Mínimos 5 IV. Cores 6 V. Tipos de Letra 7 VI. Como utilizar o logótipo 8 VII. Utilizar o logótipo em tons

Leia mais

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L ÍNDICE 1. Considerações Iniciais... 01 2. Apresentação... 02 3. Cores Institucionais... 03 4. Reprodução da Marca... 04 5. Redução da Marca... 05 6. Arejamento

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca Ligue 180 tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação da marca.

Leia mais

Apresentação Logomarca Vertical Positioning Vertical Modulação Vertical Aplicações da Logomarca Vertical Logomarca Horizontal Positioning Horizontal

Apresentação Logomarca Vertical Positioning Vertical Modulação Vertical Aplicações da Logomarca Vertical Logomarca Horizontal Positioning Horizontal Manual da Marca Apresentação Este Manual de Identidade Visual tem por objetivo orientar tecnicamente a aplicação da Marca MACOM. São regras para a aplicação e o uso correto dos elementos de identidade

Leia mais

Sumário Apresentação...3

Sumário Apresentação...3 Sumário Apresentação...3 1. A MARCA...4 1.1 Conceito...8 1.2 Cores Institucionais...9 1.3 Tipografia...10 1.4 Marca Prioritária...14 1.5 Variações da Marca...15 1.6 Malha de Construção...17 1.6 Margem

Leia mais

Margem Superior e esquerda de 4 cm, direita e inferior de 3 cm. Fontes Capa Times New Roman 16 ou Arial 14

Margem Superior e esquerda de 4 cm, direita e inferior de 3 cm. Fontes Capa Times New Roman 16 ou Arial 14 Papel Papel branco, formato A4, texto digitado somente de um lado da folha, com exceção da folha de rosto cujo verso deve conter autorização para reprodução do trabalho. Usar fonte preta, podendo utilizar

Leia mais

Guia rápido de aplicação de marcas

Guia rápido de aplicação de marcas Guia rápido de aplicação de marcas introdução guia RÁPIDO DE aplicação de marcas Este é o guia rápido de aplicação de marcas do Grupo NotreDame Intermédica. Produzimos esse material para garantir uma unidade

Leia mais

Manual de Identidade Visual do Instituto Federal do Rio de Janeiro

Manual de Identidade Visual do Instituto Federal do Rio de Janeiro Manual de Identidade Visual do Instituto Federal do Rio de Janeiro Realização Presidenta da República DILMA VANA ROUSSEFF Ministro da Educação ALOIZIO MERCADANTE Secretário de Educação Profissional e Tecnológica

Leia mais

Índice. Porto Business School

Índice. Porto Business School NORMAS GRÁFICAS Índice O presente manual de normas constitui um guia de consulta com um papel fundamental na aplicação da identidade visual da Porto Business School. Apresenta os elementos básicos que

Leia mais

TRENA. R e f o r m a s. Manual de Identidade Visual. Soluções na medida certa

TRENA. R e f o r m a s. Manual de Identidade Visual. Soluções na medida certa Manual de Identidade Visual Introdução Este manual da marca tem como objetivo orientar o profissional envolvido, direta ou indiretamente na produção e na aplicação da identidade visual da empresa. Para

Leia mais

gira manual de identidade visual

gira manual de identidade visual gira manual de sumário 01. marca prioritária em cor 02. marca em meio-tom 03. marca à traço 04. aplicação em outline 05. padrão cromático 06. paleta de cores 07. aplicações variadas 08. padrão tipográfico

Leia mais

ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS

ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NA MODALIDADE

Leia mais

Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Manual de Normas

Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Manual de Normas Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Manual de Normas APRESENTAÇÃO 3 28 60 92 124 PRINCIPAL 4 29 61 93 125 VERSÃO SECUNDÁRIA 9 - - - - IPCA + ESCOLA - 34 66 98 130 CURSOS - 42

Leia mais

Manual de Identidade Visual UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Manual de Identidade Visual UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS Manual de Identidade Visual UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS APRESENTAÇÃO O Manual de Identidade Visual da Universidade Federal de Alagoas tem como objetivo normatizar e padronizar a aplicação da marca,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO

MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO ÍNDICE Apresentação... 4 Selo Versões permitidas... 5 Tamanho mínimo... 6 Paleta de cores... 7 Versão com logo FEBRABAN completo... 8 Tamanho mínimo logo FEBRABAN completo...

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Versão 1.1 - Julho/2013 Introdução Todos nós possuímos uma assinatura. Ela é o nosso cartão de visitas e nos dis ngue no meio em que vivemos, estabelecendo um padrão de iden

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Fundação Universidade Federal do ABC Pró-Reitoria de Pesquisa Rua Catequese, 242 Bairro Jardim Santo André - SP CEP 09090-400 Fone: (11) 4437.8560 propes@ufabc.edu.br EDITAL Nº 001/2015

Leia mais

Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual

Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual Comitê Brasileiro de Clubes Manual de Identidade Visual Índice Logotipo Conceito Assinaturas Área e proteção Redução mínima Positivo e negativo Escala de cinza Diversas cores O que fazer e o que não fazer

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil

Manual de Identidade Visual. Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil Manual de Identidade Visual Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil Introdução Para uma marca se estabelecer e ser facilmente reconhecida e distinguida das demais, ela precisa ter consistência

Leia mais

PLACA DE OBRA Resolução e sugestão de identidade visual Publicação original pertence ao CAU/GO, gentilmente cedida ao CAU/PI

PLACA DE OBRA Resolução e sugestão de identidade visual Publicação original pertence ao CAU/GO, gentilmente cedida ao CAU/PI Publicação original pertence ao CAU/GO, gentilmente cedida ao CAU/PI Teresina - PI, 2016 CONFECÇÃO DAS PLACAS Arquiteto e Urbanista, a placa de identificação da obra é um instrumento importante e essencial

Leia mais

INVESTIGADOR FCT MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

INVESTIGADOR FCT MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL O manual de identidade visual é um documento técnico que contém um conjunto de normas, especificações e recomendações essenciais para a correta utilização

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 1 Apresentação Este Manual é um instrumento técnico que visa fornecer regras básicas para o uso dos elementos que compõem a Identidade Visual do Programa CATA AÇÃO. O uso cuidadoso

Leia mais

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 5.1 COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA AGÊNCIAS Agências sem recuo em relação à calçada 1 2 3 4 Elementos de comunicação visual As fachadas das agências dos Correios, sem recuo em

Leia mais

Manual básico de aplicação do logotipo

Manual básico de aplicação do logotipo Manual básico de aplicação do logotipo Manual básico de aplicação do logotipo A identidade visual da marca é o conjunto de elementos gráficos que formam sua personalidade visual, conferindo-lhe uma representação

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Rio Pardo

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Rio Pardo MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Rio Pardo Índice: Apresentação: 02 A marca 03/04 Variações da aplicação da marca 05 Alinhamento da marca:. Padrão cromático

Leia mais

Universidade do Estado de Mato Grosso MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA

Universidade do Estado de Mato Grosso MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA índice 1. Apresentação 01 8. Área de proteção 07 2. Conceito 02 9. Grade de construção 08 3. Assinatura 03 10. Redução mínima 09 5. Tipologia 04 11. Aplicações

Leia mais

Manual de Identidade Visual CRI Genética

Manual de Identidade Visual CRI Genética Manual de Identidade Visual CRI Genética Normas e Padrões de Utilização Apresentação A marca é o maior patrimônio de uma empresa. Nela estão depositadas toda sua força e história. A forma como você escreve

Leia mais

Normas para apresentação dos trabalhos

Normas para apresentação dos trabalhos Normas para apresentação dos trabalhos 1. Da inscrição Os trabalhos só poderão ser inscritos mediante submissão de resumo. O resumo deverá obedecer ao seguinte formato: - ter no mínimo de 350 e no máximo

Leia mais

Manual de identidade visual

Manual de identidade visual Manual de identidade visual 2.0 - Manual de identidade visual 2.1 - Elementos da marca 2.2 - Redução 2.3 - Área de proteção 2.4 - Aplicação 2.5 - Versões PB 2.6 - Malha construtiva 2.7 - Paleta de cores

Leia mais

Manual de Identidade Visual da Marca

Manual de Identidade Visual da Marca Manual de Identidade Visual da Marca Introdução O SND - Sistema Nacional de Debêntures surgiu de uma parceria entre a ANDIMA e a CETIP com a missão de criar as condições ideais para o desenvolvimento do

Leia mais

Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED

Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED Índice Padronização de cores para os módulos RIVED... 1 Padronização para os módulos educacionais (páginas web) e animações/simulações do Projeto

Leia mais

Manual de Identidade Visual LabTrans Laboratório de Transportes e Logística. Florianópolis, 01 de junho de 2011.

Manual de Identidade Visual LabTrans Laboratório de Transportes e Logística. Florianópolis, 01 de junho de 2011. Manual de Identidade Visual LabTrans Layout da marca 2 12 Memorial Descritivo 3 12 LabTrans Símbolo Logotipo Símbolo + Logotipo = Marca Com foco voltado à realização de estudos e projetos nas áreas de

Leia mais

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/027

UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/027 UNICEF BRASIL Edital de Licitação RH/2012/027 O UNICEF, Fundo das Nações Unidas para a Infância, a Organização mundial pioneira na defesa dos direitos das crianças e adolescentes, convida empresas e profissionais

Leia mais

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO - SGI (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS

SISTEMA DE GESTÃO INTEGRADO - SGI (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS (MEIO AMBIENTE, SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO) Procedimento CONTROLE DE DOCUMENTOS e REGISTROS PR.01 Página 1 de 3 14001: 4.4.5, 4.5.4 1. OBJETIVO Estabelecer sistemática para o processo de elaboração,

Leia mais

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO

ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO ORIENTAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DO RELATÓRIO DE ESTÁGIO Este documento tem por objetivo orientar a estruturação e formatação do relatório de estágio. O texto está dividido em duas partes: 1) Normas de formatação,

Leia mais

Dossier Apresentação 2016 - web

Dossier Apresentação 2016 - web Dossier Apresentação 2016 - web A CIE Comunicação e Imprensa Especializada, Lda., empresa do Grupo Publindústria, integra-se numa plataforma empresarial com cerca de 25 anos de experiência na edição de

Leia mais

Submissão de trabalhos NORMAS DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS

Submissão de trabalhos NORMAS DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS Submissão de trabalhos NORMAS DE SUBMISSÃO DE TRABALHOS TITULO DO ARTIGO EM LETRA MAIÚSCULA; NEGRITO; FONTE: TIMES NEW ROMAN, 14; CENTRALIZADO; ESPAÇO SIMPLES; ESTILO NORMAL Nome e Sobrenome(s) do autor

Leia mais

4º Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Chamada de Trabalhos

4º Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário. Chamada de Trabalhos 4º Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário Chamada de Trabalhos 4º Fórum de Educação a Distância do Poder Judiciário O acesso ao conhecimento como política de modernização do Judiciário, Brasília

Leia mais

ESTAGIÁRIO 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5

ESTAGIÁRIO 3.1 3.2 3.3 3.4 3.5 III ESTAGIÁRIO 3.1 Formulário de Identificação 3.2 Autorização de uso de imagem organizacional 3.3 Autorização de uso de imagem pessoal 3.4 Requisitos e diretrizes para o relatório e evidências 3.5 Avaliação

Leia mais

Publicada no D.O. de 18.05.2012 RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG/SES Nº 187 DE 16 DE MAIO DE 2012

Publicada no D.O. de 18.05.2012 RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG/SES Nº 187 DE 16 DE MAIO DE 2012 GOVERNO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO SECRETARIA DE ESTADO DE PLANEJAMENTO E GESTÃO Publicada no D.O. de 18.05.2012 RESOLUÇÃO CONJUNTA SEPLAG/SES Nº 187 DE 16 DE MAIO DE 2012 PROMOVE A INSCRIÇÃO DE ENTIDADES

Leia mais

Guia de Uso da Marca. Grupo Ricefer

Guia de Uso da Marca. Grupo Ricefer Guia de Uso da Marca Grupo Ricefer 2009 O Grupo Ricefer A história do Grupo Ricefer começa em outubro de 1985, fruto do sonho de três pessoas que desejaram algo mais para suas vidas. Neste mês foi fundada

Leia mais

VII Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (VII CBDEH)

VII Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (VII CBDEH) VII Congresso Brasileiro para o Desenvolvimento do Edifício Hospitalar (VII CBDEH) Ambientes de saúde: caminhos para a criatividade e inovação Salvador, 28 a 30 de setembro de 2016 CONDIÇÕES PARA APRESENTAÇÃO

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri 3 MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri Diretoria de Comunicação Social

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011.

RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. RESOLUÇÃO Nº. 181 DE 14 DE DEZEMBRO DE 2011. O CONSELHO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA GRANDE DOURADOS, no uso de suas atribuições legais e considerando o Parecer nº76/2011

Leia mais

EDITAL UGP N 002/2016

EDITAL UGP N 002/2016 EDITAL UGP N 002/2016 A SECRETÁRIA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO DO ESTADO DO PIAUÍ, no uso de suas atribuições e em conformidade com a Lei Estadual nº 5.309/03 de 17 de julho de 2003 e Art. 139 da Lei Complementar

Leia mais

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS

NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS NORMAS PARA APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS ACADÊMICOS ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS 1. Capa Externa; 2. Folha de Rosto; 3. Dedicatória (opcional); 4. Agradecimentos (opcional); 5. Epígrafe (opcional); 6. Sumário;

Leia mais

Manual FIEB 05.07.06 16:17 Page 1. Manual de Identificaçã o Visual do Sistema FIEB

Manual FIEB 05.07.06 16:17 Page 1. Manual de Identificaçã o Visual do Sistema FIEB Manual FIEB 05.07.06 16:17 Page 1 Manual de Identificaçã o Visual do Sistema FIEB Manual FIEB 05.07.06 16:17 Page 2 Capítulo 1 Apresentação das Marcas 07 Marca Corporativa/Entidades 13 Marcas Combinadas

Leia mais

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná Manual de Identidade Visual da SUMÁRIO O LOGOTIPO VERSÃO PRINCIPAL O logotipo da (Unespar) foi escolhido por meio da realização de um concurso com a participação da comunidade acadêmica: agentes universitários,

Leia mais

Manual de Identidade Institucional IFRS

Manual de Identidade Institucional IFRS IFRS FEDERAL 2 Por que fizemos este manual? A padronização dos materiais de expediente é de grande importância para o fortalecimento da marca e deve estar de acordo com a legislação pertinente. As especificações

Leia mais

I Requerimento de Inscrição ou Renovação de Inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social de São Paulo COMAS/SP (ANEXO I);

I Requerimento de Inscrição ou Renovação de Inscrição no Conselho Municipal de Assistência Social de São Paulo COMAS/SP (ANEXO I); RESOLUÇÃO COMAS Nº 356/2009 Aprova modelos de requerimentos e formulários de que trata a Resolução COMAS nº 323/2008. O CONSELHO MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE SÃO PAULO, com fulcro no artigo 9º da

Leia mais

Manual de placas - OBRAS. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

Manual de placas - OBRAS. Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Manual de placas - OBRAS Área total: proporção de 5. Área da marca do Governo Federal (A): Cor de fundo: Branca. Marca do Governo Federal centralizada. Padrão geral das placas Área do nome da obra (B):

Leia mais

Produção de documentos acessíveis com Microsoft Word. Gabinete para a Inclusão (GPI)

Produção de documentos acessíveis com Microsoft Word. Gabinete para a Inclusão (GPI) Produção de documentos acessíveis com Microsoft Word Gabinete para a Inclusão (GPI) 2013 Produção de documentos acessíveis com Microsoft Word Com este tutorial pretendemos orientá-lo na produção de documentos

Leia mais

MODELO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PPG: Ciências Médicas

MODELO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PPG: Ciências Médicas MODELO DE DISSERTAÇÕES E TESES DO PPG: Ciências Médicas Versão 02/2011 FORMATAÇÃO Papel A-4 branco ou reciclado Fonte: Arial ou Times New Roman Tamanho: 12 Justificado Espaço entre linhas: 1,5 Número de

Leia mais

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA

Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Manual de uso da marca das Superintendências da UFBA Apresentação Logotipo Nomenclatura Símbolo Exemplo das marcas das outras Superintendências: A marca é o elemento central de uma identidade visual. Quando

Leia mais

FACULDADE LEÃO SAMPAIO V ENCONTRO CARIRIENSE DE BIOMEDICINA

FACULDADE LEÃO SAMPAIO V ENCONTRO CARIRIENSE DE BIOMEDICINA FACULDADE LEÃO SAMPAIO V ENCONTRO CARIRIENSE DE BIOMEDICINA Dispõe sobre normas para inscrição de trabalhos científicos no V Encontro Caririense de Biomedicina CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES Art.1º

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL BERNACOM 2 SUMÁRIO CAPA SUMÁRIO Apresentação Conceito Reprodução da marca Marca na vertical Marca na horizontal Alfabeto padrão Alfabeto institucional

Leia mais

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SNC FUNDOS Nº 02/11 Prazo: 18 de julho de 2011

EDITAL DE AUDIÊNCIA PÚBLICA SNC FUNDOS Nº 02/11 Prazo: 18 de julho de 2011 Prazo: 18 de julho de 2011 Objeto: Inclusões de Informações sobre Transações com Partes Relacionadas nas Notas Explicativas às Demonstrações Financeiras de Fundos de Investimento 1. Introdução A Comissão

Leia mais

ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR

ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR Nota: O resumo está semelhante ao resumo enviado pelo professor Eduardo (Xuxu). As alterações são apenas na formatação. 1. Briefing 1.1. O que é Briefing O briefing

Leia mais

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos

Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos Orientações Para o Preenchimento do Formulário de Inscrição Preliminar dos Projetos O presente documento tem como objetivo apresentar as diretrizes e orientar no preenchimento do formulário de inscrição

Leia mais

Encontro. do CAU/DF Arquitetura Luso-Brasileira O Encontro de Duas Culturas. caderno de parceria. Brasília-DF 18NOV2014

Encontro. do CAU/DF Arquitetura Luso-Brasileira O Encontro de Duas Culturas. caderno de parceria. Brasília-DF 18NOV2014 3 do CAU/DF Brasília-DF 18NOV2014 caderno de parceria 3 do CAU/DF o conselho O Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal CAU/DF foi criado com a publicação da Lei n 12.378 de 31 de dezembro

Leia mais

Apresentação. A letra F, vem abraçando as letras APG, demonstrando a união e a cooperação da entidade.aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

Apresentação. A letra F, vem abraçando as letras APG, demonstrando a união e a cooperação da entidade.aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa LOGOMARCA Apresentação A FAPG é uma fundação da APG do Ita, Fundação de Apoio à Pesquisa de Pós- Graduandos, logo a sua logomarca é uma derivação da logomarca da APG do ITA, mantendo a apresentação bem

Leia mais

Manual de Identidade. 85 anos da Escola de Veterinária da

Manual de Identidade. 85 anos da Escola de Veterinária da Manual de Identidade 85 anos da Escola de Veterinária da Apresentação Este manual de identidade visual contém normas que devem ser rigorosamente seguidas em todas as iniciativas de comunicação da Escola

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-AGEVISA/PB

GOVERNO DO ESTADO DA PARAÍBA SECRETARIA DE ESTADO DA SAÚDE AGÊNCIA ESTADUAL DE VIGILÂNCIA SANITÁRIA-AGEVISA/PB RELAÇÃO DE DOCUMENTOS PARA ABERTURA DE LIVRO DE REGISTRO ESPECÍFICO DE SISTEMA INFORMATIZADO PARA INDÚSTRIA FARMOQUÍMICA, LABORATÓRIOS FARMACÊUTICOS, DISTRIBUIDORAS, DROGARIAS E FARMÁCIAS (PORTARIA 344/98)

Leia mais

TESES E DISSERTAÇÕES

TESES E DISSERTAÇÕES Aprovada pela Resolução CONSAD nº 009/07 SUMÁRIO 1 APRESENTAÇÃO 3 2 ESTRUTURA 3 2 2.1. Elementos Pré-Textuais 5 2.2 Elementos Textuais 6 2.3 Elementos Pós-Textuais referências, anexos e apêndices. 6 2.4

Leia mais

Manual_FIM :06 Page 1. Manual Visual de Placas de Obras

Manual_FIM :06 Page 1. Manual Visual de Placas de Obras Manual_FIM 03.08.04 12:06 Page 1 Manual Visual de Placas de Obras Manual_FIM 03.08.04 12:06 Page 2 Sumário Finalidade e Aplicações... 3 Padrão Geral das Placas Quadrante Superior Lado Esquerdo... 4 Padrão

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização

Manual de Identidade Visual. Normas e padrões de utilização Manual de Identidade Visual Normas e padrões de utilização Institucional Assinatura institucional DEFINIÇÃO A logomarca é a assinatura institucional da Venax. REGRAS DE USO É a principal assinatura da

Leia mais

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PROFESSOR ASSISTENTE (DE) Departamento de Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo (TAU)

CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PROFESSOR ASSISTENTE (DE) Departamento de Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo (TAU) Ordem de Inscrição UNIVERSIDADE FEDERAL DE MINAS GERAIS CONCURSO PÚBLICO DE PROVAS E TÍTULOS PROFESSOR ASSISTENTE (DE) Departamento de Tecnologia da Arquitetura e do Urbanismo (TAU) 1 ÁREA DE CONHECIMENTO:

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA

MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA O Manual de Identidade Corporativa recorre aos elementos construtivos da IdentidadeVisual do Enotel. Com os elementos construtivos estabelecemos as diretrizes de construção,

Leia mais

I ESECIC I ENCONTRO DO SUDOESTE DA BAHIA DOS ESTUDANTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS:

I ESECIC I ENCONTRO DO SUDOESTE DA BAHIA DOS ESTUDANTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS: EXECUTIVA ESTADUAL DOS ESTUDANTES DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS DO ESTADO DA BAHIA. FACULDADE DE CIENCIAS CONTABEIS DE JEQUIÉ. CENTRO ACADÊMICO DE CIÊNCIAS CONTÁBEIS. FIJ - FACULDADE INTEGRADA DE JEQUIÉ. I ESECIC

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO Usos corretos e incorretos 3 Fundos corretos e incorretos 6 Cores institucionais 8 Tipografias institucionais 11 Arejamento & Redução mínima 14 Aplicações da marca 17

Leia mais

Certificação Profissional ANBID CPA-20

Certificação Profissional ANBID CPA-20 / / / - Versão de uso preferencial 1. / CPA20 e são selos de certificação da. Seu uso deve ser sempre associado à Marca ou ao nome. Ao lado temos as duas formas possíveis de uso das marcas e : Com a marca

Leia mais

Manual de Uso da Marca do Governo Federal - Obras

Manual de Uso da Marca do Governo Federal - Obras 1 SECOM / PR Codevasf fevereiro de 2012 1.1 Introdução 3 1.2 Confecção das placas 4 1.3 Padrão geral das placas 5 1.4 Eemplo de cálculo 6 1.5 Especificações nome da obra 7 1.6 Especificações: Informações

Leia mais

Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual

Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes. Manual de Identidade Visual Selo de Formação de Atletas Comitê Brasileiro de Clubes Manual de Identidade Visual COMITÊ BRASILEIRO DE CLUBES 5 Índice Selo Assinaturas Área e proteção Redução mínima Positivo e negativo Área de proteção:

Leia mais

COMO ESTÁ A IDENTIDADE VISUAL DA SUA EMPRESA?

COMO ESTÁ A IDENTIDADE VISUAL DA SUA EMPRESA? COMO ESTÁ A IDENTIDADE VISUAL DA SUA EMPRESA? CRIAÇÃO DE ARTE GRÁFICA E IMPRESÃO COM PREÇOS E CONDIÇÕES INCRÍVEIS CARTÃO DE VISITA Couchê 250g/m² Couchê 300g/m² CARTÃO DE VISITA ESPECIAL 04 Cantos arredondados

Leia mais

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO, CULTURA E ESPORTE. FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA MUSEU DA IMAGEM E DO SOM MIS/SC Avenida

ESTADO DE SANTA CATARINA SECRETARIA DE ESTADO DE TURISMO, CULTURA E ESPORTE. FUNDAÇÃO CATARINENSE DE CULTURA MUSEU DA IMAGEM E DO SOM MIS/SC Avenida EDITAL EXPOSIÇÃO DO MUSEU DA IMAGEM E DO SOM DE SANTA CATARINA MISSC EDIÇÃO 2014 EDITAL EXPOSIÇÃO DO MUSEU DA IMAGEM E DO SOM DE SANTA CATARINA MISSC EDIÇÃO 2014 O Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina

Leia mais

manual de identidade visual

manual de identidade visual manual de identidade visual sociedade de psicologia do rio grande do sul gestão 2011-2013 Presidente Leonardo Della Pasqua Vice Presidente Diego Duarte Villas-Boas Diretora Administrativa Norma De Oliveira

Leia mais

Esta Norma se aplica a todas as UO da Dimel e aos órgãos integrantes da RBMLQ. A responsabilidade pela revisão desta Norma é da Dimel/Disem.

Esta Norma se aplica a todas as UO da Dimel e aos órgãos integrantes da RBMLQ. A responsabilidade pela revisão desta Norma é da Dimel/Disem. ELABORAÇÃO DE CERTIFICADOS, LAUDOS E RELATÓRIOS EMITIDOS PELA DIMEL E PELA RBMLQ NORMA N o NIE-DIMEL-032 APROVADA EM SET/03 N o /06 SUMÁRIO 1 Objetivo 2 Campo de aplicação 3 Responsabilidade 4 Documentos

Leia mais

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA

RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA RELATÓRIO DE ESTÁGIO CURSO TÉCNICO EM INFORMÁTICA É o documento que visa apresentar a descrição do local onde foi realizado o estágio, o período de duração e as atividades desenvolvidas pelo estagiário.

Leia mais

Introdução Keywords Aplicação preferencial Aplicação secundária Aplicação preferencial sobre fundo escuro...

Introdução Keywords Aplicação preferencial Aplicação secundária Aplicação preferencial sobre fundo escuro... BRAND BOOK Índice Introdução... 03 Keywords... 04 Aplicação preferencial... 07 Aplicação secundária... 08 Aplicação preferencial sobre fundo escuro... 09 Aplicação secundária sobre fundo escuro...10 Id

Leia mais

Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM

Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM Apresentação Este é um manual da identidade visual do redesenho da marca do curso de Engenharia de Produção da UFSM. O redesenho da marca foi solicitado

Leia mais

Manual de Identidade Visual do LabDesign. Laboratório de Design UDESC

Manual de Identidade Visual do LabDesign. Laboratório de Design UDESC Manual de Identidade Visual do LabDesign Laboratório de Design UDESC Apresentação Um programa de identidade corporativa é essencialmente um sistema - um sistema cuidadosamente projetado de todos os elementos

Leia mais

EDITAL 01/2010. 3. Dos requisitos exigidos para inscrição e participação no programa

EDITAL 01/2010. 3. Dos requisitos exigidos para inscrição e participação no programa UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS E DA SAÚDE EDITAL 01/2010 A Coordenação do curso de Enfermagem da Unidade Acadêmica de Ciências da Saúde da Universidade Federal de

Leia mais