MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DE LOGOMARCA COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DE LOGOMARCA COMITÊ DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO PARANAÍBA"

Transcrição

1

2 Este guia tem por objetivo orientar tecnicamente a reprodução da logomarca do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba, para que esta preserve sempre suas características originais. O rigor na aplicação das normas aqui contidas é fundamental para a consolidação da identidade visual, fortalecendo os quesitos organização, memorização e impactação. A logomarca do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Paranaíba é composta por logotipo e símbolo gráfico. A reprodução da marca é feita por meio eletrônico (arquivo de computador), que está à disposição. Para maiores esclarecimentos sobre casos omissos neste guia, entre em contato com o departamento de comunicação do Comitê. Rua Rui de Almeida, Centro - Itumbiara-GO (64)

3 Esta é a marca do CBH Paranaíba. O símbolo que a compõe possui traços curvilíneos e modernos remetendo ao símbolo do infinito, que representa a transcendência de limite, que associado às cores azul, verde e laranja - água, matas ciliares e cerrado - apresenta o significado máximo do CBH Paranaíba, que é ir além das fronteiras na busca da sustentabilidade. VERSÕES PREFERENCIAIS Subliminarmente também é possível identificar as iniciais C de Comitê e P de Paranaíba no símbolo, já no texto, a tipografia utilizada possui legibilidade e uma variedade de estilos, favorecendo a identidade. Os tons azuis prevalecem para evidenciar as águas da Bacia do Rio Paranaíba, sendo complementados no texto pelo cinza, o que traz seriedade e confiabilidade, e no símbolo o azul vem acompanhado de cores vivas e dinâmicas, que no contexto em que são apresentadas, podem ser compreendidas como as matas ciliares e o cerrado, predominante na região da Bacia do Rio Paranaíba. Ela possui aplicações, no entanto, o uso preferencial deve ser da marca vertical.

4 A cor que prevalece na identificação do CBH Paranaíba é o azul. No símbolo ele é complementado pelo verde e pelo laranja. Já no texto a cor complementar é o cinza. A fidelidade na reprodução das cores é um item fundamental para garantir a consistência da Imagem Corporativa. Verifique a fidelidade das tonalidades comparando-as sempre com a escala CMYK. CORES INSTITUCIONAIS Dependendo da peça a ser confeccionada e da sua natureza (papel, cartão, película adesiva, metal, etc.), outras referências de cores serão necessárias. Caso não exista uma especificação estabelecida, a conversão deve ser feita por aproximação, tomandose a escala CMYK base para comparação. Por se tratar de uma marca onde estão presentes preenchimentos gradientes, a utilização do arquivo original é imprescindível. C 100 / M 80 / Y 0 / K 0 C 0 / M 0 / Y 0 / K 70 C 60 / M 0 / Y 100 / K 0 C 5 / M 45 / Y 100 / K 0

5 A família tipográfica escolhidas para Identidade Visual do CBH Paranaíba é a Franklin Gothic, uma única tipografia simples para que a leitura dos textos tenha o máximo de legibilidade e peso proporcional à sua importância. O uso dessa família tipográfica está previsto também para aplicações nos demais textos (anúncios publicitários, cartas, endereços de papelaria institucional, títulos e textos de formulários, entre outros). FAMÍLIA TIPOGRÁFICA Franklin Ghotic Medium A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V X W Y Z a b c d e f g h i j k l m n o p q r s t u v x w y z

6 A consolidação de uma marca requer sempre o uso correto de todos os seus elementos. Para aplicar a marca do CBH Paranaíba em qualquer meio, solicite sempre um arquivo eletrônico. Não tente redesenhá-la, pois você estará arriscando a qualidade da imagem do serviço. Somente no caso de total impossibilidade de uso dos meios de reprodução eletrônica deverá ser utilizado o diagrama abaixo, no qual a retícula de módulos quadrados orienta na construção do símbolo e espacejamento do logotipo. REPRODUÇÃO DA LOGOMARCA

7 A marca não deve ser alterada, seja nas suas cores, diagramação ou proporções. Abaixo figuram alguns erros que podem ocorrer. Comparando com a marca original, verifique os usos incorretos e se assegure de que a marca do CBH Paranaíba nunca seja alterada. USOS INCORRETOS

8 Aplicação totalmente negativa Na medida do possível, mantenha a logomarca em sua aplicação preferencial, como no caso de fundos de cores claras, que permitam a perfeita visualização da marca. MARCA EM NEGATIVO A aplicação totalmente negativa (branca) deve ser evitada para diminuir a possibilidade de descaracterização, sendo utilizada somente em casos em que o fundo seja de uma das cores da marca. Em situações em que os fundos sejam coloridos, mas que ainda assim permitam o contraste do símbolo, o mesmo deve ser mantido nas cores originais e somente o texto deve ser branco. Marca em fundos claros Marca em fundos coloridos, mas que permitam o contraste com o símbolo

9 ÁREA DE NÃO INTERFERÊNCIA Deve ser resguardado um espaço ao redor da marca, livre de interferência de outros elementos gráficos para preservar sua integridade e legibilidade. A este espaço atribuímos o nome de área de não interferência. O espaço mínimo recomendado de não interferência na marca é igual à altura da letra C do logotipo do CBH Paranaíba. Ou seja, para saber qual a área de não interferência mínima da marca, meça a altura da letra C do logotipo. Esse valor é igual a C, distância que determina a área de não interferência da marca.

10 VERSÃO MONOCROMÁTICA Em caso de limitações quanto ao número de cores disponíveis em um determinado processo de impressão ou gravação, podem ser empregadas as versões monocromáticas da marca. Para tanto, o azul será substituído por preto 100%, o cinza permanecerá em 70%, o verde por preto a 80% e o laranja por preto a 50%. VERSÃO ORIGINAL VERSÃO MONOCROMÁTICA C 100 / M 80 / Y 0 / K 0 C 0 / M 0 / Y 0 / K 100 C 0 / M 0 / Y 0 / K 70 C 0 / M 0 / Y 0 / K 70 C 60 / M 0 / Y 100 / K 0 C 60 / M 0 / Y 0 / K 80 C 5 / M 45 / Y 100 / K 0 C 0 / M 0 / Y 0 / K 40

11 MANUAL DE USO E APLICAÇÃO DE LOGOMARCA APLICAÇÃO EM BOXES Sempre que for necessário aplicar a marca sobre fundos que prejudiquem de alguma forma a sua leitura, o melhor recurso será a utilização de um box ou tarja branca de forma a preservar a sua leitura. As medidas do box obedecem às mesmas características das descritas na página 09, relativas à aréa de não interferência. No exemplo acima, a marca tem a sua leitura preservada devido ao uso correto do box Não foi respeitadas as medidas mínimas definidas para o box Aplicação incorreta, prejudicando a leitura da marca

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L ÍNDICE 1. Considerações Iniciais... 01 2. Apresentação... 02 3. Cores Institucionais... 03 4. Reprodução da Marca... 04 5. Redução da Marca... 05 6. Arejamento

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca Ligue 180 tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação da marca.

Leia mais

½ x. ½ x. Manual de identidade visual

½ x. ½ x. Manual de identidade visual Manual de identidade visual SUMÁRIO. Introdução... 02 Primeira Marca Fase Sport... 03 Nova Marca Fase Sport... 04 Evolução da Marca... 05 Composição da Marca... 06 Formação da Marca... 07 Construção da

Leia mais

Manual de Identidade Visual. 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação.

Manual de Identidade Visual. 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação. Manual de Identidade Visual 1º Caderno - Características da logomarca e regras gerais de aplicação. Introdução Este manual apresenta, documenta e normatiza a utilização da identidade visual da Agência

Leia mais

I N S T I T U T O D E A Ç Ã O S O C I A L E C U L T U R A L MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

I N S T I T U T O D E A Ç Ã O S O C I A L E C U L T U R A L MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1. MARCA Í N D I C E Apresentação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução da Marca Arejamento da Marca Versão Monocromática Marca

Leia mais

selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica

selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica selo manual de aplicação 105 anos Rede Federal de educação profissional e tecnológica Apresentação Ao apresentar o selo comemorativo dos 105 anos da Rede Federal de Educação Profissional e Tecnológica,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL DO VALE-CULTURA 01 Este manual estabelece as regras de aplicação e orienta o uso da marca do programa Vale-Cultura, instituído pela lei nº 12.761, de 27 de dezembro de 2012.

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. INTRODUÇÃO Apresentação...04 2. A LOGO Conceito...05 3. ASSINATURA Variações...07 Proporções...09 4. TIPOGRAFIA Tipografia utilizada...12 5. CORES Versão em cores...14

Leia mais

Manual de Identidade Visual / Marca

Manual de Identidade Visual / Marca Identidade Visual / Esta é a marca do Design Ulbra Carazinho/RS. Essa que tem como seu pricipal ideal, o movimento. Versão Horizontal Uso preferncial Ela tem como símbolo o triângulo, que simboliza a

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Faculdade de Educação - UFG MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Faculdade de Educação - UFG INDICE 1. Apresentação 2. Versões 3. Cores 4. Tipografia 5. Reprodução 6, Usos incorretos 7. Redução da marca 8. Arejamento da marca 9. Verão monocromática

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL INTRODUÇÃO O Manual de Identidade Visual pretende ser o documento básico de referência para criação das mensagens visuais da empresa, como pastas, cartões de visita, papéis

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil

Manual de Identidade Visual. Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil Manual de Identidade Visual Produzido especialmente para Instituto Marca Brasil Introdução Para uma marca se estabelecer e ser facilmente reconhecida e distinguida das demais, ela precisa ter consistência

Leia mais

M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l

M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l M a n ua l de I de n t i da de V i s ua l Marca Institucional Versão Horizontal A versão horizontal se refere a versão onde o símbolo fica no lado direito do logotipo. Nas áreas onde o espaço para aplicação

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO 1. INTRODUÇÃO 1.1 Por que devo utilizar este manual?...04 2. A MARCA 2.1 Logotipo oficial...06 2.2 Redução...06 2.3 Padrão tipográfico...07 2.4 Padrão cromático...08

Leia mais

Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País

Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País Guia de utilização da marca PAN Correspondente no País Introdução O Guia de Utilização da marca Pan Correspondente no País, foi desenvolvido para que todos os parceiros tenham uma padronização da utilização

Leia mais

Guia rápido de aplicação de marcas

Guia rápido de aplicação de marcas Guia rápido de aplicação de marcas introdução guia RÁPIDO DE aplicação de marcas Este é o guia rápido de aplicação de marcas do Grupo NotreDame Intermédica. Produzimos esse material para garantir uma unidade

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 1. MARCA APRESENTAÇÃO CORES INSTITUCIONAIS FAMÍLIA TIPOGRÁFI CA REPRODUÇÃO DA MARCA USOS INCORRETOS REDUÇÃO DA MARCA AREJAMENTO DA MARCA 04 05 06 07 09 10 11 2. PAPELERIA

Leia mais

Índice. Porto Business School

Índice. Porto Business School NORMAS GRÁFICAS Índice O presente manual de normas constitui um guia de consulta com um papel fundamental na aplicação da identidade visual da Porto Business School. Apresenta os elementos básicos que

Leia mais

Manual de Identidade Visual CRI Genética

Manual de Identidade Visual CRI Genética Manual de Identidade Visual CRI Genética Normas e Padrões de Utilização Apresentação A marca é o maior patrimônio de uma empresa. Nela estão depositadas toda sua força e história. A forma como você escreve

Leia mais

Manual básico de aplicação do logotipo

Manual básico de aplicação do logotipo Manual básico de aplicação do logotipo Manual básico de aplicação do logotipo A identidade visual da marca é o conjunto de elementos gráficos que formam sua personalidade visual, conferindo-lhe uma representação

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Índice 1 2 3 4 5 6 7 8 9 9.1 9.2 9.3 10 Introdução Apresentação Grid Arejamento Paleta de cores Tipografia Usos incorretos Redução Aplicações Monocromática Uma cor Negativa

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Sumário Conceito da Marca Cores Tipologia Proporção e Construção Formas Incorretas de Utilização Aplicação Horizontal Aplicação Vertical 03 08 14 16 23 26 34 02 Construção da Marca Construção da Marca

Leia mais

Manual de uso da marca do PSDB. Junho 2012

Manual de uso da marca do PSDB. Junho 2012 Manual de uso da marca do PSDB Junho 2012 ÍNDICE APRESENTAÇÃO Considerações iniciais Sobre a utilização deste Manual ELEMENTOS DA IDENTIDADE A marca do PSDB Elementos da marca Proporções e medidas Área

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Versão 1.1 - Julho/2013 Introdução Todos nós possuímos uma assinatura. Ela é o nosso cartão de visitas e nos dis ngue no meio em que vivemos, estabelecendo um padrão de iden

Leia mais

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L Í N D I C E 1. MARCA Apresentação Cores Institucionais Família Tipográfica Reprodução da Marca Usos Incorretos Redução da Marca Arejamento da Marca Versões

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Introdução O manual da marca do Consultório na Rua tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões e regras de aplicação

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo

Manual de Identidade Visual. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto Universidade de São Paulo Manual de Identidade Visual Índice Versões Margem de Segurança Obrigatória Grid Cores Aplicações Cromáticas Tipografia Redutibilidade Usos Incorretos 03 04 05 06 07 10 11 12 Versões Versão Principal -

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL 1. logotipo aplicação preferencial área de reserva aplicação MonocroMática aplicação em boxes redução MáxiMa cores institucionais família tipográfica família tipográfica alternativa

Leia mais

Transformando ideias em projetos. Manual de uso - selo semente

Transformando ideias em projetos. Manual de uso - selo semente Transformando ideias em projetos Manual de uso - selo semente SUMÁRIO APRESENTAÇÃO... 03 SOBRE O SELO... 04 O Selo... 04 CARACTERÍSTICAS... 05 Desenho... 05 Dimensionamento mínimo... 05 Área de interferência...

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA

MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA MANUAL DE IDENTIDADE CORPORATIVA O Manual de Identidade Corporativa recorre aos elementos construtivos da IdentidadeVisual do Enotel. Com os elementos construtivos estabelecemos as diretrizes de construção,

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CRF-PR

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CRF-PR MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL CRF-PR OBJETIVOS E PRINCÍPIOS DO CRF-PR OBJETIVOS Criado pela Lei 3820/60, é o órgão que zela pela fiel observância dos princípios da ética e da disciplina da classe dos que

Leia mais

01. Apresentação. in Carta de Armas

01. Apresentação. in Carta de Armas A simbologia da Emblemática é a seguinte: dos metais, o ouro simboliza a justiça, a prata a fidelidade; dos esmaltes, o vermelho simboliza o ânimo, o azul a lealdade, o negro a ciência; das peças, os dois

Leia mais

Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Manual de Normas

Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave. Manual de Normas Identidade Corporativa Instituto Politécnico do Cávado e do Ave Manual de Normas APRESENTAÇÃO 3 28 60 92 124 PRINCIPAL 4 29 61 93 125 VERSÃO SECUNDÁRIA 9 - - - - IPCA + ESCOLA - 34 66 98 130 CURSOS - 42

Leia mais

Apresentação Logomarca Vertical Positioning Vertical Modulação Vertical Aplicações da Logomarca Vertical Logomarca Horizontal Positioning Horizontal

Apresentação Logomarca Vertical Positioning Vertical Modulação Vertical Aplicações da Logomarca Vertical Logomarca Horizontal Positioning Horizontal Manual da Marca Apresentação Este Manual de Identidade Visual tem por objetivo orientar tecnicamente a aplicação da Marca MACOM. São regras para a aplicação e o uso correto dos elementos de identidade

Leia mais

INVESTIGADOR FCT MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

INVESTIGADOR FCT MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL O manual de identidade visual é um documento técnico que contém um conjunto de normas, especificações e recomendações essenciais para a correta utilização

Leia mais

Manual de Identidade Visual. Versão 1.0 / Abr. 2012

Manual de Identidade Visual. Versão 1.0 / Abr. 2012 Manual de Identidade Visual Versão 1.0 / Abr. 2012 Introdução O manual da marca Melhor em Casa tem a função de ordenar e padronizar o signo que distingue e diferencia o serviço, compreendendo os padrões

Leia mais

Sumário Apresentação...3

Sumário Apresentação...3 Sumário Apresentação...3 1. A MARCA...4 1.1 Conceito...8 1.2 Cores Institucionais...9 1.3 Tipografia...10 1.4 Marca Prioritária...14 1.5 Variações da Marca...15 1.6 Malha de Construção...17 1.6 Margem

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual Índice 1.Logotipo Apresentação Marca...03 Cores Completa...04 Cores Fundo Completa...05 Família Tipográfica...08 Reprodução da Marca...10 Versão Simples Apresentação...12 Versão

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO

MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO MANUAL DE IDENTIDADE E APLICAÇÃO ÍNDICE Apresentação... 4 Selo Versões permitidas... 5 Tamanho mínimo... 6 Paleta de cores... 7 Versão com logo FEBRABAN completo... 8 Tamanho mínimo logo FEBRABAN completo...

Leia mais

Guia de Uso da Marca. Grupo Ricefer

Guia de Uso da Marca. Grupo Ricefer Guia de Uso da Marca Grupo Ricefer 2009 O Grupo Ricefer A história do Grupo Ricefer começa em outubro de 1985, fruto do sonho de três pessoas que desejaram algo mais para suas vidas. Neste mês foi fundada

Leia mais

Manual de Identidade Visual da Marca

Manual de Identidade Visual da Marca Manual de Identidade Visual da Marca Introdução O SND - Sistema Nacional de Debêntures surgiu de uma parceria entre a ANDIMA e a CETIP com a missão de criar as condições ideais para o desenvolvimento do

Leia mais

Universidade do Estado de Mato Grosso MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA

Universidade do Estado de Mato Grosso MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL & APLICAÇÃO DE MARCA índice 1. Apresentação 01 8. Área de proteção 07 2. Conceito 02 9. Grade de construção 08 3. Assinatura 03 10. Redução mínima 09 5. Tipologia 04 11. Aplicações

Leia mais

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA

05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 05. COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA 5.1 COMUNICAÇÃO VISUAL EXTERNA AGÊNCIAS Agências sem recuo em relação à calçada 1 2 3 4 Elementos de comunicação visual As fachadas das agências dos Correios, sem recuo em

Leia mais

Manual de Identidade Visual LabTrans Laboratório de Transportes e Logística. Florianópolis, 01 de junho de 2011.

Manual de Identidade Visual LabTrans Laboratório de Transportes e Logística. Florianópolis, 01 de junho de 2011. Manual de Identidade Visual LabTrans Layout da marca 2 12 Memorial Descritivo 3 12 LabTrans Símbolo Logotipo Símbolo + Logotipo = Marca Com foco voltado à realização de estudos e projetos nas áreas de

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual 1 Apresentação Este Manual é um instrumento técnico que visa fornecer regras básicas para o uso dos elementos que compõem a Identidade Visual do Programa CATA AÇÃO. O uso cuidadoso

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE MARCA--------------------------------------------- Apresentação--------------------------------------------- Assinaturas----------------------------------------- Cores

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual CLIPTECH Apresentação O objetivo deste Manual de Identidade Visual é possibilitar que a CLIPTECH se comunique de forma organizada e padronizada, para seus membros, setores afins

Leia mais

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001:

Índice. Índice...2. Logomarca do Ipasgo...3. Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4. Uso do Selo NBR ISO 9001: 1 Índice Índice...2 Logomarca do Ipasgo...3 Logomarca do Ipasgo em Tons de Cinza...4 Uso do Selo NBR ISO 9001:2008...5 Modelos Vetoriais e Monocromáticos...6 Aplicação de Fundo Escuro...7 Cores...8 Tipografia...9

Leia mais

Manual de Identidade Visual

Manual de Identidade Visual Manual de Identidade Visual MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL USO Para que a Bovenau obtenha uma sólida e única imagem, perante seus clientes, fornecedores e público interno, é necessária uma programação e organização

Leia mais

Manual de Identidade Corporativa

Manual de Identidade Corporativa Manual de Identidade Corporativa Ìndice: I. Introdução 3 II. O Logótipo 4 III. Tamanhos Máximos e Mínimos 5 IV. Cores 6 V. Tipos de Letra 7 VI. Como utilizar o logótipo 8 VII. Utilizar o logótipo em tons

Leia mais

Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED

Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED Padronizações Visuais estabelecidas pelo Projeto RIVED Índice Padronização de cores para os módulos RIVED... 1 Padronização para os módulos educacionais (páginas web) e animações/simulações do Projeto

Leia mais

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L

M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L Conforme decreto nº 1505, regulamenta a utilização do Brasão do Estado em bens públicos, placas, painéis e cartazes sinalizadores de obras públicas, instituído

Leia mais

gira manual de identidade visual

gira manual de identidade visual gira manual de sumário 01. marca prioritária em cor 02. marca em meio-tom 03. marca à traço 04. aplicação em outline 05. padrão cromático 06. paleta de cores 07. aplicações variadas 08. padrão tipográfico

Leia mais

Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM

Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM Manual da Identidade Visual Engenharia de Produção - UFSM Apresentação Este é um manual da identidade visual do redesenho da marca do curso de Engenharia de Produção da UFSM. O redesenho da marca foi solicitado

Leia mais

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná

Manual de Identidade Visual. da Universidade Estadual do Paraná UNESPAR. Universidade Estadual do Paraná Manual de Identidade Visual da SUMÁRIO O LOGOTIPO VERSÃO PRINCIPAL O logotipo da (Unespar) foi escolhido por meio da realização de um concurso com a participação da comunidade acadêmica: agentes universitários,

Leia mais

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS

GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS GUIA DE SINALIZAÇÃO DAS UNIDADES E SERVIÇOS DO SISTEMA ÚNICO DE SAÚDE SUS 1 COR COR COR C 100 M 70 Y 0 K 0 O AZUL DAS PLACAS DEVE SER CORRESPONDENTE AO DESCRITO NO SISTEMA DE POLICROMIA CMYK, CONFORME

Leia mais

Sumário. Apresentação

Sumário. Apresentação Manual de Marca Sumário Apresentação Apresentação...02 Introdução...03 Objetivos...04 Objetivo do Manual...05 M e m o r i a l D e s c r i t i vo............................................................

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL BERNACOM 2 SUMÁRIO CAPA SUMÁRIO Apresentação Conceito Reprodução da marca Marca na vertical Marca na horizontal Alfabeto padrão Alfabeto institucional

Leia mais

MANUAL DE APLICAÇÃO DO SELO DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 NA PUBLICIDADE DO GOVERNO FEDERAL

MANUAL DE APLICAÇÃO DO SELO DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 NA PUBLICIDADE DO GOVERNO FEDERAL MANUAL DE APLICAÇÃO DO SELO DOS JOGOS OLÍMPICOS E PARALÍMPICOS RIO 2016 NA PUBLICIDADE DO GOVERNO FEDERAL Índice Marcas Olimpíadas e Paralimpíadas Rio 2016 APRESENTAÇÃO...3 ORIENTAÇÕES GERAIS...3 SELO...3

Leia mais

Manual de Marca 1 MANUAL DE MARCA

Manual de Marca 1 MANUAL DE MARCA Manual de Marca 1 ÍNDICE Apresentação Proporção Área de proteção Cores Monocromáticas Negativo Uso incorreto Redução Aplicações Bordado, silk e outros 02 04 07 09 11 14 15 16 19 22 1 APRESENTAÇÃO Este

Leia mais

Criada pelos empregados da CAIXA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

Criada pelos empregados da CAIXA MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL INDÍCE 1. Assinatura Visual 3. Papelaria Apresentação... 04 Cores Institucionais... 05 Família Tipográfica... 06 Malha Construtiva... 07 Usos Incorretos... 09 Redução da Marca...

Leia mais

Símbolo Acessível em Libras

Símbolo Acessível em Libras Símbolo Acessível em Libras O símbolo Acessível em Libras foi criado pelo Centro de Comunicação (Cedecom) da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), órgão responsável pela produção e divulgação de

Leia mais

Manual de uso da marca do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes

Manual de uso da marca do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Manual de uso da marca do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Manual de uso da marca do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes Introdução...3 1. Marca...4 1.1 Apresentação...5

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Normas gráficas

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL. Normas gráficas MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL Normas gráficas 01. APRESENTAÇÃO DO LOGO Definições APRESENTAÇÃO DO LOGO Logo padrão APRESENTAÇÃO DO LOGO Fontes usadas Dax-bold Dax Light DaxCondensed-Regular DEFINIÇÕES DO

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL A P R E S E N TA Ç Ã O Todos nós possuímos uma assinatura. Ela é o nosso cartão de visitas e nos distingue no meio em que vivemos, estabelecendo um padrão de identidade que

Leia mais

Junho Manual de Identidade Visual

Junho Manual de Identidade Visual Junho 204 Manual de Identidade Visual GLOSSÁRIO Lettering Letra do alfabeto, algarismo, sinal de pontuação ou símbolo de qualquer natureza que pode ser introduzido, na forma de palavras ou texto, em uma

Leia mais

Manual Logomarca ITAC Produtos

Manual Logomarca ITAC Produtos Pág.: 1/8 Elaboração Análise Crítica Aprovação Representante da Direção Gerente de Certificação Executivo Sênior Alterações - Revisão 03 Inclusão da logomarca de brinquedos 1. ESCOPO Este manual aplica-se

Leia mais

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo

Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Portal de Carapicuíba Painel Administrativo Guia de Uso ÍNDICE 1. Introdução 2. Acesso ao Painel Administrativo 3. Usuários 4. Notícias 5. Seções 6. Álbum de Fotos 7. Vídeos 8. Banners 9. Atos Oficiais

Leia mais

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE CONTROLES INTERNOS PARTE II IDENTIDADE VISUAL ÍNDICE 6. IDENTIDADE VISUAL...2 6.1. MARCA... 2 6.1.1 Apresentação... 2 6.1.2 Cores Institucionais... 3 6.1.3 Família Tipográfica... 4 6.1.4 Reprodução da Marca... 5 6.1.5 Usos Incorretos... 6 6.1.6 Redução

Leia mais

Manual de Identidade Visual do Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente

Manual de Identidade Visual do Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente Manual de Identidade Visual do Curso de Engenharia de Energias Renováveis e Ambiente Equipe de criação e design Cristine Machado Schwanke - cristine.schwanke@unipampa.edu.br Lucas Feksa Ramos lucasfeksaramos@gmail.com

Leia mais

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica

e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Página1 e-nota G Módulo de Guarda da Nota Fiscal eletrônica Manual do Usuário Produzido por: Informática Educativa Página2 Índice 1. Safeweb e-nota G... 03 2. O que é XML... 04 3. Acesso e-nota G... 06

Leia mais

ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS

ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS ENCONTRO REGIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL: PERSPECTIVAS PARA A CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA ÚNICO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL SUAS: REALIDADE E DESAFIOS NORMAS DE APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS CIENTÍFICOS NA MODALIDADE

Leia mais

Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO

Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO Universidade Federal da Fronteira Sul Moodle Versão 3.0 MANUAL DO ALUNO Desenvolvido pela Diretoria de Sistemas da Universidade Federal da Fronteira Sul Manual versão 1.2 Sumário Introdução...4 1. Acessando

Leia mais

Manual de Marca: Colégio

Manual de Marca: Colégio Manual de Marca: Sumário 3 4 8 9 10 11 Essência da Marca DNA Síntese da Marca Identidade Visual Conceito Assinaturas 13 Dimensões Plausíveis 14 Área de Resguardo 15 Cores 16 17 Tipografia Aplicações Inadequadas

Leia mais

DATA Shield VISÃO GERAL

DATA Shield VISÃO GERAL DATA Shield VISÃO GERAL O desenvolvimento deste Shield se deve ao fato de não existir no mercado um shield para o Arduino que forneça recursos semelhantes. É possível encontrar Shields que trazem separadamente

Leia mais

Guia de qualidade de cores

Guia de qualidade de cores Página 1 de 7 Guia de qualidade de cores O Guia de qualidade de cores ajuda os usuários a entender como as operações disponíveis na impressora podem ser usadas para ajustar e personalizar a saída colorida.

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL SUMÁRIO Nova Marca...04 Conceito...05 Fontes...05 Alfabeto Secundário... 05 Assinaturas...06 Cores...07 Escala de Cinza... 08 Aplicação Negativa e Positiva... 08 Aplicação

Leia mais

Manual do Usuário SISCOLE - Sistema de Cadastro de Organismos e Laboratórios Estrangeiros

Manual do Usuário SISCOLE - Sistema de Cadastro de Organismos e Laboratórios Estrangeiros Manual do Usuário SISCOLE - Sistema de Cadastro de Organismos e Laboratórios Estrangeiros MANUAL DO USUÁRIO 1. SOBRE O SISTEMA 1.1 Informações básicas Nome: SISCOLE - Sistema de Cadastro de Organismos

Leia mais

LABORATÓRIO DE ELETRICIDADE BÁSICA

LABORATÓRIO DE ELETRICIDADE BÁSICA 1 LABOATÓIO DE ELETICIDADE BÁSICA POCEDIMENTOS BÁSICOS NO LABOATÓIO E COMPONENTES BÁSICOS DOS CICUITOS ELÉTICOS Objetivos: Familiarização com os métodos básicos para lidar com eletricidade e com os instrumentos

Leia mais

L A M S A M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L A P L I C A Ç Ã O D A L O G O M A R C A

L A M S A M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L A P L I C A Ç Ã O D A L O G O M A R C A L A M S A M A N U A L D E I D E N T I D A D E V I S U A L A P L I C A Ç Ã O D A L O G O M A R C A A P R E S E N T A Ç Ã O A marca LAMSA pode ocorrer em duas versões, basicamente: uma vertical e outra horizontal.

Leia mais

Serviço de Edição e Informação Técnico-Científica/abril 2012 SISTEMA DE INFORMAÇÃO DO CÂNCER (SISCAN)

Serviço de Edição e Informação Técnico-Científica/abril 2012 SISTEMA DE INFORMAÇÃO DO CÂNCER (SISCAN) Serviço de Edição e Informação Técnico-Científica/abril 2012 SISTEMA DE INFORMAÇÃO DO CÂNCER (SISCAN) 1 O que é a versão web SISCAN? É a versão em plataforma web que integra os Sistemas de Informação do

Leia mais

Manual compacto de design institucional Em vigor a partir de 1º de abril de 2016

Manual compacto de design institucional Em vigor a partir de 1º de abril de 2016 Manual compacto de design institucional Em vigor a partir de 1º de abril de 2016 Introdução Cordas Elixir é pioneira na tecnologia de cordas revestidas, proporcionando uma ampla gama de calibres para guitarra

Leia mais

Identidade Visual da Unitel T+

Identidade Visual da Unitel T+ Manual da Marca O manual de Normas Básicas estabelece um conjunto de regras e recomendações que garantem uma aplicação correcta e coerente da marca UNITEL T+. A aplicação consistente deste conjunto de

Leia mais

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL

MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL MANUAL DE IDENTIDADE VISUAL A MARCA 1 A MARCA - PADRÃO HORIZONTAL 2 A MARCA - GRID 3 A MARCA - GRID 4 A MARCA - GRID 5 A MARCA - GRID 6 A MARCA - ADAPTAÇÕES Não é permitida a aplicação de outros elementos

Leia mais

Scribus e o sistema de cores

Scribus e o sistema de cores Scribus e o sistema de cores Por Nélio Gonçalves Godoi Sistemas de cores Conhecer os sistemas de cores RGB e CMYK, e saber convertê-los, é bastante importante para o designer. O sistema de cores aditivas

Leia mais

Engenharia de Software

Engenharia de Software Engenharia de Software - 2ª Lista de Exercícios - Questões Discursivas Questão 1) O que você entende por processo de software e qual a sua importância para a qualidade dos produtos de software? Qual a

Leia mais

EXEMPLOS DE APLICAÇÕES

EXEMPLOS DE APLICAÇÕES ÍNDICE APRESENTAÇÃO 3 A LOGOMARCA 4 CORES INSTITUCIONAIS 5 VARIANTES DE COR 6 AREJAMENTO DA MARCA 8 DIMENSÃO MÍNIMA 9 USOS INCORRETOS 10 TIPOGRAFIA 11 ELEMENTOS GRÁFICOS 12 EXEMPLOS DE APLICAÇÕES 13 APRESENTAÇÃO

Leia mais

ANEXO I CURSO LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS

ANEXO I CURSO LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS ANEXO I CURSO LICITAÇÕES E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS INFORMAÇÕES GERAIS Nome do curso: Licitações e Contratos Administrativos. Modalidade de ensino: educação a distância, por meio do Ambiente Virtual de

Leia mais

Comportamento do mapeamento quando as cotas do Revit são exportadas para cotas do AutoCAD

Comportamento do mapeamento quando as cotas do Revit são exportadas para cotas do AutoCAD Comportamento do mapeamento quando as cotas do Revit são exportadas para cotas do AutoCAD Parâmetro da cota do Revit Mapeado para a propriedade de estilo de cota DWG Comentários Cota alinhada Cota linear

Leia mais

1) O que é o Prontuário SUAS?

1) O que é o Prontuário SUAS? Perguntas e Respostas Prontuário SUAS 1) O que é o Prontuário SUAS? O Prontuário SUAS é um instrumental técnico que visa auxiliar o trabalho dos profissionais, organizando as informações indispensáveis

Leia mais

ATENDIMENTO NAS FILIAIS

ATENDIMENTO NAS FILIAIS ATENDIMENTO NAS FILIAIS Brasília, Salvador, São Luís e São Paulo ANS - Nº33967-9 www.centralnacionalunimed.com.br ÍNDICE ATENDIMENTO NAS FILIAIS CONHEÇA AS NOSSAS FACILIDADES AUTORIZAÇÕES ON-LINE SOLICITAÇÃO

Leia mais

Carregando o alimentador multiuso

Carregando o alimentador multiuso O alimentador multiuso pode reter diversos tamanhos e tipos, como transparências e envelopes. Ele é útil para impressão em uma página timbrado, papel colorido ou outro tipo especial. Consulte a Guia de

Leia mais

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL

GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL Manual de GUIA PRÁTICO ATENDIMENTO AÇÃO SOCIAL INSTITUTO DA SEGURANÇA SOCIAL, I.P ISS, I.P. Departamento/Gabinete Pág. 1/7 FICHA TÉCNICA TÍTULO Guia Prático Atendimento Ação Social (31 A V4.07) PROPRIEDADE

Leia mais

foto 18 foto 19 foto 20

foto 18 foto 19 foto 20 HIERARQUIA DAS INFORMAÇÕES / HIERARQUIA DO SISTEMA VIÁRIO Fotos 18, 19 e 20 - nas vias em que se encontram (coletoras) os totens das fotos devem ser utilizados somente para a indicação das superquadras.

Leia mais

Normas para apresentação dos trabalhos

Normas para apresentação dos trabalhos Normas para apresentação dos trabalhos 1. Da inscrição Os trabalhos só poderão ser inscritos mediante submissão de resumo. O resumo deverá obedecer ao seguinte formato: - ter no mínimo de 350 e no máximo

Leia mais

ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR

ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR ULTI RESUMOS ARTES 2 ULTIRESUMOS.COM.BR Nota: O resumo está semelhante ao resumo enviado pelo professor Eduardo (Xuxu). As alterações são apenas na formatação. 1. Briefing 1.1. O que é Briefing O briefing

Leia mais

SUPER APRESENTAÇÕES COMO VENDER IDEIAS E CONQUISTAR AUDIÊNCIAS. Eduardo Adas. Joni Galvão

SUPER APRESENTAÇÕES COMO VENDER IDEIAS E CONQUISTAR AUDIÊNCIAS. Eduardo Adas. Joni Galvão Joni Galvão Eduardo Adas SUPER APRESENTAÇÕES COMO VENDER IDEIAS E CONQUISTAR AUDIÊNCIAS A coerência visual A identidade visual é um conjunto de parâmetros visuais estabelecidos para servir de base à confecção

Leia mais

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta.

Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. 1 Prezado(a) candidato(a): Assine e coloque seu número de inscrição no quadro abaixo. Preencha, com traços firmes, o espaço reservado a cada opção na folha de resposta. Nº de Inscrição Nome PROVA DE CONHECIMENTOS

Leia mais

SOLUÇÕES N2 2015. item a) O maior dos quatro retângulos tem lados de medida 30 4 = 26 cm e 20 7 = 13 cm. Logo, sua área é 26 x 13= 338 cm 2.

SOLUÇÕES N2 2015. item a) O maior dos quatro retângulos tem lados de medida 30 4 = 26 cm e 20 7 = 13 cm. Logo, sua área é 26 x 13= 338 cm 2. Solução da prova da 1 a fase OBMEP 2015 Nível 1 1 SOLUÇÕES N2 2015 N2Q1 Solução O maior dos quatro retângulos tem lados de medida 30 4 = 26 cm e 20 7 = 13 cm. Logo, sua área é 26 x 13= 338 cm 2. Com um

Leia mais

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO TCE RS MANUAL DE UTILIZAÇÃO DO SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO 1 SOBRE A LEI DE ACESSO À INFORMAÇÃO E O SERVIÇO VIRTUAL DE INFORMAÇÕES AO CIDADÃO A Lei de Acesso à Informação, Lei Federal nº

Leia mais