Atuadores Rotativos. Tipo pinhão-cremalheira. maiores.

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Atuadores Rotativos. Tipo pinhão-cremalheira. maiores."

Transcrição

1 Atuadores Rotativos Convertem a energia hidráulica em movimento rotativo. Exemplo: Oscilador hidráulico: converte a energia hidráulica em torque num ângulo de giro limitado. Os mais aplicados são o tipo palheta (giro menor que 280º) e o tipo pinhãocremalheira para ângulos maiores. Tipo pinhão-cremalheira

2 Acumuladores Hidráulicos Os acumuladores são elementos cuja função, como o próprio nome sugere, é armazenar energia hidráulica para uso em determinadas situações, Um acumulador armazena pressão hidráulica. Esta pressão é energia potencial, uma vez que ela pode ser transformada em trabalho. Seu princípio de funcionamento é baseado no acúmulo de uma quantidade de fluido mantida sob determinada pressão através de uma força gravitacional, de uma mola ou pneumática.

3 Tipos básicos de acumuladores : Acumulador carregado por peso ou de peso morto Acumulador com mola Acumulador a gás Esta classificação é baseada no tipo de força que mantém o fluido sob pressão. Nos acumuladores a gás, pode se ter o gás agindo diretamente na superfície livre do líquido, com separação por pistão, separação por membrana e por bexiga.

4 Acumulador de peso morto Um acumulador carregado por peso aplica uma força ao líquido por meio de carga com grandes pesos. Como os pesos não se alteram, os acumuladores carregados por peso são caracterizados pela pressão, que é constante durante todo o curso do pistão. São usados nas usinas de aço e nas centrais de sistemas hidráulicos. Os acumuladores carregados por peso não são muito populares por causa do seu tamanho e da inflexibilidade na montagem (eles, geralmente, devem ser montados na vertical).

5 Acumuladores carregados a mola Um acumulador carregado por mola consiste em: carcaça de cilindro, pistão móvel e mola. A mola aplica a força ao pistão, o que resulta na pressão do líquido. Conforme o líquido é bombeado para dentro do acumulador carregado por mola, a pressão no reservatório é determinadapelataxadecompressãoda mola. São mais flexíveis do que o tipo carregado por peso. Eles são menores e podem ser montados em qualquer posição.

6 Acumuladores a gás Hidropneumáticos tipo pistão tipo diafragma tipo bexiga O acumulador tipo pistão consiste de carcaça e pistão móvel. O gás que ocupa o volume acima do pistão fica comprimido conforme o líquido é inserido com força na carcaça. O acumulador do tipo diafragma geralmente tem uma forma esférica divida em dois hemisférios de metal, que são separados por meio de um diafragma de borracha sintética. O acumulador tipo balão consiste de uma bexiga de borracha sintética dentro de uma carcaça de metal. A bexiga é enchida com gás comprimido.

7

8

9 Aplicações de acumuladores no circuito Os acumuladores podem desempenhar uma gama muito grande de funções no sistema hidráulico. Algumas dessas funções são: Manter a pressão do sistema; Desenvolver o fluxo no sistema; Absorver choques no sistema; Absorver o aumento da pressão causado pela expansão térmica; Emergência para manter a pressão do sistema ou movimentar o atuador.

10 Aplicação para manter a pressão do sistema

11 Aplicação como fonte de energia hidráulica

12 Aplicação de emergência para retorno do cilindro

13 Como compensador de vazamentos

14 Como fonte auxiliar de potência

15 Dimensionamento de um sistema óleo hidráulico Determinação da força de avanço para dimensionamento do atuador e sua pressão de trabalho e pressão nominal do sistema. Em catálogos comerciais determinar a dimensão dos atuadores Obter a nova Ptb em função do diâmetro comercial do atuador escolhido e a vazão necessária Dimensionar as tubulações de sucção, pressão e retorno com diâmetros comerciais Verificar a perda de carga do sistema e somá-la a pressão de trabalho e compará-la com a pressão nominal Uma vez conhecida a vazão e a pressão nominal, dimensionar a bomba que atenda as necessidades

16

17

18

19

20

21

22

Acumuladores hidráulicos

Acumuladores hidráulicos Tipos de acumuladores Compressão isotérmica e adiabática Aplicações de acumuladores no circuito Volume útil Pré-carga em acumuladores Instalação Segurança Manutenção Acumuladores Hidráulicos de sistemas

Leia mais

Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 03

Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 03 Símbolos UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 03 EME-26 Aula 03 14-09-2008 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Linhas de escoamento do fluido Símbolo das linhas de escoamento Cano Tubo

Leia mais

Hidráulica e Pneumática

Hidráulica e Pneumática E Curso Técnico Concomitante em Mecânica 3º módulo MSc. Acumuladores ACUMULADORES HIDRÁULICOS Objetivos da aula Estudar os tipos de acumuladores; Conhecer a simbologia dos acumuladores; Identificar suas

Leia mais

Fundamentos de Automação. Hidráulica

Fundamentos de Automação. Hidráulica Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação Hidráulica

Leia mais

Acumuladores de energia

Acumuladores de energia Acumuladores de energia Aula 4 Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Definição: Acumuladores de Energia Componente mecânicos simples cuja função básica é armazenar energia hidráulica

Leia mais

Válvulas de Controle 25/11/20122

Válvulas de Controle 25/11/20122 25/11/2012 1 2012 25/11/20122 2 Tipos de Válvulas Os tipos de válvulas classificam-se em função dos respectivos tipos de corpos, e portanto, quando estivermos falando de tipos de válvulas deve-se subentender

Leia mais

Atuadores pneumáticos

Atuadores pneumáticos elcabral@usp.br 1 PMR2560 Robótica Atuadores pneumáticos Eduardo L. L. Cabral elcabral@usp.br elcabral@usp.br 2 Objetivos Atuadores pneumáticos : Conceito; Sistemas pneumáticos ; Tipos principais; Dimensionamento.

Leia mais

Simbologia dos componentes

Simbologia dos componentes Simbologia dos componentes 1. Símbolos básicos 2. Símbolos funcionais 3. Linhas de escoamento e conexões 4. Tipos de acionamento 2 L1 5. Unidades de conversão e armazenamento de energia L1 6. Distribuição

Leia mais

- Muito alta pressão - Pressão máxima 700 bar - Cilindrada reduzida - Possibilidade de saídas múltiplas

- Muito alta pressão - Pressão máxima 700 bar - Cilindrada reduzida - Possibilidade de saídas múltiplas BOMBAS E MOTORES DE ENGRENAGENS - Execução standard ou corpo em aço (série robusta) - Cilindradas até 125 m3 - Pressão máxima 300 bar - Facilidade de formar bombas múltiplas BOMBAS DE PALHETAS - Cilindradas

Leia mais

Atuadores Pneumáticos Rotativos

Atuadores Pneumáticos Rotativos UNIFEI EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Pneumática 2 Atuadores Pneumáticos Rotativos Aula 9 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior https://www.youtube.com/watch?v=-65-t7st6tw Atuadores oscilantes

Leia mais

Cálculos envolvendo Atuadores Hidráulicos. Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04. Atuador hidráulico de dupla ação

Cálculos envolvendo Atuadores Hidráulicos. Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04. Atuador hidráulico de dupla ação UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Hidráulica 04 Cálculos envolvendo tuadores Hidráulicos EME-26 ula 04 21-09-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior tuador hidráulico de dupla ação tuador hidráulico

Leia mais

MANUAL VALVULA DE SEGMENTO ESFÉRICO SERIE 960

MANUAL VALVULA DE SEGMENTO ESFÉRICO SERIE 960 A. Introdução Este manual tem por objetivo apresentar as especificações, procedimentos de instalação, operação e manutenção de válvula de segmento esférico série 960. A válvula de segmento esférico montado

Leia mais

Circuito Hidráulico Básico:

Circuito Hidráulico Básico: Circuito Hidráulico ásico: O circuito hidráulico mais simples consiste no comando de avanço e recuo de um cilindro de dupla ação, utilizando uma bomba de vazão constante e uma válvula direcional de acionamento

Leia mais

MANUAL DO USUÁRIO. Figura 1: Tela de Apresentação do FaçaCalc.

MANUAL DO USUÁRIO. Figura 1: Tela de Apresentação do FaçaCalc. Apresentação MANUAL DO USUÁRIO O FAÇACALC é um software que realiza cálculos hidráulicos, tais como: Motor Hidráulico, Trocador de Calor, Acumulador Hidráulico e Cilindro Hidráulico. Na sessão Funcionalidades

Leia mais

Válvulas de Controle Direcional (Non-lub)

Válvulas de Controle Direcional (Non-lub) Válvulas de Controle Direcional (Non-lub) Válvulas de controle direcional Identificação das válvulas direcionais Número de posições O número de quadrados representados na simbologia é igual ao número de

Leia mais

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia Fagner Ferraz É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia pneumática em energia mecânica, através

Leia mais

VASOS SEPARADORES E ACUMULADORES

VASOS SEPARADORES E ACUMULADORES VASOS SEPARADORES E ACUMULADORES SÃO EQUIPAMENTOS MUITO USADOS NA INDÚSTRIA QUÍMICA PARA VÁRIAS FUNÇÕES, ENTRE ELAS: MISTURA OU SEPARAÇÃO DE FASES DISSOLUÇÃO AQUECIMENTO NEUTRALIZAÇÃO CRISTALIZAÇÃO REAÇÃO

Leia mais

Válvulas Pneumáticas VÁLVULAS

Válvulas Pneumáticas VÁLVULAS VÁLVULAS Vimos que para os atuadores funcionarem é necessário que o ar comprimido chegue até eles. Ainda não explicamos como isso ocorre, porém não é difícil imaginar uma tubulação de aço, borracha ou

Leia mais

Válvula reguladora de pressão do filtro, Série AS1-FRE G 1/4 Alimentação de ar: esquerda Largura dos poros do filtro: 5 µm

Válvula reguladora de pressão do filtro, Série AS1-FRE G 1/4 Alimentação de ar: esquerda Largura dos poros do filtro: 5 µm Válvula reguladora de do filtro, Série AS-FRE 003725 Modelo Componentes Local de montagem Pressão de operação mín/máx Fluido Temperatura de produto mín/máx. Temperatura ambiente min./máx. Tipo de regulador

Leia mais

Acoplamento de pino e bucha TeTeFlex - Plus

Acoplamento de pino e bucha TeTeFlex - Plus Acoplamento de pino e bucha TeTeFlex - Plus Características do Acoplamento de pino e bucha TeTeFlex - Plus Os acoplamentos elásticos TeTeFlex - Plus possuem diversas configurações, atendendo uma vasta

Leia mais

Cilindros Hidráulicos

Cilindros Hidráulicos Cilindros Hidráulicos Cilindros hidráulicos transformam trabalho hidráulico em energia mecânica linear, a qual é aplicada a um objeto resistivo para realizar trabalho. Um cilindro consiste de uma camisa

Leia mais

Controles hidráulicos de velocidade. Série ADA. Tipo...

Controles hidráulicos de velocidade. Série ADA. Tipo... Controles hidráulicos de velocidade érie ADA Tipo... Cursos... Temperatura... Máx. força propulsora... Regulagem de veloc.... IMPORTANTE... Controlador hidráulico de velocidade para regulagem de deslocamentos

Leia mais

1 ATUADORES HIDRÁULICOS

1 ATUADORES HIDRÁULICOS 1 ATUADORES HIDRÁULICOS Danniela Rosa Sua função é aplicar ou fazer atuar energia mecânica sobre uma máquina, levando-a a realizar um determinado trabalho. Aliás, o motor elétrico também é um tipo de atuador.

Leia mais

Instrumentação Industrial: As Válvulas de Controlo, um Importante "Instrumento"

Instrumentação Industrial: As Válvulas de Controlo, um Importante Instrumento Instrumentação Industrial: As Válvulas de Controlo, um Importante "Instrumento" 2.ª Parte robótica 26 SECÇÃO INSTRUMENTAÇÃO Miguel Beco Eng.º Electrotécnico, Ramo de Automação, Controlo e Instrumentação

Leia mais

Atuadores Pneumáticos Lineares

Atuadores Pneumáticos Lineares UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Pneumática 02 Atuadores Pneumáticos Lineares EME-26/EME610 Aula 08 03-11-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Introdução Atuadores pneumáticos incluem cilindros

Leia mais

Condições ambientais?

Condições ambientais? ACOPLAMENTO ELÁSTICO MADEFLEX CO (COM CORREIA) 4 CARACTERÍSTICAS TÉCNICAS Os acoplamentos MADEFLEX CO são compostos por docisubos simétricos de ferro fundido cinzento, unidos por um jogo de correias planas

Leia mais

Atuadores e Sistemas Hidráulicos

Atuadores e Sistemas Hidráulicos 1 Atuadores e Sistemas Hidráulicos Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Aula 1 Escola Politécnica da USP Departamento de Engenharia Mecatrônica e Sistemas Mecânicos Introdução 2 Hidráulica é o ramo da engenharia

Leia mais

Curso Técnico em Eletroeletrônica Instalações Elétricas

Curso Técnico em Eletroeletrônica Instalações Elétricas Curso Técnico em Eletroeletrônica Instalações Elétricas Aula 09 Dimensionamento dos condutores Prof. Dra. Giovana Tripoloni Tangerino 2016 SEÇÃO NOMINAL Os condutores (fios e cabos) são caracterizados

Leia mais

1 Circuitos Pneumáticos

1 Circuitos Pneumáticos 1 Circuitos Pneumáticos Os circuitos pneumáticos são divididos em várias partes distintas e, em cada uma destas divisões, elementos pneumáticos específicos estão posicionados. Estes elementos estão agrupados

Leia mais

Tecnologia Hidráulica

Tecnologia Hidráulica Tecnologia Hidráulica Tecnologia Hidráulica Industrial Lei de Pascal F = Força A = Área P = Pressão 1. Suponhamos uma garrafa cheia de um líquido, o qual é, praticamente, incompressível 2. Se aplicarmos

Leia mais

Unidade de estudo 2. Seções de estudo. industrial. acessórios para aplicações industriais

Unidade de estudo 2. Seções de estudo. industrial. acessórios para aplicações industriais Unidade de estudo 2 Seções de estudo industrial acessórios para aplicações industriais Luminotécnica SEÇÃO 1 Iluminância em ambiente industrial - Indústria Setor De calçados Riscagem de modelos, cortes,

Leia mais

ELEMENTOS ELÁSTICOS MOLAS

ELEMENTOS ELÁSTICOS MOLAS ELEMENTOS ELÁSTICOS MOLAS Uma mola é um objeto elástico flexível usado para armazenar a energia mecânica. As molas são feitas de arame geralmente tendo como matéria prima mais utilizada o aço temperado.

Leia mais

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia

É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia Fagner Ferraz É a parte da Física que se ocupa da dinâmica e dos fenômenos físicos relacionados com os gases ou vácuos. É também o estudo da conservação da energia pneumática em energia mecânica, através

Leia mais

Tecnologia em controle. de movimentos e fluidos

Tecnologia em controle. de movimentos e fluidos Tecnologia em controle de movimentos e fluidos Dispositivos e peças destinadas às áreas de automação em geral Componentes aplicados em equipamentos ou processos com o objetivo de aumentar a eficiência,

Leia mais

ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS

ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS ATUADORES HIDRÁULICOS E PNEUMÁTICOS Em um sistema hidráulico ou pneumático, os atuadores são equipamentos capazes de converter energia hidráulica em energia mecânica que é utilizada para a movimentação

Leia mais

Mecânica dos Fluidos. Aula 5 Manômetros e Manometria. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues

Mecânica dos Fluidos. Aula 5 Manômetros e Manometria. Prof. MSc. Luiz Eduardo Miranda J. Rodrigues Aula 5 Manômetros e Manometria Tópicos Abordados Nesta Aula Manômetros. Manometria. Definição de Manômetro O manômetro é o instrumento utilizado na mecânica dos fluidos para se efetuar a medição da pressão,

Leia mais

PLANIFICAÇÃO - CURSO PROFISSIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO

PLANIFICAÇÃO - CURSO PROFISSIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO AGRUPAMENTO DE ESCOLAS JOÃO DA SILVA CORREIA ANO LETIVO 2016-2017 PLANIFICAÇÃO - CURSO PROFISSIONAL DE NÍVEL SECUNDÁRIO TÉCNICO DE MANUTENÇÃO INDUSTRIAL MECATRÓNICA AUTOMÓVEL DISCIPLINA: TECNOLOGIAS E

Leia mais

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL

Fundamentos de Automação. Hidráulica 01/06/2015. Hidráulica. Hidráulica. Hidráulica. Considerações Iniciais CURSO DE AUTOMAÇÃO INDUSTRIAL Ministério da educação - MEC Secretaria de Educação Profissional e Técnica SETEC Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Campus Rio Grande Fundamentos de Automação CURSO

Leia mais

Detecção de Pressão. Bruno Canalli Zagueto Caio de Pauli Cordeiro Marina dos Reis Martins Renan D Orazio Bucco

Detecção de Pressão. Bruno Canalli Zagueto Caio de Pauli Cordeiro Marina dos Reis Martins Renan D Orazio Bucco Detecção de Pressão Bruno Canalli Zagueto Caio de Pauli Cordeiro Marina dos Reis Martins Renan D Orazio Bucco Introdução Medir e controlar a pressão são processos essenciais hoje em dia, para diversas

Leia mais

Atuadores em Robótica

Atuadores em Robótica Atuadores em Robótica Profa. Michelle Mendes Santos michelle@cpdee.ufmg.br Atuadores Indicadores Em robótica muitas vezes é necessário sinalizar um acontecimento ou situação importante. Essa sinalização

Leia mais

MANIPULAÇÃO E EQUIPAMENTOS

MANIPULAÇÃO E EQUIPAMENTOS MANIPULAÇÃO E EQUIPAMENTOS 10 Garras angulares GW Tipo... Fluido... Curso (± 1 )... Temperatura... Modelos... Momento total (apertura)... Momento total (fechamento)... Tempo de fechamento... Freqüência

Leia mais

Comandos Eletroeletrônicos

Comandos Eletroeletrônicos Comandos Eletroeletrônicos Sensores Prof. Gilmário Lima Parte 1 Sensores de Proximidade !!! " #! ASPECTO Sensor de corpo tubular Plástico Metálico Face translúcida (óptico) SÍMBOLOS INDUTIVO MAGNÉTICO

Leia mais

Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II. Prof. Gustavo Fernandes de Lima <gustavo.lima@ifrn.edu.br>

Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II. Prof. Gustavo Fernandes de Lima <gustavo.lima@ifrn.edu.br> Componentes de um Sistema Hidráulico Parte II Prof. Gustavo Fernandes de Lima Objetivos Identificar os principais componentes de um sistema hidráulico; Conhecer as válvulas direcionais,

Leia mais

Alimentação de pressão Volume de recipiente filtro. Materiais:

Alimentação de pressão Volume de recipiente filtro. Materiais: Válvula reguladora de do filtro, Série AS3-FRE 1 00119372 Modelo Componentes Local de montagem Pressão de operação mín/máx Fluido Temperatura de produto mín/máx. Temperatura ambiente min./máx. Tipo de

Leia mais

MANUAL DE FALHAS NA BEXIGA E MEMBRANA

MANUAL DE FALHAS NA BEXIGA E MEMBRANA 099-100-R00 MANUAL DE FALHAS NA BEXIGA E MEMBRANA 1- Aspectos gerais típicas em acumuladores de bexiga HT/EPE, causas de falhas Furo na parede da bexiga na parte superior causado pela penetração na furação

Leia mais

Dimensionamento do cilindro hidráulico

Dimensionamento do cilindro hidráulico Dimensionamento do cilindro hidráulico Florianópolis, 25 de outubro de 2016 1 Sumário 2 Apresentação... 2 3 Pressão de trabalho... 2 4 Diâmetro comercial necessário ao cilindro... 2 5 Dimensionamento da

Leia mais

PLANO DE ENSINO. Técnico em Eletromecânica na modalidade Subsequente

PLANO DE ENSINO. Técnico em Eletromecânica na modalidade Subsequente PLANO DE ENSINO 1. CURSO Técnico em Eletromecânica na modalidade Subsequente. DISCIPLINA / COMPONENTE CURRÍCULAR NOME: Hidráulica e Pneumática CARGA HORÁRIA: 60h MÓDULO OU FASE: 3º ANO / SEMESTRE: 017/0

Leia mais

Sumário. Projeto do Stuffing Box Caixa do Stuffing Box Simples... 35

Sumário. Projeto do Stuffing Box Caixa do Stuffing Box Simples... 35 Sumário Bombas Alternativas... 1 1.1 Breve Histórico...1 1.2 Definições...3 1.3 Classificação...5 1.3.1 Horizontal Versus Vertical...6 1.3.2 Simples Efeito Versus Duplo Efeito...6 1.3.3 Simplex Versus

Leia mais

R01 MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1/6 1 - CARACTERÍSTICAS

R01 MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1/6 1 - CARACTERÍSTICAS MANUAL DE DESMONTAGEM E MONTAGEM DE ACUMULADORES DE BEXIGA 1 - CARACTERÍSTICAS - Se o acumulador precisa ser desmontado por qualquer razão, o procedimento seguinte deve ser seguido na sequência mostrada.

Leia mais

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas.

Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar. Boas práticas. Qualidade em Instalações de Aquecimento Solar Boas práticas O sistema de aquecimento solar e seus componentes O que é sistema de aquecimento solar (SAS) A ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas)

Leia mais

AULA 11 SISTEMAS HIDRÁULICOS

AULA 11 SISTEMAS HIDRÁULICOS 19/10/16 Significado e Conceito AULA 11 SISTEMAS HIDRÁULICOS Significado: hidra = água e aulos = tubo Conceito: Estudo das característica e comportamento dos fluídos confinados sob pressão. Prof. Fabricia

Leia mais

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico

Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Trabalho Docente 2017 Ensino Técnico Plano de Curso nº 95 aprovado pela portaria Cetec nº 38 de 30/10/2009 Etec Sylvio de Mattos Carvalho Código: 103 Município: Matão Eixo Tecnológico: Controle

Leia mais

NBR 13103:2011. Instalação de aparelhos a gás para uso residencial - Requisitos. Eng Luiz Felipe Amorim

NBR 13103:2011. Instalação de aparelhos a gás para uso residencial - Requisitos. Eng Luiz Felipe Amorim NBR 13103:2011 Instalação de aparelhos a gás para uso residencial - Requisitos Eng Luiz Felipe Amorim Concentração de CO x tempo de aspiração Objetivos da Norma Aplicação da Norma Projetista x Norma Condições

Leia mais

Fixação Hidráulica. 350 o 70 bar!!!

Fixação Hidráulica. 350 o 70 bar!!! Fixação Hidráulica 350 o 70 bar!!! brasilsales@vektek.com +55-11-4398-7300 www.vektek.com Suportes de Trabalho/ Anti-Vibrador Os fundamentos de montagem 3-2-1 de bases de apoio de peça afirmam que três

Leia mais

CATÁLOGO DE CURSOS PARA CLIENTES

CATÁLOGO DE CURSOS PARA CLIENTES 1 CATÁLOGO DE CURSOS PARA CLIENTES 2 SMCT01 Automação Pneumática Carga horária: 16 Horas (2 dias) Este treinamento tem o objetivo de treinar o participante quanto ao correto entendimento, dimensionamento

Leia mais

Circuitos hidráulicos básicos

Circuitos hidráulicos básicos 1. Circuito de descarga 2. Circuito regenerativo 3. Válvula limitadora de pressão de descarga diferencial 4. Circuito de descarga de um acumulador 5. Circuito com aproximação rápida e avanço controlado

Leia mais

Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos

Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos Aula 04 - Atuadores pneumáticos atuadores lineares e rotativos 1 - INTRODUÇÃO Os atuadores pneumáticos são componentes que transformam a energia do ar comprimido em energia mecânica, isto é, são elementos

Leia mais

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1

ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 ATUADORES DE CILINDRO PNEUMÁTICO SÉRIE AT1 Os atuadores WL Série AT1D, do tipo pistão de dupla ação e retorno por mola são projetados tanto para serviços de controle como on-off. As séries AT1D e AT1M

Leia mais

CATÁLOGO DE PRODUTOS

CATÁLOGO DE PRODUTOS CATÁLOGO DE PRODUTOS Quem Somos A Magral Equipamentos Hidráulicos e Pneumáticos atua há mais de 25 anos no mercado brasileiro, trabalhando com produtos de alta tecnologia fabricados por empresas líderes

Leia mais

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Vasos de Expansão Pressurizados. Sistemas de Aquecimento, Água Potável e Solar PORTUGUÊS

MANUAL DE INSTRUÇÕES. Vasos de Expansão Pressurizados. Sistemas de Aquecimento, Água Potável e Solar PORTUGUÊS PORTUGUÊS MANUAL DE INSTRUÇÕES Vasos de Expansão Pressurizados Sistemas de Aquecimento, Água Potável e Solar versão. Mar. 2015 Agradecemos a aquisição do nosso produto. Antes de utilizar o equipamento,

Leia mais

Válvulas de Esfera AFS Swagelok

Válvulas de Esfera AFS Swagelok www.swagelok.com Válvulas de Esfera AFS Swagelok (Serviço com Combustíveis Alternativos) Para Aplicações de Alta Pressão e Alta Vazão Válvulas de Esfera AFS Swagelok Pressões de trabalho de até 6000 psig

Leia mais

2 a fase Caderno de Questões para alunos da 2 a e da 3 a Séries

2 a fase Caderno de Questões para alunos da 2 a e da 3 a Séries 2 a fase Caderno de Questões para alunos da 2 a e da 3 a Séries LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES ABAIXO: 01) Esta prova destina-se exclusivamente a alunos da 2 a e 3 a Séries do Ensino Médio. Ela contém

Leia mais

Tratores. Informações gerais sobre tratores. Recomendações. Distância do eixo

Tratores. Informações gerais sobre tratores. Recomendações. Distância do eixo Informações gerais sobre tratores Informações gerais sobre tratores Os tratores foram projetados para puxar semirreboques e são, portanto, equipados com uma quinta roda para possibilitar a fácil troca

Leia mais

Preparação de ar comprimido Unidades de manutenção e componentes Série AS2. Catálogo impresso

Preparação de ar comprimido Unidades de manutenção e componentes Série AS2. Catálogo impresso Série AS2 Catálogo impresso 2 Série AS2 Unidades de manutenção Unidade de manutenção de 2 peças, Série AS2-ACD G 1/4 - G 3/8 Largura dos poros do filtro: 5 µm com trava para fechaduras com manômetro apropriado

Leia mais

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA. Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG)

1 Introdução 2 CONCEITOS FUNDAMENTAIS HIDRÁULICA. Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG) HIDRÁULICA Prof. Ezequiel de Souza Costa Júnior (CEFET-MG) 1 Introdução 1.1 Histórico: Existem apenas três métodos conhecidos de transmissão de potência na esfera comercial: mecânica, elétrica e fluídica.

Leia mais

Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos

Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos Baixa Pressão 5m.c.a Modelos: 15/20/25 Tubos Página2 SUMÁRIO INFORMAÇÕES SOBRE O PRODUTO Coletor a Vácuo... 3 Indicações de segurança Cuidados especiais Principais vantagens do sistema solar a vácuo Especificações

Leia mais

Pressostatos de ar e água CS

Pressostatos de ar e água CS Ficha técnica Pressostatos de ar e água CS Os pressostatos CS possuem ajuste de faixa, ajustável, e um contato integrado de três polos operado por pressão. Sua posição de contato depende da pressão no

Leia mais

reciclagem a frio KMA 220

reciclagem a frio KMA 220 Technische Especificação Daten Técnica Kaltfräse Usina misturadora W 200 móvel de reciclagem a frio KMA 220 Especificação Técnica Usina misturadora móvel de reciclagem a frio KMA 220 Capacidade da usina

Leia mais

Sensores Indutivos. Princípio de Funcionamento (ferromagnéticos)

Sensores Indutivos. Princípio de Funcionamento (ferromagnéticos) Sumário Introdução... 3 Sensores Indutivos... 4 Princípios de Funcionamento (ferromagnético)... 4 Princípios de Funcionamento (não ferromagnético)... 5 Distância Sensora e Histerese... 5 Alcance dos Sensores

Leia mais

55. X X X X. XXX. líquido: 1 - glicerina 2 - seco

55. X X X X. XXX. líquido: 1 - glicerina 2 - seco Manômetros Balflex Os manômetros Balflex são utilizados para medição de pontos com pressão dinâmica, pulsação ou com vibrações elevadas, na hidráulica ou em compressores. A gama de manômetros Balflex é

Leia mais

Curso de Especialização em Engenharia Mecatrônica. Elementos Finais de Controle

Curso de Especialização em Engenharia Mecatrônica. Elementos Finais de Controle Slide 1 Curso de Especialização em Engenharia Mecatrônica Coordenador Geral : Prof. Max Suell Dutra Elementos Finais de Controle Prof. Wairy Dias Cardoso Slide 2 Elementos Finais de Controle Os elementos

Leia mais

Mecânica dos Fluidos I

Mecânica dos Fluidos I Mecânica dos Fluidos I Aula prática 1 (Semana de 22 a 26 de Setembro de 2008) EXERCÍCIO 1 Em Mecânica dos Fluidos é muito frequente que interesse medir a diferença entre duas pressões. Os manómetros de

Leia mais

O EQUIVALENTE ELÉTRICO DO CALOR

O EQUIVALENTE ELÉTRICO DO CALOR O EQUIVALENTE ELÉTRICO DO CALOR Material Utilizado: Parte B - Equivalente Elétrico do Calor - um aparato para a determinação do equivalente elétrico do calor (PASCO TD-8552), composto de uma jarra com

Leia mais

TECNOLOGIA DE ESTAMPAGEM FATEC ITAQUERA, 2014

TECNOLOGIA DE ESTAMPAGEM FATEC ITAQUERA, 2014 TECNOLOGIA DE ESTAMPAGEM FATEC ITAQUERA, 2014 Atualmente, as molas constituem uma parte muito importante na ferramenta. Principalmente em ferramentais progressivos. As diversas formas de utilização e

Leia mais

Válvulas direccionais 5/2 e 5/3 - ISO 5599/1. Série VS1 NG. Tamanho... Tipo...

Válvulas direccionais 5/2 e 5/3 - ISO 5599/1. Série VS1 NG. Tamanho... Tipo... s direccionais e - ISO 5599/1 Série VS1 NG Tamanho... Tipo... Montagem... Comando elétrico... Temperatura ambiente. Temperatura do fluido.. Fluido... Pressão de trabalho... Vazão nominal... ISO 1 s e com

Leia mais

Máquinas de Fluxo. Aula 7 Máquinas Motoras: Perdas de Energia

Máquinas de Fluxo. Aula 7 Máquinas Motoras: Perdas de Energia Máquinas de Fluxo Aula 7 Máquinas Motoras: Perdas de Energia Professora Esp. Claudia Beatriz Bozz Engenheira Mecânica Engenharia de Segurança do Trabalho Turbinas São equipamentos que tem por finalidade

Leia mais

Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão

Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão Sistemas de Pressurização Série TAP - Tanques de Pressão Menor consumoo de energia TAP-20 C TAP-35 C TAP-20 A TAP-35 A Sistema com tanque de pressão, ideal para residências de até 2 banheiros. Aplicações

Leia mais

PNEUMÁTICA DEFINIÇÃO:

PNEUMÁTICA DEFINIÇÃO: DEFINIÇÃO: PNEUMÁTICA Pneumática: (do grego pneumos com o significado de respiração) pode ser entendida como sendo o conjunto de todas as aplicações que utilizam a energia armazenada e transmitida pelo

Leia mais

PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA COMPARAÇÃO DESVANTAGENS VANTAGENS: Preparação; Compressibilidade; Potência; Escape de ar; Custo;

PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA COMPARAÇÃO DESVANTAGENS VANTAGENS: Preparação; Compressibilidade; Potência; Escape de ar; Custo; PNEUMÁTICA PNEUMÁTICA É um sistema que torna possível a utilização do ar para geração de energia mecânica. SENAI CETEMP Mecânica Boa força Ótimas velocidades Ótima precisão Hidráulica Ótima força Baixas

Leia mais

Capacitância Objetivos:

Capacitância Objetivos: Capacitância Objetivos: A natureza dos capacitores e como determinar a quantidade que mede sua habilidade de armazenar carga? Com os capacitores de comportam em circuitos? Como determinar a quantidade

Leia mais

Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais

Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais Válvulas hidráulicas de controle de vazão e direcionais Aula 3 Prof. Dr. Emílio Carlos Nelli Silva Prof. Dr. Rafael Traldi Moura Válvulas de controle de vazão Controle de vazão resistivo: controla resistencia

Leia mais

Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama

Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama Prof. Dr. Evandro Leonardo Silva Teixeira Faculdade UnB Gama Pressão: Não é uma grandeza física fundamental; Derivada da medição de força e área; Força é derivada da : massa, comprimento e tempo; Área

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7011 ELETRICIDADE BÁSICA TURMA: 141A

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7011 ELETRICIDADE BÁSICA TURMA: 141A UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA ELÉTRICA EEL7011 ELETRICIDADE BÁSICA TURMA: 141A MONTAGEM DE UM DETECTOR DE METAIS Equipe: Wagner Fiorini Fluck - 06141048. Alex Augusto

Leia mais

Reguladores Automotores. Válvula Redutora de Pressão Tipo 2333 com válvula piloto Válvula Estabilizadora de Pressão Tipo 2335 com válvula piloto

Reguladores Automotores. Válvula Redutora de Pressão Tipo 2333 com válvula piloto Válvula Estabilizadora de Pressão Tipo 2335 com válvula piloto Reguladores Automotores Piloto operado pelo fluido Válvula Redutora de Pressão Tipo 2333 com válvula piloto Válvula Estabilizadora de Pressão Tipo 2335 com válvula piloto Aplicação Reguladores de pressão

Leia mais

Prova 1/3. Nome: Assinatura: Matrícula UFES: Semestre: 2013/2 Curso: Física (B e L) Turmas: 01 e 02 Data: 11/11/2013 GABARITO

Prova 1/3. Nome: Assinatura: Matrícula UFES: Semestre: 2013/2 Curso: Física (B e L) Turmas: 01 e 02 Data: 11/11/2013 GABARITO Universidade Federal do Espírito Santo Centro de Ciências Eatas Departamento de Física FIS09066 Física Prof. Anderson Coser Gaudio Prova /3 Nome: Assinatura: Matrícula UFES: Semestre: 03/ Curso: Física

Leia mais

Válvula para água operada por pressão Tipos WVFX e WVS

Válvula para água operada por pressão Tipos WVFX e WVS Ficha técnica Válvula para água operada por pressão Tipos WVFX e WVS As válvulas de água tipo WVFX e WVS são usadas para regular o fluxo de água em instalações de refrigeração com condensadores refrigerados

Leia mais

Durabilidade, Força e Confiabilidade.

Durabilidade, Força e Confiabilidade. DO BRASIL Durabilidade, Força e Confiabilidade. BLAUTH DO BRASIL é uma empresa genuinamente brasileira, produz exclusivamente prensas excêntricas que são destinadas à produção nos setores de: eletrodomésticos,

Leia mais

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque

Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Motor de Pistões Radiais V JMDG Baixa rotação e alto torque Introdução São motores de baixa rotação e altíssimo torque e que podem ser aplicados em várias áreas que exigem estas características. Podem

Leia mais

Soluções de controle e atuadores LEDEEN. Soluções inovadoras para aplicações pneumáticas, hidráulicas, gás-over-oil, gás direto e submarinas.

Soluções de controle e atuadores LEDEEN. Soluções inovadoras para aplicações pneumáticas, hidráulicas, gás-over-oil, gás direto e submarinas. Soluções de controle e atuadores LEDEEN Soluções inovadoras para aplicações pneumáticas, hidráulicas, gás-over-oil, gás direto e submarinas. Índice SOLUÇÕES DE CONTROLE E ATUADORES LEDEEN Introdução...

Leia mais

y Versão de latão NF e NA y Versão em latão DZR, NF y FKM e EPDM y Também disponível com conexão NPT Características e versões:

y Versão de latão NF e NA y Versão em latão DZR, NF y FKM e EPDM y Também disponível com conexão NPT Características e versões: EV220B 6 - EV220B 22 é uma linha de válvulas solenoides de 2/2 vias servo-operadas com conexões de 1/4 a 1. Esta linha é especialmente indicada para aplicações de OEM que exigem uma solução robusta para

Leia mais

Carga e Descarga de Capacitores

Carga e Descarga de Capacitores Carga e Descarga de Capacitores Introdução O capacitor é um dispositivo capaz de armazenar energia elétrica sob a forma de um campo eletroestático. Quanto ligamos um capacitor a uma fonte de energia o

Leia mais

ACUMULADORES DE ÁGUA PS/1R

ACUMULADORES DE ÁGUA PS/1R DESCIÇÃO DO ODUO S/1 Acumulador solar de água com um registo preparado para o funcionamento com um módulo de água fresca Acumulador de água de alta qualidade, em aço (S2J), para o modo de aquecimento em

Leia mais

RESUMO MECFLU P2. 1. EQUAÇÃO DE BERNOULLI Estudo das propriedades de um escoamento ao longo de uma linha de corrente.

RESUMO MECFLU P2. 1. EQUAÇÃO DE BERNOULLI Estudo das propriedades de um escoamento ao longo de uma linha de corrente. RESUMO MECFLU P2 1. EQUAÇÃO DE BERNOULLI Estudo das propriedades de um escoamento ao longo de uma linha de corrente. Hipóteses Fluido invíscido (viscosidade nula) não ocorre perda de energia. Fluido incompressível

Leia mais

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6

Válvula redutora de pressão. EME610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 UNIFEI EE610 - Sistemas Hidropneumáticos Hidráulica 6 Válvula redutora de pressão O objetivo da válvula de redutora de pressão é fazer com que a pressão em uma parte do sistema seja mantida em um determinado

Leia mais

GUIA DE BOMBAS. Folheto E-BR

GUIA DE BOMBAS. Folheto E-BR GUIA DE BOMBAS Folheto 40000-E-BR Sumário Bombas PVWJ página 3 Bombas PVG página 4 Bombas PVM página 5 Bombas PVWW página 6 Bombas PVV página 7 Bombas PVK página 8 Bombas PVWC página 9 Bombas PFBA página

Leia mais

Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento

Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento Tecnologia em equilíbrio entre força e movimento Parker Hannifin A Parker é a líder global na fabricação de componentes destinados aos mercados de movimento e controle do movimento, dedicada a oferecer

Leia mais

Parker no Brasil. Folheto 1005 BR

Parker no Brasil. Folheto 1005 BR Parker no Brasil Folheto 1005 BR A Parker Hannifin A Parker é uma empresa líder mundial na fabricação de componentes destinados ao mercado de Movimento e Controle do Movimento, dedicada a oferecer excelência

Leia mais

Mateus de Almeida Silva. Meca 3º ano. Tipos de Rolamentos e Aplicações. Rolamento

Mateus de Almeida Silva. Meca 3º ano. Tipos de Rolamentos e Aplicações. Rolamento Mateus de Almeida Silva. Meca 3º ano Tipos de Rolamentos e Aplicações Rolamento A função do rolamento é minimizar a fricção entre as peças móveis da máquina e suportar uma carga. A maioria dos rolamentos

Leia mais

Sistemas Hidropneumáticos I Introdução

Sistemas Hidropneumáticos I Introdução UNIFEI Sistemas Hidropneumáticos I Introdução EME-26 e EME610 Aula 01 17-08-2009 Prof. José Hamilton Chaves Gorgulho Júnior Ementa Fundamentos de sistemas hidráulicos e pneumáticos; Componentes principais;

Leia mais

Série M/60200 Atuadores Rotativos

Série M/60200 Atuadores Rotativos Série M/60200 tuadores Rotativos Dupla ção Ângulos de, 180 e 270 dequado para torques de 0,058 a 402,46 Nm Ângulos fixos e ajustáveis Construção com palheta simples e dupla Características Técnicas Fluido:

Leia mais