VOTO. INTERESSADAS: Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "VOTO. INTERESSADAS: Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT"

Transcrição

1 VOTO PROCESSO: / INTERESSADAS: Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT RELATOR: Tiago de Barros Correia RESPONSÁVEL: Diretoria - DIR. ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto pela Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT em face do Despacho nº 1.986/2014, emitido pela Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF, que não anuiu ao pedido das interessadas para celebração de contrato com a Ativas Data Center S.A. I RELATÓRIO Em 7 de abril de 2014, as Interessadas protocolaram a correspondência 1, formalizando pedido de anuência para a celebração de um Termo de Contrato tendo por objeto a análise de contratação da Ativas Data Center S.A. (Ativas) pelas partes relacionadas CEMIG-D e CEMIG-GT para compartilhamento de inovação tecnológica pelas empresas do grupo, com a integração da infraestrutura existente de Information Technology, Operation Tecnology e Comunication Technology; ou seja, integração das tecnologias de informação, operação e comunicação. Por meio de tal contrato, almeja-se que a Ativas provisione os serviços de hospedagem e operação do datacenter de tecnologia de informação das Contratantes e backup-site do Centro de Operação do Sistema COS (Ambiente SCADA). 2. A Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira - SFF analisou o pedido e, com fundamento em Nota Técnica 2, emitiu o Despacho 3 nº 1.986, de 25 de junho de 2014, no qual decidiu pela não anuência ao pedido em exame. 3. Em 7 de julho de 2014, as Interessadas protocolaram Recurso Administrativo 4 em face da decisão proferida pelo Despacho nº 1.986/ Na Análise do Pedido de Reconsideração 5, a SFF conheceu do recurso, uma vez que interposto tempestivamente e, no mérito, negou-lhe provimento, mantendo a decisão anterior e encaminhando o assunto para apreciação da Diretoria. 5. Em 18 de agosto de 2014, o processo foi a mim distribuído por meio de sorteio. 1 Carta nº IR/CR-0204A/2014, de 4 de abril de 2014, que recebeu SICNet nº / Nota Técnica nº 166/2014 SFF/ANEEL, de 24 de junho de Despacho nº 1.986, de 25 de junho de 2014, publicado no D.O.U em 26 de junho de 2014, seção 1, p. 49, n Por meio da Carta IR/CR-0429A/2014, de 4 de julho de 2014, protocolo SIC nº / Protocolado no SICNet com o nº /

2 6. Em 04 de fevereiro de 2015 as interessadas foram recebidas em reunião pela minha Assessoria, e detalharam, em considerações adicionais, os argumentos em defesa da concessão da anuência pleiteada. 7. As referidas considerações adicionais foram protocoladas 6 e submetidas à analise da SFF que, em resposta, emitiu a NT nº66/2015 de 04 de março de 2015 manifestando o entendimento de que é possível anuir ao pedido, desde que atendidas determinadas condicionantes apontadas ao longo da análise. 8. É o relatório. II FUNDAMENTAÇÃO 9. Trata-se de análise de recurso da CEMIG-D e CEMIG-GT contra decisão que negou anuência a contrato com a Ativas Data Center S.A empresa que é parte relacionada às interessadas. 10. Conforme justificam as Interessadas em seu pedido inicial, essa migração possibilitará a redução dos custos dos processos de inovação e manutenção, o aumento da inteligência do sistema de supervisão, a otimização da rotina das equipes de campo e a implementação de melhorias acentuadas na detecção de perdas e fraudes bem como nas previsões de demanda. 11. Os seguintes benefícios para a CEMIG foram apontados: a) atendimento aos critérios técnicos necessários ao cenário CEMIG com a utilização de uma norma técnica internacionalmente reconhecida no mercado; b) profissionais qualificados para a execução dos serviços com baixo risco de perdas das informações e interrupções dos sistemas; c) ativos da CEMIG hospedados em um ambiente de alta disponibilidade e segurança; d) maior controle de custos com o compartilhamento de infraestrutura e pagamento pela efetiva utilização dos recursos; e) atenuação dos investimentos em hardware no médio prazo e; f) segurança de que as informações estratégicas da empresa estão hospedadas em uma empresa do Grupo CEMIG. 6 SicNet nº /

3 12. Como destacado no Despacho nº 1.986/2014, a SFF negou a anuência ao pedido por entender estarem ausentes os seguintes requisitos: 1) demonstração fática de comutatividade da avença, nos termos exigidos pela Resolução Normativa nº 334/2008; e 2) demonstração da pertinência e razoabilidade da referida contratação, no que se refere aos critérios de normalidade, usualidade e necessidade à manutenção de suas atividades, conforme exigido pelo art. 16 da Resolução citada Face às argumentações colocadas em reunião junto à assessoria, esta relatoria solicitou 8 à SFF a apreciação de carta das interessadas na qual as mesmas expõem considerações adicionais a fim de demover a negativa de anuência prévia à contratação pretendida. 14. Por meio da Nota Técnica nº 66/2015 de 04 de março de 2015 a SFF realizou a análise do pleito à luz das novas informações apresentadas pelas interessadas, destacando no item 12 da mesma que: Como aparte da análise do mérito desse pleito em si, resta claro que sem a negativa quanto ao pleito de anuência não teria sido possível identificar falhas na instrução processual, como informações erradas e desatualizadas prestadas originalmente pelas Interessadas que reforçaram o apontamento para a não anuência do pleito. Assim, é fundamental que essa empresa passe, com diligência, a observar todos os requisitos que embasam as solicitações de anuência prévia a serem dadas por essa Agência em futuros pleitos. Recomenda-se às Interessadas atentar para os procedimentos disponíveis no sítio da ANEEL no seguinte endereço eletrônico: 15. Passa-se à análise do mérito. Conforme a Resolução Normativa - REN nº 334 9, de 21 de outubro de 2008, a dispensa de anuência prévia da ANEEL, para contratos cujos gastos sejam inferiores a 0,5% da Receita Operacional Líquida ROL da concessionária, está limitada ao valor total gasto no conjunto de contratos entre partes relacionadas, que não poderão superar 0,5% da ROL, sempre em base anual. E é do agente regulado, a obrigação de proceder a esse controle, até para que seja possível a ele poder saber se cabe ou não anuência prévia a determinado contrato. 16. No caso em tela, o valor do contrato alcança R$ ,00 (quarenta e dois milhões, seiscentos e nove mil e dezesseis reais), a serem divididos entre as interessadas, conforme a seguinte regra de rateio: 3% (três por cento), para a CEMIG Holding, 76% (setenta e seis por cento) para a CEMIG- D e 21% (vinte e um por cento) para a CEMIG-GT. 7 Resolução Normativa nº 334, de 21 de outubro de Por meio do Memorando nº 42/2015-DIR/ANEEL, protocolo SICNet nº / , a assessoria do Diretor Relator encaminhou à SFF a carta das Interessadas com referência IR-0064A/2015, SICNet nº / Alínea c do inciso IV do art. 3º da Resolução Normativa (REN) nº 334, de 21 de outubro de 2008

4 17. Nota-se, que a contratação pretendida não possui valor pouco significativo e tampouco caráter estratégico irrelevante. Trata-se de compartilhamento de inovação tecnológica com vistas à integração das tecnologias de informação, operação e comunicação. 18. Por meio desse contrato serão provisionados serviços de hospedagem e operação do datacenter de tecnologia de informação das Interessadas e backup-site de todo o Centro de Operação do Sistema COS (Ambiente SCADA). Logo, mesmo que os montantes anuais previstos sejam inferiores a 0,5% da ROL, a ANEEL não deve abrandar suas análises. 19. A principal sustentação para que a contratação seja feita via inexigibilidade é de fundamentação técnica. 20. A Cemig informa que, para se fazer o backup, é necessária uma replicação dos dados armazenados nos equipamentos, metodologia conhecida como replicação síncrona 10. Essa replicação possui requisitos que limitam a distância entre o datacenter principal e o datacenter de contingência em 300 km, conforme documentação técnica dos fabricantes dos equipamentos de armazenamento existentes na infraestrutura de Cemig, Hitachi e IBM, disponíveis em: _V42.doc%2Ffrg_c_ct.html (acesso em 06/03/2013); (acesso em 06/03/2013). 21. No pedido de reconsideração, as interessadas reforçam que a solução técnica capaz de garantir níveis de disponibilidade próximos ao desejado se baseia em uma norma internacional denominada ANSI-TIA/EIA 942, que oferece critérios técnicos adequados a instalações de missões críticas para operações de tecnologia da informação. Na referida norma, o nível considerado compatível com as necessidades dos sistemas críticos é denominado TIER III 11 ou superior, o que proporciona 99,982% de disponibilidade dos sistemas de informação, ou seja, indisponibilidade inferior a 1,6 horas anuais. 22. Neste sentido, as interessadas buscam demonstrar nos autos que a ATIVAS é, dentre 24 instalações de datacenter listadas na Carta IR-0064A/ , Fls. 76 e77, a única 13 que se encontra a uma distância inferior a 300 km e que preenche os requisitos de certificação técnica acima citados. 10 Metro Mirror é um método de replicação de dados remotos síncronos que opera entre dois sites com até 300 KM de distância um do outro. A origem está localizada em um sistema de armazenamento e o destino está localizado em outro sistema de armazenamento. (fls. 87 do processo). 11 O Padrão TIER é usado para mensurar o nível da infraestrutura de um local destinado ao funcionamento de um centro de processamento de dados (CPD). O Uptime Institute Professional Services é o único fornecedor de consulta e Certificações para o Sistema de Classificação Tier 12 SicNet nº / As interessadas afirmaram, na carta IR-0064A/2015, que não é possível angariar outras cotações haja vista que a empresa CODEMIG, única que oferece duas instalações certificadas a menos de 300 km de distância da sede da CEMIG D, ainda não está apta à prestação dos serviços porque as edificações ainda não foram concluídas. Além disso, declarou que essas instalações são de uso exclusivo de autarquias do governo, sendo uma destinada a hospedar os equipamentos da Secretaria de Estado da Fazenda de Minas Gerais e, a outra, os equipamentos da Companhia de Tecnologia da Informação de Minas

5 23. Em consequência desta verificação, todas as bases comparativas para formação de preços do contrato se fundamentaram, exclusivamente, nos preços praticados pela própria Ativas em contratos com as seguintes empresas: Unimed BH, Aethra Sistemas Automotivos, Itambé, Itatiaia, Conekta, Getnet, MRV e Massas Vilma. 24. Os dados apresentados pelas interessadas estão resumidos na Tabela III, item 25 da Nota Técnica 166/2014-SFF, Fls. 19 dos autos e permitem observar que, a proposta apresentada pela ATIVAS para prestação de serviços à CEMIG seria de fato a mais competitiva entre as 9 situações comparáveis. TABELA III - SÍNTESE DAS COTAÇÕES APRESENTADAS POR ITEM DE SERVIÇO Dados do Serviço Valores Cotados por Organização (R$) Valores para Análise de Comutatividade (R$) Item Previsão de Incidência Unidade de Comparação Unimed BH Aethra Itambé Itatiaia Conekta Getnet MRV Massas Vilma Proposta CEMIG Menor preço Maior preço Média de Mercado Mediana Contratação ao Menor Preço Contratação ao Preço Médio Contratação ao Contratação ao Preço da Preço Mediano CEMIG Colocation 828 Rack / mês 4.847, , , , , , , , , , , ,60 Conectividade - Link Wan 216 Gbps / mês 6.145, , , , , , , , , , ,20 Banda IP - Internet 2160 Mbps / mês 186,00 197,00 158,00 100,00 157,81 100,00 197,00 159,76 158, , , , ,60 Armazenamento de Dados GB / mês 0,85 0,61 0,93 0,62 0,61 0,93 0,75 0, , , , ,00 Hosting de Servidores 4680 Servidor / mês 2.235, ,00 950, ,48 950, , , , , , , ,40 Serviços Profissionais Homem-hora 112,00 148,88 150,85 99,13 99,13 150,85 127,72 130, , , , ,00 Total Global Estimado , , , , Deve-se considerar, contudo, que a Ativas, no curto prazo, pode não ser mais a única empresa capaz de atender à principal restrição colocada inicialmente pelas Interessadas na prestação desse serviço: a de que não existe nenhum outro fornecedor de soluções de datacenter certificados pelo Uptime Institute em um raio de 300 km. 26. Logo, compartilho do entendimento expresso pela SFF de que, em caso de anuência ao pleito, é prudente determinar que, em até 1 (um ano) do término do contrato as Interessadas tenham concluído estudo completo dos datacenters disponíveis para atendimento de suas demandas. Tal estudo deve contemplar: i. os custos de troca de tecnologia disponível, incluindo máquinas e equipamentos, bem como softwares e serviços envolvidos, que viabilizariam a contratação em questão com outro fornecedor que não a Ativas; ii. iii. iv. todas as demais restrições que impedem a prestação do serviço em questão por outras empresas, envidando esforços para eliminá-las, tanto quanto possível; pesquisa de mercado robusta, que considere as restrições tecnológicas atuais e as restrições futuras estimadas das Interessadas; comparativo com outras empresas que detém problemas semelhantes de restrições tecnológicas, para o mesmo tipo de contratação, os preços Gerais PRODEMGE e, portanto, não poderiam ser utilizadas pelas contratantes como provedores de serviço tal como a Ativas Datacenter

6 contratados, a fim de se ter parâmetros de preço diversos de sua parte relacionada; v. empreendimento de esforços para averiguar possível atendimento compartilhado das instalações da CODEMIG com as Interessadas caso fiquem prontas as instalações da CODEMIG e se estabeleça a melhor relação custo-benefício para as concessionárias e para as autarquias do Governo de Minas Gerais que se utilizarão dessas instalações; 27. Na mesma linha, pelas razões expostas anteriormente pela SFF, entendo ser necessário que contratações futuras que versem sobre o mesmo objeto, mesmo que com escopo modificado, sejam submetidas à anuência prévia da ANEEL com a devida antecedência. 28. A única hipótese razoável para dispensa dessa obrigação consiste no fato de a contratação pleiteada decorrer de licitação administrativa, nos moldes da Lei 8.666, de 21 de junho de 1993, e não haver contratos entre partes relacionadas que comprometam, anualmente, mais de 0,5% da ROL anual de ambas as Interessadas. 29. Tomando-se em consideração os elementos acrescentados pelas Interessadas nas cartas com referência IR/CR-0429A/2014 e IR-0064A/2015, ressalto a observação feita pela SFF de que o prazo de contratação, em hipótese alguma deverá ultrapassar quatro anos, conforme dispõe o art. 18 da REN nº 334/2008. Assim, acato a sugestão de redação proposta no item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato, proposta no recurso das Interessadas, a fim de sanar a inconsistência: 5. Caso necessário, as Partes poderão acordar um prazo superior a 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração, desde que respeitado o prazo máximo de 48 (quarenta e oito) meses de vigência, sendo certo que a CONTRATANTE deverá pagar à CONTRATADA o valor proporcional aos serviços prestados durante todo o período de migração acordado, mediante a celebração de Termo Aditivo ou contrato autônomo, conforme o caso. 30. Aprovo também a recomendação da SFF para que a redação proposta para o Anexo 1 do Contrato, feita por meio da carta IR-0064A/2015, não seja acatada e a execução se dê exclusivamente até o limite do valor contratado no prazo de até 4 anos, cabendo às Interessadas administrar o montante disponível em função do tempo restante do contrato, sem previsão de aditivos contratuais adicionais ao previsto no item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração. Isso porque uma renovação desse contrato se sujeitará às condicionantes postas a essa anuência prévia: ou seja, o único aditivo contratual previamente permitido é o de prazo limitando sua execução final a, no máximo, 4 anos. Não deverá haver aditivos que aumentem o valor inicial contratado em função da prorrogação de prazo previsto na citada Cláusula. 31. As restrições acima compõem o incentivo por parte do Regulador para que as Interessadas avaliem alternativas, que não a contratação com sua parte relacionada, e têm o objetivo de promover a busca por possibilidades de contratações mais econômicas e que propiciem a mesma segurança daquela que se pretende fazer. 32. Lembro também que, o parágrafo único do inciso IV do art. 3º da Resolução Normativa nº 334/2008, dispõe ainda que as concessionárias, permissionárias e autorizadas dispensadas de controle

7 prévio deverão constituir dossiê individualizado, contendo documentos que evidenciem o bom cumprimento do contrato. Assim, deverão constar no acompanhamento feito pelo gestor do contrato, apontado pelas Interessadas, além de outras informações entendidas como necessárias para fiscalização a posteriori da ANEEL: a) o quantitativo e o qualitativo de pessoal disponibilizado, a fim de seja possível embasar termo de referência para contratações futuras; b) validação do uso exclusivo do contrato por parte dos empregados da CEMIG D, da CEMIG GT, e da CEMIG Holding; c) identificação, conforme quantitativo de pessoal apontado pelos departamentos de recursos humanos das Interessadas, do real percentual devido de cada uma dessas empresas, em cada parcela paga; d) parecer sobre o andamento do contrato; e e) contribuições de melhoria para contratações futuras. 33. Finalmente, para dar conforto à SFF e garantir a efetividade desse controle posterior, como medida preventiva, condiciono a presente anuência à inclusão de cláusula contratual que permita a rescisão do contrato de forma imediata, incondicional e sem ônus para o Consumidor, em caso de determinação nesse sentido da Diretoria da ANEEL, decorrente de fiscalização da SFF, que demonstre que, durante sua execução, o contrato tenha deixado de ser necessário ou tenha sido utilizado de norma não comutativa para as partes signatárias. 34. Ressalta-se que para o atendimento às condicionantes acima expostas, as Interessadas deverão fazer ajustes contratuais e submeter cópia do termo firmado para simples conhecimento da ANEEL. III DIREITO 35. Para este voto foram observados os seguintes institutos: a) Lei nº 4.131, de 3 de setembro de b) Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de c) Lei nº 9.427, de 26 de dezembro de d) Lei nº 8.987, de 13 de fevereiro de e) Resolução Normativa ANEEL nº 334, de 21 de outubro de f) Resolução Normativa ANEEL nº 273, de 10 de julho de g) Portaria nº 1.047, de 9 de setembro de h) Despacho nº 1.986, de 25 de junho de i) Contratos de Concessão de Distribuição n os 002/97 CEMIG Área Norte, 003/97 CEMIG Área Sul, 004/97 CEMIG Área Leste, e 005/97 CEMIG Área Oeste e seus respectivos aditivos. j) Contratos de Concessão de Transmissão n os 006/1997-DNAEE e 079/2000-ANEEL, e dos Contratos de Concessão de Geração n os 002/1995-DNAEE, 006/1997-ANEEL,

8 IV DISPOSITIVO 007/1997-ANEEL, 008/1997-DNAEE, 014/2000-ANEEL, 101/2000-ANEEL e 102/2000- ANEEL e seus respectivos aditivos. 36. Diante do exposto e do que consta no Processo nº / , voto por conhecer e dar provimento parcial ao Recurso Administrativo interposto pela Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT em face do Despacho nº 1.986/2014, emitido pela Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF, no sentido de: (i) anuir ao pedido das recorrentes para contratação da empresa Ativas Data Center S.A. para provisionar os serviços de hospedagem e operação do datacenter de tecnologia de informação das Contratantes e backup-site do Centro de Operação do Sistema COS (Ambiente SCADA); (ii) determinar que, em até 1 (um ano) do término do contrato as Interessadas tenham concluído estudo completo dos datacenters disponíveis para atendimento de suas demandas; (iii) aprovar a seguinte redação para o item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato: 5. Caso necessário, as Partes poderão acordar um prazo superior a 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração, desde que respeitado o prazo máximo de 48 (quarenta e oito) meses de vigência, sendo certo que a CONTRATANTE deverá pagar à CONTRATADA o valor proporcional aos serviços prestados durante todo o período de migração acordado, mediante a celebração de Termo Aditivo ou contrato autônomo, conforme o caso. ; (iv) não aprovar a redação proposta para o Anexo 1 do Contrato, feita por meio da carta IR-0064A/2015; (v) determinar que a execução do contrato se dê exclusivamente até o limite do valor contratado no prazo de até 4 anos, cabendo às Interessadas administrar o montante disponível em função do tempo restante do contrato, sem previsão de aditivos contratuais adicionais ao previsto no item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração; (vi) determinar que a renovação desse contrato se sujeitará às condicionantes postas a essa anuência prévia: ou seja, o único aditivo contratual previamente permitido é o de prazo limitando sua execução final a, no máximo, 4 anos; (vii) não permitir aditivos que aumentem o valor inicial contratado em função da prorrogação de prazo previsto na citada Cláusula; (viii) determinar que o gestor do contrato, apontado pelas Interessadas, forneça todas as informações entendidas como necessárias para fiscalização a posteriori da ANEEL; (ix) condicionar a anuência referida no item (i) à inclusão de cláusula contratual que permita a rescisão do contrato de forma imediata, incondicional e sem ônus para o Consumidor, conforme deliberação da Diretoria da ANEEL, em caso de detecção de irregularidades e; (x) recomendar às Interessadas que passem a utilizar, a partir desta data, processo concorrencial em todas as contratações análogas, que possam envolver partes relacionadas. Brasília, 17 de março de 2015 TIAGO DE BARROS CORREIA Diretor

9 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO Nº, DE DE MARÇO DE O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL, no uso de suas atribuições regimentais, tendo em vista deliberação da Diretoria e o que consta do Processo nº / , decide conhecer e dar provimento parcial ao Recurso Administrativo interposto pela Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT em face do Despacho nº 1.986/2014, emitido pela Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF, no sentido de: (i) anuir ao pedido das recorrentes para contratação da empresa Ativas Data Center S.A. para provisionar os serviços de hospedagem e operação do datacenter de tecnologia de informação das Contratantes e backup-site do Centro de Operação do Sistema COS (Ambiente SCADA); (ii) determinar que, em até 1 (um ano) do término do contrato as Interessadas tenham concluído estudo completo dos datacenters disponíveis para atendimento de suas demandas; (iii) aprovar a seguinte redação para o item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato 5. Caso necessário, as Partes poderão acordar um prazo superior a 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração, desde que respeitado o prazo máximo de 48 (quarenta e oito) meses de vigência, sendo certo que a CONTRATANTE deverá pagar à CONTRATADA o valor proporcional aos serviços prestados durante todo o período de migração acordado, mediante a celebração de Termo Aditivo ou contrato autônomo, conforme o caso. ; (iv) não aprovar a redação proposta para o Anexo 1 do Contrato, feita por meio da carta IR-0064A/2015; (v) determinar que a execução do contrato se dê exclusivamente até o limite do valor contratado no prazo de até 4 anos, cabendo às Interessadas administrar o montante disponível em função do tempo restante do contrato, sem previsão de aditivos contratuais adicionais ao previsto no item 5 da Cláusula Décima Terceira do Contrato de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para finalização do Serviço de Migração; (vi) determinar que a renovação desse contrato se sujeitará às condicionantes postas a essa anuência prévia: ou seja, o único aditivo contratual previamente permitido é o de prazo limitando sua execução final a, no máximo, 4 anos; (vii) não permitir aditivos que aumentem o valor inicial contratado em função da prorrogação de prazo previsto na citada Cláusula; (viii) determinar que o gestor do contrato, apontado pelas Interessadas, forneça todas as informações entendidas como necessárias para fiscalização a posteriori da ANEEL; (ix) condicionar a anuência referida no item (i) à inclusão de cláusula contratual que permita a rescisão do contrato de forma imediata, incondicional e sem ônus para o Consumidor, conforme deliberação da Diretoria da ANEEL, em caso de detecção de irregularidades e; (x) recomendar às Interessadas que passem a utilizar, a partir desta data, processo concorrencial em todas as contratações análogas, que possam envolver partes relacionadas. ROMEU DONIZETE RUFINO

10 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO DE DE MARÇO DE 2015 Nº. Processo: / Interessadas: Cemig Distribuição S.A. Cemig-D e Cemig Geração e Transmissão S.A. Cemig-GT Decisão: (i) anuir ao pedido das recorrentes para contratação da empresa Ativas Data Center S.A. para provisionar os serviços de hospedagem e operação do datacenter de tecnologia de informação das Contratantes e backupsite do Centro de Operação do Sistema COS (Ambiente SCADA); (ii) a anuência referida no item (i) está sujeita ao cumprimento de todas as condicionantes expressas nos itens (ii) a (ix) da íntegra deste Despacho; (iii) recomendar às Interessadas que passem a utilizar, a partir desta data, processo concorrencial em todas as contratações análogas, que possam envolver partes relacionadas. A íntegra deste Despacho consta dos autos e estará disponível em ROMEU DONIZETE RUFINO

VOTO. INTERESSADOS: Câmara de Comercialização de Energia Elétrica CCEE e Operador Nacional do Sistema Elétrico ONS.

VOTO. INTERESSADOS: Câmara de Comercialização de Energia Elétrica CCEE e Operador Nacional do Sistema Elétrico ONS. VOTO PROCESSO: 48500.004324/2007-97 INTERESSADOS: Câmara de Comercialização de Energia Elétrica CCEE e Operador Nacional do Sistema Elétrico ONS. RELATOR: Diretor RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Fincaneira - SFF.

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Fincaneira - SFF. VOTO PROCESSO: 48500.003761/2012-51. INTERESSADO: Companhia Energética Itumirim. RELATOR: Diretor Edvaldo Alves de Santana. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Fincaneira - SFF. ASSUNTO:

Leia mais

CONTRIBUIÇÕES DA COMPANHIA PARANANENSE DE ENERGIA À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 060/2015

CONTRIBUIÇÕES DA COMPANHIA PARANANENSE DE ENERGIA À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 060/2015 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL CONTRIBUIÇÕES DA COMPANHIA PARANANENSE DE ENERGIA À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 060/2015 OBJETIVO: obter subsídios ao aprimoramento da Resolução Normativa nº 532/2013,

Leia mais

FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27. INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis. RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega

FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27. INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis. RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega FL. 1 de 6 VOTO PROCESSO: 48500.000092/2014-27 INTERESSADO: Copel Distribuição S.A. - Copel Dis RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega RESPONSÁVEL: DIRETORIA DIR ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF.

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira SFF. VOTO PROCESSO: 48500.003968/2015-78. INTERESSADOS: Pantanal Energética Ltda. Pantanal Energética RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior. RESPONSÁVEL: Superintendência de Fiscalização Econômica e Financeira

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA N o, DE DE DE 2014 Altera a Resolução Normativa nº 334, de 21 de outubro de 2008, em relação aos controles prévio e a posteriori dos atos

Leia mais

VOTO. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão SRT.

VOTO. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão SRT. VOTO PROCESSOS: 48500.002320/2014-01. INTERESSADO: Companhia Marumbi Transmissora de Energia S.A. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos. RESPONSÁVEL: Superintendência de Regulação dos Serviços de Transmissão

Leia mais

VOTO. INTERESSADO: Coqueiros Transmissora de Energia S.A. CTE.

VOTO. INTERESSADO: Coqueiros Transmissora de Energia S.A. CTE. VOTO PROCESSO: 48500.003771/2014-58 INTERESSADO: Coqueiros Transmissora de Energia S.A. CTE. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos. RESPONSÁVEL: Diretoria - DIR. ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição SCT.

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição SCT. VOTO PROCESSO: 48500.006134/2014-33 INTERESSADO: Usina Moema Açúcar e Álcool Ltda. RELATOR: José Jurhosa Junior RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão e Distribuição

Leia mais

VOTO PROCESSO: 48500.004792/2015-71. INTERESSADO: Energisa Minas Gerais Distribuidora de Energia S.A. RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior.

VOTO PROCESSO: 48500.004792/2015-71. INTERESSADO: Energisa Minas Gerais Distribuidora de Energia S.A. RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior. VOTO PROCESSO: 48500.004792/2015-71. INTERESSADO: Energisa Minas Gerais Distribuidora de Energia S.A. RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração - SCG.

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração - SCG. VOTO PROCESSO: 48500.005606/2014-31. INTERESSADO: Floraplac MDF Ltda. - Floraplac RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração - SCG. ASSUNTO:

Leia mais

I. DO OBJETIVO II. DOS FATOS. Nota Técnica nº 472/2013-SRE/ANEEL. Em 24 de outubro de 2013. Processo: 48500.006123/2013-72

I. DO OBJETIVO II. DOS FATOS. Nota Técnica nº 472/2013-SRE/ANEEL. Em 24 de outubro de 2013. Processo: 48500.006123/2013-72 Nota Técnica nº 472/2013-SRE/ANEEL Em 24 de outubro de 2013. Processo: 48500.006123/2013-72 Assunto: Critérios e procedimentos para cálculo do custo de capital a ser utilizado na definição da receita teto

Leia mais

VOTO. INTERESSADA: Eletrosul Centrais Elétricas S.A. Eletrosul e Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Eletrobrás.

VOTO. INTERESSADA: Eletrosul Centrais Elétricas S.A. Eletrosul e Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Eletrobrás. VOTO PROCESSO: 48500.006367/2012-74. INTERESSADA: Eletrosul Centrais Elétricas S.A. Eletrosul e Centrais Elétricas Brasileiras S.A. Eletrobrás. RELATOR: Diretor Edvaldo Alves de Santana RESPONSÁVEL: Superintendência

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEIS: Superintendência de Regulação de Mercado SRM e Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição SRD.

VOTO. RESPONSÁVEIS: Superintendência de Regulação de Mercado SRM e Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição SRD. VOTO PROCESSOS: 48500.000865/2014-75 INTERESSADOS: Mineração Caraíba S/A - MCSA. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEIS: Superintendência de Regulação de Mercado SRM e Superintendência de

Leia mais

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro

Governo do Estado do Rio de Janeiro Secretaria de Estado da Casa Civil Agência Reguladora de Energia e Saneamento Básico do Estado do Rio de Janeiro Processo nº.: E-12/0 Autuação: 29/01 Concessionária: PROLAGOS Assunto: Seguro Garantia - 2014 Sessão Regulatória: 26 de agosto de 2014 RELATÓRIO O presente Processo Regulatório foi iniciado em razão da

Leia mais

Tipo/Nº do Documento: Data: Origem: Vigência: Resolução Homologatória nº1576 30/07/2013 ANEEL 07/08/2013

Tipo/Nº do Documento: Data: Origem: Vigência: Resolução Homologatória nº1576 30/07/2013 ANEEL 07/08/2013 LEGISLAÇÃO COMERCIAL Assunto: Homologa o resultado da sexta Revisão Tarifária Periódica RTP da Escelsa. Tipo/Nº do Documento: Data: Origem: Vigência: Resolução Homologatória nº1576 30/07/2013 ANEEL 07/08/2013

Leia mais

VOTO. 3. Em 12/08/2013, a concessionária apresentou recurso, no qual requereu a reforma da decisão.

VOTO. 3. Em 12/08/2013, a concessionária apresentou recurso, no qual requereu a reforma da decisão. VOTO PROCESSO: 48500.002767/2014-72. INTERESSADO: Companhia Energética do Ceará COELCE. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos. RESPONSÁVEL: Diretoria - DIR. ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto

Leia mais

VOTO RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES, PERMISSÕES E AUTORIZAÇÕES DE TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO SCT.

VOTO RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES, PERMISSÕES E AUTORIZAÇÕES DE TRANSMISSÃO E DISTRIBUIÇÃO SCT. VOTO PROCESSO: 48500.000514/2015-45. INTERESSADO: Pantanal Transmissora S.A. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES, PERMISSÕES E AUTORIZAÇÕES DE TRANSMISSÃO

Leia mais

RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES DE GERAÇÃO

RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES DE GERAÇÃO VOTO PROCESSO: 48500.003722/2007-96. INTERESSADO: Energy Green do Brasil Energia Renovável Ltda. RELATOR: Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES DE GERAÇÃO ASSUNTO:

Leia mais

A G Ê N C I A N A C I O N A L D E E N E R G I A E L É T R I C A. S u b m ó d u l o 10. 2

A G Ê N C I A N A C I O N A L D E E N E R G I A E L É T R I C A. S u b m ó d u l o 10. 2 A G Ê N C I A N A C I O N A L D E E N E R G I A E L É T R I C A Módulo 10: Ordem e Condições de Realização dos Processos Tarifários e Requisitos de Informações e Obrigações Periódicas S u b m ó d u l o

Leia mais

VOTO PROCESSO: 48500.003850/2012-05.

VOTO PROCESSO: 48500.003850/2012-05. VOTO PROCESSO: 48500.003850/2012-05. INTERESSADOS: Edifício Master Tower Ibirapuera, Eletropaulo Metropolitana Eletricidade de São Paulo S.A. - AES Eletropaulo, Agência Reguladora de Saneamento e Energia

Leia mais

VOTO. INTERESSADAS: Transenergia Renovável S.A. TER, Transenergia São Paulo S.A. TSP, Goiás Transmissão S.A. GOT e MGE Transmissão S.A.

VOTO. INTERESSADAS: Transenergia Renovável S.A. TER, Transenergia São Paulo S.A. TSP, Goiás Transmissão S.A. GOT e MGE Transmissão S.A. VOTO PROCESSO: 48500.002881/2015-83. INTERESSADAS: Transenergia Renovável TER, Transenergia São Paulo TSP, Goiás Transmissão GOT e MGE Transmissão MGE RELATOR: Diretor Tiago de Barros Correia RESPONSÁVEL:

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração SCG. 1. A UHE Cachoeira da Fumaça foi outorgada em 22/04/1975.

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração SCG. 1. A UHE Cachoeira da Fumaça foi outorgada em 22/04/1975. VOTO PROCESSO: 00000.703597/1973-68. INTERESSADOS: Porto Seguro Negócios Imobiliários S.A.. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Geração

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.718, DE 16 DE ABRIL DE 2014.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.718, DE 16 DE ABRIL DE 2014. AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.718, DE 16 DE ABRIL DE 2014. Homologa as Tarifas de Energia TEs e as Tarifas de Uso dos Sistemas de Distribuição TUSDs referentes à AES

Leia mais

5. Em sorteio realizado em 01/12/2014 fui designado Relator do Processo.

5. Em sorteio realizado em 01/12/2014 fui designado Relator do Processo. VOTO PROCESSO: 48500.005191/2014-03 INTERESSADO: Light Serviços de Eletricidade S.A. RELATOR: José Jurhosa Júnior. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões, Permissões e Autorizações de Transmissão

Leia mais

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER

PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União Referência: 99908.000257/201-8 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recorrente: PARECER

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.879, DE 14 DE ABRIL DE 2015

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.879, DE 14 DE ABRIL DE 2015 AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.879, DE 14 DE ABRIL DE 2015 Homologa o resultado do Reajuste Tarifário Anual de 2015, as Tarifas de Energia TE e as Tarifas de Uso do

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.815, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.815, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.815, DE 29 DE OUTUBRO DE 2014 Voto Homologa o resultado do Reajuste Tarifário Anual de 2014 e fixa as Tarifas de Energia TEs e as Tarifas

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO N o 615, DE 6 NOVEMBRO DE 2002 (*) Vide alterações e inclusões no final do texto. Aprova o modelo do Contrato de Prestação de Serviço Público de Energia

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.713, DE 15 DE ABRIL DE 2014.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.713, DE 15 DE ABRIL DE 2014. AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.713, DE 15 DE ABRIL DE 2014. Homologa as Tarifas de Energia TEs e as Tarifas de Uso dos Sistemas de Distribuição TUSDs referentes à Companhia

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.774, DE 12 DE AGOSTO DE 2014

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.774, DE 12 DE AGOSTO DE 2014 AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.774, DE 12 DE AGOSTO DE 2014 Nota Técnica n 253/2014-SRE/ANEEL Homologa o resultado do Reajuste Tarifário Anual de 2014 e fixa as Tarifas

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.809, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.809, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014 AGÊNCIA CIOL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.809, DE 21 DE OUTUBRO DE 2014 Homologa o resultado do Reajuste Tarifário Anual de 2014 e fixa as Tarifas de Energia TEs e as Tarifas

Leia mais

VOTO. 4. Em 29 de macro de 2006, a Casa da Criança Palhacinho Triste apresentou recurso em face da decisão da CEEE.

VOTO. 4. Em 29 de macro de 2006, a Casa da Criança Palhacinho Triste apresentou recurso em face da decisão da CEEE. VOTO PROCESSO: 48500.003732/2011-16. INTERESSADOS: Casa da Criança Palhacinho Triste, Companhia Estadual de Distribuição de Energia Elétrica - CEEE, Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos

Leia mais

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia

MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia - MINISTÉRIO DA FAZENDA Secretaria de Acompanhamento Econômico Coordenação-Geral de Energia Parecer Analítico sobre Regras Regulatórias nº 33/COGEN/SEAE/MF Brasília, 14 de outubro de 2011. Assunto: Audiência

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 583, DE 22 DE OUTUBRO DE 2013

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 583, DE 22 DE OUTUBRO DE 2013 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 583, DE 22 DE OUTUBRO DE 2013 Estabelece os procedimentos e condições para obtenção e manutenção da situação operacional e definição de

Leia mais

VOTO. INTERESSADO: Poente Engenharia e Consultoria S/C Ltda. e Sigma Energia S.A.

VOTO. INTERESSADO: Poente Engenharia e Consultoria S/C Ltda. e Sigma Energia S.A. VOTO PROCESSO: 48500.007977/2000-07. INTERESSADO: Poente Engenharia e Consultoria S/C Ltda. e Sigma Energia S.A. RELATOR: Diretor Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações

Leia mais

VOTO. PROCESSOS: 48500.000751/2014-25, 48500.000752/2014-70 e 48500.000753/2014-14.

VOTO. PROCESSOS: 48500.000751/2014-25, 48500.000752/2014-70 e 48500.000753/2014-14. VOTO PROCESSOS: 48500.000751/2014-25, 48500.000752/2014-70 e 48500.000753/2014-14. INTERESSADO: Eletrosul Centrais Elétricas S.A. RELATOR(A): Diretor Reive Barros dos Santos RESPONSÁVEL: Superintendência

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.512, DE 16 DE ABRIL DE 2013.

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.512, DE 16 DE ABRIL DE 2013. AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO HOMOLOGATÓRIA Nº 1.512, DE 16 DE ABRIL DE 2013. Homologa o resultado da terceira Revisão Tarifária Periódica RTP da Companhia Energética do Rio Grande

Leia mais

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC

Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC Pode Judiciário Justiça do Trabalho Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região ATRIBUIÇÕES DOS CARGOS DE DIREÇÃO E CHEFIAS DA SETIC 1. Diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação Coordenar

Leia mais

Companhia Energética de Minas Gerais

Companhia Energética de Minas Gerais CONTRIBUIÇÕES REFERENTE À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 41/2012 Companhia Energética de Minas Gerais AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL ATO REGULATÓRIO: Resolução Normativa nº 334/2008 NOTA TÉCNICA /2012

Leia mais

O Programa de Eficiência Energética Regulado pela ANEEL e a Geração Distribuída

O Programa de Eficiência Energética Regulado pela ANEEL e a Geração Distribuída Fórum sobre Eficiência Energética e Geração Distribuída O Programa de Eficiência Energética Regulado pela ANEEL e a Geração Distribuída Agência Nacional de Energia Elétrica ANEEL Superintendência de Pesquisa

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 99902.000976/201-71 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recurso contra decisão denegatória ao

Leia mais

ORIENTAÇÕES AOS MUNICIPIOS TRANSFERÊNCIA DE ATIVOS DE I. P. APLICAÇÃO DA NOVA RESOLUÇÃO DA ANEEL

ORIENTAÇÕES AOS MUNICIPIOS TRANSFERÊNCIA DE ATIVOS DE I. P. APLICAÇÃO DA NOVA RESOLUÇÃO DA ANEEL ORIENTAÇÕES AOS MUNICIPIOS TRANSFERÊNCIA DE ATIVOS DE I. P. APLICAÇÃO DA NOVA RESOLUÇÃO DA ANEEL 17/12/2013 É preciso se atentar que a nova resolução aprovada pela ANEEL não apenas prorrogou o prazo limite

Leia mais

SUMÁRIO EXECUTIVO - RELATÓRIO DE AUDITORIA nº 07/ 2012 Página 1 de 5 SUMÁRIO EXECUTIVO

SUMÁRIO EXECUTIVO - RELATÓRIO DE AUDITORIA nº 07/ 2012 Página 1 de 5 SUMÁRIO EXECUTIVO SUMÁRIO EXECUTIVO - RELATÓRIO DE AUDITORIA nº 07/ 2012 Página 1 de 5 PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA EMPRESA BRASIL DE COMUNICAÇÃO AUDITORIA INTERNA SUMÁRIO EXECUTIVO Documento: Relatório de Auditoria EBC nº

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Renovação de Licitação

Parecer Consultoria Tributária de Segmentos Renovação de Licitação 15/10/2014 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas apresentadas pelo cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 5 4. Conclusão... 8 5. Referências... 8 6. Histórico de alterações... 8 2 1.

Leia mais

ANEXO I. Check list UHE/PCH AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012.

ANEXO I. Check list UHE/PCH AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012. ANEEL DESPACHO Nº 2.117, DE 26 DE JUNHO DE 2012. O DIRETOR-GERAL DA AGÊNCIA NACIONAL DE ANEEL, no uso de suas atribuições regimentais, tendo em vista deliberação da Diretoria e o que consta no Processo

Leia mais

INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014.

INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. INSTRUÇÃO DA PRESIDÊNCIA N.º 168, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014. Estabelece procedimentos administrativos para fins de Registro de Atestado de obra/serviço no Crea-RS, conforme disposto na Resolução do Confea

Leia mais

Objetivo da Audiência

Objetivo da Audiência Audiência Pública n o. 033/2005 Contribuição da CPFL Energia Objetivo da Audiência Obter subsídios e informações adicionais para o aprimoramento de ato regulamentar a ser expedido pela ANEEL, que estabelece

Leia mais

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Transmissão e Distribuição SCT

VOTO. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Transmissão e Distribuição SCT VOTO PROCESSO: 48500.000787/2012-47 RELATOR: Diretor Romeu Donizete Rufino. RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações de Transmissão e Distribuição SCT ASSUNTO: Declaração de utilidade

Leia mais

RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO SRT

RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO SRT PROCESSO: 48500.003851/2013-22 INTERESSADA: Companhia Hidro Elétrica do São Francisco Chesf RELATOR: Diretor André Pepitone da Nóbrega RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE REGULAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO

Leia mais

Nota Técnica nº 31/2012 SFF/ANEEL. Em 18 de janeiro de 2012.

Nota Técnica nº 31/2012 SFF/ANEEL. Em 18 de janeiro de 2012. Nota Técnica nº 31/2012 SFF/ANEEL Em 18 de janeiro de 2012. Processo: 48500.000692/2011-42 Assunto: Ressarcimento aos Estados e Municípios que tiveram eventual perda de receita decorrente da arrecadação

Leia mais

Nº 70033432600 COMARCA DE PORTO ALEGRE

Nº 70033432600 COMARCA DE PORTO ALEGRE APELAÇÃO CÍVEL. LICITAÇÃO E CONTRATOS ADMINISTRATIVOS. CGTEE. CONTRATAÇÃO DE SERVIÇOS JURÍDICOS ESPECIALIZADOS NAS ÁREAS TRABALHISTA E PREVIDENCIÁRIA. TÉRMINO DO PRAZO DE VIGÊNCIA DO CONTRATO. AUSÊNCIA

Leia mais

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS

POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS POLÍTICA DE RELACIONAMENTO COM CORRESPONDENTES NO PAÍS Belo Horizonte, Novembro de 2013. Diretoria de Crédito Consignado Diretoria Executiva Comercial Diretoria Executiva Administrativa e de Atendimento

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 008, DE 10 DE JULHO DE 2007 (Publicada no Diário Oficial do Espírito Santo em 11 de julho de 2007)

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 008, DE 10 DE JULHO DE 2007 (Publicada no Diário Oficial do Espírito Santo em 11 de julho de 2007) INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 008, DE 10 DE JULHO DE 2007 (Publicada no Diário Oficial do Espírito Santo em 11 de julho de 2007) Estabelece procedimentos administrativos e critérios técnicos referentes à Declaração

Leia mais

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014

DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 DECRETO Nº 15.219 DE 30 DE JUNHO DE 2014 Regulamenta a Lei nº 12.949, de 14 de fevereiro de 2014 que estabelece mecanismos de controle do patrimônio público do Estado da Bahia, dispondo sobre provisões

Leia mais

ANEEL AUDIÊNCIA PÚBLICA N O 42 / 2005

ANEEL AUDIÊNCIA PÚBLICA N O 42 / 2005 ANEEL AUDIÊNCIA PÚBLICA N O 42 / 2005 Fixação de Encargos da Concessionária ou Permissionária e cálculo da Participação Financeira do Consumidor nas obras. Assunto: ORÇAMENTO 16/Fevereiro/2006 CONTRIBUIÇÕES

Leia mais

ESCLARECIMENTOS SOBRE QUESTIONAMENTOS, VIA FAX, FEITO POR TELEMAR NORTE LESTE S/A.

ESCLARECIMENTOS SOBRE QUESTIONAMENTOS, VIA FAX, FEITO POR TELEMAR NORTE LESTE S/A. Belo Horizonte, 19 de setembro de 2006. ESCLARECIMENTO Nº 03 PREGÃO Nº 012/2006 PROCESSO INTERNO Nº 264/2006 DA: PARA: COMISSÃO PERMANENTE DE LICITAÇÃO DA CODEMIG PARTICIPANTES DA LICITAÇÃO OBJETO: CONTRATAÇÃO

Leia mais

Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA

Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA Corumbataí do Sul-Pr, 29 de Julho de 2014. Da: SECRETARIA DE ADMINISTRAÇÃO DA CÂMARA MUNICIPAL Para: GABINETE DO PRESIDENTE DA CÂMARA SENHOR PRESIDENTE A Secretaria de Administração da Câmara Municipal,

Leia mais

ANÁLISE IGOR VILAS BOAS DE FREITAS

ANÁLISE IGOR VILAS BOAS DE FREITAS CONSELHEIRO RELATOR ANÁLISE NÚMERO EORIGEM: 34/2016-GCIF DATA: 26/2/2016 IGOR VILAS BOAS DE FREITAS 1. ASSUNTO Acompanhamento dos Condicionamentos do Item nº 8 do Anexo ao Ato nº 7.828, de 19/12/2008,

Leia mais

CONTRATO DE SERVIÇO GESTOR MPE

CONTRATO DE SERVIÇO GESTOR MPE CONTRATO DE SERVIÇO GESTOR MPE Este documento tem por finalidade tornar público e dar ciência a todos os CONTRATANTES do GESTOR MPE, ofertado pela empresa META TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO LTDA (CNPJ/MF nº05.703.562/0001-15)

Leia mais

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014

Agência Nacional de Vigilância Sanitária. www.anvisa.gov.br. Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 Agência Nacional de Vigilância Sanitária www.anvisa.gov.br Consulta Pública n 44, de 18 de junho de 2014 D.O.U de 20/06/2014 A Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, no uso das

Leia mais

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012.

-0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. -0> INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 65, DE 30 DE OUTUBRO DE 2012. Dispõe sobre os critérios e os procedimentos para promoção, organização e participação da ANAC em eventos internos e externos. A DIRETORIA DA AGÊNCIA

Leia mais

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO

TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO TERMO DE REFERÊNCIA SERVIÇOS DE SUPORTE TÉCNICO EM SISTEMA DE COLABORAÇÃO ZIMBRA 1. OBJETO 1.1. Prestação de serviços de suporte técnico em sistema de colaboração ZIMBRA. 2. DESCRIÇÃO GERAL DOS SERVIÇOS

Leia mais

VOTO PROCESSO Nº. 48500.006242/2012-44.

VOTO PROCESSO Nº. 48500.006242/2012-44. VOTO PROCESSO Nº. 48500.006242/2012-44. INTERESSADO: São Roque Energética S/A RELATOR: Diretor José Jurhosa Junior RESPONSÁVEL: SUPERINTENDÊNCIA DE CONCESSÕES E AUTORIZAÇÕES DE GERAÇÃO ASSUNTO: Declaração

Leia mais

CONTRIBUIÇÃO DA ELETROSUL CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 014/2011

CONTRIBUIÇÃO DA ELETROSUL CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 014/2011 CONTRIBUIÇÃO DA ELETROSUL CENTRAIS ELÉTRICAS S.A. À AUDIÊNCIA PÚBLICA Nº 014/2011 A ELETROSUL analisou a proposta da ANEEL para a regulamentação das instalações destinadas a interligações internacionais,

Leia mais

Nota Técnica nº 115/2012-SRT-SRD/ANEEL. Em 10 de julho de 2012. Processo: 48500.000400/2011-71.

Nota Técnica nº 115/2012-SRT-SRD/ANEEL. Em 10 de julho de 2012. Processo: 48500.000400/2011-71. Nota Técnica nº 115/2012-SRT-SRD/ANEEL Em 10 de julho de 2012. Processo: 48500.000400/2011-71. Assunto: Alteração dos Contratos de Uso do Sistema de Transmissão CUST, de Prestação de Serviços de Transmissão

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO Nº 581, DE 29 DE OUTUBRO DE 2002

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO Nº 581, DE 29 DE OUTUBRO DE 2002 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO Nº 581, DE 29 DE OUTUBRO DE 2002 Estabelece os requisitos mínimos aplicáveis ao cumprimento do disposto no "caput" do art. 5º do Regulamento Conjunto

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos

Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos Presidência da República Casa Civil Subchefia para Assuntos Jurídicos DECRETO Nº 3.931, DE 19 DE SETEMBRO DE 2001. Regulamenta o Sistema de Registro de Preços previsto no art. 15 da Lei nº 8.666, de 21

Leia mais

SEGUNDO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SPEEDY PROVIDER

SEGUNDO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SPEEDY PROVIDER SEGUNDO ADITIVO AO CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DO SPEEDY PROVIDER Pelo presente instrumento particular, de um lado, na qualidade de contratada, TELECOMUNICAÇÕES DE SÃO PAULO S.A. TELESP, empresa

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 RESOLUÇÃO N 016/2014 DE 27 DE MAIO DE 2014 Normatiza os procedimentos para concessão de Afastamentos de Curta Duração, Licença para Capacitação, Afastamentos para Pós- Graduação Stricto Sensu e Pós-Doutorado

Leia mais

VOTO. PROCESSOS: 48500.003441/2014-62. INTERESSADO: Elektro Eletricidade e Serviços S/A. RELATOR: Tiago de Barros Correia. RESPONSÁVEL: DIR.

VOTO. PROCESSOS: 48500.003441/2014-62. INTERESSADO: Elektro Eletricidade e Serviços S/A. RELATOR: Tiago de Barros Correia. RESPONSÁVEL: DIR. VOTO PROCESSOS: 48500.003441/2014-62. INTERESSADO: Elektro Eletricidade e Serviços S/A. RELATOR: Tiago de Barros Correia. RESPONSÁVEL: DIR. ASSUNTO: Recurso Administrativo interposto pela Elektro - Eletricidade

Leia mais

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:

Contrato nº XXX/2015 Chamada Pública nº XXX/2015 CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO: A CONTRATO DE ADESÃO DE GERAÇÃO PRÓPRIA N.º 000/2015 QUE ENTRE SI FAZEM A E, NA FORMA ABAIXO:, com sede na cidade de, Endereço, inscrita no CNPJ/MF sob o n., doravante denominada DISTRIBUIDORA, neste ato

Leia mais

VOTO. ASSUNTO: Requerimento Administrativo da MSUL Energia e Participações Ltda., com vistas à Revogação dos

VOTO. ASSUNTO: Requerimento Administrativo da MSUL Energia e Participações Ltda., com vistas à Revogação dos VOTO PROCESSOS: 48500.006813/2010-89 INTERESSADO: MSUL Energia e Participações Ltda. RELATOR: Tiago de Barros Correia RESPONSÁVEL: DIR ASSUNTO: Requerimento Administrativo da MSUL Energia e Participações

Leia mais

VOTO. INTERESSADA: Centrais Elétricas Taboca Ltda. Centrais Elétricas Taboca

VOTO. INTERESSADA: Centrais Elétricas Taboca Ltda. Centrais Elétricas Taboca PROCESSO: 48500.000316/2012-39 VOTO INTERESSADA: Centrais Elétricas Taboca Ltda. Centrais Elétricas Taboca RELATOR: Diretor Julião Silveira Coelho RESPONSÁVEL: Superintendência de Concessões e Autorizações

Leia mais

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02

QUESTIONAMENTOS B QUESTIONAMENTO 02 QUESTIONAMENTOS B RESPOSTA: O edital previu, nos subitens 5.1.1. e 5.2. das Condições Gerais da Contratação Anexo 1 do edital, compensações financeiras e penalizações, por eventuais atrasos, e descontos,

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 001, DE 24 DE NOVEMBRO DE 1999 (*) Vide alterações e inclusões no final do texto

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA - ANEEL RESOLUÇÃO NORMATIVA Nº 345, DE 16 DE DEZEMBRO DE 2008 (*) Vide alterações e inclusões no final do texto. Relatório Voto Módulos Acesso ao Texto Atualizado Aprova

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº, de abril de 2008. Dispõe sobre a contratação de serviços de Tecnologia da Informação pela Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional. O SECRETÁRIO DE LOGÍSTICA

Leia mais

CONTRATO Nº 006/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES

CONTRATO Nº 006/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES CONTRATO Nº 006/2014 CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES I PREÂMBULO Que entre si celebram a Fundação de Ensino Superior de Goiatuba e GINONET.COM.BR PROVEDORES DE ACESSO A REDES DE TELECOMUNICAÇÕES

Leia mais

ESCLARECIMENTO nº 01

ESCLARECIMENTO nº 01 ESCLARECIMENTO nº 01 PROCESSO Nº 149/2010 PREGÃO PRESENCIAL Nº 004/2010 Segue esclarecimento formulado por licitante e a respectiva resposta, com base na informação prestada pela área gestora (DETIN):

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL. RESOLUÇÃO No 281, DE 01 DE OUTUBRO DE 1999. (*)

AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL. RESOLUÇÃO No 281, DE 01 DE OUTUBRO DE 1999. (*) AGÊNCIA NACIONAL DE ENERGIA ELÉTRICA ANEEL RESOLUÇÃO No 281, DE 01 DE OUTUBRO DE 1999. (*) (*) Vide alterações e inclusões no final do texto Estabelece as condições gerais de contratação do acesso, compreendendo

Leia mais

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DA INTEGRAÇÃO LATINO-AMERICANA UNILA CONSELHO UNIVERSITÁRIO RESOLUÇÃO CONSUN N 13/2015, DE 27 DE ABRIL DE 2015 Altera a Resolução CONSUN nº 25/2014 de 09 de julho de 2014. O Conselho Universitário da Universidade Federal da Integração Latino- Americana (UNILA),

Leia mais

Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550

Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550 Cemig Geração e Transmissão S.A. CNPJ 06.981.176/0001-58 NIRE 31300020550 ASSEMBLEIA GERAL DE DEBENTURISTAS DA TERCEIRA EMISSÃO DE DEBÊNTURES SIMPLES, NÃO CONVERSÍVEIS EM AÇÕES, DA ESPÉCIE QUIROGRAFÁRIA,

Leia mais

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013

INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 INSTRUÇÃO PREVIC Nº 5, DE 01 DE NOVEMBRO DE 2013 Dispõe sobre os procedimentos a serem observados pelas entidades fechadas de previdência complementar na divulgação de informações aos participantes e assistidos

Leia mais

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom

TRIBUNAL DE CONTAS DA UNIÃO. Formulário de Telecom 1. IDENTIFICAÇÃO TC n : Órgão concedente: Objeto da outorga: Local: 2. LEGISLAÇÃO APLICÁVEL a Constituição Federal, art. 21, XI; b - Lei n.º 9.472/97; c - Resolução ANATEL n.º 65/98 e 73/98; d - Lei n.º

Leia mais

Nota Técnica n 0074/2014-SRD/SRE/SFF/ANEEL. Em 8 de agosto de 2014. Processos nº: 48500.007037/2013-87.

Nota Técnica n 0074/2014-SRD/SRE/SFF/ANEEL. Em 8 de agosto de 2014. Processos nº: 48500.007037/2013-87. Nota Técnica n 0074/2014-SRD/SRE/SFF/ANEEL Em 8 de agosto de 2014. Processos nº: 48500.007037/2013-87. Assunto: Avaliação e fiscalização dos investimentos no sistema de distribuição de energia elétrica

Leia mais

LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas.

LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas. LEI Nº 14.868, de 16 de dezembro de 2003 Dispõe sobre o Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas. O Povo de Minas Gerais, por seus representantes, decretou e eu, em seu nome, sanciono a seguinte

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 637, DE 24 DE JUNHO DE 2014

AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 637, DE 24 DE JUNHO DE 2014 AGÊNCIA NACIONAL DE TELECOMUNICAÇÕES RESOLUÇÃO Nº 637, DE 24 DE JUNHO DE 2014 Aprova o Regulamento de Parcelamento de Créditos Não Tributários Administrados pela Agência Nacional de Telecomunicações Anatel

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 3, DE 18 DE DEZEMBRO DE 2014 Institui a Política de Integração e Segurança da Informação do Sistema de Cadastro Ambiental Rural e dá outras providências. A MINISTRA DE ESTADO DO

Leia mais

LAY OFF LEGISLAÇÃO encontra-se transcrito todo o texto, posto que pertinente. Ao final de cada item,

LAY OFF LEGISLAÇÃO encontra-se transcrito todo o texto, posto que pertinente. Ao final de cada item, LAY OFF LEGISLAÇÃO O Lay Off encontra-se definido por legislação específica. Seguem os três itens legislativos a serem considerados, sendo que, nos casos dos itens 1 e 3, respectivamente o artigo 476-A

Leia mais

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS)

I PARTE (SERVIÇOS DIÁRIOS) II PARTE (ENSINO E INSTRUÇÃO) III PARTE (ASSUNTOS GERAIS E ADMINISTRATIVOS) GOVERNO DO ESTADO DO PARÁ SECRETARIA DE ESTADO DE SEGURANÇA PÚBLICA E DEFESA SOCIAL POLÍCIA MILITAR DO PARÁ AJUDÂNCIA GERAL ADITAMENTO AO BG Nº 064 03 ABR 2012 Para conhecimento dos Órgãos subordinados

Leia mais

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI

NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI NORMA PARA REGULAMENTAÇÃO DAS ATRIBUIÇÕES DOS AGENTES DE COMPRAS DA UNIFEI Dispõe sobre as atribuições dos agentes de compras

Leia mais

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS

AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS . CONTRATO N o 014/ANA/2004 (Texto compilado: primeiro, segundo e terceiro termo aditivo) CONTRATO DE GESTÃO QUE ENTRE SI CELEBRAM A AGÊNCIA NACIONAL DE ÁGUAS E A ASSOCIAÇÃO PRÓ- GESTÃO DAS ÁGUAS DA BACIA

Leia mais

ESTADO DO CEARA TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS GABINETE DO CONSELHEIRO MANOEL BESERRA VERAS

ESTADO DO CEARA TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS GABINETE DO CONSELHEIRO MANOEL BESERRA VERAS 1 ESTADO DO CEARA PROCESSO N. 2005.FOR.PCS.2.904/06 NATUFtEZA PRESTAÇÃO DE CONTAS DE GESTÃO INTERESSADO(A): CÂMARA MUNICIPAL DE FORTALEZA RESPONSÁVEL: AGOSTINHO FREDERICO CARMO GOMES EXERCÍCIO: 2005 RECURSO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS Estado do Paraná CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO

PREFEITURA MUNICIPAL DE MATINHOS Estado do Paraná CONTROLADORIA GERAL DO MUNICÍPIO INSTRUÇÃO NORMATIVA CG Nº 001 DE 02 de junho de 2014 Institui o Plano de atividades de Auditoria Interna no ano de 2014 e dá outras providências. O CONTROLADOR GERAL DO MUNICPIO DE MATINHOS, no uso de

Leia mais

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO

MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO MINISTÉRIO DO PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E GESTÃO SECRETARIA-EXECUTIVA SUBSECRETARIA DE PLANEJAMENTO, ORÇAMENTO E ADMINISTRAÇÃO NORMA OPERACIONAL/SPOA Nº 07, DE 24 DE JULHO DE 2006. Dispõe sobre procedimentos

Leia mais

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Sem restrição.

Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER. Recurso contra decisão denegatória ao pedido de acesso à informação. Sem restrição. Controladoria-Geral da União Ouvidoria-Geral da União PARECER Referência: 2380.00336/201-13 Assunto: Restrição de acesso: Ementa: Órgão ou entidade recorrido (a): Recorrente: R. B. Recurso contra decisão

Leia mais

TÍTULO I DAS ENTIDADES

TÍTULO I DAS ENTIDADES RESOLUÇÃO Nº 444 DE 27 DE ABRIL DE 2006. 1205 Ementa: Dispõe sobre a regulação de cursos de pós-graduação lato sensu de caráter profissional. O Conselho Federal de Farmácia, no uso das atribuições que

Leia mais

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO

PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO PARECER 068/2015 PROCESSO DE LICITAÇÃO 004/2015 1 DO BREVE RESUMO FÁTICO Cuida-se de processo de licitação na modalidade Pregão Presencial 04/2015, tipo Menor Preço por Item, para aquisição de 05 (cinco)

Leia mais