31 SUMÁRIO 51 NOTA DE ABERTURA 71 PREFÁCIO 91 INTRODUÇÃO 131 OS HINOS NA HISTÓRIA DE PORTUGAL. 211 HINOS PATRiÓTICOS E MILITARES PORTUGUESES

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "31 SUMÁRIO 51 NOTA DE ABERTURA 71 PREFÁCIO 91 INTRODUÇÃO 131 OS HINOS NA HISTÓRIA DE PORTUGAL. 211 HINOS PATRiÓTICOS E MILITARES PORTUGUESES"

Transcrição

1

2 índice GERAL 31 SUMÁRIO 51 NOTA DE ABERTURA 71 PREFÁCIO 91 INTRODUÇÃO 131 OS HINOS NA HISTÓRIA DE PORTUGAL 211 HINOS PATRiÓTICOS E MILITARES PORTUGUESES 231 SÉCULO XIX 241 Síntese histórica 251 Síntese militar (261) I XVIII-001;'R 1775 Hino ao egrégio monumento 271 XIX Hino a D. Maria I 281 XIX Hino Patriótico da Nação Portuguesa 291 XIX Cantiga Patriótica da Guerra Peninsular 301 XIX Hino Lusitano 321 XIX Hino de Agradecimentos a Lord Wellington 331 XIX Cantata em louvor de Lord Wellington XIX Hino Patriótico ao Marquês de Torres Vedras, Conde Wellington (262) I XIX-008/R Hino do 4. Batalhão dos Voluntários Reais do Príncipe 361 XIX Hino ao Rei de Portugal D. João VI 371 XIX Hino composto pelo Príncipe Real e Duque de Bragança 381 XIX Hino da Coroação (262) I XIX-012/R 1820 Hino Patriótico à Junta do Supremo Governo do Reino 391 XIX Hino Constitucional de 1820 (262) I XIX-014/R 1820 Hino Patriótico (262)1 XIX-015/R 1821 Hino Patriótico Constitucional (263)1 XIX-O 16/R 1821 Novo Hino Constitucional para se cantar no Teatro Nacional da Rua dos Condes (263)1 XIX-017/R 1821 Despedida de D. João VI do Brasil 401 XIX Hino Constitucional da Nação Portuguesa - Hino da Carta (263) I XIX-019/R 1821 Hino Constitucional oferecido à Nação Portuguesa (263) I XIX-020/R 1821 Hino Patriótico que se cantou em 24 Agosto (264)1 XIX-021/R 1821 Hino Nacional e Constitucional (264)1 XIX-022/R 1822 Novo Hino para se cantar no Teatro de S.João pelo aniversário de 24 Agosto 1820 (264) I XIX-023/R 1822 Hino Constitucional que adoptaram os Liberais da Baía (264)1 XIX-024/R 1823 Desagravo à Constituição, Hino Patriótico 411 XIX Hino de D. João VI, Rei do Reino Unido (265)1 XIX-026/R 1824 Hino a D. João VI (265) I XIX-027/R 1825 Hino a EI-Rei D. João VI 421 XIX Hino dedicado à Infanta D. Isabel Maria

3 (265) I XIX-029/R 1826 Hino Constitucional (265)1 XIX-030/R 1826 Hino Constitucional dos povos do Algarve (266) I XIX-031/R 1826 Hino à Real Constituição 431 XIX Hino Constitucional de 1826 (266) I XIX-033/R 1826 Hino Constitucional de Vila Nova de Gaia (266)1 XIX-034/R 1826 Hino Patriótico 441 XIX Hino Real 451 XIX Hino Militar 461 XIX Hino à vinda de D. Miguel 471 XIX Hino a D. Maria II e seu Esposo D. Miguel 481 XIX Cantata a D. Miguell 491 XIX Hino a D. Miguel, "O Rei chegou" (266)1 XIX-041/R 1828 Cançoneta para se aplicar à música do Hino Português (267)1 XIX-042/R 1828 Hino Português: novas letras apropriadas à feliz época em que nos achamos (267)1 XIX-043/R 1828 Hino Real 501 XIX Hino dos Emigrados Portugueses em Plymouth 511 XIX Hino para se cantar no Real Teatro de S. João no dia 29 Setembro 521 XIX Hino Real de D. Miguell (267)1 XIX-047/R Viva o Senhor D. Miguell, Hino Imperial (267)1 XIX-048/R 1829 Canção patriótica dedicada a D. Maria 11 (268)1 XIX-049/R 1829 Batalha da Ilha Terceira 531 XIX Vitória da Terceira, Hino Patriótico (268) I XIX-051/R 1829 Hino da Terceira (268) I XIX-052/R 1829 Nova canção patriótica em honra do Exército Realista (268) I XIX-053/R 1829 Novo Hino Realista, chamado de "Vila Real" (269) I XIX-054/R 1829 Hino a D. Miguel (269) I XIX-055/R 1829 Hino para se cantar no Real Teatro de S. João no dia 26 Outubro 541 XIX Novo Hino Realista Militar (I) (269) I XIX-057 IR 1830 Hino Marcial dedicado e oferecido ao fiel Exército Português (269) I XIX-058/R 1830 Hino para se cantar no Real Teatro de S. João no dia 29 Setembro (270)1 XIX-059/R 1830 Hino em honra do dia 26 Outubro, aniversário dos anos D. Miguel (270)1 XIX-060/R 1830 Oh Braga fiel (270)1 XIX-061 IR 1831 Hino dos Emigradosportuguesesna suavolta do Riode Janeiropara a Europa 551 XIX Retreta da Bandeira 561 XIX Hino da Amélia 571 XIX Hino de D. Pedro IV 581 XIX Novo Hino Realista Militar (11) (270)1 XIX-066/R 1832 Hino Realista, oferecido ao Conde de Almada (271)1 XIX-067/R Hino das senhoras que tão caritativamente... (271)1 XIX-068/R 1832 Hino Realista (I) 591 XIX Hino Realista (11) 601 XIX Hino Militar (11) (271) I XIX-071/R 1832 Hino a D. Miguel "Um Rei temos tal"

4 (271)1 XIX-072/R 1832 Hino dedicado e oferecido ao Grande Pedra, Duque de Bragança 611 XIX Hino Marcial a D. Miguel I "Vencer ou morrer" 621 XIX Hino de D. Pedro, Duque de Bragança dedicado aos Voluntários 631 XIX Hino dedicado ao Marechal Saldanha (I) 641 XIX Hino da Duquesa de Bragança 651 XIX Hino Constitucional de D. Maria XIX Hino Novo Constitucional de D. Maria II 671 XIX Hino de D. Maria 11, cantado na sua aclamação 681 XIX Hino de D. Maria 11 oferecido às senhoras constitucionais (272)1 XIX-081/R 1835 Hino da Guarda Avançada (272)1 XIX-082/R 1836 Hino à Constituição de 1822 (272)1 XIX-083/R 1836 Hino Patrióticodedicadoao PríncipeD. FemandoAugustode SaxeCoburgoGotha 691 XIX Hino da Restauração da Carta 701 XIX Hino de Beja 71 1 XIX Hino da Maria da Fonte 721 XIX Hino de D. Fernando 731 XIX Marcha do Batalhão de Voluntários da Carta (272)1 XIX-089/R 1846 Hino do Batalhão Nacional dos Empregados Públicos 741 XIX Hino à Carta, dedicado ao Marechal Duque de Saldanha 751 XIX Novo Hino dedicado ao Batalhão de Voluntários da Carta 761 XIX Hino da Real Academia dos Guarda-Marinhas (273)1 XIX-093/R 1847 Hino para a banda militar do Batalhão de Caçadores de Cartistas 771 XIX A Vivandeira 781 XIX O Guerrilheira 791 XIX Hino dedicado ao Marechal Saldanha (11) (273)1 XIX-097/R 1851 Hino a Saldanha (111) 801 XIX Hino Popular 811 XIX Hino dedicado a D. Adelaide Sofia 821 XIX O Astro d'esperança 831 XIX A Estrela do Norte 841 XIX A Voz da Legitimidade 851 XIX Hino Académico de Coimbra 861 XIX Hino do Colégio Militar 871 XIX Hino da Regência 881 XIX Hino a D. Miguel XIX Regresso à Pátria, Hino de D. Pedro V 901 XIX Hino de D. Pedro V. composto para a sua aclamação (273)1 XIX-109/R 1855 Hino da Aclamação de D. Pedra V (273)1 XIX-110/R 1855 Novo Hino a D. Pedra V (274)1 XIX-111/R 1855 Hino Esperança de Portugal (a D. Pedro V) (274)1 XIX-112/R 1855 Hino a D. Pedra V 911 XIX ? Hino a D. Estefânia (274)1 XIX-114/R 1858 Hino Portuense, para ser cantado no consórcio de D. Pedra V 3451

5 (274)1 XIX-115/R Hino marcial dedicado a D. Pedro V 921 XIX Hino a D. Pedro V, na ocasião do seu Casamento 931 XIX Hino Esponsálico de D. Pedro V 941 XIX Novo Hino dedicado e oferecido a D. Pedro V 951 XIX Hino oferecido à Rainha D. Estefânia 961 XIX Hino dos Inválidos Militares de Runa - Hino da Independência 971 XIX Hino da Marinha Portuguesa dedicado ao Infante D. Luís 981 XIX-l Hino de D. Pedro V (275)1 XIX-123/R 1861 Hino dedicado a D. Pedro V 991 XIX Hino à Independência 1001 XIX O Primeiro de Dezembro de XIX Hino de D. Luís I, composto para a sua aclamação 1021 XIX-l Hino a D. Luís I 103 XIX Hino a D. Maria Pia (I) 104 XIX Hino a D. Maria Pia (11) 105 XIX Portugal Restaurado em 1640, Hino Patriótico 106 XIX Estrela de Itália 107 XIX Hino a D. Maria Pia (111) 108 XIX Hino do Porto 109 XIX Hino Popular dedicado a D. Luís I 110 XIX Bragança e Turn-Taxis 111 XIX Hino a D. Maria Pia (IV) 112 XIX Hino Regenerador 113 XIX Hino à Memória do Marquês de Pombal 114 XIX Hino dedicado à futura Esposa do Príncipe D. Carlos 115 XIX Hino ao Príncipe D. Carlos 116 XIX Hino do Infante D. Afonso Henriques, Duque do Porto 117 XIX Hino a Roberto Ivens 118 XIX Hino a D. Carlos I, composto para a sua aclamação 119 XIX Hino oferecido a D. Maria Pia 120 XIX Hino Nacional adoptado por D. Carlos I 121 XIX A Portuguesa 122 XIX Marcha do Ódio (275)1 XIX-148/R 1892 Hino a D. Carlos I 1231 XIX Hino do Centenário do Infante D. Henrique 1241 XIX Hino da Autonomia dos Açores 1251 XIX Hino-Marcha para comemorar o 7.0 Centenário de Santo António 1261 XIX Pátria, Hino Dedicado aos Expedicionários de África 1281 XIX Aos Heróis de África, Hino dedicado aos Expedicionários 1291 XIX Hino do Coronel Galhardo 1301 XIX Hino do Adamastor 1311 XIX Hino do Regimento de Engenharia 1321 XIX Centenário do Descobrimento da índia 1331 XIX O Remador

6 1341 SÉCULO XX 1361 Síntese histórica 1381 Síntese militar 1411 XX Hino a Almeida Garrett 1421 XX Hino à Rainha D. Amélia 1431 XX Marcha do Vapor 1441 XX Hino do Regimento Infantaria XX Hino Nacional (275)1 XX-006/R 1912 Hymne à Carnoéns (em francês) 146 XX Vitória, Hino Patriótico 147 XX Pró Pátria, Hino Patriótico 148 XX Hino da Cidade de Lisboa 149 XX Hino Patriótico da Cidade do Porto 150 XX Hino do Batalhão de Sapadores de Caminhos de Ferro 151 XX Hino do Instituto dos Pupilos do Exército 152 XX Hino a Camões 153 XX Hino do Regimento de Infantaria XX Hino-Marcha dos Combatentes da Grande Guerra 155 XX Hino da Liga dos Combatentes da Grande Guerra 156 XX Hino dedicado aos Aviadores 157 XX Hino do Regimento de Artilharia XX Hino do Batalhão de Caçadores XX Hino do Centenário de Tomás Cabreira 1601 XX Hino do Instituto de Odivelas 1611 XX-O Hino do Batalhão de Caçadores XX Hino ao Estado Novo 1631 XX Hino da Legião Portuguesa 1641 XX Hino do Batalhão 5 da Legião Portuguesa 1651 XX Hino da Mocidade Portuguesa 1661 XX Marcha Heróica do "Sempre Fixe" 1671 XX Bandeira Portuguesa 1681 XX Hino dos Inválidos Militares de Runa 1691 XX Hino a Carmona 1701 XX Hino a Salazar 1711 XX Mocidade Lusitana (Hino Mocidade Portuguesa Feminina) 1721 XX Hino do Regimento de Infantaria 1 (I) (276)1 XX-034/R 1939 Hino do Regimento de Infantaria 1 (11) 1731 XX Hino do Império Português 1741 XX Hino da Restauração 1751 XX Hino à Pátria 1761 XX Portugal... dos Portugueses 1771 XX Mocidade, alerta 1781 XX Portugal 3471

7 XX-l27 XX-128 XX-129 XX-130 XX Hino do Regimento de Infantaria Hino do Regimento de Infantaria de Beja 1998 Hino do Regimento de Cavalaria Hino do Comando da Região Militar do Sul 1998 Hino do Regimento de Guarnição (283)1 SÉCULO XXI Síntese histórica e militar XXI-OOl 2004 Hino do Regimento de Artilharia Antiaérea 1 XXI Hino da Associação Portuguesa dos Veteranos de Guerra XXI Hino da Brigada de Intervenção XXI Hino do Regimento de Infantaria 14 XXI Hino da Liga dos Combatentes XXI Hino da Academia de Marinha XXI Hino da Zona Militar dos Açores XXI Hino do Comando de Instrução e Doutrina XXI-009/R 2009 Hino do 1. Batalhão da Brigada de Intervenção XXI-Ol Hino do Centro de Tropas de Operações Especiais OUTROS HINOS REFERENCIADOS(já indicados nas pp. 261 a 283) Nota ANEXOS Entidades, Unidades militares Destinatários dos Hinos Autores dos Hinos, Músicos e Poetas Bibliografia índices índice cronológico índice alfabético-musical índice onomástico índice geográfico índice geral 3511 AGRADECIMENTOS

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice

Anexo C. Estabelecimentos de Ensino Superior. Índice Anexo C Estabelecimentos de Ensino Superior Índice Anexo C1 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1980...c.2 Anexo C2 - Estabelecimentos de Ensino Superior: Situação em 1990...c.4 Anexo C3

Leia mais

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1

Instituição. Número de Conselheiros Nacionais a eleger por Secção Sindical - 1 Instituição Lugares no CN Academia Militar Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos da Universidade do Porto Centro de Investigação Marinha e Ambiental, Laboratório Associado da Universidade

Leia mais

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363

ln\ ! ' I. i Actualidade A/462363 ln\ 1! ' I. i A/462363 Actualidade Das Origens à Reconquista Cristã ( 1095) 3 Das Origens à Reconquista Cristã 5 A localização da Península Ibérica 5 A vegetação natural 5 Os rios 5 O clima ibérico 6 O

Leia mais

Consignações (1681) Órgão Beneficiado Órgão de Onde Saiu Valor Observação

Consignações (1681) Órgão Beneficiado Órgão de Onde Saiu Valor Observação Órgão Beneficiado Órgão de Onde Saiu Valor Observação Capela Real 6.660.560 Capela Real Alfândega de Lisboa 4.340.560 Capela Real Almoxarifado de Abrantes 400.000 Capela Real Almoxarifado da Guarda 1.920.000

Leia mais

Período Joanino 1808-1821

Período Joanino 1808-1821 Período Joanino 1808-1821 Bloqueio Continental - 1806 Tratado de Fontainebleau - 1807 Guerras Napoleônicas Fatores Motivadores Invasão das tropas Napoleônicas - Espanha Invasão das tropas Napoleônicas

Leia mais

BANDEIRA DA FUNDAÇÃO. D. Afonso Henriques. (1128-1185) Fundador de Portugal

BANDEIRA DA FUNDAÇÃO. D. Afonso Henriques. (1128-1185) Fundador de Portugal BANDEIRA DA FUNDAÇÃO D. Afonso Henriques (1128-1185) Fundador de Portugal ÍNDICE Origem de Portugal Península Ibérica 8 Primeiros habitantes da Península Ibérica (Iberos-Celtas)... 8 Lusitanos 9 Lusitânia

Leia mais

Programa Nacional de Erradicação da Poliomielite - Plano de Ação Pós-Eliminação

Programa Nacional de Erradicação da Poliomielite - Plano de Ação Pós-Eliminação MODELO 4 - Norte : Região Unidades Hospitalares (15) MÊS NORTE J F M A M J J A S O N D CH Nordeste, EPE CH Trás-os-Montes e Alto Douro, EPE CH Alto Ave, EPE CH Médio Ave, EPE CH Tâmega e Sousa, EPE CH

Leia mais

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR

ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR ACESSO AO ENSINO SUPERIOR - GUIAS PROVAS DE INGRESSO ALTERAÇÕES PARA 2014, 2015, 2016 PÚBLICO PRIVADO COMISSÃO NACIONAL DE ACESSO AO ENSINO SUPERIOR DIREÇÃO-GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direção de Serviços

Leia mais

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA

BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA BREVE HISTÓRIA DO PAPEL MOEDA A nível mundial, o primeiro papel moeda surgiu na China, no séc. VII, na dinastia Tang, para facilitar aos comerciantes o transporte de grandes quantidades de moeda de metal,

Leia mais

Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008

Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008 Escola Básica e Secundária das Lajes do Pico História e Geografia de Portugal 2º Ciclo Ano Lectivo 2007/2008 Conteúdos Ano Lectivo Período Lectivo Tema A-A península Ibérica: dos primeiros povos à formação

Leia mais

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN AA. VV. (Coord. Irene Flunser Pimentel e Maria Inácia Rezola) Democracia, Ditadura - Memória e justiça politica Tinta-da-China 978-989-671-202-0 AA. VV. (Coord. Maria Inácia Rezola e Pedro Marques Lopes)

Leia mais

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica)

Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ensino Superior Universitário e Politécnico (Público; Privado; Militar e Policial; Católica) Ano letivo 2012/2013 Nota informativa: esta listagem está ordenada por nome do curso da outra Intituição de

Leia mais

Sumário. Nota prévia 13 Nota introdutória O homem e a história 15 A biografia género histórico 16 -Referências 18

Sumário. Nota prévia 13 Nota introdutória O homem e a história 15 A biografia género histórico 16 -Referências 18 Sumário Nota prévia 13 Nota introdutória O homem e a história 15 A biografia género histórico 16 -Referências 18 Preâmbulo A memória de um destino singular 21 PARTE I 0 VENTUROSO Toledo, 29 de Abril de

Leia mais

Pediatria Médica. Junho de 2005 Colégio de Pediatria pg 1 de 10

Pediatria Médica. Junho de 2005 Colégio de Pediatria pg 1 de 10 Pediatria Médica Idoneidade e de Serviços, para os s do Internato Complementar de Pediatria no ano 2006, atribuídas pela Direcção do Colégio de Especialidade de Pediatria Junho de 2005 Colégio de Pediatria

Leia mais

SESSÃO NACIONAL DO PARLAMENTO DOS JOVENS TRANSPORTES

SESSÃO NACIONAL DO PARLAMENTO DOS JOVENS TRANSPORTES SESSÃO NACIONAL DO PARLAMENTO DOS JOVENS Ensino Secundário 23 e 24 de maio TRANSPORTES Nos quadros abaixo, são indicados os locais onde as escolas se devem concentrar no dia 23 de maio de 2016, tendo em

Leia mais

COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PROGRAMA XXII COLÓQUIO DE HISTÓRIA MILITAR

COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PROGRAMA XXII COLÓQUIO DE HISTÓRIA MILITAR COMISSÃO PORTUGUESA DE HISTÓRIA MILITAR PORTUGAL NA GUERRA PENINSULAR (1812 1815) DO CERCO DE CIUDAD RODRIGO AO CONGRESSO DE VIENA O CAMINHO PARA A DERROCADA DO IMPÉRIO NAPOLEÓNICO PROGRAMA XXII Comissão

Leia mais

1ª Dinastia Afonsina ou Borgonha

1ª Dinastia Afonsina ou Borgonha CRONOLOGIA - REIS DE PORTUGAL O seguinte quadro pretende resumir as quatro dinastias portuguesas bem como indicar algumas informações de acontecimentos importantes ocorridos em cada reinado. 1ª Dinastia

Leia mais

O Hino Nacional Hino nacional 19

O Hino Nacional Hino nacional 19 O Hino Nacional 19 ANTECEDENTES Se a Bandeira Nacional é um símbolo visível, o Hino Nacional constitui a exteriorização musical que proclama e simboliza a Nação. Só a partir do século XIX os povos da Europa

Leia mais

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071

Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127. Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Albufeira Loja de Albufeira Urbanização da Bela Vista, nº 12 A, Cód. Postal: 8200-127 Alcobaça Agente ACORDO - COMÉRCIO DE EQUIPA Av. Joaquim Vieira Natividade, nº 13 A, Cód. Postal: 2460-071 Seg. a Sex.

Leia mais

PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL

PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL PROJECTO DE LEI N.º 307/VIII DEFINE E REGULA AS HONRAS DO PANTEÃO NACIONAL As «Honras do Pantheon», tributárias da Revolução Francesa, tiveram entre nós consagração legislativa em Decreto Régio de 25 de

Leia mais

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial

PRIVADO ENSINO SUPERIOR. Ocupação dos Cursos de Formação Inicial ENSINO SUPERIOR PRIVADO Ocupação dos Cursos de Formação Inicial Ensino Superior Privado Ocupação dos Cursos de Formação Novembro Inicial 2011 DIRECÇÃO GERAL DO ENSINO SUPERIOR Direcção de Serviços de Suporte

Leia mais

3 Cursos de licenciaturas e diplomas de estudos superiores especializados constantes do Despacho n.º 25 156/2002, de 26 de Novembro, a considerar:

3 Cursos de licenciaturas e diplomas de estudos superiores especializados constantes do Despacho n.º 25 156/2002, de 26 de Novembro, a considerar: s previstos no art. 56.º do Estatuto da Carreira Docente que relevam para a aplicação da alínea c) do n.º 1 do art. 14.º do Decreto-Lei n.º35/2003, de 27 de Fevereiro, na redacção dada pelo Decreto-Lei

Leia mais

Todos os eventos são de entrada livre excepto em espectáculos de sala

Todos os eventos são de entrada livre excepto em espectáculos de sala Todos os eventos são de entrada livre excepto em espectáculos de sala 29 de Setembro Desfraldar da Bandeira Nacional Praça do Comércio, Arco da Rua Augusta O Balão da República Passeio inaugural Decoração

Leia mais

Centenário sobre a implantação da República Câmara Municipal de Sesimbra. Fevereiro

Centenário sobre a implantação da República Câmara Municipal de Sesimbra. Fevereiro Centenário sobre a implantação da República Câmara Municipal de Sesimbra Fevereiro Dia 19 sex 21.00 Conferências da Liga. Centenário da República Os últimos anos da monarquia em Portugal Da transição da

Leia mais

CARTOGRAFIA E TRAJES MILITARES EM

CARTOGRAFIA E TRAJES MILITARES EM MEALHADA MORTÁGUA PENACOVA COMEMORAÇÕES DOS 205 ANOS DA BATALHA DO BUSSACO CARTOGRAFIA E TRAJES MILITARES EM EXPOSIÇÃO DE 4 A 27 DE SETEMBRO NO LUSO Portugal em vésperas das Invasões Francesas e Evolução

Leia mais

LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES

LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES LIGA DOS COMBATENTES IMAGEM SEMPRE RENOVADA 12 de Outubro de 2010 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES A constatação da História que as sustenta, do conhecimento das ações desenvolvidas durante uma longa vivência,

Leia mais

Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho

Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho Dia da bandeira Tá na cara que é orgulho 19 de novembro Hino à Bandeira Música de Francisco Braga Letra de Olavo Bilac Apresentado pela primeira vez em 15 de agosto de 1906 (Extraído do livro Bandeira

Leia mais

I MOEDA 2/2000-59 I. Durante a regência e remado de D. João VI ( 1799-l ~26 ), Portugal conheceu mais

I MOEDA 2/2000-59 I. Durante a regência e remado de D. João VI ( 1799-l ~26 ), Portugal conheceu mais Durante a regência e remado de D. João VI ( 1799-l ~26 ), Portugal conheceu mais I MOEDA 2/2000-59 I movações na simbologia e na emblemática nac10nais - msí!,'llias e cores das suas fitas e laços - do

Leia mais

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica

CURSOS QUE CONFEREM HABILITAÇÃO PRÓPRIA PARA A DOCÊNCIA. Grupo de Recrutamento 530 - Educação Tecnológica Arquitectura Arquitectura (Curso superior) 1º Arquitectura e Urbanismo Universidade Fernando Pessoa Arte e Comunicação ramo de Audiovisual; ramo Fotográfico; ramo de Multimédia Escola Superior Artística

Leia mais

MEMÓRIAS DA BATALHA DO BUSSACO

MEMÓRIAS DA BATALHA DO BUSSACO MEALHADA MORTÁGUA PENACOVA COMEMORAÇÕES DOS 205 ANOS DA BATALHA DO BUSSACO MEMÓRIAS DA BATALHA DO BUSSACO DIA 5 DE SETEMBRO EM PENACOVA O tema vai ser abordado numa conferência que vai decorrer a partir

Leia mais

Portuguese Higher Education Institutions Source: http://www.dges.mctes.pt

Portuguese Higher Education Institutions Source: http://www.dges.mctes.pt Portuguese Higher Education Institutions Source: http://www.dges.mctes.pt October 2011 PUBLIC UNIVERSITIES REGION OF THE NORTH Porto University - Universidade do Porto URL: www.up.pt Trás-os-Montes and

Leia mais

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra

Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra Distrito Subsistema Tipo de ensino Cód. Estab. Nome do Estabelecimento Nome do Curso Grau Lisboa Privado Politécnico 4002 Academia Nacional Superior de Orquestra Direcção de Orquestra Lisboa Privado Politécnico

Leia mais

Prova Escrita de História e Geografia de Portugal

Prova Escrita de História e Geografia de Portugal PROVA DE EQUIVALÊNCIA À FREQUÊNCIA Decreto-Lei nº 139/2012, de 5 de julho Prova Escrita de História e Geografia de Portugal 6º Ano de Escolaridade Prova 05 / 2.ª Fase 12 Páginas Duração da Prova: 90 minutos.

Leia mais

COLÉGIO MANUEL BERNARDES

COLÉGIO MANUEL BERNARDES Ano Lectivo 2009/2010 Local Olivais TARDE Azinhaga Torre do Fato Avª. das Nações Unidas Eixo Norte / Sul Avª. Álvaro Pais Avª. 5 de Outubro (Junto ao Pingo Doce) Avª. 5 de Outubro (Junto à loja etc, )

Leia mais

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO

RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO RELATÓRIO DO INQUÉRITO À HABITAÇÃO Foram entregues 328 inquéritos dos quais foram validados 309. Os inquéritos validados possuem a seguinte distribuição: Famílias com menos de 5 anos 10 Famílias entre

Leia mais

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil

A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A vinda da família real e o governo joanino no Brasil A Europa no século XIX Napoleão realizou uma série de batalhas para a conquista de novos territórios para a França. O exército francês aumentou o número

Leia mais

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas.

Os combatentes agradecem reconhecidos a presença de V. Exas. DIA DO COMBATENTE NA BATALHA, EM 14 DE ABRIL DE 2007 GENERAL JOAQUIM CHITO RODRIGUES Exmo. senhor Ministro da Defesa Nacional. Digna-se V. Exa. presidir a esta cerimónia evocativa do Dia do Combatente

Leia mais

Vila Velha de Ródão, 2012

Vila Velha de Ródão, 2012 A REAÇÃO DOS PORTUGUESES ÀS INVASÕES NAPOLEÓNICAS A IMPORTÂNCIA DAS TALHADAS Portuguese reaction to napoleonic raids the importance of Talhadas II JORNADAS A Guerra Fantástica e as Guerras Peninsulares

Leia mais

Estatuto Jurídico dos Judeus e Mouros na Idade Média Portuguesa

Estatuto Jurídico dos Judeus e Mouros na Idade Média Portuguesa A/490020 JOAQUIM DE ASSUNÇÃO FERREIRA Estatuto Jurídico dos Judeus e Mouros na Idade Média Portuguesa (Luzes e Sombras, na convivência entre as três religiões) UNIVERSIDADE CATÓLICA EDITORA LISBOA 2006

Leia mais

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM 2009 - A Formação Específica. ANATOMIA PATOLÓGICA Hospitais Universidade de Coimbra - E.P.E.

Consulta de Vagas disponíveis para o concurso IM 2009 - A Formação Específica. ANATOMIA PATOLÓGICA Hospitais Universidade de Coimbra - E.P.E. Hospitais Universidade de Coimbra - E.P.E. Hospital Central de Faro - E.P.E. Instituto Português Oncologia de Lisboa Hospital Central do Funchal Hospital Central do Funchal Preferencial Hospital Curry

Leia mais

RANKING 2009 Secundário - Disciplinas

RANKING 2009 Secundário - Disciplinas RANKING 2009 Secundário - Disciplinas 992_2009_Média_Portugues_A_em_c RANKING DAS ESCOLAS NO EXAME NACIONAL DE PORTUGUÊS A DO ENSINO SECUNDÁRIO 1 Conservatório de Música de Calouste Gulbenkian - Braga

Leia mais

A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais

A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais A Rede de Ensino Superior em Portugal e a sua cobertura geográfica com critérios de distância e temporais Maria Cristina Canavarro Teixeira Instituto Politécnico de Castelo Branco Escola Superior Agrária,

Leia mais

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN

Livros Recomendados. Apoio a projetos História de Portugal. Autores Títulos Editoras ISBN AA. VV. (Coord. Maria Fernanda Rollo / Fernando Rosas) História da Primeira República Portuguesa Edições Tinta-da-china 978-989-671-051-4 Abecassis, Maria Isabel Braga A Real Barraca - A residência na

Leia mais

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra.

Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. Marcel Gromaire, A Guerra. A partida de soldados portugueses para a guerra. No início de agosto de 1914, as potências europeias desencadearam um conflito militar que ficou conhecido, entre os contemporâneos,

Leia mais

ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO

ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO ESTADO MAIOR DO EXÉRCITO ARQUIVO HISTÓRICO MILITAR ARQUIVO PARTICULAR DAVID RODRIGUES, 1923 1955 FUNDO 48 CATÁLOGO Lisboa 2002, Janeiro 1 FICHA TÉCNICA: Estado Maior do Exército Arquivo Histórico Militar

Leia mais

Rankings 2010 - Referências do Colégio na Imprensa

Rankings 2010 - Referências do Colégio na Imprensa Ranking Correio da Manhã Ranking Jornal I - Distrito do Porto Ranking Jornal I - Geral Ranking Diário de Notícias As 40 melhores no ranking do DN Mais informações em http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/

Leia mais

EXPEDIÇÃO AUXILIAR A ESPANHA (1835 1837) 1ª DIVISÃO, 23ª SECÇÃO

EXPEDIÇÃO AUXILIAR A ESPANHA (1835 1837) 1ª DIVISÃO, 23ª SECÇÃO DIRECÇÃO DE HISTÓRIA E CULTURA MILITAR ARQUIVO HISTÓRICO MILITAR EXPEDIÇÃO AUXILIAR A ESPANHA (1835 1837) 1ª DIVISÃO, 23ª SECÇÃO INVENTÁRIO DE DOCUMENTOS Lisboa 2007 FICHA TÉCNICA: Direcção de História

Leia mais

Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email

Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email Nome da Entidade Morada Código Postal Localidade Distrito Telefone website email Carga Horária 1/2 Palavras Rua da Igreja, Lote 682 2685-061 Ferrão Ferro-Seixal Setúbal 212121722 www.ummeiodepalavras.pt

Leia mais

DIRECÇÃO DE JOEL SERRÃO e A. H. DE OLIVEIRA MARQUES. Volume X PORTUGAL E A REGENERAÇÃO (1851-1900)

DIRECÇÃO DE JOEL SERRÃO e A. H. DE OLIVEIRA MARQUES. Volume X PORTUGAL E A REGENERAÇÃO (1851-1900) A 379731 NOVA HISTÓRIA DE PORTUGAL DIRECÇÃO DE JOEL SERRÃO e A. H. DE OLIVEIRA MARQUES Volume X PORTUGAL E A REGENERAÇÃO (1851-1900) COORDENAÇÃO DE FERNANDO DE SOUSA A. H. DE OLIVEIRA MARQUES POR A. H.

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Rua de Santa Margarida, n.º 6 4710-306 Braga Tel: 253 204 250 Fx: 253 204 259

Leia mais

Dia da implantação da República (5 de Outubro de 1910) Até 1910, Portugal encontrava-se governado por reis, tendo sido nesta data que mudou a sua

Dia da implantação da República (5 de Outubro de 1910) Até 1910, Portugal encontrava-se governado por reis, tendo sido nesta data que mudou a sua Dia da implantação da República (5 de Outubro de 1910) Até 1910, Portugal encontrava-se governado por reis, tendo sido nesta data que mudou a sua forma de governo, de uma Monarquía para uma República.

Leia mais

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2)

N o m e a ç õ e s Jogo Hora Visitado / Visitante Pavilhão Arbitros (1 / 2) Camp. Nac. Juniores - Sul D 3 de abril de 2014 1301 21:30 Paço d'arcos Benfica Paço d'arcos Jorge Ventura (Lisboa) 4 de abril de 2014 Camp. Nac. Juniores - Norte B 1242 22:15 Académico Carvalhos Porto

Leia mais

Os Recursos Hídricos no Espaço Lusófono. Maria Madalena Valente Zambujeiro Externato Champagnat 6ºB

Os Recursos Hídricos no Espaço Lusófono. Maria Madalena Valente Zambujeiro Externato Champagnat 6ºB Os Recursos Hídricos no Espaço Lusófono Maria Madalena Valente Zambujeiro Externato Champagnat 6ºB 1 Índice B.I. do Rio Tejo Percurso Hídrico por Espanha e Portugal O Aproveitamento da Água Importância

Leia mais

Rota dos 3 Castelos. 2.ºAbrantes. 3.º Belver. 1.ºAlmourol. Monte da Várzea Almourol. 38 km. Almourol Abrantes. 20 Km. Abrantes Belver.

Rota dos 3 Castelos. 2.ºAbrantes. 3.º Belver. 1.ºAlmourol. Monte da Várzea Almourol. 38 km. Almourol Abrantes. 20 Km. Abrantes Belver. 2.ºAbrantes 1.ºAlmourol 3.º Belver Monte da Várzea Almourol 38 km Rota dos 3 Castelos Almourol Abrantes 20 Km Abrantes Belver 30 Km Belver Monte da Várzea 11 Km Partida: Casa Branca, Monte da Várzea 2

Leia mais

Direcção Regional do Norte

Direcção Regional do Norte BRAGANÇA Direcção Regional do Norte BRAGA Lojas Institucionais IPDJ Lojas Parceiras Direcção Regional do Norte BRAGA GUIMARÃES Antiga Estação de Comboios Av. D. João IV Urgeses 4810-534 Guimarães Tel.

Leia mais

BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS

BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS MEALHADA MORTÁGUA PENACOVA COMEMORAÇÕES DOS 205 ANOS DA BATALHA DO BUSSACO BANDA MILITAR DO PORTO ATUA NOS JARDINS DO PALACE DIA 12 DE SETEMBRO O concerto da Banda Militar do Porto vai atuar ar livre,

Leia mais

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES

UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES UNIVERSIDADE CATÓLICA PORTUGUESA ESCOLA DAS ARTES LICENCIATURA DE ARTE - CONSERVAÇÃO E RESTAURO HISTÓRIA DAS ARTES METÁLICAS ANO LECTIVO 2013/2014 Docente: Prof. Doutor Gonçalo de Vasconcelos e Sousa OBJECTIVOS:

Leia mais

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação

Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Mosteiro de São Bento da Vitória Dossier de Apresentação Índice I II III Nota histórica Informação sobre o espaço Descrição Planta Capacidade Equipamento disponível Outras informações úteis Localização

Leia mais

UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL. -25% Rua da Escola Secundária, nº 104 www.ginasiosdavinci.com alcochete@davinci.com.

UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL. -25% Rua da Escola Secundária, nº 104 www.ginasiosdavinci.com alcochete@davinci.com. UNIDADE OFERTA / CONDIÇÕES MORADA WEB SITE EMAIL ALCOCHETE -condicionado à disponibilidade de vaga e horário. Informações Rua da Escola Secundária, nº 104 alcochete@davinci.com.pt ALFORNELOS ALMADA AMORA

Leia mais

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão

LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS. Rua da Cidade de Parthenay Bloco G - Loja 4 2200-235 Abrantes. Praceta Raúl Proença, 13-A 2725-116 Algueirão LOCALIDADE EMPRESA MORADA CONTACTOS ABRANTES ALGUEIRÂO ALJUSTREL ALMADA ALVERCA ANGRA DO HEROÍSMO AVEIRO BARCELOS BARREIRO AGOSTINHO J.G. FIGUEIRAS PEDRO GEIRINHAS UNIPESSOAL, LDA ELECTRO CRUZ DIMATECNICA,LDA

Leia mais

Casas-Museu dos Médicos em Portugal

Casas-Museu dos Médicos em Portugal Casas-Museu dos Médicos em Portugal O MÉDICO QUE SÓ SABE DE MEDICINA NEM DE MEDICINA SABE Prof. Doutor Abel Salazar AUGUSTO MOUTINHO BORGES, CLEPUL, Academia Portuguesa da História Apresentação Após a

Leia mais

CONCURSO DE DOCENTES ANO ESCOLAR 2014/2015

CONCURSO DE DOCENTES ANO ESCOLAR 2014/2015 CONCURSO DE DOCENTES Grupo de Recrutamento 430 - ECONOMIA E CONTABILIDADE ANO ESCOLAR 2014/2015 LISTA DEFINITIVA DE COLOCAÇÃO CANDIDATOS À CONTRATAÇÃO INICIAL 2 ª RESERVA DE RECRUTAMENTO Página 1 de 5

Leia mais

Representações Nacionais

Representações Nacionais Representações Nacionais 2013 Janeiro Dia 10 - Encontro DESMOR (Rio Maior) - Seminário Movimento Paralímpico em Portugal - de Londres 2012 ao Rio de Janeiro 2016" (Rio Maior) - Cerimónia de Tomada de Posse

Leia mais

Portugal Mapas e Números

Portugal Mapas e Números Plano Anual de Atividades 2011-12 Portugal Mapas e Números Código da atividade ogf3 Destinatários Toda a comunidade educativa da ESSM Intervenientes Responsáveis Prof. Augusto Cebola e Prof. Jorge Damásio

Leia mais

1. Portugal no século XIV tempo de crise

1. Portugal no século XIV tempo de crise 1. Portugal no século XIV tempo de crise A situação que se viveu em Portugal no século XIV foi de uma situação de crise, e foram vários os fatores que contribuíram para isso: Crise agrária os Invernos

Leia mais

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008

ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 LINHA DE CRÉDITO PARA ESTUDANTES DO ENSINO SUPERIOR COM GARANTIA MÚTUA ACTIVIDADE ACUMULADA ATÉ ABRIL DE 2008 Comissão de Acompanhamento 29 de Maio de 2008 Introdução, e principais conclusões Este documento

Leia mais

Irmãos Grimm. Contos da Infância e do Lar. 200 Anos

Irmãos Grimm. Contos da Infância e do Lar. 200 Anos grandes coleções Contos da Infância e do Lar Irmãos Grimm Tradução, introdução e notas de Teresa Aica Bairos Coordenação científica de Francisco Vaz da Silva Os Contos da Infância e do Lar, de Jacob e

Leia mais

Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015

Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015 Parceria 5àsec - La Redoute 1 de Janeiro a 28 de Fevereiro 2015 Nome Loja Cidade Distrito ÁGUEDA PINGO DOCE ÁGUEDA Distrito Aveiro ALBERGARIA-A-VELHA RUA ALBERGARIA A VELHA Distrito Aveiro AVEIRO GLICÍNIAS

Leia mais

COMANDO DA AERONÁUTICA

COMANDO DA AERONÁUTICA COMANDO DA AERONÁUTICA CERIMONIAL ICA 900-1 CERIMONIAL MILITAR DO COMANDO DA AERONÁUTICA 17 DEZ 2002 COMANDO DA AERONÁUTICA GABINETE DO COMANDANTE DA AERONÁUTICA CERIMONIAL ICA 900-1 CERIMONIAL MILITAR

Leia mais

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct

Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct Levantamento dos Temas Prioritários 2006 nos Programas de Trabalho dos Centros Europe Direct CENTROS Europe Direct 9 de Maio 20 anos de adesão Primavera da Europa Estratégia de Lisboa (Crescimento & Emprego)

Leia mais

ENSINO SUPERIOR PARTICULAR

ENSINO SUPERIOR PARTICULAR ENSINO SUPERIOR PARTICULAR 220 4002 9732 Academia Nacional Superior de Orquestra Direcção de Orquestra 1.º 6 Sem 180 1 220 4002 9771 Academia Nacional Superior de Orquestra Instrumentista de Orquestra

Leia mais

Em que país da UE posso visitar a Torre Eiffel? Qual o país da UE que é conhecido em todo o mundo pelos seus chocolates? França Espanha Bélgica

Em que país da UE posso visitar a Torre Eiffel? Qual o país da UE que é conhecido em todo o mundo pelos seus chocolates? França Espanha Bélgica Qual o país da UE que é conhecido em todo o mundo pelos seus chocolates? Suiça Bélgica Em que país da UE posso visitar a Torre Eiffel? Bélgica Qual a flor típica da Holanda? Rosa Cravo Tulipa Qual o país

Leia mais

A Bandeira do Brasil

A Bandeira do Brasil A Bandeira do Brasil A bandeira nacional brasileira Imagem: portalnoroestesp.com.br A atual bandeira nacional foi adotada em 19 de novembro de 1889, apenas 4 dias após a proclamação da República. Suas

Leia mais

Norte. Aveiro. Braga. Porto. Viana do Castelo

Norte. Aveiro. Braga. Porto. Viana do Castelo Norte Santa Maria da Feira Escola Secundária de Santa Maria da Feira Agrupamento de Escolas Doutor Ferreira de Almeida, Santa Maria da Feira Vale de Cambra Agrupamento de Escolas das Dairas, Vale de Cambra

Leia mais

Auto de Proclamação da República (7 Outubro de 1910) Cota CMPV 4343 Auto de Proclamação

Auto de Proclamação da República (7 Outubro de 1910) Cota CMPV 4343 Auto de Proclamação Auto de Proclamação da República (7 Outubro de 1910) Cota CMPV 4343 Auto de Proclamação NEWSLETTER: Dando continuidade à nossa nova rubrica on-line: Páginas de História com Estórias, passamos a apresentar

Leia mais

08 e 10.02.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias carenciadas.

08 e 10.02.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias carenciadas. 03.01.2014- Deslocação ao Banco Alimentar Perafita para levantamento dos 04 e 06.01.2014 Entrega de cabazes de produtos alimentares a 26 famílias 10.01.2014 Presença na tomada de posse dos corpos sociais

Leia mais

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico.

CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL PROGRAMA. 2.1. Francisco da Holanda e a sua perspectiva sobre o ensino artístico. CURSO LIVRE HISTÓRIA DO ENSINO ARTÍSTICO EM PORTUGAL 8 de Abril a 1 de Julho (interrupção no dia 10 de Junho que é feriado) 4ª feira, das 18h 30m às 20h 30m 24h, 12 sessões PROGRAMA 1. A Idade Média 1.1.

Leia mais

DIRECTÓRIO DE ARQUIVOS E COLECÇÕES DOCUMENTAIS DA EX-DGEMN DATAS EXTREMAS. Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo

DIRECTÓRIO DE ARQUIVOS E COLECÇÕES DOCUMENTAIS DA EX-DGEMN DATAS EXTREMAS. Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo Estádio Nacional 163787 Comissão Administrativa das Obras do Novo Estádio de Lisboa - Arquivo 1931-1948 13,25 ml (incl. 40, 7 fotografias) Comissão para a Aquisição de Mobiliário - Arquivo / Secção de

Leia mais

Uma Cronologia da História do Ensino Superior Militar em Portugal

Uma Cronologia da História do Ensino Superior Militar em Portugal Uma Cronologia da História do Ensino Superior Militar em Portugal Capitão-de-fragata António José Duarte Costa Canas Major-general João Jorge Botelho Vieira Borges 1. Introdução O objectivo da presente

Leia mais

Rede Oferta de Adultos NUT III

Rede Oferta de Adultos NUT III Rede Oferta de Adultos 2016-2017 - NUT III Ações de Formação de Português para Falantes de Outras Línguas - Atualizada 2016.08.26 PFOL Alentejo Évora Évora Agrupamento de Escolas n.º 2 de Évora 2 2 Alentejo

Leia mais

JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO. 28, 29 e 30 set 2012 FUTURO DA MEMÓRIA

JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO. 28, 29 e 30 set 2012 FUTURO DA MEMÓRIA JORNADAS EUROPEIAS DO PATRIMÓNIO 28, 29 e 30 set 2012 O FUTURO DA MEMÓRIA OS REGISTOS DAS MEMÓRIAS: Permanências e Intermitências Permanências Da Chancelaria Régia ao Diário da República Chancelaria de

Leia mais

V REUNIÃO CONJUNTA DA COMISSÃO BILATERAL LUSO-BRASILEIRA PARA SALVAGUARDA E DIVULGAÇÃO DO PATRIMÓNIO DOCUMENTAL. Acta da Terceira Sessão

V REUNIÃO CONJUNTA DA COMISSÃO BILATERAL LUSO-BRASILEIRA PARA SALVAGUARDA E DIVULGAÇÃO DO PATRIMÓNIO DOCUMENTAL. Acta da Terceira Sessão V REUNIÃO CONJUNTA DA COMISSÃO BILATERAL LUSO-BRASILEIRA PARA SALVAGUARDA E DIVULGAÇÃO DO PATRIMÓNIO DOCUMENTAL Acta da Terceira Sessão Aos 15 dias de Maio de 2001, pelas 15.00h, nas instalações do Instituto

Leia mais

AS INVASÕES NAPOLEONICAS DESDE A IDA DA FAMÍLIA REAL PARA 0 BRASIL ÀS LINHAS DE TORRES

AS INVASÕES NAPOLEONICAS DESDE A IDA DA FAMÍLIA REAL PARA 0 BRASIL ÀS LINHAS DE TORRES JOSÉ CUSTÓDIO MADALENO GERALDO SUB Hamburg A/561137 AS INVASÕES NAPOLEONICAS DESDE A IDA DA FAMÍLIA REAL PARA 0 BRASIL ÀS LINHAS DE TORRES 1807-1811 e d i t o r a ÍNDICE AGRADECIMENTOS 17 PRINCIPAIS SIGLAS

Leia mais

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo

Catarina Bernardina de (...) Cardozo, dos bens que ficaram por falecimento de seu marido e Pai, o Coronel Manuel José Cardozo CASA DA BREIA A Casa da Breia situa-se no lugar da Breia, na freguesia de S. Paio de Jolda neste concelho de Arcos de Valdevez. Temos notícias da casa, como propriedade da família, através de um testamento

Leia mais

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL

ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL AULA 10 LITERATURA PROFª Edna Prado ROMANTISMO EM PORTUGAL E NO BRASIL I - CONTEXTO HISTÓRICO Na aula passada nós estudamos as principais características do Romantismo e vimos que a liberdade era a mola

Leia mais

O Foral e a Organização Municipal Torriense

O Foral e a Organização Municipal Torriense O Foral e a Organização Municipal Torriense Foral Medieval de Torres Vedras, 1250 In O Foral Medieval da vila de Torres Vedras: 15 de Agosto de 1250. VICENTE, António Balcão, [et al.] - O foral medieval

Leia mais

Os Símbolos Nacionais

Os Símbolos Nacionais Os Símbolos Nacionais Falar das origens das bandeiras, dos hinos, dos brasões de armas e dos selos não é tarefa fácil uma vez que o homem sempre tentou registrar seu dia a dia, seus feitos, sua passagem

Leia mais

1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO

1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS BRASIL INSTITUTO PIAGET / VISEU PORTUGAL 1 IDENTIFICAÇÃO DO PROJECTO TÍTULO DO PROJECTO DE INVESTIGAÇÃO O contributo português no processo de criação de bandas amadoras

Leia mais

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem

Capítulo 2 Método 81 A variável independente e a sua aplicação 81 O método institucional: o primado da instituição Estado sobre a ordem índice Agradecimentos 15 Prefácio 17 Introdução 23 Capítulo 1 Que forma de Estado previne melhor os golpes militares? 27 Golpes de Igreja, golpes de Estado, golpes militares 27 Que é a forma do Estado

Leia mais

Planificação Anual. Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015

Planificação Anual. Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015 Planificação Anual Professor: José Pinheiro Disciplina: História e Geografia de Portugal Ano: 5.º Turmas: B Ano letivo: 2014-2015 UNIDADE DIDÁTICA: TEMA A: DOS PRIMEIROS POVOS À FORMAÇÃO DO REINO DE PORTUGAL.

Leia mais

Programa ERASMUS+ - Ação 1

Programa ERASMUS+ - Ação 1 Programa ERASMUS+ - Ação 1 Resultados de Seleção 2015 Ensino Superior Mobilidades para Aprendizagem Número de candidatura Nome da instituição Endereço da instituição Subvenção atribuída Estatuto 2015-1-PT01-KA103-012420

Leia mais

1º bimestre 3ª série Contemporânea Guerra Civil Espanhola / Ditadura de Franco Ditadura de Salazar / Portugal. Roberson de Oliveira

1º bimestre 3ª série Contemporânea Guerra Civil Espanhola / Ditadura de Franco Ditadura de Salazar / Portugal. Roberson de Oliveira 1º bimestre 3ª série Contemporânea Guerra Civil Espanhola / Ditadura de Franco Ditadura de Salazar / Portugal Roberson de Oliveira Guerra Civil Espanhola (1936/39) 1. Antecedentes Espanha no pós-guerra

Leia mais

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AGUALVA MIRA SINTRA

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS AGUALVA MIRA SINTRA MANUAL ADOTADO: HISTÓRIA E GEOGRAFIA DE PORTUGAL HGP 6º ANO AUTORES: ANA OLIVEIRA/ FRANCISCO CANTANHEDE EDITORA: TEXTO EDITORES 6º ANO ANO LETIVO 2013-2014 1º Período Subtema Conteúdos Conceitos Operacionalização

Leia mais

Atlas das Cidades Portuguesas

Atlas das Cidades Portuguesas Atlas das Cidades Portuguesas Pela primeira vez o INE edita um Atlas das Cidades de Portugal, publicação que reúne um conjunto de indicadores sobre as actuais 134 cidades do país e as áreas metropolitanas

Leia mais

Seminário de Homenagem Professor Costa Lobo

Seminário de Homenagem Professor Costa Lobo Seminário de Homenagem Professor Costa Lobo.Cerimónia de entrega póstuma de Diploma Honoris Causa. Decorreu no Auditório Armando Guebuza da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias (ULHT) de

Leia mais

TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE

TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE Foral de Guimarães Tradução Aires Augusto do Nascimento Revista de Guimarães, n.º 106, 1996, pp. 35-41 TRADUÇÃO DO FORAL DO CONDE D. HENRIQUE Observação preliminar: A tradução do foral de Guimarães pretende

Leia mais

DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: AVEIRO: 1/9

DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: AVEIRO: 1/9 1/9 DISTRIBUIDORES EM PORTUGAL AÇORES: FAGUNDES & LOURENÇO, LDA Rua do Galo, 2 e 3 9700-091 ANGRA DO HEROÍSMO Tlf: 295 213 428 flourencolda@outlook.com EUROILHAS - SOC., LDA Zona Comercial do Valados Rua

Leia mais

RUSSELL. 1. N... Russell, da mesma família a que pertencem os Duques de Bedford, em Inglaterra, foi pai de, pelo menos, os dois filhos seguintes:

RUSSELL. 1. N... Russell, da mesma família a que pertencem os Duques de Bedford, em Inglaterra, foi pai de, pelo menos, os dois filhos seguintes: RUSSELL 1. N... Russell, da mesma família a que pertencem os Duques de Bedford, em Inglaterra, foi pai de, pelo menos, os dois filhos seguintes: 2 1 Richard (Ricardo) Russell, que nasceu em Inglaterra

Leia mais

ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA

ELEIÇÃO DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA Círculo eleitoral dos Açores Aliança Açores Partido Social Democrata Partido Democrático do Atlântico CDS-PP. PPD/D PDA Círculo eleitoral de Aveiro Partido Cidadania e Democracia Cristã PPV/CDC PPD/D.

Leia mais