1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX"

Transcrição

1 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 4 - NIRE 1 - ENDEREÇO COMPLETO Rua General Polidoro, BAIRRO OU DISTRITO BOTAFOGO 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX 11 - DDD 12 - FAX 13 - FAX 14 - FAX NOME 2 - ENDEREÇO COMPLETO 3 - BAIRRO OU DISTRITO RUA GENERAL POLIDORO, 99 5º ANDAR 4 - CEP 5 - MUNICÍPIO BOTAFOGO 6 - UF 7 - DDD 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEFONE 11 - TELEX 12 - DDD 13 - FAX 14 - FAX 15 - FAX EXERCÍCIO SOCIAL EM CURSO 1 - INÍCIO 2 - TÉRMINO TRIMESTRE ATUAL 3 - NÚMERO 4 - INÍCIO 5 - TÉRMINO TRIMESTRE ANTERIOR 6 - NÚMERO 7 - INÍCIO 8 - TÉRMINO 9 - NOME/RAZÃO SOCIAL DO AUDITOR PriceWaterHouseCoopers Auditores Independentes 11 - NOME DO RESPONSÁVEL TÉCNICO Marcos Donizete Panasol

2 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ Número de Ações 1 - TRIMESTRE ATUAL 2 - TRIMESTRE ANTERIOR 30/06/ /03/ IGUAL TRIMESTRE EX. ANTERIOR 30/06/ Ordinárias Preferenciais Total Ordinárias Preferenciais Total TIPO DE EMPRESA Empresa Comercial, Industrial e Outras 2 - TIPO DE SITUAÇÃO Operacional 3 - NATUREZA DO CONTROLE ACIONÁRIO Privada Nacional 4 - CÓDIGO ATIVIDADE Telecomunicações 5 - ATIVIDADE PRINCIPAL EXPLORAÇÃO DOS SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES 6 - TIPO DE CONSOLIDADO Total 7 - TIPO DO RELATÓRIO DOS AUDITORES Sem Ressalva 1 - ITEM 2 - CNPJ 3 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 1 - ITEM 2 - EVENTO 3 - APROVAÇÃO 4 - PROVENTO 5 - INÍCIO PGTO. 6 - TIPO AÇÃO 7 - VALOR DO PROVENTO P/ AÇÃO

3 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1- ITEM 2 - DATA DA 3 - VALOR DO CAPITAL SOCIAL 4 - VALOR DA ALTERAÇÃO 5 - ORIGEM DA ALTERAÇÃO 7 - QUANTIDADE DE AÇÕES EMITIDAS 8 - PREÇO DA AÇÃO NA ALTERAÇÃO (Reais Mil) (Reais Mil) (Mil) EMISSÃO (Reais) Incorporação de Empresas 1 - DATA 2 - ASSINATURA

4 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-30/06/ /03/ Ativo Total Ativo Circulante Disponibilidades Créditos Estoques Outros Impostos Diferidos e a Recuperar Empréstimos a Receber Adiantamentos a Empregados Adiantamentos a Fornecedores Despesas do Período Seguinte Depositos Judiciais Outros Ativo Realizável a Longo Prazo Créditos Diversos Impostos Diferidos e a Recuperar Créditos com Pessoas Ligadas Com Coligadas Com Controladas Com Outras Pessoas Ligadas Outros Incentivos Fiscais Depositos Judiciais Outros Ativo Permanente Investimentos Participações em Coligadas Participações em Controladas Outros Investimentos Imobilizado Diferido 0 0

5 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-30/06/ /03/ Passivo Total Passivo Circulante Empréstimos e Financiamentos Debêntures Fornecedores Impostos, Taxas e Contribuições Dividendos a Pagar Provisões Dívidas com Pessoas Ligadas Empréstimos e Financiamentos Juros sobre Capital Próprio Outros Pessoal, Encargos e Beneficios Sociais Consignação a Favor de Terceiros Outras Passivo Exigível a Longo Prazo Empréstimos e Financiamentos Debêntures Provisões Dívidas com Pessoas Ligadas Outros Impostos, Taxas e Contribuições Recursos Capitalizaveis Outras Obrigações Resultados de Exercícios Futuros Patrimônio Líquido Capital Social Realizado Capital Social Ações em Tesouraria (1.495) (1.495) Reservas de Capital Reservas de Reavaliação Ativos Próprios Controladas/Coligadas Reservas de Lucro Legal Estatutária Para Contingências De Lucros a Realizar Retenção de Lucros Especial p/ Dividendos Não Distribuídos Outras Reservas de Lucro 0 0

6 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-30/06/ /03/ Lucros/Prejuízos Acumulados

7 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-01/04/2001 a 30/06/ /01/2001 a 30/06/ /04/2000 a 30/06/ /01/2000 a 30/06/ Receita Bruta de Vendas e/ou Serviços Deduções da Receita Bruta ( ) ( ) ( ) ( ) 3.03 Receita Líquida de Vendas e/ou Serviços Custo de Bens e/ou Serviços Vendidos ( ) ( ) ( ) ( ) 3.05 Resultado Bruto Despesas/Receitas Operacionais ( ) ( ) ( ) ( ) Com Vendas ( ) ( ) ( ) ( ) Gerais e Administrativas ( ) ( ) ( ) ( ) Financeiras (21.836) (50.098) (31.429) (38.459) Receitas Financeiras Despesas Financeiras (82.107) ( ) (72.894) (87.920) Outras Receitas Operacionais Outras Despesas Operacionais (73.513) (95.131) (70.706) (86.006) Resultado da Equivalência Patrimonial Resultado Operacional Resultado Não Operacional Receitas Despesas (80.563) ( ) (30.269) (30.332) 3.09 Resultado Antes Tributação/Participações Provisão para IR e Contribuição Social (73.921) (75.919) (50.164) (38.477) 3.11 IR Diferido Participações/Contribuições Estatutárias (942) (942) Participações (942) (942) Contribuições Reversão dos Juros sobre Capital Próprio Lucro/Prejuízo do Período

8 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 1 - CÓDIGO 2 - DESCRIÇÃO 3-01/04/2001 a 30/06/ /01/2001 a 30/06/ /04/2000 a 30/06/2000 NÚMERO AÇÕES, EX-TESOURARIA (Mil) 6-01/01/2000 a 30/06/ LUCRO POR AÇÃO PREJUÍZO POR AÇÃO 0, , , ,00275

9 1. CONTEXTO OPERACIONAL (a) Áreas de atuação e serviços prestados A Telemar Norte Leste ( TMAR ), é a principal prestadora de serviços de telefonia fixa em sua área de atuação, que compreende os estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí, Maranhão, Pará, Amazonas, Roraima e Amapá. A prestação desses serviços é efetuada com base em concessão outorgada pelo Governo Federal com vencimento em 31 de dezembro de 2005 podendo ser renovada por um prazo de 20 anos, a critério da Agência Nacional de Telecomunicações - ANATEL, órgão regulador do setor brasileiro de telecomunicações. Em 27 de março de 2001, foi constituída a ABS 52 Participações Ltda, sociedade por quotas de responsabilidade limitada, com o capital subscrito de R$ 1 mil e integralizado pela TMAR. A sociedade tem por objeto a prestação de serviços de instalação, manutenção, operação e construção de redes, manutenção, compra e venda de equipamentos eletrônicos. (b) Reorganização Societária Em 28 de junho de 2001, os Conselhos de Administração e Fiscal aprovaram, sem ressalvas, as propostas das respectivas diretorias para a incorporação das demais ligadas de telefonia fixa pela Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. (atualmente TMAR), com a versão de todo o acervo líquido contábil, e consolidação em uma só companhia. Esta incorporação tem o objetivo de simplificar a estrutura societária atual, através da consolidação das operadoras em uma única companhia, melhorando a exploração de serviços públicos de telefonia fixa comutada STFC. Em 24 de julho de 2001, a ANATEL aprovou a reorganização societária e em 2 de agosto de 2001 a proposta de incorporação foi aprovada pelas respectivas Assembléias Gerais de Acionistas da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. e demais empresas ligadas. A proposta de incorporação também foi submetida ao Ministério da Integração Nacional a fim de obter autorização prévia e requerer a transferência de benefícios fiscais regionais das demais empresas ligadas para a Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A., após a finalização do processo de incorporação. Em 2 de agosto de 2001, por deliberação da Assembléia Geral de Acionistas da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A., após a aprovação da incorporação, as ações preferenciais da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. ( atualmente TMAR ) passaram a ser divididas em duas classes, como segue: (i) Ações Preferenciais classe A : emitidas em razão da incorporação, com direito a dividendos 10% superiores aos dividendos distribuídos às ações ordinárias, e com prioridade no reembolso do capital em relação às ações ordinárias, em caso de liquidação da TMAR; (ii) Ações Preferenciais classe B : são as atuais ações preferenciais emitidas em conexão com a reorganização societária, com direito a dividendo fixo não cumulativo de 10% ao ano, calculado sobre o valor resultante da divisão do capital social pelo número total de ações da TMAR, e com prioridade 9

10 no reembolso do capital em relação às ações ordinárias e ações preferenciais classe A, em caso de liquidação da TMAR. Em decorrência da incorporação, os acionistas das demais empresas ligadas detentores de ações ordinárias receberam, em substituição, ações ordinárias da TMAR, e os detentores de ações preferenciais, mesmo que de classes diferentes, receberam, em substituição, ações preferenciais classe A da TMAR, de acordo com a relação de troca estabelecida com base nos valores econômicos, da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. e demais empresas ligadas, acrescidas do prêmio (aos acionistas das empresas ligadas que optaram em migrar para a TMAR, foi concedido um prêmio de 12% sobre o valor econômico de suas ações). Segue quadro resumo da relação de troca. Empresas Ligadas Relação de troca das ações ordinárias e preferenciais (*) Telemar - ES 7,287 Telemar - CE 7,264 Telemar - RN 4,095 Telemar - PA 3,554 Telemar - PB 3,377 Telemar - MG 2,793 Telemar - BA 2,790 Telemar - SE 2,013 Telemar - PE 1,871 Telemar - PI 1,700 Telemar - MA 1,608 Telemar - AP 1,036 Telemar - RR 1,020 Telemar - AM 0,408 Telemar - AL 0,271 (*) Quantidade de ações da Telemar-RJ ( atualmente TMAR) que foram recebidas por cada ação detida das demais empresas ligadas. Na Assembléia Geral de Acionistas de 2 de agosto de 2001, também foi aprovada a possibilidade dos atuais detentores de ações ordinárias ou ações preferenciais classe B, converterem suas ações, no prazo de 30 dias, em ações preferenciais classe A, respeitando o limite previsto no 2º, do art. 15 da Lei das S.A.. Com base nos laudos de avaliação contábil do acervo líquido das demais empresas ligadas, o capital social da atual TMAR foi aumentado em R$ , já descontadas as participações cruzadas. Consequentemente, após o processo de incorporação, o capital social é de R$ , dividido em mil ações, como segue: 10

11 Composição do Capital de Telemar Norte Leste Antes da conversão Ordinárias Preferenciais "A" Preferenciais "B" Total Capital Social TNL ,9 93,2% ,8 69,3% ,8 60,5% ,4 79,6% ,5 79,6% Tesouraria 999,8 0,9% 2.742,5 2,4% 0,0% 3.742,3 1,5% ,9 1,5% Mercado 6.576,2 5,9% ,8 28,3% 7.345,3 39,5% ,3 18,9% ,0 18,9% TOTAL ,9 100,0% ,1 100,0% ,1 100,0% ,0 100,0% ,4 100,0% Depois da conversão Ordinárias Preferenciais "A" Preferenciais "B" Total Capital Social TNL ,9 97,2% ,6 66,8% ,4 79,6% ,5 79,6% Tesouraria 3.742,3 2,7% 3.742,3 1,5% ,9 1,5% Mercado 2.959,1 2,8% ,6 30,4% 2.071,6 100,0% ,3 18,9% ,0 18,9% TOTAL ,0 100,0% ,4 100,0% 2.071,6 100,0% ,0 100,0% ,4 100,0% Com a incorporação das extintas controladas Telemar-AM, Telemar-AL e Telemar-PE, o imposto de renda e contribuição social diferidos sobre prejuízos foram revertidos, no montante de: IMPOSTO DE RENDA CONTRIBUIÇÃO SOCIAL TOTAL Telemar-AM Telemar-AL Telemar-PE Em Assembléia Geral Extraordinária realizada em 14 de setembro de 2001, os acionistas aprovaram alteração da denominação social da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. Telerj (ou Telemar- RJ) para Telemar Norte Leste S.A. ( TMAR ), denominação única da Companhia em estados onde presta serviço de telefonia fixa. 11

12 (c) Dissidência O valor do reembolso das ações aos acionistas que exerceram o direito de dissidência no prazo legal de 30 (trinta) dias, após as Assembléias Gerais Extraordinárias, realizadas em 2 de agosto de 2001, totalizou R$ , correspondente a, aproximadamente, 1,3% do valor econômico da incorporação. O valor da dissidência está à disposição desde o dia 17 de outubro de As ações dos dissidentes estão na tesouraria da TMAR, para cancelamento ou alienação, dependendo de definição da administação. 2. APRESENTAÇÃO DAS INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS (a) Critérios de elaboração e práticas contábeis As informações trimestrais foram elaboradas de acordo com os princípios contábeis previstos na Lei das S.A., disposições complementares da Comissão de Valores Mobiliários CVM e normas aplicáveis às concessionárias de serviço público de telecomunicações e são, substancialmente, uniformes àqueles adotados na elaboração das demonstrações financeiras do exercício social findo em 31 de dezembro de Os ajustes contábeis provenientes da reorganização societária descrita na Nota 1 (b), foram considerados nos saldos patrimoniais e nos resultados em 31 de março de 2001, data-base contábil da incorporação, sendo: (i) reversão do imposto de renda e contribuição social diferidos sobre prejuízos fiscais existentes nas empresas ligadas, incorporadas pela TMAR; e (ii) eliminação das participações recíprocas entre empresas ligadas. Para fins de comparabilidade das informações trimestrais com o mesmo trimestre e período do exercício anterior, foi calculado e apresentado o ajuste pró-forma da incorporação dos resultados das demais empresas ligadas ao resultado da Telecomunicações do Rio de Janeiro S.A. (atual TMAR). Para tanto, uma vez que a incorporação ocorreu com data-base contábil de 31 de março de 2001, foram considerados os resultados da TMAR no semestre de 1 de janeiro a 30 de junho de 2000e os resultados das demais empresas ligadas a partir do segundo trimestre de 2000, eliminando-se as receitas e despesas financeiras de contratos de mútuos entre as mesmas. O processo de consolidação das contas de balanço patrimonial e da demonstração do resultado reflete o conjunto dos saldos, de acordo com a sua natureza, juntamente com as seguintes eliminações: (i) a participação no patrimônio líquido da controlada; ( ii) os saldos das contas de ativos e passivos, bem como as receitas e despesas das transações relevantes entre a ABS 52 e TMAR. 12

13 3. RECEITA OPERACIONAL BRUTA DOS SERVIÇOS DE TELECOMUNICAÇÕES O quadro a seguir mostra alguns componentes da receita operacional da Companhia, proveniente de serviços de telecomunicações nos períodos de 30 de junho de 2001 e Consolidado 30/06/01 % 30/06/00 % Serviço telefônico , ,8 Local , ,8 Habilitação , ,2 Assinatura , ,9 Pulsos (serviço medido) , ,1 A Cobrar , ,4 Outras Receitas , ,2 Serviços de Longa-Distância (Intra-setorial) , ,3 Serviços de Longa-Distância (Inter-setorial) , ,0 Serviços de Telefones de Uso Públicos , ,7 Serviço Fixo -Móvel , ,1 Serviços adicionais , ,9 Remuneração pelo uso de rede , ,0 Uso de Redes Fixo -Fixo , ,2 Uso de Redes Móvel-Fixo , ,8 Serviços de Comunicação de dados , ,2 Exploração Industrial de Linha Dedicada EILD , ,7 Serviços de linhas dedicadas(sldd/slda) , ,6 Serviços IP , ,3 Comutação por pacotes + Frame Relay , ,3 Outros , ,3 Receita operacional bruta , ,0 Com a substituição do sistema de percentual único determinado pelo Ministério das Telecomunicações, a partir de abril de 1998, a Embratel começou a pagar tarifas de interconexão por minuto às empresas regionais de telefonia fixa pela conexão e uso de suas redes ao iniciar e/ou completar ligações. Em março de 1999, as empresas regionais de telefonia fixa, firmaram um acordo de interconexão com a Embratel a fim de formalizar o 13

14 uso da rede. Além disso, a Embratel pagou às empresas regionais de telefonia fixa uma tarifa adicional por minuto de conexão denominada ( PAT ) até 30 de junho de Esta tarifa adicional foi implementada em 1º de abril de 1998, para reduzir o impacto da descontinuidade das receitas compartilhadas. A PAT recebida pela Companhia no semestre findo em 30 de junho de 2001 e 2000 totalizaram respectivamente a R$ e R$ A Companhia aluga equipamentos e linhas de telecomunicações da e para a Embratel, provedores de telefonia celulares e outras empresas privadas para completar ligações (circuitos dedicados e conexões de cabos), bem como para prover comunicações de dados por meio de uma quantidade de acordos operacionais que expiram em diferentes datas. A receita e despesa com esses aluguéis (EILD, SLDD e SLDA), conforme os respectivos contratos, foram as seguintes: Consolidado 30/06/01 Receita com aluguel Despesas com aluguel (38.837) 4. RECEITA LÍQUIDA DE SERVIÇOS O quadro a seguir apresenta a distribuição da receita líquida de serviços prestados: Consolidado 30/06/01 % 30/06/00 % Rio de Janeiro , ,9 Minas Gerais , ,4 Bahia , ,6 Pernambuco , ,9 Ceará , ,6 Espírito Santo , ,4 Pará , ,0 Paraíba , ,0 Maranhão , ,9 Rio Grande do Norte , ,9 Amazonas , ,8 Alagoas , ,6 Piauí , ,3 Sergipe , ,0 Amapá , ,4 Roraima , ,3 Total , ,0 14

15 5. CUSTOS E DESPESAS OPERACIONAIS POR NATUREZA Controladora 30/06/01 Custo de serviços prestados Comercialização dos serviços Gerais e administrativas Total Interconexão Depreciação Demais custos e despesas operacionais Pessoal Materiais Serviços de terceiros Publicidade e propaganda Aluguéis/seguros Taxa de administração PDD e baixa contas a receber Outros Total Consolidado 30/06/01 Custo de serviços prestados Comercialização dos serviços Gerais e administrativas Total Interconexão Depreciação Demais custos e despesas operacionais 15

16 Pessoal Materiais Serviços de terceiros Publicidade e propaganda Aluguéis/seguros Taxa de administração PDD e baixa contas a receber Outros Total Controladora e Consolidado 30/06/00 Custo de serviços prestados Comercialização dos serviços Gerais e administrativas Total Interconexão Depreciação Demais custos e despesas operacionais Pessoal Materiais Serviços de terceiros Publicidade e propaganda Aluguéis/seguros Taxa de administração PDD e baixa contas a receber Outros Total Os custos com interconexão referem-se, basicamente, às tarifas de uso das redes fixo -móvel cobradas pelas operadoras de celular. O aumento dos custos de interconexão em comparação ao período de seis meses de 2000, em 54,8% é explicado pelo crescimento substancial da planta de telefonia móvel, assim como o da planta de telefonia fixa, esta última decorrente do Programa de Antecipação de Metas (PAM). Os custos de serviços prestados com serviços de terceiros referem-se substancialmente a serviços técnicos operacionais na planta, tais como instalação de terminais, manutenção de linhas e equipamentos de infra- 16

17 estrutura; já os serviços técnicos e administrativos, incluem os serviços com processamento de dados e consultorias e gastos com serviços públicos. As despesas com propaganda e publicidade referem-se principalmente a comercialização da marca Telemar, divulgação de seu código de acesso, planos de fidelidade entre outros. O crescimento desses gastos se deve a uma maior divulgação através dos meios: televisão, jornais, revistas e Internet. Os custos com aluguel e seguros incluem os valores que estão sendo pagos pelo aluguel de postes de empresas de energia elétrica, direito de uso de passagem, bem como aluguel de linhas dedicadas (EILD) da Embratel. Na Assembléia Geral Extraordinária de 30 de novembro de 1999 da Tele Norte Leste, os acionistas aprovaram um acordo de prestação de serviços gerenciais e administrativos entre as controladas de telefonia fixa (atualmente TMAR) e a Telemar Participações S.A., acionista majoritária da Tele Norte Leste, conforme previsto nos Contratos de Concessão. Esse acordo tem vigência até 2003, podendo ser prorrogado, e a remuneração baseia-se em um percentual da receita líquida consolidada das controladas, apurada conforme os princípios contábeis previstos na legislação societária, sendo: 1% no período de agosto de 1998 a 31 de dezembro de 2000; 0,5% em 2001 e 2002, e 0,2% em RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO Controladora Consolidado 30/06/01 30/06/00 30/06/01 30/06/00 Receita Financeira Receitas financeiras Juros sobre o capital próprio Reversão de juros sobre o capital próprio Variações monetárias/cambiais ativas Despesa Financeira ( ) (87.920) ( ) (87.920) Despesas financeiras (58.773) (52.103) (58.836) (52.103) Juros sobre o capital próprio ( ) ( ) Reversão de juros sobre o capital próprio Variações monetárias/cambiais passivas (60.993) (35.817) (60.993) (35.817) Resultado financeiro líquido (50.098) (38.459) (50.276) (38.459) Considerando o benefício fiscal instituído pelas alterações na legislação do imposto de renda da Lei 9.249/95, a TMAR contabilizou no período de seis meses de 2001 juros calculados sobre o capital próprio. Para fim de 17

18 atendimento às disposições tributárias, tais juros foram contabilizados como despesas financeiras, sendo revertidos para lucros acumulados, por serem, em essência, distribuição de resultados. As receitas financeiras referem-se basicamente a juros de aplicações financeiras e juros sobre clientes em atraso. As receitas de variações monetárias/cambiais ativas decorrem principalmente da atualização dos empréstimos concedidos a empresas associadas. As despesas financeiras nominais compõe-se substancialmente de juros calculados sobre empréstimos captados com terceiros e encargos bancários. As despesas de variações monetárias/cambiais passivas, representam principalmente a variação calculada sobre empréstimos e financiamentos com terceiros, reduzidas pelas operações de hedge. 7. OUTRAS RECEITAS (DESPESAS) OPERACIONAIS LÍQUIDAS Controladora Consolidado 30/06/01 30/06/00 30/06/01 30/06/00 Equivalência patrimonial 429 Pesquisa e desenvolvimento (20.993) (13.961) (20.993) (13.961) Tributos (42.959) (7.960) (42.959) (7.960) Serviços técnicos administrativos Multas aplicadas sobre contas vencidas Despesas recuperadas Provisões para contingências (18.217) (43.141) (18.217) (43.141) Reversão de contingências Aluguel de infra-estrutura Outras, líquidas (12.881) (12.881) Total Em outubro de 2000, o Senado Federal aprovou Projeto de Lei, que estabelece o FUNTTEL - Fundo para o Desenvolvimento Tecnológico das Telecomunicações Brasileiras, cujo principal objetivo é o estímu lo à 18

19 pesquisa e o desenvolvimento de novas tecnologias. O fundo entrou em vigor em 28 de março de 2001, sendo financiado por 0,5 % da receita líquida das operadoras de telecomunicações. Durante o período findo em 30 de junho de 2001, as controladas registraram R$ em Outras despesas operacionais tributos, referentes às despesas com o FUNTTEL. O FUST - Fundo de Universalização de Serviços de Telecomunicações foi aprovado em 17 de agosto de 2000 e visa proporcionar recursos para cobrir a parcela de custo atribuível ao cumprimento de obrigações do Plano Geral de Metas de Universalização. Dentre as receitas do fundo consta a contribuição de 1% da receita operacional bruta dos serviços de telecomunicações excluindo o ICMS, o PIS e a COFINS. Essa contribuição está sendo efetuada mensalmente, a partir de janeiro de 2001, por todas as empresas de telecomunicações. No período de seis meses de 2001, a TMAR registrou R$ em Outras despesas operacionais tributos, relativas às despesas com o FUST. Após a privatização as empresas de telefonia celular continuaram utilizando as Estações de Rádio Base (ERB s), que encontram-se nos prédios das empresas de telefonia fixa do grupo. Por esta utilização é cobrado, pela Companhia, um aluguel, denominado aluguel de infra estrutura, estando registrado em Outras receitas e despesas operacionais aluguel de infra-estrutura. Até o desmembramento da Telebrás, a TMAR e outras empresas do Sistema Telebrás deviam contribuir para o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento - CPqD operado pela própria Telebrás, além de realizar suas próprias pesquisas e desenvolvimentos. Após o desmembramento, foi criado um centro particular de pesquisa e desenvolvimento administrado independentemente. Conforme acordo firmado em maio de 1998 entre a TMAR e o centro de pesquisa e desenvolvimento, a Companhia é obrigada a contribuir para o centro por um período de três anos. Os valores registrados como despesas recuperadas são oriundos de multas e moras decorrentes de atrasos no cumprimento de cronogramas de entrega de serviços de manutenção, e recuperação de despesas diversas. 8. RECEITAS (DESPESAS) NÃO OPERACIONAIS, LÍQUIDAS Controladora e Consolidado 30/06/01 30/06/00 Ganho/perda na baixa de ativo permanente Outras receitas (despesas) não-operacionais

20 Total Os valores de ganho/perda na baixa de ativo permanente e de alienação do ativo permanente, compreendem principalmente a baixa de equipamentos no contexto da modernização da rede, líquida de eventuais receitas auferida na alienação desses equipamentos. 9. IMPOSTO DE RENDA E CONTRIBUIÇÃO SOCIAL SOBRE O LUCRO A provisão para o imposto de renda e a contribuição social sobre o lucro, registrada no resultado, é composta como segue: Controladora e Consolidado 30/06/01 30/06/00 Imposto de renda corrente (33.423) Contribuição social corrente (12.298) Imposto de renda diferido (21.847) (27.351) Contribuição social diferida (8.351) (11.126) Total (75.919) (38.477) A TMAR vem recolhendo o imposto de renda e a contribuição social com base na estimativa mensal, conforme previsto na legislação vigente. A legislação tributária (Lei nº 8.981) restringe a compensação dos prejuízos fiscais acumulados e da base de cálculo negativa da contribuição social à 30% sobre o lucro tributável gerado em cada período base. A TMAR entrou com pedido de liminar alegando arbitrariedade da limitação dos prejuízos fiscais em 30%. Tendo em vista que esta liminar foi concedida, a TMAR compensa os seus prejuízos fiscais e bases negativas da contribuição social com base em 100% dos lucros tributáveis dos períodos (vide Nota 12). Em atendimento às disposições da deliberação da CVM nº 273/98, a Companhia registrou seus créditos fiscais diferidos decorrentes de diferenças temporárias e prejuízos fiscais e de bases negativas da contribuição social. Esses créditos estão mantidos no circulante e realizável a longo prazo considerando a sua expectativa de realização. A conciliação entre as alíquotas efetivas e nominais é apresentada a seguir: 20

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01896-1 MEHIR HOLDINGS S.A. 04.310.392/0001-46 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS SA 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS SA 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/1999 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01901-1 EMPR. CONCESS. DE RODOVIAS DO NORTE S.A. 02.222.736/0001-30 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01901-1 EMPR. CONCESS. DE RODOVIAS DO NORTE S.A. 02.222.736/0001-30 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e

Fundo de Investimento Imobiliário Hospital da Criança (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e Fundo de Investimento Imobiliário Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2009 2008 Passivo e patrimônio

Leia mais

Mensagem aos Acionistas

Mensagem aos Acionistas Mensagem aos Acionistas O foco na modernização e integração operacional foi a maior prioridade da gestão da Telecomunicações de Alagoas S/A (Telemar Alagoas) no ano 2000. As ambiciosas metas estabelecidas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01910-0 CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A. 04.032.433/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01910-0 CAROACI PARTICIPAÇÕES S.A. 04.032.433/0001-80 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/22 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/09/2004 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Niterói Administradora de Imóveis S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Niterói Administradora de Imóveis S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01132-0 TELEMAR NORTE LESTE S/A 33.000.118/0001-79 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01132-0 TELEMAR NORTE LESTE S/A 33.000.118/0001-79 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2007 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02091-5 MRV ENGENHARIA E PARTICIPAÇÕES S.A. 08.343.492/0001-20 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Data-Base - 30/06/1999 01768-0 TELE CENTRO SUL PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70

Data-Base - 30/06/1999 01768-0 TELE CENTRO SUL PARTICIPAÇÕES S.A 02.570.688/0001-70 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 3/6/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/06/2012 - BPMB I Participações S.A. Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 4 Demonstração do Resultado Abrangente 5 Demonstração

Leia mais

Demonstrações contábeis auditadas ACS - Algar Call Center Service S.A. (anteriormente denominada Engeset Engenharia e Serviços de Telemática S.

Demonstrações contábeis auditadas ACS - Algar Call Center Service S.A. (anteriormente denominada Engeset Engenharia e Serviços de Telemática S. Demonstrações contábeis auditadas ACS - Algar Call Center Service S.A. (anteriormente denominada Engeset Engenharia e Serviços de Telemática S.A) com Parecer dos Auditores Independentes DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS

Leia mais

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA

DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004 E 2003 CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA CENTRAIS DE ABASTECIMENTO DE CAMPINAS S.A. CEASA DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2004

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS. 1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.)

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Balanço patrimonial em 31 de dezembro Ativo 2008 2007 Passivo e patrimônio líquido 2008 2007 Circulante Circulante Bancos 3 14 Rendimentos a distribuir 3.599 2.190 Aplicações financeiras de renda fixa

Leia mais

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e

Fundo de Investimento Imobiliário Península (Administrado pelo Banco Ourinvest S.A.) Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e Fundo de Investimento Imobiliário Península Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2009 e de 2008 e parecer dos auditores independentes 2 3 Balanços patrimoniais em 31 de dezembro Ativo 2009 2008

Leia mais

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ).

Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). Rio de Janeiro, RJ, Brasil, 25 de Outubro de 2005. Embratel Participações S.A. (Embratel Participações ou Embrapar ) detém 99,0 porcento da Empresa Brasileira de Telecomunicações S.A. ( Embratel ). (Os

Leia mais

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Brito Amoedo Imobiliária S/A. Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Brito Amoedo Imobiliária S/A Demonstrações Contábeis acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Em 30 de Junho de 2007 e em 31 de Dezembro de 2006, 2005 e 2004 Parecer dos auditores independentes

Leia mais

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades.

A companhia permanece com o objetivo de investir seus recursos na participação do capital de outras sociedades. RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Apresentamos as Demonstrações Financeiras da Mehir Holdings S.A. referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2004 e as respectivas Notas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02112-1 SUL AMERICA S.A. 29.978.814/0001-87. Rua Beatriz Larragoiti Lucas,121 - parte ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01785-0 FERROVIA NOVOESTE S/A 39.115.514/0001-28 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01785-0 FERROVIA NOVOESTE S/A 39.115.514/0001-28 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. 04.295.166/0001-33 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/09/2002 Legislação Societária EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S/A 04.295.166/0001-33. Av. Brigadeiro Faria Lima nº1188 7º And

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01893-7 TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S/A 04.295.166/0001-33. Av. Brigadeiro Faria Lima nº1188 7º And ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/25 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008. (Em milhares de reais)

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008. (Em milhares de reais) NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DO EXERCÍCIO FINDO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 e 2008 (Em milhares de reais) NOTA 1 - CONTEXTO OPERACIONAL A Seguradora está autorizada a operar em seguros do

Leia mais

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES

SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES SOARES & ASSOCIADOS AUDITORES INDEPENDENTES Ilmos. Srs. Diretores e Acionistas de BVA Seguros S/A Rio de Janeiro - RJ RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES Examinamos as demonstrações financeiras individuais

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01486-9 COMPANHIA ENERGÉTICA DO CEARA - COELCE 07.047.251/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01486-9 COMPANHIA ENERGÉTICA DO CEARA - COELCE 07.047.251/0001-70 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/1998 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21

Data-Base - 31/03/1999 01763-9 TELE CELULAR SUL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.115/0001-21 SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/3/1999 Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2014 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas)

TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) TELEFÔNICA DATA BRASIL HOLDING S.A. Resultado Consolidado para o Terceiro Trimestre de 2005 Publicação, 08 de novembro de 2005 (07 páginas) Para maiores informações, contatar: Daniel de Andrade Gomes TELEFÔNICA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01991-7 IGARATINGA PARTICIPAÇÕES S.A. 06.977.739/0001-34 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01991-7 IGARATINGA PARTICIPAÇÕES S.A. 06.977.739/0001-34 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/25 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01132-0 TELECOMUNICAÇÕES RIO DE JANEIRO SA 33.000.118/0001-79 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01132-0 TELECOMUNICAÇÕES RIO DE JANEIRO SA 33.000.118/0001-79 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/2 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00414-6 KARSTEN S.A. 82.640.558/0001-04 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/03/1999 01462-1 GLOBO CABO S.A. 00.108.786/0001-65

EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/03/1999 01462-1 GLOBO CABO S.A. 00.108.786/0001-65 08.01 - COMENTÁRIO DO DESEMPENHO CONSOLIDADO NO TRIMESTRE A Globo Cabo é a maior operadora de TV a Cabo no Brasil, com participação acionária em 18 sistemas de TV a Cabo e 1 de MMDS, incluindo as três

Leia mais

01279-3 FIBRIA CELULOSE SA 60.643.228/0001-21 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX

01279-3 FIBRIA CELULOSE SA 60.643.228/0001-21 6 - DDD 7 - TELEFONE 8 - TELEFONE 9 - TELEFONE 10 - TELEX DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2013 - BANCO BRADESCO SA Versão : 2. Composição do Capital 1. Proventos em Dinheiro 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 5 Balanço Patrimonial Passivo 9 Demonstração do Resultado 12 Demonstração do Resultado

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01765-5 TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S/A 02.558.134/0001-58 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01765-5 TELE NORTE LESTE PARTICIPAÇÕES S/A 02.558.134/0001-58 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CVM - COMISSÃO DE VALORES MOBILIÁRIOS DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea Data-Base - 31/12/29 Divulgação

Leia mais

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008

IESA ÓLEO & GÁS S.A. Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Demonstrações Financeiras período findo em 30 de setembro de 2009 e 31 de dezembro de 2008 Conteúdo Balanços Patrimoniais

Leia mais

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS.

ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. ABERTURA DAS CONTAS DA PLANILHA DE RECLASSIFICAÇÃO DIGITAR TODOS OS VALORES POSITIVOS. I. BALANÇO ATIVO 111 Clientes: duplicatas a receber provenientes das vendas a prazo da empresa no curso de suas operações

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL S.A. 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL S.A. 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2

ITR - Informações Trimestrais - 30/09/2011 - CIA CAT. DE ÁGUAS E SANEAMENTO - CASAN Versão : 1. Composição do Capital 1. Balanço Patrimonial Ativo 2 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 2 Balanço Patrimonial Passivo 3 Demonstração do Resultado 5 Demonstração do Fluxo de Caixa 6 Demonstração das Mutações

Leia mais

RODANA RELÓGIOS S/A C.N.P.J. 22.800.833/0001-70

RODANA RELÓGIOS S/A C.N.P.J. 22.800.833/0001-70 RODANA RELÓGIOS S/A C.N.P.J. 22.800.833/0001-70 RELATÓRIO DA DIRETORIA Senhores Acionistas: Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, submetemos a apreciação de V.Sas. as Demonstrações Contábeis

Leia mais

Data-Base - 30/09/2003 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.124/0001-12

Data-Base - 30/09/2003 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.124/0001-12 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 30/09/2003 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01059-6 SERGEN SERVS GERAIS DE ENG SA 33.161.340/0001-53 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01059-6 SERGEN SERVS GERAIS DE ENG SA 33.161.340/0001-53 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras Índice Relatório

Leia mais

00009-4 PANATLANTICA SA 92.693.019/0001-89

00009-4 PANATLANTICA SA 92.693.019/0001-89 01 - CONTEXTO OPERACIONAL A Companhia, com sede em Gravataí (RS) e unidade industrial em Glorinha (RS), tem por objeto a industrialização, comércio, importação, exportação e beneficiamento de aços e metais,

Leia mais

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007

PLANO DE CONTAS. - Plano 000001 FOLHA: 000001 0001 - INSTITUTO DE ELETROTÉCNICA E ENERGIA DA USP DATA: 18/08/2009 PERÍODO: 01/2007 PLANO DE S FOLHA: 000001 1 - ATIVO 1.1 - ATIVO CIRCULANTE 1.1.1 - DISPONÍVEL 1.1.1.01 - BENS NUMERÁRIOS 1.1.1.01.0001 - (0000000001) - CAIXA 1.1.1.02 - DEPÓSITOS BANCÁRIOS 1.1.1.02.0001 - (0000000002)

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01336-6 HAGA S A INDUSTRIA E COMERCIO 30.540.991/0001-66 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01336-6 HAGA S A INDUSTRIA E COMERCIO 30.540.991/0001-66 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A

CEMEPE INVESTIMENTOS S/A CEMEPE INVESTIMENTOS S/A RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Senhores Acionistas, Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as demonstrações contábeis do exercício encerrado

Leia mais

Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014.

Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014. Aplicap Capitalização S.A. Demonstrações contábeis intermediárias em 30 de junho de 2014. Relatório da Administração Senhores Acionistas, Em cumprimento as disposições legais e estatutárias, submetemos

Leia mais

MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de

MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de MBK Securitizadora S.A. Relatório sobre as demonstrações financeiras Período de 13 de abril de 2012 (Data de constituição da Companhia) a 31 de dezembro de 2012 MBK Securitizadora S.A. Demonstrações Financeiras

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00121-0 BANCO DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL S/A 92.702.067/0001-96 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS INSTITUIÇÃO FINANCEIRA Data-Base - 31/12/29 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01999-2 TOTVS S/A 53.113.791/0001-22 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02101-6 ESTÁCIO PARTICIPAÇÕES S.A. 08.807.432/0001-10 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 30/06/2010 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS

Leia mais

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1

DFP - Demonstrações Financeiras Padronizadas - 31/12/2012 - COMPANHIA DE BEBIDAS DAS AMÉRICAS-AMBEV Versão : 1. Composição do Capital 1 Índice Dados da Empresa Composição do Capital 1 Proventos em Dinheiro 2 DFs Individuais Balanço Patrimonial Ativo 4 Balanço Patrimonial Passivo 6 Demonstração do Resultado 9 Demonstração do Resultado Abrangente

Leia mais

Demonstrações Contábeis

Demonstrações Contábeis Demonstrações Contábeis 12.1. Introdução O artigo 176 da Lei nº 6.404/1976 estabelece que, ao fim de cada exercício social, a diretoria da empresa deve elaborar, com base na escrituração mercantil, as

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01907-0 CALAIS PARTICIPAÇÕES S.A. 04.034.792/0001-76 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/28 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328

Conta Descrição (em R$ mil) 31/03/2011 31/12/2010. 1 Ativo Total 13.623.774 13.422.948. 1.01 Ativo Circulante 1.403.533 1.180.328 Conta Descrição (em R$ mil) /0/0 //00 Ativo Total.6.77..98.0 Ativo Circulante.0.5.80.8.0.0 Caixa e Equivalentes de Caixa 69.7 8.657.0.0.0 Bens Numerários.0 05.0.0.0 Depósitos Bancários.07.57.0.0.0 Aplicações

Leia mais

GMAC Administradora de Consórcios Ltda.

GMAC Administradora de Consórcios Ltda. GMAC Administradora de Consórcios Ltda. Demonstrações Financeiras Referentes ao Semestre Findo em 30 de Junho de 2015 e Relatório dos Auditores Independentes. Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes

Leia mais

Companhia Vale do Rio Doce Estrada de Ferro Carajás

Companhia Vale do Rio Doce Estrada de Ferro Carajás Companhia Vale do Rio Doce Estrada de Ferro Carajás Relatório dos Auditores Independentes sobre a Aplicação de Procedimentos Previamente Acordados em 31 de dezembro de 2007 Deloitte Touche Tohmatsu Auditores

Leia mais

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes

HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS LTDA. Parecer dos auditores independentes Demonstrações contábeis Em 31 de dezembro de 2009 e 2008 HENCORP COMMCOR DISTRIBUIDORA DE TÍTULOS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS S/A. 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS S/A. 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Divulgação de resultados 3T13

Divulgação de resultados 3T13 Brasil Brokers divulga seus resultados do 3º Trimestre do ano de 2013 Rio de Janeiro, 13 de novembro de 2013. A Brasil Brokers Participações S.A. (BM&FBovespa: BBRK3) uma empresa com foco e atuação no

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01665-9 PORTO SEGURO S.A. 02.149.205/0001-69 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL DFP - DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS PADRONIZADAS EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Data-Base - 31/12/26 Divulgação Externa Legislação Societária O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER

Leia mais

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS

Ilmos. Senhores - Diretores e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS A-PDF MERGER DEMO PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES São Paulo,04 de agosto de 2006. Ilmos. Senhores - es e Acionistas da LINK S/A CORRETORA DE CÂMBIO, TÍTULOS E VALORES MOBILIÁRIOS 1. Examinamos os balanços

Leia mais

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D

EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D EARNINGS RELEASE 2008 e 4T08 Cemig D (Em milhões de reais, exceto se indicado de outra forma) --------- Lucro do Período A Cemig Distribuição apresentou, no exercício de 2008, um lucro líquido de R$709

Leia mais

Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013

Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013 DUDALINA S/A BALANÇO PATRIMONIAL EM 30 DE SETEMBRO DE 2014 (Valores expressos em milhares de reais) Ativo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Passivo Nota 30/09/2014 31/12/2013 Circulante Circulante Caixa e equivalentes

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01766-3 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.156/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01766-3 TELE NORDESTE CELULAR PARTICIPAÇÕES S.A. 02.558.156/0001-18 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPREEND E PARTS 73.178.600/0001-18

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPREEND E PARTS 73.178.600/0001-18 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/29 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES

2. DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS E INFORMAÇÕES 1. INTRODUÇÃO Referente à elaboração e divulgação de informações pelas instituições administradoras dos Fundos de Investimento Imobiliário, para o mercado de valores mobiliários e encaminhamento à Comissão

Leia mais

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS

11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1 ATIVO 1 11 CIRCULANTE 111 DISPONÍVEL 1111 CAIXA 11111 CAIXA 1112 VALORES EM TRÂNSITO 11121 VALORES EM TRÂNSITO 11122 CHEQUES EMITIDOS 1113 BANCOS CONTA DEPÓSITOS 11131 BANCOS CONTA DEPÓSITOS - MOVIMENTO

Leia mais

127$6(;3/,&$7,9$6'$$'0,1,675$d 2 6,1)250$d (675,0(675$,6

127$6(;3/,&$7,9$6'$$'0,1,675$d 2 6,1)250$d (675,0(675$,6 127$6(;3/,&$7,9$6'$$'0,1,675$d 2 6,1)250$d (675,0(675$,6 ( Em milhares de Reais, exceto as quantidades de ações ) &217(;7223(5$&,21$/ A Companhia se dedica ao comércio de varejo de produtos de consumo,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01446-0 CYRELA BRAZIL REALTY SA EMPRS E PARTS 73.178.600/0001-18 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores

Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores Associação Brasileira de Tecnologia de Luz Síncrotron - ABTLuS Demonstrações financeiras em 31 de dezembro de 2001 e de 2000 e parecer dos auditores independentes Parecer dos auditores independentes 18

Leia mais

ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais)

ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais) 4.1 ITAÚ SEGUROS S.A. NOTAS EXPLICATIVAS AS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS RELATIVAS AOS EXERCÍCIOS DE 01/01 A 31/12 DE 2006 E 2005 (Em Milhares de Reais) NOTA 1 CONTEXTO OPERACIONAL A Itaú Seguros S.A. (ITAÚ

Leia mais

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO

ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO ÍNDICE BANCO IBI S.A. BANCO MÚLTIPLO Relatório da Administração 3 Balanços Patrimoniais 3 Demonstração de Resultados 4 Demonstração das Mutações 5 Demonstração das Origens 5 Notas Explicativas 6 Diretoria

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01764-7 EMBRATEL PARTICIPAÇÕES S.A 02.558.124/0001-12 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Fornecedores. Fornecedores de Serviços (passivo. circulante) Salários e ordenados a pagar. Pró-labore (resultado) Caixa

Fornecedores. Fornecedores de Serviços (passivo. circulante) Salários e ordenados a pagar. Pró-labore (resultado) Caixa V Pagamento de fornecedores Retenção de IRF sobre serviços Retenção de IRF sobre salários Pró-labore Integralização de capital em dinheiro Integralização de capital em bens Depreciação ICMS sobre vendas

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS S/A. 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01176-2 VULCABRAS S/A. 50.926.955/0001-42 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/24 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Divulgação Externa O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA,

Leia mais

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda.

Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. Demonstrações Financeiras Ático Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários Ltda. com Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Financeiras Demonstrações financeiras Índice Relatório

Leia mais

Rodobens Locação de Imóveis Ltda.

Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Rodobens Locação de Imóveis Ltda. Demonstrações contábeis referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2013 e relatório dos auditores independentes Approach Auditores Independentes Relatório dos

Leia mais

Embratel Participações S.A. Demonstrações Contábeis Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes

Embratel Participações S.A. Demonstrações Contábeis Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes Embratel Participações S.A. Demonstrações Contábeis Acompanhadas do Parecer dos Auditores Independentes 31 de Dezembro de 2001 e 2000 Parecer dos Auditores Independentes Aos Administradores e Acionistas

Leia mais

a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional

a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional a) Notas explicativas às demonstrações contábeis 1 Constituição, objetivo social e contexto operacional O Conselho Regional de Administração de São Paulo, vinculado ao Conselho Federal de Administração,

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00466-9 CONFECCOES GUARARAPES S.A. 08.402.943/0001-52. Rodovia Rn 160, Km 03, Bloco A, 1º Andar

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00466-9 CONFECCOES GUARARAPES S.A. 08.402.943/0001-52. Rodovia Rn 160, Km 03, Bloco A, 1º Andar ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/6/21 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Relatório dos auditores independentes sobre revisão especial das Informações Financeiras Trimestrais (IFTs) Trimestre findo em 30 de setembro de 2002

Relatório dos auditores independentes sobre revisão especial das Informações Financeiras Trimestrais (IFTs) Trimestre findo em 30 de setembro de 2002 kpmg Caixa Econômica Federal Relatório dos auditores independentes sobre revisão especial das Informações Financeiras Trimestrais (IFTs) Trimestre findo em 30 de setembro de 2002 KPMG Auditores Independentes

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02090-7 BHG S.A. - BRAZIL HOSPITALITY GROUP 08.723.106/0001-25 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 02090-7 BHG S.A. - BRAZIL HOSPITALITY GROUP 08.723.106/0001-25 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL SA 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00839-7 MANGELS INDUSTRIAL SA 61.065.298/0001-02 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/22 O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA VERACIDADE DAS INFORMAÇÕES PRESTADAS.

Leia mais

Vale S.A. - Estrada de Ferro Vitória-Minas Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 30 de

Vale S.A. - Estrada de Ferro Vitória-Minas Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 30 de Vale S.A. - Estrada de Ferro Vitória-Minas Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 30 de setembro de 2013 Relatório dos auditores independentes

Leia mais

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes

Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Demonstrações Financeiras Yuny Incorporadora S.A. 31 de dezembro de 2013 e 2012 com Relatório dos Auditores Independentes Yuny Incorporadora S.A. Demonstrações financeiras 31 de dezembro de 2013 e 2012

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00599-1 VICUNHA TÊXTIL S.A 07.332.190/0001-93. Rod. Dr. Mendel Steinbruch, s/nº

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00599-1 VICUNHA TÊXTIL S.A 07.332.190/0001-93. Rod. Dr. Mendel Steinbruch, s/nº ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS PELA

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00435-9 ELEKEIROZ S/A 13.788.120/0001-47. Rua Dr. Edgardo Azevedo Soares, 392

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00435-9 ELEKEIROZ S/A 13.788.120/0001-47. Rua Dr. Edgardo Azevedo Soares, 392 ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/03/2008 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01732-9 TRACTEBEL ENERGIA S.A. 02.474.103/0001-19 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 01732-9 TRACTEBEL ENERGIA S.A. 02.474.103/0001-19 3 - CEP 4 - MUNICÍPIO 5 - UF ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 3/9/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS Reapresentação Espontânea O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES

Leia mais

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00466-9 GUARARAPES CONFECÇÕES S.A. 08.402.943/0001-52 RODOVIA RN 160, KM 03, BLOCO A 1º ANDAR

1 - CÓDIGO CVM 2 - DENOMINAÇÃO SOCIAL 3 - CNPJ 00466-9 GUARARAPES CONFECÇÕES S.A. 08.402.943/0001-52 RODOVIA RN 160, KM 03, BLOCO A 1º ANDAR ITR - INFORMAÇÕES TRIMESTRAIS Data-Base - 31/3/21 EMPRESA COMERCIAL, INDUSTRIAL E OUTRAS O REGISTRO NA CVM NÃO IMPLICA QUALQUER APRECIAÇÃO SOBRE A COMPANHIA, SENDO OS SEUS ADMINISTRADORES RESPONSÁVEIS

Leia mais

Vale S.A. - Estrada de Ferro Carajás Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 31 de março de

Vale S.A. - Estrada de Ferro Carajás Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 31 de março de Vale S.A. - Estrada de Ferro Carajás Relatório dos auditores independentes sobre a aplicação de procedimentos previamente acordados em 31 de março de 2014 Relatório dos auditores independentes sobre a

Leia mais