CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA"

Transcrição

1 AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA CARREIRAS FISCAIS LÍNGUA PORTUGUESA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA 1- Análise AAAAAAAAAA CURSO DE LÍNGUA PORTUGUESA MATERIAL 5 - VOZ PASSIVA PROF. JOÃO BOLOGNESI 2º SEMESTRE DE 2011

2 VOZ PASSIVA A voz passiva classifica-se em analítica e sintética. Traz em sua formação vários aspectos gramaticais, mas tudo principia na regência verbal, pois só se pode criar a voz passiva com o verbo transitivo direto. VOZ PASSIVA ANALÍTICA forma-se com o verbo auxiliar ser (e mais raramente estar ou ficar) seguido de verbo principal no particípio: A casa será vendida pelo corretor. Os testes seriam realizados por todos nós. O trabalho foi feito pelo aluno. A criança era lavada todos os dias o sujeito da voz passiva analítica corresponde ao objeto direto da voz ativa; já o agente da voz passiva corresponde ao sujeito da voz ativa: ativa: Ele fez a entrega. passiva: A entrega foi feita por ele. sujeito objeto direto sujeito agente da voz passiva ativa: O aluno acertou a questão. passiva: A questão foi acertada pelo aluno. sujeito objeto direto sujeito agente da voz passiva o tempo verbal deve ser mantido nas transformações entre as vozes: Fizemos o trabalho. O trabalho foi feito por nós. pretérito perf. do ind. pretérito perf. do ind. Vocês farão o curso. O curso será feito por vocês. futuro pres. futuro pres. do indicativo do indicativo Observe a correlação: Presente do indicativo: Pretérito perfeito do indicativo: Pretérito imperfeito do indicativo: Pretérito mais-que-perf. do indicativo: Futuro do presente do indicativo: Futuro do pretérito do indicativo: Presente do subjuntivo: Pretérito imperfeito do subjuntivo: Futuro do subjuntivo: ele lê o livro <=> o livro é lido... ele leu o livro <=> o livro foi lido... ele lia o livro <=> o livro era lido... ele lera o livro <=> o livro fora lido... ele lerá o livro <=> o livro será lido... ele leria o livro <=> o livro seria lido... que ele leia o livro <=> que o livro seja lido... se ele lesse o livro <=> se o livro fosse lido... quando ele ler o livro <=> quando o livro for lido...

3 VOZ PASSIVA SINTÉTICA a) forma-se com verbo transitivo direto acompanhado do pronome se (pronome apassivador) mais sujeito paciente: Viu-se o erro. Leem-se as cartas. Convocar-se-á o deputado. VTD + SE sujeito VTD + SE sujeito VTD + SE sujeito b) a voz passiva sintética só existe na terceira pessoa (singular/plural) e, em geral, não traz agente da passiva; c) a voz passiva sintética mantém estreita correlação com a voz passiva analítica: VPA VPS VPA VPS é trabalhado = trabalhou-se seria percebido = perceber-se-ia foi visto = viu-se era analisado = analisava-se não será estudado = não se estudará (embora) seja feito = (embora) se faça (caso) fosse lido = (caso) se lesse (quando) for feito = (quando) se fizer d) Quando o verbo for verbo transitivo direto e indireto, a voz passiva sintética também pode ser construída: Deram-se as notas (sujeito paciente) ao aluno. (corresponde a: As notas foram dadas ao aluno) Ao cliente enviaram-se todos os pedidos (sujeito paciente). (Todos os pedidos foram enviados ao cliente) Atribuiu-se aos homens a tarefa pesada (sujeito paciente). (A tarefa pesada foi atribuída aos homens) EXERCÍCIOS 01. (CESPE) O texto apresenta uma oração na voz passiva no trecho: a) A série de dados do CAGED tem início em b) o crescimento no número de empregos formais criados foi de 38,7%. c) Pode haver uma diminuição na escalada de compra de bens duráveis. d) Os preços dos bens duráveis (...) não estão aumentando. e) No caso da indústria de transformação, por exemplo, foram criadas 146 mil vagas. 02. (CESPE) A oração Seriam apurados os votos a favor, os contrários e o saldo de votos está na voz passiva.

4 03. (ESAF) Assinale a opção que representa, na voz passiva, uma idéia correspondente à do texto. a) Houve abalo na fé de que a transformação seria via revolução. b) Os setores progressistas no Brasil puderam ser capazes de se reorganizar em torno de uma agenda política. c) Apenas a radicalização da democracia em todas as esferas da vida social é dependente de nossa capacidade. d) A cidadania, como criação e ampliação de direitos, e uma exigência ética na prática política foram eleitas como prioridades de uma agenda política. e) A democracia de baixa intensidade que informa o capitalismo também o confronta. 04. (CESPE) No trecho Talvez aquilo tivesse sido feito por gente, o verbo concorda com gente, sujeito da oração na voz passiva. 05. (CESPE) São excluídos do cálculo os desligamentos por transferências, aposentadorias, falecimentos e aqueles feitos por iniciativa do empregado. A oração São excluídos do cálculo (...) por iniciativa do empregado é uma construção passiva e, portanto, destituída de sujeito sintático que possa ser identificado. 06. (FCC) A única frase que NÃO admite transposição para a voz passiva é: a) Podemos repetir uma experiência científica inúmeras vezes. b) Os bons cientistas consideram o caminho traçado por seus antecessores. c) Os melhores charlatões não resistem a um inquérito verdadeiramente científico. d) Qualquer um de nós deseja compreender nosso vasto e misterioso Universo. e) Que bom se conhecêssemos todas as forças responsáveis pela nossa existência (FCC) Não admite a voz passiva a frase: a) O autor do texto estabelece uma distinção entre dois tipos de economistas. b) Toda medida econômica deveria pressupor um padrão ético de base. c) A um economista ético não ocorrem soluções meramente técnicas. d) A defesa da identidade nacional refrearia o ritmo do desenvolvimento? e) Os economistas éticos costumam enfrentar os desafios da modernidade.

5 08. (FCC) A transposição para a voz passiva é possível apenas em: a) Novos gestos incutem à nossa vida um novo sentido. b) A liberdade aposta, sempre, em novas possibilidades. c) Na nossa capacidade de escolha estaria a nossa liberdade. d) A resolução desse dilema depende de uma grave decisão. e) As ideias fatalistas conspiram contra as ações libertárias. 09. (FCC) Não admite transposição para a voz passiva o seguinte segmento do texto. a) centenas de formigas devorando um lagarto b) ao assistir a documentários sobre a violência do mundo animal c) uma espécie de vespa cuja fêmea deposita seus ovos dentro de lagartas d) Predadores não sentem a menor culpa e) quando matam as suas presas 10. (FCC) Não admite alteração na voz verbal a frase: a) E esse Primeiro Mundo, que exibe agora sua população de humilhados? b) Os jovens das periferias urbanas não estão vendo futuro algum em suas vidas. c) Tantos carros incendiados nas ruas estão dando um recado claro. d) Que papel caberá, enfim, ao deus Mercado? e) A globalização vem favorecendo a concentração de renda. 11. (FCC) Admite transposição para a voz passiva o segmento sublinhado na seguinte frase. a) Esse modo de pensar opõe-se a todas as formas de fundamentalismo. b) por provar que determinada linha de pesquisa estava equivocada. c) Para os que lidam com a ciência, na há nada de excepcional nessa atitude. d) se prepara para apresentar as devidas correções diante de um plenário de cientistas. e) a verdade reside congelada num remoto. 12. (FCC) NÃO admite transposição para a voz passiva o seguinte segmento: a) Resolvei bem esse problema (...) b) É preciso, pois, desenvolver o ethos da nação (...) c) Ele precisa valorizar essa convivência (...) d) (...) está na ética uma garantia para um pleno convívio social. e) (...) que as ações dos outros encontrem nele plena aprovação.

6 13. (FCC) NÃO admite transposição para a voz passiva a construção verbal da seguinte frase: a) A inteligência está longe de ser um dom exclusivo da espécie humana. b) Os primatas não trocam a recompensa imediata por outra mais distante. c) O altruísmo autêntico sempre exige níveis elevados de cognição. d) Os chimpanzés manifestam gestos de inequívoca paciência. e) A premissa de Ernst Mayr obteve grande acolhimento no século passado. 14. (FCC) A frase que admite transposição para a voz passiva é: a) O cúmulo da ilusão é também o cúmulo do sagrado. b) O conceito de espetáculo unifica e explica uma grande diversidade de fenômenos. c) O espetáculo é ao mesmo tempo parte da sociedade, a própria sociedade e seu instrumento de unificação. d) As imagens fluem desligadas de cada aspecto da vida (...). e) Por ser algo separado, ele é o foco do olhar iludido e da falsa consciência. 15. (FCC) A frase que admite transposição para a voz passiva é: a) A prova de que não somos uma coisa só está em cada dia que amanhece. b) Outro dia recortei da Internet este fragmento de um blog (...). c) A humanidade não tem jeito. d) O pessimista não é inimigo das idealizações, muito pelo contrário. e) Nem tudo está perdido. 16. (FCC) A frase em que se admite transposição da forma verbal para a voz passiva é: a) Pude assistir a um documentário sobre a atuação dos irmãos Vilas-Boas. b) Cláudio Vilas-Boas estava consciente da tensão daquele momento. c) O documentário viria a assumir o valor de um testamento. d) São muito impressionantes os gestos de recusa do chefe indígena. e) Mais que bem armada, melhor se essa cultura fosse mais justa. 17. (FCC)...viu pedrinhas ali perto. A passagem para a voz passiva da frase acima resulta na seguinte forma verbal: a) são vistas. b) tinha visto. c) foram vistas. d) viu-se. e) é visto.

7 18. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase Nesta visão, os valores morais dariam o balizamento do agir, a forma verbal resultante deverá ser: a) seria dado. c) seriam dados. e) fora dado. b) teriam dado. d) teriam sido dados. 19. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase Esses meios desrespeitam a consciência e a liberdade da pessoa moral, a forma verbal resultante será a) serão desrespeitadas. c) é desrespeitada. e) são desrespeitados. b) desrespeita-se. d) são desrespeitadas. 20. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase Hoje a autoria institucional enfrenta séria concorrência dos autores anônimos, obter-se-á a seguinte forma verbal: a) são enfrentados. c) tem sido enfrentada. e) é enfrentada. b) tem enfrentado. d) têm sido enfrentados. 21. (FCC) Passando para a voz passiva a frase A escrita das leis e atos normativos retiraria elementos da escrita usual, obtém-se a forma verbal a) teriam sido retirados. c) seriam retirados. e) tinham sido retirados. b) retirar-se-ia. d) teriam retirado. 22. (FCC)...a Coreia do Norte interrompeu comunicações com o vizinho... Transpondo a frase acima para a voz passiva, a forma verbal corretamente obtida é: a) tinha interrompido. c) fora interrompido. e) haveriam de ser interrompidas. b) foram interrompidas. d) haviam sido interrompidas. 23. (FCC) A voz passiva da frase Qualquer tentativa rigorosa de formar grupos homogêneos viciará as pretensões democráticas da discussão é: a) terão viciado c) será viciada e) terá viciado b) viciar-se-ão d) serão viciadas 24. (FCC) Via de regra, os garimpos são tocados hoje por uma gente sem horizontes... Na voz ativa, a forma verbal passará a ser: a) tinha tocado b) serão tocados c) tocaria d) tocavam e) toca

8 25. (FCC)... a maior floresta tropical do planeta será substituída por uma vegetação típica de cerrado em apenas cinquenta anos. Transpondo a frase para a voz ativa, a forma verbal passa a ser a) substituirá b) substituiu c) substituíram d) foi substituída e) teria substituído. 26. (ESAF) Como era de se esperar, com porto, aeroporto e estradas arruinados ou semidestruídos, com a escassez de água, alimentos e remédios, iniciaram-se ondas de saques Mantém-se a correção gramatical do período substituindo-se o termo iniciaram-se pela expressão foram iniciados. 27. (ESAF) Foi adotada então uma postura única: haveria três línguas oficiais. Mantém-se a estrutura sintática de voz passiva e a ideia de passividade ao empregar Adotou-se em lugar de Foi adotada 28. (ESAF) Na Carta de Pero Vaz de Caminha, escrita a el-rei D. Manuel, observam-se melhor as obsessões dos portugueses. No texto, a estrutura da voz passiva em observam-se equivale a foram observados 29. (CESPE) Com a centralidade da televisão nas campanhas políticas da atualidade, o evento político deslocouse das ruas e das praças públicas para as salas dos eleitores. Sem que se contrarie o sentido original do texto, pode-se substituir deslocou-se por foi deslocado. 30. (CESPE)...em todos esses atos, muito além do carimbo do cartório, agrega-se a esse documento um seguro, baseado na responsabilidade e fé pública do tabelião. A substituição de agrega-se por é agregado prejudica a correção gramatical e altera a informação original do período. 31. (CESPE) No século XIX, enfatizou-se, nos mais diversos domínios, a busca de explicações sobre as origens dos homens, das sociedades, das nações. Atenderia à prescrição gramatical o emprego, da forma verbal foi enfatizada, em vez de enfatizou-se.

9 32. (CESPE) Em novembro de 2003, o presidente da República assinou o Decreto n.º 4.877, que estabelece, em seu artigo 2.º: Consideram-se remanescentes das comunidades dos quilombos, para os fins deste decreto, os grupos étnico-raciais, segundo critérios de autoatribuição, com trajetória histórica própria, dotados de relações territoriais específicas... Prejudica-se a correção gramatical do período ao se substituir Consideram-se por São considerados. 33. (CESPE) No dia 21 de março, está prevista uma teleconferência nos estados contemplados pelo programa Mantém-se a coerência textual, mas altera-se a voz do verbo de passiva para reflexiva, ao se substituir a construção verbal está prevista por prevê-se. 34. (CESPE) Esse comportamento, que já vinha de períodos anteriores, foi reforçado pela mudança do regime cambial e pelas variações na trajetória das taxas de juros, logo no início do ano. Altera-se a voz verbal, de passiva para ativa, e preservam-se as relações semânticas ao transformar a oração em: A mudança do regime cambial e as variações na trajetória das taxas de juros reforçaram esse comportamento. 35. (CESPE) Na divisão da polícia brasileira, o pontapé inicial da investigação é dado pelo perito, sem a companhia de legistas. A informação acima reescrita na voz ativa fica assim: O perito, sem a companhia de legistas, na divisão da polícia brasileira, dava o pontapé inicial da investigação. 36. (ESAF) Em O relacionamento com o mercado era avaliado, a transformação da voz passiva analítica para sintética corresponde a: Avaliou-se o relacionamento com o mercado. 37. (ESAF) O trecho Dezenas de utopias e de arquiteturas sociais foram construídas admite ser corretamente substituído por Construíram-se dezenas de utopias e de arquiteturas sociais. 38. (ESAF) Desta forma, conceitua-se o Sistema de Pagamentos Brasileiro como um conjunto de regras, procedimentos, instrumentos de controle e sistemas operacionais O trecho conceitua-se o Sistema de Pagamentos Brasileiro como pode ser substituído por o Sistema de Pagamentos Brasileiro é conceituado como, sem prejuízo para a correção gramatical do período.

10 39. (ESAF) Uma profunda transformação tecnológica será promovida nos bancos brasileiros neste semestre. Mantém-se a correção gramatical e a ideia de voz passiva ao se substituir a expressão verbal será promovida por promover-se-á. 40. (CESPE) No Art. 1, a expressão verbal far-se-á equivale, sintática e semanticamente, ao desdobramento é feita. 41. (CESPE) O regime trabalhista, ao adotar estratégias de proteção à saúde do trabalhador, institui mecanismos de monitoração dos indivíduos Para se realçar mecanismos de monitoração, em vez de regime trabalhista, poderia ser usada a voz passiva, escrevendo-se são instituídos em vez de institui, sem que a coerência entre os argumentos e a correção gramatical do texto fossem prejudicadas. 42. (CESPE) Vai-se concentrando em apenas dois segmentos agropecuária e mineração a competitividade dos produtores nacionais. A substituição de Vai-se concentrando por Vai sendo concentrado mantém a correção gramatical do período. 43. (FCC) Indica-se uma alteração da voz verbal do segmento sublinhado em: a) Cinco mil refugiados estão sendo distribuídos pelos EUA / foram distribuídos. b) Qual será o maior estranhamento para esses jovens? / terá sido. c) O susto virá da quantidade de leis formais / deverá vir. d) A vida da tribo era regrada / regrava-se. e) É por isso que inventamos tantas regras / são inventadas. 44. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase O jornal e os jornalistas devem sempre preservar sua independência, o segmento sublinhado ficará a) sempre se deverá preservar. d) devem sempre ser preservados. b) sempre se devem preservar. e) deve sempre ser preservada. c) sempre deverá ser preservada.

11 45. (FCC) Registros policiais têm demonstrado crescente participação de jovens dessa classe entre os presos por tráfico. Na voz passiva, obtém-se a forma: a) demonstraram c) tem sido demonstrada e) demonstraram-se b) tem sido demonstrado d) têm sido demonstradas 46. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a construção Muitos pais não vêm impondo limites à ação de seus filhos, a forma verbal resultante será: a) não vêm sendo impostos c) não vêm a ser impostos e) não vão ser impostos b) não vai sendo imposto d) não vem sendo imposta 47. (FCC) Transposta a frase a educação para a liberdade deve pressupor a frequentação de elementos nãolivres para a voz passiva, a forma verbal obtida é: devem ser pressupostos. 48. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase passaríamos a imaginar coisas, a forma verbal será: a) haveremos de passar a imaginar. d) teríamos passado a imaginar. b) passariam a ser imaginadas. e) teriam passado a imaginar. c) passariam sendo imaginadas. 49. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase ele leva a sério uma das mais exigentes profissões do mundo, a forma verbal resultante será a) tem sido levado a sério. c) são levadas a sério. e) será levada a sério. b) tem levado a sério. d) é levada a sério. 50. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a construção desenvolveram um complexo sistema de canais e diques, a forma verbal resultante será: a) foi desenvolvido c) desenvolveram-se e) têm desenvolvido b) foram desenvolvidos d) tinham desenvolvido

12 51. (FCC) Na norma culta da Língua Portuguesa, é correta a seguinte equivalência entre formas da voz ativa e da voz passiva: a) O corpo, a linguagem e a história dos homens foram submetidos pela primeira vez a uma investigação sem preconceitos, que, por princípio, excluía a intervenção divina. = foi excluída. b) Isso é particularmente evidente no caso da medicina hipocrática, que definiu seus métodos refletindo sobre a noção decisiva de sintoma (semeion). = tinham sido definidos. c) Passando das civilizações mesopotâmicas para a Grécia, essa constelação alterou profundamente um de seus traços. = foram alterados. d) Nessa negação da transparência da realidade, um paradigma indiciário de fato operante em esferas de atividades muito diferentes encontrava implícita legitimação. = era encontrada. e) Uma diagnose de traumatismo craniano... podia ser encontrada num tratado de arte divinatória mesopotâmico. = poderiam encontrar. 52. (FCC)...quando se consideram as emissões provocadas por transporte e refrigeração das garrafas. A forma verbal de sentido equivalente à da grifada acima é: a) foi considerado. c) forem consideradas. e) são consideradas. b) tinham considerado. d) deve ser considerado. 53. (CESPE) Com relação às características do ambiente sociocultural, observam-se diferenças entre sociedades quanto à extensão e à profundidade com que são cultivados os traços favorecedores da produção. A flexão de plural no verbo em observam-se estabelece concordância com diferenças. Admite-se também como correto o uso da locução verbal são observadas no lugar de observam-se. 54. (CESPE) Na realidade, à exceção das manifestações indígenas, o restante do que se pode definir como cultura brasileira veio de fora. Prejudica-se a correção gramatical do período ao se substituir se pode definir por pode ser definido. 55. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase A força da mídia e a violência dos crimes recentes podem influenciar as pessoas, a forma verbal resultante será a) podem ser influenciadas. c) pode ser influenciado. e) podem ter sido influenciadas. b) poderiam ser influenciadas. d) podem ter influência.

13 56. (FCC) Transpondo-se para a voz ativa a frase Nossos reveses podem ser consolados pela palavra amiga, a forma verbal resultante será: a) terá consolado. c) poderiam consolar. e) haverá de consolar. b) hão de consolar-se. d) pode consolar. 57. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a construção Mais tarde vim a entender a tradução completa, a forma verbal resultante será: a) veio a ser entendida. c) fora entendida. e) tê-la-ia entendido. b) teria entendido. d) terá sido entendida. 58. (FCC) Transpondo a frase os extraordinários acontecimentos pareciam dividir nitidamente o mundo entre os defensores e os inimigos da liberdade e do progresso social para a voz passiva, a forma verbal corretamente obtida é: a) parecia ser dividido. c) tinha sido dividido. e) pareciam dividirem. b) pareciam ter sido divididos. d) tinha parecido dividir. 59. (FCC) Transpondo-se para outra voz verbal a frase, a forma verbal resultante será. Preenchem corretamente as lacunas da frase acima apresentada, respectivamente: a) o poeta foi expulso do colégio / expulsou-se. b) que lhe fosse atribuída uma nota / se atribuísse. c) o mérito que este já consignara / tinha consignado. d) deu ao mestre uma clara lição / foi dado. e) acabou expondo seu aluno / acabou sendo exposto. 60. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a construção a voz do futuro nos acorda, a forma verbal será: a) temos acordado. c) seremos acordados. e) temos sido acordados b) teremos acordado. d) somos acordados 61. (FCC) O poder econômico expansivo dos meios de comunicação aboliu as manifestações da cultura popular e as reduziu a folclore para turistas. Transpondo-se a frase acima para a voz passiva, as formas verbais resultantes serão: a) aboliram-se e têm sido reduzidas. d) estão abolindo e estão reduzindo. b) têm sido abolidas e reduziram-se. e) foram abolidas e foram reduzidas. c) vêm abolindo-as e vêm reduzindo-as.

14 62. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva a frase a) alternativas diversas das que tipificam a atividade profissional, a forma verbal resultante será são tipificadas. b) a polícia tem praticado entradas forçosas em escritórios de advocacia, a forma verbal resultante será foram praticadas. c) a polícia tem apreendido papéis, a forma verbal resultante será têm sido apreendidos. d) A advocacia exige qualificações específicas, a forma verbal resultante será têm sido atingidas. e) limitarei as anotações cabíveis aos campos da Constituição e da lei vigente, a forma verbal resultante será terei limitado. 63. (CESPE) O trecho Esse horror não pode ser aplacado pela sociabilidade do mercado admite, sem prejuízo para a correção gramatical do texto, a seguinte reescrita: A sociabilidade do mercado não pode aplacar esse horror. 64. (FCC) Transpondo-se para a voz passiva o segmento Para esse gênero de informação alcançar adequadamente o público leitor leigo, a forma verbal resultante será a) tenha alcançado. c) tenha sido alcançado. e) vier a alcançar. b) fosse alcançado. d) ser alcançado. 65. (FCC) A forma verbal da voz passiva correspondente exatamente à construção: a) Se examinarmos as fábulas populares é: Se as fábulas populares forem por nós examinadas. b) um jovem a conduza é: fosse por um jovem conduzida. c) exprimem o desejo popular é: têm expressado o desejo popular. d) representam apenas uma ilusão miraculosa é: estão apenas representando uma ilusão miraculosa. e) deve reconquistar seu reino é: terá reconquistado seu reino. 66. (FCC) A voz verbal da construção atribui-se ao fator velocidade um prestígio tão absoluto permanecerá a mesma caso se substitua o elemento sublinhado por a) atribuímos. c) é atribuído. e) costuma-se atribuir. b) há quem atribua. d) atribuem. 67. (FCC) Em Chicago, melhor do que em qualquer outro ponto, pode-se acompanhar o processo sumário que usais para conseguir, de plantas alienígenas, ao fim de curto estágio de aclimação, frutos genuinamente americanos (Joaquim Nabuco). Na frase acima, o segmento para conseguir estaria corretamente substituído por para que seja conseguido.

15 VOZ PASSIVA SINTÉTICA X SUJEITO INDETERMINADO => VTD + SE + sujeito: Esta estrutura recebe o nome de voz passiva sintética e traz:. verbo transitivo direto na terceira pessoa (singular ou plural);. pronome apassivador SE;. sujeito paciente (que, é óbvio, não virá preposicionado). Além disso, aceita ser transposta para a voz passiva analítica. Fizeram-se as encomendas. <=> As encomendas foram feitas. Voz passiva sintética Voz passiva analítica Vale reforçar que nessa estrutura haverá um sujeito paciente e, com isso, deve ter atenção à concordância: Observaram-se as falhas. Não se acatam as ordens. Sempre se lerão as obras clássicas. Caso o verbo seja transitivo direto e indireto, mesmo assim é possível haver a voz passiva sintética, o que implicará três elementos fundamentais na análise: - a presença do sujeito paciente e a devida concordância; - a possibilidade de transformação na voz passiva analítica; - a presença de preposição no objeto indireto, o que facilita a identificação do termo.. Não se enviaram os convites a todos os convidados = Os convites não foram enviados a todos os convidados. (os convites = sujeito / a todos os convidados = OI). À mulher indicavam-se medicamentos diferentes = Medicamentos diferentes eram indicados à mulher. (medicamentos diferente= sujeito / À mulher = OI). Destinar-se-á aos contribuintes tal esclarecimento = Tal esclarecimento será destinado aos contribuintes. (tal esclarecimento = sujeito / aos contribuintes = OI) => VTI + SE + objeto indireto: Esta estrutura recebe o nome de sujeito indeterminado e traz:. verbo transitivo indireto na terceira pessoa do singular;. índice de indeterminação do sujeito SE;. objeto indireto (termo que sempre virá preposicionado). Trata-se de medidas paliativas. OI Discorda-se de tais medidas. OI Nessa estrutura não haverá sujeito e, com isso, o verbo ficará no singular.

16 EXERCÍCIOS 68. (CESPE) Na construção Antigamente se comparava o cérebro a um computador, não está expresso o termo com que concorda a forma verbal comparava, uma vez que o sujeito dessa oração está indeterminado, segundo a gramática tradicional. 69. (CESPE) Os orçamentos das principais agências governamentais de fomento à produção científica aumentaram de modo significativo e ampliou-se a concessão de bolsas de estudo em todas as áreas do conhecimento. A partícula se, em ampliou-se a concessão de bolsas de estudo, evidencia a indeterminação do sujeito da oração. 70. (CESPE) Este relatório contém informações sobre as amostras analisadas e os ensaios realizados, apresenta e discute os 43 resultados obtidos, além de fornecer informações úteis para o consumidor para que se entenda o significado do seu símbolo nacional e para que se realize uma compra satisfatória. Em para que se entenda e para que se realize, o sujeito é indeterminado para que se remeta à população de um modo geral. 71. (CESPE)...palavra puxa palavra, uma ideia traz outra, e assim se faz um livro. E no trecho assim se faz um livro, a expressão um livro exerce a função de sujeito. 72. (CESPE) Antes, porém, realizou-se uma sessão de julgamento da Comissão de Anistia. No período, o sujeito da oração principal está posposto ao verbo. 73. (CESPE) Essa nova forma de ver a mobilidade deve promover o reordenamento dos espaços e das atividades urbanas, de forma a reduzir as necessidades de deslocamento motorizado e seus custos e construir espaços e tempos sociais em que se preserve, defenda e promova a qualidade do ambiente natural e os patrimônios históricos, culturais e artísticos das cidades e dos bairros antigos. A ideia generalizadora que o emprego do pronome se, na função de sujeito indeterminado, confere a preserve, defenda e promova justifica a flexão de singular nessas formas verbais.

17 74. (CESPE) Não podemos ignorar as mudanças que se processam no mundo, sobretudo a emergência de países em desenvolvimento. A partícula se indica um sujeito indeterminado para o verbo processar. 75. (CESPE) Com relação à representação do sujeito da oração, no segmento em se tratando de fato, o sujeito é indeterminado, diferentemente do que ocorre no segmento estabelecer-se sinonímia, em que o sujeito é sinonímia. 76. (CESPE) Durante o governo de Fernando Collor de Mello, entre 1990 e 1992, procedeu-se à demolição instantânea dos conceitos que haviam alimentado durante décadas os impulsos da diplomacia. Em procedeu-se, o termo -se indica voz reflexiva. 77. (CESPE) Daí decorreu que as relações de interlocução e consulta entre o setor público e os agentes privados, nesse caso, exclusivamente as empresas e associações setoriais diretamente interessadas, se deram quase que exclusivamente ao longo desse eixo de articulação. Em se deram, o termo se indica sujeito indeterminado. 78. (CESPE) A complexidade dos problemas desarticula-se e, precisamente por essa razão, torna-se necessária uma reordenação intelectual que nos habilite a pensar a complexidade. As duas ocorrências do pronome se, em desarticula-se e torna-se, marcam a impessoalidade da linguagem empregada no texto por meio da indeterminação do sujeito. 79. (CESPE) Mantêm-se a coerência textual e a correção gramatical ao se substituir Trata-se de nosso patrimônio lingüístico por Tratam-se de nossas línguas e idiomas nacionais. 80. (CESPE) Trata-se de um monumento de erudição, pleno de conhecimento de história Ao se substituir um monumento de erudição, pleno por reflexões eruditas, plenas de, a forma verbal Trata-se deve ser flexionada em número. 81. (CESPE) Para mim, não se trata de um regime com características fixas. A flexão do singular em não se trata deve-se ao emprego do singular em um regime.

18 82. (CESPE) Trata-se da chamada poluição urbana, observada, sobretudo, nas grandes regiões metropolitanas de acelerado crescimento demográfico. Caso a expressão da chamada poluição urbana estivesse no plural, a forma verbal Trata-se deveria também ser flexionada no plural. 83. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Ante a hegemonia da soja no grupo das culturas produtoras de óleo, perguntam-se sobre as possibilidades de crescimento das demais espécies. 84. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Durante o seminário, apresentou-se três propostas diferentes de revisão da lei salarial. 85. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Incluiu-se no parecer do relator as alterações aceitas de comum acordo para todos os partidos. 86. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Além das questões gerais de política, levanta-se, nesta edição de "O Dirigente Rural", outras de âmbito mais restrito, mas não menos expressivas, que ocupam a cena agrícola atual. 87. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Tributa-se, por exemplo, os produtos industrializados simultaneamente pelo IPI e pelo ICMS. 88. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Incluem-se entre as responsabilidades dos jornalistas o respeito que devem estes às suas fontes. 89. (ESAF) Julgue a correção do trecho. Agregou-se ao cotidiano de Nova York, a despeito das medidas de segurança, sentimentos de medo e desconfiança generalizados.

19 90. (FCC) Julgue a correção do trecho. É polêmica a proposta de que se confira a um tribunal internacional poderes para intervir em normas jurídico-religiosas estabelecidas em culturas milenares. 91. (CESPE) A questão que se coloca é até que ponto é possível injetar alguma previsibilidade em um mercado tão interconectado. Embora se, em se coloca, possa ser classificado como partícula apassivadora tanto quanto como pronome reflexivo, é nesta última função que está empregado no texto. 92. (CESPE) Já nessa época, os notários (que redigiam os contratos) eram obrigados a exigir certidões dos teminai (responsáveis pelos registros) para que se pudesse dispor de imóveis. Em para que se pudesse dispor de imóveis, o pronome se exerce a função de partícula apassivadora. 93. (ESAF) Desde 1995, o tema é debatido e não se chega a uma conclusão. Quando se aprofunda o debate, os conflitos de interesses aparecem. Tanto em se chega como em se aprofunda, o se indica indeterminação do sujeito. 94. (FCC) Na frase No caso dos donos do mundo, não se devem esperar exames de consciência mais profundos, é correto afirmar que a) a construção verbal é um exemplo de voz ativa. b) a partícula se tem a mesma função que em E se ela não vier? c) a forma plural devem concorda com exames. d) ocorre um exemplo de indeterminação do sujeito. e) a expressão donos do mundo leva o verbo ao plural. 95. (FCC) Julgue a correção do trecho. Quando se identificam nas crianças a condição de futuros dirigentes do FMI, apaga-se os traços de suas vidas concretas, por força de uma cega e obstinada análise ideológica.

20 96. (FCC) Julgue a correção do trecho. Prevê-se em lei as providências referentes a pilhas e baterias já utilizadas: devem retornar aos responsáveis por sua fabricação. 97. (FCC) Julgue a correção do trecho. Caso se coloque as leis acima do homem, este reagirá passando a seguir os ditames da natureza. 98. (FCC) Julgue a correção do trecho. Não se levante contra o pessimista as acusações de imobilismo moral e inconsequência política. 99. (FCC) Julgue a correção do trecho. Há uns trinta anos, com as crises mundiais de petróleo, estimulou-se as vendas de carros a álcool, que representaram a quase totalidade do mercado brasileiro Faça a correlação entre a oração e a voz verbal. ( ) Ele apanhou da mulher ( ) O rapaz ainda não sabe as novidades. ( ) Alugam-se casas. 1- voz ativa ( ) Ele foi ferido pelas palavras do homem. 2- voz passiva analítica ( ) Sem muitos cuidados, ele se feriu. 3- voz passiva sintética ( ) Sem a ajuda de todos, não se resolve o problema. 4- voz reflexiva ( ) Aos homens falta coragem. ( ) Ao aluno deu-se mais uma chance. ( ) Às mulheres cabe a luta por seus direitos. ( ) Pelo médico de plantão, o menino foi operado.

A Sociologia de Weber

A Sociologia de Weber Material de apoio para Monitoria 1. (UFU 2011) A questão do método nas ciências humanas (também denominadas ciências históricas, ciências sociais, ciências do espírito, ciências da cultura) foi objeto

Leia mais

19/4/2013. Em quem o respira (L.1), o é pronome que exerce a função coesiva de retomar o termo nominal antecedente ar.

19/4/2013. Em quem o respira (L.1), o é pronome que exerce a função coesiva de retomar o termo nominal antecedente ar. A substituição de ensinamos-lhes (L.2) por ensinamos a elas preservaria tanto a correção gramatical do texto quanto as relações semânticas expressas no trecho em questão. Um homem do século XVI ou XVII

Leia mais

Sistema Verbal da Língua Portuguesa

Sistema Verbal da Língua Portuguesa Sistema Verbal da Língua Portuguesa Segundo Celso Cunha em seu livro Nova Gramática do Português Contemporâneo, verbo é uma palavra de forma variável que exprime o que se passa, ou seja, um acontecimento

Leia mais

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom

medida. nova íntegra 1. O com remuneradas terem Isso é bom Entrevista esclarece dúvidas sobre acúmulo de bolsas e atividadess remuneradas Publicada por Assessoria de Imprensa da Capes Quinta, 22 de Julho de 2010 19:16 No dia 16 de julho de 2010, foi publicada

Leia mais

VOZES DO VERBO. Outros termos que eventualmente houver na oração permanecem.

VOZES DO VERBO. Outros termos que eventualmente houver na oração permanecem. VOZES DO VERBO A. ATIVA quando o sujeito pratica a ação indicada pelo verbo. Ex.: O vendaval destelhou as casas. B. PASSIVA quando o sujeito sofre (ou recebe) a ação indicada pelo verbo. Ex.: As casas

Leia mais

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA

CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA CURSO: TRIBUNAL REGULAR ASSUNTOS: CONCORDÂNCIA NOMINAL / CONCORDÂNCIA VERBAL SUMÁRIO DE AULA DÉCIO SENA PRIMEIRA PARTE: CONCORDÂNCIA NOMINAL I. Regra Geral II. Casos Particulares I) Regra Geral: Exemplo:

Leia mais

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO

Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO Professora Verônica Ferreira PROVA CESGRANRIO 2012 CAIXA ECONÔMICA FEDERAL TÉCNICO BANCÁRIO 1 Q236899 Prova: CESGRANRIO - 2012 - Caixa - Técnico Bancário Disciplina: Português Assuntos: 6. Interpretação

Leia mais

A tecnologia e a ética

A tecnologia e a ética Escola Secundária de Oliveira do Douro A tecnologia e a ética Eutanásia João Manuel Monteiro dos Santos Nº11 11ºC Trabalho para a disciplina de Filosofia Oliveira do Douro, 14 de Maio de 2007 Sumário B

Leia mais

www.concursovirtual.com.br

www.concursovirtual.com.br TOPOLOGIA PRONOMINAL Professor: Marcelo Rosenthal 1) Nunca se pode começar uma oração por Pronomes Oblíquos. Te vi ontem. O certo é vi-te ontem.. Me dá um chope! O certo é Dá-me um chope!. 2) Advérbios,

Leia mais

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido

Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Ensino Vocacional, Técnico e Tecnológico no Reino Unido Apoiar a empregabilidade pela melhora da qualidade do ensino profissionalizante UK Skills Seminar Series 2014 15 British Council UK Skills Seminar

Leia mais

Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. In: Internet: (com adaptações).

Constituição da República Federativa do Brasil, 1988. In: Internet: <www.planalto.gov.br> (com adaptações). Texto para os itens de 1 a 15 A Constituição Federal, em seu artigo 5.º, que trata dos direitos e deveres individuais e coletivos, estabelece o direito à proteção das criações intelectuais. No inciso XXVII,

Leia mais

Tropa de Elite Português Concordância Verbal Eli Castro. 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

Tropa de Elite Português Concordância Verbal Eli Castro. 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tropa de Elite Português Concordância Verbal Eli Castro 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Polícia Federal 2012 Um pouco de teoria Concordância Verbal Concordância

Leia mais

Trabalho e educação. Vamos aos fatos

Trabalho e educação. Vamos aos fatos Trabalho e educação Vamos aos fatos O maior problema da educação brasileira é o povo brasileiro. Sinto muito, mas esta é a conclusão a que muitos de nossos educadores chegaram. Somos uma nação materialista,

Leia mais

FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS

FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS FORMAÇÃO DOCENTE: ASPECTOS PESSOAIS, PROFISSIONAIS E INSTITUCIONAIS Daniel Silveira 1 Resumo: O objetivo desse trabalho é apresentar alguns aspectos considerados fundamentais para a formação docente, ou

Leia mais

CAPÍTULO 5: O EMPREGO DE: Este, Esse ou Aquele

CAPÍTULO 5: O EMPREGO DE: Este, Esse ou Aquele CAPÍTULO 5: O EMPREGO DE: Este, Esse ou Aquele Em português existem três pronomes demonstrativos com suas formas variáveis em gênero e número e invariáveis [isto, isso, aquilo]. Eles assinalam a posição

Leia mais

PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO: CONSTRUÇÃO COLETIVA DO RUMO DA ESCOLA

PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO: CONSTRUÇÃO COLETIVA DO RUMO DA ESCOLA PROJETO POLÍTICO-PEDAGÓGICO: CONSTRUÇÃO COLETIVA DO RUMO DA ESCOLA Luís Armando Gandin Neste breve artigo, trato de defender a importância da construção coletiva de um projeto político-pedagógico nos espaços

Leia mais

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos:

A regra geral de concordância verbal é bastante simples: o verbo concorda com o núcleo (ou os núcleos) do sujeito. Desse modo, temos: Concordância Na aula de hoje, estudaremos os principais tipos e ocorrências de itens relacionados à concordância verbal cobrados nos vestibulares do país. Nesse sentido, é válido lembrar que serão observadas

Leia mais

Professora Verônica Ferreira

Professora Verônica Ferreira Professora Verônica Ferreira 1- Prova: ESAF - 2013 - DNIT - Técnico Administrativo (questão nº 1) Disciplina: Português Assuntos: Crase; Assinale a opção que completa corretamente a sequência de lacunas

Leia mais

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso.

As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. COMENTÁRIO QUESTÕES DE PORTUGUÊS PROFESSORA: FABYANA MUNIZ As questões a seguir foram extraídas de provas de concurso. 1. (FCC)...estima-se que sejam 20 línguas. (2º parágrafo) O verbo flexionado nos mesmos

Leia mais

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR

SITUAÇÃO DE PRODUÇÃO DA RESENHA NO ENSINO SUPERIOR RESENHA Neste capítulo, vamos falar acerca do gênero textual denominado resenha. Talvez você já tenha lido ou elaborado resenhas de diferentes tipos de textos, nas mais diversas situações de produção.

Leia mais

Português- Prof. Verônica Ferreira

Português- Prof. Verônica Ferreira Português- Prof. Verônica Ferreira 1 Com relação a aspectos linguísticos e aos sentidos do texto acima, julgue os itens a seguir. No trecho que podemos chamar de silenciosa (l.15-16), o termo de silenciosa

Leia mais

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre

Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre Lista de exercícios Sociologia- 1 ano- 1 trimestre 01-O homo sapiens moderno espécie que pertencemos se constitui por meio do grupo, ou seja, sociedade. Qual das características abaixo é essencial para

Leia mais

FACULDADE DE DIREITO

FACULDADE DE DIREITO FACULDADE DE DIREITO FACULDADE DE DIREITO SUMÁRIO A. Mestrado e Pós-Graduação em Direito em Língua Chinesa Língua veicular: Língua Chinesa Área de especialização: Variante em Ciências Jurídicas B. Mestrado

Leia mais

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) -

Questão (1) - Questão (2) - A origem da palavra FILOSOFIA é: Questão (3) - EXERCICÍOS DE FILOSOFIA I O QUE É FILOSOFIA, ETIMOLOGIA, ONDE SURGIU, QUANDO, PARA QUE SERVE.( 1º ASSUNTO ) Questão (1) - Analise os itens abaixo e marque a alternativa CORRETA em relação ao significado

Leia mais

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES

MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MANUAL SERVIÇOS AMBIENTAIS NO CORREDOR ETNOAMBIENTAL TUPI MONDÉ CADERNO DE ATIVIDADES MÓDULO I Corredor Etnoambiental Tupi Mondé Atividade 1 Conhecendo mais sobre nosso passado, presente e futuro 1. No

Leia mais

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros

Muito prazer Curso de português do Brasil para estrangeiros Modo: indicativo O modo indicativo expressa um fato de maneira definida, real, no presente, passado ou futuro, na frase afirmativa, negativa ou interrogativa. Presente Presente Passado (=Pretérito) Pretérito

Leia mais

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental

Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Alunos de 6º ao 9 anos do Ensino Fundamental Resumo Este projeto propõe a discussão da Década de Ações para a Segurança no Trânsito e a relação dessa com o cotidiano dos alunos, considerando como a prática

Leia mais

MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA

MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA Escrivão da Polícia Federal Reta Final LÍNGUA PORTUGUESA Professor João Bolognesi Aula 4 MATERIAL DE APOIO LÍNGUA PORTUGUESA Introdução: Assuntos importantes para a prova Oração Sujeito Verbo Complemento

Leia mais

EXPLORANDO ALGUMAS IDEIAS CENTRAIS DO PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS ENSINO FUNDAMENTAL. Giovani Cammarota

EXPLORANDO ALGUMAS IDEIAS CENTRAIS DO PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS ENSINO FUNDAMENTAL. Giovani Cammarota UNIVERSIDADE FEDERAL DE VIÇOSA DEPARTAMENTO DE MATEMÁTICA PRÁTICA DE ENSINO DE MATEMÁTICA III EXPLORANDO ALGUMAS IDEIAS CENTRAIS DO PARÂMETROS CURRICULARES NACIONAIS ENSINO FUNDAMENTAL Giovani Cammarota

Leia mais

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo

SENTIR 3. TEMPO 15-20 minutos TIPO DE TEMPO contínuo COMO USAR O MATERIAL NAS PÁGINAS A SEGUIR, VOCÊ ENCONTRA UM PASSO A PASSO DE CADA ETAPA DO DESIGN FOR CHANGE, PARA FACILITAR SEU TRABALHO COM AS CRIANÇAS. VOCÊ VERÁ QUE OS 4 VERBOS (SENTIR, IMAGINAR, FAZER

Leia mais

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com

ENTREVISTA. COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com Entrevista ENTREVISTA 146 COM o Dr. Rildo Cosson. POR Begma Tavares Barbosa* begma@acessa.com * Dra. em Letras pela PUC/RJ e professora do Colégio de Aplicação João XXIII/UFJF. Rildo Cosson Mestre em Teoria

Leia mais

Centro Educacional Juscelino Kubitschek

Centro Educacional Juscelino Kubitschek Centro Educacional Juscelino Kubitschek ALUNO: N.º: DATA: / /2011 ENSINO FUNDAMENTAL SÉRIE: 6ª série/7 ano TURMA: TURNO: DISCIPLINA: GEOGRAFIA PROFESSOR: Equipe de Geografia Roteiro e lista de Recuperação

Leia mais

INSS: Resolva as questões de ética no serviço público. Apesar de possuir poucas questões na prova, a disciplina é uma das mais relevantes no concurso

INSS: Resolva as questões de ética no serviço público. Apesar de possuir poucas questões na prova, a disciplina é uma das mais relevantes no concurso Simulado INSS: Resolva as questões de ética no serviço público Apesar de possuir poucas questões na prova, a disciplina é uma das mais relevantes no concurso Na primeira semana de dezembro, o Instituto

Leia mais

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda

CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda CURSO e COLÉGIO ESPECÍFICO Ltda www.especifico.com.br DISCIPLINA : Sociologia PROF: Waldenir do Prado DATA:06/02/2012 O que é Sociologia? Estudo objetivo das relações que surgem e se reproduzem, especificamente,

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 49 Discurso no encontro com grupo

Leia mais

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL

ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA PRODUÇÃO DE TEXTOS DO JORNAL REPORTAGEM RESENHA CRÍTICA TEXTO DE OPINIÃO CARTA DE LEITOR EDITORIAL ORIENTAÇÕES PARA OS GRUPOS QUE ESTÃO PRODUZINDO UMA: REPORTAGEM Tipos de Textos Características

Leia mais

Código de Ética e Conduta

Código de Ética e Conduta Código de Ética e Conduta Introdução A Eucatex, através deste Código de Ética e Conduta, coloca à disposição de seus colaboradores, fornecedores e comunidade, um guia de orientação para tomada de decisões

Leia mais

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM

difusão de idéias AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Fundação Carlos Chagas Difusão de Idéias dezembro/2006 página 1 AS ESCOLAS TÉCNICAS SE SALVARAM Celso João Ferretti: o processo de desintegração da educação atingiu em menor escala as escolas técnicas.

Leia mais

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano

Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL. Ensino Médio. Etec. Etec: Professor Massuyuki Kawano Ensino Técnico Integrado ao Médio FORMAÇÃO GERAL Ensino Médio Etec Etec: Professor Massuyuki Kawano Código: 136 Município: Tupã Área de conhecimento: Ciências Humanas e Suas Tecnologias Componente Curricular:

Leia mais

Código de Conduta Ética

Código de Conduta Ética Código de Conduta Ética MENSAGEM DA DIRETORIA A todos os dirigentes e empregados A Companhia de Seguros Aliança do Brasil acredita no Respeito aos princípios éticos e à transparência de conduta com as

Leia mais

Apresentação. Soluções para resolv. Legislação penal. Conclusão

Apresentação. Soluções para resolv. Legislação penal. Conclusão SUMÁRIO Apresentação Introdução Soluções para resolv esolver er a violência e a criminalidade Popularidade de possíveis soluções Políticas sociais x políticas de segurança Redução da maioridade penal Legislação

Leia mais

Planejamento Anual. Componente Curricular: GEOGRAFIA Ano: 2º Ano Letivo: 2015. Professor(s): Júlio

Planejamento Anual. Componente Curricular: GEOGRAFIA Ano: 2º Ano Letivo: 2015. Professor(s): Júlio Planejamento Anual Componente Curricular: GEOGRAFIA Ano: 2º Ano Letivo: 2015 Professor(s): Júlio APRESENTAÇÃO: Percebemos ser de fundamental importância que o aluno da 2 Ano do Ensino Fundamental possua

Leia mais

As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio

As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio As exigências e transformações do mercado de trabalho neste novo milênio 1) - Quais as transformações efetivas que estão ocorrendo no mundo dos negócios e como tais mudanças interferem no movimento do

Leia mais

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL

Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL Portfólio Easy to Learn SERVIÇO SOCIAL ÍNDICE Pensamento Social...2 Movimentos Sociais e Serviço Social...2 Fundamentos do Serviço Social I...2 Leitura e Interpretação de Textos...3 Metodologia Científica...3

Leia mais

Philippe Perrenoud Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação Universidade de Genebra 2009

Philippe Perrenoud Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação Universidade de Genebra 2009 EDUCAÇÃO PARA A CIDADANIA: Passar do Discurso para a Ação Philippe Perrenoud Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação Universidade de Genebra 2009 1º Fórum de Ideias - Cambridge University Press

Leia mais

No final desse período, o discurso por uma sociedade moderna leva a elite a simpatizar com os movimentos da escola nova.

No final desse período, o discurso por uma sociedade moderna leva a elite a simpatizar com os movimentos da escola nova. 12. As concepções de educação infantil Conforme OLIVEIRA, a educação infantil no Brasil, historicamente, foi semelhante a outros países. No Séc. XIX tiveram iniciativas isoladas de proteção à infância

Leia mais

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012

PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 PLANO DE ESTUDOS 3º trimestre 2012 ano: 9º disciplina: geografia professor: Meus caros (as) alunos (as): Durante o 2º trimestre, você estudou as principais características das cidades globais e das megacidades

Leia mais

A PROBLEMÁTICA DA MÃO-DE-OBRA ESTRANGEIRA NO BRASIL E SUAS IMPLICAÇÕES

A PROBLEMÁTICA DA MÃO-DE-OBRA ESTRANGEIRA NO BRASIL E SUAS IMPLICAÇÕES A PROBLEMÁTICA DA MÃO-DE-OBRA ESTRANGEIRA NO BRASIL E SUAS IMPLICAÇÕES Maria Carolina Matias Morales Toda a regulamentação existente em torno da contratação de mão de obra estrangeira para trabalho em

Leia mais

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral

Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral III Mostra de Pesquisa da Pós-Graduação PUCRS Reflexões sobre as dificuldades na aprendizagem de Cálculo Diferencial e Integral Marcelo Cavasotto, Prof.ª Dra. Ruth Portanova (orientadora) Mestrado em Educação

Leia mais

1ª PARTE: NORMAS GERAIS

1ª PARTE: NORMAS GERAIS REGULAMENTO DA AVALIAÇÃO TRIENAL 2007 (TRIÊNIO: 2004-2006) PROGRAMAS ACADÊMICOS Deliberação do CTC Reunião de 6 e 7 de março de 2007 As atividades de realização da Avaliação Trienal 2007 (Triênio: 2004-2006)

Leia mais

6. Considerações finais

6. Considerações finais 84 6. Considerações finais Nesta dissertação, encontram-se registros de mudanças sociais que influenciaram as vidas de homens e mulheres a partir da chegada das novas tecnologias. Partiu-se da Revolução

Leia mais

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal.

e construção do conhecimento em educação popular e o processo de participação em ações coletivas, tendo a cidadania como objetivo principal. Educação Não-Formal Todos os cidadãos estão em permanente processo de reflexão e aprendizado. Este ocorre durante toda a vida, pois a aquisição de conhecimento não acontece somente nas escolas e universidades,

Leia mais

Nada a Ver. Nunca entenderei muito bem por que os pássaros são considerados símbolos de despreocupação,

Nada a Ver. Nunca entenderei muito bem por que os pássaros são considerados símbolos de despreocupação, Parte I: Língua Portuguesa Texto I Universidade Federal Fluminense Nada a Ver 5 10 Nunca entendi muito bem por que os pássaros são considerados símbolos de despreocupação, Não conheço um passarinho que

Leia mais

CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO

CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO CARTA DA 1ª CONFERÊNCIA INTERATIVA DE PROTEÇÃO DO CONSUMIDOR DE SEGURO Em 03 de março de 2010, foi realizada no Rio de Janeiro a 1ª CONFERENCIA INTERATIVA DE PROTEÇAO DO CONSUMIDOR DE SEGURO Reunidos sob

Leia mais

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL

CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA EM TECNOLOGIA SOCIAL INSTITUTO DE TECNOLOGIA SOCIAL Curso: Tecnologia Social e Educação: para além dos muros da escola Resumo da experiência de Avaliação do Programa "Apoio

Leia mais

Associação Juinense de Educação Superior do Vale do Juruena Faculdade de Ciências Contábeis e Administração do Vale do Juruena

Associação Juinense de Educação Superior do Vale do Juruena Faculdade de Ciências Contábeis e Administração do Vale do Juruena Associação Juinense de Educação Superior do Vale do Juruena Faculdade de Ciências Contábeis e Administração do Vale do Juruena Curso: Especialização em Psicopedagogia Módulo: Noções Fundamentais de Direito

Leia mais

AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NO PNE

AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NO PNE ESTUDO AVALIAÇÃO DA PÓS-GRADUAÇÃO NO PNE George de Cerqueira Leite Zarur Consultor Legislativo da Área XV Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia ESTUDO DEZEMBRO/2004 Câmara dos Deputados Praça

Leia mais

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística?

A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? A CAPES : quais ambições para a pesquisa em Letras e Linguística? Universidade de São Paulo benjamin@usp.br Synergies-Brésil O Sr. foi o representante da Letras junto à CAPES. O Sr. poderia explicar qual

Leia mais

POLÍTICAS PÚBLICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL

POLÍTICAS PÚBLICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 POLÍTICAS PÚBLICAS NA EDUCAÇÃO INFANTIL Erika Cristina Pereira Guimarães (Pibid-UFT- Tocantinópolis) Anna Thércia José Carvalho de Amorim (UFT- Tocantinópolis) O presente artigo discute a realidade das

Leia mais

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA

PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PLANO DE AÇÃO FÓRUM DO MUNICÍPIO QUE EDUCA PROPOSTA DE AÇÃO Criar um fórum permanente onde representantes dos vários segmentos do poder público e da sociedade civil atuem juntos em busca de uma educação

Leia mais

AULA 10 Sociedade Anônima:

AULA 10 Sociedade Anônima: AULA 10 Sociedade Anônima: Conceito; características; nome empresarial; constituição; capital social; classificação. Capital aberto e capital fechado. Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e Bolsa de Valores.

Leia mais

Este, Esse ou Aquele Autora: Maria Tereza de Queiroz Piacentini

Este, Esse ou Aquele Autora: Maria Tereza de Queiroz Piacentini Este, Esse ou Aquele Autora: Maria Tereza de Queiroz Piacentini Em português existem três pronomes demonstrativos com suas formas variáveis em gênero e número: este, esse, aquele. Existem três invariáveis:

Leia mais

MÓDULO 5 O SENSO COMUM

MÓDULO 5 O SENSO COMUM MÓDULO 5 O SENSO COMUM Uma das principais metas de alguém que quer escrever boas redações é fugir do senso comum. Basicamente, o senso comum é um julgamento feito com base em ideias simples, ingênuas e,

Leia mais

Distinção entre Norma Moral e Jurídica

Distinção entre Norma Moral e Jurídica Distinção entre Norma Moral e Jurídica Filosofia do direito = nascimento na Grécia Não havia distinção entre Direito e Moral Direito absorvia questões que se referiam ao plano da consciência, da Moral,

Leia mais

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto

Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 2 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO SABERES DESAFIO DO DIA Unidade II Cultura: a pluralidade na expressão humana Aula 13.1 Conteúdo: Outras formas de narrar: o conto 3 CONTEÚDO E HABILIDADES FORTALECENDO

Leia mais

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação

PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015. Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação PROTOCOLO DE COLABORAÇÃO (EXEMPLO) Março 2015 Avaliação e Financiamento de Unidades de Investigação Protocolo de Colaboração (Exemplo) O Termo de Aceitação (TA) do financiamento atribuído pela Fundação

Leia mais

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a

dim i e m nsão ã o h uma m n a a c p a ac a i c d i ad a e c m o p m etênci c a Importância da Imagem Pessoal na Profissão Profa Elaine C. S. Ovalle Todo ser humano tem necessidade de se destacar naquilo que realiza. O maior responsável pelo desenvolvimento pessoal é o próprio indivíduo.

Leia mais

A importância da Educação para competitividade da Indústria

A importância da Educação para competitividade da Indústria A importância da Educação para competitividade da Indústria Educação para o trabalho não tem sido tradicionalmente colocado na pauta da sociedade brasileira, mas hoje é essencial; Ênfase no Direito à Educação

Leia mais

OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES.

OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES. OS DILEMAS DA DICOTOMIA RURAL-URBANO: ALGUMAS REFLEXÕES. Fausto Brito Marcy R. Martins Soares Ana Paula G.de Freitas Um dos temas mais discutidos nas Ciências Sociais no Brasil é o verdadeiro significado,

Leia mais

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO

COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO COMO INVESTIR PARA GANHAR DINHEIRO Por que ler este livro? Você já escutou histórias de pessoas que ganharam muito dinheiro investindo, seja em imóveis ou na Bolsa de Valores? Após ter escutado todas essas

Leia mais

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO

CONSELHO DE CLASSE DICIONÁRIO CONSELHO DE CLASSE O Conselho de Classe é um órgão colegiado, de cunho decisório, presente no interior da organização escolar, responsável pelo processo de avaliação do desempenho pedagógico do aluno.

Leia mais

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO

O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO O MENSALÃO E A PERDA DE MANDATO ELETIVO José Afonso da Silva 1. A controvérsia 1. A condenação, pelo Supremo Tribunal Federal, na Ação Penal 470, de alguns deputados federais tem suscitado dúvidas relativamente

Leia mais

O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo

O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo O capitalismo e o Advento de uma sociedade de consumo Camila Fernandes Colégio Mãe de Deus T. 301 Resumo: A condição da redução do cidadão em consumidor, e a criação de tal cultura global, deu-se através

Leia mais

Lição 5. Instrução Programada

Lição 5. Instrução Programada Instrução Programada Lição 5 Na lição anterior, estudamos a medida da intensidade de urna corrente e verificamos que existem materiais que se comportam de modo diferente em relação à eletricidade: os condutores

Leia mais

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza

2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 2012 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Tribunais Gestão de Pessoas Questões Giovanna Carranza 01. Conceitualmente, recrutamento é: (A) Um conjunto de técnicas e procedimentos

Leia mais

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social

Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Decisão do STF permite contratação de professores federais por Organização Social Na mesma semana em que os trabalhadores brasileiros tomaram as ruas e conseguiram suspender a votação do Projeto de Lei

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL

PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL PREFEITURA MUNICIPAL DE BOA VISTA SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA NÚCLEO DE TECNOLOGIA E DIFUSÃO EDUCACIONAL RELATO DE EXPERIENCIA DE PROJETO COLABORATIVO VIA INTERNET ENTRE ESCOLAS MUNICIPAIS

Leia mais

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos!

ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! ESPORTE NÃO É SÓ PARA ALGUNS, É PARA TODOS! Esporte seguro e inclusivo. Nós queremos! Nós podemos! Documento final aprovado por adolescentes dos Estados do Amazonas, da Bahia, do Ceará, do Mato Grosso,

Leia mais

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA ESPÍRITA E ESPIRITISMO

INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA ESPÍRITA E ESPIRITISMO INTRODUÇÃO AO ESTUDO DA DOUTRINA ESPÍRITA 1 ESPÍRITA E ESPIRITISMO Para designar coisas novas, são necessárias palavras novas. A clareza de uma língua assim exige, a fim de evitar que uma mesma palavra

Leia mais

3.4 DELINEAMENTO ÉTICO JURÍDICO DA NOVA ORGANIZAÇÃO SOCIAL

3.4 DELINEAMENTO ÉTICO JURÍDICO DA NOVA ORGANIZAÇÃO SOCIAL 3.4 DELINEAMENTO ÉTICO JURÍDICO DA NOVA ORGANIZAÇÃO SOCIAL Os fundamentos propostos para a nova organização social, a desconcentração e a cooperação, devem inspirar mecanismos e instrumentos que conduzam

Leia mais

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA

MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA MATERIAL DE DIVULGAÇÃO DA EDITORA MODERNA Professor, nós, da Editora Moderna, temos como propósito uma educação de qualidade, que respeita as particularidades de todo o país. Desta maneira, o apoio ao

Leia mais

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan.

Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. Entrevista da Professora Rosa Trombetta à rádio Jovem Pan. A Professora Rosa Trombetta, Coordenadora de Cursos da FIPECAFI aborda o assunto elearning para os ouvintes da Jovem Pan Online. Você sabe o que

Leia mais

EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO

EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO EXEMPLOS DE QUESTÕES DA PROVA DE NIVELAMENTO DE PORTUGUÊS PRODUÇÃO DE TEXTO QUESTÕES QUE ENVOLVEM CONHECIMENTO RELATIVO À NORMA CULTA DA LÍNGUA (CONCORDÂNCIA VERBAL, REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL, PONTUAÇÃO,

Leia mais

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima.

Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público. Alexia Melo. Clebin Quirino. Michel Brasil. Gracielle Fonseca. Rafaela Lima. Rede Jovem de Cidadania, programa de TV de Acesso público Alexia Melo Clebin Quirino Michel Brasil Gracielle Fonseca Rafaela Lima Satiro Saone O projeto Rede Jovem de Cidadania é uma iniciativa da Associação

Leia mais

RESUMO RESENHA DO LIVRO OS BESTIALIZADOS: O RIO DE JANEIRO E A REPÚBLICA QUE NÃO FOI, DE JOSÉ MURILO DE CARVALHO

RESUMO RESENHA DO LIVRO OS BESTIALIZADOS: O RIO DE JANEIRO E A REPÚBLICA QUE NÃO FOI, DE JOSÉ MURILO DE CARVALHO RESUMO RESENHA DO LIVRO OS BESTIALIZADOS: O RIO DE JANEIRO E A REPÚBLICA QUE NÃO FOI, DE JOSÉ MURILO DE CARVALHO Resenha do livro de José Murilo de Carvalho, Os bestializados: o Rio de Janeiro e a República

Leia mais

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão

O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 1 2 O que pode a União Europeia fazer pelas pessoas? O Fundo Social Europeu é uma resposta a esta questão 3 A origem do Fundo Social Europeu O Fundo Social Europeu foi criado em 1957 pelo Tratado de Roma,

Leia mais

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO

DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO 1 DA INCUBAÇÃO À ACELERAÇÃO DE NEGÓCIOS: NOVAS ROTAS DE DESENVOLVIMENTO Cesar Simões Salim Professor e Autor de livros de empreendedorismo cesar.salim@gmail.com Visite meu blog: http://colecaoempreendedorismo.blogspot.com/

Leia mais

PROJETO ESCOLA PARA PAIS

PROJETO ESCOLA PARA PAIS PROJETO ESCOLA PARA PAIS Escola Estadual Professor Bento da Silva Cesar São Carlos São Paulo Telma Pileggi Vinha Maria Suzana De Stefano Menin coordenadora da pesquisa Relator da escola: Elizabeth Silva

Leia mais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais

Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE. Comunicação Oral e Escrita. Unidade 11. Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 1 UVAONLINE Comunicação Oral e Escrita Unidade 11 Emprego de Pronomes Relativos e Pessoais Núcleo de Educação a Distância 2 Aviso importante! Este material foi produzido

Leia mais

INSS Português Pronomes Relativos X Uso de Preposição Eli Castro. 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor.

INSS Português Pronomes Relativos X Uso de Preposição Eli Castro. 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. INSS Português Pronomes Relativos X Uso de Preposição Eli Castro 2013 Copyright. Curso Agora Eu Passo - Todos os direitos reservados ao autor. Pronomes Relativos x Uso de Preposições Raio X do processo

Leia mais

Discurso do Ministro de Estado da Educação do Brasil, Fernando Haddad

Discurso do Ministro de Estado da Educação do Brasil, Fernando Haddad Discurso do Ministro de Estado da Educação do Brasil, Fernando Haddad Debate sobre Política Geral da 34 a. Conferência Geral da UNESCO Paris, Unesco, Sessão Plenária, 18 de outubro de 2007 Senhor Presidente,

Leia mais

48 Os professores optaram por estudar a urbanização, partindo dos espaços conhecidos pelos alunos no entorno da escola. Buscavam, nesse projeto, refletir sobre as características das moradias existentes,

Leia mais

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio

Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Testes de ortografia e redação eliminam candidatos a estágio Entre cursos com maior reprovação estão pedagogia, jornalismo e turismo. Falta de leitura e hábitos gerados pela internet são fatores motivadores.

Leia mais

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS

MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS I DOS RECURSOS MUNICÍPIO DA ESTÂNCIA TURÍSTICA DE AVARÉ ESTADO DE SÃO PAULO DECISÃO DOS RECURSOS (INFRARRELACIONADOS) I DOS RECURSOS Trata-se de recursos interpostos pelos candidatos infrarrelacionados concorrentes ao

Leia mais

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA

USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA USO DA INTERNET E PARTICIPAÇÃO CIDADÃ NA GESTÃO LOCAL: ORÇAMENTO PARTICIPATIVO INTERATIVO DE IPATINGA An Innovations in Technology and Governance Case Study Desde o final dos anos 1980, diversos governos

Leia mais

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural.

c) O verbo ficará no singular ou no plural se o sujeito coletivo for especificado com substantivo no plural. Concordância Verbal a) O verbo vai para a 3ª pessoa do plural caso o sujeito seja composto e anteposto ao verbo. Se o sujeito composto é posposto ao verbo, este irá para o plural ou concordará com o substantivo

Leia mais

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA

DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA DISCURSO DE POSSE DA VICE-REITORA DA UNEB, ADRIANA DOS SANTOS MARMORI LIMA Familiares, amigos, técnicos administrativos, estudantes, professores, grupo gestor da UNEB, autoridades civis, militares, políticas

Leia mais

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO

MANUAL DO JOVEM DEPUTADO MANUAL DO JOVEM DEPUTADO Edição 2014-2015 Este manual procura expor, de forma simplificada, as regras do programa Parlamento dos Jovens que estão detalhadas no Regimento. Se tiveres dúvidas ou quiseres

Leia mais

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação

Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Presidência da República Casa Civil Secretaria de Administração Diretoria de Gestão de Pessoas Coordenação Geral de Documentação e Informação Coordenação de Biblioteca 29 Discurso na cerimónia de premiação

Leia mais