Evento O evento teve início com a participação da artista e produtora cultural Tuka Villa- Lobos, que falou sobre a contribuição e a importância das

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "Evento O evento teve início com a participação da artista e produtora cultural Tuka Villa- Lobos, que falou sobre a contribuição e a importância das"

Transcrição

1 Projeto Soma A promoção da integração entre arte, cultura, educação e esporte é a ferramenta adotada pelo Projeto Soma para combater o bullying e o preconceito nas escolas públicas do Distrito Federal (DF). O grupo realiza atividades a fim de desenvolver a cultura da paz no ambiente escolar, baseadas em autoconhecimento, respeito às diferenças, cidadania e cultura. Ações caracterizadas como bullying envolvem práticas de violências físicas e verbais e ocorrem principalmente entre crianças e jovens. Brasília foi apontada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) como a cidade com mais ocorrência deste tipo de violência, seguidas por grandes cidades como Belo Horizonte, Curitiba e Vitória. De acordo com a pesquisa, 35,6% dos estudantes disseram ter sido vítimas da agressão. A partir desta temática, foram realizadas atividades para aproximadamente 2 mil das 3 mil crianças e jovens estudantes do Centro Educacional 1 (CED) de Planaltina, Região Administrativa do DF, mais conhecido como Centrão. As atividades foram realizadas entre os dias 24 e 26 de outubro de 2013 e contaram com a parceria da Fiocruz, Secretaria de Educação do DF, Coordenadoria da Juventude e Secretaria de Esportes do DF. No caso do CED 1 de Planaltina, escola escolhida como ponto de partida do projeto, foi registrada grande incidência de preconceito de gênero e de sexualidade. Por isso, foram incorporadas a esta etapa do projeto dois atores com suas personagens dragqueen para desmistificar o preconceito instalado.

2 Evento O evento teve início com a participação da artista e produtora cultural Tuka Villa- Lobos, que falou sobre a contribuição e a importância das parcerias para a realização da atividade na escola. Estiveram presentes na mesa de abertura representantes da Fiocruz, da Secretaria de Educação do DF e da Administração Regional de Planaltina, além do deputado distrital Cláudio Abrantes e do diretor da escola Jader Campos. Cada representante falou sobre a importância da questão da violência nas escolas, do enfrentamento do bullying e da promoção da cultura da paz.

3 O Programa Jovem Candango foi mencionado pelo deputado Cláudio Abrantes como uma iniciativa importante e conquistada ao longo do tempo. O projeto busca levar os jovens estudantes de baixa renda para o mercado de trabalho, com carteira assinada e jornada de trabalho reduzida. A iniciativa tem por objetivo combater a criminalidade, mantendo os jovens nas escolas. Durante o evento, foi relatado também que o colégio sofre grande estigma entre a comunidade, sendo imprescindível a busca por referências positivas no enfrentamento da violência. Após encerramento da mesa de abertura, os jovens foram encaminhados para as atividades e oficinas divididas nas salas de aula da escola.

4 Atividades As primeiras atividades promovidas na escola foram oficinas de teatro, canto de coral, dança, artes plástica e esportes, palestras sobre educação em gênero e sexualidade, com discussão sobre papéis sociais, dinâmicas em grupo e shows.

5

6

7 Além das oficinas, durante os dois dias de evento foram realizadas atividades esportivas como futebol de salão, basquete, queimada e tênis de mesa, além de sessões de filmes com debates a temas ligados ao preconceito, com transmissão de mensagens de afirmação que mostram as possibilidades de sucesso além das adversidades, ao contar histórias de superação. Logo depois, por própria demanda dos estudantes, houve uma roda de conversa sobre temas do dia a dia e vividos na escola como discriminação, transtornos familiares, drogas e sexualidade. Os estudantes também tiveram a oportunidade de aprender a fazer um relatório científico em uma programação proposta pela Fiocruz Brasília, na qual desenvolveram textos e entrevistas para o site do Soma, durante oficina de atividade jornalística, coordenada pela equipe da Fiocruz e pela jornalista Déborah Trevisan. No último dia de atividades foi realizado o Dia D Soma, evento aberto ao público com show da idealizadora do projeto Tuka Villa-Lobos, da banda de hip hop T.R.O.P.A. e de estudantes que participaram de oficinas de música e de dança. A equipe do projeto também filmou depoimentos dos estudantes sobre bullying para fazer um documentário.

8

9

10 Objetivos O Projeto Soma DF foi criado em 2008, idealizado pela artista e produtora cultural Tuka Villa-Lobos, para contribuir com a mudança do cenário de violência. No final de 2012, o projeto ganha o importante apoio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal, por meio do FAC (Fundo de Apoio à Cultura). O objetivo é, por meio de oficinas e palestras voltadas para os alunos das escolas escolhidas, reproduzir uma cultura de respeito sobre a diversidade e reduzir o índice de bullying gerado a partir de preconceitos, principalmente sobre gênero e etnia. O projeto que começou pequeno e, ao longo do tempo, ganhou parceiros importantes que contribuíram para seu crescimento. Entre as próximas regiões administrativas que serão contempladas pelo Programa estão São Sebastião, Ceilândia e Recanto das Emas. Em todas as etapas, serão realizadas oficinas de teatro, música, dança, artes plásticas e práticas esportivas, além de palestras e ações complementares de cunho educativo e social, todas visando à cultura de paz. Profissionais de diferentes áreas farão abordagens diferenciadas, de acordo com as idades, mas tendo como base temas como o autoconhecimento, respeito às diferenças, cidadania e cultura. Além das oficinas, são realizados quatro eventos de encerramento e celebração, com o nome de Dia D Soma Geral. Os shows são gratuitos e abertos à comunidade, realizados em praças públicas perto das escolas onde as oficinas são realizadas, com artistas de Brasília e principalmente das próprias regiões, em uma ação de fomento e valorização da cultura local. Resultados e encaminhamentos Como resultados concretos do evento realizado, pode ser verificado no Centro Educacional 01 de Planaltina: a diminuição expressiva do bullying e do preconceito de gênero e sexualidade; a diminuição significativa das brigas dentro da escola; jovens e crianças de idades diferentes conversando e se entendendo sem o preconceito entre idades; os grupos homossexuais que se apresentavam na escola em bandos, a fim de se protegerem, se dissiparam e começaram a interagir com outras pessoas; as diferenças são resolvidas agora por meio da cultura, com apresentação de danças de rap; alunos que apresentavam grau elevado de violência depois do projeto não apresentaram mais este comportamento, buscando o diálogo.

11 As oficinas de Social Dance e de Canto Coral que fizeram parte dos dias do evento foram efetivadas, integrando o Projeto Soma à escola a partir de A oficina de teatro e as palestras de gênero e sexualidade e de mediação social serão refeitas para professores, pais e funcionários. Além disso, também está prevista a volta do projeto em 2014 para o atendimento do turno noturno da Educação de Jovens e Adultos (EJA), de alunos que cumprem medidas socioeducativas e também de educação integral, somando assim, mais de 2 mil alunos, o que totaliza 4 mil estudantes somente na primeira etapa de Planaltina.

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS

A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS A INCLUSÃO DOS DIREITOS HUMANOS NAS TURMAS DO EJA POR MEIO DAS NOVAS TECNOLOGIAS Gisllayne Rufino Souza UFPB gisllayne.souza@gmail.com Profa. Dra. Marlene Helena de Oliveira França UFPB/Centro de Educação/Núcleo

Leia mais

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: CONCEPÇÕES E A CONSTRUÇÃO DE SABERES DOS LICENCIANDOS EM MÚSICA NA CIDADE DE NATAL/RN

PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: CONCEPÇÕES E A CONSTRUÇÃO DE SABERES DOS LICENCIANDOS EM MÚSICA NA CIDADE DE NATAL/RN PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO: CONCEPÇÕES E A CONSTRUÇÃO DE SABERES DOS LICENCIANDOS EM MÚSICA NA CIDADE DE NATAL/RN Gislene de Araújo Alves Universidade Federal do Rio Grande do Norte gislene_artes@hotmail.com

Leia mais

Minha Casa Minha Vida PROJETO DE TRABALHO SOCIAL-PTS RELATÓRIO DAS AÇÕES DO PTS NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA AGOSTO-2015

Minha Casa Minha Vida PROJETO DE TRABALHO SOCIAL-PTS RELATÓRIO DAS AÇÕES DO PTS NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA AGOSTO-2015 Minha Casa Minha Vida PROJETO DE TRABALHO SOCIAL-PTS RELATÓRIO DAS AÇÕES DO PTS NO PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA AGOSTO-2015 SENHOR DO BONFIM - BAHIA 2015 1 ATIVIDADES: DESCRIÇÃO A correta utilização

Leia mais

XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO

XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO XI FESTIVAL DE TEATRO NA ESCOLA Ano 2012 NORMAS DE PARTICIPAÇÃO 1. SOBRE A INSTITUIÇÃO REALIZADORA A Fundação Athos Bulcão foi criada em 1992 e atua na promoção, documentação, pesquisa e difusão da obra

Leia mais

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta

ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Revista Linha Direta ações de cidadania Atendimento direto ECE-SP recebe a comunidade com equipe qualificada e atividades orientadas Valéria Araújo Quando crianças, adolescentes, jovens e familiares do distrito da Brasilândia

Leia mais

CULTURA OBJETIVOS E METAS

CULTURA OBJETIVOS E METAS CULTURA OBJETIVOS E METAS 1. Garantir a participação juvenil na elaboração das políticas públicas na área de cultura com a participação de mais entidades e partidos políticos, via projetos e via mobilização

Leia mais

7º Prêmio VIVALEITURA Edição Lúcia Jurema JUSTIFICATIVA

7º Prêmio VIVALEITURA Edição Lúcia Jurema JUSTIFICATIVA JUSTIFICATIVA O projeto denominado LEITURA EM PROGRESSO é uma proposta do Ponto de Cultura NEC e Biblioteca Comunitária Orlando Miranda, localizados no Centro Cultural Fundição Progresso, Lapa - local

Leia mais

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas

ANEXO I ROTEIRO PARA APRESENTAÇÃO DE PROJETOS FIA 2011. Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas Cada projeto deve conter no máximo 20 páginas 1. APRESENTAÇÃO Faça um resumo claro e objetivo do projeto, considerando a situação da criança e do adolescente, os dados de seu município, os resultados da

Leia mais

Dicas que ajudam pais na escolha da escola dos seus filhos

Dicas que ajudam pais na escolha da escola dos seus filhos Dicas que ajudam pais na escolha da escola dos seus filhos Com a chegada do fim do ano, muitos pais vivem um impasse na escolha da melhor escola para seus filhos. Quais aspectos levar em consideração?

Leia mais

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95,

RESOLUÇÃO N 124/2006. O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLUÇÃO N 124/2006 O Conselho Municipal de Assistência Social de Porto Alegre, no uso das atribuições que lhe confere a Lei Complementar n 352/95, RESOLVE: Aprovar a utilização das definições de Programas

Leia mais

PATRULHA JUVENIL DE GARÇA

PATRULHA JUVENIL DE GARÇA Rua Baden Powell, 451 Telefone: (14) 3471-1630 / 3471-1816 CEP 17400-000 Garça - S P Fundada em 26 de Setembro de 1972 CNPJ 47.645.809/0001-34 Isenta de Contribuições Sociais conforme Decreto nº 3.048

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013-2014 1º ANO DE ATIVIDADES WWW.INSTITUTOJNG.ORG.BR RIO DE JANEIRO RELATÓRIO DE ATIVIDADES 2013-2014 CRIAÇÃO DO INSTITUTO JNG O Instituto JNG é entidade reconhecida como OSCIP

Leia mais

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida

Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Violência gera debate sobre a redução da maioridade penal Projetos da PUCPR proporcionam aos adolescentes novas oportunidades de vida Um adolescente entre 16 e 18 anos de idade, que assalta e mata alguém,

Leia mais

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música

FUNK CONSCIENTIZA. VAI 1 - música PROGRAMA PARA A VALORIZAÇÃO DE INICIATIVAS CULTURAIS VAI SECRETARIA MUNICIPAL DA CULTURA São Paulo, fevereiro de 2010 FUNK CONSCIENTIZA VAI 1 - música Proponente Nome RG: CPF: Endereço Fone: E-mail: DADOS

Leia mais

Mostra de Projetos 2011

Mostra de Projetos 2011 Mostra de Projetos 2011 Fala cidadão: promovendo o direcionamento social, educacional e profissional do aluno da E.J.A, visando à transformação de sua realidade, na construção da cidadania Mostra Local

Leia mais

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência

Projeto Grêmio em Forma. relato de experiência Projeto Grêmio em Forma relato de experiência Instituto Sou da Paz Organização fundada em 1999, a partir da campanha dos estudantes pelo desarmamento. Missão: Contribuir para a efetivação, no Brasil, de

Leia mais

2. Situação de fato detectada a exigir atuação diferenciada. PROGRAMA: MINISTÉRIO PÚBLICO PARCEIRO DA EDUCAÇÃO

2. Situação de fato detectada a exigir atuação diferenciada. PROGRAMA: MINISTÉRIO PÚBLICO PARCEIRO DA EDUCAÇÃO 1. Nome do(s) membro(s) do Ministério Público idealizadores, bem como aqueles responsáveis pela implementação e pelo acompanhamento do projeto. Idealizador e executor: PROMOTOR DE JUSTIÇA ANTONIO CARLOS

Leia mais

PROGRAMA DE ATENDIMENTO AOS ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTADOS DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL

PROGRAMA DE ATENDIMENTO AOS ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTADOS DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL PROGRAMA DE ATENDIMENTO AOS ALUNOS COM ALTAS HABILIDADES/SUPERDOTADOS DA SECRETARIA DE ESTADO DE EDUCAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL PROGRAMA Caracteriza-se como um atendimento complementar oferecido aos alunos

Leia mais

Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal

Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal Carta de Princípios dos Adolescentes e Jovens da Amazônia Legal A infância, adolescência e juventude são fases fundamentais no desenvolvimento humano e na formação futura dos cidadãos. No plano social,

Leia mais

JUSTIFICATIVA. Excelentíssimo Senhor Vereador César Ribas Moreira MD Presidente da Câmara Municipal de Canoas

JUSTIFICATIVA. Excelentíssimo Senhor Vereador César Ribas Moreira MD Presidente da Câmara Municipal de Canoas Excelentíssimo Senhor Vereador César Ribas Moreira MD Presidente da Câmara Municipal de Canoas Eu, Vereador HUMBERTO DA SILVA ARAÚJO, (Betinho do Cartório), Líder da Bancada do Partido Trabalhista Brasileiro

Leia mais

RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO:

RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO: RELATÓRIO 2012 REALIZAÇÃO: Durante os últimos 4 meses de 2012, nós tivemos o prazer de conduzir o projeto Cidadão do Futuro nas comunidades de Antônio Pereira (Ouro Preto/MG), Condados (Guarapari/ES),

Leia mais

Ações do Ministério da Educação no enfrentamento ao Trabalho Infantil

Ações do Ministério da Educação no enfrentamento ao Trabalho Infantil MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão Diretoria de Políticas de Educação em Direitos Humanos e Cidadania Ações do Ministério da Educação no enfrentamento

Leia mais

AS MANIFESTAÇÕES DE VIOLÊNCIA E A CONSTRUÇÃO DE VALORES HUMANOS NO PROJETO ESPORTE NA COMUNIDADE, NA LOCALIDADE DE MONDUBIM.

AS MANIFESTAÇÕES DE VIOLÊNCIA E A CONSTRUÇÃO DE VALORES HUMANOS NO PROJETO ESPORTE NA COMUNIDADE, NA LOCALIDADE DE MONDUBIM. AS MANIFESTAÇÕES DE VIOLÊNCIA E A CONSTRUÇÃO DE VALORES HUMANOS NO PROJETO ESPORTE NA COMUNIDADE, NA LOCALIDADE DE MONDUBIM. ALISON NASCIMENTO FARIAS. 1 LÚCIA REJANE DE ARAÚJO BARONTINI. 2 UNIVERSIDADE

Leia mais

EXPEDIENTE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Reitor Clemente Ivo Juliatto. Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi

EXPEDIENTE. Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR. Reitor Clemente Ivo Juliatto. Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi 0 EXPEDIENTE Pontifícia Universidade Católica do Paraná PUCPR Reitor Clemente Ivo Juliatto Vice-Reitor Paulo Otávio Mussi Pró-Reitor de Graduação e Pesquisa Robert Carlisle Burnett Pró-Reitor de Administração

Leia mais

A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS

A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS A PROMOÇÃO A SAÚDE E PREVENÇÃO AO USO DE DROGAS Prof. Lorena Silveira Cardoso Mestranda em Saúde Coletiva Profª. Drª. Marluce Miguel de Siqueira Orientadora VITÓRIA 2013 INTRODUÇÃO O consumo de substâncias

Leia mais

CENED. A arte de escrever e questões práticas da língua portuguesa 200. A arte de ouvir e contar histórias 180

CENED. A arte de escrever e questões práticas da língua portuguesa 200. A arte de ouvir e contar histórias 180 Governo do Distrito Federal Secretaria de Estado de Educação Subsecretaria de Gestão dos Profissionais da Educação Coordenação de Administração de Pessoas Instituição CENED A arte de escrever e questões

Leia mais

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT

PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA -PIBID-FAAT Projeto Institucional - Faculdades Atibaia FAAT Parceria entre o Ensino Superior e a Escola Pública na formação inicial e continuada

Leia mais

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014

RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE RESPONSABILIDADE SOCIAL DA FACULDADE DE MANTENA 2010-2014 Mantena-MG INTRODUÇÃO A Faculdade de Mantena FAMA - é um estabelecimento particular de ensino superior, que visa a atender

Leia mais

Prefeitura Municipal de Santos

Prefeitura Municipal de Santos Prefeitura Municipal de Santos Estância Balneária SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DEPARTAMENTO PEDAGÓGICO Seção de Suplência/ SESUPLE Parceiros do Saber Projeto de alfabetização de Jovens e Adultos Justificativa

Leia mais

CONTEXTO: Entendimento de que o crack é um problema grave e complexo, visto que não é só uma questão da saúde pública, mas da assistência social,

CONTEXTO: Entendimento de que o crack é um problema grave e complexo, visto que não é só uma questão da saúde pública, mas da assistência social, Recife, 16 de setembro de 2011 CONTEXTO: Entendimento de que o crack é um problema grave e complexo, visto que não é só uma questão da saúde pública, mas da assistência social, desenvolvimento econômico,

Leia mais

PROGRAMAS/ EVENTOS / PROJETOS/ AÇÕES DO HOSPITAL

PROGRAMAS/ EVENTOS / PROJETOS/ AÇÕES DO HOSPITAL PROGRAMAS/ EVENTOS / PROJETOS/ AÇÕES DO HOSPITAL A AEBES/Hospital Estadual Dr. Jayme Santos Neves HEJSN, promove anualmente eventos relacionados às datas comemorativas: aniversário do hospital, páscoa,

Leia mais

PESQUISA SAÚDE E EDUCAÇÃO: CENÁRIOS PARA A CULTURA DE PREVENÇÃO NAS ESCOLAS BRIEFING

PESQUISA SAÚDE E EDUCAÇÃO: CENÁRIOS PARA A CULTURA DE PREVENÇÃO NAS ESCOLAS BRIEFING BR/2007/PI/H/3 PESQUISA SAÚDE E EDUCAÇÃO: CENÁRIOS PARA A CULTURA DE PREVENÇÃO NAS ESCOLAS BRIEFING Brasília 2007 PESQUISA SAÚDE E EDUCAÇÃO: CENÁRIOS PARA A CULTURA DE PREVENÇÃO NAS ESCOLAS BRIEFING -

Leia mais

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS:

TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: TEXTO RETIRADO DO REGIMENTO INTERNO DA ESCOLA APAE DE PASSOS: Art. 3º - A Escola oferece os seguintes níveis de ensino: I. Educação Infantil: de 0 a 05 anos de idade. Educação Precoce de 0 a 03 anos Educação

Leia mais

O Plano Juventude Viva no seu Município

O Plano Juventude Viva no seu Município O Plano Juventude Viva no seu Município 1 APRESENTAÇÃO O Plano Juventude Viva é uma nova iniciativa do Governo Federal para ampliar direitos e prevenir a violência que atinge de forma preocupante a nossa

Leia mais

UMA PARCERIA DE SUCESSO

UMA PARCERIA DE SUCESSO Relatório Final de Atividades Gerdau Barão de Cocais e : UMA PARCERIA DE SUCESSO 1 SUMÁRIO Relatório de Atividades... 3 Resultados Gerais... 3 Resultados do Programa Miniempresa... 6 Aprendizagem dos Conceitos

Leia mais

PROJETO JOGANDO BOLA. Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda

PROJETO JOGANDO BOLA. Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda PROJETO JOGANDO BOLA Natasha Logsdon Mestre em Ensino de Ciências da Saúde e do Meio Ambiente pelo Centro Universitário de Volta Redonda DADOS DE IDENTIFICAÇÃO O Projeto JOGANDO BOLA apresenta proposta

Leia mais

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa "Escola Aberta", sob orientação de Telma Ferraz Leal

1. INTRODUÇÃO. e Alexsandro da Silva. 1 Andréa Carla Agnes e Silva é dinamizadora do Programa Escola Aberta, sob orientação de Telma Ferraz Leal TÍTULO: OFICINA DE LEITURA: UMA PROPOSTA DINÂMICA PARA FORMAÇÃO DE LEITORES AUTORA: Andréa Carla Agnes e Silva 1 INSTITUIÇÃO: Universidade Federal de Pernambuco Escola Aberta ÁREA TEMÁTICA: Educação 1.

Leia mais

Festival Fair Play de Futebol

Festival Fair Play de Futebol Fundação Esportiva Educacional PRO Criança e Adolescente Festival Fair Play de Futebol Versão atualizada em 02.03.2011 Muito mais do que um simples Torneio Introdução Introdução No Brasil possuímos uma

Leia mais

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA

GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA GOVERNO DE SERGIPE SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO DIRETORIA DE EDUCAÇÃO DE ARACAJU ESCOLA ESTADUAL PROF. VALNIR CHAGAS APRESENTAÇÃO DA ESCOLA A Escola Estadual Prof. Valnir Chagas, sediada à Rua Itabaiana

Leia mais

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015

ANEXO 1. Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC. 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 ANEXO 1 Programas e Ações do Ministério da Educação - MEC 1. Programas e Ações da Secretaria da Educação Básica SEB/2015 Docência em Educação Infantil A oferta de curso integra a política nacional de formação

Leia mais

C artilha C do educando

C artilha C do educando C Cartilha educan do do D Apresentação W n G A Olá, amiguinho! F Estamos felizes com a sua chegada no Programa de Criança Petrobras, um local onde aprendemos a viver em grupo e participamos de diversas

Leia mais

Sugestão de Atividades Pedagógicas: Projeto Maria da Penha vai às Escolas

Sugestão de Atividades Pedagógicas: Projeto Maria da Penha vai às Escolas Sugestão de s Pedagógicas: Projeto Maria da Penha vai às Escolas Ficha Técnica GOVERNO DO ESTADO DE MINAS GERAIS GOVERNADOR DO ESTADO Antonio Augusto Junho Anastasia VICE- GOVERNADOR DO ESTADO Alberto

Leia mais

Gráfico 1 Jovens matriculados no ProJovem Urbano - Edição 2012. Fatia 3;

Gráfico 1 Jovens matriculados no ProJovem Urbano - Edição 2012. Fatia 3; COMO ESTUDAR SE NÃO TENHO COM QUEM DEIXAR MEUS FILHOS? UM ESTUDO SOBRE AS SALAS DE ACOLHIMENTO DO PROJOVEM URBANO Rosilaine Gonçalves da Fonseca Ferreira UNIRIO Direcionado ao atendimento de parcela significativa

Leia mais

Reatiba Reabilitação, Inclusão e Tecnologia

Reatiba Reabilitação, Inclusão e Tecnologia Reatiba Reabilitação, Inclusão e Tecnologia Apresentação O surgiu como uma iniciativa do Núcleo Indústrias e Sindicatos do Conselho Paranaense de Cidadania Empresarial (CPCE) que identificou a necessidade

Leia mais

PROJETO RESGATE: buscando novas soluções para velhos problemas

PROJETO RESGATE: buscando novas soluções para velhos problemas PROJETO RESGATE: buscando novas soluções para velhos problemas Olíria Sandim de Andrade Zuque Diretora do CEI Nossa Senhora Aparecida Rede Municipal de Ensino de Três Lagoas/MS oliriazuque@hotmail.com

Leia mais

A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR

A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR A INTEGRAÇÃO DA PREVENÇÃO DAS DROGAS NO CURRÍCULO ESCOLAR Robson Rogaciano Fernandes da Silva (Mestrando-Universidade Federal de Campina Grande) Ailanti de Melo Costa Lima (Graduanda-Universidade Estadual

Leia mais

Formação Profissional de Professores/as em Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Relações Étnico Raciais

Formação Profissional de Professores/as em Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Relações Étnico Raciais Formação Profissional de Professores/as em Gênero, Sexualidade, Orientação Sexual e Relações Étnico Raciais O que é o GDE É um curso de Aperfeiçoamento, na modalidade a distância, com carga horária de

Leia mais

OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO Comissão de Educação da Câmara dos Deputados VII Seminário Regional - MA Coordenador: Dep. Pinto da Itamaraty

OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO Comissão de Educação da Câmara dos Deputados VII Seminário Regional - MA Coordenador: Dep. Pinto da Itamaraty OBSERVATÓRIO DA EDUCAÇÃO Comissão de Educação da Câmara dos Deputados VII Seminário Regional - MA Coordenador: Dep. Pinto da Itamaraty PARTE 1 IDENTIFICAÇÃO DA EXPERIÊNCIA NOME DA INSTITUIÇÃO/ESCOLA/REDE:

Leia mais

EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS UNIÃO 1

EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS UNIÃO 1 EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS Tendo em vista a construção do PNE e do SNE como política de Estado, são apresentadas, a seguir, proposições e estratégias, indicando

Leia mais

EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL.

EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL. EDUCAÇÃO EM DIREITOS HUMANOS: UMA EXPERIÊNCIA COM CRIANÇAS E ADOLESCENTES NO ENTORNO DO LIXÃO DE CAMPO GRANDE - MATO GROSSO DO SUL. Fabiola Silva dos Santos INTRODUÇÃO: A ocupação da periferia das cidades,

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Grupo Atitude Vila Macedo

Mostra de Projetos 2011. Grupo Atitude Vila Macedo Mostra de Projetos 2011 Grupo Atitude Vila Macedo Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa: Centro de Referência

Leia mais

Coleção Cadernos Afro-Paraibanos APRESENTAÇÃO

Coleção Cadernos Afro-Paraibanos APRESENTAÇÃO Coleção Cadernos Afro-Paraibanos APRESENTAÇÃO O racismo é um fenômeno das relações sociais do Brasil. No estado da Paraíba, onde mais de 60% da população é negra, não encontramos essa mesma proporcionalidade

Leia mais

BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA

BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA Prefeitura Municipal de Limeira Programa Cidades Sustentáveis BOAS PRÁTICAS BOAS PRÁTICAS NO MUNICÍPIO DE LIMEIRA SECRETARIA MUNICIPAL: Centro de Promoção Municipal de Limeira CEPROSOM NOME DO PROJETO:

Leia mais

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer?

Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? Prevenção ao uso de drogas na escola: o que você pode fazer? O educador pode contribuir para prevenir o abuso de drogas entre adolescentes de duas formas básicas: incentivando a reflexão e a adoção de

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade

Mostra de Projetos 2011. Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra de Projetos 2011 Projeto Exercitando Direitos do PELC - Programa de Esporte e Lazer da Cidade Mostra Local de: Piraquara Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais.

Leia mais

MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA

MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA MANUAL DO CEPED CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS- CURSO DE PEDAGOGIA Professora Eliane Maria Freitas Monken (org) Belo Horizonte 2013 2 SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO... 03 2 OBJETIVOS... 04 2.1 Objetivo

Leia mais

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante)

PPC. Aprovação do curso e Autorização da oferta PROJETO PEDAGÓGICO DE CURSO FIC METODOLOGIA PARA O ENSINO DE LINGUA PORTUGUESA. Parte 1 (solicitante) MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO SECRETARIA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DE SANTA CATARINA PRÓ-REITORIA DE ENSINO CENTRO DE REFENCIA EM FORMAÇÃO E APOIO

Leia mais

Apresentação Institucional

Apresentação Institucional Apresentação Institucional O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em 14 de setembro de 1993, pela

Leia mais

PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS

PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS PROJETO: ATITUDE POSITIVA ITAPIRAPUÃ GOIÁS Itapirapuã Goiás, 23 de março de 2010 1 INTRODUÇÃO 2 JUSTIFICATIVA 3 OBJETIVO 3.1 OBJETIVOS GERAIS 3.2 OBJETIVOS ESPECIFICOS 4 AÇÕES 5 RESULTADOS ESPERADOS 6

Leia mais

CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS LINHAS DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS

CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS LINHAS DE AÇÕES PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS CAPTAÇÃO DE RECURSOS FEDERAIS PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS 1. SECRETARIA NACIONAL DE SEGURANÇA PÚBLICA - SENASP Gestão do Conhecimento e de Informações criminais; Formação e Valorização Profissional; Implantação

Leia mais

DE JOVEM PARA JOVEM: Discutindo Juventudes, Saúde e Direitos Humanos

DE JOVEM PARA JOVEM: Discutindo Juventudes, Saúde e Direitos Humanos DE JOVEM PARA JOVEM: Discutindo Juventudes, Saúde e Direitos Humanos Carta dos jovens do território do Borel e Formiga aos profissionais de saúde e da rede intersetorial de proteção e de garantia de direitos

Leia mais

II Concurso EDUCAR PARA LIBERTAR A Educação na Prevenção e Combate ao trabalho escravo no Estado do Piauí

II Concurso EDUCAR PARA LIBERTAR A Educação na Prevenção e Combate ao trabalho escravo no Estado do Piauí II Concurso EDUCAR PARA LIBERTAR A Educação na Prevenção e Combate ao trabalho escravo no Estado do Piauí O Fórum Estadual de Erradicação e Prevenção ao Trabalho Escravo realiza em 2015 o Primeiro Concurso

Leia mais

JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS

JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS JOVEM ÍNDIO E JOVEM AFRODESCENDENTE/JOVEM CIGANO E OUTRAS ETNIAS OBJETIVOS E METAS 1. Assegurar com políticas públicas e programas de financiamento o direito dos jovens índios, afrodescendentes, camponeses

Leia mais

É hora de celebrar! No mês de dezembro mais uma turma de jovens se formou em emocionante celebração M

É hora de celebrar! No mês de dezembro mais uma turma de jovens se formou em emocionante celebração M Janeiro São Paulo. Brasil www.vidajovem.org 2015 É hora de celebrar! No mês de dezembro mais uma turma de jovens se formou em emocionante celebração M ais uma turma se encerrou no mês de dezembro e como

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial

UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial UNIVERSIDADE FEDERAL DE UBERLÂNDIA FACULDADE DE EDUCAÇÃO CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Atendimento em Educação Especial RELATÓRIO DE ATIVIDADES O CEPAE Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão

Leia mais

Bola no Pé e Bíblia na Mão PLANO DE TRABALHO 2009

Bola no Pé e Bíblia na Mão PLANO DE TRABALHO 2009 ASSOCIAÇÃO BETESDA Bola no Pé e Bíblia na Mão PLANO DE TRABALHO 2009 Revisão: 30.06.2009 IDENTIFICAÇÃO ASSOCIAÇÃO BETESDA BOLA NO PÉ E BIBLIA NA MÃO Rua Cuiabá, 49 - Jardim Brasília pólo esportivo CEP

Leia mais

CIRCO: UMA PRÁTICA CORPORAL VIVENCIADA POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO. Palavras Chave: Educação Física, Ensino Médio e Circo

CIRCO: UMA PRÁTICA CORPORAL VIVENCIADA POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO. Palavras Chave: Educação Física, Ensino Médio e Circo CIRCO: UMA PRÁTICA CORPORAL VIVENCIADA POR ALUNOS DO ENSINO MÉDIO MARIA CRISTINA LOZANO Grupo de Pesquisa Educação Física FEUSP / CNPQ Este estudo é um relato de um projeto de educação física, entitulado

Leia mais

ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO

ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO ESPAÇO INCLUSIVO Coordenação Geral Profa. Dra. Roberta Puccetti Coordenação Do Projeto Profa. Espa. Susy Mary Vieira Ferraz RESUMO A inclusão é uma realidade mundial. Desde a Declaração de Salamanca em

Leia mais

Mostra de Projetos 2011. Ações para enfrentamento da AIDS nos jovens e adolescentes.

Mostra de Projetos 2011. Ações para enfrentamento da AIDS nos jovens e adolescentes. Mostra de Projetos 2011 Ações para enfrentamento da AIDS nos jovens e adolescentes. Mostra Local de: Paranavaí Categoria do projeto: I - Projetos em implantação, com resultados parciais. Nome da Instituição/Empresa:

Leia mais

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA...

EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... EMEI PROFº ANTONIO CARLOS PACHECO E SILVA PROJETO PEDAGÓGICO 2012 BRINCAR NÃO É BRINCADEIRA... JUSTIFICATIVA Desde o nascimento a criança está imersa em um contexto social, que a identifica enquanto ser

Leia mais

Campanha Clarear Relatório 1º semestre 2013

Campanha Clarear Relatório 1º semestre 2013 Campanha Clarear Relatório 1º semestre 2013 Campanha Clarear A Campanha Clarear éuma parceria da Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) e 5 entidades filantrópicas do estado, com o objetivo de viabilizar

Leia mais

PROGRAMA DE GOVERNO DUQUE BACELAR 2013/2016

PROGRAMA DE GOVERNO DUQUE BACELAR 2013/2016 PROGRAMA DE GOVERNO DUQUE BACELAR 2013/2016 UM DUQUE PARA TODOS SAÚDE Proposta de ação: - Estabelecer parceria com as redes de hospitais do SUS, para melhor atendimento da população Bacelarense. - Ampliar

Leia mais

Transformação Humana em Educação e Mediação

Transformação Humana em Educação e Mediação Transformação Humana em Educação e Mediação O Instituto Them, empresa formada por psicólogas e mediadoras, presta serviços nas áreas de gestão de conflitos e comunicação. Apresenta como diferenciais a

Leia mais

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E AS DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE FORTALEZA

A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E AS DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE FORTALEZA A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS E AS DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES DE UMA ESCOLA PÚBLICA DE FORTALEZA Gabriela de Aguiar Carvalho, UFC Orientadora: Maria José Costa dos Santos, UFC INTRODUÇÃO

Leia mais

Dia da família na escola. 13 de março de 2010

Dia da família na escola. 13 de março de 2010 1 Dia da família na escola 13 de março de 2010 Sugestões de atividades Desde 2009, o Amigos da Escola tem incentivado às escolas participantes do projeto a tornar os dias temáticos em dias da família e

Leia mais

CCR SPVias apoia maior pesquisa de hábitos culturais já feita em Sorocaba

CCR SPVias apoia maior pesquisa de hábitos culturais já feita em Sorocaba CCR SPVias apoia maior pesquisa de hábitos culturais já feita em Sorocaba Cerca de oito mil pessoas foram entrevistadas sobre os temas Cultura, Lazer e Esportes Com o patrocínio da CCR SPVias, a consultoria

Leia mais

Investimento a serviço da transformação social

Investimento a serviço da transformação social Investimento a serviço da transformação social Objetivo Central Formular, implantar e disseminar metodologias voltadas à melhoria de políticas públicas na área educacional e à avaliação de projetos sociais.

Leia mais

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado

Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Organização Curricular e o ensino do currículo: um processo consensuado Andréa Pereira de Souza Gestora da Formação Permanente na Secretaria Municipal de Educação do município de Mogi das Cruzes. Cintia

Leia mais

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade?

Perguntaram à teóloga alemã. Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Perguntaram à teóloga alemã Dorothee Sölle: Como a senhora explicaria a um menino o que é felicidade? Não explicaria, Daria uma bola para que ele jogasse... ESPORTE EDUCAÇÃO CULTURA QUALIFICAÇÃO PLACAR

Leia mais

A INCLUSÃO DIGITAL NO ENSINO DE GEOGRAFIA E A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS EM SALA DE AULA

A INCLUSÃO DIGITAL NO ENSINO DE GEOGRAFIA E A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS EM SALA DE AULA 106 A INCLUSÃO DIGITAL NO ENSINO DE GEOGRAFIA E A UTILIZAÇÃO DE MATERIAIS DIDÁTICO-PEDAGÓGICOS EM SALA DE AULA Introdução MELLO, Amarildo da Silva GRIZIO-ORITA, Edinéia Vilanova O tema inclusão digital

Leia mais

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1

A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 A ARTE E A EXPRESSÃO CORPORAL NA FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO INFANTIL 1 Ingrid Dos Santos Gonçalves 2, Sarai De Fátima Silveira De Souza 3, Andrisa Kemel Zanella 4. 1 projeto de extensão

Leia mais

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 29.04.15 EDITORIA: NOTAS E COMENTÁRIOS. Classificação: Positiva

FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 29.04.15 EDITORIA: NOTAS E COMENTÁRIOS. Classificação: Positiva FECOMÉRCIO VEÍCULO: TRIBUNA DO NORTE DATA: 29.04.15 EDITORIA: NOTAS E COMENTÁRIOS Classificação: Positiva VEÍCULO: JORNAL DE HOJE DATA: 28.04.15 EDITORIA: CIDADES Classificação: Positiva VEÍCULO: GAZETA

Leia mais

RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO

RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO RELATÓRIO DO GRUPO DE TRABALHO NO SUBTEMA PREVENÇÃO Coordenadora Deputada Aline Corrêa Membros: Deputados Áureo e William Dib Propostas do grupo de trabalho sobre prevenção A partir dos trabalhos realizados

Leia mais

DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES E ALUNOS DA EJA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA

DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES E ALUNOS DA EJA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA 27 a 30 de Agosto de 2014. DIFICULDADES ENFRENTADAS POR PROFESSORES E ALUNOS DA EJA NO PROCESSO DE ENSINO E APRENDIZAGEM DE MATEMÁTICA Resumo: MACHADO, Diana dos Santos 1 Ifes - Campus Cachoeiro de Itapemirim

Leia mais

PORTARIA SMED N 073/2012. Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação.

PORTARIA SMED N 073/2012. Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação. PORTARIA SMED N 073/2012 Dispõe sobre a transferência e utilização de recursos financeirosàs Caixas Escolares da Rede Municipal de Educação A Secretária Municipal de Educação, no uso de suas atribuições

Leia mais

GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ

GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ Experiências de Gestão: Educação e Direitos Humanos GARANTIR ÀS NOSSAS CRIANÇAS MARANHENSES O DIREITO DE APRENDER IMPLICA TRABALHAR PARA UMA POLITICA DE GESTAO EFICAZ Ana Karolina Salomão Estado do Maranhão

Leia mais

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE ARTES, HUMANIDADES E LETRAS CAHL CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE ARTES, HUMANIDADES E LETRAS CAHL CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RECÔNCAVO DA BAHIA CENTRO DE ARTES, HUMANIDADES E LETRAS CAHL CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA ESTÁGIO SUPERVISIONADO I - ATIVIDADE DE OBSERVAÇÃO ELABORAÇÃO DE DIAGNÓSTICO SOBRE

Leia mais

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE

ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE ESTATUDO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE (*) ANGELA GUADAGNIN A sociedade de forma organizada conquistou na constituição que os direitos das crianças e adolescentes fossem um dever a ser implantado e respeitado

Leia mais

O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em

O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em O Serviço Social do Transporte (SEST) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SENAT) são entidades civis sem fins lucrativos criadas em 14 de setembro de 1993, pela Lei 8.706, com a missão

Leia mais

PROGRAMA DE EXTENSÃO PROEX

PROGRAMA DE EXTENSÃO PROEX PROGRAMA DE EXTENSÃO PROEX INTRODUÇÃO A extensão universitária é, na realidade, uma forma de interação que deve existir permanentemente entre a universidade e os diversos setores da sociedade. Assim, a

Leia mais

MULHERES DA PAZ. Capacitação para cultivar a paz nas comunidades

MULHERES DA PAZ. Capacitação para cultivar a paz nas comunidades MULHERES DA PAZ Capacitação para cultivar a paz nas comunidades República Federativa do Brasil Presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva Ministério da Justiça Ministro da Justiça Tarso Genro Secretaria

Leia mais

7º Prêmio VIVALEITURA Edição Lúcia Jurema

7º Prêmio VIVALEITURA Edição Lúcia Jurema 7º Prêmio VIVALEITURA Edição Lúcia Jurema TÍTULO JUSTIFICATIVA Pontes da Leitura por Ravel Andrade de Sousa As atividades descritas neste projeto foram por mim realizadas na Sala de Leitura, a partir do

Leia mais

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI

Sumário Executivo. Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Sumário Executivo Pesquisa Quantitativa de Avaliação do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil PETI Fundação Euclides da Cunha FEC/Data UFF Secretaria de Avaliação e Gestão da Informação Ministério

Leia mais

CONCERTOS BANRISUL PARA JUVENTUDE

CONCERTOS BANRISUL PARA JUVENTUDE APRESENTAÇÃO O Banrisul é agente viabilizador de iniciativas comunitárias, valorizando e apoiando atitudes que impactam sobre a qualidade de vida da comunidade gaúcha. Confirmando o seu compromisso histórico

Leia mais

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO: ELABORAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PROJETOS PEDAGÓGICOS NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO: ELABORAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PROJETOS PEDAGÓGICOS NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO: ELABORAÇÃO E UTILIZAÇÃO DE PROJETOS PEDAGÓGICOS NO PROCESSO DE ENSINO APRENDIZAGEM Resumo Gisele Gomes Avelar Bernardes- UEG 1 Compreendendo que a educação é o ponto chave

Leia mais

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013

9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO ESPERANÇA BRASIL OSCIP ORGANIZAÇÃO DA SOCIEDADE CIVIL DE INTERESSE PÚBLICO 9 anos acreditando na comunidade! 05.05 - RELATÓRIO GERAL DE ATIVIDADES 2012 / 2013 Janeiro de 2014.

Leia mais

ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013

ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013 LEGENDA: EM VERMELHO O QUE INCLUÍMOS NO FÓRUM EJA / RJ DE 17/6/2013 ILUMINADO DE AMARELO PROPOSTA DO FÓRUM PARANAENSE, INCORPORADA NA DISCUSSÃO DO FÓRUM EJA/RJ DE 17/6/2013 ILUMINADO DE VERDE PROPOSTA

Leia mais

EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS

EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS EIXO II EDUCAÇÃO E DIVERSIDADE: JUSTIÇA SOCIAL, INCLUSÃO E DIREITOS HUMANOS PROPOSIÇÕES E ESTRATÉGIAS 1. Assegurar, em regime de colaboração, recursos necessários para a implementação de políticas de valorização

Leia mais