PORTARIA SAT Nº 1.376, de (DOE de )

Save this PDF as:
 WORD  PNG  TXT  JPG

Tamanho: px
Começar a partir da página:

Download "PORTARIA SAT Nº 1.376, de 18.02.2002 (DOE de 20.02.2002)"

Transcrição

1 PORTARIA SAT Nº 1.376, de (DOE de ) Dispõe sobre a substituição do formulário Termo de Verificação Fiscal/Termo de Apreensão, disciplina o seu uso, e dá outras providências. PUBLICADA NO DOE DE , PRODUZINDO EFEITOS A PARTIR DE 1º REPUBLICADO POR INCORREÇÃO NO DOE DE O SUPERINTENDENTE DE ADMINISTRAÇÃO TRIBUTÁRIA, no uso de suas atribuições, e tendo em vista a necessidade de rever o formulário Termo de Verificação Fiscal/Termo de Apreensão, adequando-o às alterações implementadas na legislação tributária estadual com o advento da Lei Complementar (federal) n. 87, de 13 de setembro de 1996, RESOLVE: Art. 1º Esta Portaria dispõe sobre a substituição do formulário Termo de Verificação Fiscal/Termo de Apreensão (TVF/TA), conforme o modelo constante do Anexo I, sobre o seu uso e preenchimento, e sobre a instituição de codificações para a descrição de infração e para o enquadramento de infração e penalidade, conforme consta do Anexo III. Art. 2º O TVF/TA deve ser lavrado, imediata e obrigatoriamente, nos flagrantes de inobservância das obrigações principal e acessórias previstas na legislação tributária, ainda que o sujeito passivo opte pelo pagamento imediato do respectivo crédito tributário: I - quando haja a necessidade da apreensão de bens, mercadorias e documentos, com o preenchimento dos campos respectivos no verso do documento; II - mediante preenchimento apenas do anverso do documento, quando seja necessária a constatação da irregularidade fiscal, para marcar o início de procedimento posterior de cobrança ou fiscalização em profundidade, nos casos: a) em que não haja flagrante de irregularidade fiscal, mas somente o lançamento ex-officio do imposto (diferencial de alíquotas devido pelo produtor rural, imposto devido por substituição tributária, quando nem o remetente nem o destinatário sejam autorizados a recolher o imposto no prazo do calendário fiscal ou situações similares previstas na legislação); b) em que haja flagrante de irregularidade fiscal, mas esta ainda dependa de confirmação, através de diligência posterior do Fisco ou seja passível de elisão, através de providência saneadora do contribuinte ou responsável, no prazo assinalado pela autoridade fiscal;

2 c) em que haja flagrante inequívoco de irregularidade fiscal, mas não se revele necessário proceder à cobrança imediata do imposto e penalidades ou a apreensão de mercadorias e não seja possível ou recomendável a lavratura imediata de Auto de Lançamento e de Imposição de Multa (ALIM) ou Termo de Transcrição de Débitos (TTD), a critério da autoridade fiscal responsável pelo procedimento. 1º No caso de apreensão de bens, mercadorias e documentos, a lavratura do TVF/TA deve atender ao art. 140, com as cautelas dos arts. 139, 141, 142 e 143, todos da parte geral do Regulamento do ICMS (RICMS), aprovado pelo Decreto n , de 18 de setembro de º O documento estadual de arrecadação (DAEMS), emitido para quitação do crédito tributário exigido, deve consignar o número e a data do respectivo TVF/TA. Art. 3º Os formulários de TVF/TA serão fornecidos pela Coordenadoria de Fiscalização de Mercadorias em Trânsito (COFIMT), mediante carga, ficando os destinatários responsáveis pelo seu uso, guarda e destinação. Art. 4º O TVF/TA pode ser preenchido por processo manual, mecânico ou eletrônico, com numeração tipográfica ou eletrônica, conforme o caso. 1º Para o preenchimento por processo manual ou mecânico, será confeccionado formulário plano, série A, com numeração tipográfica. 2º Para o preenchimento por processamento eletrônico, será utilizado formulário contínuo, numerado eletronicamente, sem distinção por série. destinação: Art. 5 o O TVF/TA deve ser lavrado em cinco vias, com a seguinte I - 1 a via processo: ressalvado o disposto no parágrafo único, deve ser encaminhada à Unidade Gestora de Controle de Transportadoras em Campo Grande, para formação de processo, e: a) relativamente aos TVFs/TAs de contribuinte estabelecido no Município de Campo Grande, cobrança do crédito tributário e demais providências necessárias à solução do feito fiscal, inclusive remessa à Unidade Gestora Regional Centro-Norte para a lavratura de ALIM ou TTD, se necessário; b) nos casos de contribuinte estabelecido nos demais municípios, encaminhamento às Unidades Gestoras de Controle de Transportadoras onde houver ou à Agência Fazendária do respectivo Município de domicílio fiscal, para: 1 - cobrança do crédito tributário e retorno à Unidade Gestora de Controle de Transportadoras em Campo Grande, para homologação e baixa; 2 - esgotado o prazo regulamentar, sem que ocorra o pagamento ou o saneamento da irregularidade, remessa para a Unidade Gestora Regional de Fiscalização a que estiver vinculado o Município de domicílio fiscal do contribuinte, para lavratura de ALIM ou TTD;

3 II 2 a via contribuinte: entregue ao contribuinte ou ao transportador, na pessoa dos respectivos representantes legais; III 3 a via COFIMT: deve ser encaminhada à COFIMT, no prazo de quarenta e oito horas, contado da data da lavratura, para registro e remessa, no prazo de até setenta e duas horas, à Coordenadoria de Monitoramento Fiscal, para processamento observado o disposto no artigo 6º; IV 4 a via depositário: entregue ao depositário; V 5ª via arquivo do órgão emitente. Parágrafo único. Quando a Unidade emitente ou as Unidades Gestoras de Fiscalização de Trânsito tiverem acesso ao Sistema de Protocolo Integrado, cabe a elas formar o processo e encaminhá-lo à Unidade Gestora de Controle de Transportadoras em Campo Grande, para as providências de que tratam as alíneas a e b do inciso I. Art. 6 o A Coordenadoria de Monitoramento Fiscal deve manter em banco de dados, disponível a todos os órgãos da Secretaria de Estado de Receita e Controle, os dados constantes dos TVFs/TAs que lhe forem encaminhados para processamento. Art. 7º No preenchimento do TVF/TA deve-se observar: I - A identificação, se Termo de Verificação Fiscal ou Termo de Apreensão, mediante a anotação de um X no quadro correspondente; II - Quadro 1 CIRCUNSCRIÇÃO FISCAL, DATA E HORA: Identificar o Posto Fiscal, Serviço de Fiscalização Volante ou Serviço Especial de Fiscalização, seguido da respectiva circunscrição fiscal, a data e hora da ocorrência ou verificação da infração fiscal; III - Quadro 2 - IDENTIFICAÇÃO DO REMETENTE DA MERCADORIA: Informar, nos campos próprios, o nome do remetente da mercadoria, números da Inscrição Estadual e do CNPJ, endereço completo e telefone. Quando o remetente for pessoa física, informar os números do RG e do CPF; IV - Quadro 3 - IDENTIFICAÇÃO DO DESTINATÁRIO DA MERCADORIA: Informar, nos campos próprios, o nome do destinatário da mercadoria, números da Inscrição Estadual e do CNPJ, endereço completo e telefone. Quando o destinatário for pessoa física, informar os números do RG e do CPF; V - Quadro 4 - IDENTIFICAÇÃO DO TRANSPORTADOR: Informar, nos campos próprios, o nome do transportador, números da Inscrição Estadual e do CNPJ, endereço completo e telefone, o nome e números do RG e do CPF do motorista e a placa do veículo. Quando o transportador for pessoa física, informar os números do RG e do CPF; VI - Quadro 5 NOTAS FISCAIS: Informar, nos campos próprios, o número, série e data da Nota Fiscal, os valores total das mercadorias e do ICMS nela destacado e as respectivas somas; VII Quadro 6 - DESCRIÇÃO DAS INFRAÇÕES, ENQUADRAMENTOS DAS INFRAÇÕES E ENQUADRAMENTO DAS PENALIDADES:

4 a) DESCRIÇÃO DAS INFRAÇÕES: 1 - quando o fato ocorrido for um daqueles descritos no Anexo III, preencher com o respectivo código e descrição; 2 - quando o fato ocorrido não for daqueles descritos no Anexo III, descrevê-lo, resumidamente, de forma clara e objetiva; b) ENQUADRAMENTO DAS INFRAÇÕES: 1 - quando o fato ocorrido for um daqueles descritos no Anexo III, preencher com o respectivo código e descrição; 2 - quando o fato ocorrido não for daqueles descritos no Anexo III, identificar os dispositivos regulamentares infringidos; c) ENQUADRAMENTO DAS PENALIDADES: 1 - quando o fato ocorrido for um daqueles descritos no Anexo III, preencher com o respectivo código e descrição; 2 - quando o fato ocorrido não for daqueles descritos no Anexo III, identificar os dispositivos regulamentares que especificam a penalidade aplicável; VIII Quadro 7 - DEMONSTRATIVO DO CRÉDITO TRIBUTÁRIO: Informar, nos campos próprios, o valor das mercadorias, do valor agregado e da base de cálculo; a alíquota aplicada e o valor do ICMS; os valores do crédito de origem, do ICMS a recolher e da multa aplicada, e a soma do ICMS e da multa a serem recolhidos; IX Quadro 8 - SOLUCIONADO PELO DOCUMENTO OU POR: Deixar em branco. Será preenchido no ato da liquidação, com o número e a data do DAEMS; ou no ato da lavratura de ALIM ou TTD, com o número e a data destes. Se a solução se der por leilão, doação ou despacho fundamentado, essa circunstância deve ser destacada marcando-se um "X" no quadro correspondente e anotando-se a data da sua ocorrência. Tanto num caso como noutro será informada a Circunscrição Fiscal e o nome e a matrícula do funcionário que emitiu o DAEMS ou procedeu a lavratura do ALIM ou TTD, ou ainda que registrou a solução dada por outro meio; X Quadro 9 INTIMAÇÃO: Identificar: a) o responsável pelo crédito tributário, indicando, conforme o caso, o remetente, destinatário ou o transportador, especificando o quadro onde consta os seus dados; b) o prazo para recolhimento dos valores devidos, ou para apresentação de prova de imunidade, isenção ou não incidência, ou, ainda, para requerer autuação fiscal, sem prejuízo das demais providências prescritas no art. 149 do RICMS; XI Quadro 10 - AGENTE(S) DO FISCO, CARGO, MATRÍCULA E ASSINATURA(S): Informar, nos campos próprios, o(s) nome(s) do(s) agente(s) fiscal(is) e respectivo(s) número(s) de matrícula, assinando na linha correspondente ao respectivo nome;

5 XII Quadro 11 - CONTRIBUINTE OU REPRESENTANTE LEGAL, CARGO, DATA E ASSINATURA: Observados os campos próprios, identificar a pessoa que tomou ciência do procedimento, anotando o respectivo nome e cargo, e obtendo sua assinatura. Quando se tratar de procurador, juntar cópia da procuração; XIII Quadro 12 - TERMO DE APREENSÃO: Discriminar os bens, mercadorias ou documentos apreendidos, enumerando-os por item, a partir de 001, e identificando, no mínimo, as quantidades e descrição dos bens e mercadorias, e o número, data e emissor dos documentos. Quando o espaço for insuficiente, relacionar na folha de continuação constante do Anexo II, a qual deve conter o número do respectivo TVF/TA, fazendo menção neste quadro da quantidade de folhas e itens; XIV Quadro 14 - DETENTOR DO OBJETO NO MOMENTO DA APREENSÃO: Informar, nos campos próprios, o nome do detentor do objeto no momento da apreensão, o número do RG e o órgão emissor e o número de inscrição no CNPJ/CPF, obtendo sua assinatura; XV Quadro 15 - TERMO DE DEPÓSITO E DE RESPONSABILIDADE: Informar, nos campos próprios, o nome do depositário, o número do RG e o órgão emissor, o número de inscrição no CNPJ/CPF e o endereço completo e telefone, obtendo sua assinatura; XVI Quadro 16 - INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES: Informar o valor, em UFERMS, das despesas de apreensão e depósito, inclusive carga e descarga, a ser pago, por dia, como condição para liberação dos bens, mercadorias ou documentos apreendidos; XVII Quadro 17 - OBSERVAÇÕES GERAIS E DESPACHO DE LIBERAÇÃO: Reservado para as informações que se fizerem necessárias e despacho de liberação dos bens, mercadorias ou documentos apreendidos; XVIII Quadro 18 - TERMO DE DEVOLUÇÃO E RECEBIMENTO: No ato da devolução, informar, nos campos próprios, o nome do recebedor do bem, mercadoria ou documento apreendido, o número do RG e o órgão emissor e o número de inscrição no CNPJ/CPF, obtendo sua assinatura. Art. 8º Após o esgotamento dos prazos regulamentares (art. 148 do RICMS), sem que ocorra o pagamento, o saneamento da irregularidade ou um dos procedimentos de liberação e devolução dos bens, mercadorias ou documentos apreendidos (art. 149 do RICMS), o crédito tributário será exigido através da lavratura de ALIM ou TTD, conforme o caso, por agente do fisco do domicílio fiscal do contribuinte. Art. 9º Quando da lavratura de ALIM ou TTD, originado de TVF/TA, deve ser informado: I - no ALIM, no campo - DESCRIÇÃO DAS INFRAÇÕES E PENALIDADES: o número e a data do TVF/TA, na parte superior, antes de descrever as infrações; II - no TTD, no campo INFORMAÇÕES COMPLEMENTARES (verso): o número e a data do TVF/TA, na parte superior, antes de descrever os elementos de convicção para a exigência do crédito tributário.

6 Art. 10. O processo originado do TVF/TA será apensado ao do ALIM ou TTD, devendo a AGENFA comunicar essa providência à COFIMT, por meio de ofício, devidamente acompanhado de cópia do TVF/TA e do ALIM ou TTD, no prazo de cinco dias contados da ocorrência, para fins de baixa do TVF/TA. Art. 11. Solucionado o processo do TVF/TA antes da lavratura de ALIM ou TTD, pelo pagamento, o saneamento da irregularidade ou um dos procedimentos de liberação e devolução dos bens, mercadorias ou documentos apreendidos (art. 149 do RICMS), o processo deve ser encaminhado à COFIMT, para fins de baixa e arquivo. Art. 12. As repartições fazendárias e os agentes do fisco devem encaminhar à Coordenadoria de Monitoramento Fiscal, no prazo de quarenta e oito horas, contado da data da expedição do documento, para processamento, uma via das notificações, intimações e outros documentos da mesma natureza expedidos para a cobrança de crédito tributário, acompanhada, quando for o caso, do DAEMS correspondente ao respectivo pagamento. Art. 13. Ficam revogadas as Portarias/SAT n. 817, de 7 de janeiro de 1993, e n.1.329, de 10 de novembro de Art. 14. Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 1º de março de Campo Grande, 18 de fevereiro de JOSÉ RICARDO PEREIRA CABRAL Superintendente de Administração Tributária

7 ANEXO III À PORTARIA/SAT N , DE 18 DE FEVEREIRO DE Códigos de Descrição das Infrações e de Enquadramento das Infrações e das Penalidades DESCRIÇÃO DAS INFRAÇÕES ENQUADRAMENTO DA INFRAÇÃO ENQUADRAMENTO DA PENALIDADE Cód. Descrição Cód. Descrição Cód. Descrição Mercadoria desacompanhada de documentação fiscal 01 Art. 90, I Lei 1.810/97 [CTE] Confeccionada sem AIDF 20 Art. 93, I Lei 1.810/97 [CTE] [CTE], c/c Anexo XV Art. 17 e 18 do RICMS Dec. 9203/ Foi utilizada para fraude comprovada 21 Art. 93, II Lei 1.810/97 [CTE] Consignou transmitente fictício 22 Art. 93, III Lei 1.810/97 [CTE] Destinatário diverso daquele que registrou 23 Art. 93, IV Lei 1.810/97 [CTE] Foi emitida após o cancelamento da inscrição 24 Art. 93, V Lei 1.810/97 [CTE] Flagrante inobservância demais normas controle obrigações acessórias 25 Art. 93, VI Lei 1.810/97 [CTE] Embaraço ou dificultação à Fiscalização UFERMS 31 Art. 90, II, 3º e 4º Lei 1.810/97 [CTE] 112 Art. 117, IX, a da Lei Falta de Autorização para porte e/ou emissão de documentação Fiscal 47 Art. 93, I - Casos Posse Documentos, Blocos, Talões 042 Art. 117, IV, m da Lei Entrega em local diverso da documentação fiscal 23 Art. 93, IV Lei 1.810/97 [CTE] Contribuinte Sujeito à Inscrição, porem NÃO INSCRITO no CCE 38 Art. 60, I - Não se inscreveu no Cadastro Contribuintes do Estado, antes de Iniciar suas Atividades 061 Art. 117, VI, a c/c 117, III, a da Lei Mercadoria Acobertada por NF com prazo de validade Vencido e não Revalidado 43 Art. 1º do Subanexo V do Anexo XV do RICMS 043 Art. 117, IV, n da Lei Diferença de Preço (Subfaturamento) - Emitiu ou recebeu Mercadoria ou Prest Serviço SUBFATURADO 42 artigo 20 Lei 1.810/97 [CTE] 036 Art. 117, IV, f da Lei Diferença de Preço (Subfaturamento) - Pagou ICMS destacado com Mercadoria / Serviço SUBFATURADO 41 artigo 20 Lei 1.810/97 [CTE] 011 Art. 117, I, l da Lei Falta de mercadorias em relação a documentação fiscal Art. 93, II e IV Lei 1.810/97 [CTE] c/c Art. 28 Anexo XV 032 Art. 117, IV, b da Lei

8 Operação Documentada por NF de Venda a Consumidor de outra localidade 25 Art. 93, VI Lei 1.810/97 [CTE] Operação Documentada por Nota Fiscal com Alíquota Incorreta 34 Art. 41 e Art. 42 Lei 1.810/97 [CTE] 002 Art. 117, I, b da Lei Operação ou Prestação Acobertada por Documento Fiscal (NF ou CTRC) SEM DESTAQUE do imposto 54 Art. 21 Do Anexo XV, Inciso XI do RICMS - Destaque do ICMS Art. 117, IV, e da Lei Operação ou Prestação Acobert por Doc. Fiscal FALTA INDICAÇÃO LEG. QUE DISPENSA O PAGTO DO IMPOSTO 59 Art. 5º do Anexo XV, do RICMS Omissão de indicação de dispositivo legal em Doc. Fiscal Art. 117, IV, e da Lei Mercadoria destinada a Contribuinte INADIMPLENTE com o ICMS MÍNIMO. 39 Art. 84, II; Art. 115, VI da Lei 1810/97; c/c Decreto 8986/97 e 9124/ Não Aplicável Mercadoria destinada a Contribuinte INADIMPLENTE com o ICMS GARANTIDO. 40 Art. 84, II; Art. 115, VI da Lei 1810/97; c/c Decreto / Não Aplicável Falta do Documento de Arrecadação Mercadorias 45 art. 8º, I e 12 do Decreto 9.376/98 c/c art. 1º do Anexo VIII RICMS. 019 Art. 117, I, t da Lei Falta do Documento de Arrecadação Prestação Serviços de Transporte 46 art. 2º, I Decreto 9.381/ Art. 117, I, t da Lei Reaproveitamento (Reutilização) de Documentos Fiscais 48 Art. 90, I c/c Art. 93, II Lei 1.810/97 - Por Reutilização Documentos em mais de uma operação 012 Art. 117, I, m da Lei Mercadoria desacompanhada de Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas 53 Art. 90, I Lei 1.810/97 [CTE] - Caso de Conhecimento de Transporte Rodoviário Cargas 029 Art. 117, III, c da Lei Apresentação Documentos Fiscais Após inicio dos Procedimentos de Fiscalização 31 Art. 90, II, 3º e 4º Lei 1.810/97 [CTE] 112 Art. 117, IX, a da Lei Falta da Primeira Via da Nota Fiscal - Casos de Imunidade, Isenção ou Não Incidência - Op. INTERNA 49 Art. 90, I c/c Art. 93, II e VI Lei 1.810/97 c/c Art.22 Anx 15- Falta 1a. Via Nota Fiscal INTERNA Falta da Primeira Via da Nota Fiscal - Casos de Incidência do ICMS - Operação INTERNA 49 Art. 90, I c/c Art. 93, II e VI Lei 1.810/97 c/c Art.22 Anx 15- Falta 1a. Via Nota Fiscal INTERNA Falta de Qualquer Via de Documento Fiscal (NF ou Conhecimento Transp.) EXCETO 1a. VIA -Op INTERNA 51 Art. 90, I Lei 1.810/97 c/c Art.22 Anx 15- Falta Via da Nota Fiscal, - OPERAÇÃO INTERNA Art. 117, IV, e da Lei Falta de Qualquer Via de Documento Fiscal (NF ou Conhecimento Transp.) EXCETO 1a. VIA -Op INTERESTAD 52 Art. 90, I Lei 1.810/97 c/c Art.23 Anx 15- Falta Via da Nota Fiscal OPERAÇÃO INTERESTADUAL Art. 117, IV, e da Lei Mercadoria Destinada a Contribuinte com Inscrição Suspensa ou Baixada 55 art. 60 da Lei 1.810/97 [CTE] c/c arts. 9º e 21 do Anexo IV RICMS. 061 Art. 117, VI, a c/c 117, III, a da Lei 37- Mercadoria Destinada a 56 art. 60 da Lei 1.810/97 [CTE] c/c 061 Art. 117, VI, a c/c

9 Contribuinte com Inscrição Cancelada art. 39, par. 1.º, I e II do Anexo IV ao RICMS. 117, III, a da Lei Venda Ambulante 57 art. 242 da parte geral c/c art. 63 do Anexo XV - RICMS. Art. 117, IV, e da Lei Falta da Primeira Via da Nota Fiscal - Casos de Imunidade, Isenção ou Não Incidência - Op. INTERESTADUAL 50 Art. 90, I c/c Art. 93, II e VI Lei 1.810/97 c/c Art.23 Anx 15 Falta 1a. Via Nota Fiscal INTEREST Falta da Primeira Via da Nota Fiscal - Casos de Incidência do ICMS - Operação INTERESTADUAL 50 Art. 90, I c/c Art. 93, II e VI Lei 1.810/97 c/c Art.23 Anx 15 Falta 1a. Via Nota Fiscal INTEREST Falta de Pagamento do ICMS por Diferencial de Alíquota - PRODUTOR RURAL 61 Incidência ICMS Conf. Art. 5º, VI Lei 1810/97 c/c Art. 256 e Art. 75 do RICMS (PRODUTOR RURAL) 116 Não Aplicável Falta de Pagamento do ICMS por Diferencial de Alíquota - COMERCIO, IND, SERVIÇOS 62 Incidência ICMS Conf. Art. 5º, VI Lei 1810/97 c/c Art. 252, II (COMERCIO, INDUSTRIA E SERVIÇOS) 116 Não Aplicável Substituição Tributaria 100 Art. 49 e 50 Lei 1.810/97;Art.75 RICMS, Anexo III do RICMS, Decreto /2000;Decreto / Não Aplicável OBSERVAÇÕES: As principais Descrições das Infrações estão codificadas em apenas 38 códigos. Para esses 38 códigos de Descrições das Infrações, devem ser utilizados em separado os respectivos enquadramentos legais, que se divide em Enquadramento da Infração e Enquadramento da Penalidade. Se o fato ocorrido for compatível com a Descrição da Infração, Enquadramento da Infração e Enquadramento da Penalidade prédefinidos na tabela, o agente do Fisco deve fazer constar no TVF/TA apenas os dois primeiros dígitos da codificação da Descrição da Infração, ou seja: CÓDIGO: 01 Exemplo: DESCRIÇÃO DAS INFRAÇÕES Cód. Descrição Mercadoria desacompanhada de documentação fiscal Constando apenas os dois primeiros dígitos, o sistema entenderá que se pretende aplicar o seguinte: 01- Mercadoria desacompanhada de documentação fiscal 01- Art. 90, I Lei 1.810/97 [CTE] /97 [CTE].

10 Ao usar um dos códigos de Descrição da Infração, o agente do Fisco pode, a seu critério, usar outros códigos de Enquadramento da Infração e de Enquadramento da Penalidade. Neste caso deverá informar o código completo. Exemplo: 08-XX-XXX O agente do Fisco pode utilizar quantos códigos de Descrição da Infração desejar, para o mesmo TVF/TA.

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010

DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 DECRETO Nº 31.246, DE 12 DE JANEIRO DE 2010 DODF de 13.01.2010 Altera o Decreto nº 18.955, de 22 de dezembro de 1997, que regulamenta o Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre

Leia mais

PROCEDIMENTOS NO TRÂNSITO DE MERCADORIAS

PROCEDIMENTOS NO TRÂNSITO DE MERCADORIAS ICMS - MS RESUMO DE PROCEDIMENTOS NO TRÂNSITO DE MERCADORIAS Para localizar tecle: Ctrl + L Legislação com Links Índice Rápido Trata-se de um roteiro de procedimentos fiscais mais comuns que ocorrem no

Leia mais

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011

DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 DECRETO Nº. 1336/11, DE 01 DE SETEMBRO DE 2011 Regulamenta a Lei Complementar nº. 92/07 de 13 de Dezembro de 2007, que dispõe sobre o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) - que altera o sistema

Leia mais

RESOLUÇÃO N 4306, DE 8 DE ABRIL DE 2011.

RESOLUÇÃO N 4306, DE 8 DE ABRIL DE 2011. RESOLUÇÃO N 4306, DE 8 DE ABRIL DE 2011. Esta Resolução dispõe sobre a apuração e entrega de documentos relativos ao Valor Adicionado Fiscal, para efeitos de distribuição da parcela do ICMS pertencente

Leia mais

DECRETO Nº 7.678. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA:

DECRETO Nº 7.678. O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: DECRETO Nº 7.678 O GOVERNADOR DO ESTADO DO PARANÁ, no uso das atribuições que lhe confere o art. 87, inciso V, da Constituição Estadual, DECRETA: Art. 1º. Ficam introduzidas no Regulamento do ICMS, aprovado

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE AGOSTO 1999

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE AGOSTO 1999 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10, DE 31 DE AGOSTO 1999 Publicado no DOE(Pa) de 02.09.99. Aprova modelo de formulários e dá outras providências. A Secretaria Executiva da Fazenda, no uso de suas atribuições legais,

Leia mais

PARECER UNATRI/SEFAZ Nº 1284/2005

PARECER UNATRI/SEFAZ Nº 1284/2005 ASSUNTO: Saídas com fim específico de exportação CONCLUSÃO: Na forma do parecer A empresa, acima identificada, solicita esclarecimentos acerca de saídas com fim específico de exportação, relativamente

Leia mais

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012.

PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. PUBLICADO NO ÓRGÃO OFICIAL DO MUNICÍPIO Nº 1750 DO DIA 06/08/2012. DECRETO N 1427/2012 Regulamenta a Lei municipal nº 8748/2010, que institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica (NFS-e) e dá outras providências.

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 008/2010/GAB/CRE Porto Velho, 10 de setembro de 2010. PUBLICADO NO DOE Nº 1621, DE 25.11.10 Regulamenta a emissão do Atestado de Condição de Contribuinte do ICMS. O COORDENADOR-GERAL

Leia mais

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO.

ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. ANEXO 30 PROCEDIMENTOS ADOTADOS PELO DEPOSITÁRIO ESTABELECIDO EM RECINTO ALFANDEGADO. Acrescentado pelo Decreto 24.441 de 14 de agosto de 2008. Publicado no DOE de 14.08.2008 Convênio ICMS nº 143/02 e

Leia mais

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DA DEFINIÇÃO DE MICROEMPRESA SOCIAL

ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR CAPÍTULO I DISPOSIÇÕES PRELIMINARES CAPÍTULO II DA DEFINIÇÃO DE MICROEMPRESA SOCIAL ESTADO DE ALAGOAS GABINETE DO GOVERNADOR LEI Nº 6.559, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2004 Publicada no DOE em 31 de dezembro de 2004 DISPÕE SOBRE A MICROEMPRESA SOCIAL, ESTABELECENDO TRATAMENTO TRIBUTÁRIO DIFERENCIADO,

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0027, DE 10 DE SETEMBRO DE 2002

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0027, DE 10 DE SETEMBRO DE 2002 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 0027, DE 10 DE SETEMBRO DE 2002 Publicado no DOE(Pa) de 11.09.02. Dispõe sobre a instituição do documento Passe Fiscal de Mercadoria, para fins de controle de mercadorias em trânsito

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DA FAZENDA COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL RESOLUÇÃO CONJUNTA Nº 012/99/SEFAZ/CRE Porto Velho, 07 de junho de 1999. PUBLICADA NO DOE Nº 4269, DE 21/06/99

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO

PREFEITURA MUNICIPAL DE ITAPOÁ CHEFIA DE GABINETE DO PREFEITO DECRETO MUNICIPAL Nº 1388/2011 Data: 27 de outubro de 2011 INSTITUI A NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS - NF-E NO MUNICÍPIO DE ITAPOÁ. ERVINO SPERANDIO, Prefeito Municipal de Itapoá (SC),

Leia mais

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS

MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS GOVERNO DO ESTADO DE MATO GROSSO DO SUL SECRETARIA DE ESTADO DE FAZENDA AUDITORIA-GERAL DO ESTADO COORD. DE PROCEDIMENTOS E CAPACITAÇÃO MANUAL DE ORIENTAÇÃO ICMS - COMPRAS GOVERNAMENTAIS Elaboração: Adhemar

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA SECRETARIA DE ESTADO DE FINANÇAS COORDENADORIA DA RECEITA ESTADUAL GETRI GERÊNCIA DE TRIBUTAÇÃO Assunto : Consulta PARECER Nº. 195/2007/GETRI/CRE/SEFIN EMENTA: consulta alteração de termo de depositário de mercadorias e bens competência primária do auditor fiscal autuante. O Gerente de Tributação

Leia mais

INSTRUÇÃO SOBRE A INCORPORAÇÃO DO FRETE FOB À BASE DE CÁLCULO DO ICMS ANTECIPADO, CONF. PREVISTO NO RICMS/RN

INSTRUÇÃO SOBRE A INCORPORAÇÃO DO FRETE FOB À BASE DE CÁLCULO DO ICMS ANTECIPADO, CONF. PREVISTO NO RICMS/RN 1 INSTRUÇÃO SOBRE A INCORPORAÇÃO DO FRETE FOB À BASE DE CÁLCULO DO ICMS ANTECIPADO, CONF. PREVISTO NO RICMS/RN O sistema de registro de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e) da Secretaria de Tributação efetua

Leia mais

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628

Quarta-feira, 14 de Maio de 2014 N 628 LEI N 812 de 12 de maio de 2014. Institui a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica - NFS-e, a Ferramenta de Declaração Eletrônica de Serviços - DES, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE GUAPIMIRIM,,

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS Procuradoria Geral DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011.

PREFEITURA MUNICIPAL DE OURO BRANCO ESTADO DE MINAS GERAIS Procuradoria Geral DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011. DECRETO Nº 6.487, DE 27 DE OUTUBRO DE 2011. REGULAMENTA A UTILIZAÇÃO DA NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NFSE E DECLARAÇÃO FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE OURO BRANCO, E DÁ OUTRAS PRIVIDÊNCIAS.

Leia mais

DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006

DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006 DECRETO Nº 47.350, DE 6 DE JUNHO DE 2006 Regulamenta a Lei nº 14.097, de 8 de dezembro de 2005, que institui a Nota Fiscal Eletrônica de Serviços e dispõe sobre a geração e utilização de créditos tributários

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.245/2015-GSF, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015.

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.245/2015-GSF, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015. INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 1.245/2015-GSF, DE 23 DE DEZEMBRO DE 2015. Altera a Instrução Normativa nº 946/09 - GSF, que dispõe sobre o Cadastro de Contribuintes do Estado de Goiás- CCE. A SECRETÁRIA DE ESTADO

Leia mais

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Conhecimento de Transporte Eletrônico Estado Bahia

Parecer Consultoria Tributária Segmentos Conhecimento de Transporte Eletrônico Estado Bahia 22/10/2013 Sumário Título do documento 1. Questão... 3 2. Normas Apresentadas pelo Cliente... 3 3. Análise da Consultoria... 3 3.1. Ajuste Sinief nº09/2007... 3 3.2. Resolução n 95/1966... 5 3.3. Lei nº

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 13450, DE 13 DE FEVEREIRO DE 2008 PUBLICADO NO DOE Nº 0936, DE 15.02.2008 Incorpora alterações oriundas da 127ª reunião ordinária, da 108ª, 112ª e 113ª reuniões extraordinárias do CONFAZ, e

Leia mais

DECRETO Nº 12.677, DE 11 DE JULHO DE 2007. Publicado no DOE n 131, de 12/07/2007

DECRETO Nº 12.677, DE 11 DE JULHO DE 2007. Publicado no DOE n 131, de 12/07/2007 REVOGADO PELO DECRETO 13.501, DE 23/12/2008 *Ver Decreto 13.500/2008 DECRETO Nº 12.677, DE 11 DE JULHO DE 2007. Publicado no DOE n 131, de 12/07/2007 Regulamenta o disposto no inciso II, caput, e nos 1º

Leia mais

ANEXO V. DOS DOCUMENTOS E LIVROS FISCAIS (a que se referem os artigos 130, 131 e 160 deste Regulamento) SUMÁRIO

ANEXO V. DOS DOCUMENTOS E LIVROS FISCAIS (a que se referem os artigos 130, 131 e 160 deste Regulamento) SUMÁRIO RICMS (Decreto nº 43.080/2002) Anexo V ANEXO V DOS DOCUMENTOS E LIVROS FISCAIS (a que se referem os artigos 130, 131 e 160 deste Regulamento) SUMÁRIO ARTIGOS PARTE 1 DAS DISPOSIÇÕES RELATIVAS AOS DOCUMENTOS

Leia mais

ABC DA PORTARIA CAT 153/2011

ABC DA PORTARIA CAT 153/2011 ABC DA PORTARIA CAT 153/2011 1. O que é o Sistema e-credrural? - É um sistema informatizado instituído por meio da Portaria CAT 153/2011, disponibilizado no endereço eletrônico www.fazenda.sp.gov.br, para

Leia mais

PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014.

PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina. Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014. PRODUTOR PRIMÁRIO - Apuração e Recolhimento do ICMS em Santa Catarina Matéria elaborada com base na legislação vigente em: 17.07.2014. Sumário: 1 - INTRODUÇÃO 2 - PRODUTOR PRIMÁRIO 2.1 - Extensão da Atividade

Leia mais

DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO, no uso de suas atribuições legais,

DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO, no uso de suas atribuições legais, DECRETO Nº 5627, de 10 de janeiro de 2013. Introduz as alterações que menciona no Decreto Municipal nº 1751/2004, de 29 de junho de 2004 e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE NOVO HAMBURGO,

Leia mais

RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM.

RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM. RESOLUÇÃO : Nº 31/11 CÂMARA DE JULGAMENTO SESSÃO : 44ª EM: 22/07/2011 PROCESSO : Nº 0132/2010 RECORRENTE : DIVISÃO DE PROCEDIMENTOS ADM. FISCAIS RECORRIDO : A MESMA INTERESSADO : AUTUANTES : GIVALDO RAMOS/

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA

GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA GOVERNO DO ESTADO DO TOCANTINS SECRETARIA DA FAZENDA PORTARIA SEFAZ N o 424, de 30 de março de 2010. Anexo I Anexo II Anexo III Dispõe sobre os procedimentos de lacração inicial do dispositivo de armazenamento

Leia mais

DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014

DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 DECRETO Nº 1.180, DE 22 DE DEZEMBRO DE 2014 Publicado no DOE(Pa) de 23.12.14. Altera dispositivos do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestação de Serviços

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10/2007

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10/2007 INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 10/2007 Estabelece os valores de referência de base de cálculo do ICMS incidente sobre a prestação de serviço de transporte rodoviário de cargas e dá outras providências. O SECRETÁRIO

Leia mais

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013 ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013 - IPI LIVRO DE ENTRADA - NORMAS PARA ESCRITURAÇÃO DETERMINADAS PELO RIPI... Pág. 198 ICMS RS CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO

Leia mais

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE

ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE ATOS DA FMEL - FUNDAÇÃO MUNICIPAL DE ESPORTE E LAZER DE ITAJAÍ EDITAL Nº. 004/2013 LEI MUNICIPAL DE INCENTIVO AO ESPORTE O Superintendente da Fundação Municipal de Esporte e Lazer de Itajaí, no uso de

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO Nº 16962, DE 1º DE AGOSTO DE 2012 PUBLICADO NO DOE Nº 2027, DE 1º.08.12 Acrescenta, altera e renomeia dispositivos do Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias

Leia mais

Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações.

Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações. Rio de Janeiro, 13 de maio de 2014. Of. Circ. Nº 137/14 Referência: Decreto Estadual-RJ nº 44.785/14 - ICMS - NFC-e - Emissão, autorização, contingência e outros Alterações. Senhor Presidente, Fazendo

Leia mais

ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO. DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010

ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO. DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010 ORIENTAÇÃO SOBRE UTILIZAÇÃO DE NFe (Nota Fiscal Eletrônica) Protocolo ICMS 42/2009 Alterado pelo Protocolo ICMS 193/2010 É um novo modelo de documento fiscal: modelo 55; de existência apenas digital cuja

Leia mais

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014

Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Pergunte à CPA Serviço de transporte considerações gerais 28/04/2014 Apresentador: José Alves F. Neto Transporte - conceito ICMS X ISS Como determinar a competência Fato gerador RICMS/SP Artigo 2º - Ocorre

Leia mais

DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014)

DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010. (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014) DECRETO Nº 32.250 DE 11 DE MAIO DE 2010 (Com as alterações introduzidas pelo Decreto nº 39.340 de 20/10/2014) Dispõe sobre a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica-NFS-e NOTA CARIOCA e dá outras providências.

Leia mais

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal,

O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe confere a Lei Orgânica Municipal, DECRETO N.º 060 /2013. REGULAMENTA A NOTA FISCAL DE SERVIÇOS ELETRÔNICA NO MUNICÍPIO DE ARACATI E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas atribuições legais, conforme lhe

Leia mais

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015

Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Publicado no D.O.U. nº 84 de 22/04/2015, Seção 1 pag. 78 RESOLUÇÃO NORMATIVA CFA Nº 464, DE 22 DE ABRIL DE 2015 Dispõe sobre a criação de Acervos Técnicos de Pessoas Físicas e Pessoas Jurídicas registradas

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 66, inciso III, da Constituição Estadual, e

O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo 66, inciso III, da Constituição Estadual, e DECRETO Nº 2.490, DE 22 DE ABRIL DE 2010 Introduz alterações no Regulamento do ICMS e dá outras providências. O GOVERNADOR DO ESTADO DE MATO GROSSO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo artigo

Leia mais

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GASEC

ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GASEC ESTADO DO PIAUÍ SECRETARIA DA FAZENDA GABINETE DO SECRETÁRIO DA FAZENDA - GASEC PORTARIA GASEC / SEFAZ Nº 079/97 Teresina, 06 de maio de 1997. Institui o Auto de Infração Simplificado - AIS. O SECRETÁRIO

Leia mais

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma

PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma PREFEITURA MUNICIPAL DE NITERÓI Atos do Prefeito DECRETO Nº 10767/2010. Disciplina a emissão de notas fiscais de serviços no Município, define forma e prazo de recolhimento do Imposto sobre Serviços de

Leia mais

NOVA REGRA (alterações em vermelho) CONVÊNIO ICMS 38, DE 22 DE MAIO DE 2013 REVOGADO

NOVA REGRA (alterações em vermelho) CONVÊNIO ICMS 38, DE 22 DE MAIO DE 2013 REVOGADO REVOGADO AJUSTE SINIEF 19, DE 7 DE NOVEMBRO DE 2012 Publicado no DOU de 09.11.12, pelo Despacho 223/12. Prorrogado, para 01.05.13, o início da obrigatoriedade de preenchimento e entrega da FCI, pelo Ajuste

Leia mais

PORTARIA Nº 135/GSER

PORTARIA Nº 135/GSER PORTARIA Nº 135/GSER João Pessoa, 9 de junho de 2015. O SECRETÁRIO DE ESTADO DA RECEITA, no uso das atribuições que lhe confere o art. 3º, inciso VIII, alíneas a e g, da Lei nº 8.186, de 16 de março de

Leia mais

1 de 6 12-04-2013 11:27

1 de 6 12-04-2013 11:27 (*) ESTE TEXTO NÃO SUBSTITUI O ORIGINAL PUBLICADO NO DIÁRIO OFICIAL DO ESTADO. Decreto Nº 13.537, DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Altera, acrescenta e revoga dispositivos do Subanexo XIII - Do Conhecimento

Leia mais

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php

http://www.itcnet.com.br/materias/printable.php Página 1 de 5 17 de Maio, 2011 Impresso por ANDERSON JACKSON TOASSI ECF/TEF - Obrigatoriedade do Uso em Santa Catarina Matéria elaborada com base na Legislação vigente em: 12.05.2011. SUMÁRIO: 1 - INTRODUÇÃO

Leia mais

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES

ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES ANEXO IX - DOS DOCUMENTOS FISCAIS ELETRÔNICOS E AUXILIARES CAPÍTULO I DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA - NF-e E DO DOCUMENTO AUXILIAR DA NF-e DANFE Art. 1º A Nota Fiscal Eletrônica - NF-e, modelo 55, poderá ser

Leia mais

DECRETO Nº 13.997 DE 17 DE MAIO DE 2012 (Publicado no Diário Oficial de 18/05/2012) D E C R E T A

DECRETO Nº 13.997 DE 17 DE MAIO DE 2012 (Publicado no Diário Oficial de 18/05/2012) D E C R E T A DECRETO Nº 13.997 DE 17 DE MAIO DE 2012 (Publicado no Diário Oficial de 18/05/2012) Altera o Regulamento do Processo Administrativo Fiscal - RPAF, aprovado pelo Decreto nº 7.629, de 09 de julho de 1999.

Leia mais

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO

CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DE PERNAMBUCO Resolução nº 004, de 25 de março de 2015 Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro ou institucional junto ao CRMV-PE.

Leia mais

DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010

DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010 Governo do Estado do Rio Grande do Norte Gabinete Civil Coordenadoria de Controle dos Atos Governamentais DECRETO Nº 21.584, DE 23 DE MARÇO DE 2010 Altera o Regulamento do ICMS, aprovado pelo Decreto nº

Leia mais

DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003. MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei,

DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003. MARTA SUPLICY, Prefeita do Município de São Paulo, no uso das atribuições que lhe são conferidas por lei, DECRETO Nº 42.992, DE 20 DE MARÇO DE 2003 Regulamenta disposições da Lei n 13.478, de 30 de dezembro de 2002, alterada pela Lei nº 13.522, de 19 de fevereiro de 2003, que instituiu a Taxa de Resíduos Sólidos

Leia mais

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97)

Resolução nº 9, de 16 de julho de 1997 (publicada no Diário Oficial da União de 13.8.97) Ministério da Justiça Conselho Administrativo de Defesa Econômica CADE SCN Quadra 2 Projeção C, Brasília, DF CEP 70712-902 Tel.: (61) 426-8599 Fax: (61) 328-5523 cade@cade.gov.br Resolução nº 9, de 16

Leia mais

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO

VERITAE TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO TRABALHO PREVIDÊNCIA SOCIAL SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO LEX TRIBUTOS RECOM Regulamentação Orientador Empresarial DECRETO nº 7.319/2010 DOU: 29.09.2010 Regulamenta a aplicação do Regime Especial de Tributação

Leia mais

Importação por Conta e Ordem e Importação por Encomenda (LUCIANO - 15/05/2006)

Importação por Conta e Ordem e Importação por Encomenda (LUCIANO - 15/05/2006) Importação por Conta e Ordem e Importação por Encomenda (LUCIANO - 15/05/2006) Cada vez mais e por diversos motivos, as organizações vêm optando por focar-se no objeto principal do seu próprio negócio

Leia mais

DECRETO Nº 072/2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE OLINDA, no uso de suas atribuições legais, DECRETA:

DECRETO Nº 072/2012. O PREFEITO DO MUNICÍPIO DE OLINDA, no uso de suas atribuições legais, DECRETA: DECRETO Nº 072/2012. EMENTA: REGULAMENTA a Lei Complementar nº 39, de 29 de dezembro de 2011, que institui o Sistema Eletrônico de Escrituração Fiscal SEEF, a Nota Fiscal de Serviços Eletrônica NFS-e,

Leia mais

SIMPLES NACIONAL - PROCEDIMENTOS PÓS-EXCLUSÃO. atualizado em 27/05/2016 alterados os itens 1.1, 2.2.2, 3.1 e 3.2, 3.3

SIMPLES NACIONAL - PROCEDIMENTOS PÓS-EXCLUSÃO. atualizado em 27/05/2016 alterados os itens 1.1, 2.2.2, 3.1 e 3.2, 3.3 SIMPLES NACIONAL - PROCEDIMENTOS PÓS-EXCLUSÃO atualizado em 27/05/2016 alterados os itens 1.1, 2.2.2, 3.1 e 3.2, 3.3 HISTÓRICO DE ATUALIZAÇÕES DATA ATUALIZAÇÃO ITENS ALTERADOS 01/04/2016 alterado: 3.1

Leia mais

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270

Prefeitura Municipal de Vitória Estado do Espírito Santo DECRETO Nº 13.270 DECRETO Nº 13.270 Regulamenta o parcelamento e pagamento de créditos do município de Vitória e dá outras providências. O Prefeito Municipal de Vitória, Capital do, no uso de suas atribuições legais, e

Leia mais

RESOLUÇÃO Nº 547, DE 19 DE AGOSTO DE 2015.

RESOLUÇÃO Nº 547, DE 19 DE AGOSTO DE 2015. RESOLUÇÃO Nº 547, DE 19 DE AGOSTO DE 2015. Dispõe sobre a padronização do procedimento administrativo para identificação do infrator responsável pela infração de excesso peso e dimensões de veículos e

Leia mais

DEVOLUÇÃO OU TROCA DE MERCADORIA VENDIDA PELO ECF CUPOM FISCAL PROCEDIMENTOS E RECOMENDAÇÕES

DEVOLUÇÃO OU TROCA DE MERCADORIA VENDIDA PELO ECF CUPOM FISCAL PROCEDIMENTOS E RECOMENDAÇÕES DEVOLUÇÃO OU TROCA DE MERCADORIA VENDIDA PELO ECF CUPOM FISCAL PROCEDIMENTOS E RECOMENDAÇÕES Tratando-se de devolução ou troca de mercadorias, além de observar as demais disposições constantes no artigo

Leia mais

DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007

DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007 ESTADO DO CEARÁ DECRETO N 28.662, DE 08 DE MARÇO DE 2007 * Publicado no DOE em 12/03/2007. REGULAMENTA O ART.25 DA LEI COMPLEMENTAR Nº58, DE 31 DE MARÇO DE 2006 (DOE-CE DE 31.03.2006), QUE DISPÕE SOBRE

Leia mais

DECRETO N.º 33763 DE 5 DE MAIO DE 2011

DECRETO N.º 33763 DE 5 DE MAIO DE 2011 DECRETO N.º 33763 DE 5 DE MAIO DE 2011 Regulamenta os incentivos e os benefícios fiscais relacionados à realização da Copa das Confederações de 2013, da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.690/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000244282-97 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.690/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000244282-97 Impugnação: 40. Acórdão: 20.690/15/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000244282-97 Impugnação: 40.010137179-95 Impugnante: Origem: EMENTA Percival Firmato de Almeida IE: 327095499.00-62 DFT/Teófilo Otoni MERCADORIA ENTRADA DESACOBERTADA

Leia mais

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013

ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013 ANO XXIV - 2013-4ª SEMANA DE JULHO DE 2013 BOLETIM INFORMARE Nº 30/2013 IPI LIVRO DE ENTRADA - NORMAS PARA ESCRITURAÇÃO DETERMINADAS PELO RIPI... Pág. 407 ICMS MS/MT/RO CONHECIMENTO DE TRANSPORTE ELETRÔNICO

Leia mais

COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO

COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO COORDENADORIA DO IMPOSTO SOBRE SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA E TAXAS SUBSECRETARIA DE TRIBUTAÇÃO E FISCALIZAÇÃO PORTARIA F/SUBTF/CIS N.º 178 DE 25 DE OUTUBRO DE 2010 Dispõe sobre cancelamento de guia de

Leia mais

DOCUMENTÁRIO ESPECÍFICO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES

DOCUMENTÁRIO ESPECÍFICO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES DOCUMENTÁRIO ESPECÍFICO DAS EMPRESAS DE TRANSPORTES RODOVIÁRIO DE CARGAS: Qualquer transportador rodoviário de cargas ou passageiros que executar ou, melhor dizendo, que prestar serviços de transportes

Leia mais

Guia do ICMS - São Paulo: Circulação de bens, materiais ou mercadorias por não contribuinte

Guia do ICMS - São Paulo: Circulação de bens, materiais ou mercadorias por não contribuinte Guia do ICMS - São Paulo: Circulação de bens, materiais ou mercadorias por não contribuinte Resumo: Estudaremos no presente Roteiro de Procedimentos as regras que envolvem a circulação de bens, materiais

Leia mais

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA

GOVERNO DO ESTADO DE RONDÔNIA GOVERNADORIA DECRETO N. 17.466, DE 08 DE JANEIRO DE 2013. DOE N. 2131, DE 08 DE JANEIRO DE 2013. Regulamenta o artigo 3º, inciso VII, da Lei Complementar n. 620, de 21 de junho de 2011. O GOVERNADOR DO ESTADO DE RONDÔNIA,

Leia mais

PORTARIA Nº 133/2011-GS/SET, DE 19 DE OUTUBRO DE 2011.

PORTARIA Nº 133/2011-GS/SET, DE 19 DE OUTUBRO DE 2011. DOE Nº 12.567 Data: 20/10/2011 Alterada pelas Portarias nºs: 002/2012-GS/SET 059/2012-GS/SET PORTARIA Nº 133/2011-GS/SET, DE 19 DE OUTUBRO DE 2011. Dispõe sobre o credenciamento de contribuintes para recolhimento

Leia mais

DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010.

DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010. 1 DECRETO Nº 12.069, DE 13 DE JANEIRO DE 2010. INSTITUI E REGULAMENTA A DECLARAÇÃO MENSAL DE SERVIÇO DE INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS - DMS-IF E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito do Município de Uberlândia,

Leia mais

DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DE IMPRESSÃO, UTILIZAÇÃO E DEFINIÇÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS.

DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DE IMPRESSÃO, UTILIZAÇÃO E DEFINIÇÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. DECRETO Nº 14.208, DE 04 DE MARÇO DE 2005. DISPÕE SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DE IMPRESSÃO, UTILIZAÇÃO E DEFINIÇÃO DE DOCUMENTOS FISCAIS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS. O Prefeito Municipal de Chapecó, Estado de

Leia mais

ANO XXIII - 2012-4ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 21/2012 IPI ICMS - MS/MT/RO ICMS - RO LEGISLAÇÃO - RO

ANO XXIII - 2012-4ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 21/2012 IPI ICMS - MS/MT/RO ICMS - RO LEGISLAÇÃO - RO ANO XXIII - 2012-4ª SEMANA DE MAIO DE 2012 BOLETIM INFORMARE Nº 21/2012 IPI RECUSA DO DESTINATÁRIO - ASPECTOS GERAIS Introdução - Funcionamento do Sistema - Tratamento Fiscal - Recuperação do Débito Havido

Leia mais

Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de

Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de Decreto nº 50.446/09 Município de São Paulo. Foi publicado no Diário Oficial do Município de São Paulo o Decreto Nº 50.446, de 20 de fevereiro de 2009 que regulamenta o transporte de produtos perigosos

Leia mais

Considerando o constante no Processo nº 80001.002866/2003-35;

Considerando o constante no Processo nº 80001.002866/2003-35; RESOLUÇÃO 363 DE 28 DE OUTUBRO DE 2010. Dispõe sobre padronização dos procedimentos administrativos na lavratura de auto de infração, na expedição de notificação de autuação e de notificação de penalidade

Leia mais

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº

PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº PORTARIA TRT 18ª GP/DG/SOF Nº 06, de 17.2.09 O DESEMBARGADOR-PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 18ª REGIÃO, no uso de suas atribuições legais e regimentais, CONSIDERANDO o disposto nos arts.

Leia mais

RESOLUÇÃO PGE Nº 3.735 10 DE MARÇO DE 2015.

RESOLUÇÃO PGE Nº 3.735 10 DE MARÇO DE 2015. RESOLUÇÃO PGE Nº 3.735 10 DE MARÇO DE 2015. ALTERA OS DISPOSITIVOS EDITALÍCIOS RELATIVOS À DEMONSTRAÇÃO DA REGULARIDADE FISCAL E TRABALHISTA NAS MINUTAS-PADRÃO DE EDITAL E DE CONTRATOS E DÁ OUTRAS PROVIDÊNCIAS

Leia mais

Considerando a necessidade de uniformização de procedimentos na formalização e instrução de processos de fiscalização no Crea-ES.

Considerando a necessidade de uniformização de procedimentos na formalização e instrução de processos de fiscalização no Crea-ES. Ato 015/2004 Dispõe sobre a formalização, trâmite, procedimentos, infringências e valores de multas das Notificações e Autos de Infração NAIs e da outras providências. O Presidente do Conselho Regional

Leia mais

DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013

DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 DECRETO Nº 2.232 DE 16 DE DEZEMBRO DE 2013 Regulamenta o regime de substituição tributária do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza ISSQN, instituído pela Lei Complementar n 03, de 17 de setembro

Leia mais

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 8.876, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014

ESTADO DO ACRE DECRETO Nº 8.876, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014 DECRETO Nº 8.876, DE 30 DE DEZEMBRO DE 2014. Publicado no DOE nº 11.468, de 31 de dezembro de 2014. Regulamenta a obrigatoriedade das administradoras de cartões de crédito, débito ou similares de prestarem

Leia mais

ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH

ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH ANEXO 05 - Minutas de Ato Autorizativo para PCH A) Para Autoprodução PORTARIA Nº, DE DE DE 2005 Autoriza a empresa... a estabelecer-se como Autoprodutor de Energia Elétrica, mediante a implantação e exploração

Leia mais

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015

SERVIÇO PÚBLICO FEDERAL CONSELHO REGIONAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 RESOLUÇÃO CRMV-RJ Nº 47/2015 Ementa: Estabelece requisitos a serem observados para obtenção de apoio financeiro e/ou institucional junto ao CRMV-RJ. O - CRMV-RJ, no uso das atribuições que lhe são conferidas

Leia mais

NFA-e. Manual do usuário

NFA-e. Manual do usuário Manual do usuário 24 de setembro de 2015 2 ÍNDICE APRESENTAÇÃO 3 PARTE I INFORMAÇÕES ESSENCIAIS 4 1. O que é a 4 2. Legislação 4 3. Quem pode emitir e quando 4 4. Quais operações são possíveis com a 6

Leia mais

IPI ICMS - MS LEGISLAÇÃO - MS ICMS - RO ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2010

IPI ICMS - MS LEGISLAÇÃO - MS ICMS - RO ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2010 ANO XXI - 2010-3ª SEMANA DE NOVEMBRO DE 2010 BOLETIM INFORMARE Nº 47/2010 IPI PERDAS POR DETERIORAÇÃO - PROCEDIMENTOS - ATUALIZAÇÃO RIPI/2010 Introdução - Parecer Normativo SRF... ICMS - MS Pág. 655 BRINDES

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02. Acórdão: 13.535/99/3 a Impugnação: 48.386 Impugnante: Metalgráfica São Miguel Ltda PTA/AI: 02.000111093-91 Origem: UF/Betim Rito: Sumário EMENTA Base de Cálculo Subfaturamento. Emissão de nota fiscal,

Leia mais

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40.

CONSELHO DE CONTRIBUINTES DO ESTADO DE MINAS GERAIS. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40. Acórdão: 20.029/13/2ª Rito: Sumário PTA/AI: 01.000184734-13 Impugnação: 40.010133151-29 Impugnante: Proc. S. Passivo: Origem: EMENTA Modelo Comércio e Exportação de Açúcar Ltda IE: 515302633.00-13 Marcelo

Leia mais

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.611, DE 03 DE JANEIRO DE 2012.

RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.611, DE 03 DE JANEIRO DE 2012. RIO GRANDE DO NORTE LEI Nº 9.611, DE 03 DE JANEIRO DE 2012. Cria o programa "POUPANÇA FISCAL", altera a Lei n 8.486, de 26 de fevereiro de 2004, que instituiu campanha de incentivo à emissão de documentos

Leia mais

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012

Estado do Acre DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012 DECRETO Nº 4.971 DE 20 DE DEZEMBRO DE 2012. Publicado no DOE nº 10.952 de 21-12-2012.. Alterado pelos Decretos nºs 5.089/2013, 6.287/2013, 7.299, 8.251/2014, 1.490/2015, 2.301/2015, 2.884/2015 e 3.472/2015..

Leia mais

NOTA FISCAL AVULSA - NFA. atualizado em 08/07/2015

NOTA FISCAL AVULSA - NFA. atualizado em 08/07/2015 atualizado em 08/07/2015 2 ÍNDICE 1. CONCEITO...5 2. MODELO E SÉRIES...5 3. NOTA FISCAL AVULSA - SÉRIE 1...6 4. NOTA FISCAL AVULSA - SÉRIE 2...6 5. VALIDADE...7 6. VENDA DO ESTOQUE DA EMPRESA APÓS A BAIXA

Leia mais

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE

O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE LEI COMPLEMENTAR N. 298, DE 28 DE ABRIL DE 2015 Altera a Lei Complementar n. 114, de 30 de dezembro de 2002, que Dispõe acerca do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores - IPVA. O GOVERNADOR

Leia mais

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012

Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 Instrução Normativa RFB nº 1.311, de 31 de dezembro de 2012 DOU de 31.12.2012 Altera a Instrução Normativa RFB nº 1.131, de 21 de fevereiro de 2011, que dispõe sobre os procedimentos a serem adotados para

Leia mais

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL

TOMADA DE CONTAS ESPECIAL TOMADA DE CONTAS ESPECIAL COMPARATIVO ENTRE A IN TCU Nº 13/1996 E A IN TCU Nº 56/2007 IN TCU Nº 13/1996 IN TCU Nº 56/2007 Art. 1º Diante da omissão no dever de prestar contas, da não comprovação da Aplicação

Leia mais

Decreto nº 56.850, de 18.03.2011 - DOE SP de 19.03.2011

Decreto nº 56.850, de 18.03.2011 - DOE SP de 19.03.2011 Decreto nº 56.850, de 18.03.2011 - DOE SP de 19.03.2011 Introduz alterações no Regulamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte

Leia mais

ANO XVIII - 2007-4ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2007 BOLETIM INFORMARE Nº 09/2007 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP

ANO XVIII - 2007-4ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2007 BOLETIM INFORMARE Nº 09/2007 IPI ICMS - SP LEGISLAÇÃO - SP ANO XVIII - 2007-4ª SEMANA DE FEVEREIRO DE 2007 BOLETIM INFORMARE Nº 09/2007 IPI CLASSIFICAÇÃO FISCAL DE MERCADORIAS - FORMALIZAÇÃO DA CONSULTA Introdução - Legitimidade Para Consultar - Apresentação da

Leia mais

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de Março de 2012

ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de Março de 2012 Circular 112/2012 São Paulo, 06 de Março de 2012. PROVEDOR(A) ADMINISTRADOR(A) ESCRITURAÇÃO FISCAL DIGITAL DA CONTRIBUIÇÃO (EFD CONTRIBUIÇÕES) Diário Oficial da União Nº 43, Seção 1, sexta-feira, 2 de

Leia mais

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI

PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI LEI N.º 064/2013. Dispõe sobre a Reorganização do Fundo Municipal para os Direitos da Criança e do Adolescente-FMDCA de Aracati, e dá outras providências. O PREFEITO MUNICIPAL DE ARACATI, no uso de suas

Leia mais

CONVÊNIO ICMS 113/96 CONVÊNIO

CONVÊNIO ICMS 113/96 CONVÊNIO Publicado no DOU de 18 e 20.12.96. CONVÊNIO ICMS 113/96 Ratificação Nacional DOU de 08.01.97 pelo Ato COTEPE-ICMS../1997/CV001_97.htm01/97. Alterado pelos Convs. ICMS 54/97, 34/98,107/01, 32/03, 61/03.

Leia mais

INSTRUÇÃO NORMATIVA RE Nº 091/11 ( Porto Alegre, 7 de dezembro de 2011. Introduz alterações na Instrução Normativa DRP nº 45/98, de 26/10/98.

INSTRUÇÃO NORMATIVA RE Nº 091/11 ( Porto Alegre, 7 de dezembro de 2011. Introduz alterações na Instrução Normativa DRP nº 45/98, de 26/10/98. INSTRUÇÃO NORMATIVA RE Nº 091/11 ( Porto Alegre, 7 de dezembro de 2011. Introduz alterações na Instrução Normativa DRP nº 45/98, de 26/10/98. O SUBSECRETÁRIO DA RECEITA ESTADUAL, no uso de atribuição que

Leia mais

ANEXOS 8.0 ADENDOS DECRETOS E LEIS

ANEXOS 8.0 ADENDOS DECRETOS E LEIS ANEXOS 8.0 ADENDOS DECRETOS E LEIS ANEXO 8.7 Dispõe sobre a Regulamentação da instituição do Documento de Autenticação de Nota Fiscal para Órgão Público- DANFOP. Acrescentado pelo Decreto nº 22.513 de

Leia mais